Você está na página 1de 16

MARCOS MADALENO

MINISTÉRIO COM JOVENS


@marcosmadaleno
BIOGRAFIA
para você algumas das experi-
ências e os princípios do Pastor,
para que sirva de incentivo para
você onde você estiver.
Autor do livro “Ministério com
Jovens”, ele acredita que a igreja
é uma família e uma família se
constitui com pai, mãe e filhos.
Toda igreja precisa pensar nas
novas gerações, pois Deus é um
Deus de gerações. Uma família
não existe apenas para sucesso
Pastor Marcos Madaleno, é casado com a dos seus donos, ela existe por
Mariana, é pai do Levi e do Samuel. Mada- causa da próxima geração, ou
leno é mestre em teologia pastoral e seja, os seus filhos.
bacharel em Design Gráfico pela UFG.
Lidera a juventude Eleve, da Igreja da
Cidade em São José dos Campos (SP), há 11 “Seja sempre um aprendiz,
seja humilde e ouça;
não é porque você é líder


anos. Depois de fazer parte como voluntá-
que você deixa de aprender.
rio por dois anos, ele se tornou líder desse
ministério. A intenção desse curso é passar 2
1. INTRODUÇÃO
SOBRE O CURSO
Marcos Madaleno vai nos encorajar a
sermos líderes íntegros e com princípios.
Neste curso ele trará os valores de um
ministério conduzido pelo Espirito Santo
e serão abordados alguns fatores como:
a organização, planejamento, faixas etá-
rias, programas para universitários e
evangelismo. Outros valores que são a
base para um ministério duradouro e
eficaz, como relacionamento com o
pastor sênior e discipulado, também
serão retratados.

SUPORTE E MATERIAL
Esta apostila tem como finalidade com-
plementar o conteúdo em vídeo dispo-
nibilizado. No final de cada aula, você
será desafiado pela nossa equipe a colo-
car em prática o que aprendeu. Para se
tornar um participante ativo do Na Mesa,
sugerimos que assista os vídeos com um
papel ou bloco de notas ao lado para
anotar as ideias principais e não perder
nenhuma ideia que você possa ter.
Nosso objetivo além de te ensinar, é ins-
pirar.

FAÇA PARTE DO FÓRUM


E pra você que ama interagir, comparti-
lhar o seu conhecimento e aprender
mais, nós preparamos o fórum Na Mesa,
onde você pode interagir com os outros
membros. Participe e chame os seus
amigos!

JESUSCOPY
NAMESA2019 3
AULA 1

O QUE, DE
FATO, É
ESSENCIAL?
{
Você sabe qual é a verdadeira importância
SUB TÓPICOS
de ter um ministério com jovens? Você
Por quê ter um ministério?
entende a importância disso para Deus? Con-
Vença estereótipos da igreja
forme você já deve ter aprendido na nossa
O que é essencial?
primeira vídeo aula, a igreja é uma família e
uma família se constitui com pai, mãe e filhos,
Um ministério não é uma empresa,
toda igreja precisa pensar nas novas gerações,
você precisa do Espírito Santo!
pois Deus é um Deus de gerações. Uma famí-
- Marcos Madaleno
lia não existe apenas para sucesso dos seus
donos, ela existe por causada da próxima
geração, ou seja, os seus filhos.
Por isso, foque no que é essencial! Para que
isso aconteça, é necessário vencer alguns
estereótipos - como os que foram citados no
vídeo, e entender o porque de ter um minis-
tério de jovens.
Agora, o que é, de fato, essencial no ministé-
rio de jovens? Ser homens e mulheres de
Deus antes de querer fazer o trabalho Dele.
Tornar-se pessoas que amam de verdade a
Deus, os jovens e adolescentes; Ser autêntico
e não fingir ser outra pessoa; Ter uma conexão
com o pastor sênior da igreja; Ser alguém que
procura entender como sua igreja funciona;
Ter organização e um planejamento no mi-
nistério.

JESUSCOPY
NAMESA2019 4
AULA 2

SAIBA POR
ONDE
COMEÇAR!
{
Vamos ser diretos: Comece desfrutando
SUB TÓPICOS
daquilo que você tem! Cada um tem o seu
Veja o que você tem
recurso, o seu lugar e vai começar no seu
Não desista
tempo. Então, ao invés de simplesmente
Pequenos detalhes
copiar ideias, visitar lugares bem-sucedidos e
querer aplicar a sua realidade, você precisa
buscar princípios transferíveis.
Preste atenção em: Divisões de faixas etárias
requerem trabalhos diferentes; Quanto
tempo dura cada geração; Reproduzir sem
intimidade; Comece com pequenos grupos
que criem afinidade, a partir daí que vai
nascer um programa, e então um culto;
Lembre-se: O princípio é o mesmo, mas a
forma de aplicar é diferente por conta dos
recursos.
Você pode iniciar um ministério ou até
mesmo reorganizá-lo, porém, saiba como
está o coração de cada um no seu movimen-
to. Aposte em ferramentas para atrair os
jovens. Observe o que você tem, aquilo que
Deus te deu - lembra dos seus cinco pães e
dois peixes? Talvez você tenha algo que por
mais insignificante que pareça, se comparado
a outros, pode ser que em nenhum outro
lugar tenha e Deus deu para você.
Pequenos detalhes que ninguém consegue
ver vão gerar grandes mudanças que todos
esperam, frase do livro chamado “Direção
Divina”.

JESUSCOPY
NAMESA2019 5
AULA 3

QUEM É
O JOVEM
DE HOJE?

{
Conheça o público para quem você vai minis-
SUB TÓPICOS
trar, procure conhecer quais são as caracterís-
Marcas da Pós-Modernidade
ticas das novas gerações, isso vai ajudar a dire-
Gerações Mudam Rapidamente
cionar a sua fala para cada tipo de pessoa.
Porque os Jovens estão
Durante o vídeo foi falado sobre as Marcas da
deixando a Igreja?
Pós Modernidade, que são caracterizadas por:
Um público que é relativista e que rejeita fun-
damentos; A principal preocupação é viver
uma nova experiência; Mais de 50% da nova
geração já endividada; Perspectiva otimista
em relação ao futuro. A questão da sexualida-
de também é importante para entendermos
como abordar a nova geração, por isso procu-
re pesquisar sobre isso.
Porém, lembre-se: gerações mudam rapida-
mente! É necessário acompanhá-los. Algo
que deve ser investido tempo: procure saber
por que os jovens deixam as igrejas atualmen-
te!
Precisamos ajudá-los a serem formados
como adultos dentro do plano de Deus, res-
gatando a juventude atual para sua principal
fase de relevância.

JESUSCOPY
NAMESA2019 6
AULA 4

CRIE PROGRAMAS
DENTRO DO
MINISTÉRIO

{
SUB TÓPICOS Antes de implantar qualquer programa
Crie conexões dentro do ministério, você precisa entender
Inovação que você não deve criar apenas atividades na
Propósito + Círculo de agenda da juventude, mas deve criar cone-
Compromisso xões.
Se sairmos criando programas com a cara de
jovem, isso não será suficiente. É necessário
fazer uma visita mais profunda ao propósito
de Deus para esse ministério existir e ser
criado a partir desse ponto. Antes de criar os
programas, considere:
O que eu estou fazendo é algo inovador?
Possui um propósito estabelecido?
Para te ajudar, lembre-se de utilizar a fórmula:
Programa = Propósito + O Círculo de Compro-
misso (o nível de compromisso espiritual que
eu quero alcançar).
Se for necessário, assista novamente a aula
quatro para entender o que entendemos
como propósito e o que é o círculo de com-
promisso.

JESUSCOPY
NAMESA2019 7
AULA 5

A IMPORTÂNCIA
DO
DISCIPULADO

{
SUB TÓPICOS Um discipulado efetivo é um ambiente de
Discipulado Saudável crescimento saudável. Como podemos traba-
Discipulador = Facilitador lhar o discipulado de uma forma saudável?
Papel do Líder de Jovens no Considerando os três eixos principais: eixo
Discipulado relacional, eixo educacional e eixo pessoal -
citados no vídeos. Não coloque suas expecta-
tivas em uma via só, pois isso vai gerar uma
frustação. O discipulador deve ser um facilita-
dor, tornando-se alguém que se posiciona, faz
mais perguntas do que dá respostas e auxilia
a pessoa a encontrar respostas em Jesus, ava-
liando melhor as suas decisões.
Há questões mais específicas e comuns que
provavelmente irão aparecer no discipulado,
como: “com quem eu devo me casar?”, “faço
faculdade fora?”, “mudo de emprego?” ou
“será que eu escolhi a profissão certa”, porém,
o discipulador não toma nenhuma dessas
decisões pela pessoa que está sendo discipu-
lada, mas avaliar se o discípulo ouviu o Espíri-
to Santo e se as motivações daquela decisão
estão corretas. Ajude-a a pensar, não dê as
respostas - isso evitará o controle e manipula-
ção.
Como líder e discipulador, seu principal papel
é gerar um ambiente confortável, onde todos
vão ser cuidados e discipulados. Por meio de
um discipulado saudável, você verá as pessoas
improváveis fluindo no seu pleno potencial
com Jesus.

JESUSCOPY
NAMESA2019 8
AULA 6

MEDO DE FALAR
EM PÚBLICO
(no Evangelismo)
{
SUB TÓPICOS Um dos maiores medos que o ser humano
Cultura do Evangelismo tem e que foi cientificamente comprovado é
Se torne referência o medo de falar em público. Evangelizar não
Incentive o Evangelismo na é exatamente falar em público, mas é um
forma de cada um nível de exposição em que você muitas vezes
fica naquela tensão de ser rejeitado. Para
incentivar os jovens a evangelizar precisamos
entender dos medos e dos receios que eles
têm. Para ajudá-los a se desenvolverem nisso,
crie uma cultura de evangelismo no seu mi-
nistério. Incentive-os a passar a mensagem de
que não estamos vendendo um produto, mas
sim a solução para o coração caído daquelas
pessoas. Sempre recomende os jovens irem
acompanhados de mais 2 ou 3 jovens para
que um ajude o outro no caminhar da con-
versa. Algo relevante para este processo é
você, líder, se tornar um testemunho vivo para
encorajá-los, para demonstrar aos jovens que
Deus deseja nos usar da maneira que somos
e nos conectar com pessoas que passam por
coisas em comum.
Faça evangelismos de impacto, por mais que
o resultado não seja direto. O nome de Deus
será exaltad o e conhecido na cidade por
meio dessas ações evangelísticas. Use diversos
tipos de evangelismo para ganhar diversos
tipos de pessoas. Sempre tenha em mente
que a juventude estará nos lugares onde nin-
guém mais vai estar.

JESUSCOPY
NAMESA2019 9
AULA 7

SAIBA
COMO
MOBILIZAR

{
Ninguém constrói algo grande sozinho e
SUB TÓPICOS
Deus nos chama para algo maior do que nós
DNA Apostólico
mesmos. Capacite pessoas para que elas se
Plano de Desenvolvimento
tornem um exército junto com você. O DNA
Ministerial
apostólico, ou seja, o apóstolo é alguém que
Você é diretamente responsável mobiliza pessoas para uma visão. Então como
pelo ambiente que você lidera. líder, seja hábil, um especialista em transferir
Muitas vezes quando o líder é crítico, uma visão para as pessoas.
na verdade, eu critico a mim mesmo. É necessário perceber o ambiente em que os
- Marcos Madaleno voluntários estão se movendo pois eles
podem estar se influenciando e formando
uma arquibancada de críticos. É importante
você desenvolver ferramentas para que os
voluntários vejam quem tem dom de gover-
no, de profeta, de evangelista, de mestre, de
pastor; cada um desses dons vai envolver uma
missão específica, isso vai fazer com que cada
um descubra o seu chamado.
Ter um plano de desenvolvimento ministerial
é muito importante porque você vai ajudar
as pessoas a encontrarem o seu destino, a
sua vocação; todo pastor de uma igreja, já foi
voluntário em várias áreas da igreja. Então
muitas vezes nós temos que mostrar para os
voluntários qual é a recompensa.
Siga as dicas do Plano de Desenvolvimento
Apostólico passado no vídeo e coloque em
prática, pois isso também ajuda a entender o
que os motiva e os desmotiva.

JESUSCOPY
NAMESA2019 10
AULA 8

MINISTÉRIO
COM JOVENS
UNIVERSITÁRIOS
{
SUB TÓPICOS Algo que está enraizado na mente de muitos
Preparação antecipada jovens é de que a Universidade é o ambiente
Foco na experiência na qual ele deve se proteger, quando, na ver-
Ponte com a igreja dade, eles podem ser o sal, exercendo o seu
chamado.
Para agir neste ambiente, é necessário ser
bem estratégico e realizar uma preparação
antecipada, pois o tempo que a maioria dos
jovens passa na universidade no Brasil é um
curto período, e às vezes onde o ministério
pode entrar são nos quinze minutos de inter-
valo ou depois de uma aula.
Ao invés de incluir mais um estudo dentro de
uma agenda universitária cheia de aulas,
pode ser feita uma aplicação prática de um
versículo bíblico, um chamado pra oração,
compartilhar pedidos de oração e testemu-
nhos. Coloque as dicas dadas na vídeo aula e
gere um ambiente muito frutífero para que as
pessoas sejam desenvolvidas a fim de viverem
sua vocação em Jesus. Por fim, não esqueça
de gerar uma ponte com uma igreja - isto é,
vincular os jovens de sua igreja e os universitá-
rios e também de pesquisar o que tem dado
certo.

JESUSCOPY
NAMESA2019 11
AULA 9 & 10

FAIXA ETÁRIA
& CULTO
DE JOVENS
{
SUB TÓPICOS Quando se trata de faixa etária, você vai perce-
Juventudes ber que você lidera juventudes, pois mesmo
Culto de Jovens dentro dos adolescentes vai perceber que de
Primeira impressão 13 a 15 anos e de 16 a 18 anos vai ter um distan-
ciamento entre um grupo e o outro. No Brasil,
o jovem é aquele que tem de 15 a 25 anos,
período de transição entre uma infância e a
fase adulta. Por isso, procure saber mais sobre
cada grupo e a melhor forma de trabalhar
com eles.
Quando o assunto é culto de jovens, tenha
em mente que o culto vai refletir um grande
cartão de visitas do ministério, por isso ele
tem que incluir todas as pessoas em cada
uma das suas frentes. O melhor culto é
aquele que Deus recebe e as pessoas são
abençoadas, nós não podemos fabricar a pre-
sença de Deus, mas podemos preparar o am-
biente para que Deus se mova e se manifeste.
Desafie e proponha junto com os seus jovens
e adolescentes o que vocês podem fazer para
preparar e quais as formas de estimular a
galera a se sentir bem e tirar a tensão e o blo-
queio dos que estão visitando pela primeira
vez.
Lembre-se: você nunca terá uma segunda
chance de causar uma primeira boa impres-
são. A primeira impressão é aquela que
marca as pessoas!

JESUSCOPY
NAMESA2019 12
AULA 11 & 12

ASSUNTOS
CONTROVERSOS &
CONTEXTUALIZAÇÃO
{
SUB TÓPICOS Uma questão muito importante é como lidar
O que são assuntos controversos? com os assuntos controversos do nosso
Esteja fundamentado tempo, pois muitos assuntos vão surgir e nós,
Saiba como falar a Igreja, temos que responder a cada questão
com a Palavra de Deus. Exemplos de alguns
Amar não é ver as pessoas como
assuntos são a questão do aborto, a questão
elas estão, mas ver cada pessoa
na política; o ateísmo crescente entre os mais
como Deus quer que ela seja!
jovens, a questão do suicídio, o bullying, as
- Marcos Madaleno
drogas, a homossexualidade e a própria ques-
tão do gênero. Mais importante do que ver o
que você pode perder quando se posiciona, é
ver em que princípio você está fundamenta-
do. Porém, de modo geral, tenha cuidado pra
não ser mais uma pessoa que escandaliza
demais ou que julga demais, garanta um am-
biente onde as pessoas são acolhidas e não
exiladas. Por conta disso e de outros aspectos,
é de extrema importância a contextualização.,
isto é, a forma de falar. O apóstolo Paulo
mudava o modo de falar por causa das pesso-
as que queria que fossem alcançadas. Deus
mudou a forma de se comunicar com o
homem porque Ele o amou. Ele falou por
meio dos profetas, por meio da lei, então
quem ama vai mudar o jeito de falar.

JESUSCOPY
NAMESA2019 13
AULA 13 & 14

TENDÊNCIAS DE
COMUNICAÇÃO &
E RELACIONAMENTO
{
SUB TÓPICOS A comunicação muda com o passar do
Formas de comunicação tempo, mas tenha um ponto de partida de
Andar em unidade como começar nos dias de hoje. O que faz
Mentoria sucesso hoje em dia na nossa geração é a
comunicação bem informal você não ser
aquele super herói que as pessoas não vão
conseguir alcançar. Outra tendência hoje é o
TED talk, que é uma palestra muito curta e
muito direta, o conteúdo é objetivo. A ideia
passa a ser mais valorizada pelo público. Pen-
sando nisso, nós temos o Evangelho que
sempre foi relevante pra qualquer época e
podemos mostrar para as pessoas o que Ele
fez em nós. Utilize outras técnicas que podem
te ajudar, como Storytelling, Interatividade e
Performático.
Quando falamos sobre comunicação e rela-
cionamento (com a liderança), não há como
não falarmos sobre andarmos em unidade,
obedecendo e honrando uns aos outros.
Manter um relacionamento com o Pastor
Sênior é importante, pois ele trará sabedoria e
experiência para cada situação - tornando-se
o "pai espiritual" do líder de jovens. Por sua
vez, o líder de jovens vai alcançar uma geração
Lembrando que a verdadeira mentoria é bus-
cada, onde você vai atrás do seu pastor sênior,
construindo uma relação de confiança.
Tomando essa atitude, Deus cuidará do resto.

JESUSCOPY
NAMESA2019 14
Nós, da Equipe Na Mesa, estamos extremamente felizes e
honrados em fazer parte do seu desenvolvimento pessoal.
Todo o conteúdo que você encontrou neste curso e encon-
trará nos próximos foram desenvolvidos para contribuir com
o seu crescimento. Se necessário, reveja as aulas e não
esqueça de colocar em prática as nossas dicas. Lembre-se da
base: por que fazemos tudo isso? Porque nós amamos a
Deus, porque amamos as pessoas, porque Deus nos enviou
para uma missão. É o grande mandamento.

JESUSCOPY
NAMESA2019 15