Você está na página 1de 48

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014 III SÉRIE —

­ Número 68

IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P. Vértice Latitude Longitude

AVISO 8 - 16º 55´ 0.00´´ 35º 07´ 45.00´´


9 - 16º 55´ 45.00´´ 35º 07´ 45.00´´
A matéria a publicar no «Boletim da República» deve ser 10 - 16º 55´ 45.00´´ 35º 07´ 15.00´´
remetida em cópia devidamente autenticada, uma por cada 11 - 16º 56´ 0.00´´ 35º 07´ 15.00´´
assunto, donde conste, além das indicações necessárias para 12 - 16º 56´ 0.00´´ 35º 05´ 45.00´´
esse efeito, o averbamento seguinte, assinado e autenticado: 13 - 16º 56´ 30.00´´ 35º 05´ 45.00´´
Para publicação no «Boletim da República». 14 - 16º 56´ 30.00´´ 35º 05´ 30.00´´
15 - 16º 57´ 0.00´´ 35º 05´ 30.00´´
16 - 16º 57´ 0.00´´ 35º 05´ 15.00´´
17 - 16º 57´ 45.00´´ 35º 05´ 15.00´´
MINISTÉRIO DA JUSTIÇA 18 - 16º 57´ 45.00´´ 35º 04´ 30.00´´
19 - 16º 57´ 15.00´´ 35º 04´ 30.00´´
DESPACHO 20 - 16º 57´ 15.00´´ 35º 04´ 15.00´´
21 - 16º 57´ 0.00´´ 35º 04´ 15.00´´
Um grupo de cidadãos requereu à Ministra da Justiça, o reconhecimento 22 - 16º 57´ 0.00´´ 35º 03´ 45.00´´
da Associação Helpo – Moçambique como pessoa jurídica, juntando ao 23 - 16º 57´ 15.00´´ 35º 03´ 45.00´´
pedido os estatutos da constituição. 24 - 16º 57´ 15.00´´ 35º 03´ 15.00´´
Apreciados os documentos entregues, verifica-se que se trata de uma 25 - 16º 57´ 30.00´´ 35º 03´ 15.00´´
associação que prossegue fins lícitos determinados e legalmente possíveis 26 - 16º 57´ 30.00´´ 35º 02´ 30.00´´
cujo acto de constituição e os estatutos da mesma cumprem o escopo
e os requisitos exigidos por lei, nada obstando o seu reconhecimento. Direcção Nacional, em Maputo, 13 de Agosto de 2014. — O Director
Nacional, Eduardo Alexandre.
Nestes termos, ao abrigo do disposto no n.º 1 do artigo 5 da lei n.º 8/91,
de 18 de Julho e do artigo 1 do Decreto n.º 21/91, de 3 de Outubro, vai
reconhecida como pessoa jurídica a Associação Helpo – Moçambique.
Ministério da 10 Justiça, Maputo, Julho de 2014. – A Ministra da
Justiça, Maria Benvinda Delfina, Levi.
MUNICÍPIO DE LICHINGA
Assembleia Municipal da Cidade de Lichinga

MINISTÉRIO DOS RECURSOS MINERAIS Resolução Nº 04/AMCL/SO/GP/ de 31de Março de 2014

Reunida na sua II Sessão Ordinária, no dia 31 de Março de 2014, a


Assembleia Municipal da Cidade de Lichinga, apreciou a Proposta de
AVISO
Actividades e o Respectivo Orçamento do Conselho Municipal para o
Em cumprimento do disposto no artigo 14 do Regulamento da Lei Ano Económico de 2014.
de Minas aprovado pelo Decreto n.º 62/2006, de 26 de Dezembro, Da apreciação feita, a Assembleia Municipal, considera de legítimas
publicado no Boletim da República n.º 51, I.ª série, 8.º Suplemento, e positivas as actividades constantes no plano, designadamente:
faz-se saber que por despacho de S. Ex.ª a Ministra dos Recursos 1. Melhorar os mecanismos de efectação, e monitoria dos fundos
Minerais de 6 de Agosto de 2014, foi atribuída à favor de Sol Mineração do PERPU, nos postos administrativos urbanos e bairros;
Moçambique, S.A., a Concessão Mineira n.º 5818C, válida até 6 de 2. Realizar observatórios de desenvolvimento municipal, em
Agosto de 2039 para carvão, no distrito de Mutarara, província de Tete, coordenação com a sociedade civil e o sector privado;
3. Identificar e/ou recuperar mais fontes de receitas (mercados,
com as seguintes coordenadas geográficas:
industrias moageiras, oficinas, carpintarias e barracas da
urbe);
Vértice Latitude Longitude
4. Adquirir um min-bus para a Assembleia Municipal; construir
1 - 16º 54´ 0.00´´ 35º 02´ 30.00´´ com pavé a rua Padre Calandri (troço da Avenida do
2 - 16º 54´ 0.00´´ 35º 04´ 30.00´´ Trabalho, à Avenida Samora Machel);
3 - 16º 54´ 30.00´´ 35º 04´ 30.00´´ 5. Fazer o estudo de viabilidade dos troços das estradas, que nós
4 - 16º 54´ 30.00´´ 35º 04´ 45.00´´ propomos a asfaltar, ao longo do mandato, em coordenação
5 - 16º 54´ 45.00´´ 35º 04´ 45.00´´ com a ANE;
6 - 16º 54´ 45.00´´ 35º 05´ 15.00´´ 6. Construir a ponteca sobre o rio Namacula, ligando a Unidade
7 - 16º 55´ 0.00´´ 35º 05´ 15.00´´ Comunal de Chiulucuto à pista de atletismo;
2724 III SÉRIE — NÚMERO 68
7. Concluir a elaboração do plano de estrutura urbana; Nestes termos, e ao abrigo do disposto, na alínea b), do n.º 3, do artigo
8. Construir o aterro sanitário da cidade; 45, da lei n.º 02/97, de 18 de Fevereiro, a Assembleia Municipal, delibera:
9. Negociar com Ministério da Defesa, para a requalificação de
infra-estruturas deterioradas no centro urbano; ARTIGO ÚNICO
10. Reabilitar, e fazer a manutenção da Praça da Liberdade; É Aprovado o Plano de Actividades e o Respectivo Orçamento do
11. Monitorar o progresso dos grupos e associações culturais da Conselho Municipal, Referente ao Ano Económico de 2014.
autarquia;
Receitas
12. Criar condições de trabalho na Casa Municipal da Cultura;
13. Organizar sistematicamente os dados, e informações sobre as 1. Receitas fiscais ...................................... 2 756 000,00 MTN
Camadas vulneráveis nos bairros; 2. Receirtas não fiscais ................................. 27 618 940,00 MTN
14. Assinar e/ou renovar os acordos de amizades com os 3. Produto de transf. correntes de entidade
Pública ............................................. 34 928 220,00 MTN
Municípios de Marrupa, Cuamba, Matola, Chimoio, Dondo
4. Receitas de Capital ................................ 300 000,00 MTN
e Nacala;
5. Prod. transf. capital entida. pública
15. Mapear e consolidar as parcerias existentes de assistências
(Investimento) ................................. 20 240 220,00 MTN
técnicas.
6. Outras receitas de capital (fundo de estra-
Estas actividades, inclui as de rotina, como limpeza e remoção da) ................................................... 10 188 000,00 MTN
de resíduos sólidos, tapamento de buracos e podagem das árvores, 7. Fundo do progr. estrat. da red. da pob.
catapultarão o desenvolvimento sócio-económico e cultural desta cidade Urbana (PERPU) ............................. 10 938 000,00 MTN
e, consequentemente, concorrerão para o bem-estar dos Munícipes, e que,
o orçamento estabelecido em 106 970 370,00MTN, espelha a distribuição TOTAL .................................................... 106 970 370,00 MTN
transparente e imparcial feita por área de actividades nos pelouros bem
Despesas
como na aquisição de equipamentos de escritórios.
1. Despesas Com o Pessoal ....................... 39 833 679,33 MTN
Contudo, a Assembleia Municipal, recomenda:
2. Bens e Serviços ..................................... 24 131 630,47 MTN
1. Que o Conselho Municipal, encontre as estratégias, e meca- 3. Despesas de Família .............................. 300 000,00 MTN
nismos que garantam a concretização das actividades 4. Outras Despesas Sociais ....................... 300 000,00 MTN
planificadas, tendo em conta ao cumprimento do seu plano 5. Despesas de Capital .............................. 20 240 000,00 MTN
anual; 6. Outras Despesas de Capital (PERPU) ... 10 938 980,00 MTN
2. Que as Comissões Especializadas de Trabalho, da Assembleia 7. Outras Despesas Fundo de Estradas ...... 10 188 000,00 MTN
Municipal, façam permanentemente, a fiscalização, e o 8. Exercícios Findos .................................. 1 037 860,20 MTN
acompanhamento das actividades e serem levadas a cabo pelo
Executivo nas respectivas áreas de vereação, e no terreno, TOTAL .................................................... 106 970 370,00 MTN
segundo consta do plano de actividades e orçamento para o Lichinga, 31 de Março de 2014. — O presidente, Luís Muacula.
ano económico de 2014. Assinado e autenticado para publicação no Boletim da Republica.

ANÚNCIOS JUDICIAIS E OUTROS

Associação Helpo ARTIGO SEGUNDO b) O acesso às oportunidades de desen-


volvimento nas comunidades e a
– Moçambique Âmbito, sede e duração
partir das comunidades;
CAPÍTULO I Um) A Associação Helpo é uma associação c) A generalização do domínio da
de âmbito nacional e tem a sua sede na Rua dos língua portuguesa por parte dos
Da denominação, natureza jurídica, Continuadores, número novecentos e sessenta e beneficiários.
âmbito, sede e duração sete, em Nampula. Dois) A associação, para a prossecução dos
Dois) A associação constitui-se por tempo seus objectivos, intervém em dois campos de
ARTIGO PRIMEIRO
indeterminado. acção:
Denominação e natureza jurídica a) Sensibilização, esclarecimento e
ARTIGO TERCEIRO mobilização da população com
Um) É constituída nos termos da lei e
meios para o fazer, na resolução dos
destes estatutos, uma associação que adopta a Objectivos problemas que atingem a população
denominação de Associação Helpo – Moçam-
Um) A Associação Helpo – Moçambique mais carenciada;
bique, uma pessoa colectiva de direito privado, b) Implementação de projectos de
com personalidade jurídica e sem fins lucrativos, tem como principais objectivos:
construção, formação, assistência
com autonomia administrativa, financeira e a) O desenvolvimento comunitário ou outros, que possibilitem atingir
patrimonial. das comunidades rurais, através patamares mais altos de desen-
Dois) A Associação Helpo – Moçambique da melhoria das condições da volvimento, dentro da comunidade.
é uma associação que rege-se pelos presentes educação e de todas condições que Três) A associação não se rege por quais-
estatutos, pelo regulamento interno e pela lei directa ou indirectamente digam quer directivas partidárias ou religiosas e
moçambicana. respeito à criança; prossegue exclusivamente finalidades de soli-
22 DE AGOSTO DE 2014 2725
dariedade social e humanitária, sendo os Cinco) Membros beneméritos – São pessoas Quatro) Em caso de falecimento, é possível
resultados de natureza financeira obtidos na singulares ou colectivas que, não desejando a transmissibilidade da qualidade de membro,
sua actividade, aplicados na prossecução dos participar na vida activa da Associação, lhe mediante deliberação nesse sentido pelo
objectivos institucionais. prestam apoios de carácter moral, científico Conselho de Direcção e após apresentação de
Quatro) Os princípios que inspiram a acti- ou financeiro. requerimento fundamentado pelo interessado.
vidade da Associação Helpo – Moçambique Seis) Membros participantes – São todas as
ARTIGO OITAVO
são a afirmação da paz, da solidariedade, da pessoas os que participam voluntariamente na
tolerância e da cooperação entre os povos. realização dos objectivos da associação. Direitos dos membros

ARTIGO QUARTO ARTIGO SEXTO Um) São direitos dos membros fundadores
e efectivos em pleno gozo dos seus direitos
Relações com outras instituições Condições de admissibilidade, exclusão estatutários:
e pagamento de quotas
Um) A Associação Helpo – Moçambique a) Participar e votar nas assembleias
poderá colaborar, associar-se, filiar-se ou Um) Podem adquirir a qualidade de membros gerais;
federar-se com outras instituições de qualquer da Associação Helpo – Moçambique, todas as b) Eleger e ser eleito para os órgãos
nacionalidade, desde que os fins estatutários das pessoas singulares ou colectivas que concordem associativos, desde que seja pessoa
mesmas não sejam contrários aos seus. a adiram aos princípios orientadores e objectivos singular;
da associação e aceitem os presentes estatutos. c) Participar nas actividades desenvol-
Dois) Com vista ao cumprimento das suas
Dois) A admissão dos membros ordinários vidas pela associação;
finalidades, a Associação Helpo – Moçam-
é da competência do Conselho de Direcção e d) Apresentar propostas que concorram
bique poderá relacionar-se com instâncias
faz-se através da deliberação da mesma segundo para a realização dos objectivos da
governamentais, intergovernamentais, nacio-
associação;
nais, estrangeiras ou internacionais, que uma maioria qualificada de quatro quintos dos
e) Solicitar esclarecimentos ao Conselho
visem os mesmos objectivos, e desde que seus componentes que analisam e aprovam, ou
de Direcção sobre o seu funcio-
seja salvaguardada a sua natureza não- não, uma candidatura assinada pelo presidente
namento;
-governamental. e por um dos outros membros. Aquando da
f) Demitir-se.
Três) A associação poderá exercer outras admissão de um novo membro, este fica sujeito
ao pagamento de uma quota de admissão Dois) São direitos dos membros beneméritos
actividades conexas, complementares ou
cujo valor corresponde a uma mensalidade ser informados sobre as actividades da associa-
subsidiárias da sua actividade, desde que sejam
ção, receber as publicações feitas pela mesma e
permitidas por lei e que a Assembleia Geral da modalidade mais baixa de contribuições
emitir pareceres não vinculativos sobre as suas
delibere nesse sentido. regulares praticada pela associação.
actividades.
Três) Os membros agirão, no cumprimento
Três) Consideram-se membros em pleno
CAPÍTULO II da actividade, prosseguindo os objectivos cita-
gozo dos seus direitos estatutários aqueles que
dos no artigo segundo dos presentes estatutos e
Dos membros, direitos e deveres têm as suas quotas em dia e cumprem os seus
em espírito de tradição do voluntariado.
deveres para com a associação.
ARTIGO QUINTO Quatro) O número de membros é ilimitado,
sem distinção de sexo, etnia, credo religioso ou ARTIGO NONO
Categoria de membros
convicções políticas, desde que estes preencham
Deveres dos membros
Um) A associação integra as seguintes requisitos morais de boa conduta e tenham
categorias de membros: atingido a maioridade. Um) São deveres dos membros:
a) Fundadores; a) Cumprir as disposições estatutárias e
ARTIGO SÉTIMO
b) Efectivos; as decisões dos órgãos competentes,
c) Honorários; Perda da qualidade de membro zelando pelo prestígio da associa-
d) Benemérito; e ção;
Um) A qualidade de membro perde-se
e) Participantes. b) Apoiar o desenvolvimento das acti-
devido a: vidades no cumprimento dos
Dois) Consideram-se membros fundadores a) Pedido de exoneração por parte do objectivos da associação;
– Aqueles que subscreveram o acto constitutivo próprio membro; c) Participar nas Assembleias Gerais
da associação. b) O não cumprimento das obrigações e aceitar os cargos para os quais
Três) Membros efectivos – São pessoas constantes das alíneas a) e e) do forem eleitos, excepto de houver
singulares ou colectivas de qualquer nacio- número um do artigo nono; motivos de força maior;
nalidade, que demonstrem interesse pelos fins c) Desrespeito reiterado das directivas d) Pagar pontualmente as quotas esta-
que a associação prossegue, cuja candidatura e decisões legítimas dos corpos belecidas e outras quantias a que
tenha sido apresentada e aprovada pelo Conselho sociais, das normas estatutárias ou estejam obrigados;
de Direcção e que tenham as quotas em dia. por comportamentos indígnos que e) Abster-se de tomar atitudes e iniciativas
Quatro) Membros honorários – São pessoas atentem contra a imagem e o bom que possam denegrir a imagem e
singulares ou colectivas reconhecidas, nos nome da associação. objectivos da associação.
termos do número seguinte, que se distingam Dois) O não pagamento das quotas devidas Dois) Os membros honorários não se
por uma missão particularmente relevante pelo período de um ano determina a exclusão encontram vinculados aos deveres constantes
prestada à associação ou que por motivos do membro. das alíneas b) a d) do número um do presente
relevantes mereçam um lugar de destaque na Três) O membro que perde essa qualidade artigo.
estrutura da mesma. Esta condição é conferida não tem direito a reaver o que tiver entregue à Três) Os membros beneméritos não se
pelo Conselho de Direcção e estes membros associação e não é responsável pelas dívidas encontram vinculados aos deveres constantes
podem participar das assembleias mas não têm contraídas pela associação no período em que das alíneas b) e c) do número um do presente
direito de voto. este foi seu membro. artigo.
2726 III SÉRIE — NÚMERO 68
ARTIGO DÉCIMO menos um quinto dos membros fundadores Dois) A Assembleia Geral pode ser ordi-
e efectivos ou pelo Conselho de Direcção, nária ou extraordinária.
Incompatibilidade de cargos convocada pelo Presidente da Mesa da
Nenhum dos membros pode assumir mais Assembleia Geral. ARTIGO VIGÉSIMO
de um cargo em simultâneo dentro da associa- Dois) De cada reunião será lavrada uma acta.
Competências Assembleia Geral
ção. ARTIGO DÉCIMO QUINTO
Um) Compete à Assembleia Geral:
CAPÍTULO III Eleições e duração dos mandatos
a) Deliberar sobre as linhas de actua-
Das receitas e património Um) Os órgãos sociais são eleitos por sufrá- ção propostas pelo Conselho de
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO gio universal e directo. Direcção;
Dois) A duração dos mandatos dos titulares b) Eleger os titulares dos órgãos associa-
Receitas dos cargos associativos é de dois anos, sendo tivos;
automaticamente renováveis caso não haja c) Analisar e votar o relatório e contas
São receitas associação: deliberação da Assembleia Geral em contrário.
da associação, acompanhado
a) O produto das quotas e de quaisquer Três) A eleição para os cargos titulares dos
órgãos associativos terá lugar em Assembleia do correspondente parecer do
outras contribuições regulares por
Geral Ordinária no ano seguinte ao do mandato Conselho Fiscal;
parte de membros e apoiantes;
cessante. d) Deliberar sobre todas as outras ma-
b) Eventuais doações, legados ou
Quatro) Verificando-se a substituição de térias que não sejam da compe-
heranças;
algum dos titulares dos órgãos citados no tência de nenhum outro dos órgãos
c) Os financiamentos de que a associação
número um do artigo décimo, o substituto eleito associativos;
seja beneficiária, por parte de outros
em Assembleia Geral, desempenhará as suas e) Deliberar sobre a alteração dos esta-
organismos, públicos ou provados,
funções até ao final do mandato do membro tutos;
nacionais ou internacionais; substituído. f) Deliberar sobre a dissolução da
d) Produtos derivados de actividades
ARTIGO DÉCIMO SEXTO associação e devolução do seu
implementadas com fins de recolha
património;
de fundos para apoio a activida- Candidaturas
g) Deliberar sobre todos os temas de
des de cumprimento dos fins da
Podem candidatar-se aos órgãos sociais, carácter extraordinário propostos a
associação;
todos os membros, fundadores ou efectivos, análise, pelo Conselho de Direcção
e) Quaisquer outras receitas que lhe
que tenham as quotas em dia.
sejam atribuídas no cumprimento ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO
dos seus objectivos. ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
Convocação e funcionamento
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO Perda de mandato
Um) As Assembleias Gerais, Ordinária
Património Um) Determinam a perda do mandato: e Extraordinária, são convocadas por via
a) A impossibilidade permanente do electrónica ou por meio de carta registada,
O património social da Associação Helpo exercício de funções; enviada com uma antecedência de dez dias
– Moçambique é constituído pelas contribui- b) O atraso no pagamento das quotas por de calendário, desde que haja prova da sua
ções dos membros, por todos os bens que venha período de um ano; recepção. Da convocatória deverá constar o
a adquirir, a qualquer título, bem como pela c) A revogação do mandato por deli-
dia, hora e local da reunião, bem como a sua
universalidade dos seus direitos e obrigações beração da Assembleia Geral;
ordem de trabalhos.
d) E exoneração de dois quintos ou mais
CAPÍTULO IV dos elementos constituintes de dado Dois) A Assembleia Geral Ordinária
órgão social. é convocada pelo presidente até ao final
Dos órgãos sociais, seus titulares, do primeiro quadrimestre de cada ano ou
competências e funcionamento ARTIGO DÉCIMO OITAVO pelo Conselho de Direcção segundo uma
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO Responsabilidade maioria qualificada de quatro quintos dos seus
componentes.
Órgãos sociais Um) Os titulares dos cargos associativos
Três) A Assembleia Geral, ordinária e extra-
são civil e criminalmente responsáveis pelas
Um) São órgãos sociais da associação, a faltas ou irregularidades cometidas no exercício ordinária, pode reunir:
Assembleia Geral, o Conselho de Direcção e o do seu mandato. a) À hora marcada na convocatória
Conselho Fiscal. Dois) O disposto no número anterior não com mais de metade dos membros
Dois) O exercício de qualquer cargo nos abrange: presentes;
órgãos executivos pode ser remunerado quando a) Quem se tenha abstido aquando da b) Meia hora depois da hora marcada na
a sua complexidade, o movimento financeiro e o votação de deliberações que condu- convocatória, com os membros que
desenvolvimento da actividade da associação o ziram a irregularidades; estiverem presentes.
justifiquem e desde que tal tenha sido deliberado b) Quem tenha votado contra essas deli-
berações. ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO
pelo Conselho de Direcção.
Três) O exercício de qualquer cargo, seja ou SECÇÃO I Deliberações da Assembleia Geral
não remunerado, pode justificar o reembolso das
Da Assembleia Geral
despesas dele derivadas. As deliberações são tomadas por maioria
ARTIGO DÉCIMO NONO absoluta dos votos dos presentes, salvo no que
ARTIGO DÉCIMO QUARTO respeita às alterações dos estatutos que exigem
Natureza e composição o voto favorável de três quartos dos presentes,
Convocatória dos órgãos sociais
Um) A Assembleia Geral é um órgão delibe- ou à demissão dos órgãos, à decisão sobre a
Um) Os órgãos sociais são convocados rativo da associação e é constituída por todos os extinção ou fusão da associação, situações que
ordinariamente uma vez por ano e extraordi- membros fundadores e efectivos em pleno gozo exigem o voto favorável de três quartos de todos
nariamente sempre que requerida por pelo dos seus direitos estatutários. os membros.
22 DE AGOSTO DE 2014 2727
ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO Dois) Em caso de ausência do presidente, Sempre que não exista consenso, as deli-
estas competências são exercidas pelo vice- berações serão tomadas por votação dos
Mesa da Assembleia Geral
-presidente ou podem ser delegadas a qual- membros do Conselho de Direcção, assumindo
A Mesa da Assembleia Geral é constituída quer outro membro do Conselho de Direcção o presidente o voto de desempate.
por um presidente, um vice-presidente e um segundo deliberação nesse sentido, por parte
secretário. SECÇÃO III
da mesma.
ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO Três) O Conselho de Direcção tem, entre as Do Conselho Fiscal
demais referidas pelos presentes estatutos, as
Competências e funcionamento seguintes competências: ARTIGO VIGÉSIMO OITAVO
da Mesa da Assembleia Geral
a) Dirigir o funcionamento e adminis- Natureza e composição
Um) Os membros da Mesa da Assembleia tração da associação impulsionando
Um) O Conselho Fiscal é o órgão de juris-
Geral são eleitos mediante proposta apresentada a sua actividade. São-lhe imputados
dição e fiscalização dos actos de gestão eco-
pelo Conselho de Direcção ou por seis membros amplos poderes de administração nómica e financeira da Associação Helpo
efectivos. ordinária e extraordinária e deve – Moçambique.
Dois) Compete ao Presidente da Mesa da cumprir os objectivos da associação Dois) O Conselho Fiscal é composto por um
Assembleia Geral: da forma que lhe parecer mais justa presidente, um secretário e um vogal.
a) Representar a Assembleia Geral e e adequada;
dirigir as respectivas reuniões. b) Elaborar um plano de actividades, um ARTIGO VIGÉSIMO NONO
Na sua ausência ou impedimento, o orçamento, um relatório e contas, e
Competências e funcionamento
presidente é substituído pelo vice- submeté-los a aprovação da Assem-
do Conselho Fiscal
-presidente; bleia Geral;
b) Convocar a Assembleia Geral por sua c) Assegurar a representação externa da Um) Ao Conselho Fiscal compete, para além
iniciativa ou a pedido do Conselho associação; do disposto na lei:
de Direcção, do Conselho Fiscal, do d) Organizar o quadro de pessoal exer- a) Acompanhar e fiscalizar as contas da
Conselho Jurisdicional ou de pelo cendo o poder disciplinar; associação;
menos dez membros fundadores ou e) Aceitar subsídios, doações, heranças b) Acompanhar a elaboração e apreciar
efectivos dirigido ao Presidente da ou legados; os relatórios e contas antes da sua
Mesa da Assembleia Geral; f) Realizar investimentos, acordos de apresentação à Assembleia Geral;
c) Empossar os membros dos órgãos cooperação, de financiamento e c) Solicitar ao Conselho de Direcção as
sociais; assistência, com outras institui- informações que considere úteis à
d) Assinar as actas da Assembleia Geral. ções, desde que estas actividades realização das suas funções;
Três) Compete ao secretário: contribuam para a realização dos d) Solicitar ao Presidente do Conselho de
objectivos da associação; Direcção, em caso de necessidade,
a) Redigir e assinar as actas da Assembleia
g) Analisar e aprovar ou não, segundo a convocação de Assembleia Geral
Geral;
uma maioria qualificada de qua- Extraordinária;
b) Praticar todos os actos de adminis-
tro quintos dos componentes do e) Assistir, caso lhe seja solicitado, nas
tração necessários ao bom funcio-
reuniões de Conselho de Direcção.
namento e eficiência da Assembleia Conselho de Direcção, as candi-
Geral. daturas a membros; Dois) O ano fiscal deve coincidir com o
h) Apresentar propostas à Assembleia ano civil.
SECÇÃO II Geral e executar as suas delibe- CAPÍTULO V
Do Conselho de Direcção rações;
i) Delegar e revogar poderes ou mandatos, Das disposições finais
ARTIGO VIGÉSIMO QUINTO que permitam cumprir os fins da ARTIGO TRIGÉSIMO
associação;
Natureza e composição Extinção
j) Propor inovações organizativas que
Um) O Conselho de Direcção é o órgão exe- permitam acompanhar o cresci- A associação extinguir-se-á nos casos pre-
cutivo da Associação Helpo – Moçambique. mento da organização. vistos na lei ou por deliberação da Assembleia
Dois) O Conselho de Direcção é composto Geral Extraordinária. No segundo caso,
Quatro) Por deliberação do Conselho
por cinco membros, um presidente, um vice- compete-lhe deliberar sobre o destino dos
de Direcção, as competências que lhe estão
-presidente que substitui o presidente nas suas bens da associação.
conferidas podem ser exercidas por qualquer
ausências e impedimentos, e três vogais todos
dos seus membros, ou por outro membro
eleitos em Assembleia Geral. ARTIGO TRIGÉSIMO PRIMEIRO
desde que a deliberação tenha sido tomada por
Três) O Conselho de Direcção elege, entre os
unanimidade. Convocação para Assembleia Geral
próprios membros, o vice-presidente. Constituinte
Quatro) Ao presidente é conferido um voto ARTIGO VIGÉSIMO SÉTIMO
de desempate nas reuniões do Conselho de Trinta dias após a publicação dos estatutos,
Direcção. Deliberações do Conselho de Direcção deverá ser convocada a primeira reunião da
Assembleia Geral para proceder à eleição dos
ARTIGO VIGÉSIMO SEXTO Um) O Conselho de Direcção não poderá
titulares dos órgãos sociais.
deliberar sem a presença de pelo menos três
Competências e funcionamento
dos seus membros. ARTIGO TRIGÉSIMO SEGUNDO
Um) O Conselho de Direcção reúne-se Dois) As deliberações do Conselho de
Omissões
pelo menos uma vez por mês, e sempre que Direcção são tomadas por maioria simples dos
for necessário, por convocação do presidente, votos presentes ou representados, cabendo a Os casos omissos serão resolvidos se-
do vice-presidente, ou de outro elemento cada membro um único voto, e ao presidente, gundo a legislação em vigor na República
mandatado por um dos referidos. o direito a voto de qualidade. de Moçambique.
2728 III SÉRIE — NÚMERO 68
ARTIGO TRIGÉSIMO TERCEIRO CAPÍTULO I CAPÍTULO II
Voluntariado Da denominação, sede, duração Do capital social
A associação, sempre que entenda neces- e objecto
ARTIGO QUINTO
sário, pode socorrer-se da colaboração de ARTIGO PRIMEIRO (subscrição)
pessoal integrado no regime de voluntariado,
dentro dos limites previstos na lei da República (Denominação)
Um) O capital social, integralmente reali-
de Moçambique. A sociedade adopta a denominação FFH zado em dinheiro, é de vinte mil meticais
– Charlestrong Development & Construction correspondente à soma desigual de duas quotas
ARTIGO TRIGÉSIMO QUARTO assim distribuídas:
(Macau), Limitada.
Entrada em vigor a) Uma quota no valor nominal de
ARTIGO SEGUNDO dois mil meticais, pertencente
Os presentes estatutos da Associação Helpo
– Moçambique entram em vigor após publica- (Duração) ao sócio Fundo para o Fomento
ção no Boletim da República do despacho de de Habitação, representativa de
A sociedade é constituída por tempo inde- dez por cento do capital social da
reconhecimento jurídico da associação, pelas terminado, considerando-se o seu início a partir
autoridades governamentais competentes. sociedade;
da data da sua constituição. b) Uma quota no valor nominal de
dezoito mil meticais, pertencente
ARTIGO TERCEIRO
à sócia Charlestrong Development
(Sede) & Construction, Limitada, repre-
sentativa de noventa por cento do
Um) A sociedade tem a sua sede na cidade
FFH – Charlestrong capital social da sociedade.
de Maputo, podendo, por deliberação da
Development & Construction assembleia geral, ser deslocada para qualquer Dois) O capital social poderá ser aumentado
(Macau), Limitada ponto dentro ou fora do país. por uma ou mais vezes, com ou sem entrada de
Dois) A sociedade poderá ainda criar novos sócios.
Certifico, para efeitos de publicação, Três) No aumento do capital social a que
sucursais, delegações, filiais, agências ou outra
que no dia dezoito de Agosto de dois mil se refere o número precedente, poderão ser
forma de representação social, dentro ou fora do
e catorze, foi matriculada na Conserva- território nacional, desde que os sócios acordem utilizados dividendos acumulados e reservas.
tória do Registo de Entidades Legais sob em assembleia geral e obtidas as necessárias Quatro) Desde que represente vantagens
NUEL 100522810, uma entidade denomi- autorizações. para a sociedade, poderão ser admitidos novos
nada FFH – Charlestrong Development sócios, pessoas singulares ou colectivas, nos
ARTIGO QUARTO termos da legislação em vigor, mediante
& Construction (Macau), Limitada.
(Objecto) deliberação da assembleia geral seguida de
É constituído o presente contrato de socie- autorização competente.
dade, nos termos do artigo noventa do Código Um) Constitue objecto da sociedade: Cinco) Não são exigíveis prestações suple-
Comercial, entre: a) Desenvolvimento de programas de mentares de capital social mas, os sócios
Primeiro. Fundo Para o Fomento habitação de interesse social; poderão fazer suplementos de que a sociedade
de Habitação, pessoa colectiva de direito b) Construção de bens imobiliários; carecer, mediante condições a estabelecer em
público, sedeada na Avenida Albert Lithuli, c) Desenvolvimento de projectos na área assembleia geral.
número novecentos e sessenta e dois, Distrito imobiliária;
d) Gestão imobiliária; ARTIGO SEXTO
Municipal Kampfumu, na cidade de Maputo, em
e) Realização de estudos, pesquisas e (Divisão e cessão de quotas)
Moçambique, criado pelo Decreto número vinte
desenvolvimento imobiliário;
e quatro barra noventa e cinco de seis de Junho, f) Financiamento de projectos; Um) A divisão e cessão de quotas bem como
titular do NUIT 500002948, representado a constituição de qualquer ónus ou encargos
g) Importação de equipamento e mate-
neste acto pelo senhor Rui Francisco Costa, sobre a mesma carece de autorização prévia da
riais de construção;
na qualidade de presidente do conselho de sociedade, dada por deliberação da assembleia
h) Administração e/ou compra, venda e
administração, com poderes para o acto; e geral.
arrendamento de bens imobiliários
Dois) O sócio que pretenda alienar a sua
Segunda. Charlestrong Development & e/ou material de construção.
própria quota informará a sociedade com um
Construction, Limitada, sedeada na Avenida Dois) Por deliberação do conselho de admi- mínimo de trinta dias de antecedência, por
Vladimir Lenine número vinte e seis, na cidade nistração a sociedade, pode: carta registada com aviso de recepção, dando a
de Maputo, em Moçambique, matriculada na a) Constituir sociedades bem assim conhecer o projecto de venda e as respectivas
Conservatória do Registo de Entidades Legais adquirir participações sociais em condições, gozando a sociedade, em primeiro
sob NUEL 100427559, com o capital social quaisquer outras sociedades ou lugar, do direito de preferência na aquisição da
subscrito e realizado de dez mil meticais, entidades, sujeitas ou não à leis quota em alienação.
representada pelo senhor Charles Shi, na especiais, com objecto igual ou Três) Caso a sociedade não queira exercer
qualidade de mandatário, com poderes para o diferente do seu; o direito que lhe é conferido pelo número
acto. b) Associar-se à outras pessoas jurí- precedente, o mesmo poderá ser exercido pelos
dicas para formar, nomeadamente, sócios individualmente ou por seus herdeiros.
Que pelo presente contrato de sociedade que novas sociedades, agrupamentos Quatro) Compete a assembleia geral,
rubricam e constituem entre si uma sociedade complementares de empresas, estipular os termos e condições que regulam o
por quotas de responsabilidade limitada, agrupamentos de interesse econó- exercício do direito de preferência, incluindo
denominada FFH – Charlestrong Development mico, consórcios e associações em os procedimentos que estimarão o valor de
& Construction (Macau), Limitada. participação. qualquer prémio a ser dado na cessão de quotas.
22 DE AGOSTO DE 2014 2729
Cinco) É nula qualquer divisão, cessão Oito) São dispensadas de formalidades ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
ou alienação de quota que não observe o de convocação, contanto que todos os sócios
(Fiscalização)
preceituado nos números anteriores. convenham por escrito na deliberação ou
concordem por esta forma que as deliberações A fiscalização dos negócios será exercida
ARTIGO SÉTIMO nela tomadas serão validamente consideradas, pelo conselho fiscal, nos termos da lei, podendo
mandar um ou mais auditores para o efeito.
(Obrigações) salvo as que importem deliberações consagradas
CAPÍTULO IV
no número dez deste artigo.
Um) A sociedade poderá emitir nos termos Nove) Qualquer dos sócios poderá fazer-se Das disposições gerais
precisos da lei aplicável, qualquer título de representar na assembleia geral por qualquer
dívida, nomeadamente, obrigações convertíveis. ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
outro sócio, ou estranho, mediante uma carta
Dois) A sociedade poderá adquirir obrigações ou procuração. (Balanço)
próprias e efectuar sobre elas as operações que Dez) Quanto às deliberações que importem Um) O exercício social corresponde ao ano
sejam necessárias e convenientes aos interesses modificação do contrato social, fusão, cisão ou civil económico.
sociais. dissolução da sociedade, a procuração só será Dois) O balanço e as contas de resultado
CAPÍTULO III válida quando contenha poderes especiais para fechar-se-ão com referência a trinta e um de
o efeito. Dezembro do ano correspondente e serão
Dos órgãos sociais submetidas à apreciação da assembleia geral
ARTIGO DÉCIMO ordinária, dentro dos limites impostos pela lei.
ARTIGO OITAVO
Três) Os resultados do exercício, quando
(Administração)
(Composição dos órgãos sociais) positivos, poderão ser aplicados em cinco por
Um) A administração da sociedade e cento ou mais, para a constituição do fundo de
São órgãos sociais os seguintes: reserva legal enquanto não estiver realizado,
sua representação em juízo e fora dele,
a) Assembleia geral; activa e passivamente, pertence ao conselho nos termos da lei ou sempre que seja necessário.
b) Conselho de administração; de administração que é composto por três Quatro) Cumprido o disposto no número
c) Conselho fiscal. precedente, o remanescente terá aplicação que
elementos designados pela assembleia geral,
for determinada pela assembleia geral.
que ficam desde já, investidos de poderes de
ARTIGO NONO
gestão com dispensa de caução e dispondo ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
(Assembleia geral) dos mais amplos poderes consentidos para a
(Dissolução)
execução do objecto social.
Um) A assembleia geral é o órgão supremo Um) A sociedade só se dissolve nos casos
Dois) A assembleia geral designará o
da sociedade e é formada pelos sócios. fixados pela lei.
presidente do conselho de administração.
Dois) A assembleia geral, é dirigida por um Dois) Serão liquidatários os membros do
Três) Os administradores poderão delegar,
presidente nela eleito. conselho de administração em exercício na data
entre si ou a um sócio, os seus poderes de
Três) A assembleia geral reunirá em sessão da dissolução, salvo deliberação diferente da
gestão mas, em relação a estranhos, depende
ordinária uma vez por ano, para apreciação ou assembleia geral.
do consentimento da assembleia geral e em tal
modificação do balanço de contas do exercício
caso deve conferir os respectivos mandatos. ARTIGO DÉCIMO QUARTO
bem como para deliberar sobre quaisquer outros
Quatro) Para que a sociedade fique valida-
assuntos constantes da respectiva convocatória (Omissões)
mente obrigada nos seus actos e contratos é
e em sessão extraordinária, sempre que se Todos os casos omissos serão regulados
necessária:
justifique. pelas disposições legais aplicáveis e em vigor
Quatro) A assembleia geral será convocada a) Assinatura do presidente do conselho
na República de Moçambique.
pelo presidente do conselho de administração ou de administração; ou
Maputo, dezoito de Agosto de dois mil
pelo presidente da assembleia geral se a ele for b) Assinatura conjunta de dois membros
e catorze. — O Técnico, Ilegível.
conferido um mandato duradouro ou ainda, por do respectivo conselho de admi-
sócios que representem, pelo menos dois terços nistração; ou ainda,
do capital social, por meio de carta registada, c) Assinatura de um dos membros do
com aviso de recepção, com uma antecedência conselho de administração com a
mínima de cinco dias úteis. de um mandatário especialmente Sanrol – Consultoria
Cinco) As assembleias extraordinárias dos constituído nos termos e limites e Marketing, Sociedade
sócios serão convocadas a pedido de qualquer específicos do respectivo mandato. Unipessoal, Limitada
um dos sócios e comunicadas por carta, fax ou Cinco) Os actos de mero expediente poderão
correio electronico, com antecedência mínima ser assinados por qualquer dos administradores Certifico, para efeitos de publicação, que
de cinco dias úteis. devidamente autorizado. no dia sete de Agosto de dois mil e catorze,
Seis) A assembleia geral reunirá, em Seis) Em caso algum os administradores foi matriculada na conservatória do Registo de
princípio, na sede da sociedade devendo e/ou mandatários poderão obrigar a sociedade Entidades Legais sob NUEL 100519321, uma
ser acompanhada da ordem de trabalhos e em actos e contratos ou documentos alheios entidade denominada Sanrol – Consultoria e
dos documentos necessários à tomada de aos negócios da sociedade, designadamente Marketing, Sociedade Unipessoal, Limitada,
deliberações quando seja o caso. letras de favor, fianças, avales e abonações, entre:
Sete) Quando circunstâncias aconselharem, sob pena de indemnizar a sociedade pelo dobro Sandra Carolina Ferreira da Silva, solteira,
a assembleia geral ordinária ou extraordinária da responsabilidade assumida, mesmo que tais natural de Portugal, de nacionali-
poderá reunir-se em local fora da sede social, obrigações não sejam exigidas à sociedade, dade portuguesa, portadora do DIRE
se tal facto também não prejudicar os direitos e que, em todo o caso, as considera nulas e de n.º 11PT00041523B, emitido aos sete de
os legítimos interesses de qualquer dos sócios. nenhum efeito. Outubro de dois mil e treze, residente na
2730 III SÉRIE — NÚMERO 68
Avenida Emília Daússe, número novecentos Moz Log, Limitada Que pelo presente escrito particular consti-
e vinte e um, Bairro da Polana nesta cidade tui uma sociedade por quotas unipessoal e que
de Maputo. Certifico, para efeitos de publicação, que por se regerá pelos artigos seguintes:
Que pelo presente contrato constitui uma acta de quatro de Abril de dois mil e catorze,
sociedade por quotas unipessoal e que se regerá ARTIGO PRIMEIRO
da sociedade Moz Log, Limitada, matriculada
pelos artigos seguintes: sob NUEL deliberaram a divisão e cessão da A sociedade adopta a denominação Micro-
quota no valor de catorze mil meticais que a banco Kuhunzuluka – Sociedade Unipessoal,
ARTIGO PRIMEIRO
sócia Mozstar, Lda, possuía no capital social da Limitada, abreviadamente designada por MBK
A sociedade adopta a denominação Sanrol referida sociedade e que dividiu em duas quotas é uma sociedade unipessoal de responsabilidade
– Consultoria e Marketing, Sociedade Unipes- limitada e constitui-se por tempo indeterminado.
iguais de sete mil meticais cada uma, e cede
soal, Limitada, uma sociedade unipessoal
de responsabilidade limitada e constitui-se por respectivamente a Kjeld Haswsamo Olsen e ARTIGO SEGUNDO
tempo indeterminado e conta-se o seu início a Fred Leonardo Kiwi Klitgaard Olse, que entram
A sociedade tem a sua sede na cidade de
partir da data da sua constituição. para a sociedade como novos sócios.
Inhambane-Hunguana, podendo por simples
ARTIGO SEGUNDO Em consequência da divissão e cessão de deliberação, abrir sucursal, delegação, ou outra
quotas verificada, são alterados parcialmente forma de representação comercial.
A sociedade tem a sua sede na Avenida os estatutos nos seus artigos primeiro e quarto,
da OUA, número setecentos e oitenta e três, ARTIGO TERCEIRO
os quais passam a ter a seguinte nova redacção:
Bairro da Malanga, em Maputo, podendo
mediante a deliberação da assembleia geral, Um) A sociedade tem como objecto social:
ARTIGO PRIMEIRIO
abrir delegações e filiais, sucursais ou qualquer a) Concessão de crédito;
forma de representação comercial no país ou A sociedade adopta a denominação de b) Outras operações e serviços estrita-
no estrangeiro. Riverside Service Systems, Limitada, tem mente necessários á execução
a sua sede na Rua Travessa do Aveiro, destas operações;
ARTIGO TERCEIRO c) Outros serviços financeiros não
número oitocentos e trinta, sob Loja.
Um) A sociedade tem como objecto principal proibidos por lei, desde que previa-
a prestação de serviços nas áreas de consultoria, ARTIGO QUARTO mente autorizados pelo Banco
marketing, publicidade e assessoria. de Moçambique.
Dois) A sociedade poderá exercer outras O capital social, integralmente subs-
Dois) A sociedade poderá associa-se com
actividades conexas ou subsidiárias das crito em numerário, é de vinte e seis mil outras empresas, quer participando no seu
actividades principais desde que seja devi- meticais, correspondente à soma de três capital, quer em regime de participação não
damente autorizada; participar em agrupamentos quotas assim distribuídas: societária de interesses, nas modalidades
complementares de empresas, bem como em
a) Kjeld Klitgaard Olsen, com uma admitidas por lei.
quaisquer sociedades, inclusive como sócio de
responsabilidade ilimitada, independentemente quota no valor de catorze mil
ARTIGO QUARTO
do respectivo objecto. meticais;
b) Kjeld Haswsamo Olsen, com O capital social, integralmente subscrito e
ARTIGO QUARTO realizado em dinheiro é de setenta e cinco mil
uma quota no valor de sete
O capital social, integralmente subscrito e mil meticais; meticais, correspondente a uma única quota
realizado em dinheiro é de dez mil meticais, pertencente ao sócio único Alfeu Tauzene
c) Fred Leonardo Kiwi Klitgaard
correspondente a uma única quota pertencente Manhisse.
Olse, com uma quota no valor
a Sandra Carolina Ferreira da Silva. ARTIGO QUINTO
de sete mil meticais.
ARTIGO QUINTO Maputo, dez de Abril de dois mil e ca- A adminsitração e gerência da sociedade
A adminsitração e gerência da sociedade e torze. — O Técnico, Ilegível. e a sua representação em juízo e fora dele,
a sua representação em juízo e fora dele, activa activa e passivamente, será exercida pelo sócio
e passivamente, será exercida pelo sócio único único Alfeu Tauzene Manhisse, que fica desde
Sandra Carolina Ferreira da Silva, que fica desde já nomeado administrador, bastando a sua
já nomeada directora-geral, bastando a sua assinatura, para validamente obrigar a sociedade
assinatura, para validamente obrigar a sociedade em todos os seus actos e contratos.
em todos os seus actos e contratos. Microbanco Kuhunzuluka
ARTIGO SEXTO
– Sociedade Unipessoal,
ARTIGO SEXTO
Limitada O exercício social corresponde ao ano civil
O exercício social corresponde ao ano civil e o balanço de contas de resultado será fechado
e o balanço de contas de resultado será fechado Certifico, para efeitos de publicação, que com a referência a trinta e um de Dezembro de
com a referência a trinta e um de Dezembro de no treze de Agosto de dois mil e catorze, foi cada ano e será submetido a aprovação.
cada ano e será submetido a aprovação. matriculada na Conservatória do Registo de
ARTIGO SÉTIMO
ARTIGO SÉTIMO Entidades Legais sob NUEL 100521369, uma enti-
dade denominada Microbanco Kuhunzuluka A sociedade só se dissolve nos casos fixados
A sociedade só se dissolve nos casos fixados na lei.
na lei. – Sociedade Unipessoal, Limitada, entre:
Alfeu Tauzene Manhisse, casado, natural ARTIGO OITAVO
ARTIGO OITAVO
de Massinga, de nacionalidade moçambi- Em tudo quanto fica o omisso regularão
Em tudo quanto fica omisso regularão as
disposições legais vigentes na República de cana, portadora do Bilhete de Identidade as disposições legais vigentes na República
Moçambique. n.º 110101210984F, emitido aos treze de de Moçambique.
Maputo, quinze de Agosto de dois mil e ca- Junho de dois mil e onze, residente na cidade Maputo, onze de Agosto de dois mil e ca-
torze. — O Técnico, Ilegível. na Maputo. torze. — O Técnico, Ilegível.
22 DE AGOSTO DE 2014 2731

Nobel Services Company, Três) A sociedade poderá constituir com Que pelo presente contrato, constituem
Limitada – Sociedade outrem, quaisquer outras sociedades ou praticar entre si, uma sociedade po que irá reger-se pelos
Unipessoal, Limitada em sociedades já constituídas. artigos seguintes:

Certifico, para efeitos de publicação, que ARTIGO QUINTO ARTIGO PRIMEIRO


no dia catorze de Maio de e dois mil e catorze, Capital social (Denominação e sede)
foi matriculada na Conservatória do Registo de
Entidades Legais sob NUEL 100492423, uma Um) O capital social, integralmente subs- Um) A sociedade adopta a denominação Ok
entidade denominada Nobel Services Company, crito em dinheiro, é de vinte mil meticais, Soluções, Limitada, é uma sociedade comercial
Limitada – Sociedade Unipessoal, Limitada. correspondente a uma única quota pertencente por quotas de responsabilidade limitada.
ao sócio Sean Eric Wookey. Dois) A sociedade tem a sede social na
É celebrado o presente contato de socie- Dois) O capital social pode ser aumentado
dade, nos termos do artigo noventa do Código Avenida Sebastião Mabote, número mil e
uma ou mais vezes, mediante a deliberação
Comercial, entre: novecentos e setenta e cinco.
expressa pelo sócio único, dentro dos termos
Sean Eric Wookey, solteiro, natural da África do e limites legais. ARTIGO SEGUNDO
Sul, de nacionalidade sul-africana, residente
na África do Sul, portador do Passaporte ARTIGO SEXTO (Duração)
n.º M00069875, emitido na África do Suplementos A duração da sociedade é por tempo inde-
Sul, aos doze de Setembro de dois mil e terminado, contando-se o seu início a partir da
doze, constitui uma sociedade por quotas Não serão exigidas prestações suplemen-
tares do capital, mas o sócio poderá fazer os data da sua consitituição.
unipessoal limitada pelo presente escrito
particular, que regerá pelos artigos seguintes: suprimentos de que a sociedade carece ao juro
ARTIGO TERCEIRO
e demais condições a estabelecer em assembleia
ARTIGO PRIMEIRO geral. (Objecto social)

Denominação ARTIGO SÉTIMO Um) A sociedade tem como objecto o exer-


cício das seguintes actividades:
A sociedade adopta a denominação de Nobel Administração
Services Company, Limitada, constituída sob a) Prestação de serviços à indústria e
A administração e gerência da sociedade ao comércio na área de gestão,
forma de sociedade unipessoal limitada. em juízo e fora dele, activa ou passivamente
recursos humanos, administração,
fica a cargo do sócio Sean Eric Wookey que
ARTIGO SEGUNDO contabilidade, fiscalização e outros
fica designado administrador bastando a sua
serviços;
Sede assinatura validamente obrigar a sociedade em
todos os seus actos e contratos. b) Agência de viagens e rent-a-car;
A sociedade terá a sua sede na Rua Eusébio c) Comércio geral a grosso;
da Silva Ferreira, número duzentos e dezoito, ARTIGO OITAVO d) A prestação de serviços de catering e
cidade da Matola, província de Maputo e poderá limpezas; e
Balanço e contas
estabelecer sucursais, agências ou quaisquer e) Importação e exportação, comissões,
outras formas de representação no território O balanço e contas reportar-se-ão a trinta e consignações e representação de
nacional, mediante decisão do sócio único. um de Dezembro de cada ano. marcas.
ARTIGO TERCEIRO ARTIGO NONO Dois) Por deliberação da assembleia geral,
a sociedade poderá desenvolver outras activi-
Duração Casos omissos dades permitidas por lei.
A sociedade durará por tempo indetermi- Em todo o omisso, regularão as disposições
legais em vigor na República de Moçambique. ARTIGO QUARTO
nado.
Maputo, vinte e cinco de Abril de dois mil (Capital social)
ARTIGO QUARTO
e catorze. — O Técnico, Ilegível. O capital social, integralmente subscrito e
Objecto
relizado em dinheiro, é de vinte mil meticais,
Um) A sociedade tem por objecto as se- corresponde a soma de duas quota iguais de
guintes actividades: dez mil meticais cada uma e pertecentes uma
a) Consultoria e assessoria em obras de a cada sócio Arminda Salvador Dramusse e
construção civil; Ok Soluções, Limitada Geraldine Khoza.
b) Importação e exportação;
c) Construção de obras públicas e habi- Certifico, para efeitos de publicação, que no ARTIGO QUINTO
tação; dia vinte e três de Julho de dois mil e catorze,
(Aumento do capital)
d) Prestação de serviços de jardinagem; foi matriculada na Conservatória do Registo de
Entidades Legais sob NUEL 100504960, uma O capital social, poderá ser aumentado
e) Produção, compra e venda de plantas
entidade denominada, Ok Soluções, Limitada, uma ou mais vezes, mediante entradas em
de ornamentação;
entre: numerário pela incorporação de suprimentos
f) Compra e venda de material de cons-
Arminda Salvador Dramusse, solteiro, maior, feito a caixa pelos sócios, pela capitalização de
trução.
natural de Maputo, portador do Bilhete de todos ou parte de lucros nos termos da legislação
Dois) A sociedade poderá exercer, ainda Identidade n.º 110300604461M, emitido vigente.
na mesma área outras actividades conexas, em Maputo, aos um de Novembro de dois
complementares ou subsidiárias do objecto mil e dez; e ARTIGO SEXTO
principal desde que aprovadas pelo sócio único, Geraldine Khoza, portador do Passaporte
(Cessão e divisão de quotas)
praticar todo e qualquer outro acto lucrativo, n.º AO2352947, emitido na República
permitido por lei, uma vez obtidas as necessárias de África de Sul aos vinte e um de Agosto Um) A cessão e divisão total ou parcial das
autorizações. de dois mil e doze. quota é livre entre os sócios.
2732 III SÉRIE — NÚMERO 68
Dois) A cessão e divisão a terceiros depende de Identidade, n.º 110100966914P, emitido ARTIGO QUINTO
do consentimento da assembleia geral, mantendo aos vinte e um de Maio de dois mil e onze,
Divisão e cessão de quota
a sociedade o direito de preferência. pela Direcção Nacional de Identificação
Civil de Maputo; Um) Sem prejuízo das disposições legais em
ARTIGO SÉTIMO Gluciano da Conceição Cordeiro, solteiro, vigor a cessação ou alienação de toda a parte
(Morte ou interdição) maior, natural de Maputo, residente em de quotas deverá ser do consenso dos sócios
Maputo, de nacionalidade moçambicana, gozando estes do direito de preferência.
A sociedade não se dissolve por morte ou Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios
portador do Bilhete de Identidade,
interdição de qualquer dos sócios , continuando mostrarem interesse pela quota do cedente, este
n.º 110100292387J, emitido aos um de
com os herdeiros do sócio falecido, entre si, decidirá a sua alienação a quem e pelos preços
Julho de dois mil e dez, pela Direcção
nomearão um que os representem na gestão dos que melhor entender, gozando o novo sócio dos
Nacional de Identificação Civil de Maputo
negócios sociais, enquanto a quota premanecer direitos correspondentes a sua participação na
em representação do seu filho menor Liam
indivisa. sociedade.
Sing Cordeiro, natural de Maputo, de
ARTIGO OITAVO nacionalidade moçambicana, portador do ARTIGO SEXTO
Bilhete de Identidade n.º 110300357538J,
(Administração) Administração e gerência
emetido aos vinte e seis de Julho de dois
A administração e gerência da sociedade mil e dez, pela Direcção Nacional de Um) A administração, gestão da sociedade
dispensada de caução e ou sem reumeneração Identificação Civil de Maputo. e sua representação em juízo e fora dela,
conforme vier a ser deliberado em assembleia activa e passivamente, será exercida pelo sócio
Que, pelo presente contrato, constituem entre
geral, compete a ambos os sócios que Victor Pedro Dima que desde já fica nomeado
si uma sociedade por quotas de responsabilidade
desde já ficam designados administradores gerente, com dispensa de caução. Bastando uma
limitada, que reger-se- á pelos seguintes artigos:
sendo suficiente assinaturas conjuntas para assinatura, para obrigar a sociedade.
validamente obrigar a sociedade em todos seus ARTIGO PRIMEIRO Dois) O sócio e o gerente tem plenos pode-
actos e contratos. res para nomear mandatário/s a sociedade,
A sociedade adopta a denominação de conferindo, os necessários poderes de repre-
ARTIGO NONO Vlan Soluções, Limitada, e tem a sua sede sentação.
em Maputo, Bairro Central, Rua, Consegriell
(Assembleia geral) ARTIGO SÉTIMO
Pedroso, podendo por deliberação da assembleia
Um) A sociedade reunir-se-á em sessão geral abrir ou encerrar sucursais dentro e fora Um) A assembleia geral reúne-se ordina-
ordinária da assembleia geral uma vez por ano do país quando for conveniente. riamente uma vez por ano para apreciação e
para avaliar o desempenho. aprovação do balanço e contas do exercício
Dois) Sem prejuízo das formalidades impe- ARTIGO SEGUNDO findo e repartição de lucros e perdas.
rativas exigidas por lei, as assembleias gerais Dois) A assembleia geral poderá reunir-
A sua duração será por tempo indetermi- se extraordinariamente quantas vezes for
serão convocadas por carta registada com aviso nado, contando-se o seu início a partir da data
de recepção expedida aos sócios com quinze necessária desde que as circunstâncias assim
da celebração do presente contrato. o exijam para deliberar sobre qualquer assunto
dias de antecedência.
que diga respeito a sociedade.
ARTIGO TERCEIRO
ARTIGO DÉCIMO
Um) A sociedade tem por objecto: ARTIGO OITAVO
(Dissolução)
a) Prestação de serviços na área de A sociedade só se dissolve nos termos fixa-
A sociedade dissolve-se nos casos e pela informática; dos pela lei ou por comum acordo dos sócios
forma previstos na lei. b) Venda de material informático e quando assim o entenderem.
eléctrico, importação e exportação;
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO ARTIGO NONO
c) Venda de material do escritório.
(Omissões) Dois) A sociedade poderá adquirir parti- Os casos omissos, serão regulados pela lei
cipações financeiras em sociedade a constituir e em demais legislação aplicável na República
Em todos os casos omissos, aplicar-se-
ou já constituídos ainda que tenha como objecto de Moçambique.
-ão as disposições do Código Comercial e
demais Legislação em vigor na República social diferente do da sociedade. Maputo vinte e oito de Maio de dois mil
de Moçambique. Três) A sociedade poderá exercer quaisquer e catorze. — O Técnico, Ilegível.
Maputo vinte e um de Junho de dois mil outras actividades desde que para isso esteja
e catorze. — O Técnico, Ilegível. devidamente autorizado nos termos da legis-
lação em vigor.

ARTIGO QUARTO
O capital social, integralmente subscrito e
Saicom Moçambique
– Sociedade Unipessoal,
realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais
Vlan Soluções, Limitada Limitada
correspondente á cem por cento, assim distri-
Certifico, para efeitos de publicação, que buídas. Certifico, para efeitos de publicação, que
no dia seis de Abril de dois mil e catorze, foi a) Uma quota do valor nominal de dez no dia catorze de Agosto de dois mil e catorze,
matriculada na Conservatória do Registo de mil meticais equivalente à cinquenta foi matriculada na Conservatória do Registo de
Entidades Legais sob NUEL 100498545, uma por cento pertencente ao sócio Entidades Legais sob NUEL 100522012, uma
entidade denominada, Vlan Soluções, Limitada, Victor Pedro Dima; entidade denominada, Saicom Moçambique
entre: b) Uma quota do valor nominal de dez – Sociedade Unipessoal , Limitada, entre:
Victor Pedro Dima, solteiro, maior, natural mil meticais equivalente à cinquenta Fauzia Assane Joda, solteira, maior, de
Maputo, de nacionalidade moçambicana, por cento pertencente ao sócio Liam nacionalidade moçambicana, portadora do
residente em Maputo, portador do Bilhete Sing Cordeiro. Bilhete de Identidade n.º 110100000681I,
22 DE AGOSTO DE 2014 2733
emitido aos quatro de Novembro de dois mil ARTIGO SÉTIMO ARTIGO QUARTO
e nove, em Maputo, residente acidentalmente (Casos omissos) Capital social
na cidade de Maputo.
Constitui sociedade unipessoal por quotas de Os casos omissos serão regulados pelas O capital integralmente, subscrito e reali-
responsabilidade limitada, que se regerá disposições do Código Comercial em vigor zado em dinheiro, é de cinquenta mil meticais,
pelas cláusulas seguintes: e demais legislação aplicável na República divididos pelos sócios:
de Moçambique. a) Abdul Gani Abuxahamo Júnior, com o
ARTIGO PRIMEIRO Maputo, quinze de Agosto de dois mil valor de vinte e cinco mil meticais,
(Denominação social e sede) e catorze. — O Técnico, Ilegível. correspondentes a cinquenta por
cento do capital;
A sociedade adopta a denominação social de b) Maria Luísa N. da Silva Moura, com
Saicom Moçambique – Sociedade Unipessoal, o valor de quinze mil meticais,
Limitada, e tem a sua sede na cidade de Maputo, correspondentes a trinta por cento;
podendo a sede social ser deslocada para outros
Aganil, Limitada c) Ummayra Missage, com o valor de
pontos do território nacional. cinco mil meticais, correspondentes
Certifico, para efeitos de publicação, que a dez por cento;
ARTIGO SEGUNDO por escritura de dezanove de Dezembro de dois d) Aymara Abdul Gani, com o valor de
(Duração) mil e treze, exarada a folhas cento e catorze á cinco mil meticais, correspondentes
cento e quinze do livro de notas para escrituras a dez por cento.
A sua duração é por tempo indetermi- diversas número trezentos e vinte traço D do
nado e o seu começo contar-se-á a partir da data Segundo Cartório Notarial de Maputo, perante ARTIGO QUINTO
da assinatura do presente contrato. mim, Sérgio João Soares Pinto, licenciado
Aumento do capital
em Direito, técnico superior dos registos e
ARTIGO TERCEIRO
notariado N1 e notário do referido cartório, O capital social poderá ser aumentado ou
(Objecto) foi constituída uma sociedade entre Abdul diminuído quantas vezes forem necessárias
Gani Ibraimo Abuxahamo Júnior, Maria Luisa desde que a assembleia geral delibere sobre
Um) A sociedade tem por objecto o exercício
Gulamussene N. da Silva Moura, Ummayra o assunto.
importação, distribuição e fornecimento de
Missage e Aymara Abdul Gani, que regerá a
equipamentos de telecomunição, serviços e ARTIGO SEXTO
seguinte redacção:
aparelhos comunicação, componentes e peças,
Divisão e cessão de quotas
bem como a a sua comercialização e marketing, ARTIGO PRIMEIRO
assistência técnica aos mesmos e prestação de Um) A divisão e cessão de quotas a sócios
Denominação e sede ou a terceiros dependem de deliberação prévia
serviços.
Dois) A sociedade poderá ainda exercer A sociedade adopta a denominação Aganil, da assembleia geral a qual é tomada nos termos
qualquer tipo de actividade desde que esteja Limitada, com sede na Matola-Rio, rua da do número um do artigo trezentos e dezoito do
devidamente licenciada para o efeito. Mozal, quarteirão três, casa número cento Código Comercial.
Três) Por deliberação da assembleia geral, e cinquenta e oito barra A, podendo por Dois) O sócio que pretender alienar a sua
a sociedade poderá participar directa ou deliberação da assembleia geral abrir ou quota prevenirá a sociedade para que esta exerça
indirectamente no capital de outras sociedades encerrar sucursais dentro e fora do país quando o direito de preferência com antecedência de
na sua gestão e ainda associar-se a outras for conveniente. trinta dias, por carta registada, indicando o nome
empresas. do adquirente, o preço e demais condições da
ARTIGO SEGUNDO cessão.
ARTIGO QUARTO Três) A sociedade reserva-se o direito de
Duração
(Capital) preferência nesta cessão, e quando não quiser
A sociedade é constituída por tempo inde- usar deste direito esse direito é atribuído aos
O capital da sociedade, integralmente terminado. sócios.
subscrito e realizado em dinheiro pela sócia
ARTIGO TERCEIRO ARTIGO SÉTIMO
Fauzia Assane Joda, é de vinte mil meticais,
correspondente a uma única quota, equivalente Objecto Administração
a cem por cento do capital social.
Um) A sociedade tem como objecto: Um) A administração e gestão da sociedade
ARTIGO QUINTO a) A venda de material eléctrico e e sua representação em juízo e fora dele, activa
acessórios, equipamento de refri- e passivamente, será exercida pelos sócios a
(Administração) serem indicados em assembleia geral.
geração e diversos, e manutenção;
A administração da sociedade e a sua b) Serviços de importação e exportação, Dois) A sociedade ficará obrigada pela
representação em juízo e fora dele, activa c) Aluguer de equipamentos e bens; e assinatura de um gestor ou procurador espe-
e passivamente compete individualmente a d) Prestação de serviços multidiscipli- cialmente constituído pela gerência, nos termos
sócia Fauzia Assane Joda que pode inclusive nares. e limites específicos do respectivo mandato.
por mandato delegar poderes que achar Dois) A sociedade poderá adquirir parti- Três) É vedado a qualquer dos gestores
convenientes. cipação financeira em sociedades a constituir ou mandatário assinar em nome da sociedade
ou já constituídas, ainda que tenham objecto quaisquer actos ou contratos que digam respeito
ARTIGO SEXTO social diferente do da sociedade. a negócios estranhos a mesma.
Três) A sociedade poderá exercer quaisquer Quatro) Os actos de mero expediente poderão
(Dissolução)
outras actividades desde que para o efeito ser individualmente assinados por empregados
A sociedade poderá ser dissolvida nos esteja devidamente autorizada nos termos da da sociedade devidamente autorizados pela
termos do código comercial. legislação em vigor. gerência.
2734 III SÉRIE — NÚMERO 68
ARTIGO OITAVO emitido aos quinze de Dezembro de dois ARTIGO SÉTIMO
mil e dez, e residente no bairro Ribjene,
Assembleia geral Dissolução
quarteirão dois, casa número cinquenta e
Um) A assembleia geral reúne-se ordina- sete. A sociedade só se dissolve nos casos fixados
riamente uma vez por ano para apreciação, Que pelo presente escrito particular, cons- na lei.
aprovação ou modificação do balanço e contas titui uma sociedade unipessoal por quotas de ARTIGO OITAVO
do exercício findo, e repartição de lucros e responsabilidade limitada e que se regerá pelos
perdas e deliberar sobre qualquer outro assunto. Casos omissos
artigos seguintes:
Dois) A assembleia geral poderá reunir- Em tudo quanto fica o omisso regularão
-se extraordinariamente quantas vezes forem ARTIGO PRIMEIRO as disposições legais vigentes na República
necessárias desde que as circunstâncias assim de Moçambique.
Denominação
o exijam, para deliberar sobre quaisquer outros
assuntos que digam respeito à sociedade, Maputo, trinta e um de Julho de dois mil
A sociedade adopta a denominação Erica
na sede ou qualquer outro local quando as e catorze. — O Técnico, Ilegível.
Empreendimentos Turístico – Sociedade
circunstancias o aconselharem. Unipessoal, Limitada, de responsabilidade
Três) Os sócios poder-se-ão fazer repre- limitada e constitui-se por tempo indetermi-
sentar por pessoas físicas que para o efeito se nado.
designarem mediante simples carta endereçada
ao presidente da mesa. ARTIGO SEGUNDO JA – Manutenção e Serviços,
Quatro) E dispensada a reunião da assem- Localização Limitada
bleia geral quando os sócios concordarem na
deliberação, por escrito, cujo conteúdo devera A sociedade tem a sua sede na Ilha de Inhaca, Certifico, para efeitos de publicação, que
ser devidamente pormenorizado. bairro Ribjene, quarteirão dois, zona comercial, por acta de vinte e dois de Maio de dois mil
podendo por simples deliberação abrir sucursal, e catorze, da assembleia geral extraordinária
ARTIGO NONO delegação, ou outra forma de representação da JA – Manutenção e Serviços, Limitada,
comercial. sociedade por quotas de direito moçambicano,
Herdeiros matriculada sob o n.º 100274345, procedeu-
Em caso de morte, interdição ou inabilitação ARTIGO TERCEIRO se, nos termos do artigo sétimo dos estatutos,
de um dos sócios, os seus herdeiros assumem a cessão de quotas do sócio José António da
Objecto social Luz Carmo, a favor da Claristar Systems,
automaticamente o lugar na sociedade com
Um) A sociedade tem por objecto social, LTD, nestes termos, procedeu-se, conforme
dispensa de caução, podendo estes nomear seus
restauração, bar, aluguer de quartos, discoteca, previsto no artigo cento e setenta e seis do
representantes se assim o entenderem, desde
salas de danças, preparação de eventos Código Comercial, à alteração do artigo quinto
que obedeçam o preceituado nos termos da lei.
dos estatutos da sociedade, o qual passa a ter a
(seminários e outros).
ARTIGO DÉCIMO seguinte redacção:
Dois) A sociedade poderá adquirir parti-
Dissolução
cipações financeiras em sociedades a constituir ARTIGO QUINTO
ou já constituídos ainda que tenha como objecto
A sociedade só se dissolve nos termos fixa- social diferente do da sociedade. (Capital social)
dos pela lei ou por comum acordo dos sócios Três) A sociedade poderá exercer quaisquer O capital social, integralmente reali-
quando assim o entenderem. outras actividades desde que para isso esteja zado em dinheiro, é de cento e cinquenta
devidamente autorizado nos termos da legis- mil meticais, e corresponde à soma de
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO duas quotas assim distribuídas:
lação em vigor.
Casos omissos a) Uma quota com o valor nomi-
ARTIGO QUARTO nal de cento e vinte mil
Os casos omissos serão regulados pela
Capital meticais, correspondente a
legislação comercial vigente e aplicável na oitenta por cento do capital
República de Moçambique. O capital social, integralmente subscrito e social, pertencente à Claristar
Está conforme. realizado em dinheiro é de vinte mil meticais, Systems, LTD;
Maputo, dezassete de Fevereiro de dois mil correspondente a uma única quota pertencente b) Uma quota com o valor nomi-
e catorze. – O Técnico, Ilegível. a única sócia Rita Noge. nal de trinta mil meticais,
correspondente a vinte por
ARTIGO QUINTO cento do capital social,
pertencente à Meridian 32,
Gerência
Limitada.
A administração e gerência da sociedade e a
Erica Empreendimentos Maputo, doze de Agosto de dois mil e ca-
Turístico – Sociedade sua representação em juízo e fora dele, activa e torze. — O Técnico, Ilegível.
Unipessoal, Limitada passivamente, será exercida pela sócia única que
fica desde já nomeada administradora bastando
Certifico, para efeitos de publicação, que a sua assinatura, para validamente obrigar a
no dia dezoito de Agosto de dois mil e catorze, sociedade em todos os seus actos e contratos.
foi matriculada na Conservatória do Registo de
Entidades Legais sob NUEL 100522772, uma ARTIGO SEXTO Mathlava Empreendimentos
entidade denominada Erica Empreendimentos – Sociedade Unipessoal,
Resultado
Turístico – Sociedade Unipessoal, Limitada, Limitada
entre: O exercício social corresponde ao ano civil
Rita Noge, solteira, maior, natural de Kanyaka, e o balanço de contas de resultado será fechado Certifico, para efeitos de publicação, que
de nacionalidade moçambicana, portadora com a referência a trinta e um de Dezembro de no dia quinze de Agosto de dois mil e catorze,
do Bilhete de Identidade n.º 110700859488B, cada ano e será submetido a aprovação. foi matriculada na Conservatória do Registo
22 DE AGOSTO DE 2014 2735
de Entidades Legais sob NUEL 100522276, ARTIGO QUINTO social e alteração do objecto social da sociedade
uma entidade denominada Mathlava Empreen- pelo que, em consequência das referidas alte-
O sócio poderá efectuar suprimentos ou
dimentos – Sociedade Unipessoal, Limitada. prestações suplementares de capital social a rações os artigos primeiro, segundo e terceiro do
É celebrado o presente contrato de socie- sociedade, nas condições que entender conve- contrato de sociedade, passam a ter a seguinte
dade nos termos do artigo noventa do código nientes. nova redacção:
comercial, entre: ARTIGO SEXTO ARTIGO PRIMEIRO
João Matão solteiro, natural de Moçambique, (Administração, representação (Denominação e duração)
de nacionalidade moçambicana e resi- da sociedade)
dente nesta cidade, portador do Bilhete de Um) A sociedade adopta a denominação
Identidade n.º 110100943233M emitido em Um) A sociedade será administrada pelo
de Intrust – Prestação de Serviços e
sócio João Mato.
Maputo constitui uma sociedade por quotas Propriedade Industrial.
Dois) A sociedade fica obrigada pela
unipessoal limitada pelo presente contrato, Dois) A sociedade durará por termpo
assinatura do sócio único ou pela do procurador
em escrito particular, que se regerá pelos especialmente designado para o efeito. inde-terminado, a contar da data da sua
artigos seguintes: constituição.
CAPÍTULO III
CAPÍTULO I ARTIGO SEGUNDO
Das disposições gerais
Da denominação, duração, sede (Sede)
ARTIGO SÉTIMO
e objecto Um) A sociedade tem a sua sede
(Balanço e contas)
ARTIGO PRIMEIRO na Avenida Kenneth Kaunda, número
Um) O exercício social coincide com o ano seiscentos e nove, em Maputo.
(Denominação e duração) civil. Dois) Por simples deliberação da admi-
A sociedade e criada por tempo indetermi- Dois) O balanço e contas de resultados nistração, a sociedade pode abrir, manter,
fechar-se-ão com referência a trinta e um de transferir ou encerrar agências, escritórios,
nado e adoptada a seguinte denominação
Dezembro de cada ano. estabelecimentos, delegações, sucursais,
Mathlava Empreendimentos – Sociedade
Unipessoal, Limitada. ARTIGO OITAVO filiais e outras formas de representação,
no país ou no estrangeiro, bem como
ARTIGO SEGUNDO (Apuramento e distribuição de resultados) transferir a sua sede nos termos da lei.
Um) A sociedade tem a sua sede social na Um) Ao lucro apurado em cada exercício
deduzir-se-á em primeiro lugar a percentagem ARTIGO TERCEIRO
cidade de Maputo, Avenida Lenine.
legalmente indicada para constituir a reserva (Objecto)
Dois) Mediante simples decisão do sócio
legal, enquanto não estiver realizada nos
único, a sociedade poderá deslocar a sua sede termos da lei ou sempre que seja necessária Um) A sociedade tem por objecto a
para dentro do território nacional, cumprindo reintegrá-la. prestação de serviços na área de recursos
os necessários requisitos legais. Dois) Só após os procedimentos referidos humanos; a prestação de serviços da área
Três) O sócio único pode decidir abrir poderá ser decidida a aplicação do lucro rema- da propriedade intelectual e industrial;
sucursais, filiais ou qualquer outra forma de nescente. a prestação de serviçlos da área da
representação no país e no estrangeiro, desde contabilidade e auditoria; a prestação de
ARTIGO NONO
que observadas as leis e normas em vigor ou serviços financeiros; procurement de bens
quando for devidamente autorizada. A sociedade dissolve-se nos casos e nos e serviços a nível nacional e internacional;
termos da lei. prestação de serviços na área de inves-
ARTIGO TERCEIRO timentos; prestação de serviços em todas
ARTIGO DÉCIMO
as áreas que não consubstanciem actos
(Objecto)
(Disposições finais) próprios de advocacia.
Um) A sociedade tem por objecto a presta- Em caso de morte ou interdição do único Dois) A sociedade pode desenvolver
ção de serviços na área de construção civil. sócio, a sociedade continuara com os herdeiros acti-vidades conexas, subsidiárias ou
Dois) A sociedade poderá exercer outras ou representantes na sociedade, enquanto a comple-mentares ao seu objecto principal,
actividades conexas ou subsidiárias da actividade quota permanecer indivisa. desde que permitidas por lei e obtidas as
principal desde que, obtidas as necessárias Em tudo quanto for omisso nos presentes autorizações pelas entidades competentes,
autorizações das entidades competentes. estatutos aplicar-se-ão as disposições do código quando necessário.
comercial e demais legislação em vigor na Três) A sociedade poderá exercer
CAPÍTULO II República de Moçambique. actividades em qualquer outro ramo de
Do capital social e outros, Maputo, quinze de Agosto de dois mil comércio ou indústria, que os sócios
e catorze. — O Técnico, Ilegível. resolvam explorar e para os quais
administração da sede
obtenham as necessárias autorizações.
ARTIGO QUARTO Quatro) Mediande deliberação da
assembleia geral, a sociedade pode
(Capital social)
participar, directa ou indirectamente,
Um) O capital social, integralmente subscrito Intrust – Advogados em projectos de desenvolvimento
e realizado em dinheiro, é de cento e cinquenta e Consultores, Limitada que alguma forma concorram para o
mil meticais, correspondente a quota do único Certifico para efeitos de publicação, que por preenchimento do seu objecto social,
sócio João Matão equivalente a cem por cento acta de onze de Agosto de dois mil e catorze, bem como, com o mesmo objecto, aceitar
do capital. a sociedade a sociedade Intrust – Advogados concessões, adquirir ou gerir participa-
Dois) O capital social poderá, ser aumentado e Consultores, Limitada, deliberou sobre a ções no capital de quaisquer sociedades,
mediante proposta do sócio. alteração de sede, alteração da denominação ou, ainda, participar em consórcios,
2736 III SÉRIE — NÚMERO 68
agrupamentos complementares de (Sede) geral, o capital social da sociedade poderá
empresas, ou quaisquer outras formas ser aumentado com recurso a novas entradas,
Um) A sede da sociedade é na Avenida
de associação empresarial e quaisquer Agostinho Neto, número mil e duzentos e por incorporação de suprimentos ou reservas
outras modalidades de participação ou quarenta e dois mil e duzentos e quarenta e dois, disponíveis ou outro mecanismo permitido
associação societária admitidas por lei. cidade de Maputo. por lei.
Maputo, onze de Agosto de dois mil e ca- Dois) O conselho de administração poderá, a ARTIGO SEXTO
torze. — O Técnico, Ilegível. todo o tempo, deliberar que a sede da sociedade
seja transferida para qualquer outro local em (Prestações suplementares e suprimentos)
Moçambique.
Um) Não serão exigidas aos sócios pres-
Três) Por deliberação do conselho de admi-
tações suplementares.
nistração poderão ser criadas e extintas, em
Dois) Os sócios poderão realizar supri-
Moçambique ou no estrangeiro, filiais, sucur-
Círculo Directo sais, delegações, escritórios de representação, mentos à sociedade, caso os termos, condições e
– Comunicação e Marketing, agências ou outras formas de representação garantias dos mesmos tenham sido previamente
Limitada social. aprovados por deliberação da assembleia geral.
Certifico, para efeitos de publicação, que ARTIGO TERCEIRO ARTIGO SÉTIMO
no dia dezanove de Maio de dois mil e catorze,
foi matriculada na Conservatória do Registo (Duração) (Cessão de quotas)
de Entidades Legais sob NUEL 100493888, A sociedade durará por um período de tempo Um) A cessão de quotas entre os sócios é
uma entidade denominada Círculo Directo indeterminado. livre.
– Comunicação e Marketing, Limitada, entre: Dois) A cessão, total ou parcial, de quotas a
É celebrado o presente contrato de sociedade, ARTIGO QUARTO terceiros está sujeita ao prévio consentimento
nos termos do artigo noventa do Código (Objecto) escrito da sociedade, sendo que os sócios não
Comercial, entre: cedentes gozam do direito de preferência.
Um) A sociedade tem, por objecto social, a Três) O sócio que pretenda ceder a sua quota
Primeiro. António Miguel Gago da Silva
prestação de serviços na área de comunicação e a terceiros, deverá comunicar a sua intenção
Corrêa Figueira, casado, de nacionalidade
marketing, informática e formação profissional. aos restantes sócios e a sociedade, por meio de
portuguesa, natural do Setúbal, portador do
Dois) A sociedade pode ainda exercer
Passaporte n.º M121215, emitido em Setúbal, carta registada enviada com uma antecedência
actividades comerciais ou industriais conexas,
Portugal em dezassete de Agosto de dois mil e não inferior a trinta dias, na qual constará a
complementares ou subsidiárias da actividade
doze, pelo Governo Civil de Setúbal, residente identificação do potencial cessionário e todas
principal.
em Setúbal, Portugal, acidentalmente em Três) Por deliberação do conselho de as condições que tenham sido propostas.
Maputo; administração, a sociedade poderá adquirir Quatro) Os restantes sócios deverão exercer
Segundo. Fernando José Lança Vilhena participações maioritárias ou minoritárias, o seu direito de preferência no prazo máximo de
de Mendonça, casado, de nacionalidade no capital de outras sociedades nacionais ou trinta dias a contar da data de recepção da carta
portuguesa, natural de Lisboa, portador do estrangeiras. registada referida no número anterior.
Passaporte n.º M068745, emitido em Lisboa, Cinco) Se nenhum dos sócios exercer o
Portugal em cinco de Março de dois mil e doze, ARTIGO QUINTO seu direito de preferência, nem a sociedade
pelos Serviços de Estrangeiros e s, residente em manifestar por escrito a sua oposição à cessão
(Capital social)
Portugal, acidentalmente em Maputo; proposta, o sócio cedente poderá transmitir
Terceira. Maria Teresa Egídio C. de M. de Um) O capital social da sociedade, inte- ao potencial cessionário a sua quota, total ou
S.V. de Mendonça, casada, de nacionalidade gralmente realizado em dinheiro, é de vinte parcialmente.
portuguesa, natural de Lisboa, portadora do mil meticais, correspondendo à soma de quatro
Passaporte n.º M068743, emitido em Lisboa, quotas, distribuídas pelos sócios da seguinte ARTIGO OITAVO
Portugal em cinco de Março de dois mil e doze, forma:
(Exclusão do sócio)
pelos Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, a) Uma quota no valor nominal de cinco
residente em Portugal, acidentalmente em mil meticais, correspondente a Um) Um sócio pode ser excluído da socie-
Maputo; vinte e cinco por cento do capital dade nos seguintes casos:
Quarto. Mahomed Fakir Essak, casado, social, pertencente ao sócio António a) Início de procedimento de falência ou
de nacionalidade moçambicana, natural de Miguel Gago da Silva Corrêa
insolvência contra si;
Maputo, portador do Bilhete de Identidade Figueira;
b) Ordens de arresto, execuções ou
n.º 110100170367F, emitido em Maputo em b) Uma quota no valor nominal de cinco
qualquer cessão involuntária da
vinte e quatro de Abril de dois mil e dez, pela mil meticais, correspondente a vinte
quota;
Direcção Nacional de Identificação Civil, e cinco por cento do capital social,
pertencente ao sócio Fernando José c) Se uma quota for empenhada ou
residente em Maputo.
Lança Vilhena de Mendonça; arrestada sem que se tenha pro-
Pelo presente contrato de sociedade outor- cedido imediatamente ao seu
c) Uma quota no valor nominal de cinco
gam e constituem entre si uma sociedade por cancelamento;
mil meticais, correspondente a
quotas de responsabilidade limitada, que se d) Venda judicial ou venda em violação
vinte e cinco por cento do capital
regerá pelas cláusulas seguintes: social, pertencente à sócia Maria das normas relativas ao consenti-
Teresa Egídio C. de M. de S.V. de mento prévio da sociedade e direito
ARTIGO PRIMEIRO
Mendonça; e de preferência dos restantes sócios.
(Forma e firma) d) Uma quota no valor nominal de cinco Dois) Se o sócio for excluído da sociedade
mil meticais, correspondente a vinte por ter ocorrido alguma das causas acima
A sociedade adopta a forma de sociedade por
e cinco por cento do capital social, indicadas, a sociedade poderá amortizar a quota,
quotas de responsabilidade limitada e a firma
pertencente ao sócio Mahomed
Círculo Directo – Comunicação e Marketing, adquiri-la ou fazê-la adquirir por um dos sócios
Fakir Essak.
Limitada. ou por terceiros.
Dois) Mediante deliberação da assembleia
ARTIGO SEGUNDO Três) A exclusão do sócio não prejudica
22 DE AGOSTO DE 2014 2737
o dever de este indemnizar a sociedade pelos da sociedade, salvo quando todos os sócios (Competências)
prejuízos que lhe tenha causado. acordarem na escolha de outro local.
Os administrador terá todos os poderes para
Três) As reuniões deverão ser convocadas
ARTIGO NONO gerir a sociedade e prosseguir o seu objecto
por qualquer administrador ou ainda a pedido de
social, salvo os poderes e competências que
(Exoneração do sócio) um dos sócios, por meio de carta registada com
não estejam exclusivamente atribuídos por lei
aviso de recepção, com a antecedência mínima
Um) Qualquer sócio pode exonerar-se da ou pelos presentes estatutos à assembleia geral.
de quinze dias.
sociedade nos termos da lei.
Dois) O sócio que queira exonerar-se ARTIGO DÉCIMO QUARTO ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
notificará a sociedade, por escrito, da sua
(Competências da assembleia geral) (Vinculação da sociedade)
intenção de se exonerar e amortizar a quota. No
prazo de trinta dias após a referida notificação, Um) A assembleia geral delibera sobre A sociedade obriga-se:
a sociedade amortizará a quota, procederá à sua os assuntos que não estejam exclusivamente a) No caso da sociedade ser administrada
aquisição ou fará com que seja adquirida por um reservados por lei aos outros órgãos e sobre os por um administrador único, pela
sócio ou terceiro.
assuntos que por lei ou por estes estatutos sejam assinatura do administrador único;
Três) Se a sociedade não amortizar, adquirir
da sua competência, nomeadamente: b) No caso da sociedade ser administrada
ou fizer adquirir a quota por outro sócio ou
terceiro, o sócio poderá alienar a sua quota a a) Aprovação do relatório anual do pelo conselho de administração,
um terceiro, sem o consentimento prévio da conselho de administração, do pela assinatura conjunta de dois
sociedade. balanço e das contas do exercício; administradores, no âmbito dos
Quatro) O sócio só pode exonerar-se da b) Distribuição de lucros; poderes e competências que lhe
sociedade, se as suas quotas estiverem inte- c) A designação e a destituição de tenham sido conferidos; sendo uma
gralmente realizadas. qualquer membro do conselho de das assinaturas a do presidente do
administração; conselho de administração; e
ARTIGO DÉCIMO d) A remuneração dos membros dos c) Pelas assinaturas conjuntas de um
(Ónus e encargos) órgãos sociais; administrador e de um procurador,
e) Alterações dos estatutos da sociedade, nos precisos termos do respectivo
Um) Os sócios não constituirão nem auto- nomeadamente em matérias de instrumento de mandato;
rizarão que sejam constituídos quaisquer fusões, transformações, dissolução d) Até à nomeação dos membros
ónus, ou outros encargos sobre as suas quotas, e liquidação da sociedade; que irão compor o conselho de
salvo se autorizados pela sociedade, mediante
f) Aumento ou redução do capital social; administração, a sociedade será
deliberação da assembleia geral.
g) Aprovação dos termos, condições e vinculada pela assinatura do senhor
Dois) O sócio que pretenda constituir
garantias de suprimentos; António Miguel Gago da Silva
quaisquer ónus ou outros encargos sobre a
h) Aprovar a nomeação do mandatário Corrêa Figueira ou do senhor
sua quota, deverá notificar a sociedade, por
da sociedade e determinar especi- Mahomed Fakir Essak.
carta registada com aviso de recepção, dos
respectivos termos e condições, incluindo ficamente os poderes necessários
informação detalhada da transacção subjacente. para os quais é nomeado; ARTIGO DÉCIMO OITAVO
Três) A reunião da assembleia geral será i) A exclusão de um sócio;
(Exercício e contas do exercício)
convocada no prazo de quinze dias a contar da j) Amortização de quotas;
data de recepção da referida carta registada. k) Consentimento da sociedade quanto a Um) O exercício anual da sociedade coin-
cessão de quotas e, cide com o ano civil.
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO l) Outras matérias reguladas pela lei Dois) O conselho de administração deverá
comercial. preparar e submeter à aprovação da assembleia
(Órgãos sociais)
geral o relatório anual da administração, o
Constituem órgãos sociais da sociedade a ARTIGO DÉCIMO QUINTO
balanço e as contas de cada exercício, até ao
assembleia geral e o conselho de administração.
(Conselho de administração) terceiro mês do ano seguinte em análise.
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO Um) A sociedade será administrada ARTIGO DÉCIMO NONO
(Composição da assembleia geral) por um administrador único ou por um
conselho de administração composto por (Dissolução)
Um) A assembleia geral é constituída por três administradores, que podem ser pessoas
todos os sócios da sociedade. Um) A sociedade dissolve-se nos casos
estranhas à sociedade, sendo um deles o
Dois) As reuniões da assembleia geral previstos na lei ou por deliberação unânime da
presidente.
serão conduzidas por uma mesa composta assembleia geral.
Dois) Os administradores exercem os seus
por um presidente e por um secretário, os Dois) Os sócios diligenciarão para que sejam
cargos por quatro anos renováveis, mantendo-se
quais se manterão nos seus cargos até que a executados todos os actos exigidos pela lei para
nos referidos cargos até que a estes renunciem
estes renunciem ou até que a assembleia geral efectuar a dissolução da sociedade ocorrendo
ou ainda até à data em que a assembleia geral
delibere destituí-los. quaisquer casos de dissolução.
delibere destituí-los.
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO Três) Os administradores estão isentos de ARTIGO VIGÉSIMO
prestar caução.
(Reuniões e deliberações) Quatro) Até à nomeação do administrador (Liquidação)
Um) A assembleia geral reúne-se, ordina- único ou dos membros que irão compor o Um) A liquidação da sociedade será extra-
riamente, pelo menos uma vez por ano, nos conselho de administração, a administração da judicial, nos termos a serem deliberados pela
primeiros três meses depois de findo o exercício sociedade ficará a cargo dos senhores António
assembleia geral, e tendo em atenção o disposto
do ano anterior e, extraordinariamente, sempre Miguel Gago da Silva Corrêa Figueira e
na legislação em vigor.
que tal se mostre necessário. Mahomed Fakir Essak.
Dois) A sociedade poderá ser imediatamente
Dois) As reuniões terão lugar na sede ARTIGO DÉCIMO SEXTO
2738 III SÉRIE — NÚMERO 68
liquidada, mediante a transferência de todos Pelo presente contrato de sociedade outor- para o preenchimento do seu objecto social,
os seus bens, direitos e obrigações a favor gam e constituem entre si uma sociedade por bem como, com o mesmo objectivo, aceitar
de qualquer sócio desde que devidamente quotas de responsabilidade limitada, que se concessões, adquirir e gerir participações
autorizado pela assembleia geral e obtido o regerá pelas cláusulas seguintes: no capital de quaisquer sociedades,
acordo escrito de todos os credores. independentemente do respectivo objecto
ARTIGO PRIMEIRO social, ou ainda participar em empresas,
Três) Se a sociedade não for imediatamente
liquidada, nos termos do número anterior, (Denominação e sede) associações empresariais, agrupamentos
e sem prejuízo de outras disposições legais de empresas ou outras formas de associação,
Um) A sociedade adopta a denominação de
imperativas, todas as dívidas e responsabilidades desde que legalmente permitido.
Immobiliare Internacional, Limitada, e tem a
da sociedade incluindo, sem restrições, todas
sua sede na Rua da Confiança, número setenta ARTIGO QUARTO
as despesas incorridas com a liquidação e e seis, na cidade de Maputo.
quaisquer empréstimos vencidos serão pagos Dois) A sociedade pode, por deliberação (Capital social)
ou reembolsados antes de serem transferidos da administração, transferir a sua sede para Um) O capital social, integralmente subscrito
quaisquer fundos aos sócios. qualquer outro local do território nacional. e realizado em dinheiro, é de cinquenta mil
Quatro) A assembleia geral pode deliberar, Três) Por deliberação da assembleia geral, meticais e corresponde à soma de duas quotas,
por unanimidade, que os bens remanescentes a sociedade pode abrir delegações, filiais, assim distribuídas:
sejam distribuídos pelos sócios. sucursais, agências ou outras formas de repre-
sentação. a) Uma, no valor nominal de quarenta e
ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO nove mil meticais, correspondente a
ARTIGO SEGUNDO noventa e nove por cento do capital
(Omissões)
(Duração) social, pertencente à sócio Elias
Em tudo que for omisso aplicar-se-ão as Maria Mucavele;
disposições constantes do Código Comercial, A sociedade é constituída por tempo inde- b) Outra no valor nominal de mil meticais,
aprovado pelo Decreto-Lei númnero dois barra terminado, contando-se o seu início da data de correspondente a um por cento do
cinco, de vinte e sete de Dezembro e demais celebração do respectivo contrato de sociedade. capital social, pertencente à sócio
legislação aplicável e em vigor na República ARTIGO TERCEIRO Maria Isabel Mulhui.
de Moçambique. Dois) O capital social poderá ser aumentado,
(Objecto social)
Maputo, oito de Maio de dois mil e ca- mediante deliberação da assembleia geral.
torze. — O Técnico, Ilegível. Um) A sociedade tem por objecto principal Três) Os sócios têm direito de preferência
actividades relacionadas com o imobiliária, no aumento do capital social, em proporção da
nomeadamente a compra, venda, arrendamento, medida/percentagem de cada quota.
gestão de imóveis e intermediação imobiliária,
bem como a assistência técnica, assessoria, ARTIGO QUINTO
consultoria e outros serviços imobiliários. (Prestações suplementares)
Dois) A sociedade poderá ainda desenvolver
Immobiliare Internacional, outras actividades como: Não serão exigidas prestações suplemen-
Limitada a) Decoração de imóveis;
tares de capital, mas os sócios poderão fazer
b) Avaliação de imóveis; suprimentos à sociedade de acordo com os
Certifico, para efeitos de publicação, que termos e condições que forem fixadas em
c) Gestão de projectos e engenharia;
no dia catorze de Agosto de dois mil e catorze, assembleia geral.
d) Construção de edifícios e imóveis;
foi matriculada na Conservatória do Registo
e) Fiscalização de obras de construção
de Entidades Legais sob NUEL 100521989, ARTIGO SEXTO
civil e obras públicas;
uma entidade denominada Immobiliare Inter- f) Aluguer de equipamentos e materiais (Cessão e divisão de quotas)
nacional, Limitada. de construção civil;
Um) A cessão e divisão de quotas, assim
É celebrado o presente contrato de socie- g) Exploração mineira, sondagens
como qualquer outra forma de disposição de
dade, nos temos do artigo noventa do Código geológicas e geotécnicas;
quotas, carece de consentimento prévio da
Comercial, entre: h) Consultoria em estudos e desenhos
assembleia geral.
Elias Maria Mucavele, solteiro maior, de ambientais;
i) Agenciamento e representação; Dois) A sociedade goza de direito de pre-
nacionalidade moçambicana, portador do ferência na aquisição de quotas.
j) Procurement e afins;
Bilhete de Identidade n.º 110100257530C, Três) Caso a sociedade não exerça o seu
k) Comércio geral;
emitido em Maputo, aos quinze de Junho direito de preferência, este transfere-se auto-
l) Prestação de serviços.
dois mil e dez e válido até quinze de Junho maticamente para os sócios.
Três) A sociedade exercerá ainda a activi-
dois mil e quinze, residente em Maputo na Quatro) No caso de a sociedade ou os sócios
dade de importação e exportação de bens reque-
Rua da Confiança, número setenta e seis, no não chegarem a acordo sobre o preço da quota
ridos para o exercício do seu objecto.
bairro da Malhangalene; e a ceder ou a dividir, o mesmo será determinado
Quatro) Para a prossecução dos seus fins
Maria Isabel Mulhui, casada maior, de por consultores independentes e o valor que
a sociedade pode estabelecer convénios e
nacionalidade moçambicana, porta- acordos com instituições públicas ou privadas, vier a ser determinado será vinculativo para
dora do Bilhete de Identidade com nacionais ou estrangeiras, ou com organismos as partes.
o n.º 110100277972C, emitido em Maputo, internacionais. ARTIGO SÉTIMO
aos vinte e nove de Junho de dois mil e dez, e Cinco) Por deliberação da assembleia
(Amortização de quotas)
válido até vitalício, residente em Maputo, na geral, a sociedade pode participar directa
Rua Germano de Magalhães, número setenta ou indirectamente, em projectos de desen- Um) Mediante prévia deliberação da assem-
e seis, no bairro da Malhangalene. volvimento que de alguma forma concorram bleia geral, as quotas dos sócios poderão ser
22 DE AGOSTO DE 2014 2739
amortizadas no prazo de noventa noventa dias Três) A administração pode constituir repre- Papalate Multservice,
a contar do conhecimento ou verificação dos sentantes e delegar a estes os seus poderes, no Limitada
seguintes factos: todo ou em parte.
a) Se qualquer quota for penhorada, Quatro) A sociedade fica vinculada pela Certifico, para efeitos de publicação, que
empenhada, confiscada, apreendida assinatura do administrador único ou pela no dia dezoito de Agosto de dois mil e catorze,
ou sujeita a qualquer acto judicial foi matriculada na Conservatória do Registo de
assinatura de um terceiro especificamente
ou administrativo que possa obrigar Entidades Legais sob NUEL 100522624, uma
designado e a quem tenham sido delegados
a sua transferência para terceiros; entidade denominada Papalate Multservice,
poderes, nos termos definidos pela assembleia Limitada, entre:
b) Se qualquer quota ou parte for
geral.
cedida a terceiros sem observância É celebrado o presente contrato de socie-
do disposto no artigo sexto dos Cinco) Em circunstância alguma a sociedade dade, nos termos do artigo noventa do Código
presentes estatutos. ficará vinculada por actos ou documentos que Comercial entre:
não digam respeito às actividades relacionadas Leonel Manuel David Maswanganhe, casado,
Dois) O preço da amortização será pago em
não menos de seis prestações mensais, iguais com o objecto social, especialmente em letras natural de Maputo, residente em Maputo,
e sucessivas, representadas por igual número de favor, fianças e abonações. Bairro Bagamoyo, portador do Bilhete de
Seis) Até à realização da assembleia geral, a Identidade n.º 110100557692B, emitido
de títulos de crédito que vencerão juros à taxa
aos sete de Outubro de dois mil e dez, em
aplicável aos depósitos a prazo. sociedade será administrada e representada pelo
Maputo;
senhor Elias Maria Mucavele. Anchia Ismael Henrique Pacheco, casada,
ARTIGO OITAVO
natural de Maputo, residente em Maputo,
(Assembleia geral) ARTIGO DÉCIMO
Bairro Bagamoyo, portador do Bilhete de
(Balanço e distribuição de resultados) Identidade n.º 110100337124Q, emitido aos
Um) A assembleia geral reunirá ordina-
doze de Julho de dois mil e onze, em Maputo;
riamente uma vez por ano, nos primeiros três Um) O período de tributação deverá coinci-
meses depois de findo o exercício anterior para: Pelo presente contrato de sociedade outor-
dir com o ano civil (calendário). Posteriormente, gam e constituem entre si uma sociedade por
a) Apreciação, aprovação, correcção ou e, mediante aprovação das autoridades fiscais, quotas de responsabilidade limitada que se
rejeição do balanço e contas do regerá pelas cláusulas seguintes:
o período de tributação passará a coincidir com
exercício;
o da sua empresa-mãe, nomeadamente trinta ARTIGO PRIMEIRO
b) Decisão sobre a distribuição de lucros;
c) Nomeação da administração e de Junho.
Denominação e sede
determinação da sua remuneração. Dois) O balanço e as contas de resultados
fechar-se-ão e serão apresentados ao final do A sociedade adopta a denominação Papalate
Dois) A assembleia geral poderá reunir-se
ano civil ou a trinta de Junho de cada ano, Multservice, Limitada, e tem a sua sede
extraordinariamente sempre que for necessário, no bairro Bagamoyo, Célula C, quarteirão
competindo-lhe deliberar sobre quaisquer dependendo do final de ano da sociedade e serão
dezanove, casa número noventa e três, Maputo.
assuntos relativos à actividade da sociedade que submetidos à apreciação da assembleia geral.
ultrapassem a competência da administração. Três) Depois de deduzidos os encargos ARTIGO SEGUNDO
Três) É da exclusiva competência da gerais, repagamentos e outros encargos dos Duração
assembleia geral deliberar sobre a alienação dos resultados líquidos apurados em cada exercício,
principais activos da sociedade. A sua duração será por tempo indetermi-
serão deduzidos os montantes necessários para a
Quatro) A assembleia geral poderá ser nado, contando o seu início a partir da data da
criação dos seguintes fundos de reserva: constituição.
convocada pelo administrador da sociedade, por
meio de telex, fax, telegrama ou carta registada a) Vinte por cento para uma reserva
ARTIGO TERCEIRO
com aviso de recepção, com uma antecedência legal, até vinte por cento do valor
Objecto
mínima de quinze quinze dias, salvo nos casos do capital social, ou sempre que seja
em que a lei exija outras formalidades. necessário reintegrá-lo; e Um) A sociedade tem por objecto a presta-
Cinco) Os sócios poderão fazer-se representar b) Outras reservas que a sociedade possa ção de serviços nas áreas de microfinanças,
nas assembleias gerais, mediante simples carta necessitar, de tempos em tempos. agenciamento e logística.
para esse fim dirigida ao presidente da mesa da Dois) A sociedade poderá adquirir parti-
Quatro) O remanescente será, discricio- cipação financeira em sociedades a constituir
assembleia geral.
nariamente, distribuído ou reinvestido nos ou já constituídas, ainda que tenham objecto
ARTIGO NONO termos a deliberar pela assembleia geral. social diferente do da sociedade.
Três) A sociedade poderá exercer quais-
(Administração e representação ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO quer outras actividades desde que para o efeito
da sociedade) esteja devidamente autorizada nos termos da
(Disposições finais) legislação em vigor.
Um) A sociedade será dirigida e represen-
tada por um administrador, eleito em assembleia Um) A sociedade dissolve-se nos casos ARTIGO QUARTO
geral. previstos na lei.
Dois) Compete ao administrador exercer os Capital social
Dois) A liquidação da sociedade depende de
mais amplos poderes, representando a sociedade aprovação da assembleia geral. O capital social, integralmente subscrito e
em juízo e fora dela, activa ou passivamente, e realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais,
Três) Os casos omissos serão regulados pela
praticando todos os actos tendentes à realização sendo setenta por cento participado pelo sócio
legislação moçambicana.
do objecto social que a lei ou os presentes Leonel Manuel David Maswanganhe, e trinta
estatutos não reservem exclusivamente à Maputo, dezoito de Agosto de dois mil e ca- por cento participado pela sócia Anchia Ismael
assembleia geral. torze. — O Técnico, Ilegível. Henrique Pacheco.
2740 III SÉRIE — NÚMERO 68
ARTIGO QUINTO ARTIGO DÉCIMO ponsabilidade limitada, com sede na Avenida
Armando Tivane, número duzentos e quarenta
Divisão e cessão de quotas Casos omissos
e cinco, cidade da Maputo.
Um) Sem prejuízo das disposições legais Os casos omissos serão regulados pela Dois) Por decisão dos sócios, a sociedade
em vigor, a cessão ou alienação total de quotas legislação comercial vigente e aplicável na pode constituir transferir ou extinguir estabe-
República de Moçambique. lecimentos, sucursais, filiais, delegações ou
deverá ser de consentimento dos sócios,
qualquer outra forma de representação social
gozando estes de direito de preferência. Maputo, quinze de Agosto de dois mil e ca-
dentro do território nacional ou no estrangeiro.
Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios torze. — O Técnico, Ilegível.
Três) Mediante simples deliberação, pode
mostrarem interesse pela quota cedente, este o conselho de administração transferir a sede
decidirá a sua alienação aquém e pelos preços para qualquer outro local no território nacional.
que melhor entendem, gozando o novo sócio
dos direitos correspondentes a sua participação ARTIGO SEGUNDO
na sociedade. LOK – Gestão de Projectos, (Duração)
Limitada
ARTIGO SEXTO A duração da sociedade é por um tempo
Certifico, para efeitos de publicação, que indeterminado, contando desde a data da sua
Administração no dia catorze de Agosto de dois mil e catorze, constituição.
Um) A administração e gestão da sociedade foi matriculada na Conservatória do Registo
de Entidades Legais sob NUEL 100521563, ARTIGO TERCEIRO
e sua representação em juízo e fora dele, activa e
uma entidade denominada LOK – Consultoria (Objecto)
passivamente, passam desde já a cargo do sócio
e Gestão Sociedade Unipessoal, Limitada.
Leonel Manuel David Maswanganhe. Um) A sociedade tem por objecto:
Dois) A sociedade ficará obrigada pela É celebrado o presente contrato de socie-
dade nos termos do artigo noventa do código a) Gestão de projectos imobiliários,
assinatura de um gerente ou procurador gestão de obras de construção civil,
comercial entre:
especificamente constituido pela gerência, pontes e estradas, fiscalização,
nos termos e limites específicos do respectivo Primeira. ONK – Consultoria e Gestão
prestação de serviços na área de
Sociedade Unipessoal, Limitada, sociedade por imobiliária e construção;
mandato.
quotas de Direito moçambicano, com sede na b) Prestação de serviços, comércio por
Três) É vedado a qualquer dos gerentes
Avenida Armando Tivane, cidade de Maputo, grosso e a retalho de material de
ou mandatário assinar em nome da sociedade
com o capital social de dez mil meticais, construção de escritório, equipa-
quaisquer actos ou contratos que digam respeito matriculada junto da Conservatória de Registo mentos e material eléctrico.
a negócios estranhos a mesma. das Entidades Legais sob o n.º 100485206 e
Quatro) Os actos de mero expediente poderão Dois) A sociedade poderá exercer outras
titular do NUIT 400529655, representada neste
ser individualmente assinados por empregados actividades subsidiárias ou complementares do
acto pela senhora Marisa Paloma Branco Rôla,
seu objecto principal, desde que devidamente
da sociedade devidamente autorizados pela com poderes conferidos para tal conforme acta
autorizadas.
gerência. da assembleia geral extraordinária, número um
barra dois mil e catorze; ARTIGO QUARTO
ARTIGO SÉTIMO
Segunda. Karingana Comunição – Sociedade
Unipessoal, Limitada, sociedade por quotas de (Capital social)
Assembleia geral
Direito Moçambicano, com sede na Avenida Um) O capital social, é de noventa mil
Um) A assembleia geral reúne-se ordina- Julius Nyerere, número quatrocentos e dezas- meticais, correspondem à soma de três quotas
riamente uma vez por ano para apreciação e seis, sexto andar, cidade de Maputo, com o organizadas da seguinte maneira:
aprovação do balanço e contas do exercício capital social de mil meticais, matriculada a) Uma quota no valor de trinta mil
findo e repartição de lucros e perdas. junto da Conservatória de Registo das Enti- meticais, pertencente à sócia ONK
Dois) A assembleia geral poderá reunir- dades Legais sob o n.º 100162040 e titular – Consultoria e Gestão Sociedade
-se extraordinariamente quantas vezes forem do NUIT 400269866, representada neste acto Unipessoal, Limitada;
necessárias desde que as circunstâncias assim o pelo senhor Joel Soares Prista, sócio única da b) Uma quota no valor de trinta mil
exijam para deliberar sobre quaisquer assuntos empresa; meticais, pertencente ao sócio
que digam respeito á sociedade. Terceira. Lomasul Sociedade Unipessoal, Karingana Comunicação Sociedade
Limitada, sociedade por quotas de Direito Unipessoal, Limitada;
ARTIGO OITAVO Moçambicano, com sede na Avenida Armando c) E uma quota no valor de trinta mil
Tivane, número cento e noventa e seis, cidade meticais, pertencente ao sócio
Herdeiros de Maputo, com o capital social de dez mil Lomasul Sociedade Unipessoal,
Em caso de morte, interdição ou inabilitação meticais, matriculada junto da Conserva- Limitada.
de um dos sócios, os herdeiros assumem tória de Registo das Entidades Legais sob Dois) A assembleia geral poderá decidir
o n.º 100480115, e titular do NUIT 400524459, sobre o aumento do capital social, definindo
automaticamente o lugar na sociedade com
representada neste acto pela senhora Marisa as modalidades, termos e condições da sua
dispensa de caução, podendo estes nomear seus
Paloma Branco Rôla, sócia única da empresa. realização.
representantes se assim o entenderem, desde
O qual se regerá pelos termos e condições
que obedeçam ao preceituado nos termos da lei. ARTIGO QUINTO
seguintes:
ARTIGO NONO (Prestações suplementares)
ARTIGO PRIMEIRO
Dissolução Não serão exigíveis prestações suplemen-
(Denominação e sede)
tares do capital social, mas os sócios poderão
A sociedade só se dissolve nos termos fixa- Um) A sociedade passa a denominar-se LOK conceder a sociedade os suprimentos de que
dos pela lei ou por comum acordo dos sócios – Gestão de Projectos, Limitada, constituída necessite, nos termos e condições fixados por
quando assim o entenderem. sob forma de sociedade por quotas de res- deliberação da assembleia geral.
22 DE AGOSTO DE 2014 2741
ARTIGO SEXTO É celebrado o presente contrato sociedade Dois) Os casos omissos em tudo o que for
nos termos do artigo noventa do Código omisso regularão as disposições legais vigentes
(Administração e gerência)
Comercial, entre: em Moçambique.
Um) A administração e gerência da sociedade Albino Fabião Mateus Matule, casado, nacio- Em tudo que fica omisso será regulado
são exercidas por Marisa Paloma Branco Rôla, nalidade moçambicana portador do Bilhete por lei da sociedade vigente na República
desde já nomeada directora-geral da sociedade. de Identidade n.º 110100996323C, emitido de Moçambique.
Dois) A sociedade obriga-se pela assinatura aos vinte e quatro de Março de dois mil e Maputo, dezoito de Agosto de dois mil
do director-geral e de um administrador. onze, pelo Arquivo de Identificação Civil e catorze. — O Técnico, Ilegível.
Três) A sociedade poderá nomear por de Maputo, residente no bairro Central
meio de procuração dos sócios mandatários em Maputo.
ou procurados da mesma para a prática de Pelo presente contrato escrito particular
determinados actos ou categorias de actos. constitui, uma sociedade unipessoal, que se
Quatro) Nos actos e documentos de mero regerá pelas cláusulas seguintes: Pro-Air – Sociedade
expediente é suficiente a assinatura do director- Unipessoal, Limitada
ARTIGO PRIMEIRO
-geral ou do mandatário da sociedade com Certifico, para efeitos de publicação, que por
poderes bastantes para o acto. (Denominação e duração) escritura dodia treze de Agosto de dois mil e
catorze, exarada de folhas trinta e cinco a trinta e
ARTIGO SÉTIMO Um) A sociedade adopta a denominação de sete do livro A traço sete, exarada de folhas trinta
Khauleza Construções e Serviços – Sociedade e cinco a trinta e sete, nesta cidade da Matola
(Balanço e prestação de contas) Unipessoal, Limitada, é uma sociedade e no Balcão de Atendimento Único, perante
Um) O ano fiscal coincide com o ano civil. comercial unipessoal. mim, Elsa Fernando Venhereque Machacame,
Dois) A sociedade constitui-se por tempo licenciada em Direito, conservadora e notária,
Dois) O balanço e a conta de resultados
indeterminado, contando apartir da data de no referido balcão, foi na Pro-Air – Sociedade
fecham a trinta e um de Dezembro de cada ano, Unipessoal, Limitada, de Royeppen Venkatasen
celebração do presente contrato.
e carecem de aprovação dos sócios, a realizar-se Chetty, elevado o capital social alteração do
até trinta e um de Março do ano seguinte. ARTIGO SEGUNDO pacto social, passando a ter a seguinte nova
redacção:
ARTIGO OITAVO (Sede)
ARTIGO PRIMEIRO
(Fusão, cessão transformação dissolução A sociedade tem a sua sede no bairro
Cental Avenida Ahmed Sekou Touré, número Denominação e duração
e liquidação da sociedade)
dois mil e duzentos e noventa, rés-do-chão, Um) Pro-Air – Sociedade Unipessoal,
Um) Os sócios podem decidir sobre fusão, podendo abrir sucursais, delegações, agências Limitada, é uma sociedade por quotas de
cessão de quota única transformação, dissolução ou qualquer outra forma de representação social responsabilidade limitada, com a duração por
e liquidação da sociedade, nas condições que onde e quando a gerência o julgar conveniente. tempo indeterminado, que reger-se-á pelo
lhe aprove e de acordo com o formalismo legal presente pacto social e demais legislações
em vigor. ARTIGO TERCEIRO aplicáveis na República de Moçambique.
Dois) Na eventualidade de declarada a Dois) A Pro-Air, Limitada, é uma sociedade
(Objecto) por quotas de responsabilidade limitada,
dissolução da sociedade, proceder-se-á a sua
A sociedade tem por objecto: constituída por tempo indeterminado, que reger-
liquidação, gozando os liquidatários nomeados se-á pelo presente estatuto e preceitos legais
pelos sócios mais amplos poderes para o efeito. a) A construção civil e obras públicas; aplicáveis na legislação moçambicana.
b) Expediente, turismo, transporte
ARTIGO NONO aluguer de materiais de coferagem, ARTIGO SEGUNDO
(Disposições finais) betoneiras e outros. Sede

As omissões aos presentes estatutos serão ARTIGO QUARTO Um) A sociedade tem a sua sede na rua da
reguladas e resolvidas de acordo com o Código Mozal quarteirão seis casa número dez barra
(Capital social) E, Bairro de Mussumbuluco, cidade da Matola,
Comercial em vigor no país.
O capital social, integralmente subscrito e província do Maputo.
Maputo, dezoito de Agosto de dois mil Dois) A sociedade poderá transferir a
realizado em dinheiro é de vinte mil meticais,
e catorze. — O Técnico, Ilegível. sua sede, abrir ou encerrar, sucursais, dele-
corresponde a uma quota de igual valor nomi-
gações, agências ou qualquer outra forma de
nal, pertencente ao sócia Albino Fabião Mateus representação em qualquer ponto do território
Matule. nacional e ou no estrangeiro, quando deliberado
ARTIGO QUINTO em assembleia geral.

Khauleza Construções (Administração) ARTIGO TERCEIRO


e Serviços – Sociedade A administração da sociedade será exercida Objecto social
Unipessoal, Limitada por Albino Fabião Matule que desde já fica Um) O objecto da empresa é o serviço
nomeado administrador. activo em:
Certifico, para efeitos de publicação, que
a) Prestação de serviços;
no dia oito de Julho de dois mil e catorze, foi ARTIGO SEXTO b) Venda e montagem de ar-condicio-
matriculada na Conservatória do Registo de nado, sistemas de refrigeração,
(Dissolução e liquidação)
Entidades Legais sob NUEL 100518791, uma sistemas de ventilação, e climati-
entidade denominada Khauleza Construções Uma) A sociedade dissolve-se nos casos e zação, sistemas eléctricos e instala-
e Serviços – Sociedade Unipessoal, Limitada. nos termos estabelecidos por lei (omissões). ções;
2742 III SÉRIE — NÚMERO 68
c) Elaboração de projectos de clima- ARTIGO SEXTO de Entidades Legais son NUEL 100519763,
tização, ventilação, refrigeração e uma entidade denominada Maslow Company
Gerência
de electricidade; Service, Limitada, entre:
d) Reparação e manutenção de ar- Um) A administração, gerência e sua
Stélio Luís Pinto, de nacionalidade moçam-
representação, será exercida pelo sócio
-condicionado, sistemas de venti- bicana, natural de Maputo, portador do
Royeppen Venkatasen Chetty, que desde já
lação e climatização, e de sistemas Bilhete de Identidade n.º 110101510982B,
é designado director-geral, com dispensa de
eléctricos e instalações; caução. emitido aos pelo Arquivo de Identificação
e) Montagem e reparação de redes de Dois) Compete ao director-geral, exercer os Civil de Maputo aos vinte e dois de Setembro
canalização; mais amplos poderes, representando a sociedade de dois mil e onze e válido até vinte e dois
f) Elaboração de estudos, projectos e em juízo e fora dele, activa e passivamente Setembro de dois mil e dezasseis, residente
consultoria, não só como também, e praticar todos e demais actos tendentes á na cidade de Maputo; e
na área das actividades nas alíneas realização do objecto social, que a lei e os Hélder Lopes António Chissano, de nacio-
presentes estatutos não reservem á assembleia nalidade moçambicana, natural de
anteriores;
geral. Maputo, portador do Bilhete de Identidade
g) Comercialização de bens e serviços;
Três) O director-geral, em caso de neces- n.º 110100895135P, emitido pelo Arquivo
h) Importação e exportação de todo o sidade, poderá delegar poderes bem como
tipo de ar-condicionado, meios de Identificação Civil de Maputo aos vinte
constituir mandatários, gerentes nos termos
e três Fevereiro de dois mil e onze, e válido
para montagem de sistemas de estabelecidos pela lei das sociedades comerciais
até vinte e três de Fevereiro de dois mil e
ventilação, refrigeração, clima- por quotas.
dezasseis, residente na cidade de Maputo.
tização, eléctricos e de canalização. ARTIGO SÉTIMO
Que pelo presente contrato de sociedade que
Dois) A sociedade poderão importar
Obrigações da sociedade outorga e constitui uma sociedade por quotas
qualquer tipo de produtos, materiais, ou equi-
de responsabilidade limitada denominada que
pamentos necessários à prossecução do seu A sociedade fica obrigada:
se regerá pelos artigos seguintes.
objecto principal. a) Pela assinatura do sócio gerente;
Três) Contratação eléctrica, mecânica e b) Pela assinatura do procurador, dentro ARTIGO PRIMEIRO
reticulação. dos limites fixados pelo sócio ge-
rente. (Denominação e duração)
Parágrafo único. A sociedade poderá praticar
qualquer outro acto de natureza lucrativa ARTIGO OITAVO A sociedade adopta a denominação Maslow
não proibida por lei desde que devidamente Company Service, S.A., sociedade comercial
Prestações suplementares por quotas de responsabilidade limitada, criada
autorizada.
Quatro) O objecto da empresa poderá ser Não haverá lugar a prestações suplemen- por tempo indeterminado e que se rege pelo
modificada, mediante resolução dos sócios, tares de capital, mas o sócio poderá efectuar a presente estatuto e pelos preceitos legais em
pela empresa. sociedade às prestações de que a mesma carecer. vigor na República de Moçambique.
Cinco) A sociedade poderá, mediante ARTIGO NONO ARTIGO SEGUNDO
deliberação dos sócios, associar-se a outras
Dissolução e liquidação (Sede)
empresas quer participando no seu capital,
quer em regime de participação não societária Um) A sociedade dissolve-se nos termos Um) A sociedade tem a sua sede social
de interesses, segundo quaisquer modalidades da lei. na Avenida Milagre Mabote, número cento e
admitidas por lei. Dois) No acto de dissolução o sócio será quarenta e três, Distrito Municipal Kampfumo,
liquidatário.
nesta cidade de Maputo.
ARTIGO QUARTO ARTIGO DÉCIMO Dois) Mediante simples deliberação da
Capital social Disposições gerais
administração, a sociedade pode autorizar, a
deslocação da sede dentro do território nacional,
Um) O capital social subscrito em dinheiro Um) O exercício social coincide com o ano cumprindo os necessários requisitos legais.
é de três milhões de meticais, representativos civil.
de cem por cento do capital social, e pertencente Dois) O balanço e contas de resultados ARTIGO TERCEIRO
ao sócio Royeppen Venkatasen Chetty. fechar-se-ão com referência a trinta e um de
Dezembro de cada ano e serão submetidas á (Objecto)
Dois) O capital pode ser elevado ou redu-
apreciação da sociedade. Um) A sociedade tem por objecto a pres-
zido, uma ou mais vezes.
Três) Os casos omissos serão regulados pela tação de serviços e actividades nas seguintes
ARTIGO QUINTO lei vigente na República de Moçambique.
áreas:
Esta conforme. a) Actividade de comércio a grosso;
Cessão de quotas
A Técnica, Ilegível. b) Importação e exportação;
Um) A cessão de quotas a estranhos de- c) Livraria, papelaria, encadernação e
pende de prévio e expresso consentimento da artigos de escritório.
sociedade. Dois) A sociedade poderá, mediante deli-
Dois) No caso de a sociedade e nem o sócio beração da assembleia geral, exercer outras
pretender usar o direito de preferência, nos Maslow Company Service, actividades conexas ou complementares ao
sessenta dias subsequentes a colocação da quota
S.A.
seu objecto principal, agindo em nome próprio
á disposição, poderá o sócio cedente cedê-la Certifico, para efeitos de publicação, que no ou em representação de terceiros, nacionais
a quem entender e nas condições em que a dia catorze de Agosto de dois mil e catorze, ou estrangeiros, e desde que para tal obtenha
oferecer á sociedade. foi matriculada na Conservatória do Registo aprovação das entidades competentes.
22 DE AGOSTO DE 2014 2743
ARTIGO QUARTO ARTIGO DÉCIMO Dois) A sociedade podera adquirir partici-
(Capital social) pação financeira em sociedade a constituir ou
(Disposições finais)
já constituída, ainda que tenham objecto social
Um) O capital social, integralmente subs- Um) A sociedade só se dissolve nos casos diferente do da sociedade.
crito e realizado em dinheiro, é de vinte previstos na lei. Três) A sociedade poderá exercer quaisquer
mil meticais, correspondente a duas quotas,
Dois) A liquidação da sociedade será reali- outras actividades desde que para o efeito
distribuídas nos seguintes termos:
zada nos termos deliberados em Assembleia esteja devidamente autorizada nos termos da
Dois) Uma quota com valor nominal de dez
mil meticais, correspondente a cinquenta por Geral. legislação em vigor.
cento do capital social, pertencente ao sócio ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO CAPÍTULO II
Stélio Luís Pinto.
Três) Uma quota com valor nominal de dez (Eleições) Do capital social
mil meticais, correspondente a cinquenta por
Um) A primeira assembleia geral será convo- ARTIGO QUARTO
cento do capital social, pertencente ao sócio
Hélder Lopes António Chissano. cada por um dos sócios fundadores.
Capital social
Dois) Os membros dos órgãos sociais são
ARTIGO QUINTO eleitos cada três anos, sendo sempre permitida O capital social, integralmente subscrito e
a sua reeleição. realizado em dinheiro, é de dez mil meticais,
(Assembleia Geral)
Maputo, quinze de Agosto de dois mil pertencente ao sócio Henriques Natal
Um) A Assembleia Geral se reunirá ordina- Chongo, com o valor de cinco mil meticais,
e catorze. — O Técnico, Ilegível.
riamente nos primeiros três meses imediatos correspondente a cinquenta por cento do capital;
ao início de cada exercício para apreciação, e o sócio Elisio Luciano Banze, com o valor de
aprovação ou modificação do balanço e
cinco mil meticais, correspondente a cinquenta
contas do exercício e para deliberar sobre
por cento do capital.
quaisquer assuntos que tenha sido convocada.
Dois) A Assembleia Geral se reunirá por B. Chongo Contabilidade ARTIGO QUINTO
iniciativa dos dois sócios ou da administração, e Serviços, Limitada
convocada por meio de carta registada, com Aumento do capital
aviso de recepção dirigido a todos sócios, com Certifico, para efeitos de publicação, que
por escritura de dezassete de Julho de dois mil O capital social poderá ser aumentado ou
antecedência mínima de quinze dias, e devendo
e catorze, exarada a folhas cento e dezanove à diminuido quantas vezes forem necessárias
a convocatória indicar o dia, a hora, o local e a
ordem de trabalhos da reunião. cento e vinte do livro de notas para escrituras desde que a assembleia geral delibere sobre
diversas número trezentos e trinta traço D, do o assunto.
ARTIGO SEXTO
Segundo Cartório Notarial de Maputo, perante ARTIGO SEXTO
(Cessão e divisão de quotas) mim, Ricardo Moresse, licenciado em Direito,
Divisão e cessação de quotas
Um) A cessão de quotas total ou parcial técnico superior dos registos e notariado N1 e
entre os sócios ou a terceiros é ineficaz em notário do referido cartório, foi constituída uma Um) Sem prejuízo das disposições em vigor
relação à sociedade enquanto não for registada sociedade entre Henrique Natal Chongo e Elísio a cessão ou alienação de toda a parte de quotas
e comunicada à mesma por escrito. Luciano Banze, que regerá a seguinte redacção: deverá ser do conhecimento dos sócios gozando
Dois) A sociedade em primeiro lugar e estes do direito de preferência.
os sócios em segundo, gozam do direito de CAPÍTULO I Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios
preferência na cessão de quotas a terceiros. Da denominação e sede mostrarem interesse pela quota cedente, estes
decidirão a sua alienação a quem e pelos preços
ARTIGO SÉTIMO ARTIGO PRIMEIRO que melhor entender, gozando o novo sócio dos
(Amortização de quotas) Denominação e sede direitos correspondentes a sua participação na
sociedade.
A sociedade, mediante prévia deliberação da A sociedade adopta a denominação de B.
Assembleia Geral, poderá amortizar as quotas CAPÍTULO III
Chongo Contabilidade e Serviços, Limitada, e
dos sócios no prazo de noventa dias, a contar
tem a sua sede na Avenida Ahmed Sekou Toure, Da administração
do conhecimento da ocorrência dos seguintes
factos: número dois mil e dezassete, Bairro Central,
ARTIGO SÉTIMO
Posto Administrativo de Kampfumo, Município
ARTIGO OITAVO de Maputo, Moçambique. Administração
(Assembleia geral)
ARTIGO SEGUNDO Um) A administracao e gestão da sociedade
A Assembleia Geral ordinária reunir-se-á, e sua representação em juízo e fora dele, activa
uma vez por ano, nos primeiros três meses Duração e passivamente, passam desde já a cargo do
depois de findo o exercício anterior, para: A sua duração será por tempo indetermi- sócio Henriques Natal Chongo, como sócio
nado, contando-se o seu início a partir da data administrador e com plenos poderes.
ARTIGO NONO
da constituição. Dois) O administrador tem plenos poderes
(Conselho de gerência) para nomear mandatários a sociedade, confe-
A administração e representação da socie- ARTIGO TERCEIRO rindo os necessários poderes de representação.
dade competem a um conselho de gerência, Três) A sociedade ficará obrigada pela
Objecto
composto por um máximo de três membros e assinatura de um administrador ou procurador
um mínimo de um, eleitos em Assembleia Geral. Um) A sociedade tem por objecto a pres- especialmente constituido pela administração,
A administração da sociedade será exercício tação de serviços de contabilidade e recursos nos termos e limites específicos do respectivo
pelo sócio senhor Stélio luís pinto. humanos. mandato.
2744 III SÉRIE — NÚMERO 68
Quatro) É vedado a qualquer dos admi- em Direito, técnica superior dos registos e CAPÍTULO II
nistradores ou mandatários assinar em nome notariado N1 e notária em exercício no referido
Do capital social
da sociedade quaisquer actos ou contratos que cartório, constituída entre Hulesh Vrajalal e
digam respeito a negócios estranhos a mesma, Manish Vimalchandra Karsandás Kotecha, ARTIGO QUINTO
tais como letras a favor, fianças, avales ou uma sociedade por quotas de responsabilidade
limitada denominada, MH, Tax & Legal, (Capital social)
abonações.
Cinco) Os actos de mero expediente poderão Limitada, com sede em Maputo, que se regerá O capital social, integralmente realizado em
ser individualmente assinados por empre- pelas cláusulas constantes dos artigos seguintes.
espécie, é de dez mil meticais e corresponde à
gados da sociedade devidamente autorizados soma de duas quotas assim distribuídas:
CAPÍTULO 1
pela administração.
a) Uma quota no valor de cinco mil
Da denominação, duração, sede
ARTIGO OITAVO e objecto meticais subscrita pelo sócio
Hulesh Vrajalal, correspondente a
Assembleia geral ARTIGO PRIMEIRO cinquenta porcento cinquenta por
Um) Assembleia geral reúne-se ordina- (Denominação e duração) cento do capital social;
riamente uma vez por ano para apreciação e b) E a outra quota no valor de cinco
aprovação do balanço e contas do exercício MH, Tax & Legal, Limitada, adiante desig-
mil meticais, subscrita pelo sócio
findo, a repartição de lucros e perdas. nada por sociedade, é uma sociedade comercial
Manish Vimalchandra Karsandás
Dois) A assembleia geral poderá reunir- por quotas, de responsabilidade limitada,
constituída por tempo indeterminado e que se Kotecha, correspondente a cin-
-se extraordinariamente quantas vezes forem quenta por cento do capital social.
necessárias desde que as circunstâncias assim o rege pelos presentes estatutos e pelos preceitos
legais aplicáveis.
exijam para deliberar sobre quaisquer assuntos ARTIGO SEXTO
que digam respeito a sociedade. ARTIGO SEGUNDO (Prestações suplementares e suprimentos)
CAPÍTULO IV (Sede)
Não serão exigíveis prestações suplemen-
Das disposições Um) A sociedade tem a sua sede na cidade tares de capital podendo, porém, os sócios
de Maputo, podendo abrir sucursais, dele- conceder à sociedade os suprimentos de que
ARTIGO NONO gações, agências ou qualquer outra forma de necessite, nos termos e condições fixados por
Dissolução representação social onde e quando o conselho deliberação do conselho de gerência.
de gerência o julgar conveniente.
A sociedade só se dissolve nos termos fixa-
Dois) Mediante simples deliberação, pode ARTIGO SÉTIMO
dos pela lei ou por comum acordo dos sócios o conselho de gerência transferir a sede para
quando assim o entenderem. qualquer outro local do território nacional. (Divisão, oneração e alienação de quotas)

ARTIGO DÉCIMO Um) A divisão e a cessão de quotas,


ARTIGO TERCEIRO
bem como a constituição de quaisquer ónus
Herdeiros
(Objecto) ou encargos sobre as mesmas, carecem de
Em caso de morte, interdição ou inabilitação Um) A sociedade tem por objecto principal autorização prévia da sociedade, dada por
de um dos sócios, os seus herdeiros assumem o exercício das seguintes actividades: deliberação da respectiva assembleia geral.
automaticamente o lugar na sociedade com Dois) O sócio que pretenda alienar a sua
a) Prestação de serviços na área de conta-
dispensa de caução, podendo estes nomear seus quota informará à sociedade, com um mínimo
bilidade, auditoria e fiscalidade;
representantes se assim o entenderem, desde de quinze dias de antecedência, por carta, dando
b) Consultoria e assessoria técnica;
que obedeça o preceituado nos termos da lei. a conhecer o projecto de venda e as respectivas
c) Agenciamentos;
d) Representações; condições contratuais.
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
e) Gestão de projectos; Três) Gozam do direito de preferência na
Casos omissos f) Serviços de informática. aquisição da quota a ser cedida, a sociedade
Os casos omissos serão regulados pela Dois) A sociedade poderá desenvolver outras e os restantes sócios proporcionalmente à sua
lesgilação vigente e aplicável na República actividades, subsidiárias ou complementares participação no capital social, por esta ordem.
de Moçambique. do seu objecto principal, desde que devida- Quatro) Quando algum dos sócios quiser
Está conforme. mente autorizadas. ceder parte ou totalidade da sua quota ou os
direitos a ela inerentes a um terceiro adquirente,
Maputo, vinte e cinco de Julho de dois mil ARTIGO QUARTO
o outro sócio terá também o direito de ceder
e catorze. — A Técnica, Ilegível.
(Participação em empreendimentos) em termos proporcionais à sua participação no
capital social a parte ou totalidade da sua quota
Mediante deliberação do respectivo
conselho de gerência, poderá a sociedade ou os direitos a ela inerentes, conforme o caso,
participar, directa ou indirectamente, em nos mesmos termos e condições e ao mesmo
MH, Tax & Legal, Limitada projecto de desenvolvimento que de alguma terceiro adquirente.
forma concorram para o preenchimento do
Certifico, para efeitos de publicação, que por seu objecto social, bem como, com o mesmo ARTIGO OITAVO
escritura pública de sete de Agosto de dois mil e objectivo, aceitar concessões, adquirir e (Nulidade da divisão, cessão ou oneração
catorze, lavrada de folhas setenta e seis a folhas gerir participações no capital de quaisquer de quotas)
oitenta e três do livro de notas para escrituras sociedades, independentemente do respectivo
diversas número quatrocentos e dezanove, traço objecto social, ou ainda participar em empresas, É nula qualquer divisão, cessão, alienação
A, do Quarto Cartório Notarial de Maputo associações empresariais, agrupamentos de ou oneração de quotas que não observe o
perante Batça Banu Amade Mussa, licenciada empresas ou outras formas de associação. preceituado no artigo anterior.
22 DE AGOSTO DE 2014 2745
ARTIGO NONO Três) As deliberações da assembleia geral ARTIGO DÉCIMO QUINTO
são tomadas por maioria simples dos votos
(Amortização de quotas) (Resultados e sua aplicação)
presentes ou representados excepto nos casos
A sociedade pode amortizar quotas, pelo seu em que a lei ou os estatutos exijam maioria Um) Dos lucros apurados em cada exercício
valor nominal, no prazo de sessenta dias a contar qualificada. deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem
dos seguintes factos e nos seguintes casos: legal estabelecida para a constituição do fundo
Quatro) Será necessária a maioria qualificada
de reserva legal, enquanto se não encontrar
a) Acordo com o respectivo titular; de três quartos dos votos correspondentes
realizada nos termos da lei, ou sempre que for
b) Se a quota for arrestada, arrolada ou ao capital social para aprovar deliberações necessário reintegrá-la.
penhorada; relativas a: Dois) A parte restante dos lucros será apli-
c) Em caso de falência do sócio; cada nos termos que forem aprovados pela
a) Aumento ou redução do capital social;
d) Em caso de dissolução ou morte do assembleia geral.
b) Cessão de quota;
sócio.
c) Fusão ou dissolução da sociedade;
ARTIGO DÉCIMO SEXTO
CAPÍTULO III d) Quaisquer alterações aos estatutos da
sociedade. (Dissolução e liquidação da sociedade)
Dos órgãos sociais, gerência
e representação da sociedade Um) A sociedade dissolve-se nos termos
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO fixados na lei.
ARTIGO DÉCIMO (Gerência) Dois) Declarada a dissolução da sociedade,
proceder-se-á à sua liquidação gozando os
(Assembleia geral) Um) A gerência da sociedade é exercida pelo liquidatários, nomeados pela assembleia geral,
Um) A assembleia geral reúne-se ordina- conselho de gerência, composto por membros a dos mais amplos poderes para o efeito.
riamente na sede social, uma vez por ano, para nomear pela assembleia geral. Três) Dissolvendo-se por acordo dos sócios,
apreciação do balanço anual das contas e do Dois) Os membros do conselho de gerência todos eles serão seus liquidatários.
exercício e, extraordinariamente, sempre que da sociedade estão dispensados de caução.
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
for necessário para deliberar sobre quaisquer Três) A sociedade obriga-se pela assinatura
outros assuntos para que tenha sido convocada. conjunta de dois dos sócios nos seus diversos (Disposições finais)
Dois) A assembleia geral será convocada actos. Os casos omissos serão regulados pelas
por qualquer um dos sócios, por comunicação Quatro) Em assuntos e actos de mero disposições aplicáveis na República de
escrita dirigida e remetida a todos os sócios expediente é suficiente a assinatura do Moçambique.
da sociedade com a antecedência mínima de director-geral ou de qualquer outro empregado Está conforme.
cinco dias, dando-se a conhecer a ordem de devidamente autorizado para tal em virtude
trabalhos e a informação necessária à tomada Maputo, catorze de Agosto dois mil e ca-
das suas funções. torze. — O Técnico, Ilegível.
de deliberação, quando seja esse o caso.
Cinco) O conselho de gerência terá todos
Três) Serão dispensadas as formalidades
os poderes necessários à administração dos
da convocação da reunião da assembleia geral
negócios da sociedade.
quando todos os sócios concordem, por escrito,
Seis) O conselho de gerência poderá
em dar como validamente constituída a reunião, Matimba Trading
bem como também concordem, por esta forma, constituir procuradores, representantes ou – Sociedade Unipessoal,
em que se delibere, considerando válidas, nessas mandatários da sociedade para a prática de Limitada
condições, as deliberações tomadas, ainda actos determinados ou categorias de actos ou
determinados negócios ou espécie de negócios. Certifico, para efeitos de publicação, que
que fora da sede social em qualquer ocasião e
Sete) É vedado aos membros do conselho de no dia quinze de Julho de dois mil e catorze,
qualquer que seja o seu objecto.
foi matriculada na Conservatória do Registo
gerência obrigar a sociedade em fianças, letras,
de Entidades Legais sob NUEL 100522101,
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO livranças, e outros actos, garantias e contratos uma entidade denominada Matimba Trading
(Representação em assembleia geral) estranhos ao social. – Sociedade Unipessoal, Limitada.
Nos termos do artigo noventa do Código
Os sócios podem fazer-se representar na CAPÍTULO IV
Comercial, Moisés Alberto Timana, solteiro,
assembleia geral por outros sócios, mediante natural de Manhiça, de nacionalidade
Das disposições gerais
poderes para esse efeito conferidos por moçambicana e residente da cidade de
procuração, carta, telecópia ou telex. ARTIGO DÉCIMO QUARTO Maputo, portador do Bilhete de Identidade
n.º 110201758208S, emitido pelo Arquivo de
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO (Balanço e prestação de contas) Identificação de Maputo aos vinte e um de
(Votação) Um) O ano social coincide com o ano civil. Dezembro de dois mil e onze, constitui, pelo
presente contrato, uma sociedade unipessoal de
Dois) O balanço e a conta de resultados
Um) A assembleia geral considera-se responsabilidade limitada que se regerá pelos
fecham a trinta e um de Dezembro de cada ano, artigos seguintes:
regularmente constituída para deliberação
quando, em primeira convocação, estejam e carecem de aprovação da assembleia geral, a
realizar-se até ao dia trinta e um de Março do ARTIGO PRIMEIRO
presentes ou devidamente representados, pelo
menos, o correspondente à maioria simples ano seguinte. (Denominação)
dos votos do capital social e, em segunda Três) O conselho de gerência apresentará
A sociedade adopta a denominação de
convocação, independentemente do número de à aprovação da assembleia geral o balanço de
Matimba Trading – Sociedade Unipessoal,
sócios presentes e do capital que representam. contas de ganhos e perdas, acompanhados de Limitada, abreviadamente designada por
Dois) A cada quota corresponderá um voto um relatório da situação comercial, financeira e Matimba Trading – Sociedade Unipessoal,
por cada duzentos e cinquenta meticais do económica da sociedade, bem como a proposta Limitada regendo-se pelos seguintes estatutos
capital respectivo. quanto à repartição de lucros e perdas. e demais legislação aplicável.
2746 III SÉRIE — NÚMERO 68
ARTIGO SEGUNDO Sportbox Moçambique, emitido aos doze de Maio de dois mil e
(Sede) Limitada dez, pelos Serviços de Identificação Civil
de Maputo.
A sociedade tem a sua sede na cidade de Certifico, para efeitos de publicação, que por Que pelo presente instrumento constituem
Maputo, podendo por deliberação da assembleia escritura pública de nove de Julho de dois mil e entre si uma sociedade por quotas de res-
geral, criar sucursais, delegações ou qualquer catorze, lavrada de folhas oito a folhas dez, do ponsabilidade limitada, que reger-se-á pelos
outra forma de representação social no país, livro de notas para escrituras diversas número seguintes artigos:
depois de devidamente autorizada. quatrocentos e dezassete traço A deste Cartório
Notarial de Maputo, perante Batça Banu ARTIGO PRIMEIRO
ARTIGO TERCEIRO Amade Mussa, licenciada em Direito, técnica (Denominação)
superior dos registos e notariado N1 e notária
(Objecto) É constituída nos termos lei e destes estatutos,
em exercício no referido cartório, procedeu-se
Um) A sociedade tem por objecto o na sociedade em epígrafe, cessão de quotas e uma sociedade por quotas de responsabilidade
fornecimento de máquinas, equipamentos alteração parcial do pacto social em que o sócio limitada denominada, M. Jota & Filhos,
e materiais industriais, hospitalares e para Salomão Júlio Mondlane detentor de uma quota Limitada.
construção civil. do valor nominal de dez mil meticais, cede ARTIGO SEGUNDO
Dois) A sociedade poderá, ainda, mediante na totalidade da sua quota a favor do senhor
deliberação da assembleia geral, exercer Rufino José Ribas Pereira Fontes que entra para (Sede)
qualquer outra actividade industrial, comercial a sociedade como novo sócio. Um)A sociedade tem a sua sede em Maputo,
ou serviços que lhe for devidamente autorizada, Que, em consequência da cessão de quota, na Estrada Nacional Número Um, Bairro
bem como deter participações sociais em outras entrada de novo sócio é alterado o artigo quarto Kamusuto, podendo mediante deliberação da
sociedades, independentemente do seu objecto dos estatutos, que passa a ter a seguinte nova assembleia geral, abrir sucursais ou qualquer
social. redacção: forma de representação comercial no país ou
ARTIGO QUARTO no estrangeiro.
ARTIGO QUARTO
Dois) A sociedade é constituída por tempo
(Capital social) (Capital social) indeterminado, conta-se o início a partir da data
O capital social integralmente subscrito e da sua constituição.
O capital social, integralmente subs-
realizado em dinheiro é de vinte mil meticais, crito e realizado em dinheiro, é de ARTIGO TERCEIRO
pertencente ao sócio único Moisés Alberto cinquenta mil meticais, correspondente
Timana. (Objecto social)
à soma de duas quotas desiguais assim
ARTIGO QUINTO distribuídas: Um) A sociedade tem como objecto princi-
a) Miguel Bernardo Andrade Maia pal, prestação de serviços, indústria e comércio.
(Aumento do capital) Ribas Fontes, detentor de uma Dois) A sociedade poderá ainda, exercer
quota no valor nominal de outras actividades que sejam conexas ou subsi-
O capital social poderá ser aumentado uma
quarenta mil meticais; diárias da actividade principal.
ou mais vezes se for necessário.
b) Rufino José Ribas Pereira Fontes,
detentor de uma quota no ARTIGO QUARTO
ARTIGO SEXTO
valor nominal de dez mil (Capital)
A assembleia geral reúne-se ordinaria- meticais.
mente uma vez por ano para apreciação e Um) O capital social, integralmente realizado
aprovação do balanço e contas do exercício Que em tudo o mais não alterado continuam é subscrito em dinheiro, é de cem mil meticais,
e, extraordinariamente, quantas vezes forem a vigorar as disposições do pacto social anterior. correspondente à soma de duas quotas sendo:
necessárias desde que as circunstâncias assim o Está conforme. a) Jotamo Milonga Cumbe, setenta e
exijam para deliberar sobre quaisquer assuntos Maputo, vinte e quatro de Julho de dois mil cinco meticais, correspondente a
que digam respeito a sociedade. e catorze. — A Ajudante, Ilegível. setenta e cinco por cento do capital
social; e
ARTIGO SÉTIMO
b) Motasse Vasco Chimoio, vinte e cinco
A administração e gerência da sociedade e mil meticais, correspondente a vinte
a sua representação em juízo e fora dele, activa e cinco por cento do capital social.
e passivamente, será exercida por um gerente a Dois) O capital poderá ser aumentado
ser nomeado pelo sócio. M. Jota & Filhos, Limitada uma ou mais vezes mediante deliberação da
Certifico, para efeitos de publicação, que assembleia geral, alterando-se o pacto social,
ARTIGO OITAVO em observância das formalidades estabelecidas
no dia doze de Dezembro de dois mil e treze,
O exercício social corresponde ao ano civil por lei.
foi matriculada na Conservatória do Registo
e o balanço de contas de resultado será fechado de Entidades Legais sob NUEL 100403552, ARTIGO QUINTO
com referência a trinta e um de Dezembro de uma entidade denominada M. Jota & Filhos,
cada ano e será submetida a aprovação. (Concessão ou divisão de quotas)
Limitada, entre:
Jotamo Milonga Cumbe, casado, natural de A cessão ou divisão de quotas é livre entre
ARTIGO NONO
Maputo, residente na cidade de Maputo, de sócios para estranhos, ficando dependente
A sociedade só se dissolve nos termos fixa- nacionalidade moçambicana, portador do de consetimento por escrito dos sócios não
dos pela lei. cedentes aos quais são lhes reservado o direito
Bilhete de Identidade n.º 110100194631P,
de preferência da sua aquisição.
ARTIGO DÉCIMO emitido aos doze de Maio de dois mil e
dez, pelos Serviços de Identificação Civil ARTIGO SEXTO
Os casos omissos serão regulados pela de Maputo;
legislação vigente e aplicável na República (Assembleia geral)
Motasse Vasco Chimoio, casada, natural de
de Moçambique. Maputo, residente na cidade de Maputo, de A assembleia geral reunir-se-á ordina-
Maputo, quinze de Agosto de dois mil e ca- nacionalidade moçambicana, portadora do riamente, uma vez por ano, para apresentação,
torze. — O Técnico, Ilegível. Bilhete de Identidade n.º 110100194634J, aprovação ou modificação do balanço e contas
22 DE AGOSTO DE 2014 2747
do exercício, orçamentos dos anos ou períodos por cento do capital social, c) Noor Ali Hussain, com uma quota
subsequentes e para deliberar sobre quaisquer pertencente à sócia Maria de com o valor nominal de cinco
outros assuntos para quem tenha sido convocada Lurdes da Silva; mil meticais, correspondente
e sempre que for necessária. b) Outra quota no valor nominal a vinte e cinco por cento do
de mil e quinhentos meticais, capital social.
ARTIGO SÉTIMO
representativa de um por Está conforme.
(Administração) cento do capital social, per-
Maputo, catorze de Agosto de dois mil
Administração, gerência da sociedade e a tencente ao sócio António
e catorze. — A Técnica, Ilegível.
sua representação, quer em juízo ou fora dela, Pereira Neta.
quer activa ou passivamente, será exercida pelo Dois) O sócio Nuno Filipe de Guimarães
senhor Jotamo Milonga Cumbe, na qualidade Serôdio Fernandes aparta-se da sociedade, nada
de administrador.
tendo a ver com ela.
ARTIGO OITAVO Que o tudo o mais não alterado continuam a
vigorar as disposições do pacto social anterior.
Turconsult, Limitada
(Dissolução)
Está conforme. Certifico, para efeitos de publicação, que
A sociedade só se dissolve nos casos fixados por acta de dezasseis de Junho de dois mil e
na lei, dissolvendo-se por acordo dos sócios que Maputo, trinta de Julho de dois mil e ca-
torze. — O Técnico, Ilegível. catorze, exarada na sede social da sociedade
serão os liquidatários.
denominada Turconsult, Limitada, com a
ARTIGO NONO sua sede no Bairro Polana Cimento, Avenida
Francisco Orlando Magumbwe número sessenta
(Omissão) e quatro, em Maputo, registada na Conservatória
Em tudo que fica como omisso regularão do Registo Comercial sob o n.º 100011638,
as disposições legais vigentes na República de Sweetos Mozambique, procedeu-se na sociedade em epígrafe a prática
Moçambique. Limitada do seguinte acto:
Maputo, três de Julho de dois mil e ca Alteração do artigo segundo relativo
torze. — O Técnico, Ilegível. Certifico, para os efeitos da publicação, a sede social da sociedade do
que por escritura de nove de Fevereiro de Bairro Polana Cimento, Avenida
dois mil e doze, exarada de folhas sessenta Francisco Orlando Magumbwe,
e cinco e seguintes, do livro de notas para número sessenta e quatro, em
escrituras diversas número duzento e oitenta e Maputo, para Avenida Francisco
Orlando Magumbwe número trinta
dois traço D, do Segundo Cartório Notarial de
Fersil – Tubos Maputo, perante a Antonieta António Tembe,
e dois, em Maputo.
de Moçambique Limitada Que, em consequência do operado acto, fica
licenciada em direito, técnica superior dos
assim alterado o artigo segundo dos estatutos da
Certifico, para efeitos de publicação, que por registo e notariado N1, notária do referido sociedade, que passa a ter a seguinte redacção:
acta datada de vinte e dois de Junho de dois mil e cartório, procedeu-se na sociedade e epígrafe
catorze, procedeu-se na sociedade em epígrafe, a divisão e cessão de quotas, onde Nuruddin ARTIGO SEGUNDO
a divisão, cessão de quotas, entrada do novo Vazir dividiu a sua quota em duas novas quotas, (Sede)
sócio e altearação parcial do pacto social, em sendo uma de mil meticais que cedeu ao Noor
que o sócio Nuno Filipe de Guimarães Serôdio A sociedade tem a sua sede social na
Ali Hussain e outra de cinco mil meticais que
Fernandes dividiu e cedeu a totalidade da sua cidade de Maputo, Avenida Francisco
cedeu ao Ghulam Hussain, que os sócios Karim
quota a favor da sócia Maria de Lurdes da Silva Orlando Magumbwe número trinta e dois.
que as unifica, passando a deter uma quota única Ali, Nizar Ali, Rahim Didar Ali, cederam a
Está conforme.
no valor nominal de cento e quarenta e oito mil totalidade das suas quotas ao Saleem Hussain,
alterando-se por consequência a redacção do Maputo, quinze de Agosto de dois mil
e quinhentos meticais e de António Pereira Neta
artigo quinto do pacto social, passando a reger- e catorze. — O Técnico, Ilegível.
pelo seu valor nominal, e entra para a sociedade
como novo sócio, detendo uma quota no valor se do seguinte modo:
nominal de mil e quinhentos meticais.
ARTIGO QUINTO
Que em consequência da divisão, cessão
de quotas operadas e entrada de novo sócio, é (Capital social)
alterado o artigo terceiro dos estatutos da Fersil Auguma Logistic
O capital social, integralmente subs-
– Tubos de Moçambique, Limitada, que passa
crito e realizado em dinheiro, é de vinte – Sociedade Unipessoal,
a ter a seguinte nova redacção:
mil meticais, correspondente à soma de
Limitada
ARTIGO TERCEIRO três quotas assim distribuídas: Certifico, para efeitos de publicação, que
(Capital social) a) Saleem Hussain, com uma quota no dia quatro de Julho de dois mil e catorze,
foi matriculada na Conservatória do Registo
com o valor nominal de dez
Um) O capital social, integralmente de Entidades Legais sob NUEL 100507625,
subscrito e realizado em dinheiro, é de mil meticais, correspondente uma entidade denominada Auguma Logistic
cento e cinquenta mil meticais, corres- a ciquenta por cento do capital – Sociedade Unipessoal, Limitada.
pondente a duas quotas desiguais assim social; É celebrado o presente contrato de socie-
distribuídas: b) Ghulam Hussain, com uma quota dade, nos termos do artigo noventa do Código
a) Uma quota no valor de cento com o valor nominal de cinco Comercial, entre:
e quarenta e oito mil e mil meticais, correspondente Guangyao Tan, solteiro, de nacionalidade
quinhentos meticais, repre- a vinte e cinco por cento do chinesa, natural de Hunan, residente na
sentativa de noventa e nove capital social; cidade de Maputo, na Avenida Vladimir
2748 III SÉRIE — NÚMERO 68
Lenine, Bairro Central B, número correspondente à uma quota do único sócio Construções FIB
cento e sessenta, portador do DIRE Guangyao Tan, equivalente a cem por cento – Sociedade Unipessoal,
n.º 11CN00046005C, emitido pelo Serviço do capital social. Limitada
de Migração da Cidade de Maputo, vinte
e um de Fevereiro de dois mil e catorze, ARTIGO SEXTO
Certifico, para efeitos de publicação, que
válido até vinte e um de Fevereiro de dois (Aumento do capital) no dia sete de Março de dois mil e catorze,
mil e catorze. foi matriculada na Conservatória do Registo
O capital social poderá ser aumentado
Pelo presente escrito particular constitui mediante deliberação do sócio e condições de Entidades Legais sob NUEL 100506254,
uma sociedade por quotas unipessoal limi- estabelecidas por lei, por entrada em valores uma entidade denominada Construções FIB
tada, que se regerá pelos seguintes artigos: monetários ou bens. – Sociedade Unipessoal, Limitada, entre:
Francisco Ilídio Bambo, solteiro maior natural
CAPÍTULO I ARTIGO SÉTIMO de Maputo, portador do Bilhete de Identi-
Da denominação, duração, sede (Administração, representação dade n.º 11010132N, emitido em Maputo,
e objecto da sociedade) aos vinte e seis de Fevereiro de dois mil
e doze, e residente no Bairro da Machava,
ARTIGO PRIMEIRO Um) A sociedade será administrado pelo
quarteirão sete, casa número duzentos e sete.
sócio único Guangyao Tan, desde já nomeado
(Denominação)
director-geral. Que pelo presente escrito particular, constitui
A sociedade denominar-se-á Auguma Dois) A sociedade fica obrigada pela uma sociedade unipessoal, que regera pelas
Logistic – Sociedade Unipessoal, Limitada, assinatura do administrador, ou ainda procu- cláusulas seguintes:
e é uma sociedade unipessoal por quotas de rador especialmente designado para o efeito,
responsabilidade limitada, que se regerá pela nos termos e limites específicos do respectivo ARTIGO PRIMEIRO
disposição do presente contrato de sociedade e mandato.
Denominação
diplomas legais aplicáveis. Três) A movimentação de contas bancárias
obrigam a assinatura do director-geral da A sociedade adopta a denominação
ARTIGO SEGUNDO empresa. Construções FIB – Sociedade Unipessoal
(Duração) CAPÍTULO III Limitada, que se constitui por tempo indeter-
minado.
A duração da sociedade é por tempo inde- Das disposições gerais
terminado, centrando-se o seu início a partir da ARTIGO SEGUNDO
ARTIGO OITAVO
celebração do presente contrato social. Sede
(Balanço e prestação de contas)
ARTIGO TERCEIRO A sociedade tem sua sede em Maputo, na
Um) O exercício económico coincide com
Avenida Salvador Alende, número quatrocentos
(Sede) o ano civil.
e cinquenta e um, podendo abrir sucursais,
Dois) O balanço e prestação de contas de
A sociedade tem a sua sede na cidade de resultados fechar-se-ão com referência a trinta delegações, agências ou qualquer outra forma
Maputo, Bairro do Triunfo, quarteirão número e um de Dezembro de cada ano. de representação social.
cinco, casa número dez, podendo por decisão
do sócio, abrir filiais, agências ou outras formas ARTIGO NONO ARTIGO TERCEIRO
de representação social em território nacional
(Lucros) Objecto
ou no estrangeiro.
Dos lucros apurados em cada exercício A sociedade tem por objecto, prestação de
ARTIGO QUARTO deduzir-se-ão em primeiro lugar a percentagem serviço, gestão de projecto e empreitada de
(Objecto social) legalmente indicada para constituir reserva construção civil.
legal, enquanto não estiver realizada nos termos
Um) A sociedade tem por objecto as se- da lei ou sempre que seja necessária reintegrá-la. ARTIGO QUARTO
guintes actividades:
ARTIGO DÉCIMO Capital social
a) Transporte de mercadoria e de pas-
sageiros; (Dissolução e liquidação) O capital social, integral subscrito e realizado
b) Venda de peças e acessórios para em dinheiro, e de, correspondente a vinte mil
A sociedade só se dissolve nos termos fixa- meticais uma única quota pertencente ao único
camião;
dos na lei.
c) Montagem e venda de pneus. sócio.
Dois) Por decisão do sócio, e havendo a ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO ARTIGO QUINTO
devida autorização, a sociedade poderá exercer
(Disposições finais) Não serão exigíveis prestações suplemen-
actividades conexas, tais como serviços gerais
complementares ou subsidiárias á actividade Um) Em caso de morte ou interdição do tares de capital, mas o sócio poderá conceder a
principal, bem como acrescentar o objecto social único sócio, a sociedade continua com os sociedade os suprimentos de que necessite, nos
da sociedade. herdeiros ou representantes do falecido ou termos e condições fixadas por deliberação da
interdito, os quais nomearão entre si um que a assembleia geral.
CAPÍTULO II todos represente na sociedade enquanto a quota
permanecer indivisa. ARTIGO SEXTO
Do capital social, e administração Dois) Em todo quanto for omisso no pre-
Administração
ARTIGO QUINTO sente estatuto aplicar-se-á as disposições do
Código Comercial e demais legislação em vigor A administração e gerência da sociedade e
(Capital social) na República de Moçambique. sua representação em juízo e fora dele, activa e
O capital social, integralmente subscrito e Maputo, quinze de Agosto de dois mil passivamente, será exercido pelo sócio único,
realizado em espécie, é de vinte mil meticais, e catorze. — O Técnico, Ilegível. que fica desde já nomeado administrador,
22 DE AGOSTO DE 2014 2749
bastando a sua assinatura, para validamente ARTIGO TERCEIRO ARTIGO SÉTIMO
obrigar a sociedade em todos os actos e Assembleia geral
Objecto
contratos.
A sociedade tem por objecto: Um) A assembleia geral reúne-se ordina-
ARTIGO SÉTIMO riamente uma vez por ano para apreciação e
a) Exercer actividades na área de
O exercício social corresponde ao ano civil comércio geral a retalho e a grosso aprovação do balanço e contas do exercício
e balanço de contas de resultado será fechado com importação e exportação finda e repartição.
com referência a trinta e um de Dezembro de de produtos tais como, artigos Dois) A assembleia geral poderá reunir-
cada ano e será submetido a aprovação. plásticos, cadeiras plásticas, mesas, -se extraordinariamente quantas vezes for
bacias, copos, chávenas, sacos necessária desde que as circunstâncias assim
ARTIGO OITAVO plásticos, vassouras, etc, loiças, o exijam para deliberar sobre qualquer assunto
A sociedade só dissolve nos casos fixados calçados, pastas escolares, malas que diga respeito a sociedade.
na lei. para roupa, etc.;
ARTIGO OITAVO
b) Participações financeiras em outras
ARTIGO NONO sociedades, actividades de capital de Dissolução
Casos omissos risco, e, intermediação comercial,
A sociedade so se dissolve nos termos
representação de marcas e patentes;
Em tudo quanto fica omisso regularão fixados pela lei ou por comnum acordo dos
c) Importação e exportação;
as disposições legais vigentes na República socios quando assim o entenderem.
d) Prestação de serviços e consultoria nas
de Moçambique. áreas em que explora; ARTIGO NONO
Maputo, quinze de Agosto de dois mil e) A sociedade poderá adquirir parti-
e catorze. — O Técnico, Ilegível. Herdeiros
cipações financeiras em sociedade
a constituir ou já constituídas ainda Em caso de morte, interdição ou inabilitação
que tenha como objecto social de um dos sócios da sociedade os seus herdeiros
diferente do da sociedade; assumem automaticamente o lugar na sociedade
f) A sociedade poderá exercer quaisquer com dispensa de caução, podendo estes nomear
Chavissa Comercial outras actividades desde que para seu representante se assim o entender desde
– Sociedade Unipessoal, isso esteja devidamente autorizada que obedeçam o preceituado nos termos da lei.
Limitada nos termos da legislação em vigor.
ARTIGO DÉCIMO
ARTIGO QUARTO
Certifico, para efeitos de publicação, que Casos omissos
no dia treze de Agosto de dois mil e catorze, Capital social
Os casos omissos, serão regulados pela
foi matriculada na Conservatória do Registo O capital social, integralmente subscrito e lei e em legislação aplicável na República
de Entidades Legais sob NUEL 100521296, realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais, de Moçambique.
uma entidade denominada Chavissa Comercial correspondente à soma de uma quota única
Maputo, quinze de Junho de dois mil e ca-
– Sociedade Unipessoal, Limitada, entre: sendo no valor nominal de vinte mil meticais,
torze. — O Técnico, Ilegível.
Yiyun Wu, solteira, maior, de nacionalidade o equivalente a cem por cento do capital social
pertencente ao sócio único Yiyun Wu.
chinesa, natural de Fujian, reside acidentalmente
em Moçambique, nesta cidade de Maputo, no ARTIGO QUINTO
bairro Central A.
Divisão e cessão de quotas
Contrato, constituem entre si, uma socie- Kianga Translation
Um) Sem prejuízo das disposições legais em
dade unipessoal com uma quota única de
vigor a cessacão ou alienacão de toda a parte
& Consulting Services
responsabilidade limitada, que reger-se-á pelos
de quotas deverá ser do consenso dos sócios – Sociedade Unipessoal,
seguintes artigos: gozando estes do direito de preferência. Limitada
Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios
ARTIGO PRIMEIRO Certifico, para efeitos de publicação, que no
mostrarem interesse pela quota do cedente, este
decidirá a sua alienação a quem e pelos preços dia vinte e três de Julho de dois mil e catorze,
Denominação e sede
que melhor entender, gozando o novo sócio dos foi matriculada na Conservatória do Registo de
A sociedade adopta a denominação de direitos correspondentes a sua participação na Entidades Legais sob NUEL 100514818, uma
Chavissa Comercial – Sociedade Unipessoal, sociedade. entidade denominada Kianga Translation &
Limitada, e tem a sua sede nesta cidade de Consulting Services – Sociedade Unipessoal,
ARTIGO SEXTO Limitada, entre:
Maputo, podendo por deliberação da assembleia
geral abrir ou encerrar sucursais dentro e fora Gerência Tânia Zarina Isabel Jamisse Paco, maior, natural
de Maputo, de nacionalidade moçambi-
do país quando for conveniente. A administracão, gestão da sociedade e sua cana, portadora do Bilhete de Identidade
representacão em juizo e fora dela, activa e n.º 100100030162F, emitido pelo Arquivo
ARTIGO SEGUNDO
passivamente, sera exercida por um ou mais de Identificação da Cidade da Matola, aos
Duracão gerentes a eleger em assembleia geral, com dezasseis de Dezembro de dois mil e nove,
dispensa de caucão, bastando a sua assinatura, residente na Avenida Eduardo Mondlane,
A sua duracão será por tempo indetermi- para obrigar a sociedade. O/S gerente/s tem número mil e seiscentos e noventa e sete,
nado, contando-se o seu início a partir da data plenos poderes para nomear mandatario/s a quinto andar, flat dois, cidade de Maputo,
da celebração do presente contrato da sua sociedade, conferindo, os necessários poderes casada sob o regime de comunhão de
constituição. de representação. adquiridos com Licínio António Paco.
2750 III SÉRIE — NÚMERO 68
Pelo presente contrato de sociedade, outorga ARTIGO QUINTO Rovuma Basin LNG Land,
e constitui uma sociedade por quotas unipessoal
(Prestações suplementares) Limitada
limitada, denominada Kianga Translation &
Consulting Services – Sociedade Unipessoal O sócio poderá efectuar prestações suple- Certifico para efeitos de publicação, que por
Limitada, que se regerá pelos artigos seguintes, mentares de capital ou suprimentos à sociedade acta de dezanove de Março de dois mil e catorze,
e pelos preceitos legais em vigor na República nas condições que forem estabelecidas por lei. da sociedade Rovuma Basin LNG Land,
de Moçambique. Limitada, matriculada sob NUEL 100338459,
ARTIGO SEXTO
CAPÍTULO I foi deliberado o seguinte:
(Administração e representação
A divisão da quota detida pela sócia
Da denominação, duração, sede da sociedade)
Anadarko Moçambique Área 1, Limitada,
e objecto
Um) A sociedade será administrada pela (AMA1), com o valor nominal de noventa e oito
ARTIGO PRIMEIRO sócia Tânia Zarina Isabel Jamisse Paco. mil meticais, em três quotas distintas e cessão
Dois) O administrador terá todos os poderes parcial,da seguinte forma:
(Denominação e duração)
necessários à representação da sociedade, em
Juízo e fora dele, bem como todos os poderes i) Uma quotano valor nominal de quarenta
A sociedade adopta a denominação de
Kianga Translation & Consulting Services – necessários à administração dos negócios da e seis mil, seiscentos e sessenta
Sociedade Unipessoal, Limitada, sendo criada sociedade, podendo designadamente abrir e e seis meticais, da qual a AMA1
por tempo indeterminado, contando-se o seu movimentar contas bancárias; aceitar, sacar, permanece detentora;
início a partir da data da assinatura do contrato endossar letras e livranças. ii) Outra quota no valor nominal de
de sociedade. Três) A sociedade pode ainda se fazer repre- quatro mil seiscentos e sessenta
sentar por um procurador especialmente e oito meticais, a qual a AMA1
ARTIGO SEGUNDO designado pela administração nos termos e cede à sócia Empresa Nacional de
(Sede) limites específicos do respectivo mandato. Hidrocarbonetos, E.P. (ENH); e
iii) Outra quota no valor nominal de
Um) A sociedade tem a sua sede social CAPÍTULO IV
quarenta e seis mil, seiscentos e
no Bairro Polana Cimento, Avenida Eduardo
Das disposições gerais sessenta e seis meticais a qual cede
Mondlane, número mil e seiscentos e noventa e
sete, quinto andar, flat dois, cidade de Maputo. ARTIGO SÉTIMO à Eni East Africa S.p.A.
Dois) Mediante simples decisão do sócio A alteração parcial dos estatutos da socie-
(Balanço e contas)
único, a sociedade poderá deslocar a sua sede dade, como segue:
dentro do território nacional, cumprindo os Um) O exercício social coincide com o ano
i) O artigo terceiro, número um passa a
necessários requisitos legais. civil.
ter a seguinte redacção:
Três) O sócio único poderá decidir a abertura Dois) O balanço e contas de resultados
de sucursais, filiais ou qualquer outra forma de fechar-se-ão com referência a trinta e um de ARTIGO TERCEIRO
representação no país e no estrangeiro, desde Dezembro de cada ano.
que devidamente autorizada. Objecto
ARTIGO OITAVO
ARTIGO TERCEIRO Um) A sociedade tem por objecto princi-
(Lucros) pal:
(Objecto)
Dos lucros apurados em cada exercício a) Adquirir um Direito de Uso e
Um) A sociedade tem por objecto a pres- deduzir-se-ão em primeiro lugar a percentagem Aproveitamento da Terra (DUAT)
tação de serviços nas áreas de: legalmente indicada para constituir a reserva para o desenvolvimento de um
a) Avaliação de impacto ambiental; legal, enquanto não estiver realizada nos projecto de gás natural liquefeito no
b) Tradução e interpretação. termos da lei ou sempre que seja necessário
Cabo Afungi na Província de Cabo
reintegrá-la.
Dois) A sociedade poderá exercer outras Delgado (Projecto GNL);
actividades conexas com o seu objecto principal ARTIGO NONO b) Celebrar contratos de cessão de
e desde que para tal obtenha aprovação das exploração relativos ao DUAT,
entidades competentes. (Dissolução)
contratos de arrendamento de
Três) A sociedade poderá adquirir parti- A sociedade dissolve-se nos casos e nos infra-estruturas ou quaisquer
cipações financeiras em sociedades a constituir termos da lei. outros acordos semelhantes com
ou a constituídas, ainda que com objecto
entidades aprovadas pelos sócios
diferente do da sociedade, assim como associar- ARTIGO DÉCIMO
de acordo com as deliberações
-se com outras sociedades para a persecução
(Disposições finais) da assembleia geral tomadas nos
de objectivos comerciais no âmbito ou não do
seu objecto. Em caso de morte ou interdição do único termos do artigo nono dos presentes
sócio, a sociedade continuará com os herdeiros estatutos, somente para operações
CAPÍTULO II petrolíferas, incluindo instalações
ou representantes do falecido ou interdito,
Do capital social os quais nomearão entre si um que a todos de gás natural liquefeito e outras
represente na sociedade, enquanto a quota instalações afins;
ARTIGO QUARTO
permanecer indivisa. c) Sem prejuízo do disposto na lei
(Capital social) Em tudo quanto for omisso nos presentes aplicável, prestar garantias sobre
estatutos aplicar-se-ão as disposições do Código as infra-estruturas erguidas na área
O capital social, integralmente subscrito e
a realizar em dinheiro, é de dez mil meticais, Comercial e demais legislação em vigor na coberta pelo DUAT ou celebrar
correspondente a uma quota única, da sócia República de Moçambique. contratos de garantia, em qualquer
Tânia Zarina Isabel Jamisse Paco, equivalente Matola, vinte e um de Julho de dois mil dos casos, para obtenção de finan-
a cem por cento do capital social. e catorze. — O Técnico, Ilegível. ciamento;
22 DE AGOSTO DE 2014 2751
d) Celebrar contratos directos com ARTIGO NONO nistradores, cabendo a cada sócia nomear
entidades financiadoras (e quaisquer Votação
um administrador e o seu respectivo suplente.
outros contratos relacionados) O presidente do conselho de administração será
em conformidade com os termos c) Celebração, alteração e cessação de eleito de entre os seus pares e a presidência será
e práticas normais de mercado contratos de cessão de exploração exercida de forma rotativa pelo período de um
em conexão com os contratos de ou quaisquer outros acordos seme- ano.
financiamento do Projecto GNL e lhantes relativamente à área coberta (...)
relativamente às cessões referidas pelo DUAT; Três) O conselho de administração só
na alínea b) acima, e exercer e v) No artigo nono é inserido um novo poderá deliberar desde que estejam presentes
renunciar aos direitos e obrigações número três com a seguinte redac- ou representados todos os seus membros, sendo
ção: as deliberações tomadas por unanimidade. O
nos termos dos referidos contratos;
e) Obter todos os consentimentos e conselho de administração reunirá sempre que
ARTIGO NONO
direitos necessários para que a necessário para os interesses da sociedade,
sociedade e os seus representantes Votação ordinariamente uma vez em cada trimestre e,
e contratados possam ter pleno extraordinariamente, sempre que for convocado
Dois) (Inalterado).
acesso à área coberta pelo DUAT pelo seu presidente ou por um mínimo de dois
c) Celebração, alteração e cessão de administradores.
e a qualquer terreno adjacente contratos de cessão de exploração Quatro) O conselho de administração
controlado ou administrado por ou quaisquer outros acordos poderá tomar decisões por deliberação escrita
qualquer entidade de direito pú- semelhantes à área coberta pelo relativamente a todos os assuntos que caibam no
blico ou privado; e DUAT. âmbito das suas competências sem observância
f) Realizar quaisquer actividades
Três) Sem prejuízo do disposto em de formalidades prévias, devendo declarar por
preparatórias e acessórias aos
qualquer outra disposição constante dos escrito o sentido do seu voto. As deliberações
objectos supra referidos.
presentes Estatutos, as sócias devemvotar assim tomadas considerar-se-ão efectivas na
ii) O artigo quarto, número um passa a favoravelmente e por unanimidade a data em que sejam recebidas na sociedade e
ter a seguinte redacção: respeito de uma deliberação que aprove, terão o mesmo efeito que as decisões tomadas
ou que aprove e ratifique, qualquercessão em reuniões do conselho de administração
ARTIGO QUARTO ououtratransmissão de direitos deexploraçãoou regularmente convocadas.
Capital social acordos semelhantesde qualquer parte da viii) Ao artigo décimo são acrescentados os
área coberta pelo DUAT,exclusivamentepara números cinco e seis com a seguinte redacção:
Um) O capital social, integralmente subs- operações petrolíferas, incluindo instalações
crito e realizado em bens, dinheiro, direitos de gás natural liquefeito e outras instalações ARTIGO DÉCIMO
e outros valores, é de cento e quarenta mil afins, para (i) qualquer participante que seja Administração e representação
meticais, encontrando-se dividido em três parte da Concessionária da Área 1 do Bloco
quotas, distribuídas da seguinte forma: do Rovuma, (ii) qualquer participante que seja Um) A gestão corrente da sociedade poderá
parte da Concessionária da Área 4 do Bloco do ser conferida a um director-geral nomeado pelo
a) Uma quota de quarenta e seis mil
Rovuma, ou (iii) uma afiliada de qualquer uma conselho de administração para um mandato
seiscentos e sessenta e oito meticais,
das duas entidades anteriores; para efeitos de de dois anos renovável.
representativa de trinta e três vírgula
realização de (i) actividades preparatórias da Dois) A sociedade obriga-se:
trinta e três por cento do capital
social, pertencente à Empresa submissão de um plano de desenvolvimento, a) Pela assinatura conjunta de todos os
Nacional de Hidrocarbonetos, E.P. ou (ii) actividades de implementação de um administradores;
(ENH); plano de desenvolvimento aprovado, em b) Pela assinatura do director-geral no
qualquer dos casos quando submetido pela âmbito dos poderes que lhe forem
b) Uma quota de quarenta e seis mil
Concessionária respectiva (ou uma afiliada) nos conferidos por unanimidade pelo
seiscentos e sessenta e seis meticais,
termos do Contrato de Concessão para Pesquisa conselho de administração; e
representativa de trinta e três vírgula
e Produção da Área 1 do Bloco do Rovuma c) Pela assinatura de um mandatário
trinta e três por cento do capital
ou do Contrato de Concessão para Pesquisa nomeado por unanimidade pelo
social, pertencente à Anadarko
e Produção da Área 4 do Bloco do Rovuma conselho de administração.
Moçambique Área 1, Limitada
(conforme aplicável), ou qualquer outro acordo ix) O artigo décimo quarto, número dois
(AMA1); e
com o Governo relativo a instalações de gás é eliminado, passando aquele a ter
c) Uma quota de quarenta e seis mil
natural liquefeito e outras instalações afins apenas um parágrafo.
seiscentos e sessenta e seis meticais,
que requeiram uma parte da área coberta pelo
representativa de trinta e três vírgula Maputo, oito de Agosto de dois mil e ca-
DUAT.
trinta e três por cento do capital torze. — O Técnico, Ilegível.
vi) No artigo nono, os números três e quatro
social, pertencente à Eni East Africa passam a corresponder aos números quatro e
S.p.A (Eni). cinco.
iii) O artigo sétimo, número três passa a vii) O artigo décimo, números um, três e
ter a seguinte redacção: quatro passam a ter a seguinte redacção:
Clínica Saúde Boa
ARTIGO SÉTIMO ARTIGO DÉCIMO Esperança de Quelimane
Assembleia geral Administração e representação – Clisaboq, Limitada
Exceptuam-se do disposto no número anterior Um) A administração e representação da Certifico, para efeitos de publicação, que
as deliberações que importem modificações dos sociedade são exercidas por um conselho no dia dezanove de Janeiro de dois mil e doze,
estatutos e dissolução da sociedade. de administração composto por três admi- foi matriculada na Conservatória do Registo
2752 III SÉRIE — NÚMERO 68
de Entidades Legais sob NUEL 100271788, j) A conclusão de algum contrato fora dd) Determinação da política a respeito
uma entidade denominada Clínica Saúde Boa do curso ou do espaço ordinário do da declaração de dividendos;
Esperança de Quelimane – Clisaboq, Limitada, negócio principal da empresa; ee) Política geral a respeito do crédito
entre: k) A instituição ou a defesa de alguns aos clientes;
Primeiro. Jeremias Mateus Ramucesse, processos legais; ff) Emenda/renovação/terminação dos
solteiro maior, natural de Mangassanja- l) A venda ou alimentação de algum alugueres propriedades/crédito
-Zambezia e residente nesta cidade, titular do recurso material da companhia (que financeiro;
Bilhete de Identidade n.º 110100784273J, de inclui mas não limitada aos bens gg) Tipos de seguros e de riscos a ser
dezassete de Janeiro de dois mil e onze, emitido da empresa e/ou de alguma de seus cobertos;
pela Direcção de Identificação Civil de Maputo; recursos intangíveis) a excepção de hh) Mudança material na natureza ou
Segunda. Ravieza Alves Silima, solteira, acordo como negócio principal da no espaço do principal negócio da
maior, natural de Quelimane onde reside, titular companhia; empresa;
de Bilhete de Identidade n.º 110101308232A, m) O estabelecimento de algum fundo ii) Suspensão ou cessão do negócio ou
de vinte de Julho de dois mil e onze, emitido de pensão, subscrição ao esquema da companhia;
pela Direcção de Identificação Civil de Maputo. de (dispositivo automático de jj) Acoplamento nas actividades de
entrada) médico para empregados, negócios não associadas com o
É celebrado nos termos do artigo noventa do
ao esquema incentive da parte ou ao negócio principal da empresa.
código comercial, um contrato de sociedade que
arranjo do benefício do emprego;
se regerá pelos termos constantes dos artigos
n) Uma mudança dos revisores de contas; ARTIGO TERCEIRO
seguintes:
o) A aprovação das indicações financeiras
Duração
ARTIGO PRIMEIRO da empresa;
p) A quantidade de alguma taxa de A duração de sociedade é por tempo
Dominação gerência ser paga a alguma pessoa; indeterminado e tem o seu início na data da
A sociedade adopta a dominação de q) A decisão para empregar toda a celebração da presente escritura pública.
Clínica Saúde Boa Esperança de Quelimane pessoa para empresa ou qualquer
– Clisaboq, Limitada, sociedade por quotas de subsidiária da companhia, dos ARTIGO QUARTO
responsabilidade, que se rege pelos presentes termos e das condições de tal Objecto
estatutos e pelos preceitos legais aplicáveis. emprego, do estabelecimento de
uma política do recrutamento Um) Constitui o objecto da sociedade o
ARTIGO SEGUNDO para a empresa e alguma das suas seguinte:
subsidiárias, e a) Prestação de assistência médica medi-
Sede
r) Outros assuntou a divisão das quotas: camentosa;
A sociedade tem a sua sede na cidade de s) Concessão pela empresa de alguma b) Execução dos actos operatórios;
Quelimane Avenida Filipe Samuel Magaia, opção a qualquer pessoa para c) Execução da promoção de saúde e
número quatrocentos e setenta, rés-do-chão. adquirir as quotas distribuídas fora pesquisa avogacia em saúde;
A sociedade poderá mediante deliberação do de uma nova introdução das quotas; d) Assistência e partos em regimes de
conselho de gerência mudar a sua sede social t) Aumento/alteração redução no capital internamento;
dentro do país, criar e extinguir sucursais, de social; e) Prestação da assistência medicamen-
agências, delegações, escritórios ou qualquer u) Penhor, hipoteca, impedir dos tosa a partir da farmácia da socie-
outra forma de representação, no território recursos da empresa, incluindo se dade;
nacional ou estrangeiro, observando ou nos limitação, emitir pela empresa de f) Prestação de serviços de genecologia
estrangeiros, observando os requisitos legais: algumas garantias, as fianças ou as e obstetrícia;
a) Nomeação ou remoção dos diretores; indeminizações para as obrigações g) Prestação de serviços de enfermagem;
b) Decisão para dispor quotas de todos/ de terceiras pessoas;
h) Prestação de serviços de oftalmologia;
/maior acionista a um comprador v) Incorrer de toda a despesa em
i) Prestação de serviços de estomatologia;
exterior; investimento será a decisão dos
j) Transporte de doente;
c) Alguma variação aos direitos de accionistas;
k) Serviços de radiologia.
algumas quotas nas empresas; w) Aquisição ou disposição de inte-
d) A criação de quotas de uma classe resse, incluindo quotas, em Dois) poderá a sociedade exercer outras
diferente se com ou sem direitos alguma entidade legal, incluindo actividades conexas, desde que devidamente
diferentes; sem limitação, a aquisição ou autorizada pela instância competentes.
e) A mudança de alguns direitos de voto estabelecimento de uma empresa
ARTIGO QUINTO
aplicáveis as quotas; como uma subsidiária;
f) Estabelecimento ou emenda da política x) Empréstimo do dinheiro sem que seja Capital social
do dividendo da empresa; para fins de negócios ordinários;
O capital social, integralmente subscrito
g) O estabelecimento ou a execução de y) Compra/venda/aluguer/imóveis;
e realizado em dinheiro, é de noventa mil
alguns mudam nas políticas de z) Acesso a investimentos de alguns
meticais, correspondente à soma de duas quotas
contabilidade da empresa; fundos a excepção no curso de
desiguais assim distribuídas:
h) A venda ou eliminação de uma negócio ordinário;
quota inteira ou substancial do aa) Criar condições para facilidade de a) Uma quota no valor nominal de
negociado companhia ou de alguma crédito; quarenta e cinco mil e noventa
subsidiária; bb) Alguma alteração no nível da engre- meticais mil meticais, pertencente ao
i) A liquidação voluntaria da companhia nagem da empresa; sócio Jeremias Mateus Ramucesse,
ou de colocar a empresa sob o auto cc) Reembolso de revindicações dos correspondente a cinquenta e um
judicial; directores; por cento do capital social;
22 DE AGOSTO DE 2014 2753
b) Uma quota no valor nominal de ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO É celebrado o presente contrato de socie-
quarenta e quatro mil e cem mil dade nos termos do artigo noventa do Cõdigo
Qualquer litígio que houver sem saída que Comercial, entre:
e cem meticais, pertencente a
a maioria necessária não pode ser obtida para Manuel Julião Dimande, casado, com Tânia
sócia Ravieza Alves Silima,
passagem de nenhuma definição dos sócios Eunice Monteiro Rachide Elias Dimande,
correspondente a quarenta e nove
proposta, apesar de que o adiamento de tal sob regime de comunhão de bens adquiridos,
por cento do capital social. reunião de accionistas, como comtemplada nos natural de Maputo, de nacionalidade
termos da cláusula cinco ponto sete acima, a moçambicana e residente nesta cidade, no
ARTIGO SEXTO Bairro Polana Cimento, na Avenida Vinte
definição na pergunta falhe. Uma falha ou beco
O capital social poderá ser aumentado em e Quatro de Julho, número cento e vinte
sem saída não constituíram um motivo para o
e nove, quinto andar direito, portador do
uma ou mais vezes, por deliberação dos dois enrolamento acima da empresa. Bilhete de Identidade n.º 110100165060N,
sócios, tomada em assembleia geral. Nove) as actas das reuniões da assembleia emitido em vinte e um de Abril de dois mil
geral uma vez assinadas produzem actos e dez, constitui uma sociedade por quotas
ARTIGO SÉTIMO continuo os seus efeitos com despesas de unipessoal limitada, pelo presente contrato
quaisquer outras formalidades sem juízo da em escrito particular que regerá pelos artigos
Assembleia geral
seguintes:
observância das disposições legais pertinentes.
Um) A assembleia geral reunira ordina- CAPÍTULO I
riamente, uma vez por ano para apreciação, ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
Da firma, sede, duração e objecto
aprovação ou modificação do balanco e contas
Lucros e perdas e de solução social
de exercícios e para deliberar sobre quaisquer
da companhia ARTIGO PRIMEIRO
outro assunto para que tenha sido convocado e,
extraordinariamente, sempre que for necessário O ano social conscide com o ano civil e (Denominação)
e por acordo entre os sócios. o balanço e relatórios de contas fechar-se-ão
A sociedade é constituída sob a forma
Dois) A assembleia geral, nos casos em que com a referencias a trinta e um de dezembro de de sociedade por quotas unipessoal de
a lei não determina a formalidades especiais cada ano e serão submetidas a apreciação da responsabilidade limitada, adopta a deno-
para a sua convocação, sera convocada pelo assembleia geral ordinária. minação, de Lutama Serviços e será regida pelos
presidente da mesa da assembleia geral, por presentes estatutos e pela legislação aplicável.
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
meio da carta registada, com aviso de recepção, ARTIGO SEGUNDO
dirigidas aos sócios com antecedências mínima Políticas de dividendos
(Sede)
de trinta dias, que poderá ser reduzida por cinco
Doze ponto um) A empresa não será referida Um) A sociedade tem a sua sede no bairro
dias para assembleia extraordinária. sem fazer nenhumas das distribuições ao lucro das Mahotas, talhão número cento e setenta
ARTIGO OITAVO dos sócios. e um, na cidade de Maputo.
Doze ponto um ponto um) Excepto fora dos Dois) Mediante deliberação do sócio, a sede
Gerência fundos que forem excessivos, a suas exigências social poderá ser transferida para qualquer outro
local dentro do território nacional, bem como
A administração, gerência da sociedade e então para os requerimentos imprevisíveis
poder-se-á criar e encerrar sucursais, filiais,
que não podem ser alcançados de fora de agências ou outras formas de representação
sua representação em juízo ou fora dela activa
outros recursos disponíveis a empresa a pois a comercial em qualquer parte do território nacio-
ou passiva será exercida pelo socio Jeremias
recuperação das perdas em ano prévio. nal ou no estraneiro.
Mateus Ramucesse,que desde já fica nomeado
Doze ponto um ponto dois) Em uma base
gerente da sociedade, com despesas de caução ARTIGO TERCEIRO
provisoria, desde o momento em que as
bastando a assinatura de um dos sócios para (Duração)
indicações das auditorias financeiras de empresa
obrigar a sociedade em todos os actos.
refletir em perdas. A sociedade é constituída por tempo inde-
ARTIGO NONO terminado, contando-se o seu início, para
ARTIGO DÉCIMO QUARTO todos os efeitos legais, a partir da data da sua
Órgão da sociedade constituição.
A empresa será dissolvida somente por
O órgão da direcção é constituído por: razoes legais ou por um voto de maioria ARTIGO QUARTO

a) Director-geral; de setenta e cinco. (Objecto)


b) Director clínico; Maputo, dezoito de Agosto de dois mil A sociedade tem por principal objecto
c) Administrador. e catorze. — O Técnico, Ilegível. social a prestação de serviços nas âreas de
d) Chefe dos serviços e repartições. agenciamento, mediação e intermediação
comercial de empresas nacionais, contabilidade
ARTIGO DÉCIMO e auditoria, consultoria, assessoria, assistência
técnica e outros serviços e afins.
Os sócios encontrar-se-ão sempre que
CAPÍTULO II
for possível, contato que em todas as vezes
Lutama Serviços – Sociedae Do capital social, quotas e meios
cumpram com as exigências da lei que governa
as empresas moçambicanas tomando em conta
Unipessoal, Limitada de financiamento
o número das reuniões e as notificações no Certifico, para efeitos de publicação, que no ARTIGO QUINTO
respeito de tais reuniões que dizem respeito dia catorze de Agosto de dois mil e catorze, (Capital social)
a determinados assuntos tais como mudanças foi matriculada na Conservatória do Registo O capital social, integralmente subscrito e
no objecto principal ou no negócio, de alguma de Entidades Legais sob NUEL 100522071, realizado, em dinheiro, é de dez mil meticais
mudança das tais políticas do recrutamento da uma entidade denominada Lutama Serviços correspondente a cem porcento a Manuel Julião
empresa ou de tais subsidiária. – Sociedade Unipessoal, Limitada. Dimande.
2754 III SÉRIE — NÚMERO 68
SEGUNDO – A ADMINISTRAÇÃO do montante do capital social; o ARTIGO SEGUNDO
remanescente será retirado pelo
ARTIGO SEXTO A sociedade tem no Bairro Ferroviário
sócio.
Avenida Julius Nyerere, número mil e cento e
(Administração)
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO setenta, podendo por decisão do sócio, transferir
Um) A sociedade é administrada por um a sua sede para qualquer ponto do país, ou abrir
único sócio. (Dissolução e liquidação)
e encerrar sucursais.
Dois) A administração pode delegar parte A dissolução e liquidação da sociedade
das suas competências, incluindo a gestão rege-se pelas disposições da lei aplicável que ARTIGO TERCEIRO
corrente da sociedade. estejam sucessivamente em vigor e, no que A sociedade tem por objecto:
forem omissas, pela decisão do sócio.
ARTIGO SÉTIMO ARTIGO QUARTO
Maputo, quinze de Agosto de dois mil e ca-
(Competências da administração) torze. — O Técnico, Ilegível. O capital social, integralmente subscrito e
Um) A gestão e representação da sociedade realizado em dinheiro é de vinte mil meicais,
compete ao sócio único. correspondente a uma única quota pertencente
Dois) Cabe ao administrador representar ao único sócio Lourenço Zaqueu Vilanculosl.
a sociedade em juízo e fora dele, activa e
passivamente, assim como praticar todos os Sociedade Whatana Auto, ARTIGO QUINTO
actos tendentes à realização do objecto social e, Limitada A adminsitração e gerência da sociedade e
em especial: a) Orientar e gerir todos negócios a sua representação em juízo e fora dele, activa
sociais, praticando todos os actos tendentes à Certifico, para efeitos de publicação, que e passivamente, será exercida pelo sócio único
realização do objecto social, que por lei ou pelos por escritura pública de vinte e oito de Julho que fica desde já nomeado administrador,
presentes estatutos; de dois mil e catorze, lavrada de folhas sete bastando a sua assinatura, para validamente
e seguintes do livro de notas para escrituras obrigar a sociedade em todos os seus actos e
a) Propor, prosseguir, confessar, desistir
diversas número trezentos e trinta e dois traço contratos.
ou transigir em quaisquer acções em
D do Segundo Cartório Notarial de Maputo,
que a sociedade esteja envolvida; ARTIGO SEXTO
perante Dárcia Elisa Álvaro Freia, licenciada em
b) Executar e fazer cumprir as suas
Direito, técnica superior dos registos e notariado O exercicio social corresponde ao ano civil
decisões;
N1 e notária em exercício no referido cartório e o balanço de contas de resultado será fechado
c) Comprar, vender e trespassar bens
notarial, procedeu-se na sociedade em epígrafe, com a referência a trinta e um de Dezembro de
móveis e imóveis; e
onde foi dissolvida a dita sociedade para todos cada ano e será submetido a aprovação.
d) Tomar e dar de arrendamento bens
os efeitos legais e de direito, nos termos da
imóveis.
alinea a), do número um, do artigo duzentos e ARTIGO SÉTIMO
ARTIGO OITAVO vinte e nove, do Código Comercial.
A sociedade só se dissolve nos casos fixados
(Vinculação da sociedade)
Está conforme. na lei.
Maputo, seis de Agosto de dois mil e ca-
Um) A sociedade obriga-se pela assinatura ARTIGO OITAVO
torze. — A Notária, Ilegível.
do administrador.
Em tudo quanto fica o omisso regularão
Dois) Nos actos de mero expediente é sufi-
as disposições legais vigentes na República
ciente a assinatura de qualquer funcionário
de Moçambique.
com poderes bastantes, podendo a assinatura
ser aposta por chancela ou meios tipográficos Maputo, quinze de Abril de dois mil
de impressão. Movits Villas – Sociedade e catorze. — O Técnico, Ilegível.
Unipessoal, Limitada
CAPÍTULO III
Certifico, para efeitos de publicação, que
Das disposições finais no dia catorze de Agosto de dois mil e catorze,
foi matriculada na Conservatória do Registo de
ARTIGO NONO
Entidades Legais sob NUEL 100521628, uma
Vasconcelos Porto
(Ano civil) entidade denominada Movits Villas – Sociedade e Associados – Sociedade
Unipessoal, Limitada, entre: de Advogados, Limitada
Um) O ano social coincide com o ano civil.
Dois) O balanço, o relatório de gestão, a Lourenço Zaqueu Vilanculos, solteiro, maior, Certifico, para efeitos de publicação, que
demonstração de resultados e demais contas do natural de Vilanculos, portador do Bilhete
de acordo com a acta de seis de Agosto
exercício fecham-se com referência a trinta e um de Identidade n.º 110100383961, emitido
de dois mil e catorze, da assembleia geral
de Dezembro de cada ano. em Maputo, aos doze de Agosto de dois
mil e dez. extraordinária da sociedade Vasconcelos Porto
ARTIGO DÉCIMO e Associados – Sociedade de Advogados,
Pelo presente escrito particular, constitui
Limitada, matriculada sob NUEL 13 000, foi
(Aplicação de resultados)
uma sociedade unipessoal, que irá reger- se
pelos artigos seguintes: deliberado o seguinte:
Os lucros líquidos apurados terão a seguinte Cessão a favor de António Carlos
aplicação: ARTIGO PRIMEIRO Mello Correia de Vasconcelos
Vinte por cento serão destinados à A sociedade adopta a denominação Movits Porto de uma quota da sociedade
constituição ou reintegração da Villas – Sociedade Unipessoal, Limitada, é Vasconcelos Porto e Associados
reserva legal, até que esta repre- uma sociedade unipessoal de responsabilidade – Sociedade de Advogados, Limi-
sente, pelo menos, a quinta parte limitada. tada, com o valor nominal de doze
22 DE AGOSTO DE 2014 2755
mil meticais, correspondente a sob forma de sociedade por quota de respon- Dois) entendem-se por suprimentos as
sessenta por cento do capital social, sabilidade limitada, com sede no bairro importâncias complementares que o sócio
de que são co-titulares os senhores da Machava, Kilómetro Quinze, número possa adiantar, no caso de o capital se revelar
Laudelina Maria Machado Viana novecentos e trinta e três barra quatrocentos insuficiente, constituindo tais suprimentos
Barbedo, e os herdeiros de Filipe e dezoito, Município da Matola, província de verdadeiros empréstimos à sociedade.
Allin Barbedo, Daniel Viana Allin Maputo.
Barbedo, e Denise Viana Allin CAPÍTULO III
Dois) Por decisão do sócio único, a socie-
Barbedo. dade pode constituir, transferir ou extinguir Da administração e representação
Em consequência é alterada a redacção do estabelecimentos, sucursais, filiais, delegações da sociedade
artigo quarto do pacto social, o qual passa a ter ou qualquer outra forma de representação social,
ARTIGO SEXTO
a seguinte redacção: dentro do territórionacional ou estrangeiro.
(Admnistração)
ARTIGO QUARTO ARTIGO SEGUNDO
Um) A admnistração e representação da
Capital social (Duração) sociedade são exercidos pelos sócio repre-
Um) (Inalterado). sentante.
A duração da sociedade é por tempo inde-
a) Uma quota de doze mil meticais Dois) Para que a sociedade fique obrigada,
terminado.
pertencente a António Carlos bastam que os respectivos actos e documentos
Mello Correia de Vasconcelos ARTIGO TERCEIRO sejam praticados e assinados pelos sócio.
Porto; Três) A sociedade poderá nomear, por
Um) A sociedade tem por objecto:
b) (inalterado). meio de procuração do sócio, mandatários
a) Serviços gráficos; ou procuradores da mesma para a prática de
Dois) (inalterado). b) Papelaria; determinados actos ou categoria de actos.
Maputo, doze de Agosto de dois mil c) Comércio a retalho de com importação
e treze. — O Técnico, Ilegível. exportação de racções, ovos, pintos ARTIGO SÉTIMO
e seus derivados; (Balanço e prestação de contas)
d) Mercearia.
Um) O ano fiscal coincide com o ano civil.
Dois) A sociedade poderá, mediante decisão
Dois) O balanço e a conta de resultado
do sócio, exercer outras actividades subsidiárias
fecham a trinta e um de Dezembro de cada ano,
Gracose – Gráfica Comércio ou complementares ao seu objecto principal,
& Serviços, Sociedade e carecem de aprovação do sócio, a realizar-se
desde que se encontre devidamente autorizada
Unipessoal, Limitada até trinta e um de Março do ano seguinte.
para tal.
Três) Mediante decisão do sócio a sociedade ARTIGO OITAVO
Certifico, para efeitos de publicação, que
no dia quinze de Agosto de dois mil e catorze, poderá participar, directa ou indirectamente,
(Resultados)
foi matriculada na Conservatória do Registo no desenvolvimento de projectos que de
de Entidades Legais sob NUEL 100522284, alguma forma concorram para o preenchi- Um) Dos lucros apurados em cada exercício
uma entidade denominada Gracose – Gráfica mento do seu objecto social, bem como adi- deduzir-se-á, em primeiro lugar, a perecentagem
Comércio & Serviços, Sociedade Unipessoal, querir participações no capital de quaisquer estabelecida para a constituição do fundo
Limitada. sociedades, independentimente do respectivo de reserva legal, enquanto se não encontrar
objecto social, ou ainda participar em empresas, realizada nos termos da lei, ou sempre que for
É celebrado o presente contrato de socie-
associações, empresariais, agrupamentos de necessário reintegrá-la.
dade, nos termos do artigo noventa do Código
empresas ou outras formas de associação. Dois) A parte restante dos lucros serão
Comercial entre:
aplicados nos termos que foram aprovados
Aurelio Joaquim Langa, solteiro, nacionali- CAPÍTULO II pelo sócio.
dade moçambicana, residente na cidade
da Matola, de quarenta e nove anos de Do capital social CAPÍTULO IV
idade, portador do Bilhete de Identidade
ARTIGO QUARTO Das disposições finais
n.º 100101027153C, emitido aos dez de
Fevereiro de dois mil e catorze, pelo Arquivo (Capital social) ARTIGO NONO
de Identificação da cidade de Maputo.
Um) O capital social é de cinquenta mil (Negócios com a sociedade)
Pelo presente contrato de sociedade outoga meticais, correspondente a uma quota do sócio
e constitui entre si uma sociedade por quota de O sócio pode celebrar negócios com
único, Aurélio Joaquim Langa. a sociedade, sujeitos a forma escrita e as
responsabilidade limitada, que se regerá pelas
Dois) O sócio poderá decidior sobre formalidaes prescritas na lei para celebração
cláusulas seguintes:
o aumento do capital social, definindo as de tais negócios.
CAPÍTULO I modalidades, termos e condições da sua
realização. ARTIGO DÉCIMO
Da denominação , duração, sede
e objectivo ARTIGO QUINTO (Fusão, cessão, transformação, dissolução
e liquidação da sociedade)
ARTIGO PRIMEIRO (Prestaçães suplementares)
Um) O sócio pode decidir sobre a fusão,
(Denominação e sede) Um) Não serão exigíveis prestações suple- cessão da quota única, transformação, dis-
Um) A sociedade passa a denominar-se mentares de capital, mas o sócio poderá solussão e liquidação da sociedade, nas
Gracose – Gráfica Comércio & Serviços conceder a sociedade os suprimentos de que condições que lhe apouver e de acordo com o
Sociedade Unipessoal Limitada, constituída necessite, nos termos e condições por ele fixado. formalismo legal em vigor.
2756 III SÉRIE — NÚMERO 68
Dois) Na eventualidade de declarada a associar-se a outras empresas e deslocar-se Gerson Sérgio Saifodine Borges, solteiro,
dissolução da sociedade, proceder-se-á à sua para qualquer parte do pais para exercer as suas natural de Nhambane, residente em
liquidação, gozando os liquidatários nomeados actividades. Maputo, bairro da Sommerschield, Rua
pelo sócio mais amplos deveres para o efeito. de Tchamba, número duzentos e quarenta,
ARTIGO QUARTO
nono andar portador do Bilhete de Identi-
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO (Duração) dade n.º 101103991926J, imitido aos vinte
(Disposições finais) A duração da sociedade é por tempo inde- e cinco de Fevereiro de dois mil e dez na
terminado. cidade de Maputo.
As omissões aos presentes estatutos serão
regulares e resolvidas de acordo com o Código Que, pelo presente instrumento constitui
ARTIGO QUINTO
Comercial em vigor, aprovado pelo Decréto-Lei por si uma sociedade por quota de responsabili-
(Capital social) dade limitada que rege-se-á pelos artigos
número dois barra dois mil e cinco, devinte e
seguintes:
sete de Dezembro e demais legislação aplicável O capital social é de cem mil meticais,
à matéria. representado por uma unica quota, pertencente ARTIGO PRIMEIRO
Maputo, Agosto de dois mil e catorze. — a senhora Azizate Issufo Sidique Faquir. (Denominação)
O Técnico, Ilegível.
ARTIGO SEXTO A sociedade adopta a denominação
Coredata Solution Services, Limitada.
Um) A gerência e a representação da socie-
dade pertencem ao socio Azizate Issufo Sidique ARTIGO SEGUNDO
Faquir desde já nomeado gerente.
(Sede)
Zacha Services – Sociedade Dois) Para obrigar a sociedade é suficiente
Unipessoal, Limitada a assinatura do gerente. A sociedade tem a sua sede na cidade de
Três) A sociedade pode constituir manda- Maputo, Avenida Vinte e Quatro de Julho,
Certifico, para efeitos de publicação, que no tário mediante a outorga de procuração ade- número dois mil e noventa e seis, andar.
dia dezasseis de Junho de dois mil e catorze, quada para o efeito.
foi matriculada na Conservatória do Registo ARTIGO TERCEIRO
de Entidades Legais sob NUEL 100502453, ARTIGO SÉTIMO (Objecto da sociedade)
uma entidade denominada Zacha Services O exercício social coincide com o ano civil. Um) A sociedade tem por objecto:
– Sociedade Unipessoal, Limitada, entre:
ARTIGO OITAVO a) Comércio com importação e expor-
Azizate Issufo Sidique Faquir, de nacionalidade tação;
moçambicana, solteira, natural de Manjacaze, A sociedade poderá entrar imediatamente b) Prestação de serviços.
residente em Maputo, portador do Bilhete de em actividade, ficando, desde já, socio autori- Dois) A sociedade poderá exercer outras
Identidade n.º 110100840488N, emitido aos zado a efectuar o levantamento do capital para actividades conexas, complementares ou
trinta e um de Janeiro de dois mil e onze, fazer face as despesas de constituição. subsidiárias do objecto social principal, parti-
pelos Serviços de Identificação Civil em cipar no capital social de outras sociedades ou
Maputo. ARTIGO NONO associar-se a outras empresas e deslocar-se para
Que, pelo presente instrumento constitui A dissolução e liquidação da sociedade qualquer parte do país.
por si uma sociedade por quota unipessoal de regem- se pelas disposições da lei. ARTIGO QUARTO
responsabilidade limitada que rege-se-á pelos Maputo, quinze de Agosto de dois mil e ca-
(Duração)
artigos seguintes: torze. – O Técnico, Ilegível.
A duração da sociedade é por tempo inde-
ARTIGO PRIMEIRO terminado.
(Denominação) ARTIGO QUINTO
A sociedade adopta a denominação Zacha (Capital social)
Services – Sociedade Unipessoal, Limitada. Coredata Solution Services, O capital social, integralmente subscrito
Limitada e realizado, é de cinquenta mil meticais,
ARTIGO SEGUNDO
encontrando-se dividido em duas quotas
Certifico, para efeitos de publicação, que
(Sede) pertencentes aos sócios:
no dia nove de Maio de dois mil e catorze,
foi matriculada na Conservatória do Registo a) Uma quota de vinte e cinco mil
A sociedade tem a sua sede na cidade de
de Entidades Legais sob NUEL 100490986, meticais equivalente a cinquenta por
Maputo, rua da Resistência, número quatro-
uma entidade denominada Coredata Solution cento do capital social pertencente
centos e quinze, rés-do-chão. ao senhor Jubilio Eduardo Langa;
Services, Limitada.
b) Uma quota de vinte e cinco mil
ARTIGO TERCEIRO É celebrado o presente contrato de socie- meticais equivalente a cinquenta por
(Objecto da sociedade)
dade, nos termos do artigo noveta do Código cento do capital social pertencente
Comercial, entre: ao senhor Gerson Sérgio Saifodine
Um) A sociedade tem por objecto, comercio Jubilio Eduardo Langa, solteiro, natural de Borges.
com importação e exportação e prestação de Majacaze, residente em Maputo, Bairro
serviços. Polana Cimento B, Rua Carlos Albers, ARTIGO SEXTO
Dois) A sociedade poderá exercer outras número cento e trinta e oito, portador do Um) A gerência e a representação da socie-
actividades conexas, complementares ou Bilhete de Identidade n.º 110100277021A, dade pertencem ao sócio Jubilio Eduardo Langa
subsidiárias do objecto social principal, parti- emitido aos vinte e três de Junho de dois mil e Gerson Sérgio Saifodine Borges desde já
cipar no capital social de outras sociedades ou e dez na cidade de Maputo; nomeados gerentes.
22 DE AGOSTO DE 2014 2757
Dois) Para obrigar a sociedade é suficiente ARTIGO SEGUNDO Quatro) Qualquer sócio não poderá dar de
a assinatura dos gerentes. penhor ou ceder a sua quota a pessoa jurídica
(Sede social)
Três) A sociedade pode constituir manda- que, directa ou indirectamente exerça uma
tário mediante a outorga de procuração ade- Um) A sociedade tem a sua sede social na actividade concorrente à da sociedade, sem
quada para o efeito. Avenida Samora Machel, cidade da Matola, obter por escrito, o prévio consentimento do
distrito da Matola. outro sócio que representa noventa por cento
ARTIGO SÉTIMO Dois) A sociedade poderá deliberar a do capital social.
O exercício social coincide com o ano civil. alteração da sede social para qualquer outro
local, dentro do território nacional, e poderá ARTIGO SEXTO
ARTIGO OITAVO abrir sucursais, filiais, delegações ou outras
(Suprimentos)
formas de representação, dentro e fora do
A sociedade poderá entrar imediatamente
território nacional. Um) Os sócios poderão efectuar os supri-
em actividade, ficando, desde já, sócio autori-
zado a efectuar o levantamento do capital para mentos de que a sociedade carecer, nos termos
ARTIGO TERCEIRO
fazer face as despesas de constituição. e condições definidos por lei ou estipulados em
(Objecto) assembleia geral.
ARTIGO NONO Dois) Não serão reconhecidos quaisquer
Um) A sociedade tem por objecto social:
A dissolução e liquidação da sociedade suprimentos que não tenham sido objecto de
a) Venda de produtos têxteis, vestuários,
regem-se pelas disposições da lei. deliberação da assembleia geral nos termos do
capulanas;
número anterior, ou de deliberação subsequente
Maputo, quinze de Agosto de dois mil e ca- b) Venda de tecidos, cortinados, tapetes
torze. — O Técnico, Ilegível. da assembleia geral, por força da qual os
e seu fabrico.
suprimentos assim como os respectivos termos
Dois) Por deliberação tomada na assembleia
e condições sejam ratificados.
geral, a sociedade poderá adquirir participações
em sociedades constituídas ou a constituir, ARTIGO SÉTIMO
assim como associar-se a outras empresas
ou sociedades para a prossecução dos seus (Convocação e reunião
Nsalu, Limitada interesses. da assembleia geral)

Certifico, para efeitos de publicação, que ARTIGO QUARTO Um) A assembleia geral reunirá ordina-
no dia catorze de Agosto de dois mil e catorze, riamente, uma vez por ano, nos primeiros
foi matriculada na Conservatória do Registo de (Capital social)
três meses de cada ano para apreciação,
Entidades Legais sob NUEL 100522063, uma
O capital social, integralmente subscrito e aprovação ou modificação do balanço e contas
entidade denominada Nsalu, Limitada, entre:
realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais e do exercício e, extraordinariamente, sempre que
Primeira. Melânia João Detepo, casada, corresponde à soma de duas quotas, distribuídas for necessário.
com Alcides Armando Mula, de nacionali-
da seguinte forma: Dois) A assembleia geral e convocada por
dade moçambicana, natural da cidade de
Tete, portadora do Bilhete de Identidade a) Uma quota no valor nominal de dezoito qualquer um dos administradores, mediante
n.º 110100122499B, emitido pelo Arquivo de mil meticais, correspondente a carta registadas com aviso de recepção dirigida
Identificação Civil da Cidade de Maputo, a vinte oitenta por cento do capital social, aos sócios com a antecedência mínima de
e três de Março de dois mil e dez, residente na pertencente a sócia Melania João quinze dias.
cidade de Maputo, No Bairro do Jardim, Rua da Detepo; Três) Salvo disposição legal em contrário,
Agricultura, número cento e cinquenta e dois, b) Uma quota no valor nominal de dois a assembleia geral poderá reunir e validamente
segundo andar, flat seis; mil meticais, correspondente a
Segundo. Alcídes Armando Mula, casado deliberar sem dependência de prévia
dez por cento do capital social, convocatória se todos os sócios estiverem
com Melania João Detepo, natural da
cidade Maputo, de nacionalidade moçambi- pertencente ao sócio Alcides presentes ou representados e manifestarem
cana, portador do Bilhete de Identidade Armando Mula. unanimemente a vontade de que a assembleia
n.º 110100103375C, emitido pelo Arquivo de se constitua e delibere validamente sobre
Identificação Civil da Cidade de Maputo, a um ARTIGO QUINTO
determinado assunto.
de Fevereiro de dois mil e onze, residente na (Transmissão de quotas) Quatro) Os sócios poderão fazer-se repre-
cidade de Maputo, bairro do Jardim, Rua da
Agricultura, número cento e cinquenta e dois, Um) Na transmissão de quotas, os sócios, sentar nas assembleias gerais, por outro sócio,
segundo andar, flat seis. na proporção de suas quotas e com direito mediante procuração com poderes especiais e
Pelo presente documento e ao abrigo de acrescer, entre si, gozam do direito de com indicação e expressa dos poderes confe-
do disposto no artigo noventa do Código preferência. ridos.
Comercial, aprovado pelo Decreto-Lei número Dois) O sócio que pretenda transmitir a sua
ARTIGO OITAVO
cinco barra dois mil e cinco, de vinte e sete de quota deverá notificar, por escrito, os demais
Dezembro, constituem, entre si uma sociedade sócios da transmissão pretendida, indicando (Quórum de deliberações)
comercial por quotas de responsabilidade a quota a transmitir, o respectivo preço e as
limitada, que irá reger-se pelos termos e condições de pagamento. Um) A cada duzentos e cinquenta meticais
condições constantes dos seguintes artigos: Três) Os sócios não cedentes dispõem do valor nominal de uma quota corresponde
do prazo de quinze dias, a contar da data um voto.
ARTIGO PRIMEIRO
de recepção da notificação a que se refere o Dois) Salvo estipulação contrária da lei,
(Denominação e duração) número anterior, para exercerem, querendo e as deliberações das assembleias gerais são
A sociedade adopta denominação de Nsalu, por escrito, o direito de preferência sob a pena tomadas por maioria simples (cinquenta e um
Limitada, e é constituída a partir de hoje e por de, não o fazendo, considerar-se que renunciam por cento) dos votos presentes ou devidamente
tempo indeterminado. ao exercício de tal direito. representados.
2758 III SÉRIE — NÚMERO 68
ARTIGO NONO Pelo presente contrato de sociedade outor- pertencente à sócia Woodlogs
gam e constituem entre si uma sociedade por – Comércio e logística de Madeiras,
(Administração e representação
quotas de responsabilidade limitada, que se Limitada;e
da sociedade)
regerá pelas cláusulas seguintes: b) Uma no valor nominal de dez mil
Um) A sociedade é administrada e repre- meticais, correspondente a dez por
sentada por um administrador, por mandato de ARTIGO PRIMEIRO cento do capital social, pertencente
dois anos, sendo que desde já é nomeado como à sócia Tropicgest, Sociedade Uni-
(Forma e firma)
administradora da empresa à sócia Melânia pessoal, Limitada.
João Detepo. A sociedade adopta a forma de sociedade por Dois) Mediante deliberação da assembleia
Dois) Para obrigar a sociedade, em todos quotas de responsabilidade limitada e a firma geral, o capital social da sociedade poderá
os seus actos e contratos, basta a assinatura da Woodlogs Moçambique Comércio & Logística ser aumentado com recurso a novas entradas,
sócia Melania João Detepo. de Madeira, Limitada. por incorporação de suprimentos ou reservas
disponíveis ou outro mecanismo permitido
ARTIGO DÉCIMO ARTIGO SEGUNDO por lei.
(Dissolução e liquidação) (Sede) ARTIGO SEXTO
A dissolução e liquidação da sociedade Um) A sede da sociedade é na Avenida (Prestações suplementares e suprimentos)
reger-se-á pelas disposições da lei e, em tudo Mártires de Mueda, número quinhentos e
cinquenta, oitavo andar, cidade de Maputo. Um) Não serão exigidas aos sócios presta-
quanto esta seja omissa, pelo que se deliberar
Dois) O conselho de administração poderá, a ções suplementares.
em assembleia geral.
todo o tempo, deliberar que a sede da sociedade Dois) Os sócios poderão realizar supri-
Maputo, quinze de Agosto de dois mil e ca- mentos à sociedade, caso os termos, condições
seja transferida para qualquer outro local em
torze. — O Técnico, Ilegível. e garantias dos mesmos tenham sido previa-
Moçambique.
Três) Por deliberação do conselho de admi- mente aprovados por deliberação da assembleia
geral.
nistração poderão ser criadas e extintas, em
Moçambique ou no estrangeiro, filiais, sucursais, ARTIGO SÉTIMO
delegações, escritórios de representação,
(Cessão de quotas)
Woodlogs Moçambique agências ou outras formas de representação
Comércio & Logística social. Um) A cessão de quotas entre os sócios é
de Madeira, Limitada ARTIGO TERCEIRO livre.
Dois) A cessão, total ou parcial, de quotas a
Certifico, para efeitos de publicação, que (Duração) terceiros está sujeita ao prévio consentimento
no dia cinco de Julho de dois mil e catorze, foi A sociedade durará por um período de tempo escrito da sociedade, sendo que os sócios não
cedentes gozam do direito de preferência.
matriculada na Conservatória de Registos de indeterminado.
Três) O sócio que pretenda ceder a sua quota
Entidades Legais sobo NUEL 100489996 uma
ARTIGO QUARTO a terceiros, deverá comunicar a sua intenção
sociedade denominada Woodlogs Moçambique aos restantes sócios e a sociedade, por meio de
Comércio & Logística de Madeira, Limitada. (Objecto) carta registada enviada com uma antecedência
É celebrado o presente contrato de sociedade, Um) A sociedade tem, por objecto social, não inferior a trinta dias, na qual constará a
nos termos do artigo noventa do Código a importação, exportação, comercialização, identificação do potencial cessionário e todas
distribuição, representação, transporte, as condições que tenham sido propostas.
Comercial, entre:
Quatro) Os restantes sócios deverão exercer
Primeira. Woodlogs – Comércio e Logística armazenamento, e tratamentos de madeiras, de
o seu direito de preferência no prazo máximo de
derivados de madeiras e a prestação de serviços
de Madeira, Limitada,uma sociedade por quotas trinta dias a contar da data de recepção da carta
relacionados com os produtos do seu comércio.
de responsabilidade limitada, constituída ao registada referida no número anterior.
Dois) A sociedade pode ainda exercer
abrigo das leis da República de Portugal, Cinco) Se nenhum dos sócios exercer o
actividades comerciais ou industriais conexas,
registada sob o n.º 508947693, com sede na seu direito de preferência, nem a sociedade
complementares ou subsidiárias da actividade
Avenida Cinco de Outubro, número cinquenta manifestar por escrito a sua oposição à cessão
principal. proposta, o sócio cedente poderá transmitir
um, Setúbal, Portugal, neste acto representada Três) Por deliberação do conselho de ao potencial cessionário a sua quota, total ou
pelo senhor Bernardo Gago da Silva Correa administração, a sociedade poderá adquirir parcialmente.
Figueira, conforme se atestada acta da participações maioritárias ou minoritárias,
assembleia geral de vinte e oito de Abril de no capital de outras sociedades nacionais ou ARTIGO OITAVO
dois mil e catorze; estrangeiras.
(Exclusão do sócio)
Segunda. Tropicgest, Sociedade Unipessoal,
ARTIGO QUINTO Um) Um sócio pode ser excluído da socie-
Limitada,uma sociedade unipessoal por quotas
(Capital social) dade nos seguintes casos:
de responsabilidade limitada, constituída ao
abrigo das leis da República de Moçambique, a) Início de procedimento de falência ou
Um) O capital social da sociedade, inte- insolvência contra si;
com sede na Avenida Mártires de Mueda, gralmente realizado em dinheiro, é de cinquenta b) Ordens de arresto, execuções ou
número cinquenta e cinquenta, oitavo andar, mil meticais, correspondendo à soma de duas qualquer cessão involuntária da
Maputo, neste acto representada pelo senhor quotas, distribuídas pelos sócios da seguinte quota;
Bernardo Gago da Silva Correa Figueira, na forma: c) Se uma quota for empenhada ou
qualidade de administrador e sócio único, com a) Uma quota no valor nominal de qua- arrestada sem que se tenha pro-
poderes bastantes nos termos do artigo oito do renta mil meticais, correspondente a cedido imediatamente ao seu
pacto social. noventa por cento do capital social, cancelamento;
22 DE AGOSTO DE 2014 2759
d) Venda judicial ou venda em violação quais se manterão nos seus cargos até que a Dois) Os administradores exercem os seus
das normas relativas ao consenti- estes renunciem ou até que a assembleia geral cargos por quatro anos renováveis, mantendo-se
mento prévio da sociedade e direito delibere destituí-los. nos referidos cargos até que a estes renunciem
de preferência dos restantes sócios. ou ainda até à data em que a assembleia geral
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO delibere destituí-los.
Dois) Se o sócio for excluído da sociedade
por ter ocorrido alguma das causas acima (Reuniões e deliberações) Três) Os administradores estão isentos de
indicadas, a sociedade poderá amortizar a quota, prestar caução.
Um) A assembleia geral reúne-se, ordina- Quatro) Até à nomeação dos membros que
adquiri-la ou fazê-la adquirir por um dos sócios
ou por terceiros. riamente, pelo menos uma vez por ano, nos irão compor o conselho de administração, a
Três) A exclusão do sócio não prejudica primeiros três meses depois de findo o exercício administração da sociedade ficará a cargo dos
o dever de este indemnizar a sociedade pelos do ano anterior e, extraordinariamente, sempre senhores Ahmad Mahomed Essak e Bernardo
prejuízos que lhe tenha causado. que tal se mostre necessário. Gago da Silva Correa Figueira.
Dois) As reuniões terão lugar na sede
ARTIGO NONO da sociedade, salvo quando todos os sócios ARTIGO DÉCIMO SEXTO
(Exoneração do sócio)
acordarem na escolha de outro local. (Competências)
Três) As reuniões deverão ser convocadas
Um) Qualquer sócio pode exonerar-se da por qualquer administrador ou ainda a pedido de O administrador terá todos os poderes para
sociedade nos termos da lei. um dos sócios, por meio de carta registada com gerir a sociedade e prosseguir o seu objecto
Dois) O sócio que queira exonerar-se noti- aviso de recepção, com a antecedência mínima social, salvo os poderes e competências que
ficará a sociedade, por escrito, da sua intenção de quinze dias. não estejam exclusivamente atribuídos por lei
de se exonerar e amortizar a quota. No prazo ou pelos presentes estatutos à assembleia geral.
de trinta dias após a referida notificação, a ARTIGO DÉCIMO QUARTO
sociedade amortizará a quota, procederá à sua ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
(Competências da assembleia geral)
aquisição ou fará com que seja adquirida por (Vinculação da sociedade)
um sócio ou terceiro. Um) A assembleia geral delibera sobre
Três) Se a sociedade não amortizar, adquirir os assuntos que não estejam exclusivamente A sociedade obriga-se:
ou fizer adquirir a quota por outro sócio ou reservados por lei aos outros órgãos e sobre os a) Pela assinatura conjunta de dois
terceiro, o sócio poderá alienar a sua quota a assuntos que por lei ou por estes estatutos sejam administradores, no âmbito dos
um terceiro, sem o consentimento prévio da da sua competência, nomeadamente: poderes e competências que lhe
sociedade. tenham sido conferidos; sendo uma
a) Aprovação do relatório anual do
Quatro) O sócio só pode exonerar-se da das assinaturas a do presidente do
conselho de administração, do
sociedade, se as suas quotas estiverem inte- conselho de administração; e
balanço e das contas do exercício;
gralmente realizadas. b) Pelas assinaturas conjuntas de um
b) Distribuição de lucros;
c) A designação e a destituição de administrador e de um procurador,
ARTIGO DÉCIMO
nos precisos termos do respectivo
qualquer membro do conselho de
(Ónus e encargos) instrumento de mandato;
administração;
c) Até à nomeação dos membros
Um) Os sócios não constituirão nem auto- d) A remuneração dos membros dos
que irão compor o conselho de
rizarão que sejam constituídos quaisquer órgãos sociais;
administração, a sociedade será
ónus, ou outros encargos sobre as suas quotas, e) Alterações dos estatutos da sociedade,
vinculada pela assinatura do senhor
salvo se autorizados pela sociedade, mediante nomeadamente em matérias de
Ahmad Mahomed Essak ou do
deliberação da assembleia geral. fusões, transformações, dissolução
Dois) O sócio que pretenda constituir senhor Bernardo Gago da Silva
e liquidação da sociedade;
quaisquer ónus ou outros encargos sobre a Correa Figueira.
f) Aumento ou redução do capital social;
sua quota, deverá notificar a sociedade, por g) Aprovação dos termos, condições e ARTIGO DÉCIMO OITAVO
carta registada com aviso de recepção, dos garantias de suprimentos;
respectivos termos e condições, incluindo h) Aprovar a nomeação do mandatário (Exercício e contas do exercício)
informação detalhada da transacção subjacente. da sociedade e determinar especi- Um) O exercício anual da sociedade coincide
Três) A reunião da assembleia geral será ficamente os poderes necessários com o ano civil.
convocada no prazo de quinze dias a contar da para os quais é nomeado; Dois) O conselho de administração deverá
data de recepção da referida carta registada. i) A exclusão de um sócio; preparar e submeter à aprovação da assembleia
j) Amortização de quotas; geral o relatório anual da administração, o
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
k) Consentimento da sociedade quanto a balanço e as contas de cada exercício, até ao
(Órgãos sociais) cessão de quotas; terceiro mês do ano seguinte em análise.
Constituem órgãos sociais da sociedade a l) Outras matérias reguladas pela lei
comercial. ARTIGO DÉCIMO NONO
assembleia geral eo conselho de administração.
(Dissolução)
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO ARTIGO DÉCIMO QUINTO
Um) A sociedade dissolve-se nos casos
(Composição da assembleia geral) (Conselho de administração)
previstos na lei ou por deliberação unânime da
Um) A assembleia geral é constituída por Um) A sociedade será administrada por assembleia geral.
todos os sócios da sociedade. um conselho de administração composto por Dois) Os sócios diligenciarão para que sejam
Dois) As reuniões da assembleia geral três administradores, que podem ser pessoas executados todos os actos exigidos pela lei para
serão conduzidas por uma mesa composta estranhas à sociedade, sendo um deles o pre- efectuar a dissolução da sociedade ocorrendo
por um presidente e por um secretário, os sidente. quaisquer casos de dissolução.
2760 III SÉRIE — NÚMERO 68
ARTIGO VIGÉSIMO de Morrumbene e residente na cidade de f) Uma quota no valor nominal de dois
(Liquidação)
Maputo, portador do Bilhete de Identidade mil e quinhentos meticais repre-
n.º 110100133618N de trinta e um de sentativa a doze vírgula cinco por
Um) A liquidação da sociedade será extra- Março de dois mil e dez e Adriano Jonas, cento do capital social pertencente
-judicial, nos termos a serem deliberados pela casado, de nacionalidade moçambicana, ao sócio Adriano Jonas.
assembleia geral, e tendo em atenção o disposto natural de Massinga e residente na cidade de Que em tudo o que não foi alterado continua
na legislação em vigor. Maputo, portador do Bilhete de Identidade a vigorará conforme os estatutos da constituição.
Dois) A sociedade poderá ser imediatamente n.º 11010013097M de um de Abril de dois mil
liquidada, mediante a transferência de todos e dez, que manifestaram o interesse de adquirir Está conforme.
os seus bens, direitos e obrigações a favor as quotas. Inhambane, dezoito de Fevereiro de dois mil
de qualquer sócio desde que devidamente Os sócios presentes em conformidade e catorze. — O Ajudante, Ilegível.
autorizado pela assembleia geral e obtido o com os seus representantes, deliberaram
acordo escrito de todos os credores. por unanimidade que os sócios Irma Theron
Três) Se a sociedade não for imediatamente ,Jan PieterTheron e Willem Johannes
liquidada, nos termos do número anterior, ChristiaanTheron, detentores de quotas
e sem prejuízo de outras disposições legais nos valores nominais de seis mil meticais, Swater Engineering
imperativas, todas as dívidas e responsabilidades representativa de trinta por cento do capital Construction Co. Limitada
da sociedade incluindo, sem restrições, todas social e quatro mil meticais, representativa
as despesas incorridas com a liquidação e de vinte por cento do capital social para os Certifico, para efeitos de publicação, que
quaisquer empréstimos vencidos serão pagos dois últimos sócios, dividirem por duas suas por escritura de quinze de Novembro de dois
ou reembolsados antes de serem transferidos quotas e cederem parcialmente a favor dos mil e treze, lavrada a folhas vinte e nove e
quaisquer fundos aos sócios. sócios Augusto de Sousa Fernando e Adriano seguintes do livro de notas para escrituras
Jonas que depois unificam as quotas recebidas diversas número trezentos e vinte traço D, do
Quatro) A assembleia geral pode deliberar,
Segundo Cartório Notarial de Maputo, perante
por unanimidade, que os bens remanescentes ficando com dois mil e quinhentos meticais
Sérgio João Soares Pinto, licenciado em Direito,
sejam distribuídos pelos sócios. correspondentes a doze porcento do capital
técnico superior dos registos e notariado e
social para cada um respectivamente. Os notário do referido cartório, foi constituída
ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO cedentes reservam para si cinco mil meticais entre Jiangsu Water Resources Corporation
(Omissões) correspondentes a vinte e cinco por cento e dois for International Economical & Technical
mil meticais correspondentes a dez por cento Cooperation e Jinfu Yang, uma sociedade
Em tudo que for omisso aplicar-se-ão as para os dois últimos sócios, tendo conferido por quotas de responsabilidade limitada
disposições constantes do Código Comercial, a plena quitação, e seguidamente procedido a denominada Swater Engineering Construction
aprovado pelo Decreto-Lei número dois barra unificação das quotas. Co. Limitada, com sede em Maputo, que se
dois mil e cinco, de vinte e sete de Dezembro Por conseguinte fica alterado o artigo cinco regera pelas cláusulas constantes dos seguintes
e demais legislação aplicável e em vigor na do pacto social e passa a ter nova redacção estatutos:
República de Moçambique. seguinte: CAPÍTULO I
Maputo, vinte de Maio de dois mil e ca- ARTIGO QUINTO
torze. — O Técnico, Ilegível. Da denominação, duração, sede
(Capital social) e objecto

O capital social, integralmente realizado em ARTIGO PRIMEIRO


dinheiro, é de vinte mil meticais correspondentes (Denominação)
à soma de seis quotas assim distribuídas:
Paz do Pai Lodge, Limitada a) Uma quota no valor nominal de
Um) A sociedade adopta a denominação
Swater Engineering Construction Co. Limitada.
Certifico, para efeitos de publicação, que seis mil meticais representativa a Dois) A sua duração é por tempo inde-
por acta da assembleia geral extraordinária, trinta por cento do capital social terminado, contando-se o seu início a partir da
pertencente ao sócio Willem data da celebração da escritura.
de cessão parcial de quotas, na sociedade em
Johannes ChristiaanTheron;
epígrafe, realizada no dia cinco de Fevereiro de
b) Uma quota no valor nominal de cinco ARTIGO SEGUNDO
dois mil e catorze na sede da mesma, matricu-
mil meticais representativa a vinte (Sede)
lada no Registo das Entidades Legais sob
e cinco por cento do capital social
o n.º 100193930, onde estiveram presentes os Um) A sociedade tem a sua sede em Maputo.
pertencente ao sócio Irma Theron;
sócios Irma Theron, natural e residente na Africa Dois) A gerência poderá mudar a sede social
c) Uma quota no valor nominal de dois
do Sul, Willem Johannes ChristiaanTheron, para qualquer outro local, dentro da mesma
mil meticais representativa a dez
natural e residente na África do Sul, que cidade ou do mesmo distrito, e poderá abrir
por cento do capital social perten-
outorga neste acto por si e em representação sucursais, filiais, delegações ou outras formas
cente ao sócio Jan PieterTheron;
dos sócios Jan Pieter Theron e Willem Johannes de representação quer no estrangeiro quer no
d) Uma quota no valor nominal de
ChristiaanTheron, ambos naturais e residentes território nacional, devendo notificar os sócios
dois mil meticais representativa por escrito dessa mudança.
na Africa do Sul conforme as procurações a dez por cento do capital social
outorgadas na África do Sul em trinta de Janeiro pertencente ao sócio Willem ARTIGO TERCEIRO
de dois mil e catorze, já traduzidas em língua Johannes ChristiaanTheron;
oficial que fazem parte integrante do processo, (Objecto)
e) Uma quota no valor nominal de
estando representado deste modo os cem por dois mil e quinhentos meticais A sociedade tem por objecto:
cento do capital social. representativa a doze vírgula a) Construção civil e obras públicas;
Estiveram como convidados os senhores cinco por cento do capital social b) A sociedade poderá participar e
Augusto de sousa Fernando, casado, de pertencente ao sócio Augusto de adquirir participações no capital
nacionalidade moçambicana, natural sousa Fernando; social de outras sociedades, ainda
22 DE AGOSTO DE 2014 2761
que estas tenham um objecto social de resposta escrita, presume-se que o sócio CAPÍTULO III
diferente da sociedade, bem como não cedente não exerce direito de preferência,
Da assembleia geral, a administração
pode associar-se, seja qual for a podendo então o sócio cedente celebrar a venda.
e representação da sociedade
forma da associação, com outras Três) A venda de quota pelo sócio cedente
empresas ou sociedades, para deverá ser efectuada no prazo máximo de trinta ARTIGO OITAVO
desenvolvimento de objecto. dias consecutivos a contar da data da última (Convocação e reunião
resposta, sob pena de caducidade dos direitos da assembleia geral)
CAPÍTULO II
de preferência exercidos.
Um) A assembleia geral reunirá ordina-
Do capital social e cessão de quotas Quatro) A transmissão da quota sem obser-
riamente, uma vez por ano para apreciação
vância do estipulado neste artigo e nula, não aprovação ou modificação do balanço e contas
ARTIGO QUARTO
produzindo qualquer efeito perante a sociedade do exercício, e extraordinariamente sempre que
O capital social, integralmente subscrito e perante aos sócios não cedentes. for necessário.
e realizado em dinheiro, é de dez milhões e Dois) A assembleia geral e convocada por
quinhentos mil meticais que corresponde à ARTIGO SÉTIMO qualquer gerente ou com sócios representado
soma de duas quotas desiguais, sendo uma pelo menos cinquenta e cinco por cento do
(Amortização de quotas)
de dez milhões trezentos e noventa e cinco capital, mediante carta registada com aviso de
mil meticais, correspondendo a noventa e Um) A sociedade pode amortizar contas nos recepção dirigida aos sócios com a antecedência
nove por cento capital social pertencente a seguintes casos: mínima de vinte dias.
sócia Jiang Suwater Resourees Corporation Três) A assembleia geral poderá reunir e
a) Por acordo com respectivo titular;
for International Economical &Technical validamente deliberar sem dependência de
b) Em caso de falência ou insolvência de
Cooperation, outra quota de cento e cinco mil prévia convocatória se todos os sócios estiverem
qualquer dos sócios; presentes ou representados e manifestarem
meticais, correspondendo a um por cento do
c) Em caso de a quota ser retirada da livre unanimemente a vontade de que assembleia se
capital social, pertencente ao sócio Jinfuyang.
disponibilidade do sócio, ou se por constituía e delibere sobre determinado assunto,
ARTIGO QUINTO qualquer motivo for penhorada, salvo nos casos em que a lei os proíbe.
arrestada ou arrolada em qualquer Quatro) Os sócios individuais poderão
(Prestações suplementares e suprimentos) fazer se representar nas assembleias gerais por
processo judicial;
Um) Poderão ser exigidas prestações suple- d) Em caso de recusa de consentimento a outros sócios, mediante carta simples dirigida
mentares de capital, desde que a assembleia cessão, ou de cessão a terceiros sem ao presidente da mesa da assembleia, ou por
geral assim o decida, até ao limite correspondente observância do estipulado no artigo terceiros estranhos a sociedade, mediante
procuração com poderes especiais; os sócios
a dez vezes o capital social. sexto do pacto social;
pessoas colectivas far-se-ão representar
Dois) As prestações suplementares não juros e) Nos casos em que o respectivo titular pelo representante nomeado em acta da sua
e só serão reembolsáveis aos sócios desde que, pratique acto, de natureza cível ou respectiva assembleia geral. O documento
se for efectuada a restituição, a situação líquida criminal, que prejudique ou seja de representação pode ser apresentado até ao
da sociedade não fique inferior a soma do capital susceptível de prejudicar o bom momento de início da assembleia geral.
e da reserva legal. nome da sociedade ou dos seus
Três) Os sócios poderão fazer a sociedade sócios. ARTIGO NONO
suprimentos, quer para titular empréstimos f) Caso o sócio exerça por si ou por (Competências)
em dinheiro quer para titular o deferimento de
interposta pessoa, concorrência
créditos de sócios sobre a sociedade, nos termos Dependem de deliberação da assembleia
com as actividades da sociedade.
que forem definidos pela assembleia geral que geral os seguintes actos, além dos outros que
fixará os juros e as condições de rebolço. Dois) Caso a sociedade recuse o consenti- a lei indique:
mento a cessão, poderá amortizar ou adquirir a) Nomeação e exoneração dos gerentes;
ARTIGO SEXTO para si a quotas. b) Amortização, aquisição e oneração de
(Divisão e cessão de quotas)
Três) A sociedade só pode amortizar quotas quotas e prestação do consentimento
se, a data da deliberação e depois de satisfazer a cessão de quotas;
Um) A cessão total ou parcial de quotas, a contrapartida da amortização, a sua situação c) Chamada a restituição de prestações
quer entre sócios quer para estranhos, não liquida não ficar inferior a soma do capital e das suplementares de capital;
depende do consentimento da sociedade para reservas, salvo se simultaneamente deliberar a d) Alteração de contrato de sociedade;
se tornar eficaz, mas em caso de cessão a e) Propositura de acções jurídicas contra
redução do capital social.
estranhos, a sociedade em primeiro lugar os gerentes.
Quatro) O preço de amortização nos casos
sócios em segundo lugar terão sempre direito
previstos na alíneas b), c) e d) do numero do ARTIGO DÉCIMO
de preferência e, se mais do que um sócio
presente será o correspondente ao respectivo
desejar preferir, a quota será repartida pelos (Quórum representações e deliberações)
valor nominal; no remanescente caso do número
interessados na proporção das quotas que então
um do presente, o valor será o apurado com base Um) Por cada cinquenta mil meticais de
possuem.
no ultimo balanco aprovado, acrescido da parte capital social corresponde um voto.
Dois) O sócio que pretenda ceder a sua quota Dois) As deliberações das assembleias
a terceiros estranhos a sociedade, notificará por proporcional das reservas que não se destinem a
cobrir prejuízos, reduzido ou acrescido da parte gerais são tomadas po r maioria simples
escrito os sócios não cedente, identificando o cinquenta e um por cento dos votos presentes
nome do potencial adquirente, o preço e de proposicional da diminuição ou aumento do
ou representados.
mas condições e termos de venda. Cada sócio valor contabilístico do activo liquido posterior Três) São tomadas por maioria de oitenta e
não cedente dispõe do prazo de dez dias úteis ao referido balanço, sendo o preço apurado cinco por cento do capital as deliberações sobre
consecutivos a contar da data da recepção da pago em dez prestações mensais, iguais e alterações de contrato de sociedade, aumento de
comunicação do sócio cedente para exercer consecutivas, vencendo-se a primeira trita dias capital social, fusão, transformação e dissolução
por escrito o direito de preferência. Na falta apos a data de deliberação. da sociedade, venda, alienação ou oneração
2762 III SÉRIE — NÚMERO 68
do imobilizado da sociedade, exoneração, b) Adquirir ou alienar por qualquer Logística e Comércio
exclusão e nomeação de gerentes, prestação forma quotas próprias da socie- do Norte, Limitada
de suplemento pelos sócios, oneração, cessão dade, observando o disposto no
e divisão de quotas. artigo sexto; Certifico, para efeitos de publicação, que por
c) Adquirir e alínea outros bens mobi- acta de quatro de Julho de dois mil e catorze,
CAPÍTULO IV
liários, assim como obrigá-los por a sociedada de Logística e Comércio do Norte,
Do conselho de direcção qualquer forma; Limitada matriculada na Conservatória do
d) Adquirir bens imobiliários e aliená-los Registo das Entidades Legais de Maputo, sob
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
n.º 100131161, deliberaram o seguinte:
por quaisquer actos ou contractos,
Composição do conselho de direcção
bem como onerá-los, ainda que De conformidade com o número um do
Um) A administração e gestão da sociedade mediante a constituição de garantia; artigo décimo quinto foram eleitos os senhores
será exercida por um conselho de direcção e) Negociar com qualquer instituições Tarlal Basma, e Nailesh Thusay, como
composto por três membros, sendo um director administradores da sociedade para o quadriénio
de credito, nomeadamente bancos,
geral e dois administradores, que podem ser de dois mil e catorze a dois mil e dezassete.
estranhos a sociedade. casas bancárias e instituições
Dois) A assembleia geral designaram, de de intermediação financeira, ARTIGO VIGÉSIMO
entre os membros do conselho de o director- todas e quaisquer operações de
-geral. No período entre as reuniões da financiamento, activas e pas-sivas, Alteração da alínea b) do número
assembleia geral, o conselho de direcção que entenda necessárias, desig- um do artigo vigésimo, passando a ter a
poderá substituir o director que estiver impedido seguinte redacção:
nadamente, contraído empréstimos
de exercer as suas funções, com solução nos termos, condições, prazos e b) Pela assinatura única de qual-
provisorias ate a assembleia geral seguinte, quer um dos administradores.
formas que reputar convenientes;
devendo o substituto ser escolhido de entre os
outros membros do conselho de direcção. f) Intervir em operações de credito a Maputo, dezassete de Agosto de dois mil
Três) Fica desde já nomeado director-geral favor de terceiros, sempre que o e catorze. — O Técnico, Ilegível.
o sócio Guoxing Chen. julgue conveniente aos interesses
sociais, quer com obrigado principal
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO quer como garante;
Periodicidade das reuniões e formalidades g) Movimento contas bancárias, depó-
sitos e levantar dinheiro, emitir, Transport Holdings
Um) O conselho de direcção reúne sempre
sacar, aceitar e endossar letras, Mozambique, Limitada
que necessário para os interesses da sociedade,
mediante convocação escrita do director geral livranças, cheques, extractos de Certifico, para efeitos de publicação, que
ou de, pelo menos, dois administradores, com facturas e outros títulos de créditos. por acta da assembleia geral datada de vinte
pelo menos quinze dias de antecedência. e quatro de Junho de dois mil e catorze, a
Dois) O director-geral não pode deixar ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
sociedade comercial Transport Holdings
de convocar o conselho de direcção, sempre
Formas de obrigar a sociedade Mozambique, Limitada, sociedade por quotas
que tal seja solicitado por qualquer dos
administradores. de responsabilidade limitada registada na
Um) A sociedade fica obrigado;
Três) O conselho de direcção reúne- Conservatória das Entidades Legais de Maputo
-se, em princípio, na sede social, podendo, a) Pela única assinatura do director-geral; sob o número um, zero, zero, quatro, dois,
todavia, sempre que o director-geral o entenda b) Pela assinatura conjunta de um seis, cinco, oito, sete, os sócios da sociedade,
conveniente, reúne se em qualquer outro local. administrador e de um mandatário deliberaram por unanimidade, proceder à cessão
Quatro) O administrador temporariamente com poderes gerais de gerência. de quotas e alteração parcial do pacto social, em
impedido de comparecer, pode permitir que Dois) Os actos de mero expediente poderão que o sócio Ramgito Issufo cede a totalidade da
seja representado ou representada por outro sua quota, com valor nominal de vinte e nove
administrador, mediante comunicação dirigida ser assinados por um administrador ou por
qualquer empregado devidamente autorizado. mil e setecentos Meticais que corresponde a
ao director-geral. Ao mesmo administrador noventa e nove por cento do capital social da
pode ser confiada a representação de um ou
CAPÍTULO V Transport Holdings Mozambique Limitada,
mais administradores.
Cinco) Para que o conselho de direcção com os correspondentes direitos e obrigações e
Das disposições comuns se aparta da sociedade nada mais tendo a haver.
possa reunir e deliberar validamente deve estar
presente ou representada mais de metade dos ARTIGO DÉCIMO QUARTO Como resultado da cessão de quotas e adição
seus membros. de um novo objecto social, é assim alterada
Seis) As deliberações do conselho de (Dissolução e liquidação)
a totalidade do pacto social, passando a ter a
direcção são tomadas por maioria simples de Um) A sociedade dissolve-se nos casos e nos seguinte nova redacção:
votos dos membros presentes ou representado,
termos estabelecidos na lei.
excepto nos casos em que se exija maioria ARTIGO PRIMEIRO
qualificada de dois terços dos votos. Dois) A liquidação será feita na forma
Sete) Requerem maioria qualificada de dois aprovada por deliberação dos sócios. Denominação e sede
terços dos votos dos membros do conselho
ARTIGO DÉCIMO QUINTO Um) A sociedade adopta a denominação
de direcção as deliberações que tenham por
Transport Holdings Mozambique, Limitada e
objecto: Disposições finais constitui-se sob a forma de sociedade por quotas
a) Estabelecer em território nacional ou de responsabilidade limitada.
fora dele, transferir ou encerrar Em tudo quanto fica omisso regularão as
disposições do código comercial em vigor e Dois) A sociedade tem a sua sede na cidade
sucursais, agências ou quaisquer
outras formas de representação de Maputo, e sucursal na cidade da Beira, na
demais legislação aplicável.
social e deslocar a sede para qual- República de Moçambique, podendo abrir
Está conforme. sucursais, delegações, agências ou qualquer
quer parte do território nacional,
conforme estabelecido no artigo Maputo, dezanove de dois mil e treze. — outra forma de representação social, no território
terceiro dos estatutos; O Técnico, Ilegível. nacional ou no estrangeiro.
22 DE AGOSTO DE 2014 2763
Três) Mediante simples deliberação, pode b) Uma quota de trezentos meticais, CAPÍTULO III
o conselho de administração transferir a sede correspondente a um por cento Dos órgãos sociais, administração
para qualquer outro local no território nacional. do capital social, pertencente a e representação da sociedade
Anthony Lee.
ARTIGO SEGUNDO ARTIGO NONO
Dois) A assembleia geral poderá decidir
Duração sobre o aumento do capital social, definindo Órgãos sociais
A duração da sociedade é por tempo indeter- as modalidades, termos e condições da sua Os órgãos sociais são a assembleia geral,
minado. realização. o conselho de administração e o fiscal único.
ARTIGO TERCEIRO ARTIGO QUINTO ARTIGO DÉCIMO
Objecto Prestações suplementares e suprimentos Assembleia geral
Um) A sociedade tem por objecto principal Um) Não serão exigíveis prestações suple- Um) A assembleia geral reúne-se ordina-
o exercício das seguintes actividades:
mentares de capital, podendo os sócios, porém, riamente na sede social ou em qualquer outro
a) Transporte de mercadorias/cargas; conceder à sociedade os suprimentos de que sítio a ser definido pela mesma na sua primeira
b) Armazenamento de mercadorias; reunião, uma vez por ano, para a deliberação
necessite, nos termos e condições fixados por
c) Serviços de logística; do balanço anual de contas e do exercício e,
deliberação da assembleia geral.
d) Agenciamento de navios; extraordinariamente, quando convocada pelo
e) Agenciamento de mercadorias; Dois) Entendem-se por suprimentos o
conselho de administração ou sempre que
f) Agenciamento de mercadorias em dinheiro ou outra coisa fungível, que os sócios
for necessário, para deliberar sobre quaisquer
trânsito; possam emprestar à sociedade. outros assuntos para que tenha sido convocada.
g) Agente transitário; Dois) É dispensada a reunião da assembleia
h) Agenciamento de frete e fretamento de ARTIGO SEXTO
geral e são dispensadas as formalidades
mercadorias; e da sua convocação quando todos os sócios
Divisão e transmissão de quotas
i) Prestação de serviços nas áreas de concordarem por escrito na deliberação ou
comissões, consignações, agencia- Um) A divisão e a transmissão de quotas concordem que por esta forma se delibere,
mento, representação comercial, carecem de informação prévia à sociedade. considerando-se válidas, nessas condições, as
procurement e afins; Dois) O sócio que pretenda transmitir a sua deliberações tomadas, ainda que realizadas fora
j) Importação e exportação de produtos da sede social em qualquer ocasião e qualquer
quota informará a sociedade, com o mínimo
e dos materiais necessários para o que seja o seu objecto.
de trinta dias de antecedência, através de
exercício da actividade da socie- Três) Exceptuam-se as deliberações que
dade; e carta registada ou outro meio de comunicação
importem modificações dos estatutos e dis-
k) Exercer outras actividades e operações que deixe prova escrita, dando a conhecer o
solução da sociedade.
relacionadas com as actividades projecto de venda e as respectivas condições Quatro) A assembleia geral será convocada
acima mencionadas. contratuais, nomeadamente, o preço e a forma pelo conselho de administração, por carta
Dois) A sociedade poderá exercer outras de pagamento. registada com aviso de recepção ou outro meio
actividades subsidiárias ou complementares do Três) Gozam do direito de preferência na de comunicação que deixe prova escrita, a todos
seu objecto principal, desde que devidamente aquisição da quota a ser transmitida, a sociedade os sócios da sociedade com a antecedência
autorizadas. e os restantes sócios, por esta ordem. No caso mínima de quinze dias, dando-se a conhecer a
Três) Mediante deliberação do conselho de de nem a sociedade nem os restantes sócios ordem de trabalhos e a informação necessária à
administração, a sociedade poderá participar, tomada de deliberação, quando seja esse o caso.
pretenderem usar o mencionado direito de
directa ou indirectamente, em projectos Cinco) Por acordo expresso dos sócios, pode
de desenvolvimento que de alguma forma preferência, então o sócio que desejar vender a ser dispensado o prazo previsto no número
concorram para o preenchimento do seu objecto sua quota poderá fazê-lo livremente. anterior.
social, bem como aceitar concessões, adquirir Quatro) É nula qualquer divisão ou trans-
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
e gerir participações sociais no capital de missão de quotas que não observe o preceituado
quaisquer sociedades, independentemente do no presente artigo. Representação em assembleia geral
respectivo objecto social, ou ainda participar Um) Qualquer dos sócios poderá fazer-se
em empresas, associações empresariais, ARTIGO SÉTIMO representar na assembleia geral por outro sócio,
agrupamentos de empresas ou outras formas mediante simples carta dirigida ao conselho
Amortização de quotas
de associação. de administração e por este recebida até às
A sociedade tem a faculdade de amortizar dezassete horas do último dia útil anterior à data
CAPÍTULO II
quotas, nos casos de exclusão ou exoneração da sessão.
Do capital social de sócio. Dois) O sócio que for pessoa colectiva far-
-se-á representar na assembleia geral pela pes-
ARTIGO QUARTO ARTIGO OITAVO soa física para esse efeito designada, mediante
Capital social comunicação escrita dirigida pela forma e com
Morte ou incapacidade dos sócios
a antecedência indicadas no número anterior.
Um) O capital social, integralmente subs-
Em caso de morte ou incapacidade de
crito e realizado em dinheiro, é de trinta mil ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
meticais, encontrando-se dividido em duas qualquer um dos sócios, os herdeiros legalmente
quotas, distribuídas da seguinte forma: constituídos do falecido ou representantes do Votação

a) Uma quota de vinte e nove mil incapacitado, exercerão os referidos direitos Um) A assembleia geral considera-se regu-
setecentos meticais, correspondente e deveres sociais, devendo mandatar um de larmente constituída para deliberar qualquer
a noventa e nove por cento do entre eles que a todos represente na sociedade que seja o número de sócios presentes ou
capital social, pertencente a enquanto a respectiva quota se mantiver indi- representados, salvo o disposto no número três
Transport Holdings Limited; visa. abaixo.
2764 III SÉRIE — NÚMERO 68
Dois) As deliberações da assembleia geral Três) A assembleia geral deliberará sobre Comercial, aprovado pelo Decreto-Lei número
serão tomadas por maioria simples dos votos a caução a prestar pelo fiscal único, podendo dois barra dois mil e cinco, de vinte e sete
presentes ou representados. dispensá-la. de Dezembro, e demais legislação aplicável.
Três) As deliberações da assembleia geral Quatro) O fiscal único poderá ser remune- Maputo, vinte e seis de de Junho, de dois mil
que importem a modificação dos estatutos ou rado nos termos em que a assembleia geral e catorze. — O Técnico, Ilegível.
a dissolução da sociedade, serão tomadas por o vier a fixar.
maioria qualificada de setenta e cinco por cento
CAPÍTULO IV
dos votos do capital social.
Quatro) Os sócios podem votar com Do exercício e aplicação de resultados
procuração dos outros sócios ausentes, e
não será válida, quanto às deliberações que
ARTIGO DÉCIMO QUINTO Tropicgest – Sociedade
Balanço e prestação de contas Unipessoal, Limitada
importem modificação do pacto social ou
dissolução da sociedade, a procuração que não Um) O exercício social coincide com o ano Certifico, para efeitos de publicação, que
contenha poderes especiais quanto ao objecto civil. por documento particular de seis de Maio de
da mesma deliberação. Dois) O balanço e a conta de resultados dois mil e catorze, foi constituída, e outorgado o
fecham a trinta e um de Dezembro de cada ano, respectivo contrato de sociedade, uma sociedade
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO e carecem de aprovação da assembleia geral, a comercial unipessoal de responsabilidade
realizar-se até ao dia trinta e um de Março do limitada, denominada Tropicgest – Sociedade
Administração e representação
ano seguinte. Unipessoal, Limitada, a qual se regerá pelos
Um) A administração e representação da Três) O conselho de administração apre- termos e condições estabelecidos nos seguintes
sociedade são exercidas por um conselho sentará à aprovação da assembleia geral estatutos:
de administração composto por quatro o balanço de contas de ganhos e perdas, CAPÍTULO I
administradores a serem eleitos pela assembleia acompanhados de um relatório da situação
geral. comercial, financeira e económica da sociedade, Da denominação, duração, sede
Dois) Os administradores são eleitos bem como a proposta quanto à repartição de e objecto
pelo período de quatro anos renováveis, lucros e perdas. ARTIGO UM
salvo deliberação em contrário da assembleia
ARTIGO DÉCIMO SEXTO Denominação e sede
geral, podendo ser eleitas pessoas estranhas
à sociedade, sendo dispensada a prestação de Resultados A sociedade adopta a denominação de
qualquer caução para o exercício do cargo. Tropicgest – Sociedade Unipessoal, Limitada,e
Um) Dos lucros apurados em cada exercício
Três) A gestão corrente da sociedade é tem a sua sede na cidade de Maputo, na
deduzir-se-á a percentagem legal estabelecida
confiada a um director-geral, a ser designado Avenida Mártires de Mueda número quinhentos
para a constituição do fundo de reserva legal,
pelo conselho de administração, por um e cinquenta, podendo abrir delegações ou
enquanto não se encontrar realizada nos termos
período de um ano renovável. O conselho quaisquer outras formas de representação em
da lei, ou sempre que for necessário reintegrá-la.
de administração pode a qualquer momento qualquer parte do território nacional, ou no
Dois) A parte restante dos lucros será apli-
estrangeiro e rege-se pelos presentes estatutos
revogar o mandato do director-geral. cada nos termos que forem aprovados pela
e demais legislação aplicável.
Quatro) A gestão será regulada nos termos assembleia geral.
de um regulamento interno a ser aprovado pelo ARTIGO DOIS
conselho da administração. CAPÍTULO V
Duração
Cinco) A sociedade obriga-se: Da dissolução e liquidação
a) Pela assinatura conjunta de dois da sociedade A duração da sociedade é por tempo inde-
administradores; ou terminado, contando-se o seu começo a partir
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO da data de constituição.
b) Pela assinatura conjunta de dois
mandatários a quem dois admi- Dissolução e liquidação da sociedade
ARTIGO TRÊS
nistradores tenham confiado pode- Um) A sociedade dissolve-se nos casos
res necessários e bastantes por meio Objecto
expressamente previstos na lei ou por deliberação
de procuração. unânime dos seus sócios. Um) A sociedade tem por objecto a gestão
Seis) Nos actos e documentos de mero Dois) Declarada a dissolução da sociedade, de participações sociais, prestação de serviços
expediente é suficiente a assinatura de qualquer proceder-se-á à sua liquidação gozando os de consultoria, agenciamento e intermediação
um dos administradores, ou do director-geral liquidatários, nomeados pela assembleia geral, de contractos.
ou do mandatário da sociedade com poderes dos mais amplos poderes para o efeito. Dois) A sociedade poderá igualmente exercer
Três) Em caso de dissolução por acordo dos qualquer outra actividade de natureza comercial
bastantes para o acto.
sócios, todos eles serão os seus liquidatários ou industrial por lei permitida ou para que
ARTIGO DÉCIMO QUARTO e a partilha dos bens sociais e valores apu- obtenha as necessárias autorizações, conforme
rados proceder-se-á conforme deliberação da for decidido pelo sócio.
Fiscal único assembleia geral.
CAPÍTULO II
Um) A fiscalização da sociedade será CAPÍTULO VI
exercida por um fiscal único eleito pela Do capital social, quotas, aumento
assembleia geral ordinária, mantendo-se Das disposições finais e redução do capital social
em funções até à assembleia geral ordinária ARTIGO DÉCIMO OITAVO ARTIGO QUATRO
seguinte, podendo ser reeleito por uma ou mais
vezes. Disposições finais Capital social
Dois) O fiscal único será auditor de contas As omissões aos presentes estatutos serão O capital social, integralmente realizado
ou sociedade de auditores de contas. reguladas e resolvidas de acordo com o Código em bens e dinheiro, é de vinte mil meticais,
22 DE AGOSTO DE 2014 2765
e corresponde a uma única quota com o mesmo ARTIGO DEZ b) Uma quota com o valor nominal de
valor nominal, pertencente ao único sócio vinte mil meticais, pertencente
Dissolução e liquidação da sociedade
Bernardo Gago da Silva Correa Figueira. ao sócio Muhammad Waqas,
A sociedade somente se dissolve nos termos equivalente a vinte por cento do
ARTIGO CINCO fixados na lei. capital social.
Aumento e redução do capital social ARTIGO ONZE Que, em tudo não alterado por esta mesma
escritura pública continuam a vigorar as
O capital social pode ser aumentado ou Morte, interdição ou inabilitação
disposições do pacto social anterior.
reduzido mediante decisão do sócio, alterando
Em caso de morte, interdição ou inabilitação Está conforme.
se em qualquer dos casos o pacto social para
da sócia, a sociedade continuará com os
o que se observarão as formalidades estabele- Maputo, sete de Julho de dois mil e ca-
herdeiros, caso estes manifestem a intenção
cidas por lei. de continuar na sociedade. Caso não hajam torze. — O Técnico, Ilegível.
CAPÍTULO III herdeiros, sendo paga a quota da sócia, a quem
tem direito, pelo valor que o balanço apresentar
Da administração e representação a data do óbito ou da certificação daqueles
estados, caso os herdeiros ou representante
ARTIGO SEIS
legal não manifeste, no prazo de seis meses
Administração da sociedade após notificação, a intenção de continuar na Mastma, Limitada
sociedade.
Um) A administração da sociedade é Certifico, que para efeitos de publicação, do
ARTIGO DOZE contrato da sociedade com a denominação de
exercida por um ou mais administradores,
ainda que estranhos a sociedade, que ficarão Disposição final Mastma, Limitada, com sede na Vila de Macuse,
dispensados de prestar caução, a ser escolhido distrito de Namacurra, província da Zambézia,
Tudo o que ficou omisso será regulado
pelo sócio, que se reserva o direito de os foi matriculada nesta Conservatória sob NUEL
e resolvido de acordo com a lei comercial.
dispensar a todo o tempo. n.º 100174987 de vinte e sete de Agosto de
Maputo, seis de Maio de dois mil e ca- dois mil e dez, do Registo das Entidades Legais
Dois) O sócio, bem como os administradores torze. — O Técnico, Ilegível.
por este nomeados, por ordem ou com de Quelimane, entre:
autorização deste, podem constituir um ou mais Marcos Artur Lourenco, casado, natural de
procuradores, nos termos e para os efeitos da lei. Macuse, distrito de Namacurra, província
Os mandatos podem ser gerais ou especiais e da Zambézia, de nacionalidade moçambi-
tanto a sócia como os administradores poderão cana, portador do Bilhete de Identidade
revogá los a todo o tempo, estes últimos mesmo 309 Cars, Limitada n.º 0401002714217P, emitido aos dezoito
sem autorização prévia da sócia, quando as de Junho de dois mil e dez pela Direcção
circunstâncias ou a urgência o justifiquem. Certifico, para efeitos de publicação, que
de Identificação de Quelimane e residente
por acta deliberada no dia dez de Junho
Três) O sócio único fica, desde já, nomeado na Avenida Julius Nyerere número mil
de dois mil e catorze, na sede social da
administrador da sociedade. duzentos e setenta e dois, cidade de
sociedade 309 Cars, Limitada, sociedade
por quotas de responsabilidade limitada, de Quelimane, e
ARTIGO SETE Maria Acácia Ernesto Lourenço, casada,
direito Moçambicano, com sede nesta cidade,
Direcção-geral matriculada pela Conservatória dos Registos das natural de Macuse, distrito de Namacurra,
Entidades Legais sob o NUEL 100402920, com Província da Zambézia, de nacionalidade
Um) A gestão corrente da sociedade poderá moçambicana, portador do Bilhete de
o capital social de cem mil meticais, distribuídos
ser confiada a um director-geral, eventualmente Identidade n.º 040100064405A, emitido
da seguinte maneira: O sócio Joaquim Sérgio
assistido por um director-adjunto, sendo ambos aos dezoito de Janeiro de dois mil e dez,
Arsénio Tovela, titular de uma quota no valor
empregados da sociedade. de dez mil meticais, o sócio Muhammad pela Direcção de Identificação Civil de
Dois) Caberá a administração designar o Waqas, titular de uma quota no valor de dez Quelimane e residente na Avenida Julius
director-geral e o director-adjunto bem como mil meticais, o sócio Yasar Sarwar, titular de Nyerere, cidade de Quelimane.
fixar as respectivas atribuições e competência. uma quota no valor de oitenta mil meticais,
É celebrado o presente contrato de socie-
procedeu-se na sociedade em epígrafe a cessão
ARTIGO OITO dade, nos termos do artigo noventa do Código
de quotas onde o sócio Joaquim Sérgio Arsénio
Comercial, que pelo presente contrato de
Formas de obrigar a sociedade Tovela, manifestou a sua vontade em ceder a
quota que possui na sociedade na totalidade a sociedade outorgam e constituem entre si uma
Um) A sociedade fica obrigada pela assina- favor do sócio o Muhammad Waqas, alterando sociedade por quotas que vai reger-se pelos
tura do sócio único. por conseguinte o artigo quarto dos estatutos artigos seguintes:
Dois) Os actos de mero expediente poderão passando a ter a seguinte redacção:
ser assinados pelos directores ou por qualquer CAPÍTULO I
empregado por eles expressamente autorizado. ARTIGO QUARTO Da denominação, sede, duração
Capital social e objecto social
CAPÍTULO IV
O capital social, integralmente subs- ARTIGO PRIMEIRO
Das disposições gerais
crito e realizado em dinheiro é de cem mil
Denominação e sede
ARTIGO NOVE meticais, correspondente à soma de duas
quotas iguais assim distribuídas: Um) A sociedade adopta a denominação de
Balanço e prestação de contas
a) Uma quota com o valor nominal de Mastma, limitada, é uma sociedade por quotas
O ano social coincide com o ano civil, oitenta mil meticais, pertencente de responsabilidade limitada, e tem a sua sede
iniciando a um de Janeiro e terminando a trinta ao sócio Yasar Sarwar, equivalente no Posto Administrativo de Macuse, distrito de
e um de Dezembro. a oitenta por cento do capital social; Namacurra, província da Zambézia.
2766 III SÉRIE — NÚMERO 68
Dois) A sociedade poderá por deliberação membros ou por pessoas físicas por deliberação MIB Multimédia, Limitada
da assembleia geral, abrir e encerrar sucursais, da assembleia geral.
agências, filiais, escritório ou qualquer outra Certifico, para efeitos de publicação, que
Dois) Os membros do conselho de gerência
forma de representação social, em território no dia vinte de Maio de dois mil e catorze,
Nacional. são designados por período de cinco anos
foi matriculada na Conservatória de Registos
para os sócios e de um ano para os não sócios de Entidades Legais sob NUEL 100494736
ARTIGO QUARTO
mediante um contrato de trabalho anual reno- uma sociedade denominada Mib Multimedia,
Objecto vável nos termos do acordo. Limitada, entre:
Um) A sociedade tem por objecto o exercício Três) O conselho de gerência reuni-se de Primeiro. Carlos Zacarias Mandlate, no
das seguintes actividades: quinze em quinze dias, na sede da sociedade estado civil de solteiro, natural de Manhiça
a) Comércio; ou noutro lugar do território nacional sempre e residente na Manhiça, titular do Bilhete de
b) Indústria; Identidade n.º 110100949439C, emitido pela
que os membros concordem.
c) Turismo; Direcção Nacional de Identificação Civil, em
Quatro) As reuniões do conselho de gerência Maputo aos catorze de Março de dois mil e
d) Prestação de serviços.
serão reduzidas a escrito e lavrada em livro de onze;
Dois) A sociedade poderá ter participações
financeiras noutras sociedades, desde que actas para o efeito, devendo as referidas actas Segundo. Edmundo Jorge Babitine Chaúque,
devidamente autorizadas e os sócios o deliberem. ser subscritas e assinadas por todos os presentes. no estado civil de solteiro, natural de Inhambane
Cinco) O conselho de gerência poderá e residente na cidade de Maputo, bairro de
ARTIGO QUINTO Bagamoyo, titular do Bilhete de Identidade
deliberar validamente quando estiverem pre-
Capital social n.º 110500406686C, emitido pela Direcção
sentes todos os membros. Nacional de Identificação Civil de Maputo, aos
Um) O capital social, subscrito e integral- Seis) Em casos de impedimento de um dezoito de Agosto de dois mil e dez; e
mente realizado em dinheiro é de vinte cinco dos membros deve se fazer representar por Terceiro. Falecio Anastacio Namburete,
mil meticais, correspondentes a duas quotas no estado civil de solteiro, natural de Maputo
outero gerente ou outra pessoa devidamente
pertencentes aos sócios seguintes: e residente na cidade de Maputo, bairro do
credenciados para o efeito.
a) Marcos Artur Lourenço com doze Alto-Maé, titular do Bilhete de Identidade
mil e quinhentos meticais, corres- Sete) As deliberações do conselho de ge-
n.º 11102688983I emitido pela Direcção
pondentes, a cinquenta por cento rência são tomadas por maioria simples de Nacional de Identificação Civil de Maputo, aos
do capital social; votos. doze de Dezembro de dois mil e doze.
b) Maria Acácia Ernesto Lourenço com
doze mil e quinhentos meticais ARTIGO NONO ARTIGO PRIMEIRO
correspondentes, a cinquenta por-
Competências (Denominação e sede)
cento do capital social.
Dois) O capital social poderá ser aumentado, Um) Compete ao conselho de gerência Um) A sociedade adopta a denominação de
uma ou mais vezes, por decisão dos sócios, exercer os mais amplos poderes, representado MIB Multimedia, Limitada, é uma sociedade
mediante deliberação da assembleia geral. por quotas de responsabilidade limitada e tem
a sociedade em juízo e fora dele, activa ou
a sua sede na Avenida Josina Machel, número
ARTIGO SEXTO passivamente, e praticando todos os demais mil quatrocentos e vinte e um, primeiro andar
Os sócios poderão fazer a sociedade ou actos orientados para a realização do objecto único, na cidade de Maputo.
suprimento de que ele carecer, nos termos e social que a lei e os presentes estatutos não Dois) A sociedade poderá, igualmente,
condições fixados em assembleia geral. reservarem a assembleia geral. por deliberação dos sócios, abrir agências,
Dois) O conselho de gerência pode delegar delegações, sucursais ou outras formas de
ARTIGO SÉTIMO representação e ainda transferir a sede para
temporariamente poderes em qualquer dos seus
Cessão ou divisão de quotas qualquer ponto do território moçambicano ou
membros. no estrangeiro.
Um) A divisão e cessão total ou parcial de
quotas a sócios ou terceiros, assim como a sua ARTIGO DÉCIMO
ARTIGO SEGUNDO
oneração em garantia de quaisquer obrigações Dissolução
dos sócios, dependem de autorização prévia da (Duração)
sociedade, dada por deliberação da assembleia A sociedade dissolve-se nos termos previstos A duração é por tempo indeterminado,
geral. na lei ou por deliberação da assembleia geral que contando-se o seu início a partir da data de
Dois) O sócio que pretender alienar celebração da escritura pública de constitui-
nomeará uma comissão liquidatária.
a sua quota informará aos demais sócios ção.
com antecedência de trinta dias, por uma
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO ARTIGO TERCEIRO
carta, declarando o seu desejo de cessão e
privilegiando os sócios. Casos omissos (Objecto)
Três) É nula qualquer divisão, cessão,
oneração ou alienação de quotas e feita sem Em tudo que fica omisso regularão as Um) A sociedade tem por objecto principal
observância do disposto nos presentes esta- disposições da lei sete de Março de dois o desenvolvimento das seguintes actividades:
tutos. mil e doze, das sociedades por quotas e a) Edição, publicação, difusão e impres-
ARTIGO OITAVO demais legislação aplicável na República de são de jornais, revistas, boletins
informativos;
Administração e gerência da sociedade Moçambique.
b) Realização de sondagens e inquéritos;
Um) A sociedade será gerida por um Quelimane, dez de Fevereiro de dois mil c) Criação e exploração de estacões de
conselho de gerência, composta por dois e catorze. — O Conservador, Ilegível. rádio e televisão;
22 DE AGOSTO DE 2014 2767
d) Serviços de marketing e publicidade; e f) A natureza das novas entradas, se as Dois) A assembleia geral é convocada por
e) Gestão e assessoria de imagem ins- houver; qualquer um dos sócios ou ainda por qualquer
titucional. g) Os prazos dentro dos quais as entradas sócio representando, pelo menos, dez por cento
Dois) A sociedade poderá exercer quais- devem ser realizadas; do capital mediante carta registada, com aviso
quer outras actividades relacionadas, directa h) O prazo e demais condições do de recepção dirigida aos outros sócios com
ou indirectamente, com o seu objecto principal, exercício do direito de subscrição antecedência mínima de quinze dias.
e preferência; Três) A assembleia geral poderá reunir e
praticar todos os actos complementares da
i) O regime que será aplicado em caso validamente deliberar sem dependência de
sua actividade e outras actividades com fins
de subscrição incompleta. prévia convocatória se todos os sócios estiverem
lucrativos não proibidas por lei, desde que
devidamente autorizada. Quatro) O aumento do capital social será presentes, ou representados e manifestarem
Três) A sociedade poderá ainda, no exercício efectuado nos termos e condições deliberados unânimemente a vontade de que a assembleia
das suas actividades, participar no capital social em assembleia geral e, supletivamente, nos se constitua e deliberem sobre determinado
de outras sociedades existentes ou a constituir, termos gerais. assunto, salvo nos casos em que a lei o proíba.
ainda que de objecto social diferente, bem como Cinco) Em qualquer aumento do capital
social, os sócios gozam de direito de preferência, ARTIGO NONO
associar-se a terceiras entidades, sob quaisquer
formas legalmente permitidas. na proporção das suas participações sociais (Competência)
que possuírem, a exercer nos termos gerais,
ARTIGO QUARTO podendo, porém, este direito ser limitado ou Dependem da deliberação da assembleia
suprimido por deliberação da assembleia geral geral os seguintes actos, além de outras que a
(Capital social) tomada pela maioria dos votos necessários à lei indique:
O capital social, subscrito e realizado em alteração dos estatutos. a) Nomeação e exoneração dos direc-
dinheiro é de cem mil meticais, dividido por tores;
ARTIGO SEXTO
três quotas assim distribuídas: b) Amortização, aquisição e oneração,
a) Uma quota com o valor nominal de (Cessação de quotas) divisão e cessão de quotas;
oitenta mil meticais, correspondente c) Chamada e restituição de prestações
Um) Em caso de cessão, total ou parcial de
a oitenta porcento por cento do suplementares de capital;
quotas, entre sócios ou a favor de terceiros a
capital social, pertencente ao sócio d) Alteração do contrato de sociedade;
sociedade goza de direito de preferência, nas
Carlos Zacarias Mandlate; e) Aquisição, oneração, alienação,
condições de oferta documentada feita por
b) Uma quota com o valor nominal de dez cessão de exploração e trespasse
terceiros.
mil meticais pertencente ao sócio de estabelecimentos comerciais
Dois) No gozo de direito de preferência
da sociedade, bem como, de bens
Edmundo Jorge Babitine Chaúque, da sociedade, a divisão da quota em causa
obedecerá a percentagem de cada um dos sócios imóveis;
correspondente a dez porcento por
remanescentes. f) Estabelecimento de acções judiciais
cento do capital social; e
Três) No caso de a sociedade não exercer contra membros da direcção da
c) Uma quota com o valor nominal de dez
o seu direito de preferência, este passará a sociedade;
mil meticais, pertencente ao sócio
pertencer a cada um dos sócios. g) Fusão, dissolução e liquidação da
Falecio Anastacio Namburete,
sociedade;
correspondente a dez porcento por
ARTIGO SÉTIMO h) Aceitar, sacar e endossar letras e
cento do capital social.
livranças e outros efeitos comer-
(Exclusão e exoneração do sócio)
ARTIGO QUINTO ciais.
Sem prejuízo do disposto na lei, o sócio
(Aumento do capital social) pode ser excluído da sociedade nos seguintes ARTIGO DÉCIMO
Um) O capital social poderá ser aumentado casos: (Quorum, representação e deliberação)
uma ou mais vezes, por recurso a novas entradas a) Quando deliberada e intencionalmente,
Um) As deliberações da assembleia geral
ou por incorporação de reservas disponíveis, viole as normas constantes no
presente estatuto; serão tomadas por maioria dos votos presentes
sob proposta da direcção-geral e mediante
b) Quando não participa e não mostre ou representados, excepto nos casos em que
deliberação da assembleia geral.
interesse pela vida da sociedade; a lei ou os presentes estatutos exijam maioria
Dois) Não poderá ser deliberado o aumento
c) O sócio pode exonerar-se da sociedade, qualificada.
de capital social enquanto não se mostrar
quando tenha perdido total interesse Dois) São tomadas por maioria qualificada
integralmente realizado o capital social inicial
pela vida da sociedade ou se por de setenta e cinco por cento do capital as
ou proveniente de aumento anterior.
qualquer motivo justificável não deliberações sobre alteração ao contrato da
Três) A deliberação do aumento do capital
se possa manter na sociedade, sociedade, fusão, transformação e dissolução
social devem mencionar, pelo menos, as
devendo este caso ser comunicado da sociedade.
seguintes condições:
aos restantes sócios.
a) A modalidade do aumento do capital; ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
b) O montante do aumento do capital; ARTIGO OITAVO (Administração da sociedade)
c) O valor nominal das novas participa-
(Convocação e reunião Um) A administração e representação
ções sociais;
da assembleia geral)
d) As reservas a incorporar, se o aumento da sociedade serão exercidas pela direcção
do capital for por incorporação de Um) A assembleia geral reunirá ordina- executiva‚ composto por um número ímpar de
reservas; riamente uma vez por ano para apreciação membros, que poderá variar entre três e cinco,
e) Os termos e condições em que os aprovação ou modificação do balanço e contas dentro os quais um deles será nomeado director-
sócios ou terceiros participam no do exercício, e extraordinariamente sempre que geral, conforme o deliberado pela assembleia
aumento; for necessário. geral que os eleger.
2768 III SÉRIE — NÚMERO 68
Dois) Os membros da direcção executiva Dois) O balanço e contas de resultados um a noventa e quatro, do livro de notas para
ficam desde já dispensados de caução com ou fechar-se-ão com referência a trinta e um de escrituras diversas número duzentos e quarenta
sem remuneração conforme vier a ser deliberado Dezembro de cada ano e serão submetidos a e quatro, traço A, do Quarto Cartório Notarial
pela assembleia geral. apreciação da assembleia geral. de Maputo, perante, Batça Banú Amade Mussá,
Três) Os lucros anuais líquidos que o balanço
licenciada em Direito, técnica superior dos
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO registar, terão a seguinte aplicação, em quantas
a determinar pelos sócios: registos e notariado, N1, e notária em exercício
(Gestão diária da sociedade) neste cartório, se procedeu na sociedade em
a) Constituir o fundo de reserva legal
Um) A gestão diária da sociedade poderá ser enquanto não estiver na lei ou epígrafe, cessão de quotas e alteração parcial
confiada ao director-geral a ser designado pelos sempre que seja necessário reinte- do pacto social, sócio Allan David Schwarz,
sócios em assembleia geral. grá-lo; cede a totalidade da sua quota no valor nominal
Dois) O director-geral pautará no exercício b) Constituir outras novas reservas de oito mil meticais, correspondente a quarenta
das suas funções pelo quadro de competências cuja criação seja decidida pela por cento do capital à sócia Ana Alecia Lyman.
que lhe sejam determinadas pela assembleia assembleia geral;
c) O remanescente para dividendos a Que, a sócia Ana Alecia Lyman, unifica a
geral. quota ora recebida a sua primitiva passando a
serem destribuídos aos sócios na
Três) No exercício das suas funções o deter na sociedade uma quota única no valor
proporção das suas quotas.
director-geral disporá ainda dos mais amplos nominal de no valor nominal de dezasseis mil
poderes legalmente consentidos para a execução ARTIGO DÉCIMO QUINTO meticais, correspondente quota de oitenta por
do objecto social, devendo representar a socie-
(Dissolução e liquidação) cento do capital social.
dade para todos os efeitos em tudo onde a
sociedade seja parte. Um) A sociedade não se dissolve por Em consequência do aumento e cessão de
extinção, morte ou interdição de qualquer quota, aqui verificada é alterado o artigo quarto
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO sócio, contribuindo com os sucessores, dos estatutos, que passa a ter a seguinte nova
herdeiros ou representantes legais do extinto, redacção.
(Formas de obrigar a sociedade)
falecido ou interdito os quais exercerão em
Um) A sociedade fica validamente obri- comum os respectivos direitos enquanto a quota ARTIGO QUARTO
gada: permanecer indivisa.
Capital social
a) Pela assinatura individual do sócio Dois) A sociedade só se dissolve nos casos
com mais de cinquenta porcento previstos na lei, sendo liquidada conforme os Um) O capital social, subscrito em
do capital social; sócios deliberarem. dinheiro é integralmente realizado é de
b) Pela assinatura conjunta dos restantes ARTIGO DÉCIMO SEXTO vinte mil meticais e correspondente à soma
sócios; de duas quotas desiguais e distribuídas
c) Pela assinatura conjunta do director- (Casos omissos)
pelos dois sócios:
geral e de qualquer membro da Os casos omissos serão regulados pela lei a) Uma quota com o valor nominal
direcção; em vigor na República de Moçambique.
de dezasseis mil meticais,
Dois) Os actos de mero expediente poderão Maputo, dezoito de Maio de dois mil e ca- pertencente à sócia Ana
ser assinados por qualquer empregado devida- torze. — O Técnico, Ilegível. Alecia Lyman;
mente autorizado.
b) Outra quota com o valor nomi-
Três) É vedado aos membros da direcção-
nal de quatro mil meticais,
geral ou ao mandatário obrigar a sociedade em
fianças, abonações, letras, depósitos e outros pertencente à sócia Myers
actos e contratos estranhos ao objecto social. Venture, LLC.
Bio Óleos de Maxixe, Que, em tudo o mais não alterado conti-
ARTIGO DÉCIMO QUARTO Limitada nuam as disposições do pacto social anterior.
(Exercício) Está conforme.
Certifico, para efeitos de publicação, que
Um) Os exercícios sociais coincidem com por escritura pública de um de Agosto de dois Maputo, um de Agosto dois mil e ca-
o ano civil. mil e catorze, lavrada de folhas noventa e torze. — O Ajudante, Ilegível.
FAÇA OS SEUS TRABALHOS GRÁFICOS NA INM, E. P. NOVOS
EQUIPAMENTOS NOVOS SERVIÇOS DESIGN GRÁFICO
AO SEU DISPOR
Preço das assinaturas do Boletim da República para
o território nacional (sem porte):
Nossos serviços:
— As três séries por ano ............................... 10.000,00MT
— As três séries por semestre ......................... 5.000,00MT
Preço da assinatura anual:
— Maketização, Criação Séries
I ...................................................................... 5.000,00MT
de Layouts e Logotipos; II ..................................................................... 2.500,00MT
III .................................................................... 2.500,00MT
— Impressão em Off-set Preço da assinatura semestral:
I ....................................................................... 2.500,00MT
e Digital; II ...................................................................... 1.250,00MT
III ...................................................................... 1.250,00MT
— Encadernação e Restauração
de Livros; Delegações:
Beira —Rua Correia de Brito, n.º 1529 – R/C
— Pastas de despachos, Tel.: 23 320905
Fax: 23 320908
impressos e muito mais! Quelimane — Rua Samora Machel, n.º 1004,
Tel.: 24 218410 Fax: 24 218409
Brevemente em Pemba.

Imprensa Nacional de Moçambique, E. P. – Rua da Imprensa, n. º 283 – Tel: + 258 21 42 70 21/2 – Cel.: + 258 82 3029296, Fax: 258 324858 , C.P. 275,
e-mail: imprensanac@minjust.gov.mz – www.imprensanac.gov.mz
Preço — 87,50 MT
IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P.