Você está na página 1de 90

Alisson Rogério Caetano de Siqueira

Psicólogo – CRP 08/16846


alisson_prof@hotmail.com
41-996379831

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Psicopatologia

Fonte: http://milenanicolas.blogspot.com.br/2012/05/psiquiatria-e-instituicoes-de-saude.html
Ementa
1. Introdução da Psicopatologia
a. O Trabalho de Philippe Pinel
b. A história dos hospitais psiquiátricos no Brasil
2. A saúde mental no Brasil
a. A legislação sobre reforma psiquiátrica
b. A rede de atenção psicossocial
3. A formação da Psicopatologia
a. Estrutura teórica
b. Conceitos da psicopatologia
c. Definições de normalidade
d. Abordagens psicopatológicas
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Ementa
4. Diagnóstico em psicopatologia

5. Súmula Psicopatológica

6. Funções Psíquicas e suas alterações

7. Síndromes psiquiátricas

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


A psique refere-se a tudo o que é formado pelos fenômenos que
ocorrem na mente humana. Sentimentos, pensamentos e percepções são
funções desenvolvidas pela psique, que permite que o ser humano se
relacione e se adapte ao meio por meio de processos.
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Cérebro
Psique

Fonte:http://www.anatomiadocorpo.com/sistema-nervoso/hipotalamo/
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Fator Biológico

Genético Congênito Fisiológico


Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Fator Ambiental

Em Contato Próximo Distante


Fonte:http://www.anatomiadocorpo.com/sistema-nervoso/hipotalamo/
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Fator Psicológico

Epigenética Personalidade
Fonte:http://www.anatomiadocorpo.com/sistema-nervoso/hipotalamo/
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Funções Psíquicas

As funções psíquicas
descrevem, de modo artificial
e compartimentalizado, as
complexas atividades da vida
mental que permitem a cada
individuo estabelecer relação
com o mundo, com o outro e
consigo mesmo.

Fonte: ET6\www\roberto\fengshui\cer04.htm
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Funções Psíquicas

• Consciência • Inteligência
• Afetividade, humor • Psicomotricidade
• Atenção • Pensamento
• Sensopercepção • Juízo de realidade
• Memória • Orientação
• Impulsividade • Linguagem

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Funções que representam vivências internas subjetivas
(essência do corpo psíquico )
Afetividade
Impulsividade
Humor

Consciência

Atenção sensopercepção

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira Fonte: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/3222187


Funções que podem ser quantificadas
(concreto do corpo psíquico )

Memória Pensamento

orientação
Inteligência Linguagem

psicomotricidade
Juízo

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira Fonte: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/3222187


Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Pode ser conceituada como o cenário
no qual os fenômenos psíquicos
acontecem.
Consciência

É o estado de lucidez ou de alerta em


que a pessoa se encontra, variando
da vigília até o coma.

É o reconhecimento da realidade
externa ou de si mesmo em
determinado momento, e a
capacidade de responder aos seus
estímulos.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Avaliação do Nível de consciência
Contato Visual
Estruturar do olhar – forma fisiológica.
Consciência

Direção do olhar – Focal, disperso, oscilante.


Comportamento verbal
Articulação da fala – movimento dos lábios.
Conteúdo da fala – assunto, destinatário.
Comportamento motor
Movimento gesticular
Controle corporal
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Apresentação de consciência
Consciência

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Consciência

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Avaliação

• Reação: lenta ou rápida


Consciência

• Sonolência: sim ou não

• Lucidez: sim ou não

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
• Obnubilação: rebaixamento em grau leve ou moderado, sonolento, ou
pode parecer desperto, diminuição no grau de clareza do sensório,
lentidão da compreensão e dificuldade de concentração
Consciência

• Confusão: caracterizada por um embotamento do sensório,


dificuldade de compreensão, atordoamento e perplexidade, juntamente
com desorientação, distúrbios das funções associativas e pobreza
ideativa. O paciente demora a responder aos estímulos e tem
diminuição do interesse no ambiente. A face de um doente confuso
apresenta uma expressão ansiosa, enigmática e às vezes de surpresa. É
um grau mais acentuado que a obnubilação.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
• Sopor: Estado de turvação da consciência, reage a estímulos
dolorosos. Sonolento, é incapaz de qualquer ação espontânea.
Consciência

• Estupor: estado caracterizado pela ausência ou profunda


diminuição de movimentos espontâneos, mutismo. O paciente
somente responde a estímulos vigorosos, após os quais retorna
ao estupor.

• Coma: Estado mais profundo de rebaixamento, onde neste


estado, não é possível qualquer atividade voluntaria consciente,
além de várias falhas no sistema neuronal.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
• Hiperalerta: estado no qual o paciente encontra-se ansioso, com
hiperatividade autonômica e respostas aumentadas aos
estímulos. Pode ocorrer em consequência ao uso de drogas
Consciência

(anfetaminas, cocaína), abstinência (benzodiazepínicos), ou no


stress pós-traumático.

• Delirium: o termo mais usado para designar a maior parte das


síndromes confusionais agudas, que pode ser de leve a
moderado, dificuldade de concentração, ansiedade, agitação ou
lentificação psicomotora, ilusões ou alucinações visuais, com
uma flutuação do quadro ao longo do dia e piorando ao
anoitecer.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
• Estado onírico: Onde paralelamente à turvação da consciência e a
confusão mental é semelhante a de um sonho muito vivido, onde
geralmente vê cenas complexas e ricas em detalhes. Há uma carga
emocional marcante na experiência onírica, com angustia, terror ou
Consciência

pavor. O doente manifesta estado angustioso por gritos,


movimentos, debates na cama, sudorese profunda, seguida de um
estado de amnésia. Psicose tóxicas, abstinência a droga.

• Experiência quase morte: um estado especial da consciência é


verificado em situações críticas de ameaça grave à vida como
parada cardíaca, hipóxia grave, isquemias, acidente automobilístico
grave quando alguns sobreviventes ter vivenciado as chamadas
experiências quase morte.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
• Dissociação da consciência: é uma fragmentação ou divisão do
campo da consciência, que ocorre com certa frequência nos quadros
histéricos, semelhante ao sonho grande ansiedade, onde o individuo
desliga da realidade para parar de sofrer isso pode ser consciente ou
Consciência

inconsciente.
• Estado segundo: estado patológico transitório semelhante ao estado
crepuscular, caracterizado por uma atividade psicomotora
coordenada

• Transe: é um estado de dissociação que se assemelha a um sonho


acordado, mas se difere pela presença de atividade motora
automática e estereotipada, acompanhada de suspensão parcial dos
movimentos voluntários e não deve ser confundido com o transe
histérico que é relacionados a conflitos interpessoais.
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Pode ser definida como a direção da
consciência ou o estado de concentração da
atividade mental sobre determinado objeto.

A atenção é uma dimensão da consciência


que designa a capacidade para manter o
Atenção

foco em uma atividade.

Designa, ainda, o esforço voluntário para


selecionar certos aspectos de um fato,
experiência do mundo interno (p.e.
memórias), ou externo, fazendo com que a
atividade mental se volte para eles em
detrimento dos demais.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Avaliação
• Vigilância: a capacidade de voltar o foco da atenção para os
estímulos externos
Atenção

• Tenacidade: capacidade de manutenção da atenção ou de


uma tarefa específica.

• Concentração: é a capacidade de manter a atenção


voluntária em processos internos do pensamento ou em
alguma atividade mental.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
• Desatenção: incapacidade de voltar o foco para um
determinado estímulo.

• Distração: é um sinal superconcentração ativa da atenção


Atenção

sobre determinados conteúdos ou objetos, com a inibição de


tudo o mais; há hipertenacidade e hipovigilancia.

• Distraibilidade: é o contrario da distração um estado


patológico que se exprime por instabilidade acentuada da
atenção voluntaria com dificuldade ou incapacidade para fixar-
se ou deter-se em qualquer coisa que implique esforço
produtivo e manter atenção.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

• Hipoprosexia: é uma diminuição global da atenção ( a mais


comum), onde se verifica uma perda básica da capacidade
de concentração e fadigabilidade aumentada, dificultando a
percepção, concentração, pensar e o raciocínio.
Atenção

• Hiperprosexia: atenção exagerada, no qual há uma


tendência a se manter indefinidamente sobre certos objetos
com surpreendente infatigabilidade.

• Aprosexia: total abolição da capacidade atenção, por mais


fortes e variadas que sejam os estímulos ambientais que se
utilizem.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Os afetos são elementos do subjetivismo que conferem
qualidade de cor, brilho e calor à experiência humana”
Afetividade e Humor

(Dalgalarrondo, 2000).

Humor é a tonalidade de sentimento predominante, e mais


constante, que pode influenciar a percepção de si mesmo, e do
mundo ao seu redor. Afeto é a experiência da emoção subjetiva
e imediata, ligada a idéias ou representações mentais e que
pode ser observada pelas suas manifestações objetivas:
alegre, triste, embotado, expansivo, lábil, inapropriado. Em
outras palavras, humor se refere à emoção predominante, mais
constante, enquanto afeto é a sua expressão, o que se
observa, sendo mais flutuante.
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Avaliação

• Expressão facial
Afetividade e Humor

• Conteúdo afetivo no relato

• Conceito cultural

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Afetividade e Humor Alteração

• Distimia: alteração básica do humor, tanto no sentido da


inibição como no sentido da exaltação.

• Disforia: tonalidade afetiva desagradável, mal-humorada

• Estado de êxtase: uma sensação de dissolução do eu no


todo de compartilhamento íntimo do estado afetivo interior
com o mundo exterior.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Afetividade e Humor Alteração

• Apatia: é uma diminuição da excitabilidade emotiva e afetiva

• Hipomodulação do afeto: incapacidade do paciente de


modular a resposta afetiva de acordo com a situação
existencial, indicando rigidez na sua relação com o mundo.

• Paratimia: reação completamente incongruente a situações


existenciais ou a determinados conteúdos ideativos,
revelando desarmonia profunda da vida psíquica.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Afetividade e Humor Alteração

• Pobreza de sentimentos : perda progressiva e patológica das


vivências afetivas.

• Embotamento afetivo: perda profunda de todo tipo de vivência


afetiva.

• Anedonia Pânico: é a incapacidade total ou parcial de obter e


sentir prazer com determinadas atividades e experiências.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


É o processo mental de reação psicológica a
um estímulo físico que possibilita a tomada de
consciência dos objetos que se apresentam
Sensopercepção

aos órgãos dos sentidos.

É a informação psicológica do estímulo físico.

Designa a capacidade de perceber e


interpretar os estímulos que se
apresentam aos órgãos dos sentidos. Os
estímulos podem ser: auditivos, visuais,
olfativos, táteis e gustativos.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Sensopercepção Avaliação

• Escuta: a observação no
discurso e o comportamento do
paciente.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

• Ilusão: percepção deformada de um objeto real. ocorrem


Sensopercepção

quando os estímulos sensoriais reais são confundidos ou


interpretados erroneamente; geralmente ocorrem quando há
redução de estímulos ou do nível de consciência (delirium);
por exemplo, um cinto é percebido como uma cobra, miragens
no deserto (enxerga-se água nas dunas) .

• Alucinação: percepção clara e definida de um objeto sem a


presença do objeto estimulante real.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

• Alucinação áudio-verbal: O paciente escuta vozes sem qualquer


estímulo real são vozes que geralmente o ameaçam ou insultam.
Sensopercepção

• Sonorização do próprio pensamento: é um fenômeno do tipo


alucinatório no qual a vivência é semelhante a uma alucinação
auditiva audioverbal, em que o paciente reconhece claramente
que está ouvindo os próprios pensamentos, escuta-os no exato
momento em que os pensa.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
• Hiperestesia: percepção aumentada em intensidade ou duração
Sensopercepção

• Hiperpatia: sensação desagradável produzida por um leve estímulo


da pele

• Hipoestesia: percepção diminuída em intensidade ou duração

• Anestesias e analgesias: perdas sensoriais

• Parestesias e disestesias: alterações da sensopercepção


Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Capacidade de registrar, manter e evocar
as experiência e os fatos já ocorridos.
Tipos:
• cognitiva (psicológica),
Memória

• genética (genótipo),
• imunológica,
• coletiva (cultural).

Condições:
Memória de fixação (recente)
Memória evocação (remota)

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Avaliação

• Memória imediata
Memória

• Memória recente

• Memória remota

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

• Hipermnésica: Representações mnêmicas afluem rapidamente, em


tropel, ganhando em número, porém perdendo em clareza e
precisão. Traduz-se mais como uma aceleração do ritmo psíquico
do que uma alteração propriamente da memória.
Memória

• Amnésias ou Psicogênica: Consiste na perda de elementos


psíquicos que tem um valor psicológico especifico (valor simbólico
ou afetivo) o individuo esquece de um evento da sua vida que teve
um significado especial para a pessoa, mas o mesmo consegue se
lembrar de tudo que ocorreu ao seu redor.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

• Amnésia Orgânica: é quando se perde primeiro a capacidade de


fixação das memórias imediatas e recentes em estados avançados
da doença, chega também a afetar a memória remota ou de longo
Memória

prazo.

• Amnésia imediata: geralmente existe um comprometimento


cerebral agudo.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

• Amnésia lacunar: esquecimento dos fatos ocorridos entre duas


datas. Por exemplo: não se lembra o que fez no ano de 1995, o ano
da sua separação. Eventualmente, o paciente pode preencher estas
Memória

lacunas com inverdades ou situações não ocorridas, sem dar-se


conta. A isto se dá o nome de confabulação, freqüente em
pacientes com Demência. Amnésia remota: esquecimento de fatos
ocorridos no passado. Pacientes idosos com algum grau de
demência.

• Amnésia remota: esquecimento de fatos ocorridos no passado.


Pacientes idosos com algum grau de demência.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

• Amnésia Anterógrada: consiste na incapacidade de fixar


elementos mnêmicos a partir do momento em que ocorreu o
evento, ou seja, após um trauma cranioencefalico.
Memória

• Amnésia Retrógrada: é a perda da memória onde o individuo


esquece fatos remontados a antes do inicio da doença.

• Amnésias Retro anterógradas: Déficit de fixação para o que


ocorreu dias, semanas ou meses antes e depois do evento
patógeno.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

• Ilusões Mnêmicas: quando há um acréscimo de elementos falsos a


um núcleo verdadeiro de memória, como por exemplo um
paciente afirma ter tido uma centenas de filhos, quando na
Memória

realidade. Só tivera um filho.

• Alucinações mnêmicas: são verdadeiras criações imaginativas com


a aparência de lembranças ou reminiscências não correspondentes
a nenhum elemento mnêmico ou nenhuma lembrança real e
verdadeira essas ilusões e alucinações mnêmicas constituem
muitas vezes o material para a formação de delírios.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

• Fabulações: são invenções, produtos da imaginação do paciente,


que preenchem um vazio da memória. O paciente não tem
intenção de mentir ou enganar o entrevistador
Memória

• Criptomnésias: trata-se de um falseamento da memória na qual as


lembranças aparecem como fatos novos ao paciente, onde o
mesmo não reconhece como lembranças, vivendo-a como se fosse
um acontecimento novo.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

• Ecmnésia: trata-se da recapitulação e revivência intensa, abreviada


e panorâmica da existência, ou seja, uma recordação condessada
do passado, que ocorre num breve período de tempo
Memória

• Lembrança obsessiva: também denominada ideia fixa ou


representação prevalente, ou seja, o surgimento de imagens
mnêmicas ou conteúdos ideativos do passado, onde uma vez
instalado na consciência, não pedem ser afastados
voluntariamente pelo individuo.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
Alterações de Reconhecimento

• Astereognosia: na qual o paciente é incapaz de reconhecer as


formas dos objetos colocados em suas mãos, estando o mesmo de
olhos fechados.
Memória

• Agnosia tátil: na qual, apesar de o paciente identificar as formas


elementares do objeto, há incapacidade de reconhecimento global
de tal objeto descreve como o objeto é, mas não sabe exatamente
que objeto é apresentado.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
Alterações de Reconhecimento

• Agnosias visuais: são aquelas nas quais o paciente não consegue mais
reconhecer, pela visão, determinados objetos; enxerga-os, pode
descrevê-los, mas não sabe o que realmente são.
Memória

• Agnosia de reconhecimento de faces: a incapacidade de reconhecer


membros específicos de determinados grupos genérico de coisas,
como certo tipo ou marca de carro no meio de vários carros.
• Agnosia auditiva: é a incapacidade de reconhecer sons sem haver
déficit auditivo
• Agnosia verbal ou surdez: que ouve, o paciente pode falar, ler, e
escrever corretamente e fluentemente, mas não entende qualquer
palavra falada apenas as reconhece como ruídos.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Vontade - Impulsividade

A vontade é uma dimensão


complexa da vida mental,
relacionada intimamente com as
esferas instintiva, afetiva e
intelectiva.

impulsividade é um impulso ou
tendência a agir, no qual o
comportamento apresenta pouco
ou nenhum pensamento ou
reflexão prévia.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Vontade - Impulsividade Avaliação

• Escuta

• Observação

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Vontade - Impulsividade Alteração

• Atos impulsivos: espécie de curto circuito do ato voluntário, no


qual predominam as ações psicomotoras automáticas, sem
reflexão, ponderação ou decisão prévias, de tipo instantâneo ou
explosivo. São caracterizados pela incoercibilidade e pela forma
egossintônica.
• Atos compulsivos: difere do ato impulsivo por ser reconhecido pelo
indivíduo como indesejável e inadequado, assim como pela
tentativa de refreá-lo ou adiá-lo. Ocorrem freqüentemente
associados a idéias obsessivas e trazem sensação de alívio quando
realizados

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Vontade - Impulsividade Alteração

• Hipobulia e abulia: diminuição e abulição da atividade volitiva


(quando intencional, ataraxia)

• Abulia: diminuição da vontade associada à apatia

• Automutilação: comportamento de autolesão voluntaria,


escoriações na pele e nas mucosas, furam os braços com pregos e
pedaços de vidro

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Vontade - Impulsividade Alteração

• Tricotilomania: arrancam os cabelos

• Frangofilia: destruir objetos que circundam o individuo.

• Piromania: é o impulso de atear fogo a objetos, prédios, lugares.

• Impulso e o ato suicida: o desejo de morrer e de desaparecer.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
• Dipsomania: compulsão periódica para ingestão de grandes
Vontade - Impulsividade

quantidades de álcool.

• Potomania: compulsão de beber água ou outros líquidos sem que


haja sede exagerada.

• Polidipsia: sente exagerada devido a alterações metabólicas em seu


organismo.

• Alterações de natureza sexual: Satiríase, voyeurismo, pedofilia,


pederastia, gerontofilia, zoofilia, necrofilia, coprofilia, ninfomania,
clistéres, fetichismo
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Capacidade de uma pessoa de assimilar
conhecimentos factuais, compreender as
relações entre eles e integrá-los aos
conhecimentos já adquiridos
anteriormente; de raciocinar logicamente
Inteligência

e de forma abstrata manipulando


conceitos, números ou palavras.

Capacidade de resolver situações novas


com rapidez e com êxito mediante a
realização de tarefas que envolvam a
apreensão de relações abstratas entre
fatos, eventos, antecedentes e
consequências, etc.
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Avaliação

• Dados escolares
Inteligência

• Perguntas matemáticas

• Vocabulário

• Capacidade de abstarção

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

Deficiência mental: atraso ou insuficiência de desenvolvimento


intelectual (QI inferior a 70), com interferência no desempenho social e
ocupacional. É classificado como leve (classe espacial), moderado
Inteligência

(escola especial), grave e severo.

Demência: deterioração global e orgânica do funcionamento


intelectual sem alteração no nível de consciência.1 Freqüentemente é
acompanhada de: distraibilidade; déficit de memória; dificuldade em
cálculos; alteração no humor e afeto; prejuízo no julgamento e
abstração; e dificuldades com a linguagem.

Abstração: interpretação concreta de provérbios, por exemplo:


"Quem tem telhado de vidro não deve atirar pedras no telhado do
vizinho", resposta: "O vidro quebrará!"
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Psicomotricidade

Assim como o ato motor é o


comportamento final do ato
volitivo, as alteração da
psicomotricidade frequentemente
são a expressão final de
alterações da volição.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Avaliação

• Escuta
Psicomotricidade

• Observação

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

• Acatsia: grande dificuldade em ficar parado.


Psicomotricidade

• Ataxia : falta de coordenação dos movimentos.


• Apraxia: prejuízo na capacidade de executar atividades motoras
• Ecopraxia -repetição dos movimentos ou maneirismo de outra
pessoa
• Discinesia tardia - movimentos involuntários estereotipados que
acometem predominantemente a musculatura oral e lingual.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

• Estupor: perda total a atividade espontânea


Psicomotricidade

• Catalepsia: exagero do tônus postural

• Flexibilidade cerácea: parte do seu corpo homem de cera

• Cataplexia: perda abrupta do tônus muscular queda ao chão

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

• Estereotipias motoras: repetições automáticas


Psicomotricidade

• Maneirismo: movimentos Bizarros

• Tiques: são atos coordenados, repetitivos

• Conversão Motora: paralisias, contraturas conversivas

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


imagens e representações mentais que
correspondem à atividade intelectiva e
emocional do paciente.
Pensamento

A linguagem é o enunciado que possibilita


significação e transmissão desta
experiência.

O discurso é a manifestação explícita da


linguagem que nos permite inferir o
pensamento dos pacientes.

o conteúdo do pensamento: é a temática a


que ele se propõe - Ideias prevalentes.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Avaliação

• Produção: sobre o que está se falando


Pensamento

• Curso: a velocidade do processo

• Conteúdo: qual o assunto

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

Produção:
• ilógica (irreal, difícil ou impossível de seguir a linha de raciocínio,
Pensamento

desagregado);
• mágica (misticismo, poderes, influência a distância) DSM;

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
Curso:
• lento; acelerado; com fuga de idéias (associação de palavras de
maneira inapropriada, com base em seu significado, p.e. branco-
Pensamento

pretocaixão);
• perda de associações (o paciente se perde no meio do discurso,
sem saber sobre o quê vinha falando); tangencialidade (não ocorre
aprofundamento nos assuntos, o paciente detém-se em detalhes e
tem dificuldade de falar sobre o ponto de interesse em si);
• circunstancialidade (conta coisas desnecessárias, detalhes, ao invés
de chegar ao ponto em questão);

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

Curso:
• bloqueio do pensamento (parada súbita e inesperada de seus
Pensamento

pensamentos, quando vinham fluindo normalmente, na ausência


de ansiedade; é extremamente raro);
• perseveração (ocorre a permanência no mesmo assunto, mesmo
que se tente mudar o tópico, o paciente, sem se dar conta, retoma
sempre o determinado assunto);
• pobreza do pensamento; associação por rimas (semelhante à fuga
de idéias, porem apenas em relação aos sons, p.e. maquinista-
fascista);

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
Conteúdo:
• delírio ou idéia delirante (idéia falsa ou crença irreal com
impossibilidade de conteúdo, certeza extraordinária, não
Pensamento

compartilhado por outros com a mesma cultura, religião e na


mesma sociedade, e impossibilidade de remover esta certeza pela
lógica; podem ser, p.e., de inserção, irradiação ou roubo do
pensamento);
• idéias supervalorizadas (crença exagerada, como desconfiança,
implicância gratuita);
• idéias de referência (sensação inevitável de que outras pessoas e
meios de comunicação referem-se a si, podendo ser interpretações
de palavras ou ações, com crítica de que este sentimento origina-se
no próprio paciente);
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Alteração
Conteúdo:
Idéias delirantes ou delírio: são juízos patologicamente falsos. Dessa
forma, é um erro do ajuizar que tem origem na doença mental. Seus
principais indícios são Delírio Persecutórios (mais comuns):
Pensamento

• Persecutório ou de perseguição
• Alusão ou auto-referência
• Delírios Projetivos
• Influência ou de controle
• Grandeza ou de enormidade
• Místico ou religioso
• Ciúmes e de infidelidade
• Erótico ou erotomania

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
Conteúdo:
• pobreza (pouca informação, repetições vazias, vago);
Pensamento

• obsessões (idéias, imagens ou impulsos repetitivos desagradáveis


que entram involuntariamente na mente do paciente que não
consegue livrar-se elas).

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Linguagem

É a maneira como a pessoa se comunica, verbal ou não


verbalmente, envolvendo gestos, olhar, expressão facial ou por
escrito.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Avaliação

• Quantidade
Linguagem

• Velocidade e Fluxo

• Qualidade

• Volume, gramática e vocabulário

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

Afasia: perda da linguagem, falada e escrita


Linguagem

Parafasias: deforma determinadas palavras “cameila”

Agrafia: perda cognitiva global lesão orgânica

Alexia: perda para a leitura

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
Disartria: incapacidade de articular palavras fonador

Disfonia e disfemia: mudança de sonoridade das palavra


Linguagem

Gagueira: dificuldade de pronunciar certas silabas

Disfemia: linguagem falada sem qualquer lesão

Dislalia: linguagem falada, defeitos na língua, lábios


Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Associada a transtorno psiquiátricos Alteração
Logorréia: produção aumentada acelerada
Linguagem

Taquifasia: perda da lógica do discurso

Loquacidade: aumento da fluência verbal

Bradifasia: fala muito vagarosamente e difícil

Mutismo: ausência de resposta verbal oral


Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Associada a transtorno psiquiátricos Alteração

Ecolalia: repetição da ultima palavra


Linguagem

Palilalia e logociona: repetição automática ultimas palavra

Glossolalia: fala gutural,ininteligível

Despersonalização e desrealização: sentimento de perda ou de


transformação do eu.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


É a capacidade para perceber e
avaliar adequadamente a realidade
externa e separá-la dos aspectos do
mundo interno ou subjetivo.
A capacidade de julgamento é
Juízo

necessária para todas as decisões


diárias, para estabelecer prioridades
e prever consequências.

Insight é uma forma mais complexa


de juízo.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Avaliação

• Escuta

• Questionamento
Juízo

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração

Alterações patológicas do juízo


Juízo

Ideias prevalentes: importância afetiva

Ideias errôneas: catatimia influencias dos afetos

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Orientação

Diz respeito à capacidade de situar-se quanto a si mesmo e quanto


ao ambiente, constituindo um elemento básico da atividade mental.
Requer, de forma consistente, a integração das capacidades de
atenção, percepção e memória.

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


• Orientação autopsíquica:
Orientação quanto a si mesmo
(nome, idade, sexo, profissão,
estado civil).
Orientação

• Orientação alopsíquica: Orientação


em relação ao tempo (ano, mês,
dia, hora) e ao espaço (lugar,
andar, caminho percorrido).

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Avaliação

• Tempo: hora, data, ...


Orientação

• Espaço: onde você está, endereço...

• A própria pessoa: dados pessoais

• Outras pessoaa: informações sobre familiares

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Alteração
• Desorientação

❖ Desorientação demencial
❖ Desorientação por apatia
Orientação

❖ Desorientação delirante
❖ Desorientação oligofrênica
❖ Desorientação por dissociação ou histérica:
❖ Desorientação por desagregação
❖ Desorientação quanto a própria idade

Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira


Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira
Psicopatologia – Prof. Me. Alisson Siqueira