P. 1
Tomada Decisao

Tomada Decisao

4.6

|Views: 12.308|Likes:
Publicado porO Exprobrador

More info:

Published by: O Exprobrador on Nov 17, 2007
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/19/2013

pdf

text

original

Tomada de decisão

Processo de tomada de decisão
1. 2. 3. 4. 5. 6. Definir o problema e os parâmetros que o influenciam (variáveis) Estabelecer o critério de decisão (objectivos) Relacionar os parâmetros ao critério (modelar o problema) Gerar alternativas, variando os valores dos parâmetros Avaliar as alternativas e escolher a que melhor satisfaz o critério Implementar a decisão e monitorar os resultados

1

Tomada de decisão
Construção do modelo (etapa 3)
Núcleo científico da tomada de decisão
utilizado para

Análise e teste dos resultados alternativos

Exemplos de modelos utilizados

2

Tomada de decisão
Metodologias de decisão
Escolha de um modelo
depende

Características da decisão (significância, tempo, custo, complexidade)

E podem ser tomadas sob condições de:
• • • Certeza - todos os dados importantes sobre as variáveis de decisão e resultados são conhecidos Risco - os dados sobre as variáveis de decisão ou os resultados são probabilísticos Incerteza - nenhum dado se encontra disponível para avaliar a possibilidade de resultados alternativos

3

Tomada de decisão
Certeza
(Todas as informações) Álgebra: Ponto de equilíbrio Benefício /custo Cálculo Programação matemática (Linear, não-linear, integração, dinâmica, objectivo, CPM)

Risco
(Algumas informações) Análise estatística: Probabilidades

Incerteza
(Nenhuma informação) Teoria dos jogos

Estimativas e testes de hipótese (Cara ou coroa) Análise de variâncias Teoria das filas Simulação Métodos Heurísticos Técnicas de análise de rede árvores de decisão Teoria da utilidade 4

Tomada de decisão
Certeza: Uma firma cede instalações para a guarda de documentos ao governo numa base de contrato de três anos. Estão a considerar três potenciais locais para uma nova instalação. As receitas de locação e custos de instalação são mostrados no quadro que se segue, todos garantidos por contrato e pagos adiantadamente.
Localização A B C Receita bruta $4.000 $3.600 $4.200 Custos $2.750 $2.540 $2.900

Qual a escolha da localização que dará o máximo lucro líquido?

Lucro líquido = Lucro bruto - Custos
A= 1.250 ; B = 1.060 ; C = 1.300
5

Tomada de decisão
Análise do Ponto de equilíbrio
É um modelo gráfico e algébrico para descrever a relação entre os custos e os lucros para os diversos volumes de produção.

Lucros = RT – CT ; CT = CF + CVT
$ RT=P.Q CT=CF+CV.Q PE No ponto de equilíbrio, o lucro é igual a Zero. RT = CT ó P.Q = CF + CV.Q Q PE = CF / (P-CV) Margem de contribuição CVT CF Q PE C = P - CV

6

Tomada de decisão
Exercício
Os custos fixos anuais de uma pequena oficina têxtil são de 46 mil dólares, e os custos variáveis são calculados em 50% do preço de venda a 40 dólares por unidade. a) Qual o Q PE ? b) Que lucro resultaria de um volume de 3.000 unidades? c) Qual a margem de contribuição?

7

Tomada de decisão
Risco: Uma firma de electrónica está a avaliar o seu custo de produção de brinquedos electrónicos. Os analistas, com dúvida quanto aos custos variáveis (CV) fizeram estimativas abaixo, acima a mais prováveis para os mesmos e atribuíram-lhes probabilidades de 0.2, 0.5 e 0.3 respectivamente.
Custos variáveis Trabalho / unid Material / unid Outros / unid Total / unid Baixo $4.10 $2.65 $1.80 $8.55 Provável $4.40 $2.95 $1.85 $9.20 Alto $4.85 $3.10 $2.00 $9.95

Qual o valor esperado dos custos?

E(x) =∑ [X.P(X)]
E = 8.55 (0.2) + 9.20 (0.5) + 9.95 (0.3) = 9.30
8

Tomada de decisão
Árvores de decisão
Definição

Diagramas esquemáticos que mostram os resultados alternativos e a interdependência de escolhas num processo de decisão
• Diagrama tipo árvore construído da esquerda para a direita • Na sua notação, utiliza quadrados para factos controláveis e círculos para factos não controláveis • Cada ramo leva um desfecho que é declarado em termos monetários (ou de utilidade) à direita • São analisadas no sentido inverso ( da direita para a esquerda) através da multiplicação dos desfechos pela respectiva probabilidade •O valor esperado mais elevado identifica o melhor curso de acção e entra no ponto de decisão anterior

E(x) =∑ [X.P(X)]
9

Tomada de decisão
Exemplo de uma Árvore de decisão
Um fabricante de pequenas ferramentas eléctricas está a enfrentar a concorrência estrangeira, que exige que ele modifique o seu produto actual ou o abandone colocando no mercado um novo produto. Independentemente da opção tomada, ele terá a oportunidade de baixar ou elevar os preços, caso a procura inicial seja baixa. Os valores de probabilidades e desfecho associadas e modos de agir alternativos são mostrados na figura que se segue. Analise a árvore e determine como agir para maximizar o valor monetário esperado

10

Tomada de decisão
Exemplo de uma diagrama de decisão
Decisão 1 Evento1 Decisão2 Evento2
Baixo (0.2) Baixar Preço 124 000 Procura baixa (0.3) Alto (0.8) 2 Baixo (0.9) Subir Preço 200 000 Procura alta (0.7) Alto (0.1) 400 000 Baixo (0.2) Baixar Preço 1 86 000 Novo produto Procura baixa (0.5) Alto (0.8) 2 Baixo (1.0) Subir Preço 300 000 Alto (0) Procura alta (0.5) 600 000 50 000 100 000 30 000 40 000 150 00

Desfecho
20 000

Modificar o produto

11

Tomada de decisão
Exercício
Uma fábrica de vidro especializada na fabricação de cristais está com um grande acumulado de pedidos e a gerência da firma está a pensar em três modos de agir. A) subcontratação de terceiros B) produção em horas extras ou C) construir novas instalações. A escolha correcta depende em grande parte da procura futura, que pode ser baixa, média ou alta. Por acordo geral, a gerência fixou as respectivas probabilidades em 0.10, 0.50 e 0.40. Uma análise e custos revela o efeito sobre os lucros que é mostrado na tabela que se segue.
Baixa (P = 0.10) A = subcontratação B= Horas extras C= Novas instalações A) 10 -20 -150 Média (P = 0.50) 50 60 20 Alta (P = 0.40) 50 100 200

Mostre essa situação de decisão esquematicamente na forma e uma árvore de decisão.

12

Tomada de decisão
Tomada de decisão em grupo
As decisões em grupo tem características diferentes das decisões individuais, tendo vantagens e desvantagens: Vantagens: • • • • Maior precisão nas deliberações Transmissão e partilha de informação Aumento da motivação através da participação das pessoas envolvidas no problema Maior e melhor coordenação e controlo das acções subsequentes à decisão tomada. Desvantagens: • • O tempo gasto que muitas vezes é excessivo e se traduz em custos significativos para a empresa A indecisão prolongada quando não se consegue chegar a uma maioria significativa

13

Tomada de decisão
Formas de envolver as pessoas na tomada de decisão em grupo
Brainstorming É uma técnica de gerar ideias para a solução do problema que consiste na apresentação de alternativas pelos membros do grupo sem qualquer análise crítica

Grupo Nominal É uma técnica de decisões em grupo que , fundamentalmente, se traduz numa reunião de grupo em que os seus membros apresentam as suas ideias face a face, mas numa forma sistemática e independente. O processo de decisão em grupo nominal é o seguinte: 1- apresentação do problema 2 - geração de ideias 3 - apresentação individual e registo de cada ideia 4 - clarificação e discussão das ideias apresentadas 5 - ordenação e classificação das ideias apresentadas 6 - classificação global
14

Tomada de decisão
Formas de envolver as pessoas na tomada de decisão em grupo
Método Delphi É semelhante ao Grupo Nominal, com excepção á presença física dos membros do grupo. Este método caracteriza-se pelas seguinte fases. 1 - identificação do problema e apresentação do questionário aos membros do grupo: 2 - resposta ao questionário de forma anónima e independente; 3 - compilação das respostas e sua distribuição pelos membros do grupo acompanhadas de questionário revisto; 4 - respostas ao novo questionário da mesma forma descrita na segunda fase 5 - repetição da terceira e quarta fase até se atingir uma solução de consenso

Reuniões Electrónicas é um dos métodos mais recentes no que se refere às decisões em grupo e resulta da aplicação da tecnologia dos computadores aos Grupos Nominais

15

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->