PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O ECA

1. O que é o ECA?

O ECA, Estatuto da Criança e do Adolescente, é uma lei federal, de número 8.069, promulgada em julho de 1990. Trata sobre os direitos das crianças e adolescentes em todo o Brasil. Estabelece, por exemplo, o direito à saúde, à educação, ao lazer, à convivência familiar e comunitária para meninos e meninas, e também aborda questões de políticas de atendimento, medidas protetivas como abrigo ou medidas socioeducativas como prestação de serviços comunitários, entre outras providências.

2. Segundo o ECA, qual a idade de criança e de um adolescente? Conforme o Art. 2º, considera-se criança a pessoa de até doze anos de idade incompletos, e adolescente aquela entre doze e dezoito anos. 3. Quais são os direitos garantidos pelo ECA? São os direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária

. autônomo e não-jurisdicional que zela pelo cumprimento e efetivação dos direitos da criança e do adolescente em um município. como um abrigo. admitida uma recondução. ‡ Principal função garantir os direitos das crianças e adolescentes estabelecidos no ECA. para um mandato de três anos. ‡ Suas atribuições estão definidas no artigo 136 do ECA. e não é um órgão de atendimento direto. O que é Conselho Tutelar? ‡ É um órgão permanente.O CONSELHO TUTELAR 4. ‡ É constituído por 5 membros escolhidos pelos cidadãos de cada cidade.

pois é um órgão público municipal. passa a integrar de forma definitiva o quadro das instituições municipais. nem do Juiz . . Criado por Lei Municipal e efetivamente implantado. sob qualquer pretexto. integrando-se ao conjunto das instituições nacionais e subordinando-se ao ordenamento jurídico brasileiro. Sua ação não deve sofrer solução de continuidade. Desenvolve uma ação contínua e ininterrupta.para o exercício das atribuições legais que lhe foram conferidas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente: artigos 136.Características do Conselho Tutelar: ‡ É permanente. Uma vez criado e implantado. não desaparece. apenas renovam-se os seus membros. que tem sua origem na lei. 101 (I a VII) e 129 (I a VII). 95. Não depende de autorização de ninguém nem do Prefeito.

Suas decisões só podem ser revistas pelo Juiz da Infância e da Juventude. a partir de requerimento daquele que se sentir prejudicado.‡ É um órgão autônomo: Em matéria técnica de sua competência. aplicando as medidas práticas pertinentes. mas também com equilíbrio e capacidade de articular esforços e ações. delibera e age. Autonomia não pode significar uma ação arrogante. ‡ ATENÇÃO! Ser autônomo e independente não significa ser solto no mundo. Os conselheiros tutelares devem desenvolver habilidades de relacionamento com as pessoas. sem bom senso e sem limites. Exerce suas funções com independência. . organizações e comunidades. Devem agir com rigor no cumprimento de suas atribuições. desgarrado de tudo e de todos. sem interferência externa. inclusive para denunciar e corrigir distorções existentes na própria administração municipal relativas ao atendimento às crianças e adolescentes.

‡ ATENÇÃO! Isto não significa ficar de braços cruzados diante dos fatos. c) Iniciar os procedimentos de apuração de irregularidades em entidades de atendimento.Não integra o Poder Judiciário. vinculando-se ao Poder Executivo Municipal. ‡ Não pode exercer o papel e as funções do Poder Judiciário. d) Iniciar os procedimentos de apuração de infração administrativa às normas de proteção à criança e ao adolescente. .‡ É um órgão não-jursdicional . através de representação. Não tem poder para fazer cumprir determinações legais ou punir quem as infrinja. na apreciação e julgamento dos conflitos de interesse. Exerce funções de caráter administrativo. O Conselho Tutelar pode e deve: a) Encaminhar ao Ministério Público notícia de fato que constitua infração administrativa ou penal contra os direitos da criança ou do adolescente. b) Fiscalizar as entidades de atendimento.

‡ O conselheiro também pode assessorar o poder público na proposta orçamentária para a situação dos direitos infanto-juvenis. ao adolescente e às suas famílias. um Conselho Tutelar. O que faz um Conselho Tutelar? ‡ Recebe. Quantos Conselhos Tutelares uma cidade deve ter? ‡ Cada município brasileiro deverá ter. no mínimo. e contribuir para o planejamento e a formulação de políticas e planos municipais de atendimento à criança.5. . 6. estuda e encaminha casos envolvendo a violação de direitos infanto-juvenis.

7. Qual é o tempo de mandato? São três anos para todas as cidades. segundo pede o Estatuto em seu artigo 132. . Qualquer um pode ser conselheiro tutelar? Sim. Desde que tenha reconhecida idoneidade moral. idade superior a 21 anos e residir no município (artigo 133) 8.

não poderão ser condenados.9. ‡ De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e com o Código Penal. os menores de dezoito anos são penalmente inimputáveis. . ou seja. O que é ato infracional? ‡ É a ação praticada por criança ou adolescente caracterizada na lei como crime ou contravenção penal.

11. que. ‡ Além destas medidas. . liberdade assistida. obrigação de reparar o dano. inserção em regime de semiliberdade. incisos I a VI. incisos I a VI: advertência.10. poderão ser aplicadas ao adolescente (ECA. O que é medida socioeducativa? ‡ São as medidas aplicáveis ao adolescente. Quais os tipos de medidas socioeducativas? ‡ O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) prevê medidas dispostas no artigo 112. foi considerado responsável pelo cometimento de um ato infracional. internação em estabelecimento educacional. art. inciso VII) as medidas protetivas previstas no artigo 101. prestação de serviços à comunidade.112. depois do devido processo.

O que é liberdade assistida? ‡ A liberdade assistida é uma medida socioeducativa. a escola.118 e 119 ECA). ‡ A intenção principal é criar condições favoráveis ao reforço dos vínculos do adolescente com a família. ouvido o orientador. a comunidade e o mundo do trabalho. Trata-se da medida mais adequada para o fim de acompanhar. "A liberdade assistida será fixada pelo prazo mínimo de seis meses. . revogada ou substituída por outra medida. o Ministério Público e o defensor. auxiliar e orientar o adolescente que cometeu um ato infracional.12. podendo a qualquer tempo ser prorrogada." (art.

14. que impõe limites ao direito de ir e vir do adolescente autor de ato infracional e assegura os seus demais direitos. O que é internação? ‡ É medida socioeducativa privativa de liberdade. portanto. O que é advertência? ‡ Admoestação verbal (aviso. .Art.13. O objetivo é levar o adolescente a tomar consciência plena da ilicitude. após o devido processo legal. quando se tratar de ato infracional cometido mediante grave ameaça ou violência à pessoa. Deve ser reduzida a termo e assinada. geradora de antecedente (ECA . por reiteração no cometimento de outras infrações graves ou por descumprimento reiterado e injustificável de medida anteriormente imposta (art. conselho) ao adolescente autor de um ato infracional considerado leve. 115). natureza. implicações e conseqüências de seu ato. 121 do ECA). sendo. Será aplicada pela autoridade judicial. alerta.

16. As medidas privativas de liberdade (semiliberdade. internação provisória e internação) devem ser usadas em caráter de brevidade e excepcionalidade. evitando interpretações equivocadas de artigos do Estatuto. como a Prestação de Serviços à Comunidade (PSC) e a Liberdade Assistida (LA). . Trata-se de uma privação apenas parcial da liberdade nos termos do artigo 120 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). ‡ O Sistema valoriza as medidas em meio aberto. O que é o Sinase? ‡ Sinase é o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo. O Sinase complementa o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e determina diretrizes claras e específicas para a execução das medidas socioeducativas. O que é semiliberdade? ‡ É uma medida socioeducativa em que o adolescente se divide entre períodos de reclusão e períodos de exercício de atividades externas.15.

Mas não um servidor público de carreira. ‡ Assim. duas providências são importantes: garantir na lei que cria o Conselho Tutelar. a exigência de edição de um regimento interno (regras de conduta) e explicitar as situações e os procedimentos para a perda de mandato do conselheiro de conduta irregular (por ação ou omissão). não é um empregado da prefeitura.17. O conselheiro é servidor público? ‡ O exercício efetivo da função de conselheiro tutelar é caracterizado como serviço público relevante (ECA. com algumas diferenças fundamentais: tem mandato fixo de três anos. ‡ Ele pertence à categoria dos servidores públicos comissionados. . ‡ Para que os conselheiros tenham limites e regras claras no exercício de suas funções. o conselheiro tutelar é mesmo um servidor público. art. não está subordinado ao prefeito. não ocupa cargo de confiança do prefeito. 135).

luz e telefone. o que ressalta a importância de uma relação ética e responsável com toda administração municipal e a necessidade de cooperação técnica com as secretarias. Judiciário ou Executivo. o conselheiro tutelar tem a obrigação de respeitar e seguir com zelo as diretrizes emanadas da comunidade que o elegeu. prestações de contas. ‡ Subordinado às diretrizes da política municipal de atendimento às crianças e adolescentes. Como agente público. O Conselho Tutelar também é: ‡ Vinculado administrativamente (sem subordinação) à Prefeitura Municipal. pelos cidadãos. despesas com água. que devem zelar pelo seu bom funcionamento e correta execução de suas atribuições legais. ‡ A instalação física. entidades civis que trabalham com a população infanto-juvenil e.18. . Daí a vinculação administrativa com o Executivo Municipal. departamentos e programas da Prefeitura voltados para a criança e o adolescente. principalmente. ‡ Controlado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. tramitações burocráticas e toda a vida administrativa do Conselho Tutelar deve ser providenciada por um dos três Poderes da República: Legislativo. A nossa lei optou pelo Executivo. Ministério Público. pela Justiça da Infância e da Juventude.

Fixar escolaridade mínima. experiência mínima no trabalho de atenção a crianças e adolescentes.Residir no município. . nível médio. ‡ Outros requisitos podem ser definidos e disciplinados em Lei. Algumas sugestões: Fixar tempo mínimo de residência no município. 02 (dois) anos. disponibilidade e disposição para o trabalho. adolescentes e famílias. Exigir experiência anterior comprovada de trabalho social com crianças.19. Por exemplo. . . Isto vale para todos os municípios: . Por exemplo. O processo de escolha deverá ser conduzido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente que deve ser criado e estar funcionando antes do(s) Conselho(s) Tutelar(es). O imprescindível é buscar conselheiros tutelares com um perfil adequado: vocação para a causa pública. de acordo com as peculiaridades de cada município.Ter idade superior a 21 anos.Ter reconhecida idoneidade moral. Quem pode se candidatar a conselheiro tutelar? Existem três requisitos legais válidos aos candidatos.

E será realizado sob a responsabilidade do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. ‡ A Lei Municipal poderá optar pela eleição direta. . que precisa ser informada e mobilizada para o processo.20. Processo de Escolha dos Conselheiros Tutelares ‡ O processo de escolha dos membros de cada Conselho Tutelar deverá ser definido em Lei Municipal.) que tenham participação na proteção integral da população infantojuvenil. com voto direto. através da formação de um Colégio Eleitoral integrado por representantes das entidades municipais de atendimento à criança e ao adolescente e outras organizações (comunitárias. empresariais. Recomenda-se a eleição direta. religiosas etc. universal e facultativa. com acompanhamento e fiscalização do Ministério Público. ou pela escolha indireta. ‡ A escolha será feita pela comunidade local.

‡ Divulgação do edital através dos meios de comunicação. A freqüência ao curso é pré-requisito para registro da candidatura. de reuniões. . telefone e transporte ágil para agilização de atendimentos.21. computador. a formação dos conselheiros inicia-se já no processo seletivo. ‡ Formação dos Conselheiros Tutelares Capacitar os conselheiros tutelares para o cumprimento de suas atribuições deve ser uma preocupação constante. apuração e proclamação dos nomes dos eleitos (titulares e suplentes) ‡ Nomeação dos Conselheiros Tutelares (05 titulares e 05 suplentes) ‡ Posse dos conselheiros tutelares ‡ Instalação dos Conselhos ‡ O Conselho Tutelar deve ter ainda: livro de registro de ocorrências. ‡ Inscrição dos Candidatos ‡ Apreciação dos documentos apresentados pelos candidatos ‡ Apreciação dos recursos de candidatos contra impugnações ‡ Publicação dos nomes dos candidatos registrados e divulgação ampla através dos meios de comunicação ‡ Campanha dos candidatos registrados junto aos seus eleitores ‡ Inscrição de Eleitores ‡ Organização do dia da escolha ‡ Votação. ‡ A Prefeitura Municipal deve cuidar para que as condições básicas e indispensáveis ao bom funcionamento do Conselho Tutelar sejam garantidas. arquivo. Uma sugestão: em alguns municípios. cursos para os candidatos a conselheiros tutelares são organizados antes da escolha dos candidatos pela comunidade. Sugestões de passos e cronograma para o processo de escolha dos conselheiros tutelares por meio de eleição direta. É preciso investir (com recursos do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) na formação permanente dos conselheiros. debates e outros. Assim.

O que é trabalho infantil? ‡ É toda forma de trabalho exercido por crianças e adolescentes abaixo da idade mínima legal permitida para o trabalho. O trabalho infantil. desde 1998 é proibido qualquer tipo de trabalho à criança e ao adolescente menor do que 14 anos. perigoso ou noturno . do artigo 7º. em muitos países. salvo na condição de aprendiz. A Emenda Constitucional n. que passou a disciplinar o trabalho de crianças e adolescentes da seguinte maneira: ‡ proibição do trabalho noturno.a partir de 14 anos. o trabalho é permitido: .a partir de 18 anos para o trabalho insalubre. conforme a legislação de cada país.a partir de 16 anos para o trabalho com carteira assinada . da Constituição Federal.22. perigoso ou insalubre a menores de dezoito anos e de qualquer trabalho a menores de dezesseis anos.º 20 alterou o inciso XXXIII. é proibido por lei e. como aprendiz . ‡ No Brasil. a partir dos quatorze anos ‡ Em outras palavras. em geral. a contração de trabalho infantil constitui crime.

feito entre o empregador e o adolescente.º 10. através de um contrato de aprendizagem. previsto na CLT (redação dada pelas Leis n. .23. O trabalho do adolescente/ jovem aprendiz compreende as idades de 14 a 24 anos. A idade mínima de ingresso no trabalho é de 16 anos. Neste contrato. ou seja. o adolescente só pode fazê-lo na condição de aprendiz.180/2005) e no Decreto 5.097/2000 e 11. deve estar estabelecido que serão ministrados ao empregado os métodos do ofício e este assumirá o compromisso de seguir o regime de aprendizagem. O que é um Aprendiz? ‡ Adolescente que trabalha no regime de aprendizagem previsto na CLT.598/05. Entre 14 e 16 anos.

. O que devo fazer quando vejo uma criança trabalhando? ‡ Você deve acionar o Conselho Tutelar de seu município. do Ministério Público do Trabalho. 26. em seguida.24. Como o Conselho Tutelar procede após receber uma denúncia de trabalho infantil? ‡ O Conselho Tutelar entrará em contato com a família da criança para verificar a veracidade da informação e para fazer um levantamento da situação da família saber se eles estão inseridos em programas de transferência de renda e se a criança já faz parte de algum programa de erradicação do trabalho infantil. O que acontece quando é uma empresa que emprega mão-de-obra infantil? ‡ Nesse caso. a competência é do Ministério do Trabalho e Emprego e. 25.

. o presidente Lula assinou decreto que lista 113 atividades consideradas as piores formas de trabalho infantil no Brasil. O que são e quais são as piores formas de trabalho infantil? ‡ São atividades consideradas mais perigosas.27. Até então. No dia 12 de junho. Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. danosas e insalubres. o Brasil era signatário da convenção da Organização Internacional do Trabalho (OIT). que listava 80 atividades.

. esgotados os recursos escolares . mas de uma forma distorcida. Qual é a avaliação que o senhor faz da relação do Estatuto da Criança e do Adolescente [ECA] com a escola? O ECA chegou à escola. a não matrícula das crianças e adolescentes por parte dos pais no ensino público obrigatório configura delito de abandono intelectual" .28. ‡ Escola e Conselho Tutelar: "os dirigentes de estabelecimentos de ensino fundamental comunicarão Foto: Divulgação ao Conselho Tutelar os casos de maustratos envolvendo seus alunos. De 28 a 32: Pedagogo Antônio Carlos Gomes da Costa. Veja aqui [mostrando o ECA] o dever dos pais: "Os pais ou responsável têm a obrigação de matricular seus filhos ou pupilos na rede regular de ensino. reiteração de faltas injustificadas e de evasão escolar.

deve-se acionar a autoridade policial. e não o Conselho Tutelar.‡ O Conselho Tutelar tem sido acionado de forma incorreta pelas escolas: Adolescentes que têm problemas de conduta. bateu no professor ou está depredando a escola. que não é um disciplinador de adolescente insuportável pela escola. A escola começou a ver o Conselho Tutelar como aquilo que ultrapassa o pedagógico. são encaminhados ao Conselho Tutelar como adolescentes que estão precisando de uma intervenção ou do Conselho Tutelar ou da Justiça da Infância e da Juventude. tem que ser chamada é a polícia e não o Conselho Tutelar. que envolve o jurídico e o social. ‡ No caso de um adolescente que está em situação de conflito com a lei. que ultrapassam os recursos regimentais e os recursos pedagógicos da escola. . então vai pro Conselho Tutelar. ‡ Se um adolescente tirou a arma pro professor.

em vez de expulsar porque isso vai dar problema com a Promotoria. mau-trato. senão. tem que comunicar o Conselho Tutelar. porque. . ‡ Hoje.‡ Na escola. ‡ O artigo 14 fala sobre gestão democrática. as escolas não gostam de expulsar regimentalmente os alunos. queimaduras. se o aluno for expulso. Assim ele é um auxiliar da escola. É a chamada expulsão branca. família e comunidade. é expulsão não regimental. E o que elas fazem? Elas pegam o adolescente cumprindo liberdade assistida. ele fica sem direito à educação. com a Justiça da Infância e da Juventude e com o próprio Conselho Tutelar. se a professora ver um menino com hematoma que denota espancamento. dão a ele uma transferência. que é APM [associação de pais e mestres]. que é o espaço de consertação entre escola. o adolescente está com mau comportamento e. Todos os três podem estar representados nos órgãos dos conselhos escolares ou equivalentes.

Como eu disse. E a escola. ele poderá recorrer ao Estatuto. tem o direito ao respeito. O senhor considera que os educadores pensem que o Estatuto cerceie o professor? Ele não tem mais direito de falar pro menino ficar quieto? O Estatuto inibiria sua atuação ali em sala de aula? ‡ O Estatuto tornou a criança e o adolescente sujeitos de direitos exigíveis. ela é uma instituição muito corporativa. . Se algum pai.29. o Estatuto é o órgão da demanda. criança ou adolescente na escola entender que um determinado tratamento que ele recebeu foi desumano ou degradante. ‡ A criança. muito fechada sobre si mesma. não pode ser tratada de forma desumana ou degradante. por exemplo.

Os pais confundem direito à educação com três coisas hoje. Então como você vai lutar agora pelo direito a educação? Você tem que qualificar o direito à educação. direito a educação é merenda escolar não vejo ninguém reclamando mais de merenda escolar. com contribuição do Estado brasileiro pra isso: direito a educação é vaga na escola. ‡ O que é uma boa escola? Escola boa é quando o aluno aprende. agora. é uma reclamação dos anos 80 .‡ o verdadeiro exterminador do futuro é o ensino de má qualidade. . e. material didático [como direito à educação].

homossexual ou deficiente. Outro caso. Por que a idade de ingresso no trabalho com a carteira assinada passou de 14 para 16 anos. Não conseguiu? O pai ou a mãe pode recorrer ao Conselho Tutelar. . A escola deve comunicar ao Conselho Tutelar que. vai ver o que está acontecendo na família. O adolescente deve estudar e pode trabalhar. por ser negro. que. neste caso. por sua vez. O que aconteceu. vai peticionar o Ministério Público de interferência da lei. a escola aí foi usada para a família cumprir seus deveres e respeitar os direitos da criança e do adolescente.‡ A criança não pode e não deve trabalhar. marcas de correia. ‡ O menino chega na instituição com hematomas. O pai achou que ele está sendo discriminado e tenta resolver com a escola. pode peticionar ao Ministério Público. ‡ O menino sofreu discriminação na escola. E. se precisar. brincar e conviver com a sua família e com a comunidade. O direito dela é estudar.

suspensão e. Porque a direção da escola é responsável tanto pelos educandos como pelos educadores. Existe na escola todo um regimento interno. tem que expulsar. de aluno discriminando o outro? A escola é responsável pela conduta dos educandos. por exemplo. advertências. a expulsão. não tem mais jeito pra aquele menino. com um elenco de sanções. Assim. O que é a expulsão regimental? Porque existe uma cláusula que diz sob que critérios a escola poderia expulsar um adolescente. uma criança. 31. podem entrar no Conselho Tutelar reclamando.30. Ela tem que ter um regimento que garanta que a criança e o adolescente não vão ser desrespeitados em seus direitos. em último caso. se a escola esgotou todos os recursos. Então você vê que tem uma missão civilizatória. é uma coisa imensa. Mas e se for um caso de bullying. . Os pais podem peticionar.

O que o pai pode fazer? Primeiro. Mas se a escola não fizer nada. Pronto. Um professor deu um tapa na cara do menino. o que ele faz? Procure o Conselho Tutelar. qual é o encaminhamento? ACGC Um professor chamou um menino de negro sem vergonha . ou chamou ele de negro sem vergonha porque ele estava irritado . No caso de uma violação cometida pelo professor. Aí a escola deve tomar providências contra o docente. o que dizem os colegas. e o pai não se contentar com essa explicação.. ele ficou nervoso e fez isso. ele tem que ver se foi realmente isso que aconteceu.32. Ele deve procurar a direção da escola pra saber o que ocorreu. . porque é uma instância à qual a família pode recorrer para reclamar da escola. o que diz o professor. eu tenho condições de esclarecer. deu um tapa na cara dele . O garoto se sente ofendido e fala com os pais. O fato existiu realmente? O que diz o menino. e à qual a escola pode recorrer para reclamar da família. [e vier com desculpas como] ah.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful