Você está na página 1de 6

Minha cara autoridade, eu já não sei o que fazer

ATIVIDADE DE
LÍNGUA Com tanta violência eu sinto medo de viver
PORTUGUESA Pois moro na favela e sou muito desrespeitado

8 º ANO A tristeza e alegria aqui caminham lado a lado

PROF. FERNANDO Eu faço uma oração para uma santa protetora


Mas sou interrompido à tiros de metralhadora
Enquanto os ricos moram numa casa grande e
RESPONDA NO CADERNO bela
O pobre é humilhado, esculachado na favela

Rap da Felicidade - Cidinho e Doca Já não aguento mais essa onda de violência
Só peço a autoridade um pouco mais de
competência

Eu só quero é ser feliz


Andar tranquilamente na favela onde eu nasci,
han
E poder me orgulhar
E ter a consciência que o pobre tem seu lugar
Mas eu só quero é ser feliz, feliz, feliz, feliz, feliz
Onde eu nasci, é
E poder me orgulhar
E ter a consciência que o pobre tem seu lugar
Eu só quero é ser feliz
Andar tranquilamente na favela onde eu nasci, é
Diversão hoje em dia não podemos nem pensar
E poder me orgulhar
Pois até lá nos bailes, eles vem nos humilhar
E ter a consciência que o pobre tem seu lugar
Fica lá na praça que era tudo tão normal
Fé em Deus, DJ
Agora virou moda a violência no local
Pessoas inocentes que não tem nada a ver
Eu só quero é ser feliz
Estão perdendo hoje o seu direito de viver
Andar tranquilamente na favela onde eu nasci, é
Nunca vi cartão postal que se destaque uma
E poder me orgulhar favela
E ter a consciência que o pobre tem seu lugar Só vejo paisagem muito linda e muito bela
Mas eu só quero é ser feliz, feliz, feliz, feliz, feliz Quem vai pro exterior da favela sente saudade
Onde eu nasci, han O gringo vem aqui e não conhece a realidade
E poder me orgulhar Vai pra zona sul pra conhecer água de côco
E ter a consciência que o pobre tem seu lugar E o pobre na favela vive passando sufoco
Trocaram a presidência, uma nova esperança Eu só quero é ser feliz, feliz, feliz, feliz, feliz
Sofri na tempestade, agora eu quero a bonança Onde eu nasci, han
O povo tem a força, precisa descobrir E poder me orgulhar
Se eles lá não fazem nada, faremos tudo daqui E ter a consciência que o pobre tem seu lugar
E poder me orgulhar
Eu só quero é ser feliz E ter a consciência que o pobre tem seu lugar
Andar tranquilamente na favela onde eu nasci, é
E poder me orgulhar
E ter a consciência que o pobre tem seu lugar, eu
Eu só quero é ser feliz, feliz, feliz, feliz, feliz
Onde eu nasci, han
E poder me orgulhar, é
O pobre tem o seu lugar

Diversão hoje em dia, nem pensar


Pois até lá nos bailes, eles vem nos humilhar 1) De acordo com a canção, qual o maior
desejo do eu lírico?
Fica lá na praça que era tudo tão normal
Agora virou moda a violência no local
A. Ser um músico famoso.
Pessoas inocentes que não tem nada a ver
B. Ser feliz no lugar onde nasceu.
Estão perdendo hoje o seu direito de viver
C. Ter fama e riqueza.
Nunca vi cartão postal que se destaque uma
favela D. Ser um grande atleta.
Só vejo paisagem muito linda e muito bela
Quem vai pro exterior da favela sente saudade 2) Ao ler a terceira estrofe da canção, pode-se
concluir que:
O gringo vem aqui e não conhece a realidade
Vai pra zona sul pra conhecer água de côco
A. O eu lírico está satisfeito com sua vida na
E o pobre na favela, passando sufoco
favela.
Trocada a presidência, uma nova esperança
B. O eu lírico detesta morar na favela.
Sofri na tempestade, agora eu quero a bonança
C. O eu lírico está indignado com as injustiças.
O povo tem a força, só precisa descobrir
D. O eu lírico se encontra feliz com a vida.
Se eles lá não fazem nada, faremos tudo daqui

3) No verso: “Se eles lá não fazem nada,


Eu só quero é ser feliz faremos tudo daqui”. As palavras destacadas
de verde representam respectivamente:
Andar tranquilamente na favela onde eu nasci, é
E poder me orgulhar
A. Os policiais e a zona sul
E ter a consciência que o pobre tem seu lugar, é
B. O prefeito e o Rio de Janeiro 8) Relacione os sentidos abaixo com a
preposição destacada que o representa.
C. Todos nós e o Brasil
D. As autoridades do país e a favela
A. Matéria
B. Lugar
4) “O gringo vem aqui e não conhece a
realidade”. Qual o sentido da palavra C. Destino
destacada de verde.
D. Condição

R: --------------------------------------------------------------
( ) Quem vai pro exterior da favela sente
saudade
5) Retire da 1ª e da 2ª estrofes o advérbio de ( ) Com tanta violência eu sinto medo de viver
modo presente em ambas.
( ) Vai pra zona sul pra conhecer água de côco
( ) Andar tranquilamente na favela onde eu
R: -------------------------------------------------------------- nasci

6) Relacione os advérbios abaixo com a 9) Ao ler e ouvir a canção, compreende-se que:


palavra destacada que o representa.

A. O eu lírico se sente respeitado por morar na


A. Intensidade favela.
B. Lugar CLIQUE B. O eu lírico tem consciência que a favela é um
lugar apreciado pelos gringos.
C. Tempo E
C. Os governantes têm investido nas favelas.
D. Exclusão SAIBA
MAIS! D. O eu lírico se sente discriminado como
E. inclusão
morador de favela.

( ) Eu só quero é ser feliz


( ) Pois até lá nos bailes, eles vem nos humilhar
( ) Fica lá na praça que era tudo tão normal
( ) Só vejo paisagem muito linda e muito bela
( ) Agora virou moda a violência no local

7) “Eu só quero é ser feliz, feliz, feliz, feliz, FU


feliz”. Nesse verso, a repetição da palavra
representa:
NK
A. Um erro gramatical
B. Uma grande dor do eu lírico
C. Um forte desejo do eu lírico
D. Uma simples ênfase.
O Direito das Crianças – Ruth Rocha Morango com chantilly,
Toda criança no mundo Ver mágico de cartola,
Deve ser bem protegida O canto do bem-te-vi,
Contra os rigores do tempo Bola, bola, bola, bola!
Contra os rigores da vida.
Lamber fundo da panela
Criança tem que ter nome Ser tratada com afeição
Criança tem que ter lar Ser alegre e tagarela
Ter saúde e não ter fome Poder também dizer não!
Ter segurança e estudar.
Carrinho, jogos, bonecas, CLIQUE

Não é questão de querer Montar um jogo de armar, E

Nem questão de concordar Amarelinha, petecas, SAIBA


MAIS!
Os direitos das crianças E uma corda de pular.
Todos têm de respeitar.
10) A partir da leitura do poema, pode-se
concluir que:
Tem direito à atenção
Direito de não ter medos
A. Só as crianças de famílias ricas têm direitos.
Direito a livros e a pão
B. Os direitos são apenas para as crianças das
Direito de ter brinquedos.
famílias pobres.
C. Os direitos são apenas para alguns tipos de
Mas criança também tem crianças.

O direito de sorrir. D. Qualquer criança, em qualquer lugar, tem que


ter seus direitos garantidos.
Correr na beira do mar,
Ter lápis de colorir…
11) De acordo com o poema, é correto afirmar
que:
Ver uma estrela cadente,
Filme que tenha robô, A. Ninguém precisa respeitar o direito das
Ganhar um lindo presente, crianças.

Ouvir histórias do avô. B. Somente os pais precisam respeitar os direitos


das crianças
C. Toda e qualquer pessoa tem que respeitar os
Descer do escorregador, direito das crianças.
CLIQUE
Fazer bolha de sabão, D. Só o Governo tem que respeitar o direito das
E crianças.
Sorvete, se faz calor,
SAIBA
Brincar de adivinhação. MAIS!
12) No verso: “Direito a livros e a pão”. A
expressão destacada em verde significa:

A. Que a criança tem direito, somente, a comer


pão.
B. Que a criança tem direito a sua alimentação
diária.
C. Que a criança tem direito a pão com manteiga
apenas.
D. Que a criança só tem direito a alguns
alimentos.

13) Em relação a estrutura do poema, a


afirmativa correta é:

A. Poema com 10 estrofes com 5 versos cada


uma.
B. Poema com 11 estrofes com 4 versos cada
uma.
C. Poema com 9 estrofes com 5 versos cada
uma.
D. Poema com 10 estrofes com 4 versos cada
16) O que a Mônica quis dizer no último
uma.
quadrinho?

14) Na maioria das estrofes do poema o 1º


R: --------------------------------------------------------------
verso rima com o 3º verso, e o 2º verso com o
4º verso, mas há três estrofes que isso não
acontece. Quais são?
17) O que o Cebolinha pensou que iria
acontecer com ele?
R: --------------------------------------------------------------

R: --------------------------------------------------------------
15) “Mas criança também tem / O direito de
sorrir.”. A palavra destacada acrescenta uma
ideia de: 18) O que significa o ponto de interrogação no
balão de fala do Cebolinha no 3º, 4º e 5º
quadrinhos?
A. Exclusão
B. Modo R: --------------------------------------------------------------
C. Tempo
D. Inclusão

CLIQUE AQUI HQ