Você está na página 1de 39

ERROS E MITOS ALIMENTARES

Assim como a nossa sombra nos reflecte, também nós somos um pouco
o reflexo da alimentação que fazemos.

Rita Mendes
Sara Antunes
Vânia Dias
1. Importância da alimentação na sociedade
1.1- Interpretação sociológica da alimentação

A aprendizagem do que é um alimento


para cada um de nós associa-se à
experiência emocional que ele nos trás.

Um alimento para o ser e preencher a sua


função deve não só alimentar como
também dar prazer, dado que não
procuramos os que nos são indiferentes.

“ Mais de 60% dos portugueses são


vítimas daquilo que comem”

“Quanto mais melhor”

“Comer para viver ou viver para comer”


1.2- Influências na alimentação

Cultural – ex. Regime de Creta Comunicacionais

Económico-social Psicológicos

Geográficos (regionais)
Religiosa

Climáticos

O hábito alimentar está relacionado com dois factores:


- capacidade de aquisição para a alimentação;
- educação alimentar;
2. Mito, Superstição e Tabu
2.1- Alguns exemplos

Superstição – sentimento religioso erróneo que induz a criar falsas obrigações


e que leva à prática de deveres absurdos; preconceito; crendice.

“Nunca se deve mexer uma bebida alcoólica com


uma faca, pois isso provocará dores de estômago.”
“Quando o chá sai mais fraco do que é habitual é
sinal de que um amigo se está a afastar de nós.”
“Para que a comida que se está a preparar saia em
boas condições deve mexer-se com uma colher , sempre na
direcção dos ponteiros do relógio.”
“Coisa boa é derramar açúcar. Traz felicidade.”
“Quem come casca de queijo fica burro.”
“Jogar pão no chão faz mal. A pessoa acaba na
miséria. Mas, se quiser jogar, beije antes o pão.”
“Quem almoça com a toalha do avesso não enche a
barriga”
Mito – construção pura do espírito.
Tabu alimentar – crenças que se ouvem desde a infância referentes à
alimentação e à combinação de certos tipos de alimentos que seriam
prejudiciais à saúde. Alguns são lógicos, mas não têm qualquer
comprovação científica.

Tabus provenientes de tempos remotos:

“Manga com leite mata.”


“Fruta de manhã é prata, de tarde é ouro e de noite mata.”

“Banana é muito forte para comer à noite.”

“Melancia com vinho empedra no estômago.”

“Cachaça com leite talha dentro da gente.”


Tabus referentes a cozinhados:
“Carne de frango é melhor do que a carne vermelha.”

“Comer carne e peixe na mesma refeição


encurta a vida.”
“Temperar um cozinhado com vinho ou outras
bebidas alcoólicas é perigoso por causa do álcool.”

“Comer antes de dormir faz mal.”


“Alimentos pesados à noite fazem mal.”

Tabus alusivos à dieta:

“As gorduras devem ser eliminadas da dieta.”

“Alimentos integrais têm menos calorias que os normais.”

“Fazer muitas refeições ao longo do dia engorda.”

“Depois do exercício físico pode-se comer o


que se apetecer, pois perderam-se muitas
calorias.”
“Beber água em jejum e durante
as refeições faz mal.”
2.2 – O que sempre quis saber...

O ananás queima as gorduras?

Refrigerantes e bebidas alcoólicas engordam?

A cenoura ajuda a manter o bronzeado?

A ingestão de proteínas em excesso aumenta a massa


muscular do indivíduo?

Podemos dispensar o açúcar?

As fibras fazem emagrecer?

Comer hidratos de carbono à noite engorda?

Dietas da moda, remédios, fórmulas para emagrecer, spas...


Resolvem?
3. Referência aos erros alimentares mais
frequentes
Saber os erros mais frequentes:
2 Abuso de gorduras
2 Escassez de consumo de produtos hortícolas e frutos
2 Reduzido consumo de leite e derivados
2 Excesso de doces
2 Abuso de bebidas alcoólicas
2 Excesso de sal
2 Excesso de comida
2 “Saltar refeições”
2 Má conservação dos alimentos
- armazenamento incorrecto
- preparação dos alimentos muito antes do seu consumo
- aquecimento insuficiente dos alimentos
- contaminação cruzada
3 Obesidade e doenças cardiovasculares

3 Cancro

3 Cárie dentária

3 Diminuição das capacidades físicas e mentais

3 Cirrose hepática

3Inflamações do estômago e do intestino

3Fragilidade dos músculos e deficiência de nutrientes

3Manifestações cutâneas

3Alergias alimentares

3 Cansaço permanente

3Distúrbios do sono e irritabilidade

Afinal, quem é o culpado?


- estilo de vida
- falta de educação alimentar
Coma tranquilamente
Alimentação variada e equilibrada

Privilegiar o peixe em detrimento da carne,


pois são ricos em ómega 6 e ómega 3

Ingestão de cerca de 1,5L de


água por dia
Evite refrigerantes e bebidas
alcoólicas

Não adoptar dietas desequilibradas ou outros


produtos mesmo que elogiadas pela publicidade

5 a 6 refeições diárias, com intervalos


não superiores a 3,5h
Cozinhar com o mínimo de gorduras
4. Destaque de alguns alimentos em particular
4.1- Água
Homem: 60%
Bebé: 80% “ Sem água a vida é impossível e nada a pode substituir.”
Feto: 90%

Vantagens:
-melhora a função renal;
-diminui a tendência para a formação de cálculos
renais;
-melhora o funcionamento intestinal

Falta de água:

- má irrigação e o oxigénio não chega às células em quantidades suficientes;


- o funcionamento do cérebro, músculos e diversos órgãos fica comprometido;
- fadiga, obstipação e dificuldades circulatórias;
- desidratação ( lábios,boca e garganta secas, diminuição da produção de saliva e
pele sem elasticidade).
Conselhos:

- a ingestão de água é fundamental em regimes de emagrecimento;

- beber água às refeições nem sempre é aconselhável;

- substituição da água por um copo de vinho às refeições;

- maior consumo de água para crianças e idosos

Até com
água
engordo...

Isto não serve de desculpa,


pois é o único alimento
que não tem conteúdo
calórico.
4.2- Chá

Tratam doenças
(medicina
natural/popular)
Apenas forma
agradável de beber
água
Infusões ou tisanas: bebidas resultantes da
extracção de determinadas substâncias com
propriedades medicinais

Variedade que contribui para o bem-estar e alívio de sintomas, mas que não é isento de riscos...
Vantagens: Desvantagens:

”Ê o bem-estar “ Sem controle na concentração de PA


(parte de planta usada, solo, forma de
” hidrata conservação)
”auxiliar da digestão (quente) “ Perda substancial de PA

” medicina popular “ Mistura da planta com produtos de


síntese
” menor incidência: cancro,
“ Plantas potencialmente tóxicas para:
hipertensão, doenças fígado, SNC, aparelho digestivo (sementes de
cardiovasculares, rícino, absinto, oleandro)
arteriosclerose
“ Efeitos neurológicos negativos –
” teor importante em alucinações (lobélia, iombina)
minerais (K, Mg, P, F) e “ Poluentes e contaminantes (pesticidas e
óleos essenciais metais pesados)
“ Se destinadas a emagrecimento
podem conduzir a desidratações graves
“ Interfere com a acção farmacológica
4.2- Vinho

“Néctar dos deuses”


Diz o povo:

“Com pão e vinho anda-se


no caminho.”
“ Conselho de mau vinho é mau
“Beber vinho mata a fome.”
caminho.”
“Carne de hoje, pão de ontem
“Bom vinho, má cabeça.”
e vinho de outro Verão fazem
o Homem são.”
“Livra-te do mau vizinho e do
excesso de vinho.”
“O álcool aquece, mata a sede,
ajuda a digestão.”

“O álcool dá força.”

Isto na realidade não se verifica, uma vez que provoca perda de calor,
aumenta a sensação de sede e a fadiga muscular, contribuindo para a
diminuição do rendimento.
“Beber vinho não é o mesmo que beber álcool, afinal o que faz bem?”

- taninos (pele e graínhas das uvas amadurecidas)

Função antioxidante, antirradicalar e antimutação


nas células do corpo.

Paradoxo Francês Investigação científica

O vinho quando consumido moderadamente


é benéfico para a saúde.

Benefícios:

- ajuda na circulação sanguínea ( efeito anticoagulante );


- diminui o risco de certos tipos de cancro ;
- previne o envelhecimento;
- previne problemas cardiovasculares porque impede a aterosclerose ( remove as LDL).
Efeitos negativos:

- cirrose hepática;
- alcoolismo crónico;
- hipertensão arterial;
- doenças neurológicas;
- deficiências nutricionais;
- relacionado com alguns cancros ( mama e aparelho digestivo)

Vinho branco / Vinho tinto:

Diferentes processos de transformação Diferentes acções

Nota:
- grávidas;
- crianças ( sopas de cavalo cansado)

Em excesso, toda e qualquer qualidade do néctar dos Deuses perde o seu efeito.
4.4 – Pão

ÕAlimento mais antigo do mundo


ÖAlimento de 1ª necessidade em várias “ Comer pão com manteiga é
sociedades diferente de comer manteiga com
ÖBase da pirâmide alimentar ( contudo pão”
tem sido substituído por tostas e bolachas)

Vantagens:
• útil nas dietas de emagrecimento
• boa digestão e previne a obstipação
Porque o “pão está inocente
° a culpa é toda daquilo que
lhe pomos em cima...”
HC de absorção lenta
rico em fibras
Cuidado: excesso de fibras prejudica a
absorção de Ferro e Cálcio
São três os principais tipos de pão, consoante a parte do grão com que
são feitos:

Tipos de pão Composição Vantagens

Branco: Farinha muito


“carcaça” ou peneirada Fácil digestão (contudo pouco
“papo-seco” (endosperma do valor nutritivo)
grão)

Composição mais rica e completa


Farinha integral, (4x mais fibra que o pão branco)
obtida com todos Ajuda a regular os níveis de
Integral os componentes açúcar no sangue
do grão Mantém flora intestinal
favorável ao bom funcionamento
do organismo

Mistura: “saloio” Vários tipos de Significativo teor de nutrientes


ou “caseiro” farinha Proporciona boa digestão
4.5 - Arroz

É o cereal mais equilibrado


Alimento base para mais de ½
(segundo os nutricionistas)
da população mundial

“Vai bem com tudo”

Usado pelas pessoas


que sofrem de
doença celíaca, uma Efeitos:
vez que não contém -Hipoalergénico (bebés)
glúten
-Estimula o funcionamento dos organismo
-Mantém constante os níveis de glicose do sangue
ª previne o aparecimento de diabetes
e o excesso de peso
4.6- Alho

“ elixir da juventude”

Enorme popularidade na cozinha e Farmacopeias;

Contém vitamina A, B1, B2, B6, C, sódio, cálcio, ferro,


enxofre, silício, iodo e 75% de frutosanos; contém também
o flavenóide quercetina e o aminoácido cisteína, entre
outros.

Os princípios activos responsáveis pelas suas principais


actividades são a aliína que é convertida em alicina pela
enzima aliinasa.
PRINCIPAIS INDICAÇÕES E EFEITOS DO ALHO
- Diminuição da tensão arterial;

- Hipercolesterolemia: baixa os níveis de LDL e aumenta


os de HDL e equilibra os triglicéridos;

- Aterosclerose;

- Diabetes: diminui os níveis de glucose no sangue e aumenta


os de insulina;

-Doenças infecciosas e doenças cancerígenas: estimula o sis-


tema imunitário e impede o crescimento das células cancerosas;

-Diurético;

- Antifúngico e antibiótico;

- Laxante.
5.Diuréticos
Utilidade:
Utilidade medicamentos usados no tratamento da hipertensão
arterial e insuficiência cardíaca

“Os diuréticos ajudam a emagrecer ?”

Dieta Redução gradual das reservas do tecido adiposo do organismo


Objectivo:
Objectivo eliminar a gordura corporal

Logo os diuréticos não levam ao emagrecimento porque não dissolvem as


gorduras, levando apenas à perda de líquidos no organismo

Levam a uma perda de peso temporária, uma vez que ao se ter sede novamente
os líquidos são repostos

Desidratação sede,pele seca e vertigens


Aumento da Perturbação dos níveis de potássio Problemas cardíacos e náuseas
diurese Aumento de ácido úrico Gota
Falta de magnésio cãibras e fraqueza
Diminuição dos níveis de sódio Náuseas e fraqueza

Nota:
Nota má fama dos diuréticos
6. Suplementos alimentares
Complementos do regime alimentar normal
Vantagem:
-várias formas farmacêuticas
(cápsulas, xaropes, gotas,
comprimidos) garantindo maior
eficácia quanto à vigilância
Desvantagens:
-rótulos com informação
imprecisa
-presença de certos
contaminantes
-preços pouco acessíveis

Principais aplicações:
ÛAnti-envelhecimento
Û Doentes incapazes de melhorar a
ingestão diária de nutrientes
Û Auxílio da circulação cerebral
Û Alívio do estresse
7. Alimentos “light”
O ovo de Colombo

“Light – produtos com menos calorias, podendo ser um complemento da dieta.

“Diet” – concebidos para situações particulares, sendo o que está em causa não
é o valor calórico, mas um nutriente especifico como o sal e a cafeína.

No mercado encontram-se basicamente quatro tipos de produtos “light”:

- alimentos em que o açúcar foi substituído por edulcurantes artificiais


ex. compotas, iogurtes e sobremesas
- alimentos com menos gordura
ex. leite e queijo
- alimentos transformados com menor poder calórico
ex. batatas fritas e biscoitos
- bebidas a que foi retirado o álcool, no todo ou em parte
ex. cerveja
Ficar elegante e à vontade sem culpas ?...

- interesse em situações de obesidade


ex. molhos “light” para saladas
Vantagens - ajudam a suportar a dieta, uma vez que são produtos adocicados,
não levando a uma privação completa do sabor doce
- são permitidos a diabéticos
- por ex. nas compotas “light” é incorporada mais fruta

Por si só não fazem emagrecer, mas contribuem para um menor aporte


calórico e ajudam a prosseguir a dieta, desde que esta seja equilibrada

-compensação nas refeições seguintes


- a sensação de saciedade dura pouco, o que leva a fomes súbitas e
vontade de petiscar aumento de peso
Desvantagens - tentação de comer mais por ser “light”
- nem tudo é realmente “light”
ex. iogurte magro natural/iogurte completamente desnatado
chocolates
-habituação ao sabor doce
ex. refrigerantes
8. Alimentos afrodisíacos
“Despertar os sentidos”

Afrodisíaco:

- Substância ou preparação que aumente o desejo e a excitação


sexual;

- alguns alimentos eram primitivamente designados por afrodisíacos


devido à sua parecença com os órgãos genitais femininos e masculinos.

Aparentemente nenhuma matéria-prima vegetal ou animal é capaz de


influenciar a líbido, no entanto a experiência mostrou que certos alimentos
podem estimular os sentidos e indirectamente o desejo sexual.
Alimentos que têm efeitos na disponibilidade amorosa

1. Alimentos com características genéticas que favorecem o bem-estar:


- energéticos (abacate, ginseng)
- tónicos (café, chá, mostarda e caril)
- excitantes (canela, chocolate e pimenta)

2. Alimentos que provocam reacções fisiológicas (ex. vasodilataçao):


- ostras
- aipo Embora nas quantidades ingeridas, dificilmente terão
um efeito notório
- caril

Verificou-se que as plantas usadas como afrodisíacos nos cinco


continentes, e que são completamente diferentes têm em comum
o facto de conterem alcalóides – substâncias muito activas e com
forte influência no psiquismo.
“ Nutrientes para a libido”:

-ingestão regular de proteínas;

- níveis adequados de açúcar no sangue sob a forma de glicose;

- o jejum actua no sistema nervoso parassimpático;

- vitaminas
A € promove o desenvolvimento das hormonas sexuais
(ex. cenoura e queijo)
B1 € relacionada com a falta de desejo
(ex. cereais e feijão)
B9 € relacionada com a maturação dos espermatozóides
(ex. espinafres e brócolos)
E € acção contra impotência e fertilidade
(ex. espinafres, nozes e soja)

-minerais
Fósforo € necessário para a síntese de compostos que activam
a testosterona
(ex. sardinha, nozes e avelãs)
Zinco € ajuda a produzir uma quantidade normal de sémen
(ex. cogumelos e cebolas)
9. Comer fora de casa...
Os cuidados a ter...

Necessidade imposta pelos actuais ritmos de vida;

Contudo não significa o afastamento de uma alimentação saudável, há que


para isso ter alguns cuidados.

- Substituir as habituais entradas por sopa ou saladas mistas;

- Para beber escolher água, ou vinho desde que consumido com moderação;

- Perguntar acerca dos ingredientes e modos de confecção dos pratos – “à moda da casa”;

- Escolher sempre um prato de salada ou verdura;

- Cozidos e grelhados em vez de fritos e guisados;

- Para temperar usar azeite;

- No caso de pratos muito condimentados, desconfiar;


- Fruta em vez de sobremesa;

- O sal não deve ser o único tempero à mão;

- Comer tranquila e pausadamente;

- Não substituir as refeições por pequenos lanches;

“Guloseimas cinematográficas”

“O segredo da arte de bem comer está na escolha.”

O importante é escolher os alimentos que nos convêm, e não aqueles que mais gostamos.
10. Análise de inquéritos

Amostra:

- amostra de 100 indivíduos;

- indivíduos do litoral e do interior do país, distribuídos por vários distritos


( Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Lisboa);

- indivíduos
8 71% do sexo feminino;
8 29% do sexo masculino;

- indivíduos com idades compreendidas entre os 18 e 80 anos;


Qual Nºde
deRefeições
Refeiçõesdiárias
diárias
Qualootipo
tipode
dedieta
dietaque
quesegue?
segue? Nº

1%
2% 0% 12% 1% 1
2% 0% 12% 28% 1
28% 2
"Normal" 19% 2
"Normal" 19% 3
Vegetariana 3
Vegetariana 4
Outras 4
Outras 5
5
98% 40% 6
98% 40% 6

Ondefaz
fazas
asrefeições?
refeições? Quanto
Onde Quantotempo
tempogasta
gastaaaalmoçar
almoçareeaajantar?
jantar?
Casa++Cantina
Casa Cantina 1111 100
100
Casa++Restaurante
Restaurante 8282
Casa 1212 8080
%%dede 60
Cantina
Cantina 1010 60
inquiridos 4040
inquiridos 1717
Restaurante
Restaurante 77 2020
11
Casa 00
Casa 6060 0 0- -1414 1515- -3030 3131- -6060

00 2020 4040 6060 8080 Tempo


Tempo(minutos)
(minutos)
%%de deinquiridos
inquiridos
Quando
Quandof az
fazas
asrefeições
refeiçõesfora
forade
decasa
casatem
tem
R est rições alimentares impostas pela religião
R est rições alimentares impostas pela religião
algum cuidado ao escolher o prato? % de Inquir idos
algum cuidado ao escolher o prato? % de Inquir idos

80
% de Inquiridos

80
% de In quiridos

58
60 58 10%
60 42 10%
42
40 Sim
40 Sim
20 Não
20 Não
0
0
Sim Não 90%
Sim Não 90%

Consomesuplementos
Consome suplementosalimentares?
alimentares? Consome
Consomeprodutos
produtos"light"?
"light"?

SiSi
mm
21%
21% Sim
Sim
45%
45%
Não
Não
55%
55%
Não
Não
79%
79%
Nota: tónicos e vitaminas na sua maioria
Tem
Temalguma
algumasupe
superstição
rstiçãoalimentar?
alimentar?
e I nI nqquuiriiriddoos s
6060
5555
5050
4040 2525
3030 1818
2020 22 Dietapara
paraemagrecimento
emagrecimento
1010 Dieta
%%d de

00
Não
Não Hora
Horadede com
combinação
binação Outra
Outra 2 6
ingestão
ingestãodede dedealguns
alguns
2 6
5 Nutricionista
certos alimentos 5 Nutricionista
certos alimentos Próprio
alimentos Próprio
alimentos Livros e Revistas
Livros e Revistas
Médico
Médico
12
12


Járecorreu
Já ecorreu aaaalgum
rrecorreu algumtipo
algum tipode
tipo dedieta?
de dieta?
dieta?
Dietapor
pordoença
doença 60
60 55
55
55
Dieta 60
50
50
50
40
40
40
2 %
%%de
de
de 30 25
1 2 30 20 25
25
1
Médico Inquiridos
Inquiridos 30 20
20
Médico Inquiridos20
20
Livro e Revistas
20
Livro e Revistas 10
10
10
Próprio
Próprio 000
Não
Não Sim
Sim ( D) Sim ( Em.)
17 Não Sim(( D)
D) Sim
Sim ((Em.)
Em.)
17
Acredita
Acreditaem
emalime ntos milagrosos?
alimentos milagrosos?
outro
outrosss
outro
5%
55%
%

41%
41% Não
Não
aalh
lh ooo Sim
alh 59%
59% Sim
37%
37
37% %
ch
c hááá
ch
558
8%
58 %%

Acredita
Acreditaem
Acredita emalim
em alimentos
entosafrodisíacos?
alimentos afrodisíacos?
afrodisíacos?

Sim
Sim
Sim
38%
38%
38%

Não
Não
Não
62%
62%
62%
Acha
Achaque
Acha quecomete
que cometealgum
comete algumerro
algum errona
erro nasua
na sua
sua 1º -
Doces
alimentação?
alimentação?
Não
alimentação? 2º -
Gorduras
Não
Não 3º -
Fritos
23%
23%
23% 4º -
Excesso de pão
5º -
Excesso de sal
6º -
Refeições pouco variadas e pouco
equilibradas
7º - Poucas refeições e rápidas
Sim
Sim
Sim 8º - Pouca fruta
77%
77%
77% 9º - Comida em excesso

Na
Naaquisição
aquisiçãodos
dosalimentos
alim entosestá
estáate ntooàà
atent
rotulagem,
rotulagem,prov
proveniência
eniênciaou
ououtros
outros
aspectos?
aspectos?
- Origem
- Prazo de validade 100 75
- Aditivos %%de
100 75
de 50 25
Inquiridos 50 25
Inquiridos
00
Não
Não Sim
Sim
Ter mais
olhos que
barriga Peixe não
puxa
carroça Bocado
Quem come
pão com pão engolido,
é um grande sabor perdido
comilão

Come para
A sopa é a
viver, pois não
Com açúcar e tranca da
vives para
mel até as barriga
pedras sabem comer
bem

Pão quente, Alho e azeite


muito na mão e puro – levam a
porto seguro
pouco no ventre Pequeno-almoço
com um abade,
almoço como um
príncipe e jantar
Para a fome
como um pobre não há pão
duro