Você está na página 1de 51

IRRIGAÇÃO SUBSUPERFICIAL

Notas de aula
Conceito

A irrigação de subsuperfície também chamada de


irrigação subterrânea.

Se caracteriza pela aplicação da água diretamente dentro


do volume explorado pelo sistema radicular das culturas.
Princípio Básico

Capilaridade Ascensão Capilar


Sistemas de cultivo
De campo Em ambiente protegido
• Aplicaçãode água abaixo do • Cultivo de flores e plantas em
sistema radicular recipientes
• por meio de tubos emissores ou • Mesas de subirrigação, onde as
manilhas perfuradas ou porosas. plantas cultivadas em bandejas,
tubetes ou vasos, são colocadas
• Aplicação de água na superfície do
em mesas com bordas elevadas;
solo
• usando sulcos ou canais bem • Pisos de inundação: plantas
espaçados, que irão contribuir com a colocadas no chão;
saturação do perfil do solo, elevando • Calhas e sistemas de pavio.
o lençol freático.
Gotejamento subsuperficial
• A água é aplicada por um emissor que está enterrado e localizado
diretamente na zona radicular.

• A frequência de irrigação é maior que nos outros métodos, repondo a


água evapotranspirada diariamente.

• O movimento de água no solo acontece devido a dois tipos de forças:


• forças capilares ou matriciais, que são iguais em todas as direções
• força da gravidade, constante e direcionada para baixo.
Irrigação subsuperficial em videira
Vantagens
• Proteção dos tubos plásticos à deterioração da luz do sol e aos
estragos causados pelos tratos culturais e da mecanização;
• Redução do potencial para causar escoamento superficial e erosão do
solo
• Comprovada economia de água do sistema;
• Aplicação de água com alta uniformidade e eficiência, quando o
sistema é projetado e operado adequadamente;
Vantagens
• Apresenta também a possibilidade de automação;

• Limitado crescimento e germinação de ervas daninhas;

• Menor custo de energia;

• Menor incidência de doenças devido às condições mais secas da parte aérea


da cultura;
• Operações de tratos culturais podem ocorrer durante a irrigação;

• Redução das limitações relacionadas ao clima, como ventos fortes ou


temperaturas baixas;
Limitações
• Baixa visualização da operação do sistema;
• Limitação para a realização de reparos e manutenção,
• Alto custo inicial de investimento, devido ao custo de instalação;
• Ocorrência de entupimentos do sistema;
• Requerimentos frequentes de manutenção;
• Pode requerer um tratamento mais complexo da qualidade de água
quando comparado com gotejamento na superfície;
Limitações
• Sistema requer mais componentes hidráulicos (válvula antivácuo, válvula
antidrenantes, etc..);
• Pode apresentar desenvolvimento radicular restrito ao volume molhado;

• Possibilidade de ocorrer sucção de solo pelos emissores no desligamento do


sistema devido a pressão negativa;
Limitações
• O bulbo molhado pode apresentar dimensões reduzidas em solos
arenosos;
• Pode apresentar limitações na germinação das culturas;
• O crescimento radicular próximo às tubulações pode levar ao
pinçamento das linhas ou a intrusão nos gotejadores;
• Exige mais procedimentos de manutenção como: injeção de ácidos,
cloração e lavagens das tubulações mais frequentes;
Filtros
Profundidade da tubulação
Instalação
Subsuperfície por Elevação de Lençol Freático
• Essa técnica é viável em áreas de produção agrícola com um lençol
freático alto, devido geralmente à presença de uma camada
impermeável rasa.
Drenagem
Elevação do Lençol Freático por gotejamento

• Sistema desconhecido no Brasil


• Usado para culturas de alto valor
Subirrigação de águas residuárias
Subirrigação em ambiente protegido
• Aplicaçãode água na base dos recipientes de cultivo, sejam eles vasos,
bandejas ou tubetes, umedecendo o substrato pela ação da capilaridade.
Mesa de subirrigação
Pisos de inundação
Canais ou Calhas em Desnível com pavio
Calhas
Bandejas móveis
Bandejas móveis
SISTEMAS
HIDROPÔNICOS
• Hidroponia

• Não tem solo como meio de sustentação


nutricional e física;

• Nutrição: aplicada diretamente no sistema


radicular por uma solução nutritiva balanceada
Espuma fenólica
• Geralmente para hortaliças frutíferas, flores e outras culturas que têm
sistema radicular e parte aérea mais desenvolvida.
• Ossistemas hidropônicos, também chamados de cultivo em solução (raiz
nua) podem ser classificados genericamente nos seguintes tipos:

Sistema Sistema Sistema


NFT DFT Aeroponia
NFT – Nutrient Film Technique
• Ou Técnica do Fluxo Laminar de Nutrientes:
• Este sistema é composto basicamente de um tanque de solução
nutritiva, de um sistema de bombeamento, dos canais de cultivo e de
um sistema de retorno ao tanque (Figura 201).
• A solução nutritiva é bombeada aos canais e escoa por gravidade
formando uma fina lâmina de solução que irriga as raízes.

• Problema: falta de conhecimento sobre formulação e manejo da


solução nutritiva.
DFT – Deep Film Technique
• Ou Leito Flutuante (Floating Root
System):
• Neste tipo de sistema a solução
nutritiva é colocada em uma mesa
de cultivo com uma lâmina de 5 a 20
cm, onde as plantas são fixadas em
um tampa superior, normalmente
de isopor, permitindo que suas
raízes fiquem submersas nessa
solução.
Sistema de Aeroponia (Root Mist Technique)

• Esse sistema aplica a solução nutritiva por meio de nebulizadores ou


sprays, criando uma névoa fina em uma câmera de crescimento onde as
raízes estão suspensas.

• As aplicações da solução são feitas frequentemente em intervalos curtos


de tempo para manter as raízes sempre úmidas.
OBRIGADA!!!