Você está na página 1de 4

PORTUGUÊS 5.

º ANO
PARTE A

A ARCA MODERNA
As coleções de animais exóticos1 existem há milhares de anos. No século XV a.C.,
Hatchepsut, uma das poucas mulheres faraós do Egito, possuía uma coleção de macacos, leopardos
e girafas. No entanto, o jardim zoológico é uma invenção relativamente recente.
Desde muito cedo, os jardins zoológicos desempenharam missões de conservação. No final do
século XIX, o Jardim Zoológico de Cincinnati tentou (embora sem sucesso) reproduzir pombos-
passageiro, cujo número estava em declínio2 acentuado. E nos primeiros anos do século XX o
Jardim Zoológico do Bronx iniciou um programa de reprodução em cativeiro 3 que ajudou a salvar a
espécie. Todavia, os jardins zoológicos têm de ser autossuficientes e as espécies de animais que
atraem multidões não são necessariamente as que mais precisam de ajuda.
Entre os animais que devem o prolongamento da sua existência a esforços de reprodução em
cativeiro, encontram-se o órix-da-arábia, o furão-de-patas-negras e o condor-da-califórnia.
Elizabeth Colbert, A Arca Moderna, National Geographic Portugal, n.º 152, 2013.

NOTAS E VOCABULÁRIO
1. animais exóticos – animais que foram transportados pelo homem para regiões geográficas distintas daquelas donde
são naturais. 2. declínio – decrescimento; queda. 3. cativeiro - prisão.

Responde ao que te é pedido sobre o texto que acabas de ler, segundo as orientações que te são
dadas.

1. Assinala com um X as afirmações verdadeiras (V) e as afirmações falsas (F).


V F
a. O texto que acabaste de ler é uma narrativa.
b. O tema deste texto é a preservação das espécies.
c. A palavra “exóticos” (linha 1) é sinónimo de “estranhos”.
d. Os jardins zoológicos foram inventados há muito tempo.

2. De acordo com o texto, qual a função que os jardins zoológicos têm desempenhado, desde cedo?
3. Explica o sentido da expressão “em cativeiro” (linha 7).
4. Indica um animal que deve o prolongamento da sua existência aos jardins zoológicos.

PARTE B
Lê o texto com atenção. Se tiveres necessidade, consulta o vocabulário, no fim do texto.
O CABREIRO E AS CABRAS SELVAGENS

Alto no pasto da montanha, o cabreiro1 tratava do seu rebanho quando reparou que várias
cabras selvagens tinham descido a encosta e se tinham misturado com as suas cabras.
Ao anoitecer, o cabreiro reuniu todas as cabras, as suas e as selvagens, e conduziu-as até à sua
cabana – onde as guardou todas juntas no redil2.
No dia seguinte, o tempo estava tão tempestuoso3 que o cabreiro não pôde deixar sair as
cabras, por isso teve de as alimentar no redil. Muito cuidadosamente, deu às suas cabras apenas o
suficiente para não ficarem esfomeadas, mas foi muito generoso nas porções que deu às cabras
selvagens, pois pensou que isso faria com que ficassem com ele e assim aumentaria o seu rebanho.
No dia seguinte, o tempo ainda estava mau e ventoso, por isso o cabreiro voltou a dar muito
mais comida às cabras selvagens do que às suas.
Quando acordou na manhã seguinte, o Sol brilhava, por isso conduziu todas as cabras – as
selvagens e as suas – para fora do redil e levou-as para o pasto da montanha. Mas mal chegaram ao
pasto, todas as cabras selvagens fugiram o mais depressa possível.
O cabreiro ficou muito zangado e correu atrás delas, gritando:
- Porque é que são tão ingratas? Não vos tratei muito bem?
Uma das cabras selvagens deu meia volta e disse para o cabreiro:
- Sim, é verdade, trataste-nos muito bem. Demasiado bem, na verdade. É isso que nos faz
fugir agora.
O cabreiro murmurou:
- Mas isso não faz sentido. Como é que vos tratei demasiado bem?
- É simples – respondeu a cabra selvagem. – Se nós que somos recém-chegadas fomos mais bem
tratadas do que as tuas cabras, o que é que acontecerá quando encontrares outro rebanho de cabras
selvagens? Irás com certeza tratá-las muito melhor do que a nós! – e, batendo com os calcanhares
um no outro, correu a juntar-se a todas as outras cabras selvagens.
FAZ NOVOS AMIGOS MAS PRESERVA OS ANTIGOS.
Fiona Waters, As Fábulas de Esopo, 1.ª edição, Civilização Editora, Porto, 2004.

1. cabreiro – pastor de cabras. 2.redil – lugar para recolher animais, especialmente ovelhas e cabras. 3.tempestuoso –
sujeito a tempestades.

Responde ao que te é pedido sobre o texto que acabas de ler, segundo as orientações que te são
dadas.
1. Transcreve, do texto, os elementos da narrativa pedidos no quadro.
Personagens

Espaço

Tempo

2. O que é um cabreiro?
Assinala com X a opção que completa a tua resposta.
Um cabreiro é
um camponês.
um negociante.
um guardador de cabras.
um lavrador.

2.1. Onde estava o cabreiro com as suas cabras?


2.2. Quando anoiteceu, para que local foram conduzidas as cabras?
2.3. Quem as conduziu para esse local?
2.4. No dia seguinte, as cabras tiveram de permanecer no mesmo local. Porquê?
2.5. Mal se viram em liberdade, o que fizeram as cabras selvagens?
2.6. O cabreiro tratou de forma diferente as suas cabras e as selvagens. Trancreve, do texto, uma
sequência em que se mostre de que modo o cabreiro tratou umas e outras.
As suas cabras

As cabras selvagens

2.7. Como explicas essa diferença de tratamento?


2.8. Consideras que o cabreiro era uma pessoa generosa? Justifica a tua resposta.
2.9. Relê a moralidade da história e explica-a por palavras tuas.
2.10. "Uma das cabras selvagens deu meia volta e disse para o cabreiro". Refere o recurso
expressivo presente na frase destacada e justifica a tua resposta.

Gramática
Responde aos itens seguintes segundo as orientações que te são dadas.
1. Repara na frase seguinte:
“As coleções de animais exóticos existem há milhares de anos.”
1.1. Transcreve os três nomes presentes nesta frase.
2. Transcreve um nome próprio do texto “A arca moderna” e diz se ele se refere a uma pessoa,
instituição ou país.
3. Repara na frase seguinte:
"O jardim zoológico é uma invenção relativamente recente."
Transcreve, utilizando as aspas, o adjetivo qualificativo que aí encontras.
4. Assinala com X a frase em que se encontra uma forma verbal no pretérito perfeito do indicativo.
O pastor tratava das suas cabras.
Estes animais produzem leite.
Somos recém-chegadas.
Sempre vos tratei bem.
5. Classifica as palavras sublinhadas das frases quanto à sua classe e subclasse.
O carro do meu pai é este.
Aquele meu amigo que te falei também vai à festa.
O cabreiro tratava do seu rebanho.
O cabreiro reuniu todas as cabras, as suas e as selvagens.
O jardineiro plantou lindas flores no jardim do João.
A Joana chegou em primeiro lugar na corrida.
Eu fui ao jardim zoológico e vi a minha amiga Mónica.
Ela comprou um vestido vermelho.
6. Lê a seguinte frase.
O cabreiro foi muito generoso com as porções que deu às cabras selvagens.
6.1. Identifica o adjetivo na frase.
6.2. Indica qual o grau do adjetivo.
7. Preenche a tabela com os nomes coletivos.
Conjunto de... Nome coletivo
estrelas
porcos
ladrões
peixes