Você está na página 1de 14

•UNIVERSIDADE ABERTA

SANTOS DUMONT
Segurança, Saúde e Meio Ambiente
•Identificar os Riscos Principais
dos Produtos e Matérias Primas;
através das MSDS´s.
•Ficha de Emergência do Produto
Ácido Sulfúrico (H2SO4)
• O ácido sulfúrico é classificado como irritante
primário. Tem ação corrosiva sobre a pele,
produz severa inflamação das mucosas dos
olhos e das destruição dos tecidos e severas
queimaduras, quando em contato com a pele.
Repetidos contatos com soluções diluídas
podem ocasionar dermatites.
• O ácido em si não é inflamável, mas , quando
em altas concentrações, pode causar ignição pôr
contato com sólidos ou líquidos combustíveis.
• Quando aquecido, emite fungos altamente
tóxicos.
Ácidos: Prevenção e Controle
• Quando se trabalha com ácidos deve-se cuidar
para que haja uma ventilação adequada no local
de trabalho.

• As pessoas devem usar roupas protetoras de


borracha, incluindo luvas e óculos de
segurança, evitando assim respingos de ácido
nos olhos ou pele.
Diferentes Modelos
Ácidos: Prevenção e
Controle
• .Nas proximidades do
local onde se manuseiam
ácidos, deve existir
chuveiro e banho para os
olhos para casos de
emergência.

• .Devem ser realizadas


operações de treinamento,
indicando as técnicas de
manuseio e os riscos
envolvidos no uso de cada
ácido.
Ácidos: Prevenção e Controle
• .Quando o controle de engenharia é
impraticável para manter a concentração abaixo
dos L.T., devem ser usados respiradores com
filtro químico, específicos para cada ácido.

• .Os recipientes que contém ácidos devem ser


mantidos hermeticamente fechados e com
rótulos de identificação.
Ácidos: Prevenção e Controle
• .As pessoas que acusem enfermidade pulmonar,
renal ou da pele, não devem trabalhar com ácido
nítrico.

• .Pessoas com problemas no sistema nervoso


central e rins devem ser excluídas do manuseio
com ácido oxálico.

• .Não devem lidar com H2SO4 pessoas com


enfermidade pulmonar.
Diferentes Modelos
Instalação
-As Duchas de Emergência e Lava-Olhos devem
ser instalados em lugares bem visíveis e de
fácil acesso, no mínimo, por três direções.
-Devem ser alimentados a partir da tubagem
principal ou de uma tubagem de emergência,
por água potável (se for possível); o diâmetro
do tubo de alimentaçâo deve ser, no mínimo,
de 1 1/2" e a pressão deverá ser de 2 bares.
-Os Duchas e Lava- Olhos devem ser
verificados, pelo menos, uma vez por semana.
-O pessoal deve ser instruído sobre a localização
e o modo de funcionamento.
LAVA-OLHOS DE EMERGENCIA
– Os Lava-Olhos de Emergência devem
ser instalados naquelas zonas em que
houver perigo e não devem encontrar-se
a mais de 10 segundos do local onde se
possa produzir um acidente.
– Os Lava-Olhos de Emergência devem
ser instalados em lugares bem visíveis e
de fácil acesso.
– Os Lava-Olhos de Emergência devem
ser ligados à tubagem principal ou uma
tubagem de emergência; a água deve
ser potável (se for possível), sendo
recomendável a instalação de um filtro.
LAVA-OLHOS DE EMERGENCIA

– A tubagem de alimentaçâo de um Lava-


Olhos de Emergência deve ser, no
mínimo, de 3/4" e a pressão da água
deverá ser de 2 bares.
– A lavagem dos olhos deve durar, no
mínimo, 15 minutos, devendo-se avisar
imediatamente um médico.
– O pessoal deve ser instruído sobre a
localização e o modo de funcionamento
destes Lava-Olhos de Emergência.