P. 1
Pontos Positivos e Negativos da Educação à Distância

Pontos Positivos e Negativos da Educação à Distância

|Views: 4.038|Likes:
Publicado porluanprof

More info:

Published by: luanprof on Mar 12, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/05/2013

pdf

text

original

Pontos Positivos e Negativos da Educação à Distância

Pontos Positivos
y
Inclusão de pessoas com necessidades especiais. As pessoas que por algum tipo de deficiência física ou mental não podem freqüentar instituições de ensino convencionais podem, através da EAD, ter acesso a todas as formas de educação formal e informal.

y

Democratização do acesso ao ensino.

Com o ensino à distância, as pessoas que moram isoladas, afastadas ou ainda aqueles que por algum motivo não podem se deslocar para os distantes locais da instituições de ensino s (principalmente ensino superior), podem ter acesso às mesmas, uma vez que a tecnologia possibilita que o acesso ao ensino chegue praticamente a qualquer lugar.

y

Maior flexibilidade de horários para os alunos acessarem a educação.

A EAD possibilita que as pessoas que trabalham e por isso não podem freqüentar aulas presenciais nos horários convencionais tenham acesso a estas aulas através de aulas assíncronas ou síncronas em horários alternativos ou através da internet.

y

Facilidade de acesso a cursos de graduação e pós-graduação.

A EAD permite que pessoas participem de cursos de graduação e pós -graduação oferecidos por instituições de grande reputação acadêmica, sem sair das suas casas no Brasil.

Pontos Negativos
y
Dependência da tecnologia. Os cursos fornecidos pela EAD são dependentes da tecnologia para que funcionem e eventuais problemas nos equipamentos comprometem muito as aulas, principalmente as aulas síncronas.

y

Dispersão física dos participantes.

Por na haver uma presença física do professor e dos alunos na sala de aula os alunos podem não prestar atenção na aula, não solucionar eventuais dúvidas, ou seja, pode não haver um 100% de aproveitamento da aula.

y

Necessidade de maior comprometimento do aluno.

Um curso fornecido pela EAD necessita de muita dedicação por parte do aluno, uma vez que geralmente são poucas aulas por semana e para compensar a falta de aulas o curso exige uma grande quantidade trabalhos complexos e discussões, se o aluno não se empenhar ele não absorverá o conteúdo e ira se prejudicar no curso.

y

Limitação nas discussões.

As limitações nas discussões ocorrem, geralmente, quando não há um professor interagindo o tempo todo com o aluno para orientar as discussões e tirar possíveis dúvidas.

a televisão. a grande maioria faz parte da rede de ensino particular. principalmente as telemáticas. em especial as hipermídias. por vezes designada erradamente por ensino à distância. . A interligação (conexão) entre professor e aluno se dá por meio de tecnologias. permite também que faça seu auto estudo em tempo distinto. a enciclopédia livre. embora nenhuma das expressões. o rádio. o iPod. assim como. fazendo com que a EAD não seja tão acessível assim para boa parte da população brasileira. Diz respeito também à separação temporal ou espacial entre o professor e o aprendiz. também chamada de teleducação). seja plenamente completa. o CD-ROM. o notebook. Na expressão ensino a distância a ênfase é dada ao papel do professor (como alguém que ensina a distância). o celular. entre outras tecnologias semelhantes. o fax. o vídeo. mas também podem ser utilizados o correio.y Custo Financeiro. Educação a distância Origem: Wikipédia. Apesar de algumas instituições de EAD serem públicas.[1][2][3][4][5][nota 1] é a modalidade de ensino que permite que o aprendiz não esteja fisicamente presente em um ambiente formal de ensinoaprendizagem. segundo o professor. Educação a distância (EaD. como a Internet. O termo educação é preferido por ser mais abrangente. o telefone.

4 História Moderna 1.1 Na Antiguidade 1.2 Os séculos XVII e XVIII 1.3 Administração de empresas 10 Notas 11 Referências 12 Leituras Adicionais 13 Ver também o o 13.3 O século XIX 1.2 Língua portuguesa 9. e evoluiu com as tecnologias disponíveis em cada momento histórico. as quais influenciam o ambiente educativo e a sociedade.2 Ferramentas 14 Ligações externas [editar]História A educação a distância (EaD).5 Gerações 2 Aspecto ideológico 3 Sistemática 4 Ambientes virtuais de aprendizagem (AVA) 5 O professor como mediador no EAD 6 Perspectivas atuais 7 E-learning 8 EaD no mundo o 8.Índice [esconder] 1 História o o o o o 1. Entretanto.1 Brasil 9 Aplicações o o o 9. somente nas últimas décadas passou a fazer parte das atenções pedagógicas. Ela surgiu da necessidade do preparo profissional e cultural de milhões de pessoas que. . por vários motivos.1 Entidades 13.1 Ensino jurídico a distância 9. em sua forma empírica. é conhecida desde o século XIX. não podiam frequentar um estabelecimento de ensino presencial.

como as pessoas que vivem em Boston". Um ano depois.Anna Eliot Ticknor criou a Society to Encourage Study at Home. [carece de fontes] Hoje temos a educação presencial. as cartas comunicando informações científicas inauguraram uma nova era na arte de ensinar. É o ensino convencional. A presencial é a dos cursos regulares. Foster iniciou em Scarnton (Pensilvânia) o International Correspondence Institute. desejosa de aprender esta arte. existiam redes de comunicação que permitiam o desenvolvimento significativo da correspondência e. chamado sala de aula. No entanto. através de tecnologias. [editar] s séculos XVII e XVIII Com a Revolução Científica iniciada no século XVII. em qualquer nível. um primeiro marco da educação a distância foi o anúncio publicado na Gazeta de Boston. mas acontece fundamentalmente com professores e alunos separados fisicamente no espaço e ou no tempo. Em 1856. o desenvolvimento de uma ação institucionalizada de educação a distância teve início a partir da metade do século XIX. onde professores e alunos se encontram sempre num local físico. A educação a distância pode ter ou não momentos presenciais. criou uma Divisão de Ensino por Correspondência no Departamento de Extensão daquela Universidade. Em 1891. por consequência. Harper. A semipresencial acontece em parte na sala de aula e outra parte a distância.[6] [editar] século XIX Em 1833. Posteriormente.[editar]Na Antiguidade Inicialmente na Grécia antiga e depois em Roma. com um curso sobre medidas de segurança no trabalho de mineração. Charles Toussaint e Gustav Langenscheidt fundaram a primeira escola por correspondência destinada ao ensino de línguas. Segundo Lobo Neto (1995). Isaac Pitman sintetizou os princípios da taquigrafia em cartões postaisque trocava com seus alunos. pelo professor de taquigrafia Cauleb Phillips: "Toda pessoa da região. Em 1891. um anúncio publicado na Suécia já se referia ao ensino por correspondência. no dia 20 de março de 1728. que já havia experimentado a utilização da correspondência na formação de docentes para as escolas dominicais. Thomas J. em Berlim. em Boston. William R. em 1873. a administração da Universidade de Wisconsin aceitou a proposta de seus professores para organizar cursos por correspondência nos serviços de extensão universitária. o reitor da Universidade de Chicago. semi-presencial (parte presencial/parte virtual ou a distância) e educação a distância (ou virtual). e na Inglaterra. pode receber em sua casa várias lições semanalmente e ser perfeitamente instruída. mas podendo estar juntos através de tecnologias de comunicação. a troca de informações. em 1840. .

Após as décadas de 1960 e 1970. dando início ao famoso Instituto Hermod. iniciou os cursos de Wolsey Hall utilizando o mesmo método de ensino.. confirmando. em Malmö. Em 1922. ofereceu o primeiro curso por correspondência. diretor de uma escola que ministrava cursos de línguas e cursos comerciais. para o Certificated Teacher¶s Examination. após experiência bem-sucedida preparando por correspondência duas turmas de estudantes. o desenvolvimento tecnológico aplicado ao campo da comunicação e da informação influíram decisivamente nos destinos da educação a distância. surgiram novas iniciativas de ensino a distância em virtude de um considerável aumento da demanda social por educação. Já em 1898. em que o número dos estudantes por correspondência ultrapassará o dos presenciais. tanto no âmbito dos sistemas de ensino formal quanto nas áreas de treinamento profissional. de certo modo. México. a antiga União Soviética organizou um sistema de ensino por correspondência que em dois anos passou a atender 350 mil usuários." O aperfeiçoamento dos serviços de correio. Colômbia. a primeira com seis e a segunda com trinta alunos. Venezuela. Joseph W. escritas em 1886 "Chegará o dia em que o volume da instrução recebida por correspondência será maior do que o transmitido nas aulas de nossas academias e escolas. as palavras de William Harper. sons. que combina textos. começou a utilização de um novo meio de comunicação. . Hans Hermod. a educação a distância. Atualmente. A França criou em 1939 um serviço de ensino por via postal para a clientela de estudantes deslocados pelo êxodo. diferentes linguagens) e instrumentos para fixação de aprendizagem com feedback imediato (programas tutoriais informatizados) etc. Knipe. o videotexto. em Oxford. sobretudo. [editar]História Moderna No final da Primeira Guerra Mundial. embora mantendo os materiais escritos como base. a agilização dos meios de transporte e. a tecnologia de multimeios. entre outros. O rádio alcançou muito sucesso em experiências nacionais e internacionais. as transmissões de rádio e televisão. passou a incorporar articulada e integradamente o áudio e ovideocassete. Novos e mais complexos cursos são desenvolvidos. na Suécia. o rádio. mais recentemente. que penetrou também no ensino formal. assim como mecanismos de geração de caminhos alternativos de aprendizagem (hipertextos. o computador e. tendo sido bastante explorado na América Latina nos programas de educação a distância do Brasil.Por volta de 1895. tanto em nações industrializadas quanto em países em desenvolvimento. A partir daí. o ensino não presencial mobiliza os meios pedagógicos de quase todo o mundo. imagens.

que são: aprender a conhecer. e é vista por muitos como uma modalidade de ensino alternativo que pode complementar parte do sistema regular de ensino presencial. destacaram-se a Telescola. Nesta modalidade. Por exemplo. correio eletrônico.   [editar]Aspecto ideológico A EaD caracteriza-se pelo estabelecimento de uma comunicação de múltiplas vias. a Universidade Aberta oferece comercialmente somente cursos a distância. de Radiotécnico. em Portugal. temos o Instituto Universal Brasileiro atuando há mais de 60 anos nesta modalidade educativa. por exemplo. face a face. Em seguida. de interação. cada vez mais foi também usada em programas que complementam outras formas tradicionais. espaços wiki. As inovações da World Wide Web possibilitaram avanços na educação a distância nesta geração doséculo XXI. Nesta fase. [editar]Gerações O desenvolvimento da EaD pode ser descrito basicamente em três gerações. Na . no país« Segunda geração: Teleducação/Telecursos. aulas expositivas. por exemplo. sejam cursos regulares ou profissionalizantes. fóruns de discussão. para a qualificação profissional e aperfeiçoamento ou atualização de conhecimentos. a Educação deixa de ser concebida como mera transferência de informações e passa a ser norteada pela contextualização de conhecimentos úteis ao aluno. Seus referenciais são fundamentados nos quatro pilares da Educação do Século XXI publicados pela UNESCO. chat. caracterizada pelo material impresso iniciado no século XIX. aprender a fazer. com o recurso aos programas radiofônicos e televisivos. conforme os avanços e recursos tecnológicos e de comunicação de cada época. A comunicação síncrona predominou neste período. Terceira geração: Ambientes interativos. suas possibilidades ampliaram-se em meio às mudanças tecnológicas como uma modalidade alternativa para superar limites de tempo e espaço. que. ofereceu o primeiro curso por correspondência. no Brasil.[7] Assim. o pioneiro no Brasil é o Instituto Monitor. aprender a viver juntos e aprender a ser. a comunicação é assíncrona em tempos diferentes e as informações são armazernadas e acessadas em tempos diferentes sem perder a interatividade. blogues. fitas de vídeo e material impresso. em 1939.  Primeira geração: Ensino por correspondência. plataformas de ambientes virtuais que possibilitam interação multidirecional entre alunos e tutores. A Virtual University oferece cursos gratuitos. e o Projeto Minerva. Hoje os meios disponíveis são: teleconferência. Hoje.A educação a distância foi utilizada inicialmente como recurso para superação de deficiências educacionais. com a eliminação do tempo fixo para o acesso à educação.

A Educação apoiada pelas novas tecnologias digitais foi enormemente impulsionada assim que a banda larga começou a se firmar. de forma a participar da disciplina. o e-mail e todos os recursos disponíveis na World Wide Web tornaram-se largamente utilizados. depois de feitos pelo estudante. porém carecem de suporte pedagógico adequado em relação ao processo de aprendizagem. bem como a correção e comentários aos exercícios enviados. De acordo com Clark e Mayer(2007). As metodologias mais eficientes no ensino presencial são também as mais adequadas ao ensino a distância. O que muda. e a Internet passou a ser potencialmente um veículo para a comunicação a distância. . os ambientes virtuais são elementos fundamentais na tarefa de ensino. Metodologias utilizadas No ensino a distância não deve haver diferença entre a metodologia utilizada no ensino presencial. utiliza-se a correspondência postal para enviar material ao estudante. segundo as mais modernas concepções de ensino[8] . [editar]Sistemática Nesta modalidade de ensino estudantes e professores não necessitam estar presentes num local específico durante o período de formação. Desde os primórdios do ensino a distância. cassetes áudio ou CD-ROMs. incorporar o potencial de informação da Internet. ampliando o campo de abrangência da EaD. As estratégias de ensino devem incorporar as novas formas de comunicação e. seja na forma escrita. Em alguns casos. Existem diversos programas disponíveis no mercado de forma gratuíta ou não. Depois do advento da Internet. interação entre os alunos e professores são realizado dentro deste ambiente. em vídeos. A EaD caracteriza-se pelo estabelecimento de uma comunicação de múltiplas vias. não é a metodologia de ensino. . também. suas possibilidades ampliaram-se em meio às mudanças tecnológicas como uma modalidade alternativa para superar limites de tempo e espaço. basicamente. Isso implica afirmar que o simples uso de tecnologias avançadas não garante um ensino de qualidade. O Blackboard é um exemplo de AVA pago e o Moodle é um sistema gratuito e de código aberto.educação a distância. A presencialidade é muitas vezes necessária no processo de educação. Todo o conteudo. é pedido ao estudante que esteja presente em determinados locais para realizar a sua avaliação. o aluno é desafiado a pesquisar e entender o conteúdo. [editar]Ambientes virtuais de aprendizagem (AVA) O ambiente virtual de aprendizagem ou LMS (Learning Management System) é um software baseado na Internet que facilita a gestão de cursos no ambiente virtual. mas a forma de comunicação.

tem uma abrangência muito maior. semi-presencial e educação à distância. seja ela presencial ou à distância. aprendizagem se tornou hoje sinônimo de esforço e dedicação de cada um.mas hoje esse tipo de ensino vem conquistando o seu espaço. atingindo os ramos das instituições de ensino. era um assunto polêmico e trazia muitas divergências. Antes o EaD não tinha credibilidade. Utilizando os meios tecnológicos a EaD veio para derrubar tabus e começar uma nova era em termos de educação. [editar]Perspectivas atuais Atualmente. Porém. A presencial são os cursos regulares onde professores e alunos se encontram sempre numa instituição de ensino.[editar]O professor como mediador no EAD Nesse processo de aprendizagem. a educação a distância possibilita a inserção do aluno como sujeito de seu processo de aprendizagem. . que deverá ser auto-disciplinado e auto-motivado para que possa superar os desafios e as dificuldades que surgirem durante o processo de ensinoaprendizagem. estabelecer relações cordiais com a diversidade cultural respeitando-a e contribuindo para a harmonia mundial. Cabe às instituições que promovem o ensino a distância buscar desenvolver seus programas de acordo com os quatro pilares da educação. Essa mediação tem a tarefa adicional de vencer a distância física entre educador e o educando. aquele que estabelece uma rede de comunicação e aprendizagem multidirecional. utilizando tecnologia da informação. Falar de educação hoje. acontece em parte na sala de aula e outra parte a distância. com a vantagem de que ele também descobre formas de tornar-se sujeito ativo da pesquisa e do compartilhar de conteúdos. Esse tipo de aprendizagem não é mais uma alternativa para quem não faz uso da educação formal. através de diferentes meios e recursos da tecnologia da comunicação. definidos pela Unesco. assim como no ensino regular o orientador ou o tutor da aprendizagem atua como "mediador". com todos os avanços tecnológicos proporcionando maior interatividade entre as pessoas. mas se tornou uma modalidade de ensino de qualidade que possibilita a aprendizagem de um número maior de pessoas. Hoje se tem uma educação diferenciada como: presencial. e fica impossível não falar na educação sem nos remetermos à educação a distância. isto é. não podendo assim se desvincular do sistema educacional e deixar de cumprir funções pedagógicas no que se refere à construção da ambiência de aprendizagem. As pessoas se deparam a cada dia com novos recursos trazidos por esta tecnologia que evolui rapidamente. não é a modalidade de ensino que determina o aprendizado. Aprender a conviver diz respeito ao desenvolvimento da capacidade de aceitar a diversidade. conviver com as diferenças. A semi-presencial.

t .f t i i i i . Si i i i t í : A t i t l Illi i f t t j ti íli . l i ti i i i i li t . E i t i i i i i i . i t i f . t i . t i ti i .w @  v ' C  %$% & % BA W u ! %$ ( b  '  (Y wf f @ ' v # ( %& 41 %%  % % 1  $%$ 1 5 % W $ " % %  q   ' ( D  (Y wff @ v x C ( b %$ %  % ! &% $% $ 1 5 % W  $ % & % 1 ! %$ % & 4 1 % % % 1  (Y w f @  v s ( #  (Y (  (  $%$ 1 5 % X W  %$ % & ! & 2 " ! $ % ! u $% $ 1 5 % !$ 1  '  (Y   # ( (  6 ( g  D %   $%$ 1 5 % % 3! !  & 1   1 2  1% % 3 ! % % % & " % ( 6 ( # # #  1 % &  1  1  % $ 1  $ t % 3 ! ! % ( ( #  6 6 ( h b F #s  # s ( ( D c % 8& % $ % 3 r %  &!$ " % & 4 1 $ % 1 % $ 1   $ !0 ) ! ! % ( ( #  (# D ( 6  (# $ 1 $%$ 1 5 1% $%$ %$! % 1  %$%q % & 1 $ %$ 1 5 $ % 1  #F( ( ( b ( # 6 #  #   !0 1% %   15 1 %  8 1 1 % 1 !$ "% e 1   6# ( ( (  ( !  1 ! 1  $ % $ % $ %  $  % $  (Y ' F ( p  (  ' ( D @  ( ( !5  !  $ % % $ %  % ! &% $%$ 1 5 % GA W  %$ % & % $ % ( # F (  F 6   6# # ( !& & % %3 & 95   1  !  1 1! $ 1 $ %$ % $ e d 1 % $ 1  $ 1`   (  6 # # ( ( ( h#'   (Y @ C  ! $  % % % 3 1 % 1 " !$ % % a $ $%$ 1 5 % IAW  %$% 1 $%$ %$!  (  ( #  F F F Fh #  1  ! 1 1    $  1 %$ 1 ! a % ! P PI  $ % &  &  % %  (Y (  ' D (  ( 6 %  $ %$ 1 5 % % $ 4 %a %  &!$ !0)% !  1 %& 3i ! & 1`11 ! 6 ( (  6 # 6 h( g (  6   ( 1 % !$ !  5 !5 1 $ ! % % 1 % ! 1  ! 1 $  % % !11 % % %   '  (Y @   6 ( b  $ %  $%$ 1 5 % % P AW $ % % 5 1   &! $ $ !0 )% ! # ( # ( '  '  (Y f @ # ( % ! & ! 0 1 8% ! % 8 % %   $%$ 1 5 % I W  ! &"1 ! ed  (Y ( c 1 5 %c  7 ( (  (Y ( ( b # ( ' 1! % %& " % $ 1 !$ 1 !$ % 1 1 ! % $% & ! % % ! &"1 ! " %a ( # # # ( 6 ( # ( #  $%$ % 8  $ % & 4 1 $ % !0 ) % & $ % %   % 1 ` )% 1 % ! ! $ % 2 %  (Y  # ( # (  ' @ (# V % ! 1 ! & $ %  1 1 % XHW  % $% $ " % %  $% $ 1 5 © T  S©  R      @ @  ( ( U        PIA % %3 %   Q % % $ % & ! BIA ( ( (  ( ( 6   6 # ( ( ( # ( !$ % & ! ! 1  $ !  $! % & 9$ ! 1  ! & ! 1 % 3  $ ! 1   $ ! 1  6 @ F( ( # (# 6 D ' ( C !  ! HG A  % %  % 1E !$ % &! " % 1 % $%$ % ! $ # # @ (  6  6 # #   # !1 & ! & BBA  % & 9  2 %  % 1 ! 1 3 % &" £¢ ¡  ©    # ' # © (# #  ( ' ( (   6 ©  ! ! 1 % !%  8  7  !$%1 % !  %  ! % %    ! 0)%& $  6   ( ' ( # ( %% % % 3 5 !& 1$%$ %$! 1% % & 4 1 $ % !0 )% & $ %  % 3! ! & %$ # ( ( (  (' # # © ©   ! 2 % ! & ! 1  !   %$ ! &! ! 0 )% !& % $ ! !  "    ©        ©       £¢ ¡  [ it ] E-l ¨ § § ¦¥¤ AA S f i AS L [ t i it ] E tit t t Í I fi ili t l V li i t li i . i t i t i t i i . i t li t i i t . l XIX. i P fi i i A t i i t i l i t t i t i i lA Q i t i t t it i lt i . A t t t . l t t i i t i . . i i . t i i i t t . t lA E Al il i . I t All i . li i i i . A t il i P t E t . . E t t lA i i P i i i t t . it . i t t I . i l . . l i .A ti i t t i . f ii i i i lt A i t i li Soci t . lí í l: E-l i E i . t i i . t i t i tt i f t i .A l f ii i i i t i . fi I i i il i t t l l i l i i i if A t % V i E t t l i i A i E l i l i l i i i t t . l i -L ili l XX. i i A f i i . . i li i .

As experiências brasileiras. com o Movimento de Educação de Base (MEB). Edgard Roquette-Pinto instalou a RádioEscola Municipal noRio de Janeiro no projeto para a então Secretaria Municipal de Educação do Distrito Federal dirigida por Anísio Teixeira integrando o rádio com o cinema educativo(Humberto Mauro)a biblioteca e o museu escolar numa pioneira proposta de educação à distância. o hoje Instituto Monitor. no modelo de teleducação. um convênio entre Fundação Padre Landell de Moura e Fundação Padre Anchieta para produção de textos e programas. a Fundação Roberto Marinho era um programa de educação supletiva a distância. colocando um grande obstáculo à implantação da Universidade Aberta e a Distância no Brasil. em 1939.[editar]Brasil No Brasil. para ensino fundamental e ensino médio. na época ainda com o nome Instituto Rádio Técnico Monitor. desde a fundação do Instituto Rádio Técnico Monitor. em 1941. Na década de 1970. conscientização. governamentais e privadas. a mobilização de grandes contingentes de recursos. nas últimas décadas. politização. a realidade brasileira já mudou e o governo brasileiro criou leis e estabeleceu normas para a modalidade de educação a distância no país. Entre as décadas de 1970 e 1980. tendo à frente o conselheiro Newton Sucupira: o relatório final marcou uma posição reacionária às mudanças no sistema educacional brasileiro. várias experiências de educação a distância foram iniciadas e levadas a termo com relativo sucesso.. Durante a década de 1960. que eram instituições privadas. foram muitas e representaram. A maior parte das Instituições de Ensino Superior . Igreja Católica e Governo Federal utilizavam um sistema radio-educativo: educação. e o Instituto Padre Reus em 1974. com aulas via satélite complementadas por kits de materiais impressos. Em 1970 surge o Projeto Minerva. Dois anos mais tarde surge a primeira Universidade do Ar. Dois anos mais tarde. escolas internacionais. que durou até 1944. Em 1904. Estudantes tinham acesso prévio a folhetos e esquemas de aulas. SESC e emissoras associadas. demarcando a chegada da segunda geração de EaD no país. Os resultados do passado não foram suficientes para gerar um processo de aceitação governamental e social da modalidade de educação a distância no país. Utilizava também correspondência para contato com estudantes. educação sindicalista etc. Em 1934. patrocinada pelo SENAC. Porém. Já em 1939 surgiu em São Paulo (cidade) o Instituto Monitor. depois do Instituto Universal Brasileiro. ofereciam cursos pagos. em 1947 surge a Nova Universidade do Ar. Entretanto. fundações privadas e organizações não-governamentais iniciaram a oferta de cursos supletivos a distância. por correspondência. o Governo Federal enviou à Inglaterra um grupo de educadores.

a ABED .Seminário Nacional ABED de Educação a Distância totalmente online. com normatização definida na Portaria Ministerial n°4. Classifica os níveis de modalidades educacionais em educação básica. Em 1994. especial.Associação Brasileira de Educação a Distância organizou o 7º SENAED .394. regulamentadapelo decreto n°5. defesas de trabalhos e conclusão de curso. especial. e o ensino superior. envolvendo nas atividades palestrantes do Brasil. reciclagem profissional às diversas categorias de trabalhadores e àqueles que já passaram pela universidade. da mesma forma que cursos presenciais poderão aproveitar estudos realizados em cursos à distância. teve início a expansão da Internet no ambiente universitário.622 de 20 de dezembro de 2005. [editar] Educação a Distância: novas práticas pedagógicas e as tecnologias da informação e da comunicação Distance Education: new pedagogical practices and information and communication technologies Ademilde Silveira Sartori * RESUMO: A Educação à Distância-EaD é uma modalidade . Portugal e outros países de língua portuguesa. englobando tanto a graduação como a pós-graduação. profissional e superior. surgiu a primeira legislação específica para educação a distância no ensino superior.brasileiras mobilizou-se para a EaD com o uso de novas tecnologias da comunicação e da informação somente na década de 1990. de 20 de dezembro de 1996. foi criada a Universidade Aberta de Brasília (Lei 403/92). Regulariza o credenciamento de instituições para oferta de cursos e programas na modalidade à distância (básica. podendo atingir três campos distintos: a ampliação do conhecimento cultural com a organização de cursos específicos de acesso a todos. a educação continuada.622 dita que.361 de 2004. profissional e superior). Em 1992. Em Maio de 2009. Os cursos poderão aceitar transferência e aproveitar estudos realizados em cursos presenciais. estágios. As bases legais para essa modalidade foram estabelecidas pela Lei de Diretrizes e Bases na Educação Nacional n°9. de jovens e adultos.494 de 10/02/98. e n°2. Os cursos deverão ter a mesma duração definida para os cursos na modalidade presencial. de jovens e adultos. Dois anos depois. ficam obrigatórios os momentos presenciais para avaliação. No decreto n°5. que revogou os decretos n°2.561 de 27/04/98.

educativa que implica na organização e planejamento de circunstâncias educativas diferentes das usuais. * Licenciada em Física pela UFSC. Mestre em Educação e Ciências pela UFSC. a Educação a Distância EaD . KEYWORDS: Distance Education. Esse contexto forçou a adoção de modelos educacionais que superem a concepção da impossibilidade educacional da situação na qual o professor e o aprendente estejam separados um do outro no tempo e no espaço. Ao entrar em cena. trazendo para o cenário educacional a discussão sobre novas práticas pedagógicas e suas relações com as Tecnologias da Informação e da Comunicação. doutoranda em Ciências da . Tecnologias da Informação e da Comunicação ABSTRACT: Distance Education is an educational modality that involves the organization and planning of uncommon educational circumstances. para atuar no âmbito do desenvolvimento de tecnologias e sua inserção em setores da produção.traz para a discussão novas práticas pedagógicas e suas relações com as tecnologias da informação e da comunicação TICs. Pedagogical Practice. Prática Pedagógica. It thus stimulates discussion about new pedagogical practices and their relationships with Information and Communication Technologies. PALAVRAS-CHAVE : Educação à Distância. Information and Communication Technologies O atual processo de mudanças causado pela informatização e automação de diversas atividades da economia está exigindo das pessoas permanente aperfeiçoamento e formação especializada para que possam fazer frente à demanda por mão-de-obra.

Neste sentido.º 9394.Comunicação pela ECA/USP.br Conforme Ritto e Machado Filho (1995. a função da educação hoje é promover o desenvolvimento das pessoas (e estar) comprometida com o aumento de seus conhecimentos e da sua percepção de mundo visando a sua formação para a atuação no mercado de trabalho . de romper com padrões estabelecidos. O desafio colocado para a educação é preparar os educandos para aprender a aprender. Essas dimensões do educar apontam para o convívio com o diferente. Passa a ser concebida como portadora da mesma esperança e da mesma responsabilidade perante a qualidade da educação. traçou como prioridade a melhoria da qualidade de vida de seus cidadãos. p. REIS. Email: ademilde@matrix. além de formação profissional. a EaD ganha aval como elemento da política educacional através da Lei n. a disseminação da informação e capacidade de produzir mais conhecimento estão no bojo da política da UE para se preparar para as mudanças econômicas e culturais que o desenvolvimento tecnológico está colocando em pauta em nossos dias. Preocupada com as demandas da sociedade da informação por indivíduos capacitados ao trabalho e. 31). de dezembro de 1996. então. revisando os sistemas educacionais vigentes (MURCIANO. deixando de ser entendida como emergencial e tornando-se um forte componente da política educacional brasileira em favor da democratização do acesso à . a União Européia UE. pois o trunfo está em sua capacidade de buscar. Entre outras medidas. 2003). Cabe. professora do Departamento de Metodologia de Ensino da FAED/UDESC. Em nosso país.com. a UE designou para a educação a distân a cia responsabilidade de formar pessoal preparado para atuar no campo tecnológico. para o desenvolvimento das diversas potencialidades e a necessidade de formação profissional para enfrentar situações diversificadas no trabalho. de criar. a fazer e a viver com os outros (DELORS. 2001). à educação a distância formar novos padrões de ensino. a ser. e suas regulamentações. com os rumos e conseqüências desta sociedade. também. com a constante preocupação com a formação. Somente o indivíduo preparado e inovador poderá candidatarse a influir no processo de supremacia do conhecimento.

Ao desenvolver suas habilidades de estudar de forma autônoma. vemos a sala de aula tradicional ser abandonada aos poucos. substituída por . uma vez que preconiza que o estudante se torne capaz de aprender por si mesmo. Enfim. possibilitar o acesso à educação a pessoas que residem distante do provedor de ensino ou que. o estudante estará aprendendo a buscar soluções por conta própria. como: formação individualizada. o estudo autônomo é uma característica básica desta modalidade educativa. aberta e a distância. adquirir hábitos e valores que possibilitem sua autodeterminação. busque as soluções para seus problemas. por outro motivo. Neste movimento.educação. a EaD vem desenhando sistemas de ensino-aprendizagem nos quais os estudantes necessitam desenvolver sua autonomia. O termo educação a distância-EaD. não possam freqüentar uma escola e. a gerir seu tempo em função de suas tarefas e de sua realidade. a buscar parceria e trabalhar em equipe. também. As várias tecnologias de comunicação existentes possibilitam diferentes sistemas de formação. Para responder a este desafio. e que gera novos modelos metodológicos de ensino e novos ambientes de aprendizagem. teve reconhecido seu potencial renovador dos paradigmas educacionais devido às especificidades de suas práticas pedagógicas que colocam em evidência a relação entre educação e comunicação. abrange formas de estudo nas quais as ações dos estudantes e as ações dos professores ocorrem de forma assíncrona. A EaD vem colaborar com a formação do trabalhador da sociedade da informação. a não depender de hierarquias e desenvolver seu senso de iniciativa. capacidade de trabalharem e decidirem por si mesmos e em equipe. No cenário educacional. objetivando minimizar custos. a gerenciar e avaliar as fontes de informação e a procurar fontes alternativas. na medida em que se viabiliza através das TICs. superar problemas de escala. a se mobilizar na busca de respostas. a se responsabilizar por um cronograma a ser cumprido. planeje e organize os seus estudos de acordo com suas características pessoais de forma que possa estudar por conta própria. o que implica e proporciona a organização e planejamento de circunstâncias educativas. pessoas interessadas em metodologias de aprendizagem sintonizadas com as novas exigências corporativas.

até mesmo. As novas tecnologias potencializam a EaD através do uso de teleconferências. do fax. apostilas. e para a aprendizagem. O uso das diversas tecnologias disponíveis para beneficiar o aprendizado do estudante. guias de estudo. videoconferências. destes entre si. convivem outras já muito conhecidas entre educadores. aumentando a qualidade do processo de ensino-aprendizagem. do correio eletrônico. fazendo usode todos os recursos para tornar eficientes e eficazes modelos educacionais não baseados em encontros face-a-face entre quem ensina e quem aprende. Com o desenvolvimento das novas tecnologias da informação e comunicação. Precisam ser acrescidos a esta lista os meios de comunicação de massa. por parte do estudante. ferramentas de buscas na Internet. fitas de áudio etc. uma vez que a Internet viabiliza a era da escola virtual. O material impresso serviu. A EaD utiliza toda e qualquer mídia que sirva de agente mediador. A partir do desenvolvimento dos meios de comunicação eletrônicos. Do ponto de vista da tecnologia utilizada. podemos encontrar três gerações de EaD (CUNHA FILHO. aumentando. estamos vivenciando a era da terceira geração. assim. por parte do professor. O modelo da primeira geração esteve pautado no uso de material impresso enviado pelo correio. cadernos didáticos. a busca permanente da EaD por meios tecnológicos que apresentem maiores . do telefone. A utilização pedagógica de recursos tecnológicos vem contribuir para maior integração entre professores e estudantes e. NEVES. 2000). o rádio. no entanto. que possibilite a comunicação entre estudantes. cadernos pedagógicos. da televisão. listas de discussão. fóruns de discussão e outros. a EaD passou a se servir do rádio. encontramos fitas de vídeo. fascículos. configurando a chamada segunda geração. a televisão e o cinema. de base para este modelo educacional. ao mesmo tempo. permite ao professor maior oportunidade de aprofundamento dos conteúdos. Em conjunto com estas tecnologias. corpo docente e administração. revistas. Junto com jornais. as alternativas de recursos para o ensino. e ainda serve. em sistemas de EaD proporciona uma interação mais efetiva e. a que agrega as potencialidades telemáticas às tecnologias já desenvolvidas. Podemos identificar nestas gerações.novos modelos educacionais.

41). 2000. principalmente. da impressa à digital contribuem com o processo de ensino-aprendizagem. tanto no sentido de facilitar o acesso e a construção do conhecimento por parte do estudante. organizando -se. conforme necessidades e interesses. no entanto. No entanto. em horário diferente. ler um texto e olhar uma fotografia são atos de natureza diferenciada. É a comunicação assíncrona. quanto pelas diferentes modalidades de linguagens que oferecem. A comunicação assíncrona permite a interação sem hora marcada. aprende-se a ler e escrever de acordo com padrões determinados e regras definidas de organização das idéias e do espaço que contém a escrita. pois estes estarão disponíveis. característica de sistemas presenciais. Na cultura letrada. a linguagem e favorecendo-se o desenvolvimento da racionalidade lógica. É com a Internet. Cada estudante pode realizar este acesso em tempo diferente. na medida em que os estudantes estabelecem seus cronogramas pessoais de estudos. atribuindo à educação um caráter just in time . vem permitindo o acesso a informação para todos. pois viabiliza a oferta para estudantes geograficamente distantes ou não. pois oferece ferramentas de comunicação síncronas e assíncronas. A comunicação assíncrona pode ser apontada como a forma de comunicação que garante o estudo autônomo. no entanto. A comunicação síncrona vem contribuindo para a interação imediata e simultânea entre professores e alunos e. característica básica da modalidade a distância. A leitura de . A escrita foi inventada como mecanismo de registro e controle de informações. p. Considerando que podemos ter cursos oferecidos com encontros presenciais mediatizados tecnologicamente. assim.possibilidades interativas. que interatividade atinge graus excepcionais. e mudam os processos tradicionais através dos quais esta comunicação vem se dando ao longo dos tempos (BARROS. o curso todo pode se realizar de forma presencial. independentemente da separação geográfica existente entre alunos e professores. que vem sendo considerada característica revolucionária na educação atual. ao mesmo tempo. O uso de todas as tecnologias. NEVES. O estudante pode acessar o conteúdo de um curso ou a resposta de um professor quando lhe for conveniente. conforme suas conveniências.

O rádio foi citado por Darrow. Da leitura linear passamos à coexistência de diversas possibilidades de leitura. Em 1922. Do texto escrito.texto escrito é linear. é sintética. como a tecnologia que traria o mundo para a sala de aula. podem determinar qual delas seguirá no momento de sua leitura. segundo Pappert apud Sancho (1988). uma vez que a linguagem auditiva é espacial e direcional. Edison afirmava a revolução que o cinema causaria no ensino. Estes seriam um conjunto de ferramentas pedagogicamente preparado e articulado para fornecer o máximo de interatividade em uma relação pedagógica mediada por computadores. É necessário que o leitor veja a imagem como um todo. passamos a viver na era da linguagem hipertextual. concluída ainda em 1632 (GASPARIN. Atualmente. de Comênio a nossos dias. precisa mergulhar nela (FÉRRES. Comênio é considerado o pai do uso de audiovisuais no ensino. é analítica. baseados em Ambientes Virtuais de Aprendizagem. O hipertexto se caracteriza por apresentar várias opções diferentes para os leitores que. 144). deveríamos também construir o ouvir. ilustrado por figuras de Comênio. é considerada o primeiro livro visualizado . Didática Magna é a versão ampliada e aperfeiçoada da Didática Tcheca. enquanto que a leitura de uma imagem é global. através da . Os computadores. Sua obra intitulada Orbis Sensualium Pictus. p. Este fundamento é encontrado na famosa obra chamada Didática Magna. Thomas A. escrita em 1654. 2000. individualmente. convivemos com projetos educacionais que utilizam desde o material impresso como material didático básico do processo ensino-aprendizagem até modelos totalmente on-line. as disponibilidades instantâneas para associações múltiplas não-lineares de elementos (SILVA. 1996). 1977). O princípio da intuição e do método intuitivo defendidos por ele serviram de base para justificar a utilização de recursos audiovisuais. A contribuição de tecnologias audiovisuais para a educação é amplamente reconhecida. em 1932. ilustrando as palavras com representações pictóricas (PARRA. publicada em latim no ano de 1657. Ostrower (1995) nos ensina que o olhar é construído. 1997). as telecomunicações e as produções híper e multimídia transformarão a escola.

La incorporación de programas de radio. Considerando que la utilización de medios audiovisuales permite evaluar conocimientos. garantindo-lhes qualidade. 10) é necessário a conjugação de materiais de caráter uni. uma transformación de los modelos comunicativos y educativos puestos em práctica em las instituciones académicas. 1999. ao acionar habilidades e competências sensoriais e cognitivas. 1998. porém formando uma unidade uns com os outros. p. uma propuesta pedagógica y metodológica distinta si. . previamente. actitudes y también la própria metodologia de trabajo que se pone en prática (APARICI. vídeo o Internet no significan. audiocassettes. televisión. necesariamente. tendo cada recurso função específica. p. Podemos entender os Ambientes Virtuais de Aprendizagem como sendo o conjunto de condições ambientais espaço físico e temporal. El desarrollo de nuevas tecnologías no ha supuesto.utilização das facilidades disponibilizadas pela Internet. no se los ha integrado y desarrollado em función de um modelo comunicativo y pedagógico distinto (RODRÍGUEZ. A estratégia didático-pedagógica fundamenta a utilização de tecnologias constituíndo-se como matriz de regulamentação das condições técnico-ferramentais. condições técnico-ferramentais e condições didático-pedagógicas para o desenvolvimento da aprendizagem. Em outras palavras. pois estes devem estar articulados de forma a agirem coordenadamente. QUINTILLÁN. em líneas generales. O fator decisivo para a aprendizagem será a estratégia didático-pedagógica que orienta a utilização dos recursos didáticos. 180). O estudante precisa de condições físicas e técnicas para estudar. mas também necessita de condições didático-pedagógicas adequadas. no sentido de proporcionar aos estudantes possibilidades de interagir com diversas linguagens que possibilitam a aprendizagem através das múltiplas inteligências. trata-se de estabelecer o projeto pedagógico e comunicativo com o qual serão eleitas e utilizadas todas as tecnologias e suas linguagens. multi e hipermídia. a partir de uma orientação pedagógica fundamentada em uma determinada concepção de aprendizagem.

mas os professores e tutores aprendem a ensinar para um estudante autônomo. aprendem também. não apenas o estudante de um curso que se faz a distância aprende a estudar de forma autônoma. mas fonte mesmo de novas proposições. design instrucional interativo. é de suma importância perceber quais as contribuições efetivas que as TICs trazem para o cenário educativo. centralização do processo na atividade do aluno. que possibilitem aos educadores a discussão pública e acadêmica de suas posições teóricas tanto pedagógicas quanto de sua área de especialidade.O uso de diversas linguagens. portanto. de troca e construção coletiva de significados. que desenvolvam habilidades gestoras de grupos produtores de conhecimento. de novos olhares. Isto significa inaugurar práticas pedagógicas que estabeleçam regras claras de ação sobre o campo de conhecimento a se tratar o recorte curricular e a diversidade de proposições teóricas que o embasam. Desta maneira. de crescimento. e traçar estratégias pedagógicas que possibilitem o trabalho colaborativo. que conjuguem no mesmo tempo os verbos pesquisar e ensinar. Enfim. que superem o uso dominante da linguagem verbal para a conjugação de diversas linguagens. tanto por parte dos estudantes quanto por parte dos professores e tutores. Tarefa esta que implica o estabelecimento de estratégias didático-pedagógicas que inaugurem práticas colaborativas. horizontalidade entre alunos e professores como fonte de conhecimento e adequação entre o conteúdo e a mídia disponibilizada aos estudantes podem ser considerados princípios pedagógicos norteadores de uma EaD voltada à formação de estudantes autônomos. Neste sentido. práticas pedagógicas que deixem transparecer que ensinar é aprender e que o novo não lhe é elemento estranho. tanto a distância quanto presencial. . criativo e autônomo que se pleiteia para a educação contemporânea.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->