Você está na página 1de 2

FICHA DE TRABALHO – CONECTORES

1. Ao texto que vai ler, foram retirados os seguintes conectores:

* Na minha opinião * Bem sabemos que


* Por mais ... que * Porém
* muito menos * Acredito que
* Em suma * inquestionavelmente, e sem margem
para dúvidas
* parece-me que * justamente
* E, certamente
* Depois, e finalmente

1.1. Volte a colocá-los nos respectivos lugares.

Pena de morte

_______________ hediondo e horrendo _____ seja o crime e o criminoso,


__________um Estado não tem o direito de decidir sobre a morte de um indivíduo. Em
nenhuma circunstância deveria existir a pena de morte, _________na mais civilizada
das democracias, que instituiu e mantém em funcionamento, em alguns estados, uma
verdadeira fábrica de execuções.

____________ , a pena de morte é contra tudo o que nós, portugueses, acreditamos:


o princípio do arrependimento, do humanismo, e da preservação da vida como um
bem intocável. Para todos.

___________ há sempre o argumento das vítimas ou famílias: e se fosse connosco,


manteríamos o mesmo princípio? Por ser _____________um princípio, fundado no
nosso humanismo religioso, é que a morte de um criminoso não faz terminar a culpa e
o horror, nem repara o que aconteceu. _____________ , na tragédia global, é mais um
morto.

___________ , sendo uma pena sem remédio, nem possibilidade de voltar atrás,
levanta a eterna dúvida – cada vez mais importante, pelos erros já cometidos – de ser
este ou aquele, ______________ , que cometeu o crime pelo qual paga com a vida.
_______________ , quantos não foram já executados inocentemente, e quantos mais
não o vão ser?

____________ a grandeza e a nobreza dos Estados, e das suas leis, reside na crença
do perdão, absolvição e arrependimento dos seus cidadãos, sejam eles o que forem,
mesmo quando a justiça exige e impõe uma punição máxima para um crime horrível.
__________ , uma punição máxima pode ser tudo, menos o direito de o Estado matar.

Luís Delgado, in Diário Digital, 11 de Junho de 2001 ( adaptado )


2. Complete as frases que se seguem, utilizando conectores com o valor indicado
entre parênteses:

a. A rua ficou deserta ... ( causal )


b. ... , não podemos sair à noite. ( condicional )
c. A Mariana estuda muito, ... ( adversativo )
d. Esta semana tenho três testes ... ( conclusivo )
e. É preciso estudar com regularidade ... ( final )

2.1. Transforme cada par de frases simples em frases complexas, utilizando


conectores com o valor indicado entre parênteses:

a. Chegou a conta do telefone. Tive um ataque de nervos. ( temporal )


b. Não consegui convencer a Teresa. Esgotei todos os meus argumentos.
( concessivo )
c. Hoje arrumo a cozinha. Podes estudar. ( final )
d. Tudo se passou rapidamente. Ninguém percebeu bem o que aconteceu.
( consecutivo )

2.2. Identifique os conectores presentes nas frases que se seguem e explique os

respectivos valores:

a. O jogador foi expulso com toda a razão, porque lesionou intencionalmente o


adversário.
b. Visto que a decisão foi tomada sem nosso consentimento, declinamos toda a
responsabilidade.
c. Apesar de ter um aspecto ameaçador, o meu cão é totalmente inofensivo.
d. Embora esteja situada a apenas dez quilómetros da sede do distrito, aquela aldeia
ainda não possui saneamento básico.
e. Se o motor falhar novamente, vendo o carro!
f. Podes levar o livro desde que o devolvas dentro de cinco dias, no máximo.