P. 1
ANÁLISE DE DQO

ANÁLISE DE DQO

|Views: 2.444|Likes:
Publicado porrobinquimica

More info:

Published by: robinquimica on Feb 24, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/12/2013

pdf

text

original

DQO

DEMANDA QUÍMICA DE OXIGÊNIO
Leonardo Jade ANÁLISE INSTRUMENTAL Renata

OBJETIVO Determinação da Demanda Química de Oxigênio em águas e efluentes pelo Método Colorimétrico .

.1. ou seja. O QUE É DQO? POR QUÊ DEVEMOS DETERMINÁ-LA? ‡ A liberação do efluente para o descarte depende do resultado da análise de DQO e DBO. 34) e estadual (CETESB ± Art. O resultado deve seguir parâmetros da legislação federal (CONAMA -20 ± Art. 18 e 19A). determina o potencial poluidor de amostras líquidas. ‡ DQO: Quantidade de oxigênio consumida na oxidação química da matéria orgânica e inorgânica existente na água expresso em mg/L.

2. APLICAÇÃO EFLUENTES DOMÉSTICOS EFLUENTES INDUSTRAIS AQUÍFEROS RIOS E LAGOS ÁGUAS CONTINENTAIS .

MÉTODOS MÉTODO COLORIMÉTRICO BLOCO DIGESTOR MÉTODO TITULOMÉTRICO CHAPA AQUECEDORA ESPECTROFOTÔMETRO TITULAÇÃO .2.

4. o procedimento de preparo e digestão das amostras é o mesmo para ambos. MÉTODO COLORIMÉTRICO ‡ O método padrão para determinação da DQO utiliza Dicromato de Potássio (K2Cr2O7 ) como agente oxidante devido à impossibilidade prática de quantificar a demanda do Oxigênio propriamente dito. ‡ Embora haja dois métodos distintos para a quantificação do Dicromato não oxidado. .

5 g de HgSO4 P.5 ml de Ácido Sulfúrico P. ‡ ‡ ‡ ‡ Tampar o frasco e levar para digestão de 2 horas no bloco digestor a 150 °C. Esfriar o frasco com a amostra.A. ± 0.5 g Ag2SO4 /1 kg H2SO4). Transferir a amostra digerida para uma cubeta limpa e isenta de avariações. região de maior absorção do Cromio(III). Realizar a leitura no Espectrofotômetro a 600 nm. contendo Sulfato de Prata (5. 3.0347 M. ± Fazer paralelamente um BRANCO afim de ³Zerar´ o espectrofotômetro.A. . ± 2 ml da amostra a ser analisada.5. PROCEDIMENTO ‡ ‡ Adicionar ao frasco de reação: ± 2 ml de Solução de Dicromato de Potássio 0.

Muito manipulativa.3. ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ . ‡ TITULOMÉTRICO Possibilidade de utilização em amostras de elevada turbidez e cor residuais após a digestão com dicromato. Uso de vidraria adicional. Potencial relativização do ponto final da titulação. VANTAGENS E DESVANTAGENS COLORIMÉTRICO ‡ Usado em amostras que não apresentam turbidez ou cor persistentes após a digestão da amostra. Cubeta de vidro para leitura da amostra não deve estar avariada e deve ser de uso exclusivo do espectrofotômetro. Elevado consumo de reagentes. Menos poluente. Mais econômica. Mais ágil Com semi-automação. Soluções titulantes instáveis. Sem possibilidade de automação.

MÉTODO COLORIMÉTRICO ‡ Reação de Oxidação: COLORIMÉRICO ‡ Leitura do Crômio (III) TITULOMÉTRICO ‡ Determinação do Dicromato residual .7.

Esta relação é então usada para preparações de diferentes soluções de padrão de DQO conhecida. CURVA DE CALIBRAÇÃO ‡ A curva de calibração é feita utilizando-se Hidrogenoftalato de Potássio como padrão. Por exemplo: .8. ‡ Através desta equação deduz-se que 1 mg/L de KHP exerce uma DQO teórica de 1.176 mg/L.

10-4 . ‡ ‡ ‡ DQO mg/L = 3280.84.Abs ± 29. 10-4 A equação da reta é: y = 0.009 + 3. CURVA DE CALIBRAÇÃO ‡ Ajusta-se os resultados obtidos pelo método dos mínimos quadrados e estima-se o Coeficiente de Correlação (r). Angular (a) e Linear (b) da curva. a = 0. sendo y a absorbância e x a DQO em mg/L.048 .9971. Portanto.048 .009 e b = 3. No caso foram: r = 0.9. X. após realizar qualquer leitura de absorbância do Cromio(III). basta substituir na equação da curva e encontrar o valor de DQO.53 .

. 0 ± 1500 mg/L e 0 ± 15000 mg/L.. com ou sem Mercúrio.. ..10. ‡ Kit DQO ± Alternativa mais prática pois já vem com a solução pronta em cada cubeta.. 0 ± 1000 mg/L. ± É vendida em caixas para 30. ± Pode ser usado em qualquer espectrofotômetro que opere com uma célula de 16 mm de diâmetro.. PORÉMMMM. 100 e 150 determinações nas faixas de DQO de 0 ± 150 mg/L.

. TODOS possuem resultados confiáveis. mas depende da empresa decidir qual o grau de urgência da análise de DQO. se compensa investir num Aparelho Colorimétrico ou no Método Clássico. DISCUSSÃO ‡ Dentre os métodos apresentados.11.

.12. CONCLUSÃO Este trabalho descreveu satisfatoriamente o modo de Determinação de DQO por Colorimetria.

‡ Artigo: Determinação da Demanda Química de Oxigênio em águas por espectrofotometria simultânea dos íons crômio(III) e dicromato (Celso Augusto Fessel). . ‡ Artigo: Considerações práticas sobre o teste de Demanda Química de Oxigênio (DQO) aplicada a análise de efluentes anaeróbios (Sérgio F.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ‡ Artigo: Determinação da Demanda Química de Oxigênio (DQO) em águas pelo método por método colorimétrico alternativo (Maria Lúcia Zucari). 21th Edition. de Aquino). ‡ Standart Methods for the Examination of Water and Wastewater.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->