Você está na página 1de 14




     

    


 c  
   
- A queda do muro de Berlim em 1989 marca o fim da guerra fria e da
bipolarização das relações internacionais.
- Com as transformações ocorridas na Europa de Leste novos estados vão
tornar-se independentes iniciando um processo de transição para a
democracia.
- Um novo mapa político surge na Europa

1949 2004
- Entre 1989 e 2005 os conflitos multiplicaram-se pois o mundo perdeu
as referências que tinha desde a II Guerra.
- O fim da confrontação ideológica entre Leste ± Oeste e o fim do
modelo comunista despertaram antigas divisões: as confrontações étnicas
e religiosas multiplicaram-se e o terrorismo globalizou-se.
- Os conflitos deixam de ser pela disputa de fronteiras e passam a ser
conflitos étnicos internos que resultam da recomposição dos territórios
pertencentes aos estados que se fragmentaram.
- A mediatização dos conflitos que permite a mobilização da
opinião pública internacional.
- O terrorismo internacional que afecta indiscriminadamente PD e
PED.

- Coloca novos desafios


- Como combater o inimigo invisível???
- Que papel pode desempenhar a acção
diplomática???
- O fim do modelo comunista e o sucesso do modelo político de democracia
liberal ocidental não foi um acontecimento global.
- Os países democráticos representam apenas cerca de 50% dos Estados do
Planeta (muitos países privam as suas populações de liberdade democrática e
dos direitos humanos)
- O desaparecimento da União Soviética fez dos Estados Unidos a única
super potência mundial

O seu poder económico permite-lhes:


- Superioridade militar
- Estar presente em todas as organizações internacionais
- Desempenhar um papel económico, militar e cultural
nas intervenções militares que fazem
- As opiniões dividem-se quanto ao papel dos EUA como
potência unipolar na nova ordem mundial:

Um sistema mundo
Um sistema
multipolar ± EUA,
Unipolar - EUA
Japão, UE
- A intervenção dos Estados Unidos no Iraque em 2003 mostrou que a ONU
não tem capacidade para travar algumas situações.
- Embora muitas das instituições internacionais que fazem parte da ONU
(UNESCO, CNUCED, FAO«) trabalhem para o estabelecimento de uma
Ordem Internacional mais justa isto não é suficiente.
O TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL

@ Entrou em funções em 2002 - HAIA


@ Tem por objectivo julgar e condenar os
responsáveis por crimes de guerra, actos de
genocídio e crimes contra a humanidade.

- Mais de 130 países já


aderiram mas os EUA e a China
não são membros. (a
cooperação internacional serve
apenas para os seus próprios
interesses)
@ A construção de um direito
internacional eficaz está longe
de ser uma realidade
A passagem para o sistema capitalista dos países do ex-bloco socialista e a
integração das potências emergentes

Gerou desequilíbrio entre a oferta e a procura de mão-de-obra

GERA GRANDE INSTABILIDADE NO


MERCADO DE TRABALHO

Cresce a riqueza e as
trocas comerciais ao LEVA À EMERGÊNCIA DE
lado da manutenção da UMA NOVA ORDEM
pobreza e das ECONÓMICA
desigualdades sociais INTERNACIONAL
e económicas
- A organização e a natureza das actividades económicas sofreram muitas
alterações nos últimos anos:
@Aumento dos fluxos (comércio, capitais, mão-de-obra,
informação) à escala global
A REVOLUÇÃO @Segmentação e deslocalização dos processos
DAS TIC produtivos.
@Internacionalização das actividades comerciais na área
dos serviços.
@Processos de integração económica

- Ao reduzir as distâncias permitiu organizar a produção de


acordo com as oportunidades o que levou a um aumento
considerável do peso dos produto intermédios e de outros
componentes (sobretudo em produtos associados às TIC como
microprocessadores, componentes electrónicos, acessórios para
computador e audiovisuais )
- Considerada a 7ª economia do mundo pelo seu PNB
continua a ser largamente administrada pelo Estado que
tem quase 43 mil empresas.
- No entanto os empresários privados representam uma
parte crescente da criação de riqueza de acordo com o
princípio ³um país dois sistemas´.
Membro da OMC desde 2001 , tem registado taxas de
crescimento entre 7 e 10% nos últimos anos ± este
dinamismo resulta:
@estabilidade política
@ aumento da procura interna.
- aumento da taxa de urbanização.
- modernização do comércio e da liberalização da
economia
A CHINA UM SUCESSO FRÁGIL!!!!

O sucesso económico da China é no entanto frágil:

J Os despedimentos massivos das empresas públicas que oficialmente é de 5% mas


que deve ser o triplo.
J A criação de 8 a 9 mil empregos pela economia chinesa é muito pouco para a
população existente.
J A maioria dos chineses vivem ainda da agricultura em situação de grande pobreza.
J A China depende muito das empresas estrangeiras que não transferem tecnologia.
J A fuga de cérebros é uma realidade dos 580 mil chineses que foram estudar para o
estrangeiro em 1978 apenas 150 mil regressaram ao país.
J Toda a riqueza e dinamismo estão concentradas no litoral que contrasta com um
interior rural e muito pobre.

A CONSTRUÇÃO DE UMA SOCIEDADE MODERNA


PASSA PELA TRANSFORMAÇÃO DE UMA
POPULAÇÃO MAIORITARIAMENTE RURAL EM
CIDADÃOS URBANOS
- Com a independência das ex-repúblicas da URSS a Rússia
perde progressivamente a influência regional.
- Apesar de pertencer ao G8 tem um estatuto de potência
secundária.
- A fragilidade da sua economia contrasta com a sua
dimensão geográfica e a riqueza dos recursos naturais.
- A Rússia afirma-se como a única herdeira da ex-URSS
assumindo o controlo dos bens culturais e arquivos no
estrangeiro, o comando das forças estratégicas e aposição da
antiga potência na ONU.

- São numerosos os problemas entre a Rússia e as antigas


repúblicas nomeadamente na partilha de certos equipamentos e
infra-estruturas.
- Os acordos da CEI (Comunidade de Estados Independentes)
que previam uma coordenação das políticas económicas e
externas foram-se esgotando.
- A democratização do país e a adopção de uma economia de
mercado poderão levar o país a uma maior inserção no sistema
mundo
O RELACIONAMENTO EUROPA-
EUROPA-EUA
EUA--JAPÃO
COOPERAÇÃO/COMPETIÇÃO COMO CENTROS DE PODER E DECISÃO
@    
  
   
           
        
               ³TRÍADE´           
                               
   !    "
    #           

EUA UE JAPÃO
@ $ %     @    )*+  (   @         
&            # 0   
@ &      @ '   ,  "
   0 
@ &   '           # 
 #       @       @ 1          
@       #"
           "
     "(  -     !"
  .  2   
@ '     #   / 

@ &       3           


@   "
 # 
      3 ,   
 4     5    
@ @    !5   
       5        "

   "( 5          
@ 6    ,  3 $          
OS TRÊS CENTROS   #               
BASEARAM O          # 
SEU CRESCIMENTO E @ &        3 ,    !"
  
DOMÍNIO4              "  #   78
#              
 - 89:$ 87 ;