P. 1
Aspiração de Vias Aéreas Superiores

Aspiração de Vias Aéreas Superiores

|Views: 2.602|Likes:
Publicado porFelipe Urbano

More info:

Published by: Felipe Urbano on Jul 22, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/04/2014

pdf

text

original

Introdução Este trabalho apresenta em meios de textos resumidos e tópicos a execução de procedimentos como aspiração de vias aéreas, lavagem

gástrica, sondagem nasogastrica levando em consideração as indicações e contradições e a seqüencia do procedimento para manter sem complicações a integridade do cliente.

Aspiração de Vias Aéreas Superiores

Finalidades:

.Com a mão dominante.Posicionar o cliente (decúbito elevado). .Retirar fluídos das vias aéreas superiores do cliente. avaliando condição respiratória do cliente.Desligar o aspirador. . introduzir a sonda de aspiração na cavidade nasal e posteriormente oral. 01 frasco coletor descartável. . o procedimento realizado. . Execução: . máscara e óculos. .Lavar as mãos.Checar a prescrição de enfermagem.. . 01 sonda de aspiração com válvula. máscara e óculos.Calçar as luvas.Deixar o cliente confortável e com a campainha ao seu alcance. . 03 ampolas de (10 ml) água destilada Pré . .Orientar o cliente e/ou acompanhante quanto ao procedimento. melhorando sua respiração evitando a bronco aspiração.Realizar as anotações necessárias. Pós Execução: . segurar a face do cliente. .Retirar a sonda. .Dar um intervalo entre uma aspiração e outra.Conectar a sonda de aspiração à extensão do frasco descartável.Identificar-se. as luvas. Material Necessário: .Ligar o aspirador. 01 bandeja.Abrir o material a ser utilizado. .01 Par de luvas de procedimento esterilizadas. . .Ocluir a válvula e retirar a sonda lentamente.Execução: . .Lavar as mãos.Manter o ambiente limpo e em ordem. 01 aspirador. .Supervisionar e avaliar continuamente. . 01 óculo protetor. . . mantendo a válvula aberta (impedindo aspiração pelo vácuo). . . 01 máscara descartável padrão. . 01 aspirador. .Desprezar o material utilizado no expurgo.Checar o leito e o nome do cliente.Avaliar o tamanho da sonda de aspiração.Aspirar água destilada para limpeza da extensão.Colocar óculo protetor e máscara.Preparar o material. .Repetir o processo até a limpeza total da cavidade oral.Com a mão não dominante. .

devem se atentar aos riscos que a aspiração traqueal e/ou nasotraqueal pode causar ao paciente. infecções cruzadas. os traumatismos de mucosa traqueal ou brônquica. . . A maioria das contra-indicações é relativa e diz respeito ao risco do paciente apresentar reações adversas ou piora de sua condição clínica. A hipóxia.Avaliar lesão de orofaringe. ou ainda quando a movimentação de secreções é audível durante a respiração. diminuindo o retorno venoso central.Avaliação: . aumento da pressão intracraniana. arritmias cardíacas.Estimulação vaga: observar padrão respiratório e cardíaco. . acionar fisioterapia. Riscos / Tomada de Decisão: . Assim o fisioterapeuta. hemorragia ou sangramento pulmonar. atelectasia pulmonar. manter decúbito elevado. contudo.Avaliar padrão respiratório.Diminuição da saturação: observar padrão respiratório. . sem dúvida. pois causa um aumento na pressão intratorácica (PIT) por meio da tosse. não existem contraindicações absolutas para este procedimento. Esse procedimento. acionar fisioterapia e médico responsável. é. Contra indicações A aspiração endotraqueal é um procedimento necessário para os pacientes com via aérea artificial e ou espontânea. a parada cardíaca ou respiratória. interrupção da ventilação mecânica. acionar médico responsável. Indicações A aspiração deve ser efetuada quando há ausculta de sons pulmonares adventícios (roncos. Está incluída nas indicações a diminuição no volume corrente durante a ventilação com pressão ou a deterioração da oxigenação demonstrada pela queda na saturação de O2. um dos procedimentos que mais elevam a pressão intracraniana (PIC). além de ser a principal porta de entrada de bactérias no trato respiratório inferior. bronco constrição ou bronco espasmo.Lesão de vias aéreas superiores: observar lesão. estertores) ou aumento do pico da pressão inspiratória no ventilador mecânico. hipertensão e hipotensão compõem os principais riscos e complicações da aspiração endotraqueal e nasotraqueal.

Os calibres das sondas não interferem nos níveis de saturação de 02. deve. . ser limitado apenas a casos de rolhas e obstrução que não se reverta somente com a aspiração. .CONCLUSÃO Levando em consideração o nível atual de conhecimento neste tema e os aspectos concordantes da literatura consultada com particularidade desta pesquisa. Sondagem Nasogástrica . não tem estudos suficientes que comprovem sua eficácia quanto a minimizar os riscos para infecção. . conclui-se que: .A observação visual do acúmulo de secreção e a ausculta pulmonar. é que devem determinar a necessidade de se realizar a aspiração.O uso da instilação de solução salina para fluidificar secreções.O uso do “Trach.Care” é eficiente. porém.

Sua finalidade está associada à maneira com ficará instalada no paciente Objetivo da Sonda Nasogástrica: A maneira como ela estará instalada determinará seu objetivo. Sonda Nasogástrica Fechada Utilizada com finalidade de alimentação. anorexia. a saber: .amarelado Podemos exemplificar cirurgias onde no pós operatório se deseja o repouso do sistema digestivo e também em casos de intoxicação exógena. quando por alguma razão o paciente não pode utilizar a boca no processo de digestão. repouso pós.borra de café: bile + sangue . Pode ser aberta ou fechada. Ex: câncer de língua.cirúrgico. Sonda Nasogástrica Aberta: Quando o objetivo é drenar líquidos intra-gástrico.esverdeado: Bile .sanguinolento escuro . deve ser tecnicamente introduzido desde as narinas até o estômago.sanguinolenta vivo . Material: .Definição: A Sonda Nasogástrica é um tubo de polivinil que quando prescrito. onde o conteúdo ingerido precisa ser removido rapidamente.

saco coletor. 12.explicar a procedimento ao paciente. Técnica: .Sonda Nasogástrica (também chamada de Levine) de numeração 10.Bandeja contendo: . 14. 18 (adulto) .xilocaína gel .toalha de rosto de uso pessoal Caso a Sonda Nasogástrica seja aberta adicione: -extensão .esparadrapo . 16.par de luvas .gaze . .seringa de 20cc -estetoscópio .copo com água .

pedindo ao paciente para realizar movimentos de deglutição.. . se borbulhar.marcar o local com o esparadrapo.flexionar o pescoço aproximando ao tórax.colocar a toalha sob o pescoço.introduzir a sonda até o ponto do esparadrapo.calçar as luvas. .colocá-lo em posição de Fowler. a sonda está no lugar certo. está no pulmão. . . .passar xilocaína gel aproximadamente uns 10 cm. Indicações .medir o comprimento da sonda: da asa do nariz. ao lóbulo da orelha e para baixo até a ponta do apêndice xifóide. Indicações As indicações comuns para a intubação (Sonda) Nasogástrica incluem a descompressão do intervalo do Trato Gastrointestinal em pacientes com a obstrução e o esvaziamento gástrico em pacientes para impedir a aspiração Lavagem Gástrica Finalidades: . .Preparar o aparelho digestivo para exames ou cirurgias. (FUNDAMENTOS DE ENFERMAGEM/ATKINSON). retirar a sonda. pegar a ponta da sonda. . . estancar hemorragias gástricas ou esofágicas usando líquidos gelados e remover do estômago conteúdo gástrico excessivo ou nocivo. . pegar o estetoscópio e auscultar.introduzir a sonda s por uma das narinas.fazer os três testes: pegar a ponta da sonda e colocá-la em um copo com água. . pois ao invés de estar no estômago. encaixar a seringa e aspirar se vier líquido.abrir a sonda.

Checar o leito e o nome do cliente.9% 500ml. e ingestões clinicamente insignificantes. 01 sonda gástrica com o número compatível com o tamanho do cliente.Solicitar o auxílio para a realização do procedimento.: ingestões maciças ou de substâncias associadas à alta morbidade / mortalidade).Com a seringa.Observar a prescrição médica. verificar se reflui suco gástrico ou resíduos. . Execução: . paciente evidenciando convulsões.As indicações para lavagem gástrica incluem ingestão de substâncias altamente tóxicas (p. 01 equipo com injetor lateral. se necessário. .Preparar material. metanol) e em crianças com risco de comprometimento das vias aéreas (p. .Orientar o cliente e/ou acompanhante quanto ao procedimento. gaze. 01 tubo de Xylocaína geléia.: com alteração do nível de consciência).: lítio.Lavar as mãos. Material Necessário: . As complicações incluem aspiração.Execução: . . . .Realizar sondagem gástrica conforme técnica própria. . . soro fisiológico 0. 01 coletor de urina aberto ou saco coletor. micropore.ex. substâncias mal absorvidas pelo carvão ativado (p. crianças com depressão do reflexo de engasgo que não estejam intubadas.Calçar luvas. 01 seringa de 10ml ou 20ml.ex. Pré . chumbo.Fixar a sonda com micropore. ferro. 01 cuba-rim.01 Par de luvas de procedimento.Identificar-se. e perfuração do esôfago ou dos brônquios. Contra indicações As contra-indicações para lavagem gástrica incluem ingestão de substâncias corrosivas e hidrocarbonetos. .ex. . esparadrapo.

.Manter sonda aberta / fechada conforme orientação médica. Riscos / Tomada de Decisão: .Posicionamento da sonda: verificar posicionamento da sonda e se Necessário providenciar. . lavagem gástrica e sondagem .9% ou outra solução em seringa ou através do equipo. se necessário.Observar aspecto. Pós . observar náusea e vômitos. -Broncoaspiração: Fazer aspiração naso-traqueal. . . .Avaliar fixação da sonda posicionamento adequado.Distensão abdominal: Abrir / Aspirar sonda..Aspirar o mesmo volume de solução que foi infundida.Desprezar o material no expurgo. conforme prescrição médica.Manter o ambiente em ordem.Manter o cliente confortável e com a campainha a seu alcance.Desprezar o líquido em cuba-rim se necessário. verificar insuficiência respiratória e manter decúbito elevado.Infundir soro fisiológico 0. . Reposicionamento. . ou conforme orientação do enfermeiro / médico. .Realizar as anotações necessárias. . . Conclusão Este trabalho apresenta uma revisão dos estudos relativos à aspiração de vias aéreas.Avaliar presença de náuseas e vômitos. .Fazer lavagem até que o líquido retorne totalmente limpido.Mobilização da sonda: Reposicionar a sonda. .Lavar as mãos.Avaliar distensão abdominal. .Avaliar débito (aspecto e volume).Execução: . . volume da solução retirada. Avaliação: .

. considerando suas complexidades e a necessidades de os profissionais da saúde estarem treinados adequadamente para realizá-la com segurança.nasogastrica (sng). sempre que for necessária. não pondo em risco a integridade física do paciente.

portaldaenfermagem.soenfermagem.com.net/sondagem.br/ .blogspot.html http://www.Bibliografia http://procedimentosmedicos.com/ http://www.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->