Você está na página 1de 5

Dimensionamento de sapatas

Determinar as dimensões da sapata de acordo com a carga vinda do pilar e das características do solo de
suporte.

A) Critérios para escolha de sapatas:


1) Suporte do solo
Nspt ≥ 10 para os 3 m abaixo da cota de assentamento.

2) Profundidade de assentamento
Até 2 metros de profundidade, de preferência com alguma coesão (argiloso ou siltoso) devido a abertura
de cavas.

3) Nível d’água
A cota de assentamento deve estar preferencialmente acima do lençol freático (N.A.). Se estiver abaixo,
é necessário rebaixamento do N.A..

4) Bulbo de pressão
Na prática, a profundidade do bulbo é considerada igual ao dobro do maior lado da sapata.
Evitar que o bulbo:
- atinja camadas com resistência baixa (Nspt < 10)
- atinja o N.A.
- sofra sobreposição com fundações vizinhas

B) Cálculo da tensão admissível do solo: “resistência do solo” ou o quanto o solo suporta de tensão sem
se romper.
Método empírico: calculada a partir da média dos 3 Nspt abaixo da conta de assentamento.
𝑁𝑠𝑝𝑡1 + 𝑁𝑠𝑝𝑡2 + 𝑁𝑠𝑝𝑡3
𝑁𝑚é𝑑𝑖𝑜 =
3
𝜎𝑎𝑑𝑚 = 20 ∗ 𝑁𝑚é𝑑𝑖𝑜 [𝑘𝑃𝑎]
Exemplo:

C) Condição de estabilidade: a carga de compressão advinda do pilar é transmitida para a fundação. Esta
é alargada de forma que a tensão aplicada (solicitante) ao solo seja compatível com a tensão admissível
(resistente) do mesmo, formando a sapata.
𝐹 Onde:
𝜎=
𝐴 A: área da sapata
F: carga do pilar
𝐹 𝜎𝑎𝑑𝑚 : tensão admissível do solo
𝜎𝑎𝑑𝑚 =
𝐴
𝐹
𝐴𝑠 =
𝜎𝑎𝑑𝑚
D) Dimensionamento econômico: fazer com que as abas (distância d) sejam iguais em ambas direções.

2
(𝑙𝑝 − 𝑏𝑝 ) √(𝑙𝑝 − 𝑏𝑝 )
𝐿𝑠 = + + 𝐴𝑠
2 4

𝐴
𝐵𝑠 =
𝐿𝑠

Onde:
lp: dimensão maior do pilar;
bp: dimensão menor do pilar;
Ls: dimensão maior da sapata;
Bs: dimensão menor da sapata;
As: área da sapata.

Observação: pela NBR 6122, em planta, sapatas não devem ter dimensões inferiores a 0,60m.

E) Altura da sapata
𝐿𝑠 − 𝑙𝑝
+ 0,05 [𝑚]
ℎ≥{ 3
𝐵𝑠 − 𝑏𝑝
+ 0,05 [𝑚]
3

ℎ𝑜 = ℎ − 0,28 ∗ (𝐿𝑠 − 𝑙𝑝 )
ℎ𝑜_𝑚𝑖𝑛 = 10 𝑐𝑚

lp: dimensão maior do pilar;


bp: dimensão menor do pilar;
Ls: dimensão maior da sapata;
Bs: dimensão menor da sapata;
h: altura da sapata;

Pode-se ainda adotar uma sapata retangular, onde ho = h, ou seja, sem o chanfro. Isso encarecerá a sapata,
porém a execução será facilitada.
Exemplo 1: Dimensionar uma sapata para um pilar de 20 x 40 cm e carga de 360 kN de acordo com o
perfil de solo abaixo.

Resolução
1) Tensão admissível
11 + 12 + 13
𝑁𝑚𝑒𝑑𝑖𝑜 = = 12
3
𝜎𝑎𝑑𝑚 = 20 ∗ 12 = 240 𝑘𝑁/𝑚²

2) Área mínima
𝐹 360
𝐴= = = 1,50 𝑚2
𝜎𝑎𝑑𝑚 240

3) Lados da sapata

2
(𝑙𝑝 − 𝑏𝑝 ) √(𝑙𝑝 − 𝑏𝑝 ) (0,40 − 0,20) (0,40 − 0,20)2
𝐿𝑠 = + + 𝐴𝑠 = +√ + 1,5
2 4 2 4

𝐿𝑠 = 1,33 𝑚
Adotado: 𝐿𝑠 = 1,35 𝑚
𝐴 1,50
𝐵𝑠 = = = 1,11 𝑚
𝐿𝑠 1,35
Adotado: 𝐵𝑠 = 1,15 𝑚

4) Altura h e ho
𝐿𝑠 − 𝑙𝑝 1,35 − 0,40
+ 0,05 = + 0,05 = 0,37 𝑚
ℎ≥{ 3 3
𝐵𝑠 − 𝑏𝑝 1,15 − 0,20
+ 0,05 = + 0,05 = 0,37 𝑚
3 3
Adotado ℎ = 40 𝑐𝑚

ℎ𝑜 = ℎ − 0,28 ∗ (𝐿𝑠 − 𝑙𝑝 ) = 0,40 − 0,28 ∗ (1,35 − 0,4) = 0,134 𝑚


Adotado ℎ𝑜 = 15 𝑐𝑚

5) Dimensões finais da sapata

Exemplo 2: Dimensionar uma sapata para um pilar de 30 x 100 cm e carga de 3000 kN de acordo com o
perfil de solo abaixo.