Você está na página 1de 15

Circular AT- 031-12 31 de Maio de 2012

Favor divulgar esta circular para:

X Gerente de X Gerente de X Encarregado de Monitor de Pós Frotistas Frotistas


Serviços Peças Garantia Vendas Ônibus Ônibus Caminhões

Referência: MAN-cats - Equipamento de Diagnose para a Nova Linha de Veículos MAN TGX

Os produtos MAN TGX têm um alto nível de eletrônica embarcada e uma tecnologia mais complexa que a atual
dos produtos da linha VW. Devido a isto, faz-se necessária a adoção de novos processos e equipamentos para seu
atendimento

O equipamento de diagnóstico chamado MAN-cats (Computer Assisted Testing and Diagnostic System), por
exemplo, passa a ser básico para todos serviços com o MAN TGX. Sua aplicação, utilização e suporte estão
detalhados nesta circular.

 Ferramenta de Diagnose: MAN-cats:

O MAN-cats é o equipamento oficial para a diagnose eletrônica dos veículos MAN, fazendo desde leituras de
falhas e parâmetros até testes de atuadores.

O equipamento é composto por uma maleta, um laptop, uma fonte de alimentação, uma interface de
comunicação wireless, um CD de restauração do sistema, manuais de operação e dois cabos de conexão.

É também parte dos MAN-cats, um conjunto de 03 cartões, tipo cartão de crédito chamados SmartCards, que são
usados para ativar o laptop do MAN-cats.

Estes cartões possuem uma senha master que será entregue através de uma carta denominada PIN Letter a
cada concessionário pelo seu respectivo Escritório Regional, junto com as instruções para ativação do
equipamento.

O MAN-cats é importado por uma empresa homologada pela MAN da Alemanha, com representação no Brasil,
chamada SPX ®, que será responsável pela distribuição, comercialização e atendimento em garantia a todos os
componentes do equipamento.

A SPX ® está iniciando a distribuição e faturamento dos MAN-cats aos concessionários já franqueados
MAN/TGX. Enfatizamos que sem esta ferramenta de trabalho, é básica para que seja realizado qualquer tipo de
atendimento aos MAN TGX.

A seguir encontra-se um índice contendo a relação dos tópicos que serão abordados em maiores detalhes nesta
circular.
Índice

1- Apresentação Técnica:

1.1 – Diferenças entre o Sistema Eletrônico dos Veículos VW e MAN;

1.2 – MAN-cats: Características Técnica;

1.3 – Composição do Kit MAN-cats.

2- Processos de Aquisição, Ativação e Licenças:

2.1 – Aquisição;

2.2 – Ativação;

2.3 – Licença;

2.4 - Fluxo de Pagamentos entre os Concessionários e a MAN Latin America.

3– Visão Geral do Sistema MAN-cats:

3.1 – Fluxograma das Atividades;

3.2 – Comunicação Banco de Dados da Alemanha.

4– Conversion File- O que é? e Procedimento de Download:

4.1 – O que é Conversion File;

4.2 – Processo de Download do Conversion File.

5 - Suporte à Rede de Concessionários:

5.1 – Processo de Atendimento à Rede de Concessionários.

6 - Aplicações Práticas do MAN-cats no Concessionário:

6.1 – Chegada do Cliente com Veículo TGX na Recepção do Concessionário;

6.2 – Início do atendimento na recepção;

6.3 – Serviços na oficina do Concessionário;

6.4 – Atualização banco de dados da Alemanha.


1. Introdução

 1.1– Diferenças entre os sistemas eletrônicos dos veículos Volkswagen e MAN:

Os veículos Volkswagen contêm uma estrutura de eletrônica básica com 04 módulos de controle. Esta condição
simples permite ao eletricista realizar a diagnoses com ferramentas como VCO-950, MCO-08 e Insite.

Equipamento de diagnose dos


módulos eletrônicos:

 VCO-950
 MCO-08
 Insite

A eletrônica de um veículo
Volkswagen, 4 módulos eletrônicos:
 Módulo motor;
 Módulo Cabine LU;
 Módulo Câmbio;
 Módulo ABS.

Os veículos MAN TGX possuem uma eletrônica embarcada mais complexa, podendo ter até 12 módulos
eletrônicos. Para fazera diagnose completa e parametrização do veículo, o MAN-cats indica se existem falhas,
efetua testes dos atuadores e se comunica com o banco de dados da Alemanha.

Equipamento de diagnose:
 MAN-cats

A eletrônica de um veículo MAN, 12


módulos eletrônicos:
 Módulo motor EDC7
 Módulo cabine PTM
 Módulo trava central
 Módulo suspensão ECAS
 Módulo ABS
 Etc..
 1.2 - MAN-cats: Apresentação Técnica:

O MAN-cats (Computer Assisted Testing and Diagnostic System) é um sistema computadorizado que interage
com os módulos do veículo. É o equipamento oficial de diagnose eletrônica dos veículos MAN para leituras de
falhas, parâmetros, testes de atuadores.

O MAN-cats tem que, dependendo da freqüência de uso, ser conectado via internet banda larga com o banco de
dados da MAN Alemanha.

A troca de informações entre o MAN-cats e o servidor na Alemanha é importante e necessária para que os dados
de cada veículo TGX atendidos fiquem atualizados no sistema. O MAN-cats efetua uploads, enviando informações
do veículo para o banco de dados na Alemanha, e downloads, recebendo atualização do software.

Dependendo do uso isto deve ser feito diariamente ou pelo menos após cada vez que o MAN-cats é utilizado.

Durante este processo o MAN-cats envia dados dos veículos atendidos como: número de chassi, quilometragem,
falhas ocorridas, km de manutenção e atualização de funções do veículo executadas pelo concessionário.

Envio das Informações para a MAN Alemanha

Retorno do Banco de Dados para o MAN-cats

As intervenções feitas nos veículos MAN são arquivadas no


banco de dados da MAN Alemanha.
 1.3 – Composição do Kit MAN-cats.

01 x Maleta
contendo o Kit
01 x Laptop Panasonic 01 x Fonte de 01 x Interface de
com Software já Instalado Alimentação do Comunicação
Interface de
Comunicação

02 x Manuais de 01 x Cabo de Rede 01 x Fonte de Alimentação 01 x Fonte de


operação Veicular do MAN-cats Alimentação de Mesa
e do MAN-cats
01 x CD de
restauração do
sistema.
2- Processo de Aquisição, Ativação e Licenças:

 2.1 – Aquisição

O MAN-cats será faturado para cada concessionário diretamente pelo distribuidor do equipamento, a empresa
SPX ®.

A SPX ® é a empresa responsável pela distribuição, comercialização e atendimento em garantia dos


componentes do equipamento.

O preço e as condições comerciais de faturamento do equipamento serão informados em circular específica.

 2.2 - Ativação

Os Consultores de Pós-Venda dos Escritórios Regionais entregarão a cada gerente de serviço de sua célula um kit
com uma carta denominada PIN Letter, contendo uma senha e 03 Smartcards.

Os gerentes de serviço, de posse deste kit, deverão seguir o seguinte procedimento:

 Realizar a entrega de 02 Smartcards, sendo um cartão de posse do Chefe de Oficina ou do Mecânico e o


segundo cartão com o Eletricista, os quais devem ter participado do curso MTC – 101.

 Ativar os Smartcards via MAN-cats através da senha master entregue na carta PIN Letter.

 Através desta senha individual e possível, em caso de necessidade, identificar quem usou o man-cats e
que serviço executou. Atribuir uma senha para cada um dos SmartCard.

 Assinar a carta Pin Letter em três vias:

• Uma via a ser arquivar em um local seguro no concessionário;

• Uma via para ser arquivada no Regional;

• Uma via para ser enviada à MAN Latin America registrar na MAN Alemanha.
Os Consultores de
Pós-Venda dos
Escritórios SmartCards
Regionais
entregarão a cada
gerente de serviço
de sua célula um
kit com uma carta
denominada PIN
Letter, contendo
uma senha e 03
Smartcards.

PIN Letter
entregue ao
gerente para
ativar os
SmartCards e
guardar em
local seguro

Carta “PIN Letter”

 Os usuários (Chefe de Oficina/ Mecânicos, Eletricistas etc), deverão


personalizar sua própria senha via MAN-cats.

 Em caso de desligamento ou substituição de funcionário, o Gerente de


Serviço deverá efetuar a alteração da senha do mesmo SmartCards
através da senha master para o novo funcionário.

 Cada DN deverá ativar um mínimo de 03 SmartCards.

 Em caso de perda ou extravio do SmartCard ou necessidade de


cartões adicionais, será cobrado uma taxa para confecção de um novo
cartão. Para isto, o DN deverá preencher um formulário que se
encontra dentro do novo Portal do Concessionário e informar ao
Consultor de Pós-Vendas da sua respectiva célula.
 2.3 – Licença.

Para a utilização do MAN-cats serão cobradas pela MAN duas licenças mensais:

• Utilização do equipamento no valor de €120 Euros.

• Utilização dos SmartCards no valor de €15 Euros por cartão,

• Cada concessionário receberá 3 Cartões, totalizando € 45 Euros por mês.

• A cobrança mensal das licenças será feita a partir da primeira ativação do equipamento via Smartcard,
independentemente da frequência de uso.

Compra MAN-cats
via SPX®

Licença MAN-cats
€ 120,00/mês

Licença SmartCard
€ 15,00/ SmartCard/
mês, 3 SmartCard
total € 45,00

 2.4 Fluxo de Pagamentos entre os Concessionários e a MAN Latin America.

• Mensalmente a MAN Alemanha debitará o valor das licenças da MAN Latin America.

• A MAN Latin America, por sua vez, debitará os concessionários.


3 – Visão Geral do Sistema MAN-Cats

 3.1 – Fluxograma das Atividades.

Cartão de acesso ao MAN-cats


Smartcard
• 1 Smartcard para Gerente de Serviço
• 1 Smartcard para Chefe de Oficina/Mecânico
• 1 Smartcard para Eletricista

Atualização dos Todos serviços no Exemplos:


veículos no banco MAN TGX • Diagnose eletrônica
de dados MAN necessitam do MAN- • Leitura de Falhas
Alemanha cats • Troca de óleo
• Manutenção
• Troca de componentes

Compra de
funções do
veículo via MAN- Exemplos:
cats
• Instalação de PTO
• Alteração de idioma
• Faról auxiliar
 3.2 – Comunicação Banco de Dados da Alemanha.

Atualiza as informações do veículo no Banco de dados da MAN Alemanha via internet banda larga
Atualiza automaticamente o MAN-cats do concessionario

Diagnóstico Internet
Eletrônico Atualizações de
dados e download
de parâmetros dos
veículos
Banco
de dados

MAN Alemanha

4- Conversion File - O que é ? Procedimentos de Download

 4.1 – O que é Conversion File?

Conversion File é o arquivo que a Alemanha disponibiliza para os concessionários quando da necessidade de
instalação de equipamentos adicionais no veículo, como por exemplo; tomada de força, conjunto de faróis auxiliares
etc.

 Para a instalação dos Conversion File, é necessário o MAN-cats.

 Dependendo da natureza do Conversion File, o arquivo terá um custo para o cliente

 O valor é informado pelo MAN-cats através de um sistema de pontuação.

 O valor de cada ponto será informado por circular específica.


 4.2 – Processo de Download do Conversion File.

Exemplos:
Cliente solicita
alteração do seu  Instalação especifica de PTO
veículo  Alteração de idioma
 Faról auxiliar A MAN através do
SmartCard identifica o
DN e efetua o débito.
Os valores serão
debitados junto com a
DN avalia a solicitação do
licença.
cliente através de um menu
DN identifica a
do MAN-cats
quantidade de pontos
através do MAN-cats e
calcula o valor e
informa ao cliente.

Tem custo?

DN emite a fatura para o


cliente incluindo valor de
Sim mão de obra e do
Cliente Aprova download do DataSet

DN executa a alteração
Não do veículo via MAN-cats
(download do arquivo
DN executa a alteração do via banco de dados da
veículo via MAN-cats Alemanha

Os dados do veículo são utilizados e são


enviados via MAN-cats para o bando de
dados da Alemanha
5 – Suporte aos Concessionários

 5.1- Processo de Atendimento à Rede de Concessionários.

Quando houver falha ou dúvida na utilização do MAN-cats o primeiro atendimento será prestado pelo Consultor
de Pós-Venda MAN.

A MAN Latin America disponibilizará dois engenheiros de Pós-Venda e um de Tecnologia de Informação para
suportar os Escritórios Regionais.

Além do grupo dedicado MAN, o time de atendimento da SPX ® prestará o suporte para as falhas relacionadas
ao Laptop e Interface de comunicação Wireless, como também o atendimento em garantia.
6 – Aplicação Prática do Uso do MAN-cats no Concessionário

 6.1 – Chegada do cliente com veículo TGX na recepção do concessionário.

Responsável: Consultor Técnico – Atendimento ao cliente e abertura da ordem de serviço.


Chefe de oficina e/ou eletricista – Instalação da Interface do MAN-cats no caminhão.

 A interface de comunicação é conectada ao veículo via cabo.

 O laptop se comunica com a interface de comunicação via WI-FI ou cabo.

 6.2 – Início do atendimento na recepção do concessionário.

Responsável: Chefe de oficina e/ou eletricista.


Atividade: Fazer a varredura completa do veículo através do MAN-Cats.

 Numero de Chassi, quilometragem,


revisões efetuadas etc;

 Leitura dos módulos do veículo para


verificação das falhas ocorridas ativas
ou passas;

 Abertura de Ordem de Serviço e


encaminhamento do veículo à oficina.
 6.3 – Box do Concessionário – Diagnóstico Detalhado.

Responsável: Chefe de oficina/mecânico e eletricista.


Atividade: Fazer a diagnose detalhada do veículo com o MAN-cats.

 Leitura de todos os sensores e atuadores.

 Correção das falhas encontradas através da árvore de diagnose do MAN-cats.

 Instalação da calibração dos diferentes módulos quando necessário (calibração de consumo, troca de
idioma do sistema, farol auxiliar etc).

 Alteração de configurações básicas do veículo solicitadas pelo cliente (velocidade máxima, piloto
automático, Tomada de força etc)

ATENÇÃO:

Diariamente o concessionário deverá realizar o envio das informações dos veículos, que constam no MAN-
cats, para a Alemanha via internet.

Caso o DN não realize esta operação frequentemente, a capacidade de armazenamento de dados do


MAN-cats ficará restrita com conseqüente redução da velocidade de processamento de informações, podendo
até mesmo ficar inoperante.
Havendo dúvidas quanto à operação e utilização do equipamento MAN-cats, consulte seu
respectivo Consultor de Pós-Venda do Escritório Regional.

Regional São Paulo/ SP Regional Rio de Janeiro/ RJ


Florival Mariano Marcio P. Kraus

Cel.: (011) 8588-7390 Cel.: (021) 8276-3292


Tel.: (011) 5013-3198 Tel.: (021) 3873-7483

Regional Porto Alegre/ RS Regional Recife/ PE


Jefferson T. Cusinato Rômulo R. Freire

Cel.: (051) 8184-3244 Cel.: (081) 9952-2301


Tel.: (051) 3214-4076 Tel.: (081) 3464-8663

Atenciosamente,

Após a divulgação desta Circular, arquivá-la na pasta: ASSISTÊNCIA TÉCNICA – CAMINHÕES.


Lembre-se também de que esta Circular está disponível no site www.man-latinamerica.com