Você está na página 1de 44

Governador do Estado de Pernambuco

Eduardo Henrique Accioly Campos

Secretário de Educação do Estado

Danilo Jorge de Barros Cabral

Chefe de Gabinete

Nilton da Mota Silveira Filho

Secretária Executiva de Gestão de Rede

Margareth Costa Zaponi

Secretária Executiva de Desenvolvimento da Educação

A ída Maria Monteiro da Silva

Gerente de Políticas Educacionais de Educação Infantil e Ensino Fundamental

Zélia Granja Porto

Gerente de Políticas Educacionais do Ensino Médio

Cantaluce Mércia Ferreira Paiva de Barros Lima

Gerente Geral do Programa de Correção de Fluxo Escolar

Ana Coelho Viera Selva

Gerente de Políticas Educacionais em Direitos Humanos, Diversidade e Cidadania

Genilson Cordeiro Marinho

Gerente de Políticas de Educação Especial

Albanize Cardoso da Silva

Gerente de Avaliação e Monitoramento das Políticas Educacionais

Maria Epifânia de França Galvão

Gerente de Normatização do Ensino

Vicência Barbosa de Andrade Torres

COMISSÃO DE ELABORAÇÃO

Josemar Barbosa de Almeida Maria Cristiane Dutra Maria da Conceição Santiago Rosa Maria de Souza Leal Sônia Virgìnia Martins Pereira

COMISSÃO DE REVISÃO

Aída Monteiro Silva Ana Coelho Viera Selva Cantaluce Mércia Ferreira Paiva de Barros Lima Luciano Cavalcanti do Nascimento Maria José Holanda Barbosa Rosinete Salviano Feitosa Rozineide Novaes Ferraz Vicentina Maria Ramires Borba Zélia Granja Porto

Prezado/a Professor/a,

A Secretaria de Educação, com objetivo de melhorar a qualidade do Ensino na Rede Estadual, apresenta este documento que contém as Orientações Teórico - Metodológicas na área de Língua Portuguesa para a Educação Básica. Trata-se de uma ação de apoio ao trabalho pedagógico do/a professor/a, reconhecendo essas orientações organizadas em 04 (quatro) Unidades Didáticas como referências básicas possibilitadoras da construção de aprendizagens significativas dos estudantes. Pretende-se que o Currículo construído na escola venha a ser enriquecido com outros conteúdos e aprendizagens, inclusive em espaços educativos complementares, a exemplo de visitas a museus, a laboratórios e à comunidade de um modo geral. Esperamos que este material contribua de forma crítica, contextualizada e reflexiva para a ação pedagógica e a docência dos que fazem a escola pública no Estado de Pernambuco. Este documento, elaborado em versão preliminar, poderá ser reconstruído com a participação dos/as professores/as a partir de sua vivência na prática docente e pedagógica.

Aída Monteiro Secretária Executiva de Desenvolvimento da Educação

5

As orientações teórico-metodológicas da prática pedagógica do professor de Língua Portuguesa são voltadas para a formação de estudantes nos contextos de

interação autor-texto-leitor e nas práticas socioculturais contemporâneas de usos

da escrita.

Através da linguagem como uma atividade de interação social, os interlocutores atuam, por meio de diferentes gêneros textuais, expressando e criando os sentidos que marcam as identidades individuais e sociais de uma comunidade determinada. Sob essa ótica, tais orientações são vistas como referenciais estruturadores das práticas de ensino da leitura e da escrita pautadas por eixos e por objetivos. Assim, os eixos organizadores das atividades de língua portuguesa no ensino médio têm por objetivos:

Produção e compreensão de textos orais – Promover práticas de oralidade, orientando os alunos a identificar as relações entre linguagem oral e linguagem escrita e suas relações de independência, de dependência e de interdependência;

Leitura e compreensão de textos

provendo situações em que os estudantes demonstrem compreensão sobre os

Aprofundar as habilidades de leitura,

textos que lêem, refletindo, de forma contextualizada, sobre a gramática da língua,

as características de cada gênero e tipo de texto, o efeito das condições de produção do discurso na construção do texto e de seu sentido;

Desenvolver nos estudantes habilidades de

Produção de textos escritos

produzir textos escritos que exigem maior complexidade em sua elaboração, de gêneros variados e com diferentes funções, adequados aos interlocutores pretendidos, a seus objetivos, à natureza do assunto e às condições gerais de produção;

Análise lingüística e reflexão sobre a língua – Proporcionar aos estudantes

práticas de análise da língua em uso, visando à construção de conhecimentos sobre

o funcionamento da linguagem, o sistema lingüístico, as variedades da língua

portuguesa, os diferentes registros, a partir de conhecimentos relevantes para as práticas de produção e recepção de textos;

Literatura

Propiciar aos estudantes a compreensão, pelo estudo do texto

literário, das formas instituídas de construção do imaginário coletivo, do patrimônio representativo da cultura e das classificações preservadas e divulgadas, no eixo temporal e espacial, visando o letramento literário daqueles estudantes.

6

Componente Curricular: Língua Portuguesa

ENSINO MÉDIO

ANO 1º

UNIDADE: 1

 

ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS

 

1.

Produção e Compreensão de Textos Orais

 

Reconhecimento dos efeitos do uso de certas expressões que revelam a posição do falante em relação ao que diz (ou o uso das expressões modalizadoras) Identificação de especificidades (prosódicas, lexicais, sintáticas, textuais e pragmáticas) da organização do texto oral formal. Reconhecimento de procedimentos e de marcas lingüísticas típicas da conversação. Reconhecimento de diferentes padrões de entonação, conforme a natureza das intenções pretendidas pelo enunciador. Identificação de particularidades de pronúncia de certas palavras. Reflexão sobre a oralidade nos textos escritos.

2.

Leitura e Compreensão de Textos

 

Leitura e compreensão de texto expositivo: resumo de novela ou filme Leitura e compreensão de texto informativo: comunicado escolar, notícia Leitura e compreensão de texto argumentativo: opiniões pessoais O texto em análise

 

Reconhecimento

de

elementos

pragmáticos

(papéis

sociais

e

 

comunicativos

dos

interlocutores,

relações

entre

esses,

propósito

discursivo, função sócio-comunicativa do gênero, aspectos da dimensão

 

espaço-cultural em que é produzido) Reconhecimento de estratégias textualizadoras

 
 

a. Identificação das palavras e idéias-chave do texto

b. Identificação dos recursos lingüísticos em relação ao contexto em que o texto é construído (elementos de referência pessoal, temporal, espacial, registro lingüístico, grau de formalidade, seleção lexical, tempos e modos verbais).

7

 

c. Identificação de recursos lingüísticos em processos de coesão textual (elementos de articulação entre segmentos do texto

referentes à organização - temporal e/ou espacial

das seqüências

do texto ou à construção da argumentação).

d. Reconhecimento dos modos de organização da composição textual

seqüências textuais (tipos textuais narrativo, descritivo, argumentativo, injuntivo, dialogal).

e. Reconhecimento da organização da macroestrutura semântica (dimensão conceitual), articulação entre as idéias/proposições (relações lógico-semânticas).

f. Reconhecimento da organização e progressão temática.

 

g. Identificação

dos

mecanismos

enunciativos

(formas

de

agenciamento de diferentes pontos de vista na textualização, uso dos elementos de modalização.

h. Estudo de relações intertextuais: citação

 

3.

Produção de Textos Escritos

 

Produção de texto argumentativo: opiniões pessoais Produção de texto informativo: comunicado escolar e notícia Retextualização: produção escrita de textos a partir de outros textos tomados como base ou fonte.

Produção de resumos Produção de resenhas Produção de pesquisas bibliográficas

 

Reflexão sobre os textos produzidos

Reelaboração (revisão/reescrita) do texto

4.

Análise Lingüística e Reflexão sobre a língua

 

A língua e a constituição do sujeito Concepção de língua e linguagem Linguagem, língua, signo e fala

 

8

Lexicografia: dicionário, glossário, enciclopédia Normas da ortografia oficial

 

O

texto como elemento da atividade discursiva

 

a. Compreensão da função do substantivo no processo da referenciação

b. Compreensão da função do verbo como elemento nuclear da predicação

c. Compreensão Função do adjetivo, do advérbio e de outras categorias como elementos adjacentes aos núcleos nominais e predicativos

d. da

Compreensão

função

do

advérbio

como modificador e

circunstanciador

e. Uso dos artigos, dos pronomes pessoais, demonstrativos e possessivos na continuidade referencial do texto

f. Identificação de formas pronominais e adverbiais que funcionam como dêiticos textuais e situacionais

g. Identificação dos efeitos de sentido do uso dos sinais de pontuação e de outros recursos gráficos, como: aspas, travessões, parênteses, itálico, negrito etc.

h. Divisão do texto em parágrafos conforme a distribuição dos tópicos desenvolvidos

i. Identificação de aspectos lingüísticos específicos da construção do gênero textual

5. Literatura

 

Relações entre os estudos de literatura e linguagem

 

A

literatura na sociedade atual

 

Poema: diferenças entre verso e prosa

 

Conto tradicional Função poética da linguagem Conotação e denotação Particularidades do texto literário Estilo individual e estilo de época

 

9

Componente Curricular: Língua Portuguesa

ENSINO MÉDIO

ANO 1º

UNIDADE: 2

 

ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS

1.

Produção e Compreensão de Textos Orais

 

Expressão de opiniões pessoais Escuta de textos em situação de leitura em voz alta ou de exposição oral, com enfoque nos gêneros textuais:

Debates

Palestras

Entrevistas

2.

Leitura e Compreensão de Textos

 

Leitura e compreensão de texto informativo: folheto Leitura e compreensão de texto expositivo: resumo O texto em análise

Reconhecimento dos elementos pragmáticos (papéis sociais e comunicativos dos interlocutores, relações entre esses, propósito discursivo, função sociocomunicativa do gênero, aspectos da dimensão espaço-cultural em que é produzido) Reconhecimento de estratégias textualizadoras

 

a. Identificação das palavras e idéias-chave do texto

b. Identificação de recursos lingüísticos em relação ao contexto em que o texto é construído (elementos de referência pessoal, temporal, espacial, registro lingüístico, grau de formalidade, seleção lexical, tempos e modos verbais).

c. Identificação de recursos lingüísticos em processos de coesão textual (elementos de articulação entre segmentos do texto,

referentes à organização - temporal e/ou espacial do texto ou à construção da argumentação).

das seqüências

d. Reconhecimento dos modos de organização da composição textual

seqüências textuais (tipos textuais narrativo, descritivo,

10

 

argumentativo, injuntivo, dialogal).

e. Reconhecimento da organização da macroestrutura semântica (dimensão conceitual), articulação entre as idéias/proposições (relações lógico-semânticas).

f. Reconhecimento da organização e progressão temática.

g. Identificação de mecanismos enunciativos (formas de agenciamento de diferentes pontos de vista na textualização, uso dos elementos de modalização)

h. Estudo de relações intertextuais:epígrafe

3.

Produção de Textos Escritos

Produção de texto informativo: folheto Produção de texto expositivo: resumo Retextualização: produção escrita de textos a partir de outros textos tomados como base ou fonte.

 

Produção de resumos Produção de resenhas Produção de pesquisas bibliográficas

Reflexão sobre os textos produzidos

 

Reelaboração (revisão/reescrita) do texto

4.

Análise Lingüística e Reflexão sobre a língua

Linguagem e ideologia

História da língua portuguesa e lusofonia

A

formação do léxico de uma língua ou os vários processos de formação de

seu vocabulário Língua: unidade e variedade Língua falada e língua escrita

Variação lingüística: preconceito lingüístico Normas da ortografia oficial

O

texto como elemento da atividade discursiva

11

 

a. Compreensão do conceito de gênero textual

b. Compreensão da função das conjunções, das preposições, dos advérbios e de suas respectivas locuções na articulação e na conexão de sentido entre as partes de um texto.

c. Identificação da elipse na seqüência do texto e a manutenção de um tópico textual.

d. Reconhecimento das formas de representação lexical do sujeito da oração (expresso ou elíptico, determinado ou indeterminado, ativo ou passivo) e sua relação com as intenções pretendidas para o discurso.

e. Reconhecimento e uso de sinônimos, de hiperônimos e de expressões definidoras na continuidade de um texto.

f. Associação semântica entre as palavras de um texto e seus efeitos para a coesão e a coerência.

g. Análise estilística do verbo

h. Identificação de aspectos lingüísticos específicos da construção do gênero textual

5. Literatura

 

A

literatura como instituição social

O

texto literário e a mídia impressa

Poema: conceitos básicos

Crônica

 

Origens da literatura brasileira: das crônicas de viagem ao arcadismo mineiro

 

O

Quinhentismo

O

Seiscentismo

12

Componente Curricular: Língua Portuguesa

ENSINO MÉDIO

ANO 1º

UNIDADE: 3

 

ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS

1.

Produção e Compreensão de Textos Orais

 

Expressão de opiniões pessoais Atividades de produção de textos em eventos da oralidade, com enfoque nos gêneros textuais:

Seminário

Fórum

Hetero e auto-avaliação

 

2.

Leitura e Compreensão de Textos

 

Atividades de leitura e compreensão de texto argumentativo: resenha Atividades de leitura e compreensão de texto informativo argumentativo:

panfleto, folder, entrevista As entrevistas e a mídia impressa. O texto em análise

 

Reconhecimento de elementos pragmáticos (papéis sociais e comunicativos dos interlocutores, relações entre esses, propósito discursivo, função sociocomunicativa do gênero, aspectos da dimensão espaço-cultural em que é produzido) Reconhecimento de estratégias textualizadoras

 

a. Identificação das palavras e idéias-chave do texto

b. Reconhecimento dos recursos lingüísticos em relação ao contexto em que o texto é construído (elementos de referência pessoal, temporal, espacial, registro lingüístico, grau de formalidade, seleção lexical, tempos e modos verbais.

c. Identificação de recursos lingüísticos em processos de coesão textual (elementos de articulação entre segmentos do texto,

referentes à organização - temporal e/ou espacial do texto ou à construção da argumentação).

das seqüências

13

 

d. Identificação dos modos da organização da composição textual seqüências textuais (tipos textuais narrativo, descritivo, argumentativo, injuntivo, dialogal).

e. Reconhecimento da organização da macroestrutura semântica (dimensão conceitual), articulação entre as idéias/proposições (relações lógico-semânticas).

f. Reconhecimento da organização e progressão temática.

g. Identificação dos mecanismos enunciativos (formas de agenciamento de diferentes pontos de vista na textualização, uso dos elementos de modalização.

h. Estudo de relações intertextuais: alusão

3.

Produção de Textos Escritos

Produção de texto informativo: folder e entrevista Produção de texto argumentativo: resenha Retextualização: produção escrita de textos a partir de outros textos tomados como base ou fonte.

Produção de resumos Produção de resenhas Produção de pesquisas bibliográficas

Reflexão sobre os textos produzidos

Reelaboração (revisão/reescrita) do texto

4.

Análise Lingüística e Reflexão sobre a língua

Normas de prestígio Variações dialetais (geográficas e sociais) Normas sociais de uso da língua Normas da ortografia oficial O texto como elemento da atividade discursiva

a.

Identificação da ordem das palavras na frase e os efeitos decorrentes da alteração dessa ordem.

14

 

b. Reconhecimento sobre os esquemas predicativos dos verbos: argumentos exigidos e argumentos opcionais

c. Identificação das relações e restrições sintáticas e semânticas do verbo com os termos anteriores e posteriores a ele.

d. Identificação dos procedimentos de concordância entre o verbo e a expressão sujeito da frase.

e. Identificação dos procedimentos de concordância entre o substantivo e seus termos adjuntos.

f. Reconhecimento de especificidades quanto à regência dos verbos e dos nomes bem como as mudanças de significado advindas das alterações ocorridas.

g. Reconhecimento dos efeitos discursivos de transgressões a essas normas sintático-semânticas de composição das frases

h. Compreensão da adequação enunciativa ao gênero textual

i. Reconhecimento da coesão e da coerência como fundamento da construção lingüística da superfície textual

j. Identificação de aspectos lingüísticos específicos da construção do gênero textual

5. Literatura

O poema e o contexto histórico

A comédia teatral

A crônica

A literatura como sistema intersemiótico

Origens da literatura brasileira: das crônicas de viagem ao arcadismo mineiro

O Setecentismo

15

Componente Curricular: Língua Portuguesa

ENSINO MÉDIO

ANO 1º

UNIDADE: 4

 

ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS

1.

Produção e Compreensão de Textos Orais

 

Reflexão sobre textos orais produzidos pelos alunos ou não

 

Comentários, discussões e debates orais sobre livros, peças publicitárias, peças teatrais, programas de televisão, reportagens, piadas, acontecimentos do cotidiano, letras de músicas, exposições de arte, avaliação de trabalhos escolares etc. Expressão de opiniões pessoais Utilização de estratégias de escuta

2.

Leitura e Compreensão de Textos

 

Leitura e compreensão de textos argumentativos O texto em análise

 

Reconhecimento de elementos pragmáticos (papéis sociais e comunicativos dos interlocutores, relações entre esses, propósito discursivo, função sociocomunicativa do gênero, aspectos da dimensão espaço-cultural em que é produzido) Reconhecimento de estratégias textualizadoras

 

a. Identificação das palavras e idéias-chave em um texto

 

b. Utilização de processos interpretativos inferenciais: ironia

c. Identificação dos recursos lingüísticos em relação ao contexto em que o texto é construído (elementos de referência pessoal, temporal, espacial, registro lingüístico, grau de formalidade, seleção lexical, tempos e modos verbais).

d. Reconhecimento de recursos lingüísticos em processos de coesão textual (elementos de articulação entre segmentos do texto

referentes à organização - temporal e/ou espacial do texto ou à construção da argumentação).

das seqüências

16

 

e. Identificação dos modos da organização da composição textual

 

seqüências textuais (tipos textuais narrativo, descritivo, argumentativo,

injuntivo, dialogal).

 

f. Reconhecimento da organização da macroestrutura semântica (dimensão conceitual), articulação entre as idéias/proposições (relações lógico-semânticas).

g. Reconhecimento da organização e progressão temática

 

h. Identificação dos mecanismos enunciativos (formas de agenciamento de diferentes pontos de vista na textualização, uso dos elementos de modalização.

i. Estudo de relações intertextuais: citação, epígrafe e alusão

 

3.

Produção de Textos Escritos

 

Produção de texto argumentativo: resenha Retextualização: produção escrita de textos a partir de outros textos tomados como base ou fonte.

Produção de resumos Produção de resenhas Produção de pesquisa bibliográfica

 

Reflexão sobre os textos produzidos

 

Reelaboração (revisão/reescrita) do texto

 

4.

Análise Lingüística e Reflexão sobre a língua

 

Vinculação das palavras às circunstâncias históricas e culturais do percurso da língua. Usos do vocabulário: comum, formal, técnico, especializado, erudito, entre outros. Neologismos e os mecanismos de ressignificação de palavras já existentes.

Estrangeirismos,

sua

adaptação

aos

padrões

gramaticais

da

língua

importadora e seus valores culturais

 

Normas da ortografia oficial

 

17

O texto como elemento da atividade discursiva.

 

a. Reconhecimento dos discursos direto, indireto e indireto livre na manifestação da polifonia do texto.

b. Reconhecimento dos efeitos do uso das figuras de linguagem e de certas expressões com valor homonímico, metafórico e metonímico que causam efeitos de encantamento, de humor, de ironia, de ambigüidade e outros

c. Identificação de aspectos lingüísticos específicos da construção do gênero textual

5. Literatura

O

texto literário e o tempo

A

prosa literária: semelhanças e diferenças entre conto e crônica

O

texto teatral: tragédia

A

literatura de cordel

O

Neoclassicismo

18

Componente Curricular: Língua Portuguesa

ENSINO MÉDIO

ANO 2º

UNIDADE: 1

 

ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS

 

1.

Produção e Compreensão de Textos Orais

 

Reconhecimento dos efeitos do uso de certas expressões que revelam a posição do falante em relação ao que diz (ou o uso das expressões modalizadoras) Identificação de especificidades (prosódicas, lexicais, sintáticas, textuais e pragmáticas) da organização do texto oral formal. Reconhecimento dos procedimentos e das marcas lingüísticas típicas da conversação. Identificação de diferentes padrões de entonação, conforme a natureza das intenções pretendidas pelo enunciador. Reconhecimento das particularidades de pronúncia de certas palavras. Discussão de pontos de vista em textos publicitários

2.

Leitura e Compreensão de Textos

 

Leitura

e

compreensão

de

textos

argumentativos:

slogan,

anúncio

publicitário, artigo de opinião

 

O texto em análise

 

Reconhecimento dos elementos pragmáticos (papéis sociais e comunicativos dos interlocutores, relações entre esses, propósito discursivo, função sociocomunicativa do gênero, aspectos da dimensão espaço-cultural em que é produzido) Reconhecimento de estratégias textualizadoras

 

a. Identificação dos recursos lingüísticos em relação ao contexto em que o texto é construído (elementos de referência pessoal, temporal, espacial, registro lingüístico, grau de formalidade, seleção lexical, tempos e modos verbais. b. Identificação dos recursos lingüísticos em processos de coesão textual (elementos de articulação entre segmentos do texto

19

 

referentes à organização - temporal e/ou espacial

das seqüências do

texto ou à construção da argumentação).

 

c. Reconhecimento dos de organização da composição textual

 

seqüências textuais (tipos textuais narrativo, descritivo, argumentativo,

injuntivo, dialogal).

 

d. Reconhecimento da organização da macroestrutura semântica (dimensão conceitual), articulação entre as idéias/proposições (relações lógico-semânticas).

e. Reconhecimento da organização e progressão temática.

 

f. Identificação dos mecanismos enunciativos (formas de agenciamento de diferentes pontos de vista na textualização, uso dos elementos de modalização.

g. Estudo de relações intertextuais: referência

 

3.

Produção de Textos Escritos

 

Produção de textos argumentativos: slogan, anúncio publicitário, artigo de

 

opinião,

Retextualização: produção escrita de textos a partir de outros textos tomados como base ou fonte.

 

Produção de resumos Produção de resenhas Produção de pesquisas bibliográficas

 

Reflexão sobre os textos produzidos

 

Reelaboração (revisão/reescrita) do texto

4.

Análise Lingüística e Reflexão sobre a língua

 

Relações entre linguagem verbal e não-verbal

A

diferentes mídias

A

criação da gíria

O

texto como elemento da atividade discursiva

 

a.

Reconhecimento da construção lingüística da superfície textual: o uso de

20

conectores

b. Reconhecimento do valor expressivo de antíteses e ambigüidades

c. Identificação de aspectos lingüísticos específicos da construção do gênero textual

d. Análise estilística do gênero textual: os conectivos

e. Estudo de aspectos formais do uso da língua: regência e concordância

5. Literatura

Prosa: conto e romance Poema: estudo por temas Comédia de costumes A literatura romântica

Linguagem e temas da poesia romântica A produção poética das “gerações românticas”

21

Componente Curricular: Língua Portuguesa

ENSINO MÉDIO

ANO 2º

UNIDADE: 2

 

ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS

 

1.

Produção e Compreensão de Textos Orais

 

Escuta de textos em situação de leitura em voz alta ou de exposição oral

 

Palestras

Debates

Entrevistas

Discussão de pontos de vista em textos opinativos

 

2.

Leitura e Compreensão de Textos

 

Leitura e compreensão de texto lúdico: letra de música Leitura e compreensão de texto argumentativo: artigo de opinião O texto em análise

 

Elementos pragmáticos (papéis sociais e comunicativos dos interlocutores, relações entre esses, propósito discursivo, função sociocomunicativa do gênero, aspectos da dimensão espaço-cultural em que é produzido) Estratégias textualizadoras

 

a. Identificação dos recursos lingüísticos em relação ao contexto em que o texto é construído (elementos de referência pessoal, temporal, espacial, registro lingüístico, grau de formalidade, seleção lexical, tempos e modos verbais.

b. Identificação de recursos lingüísticos em processos de coesão textual (elementos de articulação entre segmentos do texto

referentes à organização - temporal e/ou espacial

das seqüências

do texto ou à construção da argumentação).

c. Reconhecimento dos de organização da composição textual

seqüências textuais (tipos textuais narrativo, descritivo,

argumentativo, injuntivo, dialogal).

22

 

d. Reconhecimento da organização da macroestrutura semântica (dimensão conceitual), articulação entre as idéias/proposições (relações lógico-semânticas).

e. Organização e progressão temática.

f. Identificação dos mecanismos enunciativos (formas de agenciamento de diferentes pontos de vista na textualização, uso dos elementos de modalização.

g. Estudo de relações intertextuais: paráfrase

3.

Produção de Textos Escritos

Produção de texto argumentativo: artigo de opinião Retextualização: produção escrita de textos a partir de outros textos tomados como base ou fonte.

Produção de resumos Produção de resenhas Produção de pesquisas bibliográficas

Reflexão sobre os textos produzidos

Reelaboração (revisão/reescrita) do texto

4.

Análise Lingüística e Reflexão sobre a língua

Mercado, consumo e comunicação O texto como elemento da atividade discursiva

a. Reconhecimento da construção lingüística da superfície textual: o uso de conectores

b. Identificação de referência dêitica

c. Reconhecimento da seqüencialização dos parágrafos

d. Compreensão de processos interpretativos inferenciais: metáfora e metonímia

e. Identificação de aspectos lingüísticos específicos da construção do gênero textual

23

 

f. Análise estilística: advérbio

g. Estudo de aspectos formais do uso da língua: regência e concordância

5. Literatura

Jornalismo, literatura e mídia Valores e atitudes culturais no texto literário Romance Poema: a quebra da tradição Conto fantástico A prosa romântica no Brasil

24

Componente Curricular: Língua Portuguesa

ENSINO MÉDIO

ANO 2º

UNIDADE: 3

 

ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS

1.

Produção e Compreensão de Textos Orais

 

Atividades de produção de textos em eventos da oralidade

Seminários

Fóruns

Discussão de pontos de vista em textos opinativos Hetero e auto-avaliação

 

2.

Leitura e Compreensão de Textos

 

Leitura e compreensão de texto informativo: carta pessoal e e-mail Leitura e compreensão de texto argumentativo: carta do leitor Leitura e compreensão de texto expositivo: reportagem O texto em análise

Reconhecimento de elementos pragmáticos (papéis sociais e comunicativos dos interlocutores, relações entre esses, propósito discursivo, função sociocomunicativa do gênero, aspectos da dimensão espaço-cultural em que é produzido) Reconhecimento de estratégias textualizadoras

 

a. Identificação dos recursos lingüísticos em relação ao contexto em que o texto é construído (elementos de referência pessoal, temporal, espacial, registro lingüístico, grau de formalidade, seleção lexical, tempos e modos verbais.

b. Identificação de recursos lingüísticos em processos de coesão textual (elementos de articulação entre segmentos do texto

referentes à organização - temporal e/ou espacial do texto ou à construção da argumentação).

das seqüências

c. Reconhecimento dos modos de organização da composição textual

seqüências textuais (tipos textuais narrativo, descritivo,

25

 

argumentativo, injuntivo, dialogal).

 
 

d. Organização

da

macroestrutura

semântica

(dimensão

conceitual),

 

articulação entre as idéias/proposições (relações lógico-semânticas).

 

e. Reconhecimento da organização e progressão temática.

 

f. Identificação de mecanismos enunciativos (formas de agenciamento de diferentes pontos de vista na textualização, uso dos elementos de modalização.

g. Estudo de relações intertextuais: paráfrase

 

3.

Produção de Textos Escritos

 

Produção de texto informativo: carta pessoal e e-mail Produção de texto argumentativo: carta do leitor Produção de texto expositivo: reportagem Retextualização: produção escrita de textos a partir de outros textos tomados como base ou fonte.

Produção de resumos Produção de resenhas Produção de pesquisas bibliográficas

 

Reflexão sobre os textos produzidos

Reelaboração (revisão/reescrita) do texto

 

4.

Análise Lingüística e Reflexão sobre a língua

 

Ética, linguagem e sociedade Sociedade e linguagem O texto como elemento da atividade discursiva

a. Compreensão do processo de adequação enunciativa ao gênero textual

b. Reconhecimento da construção lingüística da superfície textual: o uso dos conectores

c. Identificação de referência dêitica

 

d. Reconhecimento da seqüencialização dos parágrafos

 

26

 

e. Análise estilística: preposição

f. Identificação de aspectos lingüísticos específicos da construção do gênero textual

g. Estudo de aspectos formais do uso da língua: regência e concordância

5. Literatura

A

literatura como caminho para o crescimento pessoal e social

Apólogo, fábula e alegoria: o símbolo e a moral

Poema: ruptura e diálogo com a tradição

A

literatura realista

27

Componente Curricular: Língua Portuguesa

ENSINO MÉDIO

ANO 2º

UNIDADE: 4

 

ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS

1.

Produção e Compreensão de Textos Orais

 

Reflexão sobre textos orais produzidos pelos alunos ou não

Comentários, discussões e debates orais sobre livros, peças publicitárias, peças teatrais, programas de televisão, reportagens, piadas, acontecimentos do cotidiano, letras de músicas, exposições de arte, avaliação de trabalhos escolares etc.

Utilização de estratégias de escuta Discussão de pontos de vista em textos opinativos

 

2.

Leitura e Compreensão de Textos

 

Leitura e compreensão de texto informativo:

folder

de campanhas sociais

Leitura e compreensão de texto expositivo: reportagem Leitura e compreensão de texto argumentativo: editorial O texto em análise

 

Reconhecimento de elementos pragmáticos (papéis sociais e comunicativos dos interlocutores, relações entre esses, propósito discursivo, função sociocomunicativa do gênero, aspectos da dimensão espaço-cultural em que é produzido) Reconhecimento de estratégias textualizadoras

 

a. Reconhecimento dos recursos lingüísticos em relação ao contexto em que o texto é construído (elementos de referência pessoal, temporal, espacial, registro lingüístico, grau de formalidade, seleçãolexical, tempos e modos verbais. b. Identificação de recursos lingüísticos em processos de coesão textual (elementos de articulação entre segmentos do texto

referentes à organização - temporal e/ou espacial do texto ou à construção da argumentação).

das seqüências

28

 

c. Reconhecimento dos modos da organização da composição textual seqüências textuais (tipos textuais narrativo, descritivo, argumentativo, injuntivo, dialogal).

d. Identificação da organização da macroestrutura semântica (dimensão conceitual), articulação entre as idéias/proposições (relações lógico- semânticas).

e. Reconhecimento da organização e progressão temática.

f. Reconhecimento dos mecanismos enunciativos (formas de agenciamento de diferentes pontos de vista na textualização, uso dos elementos de modalização.

g. Estudo de relações intertextuais: referência e paráfrase

3.

Produção de Textos Escritos

 

Produção de texto informativo:

folder

de campanhas sociais

Produção de texto expositivo: reportagem Produção de texto argumentativo: editorial Retextualização: produção escrita de textos a partir de outros textos tomados como base ou fonte.

Produção de resumos Produção de resenhas Produção de pesquisas bibliográficas

Reflexão sobre os textos produzidos

 

Reelaboração (revisão/reescrita) do texto

4.

Análise Lingüística e Reflexão sobre a língua

Comunicação, sociedade e poder O texto como elemento da atividade discursiva

a. Compreensão do processo de adequação enunciativa ao gênero textual

b. Reconhecimento da construção lingüística da superfície textual: o uso de conectores

29

 

c. Identificação de referência dêitica

d. Análise estilística: orações coordenadas e subordinadas

e. Identificação de aspectos lingüísticos específicos da construção do gênero

f. Compreensão de processos interpretativos inferenciais: pleonasmo

g. Estudo de aspectos formais do uso da língua: regência e concordância

5. Literatura

A

literatura engajada

Conto: ruptura com a tradição Poema: subjetividade e objetividade

Teatro: ruptura e diálogo com a tradição

A

poesia parnasiana

30

Componente Curricular: Língua Portuguesa

ENSINO MÉDIO

ANO 3º

UNIDADE: 1

 

ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS

1.

Produção e Compreensão de Textos Orais

 

Identificação de aspectos da oralidade em textos escritos Reconhecimento da estruturação do discurso interativo no contínuo oral- escrito: entrevista televisiva Identificação da intencionalidade comunicativa Discussão de pontos de vista em textos literários.

2.

Leitura e Compreensão de Textos

 

Leitura e compreensão de texto argumentativo: carta argumentativa e resenha crítica O texto em análise

Reconhecimento de elementos pragmáticos (papéis sociais e comunicativos dos interlocutores, relações entre esses, propósito discursivo, função sociocomunicativa do gênero, aspectos da dimensão espaço-cultural em que é produzido) Reconhecimento de estratégias textualizadoras

 

a. Identificação dos recursos lingüísticos em relação ao contexto em que o texto é construído (elementos de referência pessoal, temporal, espacial, registro lingüístico, grau de formalidade, seleção lexical, tempos e modos verbais.

b. Identificação de recursos lingüísticos em processos de coesão textual (elementos de articulação entre segmentos do texto

referentes à organização - temporal e/ou espacial do texto ou à construção da argumentação).

das seqüências

c. Reconhecimento dos modos da organização da composição textual

seqüências textuais (tipos textuais narrativo, descritivo, argumentativo, injuntivo, dialogal).

31

 

d. Reconhecimento da organização da macroestrutura semântica (dimensão conceitual), articulação entre as idéias/proposições (relações lógico-semânticas).

e. Reconhecimento da organização e progressão temática.

f. Identificação de mecanismos enunciativos (formas de agenciamento de diferentes pontos de vista na textualização, uso dos elementos de modalização.

g. Estudo de relações intertextuais: paródia

3.

Produção de Textos Escritos

Produção de texto argumentativo: carta argumentativa e resenha crítica Retextualização: produção escrita de textos a partir de outros textos tomados como base ou fonte.

 

Produção de resumos Produção de resenhas Produção de pesquisas bibliográficas

Reflexão sobre os textos produzidos

 

Reelaboração (revisão/reescrita) do texto

4.

Análise Lingüística e Reflexão sobre a língua

Trabalho, linguagem e realidade brasileira

Adequação lingüística e ambiente de trabalho

A

linguagem e o desenvolvimento do senso crítico

Humor e linguagem

Argumentação, crítica e mídia impressa

O

texto como elemento da atividade discursiva

 

a. Identificação de conectores de articulação lógica e cronológica

b. Reconhecimento do valor expressivo de ecos e ambigüidades

c. Identificação de aspectos lingüísticos da construção do gênero textual

d. Estudo de aspectos formais do uso da língua: normas da ortografia

32

 

oficial, regência e concordância

5. Literatura

A

literatura e a construção da modernidade e do moderno

Texto literário: prosa e poesia modernas

A

literatura pré-modernista

As vanguardas européias

33

Componente Curricular: Língua Portuguesa

ENSINO MÉDIO

ANO 3º

UNIDADE: 2

 

ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS

1.

Produção e Compreensão de Textos Orais

Escuta de textos em situação de leitura em voz alta ou de exposição oral

Palestras

Debates

Entrevistas

Seminários

Fóruns

Identificação da intencionalidade comunicativa Identificação de estruturas e funções de gêneros orais Expressão de opiniões pessoais

2.

Leitura e Compreensão de Textos

Leitura e compreensão de texto informativo: entrevista de emprego Leitura e compreensão de texto argumentativo: dissertação escolar O texto em análise

Reconhecimento de elementos pragmáticos (papéis sociais e comunicativos dos interlocutores, relações entre esses, propósito discursivo, função sociocomunicativa do gênero, aspectos da dimensão espaço-cultural em que é produzido) Reconhecimento de estratégias textualizadoras

 

Identificação de recursos lingüísticos em relação ao contexto em que o texto é construído (elementos de referência pessoal, temporal, espacial, registro lingüístico, grau de formalidade, seleção lexical, tempos e modos verbais. b. Identificação de recursos lingüísticos em processos de coesão textual (elementos de articulação entre segmentos do texto referentes à organização - temporal e/ou espacial – das seqüências

a.

34

 

do texto ou à construção da argumentação).

 

c. Reconhecimento dos modos da organização da composição textual – seqüências textuais (tipos textuais narrativo, descritivo, argumentativo, injuntivo, dialogal).

d. Identificação da organização da macroestrutura semântica (dimensão conceitual), articulação entre as idéias/proposições (relações lógico- semânticas).

e. Reconhecimento da organização e progressão temática.

f. Identificação de mecanismos enunciativos (formas de agenciamento de diferentes pontos de vista na textualização, uso dos elementos de modalização.

g. Estudo de relações intertextuais: pastiche

3.

Produção de Textos Escritos

Produção de texto informativo: entrevista de emprego Produção de texto argumentativo: dissertação escolar Retextualização: produção escrita de textos a partir de outros textos tomados como base ou fonte.

Produção de resumos Produção de resenhas Produção de pesquisas bibliográficas

Reflexão sobre os textos produzidos

Reelaboração (revisão/reescrita) do texto

4.

Análise Lingüística e Reflexão sobre a língua

Trabalho, linguagem e realidade brasileira Adequação lingüística e ambiente de trabalho Mundo do trabalho e mídia impressa O texto como elemento da atividade discursiva

a.

Reconhecimento da construção lingüística da superfície textual: uso de

35

 

paralelismos, coordenação e subordinação

b. Análise estilística no nível morfossintático

c. Identificação de aspectos lingüísticos específicos da construção do gênero textual

d. Estudo de aspectos formais do uso da língua: normas da ortografia oficial, regência e concordância

5. Literatura

A literatura e a construção da modernidade e do moderno

A crítica de valores sociais no texto literário

Romance de tese Poema e denúncia social Teatro contemporâneo

A literatura modernista de 22

A Semana de Arte Moderna

A literatura modernista de 30: poesia

36

Componente Curricular: Língua Portuguesa

ENSINO MÉDIO

ANO 3º

UNIDADE: 3

 

ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS

1.

Produção e Compreensão de Textos Orais

Produção de textos em eventos da oralidade.

Palestras

Debates

Entrevistas

Seminários

Fóruns

Identificação da intencionalidade comunicativa Identificação da estrutura e funções da entrevista de emprego Expressão de opiniões pessoais Hetero e auto-avaliação

2.

Leitura e Compreensão de Textos

Leitura e compreensão de texto prescritivo: manual de concurso Leitura e compreensão de texto argumentativo: dissertação escolar O texto em análise

Reconhecimento de elementos pragmáticos (papéis sociais e comunicativos dos interlocutores, relações entre esses, propósito discursivo, função sociocomunicativa do gênero, aspectos da dimensão espaço-cultural em que é produzido) Reconhecimento de estratégias textualizadoras

 

Identificação de recursos lingüísticos em relação ao contexto em que o texto é construído (elementos de referência pessoal, temporal, espacial, registro lingüístico, grau de formalidade, seleção lexical, tempos e modos verbais. b. Identificação de recursos lingüísticos em processos de coesão textual (elementos de articulação entre segmentos do texto

a.

37

 

referentes à organização - temporal e/ou espacial

das seqüências do

texto ou à construção da argumentação).

 

c. Reconhecimento dos modos de organização da composição textual – seqüências textuais (tipos textuais narrativo, descritivo, argumentativo, injuntivo, dialogal).

d. Identificação da organização da macroestrutura semântica (dimensão conceitual), articulação entre as idéias/proposições (relações lógico- semânticas).

e. Reconhecimento da organização e progressão temática.

 

f. Identificação de mecanismos enunciativos (formas de agenciamento de diferentes pontos de vista na textualização, uso dos elementos de modalização.

g. Estudo de relações intertextuais: citação, epígrafe, alusão, referência, paráfrase, paródia e pastiche

3.

Produção de Textos Escritos

 

Produção de texto argumentativo: redação escolar Produção de texto informativo: curriculum vitae Reflexão sobre os textos produzidos

 

Reelaboração (revisão/reescrita) do texto

4.

Análise Lingüística e Reflexão sobre a língua

 

Trabalho, linguagem e realidade brasileira Diversidade e linguagem Mundo do trabalho e mídia impressa O texto como elemento da atividade discursiva

a. Reconhecimento

da

construção

lingüística

da

superfície

textual:

paráfrase e reformulação

 

b. Análise estilística no nível morfossintático

 

c. Identificação de aspectos lingüísticos da construção do gênero textual

d. Estudo de aspectos formais do uso da língua: normas da ortografia

38

 

oficial, regência e concordância

5. Literatura

Análise crítica de texto literário Romance: relações entre o eu e o outro Prosa, poesia, teatro e o mundo atual

O

regionalismo nordestino

A

Geração de 45

O

regional e seu redimensionamento

39

Componente Curricular: Língua Portuguesa

ENSINO MÉDIO

ANO 3º

UNIDADE: 4

 

ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS

1.

Produção e Compreensão de Textos Orais

 

Reflexão sobre textos orais produzidos pelos alunos ou não

Comentários, discussões e debates orais sobre livros, peças publicitárias, peças teatrais, programas de televisão, reportagens, piadas, acontecimentos do cotidiano, letras de músicas, exposições de arte, avaliação de trabalhos escolares.

Reconhecimento de estratégias de escuta Identificação da intencionalidade comunicativa Expressão de opiniões pessoais

 

2.

Leitura e Compreensão de Textos

 

Leitura e compreensão de texto prescritivo: manual de concurso Leitura e compreensão de texto argumentativo: dissertação escolar O texto em análise

Reconhecimento de elementos pragmáticos (papéis sociais e comunicativos dos interlocutores, relações entre esses, propósito discursivo, função sociocomunicativa do gênero, aspectos da dimensão espaço-cultural em que é produzido) Reconhecimento de estratégias textualizadoras

 

Identificação de recursos lingüísticos em relação ao contexto em que o texto é construído (elementos de referência pessoal, temporal, espacial, registro lingüístico, grau de formalidade, seleção lexical, tempos e modos verbais. b. Identificação de recursos lingüísticos em processos de coesão textual (elementos de articulação entre segmentos do texto

a.

 

referentes à organização - temporal e/ou espacial do texto ou à construção da argumentação).

das seqüências

40

 

c. Reconhecimento dos modos de organização da composição textual – seqüências textuais (tipos textuais narrativo, descritivo, argumentativo, injuntivo, dialogal).

d. Identificação da organização da macroestrutura semântica (dimensão conceitual), articulação entre as idéias/proposições (relações lógico- semânticas).

e. Reconhecimento da organização e progressão temática.

f. Identificação de mecanismos enunciativos (formas de agenciamento de diferentes pontos de vista na textualização, uso dos elementos de modalização.

g. Estudo de relações intertextuais: citação, epígrafe, alusão, referência, paráfrase, paródia e pastiche

3.

Produção de Textos Escritos

Produção de texto argumentativo: redação escolar Produção de texto informativo: curriculum vitae Reflexão sobre os textos produzidos

Reelaboração (revisão/reescrita) do texto

4.

Análise Lingüística e Reflexão sobre a língua

Redimensionamento de tópicos estudados

5.

Literatura

Análise crítica de textos literários

A literatura concretista

A literatura brasileira contemporânea

41

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ANTUNES, Irandé.

Muito além da gramática.

São Paulo: Parábola, 2007.

BRASIL.

Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio.

Brasília: MEC/Semtec,

2002.

+

PCN Ensino Médio: orientações educacionais complementares aos Parâmetros

Curriculares Nacionais. MEC/Semtec, 2002.

Vol. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Brasília:

Vol. Linguagens, Códigos e

suas Tecnologias. Secretaria de Educação Básica. Brasília: Ministério da Educação,

2006.

BRASIL.

Orientações Curriculares para o Ensino Médio.

PERNAMBUCO. Base Curricular Comum para as Redes Públicas de Ensino de Pernambuco – BCC, Língua Portuguesa, no prelo.

42