Você está na página 1de 10

ÍNDICE

INTRODUÇÃO 03
O QUE É UM PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO 04
POR QUE FAZER UM PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO 05
Prática - Como realizar um bom Planejamento Tributário? 05
TIPOS DE PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO 06
Planejamento Tributário Estratégico: 06
Planejamento Tributário Operacional: 06
Planejamento Tributário Preventivo: 07
Planejamento Tributário Corretivo: 08
Planejamento Tributário Especial: 08
CONCLUSÃO 09

Planejamento Tributário para empresas | 02


INTRODUÇÃO
A redução de custos é muito importante para empresas brasileiras que estão
preocupadas com os custos, grandes entraves ao desenvolvimento e crescimento
da concorrência no mercado atual.
Nesse sentido, as organizações que gerirem seus tributos de forma eficaz serão
sempre mais competitivas. Todo gestor tem o dever de implantar boas práticas na
sua empresa, sendo obrigado a prestar contas dos resultados obtidos para terceiros.
Portanto, as projeções, simulações e construções de diferentes cenários são pontos
essenciais para a elaboração de um bom planejamento tributário. O custo do tributo
não se restringe somente ao pagamento da obrigação principal, mas também a
todas as atividades inerentes aos processos da organização.
Neste e-book você entenderá como é idealizado um planejamento, qual o modelo
que possui melhor aderência à sua empresa e como obter os melhores resultados.

Planejamento Tributário para empresas | 03


O QUE É UM PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO?
Define-se como planejamento tributário a forma lícita (que se encontra em conformidade
com a lei) de reduzir a carga fiscal imposta à pessoa jurídica.

De acordo com as ponderações de Oliveira “trata-se do estudo prévio à


concretização dos fatos administrativos, dos efeitos jurídicos, fiscais e
econômicos de determinada decisão gerencial, com o objetivo de encontrar a
alternativa legal menos onerosa para o contribuinte. ”
O estudo prévio à concretização dos fatos não se compara a sonegação fiscal, pois
planejar é escolher entre duas ou mais opções lícitas, a que lhe resulte o menor custo
tributário. Sonegação é utilizar formas ilegais para atingir o objetivo de recolher menos
tributos, onde são encontrados indícios de fraude, simulação. Dessa maneira, cabe à
empresa observar as limitações previstas em lei e planejar suas estratégias de atuação.

Planejamento Tributário para empresas | 04


POR QUE FAZER UM PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO?

Um bom motivo para realizar o planejamento tributário é o


elevado aumento nos últimos anos da carga tributária no
Prática - Como realizar um bom
Brasil. Segundo o IBPT, no ano de 1988 essa carga fiscal, em Planejamento Tributário?
relação ao PIB, representava 22,40%. Já em 2013, esse
percentual subiu para 36,42%. Para a realização de uma boa gestão e um planejamento de
tributos, é de suma importância considerar a totalidade dos
Além disso, vale lembrar que a Lei nº 6.404/1976 descreve no tributos incidentes na operação da empresa. Portanto, ao final
seu art. 153 que o administrador da companhia deve do processo de análise individual dos tributos, devemos
empregar, no exercício de suas funções, o cuidado e confrontar a redução da carga tributária efetiva. De nada
adianta reduzir os valores a recolher de IRPJ e CSLL sem
diligência que todo homem ativo e probo costuma verificar os reflexos que essas operações acarretaram nos
empregar na administração dos seus próprios negócios. demais tributos.
Isso quer dizer que, além de uma necessidade e
oportunidade, é também dever do administrador zelar pela No momento em que se toma a decisão de reduzir o custo
situação financeira da empresa. tributário efetivo da empresa, é preciso que todos os envolvidos
estejam cientes dos esforços necessários para que a operação
tenha sucesso. É importante que todos entendam que o ganho
final será da empresa e não somente dos sócios. A redução de
custos é uma missão da corporação para a sua sobrevivência.
Planejamento Tributário para empresas | 05
TIPOS DE PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO:
O planejamento tributário não é exclusividade das grandes Planejamento Tributário Estratégico:
companhias. Desde um pequeno estabelecimento até uma Implica na mudança de algumas características estratégicas
empresa de grande porte com unidades por todo o Brasil, da empresa. Por exemplo, estruturação de capital, localização
podem realizar um planejamento tributário. O que muda é a geográfica, contratação de mão de obra, terceirização de
dinâmica que esse planejamento será aplicado. Em empresas determinadas operações, entre outros.
maiores deverão ser considerados os impactos em todos os
processos da operação (estrutura gerencial, contábil, Planejamento Tributário Operacional:
financeira, etc). Refere aos procedimentos que já são prescritos pelas normas
ou pelo costume, sendo ele a forma de tributação das
É possível destacar duas grandes esferas nas quais a gestão operações e, até mesmo, a forma de contabilizar determinada
de tributos pode ser aplicada: a operacional e a estratégica. ocorrência;

Planejamento Tributário para empresas | 06


Além dessas duas grandes esferas, podemos demonstrar três Realize simulações com base no diagnóstico, compare todas as
tipos de planejamentos que envolvem o tempo: Preventivo, formas de tributação, Lucro Real, Presumido e Simples Nacional.
Corretivo e Especial. Nas simulações, considere possíveis benefícios fiscais
disponibilizados pela legislação tributária para o ramo de
Planejamento Tributário Preventivo: atuação. Verifique até mesmo a possibilidade de afastamento da
É desenvolvido continuamente por meio de orientações, incidência de fatos geradores dos tributos envolvidos na
manuais de procedimentos, mas principalmente nas atividades operação da companhia;
de cumprimento das obrigações principais e acessórias.
Após mapear todas as possibilidades tributárias, é importante
Como elaborar um planejamento tributário verificar os impactos que essas ações terão sobre as operações
preventivo: da empresa em diferentes cenários, ou seja, qual o impacto que
Primeiramente, a empresa deve reunir um grupo de pessoas essas operações terão sobre um movimento de faturamento
com diferentes competências, sendo de preferência: contábeis, baixo/ruim, com resultados normais (conservador) e sobre
tributárias, jurídicas e administrativas. Com isso, será possível resultados elevadíssimos (arrojado);
formar um conselho fiscal;
Por fim, apresente para a diretoria e obtenha a aprovação. Então,
Avalie a situação fiscal e legal da empresa no atual momento; tome as providencias necessárias para executar as tarefas e
garantir os benefícios que foram estudados e mapeados.
Envolva a alta direção nas reuniões e solicite informações do
planejamento estratégico. O que a empresa pretende Geralmente, esse tipo de planejamento tributário é realizado no
implementar a curto, médio e longo prazo; final de cada ano para que as ações sejam tomadas já no início
do próximo ano. No entanto, nada impede que o conselho fiscal
Elabore um diagnóstico com base nas informações obtidas; da empresa esteja sempre atento e busque novas formas de
prevenir e reduzir a carga tributária total imposta.

Planejamento Tributário para empresas | 07


Planejamento Tributário Corretivo: que pode ser realizado no momento do fechamento da apuração fiscal,
Detectada determinada anormalidade, procede-se o estudo e buscando identificar erros ocorridos na escrituração das operações
as alternativas de correções das inconsistências realizadas no mês corrente.
identificadas;
Revisão fiscal operacional ou automatizada dos últimos 5 anos: nesse
O método corretivo é uma excelente forma de reduzir uma caso a empresa realiza o trabalho buscando identificar oportunidades
possível exposição ao fisco, mas também pode ser utilizado fiscais que ainda não foram extintas pela decadência tributária.
para recuperar possíveis valores monetários “deixados na
mesa”, ou seja, créditos fiscais deixados de apropriar ou, até Planejamento Tributário Especial:
mesmo, débitos realizados de forma indevida. Surge em função de determinado fato como: abertura de filiais,
lançamento de novos produtos, aquisição e ou alienação da
Formas de aplicação: empresa, processos societários de reestruturação (cisão, fusão,
Revisão fiscal seja ela operacional ou até mesmo incorporação).
automatizada. Essa revisão fiscal pode ocorrer em diferentes
formas: Formas de aplicação:
As formas de aplicação desse tipo de planejamento de tributos
Revisão fiscal mensal diária: nesse caso, o trabalho deve são individualizadas e devem ocorrer sempre que a empresa
ocorrer sempre sobre a movimentação do dia anterior. tiver eventos que venham impactar suas operações.
Revisão fiscal mensal operacional ou automatizada: método

Planejamento Tributário para empresas | 08


CONCLUSÃO
Como vimos, existem diversas formas de realizar um bom Referências:
planejamento tributário. Cabe à empresa considerar todas as Autor: Luan Roberto Tavares, Consultor Especialista Tributário
oportunidades oferecidas pela legislação vigente para a Fonte: FABRETTI, Láudio Camargo. Contabilidade tributária. 11ª Ed. São
redução de custos fiscais incidentes sobre as suas Paulo: Atlas, 2009.
atividades. OLIVEIRA, Gustavo Pedro. Contabilidade tributária. 3. ed. São Paulo:
Vale lembrar que os métodos citados nesse e-book não são Saraiva, 2009.
únicos e exclusivos, visto que as operações das empresas OLIVEIRA, Luís Martins et al. Manual de Contabilidade Tributária. 10.
são distintas. Por esse motivo, os estudos devem ser Ed. São Paulo, 2011.
realizados de acordo com as necessidades de cada
mercado específico e a aplicação deve ser com foco no BRASIL. Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976. Dispõe sobre as
negócio da companhia, sempre buscando agregar valor e Sociedades por Ações. Disponível em:
solucionar as demandas fiscais como um todo, para que os http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l6404consol.htm.
Acessado em: 20/05/2015.
resultados sejam sustentáveis.
IBPT. Evolução da carga tributária Brasileira e previsão para 2013.
Lembre-se: Disponível em:
“É importante ter metas, mas também é fundamental https://www.ibpt.org.br/img/uploads/novelty/estudo/1443/20131218assc
planejar cuidadosamente cada passo para atingi-las.” omEstudoEvolucaodacargatributariabrasileiraPrevisaopara2013.pdf
(Bernardinho) Acessado em: 17/05/2015

Planejamento Tributário para empresas | 09


Agora é a sua vez!
Qual seria a melhor forma
de reduzir a carga tributária
incidente sobre a
sua empresa?
Fale com um
de nossos
CONSULTORES

Joinville Unidade São Paulo – SP (011) 4063-9072


Rua Dr. Joao Colin, 1872 - América Unidade Campinas – SP (019) 4062-9073
Fone: (047) 3043 4100 Unidade Belo Horizonte – MG (031) 4063-9210
Unidade Porto Alegre – RS (051) 4063-9075