P. 1
ACE AUTOMAÇÃO

ACE AUTOMAÇÃO

|Views: 282|Likes:
Publicado porJuliano Simonett

More info:

Published by: Juliano Simonett on Apr 24, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/03/2015

pdf

text

original

Segurança em sistemas: Protecção para Homem e Máquina

Catálogo Geral de Segurança | Edição 02
Umschlag einzel Seiten_PT.qxd 11.03.1970 0:06 Uhr Seite 1
Bem vindos à Schmersal
É com muita satisfação que acolhemos vosso interesse pelos nossos produtos !
Dois novos catálogos apresentam nosso abrangente programa de produtos:
Outros catálogos são editados agrupando produtos em função das respectivas áreas
de aplicação, tais como: Equipamentos: para áreas em que há risco de explosão,
aplicados em instalações de elevadores.
Nota importante!
Os equipamentos da nossa gama de produtos não estão especificados para uso privado,
ou seja, eles não são bens de consumo nos termos da Directiva Europeia (na Alemanha
de acordo com 5 GPSG) ou outras leis nacionais.
Apenas pessoas competentes e qualificadas com treino electrico e técnico apropriados
podem levar a cabo a montagem e colocação em marcha dos equipamentos.
Descrição de correlações técnicas, detalhes de unidades de controlo externas,
informação de instalação e operação ou similar são fornecidas por nós da melhor forma
possível. De qualquer forma isto não significa que as caracteristicas garantidas ou outras
propriedades sob fiabilidade possam ser assumidas como extensão às “Termos gerais
de fornecimento de produtos e serviços da indústria eléctrica”.
As especificações constantes deste catálogo foram analisadas criteriosamente.
Ressalvadas alterações técnicas e/ou erros ou enganos
K.A. Schmersal GmbH
Industrielle Sicherheitsschaltsysteme
Möddinghofe 30
D-42279 Wuppertal
Telefon +49 - (0)2 02 - 64 74 - 0
Telefax +49 - (0)2 02 - 64 74 - 1 00
E-Mail info@schmersal.com
Internet www.schmersal.com
Novidades e novos projectos
desenvolvimentos atuais são apresentados
sob o título "Inovações e Novidades" a
partir da página I-8. Tendo em vista que os
nossos catálogos gerais não conseguem
apresentar todo o leque das linhas
disponibilizadas pelo Grupo Schmersal,
chamamos a atenção para a rubrica
"Complementos ao programa", no final
de cada capítulo em que são destacadas
variantes de execução e soluções interes-
santes bem como complementos ao
programa de produtos.
Catálogo Geral de Segurança
Este catálogo apresenta o programa dos
produtos de segurança industrial, eviden-
ciando os sistemas de comutação segura
- de "A" a "Z" passando pelos módulos de
expansão de saídas, bem como pelos
equipamentos de operação bimanual,
incluindo todas as relevantes especifi-
cações técnicas.
Catálogo Geral de Automação
Neste catálogo é apresentado um quadro
geral dos equipamentos de comutação
eléctricos destinados à automação. O
programa da Schmersal inclui nesta parte
os sensores de proximidade, entre eles os
indutivos, capacitivos e magnéticos, nos
mais diferenciados formatos.
Umschlag einzel Seiten_PT.qxd 11.03.1970 0:06 Uhr Seite 2
I- 1
Introdução e Dicas & Orientações
Monitorização de portas de protecção
Equipamentos de comando
com funções de segurança
Equipamentos de segurança tácteis
Dispositivos de segurança
ópto- electrónicos
Módulos e sistemas de comando
de segurança
Diagnóstico de falhas e
Símbolos de desenho
I-2
I-4
I-6
I-8
1-1
1-2
1-26
1-58
1-88
1-104
1-178
2-1
2-2
2-8
2-9
2-12
2-14
2-17
2-22
3-1
3-2
3-12
3-16
4-1
4-2
4-3
4-10
4-26
5-1
5-8
5-48
5-58
5-60
5-76
5-78
5-102
A-1
A-2
A-10
A-12
A-22
Introdução
Comutação e
reconhecimento
com segurança
Segurança na avaliação
do sinal
Apêndice
Representações ao redor do mundo,
Ver o lado esquerdo da capa
Orientações sobre a estrutura,
Ver o lado esquerdo da capa
Apresentação de produto
Schmersal - A Empresa
A Schmersal - O Grupo
Novidades e Inovações
Interruptores de segurança com actuador independente
Encravamento de segurança
Fim de curso de segurança
Interruptores de segurança para protecções giratórias
Sensores de segurança, inclusive de avaliação
Complementos ao Programa
Interruptor de emergência de accionamento por cabo
Pedais de segurança
Botão de paragem de emergência
Botão de liberação
Trinco eléctrico
Comando bimanual
Complementos ao Programa
Batentes de segurança
Tapetes de segurança
Complementos ao Programa
Scanner Laser de segurança
Barreiras ópticas de segurança
Cortinas ópticas de segurança
e grades ópticas de segurança
Módulos de segurança para equipamentos
de segurança opto-electrónicos
Monitorização de PARAGEM DE EMERGÊNCIA
e portas de segurança
Módulo de expansão de saídas
Módulo de expansão de entradas
Monitorização de falhas
Módulos temporizados
Interface ASi de segurança no trabalho
Complementos ao Programa
Tabela ISD
Tabela de ligação
Tabela de diagnóstico
Índice de produtos - Ordem Alfabética
Legenda dos símbolos, na contra capa
Conteúdo
Vorspann_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:00 Uhr Seite I-1
I- 2
Interruptores de
segurança com
actuador independente
página 1- 2
Encravamento de
segurança
página 1- 26
Interruptor de
emergência de
accionamento por
cabo
página 2- 2
Botão de paragem de
emergência
página 2- 9
Scanner Laser de
segurança
página 4- 2
Módulo de expansão
de saídas
página 5- 48
Introdução
Monitorização de portas de protecção
Equipamentos de comando
com funções de segurança
Equipamentos de segurança tácteis
Dispositivos de segurança
ópto- electrónicos
Módulos e sistemas de comando
de segurança
Apêndice
Monitorização de
PARAGEM DE
EMERGÊNCIA
e portas de segurança
página 5- 8
Vorspann_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:00 Uhr Seite I-2
I- 3
Fim de curso de
segurança
Interruptores de segur-
ança para protecções
giratórias
Sensores de segurança
página 1- 58 página 1- 88 página 1- 104
Botão de liberação e
Trinco eléctrico
Comando bimanual
página 2- 12 página 2- 17
Pedais de segurança
página 2- 8
Batentes de segurança
página 3- 2
Tapetes de segurança
página 3- 12
Barreiras ópticas de
segurança
página 4- 3
Cortinas ópticas de
segurança
página 4- 10
Grades ópticas de
segurança
página 4- 10
Monitorização de
falhas
página 5- 60
Módulos temporizados
página 5- 76
Interface ASi de
segurança no trabalho
página 5- 78
Introdução e Dicas &
Orientaçõe
página I- 4
Diagnóstico de falhas,
Índice de produtos e
Símbolos de desenho
página A- 2
Vorspann_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:01 Uhr Seite I-3
I- 4
Segurança em sistemas -
Protecção para Homem e Máquina
Freqüentes e incontornáveis são os casos em que, durante a
execução dos trabalhos, as pessoas são obrigadas a intervir
em áreas de risco nas máquinas - exemplo: no instante de
alimentar e retirar as peças, para proceder a limpeza, na
manutenção ... Nestes momentos é que a segurança do
operador deverá estar garantida. Esta é a determinação da
responsabilidade do utilizador da máquina, e corresponde
ao que exigem, em todo o mundo a normas e directrizes
em relação à segurança de máquinas.
O Grupo Schmersal vem há muitos anos dedicando os seus
produtos à segurança no posto de trabalho, e hoje oferece à
indústria, a nível mundial, o maior e mais completo programa
de interruptores / equipamentos e sistemas de segurança
destinados a proteger pessoas e máquinas. Neste catálogo
é apresentado este programa.
Sob o lema: "Segurança em sistemas - Protecção para o
homem e a máquina" o Grupo Schmersal desenvolve e produz
equipamentos / interruptores de segurança que se enquadram
dentro da linha de raciocínio em termos de sistema, permitindo
sua fácil e otimizada integração aos respectivos processos de
trabalho. A nossa convicção é: Segurança não conflita com
produtividade.
O extraordinariamente amplo leque de produtos que é apre-
sentado neste catálogo é o resultado de um desenvolvimento
e gerenciamento de produto orientado pelas necessidades
transmitidas pelos clientes / utilizador. Muitos produtos foram
desenvolvidos atendendo directamente a pedidos feitos por
clientes, ou seja, houve uma adequação às necessidades
específicas do cliente. Mas o portfólio dos nossos produtos
também foi amplamente ampliado, através da realização de em-
preitadas individualizadas do competente grupo de projectistas.
Hoje o Grupo Schmersal se apresenta como um Grupo Em-
presarial, agindo ao redor de todo o globo, que, como Centro
de Competência concentra suas atividades em determinadas
áreas de equipamentos / interruptores e sistemas de segurança.
Assim o Grupo Schmersal oferece aos seus clientes: Segurança
em sistemas - Protecção para o homem e a máquina
Tecnologia da segurança
Segurança em sistemas -
Protecção para Homem e Máquina
Vorspann_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:01 Uhr Seite I-4
I- 5
Vorspann_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:01 Uhr Seite I-5
I- 6
O Grupo Schmersal oferece a nível mundial o maior e mais amplo programa de equipa-
mentos de segurança. As respectivas unidades de engenharia e produção concentram
suas atividades a grupos de produtos previamente definidos. Representações próprias
e parceiros credenciados / autorizados sediados em todos os mercados do mundo
industrializado, garantem um suporte e assistência técnica local.
O Grupo Schmersal
Elan Schaltelemente
GmbH & Co. KG
Elan, fundada no ano de 1952 em Düsseldorf.
A mudança para Wettenber, na região seten-
trional do estado de Hessen ocorreu em 1988
Elan é conhecida no setor industrial como
sendo especializada em equipamentos de
comando / comutação de baixa tensão. Isto
significa, projectar e produzir equipamentos
cujas características funcionais se destacam
/ sobressaem em relação aos padrões dos
competidores mecânicos e eléctricos.
A Elan pode, justificadamente, considerar-se
como uma das pioneiras entre as dedicadas à
engenharia /tecnologia de segurança em má-
quinas, uma vez que já nos idos anos da dé-
cada dos 80 desenvolvia equipamentos de co-
mutação com funções para proteger pessoas.
Desde 1997 a Elan integra o Grupo
SCHMERSAL e daquela época para cá é um
Centro de Competência para:
• Equipamentos de comando e
sinalizadores luminosos
• Equipamentos de operação bimanual
• Módulos de relês de segurança e similares
• Sistemas de segurança prioritariamente
programáveis electronicamente
Em 2001 foi levantado o novo prédio que ab-
riga toda a produção e administração, em-
pregando um efetivo de 170 colaboradores.
Elan Schaltelemente GmbH & Co. KG
Im Ostpark 2, D-35435 Wettenberg
Telefon: +49 (0) 641 9848- 0
Telefax: +49 (0) 641 9848- 420
E-Mail: info@elan.schmersal.de
Internet: www.elan.de
K.A. Schmersal GmbH
Industrielle Sicherheitsschaltsysteme
K.A. Schmersal, a matriz do Grupo Schmersal
foi fundada em 1945, em Wuppertal-Alemanha,
pelos pais da geração detentora do património.
A empresa está concentrando atualmente seus
esforços no desenvolvimento e produção de
equipamentos mecânicos de comutação desti-
nados a instalação em máquinas e instalações
industriais, bem como no setor de elevadores.
O rigoroso atendimento das exigências dos
clientes nos levou a ter um extraordinariamente
amplo programa de equipamentos mecânicos
incorporando os equipamentos accionados
sem que ocorra o contacto físico.
A Schmersal foi extraordináriamente beneficiada
pela directriz, que passou a vigorar no início da
década dos anos 90, tratando da segurança
de máquinas. Esta exigência propiciou o
desenvolvimento de produtos orientados para
a segurança com os quais os fabricantes de
máquinas e instalações / equipamentos podem
atender cada vez melhor as determinações
relacionadas a segurança.
O desenvolvimento contínuo, de fabricante de
equipamentos de comutação industrial, até se
tornar um especialista que soluciona proble-
mas na engenharia / tecnologia de segurança,
foi um marco fundamental para o crescimento
e a ampliação da estrutura do Grupo Empresa-
rial que hoje age em todo o mundo.
Na unidade de Wuppertal estão empregados
540 colaboradores
K.A. Schmersal GmbH
Industrielle Sicherheitsschaltsysteme
Möddinghofe 30, D-42279 Wuppertal
Telefon: +49 (0) 202 6474- 0
Telefax: +49 (0) 202 6474- 100
E-Mail: info@schmersal.com
Internet: www.schmersal.com
Vorspann_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:01 Uhr Seite I-6
I- 7
ACE Schmersal
Eletroeletrônica Industrial Ltda.
Já em 1974 a Schmersal estabelecia uma
sucursal no Brasil. A fábrica fica na cidade
de Boituva (São Paulo) onde hoje emprega
300 colaboradores.
ACE oferece um amplo conjunto de produtos
electrónicos e electromecanicos, bem como
equipamentos de comutação e segurança,
equipamentos de comando e sinalizadores,
pedais e sensores de proximidade.
Além do citado são fabricados invólucros
plásticos, em que, atendendo aos pedido de
clientes, são instalados equipamentos de
comando e sinalização incluindo a respecti-
va fiação. Exemplos para estes casos são
aplicações em comandos de inspecção para
a industria de elevadores, para a qual tam-
bém são fabricados os contactos de portas.
O Programa ACE é distribuído a partir do
Brasil para toda a América Latina e México
através de uma ampla rede de Sucursais e
Distribuidores.
ACE Schmersal
Eletroeletrônica Industrial Ltda.
Rodovia Boituva - Porto Feliz, Km 12
Vila Esplanada- CEP: 18550-000, Boituva- SP
Telefon: +55 (0) 15- 263- 98 66
Telefax: +55 (0) 15- 263- 98 90
E-Mail: export@aceschmersal.com.br
Internet: www.aceschmersal.com.br
Schmersal Industrial Switchgear
Co. Ltd
Desde 1999 a Schmersal dispõe de uma pro-
dução própria na China. 60 colaboradores
produzem, nos mesmos padrões de qualida-
de pratica da Europa, e distribuem nas pro-
ximidades de Shangai, interruptores de posi-
cionamento e de segurança, equipamentos
de comutação de elevadores, também cha-
mados interruptores de elevadores, destina-
dos ao mercado no Sudeste da Ásia.
Um escritório de distribuição da própria
Schmersal, no centro de Shangai, coordena
as atividades das quatro sucursais regionais
estabelecidas nos mais importantes centros
industriais da China.
Schmersal Industrial Switchgear
(Shanghai) Co. Ltd., Central Plaza 1001
Huang Pi Bei Road 227, 200003 Shanghai
Telefon: +86- 21- 63 75 82 87
Telefax: +86- 21- 63 75 82 97
E-Mail: sales@schmersal.com.cn
Internet: www.schmersal.com.cn
Vorspann_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:01 Uhr Seite I-7
I- 8
Inovações e Novidades
Este encravamento oferece inúmeras
vantagens, particularmente para vedações
em redor de zonas perigosas com acesso
pedonal. Devido à operação com apenas
uma mão do trinco anti-pânico, a zona de
perigo pode ser evacuada raprida e
seguramente, mesmo durante um corte
de energia – uma caracteristica única no
mercado.
O AZM 200 aumenta a disponibilidade de
uma máquina através da electronica
integrada. Isto porque um diagnóstico
inteligente possibilidade uma rápida
resolução de eventuais problemas. Uma
falha não leva à imediata paragem da
máquina. A falha é primeiro sinalizada para
que a máquina possa ser progressivamente
desligada de forma controlada.
Mais informações no capitulo 1
O Encravamento sem contacto AZM 200
Os encravamentos com solenóide exigem
um alinhamento preciso entre o equipamento
e o actuador. Este requisito acontece
normalmente em máquinas novas.
Mas durante o seu ciclo de vida, com des-
alinhamentos, pode ocorrer que o actuador
não entre facilmente no encravamento.
Como consequência, ambas as partes
podem ficar danificadas. Isto resulta em
paragem da máquina e custos de reparação.
A Schmersal elimina este problema com o
novo e patenteado encravamento AZM 200.
Devido à recente tecnologia sensorial da
Schmersal, o actuador e encravamento
podem agora ter um desnível de ± 5 mm
e o actuador ainda entra no equipamento.
Isto simplifica a montagem e reduz a
manutenção regular e o ajuste das portas
de protecção.
Como característica de instalação adicional,
o AZM 200 tem dois furos ovalizados que
possibilitam uma montagem fácil, suave e
rápida, em perfis de aluminio com no
minimo 40 mm.
O formato estreito é ideal para instalação
nos perfis de aluminio comuns com um
minimo de 40mm.
As vantagens essenciais
• Sistema patenteado
• Tecnologia de sensor que permite um
desvio de ± 5 mm entre actuador e
encravamento
• Categoria de controlo 4 de acordo com a
EN 954-1 com sensor de detecção de
porta (sem interruptor adicional)
• Adequado para aplicações SIL 3
de acordo com IEC 61508
• Electronica moderna que facilita um
diagnóstico inteligente e aumenta a
disponibilidade da máquina, porque
falhas não levam a uma paragem imediata
• Design ergonómico e moderno para
equipamentos que exijam melhor
aparencia
• Montagem facil com apenas
dois parafusos
• Ajuste fino atraves de furos ovalizados
no encravamento e actuador
• Adequado para utilização em perfil
de aluminio com no minimo 40 mm
• Indicação LED do estado de operação
• Trinco anti-panico disponivel
• Operação suave e intuitiva
• Sem risco de lesão por actuador
sobressaído
• Sem necessidade de outros
manipulos de porta
• Abertura manual por ambos os lados
AZM 200
• EN 954-1 Categoria de Controlo 4
• IEC 61508 adequado para
aplicações SIL 3
Vorspann_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:01 Uhr Seite I-8
I- 9
Características de desempenho do sensor
de segurança CSS 180, em resumo:
• actuação electro-sensitiva
[sem contacto físico]
• isentos a desgaste, conjunto montável
• distância de comutação para ligar é segura
S
ao
7 mm, distância de comutação para
desligar é segura S
ar
9,5 mm
• pontos de comutação com precisão na
repetibilidade, histerese 0,5 mm, aplicação
deslocável, precisão de repetibilidade 0,2 mm
• a seqüência da comutação em série dos
sensores é monitorizada na categoria de
comando 4, de acordo com EN 954-1.
• comprimento máx. da corrente de sensores
200 m, (depende da carga inicial e da secção
do fio utilizado)
• 2 saídas de segurança de comutação por
impulso
• por canal 24 VDC, carga máx. até 500 mA,
a prova de curto circuito
• diagnóstico visível, através de LED
• saída de sinalização 24 VDC, 50 mA
• alarme antecipado ao se aproximar
à faixa de histerese
• alarme antecipado em casos de erros
[falhas] permite executar o processo de
desligamento controlado da máquina
• categoria de comando 4 de acordo com
EN 954-1
• auto-monitorização, classificação PDF-M
de acordo com EN 60947-5-3
• utilização nas aplicações SIL 3, de acordo
com IEC 61508, valor PFH < 10
-8
Diagnóstico
O LED-diagnóstico instalado na capa da
extremidade do sensor de segurança sinaliza
o estado operacional em três cores. Junto
com a sinalização do fornecimento de energia
eléctrica é visualizado o "amortecimento"
através do actuador bem como quando está
trabalhando nas faixas limítrofes das distâncias
de comutação, erros ou falhas de origem
externa, como acontece quando ocorre uma
inversão de polaridade, inclusive nos casos de
falhas gerais quando se está trabalhando em
ambientes com temperatura excessivamente
alta.
Em caso de risco como por exemplo, através
da abertura de uma porta, os canais de
segurança do sensor CSS 180 são desligados
imediatamente. Entretanto também existe a
possibilidade, em casos em que a situação
de risco não é tão perigosa, de retardar a
paralisação da máquina de maneira que o
processo de produção é interrompido num
ritmo mais lento e controlado.
Aplicação
O sensor de segurança electrónica CSS 180
accionado sem contacto físico foi concebido
para ser utilizado em circuitos eléctricos de
segurança, encontrando sua aplicação na
monitorização dos posicionamentos dos equi-
pamentos de segurança móveis [deslocáveis].
O sensor de segurança monitoriza, neste con-
texto, um dispositivo de segurança fechado
ou de circuito fechado, seja este: giratório, des-
locável lateralmente ou destacável, utilizando-
se um actuador electrónico codificado.
Função, Modo de funcionamento
O sensor de segurança CSS 180 e o seu
actuador CST 180 estão ajustados entre si
de maneira otimizada. Quando o sensor se
aproxima do actuador o sensor provoca um
incremento de oscilação que faz com que o
actuador alcance a freqüência de ressonância
pré-determinada e a seguir retorna fazendo
a leitura da oscilação do actuador. O sensor
avalia sua distância em relação ao actuador
e da codificação deste actuador.
O actuador identificado pelo sensor é interpre-
tado como sendo um dispositivo de segurança
fechado ou lacrado e as saídas de segurança
são accionado activamente.
O sensor de segurança é montado com dois
canais, possui duas saídas de segurança de
comutação positiva, a prova de curto circuito,
apropriados para suportar uma carga até 500
mA cada. Os sensores de segurança CSS 180
com seus contínuos testes de funções, bem
como com a monitorização das saídas de
segurança internos, podem ser comutados em
série. A corrente dos sensores comutados em
série atende da mesma maneira as exigências
da categoria de comando 4, de acordo com
EN 954-1.
CSS 180
• PDF-M / EN 60947-5-3
• EN 954-1 - Categoria de comando 4
• IEC 61508 / Aplicável até alcançar SIL 3
Inovações e Novidades
Vorspann_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:01 Uhr Seite I-9
I- 10
Inovações e Novidades
Novos interruptores de dobradiça
Os novos interruptores de dobradiça TESF
completam a serie TESZ e TES e oferecem
novas possibilidades de aplicação.
O novo design oferece, entre outras, as
seguintes vantagens:
• Angulo de abertura total de 180º
• Também aplicável em montagem interior,
ou seja no espaço entre a porta e ao pilar
fixo de uma protecção
• Opcionalmente com angulo de comutação
ajustável (com ferramenta especial e
protecção contra actuação indevida)
• Disponível com duas saídas de cabo
com diferentes conectores :
- terminais a parafuso
- molas WAGO
- conector de encaixe
- Ligação Asi-SaW sob pedido
• Uma versão para todos os perfis
de aluminio disponíveis
O novo design TESF oferece as seguintes
caracteristicas funcionais e de segurança:
• Monitorização de abertura e
posicionamento numa unidade
• Montagem simplificada comparado
com outro tipo de encravamentos,
especialmente em perfis de aluminio
• Sem medidas adicionais contra
actuação indevida na protecção d
e acordo com a EN 1088
• Contactos 2 NF (abertura forçada) / 2 NA
• De acordo com CE EN 1088 e IEC 60947-1-1
• Prototipo BG testado para GS-ET 15:
em preparação
Mais informação no folheto TES da Elan
• Opcionalmente (sob pedido) podem ser
incluidos noutros equipamentos a electronica
de transmissao, bateria e antena, ou em
combinações com equipamentos para
protecção do homem (ver exemplo do
pedal de 3 fases)
• Um modulo de segurança programável,
incluindo a electronica de recepção e dois
acoplamentos para antenas, com seis saidas
de segurança (ou 2x1 saida para aplicações
de controlo categoria 3 ou 4 de acordo
com EN 954-1), 3 contactos de sinalização
e 4 entradas de segurança (ou 2x1 entrada
para aplicações de categoria 3 ou 4 de
acordo com EN 954-1)
• Duas antenas de recepção (1 para 433 MHz,
1 para 868MHz) para montagem exterior a
uma distância de até 20 metros em relação
ao módulo de segurança e um cabo de ligação
• Um carregador de bateria (não representado)
No que diz respeito à tecnologia de segurança,
o ESALAN wireless cumpre com todos os
requisitos para controlos sem fios de acordo
com IEC 60204-1 e para electronica baseada
em microprocessadores com funções de
segurança de acordo com IEC 61508 ou para
utilização em circuitos de segurança até SIL 3
(= categoria de controlo 4 de acordo com
EN 954-1). O organismo notificador MHHW do
BG-Prufzert já aprovou e concebeu o certificado
CE, sendo que este está em preparação. O
sistema de controlo por radio cumpre todos
os requisitos dos organismos de certificação
Europeus competentes.
Mais informação no catálogo
ESALAN- wireless da Elan
(*) A noção equipamentos de paragem de emergencia
é utilizada para facilitar a compreensão do texto.
Uma formulação mais correcta deveria ser
“equipamentos de comando equipados com
funções que possam ser comparadas a paragens
de emergencia” de acordo com o que estipula o
IEC 60204-1 capitulo 9.2.7 em que controlos sem
fios os comandos de paragem de emergencia
não podem ser marcados ou etiquetados como
equipamentos de paragem de emergencia, nem
mesmo se a função de paragem... possa ser
uma função para parar a máquina em caso de
emergencia. Isto também explica a cor preta
dos nossos equipamentos.
ESALAN-Wireless: Equipamentos de comu-
tação sem fios com função de segurança
Nestes novos equipamentos uma ligação
segura por rádio substitui a tradicional ligação
por fios.
A partir de agora, os sinais provenientes de
equipamentos de paragem de emergencia*
ou de equipamentos de liberação de 3 fases
(homem morto), que são geralmente utilizados
como equipamentos de comando para pro-
tecção do homem em controlos móveis,
podem ser transferidos sem fios de acordo
com a categoria 4 da EN 954-1. Esta ligação
radio segura podem também ser integrada
noutros equipamentos de comutação, por
exemplo pedais de 3 fases.
No que diz respeito à aplicação propriamente
dita, o ESALAN wireless oferece em particular
a vantagem de uma tecnologia sem fios para
industrias com condições criticas de alta
frequencia. Sendo assim foi dada especial
atenção para a disponibilidade da ligação via
radio bem como aos requisitos da tecnologia
de segurança.
Uma da medidas essenciais que garantem
a disponibilidade é a redundancia das
frequencias de radio, ou seja, a ligação radio
é alternativamente utilizada nas frequencias
433MHz e 868MHz, para as quais não é
necessária licença. A detecção de 3 erros
consecutivos no que diz respeito à recepção
dos protocolos de transmissão é outra
caracteristica importante. Para além disso
interferencias mutuas entre varios sistemas
ESALAN wireless são evitadas através da
possibilidade de 4 emparelhamentos diferentes
dos canais e da programação da capacidade
de frequencia.
O sistema ESALAN wireless é um sistema
completo e inclui:
• Um invólucro móvel com electronica de
transmissão integrada, incluindo uma bateria
com um minimo de operação de 50 horas e
uma antena de transmissão, equipado com
um botão de paragem de emergência (*) ou
um botão de liberação de 3 fases e até
4 outros botões de comando
Vorspann_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:01 Uhr Seite I-10
I- 11
Inovações e Novidades
Novo sensor de segurança BNS 260:
compacto e codificado
O Grupo Schmersal disponibiliza uma larga
gama de sensores de segurança. Este
programa foi agora extendido com o
extremamente compacto BNS 260.
Uma outra caracteristica do BNS 260 é o
seu contacto NC codificado, garantindo um
elevado nivel de segurança. Em conjunto com
um módulo de segurança apropriado, atingem-
se os requisitos da categoria de controlo 4
de acordo com EN 954-1 ou SIL nivel 3, de
acordo com IEC 61508. O sistema ainda
cumpre os requisitos da PDF classe M,
de acordo com EN 60204-1
Mais informação no capitulo 1
Nova versão sensor de segurança
BNS 33S
O Sensor de segurança BNS 33S e o seu
actuador BPS 33S têm um invólucro de aço
inox V4A com protecção IP 69K.
Isto torna o sensor adequado para aplicações
pesadas e para lavagens a alta pressão.
O cabo de ligação e a sua ligação estão
aprovadas para aplicações alimentares,
sendo que assim o sensor pode ser utilizado
na indústria alimentar.
Mais informações no capitulo 1
Sensor de segurança CSS 34:
integração óptima, montagem rápida
Este novo sensor de segurança apresenta uma
montagem suave e uma optima integração no
ambiente envolvente. O sensor pode ser
montado com apenas dois parafusos.
O CSS 34 oferece uma flexibilidade adicional
devido À direcção de actuação variável. Os
LED’s integrados estão sempre visiveis,
qualquer que seja a direcção de actuação e
indicam permanentemente o condição de
operação do sensor.
A Schmersal disponibiliza um novo PROFIBUS
Diagnostic Gateway para uma avaliação
simples da informação de diagnóstico
proveniente do sensor CSS 34.
Mais informação no capitulo 1
O encravamento magnético MZM 100
Este encravamento magnético pertence à nova
geração de encravamentos, onde o actuador
é simultaneamente o invólucro do iman,
que é atraido por uma força monitorizada.
O actuador e o encravamento constituem
um sistema fechado.
A força de retenção entre o actuador e o
encravamento é monitorizada pela medição
dos parametros do campo magnético. O
actuador é detectado segundo o principio
CSS. O principio de operação sem contacto
permite um maior desnivel entre os
equipamentos.
Mais informação no capitulo 1
Equipamentos de comando e sinalizadores
luminosos de acordo com as exigências
higiénicas
Neste programa foram incorporadas as
exigências específicas correspondentes às es-
pecificações sanitárias e higiénicas
determinadas para os projectos de máquinas
que se destinam ao processamentos de pro-
dutos alimentícios, entre outras as exigências
das normas EN 1672-1 e EN 1672-2.
Os equipamentos dispõe de uma certificação
de aprovação para atender exigências de
"higiene", e a sua classe de protecção IP67/
IP69K tornando-os apropriados para aplicaçõ-
es externas e naqueles casos em que as
exigências sanitárias são ainda mais rigorosas
Mais informações na folheto "N" da Elan
Cortinas e grades ópticas de segurança
com Função-Muting integrada
Muting: significa que equipamentos de
segurança ópticos auxiliados por outros
sensores estão em condições de fazer a
distinção entre pessoas e materiais.
Materiais de transporte são reconhecidos
como tais por meio destes sensores
sendo-lhes permitido passar (se movimentar)
pela área protegida, uma vez que neste
período as cortinas e grades ópticas de
segurança estão inibidas de acordo com
as respectivas instruções.
Mais informações no capítulo 4
Vorspann_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:02 Uhr Seite I-11
Download now
Dados técnicos, instruções de ligação e montagem,
declarações de conformidade e outros em:
www.products.schmersal.com
Vorspann_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:02 Uhr Seite I-12
Comutação e reconhecimento com segurança
Monitorização de portas de protecção
Interruptores de segurança
com actuador independente 1-2
Encravamento de segurança 1-26
Fim de Curso de segurança 1-58
Interruptores de segurança
para protecções giratórias 1-88
Sensores de segurança,
inclusive de avaliação 1-104
Complementos
ao Programa 1-178
O abrangente e extraordinário leque dos
productos oferecidos pelo "Grupo Schmersal"
para o monitorização das portas de segurança:
giratórias, com tampa e deslocáveis lateral-
mente permite que os dispositivos de segu-
rança possam ser integrados de acordo com
as necessidades que cada aplicação exige.
Inclusive nos casos de exigências especiais,
necessárias em função de: higiene, tamanhos
compactos, forças de fechamento, possibili-
dade de accionamento ou de conexão
(instalação) são disponibilizadas soluções
apropriadas, bem como para áreas ou
dependências em que há circulação de
pessoas.
1- 1
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-1
1- 2
Interruptores de segurança com actuador independente
ST 14
22
4
0
,
5
8
8
8
1
,
5
4
,
3
30 16
• Invólucro termoplástico
• Formato estreito
• Codificação múltipla
• Longa durabilidade
• Isolamento protegido X
• Contactos com alto nível de
segurança com tensões baixas
• com cabo confeccionado
• Actuadores assentes sobre borracha
• Disponível a versão EEX
Certificados
H C D
Dados para encomenda
ST 14 ➀- ➁- ➂- ➃
Nr. Inserir Descrição
➀ 1Ö/1S 1 NA / 1 NF
2Ö 2 NF
➁ Saída de cabo
em baixo
s Saída de cabo
lateral
➂ Comprimento dos cabos
1 m
2m 2 m
5m 5 m
10m 10 m
➃ Gold Contactos em ouro
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Invólucro: termoplástico, reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Actuador: Aço inoxidável
classe 1.4301
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: cabo confeccionado
4x AWG 20, UL 2464,
comprimento 1, 2, 5 e 10 m
Secção: 4 x 0,56 mm
2
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 6 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 6 A / 250 VAC
4 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 8 mm
Temperatura ambiente: – 20 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Observação
Os actuadores não estão incluídos no
fornecimento.
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
2 NF
RD
BK
11
21
12 OG
22 BN
RD
BK
11
23
12 OG
24 BN
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-2
1- 3
Interruptores de segurança com actuador independente
Componentes do sistema
11
8
3
5 3
8
16 15
30
ø 4,2
R
min. 140
R
min. 1000
26
11
3
7
16
7
3
,
5
36
ø 8
ø 4,2
R
min. 55
R
min. 1000
11
1
5
5
3
16
7
,
5 8
ø
4
,
2
R
min. 140
R
min. 1000
Actuador recto ST 14- B1
Actuador flexivel ST 14- B3
Actuador angular ST 14- B5
Dados para encomenda
Actuador recto ST 14- B1
Actuador flexivel ST 14- B3
Actuador angular ST 14- B5
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-3
1- 4
Interruptores de segurança com actuador independente
AZ 17
8
3
0
30
6
0
2
5
2
3 3
1
24
ø
4
,
2
22
• Invólucro termoplástico
• Formato pequeno
• Codificação múltipla
• Codificação individual,
disponível sob consulta
• Longa durabilidade
• Isolamento protegido X
• Incluindo conexões roscadas M 16
• Tampão de fendas incluído no fornecimento
• Contactos com alto nível de
segurança com tensões baixas
• Insensível à contaminação
por sujidade graças ao patenteado sistema
de cilindros
• 8 níveis de actuação
• Conexão por bornes auto-decapantes
ou por conector
Certificados
H
Dados para encomenda
AZ 17- ➀z➁k- ➂- ➃- ➄
Nr. Inserir Descrição
➀ 11 1 NA / 1 NF
02 2 NF
➁ Força de retenção 5 N
r Força de retenção 30 N
➂ Conexão roscada para
cabos M16
2243 Saída de cabo
frontal
2243-1 traseiro - parte de trás
ST Conector M12
➃ 1637 Contactos em ouro
➄ 5m Comprimento dos cabos
5 m
6m 6 m
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Invólucro: termoplástico, reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Actuador: Aço inoxidável
classe 1.4301
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com ponte
de contactos isolada
galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: Conexão por bornes
auto-decapantes
ou por conector
M 12 x 1, de 4 pólos
Secção: 0,75 - 1,0 mm
2
, flexível
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 11 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: 17 N para cada
contacto NF
Temperatura ambiente: – 30 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Força de retenção: 30 N
Observação
• Entrada frontal do cabo,
código para encomenda - 2243
• Entrada posterior do cabo,
código para encomenda - 2243-1
6
5
5 4
,
5
30
¤ 16
BN
BU GY
BK
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
2 NF
Conector
1 NA / 1 NF
2 NF
Entrada frontal do cabo
1 NA / 1 NF
2 NF
Entrada posterior do cabo
1 NA / 1 NF
2 NF
GY 11
BU 21
12 BK
22 BN
GY 13
BU 21
14 BK
22 BN
BN 11
BK 21
12 BU
22 GY
BN 13
BK 21
14 BU
22 GY
1 2 3 4
21
11
22
12
1 2 3 4
21
13
22
14
11
21
12
22
13
21
14
22
Observação
Os actuadores não estão incluídos no
fornecimento.
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-4
1- 5
Interruptores de segurança com actuador independente
Componentes do sistema
22
2
4
23
1
1
2
8
30
7
4
,
3
6
R
min. 50
R
min. 50
30
22
23
12
2
3
6
7
,
5
4
,
3
R
min. 200
R
min. 140
18
30
8
1
3
ø 4,2
23
3
6
3
0
R
min. 200
R
min. 140
30
22
23
3
3
4
,
5
4
,
3
2
R
min. 200
R
min. 140
Actuador recto AZ 17/ 170- B1
Actuador recto AZ 17/ 170- B1- 2245
Actuador angular AZ 17/ 170- B5
Actuador flexivel AZ 17- B6
Dados para encomenda
Actuador recto AZ 17/ 170- B1
Actuador recto assentes
sobre borracha AZ 17/ 170- B1- 2245
Actuador angular AZ 17/ 170- B5
Actuador flexivel AZ 17- B6
Componentes do sistema
30
22
2
5
20
23
16
2
4
8
R
min. 500
R
min. 350
30
22
20
23 2
6
0
,
5
3
7
,
5
3
2
4
,
3
R
min. 750
R
min. 525
Actuador recto e longo AZ 17/ 170- B11
Actuador angular longo AZ 17/ 170- B15
Dados para encomenda
Actuador recto e longo AZ 17/ 170- B11
Actuador angular longo AZ 17/ 170- B15
Componentes do sistema
Conjunto de montagem
Conector M 12 x 1
Conector M 12 x 1 (com cabo)
Parafusos de segurança
Dados para encomenda
Conjunto de montagem MS AZ 17 P
MS AZ 17 R/ P
Conector M 12 x 1 (sem cabo) 1093038
Conector M 12 x 1 (com cabo) 1148412
Parafusos de segurança
unidirecionais M4 x 8 1147463
(Unidade de encomenda 2 peças)
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-5
1- 6
AZ 17- B25
22
54
3
1
4
,
2
4
5 4
,
2
1...3
10,5...12,5
• Actuador tipo manípulo para interruptores
de segurança com actuador independente
AZ 17 ...zrk (com retenção)
• Aplicação ergonômica
• Dispensa acessórios
• Actuador embutido
• Montagem simples
• Disponível para diferentes tipos de portas
• Possibilidade de montar o seu próprio
manípulo utilizando parafusos M8
• Placa de montagem para a fixação
em perfil padrão é opcional
Certificados
Dados para encomenda
AZ 17- B25- ➀- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ L Porta esquerda
R Porta direita ( Em relação
a quem olha para área
de risco)
➁ G0 Actuador sem manípulo
G1 com manípulo estrela
G2 com manípulo "T"
Dados técnicos
Placa de montagem
Manípulo estrela
Manípulo "T"
Dados para encomenda
Placa de montagem MP AZ 17/ 170- B25
Manípulo estrela G1
Manípulo "T" G2
Observação
Os interruptores ou encravamentos de
segurança não fazem parte do fornecimento
e devem ser pedidos em separado.
Atenção em usar um equipamento com
retenção.
Os dados técnicos do interruptor de segurança
AZ 17-...zrk encontram-se no catálogo geral
na página 1-4 ou nosso catálogo online em
www.produkte.schmersal.com
Interruptores de segurança com actuador independente
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-6
1- 7
Interruptores de segurança com actuador independente
AZ 15
3
0
52
28
1
8
8
7
5
40
M16
8
ø
5
,
5
• Longa durabilidade
• Codificação múltipla
• Invólucro termoplástico
• Isolamento protegido X
• 3 entradas de cabo M16 x 1,5
• Amplo espaço para conexões
• Contactos com alto nível de
segurança com tensões baixas
• Insensível à contaminação
por sujidade graças ao patenteado
sistema de cilindros
• Furos longitudinais para regulação,
furos redondos para fixar
Certificados
H
Dados para encomenda
AZ15- zv➀k- ➁- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ Força de rejeição
r Força de retenção 30 N
➁ Entrada do condutor M16
ST Conector M 12 x 1
➂ 2254 Força de retenção 5 N
1762 Montagem frontal
1637 Contactos em ouro
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Actuador: Aço inoxidável
classe 1.4301
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: 1 NF
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 3 x M16 x 1,5
U
imp
: 6 kV
U
i
: 500 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
4 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 8 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: 10 N para cada
contacto NF
Temperatura ambiente: – 30 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Força de retenção: 30 N
Observação
Os actuadores não estão incluídos no
fornecimento.
Variantes de contacto
1 NF
Conector
1 NF
1 2 3 4
11 12
11 12
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-7
1- 8
Interruptores de segurança com actuador independente
AZ 16
3
0
52
28
1
8
8
9
0
40
8
ø
5
,
5
M16
• Invólucro termoplástico
• Codificação múltipla
• Codificação individual,
disponível sob consulta
• Longa durabilidade
• Isolamento protegido X
• 3 entradas de cabo M16 x 1,5
• Amplo espaço para conexões
• Contactos com alto nível de
segurança com tensões baixas
• Insensível à contaminação
por sujidade graças ao patenteado
sistema de cilindros
• Pode ser fornecido com LED
• Furos longitudinais para regulação,
furos redondos para fixar
• „AS-Interface Safety at Work“ pode
ser fornecida, ver capítulo 5
Certificados
H
Dados para encomenda
AZ16- ➀zv➁k- ➂- ➃- ➄
Nr. Inserir Descrição
➀ 1 NA / 1 NF
02 2 NF
03 3 NF
12 1 NA / 2 NF
➁ Força de rejeição
r Força de retenção 30 N
➂ G24 Com LED
➃ Entrada do condutor M16
M20 Entrada do condutor M20
ST Conector M12x1 em baixo
STL Conector M12x1 esquerda
STR Conector M12x1 direita
➄ 2254 Força de retenção 5 N
1762 Montagem frontal
1637 Contactos em ouro
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Invólucro: termoplástico, reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Actuador: Aço inoxidável
classe 1.4301
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF ou 3 NF, pontes
de contacto separadas
galvanicamente entre si
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 3 x M16 x 1,5
U
imp
: 6 kV
U
i
: 500 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
4 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 8 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: 10 N para cada
contacto NF
Temperatura ambiente: – 30 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Velocidade de actuação: 2 m/s
Força de retenção: 30 N
Observação
Versão com LED
Código para encomenda G24, somente quando
se trata de versão de 1 contacto NA e outro
contacto NF. Protegido contra inversão de
polaridade e contra picos de tensão.
13
14
15
24 VDC
L-
L+
YE GN
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
2 NF
3 NF
1 NA / 2 NF
com codificação individual
Conector
1 NA / 1 NF
2 NF
1 2 3 4
21
11
22
12
1 2 3 4
21
13
22
14
11
21
33
12
22
34
13
21
31
14
22
32
11
21
31
12
22
32
11
21
12
22
13
21
14
22
Observação
Os actuadores não estão incluídos no
fornecimento.
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-8
1- 9
Interruptores de segurança com actuador independente
Componentes do sistema
2
8
,
5
40
56
R
min. 150
R
min. 150
2
5
40
58
R
min. 150
R
min. 150
2
8
,
5
40
56
R
min. 150
R
min. 150
27
ø 5,5
16
5
56
40
2
8
,
3
R
min. 150
R
min. 150
Actuador recto AZ 15/ 16- B1
Actuador recto AZ 15/ 16- B1- 1747
Actuador recto AZ 15/ 16- B1- 2024
Actuador recto AZ 15/ 16- B1- 2053
Dados para encomenda
Actuador recto AZ 15/ 16- B1
com ímã de retenção AZ 15/ 16- B1- 1747
com cobertura / fecho
de fendas AZ 15/ 16- B1- 2024
com retenção por esferas AZ 15/ 16- B1- 2053
Componentes do sistema
4
1
40
56
R
min. 45
56
27
40
1
0
1
6
1
1
2
7
,
3
5 7
ø 5,5
a
a
R
min. 45
8
1
4
3
7
,
3
40
ø 11
ø 4,2
R
min. 150
R
min. 150
1
6
40
56
R
min. 150
R
min. 150
Actuador recto AZ 15/ 16- B1- 2177
Actuador recto AZ 15/ 16- B1- 2245
Actuador flexivel AZ 15/ 16- B2
Actuador flexivel AZ 15/ 16- B2- 1747
Dados para encomenda
Actuador recto com
dispositivo centralizador AZ 15/ 16- B1- 2177
Actuador recto assentes
sobre borracha AZ 15/ 16- B1- 2245
Actuador flexivel AZ 15/ 16- B2
com ímã de retenção AZ 15/ 16- B2- 1747
Componentes do sistema
1
7
8
157
1
1
6
50 12
52
2
2
1
3
8
102
4
0
,
5
2
3
7
5
6
,
5
6,5
96
5
5
56
40
2
7
,
3
27
7
1
1
ø 5,5
1
6
R
min. 38
R
min. 25
4
1
40
56
R
min. 32
R
min. 32
56
40
27
16
1
1
2
9
,
3
5
ø 5,5
1
0
1
6
b b
Actuador flexivel AZ 15/ 16- B3
Actuador flexivel AZ 15/ 16- B3- 1747
Actuador flexivel AZ 15/ 16- B6
Actuador AZ 16- STS30
Dados para encomenda
Actuador flexivel AZ 15/ 16- B3
com ímã de retenção AZ 15/ 16- B3- 1747
Actuador flexivel AZ 15/ 16- B6
Actuador com ou sem
trinco anti pânico AZ 16- STS30
Uma descrição detalhada do
produto encontra-se em nosso
catálogo geral da página 1-11.
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-9
1- 10
Interruptores de segurança com actuador independente
Componentes do sistema
Conjunto de montagem
Bloqueador SZ 16/ 335
Tampão da fenda AZ 15/ 16- 1476
Retenção por esferas 2053- 2
Dados para encomenda
Conjunto de montagem MS AZ 15/ 16 P
MS AZ 15/ 16 R/ P
Bloqueador SZ 16/ 335
Tampão da fenda AZ 15/ 16- 1476
Retenção por esferas - 2053- 2
Componentes do sistema
Montagem frontal - 1762
Conector M 12 x 1
Conector M 12 x 1 (com cabo)
Parafusos de segurança
Dados para encomenda
Montagem frontal com
porcas quadradas M5 - 1762
Conector M 12 x 1 (sem cabo) 1093038
Conector M 12 x 1 (com cabo) 1148412
Parafusos de segurança unidirecionais
M5 x 12 1135338
M5 x 16 1135339
M5 x 20 1135340
(Unidade de encomenda 2 peças)
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-10
1- 11
Interruptores de segurança com actuador independente
AZ 16- STS30- …
1
7
8
157
1
1
6
50
52
2
2
1
3
8
102
4
0
,
5
2
3
7
5
6
,
5
6,5
96
5
5
12
-3
1
7
8
157
1
1
6
50 12
-3
52
2
2
1
3
8
102
4
0
,
5
2
3
7
5
6
,
5
6,5
96
5
5
88 max. 100 77 55 111 max. 100
AZ 16 STS30- 02/ - 04/ - 05/ - 07
AZ 16 STS30- 01/ - 03/ - 06/ - 08
Dados para encomenda
Incluído no fornecimento:
• Placa de montagem para interruptor
• Actuador com placa de montagem
• Manípulo de emergência (para versões -05
e -06, incluíndo placa de montagem)
Os esquemas são sempre apresentados de
frente para os equipamentos, na direcção da
área de risco.
Exemplo de encomenda
Para encomendar primeiro escolher o
interruptor desejado e depois o sistema
de manípulo de porta:
por exemplo AZ 16-02zvrk-ST e
AZ 16-STS30-01
Versões do sistema
AZ 16- STS30- 01
AZ 16- STS30- 02
AZ 16- STS30- 03
AZ 16- STS30- 04
AZ 16- STS30- 05
AZ 16- STS30- 06
AZ 16- STS30- 07
AZ 16- STS30- 08
AZ
AZ
AZ
AZ
AZ
AZ
AZ
AZ
Dados para encomenda
Montagem interna
com trinco anti- pânico
porta direita AZ 16-STS30-01
porta esquerda AZ 16-STS30-02
sem trinco anti- pânico
porta direita AZ 16-STS30-03
porta esquerda AZ 16-STS30-04
Montagem externa
com trinco anti- pânico
porta direita AZ 16-STS30-05
porta esquerda AZ 16-STS30-06
sem trinco anti- pânico
porta direita AZ 16-STS30-07
porta esquerda AZ 16-STS30-08
Componentes do sistema
50
5
116
25
M
5
5
0
3
4
6
5
16
78,5
20
18
48,5
6
,
5
97
51,5
1
0 15
6
6
97
51,5
1
0
1
5
4
6
,
5
Bloqueador SZ 415- 1/ - 2
Bloqueador SZ 415- 1/ - 2 - 2177
Dispositivo centralizador TF.
Placa de montagem MP TG- 01
Dados para encomenda
Bloqueador
para …STS30-01/-03/-06/-08 SZ 415- 1
para …STS30-02/-04/-05/-07 SZ 415- 2
Bloqueador com 5 furos circulares
para …STS30-01/-03/-06/-08 SZ 415- 1- 2177
para …STS30-02/-04/-05/-07 SZ 415- 2- 2177
Dispositivo centralizador apenas para
AZ 16- STS30... e AZM 161- STS30...
Montagem externa TFA- 020
Montagem interna TFI- 020
(Para informação do produto ver pagina 1-53)
Placa de montagem MP TG- 01
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-11
1- 12
Interruptores de segurança com actuador independente
AZ 335
40,5
38
36
1
1
4
3
5
1
6
6
0
30
M20
ø
5
,
3
• Invólucro de metal
• Até 3 contactos
• Codificação múltipla
• Longa durabilidade
• Contactos com alto nível de
segurança com tensões baixas
• Dimensões para atravancamento
de acordo com EN 50041
• Cabeça do actuador, pode
ser deslocado 4 x 90º
• Pode ser montado em superfície plana
• Furos longitudinais para regulação,
furos redondos para fixar
• Pode ser fornecido com LED
Os actuadores não estão incluídos no
fornecimento.
Certificados
H
Dados para encomenda
AZ 335- ➀- z➁k- ➂- ➃- ➄
Nr. Inserir Descrição
➀ 11 1 NA / 1 NF
02 2 NF
03 3 NF
12 1 NA / 2 NF
➁ Força de retenção 5 N
r Força de retenção 30 N
ü Com contactos
sobrepostos
➂ G24 Com LED
➃ Entrada do condutor M20
NPT Entrada do condutor
NPT 1/2“
ST Conector M 12 x 1
➄ 1637 Contactos em ouro
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Invólucro: metal leve fundido sob
pressão, pintado
Actuador: Aço inoxidável
classe 1.4301
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF ou 3 NF, pontes
de contacto separadas
galvanicamente entre si
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 1,5 mm
2
,
min. 0,75 mm
2
(inclusive bucha aderente)
Entrada de cabo: 1 x M20 x 1,5
U
imp
: 2 contactos: 6 kV
3 contactos: 4 kV
Conector: 0,8 kV
U
i
: 2 contactos: 500 V
3 contactos: 250 V
Conector: 50 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15; DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
4 A / 24 VDC
Conector: 4 A / 50 V
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 10,7 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: 5 N para cada
contato NF
Temperatura ambiente: – 30 °C … + 90 °C
Resistência mecânica: 10 milhões de
comutações
Força de retenção: 30 N
Observação
Versão com LED
Código para encomenda G24, somente quando
se trata de versão de 1 contacto NA e outro
contacto NF. Protegido contra inversão de
polaridade e contra picos de tensão.
Atenção! A utilização dos sistema de
conectores, de acordo com a EN 60204-1,
só é possível no circuito PELV.
13
14
3 2
1
24 VDC
L-
L+
GN YE
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
2 NF
1 NA / 2 NF
3 NF
Conector
1 NA / 1 NF
2 NF
1 2 3 4
21
11
22
12
1 2 3 4
21
13
22
14
11
21
31
12
22
32
13
21
31
14
22
32
11
21
12
22
13
21
14
22
Observação
Girando o anteparo por 4 x 90º é possível
utilizar-se 8 níveis de aproximação. Neste
caso é necessário utilizar uma chave de
fenda Torx T10.
A cabeça de accionamento não pode ser
removida, mesmo quando o parafuso for
desapertado. Desta forma o interruptor não
pode ser manipulado.
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-12
1- 13
Interruptores de segurança com actuador independente
AZ 355
38
36
40-46
55,7
66,7
M 20
17
1
1
4
6
6
,
5
2
3
7
,
3
5
,
3
3
5
30 30,5
• Invólucro de metal
• até 3 contactos
• Codificação múltipla
• Longa durabilidade
• Contactos com alto nível de
segurança com tensões baixas
• Dimensões para atravancamento
de acordo com EN 50041
• 3 entradas de cabo
• Cabeça do actuador, pode
ser deslocado 4 x 90º
• Pode ser montado em superfície plana
• Furos ovais longitudinais e transversais
• Pode ser fornecido com LED
Os actuadores não estão incluídos no
fornecimento.
Certificados
H
Dados para encomenda
AZ 355- ➀- z➁k- ➂- ➃- ➄
Nr. Inserir Descrição
➀ 11 1 NA / 1 NF
02 2 NF
03 3 NF
12 1 NA / 2 NF
➁ Força de retenção 5 N
r Força de retenção 30 N
ü Com contactos
sobrepostos
➂ G24 Com LED
➃ Entrada do condutor M20
NPT Entrada do condutor
NPT 1/2“
ST Conector M 12 x 1
➄ 1637 Contactos em ouro
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Invólucro: metal leve fundido sob
pressão, pintado
Actuador: Aço inoxidável
classe 1.4301
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF ou 3 NF, pontes
de contacto separadas
galvanicamente entre si
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 1,5 mm
2
,
min. 0,75 mm
2
(inclusive bucha aderente)
Entrada de cabo: 3 x M20 x 1,5
U
imp
: 2 contactos: 6 kV
3 contactos: 4 kV
Conector: 0,8 kV
U
i
: 2 contactos: 500 V
3 contactos: 250 V
Conector: 50 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15; DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
4 A / 24 VDC
Conector: 4 A / 50 V
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 10,7 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: 5 N para cada
contato NF
Temperatura ambiente: – 30 °C … + 90 °C
Resistência mecânica: 10 milhões de
comutações
Força de retenção: 30 N
Observação
Versão com LED
Código para encomenda G24, somente quando
se trata de versão de 1 contacto NA e outro
contacto NF. Protegido contra inversão de
polaridade e contra picos de tensão.
Atenção! A utilização dos sistema de
conectores, de acordo com a EN 60204-1,
só é possível no circuito PELV.
13
14
3 2
1
24 VDC
L-
L+
GN YE
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
2 NF
1 NA / 2 NF
3 NF
Conector
1 NA / 1 NF
2 NF
1 2 3 4
21
11
22
12
1 2 3 4
21
13
22
14
11
21
31
12
22
32
13
21
31
14
22
32
11
21
12
22
13
21
14
22
Observação
Girando o anteparo por 4 x 90º é possível
utilizar-se 8 níveis de aproximação. Neste
caso é necessário utilizar uma chave de
fenda Torx T10.
A cabeça de accionamento não pode ser
removida, mesmo quando o parafuso for
desapertado. Desta forma o interruptor não
pode ser manipulado.
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-13
1- 14
Interruptores de segurança com actuador independente
Componentes do sistema
22,1
60
50
7
3
0
,
3
6
1
,
1
2,5
R
min. 100
R
min. 100
2,5
11
17,2
32
44
5
,
2
5
,
2
4
6
,
2
22,1
R
min. 700
R
min. 900
83,5
9,8 20
1
8
2
,
5
8
ø 4,2
R
min. 700
R
min. 900
83,5
22,9 20 9,8
1
8
2
9
,
5
ø 5,2
2
,
5
R
min. 700
R
min. 900
Actuador recto AZ 335/ 355- B1
Actuador recto AZ 335/ 355- B1- 2245
Actuador angular AZ 335/ 355- B5
Actuador angular AZ 335/ 355- B5- Flex
Dados para encomenda
Actuador recto AZ 335/ 355- B1
Actuador recto assentes
sobre borracha AZ 335/ 355- B1- 2245
Actuador angular AZ 335/ 355- B5
Actuador angular AZ 335/ 355- B5- Flex
Componentes do sistema
105
117
45
M 6
2
2
,
1
7
4
1
5
7
9
0
157
60
50
11°
11°
22,1
5
8
,
9
2
6
,
1 7
R
min. 100
1
1
,
2
1
9
¤
5
,
5
4
4
3
,
4
50
22,1
40,5
11°
R
min. 100
R
min. 100
Actuador flexivel AZ 335/ 355- B6
Actuador flexivel AZ 335/ 355- B6- Flex
Actuador AZ 335/ 355- B30
Dados para encomenda
Actuador flexivel AZ 335/ 355- B6
Actuador flexivel AZ 335/ 355- B6- Flex
Actuador com ou sem
trinco anti pânico AZ 335/ 355- B30
Componentes do sistema
Tampão da fenda AZ 335/ 355- 1990
Bloqueador SZ 16/ 335
Dados para encomenda
Tampão da fenda AZ 335/ 355- 1990
Bloqueador SZ 16/ 335
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-14
1- 15
Interruptores de segurança com actuador independente
AZ 3350- STS30- …
1
1
6
2
2
1
7
8
157
6
8
,
5
50
46
2
2
4
1
8
4
2
3
12
-3
55
108
6,5
5
20
6
,
5
5
1
1
6
2
2
1
7
8
157
6
8
,
5
50
46
2
2
4
1
8
4
2
3
12
-3
55
108
6,5 5
20
6
,
5
5
95 max. 100 77 55 118 max. 100
AZ 3350 STS30- 02/ - 04/ - 05/ - 07
AZ 3350 STS30- 01/ - 03/ - 06/ - 08
Dados para encomenda
Incluído no fornecimento:
• Placa de montagem para interruptor
• Actuador com placa de montagem
• Manípulo de emergência (para versões -05
e -06, incluíndo placa de montagem)
Os esquemas são sempre apresentados de
frente para os equipamentos, na direcção da
área de risco.
Exemplo de encomenda
Para encomendar primeiro escolher o
interruptor desejado e depois o sistema
de manípulo de porta:
por exemplo AZ 3350-12-zük-U90 e
AZ 3350-STS30-02
Versões do sistema
AZ 3350- STS30- 01
AZ 3350- STS30- 02
AZ 3350- STS30- 03
AZ 3350- STS30- 04
AZ 3350- STS30- 05
AZ 3350- STS30- 06
AZ 3350- STS30- 07
AZ 3350- STS30- 08
AZ
AZ
AZ
AZ
AZ
AZ
AZ
AZ
Dados para encomenda
Montagem interna
com trinco anti- pânico
porta direita AZ 3350-STS30-01
porta esquerda AZ 3350-STS30-02
sem trinco anti- pânico
porta direita AZ 3350-STS30-03
porta esquerda AZ 3350-STS30-04
Montagem externa
com trinco anti- pânico
porta direita AZ 3350-STS30-05
porta esquerda AZ 3350-STS30-06
sem trinco anti- pânico
porta direita AZ 3350-STS30-07
porta esquerda AZ 3350-STS30-08
Componentes do sistema
50
5
116
25
M
5
5
0
3
4
6
5
16
78,5
20
18
48,5
6
,
5
97
51,5
1
0 15
6
6
97
51,5
1
0
1
5
4
6
,
5
Bloqueador SZ 415- 1/ - 2
Bloqueador SZ 415- 1/ - 2 - 2177
Dispositivo centralizador TF.
Placa de montagem MP TG- 01
Dados para encomenda
Bloqueador
para …STS30-01/-03/-06/-08 SZ 415- 1
para …STS30-02/-04/-05/-07 SZ 415- 2
Bloqueador com 5 furos circulares
para …STS30-01/-03/-06/-08 SZ 415- 1- 2177
para …STS30-02/-04/-05/-07 SZ 415- 2- 2177
Dispositivo centralizador:
Montagem externa TFA- 010
Montagem interna TFI- 010
(Para informação do produto ver pagina 1-53)
Placa de montagem MP TG- 01
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-15
1- 16
Interruptores de segurança com actuador independente
AZ 200
40
2
2
0
1
5
5
,
5
5
6
,
5
3
2
,
5
3
7
,
7
7
,
5
M20x1,5
3,3
GN
RD
YL
20 1 ±
• Invólucro plástico
• A tecnologia do sensor permite um ajuste
+/– 5 mm entre actuador e interruptor
• Até PL e de acordo com EN ISO 13849-1
• Categoria de segurança 4 de acordo com
a norma EN 954-1 como sensor de porta
(dispensa um segundo sensor)
• Apropriado para aplicação em SIL 3
de acordo com IEC 61508
• Diagnostico inteligente
• Desing ergonômico e moderno
• Montagem simples
• Ajuste fino através de furos oblongos
• Ligação em série (até 31 componentes),
sem perca de categoria de segurança,
de acordo com EN 954-1
• 3 LED' s para sinalizar os estados
operacionais (ver tabela)
• 1 ou 3 saídas de diagnóstico
• Força de retenção 30 N
• Dispõe de interface para ASi-SaW
Certificados
F
Dados para encomenda
AZ 200➀- T- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ SK Bornes roscados
CC Fixação por molas
ST1 Conector M23 x 1,
(8+1) pólos
ST2 Conector M12 x 1,
8 pólos
➁ Saídas:
(1º digito = número de
saídas de diagnóstico,
2º digito = número de
saídas de segurança)
1P2P 1 saída de diagnóstico
e 2 saídas de segurança,
todas tipo PNP
Dados técnicos
Isolação do equipamento: internamente à
prova de curto-circuito
Terminais a parafuso
ou encaixe: ≤ 4 A se usado de
acordo com UL 508;
Conector M12: ≤ 2 A;
Conector M23: ≤ 4 A
Imunidade a interferência: acordo com
EN 61000-6-2
Entradas de segurança X1 e X2: apenas
para -1P2P e –SD2P
U
e3/Low
: – 3V … 5V
U
e3/High
: 15V … 30V
I
e3
: > 2 mA para 24 V
Saídas de segurança Y1 e Y2: resistente
a curto-circuito, tipo PNP
U
e1
: 0 V até 4 V para Ue
I
e1
: max. 0,25A para cada saída
Categoria de aplicação: DC-13
Corrente residual I
r
: ≤ 0,5 mA
Saída para diagnóstico OUT/ OUT2/ OUT3:
a prova de curto circuito,
comutação-pnp
U
e2
: 0 V até 4 V para Ue
I
e2
: -1P2P: max. 0,05 A
-3P2P: max. 0,1 A
(I
OUT
+ I
OUT2
+ I
OUT3
≤ I
e2
)
Categoria de aplicação: DC-13
Capacitância para –SD2P: max. 50 nF
Classificação:
Em acordo com IEC/EN 60947-5-3: PDF-M
Em acordo com EN ISO 13849-1: até PL e
Em acordo com EN 954-1: até categoria 4
Em acordo com IEC/EN 61508: até SIL 3
PFH: 4,0 x 10
-9
/ h
Vida útil: 20 anos
Dados técnicos
Observação Observação
O interruptor/encravamento e o actuador têm
de ser pedidos em separado
Uma descrição detalhada sobre estes
produtos encontra-se no folheto “Sensores e
Encravamentos Electrónicos de Segurança”
Nr. Inserir Descrição
3P2P 3 saídas de diagnóstico
e saídas de segurança,
todas tipo PNP
SD2P saída diagnóstico série
e 2 saídas de segurança,
tipo PNP
Normas: EN 60947-5-3, EN ISO 13849-1,
EN 954-1, IEC 61508
Invólucro: termoplástico reforçado com fibra
de vidro, auto-extinção de fogo
Durabilidade mecânica: ≥ 1 milhão de
comutações
Força de retenção: 30 N
Tipo de protecção: IP 67
Classe de protecção de isolamento: II, X
Categoria de sobre-tensão: III
Grau de contaminação por sujidade: 3
Tipo de conexão: terminais a parafuso,
de encaixe ou
conector M12 ou M23
Secção: min. 0,25 mm
2
max. 1,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de condutor: M20 x 1,5
Ligação em série: máx. 31 equipamentos
(não aplicável a -3P2P)
Comprimento dos cabos: máx. 200m
(Comprimento e secção do
cabo dependem da tensão
e correntes aplicados)
Intervalos de actuação EN 60947- 5- 3:
S
n
: 6,5 mm
S
ao
: 4,0 mm
S
ar
: 30 mm
Hysterese: max. 1,5 mm
Precisão de reposicionamento: < 0,5 mm
Ambiente:
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Temp. armazenar/transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Humidade relativa: 30% … 95%,
sem condensação
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz,
amplitude 1 mm
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Frequência de comutação f: 1 Hz
Tempo de resposta: < 60 ms
Tempo de risco: < 120 ms
Tempo de prontidão: < 4 s
Velocidade de actuação: ≤ 0,2 m/s
Dados elétricos:
U
e
: 24 VDC –15%/+10%
(estabilizado PELV)
I
e
: 0,7 A
I
0
: max. 0,1 A
U
imp
: 800 V
U
i
: 32 VDC
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-16
1- 17
Interruptores de segurança com actuador independente
Observação Módulo de segurança
Os módulos de segurança adequados para
estas aplicações encomtram-se no folheto
“Sensores e Encravamentos Electrónicos de
Segurança”
A categoria de controlo 4 atingível, de acordo
com a EN 954-1 e PL e de acordo com
EN ISO 13849-1 depende do módulo de
segurança e da estrutura do circuito.
Informação detalhada sobre a utilização do diagnóstico série pode ser encontrada nas
instruções de montagem do PROFIBUS-Gateway SD-I-DP-V0-2 e nas instruções para
a integração do PROFIBUS-Gateway.
Uma descrição detalhada do PROFIBUS-Gateway SD-I-DP-V0-2 pode ser encontrada
na pagina 1-134 deste catálogo.
Esquema de ligação
8
7
6
5
2
3
4
1
9
7
6
5
2
3
4
1 8
Observação
Funções dos LED
Verde tensão ligada
Amarelo condição de operação
Vermelho erro (ver códigos)
A tabela de diagnóstico para o AZ 200 pode
ser encontrada no apêndice, página A-16.
AZ 200.-.-SD2P
Y1 Y2 OUT GND
24V 24V X1 X2 IN
AZ 200.-.-3P2P
Y1 Y2 OUT GND
24V 24V OUT2 OUT3 IN
AZ 200.-.-1P2P
Y1 Y2 OUT GND
24V 24V X1 X2 IN
Esquema de ligação para o cabo integrado ou conector
Configuração Ligação do interruptor Ligação do interruptor Ligação do interruptor
dos pinos de segurança ...-1P2P de segurança ...-SD2P de segurança...-3P2P
Pin 1 24V Ue 24V Ue 24V Ue
Pin 2 X1 Entrada de segurança 1 X1 Entrada de segurança 1 OUT2 Saída de sinalização 2
Pin 3 GND Terra GND Terra GND Terra
Pin 4 Y1 Saída de segurança 1 Y1 Saída de segurança 1 Y1 Saída de segurança 1
Pin 5 OUT Saída de sinalização OUT Saída SD OUT Saída de sinalização 1
Pin 6 X2 Entrada de segurança 2 X2 Entrada de segurança 2 OUT3 Saída de sinalização 3
Pin 7 Y2 Saída de segurança 2 Y2 Saída de segurança 2 Y2 Saída de segurança 2
Pin 8 IN (não ligar) IN Entrada SD IN (não ligar)
Pin 9 livre livre livre
Indice -SK
-CC
Conector integrado
M23, (8+1) pinos M12, 9 pinos
(indice –ST1) (indice -ST2)
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-17
1- 18
Interruptores de segurança com actuador independente
AZ/ AZM 200- B1- …
1
1
5
1
1
5
9
2
40
41
7
,
5
1
5
6
2
2
1
5
5
-3
45
2
0
1
5
1
0
1
1
5
3
9
45
44
40
• Adequado para portas de correr
• Actuadores com retorno por mola
• Tolerâncias até um máximo de 5mm
• Com ou sem manípulo de emergência (P0)
Dados para encomenda
AZ/ AZM 200- B1- ➀T➁
Nr. Inserir Descrição
➀ L Actuação pela esquerda
R Actuação pela direita
➁ Sem saída de emergência
P0 Com saída de emergência
Dados técnicos
Material:
Invólucro-B1: Termoplástico
Actuador: zinco anodizado
Durabilidade mecânica: ≥ 1 milhão de
comutações
F
max
: 2000 N
Componentes do sistema
8
9
3
5
281 - 331
136
5
1
45 160
6,3
2
7
9
-
8
5
2
0
1
1
5
3
9
44
40
5
,
5
19
14
1
0
45
1
,
5
1
5
Actuador B1 com P0
Bloqueador SZ 200
Dados para encomenda
Actuador B1 com manípulo
de emergência P0 AZ/ AZM 200- B1- ..- P0
Bloqueador SZ 200
Observação
O interruptor/encravamento e o actuador têm
de ser pedidos em separado
Certificados
F
(Certificados apneas em combinação
com os interruptores AZ/AZM 200)
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-18
1- 19
Interruptores de segurança com actuador independente
Componentes do sistema
8
9
3
5
281 - 331
136
5
1
45 160
6,3
2
7
9
-
8
5
75
7
5
ø
8
8
ø
1
8
ø
8
0
6
6
95
23
18
14
2
9
5
81
1
1
5
115
8
7
,
5
60
19
1
2
,
5
3
7
8
x
8
5
9
M6
ø18
16
10 3,5
R2
R5
30
37
ø
2
1
,
2
ø
2
5
5
3
,
9
Botão rotativo
Saída de emergência em metal
Manípulo encastrado
Bloqueador SZ 200
Dados para encomenda
Actuador B30 com
com botão rotativo AZ/ AZM 200-B30-..-G2
com saída de emergência
em metal AZ/ AZM 200-B30-..-P20
com manípulo
encastrado AZ/ AZM 200-B30-..-P25
Bloqueador SZ 200
AZ/ AZM 200- B30- …
115
1
1
5
8
8
1
3
,
5
7
8
3
7
2
2
0
6
,
5
1
5
5
,
5
46 81
40,5
5 6
,
5
3
2
,
5
7
,
5
40
5
3
9-3
9
4
6
8
5
0
2
5
57,5 97,5
m
a
x
.
1
7
0
• Adequado para portas de correr
• Destravamento de emergência apenas com
uma das mãos, mesmo desenergisado
• Simples e de operação intuitiva
• Sem risco de lesão por actuador
sobressaído
• Dispensa acessórios
• Actuador não sobressaído na zona
de abertura
• Varios manípulos disponíveis
• Com ou sem manípulo de emergência
Dados para encomenda
Dados técnicos
Material:
Actuador B30: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
autoextinguível, furos
com anilha metálica
Saída de emergencia P1: termoplástico
reforçado com fibra de
vidro, autoextinguível, furos
com anilha metálica
Manípulo G1 e G2: aluminio revestido
a plástico
Saída de emergencia
P1, P20, P25: aluminio revestido
a plástico
Actuador: zinco anodizado
Durabilidade mecânica: ≥ 1 milhão de
comutações
F
max
: 2000 N
AZ/ AZM 200- B30- ➀TA➁➂
Nr. Inserir Descrição
➀ L Dobradiça
do lado esquerdo
R do lado direito
➁ G1 Com manipulo
G2 Com botão rotativo
➂ P1 Com saída de emergência
P20 Com saída de emergência
em metal
P25 Com saída de emergência
com manípulo encastrado
Observação
O interruptor/encravamento e o actuador têm
de ser pedidos em separado
Certificados
F
(Certificados apneas em combinação
com os interruptores AZ/AZM 200)
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-19
1- 20
Interruptores de segurança com actuador independente
AZ 415
22,3 8 20
M20 x 1,5
8,8
2
8
A
8
8
7
,
8
7
,
8
84,6 46,5
1
0
3
,
6
2
6
,
8
29,5
¤
1
1
¤
6
,
5
A: Parafuso de regulação da retenção da
esfera 30 - 500 N
• Invólucro de metal
• 2 actuadores em um invólucro com
princípios de accionamento distintos
• Longa durabilidade
• Contactos com alto nível de
segurança com tensões baixas
• 2 entradas de cabo M20 x 1,5
• Retenção por esferas regulável até 400 N
• Actuador sobre molas
Certificados
H
Dados para encomenda
AZ 415- ➀zpk- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ 02/11 2NF / 1NA 1NF
02/02 2NF / 2NF
02/20 2NF / 2NA
11/11 1NA 1NF / 1NA 1NF
➁ 1637 Contactos em ouro
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Invólucro: metal leve fundido sob
pressão, pintado
Actuador: Latão zincado/Alumínio
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com ponte
de contactos isolada
galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 1,5 mm
2
,
min. 0,75 mm
2
(inclusive bucha aderente)
Entrada de cabo: 2 x M20 x 1,5
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 6 A
Categoria de aplicação: AC-15
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 3,8 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: min. 31 N
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Força de retenção: 80 - 400 N (regulável)
Observação
Os actuadores não estão incluídos no
fornecimento.
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
1 NA / 1 NF
2 NF
1 NA / 1 NF
2 NA
2 NF
2 NF
2 NF
11
21
11
21
12
22
12
22
S2
S1
13
23
11
21
14
24
12
22
S2
S1
21
13
11
21
22
14
12
22
S2
S1
21
13
21
13
22
14
22
14
S2
S1
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-20
1- 21
Interruptores de segurança com actuador independente
AZ 415- 33
29,5 88 M20 x 1,5
M20 x 1,5
46,5
8,6
¤
6
,
5
¤
1
1
130
114
A
1
0
0
2
4
,
7
8
4
2
8
A: Parafuso de regulação da retenção da
esfera 30 - 500 N
• Invólucro de metal
• 3 interruptores em um invólucro com
princípios de accionamento distintos
• Longa durabilidade
• Contactos com alto nível de
segurança com tensões baixas
• 2 entradas de cabo M20 x 1,5
• Retenção por esferas regulável até 400 N
• Actuador sobre molas
Certificados
H
Dados para encomenda
AZ 415- 33zpk- ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 1637 Contactos em ouro
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Invólucro: metal leve fundido sob
pressão, pintado
Actuador: Latão zincado/Alumínio
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor,
com pontes de contacto
separadas galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 2 x M20 x 1,5
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 6 A
Categoria de aplicação: AC-15
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 5,5 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: min. 15 N
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Força de retenção: 80 - 400 N (regulável)
Observação
Os actuadores não estão incluídos no
fornecimento.
Variantes de contacto
3 NA
3 NF
23
21
11
13
31
33
24
22
12
14
32
34
S2
S1
S3
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-21
1- 22
Interruptores de segurança com actuador independente
AZ 415-33 para portas duplas
8,6 56 M20 x 1,5 M20 x 1,5
24,5
124 29,5
46,5
1
2
5
¤
1
1
¤
6
,
5
1
0
8
4
4
,
8
141
A
A: Parafuso de regulação da retenção da
esfera 30 - 500 N
• Invólucro de metal
• 3 interruptores em um invólucro com
princípios de accionamento distintos
• Para portas duplas
• Longa durabilidade
• Contactos com alto nível de
segurança com tensões baixas
• 2 entradas de cabo M20 x 1,5
• A força de retenção da esfera é ajustável
individualmente para cada porta, até 400 N
• Actuador sobre molas
Certificados
Dados para encomenda
AZ 415- 33zpdk- ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 1637 Contactos em ouro
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Invólucro: metal leve fundido sob
pressão, pintado
Actuador: Latão zincado/Alumínio
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor,
com pontes de contacto
separadas galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 2 x M20 x 1,5
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 6 A
Categoria de aplicação: AC-15
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 5,5 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: min. 15 N
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Força de retenção: 80 - 400 N (regulável)
Observação
Os actuadores não estão incluídos no
fornecimento
Variantes de contacto
3 NA
3 NF
S2
S3
S1
21
23
31
33
22
24
32
34
13 11
14 12
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-22
1- 23
Interruptores de segurança com actuador independente
Componentes do sistema
1
7
8
1
1
6
6
,
5
52
12
-3
102
50 6,5
157
2
3
20 20
2
2
5
5
1
7
,
5
1
1
6
1
7
8
83
52
66
20
9
1
3
0
6
,
4
1
2
7
5
5
1
4
28
R
min. 250
52
66
20
9
1
3
0
2
8
6
,
4
1
2
7
1
4
28
R
min. 250
55
2
0
7
2
2
6
,
5
1
5
3
5
19 30
56
¤6,4
¤5,8
¤10
0-6
Actuador recto AZ 415- B1
Actuador flexivel AZ 415- B2
Actuador flexivel AZ 415- B3
Actuador AZ 415- STS30
Dados para encomenda
Actuador recto AZ/ AZM 415- B1
Actuador flexivel AZ/ AZM 415- B2
Actuador flexivel AZ/ AZM 415- B3
Actuador com ou sem
trinco anti pânico AZ/ AZM 415- STS30
Uma descrição detalhada do
produto encontra-se em nosso
catálogo geral da página 1-24.
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-23
1- 24
Interruptores de segurança com actuador independente
AZ 415- STS30- …
1
7
8
1
1
6
6
,
5
52
12
-3
102
50 6,5
157
2
3
20 20
2
2
5
5
1
7
,
5
1
1
6
1
7
8
83
1
7
8
1
1
6
6
,
5
5
52
102
50 6,5
157
2
3
20 20
2
2
4
9
,
5
2
1
0
5
1
6
5
83,5
12
-3
88 max. 100 77 55 111 max. 100
AZ 415 STS30- 02/ - 04/ - 05/ - 07
AZ 415 STS30- 01/ - 03/ - 06/ - 08
Dados para encomenda
Incluído no fornecimento:
• Placa de montagem para interruptor
• Actuador com placa de montagem
• Manípulo de emergência (para versões -05
e -06, incluíndo placa de montagem)
Os esquemas são sempre apresentados de
frente para os equipamentos, na direcção da
área de risco.
Exemplo de encomenda
Para encomendar primeiro escolher o
interruptor desejado e depois o sistema
de manípulo de porta:
por exemplo AZ 415-11/11zpk and
AZ 415-STS30-05
Versões do sistema
AZ 415- STS30- 01
AZ 415- STS30- 02
AZ 415- STS30- 03
AZ 415- STS30- 04
AZ 415- STS30- 05
AZ 415- STS30- 06
AZ 415- STS30- 07
AZ 415- STS30- 08
AZ
AZ
AZ
AZ
AZ
AZ
AZ
AZ
Dados para encomenda
Montagem interna
com trinco anti- pânico
porta direita AZ 415-STS30-01
porta esquerda AZ 415-STS30-02
sem trinco anti- pânico
porta direita AZ 415-STS30-03
porta esquerda AZ 415-STS30-04
Montagem externa
com trinco anti- pânico
porta direita AZ 415-STS30-05
porta esquerda AZ 415-STS30-06
sem trinco anti- pânico
porta direita AZ 415-STS30-07
porta esquerda AZ 415-STS30-08
Componentes do sistema
50
5
116
25
M
5
5
0
3
4
6
5
16
78,5
20
18
48,5
6
,
5
97
51,5
1
0 15
6
6
97
51,5
1
0
1
5
4
6
,
5
Bloqueador SZ 415- 1/ - 2
Bloqueador SZ 415- 1/ - 2 - 2177
Dispositivo centralizador TF.
Placa de montagem MP TG- 01
Dados para encomenda
Bloqueador
para …STS30-01/-03/-06/-08 SZ 415- 1
para …STS30-02/-04/-05/-07 SZ 415- 2
Bloqueador com 5 furos circulares
para …STS30-01/-03/-06/-08 SZ 415- 1- 2177
para …STS30-02/-04/-05/-07 SZ 415- 2- 2177
Dispositivo centralizador:
Montagem externa TFA- 010
Montagem interna TFI- 010
(Para informação do produto ver pagina 1-53)
Placa de montagem MP TG- 01
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-24
MAIS DETALHES
Informações técnicas detalhadas encontram-se em:
www.produkte.schmersal.com
Kapitel01_pt_v004.qxd 09.03.1970 21:41 Uhr Seite 1-25
Encravamento de segurança
AZM 170
ø
4
,
2
22
15
90
3
1
6
0
2
3
2
4
8
3
0
• Encravamento livre de falhas
• Invólucro termoplástico
• Formato compacto
• Desbloqueio auxiliar
• Longa durabilidade
• Isolamento protegido X
• Elevada força de encravamento 1000 N
• Conexão por bornes auto-decapantes
• Encravamento por mola /
encravamento por tensão
• 1 entrada de cabo M20 x 1,5
• Codificação individual,
disponível sob consulta
Certificados
H E
Dados para encomenda
AZM 170➀- ➁z➂k➃- ➄- ➅- ➆
Nr. Inserir Descrição
➀ Bornes auto-decapantes
SK Bornes roscados
➁ 11 1NA/1NF
02 2NF
➂ Força de retenção 5 N
r Força de retenção 30 N
➃ Encravamento por mola
a Encravamento por tensão
➄ Conexão roscada para
cabos
ST Conector M 12 x 1
ST-2431 Conector M 12 x 1,
controle mangnético
separado
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-19
Invólucro: termoplástico, reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Actuador e pino trava : Aço inoxidável 1.4301
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com ponte
de contactos isolada
galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta,
contactos NF de
ruptura positiva
Tipo de conexão: Conector de corte
e prensagem
Secção: 0,75 - 1,0 mm
2
,
flexível
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
4 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 11 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: 6 N por contacto NF
Imã: 100% ED
U
s
: 24 VAC/DC
110 VAC, 50/60 Hz
230 VAC, 50/60 Hz
Potência instalada: máx. 10 W
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
F
máx
: 1000 N
Força de retenção: 30 N no código
para encomenda r
Variantes de contacto
Encravamento por mola
1 NA / 1 NF
2 NF
Encravamento por tensão
1 NA / 1 NF
2 NF
Conector
Encravamento por mola
1 NA / 1 NF
2 NF
A1 A2
12
22 21
32
11
1 1 2 2 3 3 4 4
A1 A2
14
22 21
32
13
1 1 2 2 3 3 4 4
A1 A2
14
22 21
32
13
A1 A2
12
22 21
32
11
A1 A2
14
22 21
32
13
Observação
Desbloqueio auxiliar (esquerda)
• Para o desbloqueio manual chave triângulo
M5 que é disponibilizada como acessório
• Standard
Desbloqueio auxiliar lateral (direita)
• Desbloqueio auxiliar de acesso lateral,
código para encomenda 2197
• Só pode ser fornecido quando operado
pelo encravamento por mola
Nr. Inserir Descrição
➅ 24 VAC/DC U
s
24 VAC/DC
110 VAC U
s
110 VAC
230 VAC U
s
230 VAC
➆ Desbloqueio auxiliar
2197 Desbloqueio auxiliar
lateral (standard para
versão com conector e
encravamento por mola)
1637 Contactos em ouro
Os actuadores e as caixas de conexão não
estão incluídas no fornecimento
1- 26
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-26
1- 27
Encravamento de segurança
Variantes de contacto
Conector
Encravamento por mola
2 NF
Controle mangnético separado
(código para encomenda ST- 2431)
Encravamento por tensão
1 NA / 1 NF
2 NF
2 NF
Controle mangnético separado
(código para encomenda ST- 2431)
A1 A2
12
22 21
32
11
1 1 2 2 3 3 4 4
A1 A2
12
22 21
32
11
1 1 2 2 3 3 4 4
A1 A2
14
22 21
32
13
1 1 2 2 3 3 4 4
A1 A2
12
22 21
32
11
1 1 2 2 3 3 4 4
Observação
O contacto 21 - 32 é accionado quando a
bobina A1-A2 é energizada ou desenergizada.
Pelo menos um contato seguro do sensor
magnético A deve ser ligado no circuito de
segurança.
Diagrama dos circuitos de comutação des-
energizados e com os actuadores inseridos.
Os equipamentos de segurança que funcionam
pelo encravamento por tensão somente
poderão ser instalados depois de ser realizada
uma análise criteriosa dos riscos de acidentes
quando houver a probabilidade de queda no
fornecimento de energia, ou mesmo quando a
chave geral for desligada.
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-27
1- 28
Encravamento de segurança
AZM 170SK- ../ ..
108
24
15
90
2
3
1
7
8
,
2
c
a
.
2
4
7
6
,
5
3
1
¤
4
,
2
45
M 20 x 1,5
30
8
22
• Encravamento livre de falhas
• Invólucro plástico
• Conexão por bornes roscados
• Formato compacto
• Desbloqueio auxiliar lateral
• Longa durabilidade
• Isolamento protegido X
• Elevada força de encravamento 1000 N
• Com força de retenção 30 N ou 5 N
• Encravamento por mola /
encravamento por tensão
• 1 entrada de cabo M20 x 1,5
• Codificação individual,
disponível sob consulta
Certificados
Dados para encomenda
AZM 170SK- ➀z➁k➂- ➃- ➄- 024
Nr. Inserir Descrição
➀ 12/00 1NA 2NF / –
11/11 1NA 1NF / 1NA 1NF
11/02 1NA 1NF / 2NF
02/01 2NF / 1NF
02/10 2NF / 1NA
➁ Força de retenção 5 N
r Força de retenção 30 N
➂ Encravamento por mola
a Encravamento por tensão
➃ 1637 Contactos em ouro
➄ 2197 Desbloqueio auxiliar
para princípio de
encravamento por mola
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-19
Invólucro: termoplástico, reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Actuador e pino trava: aço inoxidável 1.4301
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Tipo de contactos: contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com
ponte de contactos
isolada galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta,
contactos NF de
ruptura positiva
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: máx. 1,5 mm
2
, flexível
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 24 VDC
Protecção contra
curto circuito: 6 A gG fusível D
Percurso da abertura forçada: 11 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: 6 N por contacto NF
Imã: 100% ED
U
s
: 24 VDC
Potência instalada: máx. 10 W
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Durabilidade mecânica: > 1 milhão de
comutações
F
máx
: 1000 N
Força de retenção: 30 N no código
para encomenda r
Observação
Diagrama dos circuitos de comutação des-
energizados e com os actuadores inseridos.
Pelo menos um contato seguro do sensor
magnético A deve ser ligado no circuito de
segurança.
Os actuadores não estão incluídos no
fornecimento.
Variantes de contacto
Encravamento por mola
1 NA 2 NF
(código para encomenda - 12/ 00)
2 NF / 1 NF
(código para encomenda - 02/ 01)
2 NF / 1 NA
(código para encomenda - 02/ 10)
1 NA 1 NF / 1 NA 1 NF
(código para encomenda - 11/ 11)
A1
11 13
14 12
23
31 32
24
A2
A1 13 23 31 11 32 24 12 14 A2
A1 13 14 A2
13 14
A1
11 21
12 22
A2
11 12 21 22
A1 31 32 A2
31 32
A1
11 21
12 22
A2
11 12 21 22
A1 13 11 12 21 22 14 A2
A1
11 21 13
14 12 22
A2
Observação
Desbloqueio auxiliar lateral
• Para o desbloqueio manual chave triângulo
M5 que é disponibilizada como acessório.
• Só pode ser fornecido quando operado pelo
princípio de encravamento por mola
• Código para encomenda -2197
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-28
1- 29
Observação
Os equipamentos de segurança que funcionam
pelo encravamento por tensão somente
poderão ser instalados depois de ser realizada
uma análise criteriosa dos riscos de acidentes
quando houver a probabilidade de queda no
fornecimento de energia, ou mesmo quando a
chave geral for desligada.
Encravamento de segurança
Variantes de contacto
Encravamento por mola
1 NA 1 NF / 2 NF
(código para encomenda - 11/ 02)
Encravamento por tensão
1 NA 2 NF
(código para encomenda - 12/ 00)
2 NF / 1 NF
(código para encomenda - 02/ 01)
2 NF / 1 NA
(código para encomenda - 02/ 10)
A1 13 14 A2
13 14
11 21
12 22
11 12 21 22
A1
A2
31 32
A1
11 21
12 22
A2
A1 31 32 A2 11 12 21 22
A1 13 11 12 21 22 14 A2
A1
11 21 13
14 12 22
A2
A1
11 13
14 12
41
31 32
42
A2
A1 13 31 11 41 42 32 12 14 A2
Variantes de contacto
Encravamento por tensão
1 NA 1 NF / 1 NA 1 NF
(código para encomenda - 11/ 11)
1 NA 1 NF / 2 NF
(código para encomenda - 11/ 02)
A1
11 13
14 12
41
31 32
42
A2
A1 13 31 11 41 42 32 12 14 A2
A1
11 13
14 12
23
31 32
24
A2
A1 13 23 31 11 32 24 12 14 A2
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-29
1- 30
Encravamento de segurança
AZM 170ST- ../ ..
58 ¤18 16
108
24
15
90
2
3
1
7
8
,
2
1
6
7
6
,
5
3
1
¤
4
,
2
30
8
22
• Encravamento livre de falhas
• Invólucro plástico
• Conexão por conector
• Formato compacto
• Desbloqueio auxiliar lateral
• Longa durabilidade
• Isolamento protegido X
• Elevada força de encravamento 1000 N
• Com força de retenção 30 N ou 5 N
• Encravamento por mola /
encravamento por tensão
• Conexão por conector giratório
• Conectores requeridos: 4 e 8 pinos
• Codificação individual,
disponível sob consulta
Certificados
Dados para encomenda
AZM 170ST- ➀z➁k➂- ➃- ➄- 024
Nr. Inserir Descrição
➀ 12/11 1NA 2NF / 1NA 1NF
12/02 1NA 2NF / 2NF
11/11 1NA 1NF / 1NA 1NF
11/02 1NA 1NF / 2NF
➁ Força de retenção 5 N
r Força de retenção 30 N
➂ Encravamento por mola
a Encravamento por tensão
➃ 1637 Contactos em ouro
➄ 2197 Desbloqueio auxiliar
para princípio de
encravamento por mola
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-19
Invólucro: termoplástico, reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Actuador e pino trava: aço inoxidável 1.4301
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Tipo de contactos: contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com
ponte de contactos
isolada galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta,
contactos NF de
ruptura positiva
Tipo de conexão: conector
U
imp
: 0,8 kV
U
i
: 60 V
I
the
: 2 A
Categoria de aplicação: DC-13
I
e
/U
e
: 2 A / 24 VDC
Protecção contra
curto circuito: 2 A gG Fusível D
Percurso da abertura forçada: 11 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: 6 N por contacto NF
Imã: 100% ED
U
s
: 24 VDC
Potência instalada: máx. 10 W
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Durabilidade mecânica: > 1 milhão de
comutações
F
máx
: 1000 N
Força de retenção: 30 N no código
de encomenda r
Steckeranschluss
Configuração dos pinos do conector M12x1
4 pinos 8 pinos
PIN 1: BN PIN 1: WH
PIN 2: WH PIN 2: BN
PIN 3: BU PIN 3: GN
PIN 4: BK PIN 4: YW
PIN 5: GY
PIN 6: PK
PIN 7: BU
PIN 8: RD
8
7
6
5
2
3
4
1
4
1 2
3
Variantes de contacto
Encravamento por mola
2 NA 1 NF / 2 NF
(código para encomenda - 12/ 02)
1 NA 2 NF / 1 NA 1 NF
(código para encomenda - 12/ 11)
A1 31 23 24 32 A2
23
31 32
24
A1
11 21 13
14 12 22
A2
13 11 12 21 22 14
1 2 3 4 1 2 3 4 5 6 7 8
A1 31 41 42 32 A2
41
31 32
42
A1
11 21 13
14 12 22
A2
1 2 3 4 1 2 3 4 5 6 7 8
13 11 12 21 22 14
Observação
Desbloqueio auxiliar lateral
• Para o desbloqueio manual chave triângulo
M5 que é disponibilizada como acessório.
• Só pode ser fornecido quando operado pelo
princípio de encravamento por mola
• Código para encomenda -2197
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-30
1- 31
Observação
Diagrama dos circuitos de comutação des-
energizados e com os actuadores inseridos.
Pelo menos um contato seguro do sensor
magnético A deve ser ligado no circuito de
segurança.
Os actuadores e as caixas de conexão não
estão incluídas no fornecimento
Encravamento de segurança
Variantes de contacto
Encravamento por mola
1 NA 1 NF / 1 NA 1 NF
(código para encomenda - 11/ 11)
1 NA 1 NF / 2 NF
(código para encomenda - 11/ 02)
11 13
14 12
A1
41
31 32
42
A2
31 41 42 32 A1 A2
1 2 3 4
13 11 12 14
1 2 3 4 5 6 7 8
A1
11 13
14 12
23
31 32
24
A2
31 23 24 32
1 2 3 4
A1 A2
1 2 3 4 5 6 7 8
13 11 12 14
Observação
Os equipamentos de segurança que funcionam
pelo encravamento por tensão somente
poderão ser instalados depois de ser realizada
uma análise criteriosa dos riscos de acidentes
quando houver a probabilidade de queda no
fornecimento de energia, ou mesmo quando a
chave geral for desligada.
Variantes de contacto
Encravamento por tensão
2 NA 1 NF / 2 NF
(código para encomenda - 12/ 02)
1 NA 2 NF / 1 NA 1 NF
(código para encomenda - 12/ 11)
23
31 32
24
A1
11 21 13
14 12 22
A2
A1 31 23 24 32 A2 13 11 12 21 22 14
1 2 3 4 1 2 3 4 5 6 7 8
41
31 32
42
A1
11 21 13
14 12 22
A2
A1 31 41 42 32 A2
1 2 3 4 1 2 3 4 5 6 7 8
13 11 12 21 22 14
Variantes de contacto
Encravamento por tensão
1 NA 1 NF / 1 NA 1 NF
(código para encomenda - 11/ 11)
1 NA 1 NF / 2 NF
(código para encomenda - 11/ 02)
31 41 42 32 A1 A2
1 2 3 4
13 11 12 14
1 2 3 4 5 6 7 8
A1
11 13
14 12
41
31 32
42
A2
A1
11 13
14 12
23
31 32
24
A2
31 23 24 32
1 2 3 4
A1 A2
1 2 3 4 5 6 7 8
13 11 12 14
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-31
1- 32
Encravamento de segurança
Componentes do sistema
22
3
2
4
,
3
23
1
1
2
8
30
7
4
2
4
6
R
min. 50
R
min. 50
30
22
23
12
2
3
6
7
,
5
4
,
3
R
min. 200
R
min. 140
18
30
8
1
3
ø 4,2
23
3
6
3
0
R
min. 200
R
min. 140
30
22
23
3
3
4
,
5
4
,
3
2
R
min. 200
R
min. 140
Actuador recto AZ 17/ 170- B1
Actuador recto AZ 17/ 170- B1- 2245
Actuador angular AZ 17/ 170- B5
Actuador flexivel AZM 170- B6
Dados para encomenda
Actuador recto AZ 17/ 170- B1
Actuador recto assentes
sobre borracha AZ 17/ 170- B1- 2245
Actuador angular AZ 17/ 170- B5
Actuador flexivel AZM 170- B6
Componentes do sistema
30
22
2
5
20
23
16
2
4
8
R
min. 500
R
min. 350
30
22
20
23 2
6
0
,
5
3
7
,
5
3
2
4
,
3
R
min. 750
R
min. 525
Actuador recto e longo AZ 17/ 170- B11
Actuador angular longo AZ 17/ 170- B15
Conjunto de montagem MS AZM 170
Conector M 12 x 1
Dados para encomenda
Actuador recto e longo AZ 17/ 170- B11
Actuador angular longo AZ 17/ 170- B15
Conjunto de montagem MS AZM 170 P
MS AZM 170 R/ P
Conector M 12 x 1
sem cabo, 4 pólos 1093038
com cabo 5m, 4 pólos 1148412
com cabo 5m, 8 pólos sob consulta
Parafusos de segurança M4 x 8
unidirecionais (sem ilustração) 1147463
(Unidade de encomenda 2 peças)
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-32
1- 33
Encravamento de segurança
AZM 170- B25
4,2
37,5...39,5
1...3
31
4
,
2
4
5
2
2
54
4
• Actuador tipo manípulo para encravamentos
de segurança com actuador independente
AZM 170 ...zrk (com retenção)
• Aplicação ergonômica
• Dispensa acessórios
• Actuador embutido
• Montagem simples
• Disponível para diferentes tipos de portas
• Possibilidade de montar o seu próprio
manípulo utilizando parafusos M8
• Placa de montagem para a fixação em
perfil padrão é opcional
Certificados
Dados para encomenda
AZM 170- B25- ➀- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ L Porta esquerda
R Porta direita (Em relação
a quem olha para área
de risco)
➁ G0 Actuador sem manípulo
G1 com manípulo estrela
G2 com manípulo "T"
Componentes do sistema
Placa de montagem
Manípulo estrela
Manípulo "T"
Dados para encomenda
Placa de montagem MP AZ 17/ 170- B25
Manípulo estrela G1
Manípulo "T" G2
Observação
Os interruptores ou encravamentos de
segurança não fazem parte do fornecimento
e devem ser pedidos em separado.
Atenção em usar um equipamento com
retenção.
Os dados técnicos do encravamentor de
segurança AZM 170-...zrk encontram-se
no catálogo geral na página 1-18 ou nosso
catálogo online em
www.produkte.schmersal.com
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-33
1- 34
Variantes de contacto
Observação
Pelo menos um contato seguro do sensor
magnético A deve ser ligado no circuito de
segurança.
Diagrama dos circuitos de comutação des-
energizados e com os actuadores inseridos.
Os equipamentos de segurança que funcionam
pelo encravamento por tensão somente
poderão ser instalados depois de ser realizada
uma análise criteriosa dos riscos de acidentes
quando houver a probabilidade de queda no
fornecimento de energia, ou mesmo quando a
chave geral for desligada.
Encravamento de segurança
AZM 161
3
0
9
0
130
104
28
1
8
8
6
6
2
5
6
8
2
2
,
5
20 32
6
72
30 26
26
• Encravamento livre de falhas
• Invólucro termoplástico
• 6 contactos
• Desbloqueio auxiliar, desbloqueio para
fuga ou desbloqueio de emergência
• Longa durabilidade
• Isolamento protegido X
• Elevada força de encravamento 2000 N
• 5 N ou 30 N de força de retenção
• Amplo espaço para conexões
• Encravamento por mola /
encravamento por tensão
• Bornes roscados ou bornes
com fixação por mola ou
conexão por conector
• 4 entradas de cabo M16 x 5
• Folga do actuador na direcção
de accionamento 5,5 mm
• „ AS-Interface Safety at Work“ pode
ser fornecida, ver capítulo 5
Certificados
H
Dados para encomenda
AZM 161 ➀- ➁➂k➃- ➄- ➅
Nr. Inserir Descrição
➀ SK Bornes roscados
CC Bornes com mola fixação
ST Conector M 12 x 1
➁ 12/12 2NA/4NF (para a versão
com conector, por favor
encomendar como 11/01)
➂ Força de retenção 5 N
r Força de retenção 30 N
➃ Encravamento por mola
a Encravamento por tensão
➄ Desbloqueio auxiliar
N Desbloqueio de emerg.
T Desbloqueio para fuga
➅ 024 U
s
24 VAC/DC
110/230 U
s
110 / 230 VAC
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-19
Invólucro: termoplástico, reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Actuador e pino trava : Aço inoxidável 1.4301
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor,
com pontes de contacto
separadas galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta,
contactos NF de
ruptura positiva
Tipo de conexão: Bornes roscados
ou fixação por molas
ou conexão por conector
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 4 x M16 x 1,5
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
2,5 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da
abertura forçada: 9,5 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: 10 N para cada
contacto NF
U
s
: 24 VAC/DC
110/230 VAC, 50/60Hz
Imã: 100% ED
Potência instalada: máx. 10 W
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
F
máx
: 2000 N
Força de retenção: 30 N no código
para encomenda r
Desbloqueio para fuga (esquerda)
• Em caso de emergência
• Accionamento no interior da área de risco
• Código para encomenda T
Desbloqueio de emergência (centro)
• Em caso de emergência
• Montagem somente na parte externa do
dispositivo de segurança
• Código para encomenda N
Desbloqueio auxiliar (direita)
• Para o desbloqueio manual chave triângulo
M5 que é disponibilizada como acessório
• Para manutenção, instalação, etc.
Observação
Encravamento por mola
2 NA / 4 NF (12/ 12)
Conexão por conector
1 NA / 2 NF (11/ 01)
Encravamento por tensão
2 NA / 4 NF (12/ 12)
Conexão por conector
1 NA / 2 NF (11/ 01)
1 2 3 4 1 2 3 4
A1 71 51 63 64 72 52 13 21 41 42 22 14 A2
13
21
41 42
22
14
A1
71 51 63
64 72 52
A2
1 2 3 4 1 2 3 4
A1
A1
71
71
51
51
63
63
64
64
72
72
52
52 13 21 41 42 22 14
A2
A2
13
21
41 42
22
14
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-34
1- 35
Encravamento de segurança
Componentes do sistema
40
1
1 3
9
1
6
ø
5
,
5
R
min. 95
R
min. 95
5
,
5
4
1
,
2
27 2
1
1
5
,
3
40
26
28
R
min. 150
R
min. 180
27
56
1
4
5
3
0
3
2
,
7
ø 5,5
2
R
min. 150
R
min. 180
56
40
5
1
6
8
8
3
2
,
7
27
ø 5,5
16
2
R
min. 150
R
min. 180
Actuador recto AZM 161- B1
Actuador recto AZM 161- B1E
Actuador recto AZM 161- B1F
Actuador flexivel AZM 161- B6
Dados para encomenda
Actuador recto AZM 161- B1
Actuador recto AZM 161- B1E
Actuador recto AZM 161- B1F
Actuador flexivel AZM 161- B6
Componentes do sistema
40
1
1
3
5
1
6
ø
5
,
5
R
min. 95
R
min. 95
27
56
1
4
5
3
0
2
9
ø 5,5
2
R
min. 150
R
min. 180
56
40
5
1
6
8
8
2
9
27
ø 5,5
16
2
R
min. 150
R
min. 180
Ø 5,5
16
16
4
5
1
1
40
56
6
R
min. 95
R
min. 95
Actuador AZM 161- B6- 2177
Actuador AZM 161- B1S
Actuador AZM 161- B1ES
Actuador AZM 161- B6S
Dados para encomenda
Actuador flexivel com
dispositivo centralizador AZM 161- B6- 2177
Actuador recto, encurtado AZM 161- B1S
Actuador recto, encurtado AZM 161- B1ES
Actuador angular, encurtado AZM 161- B6S
Componentes do sistema
Ø 5,5
16
16
3
8
,
7 5
40
56
6
R
min. 150
R
min. 180
Ø 5,5
40
56
1
4
3
2
,
7
5
28,5
20,5
14
,5
R
min. 150
R
min. 180
Ø 5,5
25
16
3
8
,
7
1
1
6
40
58
R
min. 150
R
min. 180
Ø 5,5
40
56
28
1
7
,
5
3
2
,
7
5
28,5
20,5
10,5
R
min. 150
R
min. 180
Actuador AZM 161- B1- 1747
Actuador AZM 161- B1- 2024
Actuador AZM 161- B1- 2053
Actuador AZM 161- B1- 2177
Dados para encomenda
Actuador recto com
ímã de retenção AZM 161- B1- 1747
tampão de fendas AZM 161- B1- 2024
retenção por esferas AZM 161- B1- 2053
dispositivo centralizador AZM 161- B1- 2177
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-35
1- 36
Encravamento de segurança
AZM 161- STS30- …
1
1
6
2
2
2
3
2
1
5
2
5
5
52
102
1
7
8
20 20
9
9
,
5
50
157
100
6
,
5
6,5
5
5
12
-3
52
102
20
6,5
6
,
5
5
5
1
1
6
2
2
1
7
8
5
9
,
5
157
50
100
1
7
5 2
1
5
2
3
12
-3
88 max. 100 77 55 111 max. 100
AZM 161 STS30- 02/ - 04/ - 05/ - 07
AZM 161 STS30- 01/ - 03/ - 06/ - 08
Dados para encomenda
Incluído no fornecimento:
• Placa de montagem para interruptor
• Actuador com placa de montagem
• Manípulo de emergência (para versões -05
e -06, incluíndo placa de montagem)
Exemplo de encomenda
Para encomendar primeiro escolher o
interruptor desejado e depois o sistema
de manípulo de porta:
por exemplo: AZM SK-12/12rk-T-024 e
AZM 161-STS30-01
Versões do sistema
AZM 161- STS30- 01
AZM 161- STS30- 02
AZM 161- STS30- 03
AZM 161- STS30- 04
AZM 161- STS30- 05
AZM 161- STS30- 06
AZM 161- STS30- 07
AZM 161- STS30- 08
AZM
AZM
AZM
AZM
AZM
AZM
AZM
AZM
Dados para encomenda
Montagem interna
com trinco anti- pânico
porta direita AZM 161-STS30-01
porta esquerda AZM 161-STS30-02
sem trinco anti- pânico
porta direita AZM 161-STS30-03
porta esquerda AZM 161-STS30-04
Montagem externa
com trinco anti- pânico
porta direita AZM 161-STS30-05*
porta esquerda AZM 161-STS30-06*
(* somente encravamento por tensão)
sem trinco anti- pânico
porta direita AZM 161-STS30-07
porta esquerda AZM 161-STS30-08
Montagem angular à direita
102
12
52
6,5
20
2
3
5
5
6
,
5
1
1
6
1
7
8
5
3
0
,
5
5
9
,
5
2
2
6
,
5
58,5
157
1
7
5
2
1
5
1
1
6
1
7
8
3
0
,
5
2
2
9
9
,
5
20
102
58,5 52
max.
12
2
3
2
1
5
2
5
5
50
157
40
6,5
5
AZM 161 STS30- 02/ - 07- R
AZM 161 STS30- 01/ - 08- R
Dados para encomenda
Montagem angular à direita em
relação à porta de segurança
(apenas STS30-01, -02, -07, -08) código para
encomenda - R
Os esquemas são sempre apresentados de
frente para os equipamentos, na direcção da
área de risco.
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-36
1- 37
Componentes do sistema
Conjunto de montagem
Tampão da fenda AZM 161
Conector
Dados para encomenda
Conjunto de montagem MS AZM 161 P
MS AZM 161 R/ P
Tampão da fenda AZM 161 1145379
Parafusos de segurança
unidirecionais (sem ilustração)
M5 x 12 1135338
M5 x 16 1135339
M5 x 20 1135340
(Unidade de encomenda 2 peças)
Conector sob consulta
Encravamento de segurança
Componentes do sistema
50
5
116
25
M
5
5
0
3
4
6
5
16
78,5
20
18
48,5
6
,
5
97
51,5
1
0 15
6
6
97
51,5
1
0
1
5
4
6
,
5
Bloqueador SZ 415- 1/ - 2
Bloqueador SZ 415- 1/ - 2 - 2177
Dispositivo centralizador TF.
Placa de montagem MP TG- 01
Dados para encomenda
Bloqueador
para …STS30-01/-03/-06/-08 SZ 415- 1
para …STS30-02/-04/-05/-07 SZ 415- 2
Bloqueador com 5 furos circulares
para …STS30-01/-03/-06/-08 SZ 415- 1- 2177
para …STS30-02/-04/-05/-07 SZ 415- 2- 2177
Dispositivo centralizador apenas para
AZ 16- STS30... e AZM 161- STS30...
Montagem externa TFA- 020
Montagem interna TFI- 020
(Para informação do produto ver pagina 1-53)
Placa de montagem MP TG- 01
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-37
1- 38
Encravamento de segurança
TZM/ TZF
79
65
1
5
9
5
2
2
1
2
9
92
41
20
2
2
14,5
1
2
5
• Invólucro termoplástico
• Desbloqueio auxiliar, desbloqueio para
fuga ou desbloqueio de emergência
• Longa durabilidade
• Isolamento protegido X
• Força de encravamento 1500 N
• Espaço para conexões
• Encravamento por mola /
encravamento por tensão
• 1 entrada de cabo M20 x 1,5
• Folga do actuador da direcção
de accionamento 11 mm
• Disponível com LED – sob consulta
Certificados
H C D
Dados para encomenda
TZ ➀ ➁ ➂ ➃
Nr. Inserir Descrição
➀ F Accionado pela força
da mola
M Accionado pela força
magnética
➁ 2 NF em linha (série)
W 2 NF/1 NA
CW 2 NF/2 NA
➂ S Desbloqueio auxiliar
N Desbloqueio de
emergência
NF Desbloqueio auxiliar
e de fuga
➃ 24VDC 24 VDC
110VAC 110 VAC
230VAC 230 VAC
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-19
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Actuador e pino trava : Aço zincado /
Zinco fundido
sob pressão
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com ponte
de contactos isolada
galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: Bornes roscados
autoseparadores
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 1 x M20 x 1,5
U
imp
: 2,5 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 8 A / 230 VAC
5 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 10A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 2 x 3,5 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: 20 N
Imã: 100% ED
U
s
: 24 VDC
110 VAC, 50/60 Hz
230 VAC, 50/60 Hz
Potência instalada: máx. 8,5 W
Temperatura ambiente: 0 °C … + 50 ºC
Resistência mecânica: 2 milhões de
comutações
F
máx
: 1500 N
Força de retenção: 20 N
Observação
Desbloqueio auxiliar (esquerda)
• Para o desbloqueio manual - chave triângulo
TZ-69 (incluída no fornecimento)
• Para manutenção, instalação, etc.
Desbloqueio de emergência (centro)
• Em caso de emergência
• Montagem somente na parte externa do
dispositivo de segurança
Desbloqueio para fuga (direita)
• Em caso de emergência
• Accionamento no interior da área de risco
Variantes de contacto
Accionado pela força magnética
1 NA
2 NF
2 NA
2 NF
Accionado pela força da mola
1 NA
2 NF
2 NA
2 NF
21
11 12
43
44 E2
E1
22
34 33
21
11 12
E2
E1
22
34 33
21
22 E2
E1
11 12
34 33
44
43
21
22 E2
E1
11 12
34 33
Observação
O contacto 21 - 22 terá que ser integrado ao
circuito de segurança. Diagrama mostrando os
símbolos dos contactos fechados no dispositivo
de segurança. Os equipamentos de segurança
que funcionam pelo encravamento por tensão
somente poderão ser instalados depois de ser
realizada uma análise criteriosa dos riscos de
acidentes quando houver a probabilidade de
queda no fornecimento de energia, ou mesmo
quando a chave geral for desligada.
Na versão com LED os contactos de
supervisão estão energizados
O actuador TZ/CO está incluído no
fornecimento.
Outras variantes de contactos - sob consulta.
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-38
1- 39
Encravamento de segurança
Componentes do sistema
65,5
18,5
20,5
3
2
2
0
2
1
1
3
4
,
2
3
8
R
min. 200
80
33
27 8
8
3
4
,
2
2
0
1
5
3
2
R
min. 200
2
1
1
3
4
,2
3
8
65,5
20,5
2
0
3
2
R
min. 650
R
min. 250
80
33
27 8
8
3
4
,
2
2
0
1
5
3
2
R
min. 650
R
min. 250
Actuador recto TZ/ CO
Actuador angular TZ/ CW
Actuador de raio, recto TZ/ COR
Actuador de raio, angular TZ/ CWR
Dados para encomenda
Actuador recto TZ/ CO
Actuador angular TZ/ CW
Actuador de raio, recto TZ/ COR
Actuador de raio, angular TZ/ CWR
Componentes do sistema
99
35
6 48 - 45,5
3
0
2
0
6
,
3
4
0
1
4
°
1
2
°
R
min. 650
R
min. 175
99
35
54 - 51,5
3
0
2
0
M
6
4
0
1
4
°
1
2
°
R
min. 175
99
4
35
6 48 - 44
3
0
2
0
6
,3
4
0
1
4
°
3
6
°
R
min. 350
R
min. 150
99
4 35
54 - 50
3
0
2
0
M
6
4
0
1
4
°
3
6
°
R
min. 650
R
min. 175
Actuador flexivel TZ/ COF/ HIS.1
Actuador flexivel TZ/ COF/ HIS.2
Actuador flexivel TZ/ CORF/ HIS.1
Actuador flexivel TZ/ CORF/ HIS.2
Dados para encomenda
Actuador flexivel TZ/ COF/ HIS.1
Actuador flexivel TZ/ COF/ HIS.2
Actuador flexivel TZ/ CORF/ HIS.1
Actuador flexivel TZ/ CORF/ HIS.2
Componentes do sistema
1
2
3
2
2
0
4
,
2
1
5
4
,
2
3
8
47,5
12,5
R
min. 250
R
min. 160
4
,
2
2
0
3
2
18 7
1
5
60
23
8
3
R
min. 650
R
min. 175
Actuador recto, encurtado TZ/ CK
Actuador angular, encurtado TZ/ CWK
Placa de montagem TZ- 44
Chave triangular, angular TZ- 75
Dados para encomenda
Actuador recto, encurtado TZ/ CK
Actuador angular, encurtado TZ/ CWK
Placa de montagem TZ- 44
Chave triangular TZ- 75
(Chave triângulo TZ-69
está incluída no fornecimento
da versão S e N)
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-39
1- 40
Encravamento de segurança
AZM 190
22,5 41 29,5
32
76
89
1
1
6
1
7
8
6
¤
6
3
8
3
5
1
5 6
• Encravamento livre de falhas
• Invólucro termoplástico
• Desbloqueio auxiliar ou Desbloqueio de
emergência
• Longa durabilidade
• Encravamento por mola /
encravamento por tensão
• Formato estreito, especialmente apropriado
para ser fixado em portas giratórias,
perfis de alumínio e grades de protecção
• Cabeçote de aproximação
com 4 posições de 90º
• Mecanismo de fechar está selado
contra a entrada de sujidade
• 2 entradas de cabo M20 x 1,5
• Espaço para conexões
• Força de encravamento 1950 N
Certificados
H C D
Dados para encomenda
AZM 190- ➀rk➁- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ Imã: Actuador:
11/01 1NA/1NF 1NF
11/10 1NA/1NF 1NA
02/10 2NF 1NA
02/01 2NF 1NF
➁ Encravamento por mola
a Encravamento por tensão
➂ 24VDC U
s
24 VDC
24VAC U
s
24 VAC
48VAC U
s
48 VAC
110VAC U
s
110 VAC
230VAC U
s
230 VAC
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-19
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Actuador e pino trava : Aço zincado /
Zinco fundido
sob pressão
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor,
com pontes de contacto
separadas galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: Bornes roscados
+ condutor
Secção: min. 0,5 mm
2
,
máx. 2,5 mm
2
;
incl. bucha aderente : máx. 1,5 mm
2
Entrada de cabo: 2 x M20 x 1,5
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
4 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 4 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 2 x 3,5 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: 20 N
Imã: 100% ED
U
s
: 24 VDC
110 VAC, 50/60 Hz
230 VAC, 50/60 Hz
Potência instalada: máx. 8,5 W
Temperatura ambiente: 0 °C … + 50 ºC
Resistência mecânica: 1 milhão de
comutações
F
máx
: 1950 N
Força de retenção: 20 N
Observação
Desbloqueio auxiliar (esquerda)
• Para o desbloqueio manual - chave triângulo
M3 (incluída no fornecimento)
• Para manutenção, instalação, etc.
Desbloqueio de emergência (direita)
• Em caso de emergência
• Instalação exclusivamente em área protegida
Variantes de contacto
Encravamento por mola
1 NF
1 NA / 1 NF
1 NA
2 NF
1 NA
1 NA / 1NF
1 NF
2 NF
21
22
31
32 E2
E1
11 12
21
22
13 14
33
34 E2
E1
21
22
13 14
31
32 E2
E1
21
11 12
33
34 E2
E1
22
Observação
Outras variantes de produto:
• Para grades de protecção dos sitemas
de perfis em alumínio
• Actuadores com menos altura para
facilitar a instalação
• De uso preferencial em instalações internas
• Com desbloqueio de fuga
• 4 contactos de supervisão
• Para portas com batentes a direita
e esquerda
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-40
1- 41
Encravamento de segurança
Componentes do sistema
6,5 8,5
3
7
,
5
°
16,5
13,5
57,5
3
2
3
8
2
5
48
48
R
min. 250
48
60
5
7
,
5
13,5
8
,
5
3
2
2
5
6,5
1
6
,
5
R
min. 650
R
min. 350
1
3
,
5
4
0
13
30
45
53,5 ¤ 5,3
R
min. 650
R
min. 350
2
0
8
1
3
,
5
3
3
2
1
1
52
6,5
ø 4,3
R
min. 650
R
min. 350
Actuador recto AZM 190- B1
Actuador AZM 190- B5
Actuador flexivel AZM 190- B3/ 2x15
Actuador flexivel AZM 190- B3/ 7,5
Dados para encomenda
Actuador recto AZM 190- B1
para fixação frontal AZM 190- B5
Actuador flexivel AZM 190- B3/ 2x15
Actuador flexivel AZM 190- B3/ 7,5
Componentes do sistema
6,5
8
,
5
13,5
5
7
,
5
3
2
3
8
2
5
48
60
1
6
,
5
R
min. 200
Actuador flexivel AZM 190- B3/ 15
Placa de montagem MP 190
Conexão com rosca adicional ZPG 190
Chave triangular M3- a
Dados para encomenda
Actuador flexivel AZM 190- B3/ 15
Placa de montagem MP 190
Conexão com rosca adicional ZPG 190
Chave triângulo M3-a 1144779
(Chave triângulo M3
incluída no fornecimento)
Variantes de contacto
Encravamento por tensão
1 NF
1 NA / 1 NF
1 NA
2 NF
1 NA
1 NA / 1NF
1 NF
2 NF
21
22
31
32 E2
E1
11 12
E2
E1
21
22
13 14
33
34
21
22
13 14
31
32 E2
E1
21
22
33
34
E2
E1
11 12
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
Pelo menos um contato seguro do sensor
magnético A deve ser ligado no circuito de
segurança.
Os equipamentos de segurança que funcionam
pelo encravamento por tensão somente po-
derão ser instalados depois de ser realizada
uma análise criteriosa dos riscos de acidentes
quando houver a probabilidade de queda no
fornecimento de energia, ou mesmo quando a
chave geral for desligada.
Os actuadores e as caixas de conexão não
estão incluídas no fornecimento.
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-41
1- 42
Encravamento de segurança
AZM 200
40
2
2
0
1
5
5
,
5
5
6
,
5
3
2
,
5
3
7
,
7
7
,
5
M20x1,5
3,3
GN
RD
YL
20 1 ±
• Invólucro plástico
• A tecnologia do sensor permite um ajuste
+/– 5 mm entre actuador e encravamento
• Até PL e de acordo com EN ISO 13849-1
• Categoria de segurança 4 de acordo com
a norma EN 954-1 como sensor de porta
(dispensa um segundo sensor)
• Apropriado para aplicação em SIL 3
de acordo com IEC 61508
• Diagnostico inteligente
• Desing ergonômico e moderno
• Montagem simples
• Ajuste fino através de furos oblongos
• Ligação em série (até 31 componentes),
sem perca de categoria de segurança,
de acordo com EN 954-1
• 3 LED' s para sinalizar os estados
operacionais (ver tabela)
• Destravamento manual pelos dois lados
• 1 ou 3 saídas de diagnóstico
• Força de retenção 30 N
• Dispõe de interface para ASi-SaW
Certificados
F
Dados para encomenda
AZM 200 ➀ ➁- T- ➂➃
Nr. Inserir Descrição
➀ Monitorização
do encravamento
B do actuador (somente
-1P2PW e -SD2P)
➁ SK Bornes roscados
CC Fixação por molas
ST1 Conector M23 x 1,
(8+1) pólos
ST2 Conector M12 x 1,
8 pólos
➂ Saídas: (1º digito = número de
saídas de diagnóstico,
2º digito = número de
saídas de segurança)
Dados técnicos
Entradas de segurança X1 e X2:
U
e3/Low
: – 3V … 5V
U
e3/High
: 15V … 30V
I
e3
: > 2 mA para 24 V
Saídas de segurança Y1 e Y2: resistente
a curto-circuito, tipo PNP
U
e1
: 0 V até 4 V para Ue
I
e1
: máx. 0,25A para cada saída
Categoria de aplicação: DC-13
Corrente residual I
r
: ≤ 0,5 mA
Saída para diagnóstico OUT/ OUT2/ OUT3:
a prova de curto circuito,
comutação-pnp
U
e2
: 0 V até 4 V para Ue
I
e2
: máx. 0,05 A
(I
OUT
+ I
OUT2
+ I
OUT3
≤ I
e2
)
Categoria de aplicação: DC-13
Capacitância para –SD2P: máx. 50 nF
Atuação magnética IN:
U
e4/Low
: – 3V … 5V
U
e4/High
: 15V … 30V
I
e4
: típico 10 mA a 24 V,
dinâmico 20 mA
Imã: 100% ED
Supervisor de segurança:
Em acordo com EN ISO 13849-1: até PL e
Em acordo com EN 954-1: até categoria 4
Em acordo com IEC/EN 61508: até SIL 3
PFH: 4,0 x 10
-9
/ h
Vida útil: 20 anos
Dados técnicos
Observação
O interruptor/encravamento e o actuador têm
de ser pedidos em separado
Uma descrição detalhada sobre estes
produtos encontra-se no folheto “ Sensores e
Encravamentos Electrónicos de Segurança”
Nr. Inserir Descrição
1P2P 1 saída de diagnóstico e
2 saídas de segurança,
todas tipo PNP
1P2PW como no 1P2P combinado
com um sinal de diag-
nóstico: porta fechada e
encravamento bloqueado
SD2P saída diagnóstico série
e 2 saídas de segurança,
tipo PNP
➃ Encravamento por mola
a Encravamento por
corrente elétrica
Normas: EN 60947-5-3, EN ISO 13849-1,
EN 954-1, IEC 61508
Invólucro: termoplástico reforçado com fibra
de vidro, auto-extinção de fogo
Durabilidade mecânica: ≥ 1 milhão de
comutações
F
máx
: 2000 N
Força de retenção: 30 N
Tipo de protecção: IP 67
Classe de protecção de isolamento: II, X
Categoria de sobre-tensão: III
Grau de contaminação por sujidade: 3
Tipo de conexão: terminais a parafuso,
de encaixe ou
conector M12 ou M23
Secção: min. 0,25 mm
2
máx. 1,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de condutor: M20 x 1,5
Ligação em série: máx. 31 equipamentos
Comprimento dos cabos: máx. 200m
(Comprimento e secção do cabo dependem
da tensão e correntes aplicados)
Ambiente:
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temp. armazenar/transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Humidade relativa: 30% … 95%,
sem condensação
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz,
amplitude 1 mm
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Frequência de comutação f: 1 Hz
Tempo de resposta: < 60 ms
Tempo de risco: < 120 ms
Tempo de prontidão: < 4 s
Velocidade de actuação: ≤ 0,2 m/s
Dados elétricos:
U
e
: 24 VDC –15%/+10%
(estabilizado PELV)
I
e
: 1,2 A
I
0
: máx. 0,6 A
U
imp
: 800 V
U
i
: 32 VDC
Isolação do equipamento: internamente à
prova de curto-circuito
Terminais a parafuso
ou encaixe: ≤ 4 A se usado de
acordo com UL 508;
Conector M12: ≤ 2 A;
Conector M23: ≤ 4 A
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-42
1- 43
Encravamento de segurança
IN
OUT
OUT
Observação Módulo de segurança
Os módulos de segurança adequados para
estas aplicações encomtram-se no folheto
“ Sensores e Encravamentos Electrónicos de
Segurança”
A categoria de controlo 4 atingível, de acordo
com a EN 954-1 e PL e de acordo com
EN ISO 13849-1 depende do módulo de
segurança e da estrutura do circuito.
Diagrama W Observação
Funções dos LED
Verde tensão ligada
Amarelo condição de operação
Vermelho erro (ver códigos)
Principio de operação das
saídas de diagnóstico
A saída de diagnóstico OUT, à prova de curto-
circuito, pode ser utilizado para indicação cen-
tralizada ou funções de controlo, ex. num PLC
A saída de diagnóstico não é uma saída
de segurança!
Dependendo da versão escolhida os seguintes
sinais de diagnóstico são transmitidos:
Versão 1P2P:
OUT Porta fechada
Versão 1P2PW:
OUT Sinal de diagnóstico combinado:
Porta fechada e encravamento bloqueado
A tabela de diagnóstico para o AZM 200 pode
ser encontrada no apêndice, página A-18.
Desde que o actuador esteja inserido no encravamento, a porta que esta aberta pode ser
encravada. Neste caso as saídas de segurança ficam reactivadas. Abrir a porta não
é necessário.
Informação detalhada sobre a utilização do diagnóstico série pode ser encontrada nas
instruções de montagem do PROFIBUS-Gateway SD-I-DP-V0-2 e nas instruções para
a integração do PROFIBUS-Gateway.
Uma descrição detalhada do PROFIBUS-Gateway SD-I-DP-V0-2 pode ser encontrada
na pagina 1-134 deste catálogo.
Esquema de ligação
Esquema de ligação para o cabo integrado ou conector
Configuração Ligação do encravamento Ligação do encravamento
dos pinos ...- 1P2P. ...- SD2P
Pin 1 24V Ue 24V Ue
Pin 2 X1 Entrada de segurança 1 X1 Entrada de segurança 1
Pin 3 GND Terra GND Terra
Pin 4 Y1 Saída de segurança 1 Y1 Saída de segurança 1
Pin 5 OUT Saída de sinalização OUT Saída SD
Pin 6 X2 Entrada de segurança 2 X2 Entrada de segurança 2
Pin 7 Y2 Saída de segurança 2 Y2 Saída de segurança 2
Pin 8 IN Controle do solenóide IN Entrada SD
Pin 9 livre livre
Indice -SK
-CC
Conector integrado
M23, (8+1) pinos M12, 9 pinos
(indice –ST1) (indice -ST2)
8
7
6
5
2
3
4
1
9
7
6
5
2
3
4
1 8
Y1 Y2 OUT GND
24V 24V X1 X2 IN
AZM 200.-.-SD2P.
Y1 Y2 OUT GND
24V 24V X1 X2 IN
AZM 200.-.-1P2P.
Controlo do sinal de entrada do solenóide
Abrir porta Abrir porta Fechar porta
Ciclo normal, porta foi fechada
Porta aberta Porta fechada Porta esta fechada
Porta não pode ser fechada ou erro
Porta aberta Porta fechada Porta não fechada
ou erro
Comportamento da saída de diagnóstico da versão W
(exemplo: encravamento por mola)
Tempo de fecho
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-43
1- 44
Encravamento de segurança
AZ/ AZM 200- B1- …
1
1
5
1
1
5
9
2
40
41
7
,
5
1
5
6
2
2
1
5
5
-3
45
2
0
1
5
1
0
1
1
5
3
9
45
44
40
• Adequado para portas de correr
• Actuadores com retorno por mola
• Tolerâncias até um máximo de 5mm
• Com ou sem manípulo de emergência (P0)
Dados para encomenda
AZ/ AZM 200- B1- ➀T➁
Nr. Inserir Descrição
➀ L Actuação pela esquerda
R Actuação pela direita
➁ Sem saída de emergência
P0 Com saída de emergência
Dados técnicos
Material:
Invólucro-B1: Termoplástico
Actuador: zinco anodizado
Durabilidade mecânica: ≥ 1 milhão de
comutações
F
máx
: 2000 N
Componentes do sistema
8
9
3
5
281 - 331
136
5
1
45 160
6,3
2
7
9
-
8
5
2
0
1
1
5
3
9
44
40
5
,
5
19
14
1
0
45
1
,
5
1
5
Actuador B1 com P0
Bloqueador SZ 200
Dados para encomenda
Actuador B1 com manípulo
de emergência P0 AZ/ AZM 200- B1- ..- P0
Bloqueador SZ 200
Observação
O interruptor/encravamento e o actuador têm
de ser pedidos em separado
Certificados
F
(Certificados apneas em combinação
com os interruptores AZ/AZM 200)
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-44
1- 45
Encravamento de segurança
Componentes do sistema
8
9
3
5
281 - 331
136
5
1
45 160
6,3
2
7
9
-
8
5
75
7
5
ø
8
8
ø
1
8
ø
8
0
6
6
95
23
18
14
2
9
5
81
1
1
5
115
8
7
,
5
60
19
1
2
,
5
3
7
8
x
8
5
9
M6
ø18
16
10 3,5
R2
R5
30
37
ø
2
1
,
2
ø
2
5
5
3
,
9
Botão rotativo
Saída de emergência em metal
Manípulo encastrado
Bloqueador SZ 200
Dados para encomenda
Actuador B30 com
com botão rotativo AZ/ AZM 200-B30-..-G2
com saída de emergência
em metal AZ/ AZM 200-B30-..-P20
com manípulo
encastrado AZ/ AZM 200-B30-..-P25
Bloqueador SZ 200
AZ/ AZM 200- B30- …
115
1
1
5
8
8
1
3
,
5
7
8
3
7
2
2
0
6
,
5
1
5
5
,
5
46 81
40,5
5 6
,
5
3
2
,
5
7
,
5
40
5
3
9-3
9
4
6
8
5
0
2
5
57,5 97,5
m
a
x
.
1
7
0
• Adequado para portas de correr
• Destravamento de emergência apenas com
uma das mãos, mesmo desenergisado
• Simples e de operação intuitiva
• Sem risco de lesão por actuador
sobressaído
• Dispensa acessórios
• Actuador não sobressaído na zona
de abertura
• Varios manípulos disponíveis
• Com ou sem manípulo de emergência
Dados para encomenda
Dados técnicos
Material:
Actuador B30: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
autoextinguível, furos
com anilha metálica
Saída de emergencia P1: termoplástico
reforçado com fibra de
vidro, autoextinguível, furos
com anilha metálica
Manípulo G1 e G2: aluminio revestido
a plástico
Saída de emergencia
P1, P20, P25: aluminio revestido
a plástico
Actuador: zinco anodizado
Durabilidade mecânica: ≥ 1 milhão de
comutações
F
máx
: 2000 N
AZ/ AZM 200- B30- ➀TA➁➂
Nr. Inserir Descrição
➀ L Dobradiça
do lado esquerdo
R do lado direito
➁ G1 Com manipulo
G2 Com botão rotativo
➂ P1 Com saída de emergência
P20 Com saída de emergência
em metal
P25 Com saída de emergência
com manípulo encastrado
Observação
O interruptor/encravamento e o actuador têm
de ser pedidos em separado
Certificados
F
(Certificados apneas em combinação
com os interruptores AZ/AZM 200)
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-45
1- 46
Encravamento de segurança
AZM 415- ../ ..
29,5 88 M20 x 1,5
M20 x 1,5
46,5
8,6
¤
6
,
5
¤
1
1
130
114
A
1
0
0
2
4
,
7
8
4
2
8
A: Parafuso de regulação da retenção da
esfera 150 - 400 N
• Encravamento livre de falhas
• Invólucro de metal
• 2 interruptores em um invólucro
• Sem problemas para abrir portas emperradas
através do sistema de alavancas articuladas
• Tipo reforçado
• Longa durabilidade
• Elevada força de encravamento 3500 N
• Retenção por esferas regulável até 400 N
• Podem ser fornecidos vários modelos
de dispositivos de desbloqueio auxiliar
e de desbloqueadores de emergência
• Encravamento por mola /
encravamento por tensão
• 2 entradas de cabo M20 x 1,5
• Disponível a versão Ex
Dados para encomenda
AZM 415- ➀➁pk➂➃- ➄- ➅
Nr. Inserir Descrição
➀ 11/11 2 NF/2 NA
11/02 3 NF/1 NA
11/20 1 NF/3 NA
02/11 3 NF/1 NA
02/20 2 NF/2 NA
02/02 4 NF
➁ x Tipo de protecção IP 54
z Tipo de protecção IP 67
➁ Encravamento por mola
a Encravamento por tensão
➂ Sem desbloqueio auxiliar
E Desbloqueio auxiliar:
com chave triângulo
F com chave triângulo
(com tampão preso)
FE com chave triângulo
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-19
Invólucro: Metal leve, pintado
Actuador e pino trava : Metal zincado /
Alumínio
Tipo de protecção: IP 54,
código para encomenda F:
IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com ponte
de contactos isolada
galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta,
contactos NF de
ruptura positiva
Tipo de conexão: Bornes roscados
+ condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 2 x M20 x 1,5
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 6 A
Categoria de aplicação: AC-15
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 5 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: mín. 15 N (dependendo da
regulação dada à pressão
da esfera de retenção)
Imã: 100% ED
U
s
: 24 VAC/DC
110 VAC, 50/60 Hz
230 VAC, 50/60 Hz
Potência instalada: máx. 10 W
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 50 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
F
máx
: 3500 N
Força de retenção: 150 - 400 N (regulável)
Variantes de contacto
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
Os contactos S1 são accionados ou
desactivados quando a bobina A1/A2 é
energizada ou desenergizada.
Pelo menos um contato seguro do sensor
magnético (A) deve ser ligado no circuito
de segurança.
Os actuadores e as caixas de conexão não
estão incluídas no fornecimento.
Nr. Inserir Descrição
➂ RS Desbloqueio auxiliar
com chave
T Desbloqueio para fuga
com botão de comando
TE Desbloqueio para fuga e
desbloqueio auxiliar,
atravancamento externo
TEI como acima,
atravancamento interno
NS Desbloq. de emergência
com cilindro de pressão
➃ 24 VAC/DC U
s
24 VAC/DC
110 VAC U
s
110 VAC
230 VAC U
s
230 VAC
➄ 1637 Contactos em ouro
Encravamento por mola
11/ 11 2 NF/ 2 NA
11/ 02 3 NF/ 1 NA
11/ 20 1 NF/ 3 NA
S1
A2
A1
S2 13
23
14
24
Q
P
23 11
24 12
S1
A2
A1
S2
23 11
24 12
11
21
12
22
Q
P
S1
A2
A1
S2
23 11
24 12
13
21
14
22
Q
P
Certificados
H
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-46
1- 47
Encravamento de segurança
Variantes de contacto
Encravamento por tensão
02/ 11 3 NF/ 1 NA
02/ 02 4 NF
02/ 20 2 NF/ 2 NA
S1
A2
S2
P
A1
P
21 11
22 12
13
23
14
24
P
S1
A2
S2
P
A1
21 11
22 12
11
21
12
22
S1
A2
S2
P
A1
P
21 11
22 12
13
21
14
22
Variantes de contacto
Encravamento por tensão
11/ 11 2 NF/ 2 NA
11/ 02 3 NF/ 1 NA
11/ 20 1 NF/ 3 NA
S1
A2
S2
P
A1
13
23
14
24
23 11
24 12
P
S1
A2
S2
P
A1
23 11
24 12
11
21
12
22
P
S1
A2
S2
P
A1
23 11
24 12
13
21
14
22
P
Variantes de contacto
Encravamento por mola
02/ 11 3 NF/ 1 NA
02/ 02 4 NF
02/ 20 2 NF/ 2 NA
21 11
22 12
S1
A2
A1
S2 13
23
14
24
Q
P
21 11
22 12
S1
A2
A1
S2 11
21
12
22
Q
P
21 11
22 12
S1
A2
A1
S2 13
21
14
22
Q
P
Observação
Os equipamentos de segurança que funcionam
pelo encravamento por tensão somente
poderão ser instalados depois de ser realizada
uma análise criteriosa dos riscos de acidentes
quando houver a probabilidade de queda no
fornecimento de energia, ou mesmo quando a
chave geral for desligada.
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-47
1- 48
Encravamento de segurança
AZM 415- …xpkE
11
25,6
5
5
,
2
ø
2
0
• Desbloqueio auxiliar
• Desbloqueio através de chave triangular M5
• Chave triangular M5, disponível como acessório
• Em manutenção, instalação, etc.
• Só é utilizado em equipamentos que operam
pelo encravamento por mola
AZM 415- …zpkF
10 21
2
7
¤
1
9
• Desbloqueio auxiliar
• Desbloqueio através de chave triangular M5.
Depois de retirar os tampões o desbloqueio
pode ser accionado com auxílio da chave
triangular M5
• Chave triangular M5, disponível como acessório
• Tampão preso por uma corrente para evitar
que seja perdido
• Só é utilizado em equipamentos que operam
pelo encravamento por mola
AZM 415- …xpkRS
30
25,6
5
5
,
2
ø
2
0
• Desbloqueio auxiliar
• Desbloqueio através cilindro giratório de avanço
• O rearme só pode ser realizada por pessoa
autorizada, que use a chave apropriada.
• Só é utilizado em equipamentos que operam
pelo encravamento por mola
• Quando o dispositivo de segurança está
desbloqueado existe uma protecção para
evitar o fechamento por acidente
AZM 415- …xpkNS
25
7
25,6
5
5
,
2
ø
2
0
AZM 415- …xpkT
22
25,6
5
5
,
2
¤
2
6
AZM 415- …zpkTE
1
0
0
46,5
18
24
12,5
5
5
,
2
130 42
Observação
O tipo de protecção é resultante do tipo de
desbloqueio, e é identificado nos dados de
encomenda com x ou z.
Tipo de protecção
IP 54 ex.: AZM 415-11/11xpkNS
IP 67 ex.: AZM 415-11/11zpkF
AZM 415- …zpkTEI
5
5
,
2
42 130
1
0
0
46,5
12,5 18
24
• Desbloqueio auxiliar
• Desbloqueio e rearme através da chave
triângulo M5
• Desbloqueio acontece quando se aperta
o actuador vermelho do tipo cogumelo
• Puxar o Botão vermelho para fazer o rearme
• Quando o dispositivo de segurança está
desbloqueado existe uma protecção para
evitar o fechamento por acidente
• Encravamento de montagem interno
• Desbloqueio de emergência
• O desbloqueio de emergência é aplicado em
local de risco em que normalmente já há um
bloqueio de acesso
• Desbloqueio apertando o cilindro de pressão
• O rearme utilizando a chave apropriada só
pode ser realizada por pessoa autorizada.
• Quando o dispositivo de segurança está
desbloqueado existe uma protecção para
evitar o fechamento por acidente
• O desbloqueio para fuga é aplicado
naquele local de risco em que „ alguém pode
ficar trancado por engano“ , sendo que ele
deve sair abandonar do local
• Desbloqueio acontece quando se aperta o
actuador vermelho do tipo cogumelo
• O rearme acontece quando se aperta pino de engate
• Quando o dispositivo de segurança está
desbloqueado existe uma protecção para
evitar o fechamento por acidente
• Desbloqueio auxiliar
• Desbloqueio e rearme através da chave
triângulo M5
• Desbloqueio acontece quando se aperta
o actuador vermelho do tipo cogumelo
• Puxar o Botão vermelho para fazer o rearme
• Quando o dispositivo de segurança está
desbloqueado existe uma protecção para
evitar o fechamento por acidente
• Encravamento de montagem externa
AZM 415- …zpkFE
2
7
25 21
¤
3
0
¤
2
2
• Desbloqueio auxiliar
• Desbloqueio através de chave triangular M5
• Chave triangular M5, disponível como acessório
• Só é utilizado em equipamentos que operam
pelo encravamento por mola
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-48
1- 49
Encravamento de segurança
AZM 415- ...14H
1
0
0
8
4
8
5
0
,
5
2
8
130
114
5
56
A
8 46,5
24,5
M 20
30° 30°
2
4
,
7
A: Parafuso de regulação da retenção da
esfera 150 - 400 N
• Encravamento livre de falhas
• Invólucro de metal
• Princípios de accionamento diferentes
dos miolos dos actuadores
• Apropriado para a categoria de comando 4
• Sem problemas para abrir portas emperradas
através do sistema de alavancas articuladas
• Tipo reforçado
• Longa durabilidade
• Elevada força de encravamento 3500 N
• Retenção por esferas regulável até 400 N
• Encravamento por mola /
encravamento por tensão
• 2 entradas de cabo M20 x 1,5
• A posição do dispositivo de
segurança pode ser consultada
• Actuador sobre molas
Dados para encomenda
AZM 415- 11/ 11zpk➀- 14H- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ Encravamento por mola
a Encravamento por tensão
➁ 1637 Contactos em ouro
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-19
Invólucro: Metal leve, pintado
Actuador e pino trava : Metal zincado /
Alumínio
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com ponte
de contactos isolada
galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta,
contactos NF de
ruptura positiva
Tipo de conexão: Bornes roscados
+ condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 2 x M20 x 1,5
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 6 A
Categoria de aplicação: AC-15
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 5 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: mín. 15 N (dependendo da
regulação dada à pressão
da esfera de retenção)
Imã: 100% ED
U
s
: 24 VAC/DC
110 VAC, 50/60 Hz
230 VAC, 50/60 Hz
Potência instalada: máx. 10 W
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 50 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
F
máx
: 3500 N
Força de retenção: 150 - 400 N (regulável)
Observação
Os actuadores e as caixas de conexão não
estão incluídas no fornecimento.
Variantes de contacto
Encravamento por mola
2 NA / 2 NF
Encravamento por tensão
2 NA / 2 NF
S2 S1
A2 A1
21
13
23
11
22
14
24
12
P P
S2 S1
A2 A1
21
13
23
11
22
14
24
12
Q P
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
Os contactos S1 são accionados ou
desactivados quando a bobina A1/A2 é
energizada ou desenergizada.
Pelo menos um contato seguro do sensor
magnético (A) deve ser ligado no circuito
de segurança.
Os equipamentos de segurança que funcionam
pelo encravamento por tensão somente
poderão ser instalados depois de ser realizada
uma análise criteriosa dos riscos de acidentes
quando houver a probabilidade de queda no
fornecimento de energia, ou mesmo quando a
chave geral for desligada.
Certificados
H
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-49
1- 50
Encravamento de segurança
AZM 415 para portas duplas
8,6
124
20
29,5
46,5
1
2
5
¤
1
1
¤
6
,
5
1
0
8
1
1
4
4
,
8
141
E
A
A: Parafuso de regulação da retenção da
esfera 150 - 400 N
• Encravamento livre de falhas
• Para portas duplas
• Invólucro de metal
• 3 actuadores em um invólucro
• Tipo reforçado
• Longa durabilidade
• Elevada força de encravamento 2500 N
por porta
• A força de retenção da esfera é ajustável
individualmente para cada porta, até 400 N
• Pode ser fornecido com desbloqueio auxiliar
• Encravamento por mola /
encravamento por tensão
• 2 entradas de cabo M20 x 1,5
• Actuador sobre molas
Certificados
Dados para encomenda
AZM 415- 33zpdk➀ ➁- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ Encravamento por mola
a Encravamento por tensão
➁ Sem desbloqueio auxiliar
E Desbloqueio auxiliar
com chave triângulo
(só para encravamento
por mola)
➂ 1637 Contactos em ouro
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-19
Invólucro: Metal leve, pintado
Actuador e pino trava : Metal zincado /
Alumínio
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor,
com pontes de contacto
separadas galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta,
contactos NF de
ruptura positiva
Tipo de conexão: Bornes roscados
+ condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 2 x M20 x 1,5
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 6 A
Categoria de aplicação: AC-15
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 4,5 mm
Força (necessária) para
abertura forçada: mín. 15 N (dependendo da
regulação dada à pressão
da esfera de retenção)
Imã: 100% ED
U
s
: 24 VAC/DC
110 VAC, 50/60 Hz
230 VAC, 50/60 Hz
Potência instalada: máx. 10 W
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 50 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
F
máx
: 2500 N (por porta
de segurança)
Força de retenção: 150 - 400 N (regulável)
Observação
Os actuadores e as caixas de conexão não
estão incluídas no fornecimento
Variantes de contacto
Encravamento por mola
3 NA / 3 NF
Encravamento por tensão
3 NA / 3 NF
S1
A1
S2
S3
A2
21
23
31
33
22
24
32
34
13 11
14 12
A1
S2
S3
A2
S1
21
23
31
33
22
24
32
34
13 11
14 12
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
Os contactos 11-12 e 13-14 são accionados
ou desactivados quando a bobina A1/A2 é
energizada ou desenergizada.
Pelo menos um contato seguro do sensor
magnético A deve ser ligado no circuito de
segurança.
Os equipamentos de segurança que funcionam
pelo encravamento por tensão somente
poderão ser instalados depois de ser realizada
uma análise criteriosa dos riscos de acidentes
quando houver a probabilidade de queda no
fornecimento de energia, ou mesmo quando a
chave geral for desligada.
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-50
1- 51
Encravamento de segurança
Componentes do sistema
1
7
8
1
1
6
6
,
5
52
102
50 6,5
157
1
7
,
5
20 20
2
2
5
5
2
3
1
7
8
1
3
3
129
12
-3
52
66
20
9
1
3
0
6
,
4
1
2
7
5
5
1
4
28
R
min. 250
52
66
20
9
1
3
0
2
8
6
,
4
1
2
7
1
4
28
R
min. 250
55
2
0
7
2
2
6
,
5
1
5
3
5
19 30
56
¤6,4
¤5,8
¤10
0-6
Actuador recto AZM 415- B1
Actuador flexivel AZM 415- B2
Actuador flexivel AZM 415- B3
Actuador AZ/ AZM 415- STS30
Dados para encomenda
Actuador recto AZ/ AZM 415- B1
Actuador flexivel AZ/ AZM 415- B2
Actuador flexivel AZ/ AZM 415- B3
Actuador com ou sem
trinco anti pânico AZ/ AZM 415- STS30
Uma descrição detalhada do
produto encontra-se em nosso
catálogo geral da página 1-52.
Componentes do sistema
Chave triangular M5
Dados para encomenda
Chave triângulo M5 1100887
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-51
1- 52
Encravamento de segurança
AZM 415- STS30- …
1
7
8
1
1
6
6
,
5
52
102
50 6,5
157
1
7
,
5
20 20
2
2
5
5
2
3
1
7
8
1
3
3
129
12
-3
1
7
8
1
1
6
6
,
5
5
52
102
50 6,5
157
2
3
20 20
2
2
5
5
6
,
5
2
1
7 1
7
2
129
12
-3
88 max. 100 77 55 111 max. 100
AZM 415 STS30- 02/ - 04/ - 05/ - 07
AZM 415 STS30- 01/ - 03/ - 06/ - 08
Dados para encomenda
Incluído no fornecimento:
• Placa de montagem para interruptor
• Actuador com placa de montagem
• Manípulo de emergência (para versões -05
e -06, incluíndo placa de montagem)
Os esquemas são sempre apresentados de
frente para os equipamentos, na direcção da
área de risco.
Exemplo de encomenda
Para encomendar primeiro escolher o
interruptor desejado e depois o sistema
de manípulo de porta:
por exemplo: AZM 415-02/02zpkF-230VAC e
AZM 415-STS30-07
Versões do sistema
AZM 415- STS30- 01
AZM 415- STS30- 02
AZM 415- STS30- 03
AZM 415- STS30- 04
AZM 415- STS30- 05
AZM 415- STS30- 06
AZM 415- STS30- 07
AZM 415- STS30- 08
AZM
AZM
AZM
AZM
AZM
AZM
AZM
AZM
Dados para encomenda
Montagem interna
com trinco anti- pânico
porta direita AZM 415-STS30-01
porta esquerda AZM 415-STS30-02
sem trinco anti- pânico
porta direita AZM 415-STS30-03
porta esquerda AZM 415-STS30-04
Montagem externa
com trinco anti- pânico
porta direita AZM 415-STS30-05
porta esquerda AZM 415-STS30-06
sem trinco anti- pânico
porta direita AZM 415-STS30-07
porta esquerda AZM 415-STS30-08
Componentes do sistema
50
5
116
25
M
5
5
0
3
4
6
5
16
78,5
20
18
48,5
6
,
5
97
51,5
1
0 15
6
6
97
51,5
1
0
1
5
4
6
,
5
Bloqueador SZ 415- 1/ - 2
Bloqueador SZ 415- 1/ - 2 - 2177
Dispositivo centralizador TF.
Placa de montagem MP TG- 01
Dados para encomenda
Bloqueador
para …STS30-01/-03/-06/-08 SZ 415- 1
para …STS30-02/-04/-05/-07 SZ 415- 2
Bloqueador com 5 furos circulares
para …STS30-01/-03/-06/-08 SZ 415- 1- 2177
para …STS30-02/-04/-05/-07 SZ 415- 2- 2177
Dispositivo centralizador:
Montagem externa TFA- 010
Montagem interna TFI- 010
(Para informação do produto ver pagina 1-53)
Placa de montagem MP TG- 01
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-52
1- 53
5 2
5
5
50
1
0
4
6
,
5
2
2
4
0
73
20
10
Encravamento de segurança
Dispositivo centralizador TFA
• Montagem exterior
• Auto centragem da porta
• Batente
• Adequado para todos os tipos
de actuadores
• O actuador pode ser facilmente
inserido ou retirado
Dispositivo centralizador TFI
• Montagem interior
• Auto centragem da porta
• Batente
• Adequado para todos os tipos
de actuadores
• O actuador pode ser facilmente
inserido ou retirado
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-53
1- 54
Encravamento de segurança
MZM 100
40 1 40
9
2
6
8
1
6
3
1
6
32
1
3
4
M23
Dados para encomenda
MZM 100ST-➀➁-a Encravamento
Nr. Inserir Descrição
➀ Saídas: (1º digito = número de saídas
de diagnóstico, 2º digito = número de
saídas de segurança)
1P2P 1 saída de diagnóstico
e 2 saídas de segurança,
todas tipo PNP
1P2PW como no 1P2P combinado
com um sinal de diagnó-
stico: porta fechada e
encravamento bloqueado
SD2P saída diagnóstico série
e 2 saídas de segurança,
tipo PNP
➁ sem retenção
r com retenção
Dados técnicos
Normas: EN 60947-5-1, EN ISO 13849-1,
EN 954-1, IEC 61508
Invólucro: termoplástico reforçado com
fibra de vidro, auto-extinção de fogo
Durabilidade mecânica: ≥ 1 milhão
de operações (para
portas <5kg; velocidade
actuação <0,5m/s)
F
máx.
: 500 N
Força de retenção: típico 30 N
Tipo de protecção: IP 67
Classe de protecção de isolamento: II, X
Categoria de sobre-tensão: III
Grau de contaminação por sujidade: 3
Tipo de conexão: conector M 23 x 1
Ligação em série: máx. 31 equipamentos
Comprimento dos cabos: máx. 200m
(Comprimento e secção do
cabo dependem da tensão
e correntes aplicados)
Ambiente:
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 55 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Humidade relativa: 30% … 95%,
sem condensação,
sem gelo
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz,
amplitude 1 mm
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Frequência de comutação f: 1 Hz
Tempo de resposta: < 100 ms
Tempo de risco: < 100 ms
Tempo de prontidão: < 4 s
Velocidade de actuação: </= 0,5 m/s
Dados elétricos:
U
e
: 24 VDC –15%/+10%
(estabilizado PELV)
I
e
: 1 A
I
0
: máx. 0,5 A
U
imp
: 800 V
U
i
: 32 VDC
Protecção: Resistene a curto-circuito
Isolação do equipamento: em acorco
com UL 508 ≤ 4 A;
dependente do número
de equipamentos e
consumo (Y1,Y2 e Saída)
Observação
O interruptor/encravamento e o actuador têm
de ser pedidos em separado
Uma descrição detalhada sobre estes
produtos encontra-se no folheto “ Sensores e
Encravamentos Electrónicos de Segurança”
Funções dos LED
Verde tensão ligada
Amarelo condição de operação
Vermelho erro (ver códigos)
A tabela de diagnóstico para o MZM 100
pode ser encontrada no apêndice,
página A- 20.
Dados para encomenda
MZM 100- B1 Actuador
Actuador MZM 100- B1
40 24
20 4
3
1
0
0
1
6
0
9
7
8
38
20
• O encravamento e o actuador têm de ser
comprados em separado.
• Retenção do actuador sem tolerância,
ou seja, sem ruído por vibrações.
Certificados Certificados
H* * em preparação
• Desing ergonômico e moderno
• Montagem simples
• Ajuste fino através de furos oblongos
• Encravamento de segurança com inovador
e único principio de funcionamento
• Patenteado
• Encravamento por tensão
• Superfícies lisas que permitem
facilidade na limpeza
• Baixo risco de lesão
• Retenção automática (30 N),
não requer retenção mecânica
• A tecnologia do sensor permite um ajuste
+/_ 5 mm vertical e +/– 3 mm horizontal
entre actuador e interruptor
• Diagnóstico inteligente de
mensagens de erro
• Ligação em série (até 31 componentes)
sem redução da Categoria de Controlo
• 3 LED' s para sinalizar os estados
operacionais (ver tabela)
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-54
1- 55
Encravamento de segurança
Dados técnicos
Entradas de segurança X1 e X2:
Intervalo de tensão: – 3V … 5V: baixo
Intervalo de tensão: 15V … 30V: alto,
típico 4 mA a 24 V
Saídas de segurança Y1 e Y2: resistente
a curto-circuito, tipo PNP
U
e1
: 0 V até 4 V para Ue
I
e1
: máx. 0,25 A
Categoria de aplicação: DC-13
Corrente residual I
r
: ≤ 0,5 mA
Saída para diagnóstico OUT: resistente
a curto-circuito, tipo PNP
U
e2
: 0 V até 4 V para Ue
I
e2
: máx. 0,05 A
Categoria de aplicação: DC-13
Capacitância para
diagnóstico série: máx. 50 nF
Atuação magnética IN:
Intervalo de tensão: – 3V … 5V: baixo
Intervalo de tensão: 15V … 30V: alto,
típico 10 mA a 24 V,
dinâmico 20 mA
Imã: 100% ED
Supervisor de segurança: (em preparação)
Em acordo com EN ISO 13849-1: até PL e
Em acordo com EN 945-1: até categoria de
segurança 4 (com
ligação apropriada)
Em acordo com IEC/EN 61508: até SIL 3
PFH: 4,3 x 10
-9
/ h
Vida útil: 20 anos
Observação
Desalinhamento lateral
±
5
m
m
± 3 mm
Observação
Informação detalhada sobre a utilização do
diagnóstico série pode ser encontrada nas
instruções de montagem do PROFIBUS-
Gateway SD-I-DP-V0-2 e nas instruções
para a integração do PROFIBUS-Gateway.
Uma descrição detalhada do PROFIBUS-
Gateway SD-I-DP-V0-2 pode ser encontrada
na pagina 1-134 deste catálogo.
Esquema de ligação
9
7
6
5
2
3
4
1 8
Módulo de segurança
Os módulos de segurança adequados para
estas aplicações encomtram-se no folheto
“ Sensores e Encravamentos Electrónicos
de Segurança”
A categoria de controlo 4 atingível, de acordo
com a EN 954-1 e PL e de acordo com
EN ISO 13849-1 depende do módulo de
segurança e da estrutura do circuito.
Esquema de ligação para o cabo integrado ou conector
Configuração Ligação do encravamento Ligação do encravamento
dos pinos ...- 1P2P. ...- SD2P
Pin 1 24V Ue 24V Ue
Pin 2 X1 Entrada de segurança 1 X1 Entrada de segurança 1
Pin 3 GND Terra GND Terra
Pin 4 Y1 Saída de segurança 1 Y1 Saída de segurança 1
Pin 5 OUT Saída de sinalização OUT Saída SD
Pin 6 X2 Entrada de segurança 2 X2 Entrada de segurança 2
Pin 7 Y2 Saída de segurança 2 Y2 Saída de segurança 2
Pin 8 IN Controle do solenóide IN Entrada SD
Pin 9 livre livre
Conector integrado
M23, (8+1) pinos
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-55
1- 56
Encravamento de segurança
Componentes do sistema
1
2
0
2
45
9
2
M6
63
44
24
16
¤
6
,
5
Conjunto de montagem MS MZM 100- W
Dados para encomenda
Conjunto de montagem MS MZM 100- W
(parafusos incluidos no fornecimento)
Componentes do sistema
9
7
6
5
2
3
4
1 8
Cabo com conector
Dados para encomenda
Cabo com conector (femea),
M23 (8+1)- polos,
com terminais de soldar art. n°1187590
com terminais de encaixe art. n°1190956
com cabo
5m LIYY 8x0,75 mm
2
art. n°1189931
10m LIYY 8x0,75 mm
2
art. n°1189978
M12x1, 8- polos,
com cabo 2,5m 8x0,23 mm
2
art. n°1193608
com cabo 5m 8x0,23 mm
2
art. n°1193609
com cabo 10m 8x0,23 mm
2
art. n°1193610
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-56
1- 57
Encravamento de segurança
Adaptador T CSS- T
56
4
5
1
3
2
¤
1
5
¤
1
5
6
7 8
45° 4

1
5 2
3 4
2
3
,
5 1
5
2
3
4
• Possibilita a ligação em série dos sensores
CSS 34. Neste ponto tanto os canais de
segurança como o de diagnóstico são
ligados em série.
• Com o adaptador em T CSS-T, os sensores
CSS 34 podem ser ligados em “ daisy-chain” .
Neste ponto tanto os canais de segurança
como o de diagnóstico são ligados em série.
Sensores com saídas de diagnóstico con-
vencionais também podem ser ligados em
série, mas apesar disso, nesta configuração
os sinais de diagnóstico não são avaliados.
Dados técnicos
Tensão de operação dos
sensores CSS 34: 24 V (–15%/+10%)
Corrente de operação dos
sensores CSS 34: 0.6 A
Fusível de corte dos
cabos de ligação: 2 A
Temperatura ambiente T
u
: – 25 ºC … + 70 °C
Conector terminal CSS- T- A
42,9 0,5 ±
¤
1
6
,
4
M
1
2
x
1
4
3
2
1
• Fornece tensão de operação aos canais
de segurança
• O conector CSS-T-A fornece tensão de
operação aos canais de segurança. Para a
ligação podem ser utilizados cabos M12x1.
A queda de tensão (devido ao comprimento
do cabo, secção do cabo e queda de tensão
por sensor) devem ser levadas em conta,
uma vez que reduz o número de sensores
que podem ser utilizados em série.
1 1
1
2 2
2
3 3
3 4 5 6 7 8
4 4
5 5
A1 A1
Y1
Y2
SD-IN
A2 (GND)
X1
A2 (GND)
X2
SD-OUT
1
2
3
4
5
A1
X1
X2
SD-OUT
A2 (GND)
Dados para encomenda
CSS- T Adaptador T
Dados para encomenda
CSS- T- A Conector terminal
Certificados Certificados
CSS 34
Sensorkette zur Auswertung
Exemplo de comutação
C
S
S
-
1
4
-
3
4
-
S
-
S
D
-
M
-
S
T
C
S
S
-
1
4
-
3
4
-
S
-
S
D
-
M
-
S
T
CSS-T CSS-T-A CSS-T
Kapitel02_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:57 Uhr Seite 1-57
1- 58
Série
Fim de curso de segurança
Elementos de actuação
Fim de curso de segurança
Tabela de seleção: Fim de curso de segurança
Observação: Os dados técnicos das diferentes séries encontram-se nas páginas acima citadas. Informações relativas aos actuadores,
como dimensões, esquemas e percurso dos contactos constam na respectiva página da série
Actuador
Série 95 a partir da página 1- 70 WHLM
• Invólucro termoplástico
• 1 entrada de cabo
• Formato de acordo com
DIN EN 50 047
Série 236 a partir da página 1- 60 S R 4S 4R 1R K
• Invólucro termoplástico
• 1 entrada de cabo
• Formato de acordo com
DIN EN 50 047
Série 256 a partir da página 1- 60 S R 4S 4R 1R K
• Invólucro termoplástico
• 2 entradas de cabo
• Dimensões de fixação e ponto de
comutação de acordo DIN EN 50047
Série 235 a partir da página 1- 61 S R 4S 4R 1R K
• Invólucro de metal
• 1 entrada de cabo
• Formato de acordo com
DIN EN 50047
Série 255 a partir da página 1- 61 S R 4S 4R 1R K
• Invólucro de metal
• 3 entradas de cabo
• Formato de acordo com
DIN EN 50047
Série 332 a partir da página 1- 74 S R
• Invólucro de metal
• 1 entrada de cabo
• Formato de acordo com
DIN EN 50041
Série 336 a partir da página 1- 78 S R 1K
• Invólucro termoplástico
• 1 entrada de cabo
• Formato de acordo com
DIN EN 50041
Série 335 a partir da página 1- 83 S R 1K
• Invólucro de metal
• 1 entrada de cabo
• Formato de acordo com
DIN EN 50041
Série 355 a partir da página 1- 83 S R 1K
• Invólucro de metal
• 3 entradas de cabo
• Dimensões de fixação e ponto de
comutação de acordo DIN EN 50041
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-58
1- 59
* * * *
* estes actuadores não são adequados para funções de segurança, apenas de posicionamento!
DD WHKM TK
TL
DF
3K 4K K4 V1H V12H V14H V7H V10H
3K 4K K4 V1H V12H V14H V7H V10H
3K 4K K4 V1H V12H V14H V7H V10H
3K 4K K4 V1H V12H V14H V7H V10H
4VH 4V7H V10H
3K 4VH 4V7H V10H
3K 4VH 4V7H V10H
3K 4VH 4V7H V10H
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-59
1- 60
Fim de curso de segurança
Z/ T 236
·..
.: .:
·: ·:
..
··
.
:

.
.
.
:

.
» ·.
• Invólucro termoplástico
• Isolamento protegido X
• Disponível com 2 contactos NF
de ruptura positiva
• Contactos de acção rápida mantendo
a pressão constante até o instante
da comutação
• Disponível comutação lenta
com sobreposição ou escalonamento
de contactos
• 1 entrada de cabo M20 x 1,5
• Grande escolha em elementos de actuação
• Elementos de actuação deslocáveis 4 x 90º
• Ângulo do braço do actuador regulável
em passos de 10º
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
Certificados
Dados para encomenda
Z/ T 256
.
:

.
·
:
.
:

.
··
..
·

.:
.:
·:
·
.
·..

• Dimensões para atravancamento de
acordo com DIN EN 50047
• 2 entradas de cabo M20 x 1,5 laterais
Certificados
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Tipo de construção: fixação DIN EN 50047
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com ponte
de contactos isolada
galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
Comutação lenta
ou de acção rápida,
NF de ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
,
min. 1,5 mm
2
,
(inclusive bucha aderente)
Entrada de cabo: Z/T 236: 1 x M20 x 1,5
Z/T 256: 2 x M20 x 1,5
U
imp
: 6 kV
U
i
: 500 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
1 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Temperatura ambiente: – 30 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: 20 milhões de
comutações
Frequência de comutação : max. 5000/h
Duração do impacto: Comutação de
acção rápida: < 3 ms
Comutação lenta: correspondente
à velocidade de accionamento
Tempo de comutação: Comutação de
acção rápida: > 5,5 ms
Comutação lenta: correspondente
à velocidade de accionamento
Conexão por conector
Outras variantes de produto:
• Combinações de 3 polos NF/NA
• Contactos momentâneos
Lista S- IP ELAN, Wettenberg
* Interruptores com 2 contactos NA (20)
são apenas adequados para aplicações
de posicionamento.
· · . .
23
13
24
14
· · . .
21
11
22
12
· · . .
21
13
22
14
Nr. Inserir Descrição
➅ Entrada do condutor M20
ID Tecnologia de terminal
cortante
NPT Entrada do condutor
NPT 1/2“
ST Conector M12
(Codificação - A)
2310 (Codificação - B)
➆ 1297 Invólucro com furos
ovalizados na transversal
➇ 2138 Alavanca oscilante
com roldana 7H para
aplicações de segurança
➈ 1637 Contactos em ouro
➀➁ 2➂6- ➃z➄- ➅- ➆- ➇- ➈
Nr. Inserir Descrição
➀ Z Comutação de
acção rápida A
T Comutação lenta A
➁ Escolha dos actuadores a partir
da página 1-62
➂ 3 Formato estreito
5 Formato largo
➃ 02 2 NF
11 1 NA / 1 NF
20 2 NA*
➄ h Comutação lenta
com escalonamento
ü com contactos
sobrepostos
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-60
1- 61
Fim de curso de segurança
Z/ T 235
··
·..
.:
·:
.:
.
.

.
:

.
·:
.

.
• Invólucro de metal
• Disponível com 2 contactos NF
de ruptura positiva
• Contactos de acção rápida mantendo
a pressão constante até o instante
da comutação
• Disponível comutação lenta
com sobreposição ou escalonamento
de contactos
• Cobertura da área de comutação
• 1 entrada de cabo M20 x 1,5
• Grande escolha em elementos de actuação
• Elementos de actuação deslocáveis 4 x 90º
• Ângulo do braço do actuador regulável
em passos de 10º
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Tubos de metal, disponibilidade
sob consulta
Certificados
Z/ T 255
··


..
.
:

.
·
:

.
.
.

.
·:
·..
.:

·:·
• Dimensões para atravancamento de
acordo com DIN EN 50047
• 3 entradas de cabo M20 x 1,5
Certificados
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Tipo de construção: fixação DIN EN 50047
Invólucro: Z/T 235: zinco fundido
sob pressão, pintado
Z/T 255: alumínio fundido
sob pressão, pintado
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com ponte
de contactos isolada
galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
Comutação lenta
ou de acção rápida,
NF de ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
,
min. 0,75 mm
2
,
(inclusive bucha aderente)
Entrada de cabo: Z/T 235: 1 x M20 x 1,5
Z/T 255: 3 x M20 x 1,5
U
imp
: 6 kV
Conector: 0,8 kV
U
i
: 500 V
Conector: 50 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
1 A / 24 VDC
Conector: 4 A / 50 V
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Temperatura ambiente: – 30 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: 20 milhões de
comutações
Frequência de comutação : max. 5000/h
Duração do impacto: Comutação de
acção rápida: < 3 ms
Comutação lenta: correspondente
à velocidade de accionamento
Tempo de comutação: Comutação de
acção rápida: > 5,5 ms
Comutação lenta: correspondente
à velocidade de accionamento
Conexão por conector
Atenção! A utilização dos sistema de
conectores, de acordo com a EN 60204-1,
só é possível no circuito PELV.
* Interruptores com 2 contactos NA (20)
são apenas adequados para aplicações
de posicionamento.
· · . .
23
13
24
14
· · . .
21
11
22
12
· · . .
21
13
22
14
Dados para encomenda
Nr. Inserir Descrição
➅ Entrada do condutor M20
ID Tecnologia de terminal
cortante
NPT Entrada do condutor
NPT 1/2“
ST Conector M12
(Codificação - A)
2310 (Codificação - B)
➆ 1297 Invólucro com furos
ovalizados na transversal
➇ 2138 Alavanca oscilante
com roldana 7H para
aplicações de segurança
➈ 1637 Contactos em ouro
➀➁ 2➂5- ➃z➄- ➅- ➆- ➇- ➈
Nr. Inserir Descrição
➀ Z Comutação de
acção rápida A
T Comutação lenta A
➁ Escolha dos actuadores a partir
da página 1-62
➂ 3 Formato estreito
5 Formato largo
➃ 02 2 NF
11 1 NA / 1 NF
20 2 NA*
➄ h Comutação lenta
com escalonamento
ü com contactos
sobrepostos
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-61
1- 62
Fim de curso de segurança
Pino de pressão S
» ··. » .
·
·
• Tipo de actuação B de acordo
com DIN EN 50047
• Força de accionamento: mín. 9 N
• Força de ruptura positiva 19 N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 0º
Acção rápida:
mín. 10 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 60 mm/min, máx. 1m/s
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZS 2..- 11z 1
ZS 2..- 02z 1
1
TS 2..- 11z 2
TS 2..- 02z 2
TS 2..- 20z 2
TS 2..- 11zü 3
3
3
4
TS 2..- 02zh 4
TS 2..- 20zh 4
: .
·
.
13-14
23-24
: . .
·
11-12
21-22
.:
: . ·
.
13-14
21-22
.:
: .
..
..
13-14
23-24
: . ·.
·.
..
11-12
21-22
..
: . ..
·.
13-14
21-22
..
:
::
. ·:
11-12
21-22
21-22
11-12
..
:
·
. ·.
..
13-14
21-22
21-22
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
.
·
.

.
» ··
·:. ·:.
..
• Tipo de actuação C de acordo
com DIN EN 50047
• Força de accionamento: mín. 9 N
• Força de ruptura positiva 19 N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º
Acção rápida:
mín. 20 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 120 mm/min, máx. 1 m/s
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZR 2..- 11z 1
ZR 2..- 02z 1
1
TR 2..- 11z 2
TR 2..- 02z 2
TR 2..- 20z 2
TR 2..- 11zü 3
3
3
4
TR 2..- 02zh 4
TR 2..- 20zh 4
: .
·
.
13-14
23-24
: . .
·
11-12
21-22
.:
: . ·
.
13-14
21-22
.:
: .
..
..
13-14
23-24
: . ·.
·.
..
11-12
21-22
..
: . ..
·.
13-14
21-22
..
:
::
. ·:
11-12
21-22
21-22
11-12
..
:
·
. ·.
..
13-14
21-22
21-22
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Pino de pressão R
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-62
1- 63
Fim de curso de segurança
Pino de pressão 4S
.
.
.
:
·: · ·
» ·:
·:. ·:.
·.
• Força de accionamento: mín. 9 N
• Força de ruptura positiva 19 N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 0º
Acção rápida:
mín. 10 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 60 mm/min, máx. 1m/s
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z4S 2..- 11z 1
Z4S 2..- 02z 1
1
T4S 2..- 11z 2
T4S 2..- 02z 2
T4S 2..- 20z 2
T4S 2..- 11zü 3
3
3
4
T4S 2..- 02zh 4
T4S 2..- 20zh 4
: .
·
.
13-14
23-24
: . .
·
11-12
21-22
.:
: . ·
.
13-14
21-22
.:
: .
..
..
13-14
23-24
: . ·.
·.
..
11-12
21-22
..
: . ..
·.
13-14
21-22
..
:
::
. ·:
11-12
21-22
21-22
11-12
..
:
·
. ·.
..
13-14
21-22
21-22
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Pino de pressão 4R
.
. .
:
·: · ·
» ··
·:. ·:.
..
·.
• Força de accionamento: mín. 9 N
• Força de ruptura positiva 19 N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º
Acção rápida:
mín. 20 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 120 mm/min, máx. 1 m/s
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z4R 2..- 11z 1
Z4R 2..- 02z 1
1
T4R 2..- 11z 2
T4R 2..- 02z 2
T4R 2..- 20z 2
T4R 2..- 11zü 3
3
3
4
T4R 2..- 02zh 4
T4R 2..- 20zh 4
: .
·
.
13-14
23-24
: . .
·
11-12
21-22
.:
: . ·
.
13-14
21-22
.:
: .
..
..
13-14
23-24
: . ·.
·.
..
11-12
21-22
..
: . ..
·.
13-14
21-22
..
:
::
. ·:
11-12
21-22
21-22
11-12
..
:
·
. ·.
..
13-14
21-22
21-22
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-63
1- 64
Fim de curso de segurança
Alavanca com roldana 1R
» ·.
·:. ·:.
.
·
:
• Força de accionamento: mín. 9 N
• Força de ruptura positiva 19 N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º
Acção rápida:
mín. 27 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 160 mm/min, máx. 1 m/s
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Z1R 2..- 11z 1
Z1R 2..- 02z 1
1
T1R 2..- 11z 2
T1R 2..- 02z 2
T1R 2..- 20z 2
T1R 2..- 11zü 3
3
3
13-14
·
.
:
21-22
·
.:
13-14
·.
:
23-24
·. ·
11-12
· ·
·:
:
21-22
·:
13-14
·
·
:
21-22
·.
·:
:
::
· ·:
11-12
21-22
21-22
11-12
.:
:
.:
·
· ··
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Alavanca com roldana K
:.
.
·

.
» ·· ..
·:. ·:.
• Tipo de actuação E de acordo
com DIN EN 50047
• Força de accionamento: mín. 9 N
• Força de ruptura positiva 19 N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º
Acção rápida:
mín. 24 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 240 mm/min, máx. 1 m/s
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZK 2..- 11z 1
ZK 2..- 02z 1
1
TK 2..- 11z 2
TK 2..- 02z 2
TK 2..- 20z 2
TK 2..- 11zü 3
3
3
4
TK 2..- 02zh 4
TK 2..- 20zh 4
: :.
·:
..
13-14
23-24
: :. ..
·.
11-12
21-22
..
: :. ·:
..
13-14
21-22
..
: :.


13-14
23-24
: :. ..
..
.:
11-12
21-22
.:
: :. .·
..
13-14
21-22
.:
:
··
:. ·.
21-22
21-22
11-12
11-12
..
:
·.
:. ..
.. 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-64
1- 65
Fim de curso de segurança
Alavanca de roldana 3K
»
·
.
.
:
·.
.
·:. ·:.
• Força de accionamento: mín. 9 N
• Força de ruptura positiva 19 N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º
Acção rápida:
mín. 27 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 160 mm/min, máx. 1 m/s
• Accionamento por baixo-paralelo em relação
ao interruptor, por isso só é apropriado para
invólucros estreitos (Z/T 235 e Z/T 236)
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z3K 2..- 11z 1
Z3K 2..- 02z 1
1
T3K 2..- 11z 2
T3K 2..- 02z 2
T3K 2..- 20z 2
T3K 2..- 11zü 3
3
3
4
T3K 2..- 02zh 4
T3K 2..- 20zh 4
: ·
··
..
13-14
23-24
: · ..
··
11-12
21-22
..
: · ··
..
13-14
21-22
..
: ·
.
.
13-14
23-24
: · ·:
·:

11-12
21-22

: · .
·:
13-14
21-22

:
·
· ·
21-22
21-22
11-12
11-12
.:
:
··
· ·:
.: 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Alavanca de roldana 4K
»
·
·
.
.

.
.· .
·:. ·:.
• Força de accionamento: mín. 6 N
• Força de ruptura positiva 16 N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º
Acção rápida:
mín. 44 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 264 mm/min, máx. 1 m/s
• Accionamento por baixo-paralelo em relação
ao interruptor, por isso só é apropriado para
invólucros estreitos (Z/T 235 e Z/T 236)
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z4K 2..- 11z 1
Z4K 2..- 02z 1
1
T4K 2..- 11z 2
T4K 2..- 02z 2
T4K 2..- 20z 2
T4K 2..- 11zü 3
3
3
4
T4K 2..- 02zh 4
T4K 2..- 20zh 4
: ··
.
.:
13-14
23-24
: ·· .:
·
11-12
21-22
·.
: ·· .
.:
13-14
21-22
·.
: ··
·
·
13-14
23-24
: ·· .
.
..
11-12
21-22
..
: ·· ·
.
13-14
21-22
..
:
·:
·· ..
21-22
21-22
11-12
11-12
:.
:
·
·· .
:. 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-65
1- 66
Fim de curso de segurança
Alavanca de roldana K4
····.
··
.
.

.
·
·

:
.
·:
• Força de accionamento: mín. 6 N
• Força de ruptura positiva 16 N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º
Acção rápida:
mín. 56 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 336 mm/min, máx. 1m/s
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZK4 2..- 11z 1
ZK4 2..- 02z 1
1
TK4 2..- 11z 2
TK4 2..- 02z 2
TK4 2..- 20z 2
TK4 2..- 11zü 3
3
3
4
TK4 2..- 02zh 4
TK4 2..- 20zh 4
: ··:
.:
.
13-14
23-24
: ··: .
·:
11-12
21-22
·:
: ··: .:
.
13-14
21-22
·:
: ··:
··
··
13-14
23-24
: ··: .:
.:

11-12
21-22

: ··: ··
.:
13-14
21-22

:
··
··: ..
21-22
21-22
11-12
11-12
:
:
·:
··: .:
: 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Alavanca basculante 1H
·
.
·
.

.
»·.
·:. ·:.
.
.:
• Alavanca plástica
• Tipo de actuação A de acordo
com DIN EN 50047
• Actuador regulável em passos de 10º
• Torque de accionamento: mín. 15 Ncm
• Torque de ruptura positiva 18,5 N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º
Acção rápida:
mín. 92 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 492 mm/min, máx. 1m/s
• Pode ser fornecido com anteparo de
vedação, código de encomenda -z
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZV1H 2..- 11z 1
ZV1H 2..- 02z 1
1
TV1H 2..- 11z 2
TV1H 2..- 02z 2
TV1H 2..- 20z 2
TV1H 2..- 11zü 3
3
3
4
TV1H 2..- 02zh 4
TV1H 2..- 20zh 4
.. : ·: ·: ..
·. ·.
13-14
23-24
.. : ·: ·: ..
·· ··
11-12
21-22
..
..
..
..
..
: ·: ·:
..
·. ·.
13-14
21-22 .. ..
: ·: ·: .·



13-14
23-24
.:
.:
.:
.:
: ·: ·:
.: .:
.: .:
11-12
21-22
.:
.:
.:
: ·: ·:
.:
.· .·
13-14
21-22
: ·: ·: ··
·· ··
··
21-22
21-22
11-12
11-12




: ·:
.· .·
·· ··
·: .: .:
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-66
1- 67
Fim de curso de segurança
·
.
·
.
·:
.
·
·
·
·
.·.
...
:. ·:
• Aplicável somente em tarefas de
posicionamento
• Actuador regulável em passos de 10º
• Torque de accionamento: mín. 15 Ncm
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º
Acção rápida:
mín. 240 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 1440 mm/min, máx. 1m/s
• Pode ser fornecido com anteparo de
vedação, código de encomenda -z
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZV7H 2...- 11z 1
ZV7H 2...- 02z 1
1
TV7H 2...- 11z 2
TV7H 2...- 02z 2
TV7H 2...- 20z 2
TV7H 2...- 11zü 3
3
3
4
TV7H 2...- 02zh 4
TV7H 2...- 20zh 4
.. : ·: ·: ..
·. ·.
13-14
23-24
.. : ·: ·: ..
·· ··
11-12
21-22
..
: ·: ·:
..
·. ·.
13-14
21-22
: ·: ·: .·



13-14
23-24
.:
.:
.:
.:
: ·: ·:
11-12
21-22
.:
: ·: ·:
.:
.· .·
13-14
21-22
: ·: ·: ··
·· ··
··
21-22
21-22
11-12
11-12
: ·:
·· ··
·: .: .:
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
7H- 2138
·
.
.
·
·
·
·
..:.
:.
»·:
·:. ·:.
• Para aplicações de segurança A,
código para encomenda - 2138
• Actuador regulável em passos de 10º
• Torque de accionamento: mín. 15 Ncm
• Torque de ruptura positiva 18,5 N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º
Acção rápida:
mín. 240 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 1440 mm/min, máx. 1m/s
• Pode ser fornecido com anteparo de
vedação, código de encomenda -z
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZV7H 2..- 11z-
2138 1
ZV7H 2..- 02z-
2138 1
1
TV7H 2..- 11z-
2138 2
TV7H 2..- 02z-
2138 2
TV7H 2..- 20z-
2138 2
TV7H 2..- 11zü-
2138 3
3
3
4
TV7H 2..- 02zh-
2138 4
TV7H 2..- 20zh-
2138 4
.. : ·: ·: ..
·. ·.
13-14
23-24
.. : ·: ·: ..
·· ··
11-12
21-22
..
..
..
..
..
: ·: ·:
..
·. ·.
13-14
21-22 .. ..
: ·: ·: .·



13-14
23-24
.:
.:
.:
.:
: ·: ·:
.: .:
.: .:
11-12
21-22
.:
.:
.:
: ·: ·:
.:
.· .·
13-14
21-22
: ·: ·: ··
·· ··
··
21-22
21-22
11-12
11-12




: ·:
.· .·
·· ··
·: .: .:
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Alavanca basculante 7H
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-67
1- 68
Fim de curso de segurança
Alavanca tipo haste 10H
:.
·:. ·:.
». .:.
·
:
:
·
.
·
.
• Aplicável somente em tarefas de
posicionamento
• Actuador regulável em passos de 10º
• Bastão termoplástico
• Torque de accionamento: mín. 15 Ncm
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º
Acção rápida:
mín. 687 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 4122 mm/min, máx. 1 m/s
• Pode ser fornecido com anteparo de
vedação, código de encomenda -z
• Barra de alumínio, código para
encomenda - 1183
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZV10H 2..- 11z 1
ZV10H 2..- 02z 1
1
TV10H 2..- 11z 2
TV10H 2..- 02z 2
TV10H 2..- 20z 2
TV10H 2..- 11zü
3
3
4
TV10H 2..- 02zh
TV10H 2..- 20zh
.. : ·: ·: ..
·. ·.
13-14
23-24
.. : ·: ·: ..
·· ··
11-12
21-22
..
: ·: ·:
..
·. ·.
13-14
21-22
: ·: ·: .·



13-14
23-24
.:
.:
.:
.:
: ·: ·:
11-12
21-22
.:
: ·: ·:
.:
.· .·
13-14
21-22
: ·: ·: ··
·· ··
··
21-22
21-22
11-12
11-12
: ·:
·· ··
·: .: .:
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
·
.
·
.

.
»·.
·:. ·:.
.
...
• Alavanca de metal com rolo plástico
• Tipo de actuação A de acordo
com DIN EN 50047
• Actuador regulável em passos de 10º
• Torque de accionamento: mín. 15 Ncm
• Torque de ruptura positiva 18,5 N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º
Acção rápida:
mín. 687 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 4122 mm/min, máx. 1 m/s
• Pode ser fornecido com anteparo de
vedação, código de encomenda -z
• Disponível com rolo de metal,
código de encomenda -RMS
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZV12H 2..- 11z 1
ZV12H 2..- 02z 1
1
TV12H 2..- 11z 2
TV12H 2..- 02z 2
TV12H 2..- 20z 2
TV12H 2..- 11zü
3
3
4
TV12H 2..- 02zh
TV12H 2..- 20zh
.. : ·: ·: ..
·. ·.
13-14
23-24
.. : ·: ·: ..
·· ··
11-12
21-22
..
..
..
..
..
: ·: ·:
..
·. ·.
13-14
21-22 .. ..
: ·: ·: .·



13-14
23-24
.:
.:
.:
.:
: ·: ·:
.: .:
.: .:
11-12
21-22
.:
.:
.:
: ·: ·:
.:
.· .·
13-14
21-22
: ·: ·: ··
·· ··
··
21-22
21-22
11-12
11-12




: ·:
.· .·
·· ··
·: .: .:
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Alavanca basculante 12H
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-68
1- 69
Fim de curso de segurança
Alavanca basculante 14H
·
.
·
:
»·.
·:. ·:.
.
...
• Alavanca de metal com rolo plástico
• Actuador regulável em passos de 10º
• Torque de accionamento: mín. 15 Ncm
• Torque de ruptura positiva 18,5 N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º
Acção rápida:
mín. 687 mm/min, máx. 1 m/s
Comutação lenta:
mín. 4122 mm/min, máx. 1 m/s
• Pode ser fornecido com anteparo de
vedação, código de encomenda -z
• Disponível com rolo de metal,
código de encomenda -RMS
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZV14H 2..- 11z 1
ZV14H 2..- 02z 1
1
TV14H 2..- 11z 2
TV14H 2..- 02z 2
TV14H 2..- 20z 2
TV14H 2..- 11zü
3
3
4
TV14H 2..- 02zh
TV14H 2..- 20zh
.. : ·: ·: ..
·. ·.
13-14
23-24
.. : ·: ·: ..
·· ··
11-12
21-22
..
..
..
..
..
: ·: ·:
..
·. ·.
13-14
21-22 .. ..
: ·: ·: .·



13-14
23-24
.:
.:
.:
.:
: ·: ·:
.: .:
.: .:
11-12
21-22
.:
.:
.:
: ·: ·:
.:
.· .·
13-14
21-22
: ·: ·: ··
·· ··
··
21-22
21-22
11-12
11-12




: ·:
.· .·
·· ··
·: .: .:
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-69
1- 70
Fim de curso de segurança
ES/ EM 95
·:
··
·:
·.
.
:

.
.
·
··
.
.

.
.:
·:
.:
·:
.

.
:
• Invólucro termoplástico
• Furos ovais transversais
• Isolamento protegido X
• Contactos de acção rápida mantendo
a pressão constante até o instante
da comutação
• Disponível comutação lenta
com sobreposição de contactos
• Grande escolha em elementos de actuação
• Elementos de actuação deslocáveis 4 x 90º
• Ângulo do braço do actuador
regulável em passos de 10º
• 1 entrada de cabo M20 x 1,5
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Podem-se adicionar outros furos
de fixação, se necessário.
Certificados
Dados para encomenda
ES/ EM 95 V
··

·.
.:
·:
.
:

.
..
.
.

.
.
·
··
.
.

.
·:
.:
·:
• Comutação lenta com bloqueio mecânico in-
clusive fixação do material e botão de des-
bloqueio azul, disponível sob referência -V
• Disponíveis invólucros com furos oblongos
longitudinais, código para encomenda LL
Certificados
Nr. Inserir Descrição
➃ V Atravancamento
mecânico e botão
de desbloqueio
➄ Entrada do condutor M20
M16 Entrada do condutor M16
➅ Furos oval transversal
LL Furos oblongos
longitudinais
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Tipo de construção: DIN EN 50047
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com ponte
de contactos isolada
galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
Comutação lenta
ou de acção rápida,
NF de ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 1 x M20 x 1,5
U
imp
: 6 kV
U
i
: 500 V
I
the
: 6 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 0,275 A / 250 VDC
1 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Frequência de comutação : 1800/h
Temperatura ambiente: – 20 °C … + 80 ºC
Velocidade de accionamento
relacionado pino actuador: Comutação de
acção rápida:
mín. 10 mm/min
Comutação lenta:
mín. 60 mm/min
Duração do impacto: Comutação de
acção rápida: < 3 ms
Comutação lenta: correspondente
à velocidade de accionamento
Tempo de comutação: Comutação de
acção rápida: > 5,5 ms
Comutação lenta: correspondente
à velocidade de accionamento
* Interruptores com 2 contactos NA (20)
são apenas adequados para aplicações
de posicionamento.
E➀ 95 ➁- ➂- ➃- ➄- ➅
Nr. Inserir Descrição
➀ M Comutação de
acção rápida A
S Comutação lenta A
➁ Escolha dos actuadores a partir
da página 1-71
➂ 1Ö/1S 1 NA / 1 NF
UE 1 NA / 1 NF com
contactos sobrepostos
2Ö 2 NF
2S 2 NA*
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-70
1- 71
Fim de curso de segurança
·. ·
·:
··
.
:
.
.
:

.
·
.

.
• Actuador com colar de vedação
• Rolo plástico resistente a fricção
• Actuador reposicionável 4 x 90º
• Tubos de metal, disponibilidade
sob consulta
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
EM 95 WHLM
1Ö/ 1S 1
1
1
ES 95 WHLM
1Ö/ 1S 2
ES 95 WHLM 2Ö
ES 95 WHLM 2S
ES 95 WHLM
UE 3
3
3
:
··
:
·.
·.
15-16
23-24
: :
:
·.
13-14
23-24
: .
.
·· ·.
11-12
21-22
··
:
.
:
··
·.
11-12
23-24
·.
:
.
·. :
13-14
13-14
21-22
21-22
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Alavanca basculante WHKM
·:
·.
··
.
.
:

.
·
.
·
.

.
• Aplicável somente em tarefas de
posicionamento
• Actuador com colar de vedação
• Actuador pode ser reposicionado 4 x 90º
após instalado
• Accionamento somente a partir da direita
• Ciclo livre quando accionado da esquerda
• Tubos de metal, disponibilidade
sob consulta
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
EM 95 WHKM
1Ö/ 1S 1
1
1
ES 95 WHKM
1Ö/ 1S 2
ES 95 WHKM 2Ö
ES 95 WHKM 2S
ES 95 WHKM
UE 3
3
3
:
.
. :
15-16
23-24
: .
.
:
13-14
23-24
: ·
·
:
11-12
21-22
:
·
. :
11-12
23-24
:
·.
: ..
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Alavanca longa WHLM
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-71
1- 72
Fim de curso de segurança
Alavanca tipo antena DD
.
:
. .
. ..
.:.
·
·
• Aplicável somente em tarefas de
posicionamento
• Actuador regulável em passos de 10º
• Actuador reposicionável 4 x 90º
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
EM 95 DD 1Ö/ 1S
1
1
ES 95 DD 1Ö/ 1S
ES 95 DD 2Ö 2
ES 95 DD 2S 2
ES 95 DD UE 3
3
3
:
.. ..
.. .. .. ..
15-16
23-24
: .. ..
.. ..
.. ..
13-14
23-24
: ·. ·.
·. ·.
.. ..
11-12
21-22
:
·. ·.
.. .. .. ..
11-12
23-24
:
·· ··
.: .: .. ..
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Alavanca tipo mola DF
: ...
.:
·
·
·
·
-
.
·

·
·
.
. ·
• Aplicável somente em tarefas de
posicionamento
• Actuador regulável em passos de 10º
• Actuador reposicionável 4 x 90º
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
EM 95 DF 1Ö/ 1S
1
1
ES 95 DF 1Ö/ 1S
ES 95 DF 2Ö 2
ES 95 DF 2S 2
ES 95 DF UE 3
3
3
:
.. ..
.. .. .. ..
15-16
23-24
: .. ..
.. ..
.. ..
13-14
23-24
: ·. ·.
·. ·.
.. ..
11-12
21-22
:
·. ·.
.. .. .. ..
11-12
23-24
:
·· ··
.: .: .. ..
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-72
1- 73
Fim de curso de segurança
Alavanca tipo mola TK
·:
·
·
:
·
·
. ·
• Aplicável somente em tarefas de
posicionamento
• Ponta plástica resistente a fricção
• Mola que actua pelo tacto pode ser
accionada em todas as direcções
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
EM 95 TK 1Ö/ 1S ES 95 TK 1Ö/ 1S
: ··
.
23-24
11-12
:
·
··
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
Mola comprida TL
·:
·
.
.

.
. ·.
• Aplicável somente em tarefas de
posicionamento
• Mola que actua pelo tacto pode ser
accionada em todas as direcções
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
EM 95 TL 1Ö/ 1S ES 95 TL 1Ö/ 1S
: ··
.
23-24
11-12
:
·
··
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-73
1- 74
Fim de curso de segurança
Z 332
·
.
.
:
.:
·

.
.

.
.
.

.
.:.
·:
·.
.:
:

.
.:
• Invólucro de metal
• Contactos em prata maciça, em ouro
• Memória magnética - acção rápida
• Cobertura da área de comutação
• Impacto de curta duração
• Sistema de contacto separado do sistema
de acção rápida, sendo por isso o ponto
de comutação constante e independente
do desgaste dos contactos.
• Grande capacidade de abertura dos
contactos
• Alta precisão da repetibilidade do ponto
de actuação
• Grande escolha em elementos de actuação
• Elementos de actuação deslocáveis 4 x 90º
• Ângulo do braço do actuador regulável
em passos de 10º
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
Certificados
Dados para encomenda
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Tipo de construção: DIN EN 50041
Invólucro: metal leve fundido
sob pressão, pintado
Tipo de protecção: IP 65 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com ponte
de contactos isolada
galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
U
imp
: 4 kV
Conector: 0,8 kV
U
i
: 250 V
Conector: 50 V
I
the
: 6 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 2,5 A / 230 VAC
Conector: 4 A / 50 V
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Temperatura ambiente: – 30 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: 30 milhões de
comutações
Frequência de comutação : 3000/h
Precisão do ponto de actuação ± 0,02 mm
Velocidade de accionamento
actuação de acção rápida min. 10 mm/min
Capacidade de abertura
do contacto, quando usado
todo curso disponível > 2 x 1,25 mm
Duração do impacto: < 2,5 ms
Tempo de comutação na
actuação de acção rápida > 1,5 ms
Conexão por conector
Atenção! A utilização dos sistema de
conectores, de acordo com a EN 60204-1,
só é possível no circuito PELV.
· · . .
21
13
22
14
Z➀ 332- 11y- ➁- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ Escolha dos actuadores a partir
da página 1-75
➁ Entrada do condutor M20
ST Conector M12
(Codificação - A)
2310 (Codificação - B)
➂ 2138 Alavanca oscilante
com roldana 7H para
aplicações de segurança
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-74
1- 75
Fim de curso de segurança
Pino de pressão S
·
·

.
·· ··
» :
• Tipo de actuação B de acordo
com DIN EN 50041
• Força de accionamento: mín. 31 N
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
ZS 332- 11y 1
:
·.
. ·
.· 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
Pino de pressão R
·· ··
.. » ···
.
:

.
• Tipo de actuação C de acordo
com DIN EN 50041
• Força de accionamento: mín. 31 N
• Rolete de actuação de latão
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
ZR 332- 11y 1
:
·.
. ·
.· 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-75
1- 76
Fim de curso de segurança
Alavanca basculante H
·
:
·
.

.
» ·:
·· ··
...
:.
• Tipo de actuação A de acordo
com DIN EN 50041
• Torque de accionamento: mín. 35 Ncm
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Z4VH 332- 11y 1
: :: ·. ·.
·. ·.
::
.: .: 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
Alavanca basculante 10H
:.
··
··
.:
·
:
:
·
.

.
·
.
» .
• Tipo de actuação D de acordo
com DIN EN 50041
• Bastão termoplástico
• Aplicável somente em tarefas de
posicionamento
• Torque de accionamento: mín. 35 Ncm
• Barra de alumínio, código para
encomenda - 1183
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Z4V10H 332- 11y
: ::
·. ·.
:: ·. ·.
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-76
1- 77
Fim de curso de segurança
Alavanca basculante 7H
·
.

.
.
·
·
·
·
·
.

.
·· ··
..
»
·
:
:.
• Aplicável somente em tarefas de
posicionamento
• Torque de accionamento: mín. 35 Ncm
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Z4V7H 332- 11y
: ::
·. ·.
:: ·. ·.
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
7H- 2138
·
.

.
..
··
»·:
··
»
·
:
:.
.
·
·
·
·
• Para aplicações de segurança A,
código para encomenda - 2138
• Torque de accionamento: mín. 35 Ncm
Abertura angular obrigatória T só no código
para encomenda -2138
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Z4V7H 332- 11y-
2138 1
: :: ·. ·.
·. ·.
::
.: .: 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-77
1- 78
Fim de curso de segurança
Z/ T 336
·
.
.:.
.:
·

.
»
.

.
.
:
.
.

.
.:.
··
.:
:

.
..
• Invólucro termoplástico
• Isolamento protegido X
• Disponível com contactos NF
de ruptura positiva
• Contactos de acção rápida mantendo
a pressão constante até o instante
da comutação
• Comutação lenta disponível com
2 contactos obrigatórios positivos NF
• Disponível comutação lenta
com sobreposição ou escalonamento
de contactos
• 1 entrada de cabo M20 x 1,5
• Grande escolha em elementos de actuação
• Elementos de actuação deslocáveis 4 x 90º
• Ângulo do braço do actuador regulável
em passos de 10º
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Tubos de metal, disponibilidade
sob consulta
Certificados
Dados para encomenda
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Tipo de construção: DIN EN 50041
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com ponte
de contactos isolada
galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
Comutação lenta
ou de acção rápida,
NF de ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 1 x M20 x 1,5
U
imp
: 6 kV
U
i
: 500 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
4 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Temperatura ambiente: – 30 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: 30 milhões de
comutações
Frequência de comutação : max. 5000/h
Duração do impacto: Comutação de
acção rápida: correspondente
à velocidade de accionamento
Comutação
lenta: < 2ms
Tempo de comutação: Comutação de
acção rápida: < 2 ms
Comutação lenta: correspondente
à velocidade de accionamento
Conexão por conector
* Interruptores com 2 contactos NA (20)
são apenas adequados para aplicações
de posicionamento.
· · . .
23
13
24
14
· · . .
21
11
22
12
· · . .
21
13
22
14
Nr. Inserir Descrição
➄ Entrada do condutor M20
NPT Entrada do condutor
NPT 1/2“
ST Conector M12
(Codificação - A)
2310 (Codificação - B)
➅ 2138 Alavanca oscilante
com roldana 7H para
aplicações de segurança
➆ 1637 Contactos em ouro
➀➁ 336- ➂z➃- ➄- ➅- ➆
Nr. Inserir Descrição
➀ Z Comutação de
acção rápida A
T Comutação lenta A
➁ Escolha dos actuadores a partir
da página 1-79
➂ 11 1 NA / 1 NF
02 2 NF
20 2 NA*
01/01 1 NF esquerda /
1 NF direita
➃ h Comutação lenta
com escalonamento
ü com contactos
sobrepostos
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-78
1- 79
Fim de curso de segurança
Pino de pressão S
·
·

.
·· ··
» :
• Tipo de actuação B de acordo
com DIN EN 50041
• Força de accionamento requerida
Acção rápida: 12 N
Comutação lenta: 17N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 0º,
máx 0,5 m/s .
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZS 336- 11z 1
ZS 336- 02z 1
1
TS 336- 11z 2
TS 336- 02z 2
TS 336- 20z 2
TS 336- 11zü 3
3
3
4
TS 336- 02zh 4
TS 336- 20zh 4
: .
·.
.
13-14
23-24
.. : . .·
·
11-12
21-22
·:
: . .

13-14
21-22
..
: .
.
.
13-14
23-24
·: : . ·
·
11-12
21-22
·:
: . .
·
13-14
21-22
·:
:
::
. ·.
21-22
21-22
11-12
11-12
.:
:
·
. ·
.: 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Pino de pressão R
·· ··
.. » ···
.
:

.
• Tipo de actuação C de acordo
com DIN EN 50041
• Força de accionamento requerida
Acção rápida: 12 N
Comutação lenta: 17N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 0,5 m/s
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZR 336- 11z 1
ZR 336- 02z 1
1
TR 336- 11z 2
TR 336- 02z 2
TR 336- 20z 2
TR 336- 11zü 3
3
3
4
TR 336- 02zh 4
TR 336- 20zh 4
: .
·.
.
13-14
23-24
.. : . .·
·
11-12
21-22
·:
: . .

13-14
21-22
..
: .
.
.
13-14
23-24
·: : . ·
·
11-12
21-22
·:
: . .
·
13-14
21-22
·:
:
::
. ·.
21-22
21-22
11-12
11-12
.:
:
·
. ·
.: 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-79
1- 80
Fim de curso de segurança
Alavanca basculante H
·
:
·
.

.
» ·:
·· ··
...
:.
• Tipo de actuação A de acordo
com DIN EN 50041
• Torque de accionamento requerido
Acção rápida: 26 Ncm
Comutação lenta: 31 Ncm
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 2,5 m/s
A implementação da instrução constante
na frase anterior deverá ser providenciada
na fábrica
No TVH 336-01/01z a ruptura positiva
só actua de maneira unilateral
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z4VH 336- 11z 1
Z4VH 336- 02z 1
1
1
T4VH 336- 11z 2
T4VH 336- 02z 2
T4VH 336- 20z 2
TVH 336- 01/ 01z
T4VH 336- 11zü
3
3
3
4
T4VH 336- 02zh
T4VH 336- 20zh
4
: :: :: ..
·.
..
·.
13-14
23-24
..
·.
..
·.
: :: ::
..
..
..
..
11-12
21-22
..
..
..
..
: :: ::
.. ..
13-14
21-22
·.
·. : :: .:
.: 11-12
21-22
: :: :: ..
..
..
..
13-14
23-24
·.
·.
·.
·.
: :: ::
..
..
..
..
11-12
21-22
.. : :: :: ..
·. ·.
13-14
21-22 .. ..
.. .. : ::
·: ·:
: :
::
21-22
21-22
11-12
11-12
: ::
.. ..
·· ··
:: ·. ·.
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
1 NF esquerdo
1 NF direito
Alavanca tipo haste 10H
:.
··
··
.:
·
:
:
·
.

.
·
.
» .
• Aplicável somente em tarefas de
posicionamento
• Tipo de actuação D de acordo
com DIN EN 50041
• Bastão termoplástico
• Torque de accionamento requerido
Acção rápida: 26 Ncm
Comutação lenta: 31 Ncm
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 2,5 m/s
• Barra de alumínio, código para
encomenda - 1183
A implementação da instrução constante
na frase anterior deverá ser providenciada
na fábrica
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z4V10H 336- 11z
Z4V10H 336- 02z
1
1
T4V10H 336- 11z
T4V10H 336- 02z
T4V10H 336- 20z
TV10H 336-01/ 01z
T4V10H 336-11zü
3
3
3
4
T4V10H 336-02zh
T4V10H 336-20zh
4
: :: :: ..
·.
..
·.
13-14
23-24
..
·.
..
·.
: :: ::
11-12
21-22
..
..
..
..
: :: ::
13-14
21-22
·.
·. : :: .:
11-12
21-22
: :: :: ..
..
..
..
13-14
23-24
·.
·.
·.
·.
: :: ::
11-12
21-22
.. : :: :: ..
·. ·.
13-14
21-22
.. .. : ::
: :
::
21-22
21-22
11-12
11-12
: ::
·· ··
:: ·. ·.
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
1 NF esquerdo
1 NF direito
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-80
1- 81
Alavanca basculante 7H
·
.

.
.
·
·
·
·
·
.

.
·· ··
..
»
·
:
:.
• Aplicável somente em tarefas de
posicionamento
• Torque de accionamento requerido
Acção rápida: 26 Ncm
Comutação lenta: 31 Ncm
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 2,5 m/s
A implementação da instrução constante
na frase anterior deverá ser providenciada
na fábrica
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z4V7H 336- 11z
Z4V7H 336- 02z
1
1
T4V7H 336- 11z
T4V7H 336- 02z
T4V7H 336- 20z
TV7H 336- 01/ 01z
T4V7H 336- 11zü
3
3
3
4
T4V7H 336- 02zh
T4V7H 336- 20zh
4
: :: :: ..
·.
..
·.
13-14
23-24
..
·.
..
·.
: :: ::
11-12
21-22
..
..
..
..
: :: ::
13-14
21-22
·.
·. : :: .:
11-12
21-22
: :: :: ..
..
..
..
13-14
23-24
·.
·.
·.
·.
: :: ::
11-12
21-22
.. : :: :: ..
·. ·.
13-14
21-22
.. .. : ::
: :
::
21-22
21-22
11-12
11-12
: ::
·· ··
:: ·. ·.
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
1 NF esquerdo
1 NF direito
Fim de curso de segurança
7H- 2138
·
.

.
..
··
»·:
··
»
·
:
:.
.
·
·
·
·
• Para aplicações de segurança A,
código para encomenda - 2138
• Torque de accionamento requerido
Acção rápida: 26 Ncm
Comutação lenta: 31 Ncm
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 2,5 m/s
A implementação da instrução constante
na frase anterior deverá ser providenciada
na fábrica
No TVH 336-01/01z- 2138 a ruptura positiva
só actua de maneira unilateral
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z4V7H 336- 11z
- 2138 1
Z4V7H 336- 02z
- 2138 1
1
1
T4V7H 336- 11z
- 2138 2
T4V7H 336- 02z
- 2138 2
T4V7H 336- 20z
- 2138 2
TV7H 336- 01/ 01z
- 2138 2
T4V7H 336- 11zü
- 2138 3
3
3
3
4
T4V7H 336- 02zh
- 2138 4
T4V7H 336- 20zh
- 2138 4
4
: :: :: ..
·.
..
·.
13-14
23-24
..
·.
..
·.
: :: ::
..
..
..
..
11-12
21-22
..
..
..
..
: :: ::
.. ..
13-14
21-22
·.
·. : :: .:
.: 11-12
21-22
: :: :: ..
..
..
..
13-14
23-24
·.
·.
·.
·.
: :: ::
..
..
..
..
11-12
21-22
.. : :: :: ..
·. ·.
13-14
21-22 .. ..
.. .. : ::
·: ·:
: :
::
21-22
21-22
11-12
11-12
: ::
.. ..
·· ··
:: ·. ·.
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
1 NF esquerdo
1 NF direito
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-81
1- 82
Fim de curso de segurança
Alavanca com roldana 1K
·· ...
.
·

.
» ·: :.
• Força de accionamento requerida
Acção rápida: 12 N
Comutação lenta: 17N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 0,5 m/s
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z1K 336- 11z 1
Z1K 336- 02z 1
1
T1K 336- 11z 2
T1K 336- 02z 2
T1K 336- 20z 2
T1K 336- 11zü 3
3
3
4
T1K 336- 02zh 4
T1K 336- 20zh 4
: .. .·
·.
13-14
23-24
. : .. .
··
11-12
21-22
.
: .. .·
.
13-14
21-22
.
: ..

13-14
23-24
. : .. ··
··
11-12
21-22
.
: .. .·
··
13-14
21-22
.


:
::
.. ·.
21-22
21-22
11-12
11-12
:
·
.. ··
.· 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Alavanca de roldana 3K
.
.

.
»
·
:
.:
·· ·:.
:.
• Força de accionamento requerida
Acção rápida: 12 N
Comutação lenta: 17N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 0,5 m/s
• Accionamento por baixo, paralelo
em relação ao interruptor
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z3K 336- 11z 1
Z3K 336- 02z 1
1
T3K 336- 11z 2
T3K 336- 02z 2
T3K 336- 20z 2
T3K 336- 11zü 3
3
3
4
T3K 336- 02zh 4
T3K 336- 20zh 4
: ··
·:
..
13-14
23-24
:· : ··
::
..
.. ..
11-12
21-22
: ·· ..
:· ::
13-14
21-22
: ··
..
13-14
23-24
.. : ·· ..
..
11-12
21-22
..
: ·· ..
..
13-14
21-22
..
::
::
:
·.
·· ..
21-22
21-22
11-12
11-12
:
··
·· ..
:: 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-82
1- 83
Fim de curso de segurança
Z/ T 335
·
.
.:.
.:
·

.
»
.

.
.
:
.
.

.
.:.
··
.:
:

.
..
• Invólucro de metal
• Contactos de acção rápida mantendo
a pressão constante até ao instante
da comutação
• Disponível comutação lenta ou acção rápida
com 2 contactos NF de ruptura
positiva de acordo com EN 60947-5-1
• Disponível comutação lenta
com sobreposição ou escalonamento
de contactos
• 1 entrada de cabo M20 x 1,5
• Grande escolha em elementos de actuação
• Elementos de actuação deslocáveis 4 x 90º
• Ângulo do braço do actuador regulável
em passos de 10º
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Tubos de metal, disponibilidade
sob consulta
Certificados
Dados para encomenda
Z/ T 355
·

.
·
.
.:.
··
.:
»
·
.
.

.
.:·..
.
.

.
..·
..·
·
.
• Dimensões para atravancamento e ponto
de accionamento de acordo com EN 50041
• 3 entradas de cabo M20 x 1,5
Certificados
Nr. Inserir Descrição
➄ h Comutação lenta
com escalonamento
ü com contactos sobrepostos
➅ G24 Com LED
➆ Entrada do condutor M20
NPT Entrada do condutor
NPT 1/2“
ST Conector M12
(Codificação - A)
2310 (Codificação - B)
➇ 2138 Alavanca oscilante
com roldana 7H para
aplicações de segurança
➈ 1637 Contactos em ouro
* Interruptores com 2 contactos NA (20) são apenas
adequados para aplicações de posicionamento.
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Tipo de construção: DIN EN 50041
Invólucro: metal leve fundido
sob pressão, pintado
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NF com ponte
de contactos isolada
galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
Comutação lenta
ou de acção rápida,
NF de ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: Z/T 335: 1 x M20 x 1,5
Z/T 355: 3 x M20 x 1,5
U
imp
: 6 kV
-03z, -12z: 4kV
Conector: 0,8 kV
U
i
: 500 V
-03z, -12z: 250 V
Conector: 50 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
4 A / 24 VDC
Conector: 4 A / 50 V
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Temperatura ambiente: – 30 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: 30 milhões de
comutações
Frequência de comutação : max. 5000/h
Duração do impacto: Comutação de
acção rápida: correspondente
à velocidade de accionamento
Comutação lenta: < 2ms
Tempo de comutação: Comutação de
acção rápida: < 2 ms
Comutação lenta: correspondente
à velocidade de accionamento
Observação
Versão com LED
Código para encomenda G24, protegido contra
inversão de polaridade e contra picos de tensão
Atenção! A utilização dos sistema de
conectores, de acordo com a EN 60204-1,
só é possível no circuito PELV.
· · . .
23
13
24
14
· · . .
21
11
22
12
· · . .
21
13
22
14
·· ·.
·· ·.
. ·
·
·. .
·
·
+ ·
➀➁ 3➂5- ➃z➄- ➅- ➆- ➇- ➈
Nr. Inserir Descrição
➀ Z Comutação de
acção rápida A
T Comutação lenta A
➁ Escolha dos actuadores a partir
da página 1-84
➂ 3 Formato estreito
5 Formato largo
➃ 11 1 NA / 1 NF
02 2 NF
20 2 NA*
01/01 1 NF esquerda /
1 NF direita
12 1 NA / 2 NF
03 3 NF
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-83
1- 84
Fim de curso de segurança
Pino de pressão S
·
·

.
·· ··
» :
• Tipo de actuação B de acordo
com DIN EN 50041
• Força de accionamento requerida
Acção rápida: 12 N
Comutação lenta: 17N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 0º,
máx 0,5 m/s .
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZS 3..- 11z 1
ZS 3..- 02z 1
1
1
1
TS 3..- 11z 2
TS 3..- 02z 2
TS 3..- 20z 2
TS 3..- 12z 2
TS 3..- 03z 2
TS 3..- 11zü 3
3
3
TS 3..- 12zü 3
3
4
TS 3..- 02zh 4
TS 3..- 20zh 4
4
TS 3..- 03zh 4
: .
·.
.
13-14
23-24
.. : . .·
·
11-12
21-22
·:
: . .

13-14
21-22
..
: .
.
.
13-14
23-24
·: : . ·
·
11-12
21-22
·:
: . .
·
13-14
21-22
·:
:
::
. ·.
21-22
21-22
11-12
11-12
.:
:
·
. ·
.: 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
1 NA
2 NF
3 NF
Pino de pressão R
·· ··
.. » ···
.
:

.
• Tipo de actuação C de acordo
com DIN EN 50041
• Força de accionamento requerida
Acção rápida: 12 N
Comutação lenta: 17N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 0,5 m/s
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
ZR 3..- 11z 1
ZR 3..- 02z 1
1
1
1
TR 3..- 11z 2
TR 3..- 02z 2
TR 3..- 20z 2
TR 3..- 12z 2
TR 3..- 03z 2
TR 3..- 11zü 3
3
3
TR 3..- 12zü 3
3
4
TR 3..- 02zh 4
TR 3..- 20zh 4
4
TR 3..- 03zh 4
: .
·.
.
13-14
23-24
.. : . .·
·
11-12
21-22
·:
: . .

13-14
21-22
..
: .
.
.
13-14
23-24
·: : . ·
·
11-12
21-22
·:
: . .
·
13-14
21-22
·:
:
::
. ·.
21-22
21-22
11-12
11-12
.:
:
·
. ·
.: 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
1 NA
2 NF
3 NF
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-84
1- 85
Fim de curso de segurança
Alavanca basculante H
·
:
·
.

.
» ·:
·· ··
...
:.
• Tipo de actuação A de acordo
com DIN EN 50041
• Torque de accionamento requerido
Acção rápida: 26 Ncm
Comutação lenta: 31 Ncm
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 2,5 m/s
A implementação da instrução constante
na frase anterior deverá ser providenciada
na fábrica
No TVH ... -01/01z a ruptura positiva
só actua de maneira unilateral
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z4VH 3..- 11z 1
Z4VH 3..- 02z 1
1
1
1
1
T4VH 3..- 11z 2
T4VH 3..- 02z 2
T4VH 3..- 20z 2
TVH 3..- 01/ 01z 2
T4VH 3..- 12z 2
T4VH 3..- 03z 2
T4VH 3..- 11zü 3
3
3
3
T4VH 3..- 12zü 3
3
4
T4VH 3..- 02zh 4
T4VH 3..- 20zh 4
4
4
T4VH 3..- 03zh 4
: :: :: ..
·.
..
·.
13-14
23-24
..
·.
..
·.
: :: ::
..
..
..
..
11-12
21-22
..
..
..
..
: :: ::
.. ..
13-14
21-22
·.
·. : :: .:
.: 11-12
21-22
: :: :: ..
..
..
..
13-14
23-24
·.
·.
·.
·.
: :: ::
..
..
..
..
11-12
21-22
.. : :: :: ..
·. ·.
13-14
21-22 .. ..
.. .. : ::
·: ·:
: :
::
21-22
21-22
11-12
11-12
: ::
.. ..
·· ··
:: ·. ·.
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
1 NF esquerdo
1 NF direito
1 NA
2 NF
3 NF
Alavanca tipo haste 10H
:.
··
··
.:
·
:
:
·
.

.
·
.
» .
• Aplicável somente em tarefas de
posicionamento
• Tipo de actuação D de acordo
com DIN EN 50041
• Bastão termoplástico
• Torque de accionamento requerido
Acção rápida: 26 Ncm
Comutação lenta: 31 Ncm
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 2,5 m/s
• Barra de alumínio, código para
encomenda - 1183
A implementação da instrução constante
na frase anterior deverá ser providenciada
na fábrica
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z4V10H 3..- 11z
Z4V10H 3..- 02z
1
1
1
1
T4V10H 3..- 11z
T4V10H 3..- 02z
T4V10H 3..- 20z
TV10H 3..- 01/ 01z
T4V10H 3..- 12z
T4V10H 3..- 03z
T4V10H 3..- 11zü
3
3
3
T4V10H 3..- 12zü
3
4
T4V10H 3..- 02zh
T4V10H 3..- 20zh
4
4
T4V10H 3..- 03zh
: :: :: ..
·.
..
·.
13-14
23-24
..
·.
..
·.
: :: ::
11-12
21-22
..
..
..
..
: :: ::
13-14
21-22
·.
·. : :: .:
11-12
21-22
: :: :: ..
..
..
..
13-14
23-24
·.
·.
·.
·.
: :: ::
11-12
21-22
.. : :: :: ..
·. ·.
13-14
21-22
.. .. : ::
: :
::
21-22
21-22
11-12
11-12
: ::
·· ··
:: ·. ·.
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
1 NF esquerdo
1 NF direito
1 NA
2 NF
3 NF
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-85
1- 86
Fim de curso de segurança
7H- 2138
·
.

.
..
··
»·:
··
»
·
:
:.
.
·
·
·
·
• Para aplicações de segurança A,
código para encomenda - 2138
• Torque de accionamento requerido
Acção rápida: 26 Ncm
Comutação lenta: 31 Ncm
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 2,5 m/s
A implementação da instrução constante
na frase anterior deverá ser providenciada
na fábrica
No TVH ...-01/01z- 2138 a ruptura positiva
só actua de maneira unilateral
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z4V7H 3..-11z-2138
Z4V7H 3..-02z-2138
1
1
1
1
T4V7H 3..-11z-2138
T4V7H 3..-02z-2138
T4V7H 3..-20z-2138
TV7H 3..-01/ 01z-2138
T4V7H 3..-12z-2138
T4V7H 3..-03z-2138
T4V7H 3..-11zü-2138
3
3
3
T4V7H 3..-12zü-2138
3
4
T4V7H 3..-02zh-2138
T4V7H 3..-20zh-2138
4
4
T4V7H 3..- 03zh- 2138
: :: :: ..
·.
..
·.
13-14
23-24
..
·.
..
·.
: :: ::
..
..
..
..
11-12
21-22
..
..
..
..
: :: ::
.. ..
13-14
21-22
·.
·. : :: .:
.: 11-12
21-22
: :: :: ..
..
..
..
13-14
23-24
·.
·.
·.
·.
: :: ::
..
..
..
..
11-12
21-22
.. : :: :: ..
·. ·.
13-14
21-22 .. ..
.. .. : ::
·: ·:
: :
::
21-22
21-22
11-12
11-12
: ::
.. ..
·· ··
:: ·. ·.
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
1 NF esquerdo
1 NF direito
1 NA
2 NF
3 NF
Alavanca basculante 7H
·
.

.
.
·
·
·
·
·
.

.
·· ··
..
»
·
:
:.
• Aplicável somente em tarefas de
posicionamento
• Torque de accionamento requerido
Acção rápida: 26 Ncm
Comutação lenta: 31 Ncm
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 2,5 m/s
A implementação da instrução constante
na frase anterior deverá ser providenciada
na fábrica
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z4V7H 3..- 11z
Z4V7H 3..- 02z
1
1
1
1
T4V7H 3..- 11z
T4V7H 3..- 02z
T4V7H 3..- 20z
TV7H 3..- 01/ 01z
T4V7H 3..- 12z
T4V7H 3..- 03z
T4V7H 3..- 11zü
3
3
3
T4V7H 3..- 12zü
3
4
T4V7H 3..- 02zh
T4V7H 3..- 20zh
4
4
T4V7H 3..- 03zh
: :: :: ..
·.
..
·.
13-14
23-24
..
·.
..
·.
: :: ::
11-12
21-22
..
..
..
..
: :: ::
13-14
21-22
·.
·. : :: .:
11-12
21-22
: :: :: ..
..
..
..
13-14
23-24
·.
·.
·.
·.
: :: ::
11-12
21-22
.. : :: :: ..
·. ·.
13-14
21-22
.. .. : ::
: :
::
21-22
21-22
11-12
11-12
: ::
·· ··
:: ·. ·.
21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
1 NF esquerdo
1 NF direito
1 NA
2 NF
3 NF
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-86
1- 87
Fim de curso de segurança
Alavanca com roldana 1K
·· ...
.
·

.
» ·: :.
• Força de accionamento requerida
Acção rápida: 12 N
Comutação lenta: 17N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 0,5 m/s
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z1K 3..- 11z 1
Z1K 3..- 02z 1
1
1
1
T1K 3..- 11z 2
T1K 3..- 02z 2
T1K 3..- 20z 2
T1K 3..- 12z 2
T1K 3..- 03z 2
T1K 3..- 11zü 3
3
3
T1K 3..- 12zü 3
3
4
T1K 3..- 02zh 4
T1K 3..- 20zh 4
4
T1K 3..- 03zh 4
: .. .·
·.
13-14
23-24
. : .. .
··
11-12
21-22
.
: .. .·
.
13-14
21-22
.
: ..

13-14
23-24
. : .. ··
··
11-12
21-22
.
: .. .·
··
13-14
21-22
.


:
::
.. ·.
21-22
21-22
11-12
11-12
:
·
.. ··
.· 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
1 NA
2 NF
3 NF
Alavanca de roldana 3K
.
.

.
»
·
:
.:
·· ·:.
:.
• Força de accionamento requerida
Acção rápida: 12 N
Comutação lenta: 17N
• Velocidade de accionamento num
ângulo de actuação vertical de 30º,
máx. 0,5 m/s
• Accionamento por baixo, paralelo
em relação ao interruptor
Variantes de contacto
Comutação de
acção rápida
Comutação
lenta
Comutação lenta
com sobreposição
de contactos
Comutação
lenta com
escalonamento
Z3K 3..- 11z 1
Z3K 3..- 02z 1
1
1
1
T3K 3..- 11z 2
T3K 3..- 02z 2
T3K 3..- 20z 2
T3K 3..- 12z 2
T3K 3..- 03z 2
T3K 3..- 11zü 3
3
3
T3K 3..- 12zü 3
3
4
T3K 3..- 02zh 4
T3K 3..- 20zh 4
4
T3K 3..- 03zh 4
: ··
·:
..
13-14
23-24
:· : ··
::
..
.. ..
11-12
21-22
: ·· ..
:· ::
13-14
21-22
: ··
..
13-14
23-24
.. : ·· ..
..
11-12
21-22
..
: ·· ..
..
13-14
21-22
..
::
::
:
·.
·· ..
21-22
21-22
11-12
11-12
:
··
·· ..
:: 21-22
21-22
13-14
13-14
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA
1 NF
2 NF
2 NA
1 NA
2 NF
3 NF
Kapitel03_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:35 Uhr Seite 1-87
1- 88
Interruptores de segurança para protecções giratórias
T.C 235
·..
.:
·
.
·
:

.
:

.
.

.
.
.

.
.:
··
·: ·:
·:
• Invólucro de metal
• Disponível nas versões para:
esquerda (T3C 235), direita (T5C 235)
e portas oscilantes (T4C 235)
• 1 entrada de cabo M20 x 1,5
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Actuador reposicionável 4 x 90º
• Ângulo de abertura 180º
• Actuador em aço inoxidável
Certificados
H E I
Dados para encomenda
T➀C 235- ➁z- ➂- ➃
Nr. Inserir Descrição
➀ 3 Versão esquerda
4 Versão para porta
oscilante
5 Versão direita
➁ 01 1 NF
02 2 NF
11 1 NA / 1 NF
➂ Entrada do condutor M20
ST Conector M12
(Codificação - A)
2310 (Codificação - B)
➃ Haste do actuador 78 mm
2313 Haste do actuador
prolongado 113 mm
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Tipo de construção: fixação DIN EN 50047
Invólucro: metal leve fundido
sob pressão, pintado
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor,
1 NF ou 2 NF, pontes
de contacto separadas
galvanicamente entre si
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta,
NF com ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
,
min. 0,75 mm
2
,
(inclusive bucha aderente)
Entrada de cabo: 1 x M20 x 1,5
U
imp
: 6 kV
Conector: 0,8 kV
U
i
: 500 V
Conector: 50 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
1 A / 24 VDC
Conector: 4 A / 50 V
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Temperatura ambiente: – 30 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Frequência de comutação : max. 5000/h
Abertura angular imprescindível: 12,5°
Torque da abertura forçada: 0,185 Nm
Observação
Informações relativas aos actuadores, como
dimensões, esquemas e percurso dos
contactos constam na página 1-90.
Conexão por conector
· · . .
21
11
22
12
· · . .
21
13
22
14
Observação
Atenção! A utilização dos sistema de
conectores, de acordo com a EN 60204-1,
só é possível no circuito PELV.
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:21 Uhr Seite 1-88
1- 89
Interruptores de segurança para protecções giratórias
T.C 236
·..
.:
·
.
·
:

.
:

.
.

.
.
.

.
.:
··
·: ·:
·:
• Invólucro termoplástico
• Disponível nas versões para:
esquerda (T3C 236), direita (T5C 236)
e portas oscilantes (T4C 236)
• Isolamento protegido X
• 1 entrada de cabo M20 x 1,5
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Actuador reposicionável 4 x 90º
• Ângulo de abertura 180º
• Actuador em aço inoxidável
Certificados
H E I
Dados para encomenda
T➀C 236- ➁z- ➂- ➃
Nr. Inserir Descrição
➀ 3 Versão esquerda
4 Versão para porta
oscilante
5 Versão direita
➁ 01 1 NF
02 2 NF
11 1 NA / 1 NF
➂ Entrada do condutor M20
ST Conector M12
(Codificação - A)
2310 (Codificação - B)
➃ Haste do actuador 78 mm
2313 Haste do actuador
prolongado 113 mm
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Tipo de construção: fixação DIN EN 50047
Invólucro: termoplástico, reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor,
1 NF ou 2 NF, pontes
de contacto separadas
galvanicamente entre si
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta,
NF com ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
,
min. 0,75 mm
2
,
(inclusive bucha aderente)
Entrada de cabo: 1 x M20 x 1,5
U
imp
: 6 kV
U
i
: 500 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
1 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Temperatura ambiente: – 30 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Frequência de comutação : max. 5000/h
Abertura angular imprescindível: 12,5°
Torque da abertura forçada: 0,185 Nm
Observação
Informações relativas aos actuadores, como
dimensões, esquemas e percurso dos
contactos constam na página 1-90.
Conexão por conector
· · . .
21
11
22
12
· · . .
21
13
22
14
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:21 Uhr Seite 1-89
1- 90
Interruptores de segurança para protecções giratórias
Versão esquerda
.

·
·
·:
·
.
·
:

.
.
·
: ..
·:
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Actuador reposicionável 4 x 90º
• Ângulo de abertura 180º
Diagrama dos circuitos de comutação
com o dispositivo de segurança fechado
Os interruptores encontram-se na
posição de descanso
Variantes de contacto
Comutação
lenta
T3C 235- 11z 1
T3C 236- 11z 1
T3C 235- 01z
T3C 236- 01z 1
T3C 235- 02z
T3C 236- 02z 1
: ·:: ..
..
··.
11-12
21-22
··.
: ·:: .. ··.
11-12
: ·::
..
..
··.
13-14
21-22
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA/ 1 NF
1 NF
2 NF
Versão para porta oscilante
.· ·
·: ·.
·
:

.
:
.
.
·
:
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Actuador reposicionável 4 x 90º
• Ângulo de abertura 2 x 90º
Diagrama dos circuitos de comutação
com o dispositivo de segurança fechado
Os interruptores encontram-se na
posição de descanso
Variantes de contacto
Comutação
lenta
T4C 235- 11z
T4C 236- 11z 1
T4C 235- 01z
T4C 236- 01z 1
T4C 235- 02z
T4C 236- 02z 1
: :: :: .. ..
.. ..
··.
··.
··.
··.
11-12
21-22
: :: :: .. ..
··. ··. 11-12
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA/ 1 NF
1 NF
2 NF
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:21 Uhr Seite 1-90
1- 91
Interruptores de segurança para protecções giratórias
Versão direita
·
·:
.

·
·
.
·
:

.
.
·
: ..
·:
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Actuador reposicionável 4 x 90º
• Ângulo de abertura 180º
Diagrama dos circuitos de comutação
com o dispositivo de segurança fechado
Os interruptores encontram-se na
posição de descanso
Variantes de contacto
Comutação
lenta
T5C 235- 11z
T5C 236- 11z 1
T5C 235- 01z
T5C 236- 01z 1
T5C 235- 02z
T5C 236- 02z 1
: ·:: ..
..
··.
11-12
21-22
··.
: ·:: .. ··.
11-12
: ·:: ..
..
··.
13-14
21-22
Percursos de
actuação/
contactos
1 NA/ 1 NF
1 NF
2 NF
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:21 Uhr Seite 1-91
1- 92
Interruptores de segurança para protecções giratórias
ES 13 SB
·

.
.
.
·:
·
:
:

.
.:
»··
:
»
·
:
»
.

.
..
.
:
·.
··
·.
»
:

.
.
»
·
.
:
..
·:
».·
IEC 947-5-1
IP 67
32584 Löhne / Germany
• Invólucro termoplástico
• Isolamento protegido X
• Furo no eixo Ø 9,5 mm
• Versão com 3 contactos, com
saída do cabo a esquerda
• Disponível com sobreposição de
contactos
• Com cabo confeccionado
Certificados
Dados para encomenda
ES 13 SB ➀- ➁- ➂- ➃
Nr. Inserir Descrição
➀ 1Ö/1S 1 NA / 1 NF
➁ Furação no eixo 9,5 mm
10mm Furação no eixo 10 mm
➂ Saída de cabo em baixo
s Saída de cabo esquerda
ST Conector M12
B Entrada do condutor M16
em baixo
SB esquerda
➃ Comprimento dos cabos
1 m
2m 2 m
5m 5 m
10m 10 m
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
Invólucro: Termoplástico, UL 94-V0
auto-apagante
Ultramid A3X2G5
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Sistema de comutação: Acção lenta, NF com
ruptura positiva A
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
com pontes
de contactos
independentes
Tipo de conexão: Cabo H05W-F
Secção: 4 x 0,75 mm
2
U
imp
: –
U
i
: 250 V
I
the
: 6 A
I
e
/U
e
: 6 A / 250 VAC
0,25 A / 230 VDC
4 A / 24 VDC
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Temperatura ambiente: – 20 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Frequência de comutação : 1800/h
Furação no eixo: Ø 9,5 mm / 10 mm
Abertura angular
imprescindível: 15°
Observação
• Disponível cruzeta K2 para compensar
um deslocamento axial, ver as
páginas seguintes 1-103.
• Versão com 3 contactos sob consulta
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
23-24
.
·:: ·::
.
:
11-12
·. ·.
Observação
Diagrama dos circuitos de comutação com
o dispositivo de segurança fechado. O inter-
ruptor encontram-se em posição de repouso.
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:21 Uhr Seite 1-92
1- 93
Interruptores de segurança para protecções giratórias
ES 95 SB
·:
·:
·:
:
··
·.
.
..
··
·:
·.
.
:

.
.
·
·
·
·
:
··
»
.

.
.:
·:
.:
.

.
:
»
.

·
»
:

.
»
·
.
·:
• Invólucro termoplástico
• Isolamento protegido X
• Furo no eixo Ø 9,5 mm
• Pode ser fornecido com
sobreposição de contactos
• 1 entrada de cabo M20 x 1,5
• Disponível a versão EEX
Certificados
H D I
Dados para encomenda
ES 95 SB ➀- ➁- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ 1Ö/1S 1 NA / 1 NF
2Ö 2 NF
➁ Furação no eixo 9,5 mm
10mm Furação no eixo 10 mm
➂ Entrada do condutor M20
M16 Entrada do condutor M16
ST Conector M12
(Codificação - A)
2310 (Codificação - B)
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Tipo de construção: fixação DIN EN 50047
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor,
1 NF ou 2 NF, pontes
de contacto separadas
galvanicamente entre si
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 1 x M20 x 1,5
U
imp
: 6 kV
U
i
: 400 V
I
the
: 6 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 0,275 A / 250 VDC
1 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Temperatura ambiente: – 20 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Frequência de comutação : máx. 1800/h
Furação no eixo: Ø 9,5 mm / 10 mm
Abertura angular
imprescindível: 18°
Torque da abertura forçada: 0,6 Nm
Observação
• Disponível cruzeta K2 para compensar
um deslocamento axial, ver as páginas
seguintes 1-103.
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
2 NF
: · ·
· ·
·: ·:
·: ·:
·:: ·::
11-12
21-22
:
· ·
·. ·.
·: ·:
·:: ·::
23-24
11-12
Observação
Diagrama dos circuitos de comutação com
o dispositivo de segurança fechado. O inter-
ruptor encontram-se em posição de repouso.
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:21 Uhr Seite 1-93
1- 94
Interruptores de segurança para protecções giratórias
TV.S 335
»
.

.
.
:
·
:
·
·

.
:

.
.:.
.: .:
·.
...
» .·
.
»
·
.
»
:
·
»
·
:
·:
• Invólucro de metal
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Actuador reposicionável 4 x 90º usando
chave de fenda Torx T20 com pino
• Eixo de accionamento, giratório 360º
• 1 entrada de cabo M20 x 1,5
• Disponível com LED
Certificados
H I
Dados para encomenda
TV➀S 335- ➁z- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ 8 Furação no eixo Ø 8 mm
10 Furação no eixo Ø 10 mm
➁ 11 1 NA / 1 NF
02 2 NF
12 1 NA / 2 NF
03 3 NF
➂ Entrada do condutor M20
NPT Entrada do condutor
NPT 1/2“
ST Conector M12
(Codificação - A)
2310 (Codificação - B)
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Tipo de construção: Fixação DIN EN 50041
Invólucro: metal leve fundido
sob pressão, pintado
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor,
1 NF ou 2 NF, pontes
de contacto separadas
galvanicamente entre si
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 1 x M20 x 1,5
U
imp
: 6 kV
Conector: 0,8 kV
U
i
: 500 V
Conector: 50 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
4 A / 24 VDC
Conector: 4 A / 50 V
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Frequência de comutação : máx. 1000/h
Furação no eixo: Ø 8 mm / 10 mm
Abertura angular
imprescindível: 7°
Torque da abertura forçada: 0,6 Nm
Observação
Versão com LED
Código para encomenda G24, somente quando
se trata de versão de 1 contacto NA e outro
contacto NF.
Protegido contra inversão de polaridade
e contra picos de tensão.
·.
·.
·
. ·
·. .
·
·
· +
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
2 NF
1 NA / 2 NF
3 NF
Conector
1 NA / 1 NF
2 NF
· · . .
21
11
22
12
· · . .
21
13
22
14
. : ... ... .
11-12
21-22
· ·
. : ... ... .
13-14
21-22
· ·
Observação
Diagrama dos circuitos de comutação com
o dispositivo de segurança fechado.
Os interruptores encontram-se na posição
de descanso.
• Dispositivo de montagem: parafuso sem
cabeça para fixar, eixo pré-furado para
ser pinado
• Cruzeta dupla para compensar o desalinha-
mento de um eixo só com um furo de Ø 10
mm no eixo, ver as páginas seguintes 1-103.
Atenção! A utilização dos sistema de
conectores, de acordo com a EN 60204-1,
só é possível no circuito PELV.
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:21 Uhr Seite 1-94
1- 95
Interruptores de segurança para protecções giratórias
TV.S 355
..·
..·
.:
.:·.. .
.

.
·
.
.

. .
:

.
·:
··
.:
·:
·.
...
··.

··
.
·
.
»
·
.
·
··
• Invólucro de metal
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Actuador reposicionável 4 x 90º usando
chave de fenda Torx T20 com pino
• Eixo de accionamento, giratório 360º
• 3 entradas de cabo M20 x 1,5
• Disponível com LED
Certificados
H I
Dados para encomenda
TV➀S 355- ➁z- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ 8 Furação no eixo Ø 8 mm
10 Furação no eixo Ø 10 mm
➁ 11 1 NA / 1 NF
02 2 NF
12 1 NA / 2 NF
03 3 NF
➂ Entrada do condutor M20
NPT Entrada do condutor
NPT 1/2“
ST Conector M12
(Codificação - A)
2310 (Codificação - B)
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Tipo de construção: Fixação DIN EN 50041
Invólucro: metal leve fundido
sob pressão, pintado
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor,
1 NF ou 2 NF, pontes
de contacto separadas
galvanicamente entre si
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 3 x M20 x 1,5
U
imp
: 6 kV
Conector: 0,8 kV
U
i
: 500 V
Conector: 50 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
4 A / 24 VDC
Conector: 4 A / 50 V
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Frequência de comutação : máx. 1000/h
Furação no eixo: Ø 8 mm / 10 mm
Abertura angular
imprescindível: 7°
Torque da abertura forçada: 0,6 Nm
Observação
Versão com LED
Código para encomenda G24, somente quando
se trata de versão de 1 contacto NA e outro
contacto NF.
Protegido contra inversão de polaridade
e contra picos de tensão.
·.
·.
·
. ·
·. .
·
·
· +
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
2 NF
1 NA / 2 NF
3 NF
Conector
1 NA / 1 NF
2 NF
· · . .
21
11
22
12
· · . .
21
13
22
14
. : ... ... .
11-12
21-22
· ·
. : ... ... .
13-14
21-22
· ·
Observação
Diagrama dos circuitos de comutação com
o dispositivo de segurança fechado.
Os interruptores encontram-se na posição
de descanso.
• Dispositivo de montagem: parafuso sem
cabeça para fixar, eixo pré-furado para
ser pinado
• Cruzeta dupla para compensar o desalinha-
mento de um eixo só com um furo de Ø 10
mm no eixo, ver as páginas seguintes 1-103.
Atenção! A utilização dos sistema de
conectores, de acordo com a EN 60204-1,
só é possível no circuito PELV.
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:21 Uhr Seite 1-95
1- 96
Interruptores de segurança para protecções giratórias
T.V10S 500
:
.

.
:
··:
·
·
:
.: ...
.
.

.
·
.
·.
:
»
·
·
» .
»
·
.
»
·
:
»
.

.

.
.
··

·:
• Invólucro de metal
• Comutação lenta
• 3 canais com supervisão alternada
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Eixo de accionamento, giratório 360º
• 2 entradas de cabo M20 x 1,5
Certificados
H
Dados para encomenda
T➀V10S 500L- ➁z
Nr. Inserir Descrição
➀ Com cardan
1 Com soquete
➁ 22 2 NA / 2 NF
33 3 NA / 3 NF
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Tipo de construção: Fixação DIN EN 50041
Invólucro: Metal leve, pintado
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: 2 ou 3
comutadores com
interrupção dupla
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 6 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
1 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D com
DIN EN 60269-1
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 80 ºC
Resistência mecânica: 3 milhões
de operações
Frequência de comutação : máx. 1000/h
Furação no eixo: Ø 10 mm
Abertura angular imprescindível: 14°
Torque da abertura forçada: 1,5 Nm
Observação
Cruzeta para compensar um desalinhamento
axial
·
.
··.

. ··
-.· ..
.
.
.
Variantes de contacto
2 NA / 2 NF
3 NA / 3 NF
:
..
..
·. .
.
:.
:
11-12
13-14
21-22
23-24
31-32
33-34
..


13 11
14 12
21
23
33
31
22
24
34
32
A
A
:
..
·. .
:.
:
11-12
13-14
21-22
23-24


13 11
14 12
21
23
22
24
A
Observação
Diagrama dos circuitos de comutação com o
dispositivo de segurança fechado. O inter-
ruptor encontram-se em posição de repouso.
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:21 Uhr Seite 1-96
Durante as 24 horas do dia
O Catálogo On-line, sempre a sua disposição na:
www.produkte.schmersal.de
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:22 Uhr Seite 1-97
1- 98
Interruptores de segurança para protecções giratórias
TVS 400
..
··
·
.
.


·.
.
·
.
·
:
·
.
.
.
:
·
• Invólucro termoplástico
• Isolamento protegido X
• Montagem simples, especialmente
em perfis de 40 mm
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• 2 entradas de cabo M20 x 1,5
• Para portas com batente a direita
ou esquerda
• Furo de atravancamento para parafusos
M6 de acordo com DIN 965
• A dobradiça adicional incluindo o
material de fixação pode ser encontrado,
também como peça avulsa, pelo código
de encomenda Z 400
• Disponibilizado sob consulta, conexão
por tomada e kit de fixação para a maioria
dos perfis encontrados no mercado
Certificados
H C D
Dados para encomenda
TVS 400- ➀/ ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ 12 1 NA / 2 NF
03 3 NF
➁ /B com dobradiça de
montagem
/BZ com dobradiça de
montagem adicional
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Invólucro: termoplástico, reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Dobradiça: Alumínio
Tipo de protecção: IP 65 de
acordo EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor,
ou 3 NF
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 1 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 2 x M20 x 1,5
U
imp
: 2,5 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 2,5 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 2 A / 230 VAC
1 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 2 A gG
fusível D
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 65 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Frequência de comutação : máx. 120/h
Abertura angular imprescindível: 10°
Observação
O ângulo de abertura vem regulado de
fábrica em 4º.
Até alcançar o limite da sua durabilidade
mecânica o ângulo pode chegar a um
desgaste normal alterando-o em até 10º.
Variantes de contacto
1 NA / 2 NF
3 NF
: ·.. .
11-12
31-32
21-22
·:
: ·.. . ·:
11-12
33-34
21-22
·.
Observação
Diagrama dos circuitos de comutação com
o dispositivo de segurança fechado
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:22 Uhr Seite 1-98
1- 99
Interruptores de segurança para protecções giratórias
Componentes do sistema
.
·
.
·
.
:
·
..
··
» ·· · ::
» ..
Dobradiça adicional Z 400
Dados para encomenda
Dobradiça adicional Z 400
Componentes do sistema
Com bloqueio para dar nova partida
Dados para encomenda
Outras variantes de produto:
• Com bloqueio de rearme
mecânico adicional
• Também para perfis de 30 mm,
35 mm, 45 mm,
• Dobradiça de aço inoxidável
• Outros percursos / ângulos
de comutação
Ver lista T/ 03 ELAN, Wettenberg
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:22 Uhr Seite 1-99
1- 100
Interruptores de segurança para protecções giratórias
TVS 410
·.. .·.
·..
·. · ·.
:: .·
·
·
.
·
:
:
.

·
. ·
·
·
·

.
• Invólucro de metal
• Ângulo de actuação ajustável (ferramenta
de ajuste incluída no fornecimento)
• Ângulo de abertura 180º
• Montagem no interior e exterior da protecção
• Terminais de parafuso, encaixe ou conector
• Montagem simples para os sistemas de
perfil comuns (30…60mm)
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• 2 entradas de cabo M16 x 1,5
• Para portas com batente a direita
ou esquerda
Certificados
H em preparação
Dados para encomenda
TVS 410 ➀- ➁➂➃
Nr. Inserir Descrição
➀ SK Terminais parafuso
CC Terminais encaixe
ST1 Conector M12 em baixo
ST2 Conector M12 em cima
ST4 Conector M16 em baixo
ST5 Conector M16 em cima
➁ 11/11 2NF/2NA,
versões ST1 e ST2 apenas
para circuitos PELV
11/01 2NF/1NA,
versões ST1 e ST2 com
pino 8 como terra
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Invólucro: zinco fundido sob
pressão, pintado
Tipo de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Material de contacto: AgNi10
Tipo de contactos: 2x contactos com
1NA/1NF inversor
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta,
NF com ruptura positiva
Tipo de conexão: bornes roscados
ou fixação por molas
ou conector
Secção: máx. 1 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de condutor: 2 x M16 x 1,5
U
imp
: 2.5 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 2.5 A
Categoria de aplicação: DC-13
I
e
/U
e
: 1 A / 24 VDC
Protecção contra
curto circuito: 2 A gG fusível D de
acordo DIN EN 60269-1
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 65 ºC
Durabilidade mecânica: > 1 milhão de
comutações
Frequencia de actuação: 1200/h
Abertura angular
imprescindível: min. 5°, max. 8°
Variantes de contacto
2 NA/ 2 NF
Terminais parafuso
Terminais encaixe
Conector ST1 ou ST2
Versão 11/ 11
Versão 11/ 01
Conector ST4 ou ST5
.
.
·
:
·
·
.
.
·:
:
· . · : :
31
43
32
44
· . . .
11
23
12
24
:
·
.
.
·
.
.
·
. . · :
31 32
· · . .
11
23
12
24
:
·
.
.
·
.
.
·
. . · :
31
43
32
44
· · . .
11
23
12
24
31
43
32
44
11
23
12
24
.· .· .. .. ·· ·· ·. ·.
31
43
32
44
11
23
12
24
.· .· .. .. ·· ·· ·. ·.
: : ·:: .
11-12
23-24
31-32
43-44
Note
Diagrama dos circuitos de comutação com
o dispositivo de segurança fechado
Atenção! As versões ST1 e ST2 11/11 apenas
se podem utilizar em circuitos PELV, de acordo
com a EN 60204-1.
* O ângulo de accionamento vem regulado
de fábrica em 3º.
O ângulo de abertura forçada é de 5º.
Até alcançar o limite da sua durabilidade
mecânica o ângulo pode chegar a um
desgaste normal alterando-o em até 8º.
Dados para encomenda
Nr. Inserir Descrição
➂ U Ângulo actuação
ajustável (inclui
ferramenta ajuste)
I Instalação interior (com
ângulo actuação fixo) *
A Instalação exterior (com
ângulo actuação fixo) *
➃ Sem alinhamento
N Com alinhamento
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:22 Uhr Seite 1-100
1- 101
Interruptores de segurança para protecções giratórias
Componentes do sistema
··
·
·

.
·
·
.
·.. .·.
·..
·. · ·.
:: .·
·
·
.
·
:
:
.

·
·.. .·.
·..
·. · ·.
:: .·
·
·
.
·
:
:
.

·
Conector em baixo ST1, ST4
Conector em cima ST2, ST5
Com alinhamento, sufixo N
Dados para encomenda
Conector M12, 8 pinos, 24VDC,
em baixo ST1
em cima ST2
Conector M16, 10 pinos, 250VAC,
em baixo ST4
em cima ST5
com alinhamento sufixo N
Componentes do sistema
··
·
·
·
·
.

.
.
.

·
.
:
·
·

·.. ·..
.·. .·.
. ·
·
Dobradiça adicional Z 410
Dobradiça adicional Z 410- N
Ferramenta de ajuste K 410
Dados para encomenda
Dobradiça adicional
sem alinhamento Z 410
com alinhamento Z 410- N
Ferramenta de ajuste K 410
Mais informação em:
Folheto TESF/ 05 ELAN, Wettenberg
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:22 Uhr Seite 1-101
1- 102
Interruptores de segurança para protecções giratórias
TV8S 521
:
·

. .
·
.
:
·
:
·:
·
·· :·
»
.

.
·.
·.
• Invólucro de metal
• Montagem que não depende das dobradiças
• Montagem variável no lado do batente
• Montagem pode ser feita por
meio de chavetas
• Controle de 2 canais com alternância
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Eixo de accionamento, giratório 360º
• 2 entradas de cabo M16 x 1,5
• Ponto de accionamento pode ser ajustado
posteriormente, com dobradiça L
• Para portas com batente a direita
ou esquerda
• Sistema conectável (eixo dentado)
Certificados
H
Dados para encomenda
TV8S 521- ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 11/11 Conj. de comutação:
1: 1NA/1NF
2: 1NA/1NF
02/20 Conj. de comutação:
1: 2NF
2: 2NA
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
BG-GS-ET-15
Invólucro: metal leve fundido
sob pressão, pintado
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor
ou 2 NA/ 2 NF inversor,
com ponte de contactos
isolada galvanicamente
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta, NF com
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 1,5 mm
2
,
min. 0,75 mm
2
(inclusive bucha aderente)
Entrada de cabo: 2 x M16 x 1,5
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Frequência de comutação : máx. 1000/h
Furação no eixo: Dentado interno
ou denteado interno
Abertura angular
imprescindível: 14°
Torque da abertura forçada: 0,8 Nm
Observação
• Disponível cruzeta K1 para compensação
de um deslocamento axial
• Ponto de accionamento pode ser ajustado
posteriormente, com dobradiça L
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
por conjunto de comutação
2 NA / 2 NF
por conjunto de comutação
: .··
·: ·:
.·· . .
·.
·.
·.
·. 21-22
11-12
23-24
13-14
S1
S2
: .··
·. ·.
·: ·:
.·· . .
21-22
21-22
13-14
13-14
S1
S2
Observação
A = Porta de protecção
B = Coluna da porta
C = Dobradiça da porta
Diagrama dos circuitos de comutação com o
dispositivo de segurança fechado.
Os interruptores encontram-se na posição
de descanso.
·
.
C
B
A
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:22 Uhr Seite 1-102
1- 103
Interruptores de segurança para protecções giratórias
Componentes do sistema
.: - ..·
:· - :··
··

-
.
·
.
.

»
·
:
»
·
:
»
·
.
.: - ..·
:: - ·.·
:· - :.·

-
.
·
.
.

.
·
:
.
·
.
Dobradiça fixa F
Dobradiça ajustável L
Cardan K1
Cardan K2
Dados para encomenda
Dobradiça fixa F 1138414
Dobradiça ajustável L 1138413
Cardan K1
só para TV8S 521: 1138412
Cardan K2
para ES 13 SB, ES 95 SB-10mm,
TV 10S 335 e TV10S 355: 1147448
Kapitel04_pt_v004.qxd 10.03.1970 23:22 Uhr Seite 1-103
1- 104
BNS 33 - 11z(G) Lt g, ST BPS 33 5 / 15
- 12z(G) Lt g, ST
- 12z- 2187 Lt g
- 12zG- 2187- 10 Lt g
BNS 250 - 11z(G) Lt g BPS 250 4 / 14
- 12z(G) Lt g
- 12z- 2187 Lt g
BNS 303 - 11z(G) Lt g, ST BPS 300 5 / 15
- 12z(G) Lt g, ST BPS 303
- 12z(G)- 2187 Lt g
BNS 120 - 11z Lt g BP 8 10 / 22
- 12z Lt g
- 12z- 2187 Lt g
BNS 180 - 11z Lt g BP 6 10 / 22
- 12z Lt g
- 12z- 2187 Lt g
BNS 300 - 01zG Lt g, ST BPS 300 5 / 15
BPS 303
BNS 333 - 01y SK BPS 300 4 / 14
BPS 303
CSS 180 - 2P Lt g, ST CST 180- 1 7 / 9,5
- 2P+D Lt g, ST CST 180- 2

Formato Sensor,
Tipo
Contactos Opções de
conexão
Actuador,
Tipo
Codificado Dist. de comut.
s
ao
/ s
ar
[mm]
Avaliação
integrada
Tabelas de seleção: Sensores de Segurança BNS
G = com LED
(opcional)
Dist . de comut . = Dist ância de comut ação
Distância de accionamento, standard







As caract eríst icas t écnicas e os dados para
encomenda deverão ser consult adas nas
páginas seguint es.
Ltg = Cabo
ST = Conect or
SK = Bornes roscados
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-104
1- 105
Tabelas de seleção: Sensores de Segurança BNS
Distância de comutação ampliada
Formato Sensor,
Tipo
Contactos Opções de
conexão
Actuador,
Tipo
Codificado Dist. de comut.
s
ao
/ s
ar
[mm]
Avaliação
integrada
G = com LED
(opcional)
Dist . de comut . = Dist ância de comut ação
As caract eríst icas t écnicas e os dados para
encomenda deverão ser consult adas nas
páginas seguint es.
Ltg = Cabo
ST = Conect or
SK = Bornes roscados
BNS 16 - 12z SK BPS 16 8 / 18
BZ 16 - 11 SK BZ 16- B1 10 / 20
- 12 SK
BNS 33 - 11z(G) Lt g, ST BPS 33 8 / 15
- 12z(G) Lt g - 2326
- 12z- 2187 Lt g
- 12zG- 2187- 10 Lt g
BNS 303 - 11z(G) Lt g, ST BPS 300 8 / 18
- 2211 - 12z(G) Lt g, ST BPS 303
BNS 120 - 11z Lt g BP 10 20 / 32
- 12z Lt g BP 15
- 12z- 2187 Lt g
BNS 180 - 11z Lt g BP 10 20 / 32
- 12z Lt g BP 15
- 12z- 2187 Lt g
BNS 300 - 01zG Lt g, ST BPS 300 8 / 18
- 2211 BPS 303
BNS 30 - 01z(G) Lt g, ST BPS 300 8 / 18
- 2211 BPS 303
BNS- B20 - 12zG ST BNS- B20- B01 0 / 22
• •








Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-105
1- 106
SK
cfe. 954- 1
Classificação
cfe.
60947- 5- 3
BNS
Quantid.
máxima
Quantid.
canais de
saída
Equipamento
de
avaliação
Contactos
BNS
Tabelas de seleção: Sensores de Segurança BNS
Método I Tabela de selecção
SK 1 PDF- S 1 1 integrado - 01y
- 01zG
Monitorização de um sensor de segurança
através do equipamento de avaliação
integrado.
BNS
Ava-
liação
Canal de saída
(circuito de
segurança)
Monitorização individual
com avaliação integrada
SK
cfe. 954- 1
Classificação
cfe.
60947- 5- 3
BNS
Quantid.
máxima
Quantid.
canais de
saída
Equipamento
de
avaliação
Contactos
BNS
Método II Tabela de selecção
SK 1 PDF- S 1 1 AES 1102 -12z
-12zG
SK 3 PDF- M 1 1 AES 1135 -11z
-11zG
SK 3 PDF- M 1 2 AES 1235 -11z
-11zG
SK 4 PDF- M 1 3 AES 1337 -11z
-11zG
Monitoriza um sensor de segurança através de
um equipamento de avaliação. Sinaliza o PLC
através do equipamento de avaliação (módulo
de segurança)
BNS
AES
CLP
Canal de saída
(circuito de
segurança)
Monitorização individual no
equipamento de avaliação
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-106
1- 107
Tabelas de seleção: Sensores de Segurança BNS
Método III Tabela de selecção
Monitorização de vários sensores de segurança
através de um equipamento de avaliação por
meio de um distribuidor separado. Sinaliza o
PLC através do equipamento de avaliação
(módulo de segurança)
A ligação entre os contactos individuais,
para a comutação série/paralelo é realizada
no interior do distribuidor.
* A falha de um sensor, ex.: através de curto circuito ou ruptubra de um fio, pode ser suprimida
através do accionamento de outro sensor. Este acontecimento deverá ser considerado na
avaliação do risco.
** Ao conectar mais do que 3 sensores BNS com LED num único equipamento de avaliação,
fica reduzida a intensidade da luz do LED.
*** Por exemplo Protect-IE-… na página 5-58.
* Comutação interna série/paralelo dos sensores de segunrança.
A falha de um sensor, ex.: através de curto circuito ou ruptubra de um fio, pode ser suprimida
através do accionamento de outro sensor. Este acontecimento deverá ser considerado na
avaliação do risco.
** Nenhuma saída individual de sinal
Canal de saída
(circuito de segurança)
Ligação série/ paralelo em
distribuidor separado
SK
cfe. 954- 1
Classificação
cfe.
60947- 5- 3
BNS
Quantid.
máxima
Quantid.
canais de
saída
Equipamento
de
avaliação
Contactos
BNS
Método IV Tabela de selecção
SK 3 PDF- M 6 2 AES 2285 * -11z
SK 3 PDF- M 2 1 AES 1165 -11z
-2250 -11zG
SK 3 PDF- M 3 1 AES 1185 ** -11z
-11zG
SK 3 PDF- M 2 2 AES 1265 -11z
-11zG
Monitorização de vários sensores de segurança
através de um equipamento de avaliação por
meio de um distribuidor separado. Sinaliza o
PLC através do equipamento de avaliação
(módulo de segurança)
Canal de saída
(circuito de
segurança)
Ligação série/ paralelo com monitorização
individual no equipamento de avaliação
SK
cfe. 954- 1
Classificação
cfe.
60947- 5- 3
BNS
Quantid.
máxima
Quantid.
canais de
saída
Equipamento
de
avaliação
Contactos
BNS
SK 1 PDF- S 20 ** 1 AES 1102 -12z-2187
-12zG -2187
SK 3 * PDF- S 20 ** 1 AES 1135 -11z
-11zG
SK 3 * PDF- S 20 ** 2 AES 1235 -11z
-11zG
SK 3 * PDF- S 20 ** 3 AES 1337 -11z
-11zG
AES
BNS 3
BNS 2
BNS 1
CLP
BNS 3
BNS 2
BNS 1
AES
CLP
Distribuidor
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-107
1- 108
Sensores magnéticos de segurança
BNS 250
33
22
13
2
5
1
0
0
0
¤
4
,
5
1
9
8,7
• Invólucro termoplástico
• Com codificação
• O formato menor
• Longa durabilidade, nenhum
desgaste mecânico
• Classe de protecção IP 67
• Accionamento só é possível com BPS 250
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• É possível fazer a instalação oculta
• Insensível quanto a presença de sujidade
Certificados
H
Dados para encomenda
BNS 250- ➀z➁- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ 11 1 NA / 1 NF
12 1 NA / 2 NF
➁ Sem LED
G Com LED
➂ 2187 Contactos conduzidos
individualmente até à
parte externa
Dados técnicos
Normas: IEC 60947-5-3
BG-GS-ET-14
Forma de construção: rectangular
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Tipo de conexão: Cabo tipo Boflex
Secção: 4 x 0,25 mm
2
Modo de actuação: mágnético
Imã de accionamento: BPS 250,
codificação
Categoria de comando: até 4 de acordo
com EN 954-1
em conexão com
módulo de segurança
Classificação: até PDF-M de acordo
com IEC 60947-5-3
em conexão com
módulo de segurança
S
ao
: 4 mm
S
ar
: 14 mm
Sinalização do estado
de comutação: LED somente
com o código
para encomenda G
Tensão máx. de comutação
sem LED: 24 VDC
com LED: 24 VDC
Corrente máx. de comutação
sem LED: 100 mA
com LED: 10 mA
Desempenho máx. da comutação
sem LED: 1 W
com LED: 240 mW
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Frequência máx.
de comutação: 5 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistente a vibrações: 10 … 55 Hz,
Amplitude 1 mm
Observação
Zona de actuação
Os actuadores para o sensor de segurança
não estão incluídos no fornecimento.
0
1
2
3
4
2
3
2
1,5
2
,
5
3
3
,
5
3
,
5
Variantes de contacto
1 NA / 2 NF
1 NA / 1 NF
BK 13
WH 21
14 BU
22 BN
BK 22
WH 32
14 BU
C BN
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
A utilização dos contactos nas versões com
ou sem LED é idêntica.
O LED está aceso quando a porta de
segurança está aberta
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-108
1- 109
Sensores magnéticos de segurança
Componentes do sistema
33
22
2
5
1
9
13
8,7
ø
4
,
5
33
22
2
5
1
9
13
8,7
ø
4
,
5
Actuador magnético BPS 250
Espaçador BN 250
Dados para encomenda
Actuador magnético BPS 250
Espaçador BN 250
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-109
1- 110
Sensores magnéticos de segurança
BNS 260
13
6
7
3
6
26
4
19
2
2
¤4,5
• Invólucro plástico
• Com codificação
• Accionamento só é possível com BPS 260
• O formato menor
• Longa durabilidade,
nenhum desgaste mecânico
• Classe de protecção IP 67
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• É possível fazer a instalação oculta
• Insensível quanto a presença de sujidade
Certificados
Dados para encomenda
Dados técnicos
Normas: IEC 60947-5-3, BG-GS-ET-14
Formato: retangular
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com IEC/EN 60529
Tipo de conexão: cabo tipo Boflex,
código para encomenda
-ST: Conector M 8 x 1
Secção: 4 x 0,25 mm
2
com contacto sinalizador: 6 x 0,25 mm
2
Conector: M8 x 1, de 4 pólos
com contacto sinalizador: M8 x 1, de 6 pólos
Modo de actuação: mágnético
Imã de accionamento: BPS 260, codificação
Categoria de comando: até 4 de acordo
com EN 954-1 em conexão
com módulo de segurança
Classificação: até PDF-M de acordo com
IEC 60947-5-3 em conexão
com módulo de segurança
S
ao
: 5 mm
S
ar
: 15 mm
Indicador do estágio
de comutação: LED somente com o
código para encomenda G
Tensão máx. de comutação
sem LED: 75 VDC
com LED: 24 VDC
com conector de 6 pólos: 30 VDC
Corrente máx. de comutação
sem LED: 400 mA
com LED: 10 mA
Desempenho máx. da comutação
sem LED: 10 W
com LED: 240 mW
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Frequência máxima
de comutação: 5 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz,
amplitude 1 mm
Observação
Diagrama de actuação on/ off
O gráfico de actuação também se aplica
ao BPS 260-2, o actuador com actuação
invertida a 90º.
3
,5
3
5
1
0
5
5
4
2
3
Variantes de contacto
BNS 260- 02z(G)
BNS 260- 11z(G)
BNS 260- 02/ 01z(G)
BNS 260- 11/ 01z(G)
GY S13
WH S31
GN S21
S14 PK (3)
(1)
(5)
(4)
(6)
(2) S22 YE
S32 BN
GY S11
WH S31
GN S21
S12 PK (3)
(1)
(5)
(4)
(6)
(2) S22 YE
S32 BN
BK S13
WH S21
S14 BU (3)
(1)
(4)
(2) S22 BN
BK S11
WH S21
S12 BU (3)
(1)
(4)
(2) S22 BN
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
O número entre parêntesis indica o número
do pino do conector
A utilização dos contactos nas versões com
ou sem LED é idêntica.
O contacto S21-S22 terá que ser integrado
no circuito de segurança
LED aceso, quando a porta de protecção
está fechada.
Os actuadores para o sensor de segurança
não estão incluídos no fornecimento.
BNS 260- ➀➁z➂- ➃- ➄
Nr. Inserir Descrição
➀ Contactos de segurança:
11 1 NA / 1 NF
02 2 NF
➁ Contactos de sinalização:
sem contacto
de sinalização
/ 01 1 NF
➂ Sem LED
G Com LED
➃ Cabo
ST Conector
➄ L Porta esquerda
R Porta direita
3 1
4 2
3 5
2 1
4
6
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-110
1- 111
Sensores magnéticos de segurança
Componentes do sistema
5
2
2
19
¤ 4,5
3
6
26
13
6
3
6
26
19
2
2
¤4,5
Porta esquerda
Porta direita
BPS 260
Espaçador
Dados para encomenda
Porta esquerda sufixo - L
Porta direita sufixo - R
Actuador magnético
Actuador e sensor montados
no mesmo plano BPS 260- 1
Actuador para fixação a 90º BPS 260- 2
Espaçador Espaçador BNS 260
Componentes do sistema
3 BU 1 BN
4 BK 2 WH
3 BU 5 GY
2 WH 1 BN
4 BK
6 PK
Cabo com conector (fêmea)
6- pin
4- pin
Dados para encomenda
Cabo com conector (fêmea)
PVC com encaixe rápido, 6 pinos
com conector direito, 2 m cabo 1184342
5 m cabo 1184343
10m cabo 1184344
com conector curvo, 2 m cabo 1184345
5 m cabo 1184346
10m cabo 1184347
PVC com encaixe rápido, 4 pinos
com conector direito, 2 m cabo 1184355
5 m cabo 1184356
10m cabo 1184357
com conector curvo, 2 m cabo 1184358
5 m cabo 1184359
10m cabo 1184360
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-111
1- 112
Sensores magnéticos de segurança
BNS 33
88
78
2
5
7
3
,
5
1
8
,
5
7
,
5 6
,
5
1000
4,5
LED
¤ 5
• Invólucro termoplástico
• Com codificação
• Longa durabilidade, nenhum
desgaste mecânico
• Classe de protecção IP 67
• Accionamento só é possível com BPS 33
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• É possível fazer a instalação oculta
• Insensível quanto a presença de sujidade
• „ AS-Interface Safety at Work“ pode ser
fornecida, ver capítulo 5
Certificados
H
Dados para encomenda
BNS 33- ➀z➁- ➂- ➃
Nr. Inserir Descrição
➀ 02 2 NF
11 1 NA / 1 NF
12 1 NA / 2 NF
➁ Sem LED
G Com LED
➂ Com cabo
ST Com Conector M8
(só 1NA/1NF, 1NA/2NF)
➃ 2187 Contactos conduzidos
individualmente até à
parte externa
2187-10 Como acima e LED no
circuito de fechamento
2237 Actuação a partir da di-
recção do deslocamento
Dados técnicos
Observação
Zona de actuação
Os actuadores para o sensor de segurança
não estão incluídos no fornecimento.
0
1
2
3
4
5
3
4
5
5,5
6
6
5
,
5
5
4
2
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
1 NA / 2 NF
1 NA / 2 NF
(código para encomenda - 2187)
1 NA / 2 NF
(código para encomenda - 2187- 10)
2 NF
(código para encomenda - 2187)
Conector
1 NA / 1 NF
1 NA / 2 NF
1 2 3 4
32
22
c
14
1 2 3 4
21
13
22
14
BK 11
WH 21
12 BU
22 BN
GY 13
GN 21
WH 31
14 PK
22 YE
32 BN
GY 13
GN 21
WH 31
14 PK
22 YE
32 BN
BK 22
WH 32
14 BU
C BN
BK 13
WH 21
14 BU
22 BN
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
A utilização dos contactos nas versões com
ou sem LED é idêntica.
O LED está aceso quando a porta de
segurança está aberta
Normas: IEC 60947-5-3
BG-GS-ET-14
Forma de construção: rectangular
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Tipo de conexão: Cabo tipo Boflex,
código para pedir ST:
Conector M 8 x 1
Secção: 4 x 0,25 mm
2
Modo de actuação: mágnético
Imã de accionamento: BPS 33, BPS 33-2326,
codificação
Categoria de comando: até 4 de acordo
com EN 954-1
em conexão com
módulo de segurança
Classificação: até PDF-M de acordo
com IEC 60947-5-3
em conexão com
módulo de segurança
S
ao
: 5 mm (BPS 33)
8 mm (BPS 33-2326)
S
ar
: 15 mm (BPS 33)
15 mm (BPS 33-2326)
Sinalização do estado
de comutação: LED somente
com o código
para encomenda G
Tensão máx. de comutação
sem LED: 100 VAC/DC
com LED: 24 VDC
com conector: 60 VAC/DC
Corrente máx. de comutação
sem LED: 400 mA
código para encomenda -2187: 250 mA
com LED: 10 mA
Desempenho máx. da comutação
sem LED: 10 W
código para encomenda -2187: 3 W
com LED: 240 mW
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Precisão de reposicionamento R: ≤ 0,1 x S
ao
Frequência máx. de comutação: aprox. 1 kHz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistente a vibrações: 10 … 55 Hz,
Amplitude 1 mm
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-112
1- 113
Sensores magnéticos de segurança
Componentes do sistema
88
78
2
5 7
3
,
5
1
8
,
5
1
3
3
4,5
ø
5
3
,
5
0
,
5
7 2
5
1
3
3
78
4,5
88 M 8
¤
5
1
8
,
5
Conexão por conector BNS 33- ST
Actuador magnético BPS 33
Dados para encomenda
Conexão por conector BNS 33- ST
Actuador magnético BPS 33
Componentes do sistema
8
,
5
7
3
,
5
1
0
2
5
88
78
1
8
,
5
1
3
ø 5
Espaçador BN 31/ 33
Conector
Dados para encomenda
Espaçador BN 31/ 33
Conector M8
com fecho por encaixe RKM 4- 07- 5m
com fecho parafusado RKMV 4- 225- 2m
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-113
1- 114
Sensores magnéticos de segurança
BNS 33S
88
78
69
2
7
1
4
,
5
3
1
7
7
,
5 7
,
5
1000
¤ 4,5
LED
• Aço inoxidável
• Com codificação
• Desenho rectangular
• Longa durabilidade,
nenhum desgaste mecânico
• Classe de protecção IP 69k
• Accionamento só é possível com BPS 33S
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• É possível fazer a instalação oculta
• Insensível quanto a presença de sujidade
• Encaixe do cabo adequado para
a indústria alimentar
Certificados
Dados para encomenda
BNS 33S- 12z➀
Nr. Inserir Descrição
➀ Sem LED
G Com LED
Os actuadores para o sensor de segurança
não estão incluídos no fornecimento.
Dados técnicos
Normas: IEC 60947-5-3, BG-GS-ET-14
Formato: retangular
Invólucro: Aço inoxidável (V4A de
acordo com DIN 1.3960)
Tipo de protecção: IP 69k de acordo
com IEC/EN 60529
Tipo de conexão: Cabo LiYY (adequado
para a indústria alimentar)
Secção: 6 x 0,25 mm
2
Modo de actuação: mágnético
Imã de accionamento: BPS 33S, codificação
Categoria de comando: até 4 de acordo
com EN 954-1 em conexão
com módulo de segurança
Classificação: até PDF-M de acordo com
IEC 60947-5-3 em conexão
com módulo de segurança
S
ao
: 8 mm
S
ar
: 18 mm
Indicador do estágio
de comutação: LED somente com o
código para encomenda G
Tensão máx. de comutação
sem LED: 100 VAC/DC
com LED: 24 VDC
Corrente máx. de comutação
sem LED: 250 mA
com LED: 10 mA
Desempenho máx. da comutação
sem LED: 3 W
com LED: 240 mW
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 80 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 80 ºC
Frequência máxima
de comutação: 5 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz,
amplitude 1 mm
Observação
Zona de actuação
0
4
6
8
2
5
7
6
4
2
Variantes de contacto
1 NA / 2 NF
14S PK
GN S21
GY S13
WH S31
22S YE
32S BN
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
A utilização dos contactos nas versões com
ou sem LED é idêntica.
O contacto S21-S22 terá que ser integrado
no circuito de segurança
LED aceso, quando a porta de protecção
está fechada.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-114
1- 115
Sensores magnéticos de segurança
Componentes do sistema
88
78
69
2
7
1
7
1
4
,
5
3
¤4,5
BPS 33S
Dados para encomenda
Actuador magnético BPS 33S
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-115
1- 116
BNS 36
6
25
13
4,5
ø
4
,
5
6
7
8
8
8
7
• Invólucro plástico
• Com codificação
• Accionamento só é possível
com BPS 36-1/-2
• Longa durabilidade,
nenhum desgaste mecânico
• Classe de protecção IP 67
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• É possível fazer a instalação oculta
• Insensível quanto a presença de sujidade
BNS 36- ➀➁z➂- ➃- ➄
Nr. Inserir Descrição
➀ Contactos de segurança:
11 1 NA / 1 NF
02 2 NF
➁ Contactos de sinalizaçãoe:
sem contacto
de sinalização
/01 1 NF
➂ Sem LED
G Com LED
➃ Cabo
ST Conector
➄ L Porta esquerda
R Porta direita
Normas: IEC 60947-5-3
BG-GS-ET-14
Formato: retangular
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com IEC/EN 60529
Tipo de conexão: cabo tipo LiYY o
conector M 8 x 1
Secção: 4 x 0,25 mm
2
com contacto sinalizador 6 x 0,25 mm
2
Conector: M8 x 1, de 4 pólos
com contacto sinalizador M8 x 1, de 6 pólos
Modo de actuação: mágnético
Imã de accionamento: BPS 36, codificação
Categoria de comando: até 4 de acordo
com EN 954-1 em conexão
com módulo de segurança
Classificação: até PDF-M de acordo com
IEC 60947-5-3 em conexão
com módulo de segurança
Distância dos limites S
ao
: 7 mm
Distância dos limites S
ar
: 17 mm
Indicador do estágio
de comutação: LED somente com o
código para encomenda G
Tensão máx. de comutação
sem LED: máx. 75 VDC
com LED: máx. 24 VDC
com conector de 6 pólos: máx. 30 VDC
Corrente máx. de comutação
sem LED: máx. 400 mA
com LED: máx. 10 mA
Desempenho máx. da comutação
sem LED: máx. 10 W
com LED: máx. 240 mW
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Frequência máxima
de comutação: 5 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz,
amplitude 1 mm
Diagrama de actuação on/ off
O gráfico de actuação também se aplica
ao BPS 36-2, o actuador com actuação
invertida a 90º.
Os actuadores para o sensor de segurança
não estão incluídos no fornecimento.
3
5,3
6
6,5
7
7,5
4,5
3
5,3
6
6,5 7
7,5
8
4,5
0
1
2
3
4
5
7
8
6
8
BNS 36- 02z(G)
BNS 36- 11z(G)
BNS 36- 02/ 01z(G)
BNS 36- 11/ 01z(G)
Contactos de segurança: S21-S22
e S11-S12
ou S13-14
Contactos de sinalização: S31-S32
GY S13
WH S31
GN S21
S14 PK (3)
(1)
(5)
(4)
(6)
(2) S22 YE
S32 BN
GY S11
WH S31
GN S21
S12 PK (3)
(1)
(5)
(4)
(6)
(2) S22 YE
S32 BN
BK S13
WH S21
S14 BU (3)
(1)
(4)
(2) S22 BN
BK S11
WH S21
S12 BU (3)
(1)
(4)
(2) S22 BN
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos
contactos fechados no dispositivo de
segurança.
O número entre parêntesis indica o número
do pino do conector
A utilização dos contactos nas versões
com ou sem LED é idêntica.
LED aceso, quando a porta de protecção
está fechada.
3 1
4 2
3 5
2 1
4
6
Certificados
H
* *
* em preparação
Sensores magnéticos de segurança
Dados para encomenda
Dados técnicos
Observação
Variantes de contacto
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-116
1- 117
3 18,5
25
5
7
6 4,5
8
8
7
8
ø
5
6
25
13
4,5
ø
4
,
5 6
7
8
8
8
Porta esquerda
Porta direita
BPS 36- 1/ - 2
Espaçador
Dados para encomenda
Porta esquerda sufixo - L
Porta direita sufixo - R
Actuador magnético
Actuador e sensor montados
no mesmo plano BPS 36- 1
Actuador para fixação a 90º BPS 36- 2
Espaçador Distanzstück BNS 36
Componentes do sistema
3 BU 1 BN
4 BK 2 WH
3 BU 5 GY
2 WH 1 BN
4 BK
6 PK
Cabo com conector (fêmea)
6- pin
4- pin
Dados para encomenda
Cabo com conector (fêmea)
PVC com encaixe rápido, 6 pinos
com conector direito, 2 m cabo 1184342
5 m cabo 1184343
10m cabo 1184344
com conector curvo, 2 m cabo 1184345
5 m cabo 1184346
10m cabo 1184347
PVC com encaixe rápido, 4 pinos
com conector direito, 2 m cabo 1184355
5 m cabo 1184356
10m cabo 1184357
com conector curvo, 2 m cabo 1184358
5 m cabo 1184359
10m cabo 1184360
Sensores magnéticos de segurança
Componentes do sistema
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-117
1- 118
Sensores magnéticos de segurança
BNS 16
M20 x 1,5
M20 x 1,5
M
2
0
x
1
,
5
52
52
39
9
9
0
7
3
7 2
6
17 40
18
1
5
1
2
1
8
3
8
,
5
26
26
8
,
5
• Invólucro termoplástico
• Com codificação
• Longa durabilidade, nenhum
desgaste mecânico
• Classe de protecção IP 67
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• É possível fazer a instalação oculta
• Insensível quanto a presença de sujidade
• Espaço para conexões
• Adequado para a indústria alimentícia
• Dimensões de atravancamento AZ 16
• 3 entradas de cabo M20 x 1,5
• Bornes roscados ou conector
Certificados
H
Dados para encomenda
BNS 16- ➀z ➁- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ 11 1 NA / 1 NF (apenas na
versão com conector)
12 1 NA / 2 NF
➁ Plano de actuação:
V do lado frontal
R do lado direito
L do lado esquerdo
D do lado da parte superior
U do lado de baixo
➂ ST1 Conector do meio
ST2 Conector direito
ST3 Conector esquerdo
Dados técnicos
Normas: IEC 60947-5-3
BG-GS-ET-14
Forma de construção: rectangular
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Tipo de conexão: Bornes roscados ou
conector M12 x 1
com 4 ou 8 polos
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 3 x M20 x 1,5
Modo de actuação: mágnético
Imã de accionamento: BPS 16, codificação
Categoria de comando: até 4 de acordo
com EN 954-1
em conexão com
módulo de segurança
Classificação: até PDF-M de acordo
com IEC 60947-5-3
em conexão com
módulo de segurança
S
ao
: 8 mm
S
ar
: 18 mm
Sinalização do estado
de comutação: –
Tensão máx. de comutação: 100 VAC/DC
Corrente máx. de comutação: 400 mA
Desempenho máx. da comutação: 10 W
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Frequência máx.
de comutação: 5 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistente a vibrações: 10 … 55 Hz,
Amplitude 1 mm
Observação
Zona de actuação
O actuador BPS 16 não está incluído no
fornecimento.
BNS 16 LR
M20 x 1,5
M20 x 1,5
M
2
0
x
1
,
5
52
39
9
9
0
7
3
7 2
6
17 40
1
5
18
8
,
5
• Actuação por ambos os lado
• Para portas duplas
• Protecção contra violação
• Adequado para utilização com
módulos de segurança SRB/AES
• Bornes roscados
Certificados
Dados para encomenda
BNS 16- 12z- LR Sensor de segurança
com direcção de
actuação pela esquerda
e pela direita
2x BPS 16 2 actuadores
(não incluídos
no fornecimento)
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-118
1- 119
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
1 NA / 2 NF
Conector
1 NA / 2 NF
1 NA / 1 NF
1 2 3 4
S21
S13
S22
S14
3 2 1 4 5 6 7 8
S31
S21
S13
S32
S22
S14
S13
S21
S31
S14
S22
S32
S13
S21
S14
S22
Observação
5 direcções diferentes de accionamento:
superior, frontal, inferior, direita e esquerda
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
Sensores magnéticos de segurança
Componentes do sistema
¤ 5,5
40
60
20
1
1
Actuador magnético BPS 16
Cabo com ficha
Dados para encomenda
Actuador magnético BPS 16
Cabo com ficha M12 x 1,
4 pinos, PUR, 4 x 0,75 mm
2
,
5 m comprimento 1148412
8
7
6
5
2
3
4
1
4
1 2
3
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-119
1- 120
Sensores magnéticos de segurança
BZ 16
M5
M20 x 1,5
M20 x 1,5
M20 x 1,5
52
40
60
39
20
9
9
0
7
3
7
2
6
8
17
40
• Com avaliação integrada
• Invólucro termoplástico
• Com codificação
• Longa durabilidade, nenhum
desgaste mecânico
• Classe de protecção IP 67
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• Insensível quanto a presença de sujidade
• Espaço para conexões
• Adequado para a indústria alimentícia
• Dimensões de atravancamento AZ 16
• 3 entradas de cabo M20 x 1,5
Certificados
Dados para encomenda
BZ 16- ➀ ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ 11 1 NA / 1 NF
02 2 NF
➁ Plano de actuação:
D do lado da parte superior
U do lado de baixo
V do lado frontal
Dados técnicos
Observação
Zona de actuação
O actuador BZ 16-B1 não está incluído no
fornecimento.
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
2 NF
12 11 22 21
-
24VDC
+
Observação
Três sentidos de accionamento:
superior, frontal e inferior
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
Normas: IEC 60947-5-3
BG-GS-ET-14
Forma de construção: rectangular
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Tipo de conexão: Bornes roscados
+ condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 3 x M20 x 1,5
Modo de actuação: sem contacto físico, atra-
vés de actuador codificado
Imã de accionamento: BZ 16-B1, codificação
Categoria de comando: até 4 de acordo
com EN 954-1
em conexão com
módulo de segurança
Classificação: até PDF-M de acordo
com IEC 60947-5-3
em conexão com
módulo de segurança
S
ao
: 10 mm (afastamento mínimo de 2 mm
com aproximação lateral)
S
ar
: 20 mm (afastamento mínimo de 2 mm
com aproximação lateral)
Tensão máx. de comutação: 250 VAC
Corrente máx. de comutação: 4 A
Desempenho máx. da comutação: 1000 W
Saídas: 2 canais de saída
2 NF ou 1 NF / 1 NA
U
e
: 24 VDC
I
e
: 2,5 A
Protecção contra curto circuito: 4 A gG
fusível D
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 2,5 A / 250 VAC
2,5 A / 24 VDC
Potência instalada: < 4 W
Tempo de reação: 15 ms
Hora de accionar: 60 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
Frequência máx. de comutação: 1 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistente a vibrações: 10 … 55 Hz,
Amplitude 1 mm
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-120
1- 121
Sensores magnéticos de segurança
Componentes do sistema
60
20
M5
40
60
8
Actuador magnético BZ 16- B1
Dados para encomenda
Actuador magnético BZ 16- B1
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-121
1- 122
Sensores magnéticos de segurança
BNS 333
40 40
30
4
5
6
0
7
,
3
5
,
3
1
1
2
34,3
• Com avaliação integrada
• Invólucro termoplástico
• Com codificação
• Longa durabilidade, nenhum
desgaste mecânico
• Classe de protecção IP 65
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• Insensível quanto a presença de sujidade
• Espaço para conexões
• Com LED
• Adequado para a indústria alimentícia
Certificados
H
Dados para encomenda
BNS 333- 01y➀- M20
Nr. Inserir Descrição
➀ Plano de actuação:
V do lado frontal
R do lado direito
L do lado esquerdo
D do lado da parte superior
U do lado de baixo
Dados técnicos
Normas: IEC 60947-5-3
BG-GS-ET-14
Forma de construção: rectangular
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Tipo de protecção: IP 65 de acordo EN 60529
Tipo de conexão: Bornes roscados
+ condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 1 x M20 x 1,5
Modo de actuação: mágnético
Imã de accionamento: BPS 300, BPS 303,
BPS 303 SS, codificação
Categoria de comando: 1 de acordo
com EN 954-1
Classificação: até PDF-S de acordo
com IEC 60947-5-3
S
ao
: 4 mm
S
ar
: 14 mm
Sinalização do estado
de comutação: LED
Tensão máx. de comutação: 250 VAC
Corrente máx. de comutação: 5 A
Desempenho máx. da comutação: 1250 W
Saída: 1 canal de
liberação
U
e
: 24 VDC
I
e
: max. 40 mA
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 55 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Frequência máx.
de comutação: 5 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistente a vibrações: 10 … 55 Hz,
Amplitude 1 mm
Observação
Zona de actuação
Os imãs de accionamento não estão incluídos
no fornecimento.
Para escolher ver página 1-129.
0
1
2
3
4 0
,5
1,5
3
4
9
1
1
2
1
1
4
4
,
5
1
6
6
,
5
Variantes de contacto
1 NF
Observação
5 direcções diferentes de accionamento:
superior, frontal, inferior, direita e esquerda
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
LED aceso, quando a porta de protecção
está fechada.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-122
1- 123
Sensores magnéticos de segurança
BNS 120
32,5
38,5 1000
M
1
2
x
1
4 17
• Invólucro termoplástico
• Longa durabilidade, nenhum
desgaste mecânico
• Classe de protecção IP 67
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• Insensível quanto a presença de sujidade
• Distância de accionamento
especialmente longa
• Adequado para a indústria alimentícia
Certificados
H
Dados para encomenda
BNS 120- ➀z- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ 11 1 NA / 1 NF
12 1 NA / 2 NF
02 2 NF
➁ 2187 Contactos conduzidos
individualmente até à
parte externa
Dados técnicos
Normas: IEC 60947-5-3
BG-GS-ET-14
Forma de construção: cilindrico
Invólucro: termoplástico, reforçado
com fibra de vidro
torque de aperto máx. 90 Ncm,
SW = abertura da chave 17
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Tipo de conexão: Cabo tipo Boflex
Secção: 4 x 0,25 mm
2
Modo de actuação: mágnético
Imã de accionamento: BP 6, BP 8,
BP 10, BP 15 SS,
sem codificação
Categoria de comando: até 4 de acordo
com EN 954-1
em conexão com
módulo de segurança
Classificação: até PDF-M de acordo
com IEC 60947-5-3
em conexão com
módulo de segurança
S
ao
: 10 mm (BP 6 / BP 8)
20 mm (BP 10 / BP 15 SS)
S
ar
: 22 mm (BP 6 / BP 8)
32 mm (BP 10 / BP 15 SS)
Sinalização do estado
de comutação: –
Tensão máx. de comutação: 100 VAC/DC
Corrente máx. de comutação: 250 mA
Desempenho máx. da comutação: -02z: 3 W
-11z, -12z: 5 W
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Frequência máx.
de comutação: 5 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistente a vibrações: 10 … 55 Hz,
Amplitude 1 mm
Observação
Zona de actuação
Os imãs de accionamento não estão incluídos
no fornecimento.
Para escolher ver página 1-125.
0
0
5
1
0
1
5
2
0
5
,5
1
0
1
1
,5
1
0
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
1 NA / 2 NF
2 NF
BK 11
WH 21
12 BU
22 BN
BK 22
WH 32
14 BU
C BN
BK 13
WH 21
14 BU
22 BN
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
O sensor de segurança deverá ser montado de
tal maneira, que não seja possível accioná-lo
através de um imã (instalação oculta de acordo
com EN 1088).
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-123
1- 124
Sensores magnéticos de segurança
BNS 180
25,6
36 1000
M
1
8
x
1
4 24
• Invólucro termoplástico
• Longa durabilidade, nenhum
desgaste mecânico
• Classe de protecção IP 67
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• Insensível quanto a presença de sujidade
• Distância de accionamento
especialmente longa
• Adequado para a indústria alimentícia
Certificados
H
Dados para encomenda
BNS 180- ➀z- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ 11 1 NA / 1 NF
12 1 NA / 2 NF
02 2 NF
➁ 2187 Contactos conduzidos
individualmente até à
parte externa
Dados técnicos
Normas: IEC 60947-5-3
BG-GS-ET-14
Forma de construção: cilindrico
Invólucro: termoplástico, reforçado
com fibra de vidro
torque de aperto máx. 500 Ncm,
SW = abertura da chave 24
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Tipo de conexão: Cabo tipo Boflex
Secção: 4 x 0,25 mm
2
Modo de actuação: mágnético
Imã de accionamento: BP 6, BP 8,
BP 10, BP 15 SS,
sem codificação
Categoria de comando: até 4 de acordo
com EN 954-1
em conexão com
módulo de segurança
Classificação: até PDF-M de acordo
com IEC 60947-5-3
em conexão com
módulo de segurança
S
ao
: 10 mm (BP 6 / BP 8)
20 mm (BP 10 / BP 15 SS)
S
ar
: 22 mm (BP 6 / BP 8)
32 mm (BP 10 / BP 15 SS)
Tensão máx. de comutação: 100 VAC/DC
Corrente máx. de comutação: 250 mA
Desempenho máx. da comutação: -02z: 3 W
-11z, -12z: 5 W
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Frequência máx.
de comutação: 5 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistente a vibrações: 10 … 55 Hz,
Amplitude 1 mm
Observação
Zona de actuação
Os imãs de accionamento não estão incluídos
no fornecimento.
Para escolher ver página 1-125.
2
0
5
1
0
1
5
2
0
7
,5
1
0
1
1
,5
1
0
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
1 NA / 2 NF
2 NF
1 NA / 2 NF
(código para encomenda - 2187)
GY 13
GN 21
WH 31
14 PK
22 YE
32 BN
BK 11
WH 21
12 BU
22 BN
BK 22
WH 32
14 BU
C BN
BK 13
WH 21
14 BU
22 BN
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
O sensor de segurança deverá ser montado de
tal maneira, que não seja possível accioná-lo
através de um imã (instalação oculta de acordo
com EN 1088).
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-124
1- 125
Sensores magnéticos de segurança
Componentes do sistema
1
4
1
0
M 4
N
S
ø 30
ø 23,5
10
9
0
°
ø
1
8
,
5
ø
4
,
3
ø
8
S N
7,7
N S 1
1
,
8
3
,
3
ø
ø
5
1,8
N S 9
0
°
ø
1
5
ø
3
,
3
BP 6
BP 8
BP 10
BP 15 SS
Dados para encomenda
Actuador magnético
Não encapsulado BP 6
Não encapsulado BP 8
Não encapsulado BP 10
Encapsulado em aço inoxidável BP 15 SS
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-125
1- 126
Sensores magnéticos de segurança
BNS 303
44
M
3
0
x
1
,
5
1000
6 36
• Invólucro termoplástico
• Com codificação
• Longa durabilidade, nenhum
desgaste mecânico
• Classe de protecção IP 67
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• Insensível quanto a presença de sujidade
• Adequado para a indústria alimentícia
• Disponível com LED
• Disponível com conexão por conector
Certificados
H
Dados para encomenda
BNS 303- ➀z➁- ➂- ➃
Nr. Inserir Descrição
➀ 11 1 NA / 1 NF
12 1 NA / 2 NF
➁ Sem LED
G Com LED
➂ Com cabo
ST Conector M12
➃ 2187 Contactos conduzidos
individualmente até à
parte externa
2211 Distância de comutação
ampliada
Dados técnicos
Observação
Zona de actuação
Os imãs de accionamento não estão incluídos
no fornecimento.
Para escolher ver página 1-129.
0
,5
0
1
2
3
4
5
1
2
3
,5
4
3
5
7
9
1
0
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
1 NA / 2 NF
1 NA / 2 NF
(código para encomenda - 2187)
Conector
1 NA / 1 NF
1 NA / 2 NF
1 2 3 4
32 22
c 14
1 2 3 4
S21
S13
S22
S14
GY 13
GN 21
WH 31
14 PK
22 YE
32 BN
BK 22
WH 32
14 BU
C BN
BK 13
WH 21
14 BU
22 BN
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
A utilização dos contactos nas versões com
ou sem LED é idêntica.
O LED está aceso quando a porta de
segurança está aberta
Normas: IEC 60947-5-3
BG-GS-ET-14
Forma de construção: cilindrico
Invólucro: termoplástico, reforçado
com fibra de vidro, 2 porcas em
termoplástico, torque de aperto
máx 300 Ncm para porca com
SW = abertura da chave 36
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Tipo de conexão: Cabo tipo Boflex,
código para pedir ST:
Conector M12 x 1
Secção: 4 x 0,25 mm
2
Modo de actuação: mágnético
Imã de accionamento: BPS 300, BPS 303,
BPS 303 SS, codificação
Categoria de comando: até 3 de acordo
com EN 954-1
em conexão com
módulo de segurança
Classificação: até PDF-M de acordo
com IEC 60947-5-3
em conexão com
módulo de segurança
S
ao
: 5 mm
8 mm (índice - 2211)
S
ar
: 15 mm
18 mm (índice - 2211)
Sinalização do estado
de comutação: LED somente com o
código para encomenda G
Tensão máx. de comutação
sem LED: 100 VAC/DC
com LED: 24 VDC
com conector: 100 VAC/DC
Corrente máx. de comutação
sem LED: 400 mA
-03z: 250 mA
com LED: 10 mA
Desempenho máx. da comutação
sem LED: 10 W
com LED: 240 mW
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Frequência máx. de comutação: 5 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistente a vibrações: 10 … 55 Hz,
Amplitude 1 mm
4
1 2
3
4
1 2
3
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-126
1- 127
Sensores magnéticos de segurança
BNS 300
1000
M
3
0
x
1
.5
6
78
36
• Com avaliação integrada
• Invólucro termoplástico
• Com codificação
• Longa durabilidade, nenhum
desgaste mecânico
• Classe de protecção IP 67
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• Insensível quanto a presença de sujidade
• Com LED
• Adequado para a indústria alimentícia
Certificados
H
Dados para encomenda
BNS 300- 01zG- ➀- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ Com cabo
ST Conector M12
➁ 2211 Distância de comutação
ampliada
2230 Sinal de saída adicional
2246 U
e
42 VAC
Dados técnicos
Normas: IEC 60947-5-3
BG-GS-ET-14
Forma de construção: cilindrico
Invólucro: termoplástico, reforçado
com fibra de vidro, 2 porcas em
termoplástico, torque de aperto
máx 300 Ncm para porca com
SW = abertura da chave 36
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Tipo de conexão: Cabo tipo Boflex,
código para pedir ST:
Conector M12 x 1
Secção: 4 x 0,75 mm
2
Modo de actuação: mágnético
Imã de accionamento: BPS 300, BPS 303,
BPS 303 SS,
codificação
Categoria de comando: 1 de acordo
com EN 954-1
Classificação: até PDF-S de acordo
com IEC 60947-5-3
em conexão com
módulo de segurança
S
ao
: 5 mm
8 mm (índice - 2211)
S
ar
: 15 mm
18 mm (índice - 2211)
Sinalização do estado
de comutação: LED
Tensão máx. de comutação: 250 VAC
Corrente máx. de comutação: 3 A
Desempenho máx. da comutação: 750 W
Saída: 1 canal de
liberação
U
e
: 24 VDC
I
e
: 30 mA
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 55 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Frequência máx.
de comutação: 5 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistente a vibrações: 10 … 55 Hz,
Amplitude 1 mm
Observação
Zona de actuação
Os imãs de accionamento não estão incluídos
no fornecimento.
Para escolher ver página 1-129.
1
0
1
2
3
4
5
2
2
,5
3
3
3
6
8
1
0
1
0
Variantes de contacto
1 NF
1 NF
Sinal de saída adicional
(código para encomenda - 2230)
24 VDC
100 mA
30 mA
1
2
3
4
5
L+
A
L-
BN
BK
BK
BU
24 VDC
30 mA
L+
L-
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
LED aceso, quando a porta de protecção
está fechada.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-127
1- 128
Sensores magnéticos de segurança
BNS 30
1000
M
3
0
x
1
,
5
5
78
36
LED
¤
1
1
70
93
12
• Com avaliação integrada
• Invólucro de metal
• Com codificação
• Longa durabilidade, nenhum
desgaste mecânico
• Classe de protecção IP 67
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• Insensível quanto a presença de sujidade
• Com LED
• Adequado para a indústria alimentícia
Certificados
H
Dados para encomenda
BNS 30- 01z➀- ➁- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ Sem LED
G Com LED (apenas
para cabo)
➁ Com cabo
ST Conector M12
➂ 2211 Distância de comutação
ampliada
2230 Sinal de saída adicional
2334 Distância de comutação
ampliada e sinal de
saída adicional
2246 U
e
42 VAC
Dados técnicos
Normas: IEC 60947-5-3
BG-GS-ET-14
Forma de construção: cilindrico
Invólucro: Latão, niquelado
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Tipo de conexão: Cabo tipo Boflex,
código para pedir ST:
Conector M12 x 1
Secção: 4 x 0,75 mm
2
Modo de actuação: mágnético
Imã de accionamento: BPS 300, BPS 303,
BPS 303 SS,
codificação
Categoria de comando: 1 de acordo
com EN 954-1
Classificação: até PDF-S de acordo
com IEC 60947-5-3
em conexão com
módulo de segurança
S
ao
: 5 mm
8 mm (índice - 2211)
S
ar
: 15 mm
18 mm (índice - 2211)
Sinalização do estado
de comutação: LED
Tensão máx. de comutação: 250 VAC
Corrente máx. de comutação: 3 A
Desempenho máx. da comutação: 750 W
Saída: 1 canal de
liberação
U
e
: 24 VDC
I
e
: 30 mA
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 55 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Frequência máx.
de comutação: 5 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistente a vibrações: 10 … 55 Hz,
Amplitude 1 mm
Observação
Zona de actuação
Os imãs de accionamento não estão incluídos
no fornecimento.
Para escolher ver página 1-129.
1
0
1
2
3
4
5
2
2
,5
3
3
3
6
8
1
0
1
0
Variantes de contacto
1 NF
Com conector
(código para encomenda - ST)
1 NF
Sinal de saída adicional
(código para encomenda - 2230 e - 2334)
24 VDC
100 mA
30 mA
1
2
3
4
5
L+
A
L-
24 VDC
30 mA PIN 4
PIN 3
PIN 1
PIN 2
BN
BK
BK
BU
24 VDC
30 mA
L+
L-
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
LED aceso, quando a porta de protecção
está fechada.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-128
1- 129
Sensores magnéticos de segurança
Componentes do sistema
2
1
,
5
1
3
,
8
15 M4
ø
3
0
ø
3
7
15
2
1
4
Ø
2
ø
3
7
ø
3
0
2
30 15
9
0
°
1
4
ø
2
ø
4
,
5
BPS 300
BPS 303
BPS 303 SS
Dados para encomenda
Actuador magnético
Encapsulado em plástico BPS 300
Encapsulado em plástico
para indústria alimentícia BPS 303
Encapsulado em aço inoxidável
para indústria alimentícia BPS 303 SS
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-129
1- 130
Sensores magnéticos de segurança
BNS- B20
108
119,5
1
2
0
1
0 6
2
20
4
3
,
3
8
2
8
2
1
4
0
17
5
L
E
D
40
9
9
3
2
,
4
8
,
5
• Manípulo de segurança com atuação sem
contato físico
• Sem atuador externo,
sem risco de acidente
• Não atrapalha a abertura da porta
• Subistitui o puxador da porta, chave de
segurança e outros acessórios
• Desing simétrico e moderno
• Simples montagem através de 4 parafusos
• Retenção de aprox. 100N
• A prova de manipulação devido ao sensor
condificado integrado
• LED indiador
• Aplicação ergonômica
• Próprio para protas basculantes e corrediças
• Categoria de segurança 4 de acordo
com EN 954-1
• Categoria PDF-M de acordo com
IEC 60947-5-3
• Dispõe de interface para ASi-SW,
veja capítulo 5
Certificados
H
Dados para encomenda
Dados técnicos
Normas: IEC 60947-5-3
BG-GS-ET-14
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Tipo de conexão: conector M12 x 1,
de 8 pólos
ó cabo LiYY
6 x 0,25 mm
2
Modo de actuação: mágnético
Categoria de comando: até 4 de acordo
com EN 954-1
em conexão com
módulo de segurança
Classificação: até PDF-M de acordo
com IEC 60947-5-3
em conexão com
módulo de segurança
S
ao
: 0 mm
S
ar
: 22 mm
Sinalização do estado
de comutação: LED somente com o
código para encomenda G
Tensão máx. de comutação
com conector: 24 VDC
com conector e LED: 24 VDC
com cabo: 110 VAC/DC
com cabo e LED: 24 VDC
Corrente máx. de comutação
com LED: 10 mA
sem LED: 250 mA
Desempenho máx. da comutação
sem LED: 240 mW
without LED: 3 W
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Frequência de comutação f: 5 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz,
amplitude 1 mm
Peso máx. da porta: Portas basculantes: 5 kg;
portas corrediças: 3 kg
Observação
Cargas indutivas (por exemplo contatores,
reles, etc.) devem ser suprimidas através de
um circuito de proteção.
* Apenas para versões com conector
ou cabo em baixo.
Variantes de contacto
1 NA / 2 NF
com LED
Conector
Os contactos S21-S22 devem sempre ser
integrados no circuito de segurança.
Contato de segurança
para ligação NA/ NF
S13-S14
S21-S22
Contato de sinalização
S31-S32
Contato de segurança
para ligação NF/ NF
S21-S22
S31-S32
Contato de sinalização
S13-S14
8
7
6
5
2
3
4
1
GY S13
WH S31
GN S21
S14 PK (3)
(1)
(5)
(4)
(6)
(2) S22 YE
S32 BN
GY S13
WH S31
GN S21
S14 PK (3)
(1)
(5)
(4)
(6)
(2) S22 YE
S32 BN
Observação
Diagrama mostrando os símbolos dos contactos
fechados no dispositivo de segurança.
A utilização dos contactos nas versões com
ou sem LED é idêntica.
LED aceso, quando a porta de protecção
está fechada.
O BNS-B20 pode ser ligado a:
• módulos de segurança com entradas NA/NF,
o contacto NF restante pode ser utilizado
como sinalização
• módulos de segurança com entradas NF/NF,
o contacto NA restante pode ser utilizado
como sinalização
BNS- B20- 12z➀- ➁- ➂ Sensor
BNS- B20- B01 Actuador
Nr. Inserir Descrição
➀ Sem LED
G Com LED
➁ com cabo em baixo
H com cabo atrás
ST com conector M12
em baixo
➂ L Portas de fechamento
à esquerda*
R Portas de fechamento
a direita*
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-130
1- 131
Sensores magnéticos de segurança
Componentes do sistema
1
6
,
5
35,5
25
4
,
1
¤
9
Cabo atrás
Porta esquerda
Porta direita
Conector M 12 x 1, de 8 pólos
Dados para encomenda
Cabo atrás sufixo - H
Porta esquerda sufixo - L
Porta direita sufixo - R
Conector M 12 x 1, de 8 pólos
/ 5m Cabo: 1178451
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-131
1- 132
Sensores magnéticos de segurança
CSS 180
24
LED
92
4
1 54
M
1
8
x
1
• Invólucro termoplástico
• Classificação PDF-M (EN 60947-5-3)
• Categoria de comando 4 (EN 954-1)
• Utilizados em aplicações SIL 3, valor PFH
< 6,1 x 10
-9
/ h de acordo com IEC 61508
• Sistema eletrónico codificado
sem contacto físico
• Distância de accionamento
especialmente longa
• Aproximação deslocada
• Alta precisão na repetibilidade
dos pontos de comutação
• Comutação sequencial de 16 sensores
auto-supervisionada
• Comprimento máximo da corrente
de sensores 200m
• Diagnóstico confortável através de
„ LED-Sensor“ e saída de sinalização
• Alerta antecipado activo ao
se aproximar da área de histirese
• 2 saídas de segurança de actuação positiva a
prova de curto circuito (24 VDC, 500 mA cada)
Certificados
H
Dados para encomenda
CSS 8- 180- ➀- ➁- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ 2P 2 contactos de segurança
de actuação positiva
2P+D 2 contactos de segurança
de actuação positiva e
1 contacto de sinalização
de actuação positiva
(Diagnóstico)
➁ E Equipamento final
ou individual
Y Equipamento para
comutação em linha
M Conexão multifuncional
➂ L Cabo
LST Cabo e Conector
Dados técnicos
Observação
Legenda
S Distância de acionamento
V Desalinhamento lateral
S
on
Ponto de acionamento
S
off
Ponto de desacionamento
S
h
Campo de histerese
S
ao
Ponto de acionamento seguro
S
ar
Ponto de desacinamento seguro
de acordo com EN 60947-5-3
-5 -6 -7 -8 5 6 7 8
5
0
[mm]
0 -1 -2 -3 -4 1 2 3 4
8
10
S
Sar
SOFF
SON
Sao
S [mm]
V [mm]
Componentes do sistema
1
6
2
1
3
6
3
4
1
,
5
1
8
5
,
2
5
,
2
6 6 28
38
14
60
1
5
M 5
8
3
0
Ø
1
8
33
46
17
2
5
¤16,6
M18 x 1
2
5
2
4
,
4
1
5
,
2
Ø
1
8
33,5
46
1
5
Ø
5
,
6
Ø
5
,
1
Actuador CST 180- 1
Actuador CST 180- 2
Terminal H 18
Travas magnéticas CSA- M- 1
Dados para encomenda
Actuador magnético CST 180- 1
Actuador magnético CST 180- 2
Terminal H 18
Travas magnéticas CSA- M- 1
Os actuadores não fazem parte do
fornecimento.
Acessório para ligação em série do
diagnóstico série a partir da página 1-140.
Uma descrição detalhada sobre estes
produtos encontra-se no folheto “ Sensores e
Encravamentos Electrónicos de Segurança” .
S
V
Normas: EN 60947-5-3, EN 954-1, IEC 61508
Forma de construção: cilindrico
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Tipo de protecção: IP 65 e IP 67
Tipo de conexão: Cabo ou cabo com
conector M12
Secção: dependendo da versão:
4 x 0,5 mm
2
, 5 x 0,34 mm
2
, 7 x 0,25 mm
2
Comprimento dos cabos: máx. 200 m
Modo de actuação: indutivo
Actuador: CST-180-1, CST-180-2
Distância nominal de accionamento S
n
: 8 mm
S
ao
: 7 mm
S
ar
: 10 mm
Histerese: ≤ 0,7 mm
Precisão de reposicionamento R: ≤ 0,2 mm
Tempo de reação: < 30 ms
Tempo de risco: ≤ 30 ms
U
e
: 24 VDC – 15 % / + 10 %
I
e
: 1,0 A
I
0
: 0,05 A
Corrente residual l
r
: ≤ 0,5 mA
Classe de protecção: II
Categoria de sobre-tensão: III
Grau de contaminação por sujidade: 3
U
imp
: 0,8 kV
U
i
: 32 VAC/DC
Saídas de segurança: a prova de curto
circuito, comutação-pnp
Corrente de saída: máx. 0,5 A por saída
U
d
: max. 0,5 V
I
e
/U
e
: 0,5 A / 24 VDC
Saída de sinal: a prova de curto
circuito, comutação-pnp
I
e
/U
e
: 0,05 A / 24 VDC
Categoria de aplicação: DC-12, DC-13
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Frequência de comutação f: aprox. 3 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistente a vibrações: 10 … 55 Hz,
Amplitude 1 mm
Supervisor de segurança:
Em acordo com EN 954-1: categoria 4
Em acordo com EN 60947-5-3: até PDF-M
Em acordo com IEC 61508: apropriada para
aplicações SIL 3,
PFH < 6,1 x 10
-9
/ h
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-132
1- 133
Ligação
Única ou última ligação:
CSS- 8-180-2P+…-E-L…
Ligação:
comprimento 2m; diâmetro de ligação
4 vias: 4 x 0,5 mm
2
,
5 vias: 5 x 0,35 mm
2
Conector: (opcional)
Conector macho M12 x 1, 4-polos
Conector macho M12 x 1, 5-polos
Equipamento para acionamento em série :
CSS-8-180-2P-Y-L…
Ligação:
Entrada (IN), cabo cinza 0,25m;
Diâmetro de ligação
4 polos: 4 x 0,5 mm
2
,
Saída (OUT), cabo preto 2m de comprimento;
Secção do cabo
4 polos: 4 x 0,5mm
2
Conector: (opcional)
Entradas (IN): Conector fêmea
M12 x 1, 4 polos
Saída (OUT): Conector macho
M12 x 1, 4polos
Equipamento com multiplas funções:
CSS-8-180-2P+D-M-L…
Ligação:
Cabo com 2m;
Secção de fios: 7 x 0,25mm
2
Conector: (opcional)
Conector macho M12 x 1, 8 polos
Módulo de segurança
Requisitos do módulo de segurança
Entradas tipo P duplo canal de segurança.
As funções internas de teste dos sensores
provocam uma comutação cíclica das saídas
de no max. 2ms, que podem ser toleradas
pelo módulo de segurança.
Os módulos de segurança adequados para
estas aplicações encontram-se no folheto
“ Sensores e Encravamentos Electrónicos de
Segurança” .
As tabelas diagnóstico destinadas a analisar
os sinais de alarme e as suas causas estão
relacionadas no anexo.
Conexão
Cor Forma de Pinagem do
ligação conector
BN (castanho) A1 Ue 1
BU (azul) A2 GND 3
BK (preto) Y1 Saída de segurança 1 4
WH (branco) Y2 Saída de segurança 2 2
GY (cinza) Apenas 5 polos Versão: Saída de sinalização (opcional) 5
Cor Forma de ligação Pinagem do
grey cable (IN) black cable (OUT) conector
BN (castanho) A1 Ue A1 Ue 1
BU (azul) A2 GND A2 GND 3
BK (preto) X1 Entrada de segurança 1 Y1 Saída de segurança 1 4
WH (branco) X2 Entrada de segurança 2 Y2 Saída de segurança 2 2
fêmea macho
Cor Forma de Pinagem do
ligação conector
BN (castanho) A1 Ue 1
BU (azul) A2 GND 3
VT (violeta) X1 Entrada de segurança 1 6
WH (branco) X2 Entrada de segurança 2 2
BK (preto) Y1 Saída de segurança 1 4
RD (vermelho) Y2 Saída de segurança 2 7
GY (cinza) Saída de sinalização 5
– livre 8
WH
GY
BK
BN
BU
BN BN
BU BU
BK BK
WH WH
WH
VT GY
BK
RD
BN
BU
4
1 2
3
5
4
1 2
3
4
1 2
3 4
1 2
3
8
7
6
5
2
3
4
1
Observação
• Comutação sequencial de sensores:
16 sensores de segurança CSS 180 podem
ter comutação sequencial auto-supervisionada.
A saída de dois canais de um sensor, neste caso
é conectado na entrada do sensor seguinte.
A categoria de comando e, de acordo com
EN 954-1 não é alterada.
• A queda de tensão deverá ser considerada
quando se projecta uma longa corrente de
sensores. A queda de tensão é influenciada pelos seguintes factores: Voltagem operacional,
secção e comprimento dos cabos, temperatura, quantidade de sensores instalados, sem
esquecer a potência instalada em relação a quantidade de sensores que compõe o conjunto.
Sensores magnéticos de segurança
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-133
1- 134
Sensores magnéticos de segurança
CSS 180LC
24
LED
92
4
1 54
M
1
8
x
1
• Invólucro plástico
• Classificação PDF-M de
acordo com EN 60947-5-3
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• Utilizados em aplicações SIL 3 de acordo
com IEC 61508, valor PFH < 10
-8
/ h
• Sistema eletrónico codificado
sem contacto físico
• Distância de accionamento longa
• Aproximação deslocada
• Alta precisão na repetibilidade dos
pontos de comutação
• Adequado como sensor individual
ou sensor final na cadeia.
• Diagnose através do LED no sensor
• Alerta antecipado activo ao se
aproximar da área de histirese
• 2 saídas de segurança de actuação
positiva a prova de curto circuito
(24 VDC, 250 mA cada)
Certificados
H
Dados para encomenda
CSS- 7- 180LC- 2P- E- L
Apenas disponível com cabo e
sem saída de diagnóstico.
Dados técnicos
Normas: EN 60947-5-3, EN 954-1, IEC 61508
Forma de construção: cilindrico
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Tipo de protecção: IP 65 e IP 67
Tipo de conexão: Cabo
Secção: 4 x 0,5 mm
2
Comprimento dos cabos: máx. 200 m
Modo de actuação: indutivo
Actuador: CST-180-1, CST-180-2
Distância nominal de accionamento S
n
: 7 mm
S
ao
: 6 mm
S
ar
: 9 mm
Histerese: ≤ 0,7 mm
Precisão de reposicionamento R: ≤ 0,5 mm
Tempo de reação: < 30 ms
Tempo de risco: ≤ 30 ms
U
e
: 24 VDC – 15 % / + 10 %
I
e
: 0,6 A
I
0
: 0,05 A
Corrente residual l
r
: ≤ 0,5 mA
Classe de protecção: II
Categoria de sobre-tensão: III
Grau de contaminação por sujidade: 3
U
imp
: 0,8 kV
U
i
: 32 VAC/DC
Saídas de segurança: a prova de curto
circuito, comutação-pnp
Corrente de saída: max. 0,25 A por saída
U
d
: max. 0,5 V
I
e
/U
e
: 0,25 A / 24 VDC
Categoria de aplicação: DC-12, DC-13
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Frequência de comutação f: aprox. 3 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistente a vibrações: 10 … 55 Hz,
Amplitude 1 mm
Supervisor de segurança:
Em acordo com EN 954-1: categoria 3
Em acordo com EN 60947-5-3: até PDF-M
Em acordo com IEC 61508: apropriada para
aplicações SIL 3,
PFH < 10
-8
/ h
Observação
Legenda
S Distância de acionamento
V Desalinhamento lateral
S
on
Ponto de acionamento
S
off
Ponto de desacionamento
S
h
Campo de histerese
S
ao
Ponto de acionamento seguro
S
ar
Ponto de desacinamento seguro
de acordo com EN 60947-5-3
-5 -6 -7 -8 5 6 7 8
0
[mm]
0 -1 -2 -3 -4 1 2 3 4
9
10 S
Sar
SOFF
SON
Sao
S [mm]
V [mm]
6
7
5
Ligação
Ligação: comprimento 2m;
Diâmetro de ligação 4 x 0,5 mm
2
Cor Forma de
ligação
BN (castanho) A1 Ue
BU (azul) A2 GND
BK (preto) Y1 Saída de segurança 1
WH (branco) Y2 Saída de segurança 2
Observação
Os actuadores não fazem parte do
fornecimento. (Detalhes de encomenda
ver página anterior).
Acessório para ligação em série do
diagnóstico série a partir da página 1-140.
Os módulos de segurança adequados para
estas aplicações encontram-se no folheto
“ Sensores e Encravamentos Electrónicos de
Segurança” .
S
V
WH
BK
BN
BU
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-134
MAIS DETALHES
Informações técnicas detalhadas encontram-se em:
www.produkte.schmersal.de
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-135
1- 136
Sensores magnéticos de segurança
Sensor CSS 34F0/ F1
27
9
7
,
2
35
1
0
8
,
2
M 12x1
Funções adicionais do CSS 34F0/ F1
• Actuar relés de actuação positiva sem
módulo de segurança
• Adequado como sensor individual ou
sensor final na cadeia
• Ligação em série auto monitorizada de
até 30 sensores CSS 34 e um CSS 34F
• CSS34F: sensor com conector integrado
• CSS 34F0: sem monitorização da detecção
de flanco do botão de liberação,
adequado para arranque
automático
• CSS 34F1: com monitorização da detecção
de flanco
Dados para encomenda Dados para encomenda
CST 34- ➀- 1 Actuador
Nr. Inserir Descrição
➀ S Actuação lateral
V Actuação frontal
Actuador CST 34
27 35
9
7
,
2
1
0
1
,
7
• O sensor CSS 34 e o actuador CST 34
são isométricos
• O sensor e o actuador devem ser
pedidos em separado
Certificados
H*
* em preparação
Certificados
CSS ➀- 34➁- ➂- D- M- ST Sensor
Nr. Inserir Descrição
➀ 12 Distância de comutação
S
N
(mm) para actuação
frontal
14 Distância de comutação
S
N
(mm) para actuação
lateral
➁ Versão standard
F0 Entrada para botão de
liberação, adequado para
arranque automático
F1 Entrada para botão
de rearme, com
monitorização de flanco
➂ S Actuação lateral
V Actuação frontal
Sensor CSS 34
27
9
7
,
2
35
1
0
8
,
2
M 12x1
Dados para encomenda
Certificados
H
CSS ➀- 34- ➁- ➂- M- ➃ Sensor
Nr. Inserir Descrição
➀ 12 Distância de comutação
S
N
(mm) para actuação
frontal
14 Distância de comutação
S
N
(mm) para actuação
lateral
➁ S Actuação lateral
V Actuação frontal
➂ D Saída de sinalização
SD Diagnóstico série
➃ L Cabo
ST Conector
• Invólucro plástico
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3
• PL e de acordo com EN ISO 13849-1
• Categoria de comando 4 de acordo
com EN 954-1
• Apropriado para aplicação em SIL 3
de acordo com IEC 61508
• 2 saídas de segurança de actuação
positiva a prova de curto circuito
(24 VDC, 250 mA cada)
• Auto monitorizado, ligação em série de
no máximo 31 sensores para Categoria
de Controlo 4 de acordo com a EN 954-1
• Comprimento máximo da corrente
de sensores 200 m
• Detecção curto-circuito integral, corte
do fio e monitorização da tensão externa
dos cabos de segurança até ao quadro
de comando
• Sensor com cabo ou conector
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-136
1- 137
Sensores magnéticos de segurança
Dados técnicos
Normas: EN 60947-5-3, EN ISO 13849-1,
EN 954-1, IEC 61508
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Modo de actuação: indutivo
Actuador: codificação CST 34
Ligação em série: máx. 31 equipamentos
Comprimento dos cabos: máx. 200 m
Distância de accionamento (EN 60947- 5- 3):
Frontal: S
ao
: 10 mm
S
N
: 12 mm
S
ar
: 15 mm
Lateral: S
ao
: 12 mm
S
N
: 14 mm
S
ar
: 17 mm
Histerese: max. 1,5 mm
Precisão de reposicionamento R: < 0,5 mm
Frequência de comutação f: 3 Hz
Cabo de conexão: Y-UL 2517 / 8 x AWG 22;
8 x 0,35 mm
2
, 2 m de comprimento
Resistência à temperatura:
do cabo em repouso: – 30 ºC … + 105 °C
do cabo em movimento: – 10 ºC … + 105 °C
Conector: M12x1, 8 polos
Ambiente:
Temperatura ambiente T
u
:
Para corrente de saída
≤ 0,1 A/saída – 25 ºC … + 70 °C
≤ 0,25 A/saída – 25 ºC … + 65 °C
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz,
amplitude 1 mm
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Tipo de protecção: IP 65 e IP 67
Dados elétricos:
U
e
: 24 VDC -15% / +10%
(estabilizado PELV)
I
e
: 0,6 A
Corrente de curto-circuito requerida: 100 A
Fusível (corta circuito): Para cabos
Até 45°C: 4,0 A
Até 60°C: 3,15 A
Até 65°C: 2,5 A
Até 70°C: 2,0 A
Para conectores: 2,0 A
Tem de se ter em conta as secções
dos fios em ambas as versões!
Observação
Acessório para ligação em série do
diagnóstico série a partir da página 1-140.
As tabelas diagnóstico destinadas a analisar
os sinais de alarme e as suas causas estão
relacionadas no anexo A-14.
Dados técnicos
U
i
: 32 VAC/DC
U
imp
: 800 V
I
0
: 0,1 A
Tempo de resposta: < 30 ms
Tempo de risco: < 60 ms
Classe de protecção: II
Categoria de sobre-tensão: III
Grau de contaminação por sujidade: 3
Imunidade a interferência: acordo com
EN 61000-6-2
Radiação de
interferência EMC: meio ambiente A
Saídas de segurança Y1/ Y2:
função normalmente aberto, duplo canal,
protecção contra curto-circuito, tipo p
Queda de tensão U
d1
: < 1 V
U
e1
: min. (U
e
– 1 V)
Corrente residual I
r
: < 0,5 mA
I
e1
: max. 0,25 A, ambient
temperature-dependent
Corrente mínima operacional I
m
: 0,5 mA
Categoria de aplicação: DC-12, DC-13
U
e1
/I
e1
: 24 VDC / 0,25A
Saída para diagnóstico: a prova de
curto circuito, comutação-pnp
Queda de tensão U
d2
: < 5 V
U
e2
: min. (U
e
–5 V)
I
e2
: max. 0,05 A
Categoria de aplicação: DC-12, DC-13
U
e2
/I
e2
: 24 VDC / 0,05A
Capacitância para –SD2P: max. 50 nF
Supervisor de segurança:
Em acordo com EN ISO 13849-1: PL e
Em acordo com EN 945-1: categoria 4
Em acordo com EN 60947-5-3: PDF-M
Em acordo com IEC/EN 61508: apropriada
para aplicações SIL 3,
PFH = 3,6 x 10
-9
/ h
Vida útil: 20 anos
Módulo de segurança
Requisitos do módulo de segurança
2 canais de entrada de segurança, adequado
para sensores tipo p com função NA. O
módulo de segurança deve tolerar um teste
interno dos sensores realizado por um apagar
cíclico dos sensores até um máximo de 0,5ms.
O módulo de segurança não necessita de ter
uma função de controlo de curto-circuito.
Os módulos de segurança adequados para
estas aplicações encontram-se a partir da
página 1-140.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-137
1- 138
Sensores magnéticos de segurança
Desalinhamento lateral
As curvas de actuação representam os pontos
nos quais os sensores CSS 34 ligam e desli-
gam na aproximação do actuador.
Legenda
S Distância de acionamento
V Possível desalinhamento axial
(ver esquema)
V1 Possível desalinhamento axial
no lado comprido
V2 Possível desalinhamento axial
no lado curto
S
ON
Ponto de acionamento
S
OFF
Ponto de desacionamento
S
H
Histerese
S
ON
< S
H
< S
OFF
S
ao
Percurso seguro de acionamento
segundo EN 60947-5-3
S
ar
Percurso seguro de desacionamento
segundo EN 60947-5-3
Desalinhamento lateral
Accionamento pela parte lateral
Curva de actuação
Desalinhamento tolerado
O lado mais comprido permite um desvio
máximo do sensor e actuador de 36 mm
(exemplo: tolerância na montagem
ou porta descaída).
V2
V1
-5 -10 -15 -19 5 10 15 19
5
0
0
10
13
S
V [mm]
S [mm]
Sar
SON
Sao
SOFF
V1
V2
15
Desalinhamento lateral
Accionamento pela parte frontal
Curva de actuação
Desalinhamento tolerado
O lado mais comprido permite um desvio
transversal máximo de 8 mm.
S V
-5 -10 5 10
5
0
0
10
13
S
Sar
SON
Sao
SOFF
V [mm]
S [mm]
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-138
1- 139
Sensores magnéticos de segurança
Conexão
Ligação do CSS 34 com cabo
(sufixo –L)
Ligação do CSS 34 e CSS 34F0/ F1 com
conector (sufixo –ST)
Cabo preconfecionado com conector
integrado (fêmea) M12x1,
8 polos, 8x0,23 mm
2
comprimento 2,5 m Nº artigo 1193608
comprimento 5,0 m Nº artigo 1193609
comprimento 10 m Nº artigo 1193610
Nota: estes cabos com fita amarela já não
estão disponíveis.
Cabo preconfecionado com conector
integrado (fêmea) M12x1,
8 polos, 8x0,23 mm
2
comprimento 2,5 m Nº artigo 1184290
comprimento 5,0 m Nº artigo 1184291
comprimento 10 m Nº artigo 1184292
Conexão
Sensor com Sensor com Cor do cabo
saída de sinalização diagnóstico série (sufixo –L)
A1 Ue A1 Ue BN (castanho)
A2 GND A2 GND BU (azul)
X1 Entrada de segurança 1 X1 Entrada de segurança 1 WH (branco)
X2 Entrada de segurança 2 X2 Entrada de segurança 2 VT (violeta)
Y1 Saída de segurança 1 Y1 Saída de segurança 1 BK (preto)
Y2 Saída de segurança 2 Y2 Saída de segurança 2 RD (vermelho)
Saída de sinalização SD Saída GY (cinza)
Sem função SD Entrada PK (rosa)
Sensor com Sensor com Configuração Cor do
saída de sinalização diagnóstico série* dos pinos cabo
A1 Ue A1 Ue 1 BN (castanho)
A2 GND A2 GND 3 BU (azul)
X1 Entrada de segurança 1 X1 Entrada de segurança 1 2 WH (branco)
X2 Entrada de segurança 2 X2 Entrada de segurança 2 6 VT (violeta)
Y1 Saída de segurança 1 Y1 Saída de segurança 1 4 BK (preto)
Y2 Saída de segurança 2 Y2 Saída de segurança 2 7 RD (vermelho)
Saída de sinalização SD Saída 5 GY (cinza)
Sem função SD Entrada 8 PK (rosa)
* de momento não disponível para CSS 34F0/ F1
8
7
6
5
2
3
4
1
8
7
6
5
2
3
4
1
Sensor com Sensor com Configuração Cor do
saída de sinalização diagnóstico série* dos pinos cabo
A1 Ue A1 Ue 1 WH (branco)
A2 GND A2 GND 3 RD (vermelho)
X1 Entrada de segurança 1 X1 Entrada de segurança 1 2 BN (castanho)
X2 Entrada de segurança 2 X2 Entrada de segurança 2 6 BK (preto)
Y1 Saída de segurança 1 Y1 Saída de segurança 1 4 VT (violeta)
Y2 Saída de segurança 2 Y2 Saída de segurança 2 7 BU (azul)
Saída de sinalização SD Saída 5 GY (cinza)
Sem função SD Entrada 8 PK (rosa)
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-139
1- 140
Sensores magnéticos de segurança
SD- I- DP- V0- 2
• Profibus Gateway SD-I-DP-V0-2 para
converter o sinal de diagnóstico série
no protocolo PROFIBUS DP
• Classe de protecção IP 10, para
montagem em quadro, em calha DIN
Certificados
Dados para encomenda
SD- I- DP- V0- 2
Dados técnicos
Interface PROFIBUS: conector SUB-D 9 polos,
codificação PROFIBUS standard
(DP-A, DP-B, 5V, GND)
Protocolo: PROFIBUS-DP-V0
compatível ascendente
Ficheiro GSD: KAS_Ob13.GSD
Fusível corta circuito: fusível interno segundo EN 60127
Polyswitch 0.5 A / 60 V
Indicações LED: ver tabela
DIP switch, 8 pólos: S1..S7: endereçamento como PROFIBUS escravo
S8: endereçamento automático dos equipamentos série
Alimentação SD bus: + 5 VDC
Tensão nominal de operação U
e
: 24VDC, 15% / +20%
Corrente nominal de operação I
e
: typ. 180 mA, max. 250 mA
Tensão de isolamento nominal U
i
: 32 V
Resistência ao impulso de sobretensão U: 0,5 kV
Categoria de sobretensão: II
Grau de poluição: 2
Temperatura de armazenamento: – 25 °C … + 85 °C, sem condensação
Temperatura de funcionamento: – 5 °C … + 55 °C, sem condensação
Humidade: 5% - 95%, sem condensação
Classe de protecção: IP 10
Resistência à vibração: 5…9 Hz / 3.5mm (de acordo com IEC 60068-2-6)
9…150Hz / 1g
Resistência ao choque: 15g / 11ms (de acordo
com IEC 60068-2-27
Resistência electromagnética (EMC): de acordo com EN 61000-6-2 (2002)
De acordo com EN 61000-4-2 (ESD): 4kV / 8kV
De acordo com EN 61000-4-3: 10 V/m / 80% AM
De acordo com EN 61000-4-4 (Burst): 2kV alimentação DC / 1kV PROFIBUS & Interface SD
De acordo com EN 61000-4-5 (Surge): 500V alimentação DC / 1kV PROFIBUS & Interface SD
De acordo com EN 61000-4-6: 10 V / 80% AM
Radiação de interferência electromagnética: de acordo com EN 61000-6-4 (2002)
Radiação de interferência industrial: 37 dBµV/m
Ligação eléctrica
SD Ligação de no máximo 31 equipamentos no diagnóstico série
24 V +24VDC alimentação
0 V terra da alimentação e terra da linha
de diagnóstico, 24VDC alimentação ,
aprox. 300mA, fonte de alimentação PELV
LED
PB Luz vermelha contínua erro no PROFIBUS
Intermitente inicialização PROFIBUS
SD Luz vermelha contínua erro no Gateway SD
Intermitente inicialização Gateway SD
T Luz amarela contínua erro na inicialização do SD, aprendizagem necessária
Intermitente erro na inicialização do SD, endereçamento,
aprendizagem necessária
ON Luz verde contínua alimentação ligada
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-140
1- 141
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• Diagnóstico série dos sensores e
encravamentos de segurança
ligados em série
• Equipamentos com opção de
diagnóstico série:
AZ 200
AZM 200
CSS 34
MZM 100
Observação
Uma descrição detalhada sobre estes
produtos encontra-se no folheto “ Sensores e
Encravamentos Electrónicos de Segurança” .
Exemplo de comutação
Sensor
X1(IN) X1(IN) X1(IN) Y1(OUT) Y1(OUT) Y1(OUT)
X2(IN) X2(IN) X2(IN) Y2(OUT) Y2(OUT) Y2(OUT)
SD-OUT SD-OUT SD-OUT SD-IN SD-IN SD-IN
SD-Interface
PROFIBUS-Gateway
SD-I-DP-VO-2
PROFIBUS DP
SPS
Sensor Sensor
Auswertung
Observação
Para funções detalhadas ver o manual de programação e configuração do Gateway SD.
Com interface
PROFIBUS
Processamento
(relé)
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-141
1- 142
Sensores magnéticos de segurança
AES 1102
• Categoria de comando 1 de
acordo com EN 954-1
• Classificação PDF- S de acordo
com o EN 60947-5-3 relacionado
aos sensores de segurança BNS
• 1 canal de saída
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• LED sinalizador de função
• Pode ser fornecido em diferentes
tensões de uso
Certificados
Dados para encomenda
AES 1102➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VDC
.1 110 VAC
.2 230 VAC
.3 24 VAC
.4 42 VAC
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 1
Condições de arranque: Automática
Teste de arranque: não
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
U
e
: AES 1102: 24 VDC ± 15 %
AES 1102.1: 110 VAC
AES 1102.2: 230 VAC
AES 1102.3: 24 VAC
AES 1102.4: 42 VAC
I
e
: 0,1 A
Potência instalada: 2,4 W
Supervisão ou controle das entradas: 2 NF / 1 NA
Circuito de retorno: não
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 1 canal de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 1,5 A / 250 VAC
1 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC
máx. 4 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 4 A gG fusível D
Indicador / Sinalizador de função: LED
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máx. de comutação: 10 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 22,5 x 75 x 110 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-142
1- 143
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de vários dispositivos
de segurança até a categoria de comando 1
de acordo com EN 954-1.
• Monitorização de vários dispositivos de
segurança com sensores de segurança
magnéticos da série BNS
Exemplo de comutação
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-143
1- 144
Sensores magnéticos de segurança
AES 1112
• Categoria de comando 1 de
acordo com EN 954-1
• Classificação PDF- S de acordo
com o EN 60947-5-3 relacionado
aos sensores de segurança BNS
• 1 canal de saída
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• LED sinalizador de função
• Pode ser fornecido em diferentes
tensões de uso
Certificados
H
Dados para encomenda
AES 1112➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VDC
.1 110 VAC
.2 230 VAC
.3 24 VAC
.4 42 VAC
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 1
Condições de arranque: Automática
Teste de arranque: não
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
U
e
: AES 1112: 24 VDC ± 15 %
AES 1112.1: 110 VAC
AES 1112.2: 230 VAC
AES 1112.3: 24 VAC
AES 1112.4: 42 VAC
I
e
: 0,03 A
Potência instalada: 0,7 W
Supervisão ou controle das entradas: 2 x 1 NA / 1 NF
Circuito de retorno: não
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 1 canal de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 1,5 A / 250 VAC
1 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC
máx. 4 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 4 A gG fusível D
Indicador / Sinalizador de função: LED
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máx. de comutação: 10 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 22,5 x 75 x 110 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-144
1- 145
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de dois dispositivos
de segurança até a categoria de comando 1
de acordo com EN 954-1.
• Supervisão de dois dispositivos de segu-
rança utilizando 1 sensor magnético BNS
em cada dispositivo.
• Supervisão de um dispositivo de segurança
Ao conectar um sensor magnético de
segurança no S1, os terminais S22, S32
e C do S2 terão que ser shuntados.
Exemplo de comutação
AES 1112
L1
A1
K1
K3
14
A2
K4
3
K2
S14
S14
C
C
Ue
S22
S22
S1
S2
S32
S32
13
24 VDC
N
M
B
K
B
K
B
U
B
U
B
N
B
N
W
H
W
H
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-145
1- 146
Sensores magnéticos de segurança
AES 1135/ 1136
Certificados
H
Dados para encomenda
AES 113➀- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ 5 Sem teste de arranque
6 Com teste de arranque
➁ 2185 Ver tabela de funções
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: Automática
Teste de arranque: não / sim
Invólucro: Termoplástico reforçado com
fibra de vidro, ventilado
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com EN 60529
U
e
: 24 VDC ± 15%
I
e
: 0,2 A
Supervisão ou controle das entradas: 1 NF / 1 NA ou 2 NF
Circuito de retorno: não
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível „ 1“ : 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível „ 0“ : 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 1 canal de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC
máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Indicador / Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máx. de comutação: 1 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função / condições de actuação:
AES 1135/36 Y1 saída, canal de saída fechado
Y2 nenhuma saída, canais de saída abertos
AES 1135/36-2185 Y1 saída, canal de saída fechado
Y2 estado entrada NA
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• 1 canal de saída
• O tempo do atraso à operação
pode ser modificado
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• Permite trocar a combinação dos
contactos NA-NF e NF-NF
• Supervisão de curto circuitos em
combinações de contactos NA-NF
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• Voltagem operacional 24 VDC
• Saídas adicionais por transístor
a prova de curto circuito
• Conexão com expansão de
entradas é possível
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-146
1- 147
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de um dispositivo de
segurança até na categoria de comando 3
de acordo com EN 954-1
• Supervisão de um dispositivo de segurança
usando com sensor magnético de segurança
da linhas BNS
• Se forem utilizados um ou dois reles externos
ou disjuntores para comutar a carga, o siste-
ma só pode ser enquadrado na categoria de
comando 3 de acordo com EN 954-1, quan-
do a „ exclusão da falha em disjuntores exter-
nos“ puder ser documentada / registrada
como por exemplo na utilização de contacto-
res confiáveis, superdimensionados. Um seg-
undo contactor leva a uma elevação da se-
gurança através de um desligamento redun-
dante da carga.
• Possibilidade de modificar a comutação
para 2 contactos NF:
O módulo de segurança pode ser modificado
para supervisionar dois contactos NF quando
se faz o shunt dos terminais A1 e X1.
Neste caso é excluída a supervisão de curto
circuito.
• Aumento ou dilatação do tempo de atraso
à operação:
através de um reposicionamento do shunt
debaixo da tampa do invólucro os tempos
de atraso à operação podem ser ajustados
entre 0,1 s a 1 s.
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD:
• Não abrir ou fechar contactos de portas
• Curtos circuitos nos cabos
• Ruptura dos cabos
• Não fechamento ou não abertura dos
reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno do
módulo de segurança.
Exemplo de comutação
AES 1135/1136
L1
A1
1
0
0
m
A
S13
K1
K3
14 A2
max.
Y1 Y2 X1
K4
3
K2
S14 S21 S22 13
+24 VDC
0 V
N
M
A1
A2
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-147
1- 148
Sensores magnéticos de segurança
AES 1165/ 1166
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• 1 canal de saída
• O tempo do atraso à operação
pode ser modificado
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• Para supervisionar 2 dispositivos de
segurança na categoria de comando
3 de acordo com a EN 954-1
• Supervisão de curto circuitos
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• Voltagem operacional 24 VDC
• Conexão com expansão de
entradas é possível
Certificados
H
Dados para encomenda
AES 116➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 5 Sem teste de arranque
6 Com teste de arranque
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: Automática
Teste de arranque: não / sim
Invólucro: Termoplástico reforçado com
fibra de vidro, ventilado
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com EN 60529
U
e
: 24 VDC ± 15%
I
e
: 0,2 A
Supervisão ou controle das entradas: 2 x 1 NA / 1 NF
Circuito de retorno: não
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível „ 1“ : 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível „ 0“ : 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 1 canal de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC
máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D
Saída de sinal: –
Indicador / Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máx. de comutação: 1 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-148
1- 149
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de dois dispositivos
de segurança até a categoria de comando 3
de acordo com EN 954-1.
• Supervisão de dois dispositivos de segu-
rança utilizando 1 sensor magnético BNS
em cada dispositivo.
• Se forem utilizados um ou dois reles externos
ou disjuntores para comutar a carga, o
sistema só pode ser enquadrado na catego-
ria de comando 3 de acordo com EN 954-1,
quando a „ exclusão da falha em disjuntores
externos“ puder ser documentada / registra-
da como por exemplo na utilização de
contactores confiáveis, superdimensionados.
Um segundo contactor leva a uma elevação
da segurança através de um desligamento
redundante da carga.
• Aumento ou dilatação do tempo de atraso à
operação:
através de um reposicionamento do shunt
debaixo da tampa do invólucro os tempos
de atraso à operação podem ser ajustados
entre 0,1 s a 1 s.
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD:
• Não abrir ou fechar contactos de portas
• Curtos circuitos nos cabos
• Ruptura dos cabos
• Não fechamento ou não abertura dos
reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno do
módulo de segurança.
Exemplo de comutação
AES 1165/1166
A1
1
0
0
m
A
S13
14 A2
max.
S13 S14 S21 S22
3
S14 S21 S22 13
+24 VDC
0 V
N
M
K1
K2
K3
K4
S1
S2
L1
A2
A1
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-149
1- 150
Sensores magnéticos de segurança
AES 1165- 2250
Certificados
H
Dados para encomenda
AES 1165- 2250 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VDC
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: Automática
Teste de arranque: não
Invólucro: Termoplástico reforçado com
fibra de vidro, ventilado
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com EN 60529
U
e
: 24 VDC ± 15%
I
e
: 0,2 A
Supervisão ou controle das entradas: 2 x 1 NA / 1 NF
Circuito de retorno: não
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível „ 1“ : 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível „ 0“ : 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 1 canal de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC
máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Indicador / Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máx. de comutação: 1 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função / condições de actuação:
Y1 dispositivo de segurança 1, sem saída
Y2 dispositivo de segurança 2, sem saída
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• 1 canal de saída
• O tempo do atraso à operação
pode ser modificado
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• Para supervisionar 2 dispositivos de
segurança na categoria de comando
3 de acordo com a EN 954-1
• Supervisão de curto circuitos
• Saídas adicionais por transístor
a prova de curto circuito
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• Voltagem operacional 24 VDC
• Conexão com expansão de
entradas é possível
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-150
1- 151
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de dois dispositivos
de segurança até a categoria de comando 3
de acordo com EN 954-1.
• Supervisão de dois dispositivos de segurança
utilizando 1 sensor magnético BNS em cada
dispositivo.
• Se forem utilizados um ou dois reles externos
ou disjuntores para comutar a carga, o siste-
ma só pode ser enquadrado na categoria de
comando 3 de acordo com EN 954-1, quando
a „ exclusão da falha em disjuntores externos“
puder ser documentada / registrada como
por exemplo na utilização de contactores
confiáveis, superdimensionados. Um segundo
contactor leva a uma elevação da segurança
através de um desligamento redundante da
carga.
• Aumento ou dilatação do tempo de atraso
à operação:
através de um reposicionamento do shunt
debaixo da tampa do invólucro os tempos
de atraso à operação podem ser ajustados
entre 0,1 s a 1 s.
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD:
• Não abrir ou fechar contactos de portas
• Curtos circuitos nos cabos
• Ruptura dos cabos
• Não fechamento ou não abertura dos
reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno do
módulo de segurança.
Exemplo de comutação
AES 1165 - 2250
L1
A1 S13
K1
K3
14 A2 Y1 Y2
K4
3
K2
S14
S14 S22
S21 S22 13
M
B
K
S
1
1
S
1
1
S
1
2
S
1
2
S
2
1
S
2
1
S
2
2
S
2
2
B
K
B
U
B
U
W
H
W
H
B
N
B
N
N
0V
+24 VDC
1
0
0
m
A
max.
S1
S2
A1
A2
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-151
1- 152
Sensores magnéticos de segurança
AES 1185
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• 1 canal de saída
• O tempo do atraso à operação
pode ser modificado
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• Para supervisionar 3 dispositivos de
segurança na categoria de comando
3 de acordo com a EN 954-1
• É possível conectar a combinação de
contactos NA / NF
• Circuito de realimentação
• Supervisão de curto circuitos
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• Tensão de alimentação 24 VAC ou 24 VDC
• Multiplicação da quantidade de contacto por
meio de módulos de expansão de saídas
• Conexão com expansão de
entradas é possível
Certificados
H
Dados para encomenda
AES 1185➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VDC
.3 24 VAC
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: automática ou botão de partida
Teste de arranque: não
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
U
e
: AES 1185: 24 VDC ± 15 %
AES 1185.3: 24 VAC
I
e
: 0,2 A
Supervisão ou controle das entradas: 3 x 1 NF / 1 NA
Circuito de retorno: sim
Resistência a entrada: aproximadamente 5 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível „ 1“ : 12 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível „ 0“ : 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 1 canal de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 2 A / 250 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC
máx. 4 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 4 A gG fusível D
Saída de sinal: –
Indicador / Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máx. de comutação: 5 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-152
1- 153
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• Para protecção de três dispositivos de
segurança até a categoria de comando
e de acordo com EN 954-1.
• Supervisão de 3 dispositivos de segurança
utilizando um sensor de segurança magnético
da linhas BNS em cada dispositivo.
• O circuito de realimentação supervisiona a
posição dos disjuntores K3 e K4
• Botão de arranque H
um botão de arranque (NA) pode ser integrado
opcionalmente no circuito de realimentação.
Com o dispositivo de segurança fechado os
canais de saída somente serão fechados
quando o botão de arranque tiver sido
accionado.
• X1 e S13 terão que ser shuntados, quando
não for conectado um botão de arranque e
nem o circuito de realimentação.
• Utilizando-se somente um relê externo ou um
disjuntor para comutar a carga, o sistema
pode ser enquadrado na categoria de
comando 3 de acordo com EN 954-1,
quando a „ exclusão da falha do disjuntor
externo“ puder ser documentada / registrada
como por exemplo na utilização de um
contactor confiável, superdimensionado.
Um segundo contactor leva a uma elevação
da segurança através de um desligamento
redundante da carga.
• Aumento ou dilatação do tempo de atraso à
operação:
através de um reposicionamento do shunt
debaixo da tampa do invólucro os tempos
de atraso à operação podem ser ajustados
entre 0,1 s a 1 s.
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD:
• Falhas de não abrir ou não fechar os
contactos de portas
• Curto circuitos nos cabos de entrada
• Ruptura dos cabos de alimentação
• Não fechamento ou não abertura dos
reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno do
módulo de segurança.
Exemplo de comutação
AES 1185
A1 S13
14 A2 S14 S22 S14 S22
3
S14 S22 X1 13
24 VAC
N
N
M
K1
K2
K3
K3
K4
K4
S1
S2 S3
L1
B
K
1
3
B
N
2
1
W
H
2
2
B
U
1
4
2
2

W
H
2
2

W
H
24 VDC
1
4

B
U
1
4

B
U
2
1

B
N
2
1

B
N
1
3

B
K
1
3

B
K
S
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-153
1- 154
Sensores magnéticos de segurança
AES 1235/ 1236
Certificados
H
Dados para encomenda
AES 123➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 5 Sem teste de arranque
6 Com teste de arranque
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: automática ou botão de partida
Teste de arranque: não / sim
Invólucro: Termoplástico reforçado com
fibra de vidro, ventilado
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com EN 60529
U
e
: 24 VDC ± 15%
I
e
: 0,2 A
Supervisão ou controle das entradas: 1 NF / 1 NA ou 2 NF
Circuito de retorno: sim
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível „ 1“ : 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível „ 0“ : 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 2 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC
máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Indicador / Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máx. de comutação: 1 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função / condições de actuação:
Y1 saída, canal de saída fechado
Y2 nenhuma saída, canais de saída abertos
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• 2 canais de saída
• O tempo do atraso à operação
pode ser modificado
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• Supervisão de curto circuitos em
combinações de contactos NA-NF
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• Saídas adicionais por transístor
a prova de curto circuito
• Circuito de realimentação para
a supervisão de reles externos
• Função de arranque
• Voltagem operacional 24 VDC
• Permite trocar a combinação dos
contactos NA-NF e NF-NF
• Conexão com expansão de
entradas é possível
• Multiplicação da quantidade de contacto por
meio de módulos de expansão de saídas
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-154
1- 155
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de um dispositivo de
segurança até na categoria de comando 3
de acordo com EN 954-1
• Supervisão de um dispositivo de segurança
usando com sensor magnético de segurança
da linhas BNS
• O circuito de realimentação supervisiona a
posição dos disjuntores K3 e K4
• Botão de arranque H
um botão de arranque (NA) pode ser
integrado opcionalmente no circuito de
realimentação. Com o dispositivo de
segurança fechado os canais de saída
somente serão fechados quando o botão
de arranque tiver sido accionado.
• X1 e A1 terão que ser shuntados, quando
não for conectado um botão de arranque e
nem o circuito de realimentação
• Utilizando-se somente um relê externo ou
um disjuntor para comutar a carga, o sistema
pode ser enquadrado na categoria de
comando 3 de acordo com EN 954-1,
quando a „ exclusão da falha do disjuntor
externo“ puder ser documentada / registrada
como por exemplo na utilização de um
contactor confiável, superdimensionado.
Um segundo contactor leva a uma elevação
da segurança através de um desligamento
redundante da carga.
• Possibilidade de modificar a comutação
para 2 contactos NF:
O módulo de segurança pode ser modificado
para supervisionar dois contactos NF quando
se faz o shunt dos terminais A1 e X2.
Neste caso é excluída a supervisão de
curto circuito.
• Aumento ou dilatação do tempo de atraso
à operação:
através de um reposicionamento do shunt
debaixo da tampa do invólucro os tempos
de atraso à operação podem ser ajustados
entre 0,1 s a 1 s.
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD:
• Falhas de não abrir ou não fechar os
contactos de portas
• Curto circuitos nos cabos de entrada
• Ruptura dos cabos de alimentação
• Não fechamento ou não abertura dos
reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno do
módulo de segurança.
Exemplo de comutação
AES 1235
14
L1
A1
1
0
0
m
A
S13
K1
K3
A2
max.
Y1 X1
K4
3
K2
S14 S21 S22 13
N
M
23
24
A1
A2 Y2 X2
+24 VDC
0 V
A
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-155
1- 156
Sensores magnéticos de segurança
AES 1265/ 1266
Certificados
H
Dados para encomenda
AES 126➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 5 Sem teste de arranque
6 Com teste de arranque
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: automática ou botão de partida
Teste de arranque: não / sim
Invólucro: Termoplástico reforçado com
fibra de vidro, ventilado
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com EN 60529
U
e
: 24 VDC ± 15%
I
e
: 0,2 A
Supervisão ou controle das entradas: 2 x 1 NA / 1 NF
Circuito de retorno: sim
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível „ 1“ : 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível „ 0“ : 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 2 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC
máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Indicador / Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máx. de comutação: 1 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função / condições de actuação:
Y1 saída, canal de saída fechado
Y2 erro, canais de saída abertos
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• 2 canais de saída
• O tempo do atraso à operação
pode ser modificado
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• Para supervisionar 2 dispositivos de
segurança na categoria de comando
3 de acordo com a EN 954-1
• Supervisão de curto circuitos
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• Saídas adicionais por transístor
a prova de curto circuito
• Circuito de realimentação para
a supervisão de reles externos
• Função de arranque
• Voltagem operacional 24 VDC
• Conexão com expansão de
entradas é possível
• Multiplicação da quantidade de contacto por
meio de módulos de expansão de saídas
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-156
1- 157
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de dois dispositivos
de segurança até a categoria de comando 3
de acordo com EN 954-1.
• Supervisão de dois dispositivos de segurança
utilizando 1 sensor magnético BNS em cada
dispositivo.
• O circuito de realimentação supervisiona a
posição dos disjuntores K3 e K4
• Botão de arranque H
um botão de arranque (NA) pode ser integrado
opcionalmente no circuito de realimentação.
Com o dispositivo de segurança fechado os
canais de saída somente serão fechados
quando o botão de arranque tiver sido
accionado.
• X1 e A1 terão que ser shuntados, quando
não for conectado um botão de arranque e
nem o circuito de realimentação
• Utilizando-se somente um relê externo ou
um disjuntor para comutar a carga, o sistema
pode ser enquadrado na categoria de
comando 3 de acordo com EN 954-1,
quando a „ exclusão da falha do disjuntor
externo“ puder ser documentada / registrada
como por exemplo na utilização de um
contactor confiável, superdimensionado.
Um segundo contactor leva a uma elevação
da segurança através de um desligamento
redundante da carga.
• Aumento ou dilatação do tempo de atraso
à operação:
através de um reposicionamento do shunt
debaixo da tampa do invólucro os tempos
de atraso à operação podem ser ajustados
entre 0,1 s a 1 s.
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD:
• Não abrir ou fechar contactos de portas
• Curtos circuitos nos cabos
• Ruptura dos cabos
• Não fechamento ou não abertura dos
reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno do
módulo de segurança.
Exemplo de comutação
AES 1265
14
L1
A1
K1
K3
S13
max.
S14 X1
K4
3
K2
S22
13
+24 VDC
0 V
N
M
23
24
S22
Y1 A2
A1
A2 Y2 S14
B A
S1
S2
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-157
1- 158
Sensores magnéticos de segurança
AES 1337
Certificados
H C D
Dados para encomenda
AES 1337➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VDC
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Automático ou botão de arranque
(supervisionado opcionalmente)
Teste de arranque: não
Invólucro: Termoplástico reforçado com
fibra de vidro, ventilado
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com EN 60529
U
e
: 24 VDC – 15 % / + 20 %
24 VAC – 15 % / + 10 %
I
e
: 0,08 A
Supervisão ou controle das entradas: 1 NF / 1 NA
Circuito de retorno: sim
Resistência a entrada: aproximadamente 0,29 (canal 1) / 0,36 (canal 2) kΩ
contra aterramento
Sinal de entrada: Nível „ 1“ : 19 ... 28,8 VDC
Sinal de entrada: Nível „ 0“ : 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 3 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 6 A / 250 VAC
6 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC
máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D
Saída de sinal: 1 saída de relê 100 mA, a prova de curto circuito
Indicador / Sinalizador de função: 4 LED
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máx. de comutação: 3 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 22,5 x 120 x 121 mm
Peso: 230 g
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional: Função / condições de actuação:
Y1 dispositivo de segurança fechado,
canais de saída fechados
• Categoria de comando 4 de
acordo com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• 3 canais de saída
• Saída de sinalização
• Com dispositivo de segurança híbrido
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• Supervisão de curto circuitos
• Circuito de realimentação para
a supervisão de reles externos
• Função de arranque com flanco cadente
(opcional)
• Terminais roscados conectáveis
• Voltagem operacional 24 VDC
• Conexão com expansão de
entradas é possível
• Multiplicação da quantidade de contacto por
meio de módulos de expansão de saídas
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-158
1- 159
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de um dispositivo de
segurança até a categoria de comando 4
de acordo com EN 954-1.
• Supervisão de um dispositivo de segurança
usando com sensor magnético de segurança
da linhas BNS
• Botão de arranque Hcom detecção
de flanco
• O circuito de realimentação supervisiona a
posição dos disjuntores K3 e K4
• Utilizando-se somente um relê externo ou
um disjuntor para comutar a carga, o sistema
pode ser enquadrado na categoria de
comando 4 de acordo com EN 954-1,
quando a „ exclusão da falha do disjuntor
externo“ puder ser documentada / registrada
como por exemplo na utilização de um
contactor confiável, superdimensionado.
Um segundo contactor leva a uma elevação
da segurança através de um desligamento
redundante da carga.
• Arranque automático: A programação do
arranque automático é realizada pela
inclusão do circuito de realimentação junto
aos terminais X1/X3. Não havendo
necessidade des circuito de realimentação
estes terminais deverão ser shuntados
Exemplo de comutação
A1
A2
AES 1337
S13 S14 S21 S22 X1 X2 13
14
N
Ansteuerlogik/Logic
23
24
33
L1
34 Y1
K1
K1
F1
UB Ui K2
K2
3
M
K3
K4
H
S A
X3
24 VDC
0V
=
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-159
1- 160
Sensores magnéticos de segurança
AES 2135 / 2136
• Categoria de comando 3 de acordo
com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• 1 canal de saída
• Voltagem operacional 24 … 230 VAC/DC
• O tempo do atraso à operação pode
ser modificado
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• Permite trocar a combinação dos
contactos NA-NF e NF-NF
• Supervisão de curto circuitos em
combinações de contactos NO-NC
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• Conexão com expansão de entradas
é possível
Certificados
H C D
Dados para encomenda
AES 213➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 5 Sem teste de arranque
6 Com teste de arranque
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1; EN 60947-5-1; EN 60947-5-3;
EN 954-1; BG-GS-ET-14; BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: –
Teste de arranque: não / sim
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: min. 0,2 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com IEC/EN 60529
U
e
: 24 … 230 VAC/DC
I
e
: 0,2 A
Potência instalada: 5 W
Circuito de retorno: não
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível "1": 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 1,5 mm
2
Contactos de saída: 1 canal de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC, máx. 4 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 4 A gG fusível D de acordo DIN EN 60269-1
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, 24 VDC, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência: conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máxima de comutação: 3 Hz
Retardo no fechamento: ≤ 100 ms
Retardo na desactivação: ≤ 30 ms
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm; ± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função / condições de actuação
Y1 (X5/X6 sem ponte) autorizado
Y2 (X5/X6 sem ponte) não autorizado
Y1 (X5/X6 com ponte) protecção aberta
Y2 (X5/X6 com ponte) erro
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-160
1- 161
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de um dispositivo de
segurança até na categoria de comando 3
de acordo com EN 954-1
• Supervisão de um dispositivo de segurança
usando com sensor magnético de segurança
da linhas BNS
• Possibilidade de modificar para
2 contactos NF:
Shuntando os terminais X3 e X4, um módulo
de segurança pode ser modificado para
supervisionar 2 contactos NC. Neste caso
não existe a supervisão de curto circuito.
• Função de inversão das saídas
Ao estabelecer uma ponte entre X5 e X6 a
função de saída das saídas adicionais pode
ser alterada. Este controlo pode também ser
realizado quando por exemplo está ligado a
um PLC (24VDC no terminal X6)
• Aumento do tempo de atraso à operação:
Shuntando os terminais X7 e X8 os tempos
de atraso à operação podem ser ajustados
entre 0,1 s a 1 s.
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD:
• Não abrir ou fechar contactos de portas
• Curtos circuitos nos cabos
• Ruptura dos cabos
• Não fechamento ou não abertura dos
reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno do
módulo de segurança.
Exemplo de comutação
AES 2135/2136
L1
K3
K4
3
N
M
B
K
B
U
B
N
W
H
24...230V AC/DC
24...230V AC/DC
A2 A2 X3 X4 X5 X6 X7 X8 14
13 Y2 Y1 S22 S21
100mA
max.
S14 S13 A1 A1
K2
P2
P1
K1
PE GND
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-161
1- 162
Sensores magnéticos de segurança
AES 2335 / 2336
• Categoria de comando 3 de acordo
com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• 3 canais de saída
• Voltagem operacional 24 … 230 VAC/DC
• O tempo do atraso à operação pode
ser modificado
• Monitorização de fins de curso, interruptores,
encravamentos e sensores magnéticos de
segurança
• Permite trocar a combinação dos
contactos NA-NF e NF-NF
• Pode ser usado como módulo de Paragem
de Emergência para Categoria de Paragem 0
de acordo com EN 60204-1
• Supervisão de curto circuitos em
combinações de contactos NO-NC
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• Saídas adicionais por transístor a
prova de curto circuito
• Circuito de retorno para a supervisão
de reles externos
• Função de arranque
• Conexão com expansão de entradas
é possível
• Multiplicação da quantidade de
contacto por meio de módulos
de expansão de saídas
Certificados
H C D
Dados para encomenda
AES 233➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 5 Sem teste de arranque
6 Com teste de arranque
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: automática ou botão de partida
Teste de arranque: não / sim
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: min. 0,2 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com IEC/EN 60529
U
e
: 24 … 230 VAC/DC
I
e
: 0,3 A
Potência instalada: 5 W
Circuito de retorno: sim
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível "1": 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 1,5 mm
2
Contactos de saída: 3 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Tensão de actuação: máx. 250 VAC
Carga de corrente (eléctrica): max. 6 A (cos ϕ = 1)
Capacidade de actuação: max. 1500 VA
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D de acordo DIN EN 60269-1
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, 24 VDC, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência: conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máxima de comutação: 3 Hz
Retardo no fechamento: ≤ 100 ms
Retardo na desactivação: ≤ 30 ms
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm; ± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função / condições de actuação
Y1 (X5/X6 sem ponte) autorizado
Y2 (X5/X6 sem ponte) não autorizado
Y1 (X5/X6 com ponte) protecção aberta
Y2 (X5/X6 com ponte) erro
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-162
• AES para protecção de um dispositivo de
segurança até na categoria de comando 3
de acordo com EN 954-1
• Monitorização de uma porta utilizando dois
interruptores de segurança com actuador
separado (A e B).
• O contacto NF A deve ter abertura positiva
quando a porta está aberta A
• A Categoria de Controlo 3 de acordo com
EN 954-1 pode também ser atingida
utilizando apenas um interruptor de
segurança com 1 contacto NA e 1 contacto
NF. Exclusão de falhas devido a quebra ou
desvio do actuador ou cabeça de actuação,
bem como de desmontagem.
• O circuito de retorno supervisiona a posição
dos disjuntores K3 e K4
• Botão de arranque H
Um botão de arranque (NA) pode ser
opcionalmente ligado ao circuito de feed-
back. Com a porta fechada as saídas de
liberação ficam assim abertas até que o
botão de arranque seja pressionado. Se
nem um botão de arranque ou um circuito
de feedback estiverem ligados então uma
ponte deve ser feita entre o X1 e o X2.
• Possibilidade de modificar para
2 contactos NF:
Shuntando os terminais X3 e X4, um módulo
de segurança pode ser modificado para
supervisionar 2 contactos NC. Neste caso
não existe a supervisão de curto circuito.
• Função de inversão das saídas
Ao estabelecer uma ponte entre X5 e X6 a
função de saída das saídas adicionais pode
ser alterada. Este controlo pode também ser
realizado quando por exemplo está ligado a
um PLC (24VDC no terminal X6)
• Aumento do tempo de atraso à operação:
Shuntando os terminais X7 e X8 os tempos
de atraso à operação podem ser ajustados
entre 0,1 s a 1 s.
1- 163
Sensores magnéticos de segurança
Observação
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD:
• Não abrir ou fechar contactos de portas
• Curtos circuitos nos cabos
• Ruptura dos cabos
• Não fechamento ou não abertura dos
reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno do
módulo de segurança.
Exemplo de comutação
AES 2335/2336
24...230V AC/DC
24...230V AC/DC
GND
L1
A2 A2 X3 X4 X5 X6 X7 X8 14 24 34
33 23 13 Y2 Y1 X2 X1 S22 S21
100mA
max.
S14 S13 A1 A1
K3
K2
P2
P1
K1
K4
N
M
3
~
PE GND
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-163
1- 164
Sensores magnéticos de segurança
AES 2535 / 2536
• Categoria de comando 3 de acordo
com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• 4 canais de saída
• Voltagem operacional 24 … 230 VAC/DC
• O tempo do atraso à operação pode
ser modificado
• Monitorização de fins de curso, interruptores,
encravamentos e sensores magnéticos de
segurança
• Permite trocar a combinação dos
contactos NA-NF e NF-NF
• Pode ser usado como módulo de Paragem
de Emergência para Categoria de Paragem 0
de acordo com EN 60204-1
• 1 contacto de sinalização livre
de potência (NF)
• Supervisão de curto circuitos em
combinações de contactos NO-NC
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• Saídas adicionais por transístor a
prova de curto circuito
• Circuito de retorno para a supervisão
de disjuntores externos
• Função de arranque
• Conexão com expansão de
entradas é possível
• Multiplicação da quantidade de contacto por
meio de módulos de expansão de saídas
Certificados
H C D
Dados para encomenda
AES 253➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 5 Sem teste de arranque
6 Com teste de arranque
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: automática ou botão de partida
Teste de arranque: não / sim
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: min. 0,2 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com IEC/EN 60529
U
e
: 24 … 230 VAC/DC
I
e
: 0,3 A
Potência instalada: 5 W
Circuito de retorno: sim
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível "1": 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 1,5 mm
2
Contactos de saída: 4 canais de saída
Contactos adicionais: 51-52: contacto NF não adequado para funções de segurança
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Tensão de actuação: máx. 250 VAC
Carga de corrente (eléctrica): max. 6 A (cos ϕ = 1)
Capacidade de actuação: max. 1500 VA
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D de acordo DIN EN 60269-1
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, 24 VDC, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência: conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máxima de comutação: 3 Hz
Retardo no fechamento: ≤ 100 ms
Retardo na desactivação: ≤ 30 ms
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm; ± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função / condições de actuação
Y1 (X5/X6 sem ponte) autorizado
Y2 (X5/X6 sem ponte) não autorizado
Y1 (X5/X6 com ponte) protecção aberta
Y2 (X5/X6 com ponte) erro
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-164
1- 165
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de um dispositivo de
segurança até na categoria de comando 3
de acordo com EN 954-1
• Monitorização de uma porta utilizando dois
interruptores de segurança com actuador
separado (A e B).
• O contacto NF A deve ter abertura positiva
quando a porta está aberta A
• A Categoria de Controlo 3 de acordo com
EN 954-1 pode também ser atingida
utilizando apenas um interruptor de
segurança com 1 contacto NA e 1 contacto
NF. Exclusão de falhas devido a quebra ou
desvio do actuador ou cabeça de actuação,
bem como de desmontagem.
• O circuito de retorno supervisiona a posição
dos disjuntores K3 e K4
• Botão de arranque H
Um botão de arranque (NA) pode ser
opcionalmente ligado ao circuito de feed-
back. Com a porta fechada as saídas de
liberação ficam assim abertas até que o
botão de arranque seja pressionado. Se
nem um botão de arranque ou um circuito
de feedback estiverem ligados então uma
ponte deve ser feita entre o X1 e o X2.
• Possibilidade de modificar para
2 contactos NF:
Shuntando os terminais X3 e X4, um módulo
de segurança pode ser modificado para
supervisionar 2 contactos NC. Neste caso
não existe a supervisão de curto circuito.
• Função de inversão das saídas
Ao estabelecer uma ponte entre X5 e X6 a
função de saída das saídas adicionais pode
ser alterada. Este controlo pode também ser
realizado quando por exemplo está ligado a
um PLC (24VDC no terminal X6)
• Aumento do tempo de atraso à operação:
Shuntando os terminais X7 e X8 os tempos
de atraso à operação podem ser ajustados
entre 0,1 s a 1 s.
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD:
• Não abrir ou fechar contactos de portas
• Curtos circuitos nos cabos
• Ruptura dos cabos
• Não fechamento ou não abertura dos
reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno do
módulo de segurança.
Exemplo de comutação
AES 2535/2536
L1
A1
100mA
S13
K1
K3
A2 X3 X4 X5 X6 X7 X8 14 24 34
max.
Y1 Y2 X1 X2
K4
3
K2
S14 S21 S22 13
24...230V AC/DC
24...230V AC/DC
GND
N
M
23 33 43
44
51
52 A2
A1
PE GND
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-165
1- 166
Sensores magnéticos de segurança
AES 2365/ 2366
• Categoria de comando 3 de acordo
com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• 3 canais de saída
• Voltagem operacional 24 … 230 VAC/DC
• O tempo do atraso à operação pode
ser modificado
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• Para supervisionar 2 dispositivos de
segurança na categoria de comando 3
de acordo com a EN 954-1
• Supervisão de curto circuitos
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• Conexão com expansão de
entradas é possível
Certificados
H C D
Dados para encomenda
AES 236➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 5 Sem teste de arranque
6 Com teste de arranque
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: automática ou botão de partida
Teste de arranque: não / sim
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: min. 0,2 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com IEC/EN 60529
U
e
: 24 … 230 VAC/DC
I
e
: 0,2 A
Potência instalada: 5 W
Circuito de retorno: não
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível "1": 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 1,5 mm
2
Contactos de saída: 3 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC, máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D de acordo DIN EN 60269-1
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, 24 VDC, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência: conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máxima de comutação: 3 Hz
Retardo no fechamento: ≤ 100 ms
Retardo na desactivação: ≤ 30 ms
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm; ± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função / condições de actuação
Y1 Saída, canal de saída fechado
Y2 Erro, canais de saída abertos
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-166
1- 167
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de um dispositivo de
segurança até na categoria de comando 3
de acordo com EN 954-1
• Supervisão de dois dispositivos de
segurança utilizando 1 sensor magnético
BNS em cada dispositivo.
• Botão de arranque H
Um botão de arranque (NA) pode ser
opcionalmente ligado ao circuito de feed-
back. Com a porta fechada as saídas de
liberação ficam assim abertas até que o
botão de arranque seja pressionado. Se
nem um botão de arranque ou um circuito
de feedback estiverem ligados então uma
ponte deve ser feita entre o X1 e o X2.
• Aumento do tempo de atraso à operação:
Shuntando os terminais X7 e X8 os tempos
de atraso à operação podem ser ajustados
entre 0,1 s a 1 s.
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD:
• Não abrir ou fechar contactos de portas
• Curtos circuitos nos cabos
• Ruptura dos cabos
• Não fechamento ou não abertura dos
reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno do
módulo de segurança.
Exemplo de comutação
A1 A1
100mA
S13
S1
S2
S13
K1
A2
max.
Y1 Y2 X1
X7 X8 GND PE 14 24 34
X2
K2
S14
S14
S21
S21
S22
S22
13
24...230V AC/DC
23 33
A2
24...230V AC/DC
B
K
B
U
B
N
W
H
L1
GND
S
AES 2365/2366
B
K
B
U
B
N
W
H
K3
K4
N
3
M
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-167
1- 168
AES 2565/ 2566
• Categoria de comando 3 de acordo
com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• 4 canais de saída
• Voltagem operacional 24 … 230 VAC/DC
• O tempo do atraso à operação pode
ser modificado
• Para supervisionar 2 dispositivos de
segurança na categoria de comando 3
de acordo com a EN 954-1
• É possível conectar a combinação
de contactos NA / NF
• Pode ser usado como módulo de Paragem
de Emergência para Categoria de Paragem 0
de acordo com EN 60204-1
• 1 contacto de sinalização livre
de potência (NF)
• Supervisão de curto circuitos em
combinações de contactos NO-NC
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• Saídas adicionais por transístor a
prova de curto circuito
• Circuito de retorno para a supervisão
de reles externos
• Função de arranque
• Conexão com expansão de entradas
é possível
• Multiplicação da quantidade de contacto por
meio de módulos de expansão de saídas
Certificados
H C D
Dados para encomenda
AES 256➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 5 Sem teste de arranque
6 Com teste de arranque
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: –
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: automática ou botão de partida
Teste de arranque: não / sim
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: min. 0,2 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com EN 60529
U
e
: 24 … 230 VAC/DC
I
e
: 0,3 A
Potência instalada: 5 W
Circuito de retorno: sim
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível "1": 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 1,5 mm
2
Contactos de saída: 4 canais de saída
Contactos adicionais: 51-52: contacto NF não adequado para funções de segurança
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Tensão de actuação: máx. 250 VAC
Carga de corrente (eléctrica): max. 6 A (cos ϕ = 1)
Capacidade de actuação: max. 1500 VA
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, 24 VDC, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência: conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máxima de comutação: 1 Hz
Retardo no fechamento: ≤ 100 ms
Retardo na desactivação: ≤ 30 ms
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm; ± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função / condições de actuação
Y1 Saída, canal de saída fechado
Y2 Erro, canais de saída abertos
Sensores magnéticos de segurança
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-168
1- 169
Observação
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD:
• Não abrir ou fechar contactos de portas
• Curtos circuitos nos cabos
• Ruptura dos cabos
• Não fechamento ou não abertura dos
reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno do
módulo de segurança.
Exemplo de comutação
L1
A1 A1
A2 A2
100mA
S13
S13
K1
K3
max.
Y1 Y2 X1 X2
K4
3
K2
S14
S1
S2
S14
S21
S21
S22
S22 X7 X8 GND PE 14 24 34
13
24...230V AC/DC
24...230V AC/DC
GND
N
M
23 33 43
44
51
52
AES 2565/2566
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
• AES para protecção de dois dispositivos de
segurança até a categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1.
• Monitorização de uma porta utilizando 4 fins
de curso com função de segurança.
• O circuito de feedback monitoriza as po-
sições dos contactos de abertura positiva NF
nos contactores K3 e K4. Se não houver um
circuito de feedback deve ser colocada uma
ponte entre X1 e X2
• Botão de arranque H
Um botão de arranque (NA) pode ser
opcionalmente ligado ao circuito de feed-
back. Com a porta fechada as saídas de
liberação ficam assim abertas até que o
botão de arranque seja pressionado. Se
nem um botão de arranque ou um circuito
de feedback estiverem ligados então uma
ponte deve ser feita entre o X1 e o X2.
• Aumento do tempo de atraso à operação:
Shuntando os terminais X7 e X8 os tempos
de atraso à operação podem ser ajustados
entre 0,1 s a 1 s.
Sensores magnéticos de segurança
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-169
1- 170
Sensores magnéticos de segurança
AES 2285
Certificados
H C D
Dados para encomenda
AES 2285 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VDC
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: Automático ou botão de arranque
(supervisionado opcionalmente)
Teste de arranque: não
Invólucro: Termoplástico reforçado com
fibra de vidro, ventilado
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com EN 60529
U
e
: 24 VDC – 15 % / + 20 %
I
e
: 0,11 A
Supervisão ou controle das entradas: 6 x 1 NF / 1 NA
Circuito de retorno: sim
Resistência a entrada: aproximadamente 2,9 (canal 1) / 0,36 (canal 2) kΩ
contra aterramento
Sinal de entrada: Nível „ 1“ : 19 ... 28,8 VDC
Sinal de entrada: Nível „ 0“ : 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo 500 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 2 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 6 A / 250 VAC
6 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC
máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D
Saída de sinal: 6 saídas de reles 6 x 20 mA, a prova de curto circuito
Indicador / Sinalizador de função: 3 LED
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máx. de comutação: 3 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 45 x 120 x 121 mm
Peso: 300 g
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função / condições de actuação:
Y1 Dispositivo de segurança 1 - fechado
Y2 Dispositivo de segurança 2 - fechado
Y3 Dispositivo de segurança 3 - fechado
Y4 Dispositivo de segurança 4 - fechado
Y5 Dispositivo de segurança 5 - fechado
Y6 Dispositivo de segurança 6 - fechado
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• Controle de 6x 2 canais
• 2 canais de saída
• Saída de sinalização
• Fuzível electrónico
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• para supervisionar 6 dispositivos de
segurança na categoria de comando
3 de acordo com EN 954-1
• Supervisão de curto circuitos
• Circuito de realimentação para
a supervisão de reles externos
• Função de arranque com flanco cadente
(opcional)
• Terminais roscados conectáveis
• Voltagem operacional 24 VDC
• Conexão com expansão de
entradas é possível
• Multiplicação da quantidade de contacto por
meio de módulos de expansão de saídas
• Saídas individuais de sinalização para cada
dispositivo de segurança
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-170
1- 171
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para a protecção de seis dispositivos
de segurança até a categoria de comando 3
de acordo com EN 954-1.
• Supervisão de seis dispositivos de segurança
com um sensor de segurança magnetico da
linha BNS
• Botão de arranque Hcom detecção
de flanco
• O circuito de realimentação supervisiona
a posição dos disjuntores K3 e K4
• Utilizando-se somente um relê externo ou
um disjuntor para comutar a carga, o sistema
pode ser enquadrado na categoria de
comando 3 de acordo com EN 954-1,
quando a „ exclusão da falha do disjuntor
externo“ puder ser documentada / registrada
como por exemplo na utilização de um
contactor confiável, superdimensionado.
Um segundo contactor leva a uma elevação
da segurança através de um desligamento
redundante da carga.
• Não sendo ocupadas todas as entradas,
há necessidade de shuntar de S x1 a partir
de S x2 das entradas livres.
• Arranque automático: A programação do
arranque automático é realizada pela inclusão
do circuito de realimentação junto aos
terminais X1/X3. Não havendo necessidade
des circuito de realimentação estes terminais
deverão ser shuntados
Tabela de ligação:
(ver apêndice)
Exemplo de comutação
S73
S51 S94
S12
S83
S11
S42
S74
S52
S22
S84 S31 S62 S32 S93
B
D
F
A
C
E
S
S
S
S
S
S
K1 K2
Ui
K3
K4
3
N
M
L1
A1
A2
13 23 31
14 24 32
K2
K1
X1 X2 X3
Y1 Y2 Y3 Y4 Y5 Y6
24 VDC
0V
S12
Y1
S74
S11 S73
S
S22
Y2
S74
S11 S73
S
S32
Y3
S84
S31 S83
S
S42
Y4
S84
S31 S83
S
S52
Y5
S94
S51 S93
S
S62
Y6
S94
S51 S93
S
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-171
1- 172
Sensores magnéticos de segurança
AES 3075
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• Classificação PDF-M de acordo
com EN 60947-5-3 em combinação
com sensores de segurança BNS
• 2 saídas de semi condutores a
prova de falhas
• O tempo do atraso à operação
pode ser modificado
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• Para supervisionar 4 dispositivos de
segurança na categoria de comando
3 de acordo com EN 954-1.
• Possibilidade de modificar as combinações
de contactos NA / NF para NF / NF por
dispositivo de segurança
• Circuito de realimentação
• Supervisão de curto circuitos
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• Voltagem operacional 24 VDC
• Conexão com expansão de
entradas é possível
Certificados
H
Dados para encomenda
AES 3075 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VDC
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: automática ou botão de partida
Teste de arranque: não
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 4 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
U
e
: 24 VDC ± 15%
I
e
: 0,3 A sem contactores externos
e entradas adicionais
Supervisão ou controle das entradas: 4 x 1 NF / 1 NA ou 2 NF
Circuito de retorno: sim
Resistência a entrada: aproximadamente 2 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível „ 1“ : 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível „ 0“ : 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 2 saídas de segurança de semicondutores:
cada 700 mA, a prova de curto circuito
Protecção contra curto circuito: 4 A gG fusível D
Saída de sinal: Y1-Y5 = máx. 250 mA, comutação - p,
a prova de curto circuito
Indicador / Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máx. de comutação: 3 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 100 x 75 x 110 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função:
Y1 dispositivo de segurança 1 aberto
Y2 dispositivo de segurança 2 aberto
Y3 dispositivo de segurança 3 aberto
Y4 dispositivo de segurança 4 aberto
Y5 Sistema OK
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-172
1- 173
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de quatro dispositivos
de segurança até a categoria de comando 3
de acordo com EN 954-1.
• Supervisão de 4 dispositivos de segurança
utilizando um sensor de segurança magnético
da linhas BNS em cada dispositivo.
• O circuito de realimentação supervisiona a
posição dos disjuntores K3 e K4
• Botão de arranque H
um botão de arranque (NA) pode ser integrado
opcionalmente no circuito de realimentação.
Com o dispositivo de segurança fechado os
canais de saída somente serão fechados
quando o botão de arranque tiver sido
accionado.
• Os contactos NF dos contactores externos
devem ser ligados em série ao X1 (+) e X2
• Quando se conectar menos do que quatro
interruptores, os terminais S21/S22 não
utilizados terão que ser shuntados para fazer
a conexão de um contacto NF. Isto é
aplicável para a posição de shunteamento
interno do módulo de segurança com a
configuração de contacto NF-NA.
• O interruptor Wconectado aos bornes X3 e
X4 acciona / desactiva as saídas Y14 e Y24
com o dispositivo de segurança fechado.
Quando não for instalado um interruptor
então deverá ser estabelecida uma ponte
entre os bornes X3 e X4.
• Moficando a alocação dos pontos de shunt
que estão debaixo da tampa do invólucro a
entrada correspondente pode ser alterada
para supervisionar e contactos NF. Neste
caso é mantida a supervisão de curto
circuito.
• Aumento ou dilatação do tempo de atraso
à operação:
através de um reposicionamento do shunt
debaixo da tampa do invólucro os tempos
de atraso à operação podem ser ajustados
entre 0,1 s a 1 s.
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD:
• Não abrir ou fechar contactos de portas
• Curtos circuitos nos cabos
• Ruptura dos cabos
• Falha no sinal de entrada do módulo
de segurança
Exemplo de comutação
AES 3075
X3 A2 S22 S21 S14
A1
S1 S2
S4 S3
X4
K3
S13 S14 S21 S22 X1 X2 S22 S21
S22 S13
K4
3
Y5
S13
S13
S14
S14
S21
+24 VDC
0 V
0V
M
Y1 Y2
S
Y14
Y3
Y24
Y4
S1 S2 S3 S4
max.
H6
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-173
1- 174
Sensores magnéticos de segurança
AES 6112
• Categoria de comando 1 de
acordo com EN 954-1
• Classificação PDF- S de acordo
com o EN 60947-5-3 relacionado
aos sensores de segurança BNS
• 1 canal de saída
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• LED sinalizador de função
• Voltagem operacional 24 VDC
Certificados
H
Dados para encomenda
AES 6112 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VDC
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 1 de acordo com EN 954-1
Condições de arranque: Automática
Teste de arranque: não
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
U
e
: 24 VDC ± 15%
I
e
: 0,1 A
Potência instalada: 2,5 W
Supervisão ou controle das entradas: 2 x 2 NA / 1 NF
Circuito de retorno: não
Comprimento máx. do cabo: cabo de 100 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 1 canal de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 2 A / 250 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC
máx. 5 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 5 A gG fusível D
Indicador / Sinalizador de função: LED
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máx. de comutação: 10 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 48 x 96 x 58 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-174
1- 175
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de vários dispositivos
de segurança até a categoria de comando 1
de acordo com EN 954-1.
• Monitorização de vários dispositivos de
segurança com sensores de segurança
magnéticos da série BNS
• Supervisão dos demais dispositivos de
segurança: - outros sensores magnéticos de
segurança poderão ser conectados no S2,
procedendo-se de maneira análoga ao S1.
Exemplo de comutação
Y
E
Y
E
G
N
G
N
P
K
P
K
G
Y
G
Y
B
N
B
N
W
H
W
H
AES 6112
L1
A1
A2
K1
K3
K2
S14
S14
C
C
13
14
S22
S22
S32
S32
K4
N
3
M
S1
S2
+24 VDC
0 V
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-175
1- 176
Sensores magnéticos de segurança
AES 7112
• Categoria de comando 1 de
acordo com EN 954-1
• Classificação PDF- S de acordo
com o EN 60947-5-3 relacionado
aos sensores de segurança BNS
• 1 canal de saída
• Supervisão dos sensores de segurança
magnéticos da linha BNS
• LED sinalizador de função
• Pode ser fornecido em diferentes
tensões de uso
Certificados
H
Dados para encomenda
AES 7112➀
Nr. Inserir Descrição
➀ .1 110 VAC
.2 230 VAC
.3 24 VAC
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 60947-5-3, EN 954-1,
BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 1 de acordo com EN 954-1
Condições de arranque: Automática
Teste de arranque: não
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
U
e
: AES 7112.1: 110 VAC
AES 7112.2: 230 VAC
AES 7112.3: 24 VAC
I
e
: 0,06 A
Potência instalada: 1,5 W
Supervisão ou controle das entradas: 2 x 2 NA / 1 NF
Circuito de retorno: não
Comprimento máx. do cabo: cabo de 100 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 1 canal de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 2 A / 250 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC
máx. 5 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 5 A gG fusível D
Indicador / Sinalizador de função: LED
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máx. de comutação: 10 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 105 x 96 x 58 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-176
1- 177
Sensores magnéticos de segurança
Observação
• AES para protecção de um dispositivo de
segurança até a categoria de comando 4
de acordo com EN 954-1.
• Supervisão de um dispositivo de segurança
usando com sensor magnético de segurança
da linhas BNS
• Supervisão dos demais dispositivos de
segurança: - outros sensores magnéticos de
segurança poderão ser conectados no S2,
procedendo-se de maneira análoga ao S1.
Exemplo de comutação
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-177
1- 178
Interruptores de posicionamento de
encaixe, com funções de segurança - SES
As dimensões para instalação correspondem
ao especificado na EN 50047. Os equipamentos
tem um invólucro termoplástico e estão equi-
pados com uma tomada de pinos chatos
conforme EN 46224.
Diferenciados percursos e elementos de
actuação, bem como variados contactos
tácteis ou de acção rápida são colocados
a disposição.
Mais informações encontram-se no
folheto "S- IP" da Elan.
Outros produtos e complementos ao programa de monitorização de portas de segurança
Sistema de monitorização de portas de
segurança sem fios ou cabos = SHGV
O sistema de segurança de transferência de
chaves em conformidade com a EN 1088 en-
contra uma aplicação marcante na protecção
das portas de acesso para manutenção e
assistência técnica
O sistema de segurança de transferência de
chaves é oferecido instalado num robusto
invólucro metálico, o seu funcionamento
obedece o princípio mecânico,
sem fios de conexão ao(s) dispositivos de
protecção, dispondo da "BG" Certificação
da inspecção da amostra do produto.
Mais informações encontram-se no
folheto "SHGV" da Elan.
Fim de curso sequencial de acordo
com DIN 43697
Os fim de curso sequencial podem ser forne-
cidos com 2 até 16 pinos de accionamento
com distanciamento entre linhas de 12 ou
16 mm com pinos de accionamento de topo,
por roletes e rolamentos.
Dependendo do tipo da aplicação pode ser
optado entre: comutação de acção rápida
ou de acção lenta . Um amplo espectro de
accessórios como: chavetas, semi-círculos,
tambores, bem como ressaltos com travas
tipo T, tudo conforme DIN 69638 estão a
disposição do utilizador.
Mais informações encontram-se no
folheto "R", "N- NT" e "NT- R" da Elan
Kapitel05_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:34 Uhr Seite 1-178
Comutação e reconhecimento com segurança
Equipamentos de comando com funções de segurança
Interruptor de emergência -
accionamento por cabo 2-2
Pedais de segurança 2-8
Botão de paragem de emergência 2-9
Botão de liberação 2-12
Trinco eléctrico 2-14
Comando bimanual 2-17
Complementos ao Programa 2-22
Os equipamentos de comando disponibiliza-
dos pelo Grupo Schmersal asseguram que
os comandos accionados pelo operador
sejam executados com segurança,
independentemente de os movimentos
de risco serem interrompidos ou ligados
com segurança.
Além de múltiplas características construc-
tivas estes equipamentos se destacam pela
sua longa durabilidade bem como pela sua
concepção apropriada para as melhores
condições ergonómicas.
2- 1
Kapitel06_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:31 Uhr Seite 2-1
2- 2
Interruptor de emergência - accionamento por cabo
ZQ 900
71,5
40
48
¤
6
,
5
1
2
1
0
1
3
3
,
1
3
69,7
98
7
1
,
3 9
6
,
4
27
49,5
2
1
9
,
7
-
2
3
5
,
7
¤
1
6
M20x1,5
• De acordo com EN ISO 13850/IEC 60947-5-5
• Invólucro de metal
• 4 contactos
• Botão de emergência integrado
• Indicador de posições
• Tipo robusto
• Amplo espaço para conexões
• 3 entradas de cabo M20 x 1,5
• Apenas uma única força para cabos
com comprimentos de 5 até 50 m
• Comprimento do cabo até 50 mm
• Botão de rearme
• A prova de inversão
• Lâmpada sinalizadora - opcional
• Colar de vedação externo
• Funcções de tracção e ruptura do cabo
• Aço inoxidável
Certificados
F
Dados para encomenda
ZQ 900- ➀➁
Nr. Inserir Descrição
➀ 11 1 NA/1 NF
13 1 NA/3 NF
22 2 NA/2 NF
02 2 NF
04 4 NF
➁ Sem botão de
emergência
N Com botão de
emergência
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60947-5-1
IEC/EN 60947-5-5
EN ISO 13850
Invólucro: zinco fundido sob
pressão, pintado
Tampa: termoplástico
Tipo de protecção: IP 65, IP 67
sufixo N: IP 65
de acordo
IEC/EN 60529
Material de contacto: prata
Tipo de contactos: 1 NF/1 NA
or 2 NF/2 NA
or 3 NF/1 NA
or 2 NF
or 4 NF
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação de acção rápida,
NF de ruptura positiva
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de condutor: 3 x M20 x 1,5
Tensão impulsos estável U
imp
: 6 kV
Tensão de isolação U
i
: 500 V
Corrente contínua térmica I
the
: 6 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Corrente/Tensão
de operação I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
1 A / 24 VDC
Protecção contra
curto circuito: 6 A gG fusível D
de acordo
DIN EN 60269-1
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Durabilidade mecânica: > 1 milhão de
comutações
Lâmpada sinalizadora: opcional
Comprimento máximo do cabo: 50 m
(tendo em conta a temperatura
ambiental e os suportes de cabo)
Características: Accionamento por tracção
ou ruptura do cabo
Observação
Comprimento recomendado para o cabo
usado em conjunto com interruptores de
paragens de emergência quando há inter-
dependência com a temperatura ambiente.
A cada distância de 5 metros é requerido um
suporte para o cabo, ver lista de acessórios.
-10
10
20
30
40
50
0 10 20 30 40 50 60 70 80
l m [ ]
T °C [ ]
Variantes de contacto
1 NA/ 1 NF
2 NF
1 NA/ 3 NF
2 NA/ 2 NF
4 NF
11 12
22 21
12 11
22 21
S1 S2
13 14
22 21
14 13
22 21
S1 S2
11 12
22 21
14 13
22 21
S1 S2
12 11
22 21
14 13
22 21
Observação
O sinalizador luminoso G24-M20 tem de se
pedir em separado, ver página 2-7.
Ao pedir com o sufixo N apenas se atinge
a classe de protecção IP 65, de acordo
com a IEC/EN 60529.
Kapitel06_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:31 Uhr Seite 2-2
2- 3
Interruptor de emergência - accionamento por cabo
6 4 2 3 6 5 6 1 4 6 3 2 7
0,1 m
3-5 m
max. 50 m
A
B
Funcções de tracção e ruptura do cabo
F
1
0
0
Não actuado
Funcções de tracção do cabo
Funcções de ruptura do cabo
Observação
1 = Cabo de tração
2 = Parafuso tipo olhal
3 = Porca
4 = Abraçadeira de cabo
5 = Esticador
6 = Guarda cabo
7 = Mosquetão
8 = Tensionador para cabo
A = Indicador de posições
B = Botão de emergência integrado
Actuação por um extremo
Observação
Como os guardacabos têm tendência a se
deformar devido à tensão, é conveniente
puxar fortemente o cabo após a montagem.
Depois deve-se tensionar o cabo de novo
com os parafusos ou tensores.
Deformação dos guardacabos
Princípio de funcionamento
8 2 3 8 3 2 7
0,1 m
3-5 m
max. 50 m
A
B
Kapitel06_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:31 Uhr Seite 2-3
2- 4
ZQ 700
50,9
2
7
7
,
4
6
0
1
6
0
9
3
,
7
5
17
30,5
40,5 30
40,5
p/M5
M20x1,5
• De acordo com EN ISO 13850/
IEC 60947-5-5
• Invólucro plástico
• Isolamento protegido X
• 2 contactos
• Indicador de posições
• Amplo espaço para conexões
• 1 entrada de cabo M20 x 1,5
• Apenas uma única força para cabos
com comprimentos até 10 m
• Comprimento do cabo até 10 m
• Botão de rearme
• A prova de inversão
• Funcções de tracção e ruptura do cabo
ZQ 700- ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 11 1 NA/1 NF
02 2 NF
Normas: IEC/EN 60947-5-1
IEC/EN 60947-5-5
EN ISO 13850
Invólucro: termoplástico
Tampa: termoplástico
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com IEC/EN 60529
Material de contacto: prata
Tipo de contactos: 1 NF/1 NA
ou 2 NF
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação de acção rápida,
NF de ruptura positiva
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de condutor: 1 x M20 x 1,5
U
imp
: 6 kV
U
i
: 500 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
4 A / 24 VDC
Protecção contra
curto circuito: 6 A gG fusível D de
acordo DIN EN 60269-1
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Durabilidade mecânica: > 1 milhão de
comutações
Comprimento máximo do cabo: 10 m
(tendo em conta a temperatura
ambiental e os suportes de cabo)
Características: funcções de tracção
e ruptura do cabo
Comprimento recomendado para o cabo
usado em conjunto com interruptores de
paragens de emergência quando há inter-
dependência com a temperatura ambiente.
A cada distância de 2 - 5 metros é requerido
um suporte para o cabo, ver lista de acessórios.
10
-10
l[m]
8
6
4
2
0 10 20 30 40 50 60 70 T[ºC]
1 NA/ 1 NF
2 NF
12 11
22 21
14 13
22 21
Certificados
F
Interruptor de emergência - accionamento por cabo
Dados para encomenda
Dados técnicos
Observação
Variantes de contacto
Kapitel06_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:31 Uhr Seite 2-4
2- 5
F
1
0
0
1 = Cabo de tração
2 = Parafuso tipo olhal
3 = Porca
4 = Abraçadeira de cabo
5 = Esticador
6 = Guarda cabo
7 = Mosquetão
8 = Tensionador para cabo
A = Indicador de posições
B = Botão de rearme
Como os guardacabos têm tendência a se
deformar devido à tensão, é conveniente
puxar fortemente o cabo após a montagem.
Depois deve-se tensionar o cabo de novo
com os parafusos ou tensores.
6 4 2 3 6 5 6 1
0,1 m
2-5 m
max. 10 m
4 6 3 2
A
B
8 2 3
0,1 m
2-5 m
max. 10 m
1 8 3 2 7
A
B
Interruptor de emergência - accionamento por cabo
Funcções de tracção e ruptura do cabo
Não actuado
Funcções de tracção do cabo
Funcções de ruptura do cabo
Observação Actuação por um extremo
Observação Deformação dos guardacabos
Princípio de funcionamento
Kapitel06_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:31 Uhr Seite 2-5
2- 6
Interruptor de emergência - accionamento por cabo
T3Z 068
145
14
4
0
,
5
4
7
1
0
4
0
1
0
3
3
3
1
2
4
,
5
162
182
113
M20
64,5
178
• De acordo com EN ISO 13850/IEC 60947-5-5
• Invólucro de metal
• até 6 contactos
• Tipo reforçado
• 2 entradas de cabo M20 x 1,5
• baixa força de accionamento
• Comprimento do cabo de 2 x 50 m
• Desbloqueio é possível por meio de
anel de tração ou usando chave
• Lâmpada sinalizadora de diferentes tensões,
fornecimento - sob consulta
Certificados
H D
Dados para encomenda
T3Z 068- ➀yr➁ ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ 11 1NA/1NF
22 2NA/2NF
33 3NA/3NF
➁ Desbloqueio do anel
puxador
s Desbloqueio da chave
➂ Sem lâmpada sinalizadora
G Com lâmpada sinalizadora
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
IEC/EN 60947-5-5
EN ISO 13850
Invólucro: ferro fundido cinzento, pintado
Tampa: ferro fundido cinzento, pintado
Tipo de protecção: IP 65 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: Contactos com
1NA/1NF inversor,
máximo de 3 NA e 3 NF
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
Comutação de acção
rápida, contactos de
ruptura positiva
Tipo de conexão: Bornes roscados
+ condutor
Secção: máx. 1,5 mm
2
,
min. 0,75 mm
2
(inclusive bucha aderente)
Entrada de cabo: 2 x M20 x 1,5
U
imp
: 4 kV
U
i
: 250 VAC
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 2,5 A / 230 VAC
6 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 6 A gG
fusível D
Torque da abertura forçada: 1,8 Nm
Ângulo no percurso de
abertura forçada: 32°
Força (necessária) para
abertura forçada: 50 N
Força de accionamento: máx. 50 N
(30 N na direcção
de tração do cabo)
Temperatura ambiente: – 30 °C … + 90 °C
Resistência mecânica: 50000 comutações
Lâmpada sinalizadora : amarelo,
230 VAC / 5W,
Soquete para
instalação BA 15D
Comprimento máximo do cabo: 2 x 50 m
Características: Accionamento
por tração ou
ruptura do cabo
Observação
A cada distância de 3 metros é requerido um
suporte para o cabo, ver lista de acessórios.
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
2 NA / 2 NF
3 NA / 3 NF
32° 32° 0 38° 38°
21-22
21-22
21-22
13-14
13-14
13-14
S1
S2
S3
32° 32° 0 38° 38°
21-22
21-22
13-14
13-14
S1
S2
32° 32° 0 38° 38°
21-22
13-14
Observação
Desbloqueio por chave
3
7
Kapitel06_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:31 Uhr Seite 2-6
2- 7
Interruptor de emergência - accionamento por cabo
Componentes do sistema
Parafuso tipo olhal
Abraçadeira de cabo
Prensa cabo - duplo
Guarda cabo
Dados para encomenda
Parafuso tipo olhal
BM 10 x 40 1084928
BM 8 x 70 (aço inoxidável) 1193046
Abraçadeira de cabo
3 mm (aço inoxidável) 1190918
Prensa cabo - duplo, 3 mm
(aço inoxidável) 1190917
Guarda cabo 4 mm (aço inoxidável) 1190919
Abraçadeira oval (sem imagem) 1077072
Componentes do sistema
Polia de desvio
Esticador
Cabos de tração
Kit completo para instalação de cabos
Dados para encomenda
Polia de desvio (aço inoxidável) 1192433
Esticador M6 1087930
Cabos de tração por metro sob consulta
Kit completo para
instalação de cabos sob consulta
Componentes do sistema
¤15
2
0
17
2
0
0
M20 x 1,5
Mola de tração
Tensionador para cabo S 900
Mosquetão
Sinalizador luminoso G24- M20
Dados para encomenda
Mola de tração 1186696
Tensionador para cabo S 900 1186704
Mosquetão 1186490
Sinalizador luminoso G24-M20 1186263
(LED 24 VDC)
Kapitel06_pt_v004_5.qxd 10.03.1970 5:31 Uhr Seite 2-7
2- 8
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60947-5-1
DIN VDE 0660-200
BG-GS-ET-15
Invólucro, Tampa e
Capa de protecção: alumínio fundido sob
pressão, revestimento
electrostático, RAL 9006
Pedal: termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de condutor: 1 x M20 x 1,5
Tipo de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação lenta,
NF com ruptura positiva
Contactos: 1 NA / 1 NF
Tensão impulsos estável U
imp
: 6 kV
Tensão de isolação U
i
: 500 V
Corrente contínua térmica I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Corrente/Tensão
de operação I
e
/U
e
: 4 A / 230 VAC
1 A / 24 VDC
Protecção contra
curto circuito: 6 A gG fusível D
de acordo
DIN EN 60269-1
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Durabilidade mecânica: > 1 milhão de
comutações
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
14 13
22 21
Pedais de segurança
TFH 232- …üdr
2
7
4
2
5
5
170
82
75
M20x1,5
48
69
189
84 2,2
1
0
0
¤
3
2
• 2 contactos
• Pedal simples
• Invólucro de metal
• Tampa de protecção com
abertura ampla
• Pedal de altura reduzida
• Alta estabilidade
• Entrada de cabo M20 x 1,5
Certificados
Dados para encomenda
TFH 232- 11- üdr
Princípio de funcionamento
0
0
0 0
I
Kapitel11_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:24 Uhr Seite 2-8
2- 9
Botão de paragem de emergência
EDRRZ 40 RT
2
9
5
2 6
0
ø 38,5
30
10
• Actuador de metal
• De acordo com EN ISO 13850 /
IEC 60947-5-5
• Quantidade máxima de contactos
2 NA/2NF ou 4 NA
• Altura frontal de 79 mm
• Diâmetro de montagem 22,3 mm
• É possível escolher contactos identificados
• Desbloqueio através de movimento
de puxar
Certificados
D C
Dados para encomenda
EDRR➀ 40 RT/ ➁/ ➁/ ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ Z Desbloqueio através de
movimento de puxar
S Desbloqueio por chave
➁ EF 303.1 1 NA / 1 NF
EF 303.2 1 NA / 1 NF
EF 220.1 2 NF
EF 220.2 2 NF
Identificação de contactos,
ver variantes de contactos
➂ EFR Elemento da mola (sempre
incluir na encomenda)
EDRRS 40 RT
2
9
5
2
6
0
ø 38,5
30
10
• Desbloqueio por chave
• De acordo com EN ISO 13850 /
IEC 60947-5-5
Certificados
D C
Observação
Outras variantes de produto:
• Diâmetros de montagem 16,2 mm e 30,5 mm
• Diferentes diâmetros do botão de operação
• Elementos de contacto com terminal
plano e terminal WAGO
• Opcionalmente também com
montagem completa
Lista D- Z.97 e
Lista D- 22.G ELAN, Wettenberg
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-5
EN ISO 13850
Componente de actuação: Alumínio
Tipo de protecção: IP 65 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta
Elementos de comutação: Comutador,
2 NF de livre
configuração
Tipo de conexão: Terminal plano
com parafuso;
terminal WAGO
sob consulta
Secção: máx. 2,5 mm
2
I
the
: 10 A
U
i
: 400 V
I
e
/U
e
: 8 A / 230 VAC
5 A / 24 VDC
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Protecção contra curto circuito: 10 A gG
fusível D
Extensão da abertura
dos contactos: > 2 x 1,25 mm
Duração do impacto: < 5 ms em 100 mm/s
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 80 ºC
(-40 °C sob consulta)
Resistência mecânica: Peça de comando:
> 100.000 operações
Elementos de contacto:
10 milhões de operações
Frequência de comutação : 1200/h
Resistência a impactos: máx. 70 g / 4 ms,
Elementos de contacto:
110g / 4 ms
Cogumelo-Ø: 38,5 mm
Diâmetro para instalação
ou montagem, Ø: 22,3 mm
Observação
Para evitar que a denominação de contactos
idênticos sejam repetidos nos desenhos eléc-
tricos foram disponibilizados identificadores de
conexões com denominação distinta para os
terminais.
Quantidade máxima de contactos
2 NA/2NF ou 4 NA
Kapitel07_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:30 Uhr Seite 2-9
2- 10
Botão de paragem de emergência
KDRRZ 40 RT
2
9
5
2 6
0
ø 38,5
30
10
• Actuador de plástico
• De acordo com EN ISO 13850 /
IEC 60947-5-5
• Quantidade máxima de contactos
2 NA/2NF ou 4 NA
• Altura frontal de 79 mm
• Diâmetro de montagem 22,3 mm
• É possível escolher contactos identificados
• Desbloqueio através de movimento
de puxar
Certificados
H C D
Dados para encomenda
KDRRZ 40 RT/ ➀/ ➀/ ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ EF 303.1 1 NA / 1 NF
EF 303.2 1 NA / 1 NF
EF 220.1 2 NF
EF 220.2 2 NF
Identificação de contactos,
ver variantes de contactos
➁ EFR Elemento da mola (sempre
incluir na encomenda)
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-5
EN ISO 13850
Componente de actuação: Termoplástico
com auto-extinção
de fogo
Tipo de protecção: IP 65 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta
Elementos de comutação: Comutador, 2 NF de
livre configuração
Tipo de conexão: Terminal plano
com parafuso;
terminal WAGO
sob consulta
Secção: máx. 2,5 mm
2
U
imp
: –
U
i
: 400 V
I
e
/U
e
: 8 A / 230 VAC
5 A / 24 VDC
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Protecção contra curto circuito: 10 A gG
fusível D
Capacidade de comutação: –
Extensão da abertura
dos contactos: > 2 x 1,25 mm
Tempo de comutação: –
Duração do impacto: < 5 ms em 100 mm/s
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 80 ºC
(-40 °C sob consulta)
Resistência mecânica: Peça de comando:
> 100.000 operações
Elementos de contacto:
10 milhões de operações
Frequência de comutação : 1200/h
Resistência a impactos: máx. 70 g / 4 ms,
Elementos de contacto:
110g / 4 ms
Cogumelo-Ø: 38,5 mm
Diâmetro para instalação
ou montagem, Ø: 22,3 mm
Observação
Outras variantes de produto:
• Diâmetros de montagem 16,2 mm e 30,5 mm
• Diferentes diâmetros do botão de operação
• Elementos de contacto com terminal
plano e terminal WAGO
• Opcionalmente também com
montagem completa
Lista D- Z.97 e
Lista D- 22.G ELAN, Wettenberg
Variantes de contacto
1 NA / 1 NF
EF 303.1
EF 303.2
2 NF
EF 220.1
EF 220.2
31
41
32
42
11
21
12
22
43
31
44
32
23
11
24
12
Observação
Para evitar que a denominação de contactos
idênticos sejam repetidos nos desenhos eléc-
tricos foram disponibilizados identificadores de
conexões com denominação distinta para os
terminais.
Quantidade máxima de contactos
2 NA/2NF ou 4 NA
Kapitel07_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:30 Uhr Seite 2-10
2- 11
Botão de paragem de emergência
ADRR 40 RT
2
0
40
7
3
9
,
2
3
7
,
8
¤ 29
¤ 40
• Actuador de plástico
• De acordo com EN ISO 13850 /
IEC 60947-5-5
• Quantidade máxima de contactos até 6
contactos em execução TANDEM
• Diâmetro de montagem 22,3 mm
• Desbloqueio através de movimento
de puxar
Certificados
H C D
Dados para encomenda
ADRR 40 RT/ ➀/ ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ AF 03 1 NA
AF 10 1 NF
Favor especificar a
quantidade desejada
dos elementos de
contacto
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-5
EN ISO 13850
Componente de actuação: Termoplástico
com auto-extinção
de fogo
Tipo de protecção: IP 65 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
acção lenta
Elementos de comutação: NF, NA livremente
configuráveis
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
U
imp
: 6 kV
U
i
: 400 V
I
the
: 10 A
I
e
/U
e
: 8 A / 230 VAC
5 A / 24 VDC
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Protecção contra curto circuito: 10 A gG
fusível D
Capacidade de comutação: –
Extensão da abertura
dos contactos: 2 x 1,75 mm
Tempo de comutação: –
Duração do impacto: –
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Resistência mecânica: 500000 operações
Frequência de comutação : 6000/h
Resistência a impactos: 50 g / 20 ms
Cogumelo-Ø: 40 mm
Diâmetro para instalação
ou montagem, Ø: 22,3 mm
Observação
Quantidade máxima de contactos até
6 contactos em execução TANDEM
Identificação de conexão:
NF: 1-2
NA: 3-4
Componentes do sistema
Invólucro MBK 311/ GB
Invólucro MBG 311/ GB
Placa MDP- 8
Dados para encomenda
Invólucro
Termoplástico: MBK 311/ GB
Metal: MBG 311/ GB
Placa „PARAGEM DE EMERGÊNCIA“
Alumínio: MDP- 8
Termoplástico: MDP- 8.1
Kapitel07_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:30 Uhr Seite 2-11
2- 12
Botão de liberação
ZSD 5
4
6
5
8
5
4
174 86
• Invólucro termoplástico
• 3 estágios DESLIGA-LIGA-DESLIGA
• Boa resistência contra a acção da
benzina e óleo
• 2 contactos de trabalho (NA)
1 contacto auxiliar (NF)
(estágio 2 - > estágio 1)
• Fechar contactos - não ao ressetar
(estágio 3 - > estágio 1)
• Ruptura positiva (estágio 2 - > estágio 3)
• A configuração dos contactos de maneira
redundante permite executar o processa-
mento dos sinais com módulos de reles de
segurança normalmente encontrados no
mercado, correspondente à categoria de
comando 3/4 de acordo com EN 954-1
• Especialmente apropriados para
movimentos de robôs de acordo com
padrões „ANSI Robotics Standard“
Certificados
H C D
Dados para encomenda
ZSD ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 5 Interruptor de 3 estágios
do fecho de porta
6 Interruptor de 3 estágios
do fecho de porta com
botão de pressão no topo
ZSD 6
9
4
6
5
8
5
4
174 86
• Botão de pressão adicional no cabeçote
do equipamento 1 NO (ZSD 6)
• Outras variantes de produto e orientações
encontram-se na página 2-30.
Observação
Versões que atendam necessidades específicas
do cliente, com cabo de conexão, ou equipa-
mentos de sinalização e comando diferentes
podem ser possíveis sob consulta.
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
IEC/EN 60204-1
EN 292
ISO 12100
ISO 11161
ISO 10218
EN 775
Invólucro: Termoplástico de
auto extinção do fogo
Tipo de protecção: IP 65 de acordo
com EN 60529
Material de contacto: prata
Elementos de comutação: 2 NA / 1 NF
(ZSD 6: + 1 NA)
Sistema de comutação: A IEC 60947-5-1
comutação deslizante,
contactos NF de
ruptura positiva
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: min. 0,14 mm
2
máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Entrada de cabo: 1 x M20 x 1,5
U
imp
: 2,5 kV
U
i
: 125 V
Categoria de aplicação: AC-12, DC-12
I
e
/U
e
: 0,5 A / 24 VAC
1 A / 24 VDC
Protecção contra curto circuito: 3 A gG
fusível D
Percurso da abertura forçada: 7,4 mm
Temperatura ambiente: – 10 °C … + 60 ºC
Resistência mecânica: > 100.000
operações
Frequência de comutação : máx. 1200/h
Observação
O equipamento controlador terá que possuir
uma supervisão de curto circuito
Na ligação só é permitido o uso de cabos
blindados (ver figura).
T1
+24 V
+24 V
0 V
0 V
+24 V
Kapitel10_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:25 Uhr Seite 2-12
2- 13
Botão de liberação
Componentes do sistema
2
0
3
3
8
4
5
0
8
1
3
2 x Ø 5,3
Suporte angular ZSD- H
Dados para encomenda
Suporte angular ZSD- H
Exemplo de comutação
A1
A2
13
14
KA
23
24
K1
K2
3
M
Control
unit
13 23
14 24
K1
K2
X1
X2
1
2
3
4
ZSD 5
ZSD 6
Observação
Supervisão de sistema de liberação da série ZSD 5/ ZSD 6 através dos reles de segurança SRB,
duplo canal com reconhecimento de curto circuito.
• Categoria de segurança 3 ou 4 em acordo com EN 954-1
• Botão (opcional) para partida da máquina
• Relé sugerido supervisiona sinal de botão de emergência
• Ligação externa para funcionamento automático para liga a funcção
• Dados técnicos do relé SRB, veja capítulo 5
Botão
Funcionamento
automático
Disposição de
funcionamento
Canal1 Canal2
Kapitel10_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:25 Uhr Seite 2-13
2- 14
Trinco eléctrico
TG
Ø
2
8
3
0
4
8
6
0
1
0
M
1
2
x
1
8
0
200
150
4
30
8,5
• Botão de liberação
opcional: inversor, NA ou 1 NF/ 1 NA
• LED de sinalização
opcional: verde, vermelho ou amarelo
• Botão „Paragem de Emergência“,
de 1 ou 2 canais A
• Botão de arranque
opcional: NO, inversor ou NO
com LED vermelho ou verde
• Classe de protecção IP 65
• Conector de 8 pólos, M 12 x 1
ou 12 polos, M 23 x 1
• Interruptor codificado - pode
ser fornecido sob consulta
• „AS-Interface Safety at Work“ pode
ser fornecida, ver capítulo 5
Certificados
H em preparação
Dados para encomenda
TG- ➀ ➁ ➂ ➃
Nr. Inserir Descrição
➀ Botão de liberação:
W 1 inversor
ÖS 1 NF / 1 NA
S 1 NA
➁ GR LED verde/vermelho
GY LED verde/amarelo
➂ x Nenhum botão „Paragem
de Emergência“
1Ö 1 NF
2Ö 2 NF
➃ x Nenhum botão de
arranque
S 1 NA
SG 1 NA com LED verde
SR 1 NA com LED vermelho
Exemplo de encomenda TG
Ø
2
8
8,5
M23 x 1
3
0
6
0
8
0
4
8
1
0
30 14
225
175
• Botão de liberação
• LED de sinalização verde e vermelho
• Botão „Paragem de emergência“,
dois canais A
• Botão de partida com LED vermelho
• Classe de protecção IP 65
• Conexão de 12 pólos, M 23 x 1
Certificados
H em preparação
Dados para encomenda
TG- S GR 2Ö SR
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-1
DIN VDE 0660-200
Invólucro: PA + POM
Tipo de protecção: IP 65 com tomada
Indicador / Sinalizador
de função: LED
Tipo de conexão: plug
Características de resistência: máx. 30 VAC,
36 VDC,
máx. 1,5 A (cos ϕ = 1)
U
e
: 24 VDC ± 15%
Observação
Todos os trinco eléctrico também podem ser
fornecidos com fixação angular para portas
duplas (direita / esquerda).
Kapitel09_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:27 Uhr Seite 2-14
2- 15
Trinco eléctrico
Componentes do sistema
TG- ÖS GR xx
TG- W GR xx
TG- W GR 1Ö x
TG- W GR 2Ö x
Dados para encomenda
Botão de liberação 1NF/1NA;
LED verde/vermelho TG- ÖS GR xx
Botão de liberação 1inversor;
LED verde/vermelho TG- W GR xx
Botão de liberação 1inversor;
LED verde/vermelho;
Botão „Paragem de
Emergência“ 1NF TG- W GR 1Ö x
Botão de liberação 1inversor;
LED verde/vermelho;
Botão „Paragem de
Emergência“ 2NF TG- W GR 2Ö x
Componentes do sistema
TG- W GR x S
TG- S GR x SG
TG- S GR 2Ö SR
Versões especiais
Dados para encomenda
Botão de liberação 1inversor;
LED verde/vermelho;
Botão de arranque 1NA TG- W GR x S
Botão de liberação 1NA;
LED verde/vermelho;
Botão de arranque 1NA
com LED verde TG- S GR x SG
Botão de liberação 1NA;
LED verde/vermelho;
Botão „Paragem de
Emergência“ 2NF;
Botão de arranque 1NA
com LED vermelho TG- S GR 2Ö SR
Execução especial para
fixações angulares em
portas duplas sob consulta
Componentes do sistema
8,5
3
0
6
0
8
0
4
8
1
0
225
175
8,5
3
0
6
0
8
0
4
8
1
0
200
150
Conector M 12 x 1 , 8- pole
Conector M 23 x 1 , 12 polos
Punho da porta TG- x- 150 sem função
Punho da porta TG- x- 175 sem função
Dados para encomenda
Conector
M 12 x 1 , 8 pólos, cabo 5 m 01362195
M 23 x 1 , 12 pólos, sem cabo 01362200
Punho de porta sem função
150 mm TG- x- 150
175 mm TG- x- 175
Kapitel09_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:27 Uhr Seite 2-15
2- 16
TG- ÖS GR xx 1 NF / 1 NA verde+vermelho M 12 x 1, 8 pólos
TG- W GR xx 1 inversor verde+vermelho M 12 x 1, 8 pólos
TG- W GR 1Ö x 1 inversor verde+vermelho 1 NF M 12 x 1, 8 pólos
TG- W GR 2Ö x 1 inversor verde+vermelho 2 NF M 23 x 1, 12 pólos
TG- W GR x S 1 inversor verde+vermelho 1 NA M 12 x 1, 8 pólos
TG- S GR x SG 1 NA verde+vermelho 1 NA com M 12 x 1, 8 pólos
LED verde
TG- S GR 2Ö SR 1 NA verde+vermelho 2 NF 1 NA com M 23 x 1, 12 pólos
LED vermelho
Variantes de contactos
Trinco eléctrico
Identificação
dos modelos
Botão de
liberação
LED de
iluminação
Botão PARAGEM
DE EMERGÊNCIA
Botão de
arranque
Utilização dos
pinos da tomada
(BN)/2
(WH)/1
8/(RD)
7/(BU)
(BN)/2
(WH)/1
8/(RD)
4/(YE)
5/(GY) 3/(GN)
+ +
-
4/(YE)
5/(GY) 3/(GN)
+ +
-
(BN)/2
(WH)/1
8/(RD)
4/(YE)
5/(GY) 3/(GN)
+ +
-
(BU)/7 6/(PK)
8
10
9
+ +
-
1
2 3
4
6
5
8
(BN)/2
(WH)/1
8/(RD)
4/(YE)
5/(GY) 3/(GN)
+ +
-
(BU)/7 6/(PK)
(WH)/1 8/(RD)
4/(YE)
5/(GY) 3/(GN)
+ +
- - (BU)/7 6/(PK)
2/(BN)
+
9 10
+ +
-
1
2 3
-
5
7
6
8
11 12
4
+
8/(RD)
1/(WH)
7/(BU)
6/(PK)
5/(GY)
(YE)/4
(GN)/3
(BN)/2
8/(RD)
1/(WH)
7/(BU)
6/(PK)
5/(GY)
(YE)/4
(GN)/3
(BN)/2
8/(RD)
1/(WH)
7/(BU)
6/(PK)
5/(GY)
(YE)/4
(GN)/3
(BN)/2
9
8
7
6
11
5
2
3
4
10
12
1
8/(RD)
1/(WH)
7/(BU)
6/(PK)
5/(GY)
(YE)/4
(GN)/3
(BN)/2
8/(RD)
1/(WH)
7/(BU)
6/(PK)
5/(GY)
(YE)/4
(GN)/3
(BN)/2
9
8
7
6
11
5
2
3
4
10
12
1
Kapitel09_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:27 Uhr Seite 2-16
2- 17
Comando bimanual
SEP
190
1
0
8
5
5
3
0
1
1
4
1
6
0
1
4
0
6
0
9
5
400
¤ 11,5
240
460
• Invólucro de alumínio
• 2 botões de comando, pretos Ø 55 mm,
com 1 NF/1NA em cada,
de acordo com EN 574
• 1 botão de paragem de emergência metálico,
EDRRZ 50 RT, 1 NF / 1NA
• Classe de protecção IP 65
Certificados
H C D
Dados para encomenda
Standard: SEP 01.0.1.0.22/ 95
(1 NA/1 NF por botão de
comando,
1 NA/1 NF para paragem
de emergência)
Invólucro: SEP 01.0.L.22
(sem componentes
montados, com 3 furos
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-5
EN 574
EN ISO 13850
Invólucro: Fundido de alumínio,
revestimento
electrostático
Tipo de protecção: IP 65 de acordo
com EN 60529
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 1,5 mm
2
U
i
: 440 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 8 A / 250 VAC
5 A / 24 VDC
Resistência mecânica: 10 milhões de
comutações
Dimensões: 460 x 160 x 140 mm
Observação
Outras variantes de produto:
Lista ZHS/ 03 ELAN, Wettenberg
Versões de acordo com as necessidades
do cliente (incluindo cabeamento preliminar,
pintura específica, etc.) sob consulta.
Componentes do sistema
SRB 201 ZH
Dados para encomenda
Módulos de segurança para supervisionar
comandos bimanuais:
SRB 201 ZH ver página 2- 20
Kapitel08_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:28 Uhr Seite 2-17
2- 18
Comando bimanual
SEPK
410
464
137
125
1
3
0
6
0
1
2
5
1
8
5
220
237
469
ø
1
1
,
5
• Invólucro termoplástico
• 2 botões de comando, pretos Ø 55 mm,
com 1 NF/1NA em cada,
de acordo com EN 574
• 1 botão de paragem de emergência em
plástico, KDRRZ 40 RT 1 NF/1 NA
• 8 pontos preparados para ruptura,
para incluir elementos de operação
adicionais, Ø 22,3 mm
• Possível montar na parede e sobre
a bancada
• Invólucro de duas partes
• Classe de protecção IP64
Certificados
H C D
Dados para encomenda
Standard: SEPK 02.0.4.0.22/ 95
(1 NA/1 NF por botão de
comando,
1 NA/1 NF para paragem
de emergência)
Invólucro: SEPK 02.0.L.22
(sem componentes
montados, com 3 furos)
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-5
EN 574
EN ISO 13850
Invólucro: Material sintético
(Lexan 503 R)
Tipo de protecção: IP 64 de acordo
com EN 60529
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 1,5 mm
2
U
i
: 440 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 8 A / 250 VAC
5 A / 24 VDC
Resistência mecânica: 10 milhões de
comutações
Dimensões: 469 x 185 x 140 mm
Observação
Outras variantes de produto:
Lista ZHS/ 03 ELAN, Wettenberg
Versões de acordo com as necessidades
do cliente (incluindo cabeamento preliminar,
pintura específica, etc.) sob consulta.
Componentes do sistema
SRB 201 ZH
Dados para encomenda
Módulos de segurança para supervisionar
comandos bimanuais:
SRB 201 ZH ver página 2- 20
Kapitel08_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:28 Uhr Seite 2-18
2- 19
Comando bimanual
SEPG
1
3
6
205 205
494
6
6
118
1
8
4
465
1
3
0
8
2
1
2
7
228
237
8
6
133
160
• Invólucro de alumínio
• 2 botões de comando, pretos Ø 55 mm,
com 1 NF/1NA em cada,
de acordo com EN 574
• 1 botão de paragem de emergência metálico,
EDRRZ 50 RT, 1 NF / 1NA
• Painel de operação apropriado para
a montagem adicional de equipamentos
de sinalização e comando
• Possível montar na parede e sobre
a bancada
• Invólucro de duas partes
• Classe de protecção IP 65
Certificados
H C D
Dados para encomenda
Standard: SEPG 05.3.4.0.22/ 95.23
(1 NA/1 NF por botão de
comando,
1 NA/1 NF para paragem
de emergência)
Invólucro: SEPG 05.3.L.22
(sem componentes
montados, com 3 furos)
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60947-5-5
EN 574
EN ISO 13850
Invólucro: Fundido de alumínio,
revestimento
electrostático
Tipo de protecção: IP 65 de acordo
com EN 60529
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 1,5 mm
2
U
i
: 440 V
I
the
: 10 A
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 8 A / 250 VAC
5 A / 24 VDC
Resistência mecânica: 10 milhões de
comutações
Dimensões: 494 x 184 x 160 mm
Observação
Outras variantes de produto:
Lista ZHS/ 03 ELAN, Wettenberg
Versões de acordo com as necessidades
do cliente (incluindo cabeamento preliminar,
pintura específica, etc.) sob consulta.
Componentes do sistema
SRB 201 ZH
Dados para encomenda
Módulos de segurança para supervisionar
comandos bimanuais:
SRB 201 ZH ver página 2- 20
Kapitel08_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:28 Uhr Seite 2-19
2- 20
Comando bimanual
SRB 201 ZH
• Módulo de segurança para supervisão de
comandos bi-manuais de acordo com
EN 574-1 III C
• 2 canais de saída, Stop 0
• 1 NF auxiliar com função antivalente
(Contactos auxiliares não podem ser
incluídos em circuitos de segurança)
• Circuito de retorno
• Com segurança electrónica
• 2 LED’s para sinalizar as condições
de operação
• Categoria de comando 4
de acordo com EN 954-1
• Terminais conectáveis
Certificados
H C D
Dados para encomenda
SRB 201 ZH ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VDC
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60204-1
EN 954-1
BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 2x Stop 0
Categoria de comando: 4
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro, ventilado
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: máx. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC –15%/+20%, ondulação
remanescente até o máx. 10%
I
e
: 0,08 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: máx. 1,2 W
Protecção contra curto circuito: F1 fusível electrónico interno F1,
F2 para supervisionar as unidades de comando
bimanual, corrente de disparo > 0,2 A,
F3 fusível electrónico interno: corrente de disparo < 0,6 A
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: S11/S12, S21/S22: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 2 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: Canais de saída: 6 A/230 VAC, 6/24 VDC
Protecção: Canais de saída: 6 A lento
Contactos de sinalização: 1 NF
Capacidade de comutação: Contacto sinalizador: 2A/24 VDC
Material de contacto: AgSnO, auto-limpante, contactos com guia positivo
Resistência de contacto: máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 50 ms
Tempo de reação: ≤ 30 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating“ - sob consulta)
Resistência mecânica: 10 milhões de comutações
Indicador / Sinalizador de função: 2 LED
Peso: 200 g
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Kapitel08_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:28 Uhr Seite 2-20
2- 21
Comando bimanual
Observação
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• Não havendo necessidade de usar o circuito
de retorno S, shuntar as entradas X1 e X2.
• O NF das teclas A e B terá que ter realizado
a abertura antes que o NA feche. Nenhuma
possibilidade de sobreposição de contactos,
pois liberariam as seguranças F1 e F2
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
Exemplo de comutação
A1 A1.1
A2
A2.1 S11 S12 S21 S22 X1 X2 13
14
KB
KA
N
Control logic
23
24
31
L1
32
K1
K1
F3 F1 F2
K2
K2
SRB 201ZH
3
M
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel08_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:28 Uhr Seite 2-21
2- 22
Botão de liberação instalado no invólucro
de comando portátil em execução de 2
ou e estágios.
Nos invólucros do tipo Pilot 10/20/30 podem
ser instalados outros equipamentos de
comando e sinalização da Elan. A montagem
das execuções com funções adicionais,
cabeamento prévio e monitorização da
"posição de paragem" terá que ser executa
na fábrica.
Mais informações encontram-se no
folheto "ZB/ 03" da Elan
Equipamentos de comando e
sinalizadores luminosos de acordo
com as exigências higiénicas
Exigências sanitárias e de higiene, principal-
mente as requeridas nos termos das normas
EN 1672-1 e EN 1672-2 foram incorporadas
nesta linha produtos, atendendo assim as exi-
gências construtivas especificadas para má-
quinas que processam produtos alimentícios
Os equipamentos dispõe de uma certificação
de aprovação para atender exigências de
"higiene", e a sua classe de protecção IP67/
IP69K tornando-os apropriados para aplicações
externas e naqueles casos em que as exigên-
cias sanitárias são ainda mais rigorosas
Mais informações encontram-se no
folheto "N" da Elan
Outros produtos e complementos ao programa
Kapitel08_pt_v004.qxd 10.03.1970 5:28 Uhr Seite 2-22
Comutação e reconhecimento com segurança
Equipamentos de segurança tácteis
Batentes de segurança 3-2
Tapetes de segurança 3-12
Complementos ao Programa 3-16
Há casos específicos em que se torna es-
sencial que os equipamentos de segurança
reajam ao menor contacto, como por
exemplo junto a mesas ou plataformas
elevatórias, portas de correr ou portões
automáticos, pois nestes casos existe o
risco de esmagamento e cisalhamento. Da
mesma forma, dentro das áreas de risco,
surge a necessidade de garantir a segurança
em sistemas como robots industriais ou
máquinas de trabalhar madeira, onde o
risco é idêntico.
3- 1
Kapitel12_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:32 Uhr Seite 3-1
3- 2
Batentes de segurança
SE 40
ø 13,4
25
3
3
1
0
• Categoria de comando opcional 1, 3 ou 4
relacionados aos módulos de segurança
SE-100C, SE-304C ou SE-400C
• Sinal modulado IV (infra-vermelho)
• A prova de interferência contra luz externa
• Emissor regulado, isto significa, ajuste
automático do alcance
• Sensibilidade constante independente da
distância da régua de actuação
• Distancia a ser alcançada de 0,4 m ... 8 m
• Sujidade e humidade encontrados no perfil
podem ser compensados até um
determinado limite
• Transmissor / Receptor injectados,
classe de protecção do transmissor IP 67
• Insensível contra influências ambientais
• Distância máxima entre sensores /
validação 200 m
Outras variantes de produto e orientações
são encontradas na página 3- 16.
Certificados
H* C
Dados para encomenda
Perfil de borracha SE- P➀➁- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ Perfil sem revestimento
C Perfil com revestimento
➁ 40 40 mm de altura EPDM
40NBR 70 mm de altura NBR
70 70 mm de altura EPDM
➂ xxxx Comprimento do perfil
comprimentos disponíveis:
Perfil sem revestimento
1.250 mm
2.500 mm
5.000 mm
10.000 mm
Perfil com revestimento
1.250 mm
2.500 mm
SE 70
ø 13,4
30
5
8
,
5
3
1
Dados técnicos gerais para materiais
de borracha:
Abreviatura internacional: EPDM (APTK)
Identificação química: Ethyleno-Propyleno-
Ter-Polymer
Elasticidade de retorno a 20 ºC boa
Resistência contra deformação permanente: boa
Resistência geral a intempérie: excelente
Resistência ao ozónio: excelente
Resistência a óleo: baixa
Resistência a combustíveis: baixa
Resistência a solventes: baixa chegando
a satisfatória
Resistência a ácidos: boa
Resistência a temperaturas aprox.:
em prazos curtos de – 50 ºC … + 170 ºC
em prazos mais longos de – 30 ºC … + 140 ºC
Seleccione perfis com 20 µm de revestimento
sintético para atender exigências de maior
estabilidade / resistência. Neste caso o revesti-
mento não deve ser submetido a maiores es-
forços mecânicos.
Observação
Um sistema de réguas de actuação é montado
a partir de componentes individualizados. Há
necessidade de encomendar os componentes
isoladamente.
Exemplo:
• Perfil de borracha, SE-P40-1250
• Perfil de alumínio, SE-AL 10-1250
• Transmissor / Receptor SE-SET
• Módulo de segurança SE-304 C
• Opcional: Tampas das extremidades, Cola
SE-SET, SE-G8406; outros acessórios.
Dados técnicos
Instruções: EN 1760-2
Material:
Perfil de borracha: EPDM, 65 "shore A"
(opcionalmente com revestimeto
sintético de 20 µm)
Transmissor/Receptor: Poliuretano
Perfis Al-Mg Si OFF22
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Modo de actuação: óptico electrónico
Distancia a ser alcançada: 40 cm … 8 m
Área de trabalho do gerador
de sinal controlado (testado): + 5 °C … + 55 °C
Tempo máximo sob
carga contínua: sobre a superfície
de accionamento
activa 500 N
Velocidade de operação/reação: Gerador
de sinal:
máx 100 mm/s,
(excepção: SE-P40 com SE-400C:
máx. 40 mm/s)
Trajecto para actuação: máx. 9 mm
Trajecto de marcha
em inércia: P 40: máx. 18 mm
P 70: máx. 45 mm
Tipo de conexão: Transmissor/Receptor:
condutor flexível
3 x 0,14 mm
2
Comprimento dos cabos: Transmissor 3 m
Receptor 6,6 m
ou 10,5 m
Resistência mecânica: 20 milhões de
comutações
* Zertifizierung nur in Verbindung mit Sicher-
heitsbausteinen SE-100C, SE-304C oder
SE-400C.
Kunststoffbeschichtete und NBR-Profile
nicht Bestandteil der Baumusterprüfungen.
Observação
A protecção dos dedos nas extremidades das
réguas de actuação não é garantida a aproxi-
madamente 60 mm (SE 40) ou 50 mm (SE 70).
No instante de accionamento, nesta área, o
transmissor/receptor é empurrado para a parte
mais baixa do perfil, sendo o sinal avaliado e
verificada a potência disponível. - Se esta deli-
mitação for inaceitável para a aplicação, então
deverão ser tomadas as providências construti-
vas para satisfazer os requisitos básicos.
Kapitel12_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:32 Uhr Seite 3-2
3- 3
Batentes de segurança
Componentes do sistema
30 20
12
9
2
30
12
9
2
25 20
12
9
1
,
5
25
12
9
1
,
5
Perfil de alumínio sem braço SE- AL10
Perfil de alumínio com braço SE- AL12
Perfil de alumínio sem braço SE- AL20
Perfil de alumínio com braço SE- AL22
Dados para encomenda
Perfil de alumínio SE- AL➀➁- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ 1 Para perfil de borracha
SE-40
2 SE-70
➁ 0 Sem braço de alumínio
2 Com braço de alumínio
➂ xxxx Comprimento do perfil
em mm:
1250 1.250 mm
2500 2.500 mm
comprimentos maiores
se obtém juntando vári-
os perfis de alumínio
Componentes do sistema
SE- 100C
SE- 304C
SE- 400C
SE- SET
Dados para encomenda
Módulos de controle dos batentes
Tipo Quantidade Categoria de Ver
de réguas comando, página
de actuação máx.
SE-100C 2 1 3-6
SE-304C 4 3 3-8
SE-400C 1 4 3-10
Sets de sensores
Cabo do Cabo do Identificação do
transmissor receptor componente
3 m 6 m SE-SET
3 m 10,5 m SE-SET 3/10,5
Componentes do sistema
Caixa de ligação SE- J1
Tesoura de borracha SE- SC
Tampões SE- T40
Tampões SE- T70
Dados para encomenda
Caixa de ligação SE- J1
Tesoura de borracha SE- SC
Tampões para SE-P40
sem revestimento SE- T40
com revestimento SE- TC40
Tampões para SE-P70
sem revestimento SE- T70
com revestimento SE- TC70
Colagem das cápsulas:
Primer (sem ilustración) SE- PR
Cola (sem ilustración) SE- G 8406
Kapitel12_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:32 Uhr Seite 3-3
3- 4
Batentes de segurança
Componentes do sistema
Guia para entrada do cabo SE- WA
Cabo espiral SE- CC
Dados para encomenda
Guia para entrada do condutor, 6 m SE- WA
Cabo espiral, 1 m,
expandível para 3 m
3 x 0,25 mm
2
SE- CC 1301
5 x 0,5 mm
2
SE- CC 1302
Diagrama do percurso da força
600
F[N]
500
400
300
200
100
0
0 5
b
c
d
a1
A1 A2
a2
10 15 20 25 30
S[mm]
600
F[N]
500
400
300
200
100
0
0 10
a
A A
a
b
c
d
1
1 2
2
20 30 40 50 60
S[mm]
Gerador de sinal SE- P40
Velocidade até A a partir de A
[mm/s] 100 40 10
Faixa de curvas a1 a2 b c d
Caminho da de-
9 9,7 24 27 29
formação [mm]
Força [N] 92 88 250 400 600
Avaliação
conectada
➀ ➁ ➀➁ ➀➁ ➀➁
➀ SE-100C
➁ SE-400C
Observação
Legenda
A Ponto de accionamento,
instante da avaliação
a percurso de accionamento
b, c, d percurso total de deformação até
alcançar a força especificada
Trajecto de marcha
em inércia
= a
1,2
– b / c / d
O trajecto de marcha em inércia é influenciado
pelo tempo de reacção da avaliação conectada.
Gerador de sinal SE- P70
Velocidade até A 100 a partir de A 10
[mm/s]
Kurvenbereich a1 a2 b c d
Caminho da de-
8 9,1 51 53 54
formação [mm]
Força [N] 22 23 250 400 600
Avaliação
conectada
➀ ➁ ➀➁ ➀➁ ➀➁
➀ SE-100C
➁ SE-400C
Observação
Especificações determinadas
como condições de teste
Parâmetros da medição:
Temperatura: T = 23 °C
Posição de montagem: B (de acordo com
EN 1760-2)
Local da medição: C 3 (de acordo com
EN 1760-2)
Kapitel12_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:32 Uhr Seite 3-4
3- 5
Batentes de segurança
Montagem
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16
Observação
• Cortar o perfil de alumínio (no comprimento
requerido) e fixa-lo
• Cortar o perfil de borracha
• Encaixar o perfil de borracha dentro
do perfil de alumínio
• Encaixar as unidades de transmissão
e recepção no perfil
Kapitel12_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:32 Uhr Seite 3-5
3- 6
Batentes de segurança
SE- 100C
• Categoria de comando 1 de acordo
com EN 954-1
• Para supervisionar 1 ou 2 réguas
de actuação de segurança
• 1 canal de saída
• 1 saída de sinal (Comutador)
• LED de sinalização: Tensão de alimentação,
Função da régua de actuação
• Voltagem operacional 24 VDC
Certificados
H C D
Dados para encomenda
SE- 100C
Dados técnicos
Instruções: EN 1760-2
Categoria de comando: 1 de acordo com EN 954-1
Condições de arranque: Automática
Invólucro: PE (preto), Crastin (cinzento)
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
U
e
: 24 VDC (+ 20 % / – 10 %)
I
e
: aprox. 150 mA
Supervisão ou controle das entradas: 1 / 2 pares Transmissor / Receptor SE-T/R
Circuito de retorno: não
Contactos de saída: 1 canal de saída
Comprimento máx. do cabo: 200 m
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 2 A/230 VAC
2 A/24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC,
máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D
Saída de sinal: 1 comutador, 36 V, 50 mA
Tempo de reação: 16 ms
Tempo de prontidão: máx. 300 ms
Retardo de actuação: máx. 300 ms
Retardo de desconexão: tipo. 15 ms
Indicador / Sinalizador de função: 2 LED
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Categoria de sobre-tensão: III / 4 kV, VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistência a impactos: < 5 g / 33 Hz (VDE 0160)
Resistência mecânica: 20 milhões de comutações
Temperatura ambiente: + 5 °C … + 55 °C
Dimensões: 22,5 x 100 x 120 mm
Kapitel12_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:32 Uhr Seite 3-6
3- 7
Batentes de segurança
Observação
• Supervisionar a segurança de réguas de
actuação SE 40 / SE 70 com um módulo
de segurança SE-100C na categoria de
comando 1 de acordo com EN 954-1.
• Sendo conectada somente uma régua de
actuação de segurança SE 40 / SE 70, os
terminais S12 / S22 terão que ser shuntados.
• A função de RESET manual, quando neces-
sária, é integrada ás funções de comando da
máquina. Tanto a função de RESET, como a
de Auto-RESET terão que atender as exigên-
cia da EN 1760-2 (Diagrama adicional A2, A3)
Exemplo de comutação
14 24
K2 K1
A2(-) 12
11
22
21 A1 (+) A4(-)
wh wh
gn gn
bn bn
S12 S22 A3(+)
SE 1 SE 2
3
N 0V
M
K2 K1
L1 +24 V +24 V-
SE-T SE-R SE-T SE-R
SE-100C
sensors input
relay output
U-
Observação
O exemplo de comutação mostra o estado sem a presença de tensão.
Kapitel12_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:32 Uhr Seite 3-7
3- 8
Batentes de segurança
SE- 304C
• Categoria de comando 3 de acordo
com EN 954-1
• Para supervisionar de 1 a 4 réguas
de comando se segurança
• 1 canal de saída
• LED’s de sinalização: tensão alimentação
de energia, saída, visualização das funções
para 4 réguas de actuação,
sinalização de falhas
• Voltagem operacional 24 VAC/DC
• 1 sinal de saída por semicondutor
• Função de arranque com flanco
cadente (opcional)
Certificados
H em preparação
Dados para encomenda
SE- 304C
Dados técnicos
Instruções: EN 1760-2
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: automática ou botão de partida
Invólucro: Termoplástico
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
U
e
: 24 VDC (+ 20 % / -10%)
24 VAC (+ 10 % / - 10%)
I
e
: aproximadamente 500 mA
(com 4 réguas de comutação)
Supervisão ou controle das entradas: 4 pares transmissor/receptor SE-T/R
Circuito de retorno: sim
Contactos de saída: 1 canal de saída
Comprimento máx. do cabo: 200 m
Saída de sinal: 1 saída transistorizada, máx. 50 mA,
a prova de curto circuito
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 2 A/230 VAC
2 A/24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC,
máx. 2 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 2 A gG Fusível D
Tempo de reação: < 17 ms
Indicador / Sinalizador de função: 5 LED
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistência a impactos: < 5 g / 33 Hz (VDE 0160)
Resistência mecânica: > 10 milhões de operações
Temperatura ambiente: + 5 °C … + 55 °C
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Kapitel12_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:32 Uhr Seite 3-8
3- 9
Batentes de segurança
Observação
• Supervisão de 1 - 4 régua(s) de actuação
SE 40 / SE 70 com um módulo de segurança
na categoria de comando 3 de acordo
com EN 954-1.
• Opcionalmente função de RESET manual ou
Auto-RESET: A função de rearme é liberada
através de um sinal X3/X2 „ flancosensitivo“
(troca do flanco „ 0-1-0“ no espaço de tempo
que fica entre 100 ms até 2 s). De forma
alternativa a função de Auto-RESET pode
ser ativada através de uma conexão (A3/X2).
Tanto o Auto-RESET como o RESET-manual
terão que atender as exigências da EN 1760-2
(Consulte diagrama complementar A2, A3).
• Quando conectar menos do que 4 réguas de
comando, as ligações terão que ser realiza-
das de acordo com o esquema seguinte
Exemplo de comutação
»/=
=
A1 A2
SE-R
SE-R SE-R
SE1
SE2 SE3
SE4
SE-T
SE-T SE-T
wh
wh
gn
gn
bn
bn
S22 S12 S32 A3
A3
K1 K2
A4
K1
K2
13
14 X1 X4
X2 X3
SE-R SE-T
wh
wh
gn
gn
bn
bn
S42
S22 S12 S32 A3(+) A4(-) S42
gn1
SE1
1SE
S22 S12 S32 A3(+) A4(-) S42
gn1
SE1
2SE
S22 S12 S32 A3(+) A4(-) S42
gn1
SE1
3SE
S22 S12 S32 A3(+) A4(-) S42
gn1
SE1
4SE
gn2
SE2
gn2
SE2
gn3
SE3
gn3
SE3
gn4
SE4
gn2
SE2
power supply 24 VAC/DC
auto reset
reset
or
12 V regulator
signal processing
Observação
O exemplo de comutação mostra o estado sem a presença de tensão.
Kapitel12_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:32 Uhr Seite 3-9
3- 10
Batentes de segurança
SE- 400C
• Categoria de comando 4 de acordo
com EN 954-1
• Para supervisionar a segurança de uma
régua de actuação
• 2 canais de saída
• LED de sinalização: Tensão de alimentação,
Função da régua de actuação
• Voltagem operacional 24 VDC
• 1 sinal de saída por semicondutor
• Função de arranque
Certificados
H C D
Dados para encomenda
SE- 400C
Dados técnicos
Instruções: EN 1760-2
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: automática ou botão de partida
Circuito de retorno: sim
Invólucro: PE (preto), Crastin (cinzento)
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
U
e
: 24 VDC (+ 20 % / – 10 %)
I
e
: aprox. 150 mA
Supervisão ou controle das entradas: 1 par Transmissor / Receptor SE-T/R
Contactos de saída: 2 canais de saída
Comprimento máx. do cabo: 200 m
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 2 A/230 VAC
3 A/24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC,
máx. 4 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 4 A gG fusível D
Saída de sinal: 1 saída transistorizada
36 V, 50 mA
Tempo de reação: 32 ms
Tempo de prontidão: aproximadamente 32 ms
Retardo de actuação: aproximadamente 32 ms
Retardo de desconexão: tipo. 15 ms
Indicador / Sinalizador de função: 2 LED
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Categoria de sobre-tensão: III / 4 kV, VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistência a impactos: < 5 g / 33 Hz (VDE 0160)
Resistência mecânica: 30 milhões de comutações
Temperatura ambiente: + 5 °C … + 55 °C
Dimensões: 22,5 x 100 x 120 mm
Kapitel12_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:32 Uhr Seite 3-10
3- 11
Batentes de segurança
Observação
• Monitorização da segurança de réguas de
actuação SE 40 / SE 70 com um módulo
de segurança SE-400C na categoria de
comando 4 de acordo com EN 954-1.
• O circuito de realimentação supervisiona
a posição dos disjuntores KA e KB
• Um botão de rearme Hpode ser integrado
no circuito de realimentação, rearme manual
ou auto-rearme terá que estar de acordo
com as exigências do EN 1760-2. (Diagrama
do estado em que se encontra A2, A3).
Exemplo de comutação
SE-400C
X1 A3(+) S12
wh
br
gn
A4(-) A1(+)
SE-R SE-T
X2
K1 K1
K2
K1 K2
K2
X3 13
14
23
24 A2 (-)
K2 K1
3
N
M
L1
S
+24 V-
sensors input
relay output
U-
KB
KA
Observação
O exemplo de comutação mostra o estado sem a presença de tensão.
Kapitel12_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:32 Uhr Seite 3-11
3- 12
Tapetes de segurança
SMS 3
l
b
1
2
• Controlado de acordo com EN 1769-1
• Categoria de comando 3 - de acordo
com EN 954-1, somente quando
combinado com módulo de segurança
• Tempo de resposta ≤ 30 ms
• Modelo extremamente robusto
• Sistema modular de tapetes de comutação
• Tamanhos especiais - sob consulta
• Livre de manutenção
• 100% superfície de actuação
• Montagem simples
• Superfície a prova de derrapagem
• Altamente resistente a acção química
• Cabo de ligação com 4 fios
• Não necessita de resistência adicional
• Não necessita da chapa de base
Certificados
E
Dados para encomenda
SMS 3 ➀
Nr. Inserir Descrição
b x l
➀ 25-50 250 x 500 mm
50-50 500 x 500 mm
50-100 500 x 1000 mm
75-100 750 x 1000 mm
100-100 1000 x 1000 mm
100-150 1000 x 1500 mm
Outros equipamentos -
sob consulta
Dados técnicos
Instruções: EN 1760-1
Material de superfície: Plastisol
Categoria de comando: 3 de acordo
com EN 954-1
em conexão com o
módulo de segurança
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Temperatura ambiente: + 5 °C … + 50 ºC
(geradores de sinal conjugados)
– 20 °C ... + 50 °C
(gerador de sinal individual)
Temperatura para
armazenar e transportar: – 20 °C … + 50 ºC
Espessura: 12 mm
Força de accionamento: ≤ 300 N, Ø 80 mm
Comprimento dos cabos: 6 m
Cabos: 4 x 0,75 mm
2
(AWG 18)
Tempo de reação: ≤ 30 ms
Resistência mecânica: 5 milhões de
comutações
(> 1 milhão de
comutações
testadas com o
protótipo pela CE)
Carga admitida: 2000 N/cm
2
Área inactiva ou Faixa
sem actuação: 0 - 30 mm afastado
da borda quando a régua
de perfil estiver desactivada
100% activa com a
régua de perfil ativada
Peso: aprox. 18 kg/m
2
Observação
Resistência a acção de produtos químicos:
Água: excelente
Ácidos minerais: bom - excelente
Ácidos orgânicos: bom - excelente
Álcool: bom
Aldeídos: bom - excelente
Ácidos: bom - excelente
Petróleo: médio - bom
Óleos: bom
Estrutura
1 superfície a prova de derrapagem
2 chapa superior de aço,
condutora de energia
3 tiras separadoras
4 tiras condutoras
5 camada isolante
6 chapa inferior de aço,
condutora de energia
7 verso do tapete de segurança
1
3
2
6
5
7 4
12 mm
Observação
Modelo extremamente robusto
Kapitel13_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:26 Uhr Seite 3-12
3- 13
Componentes do sistema
SRB 301HC/ R
Barra de perfis SMS P- 100
Cantoneira SMS EC- 100
Dados para encomenda
Módulos de controle dos tapetes
de segurança SRB 301HC/R ver página 3- 14
Barra de perfis SMS P- 100
Cantoneira SMS EC- 100
Tapetes de segurança
Kapitel13_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:26 Uhr Seite 3-13
3- 14
Tapetes de segurança
SRB 301HC/ R
• Adequado para o processamento de sinais
de saídas sem potencial; por exemplo, de
dispositivos de paragem de emergência,
encravamentos, interruptores para ambas
as mãos e tapetes de segurança
• 3 contactos de segurança, paragem 0
• 1 contacto de realimentação adicional
• Rearme automático, rearme manual com
detecção do flanco
• Supervisão de curto-circuitos
• Indicadores LED verdes para
ON, IN A, IN B e OUT
• Fichas
Dados para encomenda
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, IEC/EN 60947-5-1,
EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de controlo segundo EN 954-1: 4
Condições de arranque: Automático ou botão de arranque
(opcionalmente monitorizado)
Circuito de realimentação (S/N): Sim
Atraso no arranque no “botão de reset”: ≤ 50 ms
Demora na resposta a “PARAGEM DE EMERGÊNCIA”: ≤ 20 ms
Demora na resposta a “Erro de rede”: Versão 230 VAC: ≤ 100 ms
Versão 24 VAC/DC: –
Tensão nominal operativa U
e
: 230 VAC; 24 VAC/DC
Intervalo de frequência: 50 / 60 Hz
Protecção contra sobretensão:
Versão 230 VAC: Lado primário: Fusível, corrente de activação >1,0 A;
Lado secundário: Fusível electrónico interno, corrente de activação > 0,12A;
Versão 24 VAC/DC: Fusível electrónico interno, corrente de activação > 0,5A
Fusível electrónico interno (S/N): Versão 230 VAC: Não
Versão 24 VAC/DC: Sim
Consumo: Versão 230 VAC: 1,6 W; 4,2 VA
Versão 24 VAC/DC: 1,4 W; 3,3 VA
Supervisão das saídas:
Supervisão de curto-circuitos: Sim
Supervisão de rupturas de fios: Sim
Supervisão de ligações à terra: Sim
Número de contactos de abertura: 1
Número de contactos de fechamento: 3
Resistência total do circuito: 40 Ω
Saídas:
Categoria de paragem 0: 3
Número de contactos de segurança: 3
Número de saídas de sinalização: 1
Capacidade de comutação máxima dos contactos de segurança: 250 VAC, 8 A óhmicos
(indutivos mediante circuito protector adequado)
Categoria de utilização segundo EN 60947-5-1: AC-15: 230 V / 6 A
DC-13: 24 V / 6 A
Vida mecânica: 10
7
de manobras
Condições ambientais:
Temperatura ambiente: – 25°C … + 60°C
Temperatura de transporte e armazenamento: – 25°C … + 85°C
Tipo de protecção: Caixa: IP 40, terminais: IP 20, lugar de instalação: IP 54
Fixação: Fixação rápida para carris normalizados segundo DIN EN 60715
Tipo de ligação: Terminais roscados conectáveis
Secção de fios mínima: 0,25 mm
2
Secção de fios máxima: 2,5 mm
2
Peso: 340 g
Dimensões (altura/largura/profundidade): 100 x 45 x 121 mm
Nota: As cargas indutivas (por exemplo, contactores, relés, etc.)
devem possuir um circuito supressor adequado
Certificados
H F
SRB 301HC/ R- ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 230 V 230 VAC
24 V 24 VAC/DC
Kapitel13_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:26 Uhr Seite 3-14
3- 15
Tapetes de segurança
Observação
• Controlo por 2 canais, descrito no exemplo
de supervisão de resguardo com dois
contactos A e B, um deles com abertura
forçada, com o botão externo de rearme J
• Campos de potência: Controlo por 2 canais,
para reforçar os contactos, ou então para
ampliar o seu número, utilizando contactores
ou relés com os contactos forçados
• S= Circuito de realimentação
• O controlo detecta rupturas de fios e
ligações à terra do circuito de vigilância
• Detectam-se curto-circuitos entre os
circuitos de segurança
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Estado do circuito de segurança IN A
• Estado do circuito de segurança IN B
• Tensão de alimentação ON
• Estado da saída OUT
Exemplo de comutação
A1
A2
S13 S14 S23 S24 X2 X3 13
14
KB
KA
N
Control logic
23
24
33 41
L1
34 42
K1
K1
F1
ON
K2
K2
SRB 301HC
3
M
A
S
OUT IN A IN B
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem
a presença de tensão.
Kapitel13_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:26 Uhr Seite 3-15
3- 16
Batentes de segurança STW- SL
Sempre que há a necesidade de proteger
locais em que ocore o risco de esmagamento
ou cisalhamento os batentes de segurança
encontram sua aplicação.
Dependendo do tipo de aplicação, o utilizador
tem condições de escolher os perfis de
borracha e de fixação mais apropriados
para a sua necessidade específica.
Vantagem específica: é possível atender
exigências mais detalhadas e precisas, de
acordo com as necesidades do cliente, ou
seja, condicionadas pelo sistema inclusive
geometrias mais complexas em que não
podem existir zonas mortas nas respectivas
emendas.
Mais informações encontram-se no
folheto "STW- SL" da Elan
Outros produtos e complementos ao programa
Bumper de segurança - SSG- SBL
Frequentemente os bumper de segurança são
utilizados para assegurar o sentido de deslo-
camento em veículos ou meios de transporte
comandados a distância (por controle remoto)
ou em peças (ou conjuntos) móveis em má-
quinas, e muitos outros aplicativos, em que se
possa esperar movimentos de inércia de até
400 mm.
Comparado com os equipamentos de segu-
rança deste tipo encontrados no mercado o
"Bumper de segurança SSG-SBL" é o que foi
estruturado numa execução de dois canais e
dispõe de "certificação de aprovação para
atender exigências BIA". Para a avaliação
do(s) sinal(is) são disponibilizados os mais
variados módulos de segurança.
Mais informações encontram-se no
folheto "SSG- SBL" da Elan
Kapitel13_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:26 Uhr Seite 3-16
Comutação e reconhecimento com segurança
Dispositivos de segurança ópto-electrónicos
Scanner Laser de segurança 4-2
Barreiras ópticas de segurança 4-3
Tabela de selecção 4-10
Cortinas e grades
ópticas de segurança 4-11
Acessórios para cortinas e
grades ópticas de segurança 4-11
Módulos de segurança para
equipamentos opto-electrónicos 4-26
O Grupo Schmersal disponibiliza equipamentos
electromecânicos de segurança com separação
física e equipamentos de segurança sem
contacto físico.
Na condição de fornecedor da linha completa
dos equipamentos de segurança a Schmersal
oferece soluções óptico electrónicas eficientes
para proteger áreas e regiões de risco. Entre
outros equipamentos as barreiras e grades
ópticas integram este programa que é
aplicável até na categoria de comando 4,
conforme EN 954-1, porporcionando ao
utilizador uma maior flexibilidade do que
os equipamentos convencionais electro-
mecânicos de protecção.
4- 1
Kapitel14_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:19 Uhr Seite 4-1
4- 2
Scanner Laser de segurança
LS 30
13,5
5
5
3
5 65,2 77,5
93
27,8
M8x9
160
7
8
,
5
1
8
5 2
1
1
5
3
,
2
6
3
155
23
Certificados
F
Dados para encomenda
LS 30- 4015 CAS01 4 Áreas de proteção e
4 Áreas de sinalização
O sistema de conexão não se encontra no
perímetro do Scanner laser de segurança.
Dados técnicos
Normas: EN 61496-1/-3
Alcance: Zona de proteção radial: 4 m
Zona de sinalização radial: 49 m
Área de monitoramento: 49 m
Ângulo de scaneamento: 190°
Resolução angular: max. 0,25°
min. 0,50°
Tempo de reação: 60 ms
Fonte de luz: diodo laser
Comprimento da onda
de luz emitida: 905 nm
Classe de protecção do laser: 1
Configuração: Soft ware de
configuração SCS
U
e
: 24 VDC
Saídas: 2 saidas semi-condutoras
de segurança, resistentes
a curto-cicuito
3 saidas semi-condutoras
de sinalização
Dimensões: 185 x 155 x 160 mm
Peso: 3,3 kg
Tipo de conexão: Conector com
30 pinos
Temperatura ambiente: – 10 °C … + 50 ºC
Tipo de protecção: IP 65 de acordo
EN 60529
Número de áreas de sinalisação: 4
Número de áreas de proteção: 4
Interface serial: RS 232
Tabela de funções
Legenda
A Área de proteção
B Área de sinalização
C Área de monitoramento
4 m
49 m
49 m
A
B
C
Componentes do sistema
Suporte angular
Sistema de conectores
Cabo de conexão
Dados para encomenda
Suporte para montagem direta traseira on
parede da máquina. Sem possibilidade de
ajustes. BF10
Suporte apenas junto com BF10, montagem
traseira para parede, ajuste horizontal e
transversal BF20
Suporte apenas para montagem junto
com BF10 e BF20, montagem trazeira e
fixação no chão ou parede da máquina.
Ajustes longitudinal e transversal BF30
Conector sem cabo S0VA- A0000BS01
cabo 5m, pré- fabricado
com 13 fios SV00- B1305BS01
Cabo de ligação para configuração
com porta série do PC, 2m SRS02
• Dispositivo de proteção sem contato físico,
baseado na medição da luz para a proteção
do homem ou reconhecimento de objetos
• Dispositivo compacto com supervisão integrada
• Área de monitoramento livre e simples de definir
• 4 Áreas de proteção e 4 Áreas de sinalização
livremente programáveis
• Sistema de conector com memória para
configuração integrada
• Vários modos de operação podem ser
selecionados
• Diagnóstico através de LED com 7 segmen-
tos
• interativo, interface visual amigável e simples
para configuração, Parametrização e diagnó-
stico de falha
• Interface série para controlo e configuração
• Montagem simples, flexível e ajustável
• Grande alcance
• reação rápida
• Saída de segurança semicondutora segura
soldada e livre de manutenção
• Controle de contaminação por sujeira
BF30
BF20
BF10
Kapitel14_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:19 Uhr Seite 4-2
4- 3
Barreiras ópticas de segurança
SLB 200
¤ 9,6
18,8
30,8
3
9
,
4 5
0
,
3
4
3
,
4
2
4
5
,
5
20
16,1
10
¤
8
,
5
¤
4
,
4
¤ 10
• Categoria de comando 2 de acordo com
EN 954-1, somente quando combinado com
o módulo de segurança SLB 200-C04-1R
• Formato extremamente pequeno
• Alcance até 4 m
• Classe de protecção IP 67
• Livre de manutenção
• Monitorização do nível de contaminação
por sujidade integrado
• LED’s visíveis dos dois lados
• Montagem simples, flexível e ajustável
Certificados
F
Dados para encomenda
SLB 200- ➀31- 21
Nr. Inserir Descrição
➀ E/R Transmissor / Receptor
Dados técnicos
Composto por: Transmissor: SLB 200-E 31-21
Receptor SLB 200-R 31-21
Instruções: IEC/EN 61496
Categoria de comando de
acordo com EN 954-1: 2 (só em conjunto
com SLB 200-C)
Invólucro: ABS
10 % GF
Dimensões do invólucro: 31 x 50,5 x 19 mm
Tecnologia conectiva: Transmissor:
10 cm de cabo com
conector M8 de 3 pólos
Receptor:
10 cm de cabo com
conector M8 de 4 pólos
Comprimento máx. do cabo: 50 m
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Tempo de reação: 30 ms
(só em conjunto
com SLB 200-C)
Alcance: 4 m
Bloqueio de arranque: somente em
conjunto com
módulo de
segurança
Supervisão dos actuadores: somente em
conjunto com
módulo de
segurança
Comprimento da onda
de luz emitida: 880 nm
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: somente em
conjunto com
módulo de
segurança
Ângulo de reflexão: ± 4°
Tamanho mínimo do objecto: 9 mm Ø
LED sinalizador de status: Nível de sujidade,
status de comutação
e tensão de operação
Temperatura ambiente: – 10 °C ... + 55 °C
Temperatura para
armazenar e transportar: – 20 °C … + 80 ºC
Observação
O módulo de segurança não está incluído no
fornecimento.
Componentes do sistema
SLB 200- C04- 1R
Conector M 8 x 1 (com cabo)
Esquadro de montagem BF 31
Esquadro de montagem BF UNI 1
Dados para encomenda
Monitorização das barreiras ópticas
de segurança
SLB 200-C04-1R ver página 4- 6
Conector M 8 x 1
para transmissor: sem cabo KDE M8- 3
com cabo 2m KDE M8- 3- 2m
com cabo 5m KDE M8- 3- 5m
para receptor: sem cabo KDR M8- 4
com cabo 2m KDR M8- 4- 2m
com cabo 5m KDR M8- 4- 5m
Esquadro de montagem BF 31
Esquadro de montagem universal BF UNI 1
Kapitel14_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:19 Uhr Seite 4-3
4- 4
Barreiras ópticas de segurança
SLB 400
4
6
4
4
1
6
4
4
17
4
,
3
4,3
1
3
,
5
6
3
,
5
44
40
50
M 12x1
• Categoria de comando 4 de acordo com
EN 954-1 somente quando combinado com
módulo de segurança SLB 400-C10-1R
• Formato muito pequeno
• Alcance até 15 m
• Classe de protecção IP 67
• Conector giratório
• Livre de manutenção
• Monitorização do nível de contaminação
por sujidade integrado
• LED indicador do estado
• Montagem simples, flexível e ajustável
Certificados
H
Dados para encomenda
SLB 400- ➀50- 21P
Nr. Inserir Descrição
➀ E/R Transmissor / Receptor
Dados técnicos
Composto por: Transmissor SLB 400-E 50-21P
Receptor SLB 400-R 50-21P
Instruções: IEC/EN 61496
Categoria de comando de
acordo com EN 954-1: 4 (só em conjunto
com SLB 400-C)
Invólucro: ABS
Dimensões do invólucro: 50 x 50 x 17 mm
Tecnologia conectiva: Conector M12
4 pólos, giratório
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Tempo de reação: 25 ms
(só em conjunto
com SLB 400-C)
Alcance: 15 m
Bloqueio de arranque: somente em
conjunto com
módulo de
segurança
Supervisão dos actuadores: somente em
conjunto com
módulo de
segurança
Comprimento da onda
de luz emitida: 880 nm
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: somente em
conjunto com
módulo de
segurança
Ângulo de reflexão: ± 2°
Tamanho mínimo do objecto: 13 mm Ø
LED sinalizador de status: Nível de sujidade,
status de comutação
e tensão de operação
Temperatura ambiente: 0 °C ... + 60 °C
Temperatura para
armazenar e transportar: – 20 °C … + 80 ºC
Observação
O módulo de segurança não está incluído no
fornecimento.
Componentes do sistema
SLB 400- C
Conector M 12 x 1 (com cabo)
Esquadro de montagem BF 50
Esquadro de montagem BF UNI 1
Dados para encomenda
Monitorização das barreiras ópticas
de segurança
SLB 400-C10-1R ver página 4- 8
Conector M 12 x 1
Transmissor / Receptor:
sem cabo KD M12- 4
com cabo 2m KD M12- 4- 2m
com cabo 5m KD M12- 4- 5m
Esquadro de montagem BF 50
Esquadro de montagem universal BF UNI 1
Kapitel14_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:19 Uhr Seite 4-4
4- 5
Barreiras ópticas de segurança
Componentes do sistema
Espelho reflector SMA 80
Esquadro de montagem BF SMA 80- 1
Esquadro de montagem BF SMA 80- 2
Chaveta NST 20- 8
Dados para encomenda
Espelho reflector SMA 80
Esquadro de montagem
para espelho reflector BF SMA 80- 1
BF SMA 80- 2
Chaveta NST 20- 8
Componentes do sistema
Pedestal ST 1250
Base para coluna STB 1
Dados para encomenda
Pedestal ST 1250
Base para coluna STB 1
Kapitel14_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:19 Uhr Seite 4-5
4- 6
Barreiras ópticas de segurança
SLB 200- C
Certificados
F
Dados para encomenda
SLB 200- C04- 1R ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VDC
Dados técnicos
• De acordo com IEC 61496
• Categoria de comando 2 de acordo
com EN 954-1, BWS-T
• Permite ligar até 2 pares de
barreiras ópticas de segurança
• 1 canal de saída
• 1 Saída de sinalização
• Voltagem operacional 24 VDC
• Entrada de teste
• LED para sinalizar as condições
de operação.
• Tempo de resposta ≤ 30 ms
• Liga/Desliga bloqueio de arranque
e bloqueio para dar nova partida
• Liga/Desliga monitorização dos actuadores
• Teste cíclico adicional
• Regulado para ser utilizado com
as barreiras ópticas de segurança
SLB 200 R/E
Instruções: IEC/EN 61496-1/-2, EN 954-1
Categoria de comando: 2
Teste de arranque: sim
Condições de arranque: Botão-Teste, Botão-Reset, codificação das funções on/off (liga desliga)
Circuito de retorno: sim
Invólucro: policarbonato
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 4 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com EN 60529
U
e
: 24 VDC ± 20%
I
e
: 180 mA
Potência instalada: –
Entradas ou acessos: Entrada de teste: Equipamento de comando: NF
Saída bloqueio de arranque / de nova partida (start/Reset):
Saída através do equipamento de comando (NA)
supervisão de protecção (NF)
Supervisão ou controle das entradas: no máximo 2 pares de barreiras ópticas
Resistência a entrada: –
Comprimento máx. do cabo: –
Teste e realimentação: Contacto livre de potência
Saídas: 1 canal de saída
Contactos de saída: 1 canal de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 2 A / 250 VAC, 2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC, máx. 2 A (cos ϕ = 1)
Tensão de comutação: máx. 250 VAC
Carga de corrente (eléctrica): 8 A
Protecção contra curto circuito: 4 A gG fusível D
Saída de sinal: 1 saída transistorizada
Ciclo de arranque: Duração do teste conforme exigência: ≤ 150 ms (sem relê de controle)
≤ 450 ms (com relê de controle)
Ciclo de desligar: Tempo de resposta (do sistema como um todo): ≤ 30 ms
Sinalização: LED vermelho para barreira óptica interrompida
LED verde para barreira óptica livre
Sujo: vermelho / verde piscando
Indicador / Sinalizador de função: 4 LED
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM (compatibilidade electromagnética)
Frequência máxima de comutação: 10 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
Resistência a impactos: 10 g / 16 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 50 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 20 °C … + 80 ºC
Dimensões: 45 x 84 x 118 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Kapitel14_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:19 Uhr Seite 4-6
4- 7
Barreiras ópticas de segurança
Observação
• Para protecção na categoria de comando
2 de acordo com EN 954-1
• Supervisão de dois pares de barreiras
ópticas de segurança e do disjuntor do
motor através do módulo de segurança
SLB 200-C
• Botões de teste I
O botão de teste é conectado ao X13 e X14
com a finalidade de testar o funcionamento
das barreiras ópticas. Há necessidade de
fazer uma ponte entre os terminais X15 e
X16.
• O exemplo de comutação mostra o estado
sem a presença de tensão.
• Controle de disjuntor
Para monitorizar disjuntores externos o
circuito de realimentação é conectado em
X17 e X18. Os terminais X19 e X20 devem
ser shuntados.
• Botão de START H
Com o botão de START pode ser monitorizada
a supervisão da barreira óptica depois de um
RESTART, ou então, quando a barreira óptica
de segurança é reaccionada depois de uma
interrupção.
Observação
Para ajustar o tipo de operação desejado e a
quantidade de barreiras ópticas conectadas
deve ser removida a tampa do invólucro do
módulo de segurança. Na entrega do produto
todos os interruptores se encontram na
posição 1.
Exemplo de comutação
X21
L1
A1 X2
SLB-R
1 1 2 2
SLB-R SLB-E SLB-E
K1
X1 X6 X7 X8
X13 X14 X15 X16 X17 X18 X19 X20 A2
3
X3 X4 X5 X10 X9
N
M
X11 X12 13
X22 Y1 X23 14
B
N
B
N
B
N
B
N
W
H
B
K
W
H
B
K
+24 VDC
0 V
SLB 200-C
K3
K4
max.
Observação
As funções podem ser seleccionadas por meio de um interruptor Dip interno.
Interruptor Dip 1 Interruptor Dip 2 Interruptor Dip 3
Posição 1 com supervisão com bloqueio de arranque / conexão de duas barreiras
de disjuntor de nova partida ópticas de segurança
Posição 2 sem supervisão sem bloqueio de arranque / conexão de uma barreira
de disjuntor de nova partida óptica de segurança
Kapitel14_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:19 Uhr Seite 4-7
4- 8
Barreiras ópticas de segurança
SLB 400- C
• De acordo com IEC 61496
• Categoria de comando 4 de acordo
com EN 954-1, BWS-S
• Supervisão de curto circuitos
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• Voltagem operacional 24 VDC
• Circuito de realimentação para a
supervisão de disjuntores externos
• Duas saídas adicionais por transístor
a prova de curto circuito
• Tempo de resposta ≤ 30 ms
• Liga/Desliga bloqueio de arranque
e bloqueio para dar nova partida
• Liga/Desliga monitorização dos actuadores
• Pode ser codificado
• Permite ligar até 4 pares de
barreiras ópticas SLB 400
Certificados
H
Dados para encomenda
SLB 400- C10- 1R ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VDC
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 61496-1/-2, EN 954-1
Categoria de comando: 4
Teste de arranque: sim
Condições de arranque: Botões „start-reset“ codificação das funções on/off (liga / desliga)
Circuito de retorno: sim
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 4 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40 segundo a EN 60529
U
e
: 24 VDC ± 15%
I
e
: 0,3 A sem Transistor-saídas adicionais
Potência instalada: –
Entradas ou acessos: S1, S2
Supervisão ou controle das entradas: no máximo 4 pares de barreiras ópticas
Resistência a entrada: aproximadamente 2 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível „1“: 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível „0“: 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 100 m com 0,75 mm
2
Saídas: 2 canais de saída
Contactos de saída: 2 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 2 A / 250 VAC, 2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC, máx. 2 A (cos ϕ = 1)
Tensão de comutação: máx. 250 VAC
Carga de corrente (eléctrica): máx. 2 A
Capacidade de comutação: máx. 500 VA
Protecção contra curto circuito: 2 A gG fusível D
Saídas adicionais: Saídas adicionais com transístor Y1, Y2, Ue – 4 V
total 100 mA, a prova de curto circuito, comutação p
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação-p, a prova de curto circuito
Ciclo de arranque: –
Tempo de reação: ≤ 25 ms
Supervisão de simultaneidade dos sensores de „Muting“: –
Sinalização: ISD
Indicador / Sinalizador de função: 9 LED (ISD*)
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM (compatibilidade electromagnética)
Frequência máxima de comutação: 10 Hz
Categoria de sobre-tensão: II de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 3 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm, ± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 99,7 x 75 x 110 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Kapitel14_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:19 Uhr Seite 4-8
4- 9
Barreiras ópticas de segurança
Observação
• Para protecção na categoria de comando
4 de acordo com EN 954-1
• Monitorização de até 4 pares de barreiras
ópticas de segurança e do disjuntor do
motor utilizando o módulo de segurança
SLB 400-C
• O exemplo de comutação mostra o estado
sem a presença de tensão.
• Conexão de dois pares de barreiras ópticas
de segurança: quando se conectar duas
barreiras ópticas de segurança, shuntar as
conexões X9 e X10 bem como as X 11 e X12.
• Botão de RESET ou RESTART J
A função „RESTART = Nova arranque“ pode
ser seleccionada através do interruptor „Dip“
• Ao se conectar um botão de „RESTART“
nos terminais X5 e X6, depois de uma inter-
rupção na barreira óptica de segurança. o
botão do RESET ou RESTART terá que ser
mantido pressionado pelo período mínimo
de 250 ms e um tempo máximo de 5 s.
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD:
• Curto circuitos nos cabos
• Ruptura dos cabos de alimentação
• Não fechamento ou não abertura
dos reles internos de segurança
• Falha no sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno do
módulo de segurança
• Interferência de sinal de barreiras
ópticas de segurança conectadas
nas imediações umas das outras.
Falso sinal de sistemas vizinhos.
Exemplo de comutação
L1
K4
K5
3
+24 VDC
0 V 0 V
N
M
X2 X1 A1
1 2 3 4
1 2 3 4 1 2 3 4 1 2 3 4 1 2 3 4
1 2 3 4 1 2 3 4 1 2 3 4
X3 X4 X7 X5 X6 X8 13 23 33 41
A2
0V
SLB-E
SLB-E SLB-E
SLB-R
SLB-R SLB-R
SLB-R SLB-E
T3 Q3 T4 Q4 PM INDIC.
U OUT
U OUT
B
B
Y1 Y2 -
-
+
+
X9 X10 X11 X12 X13 X14 14 24 34 42
24V T0 T2 Q1 Q2 RESTART CONT.M
Made in Germany
RESTART RELAY
R
Observação
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel14_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:19 Uhr Seite 4-9
4- 10
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
X somente em conjunto com módulo de segurança
• integrado
não disponível
Tabela de seleção:
Tipo Resolução Altura Alcance Monito- Bloqueio Mestre / Muting Blanking Página
EN 61496 protegida rização arranque / Escravo
(mm) (mm) (m) contactor rearme
SLC/ G 210 2 20-30-40 160 – 1810 16
50-90 X X 4-11
2-3-4
SLC/ G 210 2 20-30-40 160 – 1810 18
-RF 50-90 • • 4-12
2-3-4
SLC/ G 210 2 30-40-50 160 – 1510 18
-RFM/ S • • • 4-13
SLC/ G 210 2 20-40 160 – 1210 6
-RFLC 2-3-4 • • 4-14
SLC/ G 410 4 14-20-30 160 – 1810 18
40-50-90 X X 4-15
2-3-4
SLC/ G 410 4 14-20-30 160 – 1810 18
-RF 40-50-90 • • 4-16
2-3-4
SLC/ G 410 4 14-20-30 160 – 1810 18
-RFM/ S • • • 4-17
SLC 410 4 14-20-40 160 – 1810 18
-B 90 X X • 4-18
SLC 410 4 14-20-40 160 – 1810 18
-BM X X • • 4-18
SLC/ G 412 4 40 510 – 1210 60
2-3-4 • • 4-19
SLG 412-P 4 2 510 6
• • 4-20
SLC/ G 415I 4 30-40-90 310 - 1810 60
2-3-4 • • • 4-21
SLG 415L 4 2-3 510, 810 2,5
• • • 4-22
SLG 415T 4 2-3 510, 810 3,5
• • • 4-23
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-10
4- 11
Dados para encomenda
Acessórios:
Conector M 12 x 1
para emissor / receptor KD M12- 5- 5 m
KD M12- 5- 15 m
para emissor / receptor
(pré ligação possível, mas sem cabo)
R = conector angular KD M12- 5- R
S = conector recto KD M12- 5- S
Mais acessórios na página 4-24.
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
SLC 210
OSSD FAL 8
5 2
4
4
0
3
5
45
= =
B
A
1
0
• Cortinas ópticas de segurança
• Categoria de comando 2 de
acordo com IEC/EN 61496-1/-2
• Resolução 20, 30, 40, 50 e 90 mm
• Altura do campo protegido
entre 160 mm até 1810 mm
• Alcance 0 ... 16 m
• Auto teste a cada 0,5 s
• Saídas por semicondutor
• Sincronização óptica
• Sinalizador de status
• Classe de protecção IP 65
Legenda
A: Comprimento total (B + 91 mm)
B: Altura do campo protegido
C: 85 mm (SLC)
Certificados
F
Dados para encomenda
SLC 210- E/ R➀- ➁- 12- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ xxxx Altura do campo protegido
comprimentos disponíveis:
0160 mm*** 0310 mm
0460 mm 0610 mm
0760 mm 0910 mm
1060 mm 1210 mm
1360 mm 1510 mm
1660 mm 1810 mm
➁ 20, 30 Resolução 20, 30 mm
40, 50 Resolução 40, 50 mm
90 Resolução 90 mm
➂ Alcance 6 m
H Alcance 1 ...16 m
High Range
SLG 210
OSSD FAIL C
2
4
4
0
3
5
45
= =
B
A
1
0
• Grades ópticas de segurança
• Grade com 2-, 3- ou 4- feixes
• Altura do campo protegido 510 mm,
810 mm ou 910 mm
Certificados
F
Dados para encomenda
SLG 210- E/ R➀- 12- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ Distância entre os
feixes externos:
0500-02 500 mm, 2 feixes
0800-03 800 mm, 3 feixes
0900-04 900 mm, 4 feixes
➁ Alcance 0 ... 6 m
H Alcance 1 ...16 m
High Range
Esquadros de fixação e porcas T (para
ranhuras) incluídas no fornecimento.
*** apenas para resolução de 20, 30 mm
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 61496-1/-2
Categoria de comando de acordo
com IEC/EN 61496-1/-2: 2
Invólucro: Alumínio
Dimensões do invólucro: 35 x 45 mm
Tipo de conexão: conector M 12 x 1,
5 pólos
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Classe de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Tempo de reação: 5,5 - 28 ms
(dependendo do
comprimento e da resolução)
Resolução: 20, 30, 40, 50 e 90 mm
Altura do campo protegido:
(Resolução: 20, 30 mm): 160 ... 1810 mm
(Resolução: 40, 50, 90 mm): 310 ... 1810 mm
(2, 3, 4 feixes): 510, 810, 910 mm
Intervalo, comprimento do
campo de protecção: 0 ... 6 m (Standard)
1 ... 16 m (High Range)
Bloqueio de arranque: *
Monitorização do contactor: *
Comprimento da onda
de luz emitida: 950 nm (infravermelho),
codificado
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: 2 x PNP, 500 mA
Corrente de fuga: **
Saídas de segurança: < 0,3 mA
Potência instalada: transmissor 2 W,
receptor 3 W
Interface de dados: –
Status e diagnóstico: indicação LED
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
* somente em conjunto com módulo de
segurança
** No caso de falha (interrupção da alimentação
0 V) a máxima corrente de fuga é de 0,3 mA.
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-11
4- 12
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
SLC 210...RF
OSSD FAIL C
2
4
4
0
3
5
45
= =
B
A
1
0
• Cortinas ópticas de segurança
• Categoria de comando 2 de
acordo com IEC/EN 61496-1/-2
• Resolução 20, 30, 40, 50 e 90 mm
• Altura do campo protegido
entre 160 mm até 1810 mm
• Bloqueio de arranque / rearme integrado
• Monitorização de contactor integrado
• Alcance 0 ... 18 m
• Auto teste a cada 0,5 s
• Saídas por semicondutor
• Sincronização óptica
• Sinalizador de status
• Classe de protecção IP 65
Legenda
A: Comprimento total (B + 91 mm)
B: Altura do campo protegido
C: 85 mm (SLC)
Certificados
F
Dados para encomenda
SLC 210- E/ R➀- ➁- RF
Nr. Inserir Descrição
➀ xxxx Altura do campo protegido
comprimentos disponíveis:
0160 mm** 0310 mm
0460 mm 0610 mm
0760 mm 0910 mm
1060 mm 1210 mm
1360 mm 1510 mm
1660 mm 1810 mm
➁ 20 Resolução 20 mm
30 Resolução 30 mm
40 Resolução 40 mm
50 Resolução 50 mm
90 Resolução 90 mm
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 61496-1/-2
Categoria de comando de acordo
com IEC/EN 61496-1, -2 2
Invólucro: Alumínio
Dimensões do invólucro: 35 x 45 mm
Tipo de conexão:
transmissor: conector M 12, 5 pólos,
receptor: conector M 12, 8 pólos
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Classe de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Tempo de reação: 5,5 - 28 ms
(dependendo do
comprimento e da resolução)
Resolução: 20, 30, 40, 50 e 90 mm
Altura do campo protegido:
(Resolução: 20, 30 mm): 160 ... 1810 mm
(Resolução 40, 50, 90 mm): 310 ... 1810 mm
(2, 3, 4 feixes): 510, 810, 910 mm
Intervalo, comprimento do
campo de protecção: 0 ... 18 m
Bloqueio de arranque: integrado
Monitorização do contactor: integrado
Cascata (master / slave): –
Comprimento da onda
de luz emitida: 950 nm (infravermelho),
codificado
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: 2 x PNP, 500 mA
Corrente de fuga: *
Saídas de segurança: < 0,3 mA
Potência instalada: transmissor 2 W,
receptor 3 W
Interface de dados: –
Status e diagnóstico: 7 segmentos e
visor de LED
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
* No caso de falha (interrupção da alimentação
0 V) a máxima corrente de fuga é de 0,3 mA.
Dados para encomenda
Acessórios:
Conector M 12 x 1
para emissor KD M12- 5- 5 m
KD M12- 5- 15 m
para emissor
(pré ligação possível, mas sem cabo)
R = conector angular KD M12- 5- R
S = conector recto KD M12- 5- S
para receptor KD M12- 8- 5 m
KD M12- 8- 15 m
Mais acessórios na página 4-24.
SLG 210...RF
OSSD FAIL C
2
4
4
0
3
5
45
= =
B
A
1
0
• Grades ópticas de segurança
• Grade com 2-, 3- ou 4- feixes
• Altura do campo protegido 510 mm,
810 mm ou 910 mm
Certificados
F
Dados para encomenda
SLG 210- E/ R➀- RF
Nr. Inserir Descrição
➀ Distância entre os
feixes externos:
0500-02 500 mm, 2 feixes
0800-03 800 mm, 3 feixes
0900-04 900 mm, 4 feixes
Esquadros de fixação e porcas T (para
ranhuras) incluídas no fornecimento.
** apenas para resolução de 20, 30 mm
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-12
4- 13
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
SLC 210...RFM/ S
OSSD FAIL C
2
4
4
0
3
5
45 = =
B
A
1
0
1
0
• Cortinas ópticas de segurança
• Categoria de comando 2 de
acordo com IEC/EN 61496-1/-2
• Resolução 30, 40 e 50 mm
• Altura do campo protegido
-Master entre 310 mm até 1510 mm
-Slave entre 160 mm até 1510 mm
• Bloqueio de arranque / rearme integrado
• Monitorização de contactor integrado
• Ligação de equipamentos Mestre
e Escravo em cascada
• Alcance 0 ... 18 m
• Saídas por semicondutor
• Sincronização óptica
• Sinalizador de status
• Classe de protecção IP 65
Legenda
A: Comprimento total slave/master (B+91 mm)
B: Altura do campo protegido
C: 85 mm (SLC)
Dados para encomenda
SLC 210- E/ R➀- ➁- RF➂
Nr. Inserir Descrição
➀ xxxx Altura do campo protegido
comprimentos disponíveis:
0160 mm 0310 mm
0460 mm 0610 mm
0760 mm 0910 mm
1060 mm 1210 mm
1360 mm 1510 mm
➁ 30 Resolução 30 mm
40 Resolução 40 mm
50 Resolução 50 mm
➂ M Função Mestre
S Função Escravo
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 61496-1/-2
Categoria de comando de acordo
com IEC/EN 61496-1, -2 2
Invólucro: Alumínio
Dimensões do invólucro: 35 x 45 mm
Tipo de conexão:
transmissor: conector M 12, 5 pólos,
receptor: conector M 12, 8 pólos
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Master/Slave: 50 m
Classe de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Tempo de reação: 5,5 - 28 ms
(dependendo do
comprimento e da resolução)
Resolução: 30, 40
e 50 mm
Altura do campo protegido:
(Resolução 30 mm): 160 ... 1510 mm
(Resolução 40, 50 mm): 310 ... 1510 mm
(2, 3 feixes): 510, 810mm
Intervalo, comprimento do
campo de protecção: 0 ... 18 m
Bloqueio de arranque: integrado
Monitorização do contactor: integrado
Cascata (master / slave): possível
Comprimento da onda
de luz emitida: 950 nm (infravermelho),
codificado
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: 2 x PNP, 500 mA
Corrente de fuga: *
Saídas de segurança: < 0,3 mA
Potência instalada: transmissor 2 W,
receptor 3 W
Interface de dados: –
Status e diagnóstico: 7 segmentos e
visor de LED
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
* No caso de falha (interrupção da alimentação
0 V) a máxima corrente de fuga é de 0,3 mA.
Dados para encomenda
Acessórios:
Conector M 12 x 1
para emissor KD M12- 5- 5 m
KD M12- 5- 15 m
para emissor
(pré ligação possível, mas sem cabo)
R = conector angular KD M12- 5- R
S = conector recto KD M12- 5- S
para receptor KD M12- 8- 5 m
KD M12- 8- 15 m
para ligação
Mestre / Escravo VL M/ S- M12- 5- 0,3 m
VL M/ S- M12- 5- 3 m
VL M/ S- M12- 5- 5 m
VL M/ S- M12- 5- 10 m
Mais acessórios na página 4-24.
SLG 210...RFM/ S
OSSD FAIL C
2
4
4
0
3
5
45 = =
B
A
1
0
1
0
• Grades ópticas de segurança
• Grade com 2- ou 3- feixes
• Altura do campo protegido 510 mm,
ou 810 mm
Dados para encomenda
SLG 210- E/ R➀- RF- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ Distância entre os
feixes externos:
0500-02 500 mm, 2 feixes
0800-03 800 mm, 3 feixes
➁ M Função Mestre
S Função Escravo
Esquadros de fixação e porcas T (para
ranhuras) incluídas no fornecimento.
Diferentes alturas e resoluções podem ser
combinadas para a função Mestre / Escravo.
Certificados
F
Certificados
F
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-13
4- 14
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
SLC 210...RFLC
OSSD FAIL C
2
4
4
0
3
5
45
= =
B
A
1
0
• Cortinas ópticas de segurança
• Categoria de comando 2 de
acordo com IEC/EN 61496-1/-2
• Resolução 30 e 40 mm
• Altura do campo protegido
entre 160 mm até 1210 mm
• Alcance 0 ... 8 m
• Auto teste a cada 0,5 s
• Saídas por semicondutor
• Sincronização óptica
• Sinalizador de status
• Classe de protecção IP 65
Legenda
A: Comprimento total (B + 91 mm)
B: Altura do campo protegido
C: 85 mm(SLC), 135 mm (SLG)
Dados para encomenda
SLC 210- E/ R➀- ➁- RFLC
Nr. Inserir Descrição
➀ xxxx Altura do campo protegido
comprimentos disponíveis:
0160 mm* 0310 mm
0460 mm 0610 mm
0760 mm 0910 mm
1060 mm 1210 mm
➁ 30 Resolução 30 mm
40 Resolução 40 mm
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 61496-1/-2
Categoria de comando de acordo
com IEC/EN 61496-1, -2 2
Invólucro: Alumínio
Dimensões do invólucro: 45 x 35 mm
Tipo de conexão:
transmissor: conector M 12, 5 pólos,
receptor: conector M 12, 8 pólos
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Classe de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Tempo de reação: 2 - 25 ms
(dependendo do
comprimento e da resolução)
Resolução: 30 e 40 mm
Altura do campo protegido:
(Resolução 30 e 40 mm): 160 ... 1210 mm
(2, 3, 4 feixes): 510, 810, 910 mm
Intervalo, comprimento do
campo de protecção: 0 ... 8 m
Bloqueio de arranque: integrado
Monitorização do contactor: integrado
Cascata (master / slave): –
Comprimento da onda
de luz emitida: 950 nm (infravermelho),
codificado
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: 2 x PNP, 500 mA
Corrente de fuga: **
Saídas de segurança: < 0,3 mA
Potência instalada: transmissor 2 W,
receptor 3 W
Interface de dados: –
Status e diagnóstico: 7 segmentos e
visor de LED
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
** No caso de falha (interrupção da alimentação
0 V) a máxima corrente de fuga é de 0,3 mA.
Dados para encomenda
Acessórios:
Conector M 12 x 1
para emissor KD M12- 5- 5 m
KD M12- 5- 15 m
(pré ligação possível, mas sem cabo)
R = conector angular KD M12- 5- R
S = conector recto KD M12- 5- S
para receptor KD M12- 8- 5 m
KD M12- 8- 15 m
Mais acessórios na página 4-24.
SLG 210...RFLC
OSSD FAIL C
2
4
4
0
3
5
45
= =
B
A
1
0
• Grades ópticas de segurança
• Grade com 2-, 3- ou 4- feixes
• Altura do campo protegido 510 mm,
810 mm ou 910 mm
Dados para encomenda
SLG 210- E/ R➀- RFLC
Nr. Inserir Descrição
➀ Distância entre os
feixes externos:
0500-02 500 mm, 2 feixes
0800-03 800 mm, 3 feixes
0900-04 900 mm, 4 feixes
Esquadros de fixação e porcas T (para
ranhuras) incluídas no fornecimento.
* apenas para resolução de 30 mm
Certificados
F
Certificados
F
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-14
4- 15
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
SLC 410
OSSD FAIL C
2
4
4
0
3
5
45
= =
B
A
1
0
• Cortinas ópticas de segurança
• Categoria de comando 4 de
acordo com IEC/EN 61496-1/-2
• Resolução 14, 20, 30, 40, 50 e 90mm
• Altura do campo protegido
entre 160 mm até 1810 mm
• Alcance 0 ... 5 m ou 0 ... 18 m
• Saídas por semicondutor
• Sincronização óptica
• Sinalizador de status
• Classe de protecção IP 65
Legenda
A: Comprimento total (B + 91 mm)
B: Altura do campo protegido
C: 85 mm (SLC), 135 mm (SLG)
Dados para encomenda
SLC 410- E/ R➀- ➁- 12
Nr. Inserir Descrição
➀ xxxx Altura do campo protegido
comprimentos disponíveis:
0160 mm*** 0310 mm
0460 mm 0610 mm
0760 mm 0910 mm
1060 mm 1210 mm
1360 mm 1510 mm
1660 mm 1810 mm
➁ 14 Resolução 14 mm
20 Resolução 20 mm
30 Resolução 30 mm
40 Resolução 40 mm
50 Resolução 50 mm
90 Resolução 90 mm
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 61496-1/-2
Categoria de comando de acordo
com IEC/EN 61496-1, -2 4
Invólucro: Alumínio
Dimensões do invólucro: 35 x 45 mm
Tipo de conexão: conector
M 12, 5 pólos
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Classe de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Tempo de reação: 6 - 27 ms
(dependendo do
comprimento e da resolução)
Resolução: 14, 20, 30,
40, 50 e 90 mm
Altura do campo protegido:
(Resolução 14, 20, 30 mm): 160 ... 1810 mm
(Resolução 40, 50, 90 mm): 310 ... 910 mm
(2, 3, 4 feixes): 510, 810, 910 mm
Intervalo, comprimento do
campo de protecção:
(Resolução 14mm): 0 ... 5 m
(Resolução 20 to 90 mm): 0 ... 18 m
(2, 3, 4 feixes): 0 ... 18 m
Bloqueio de arranque: *
Monitorização do contactor: *
Cascata (master / slave): –
Comprimento da onda
de luz emitida: 950 nm (infravermelho),
codificado
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: 2 x PNP, 500 mA
Corrente de fuga: **
Saídas de segurança: < 0,3 mA
Potência instalada: transmissor 2 W,
receptor 3 W
Interface de dados: –
Status e diagnóstico: 7 segmentos e
visor de LED
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
* somente em conjunto com módulo de
segurança
** No caso de falha (interrupção da alimentação
0 V) a máxima corrente de fuga é de 0,3 mA.
Dados para encomenda
Acessórios:
Conector M 12 x 1
para emissor / receptor KD M12- 5- 5 m
KD M12- 5- 15 m
(pré ligação possível, mas sem cabo)
R = conector angular KD M12- 5- R
S = conector recto KD M12- 5- S
Mais acessórios na página 4-24.
SLG 410
OSSD FAIL C
2
4
4
0
3
5
45
= =
B
A
1
0
• Grades ópticas de segurança
• Grade com 2-, 3- ou 4- feixes
• Altura do campo protegido 510 mm,
810 mm ou 910 mm
• Alcance 0 ... 18 m
Dados para encomenda
SLG 410- E/ R➀- 12
Nr. Inserir Descrição
➀ Distância entre os
feixes externos:
0500-02 500 mm, 2 feixes
0800-03 800 mm, 3 feixes
0900-04 900 mm, 4 feixes
Esquadros de fixação e porcas T (para
ranhuras) incluídas no fornecimento.
*** apenas para resoluções 14, 20, 30 mm
Certificados
F
Certificados
F
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-15
4- 16
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
SLC 410...RF
OSSD FAIL C
2
4
4
0
5
0
60
= =
B
A
1
0
• Cortinas ópticas de segurança
• Categoria de comando 4 de
acordo com IEC/EN 61496-1/-2
• Resolução 14, 20, 30, 40, 50 e 90mm
• Altura do campo protegido
entre 160 mm até 1810 mm
• Bloqueio de arranque / rearme integrado
• Monitorização de contactor integrado
• Alcance 0 ... 5 m ou 0 ... 18 m
• Saídas por semicondutor
• Sincronização óptica
• Sinalizador de status
• Classe de protecção IP 65
Legenda
A: Comprimento total (B + 91 mm)
B: Altura do campo protegido
C: 85 mm (SLC) 135 mm (SLG)
Dados para encomenda
SLC 410- E/ R➀- ➁- RF
Nr. Inserir Descrição
➀ xxxx Altura do campo protegido
comprimentos disponíveis:
0160 mm 0310 mm
0460 mm 0610 mm
0760 mm 0910 mm
1060 mm 1210 mm
1360 mm 1510 mm
1660 mm 1810 mm
➁ 14 Resolução 14 mm
20 Resolução 20 mm
30 Resolução 30 mm
40* Resolução 40 mm
50* Resolução 50 mm
90* Resolução 90 mm
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 61496-1/-2
Categoria de comando de acordo
com IEC/EN 61496-1, -2 4
Invólucro: Alumínio
Dimensões do invólucro: 50 x 60 mm
Tipo de conexão:
transmissor: conector M 12, 5 pólos,
receptor: conector M 12, 8 pólos
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Classe de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Tempo de reação: 6 - 27 ms
(dependendo do
comprimento e da resolução)
Resolução: 14, 20, 30,
40, 50 e 90 mm
Altura do campo protegido:
(Resolução 14, 20, 30 mm): 160 ... 1810 mm
(Resolução 40, 50, 90 mm): 310 ... 1810 mm
(2, 3, 4 feixes): 510, 810, 910 mm
Intervalo, comprimento do
campo de protecção:
(Resolução 14mm): 0 ... 5 m
(Resolução 20 bis 90 mm): 0 ... 18 m
(2, 3, 4 feixes): 0 ... 18 m
Bloqueio de arranque: Integrado
Monitorização do contactor: Integrado
Cascata (master / slave): –
Comprimento da onda
de luz emitida: 950 nm (infravermelho),
codificado
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: 2 x PNP, 500 mA
Corrente de fuga: *
Saídas de segurança: < 0,3 mA
Potência instalada: transmissor 2 W,
receptor 3 W
Interface de dados: –
Status e diagnóstico: 7 segmentos e
visor de LED
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
* No caso de falha (interrupção da alimentação
0 V) a máxima corrente de fuga é de 0,3 mA.
Dados para encomenda
Acessórios:
Conector M 12 x 1
para emissor KD M12- 5- 5 m
KD M12- 5- 15 m
(pré ligação possível, mas sem cabo)
R = conector angular KD M12- 5- R
S = conector recto KD M12- 5- S
para receptor KD M12- 8- 5 m
KD M12- 8- 15 m
Mais acessórios na página 4-24.
SLG 410...RF
OSSD FAIL C
2
4
4
0
5
0
60
= =
B
A
1
0
• Grades ópticas de segurança
• Grade com 2-, 3- ou 4- feixes
• Altura do campo protegido 510 mm,
810 mm ou 910 mm
• Alcance 0 ... 18 m
Dados para encomenda
SLG 410- E/ R➀- RF
Nr. Inserir Descrição
➀ Distância entre os
feixes externos:
0500-02 500 mm, 2 feixes
0800-03 800 mm, 3 feixes
0900-04 900 mm, 4 feixes
Esquadros de fixação e porcas T (para
ranhuras) incluídas no fornecimento.
* para resolução 40, 50 e 90 mm altura
mínima do campo protegido de 310 mm
Certificados
F
Certificados
F
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-16
4- 17
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
SLC 410...RFM/ S
OSSD FAIL C
2
4
4
0
3
5
45 = =
B
A
1
0
1
0
• Cortinas ópticas de segurança
• Categoria de comando 4 de
acordo com IEC/EN 61496-1/-2
• Resolução 14, 20, 30 e 50 mm
• Altura do campo protegido
entre 160 mm até 1510 mm
• Bloqueio de arranque / rearme integrado
• Monitorização de contactor integrado
• Ligação de equipamentos Mestre
e Escravo em cascada
• Alcance 0 ... 5 m ou 0 ... 18 m
• Saídas por semicondutor
• Sincronização óptica
• Sinalizador de status
• Classe de protecção IP 65
Legenda
A: Comprimento total slave/master (B+91 mm)
B: Altura do campo protegido
C: 85 mm (SLC), 135 mm (SLG)
Dados para encomenda
SLC 410- E/ R➀- ➁- RF➂
Nr. Inserir Descrição
➀ xxxx Altura do campo protegido
comprimentos disponíveis:
0160 mm 0310 mm
0460 mm 0610 mm
0760 mm 0910 mm
1060 mm 1210 mm
1360 mm 1510 mm
➁ 14 Resolução 14 mm
20 Resolução 20 mm
30 Resolução 30 mm
50** Resolução 50 mm
➂ M** Função Mestre
S*** Função Escravo
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 61496-1/-2
Categoria de comando de acordo
com IEC/EN 61496-1, -2 4
Invólucro: Alumínio
Dimensões do invólucro: 35 x 45 mm
Tipo de conexão:
transmissor: conector M 12, 5 pólos,
receptor: conector M 12, 8 pólos
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Master/Slave 50 m
Classe de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Tempo de reação: 3 - 27 ms
(dependendo do
comprimento e da resolução)
Resolução: 14, 20,
30 e 50 mm
Altura do campo protegido:
(Resolução 14, 20, 30 mm): 160 ... 1510 mm
(Resolução 50 mm): 310 ... 1510 mm
(2, 3 feixes): 510, 810mm
Intervalo, comprimento do
campo de protecção:
(Resolução 14 mm): 0 ... 5 m
(Resolução 20, 30, 50 mm): 0 ... 18 m
(2, 3 feixes): 0 ... 18 m
Bloqueio de arranque: integrado
Monitorização do contactor: integrado
Cascata (master / slave): possível
Comprimento da onda
de luz emitida: 950 nm (infravermelho),
codificado
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: 2 x PNP, 500 mA
Corrente de fuga: *
Saídas de segurança: < 0,3 mA
Potência instalada: transmissor 2 W,
receptor 3 W
Interface de dados: –
Status e diagnóstico: 7 segmentos e
visor de LED
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
* No caso de falha (interrupção da alimentação
0 V) a máxima corrente de fuga é de 0,3 mA.
Dados para encomenda
Acessórios:
Conector M 12 x 1
para emissor KD M12- 5- 5 m
KD M12- 5- 15 m
(pré ligação possível, mas sem cabo)
R = conector angular KD M12- 5- R
S = conector recto KD M12- 5- S
para receptor KD M12- 8- 5 m
KD M12- 8- 15 m
para ligação
Mestre / Escravo VL M/ S- M12- 5- 0,3 m
VL M/ S- M12- 5- 3 m
VL M/ S- M12- 5- 5 m
VL M/ S- M12- 5- 10 m
Mais acessórios na página 4-24.
SLG 410...RFM/ S
OSSD FAIL C
2
4
4
0
3
5
45 = =
B
A
1
0
1
0
• Grades ópticas de segurança
• Grade com 2- ou 3- feixes
• Altura do campo protegido
510 mm ou 810 mm
• Alcance 0 ... 18 m
Dados para encomenda
SLG 410- E/ R➀- RF➁
Nr. Inserir Descrição
➀ Distância entre os
feixes externos:
0500-02 500 mm, 2 feixes
0800-03 800 mm, 3 feixes
➁ M Função Mestre
S Função Escravo
Esquadros de fixação e porcas T (para
ranhuras) incluídas no fornecimento.
** altura mínima do campo protegido
de 310 mm
*** para resolução 50mm, altura mínima
do campo protegido de 310mm
Certificados
F
Certificados
F
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-17
4- 18
Cortinas ópticas de segurança
SLC 410...B
OSSD FAIL C
2
4
4
0
3
5
45
= =
B
A
1
0
• Cortinas ópticas de segurança
• Categoria de comando 4 de
acordo com IEC/EN 61496-1/-2
• Resolução 14, 20, 40 e 90 mm
• Altura do campo protegido
entre 160 mm até 1810 mm
• Função blanking integrada
• Ligação de equipamentos Mestre
e Escravo em cascada
• Alcance 0 ... 5 m ou 0 ... 18 m
• Saídas por semicondutor
• Sincronização óptica
• Sinalizador de status
• Classe de protecção IP 65
Legenda
A: Comprimento total
B: Altura do campo protegido
C: 85 mm (SLC), 135 mm (SLG)
Dados para encomenda
SLC 410- E/ R➀- ➁- B➂
Nr. Inserir Descrição
➀ xxxx Altura do campo protegido
comprimentos disponíveis:
0160 mm 0310 mm
0460 mm 0610 mm
0760 mm 0910 mm
1060 mm 1210 mm
➁ 14 Resolução 14 mm
20 Resolução 20 mm
40 Resolução 40 mm
90*** Resolução 90 mm
➂ M Função Mestre (para
resoluções 14 e 20 mm)
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 61496-1/-2
Categoria de comando de acordo
com IEC/EN 61496-1, -2 4
Invólucro: Alumínio
Dimensões do invólucro: 35 x 45 mm
Tipo de conexão:
transmissor: conector M 12, 5 pólos,
receptor: conector M 12, 8 pólos
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Comprimento máx. do cabo: Master/Slave50m
Classe de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Tempo de reação: 6 - 27 ms
(dependendo do
comprimento e da resolução)
Resolução: 14, 20, 40 e 90 mm
Altura do campo protegido:
(Resolução 14, 20, 40 mm): 160 ... 1810 mm
(Resolução 90 mm): 610 ... 1810 mm
Intervalo, comprimento do
campo de protecção:
(Resolução 14 mm): 0 ... 5 m
(Resolução 20, 40, 90 mm): 0 ... 18 m
Bloqueio de arranque: *
Monitorização do contactor: *
Cascata (master / slave): only for
SLC 410...BM
Blanking function: 5 modes
Comprimento da onda
de luz emitida: 950 nm (infravermelho),
codificado
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: 2 x PNP, 500 mA
Corrente de fuga: **
Saídas de segurança: < 0,3 mA
Potência instalada: transmissor 2 W,
receptor 3 W
Interface de dados: –
Status e diagnóstico: 7 segmentos e
visor de LED
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
* somente em conjunto com módulo de
segurança
** No caso de falha (interrupção da alimentação
0 V) a máxima corrente de fuga é de 0,3 mA.
Dados para encomenda
Acessórios:
Conector M 12 x 1
para emissor KD M12- 5- 5 m
KD M12- 5- 15 m
(pré ligação possível, mas sem cabo)
R = conector angular KD M12- 5- R
S = conector recto KD M12- 5- S
para receptor KD M12- 8- 5 m
KD M12- 8- 15 m
para ligação
Mestre / Escravo VL M/ S- M12- 5- 0,3 m
VL M/ S- M12- 5- 3 m
VL M/ S- M12- 5- 5 m
VL M/ S- M12- 5- 10 m
Mais acessórios na página 4-24.
SLC 410...BM
OSSD FAIL C
2
4
4
0
3
5
45 = =
B
A
1
0
1
0
• Cortinas ópticas de segurança
• Função Mestre
Observação
A SLC 410 BM Master pode ser combinada
com todos os Escravos da série SLC 410…RFS.
Esquadros de fixação e porcas T (para
ranhuras) incluídas no fornecimento.
*** altura mínima do campo protegido
de 610 mm
Certificados
F
Certificados
F
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-18
4- 19
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
SLC 412
OSSD FAIL C
2
4
4
0
5
0
60
= =
B
A
1
0
• Cortinas ópticas de segurança
• High operating range 0 ... 60 m
• Categoria de comando 4 de
acordo com IEC/EN 61496-1/-2
• Resolução 40 mm
• Altura do campo protegidon
entre 510 mm até 1210 mm
• Bloqueio de arranque / rearme integrado
• Monitorização de contactor integrado
• Saídas por semicondutor
• Sincronização óptica
• Sinalizador de status
• Classe de protecção IP 65
Legenda
A: Comprimento total (B + 91 mm)
B: Distância entre os feixes externos
C: 85 mm (SLC), 135 mm (SLG)
Dados para encomenda
SLC 412- E/ R➀- 40- 12- H
Nr. Inserir Descrição
➀ xxxx Altura do campo protegido
comprimentos disponíveis:
0610 mm
0910 mm
1210 mm
40 Resolução 40 mm
SLG 412
OSSD FAIL C
2
4
4
0
5
0
60
= =
B
A
1
0
• Grades ópticas de segurança
• Grade com 2-, 3- ou 4- feixes
• Altura do campo protegido 510 mm,
810 mm ou 910 mm
Dados para encomenda
SLG 412- E/ R➀- 12- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ Distância entre os
feixes externos:
0500-02 500 mm, 2 feixes
0800-03 800 mm, 3 feixes
0900-04 900 mm, 4 feixes
➁ Alcance 0 ...16 m
H Alcance 0 ...60 m
(High Range)
Esquadros de fixação e porcas T (para
ranhuras) incluídas no fornecimento.
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 61496-1/-2
Categoria de comando de acordo
com IEC/EN 61496-1, -2 4
Invólucro: Alumínio
Dimensões do invólucro: 50 x 60 mm
Tipo de conexão:
transmissor: conector M 12, 5 pólos,
receptor: conector M 23, 19 pólos
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Classe de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Tempo de reação: 7 – 28,5 ms
(dependendo do
comprimento e da resolução)
Resolução: 40 mm
Altura do campo protegido:
(Resolução 40 mm): 610, 910, 1210 mm
(2, 3, 4 feixes): 510, 810, 910 mm
Intervalo, comprimento do
campo de protecção:
(Resolução 40 mm): 0 … 60 m (High Range)
(2, 3, 4 feixes): 0 ... 16 m (Standard),
0 … 60 m (High Range)
Bloqueio de arranque: integrado
Monitorização do contactor: integrado
Comprimento da onda
de luz emitida: 950 nm (infravermelho),
codificado
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: 2 x PNP, 500 mA
Corrente de fuga: **
Saídas de segurança: < 0,3 mA
Potência instalada: transmissor 2 W,
receptor 3 W
Interface de dados: –
Status e diagnóstico: 7 segmentos e
visor de LED
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
** No caso de falha (interrupção da alimentação
0 V) a máxima corrente de fuga é de 0,3 mA.
Dados para encomenda
Acessórios:
Conector M 12 x 1
para emissor KD M12- 5- 5 m
KD M12- 5- 15 m
(pré ligação possível, mas sem cabo)
R = conector angular KD M12- 5- R
S = conector recto KD M12- 5- S
para receptor KD M23- 19- 3 m
KD M23- 19- 5 m
KD M23- 19- 10 m
KD M23- 19- 15 m
KD M23- 19- 20 m
Mais acessórios na página 4-24.
Certificados
F
Certificados
F
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-19
4- 20
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
SLG 412- P
50 60
6
0
5
0
2
5
B
3
8
C
A
S 1
S 3
S 2
MUT
S 4
• Grades ópticas de segurança
• Emissor e receptor no mesmo invólucro
(retro-reflector)
• Categoria de comando 4 de
acordo com IEC/EN 61496-1/-2
• Altura do campo protegidon 510 mm
• Grade de 2 feixes
• Bloqueio de arranque / rearme integrado
• Monitorização de contactor integrado
• Alcance 0 ... 6 m
• Saídas por semicondutor
• Sincronização óptica
• Sinalizador de status
• Classe de protecção IP 65
Legenda
A: Comprimento total
B: Distância entre os feixes externos
C: 120 mm
Dados para encomenda
SLG 412- P- E/ R0500- 02- 12
Dados para encomenda
Acessórios:
Conector M 12 x 1
para emissor/receptor KD M12- 8- 5 m
KD M12- 8- 15 m
Mais acessórios na página 4-24.
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 61496-1/-2
Categoria de comando de acordo
com IEC/EN 61496-1, -2 4
Invólucro: Alumínio
Dimensões do invólucro: 50 x 60 mm
Tipo de conexão:
transmissor/receptor: conector M 12,
8 pólos
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Classe de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Tempo de reação: 7 ms
Resolução: –
Altura do campo protegido: 510 mm
Intervalo, comprimento do
campo de protecção: 0 ... 6m
Bloqueio de arranque: integrado
Monitorização do contactor: integrado
Comprimento da onda
de luz emitida: 950 nm (infravermelho),
codificado
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: 2 x PNP, 500 mA
Corrente de fuga: **
Saídas de segurança: < 0,3 mA
Potência instalada: transmissor 2 W,
receptor 3 W
Interface de dados: –
Status e diagnóstico: 7 segmentos e
visor de LED
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
** No caso de falha (interrupção da alimentação
0 V) a máxima corrente de fuga é de 0,3 mA.
Certificados
F
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-20
4- 21
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
SLC 415I
50 60
6
0
5
0
2
5
B
1
0
1
3
8 C
7
8 1
8
A
S 1
S 3
S 2
MUT
S 4
• Cortinas ópticas de segurança
• Categoria de comando 4 de
acordo com IEC/EN 61496-1/-2
• Resolução 30, 40 e 90 mm
• Altura do campo protegido
entre 310 mm até 1810 mm
• Bloqueio de arranque / rearme integrado
• Monitorização de contactor integrado
• Funções muting e override integradas
• Alcance 0 ... 16 m ou 0 ... 60 m
• Saídas por semicondutor
• Sincronização óptica
• Sinalizador de status
• Classe de protecção IP 65
Legenda
A: Altura total do receptor
B: Altura do campo protegido
C: 72 mm (SLC), 120 mm (SLG)
Dados para encomenda
SLC 415I- E/ R➀- ➁- 12- ➂
Nr. Inserir Descrição
➀ xxxx Altura do campo protegido
comprimentos disponíveis:
0310 mm 0460 mm
0610 mm 0760 mm
0910 mm 1060 mm
1210 mm 1360 mm
1510 mm 1660 mm
1810 mm
➁ 30*** Resolução 30 mm
40 Resolução 40 mm
90 Resolução 90 mm
➂ Alcance 0 ...16 m
H** Alcance 0 ...60 m
High Range
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 61496-1/-2
Categoria de comando de acordo
com IEC/EN 61496-1, -2 4
Invólucro: Alumínio
Dimensões do invólucro: 50 x 60 mm
Tipo de conexão:
transmissor: conector M 12, 5 pólos,
receptor: conector M 23, 19 pólos,
Sensores de
"muting“: 2 x conector M 12, 5 pólos
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Classe de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Tempo de reação: 7 – 28,5 ms
(dependendo do
comprimento e da resolução)
Resolução: 30, 40 e 90 mm
Altura do campo protegido:
(Resolução 30 mm): 310 ... 1210 mm
(Resolução 40, 90 mm): 310 ... 1810 mm
(Resolução 40 (H)): 610, 910, 1210 mm
(2, 3, 4 feixes): 510, 810, 910 mm
Intervalo, comprimento do campo de protecção:
(Resolução 30, 40 mm): 0 ... 16 m (Srandard)
(Resolução 40 (H)): 0 … 60 m (High Range)
(2, 3, 4 feixes): 0 ... 16 m (Standard)
0 … 60 m (High Range)
Bloqueio de arranque: integrado
Monitorização do contactor: integrado
Função muting e override: integrado
Sensores de „muting“: 2 ou 4 sensores
externos
Comprimento da onda
de luz emitida: 950 nm (infravermelho),
codificado
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: 2 x PNP, 500 mA
Corrente de fuga: *
Saídas de segurança: < 0,3 mA
Potência instalada: transmissor 2 W,
receptor 3 W
Interface de dados: –
Status e diagnóstico: 7 segmentos e
visor de LED
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
* No caso de falha (interrupção da alimentação
0 V) a máxima corrente de fuga é de 0,3 mA.
Dados para encomenda
Acessórios:
Conector M 12 x 1
para emissor KD M12- 5- 5 m
KD M12- 5- 15 m
para sensores muting KSW M12- 5- 5 m
(sem cabo, angulares) KWS M12- 5
(pré ligação possível, mas sem cabo)
R = conector angular KD M12- 5- R
S = conector recto KD M12- 5- S
Conector M 23 x 1
para receptor KD M23- 19- 3 m
KD M23- 19- 5 m
KD M23- 19- 10 m
KD M23- 19- 15 m
KD M23- 19- 20 m
Mais acessórios na página 4-24.
SLG 415I
50 60
6
0
5
0
2
5
B
1
0
1
3
8 C
7
8 1
8
A
S 1
S 3
S 2
MUT
S 4
• Grades ópticas de segurança
• Grade com 2-, 3- ou 4- feixes
• Altura do campo protegido 510 mm,
810 mm ou 910 mm
Dados para encomenda
SLG 415I- E/ R➀- 12- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ Distância entre os
feixes externos:
0500-02 500 mm, 2 feixes
0800-03 800 mm, 3 feixes
0900-04 900 mm, 4 feixes
➁ Alcance 0 ... 16 m
H Alcance 0 ...60 m
High Range
** apenas para resolução de 40 mm
*** altura do campo protegido ≤ 1210 mm
Esquadros de fixação e porcas T (para
ranhuras) incluídas no fornecimento.
Certificados
F
Certificados
F
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-21
4- 22
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
SLG 415L
2
5
330 45 3
5
1
0
1
C
7
8
A
S 1
S 3
S 2
MUT
S 4
• Grades ópticas de segurança
• Categoria de comando 4 de
acordo com IEC/EN 61496-1/-2
• Grade com 2- ou 3- feixes
• Bloqueio de arranque / rearme integrado
• Monitorização de contactor integrado
• Funções muting e override integradas
• Sensores de muting integrados
• Saídas por semicondutor
• Sincronização óptica
• Sinalizador de status
• Classe de protecção IP 65
Legenda
A: Altura total do receptor
C: 72 mm
Dados para encomenda
SLG 415L- E/ R➀- 12- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ Distância entre os
feixes externos:
0500-02 500 mm, 2 feixes
0800-03 800 mm, 3 feixes
➁ PB Feixes paralelos
SLG 415L...PB
2
5
330 45 3
5
1
0
1
C
7
8
A
S 1
S 3
S 2
MUT
S 4
• Grades ópticas de segurança
• Sensore muting paralelos cruzados
Observação
Esquadros de fixação e porcas T (para
ranhuras) incluídas no fornecimento.
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 61496-1/-2
Categoria de comando de acordo
com IEC/EN 61496-1, -2 4
Invólucro: Alumínio
Dimensões do invólucro: 50 x 60 mm
Tipo de conexão:
transmissor: conector M 12, 5 pólos,
receptor: conector M 23, 19 pólos,
Sensores de „muting“,
integrado: 2 x conector M 12 x 1, 5 pólos
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Classe de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Tempo de reação: 7 – 28,5 ms
(dependendo do
comprimento e da resolução)
Resolução: –
Altura do campo protegido: 510, 810 mm
Sensores de
„muting“, range: (2 paralelo): 0 ... 2,0 m
(PB = feixes paralelos)
(2 cruzados):1 ... 2,5 m
Bloqueio de arranque: integrado
Monitorização do contactor: integrado
Função muting e override: integrado
Comprimento da onda
de luz emitida: 950 nm (infravermelho),
codificado
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: 2 x PNP, 500 mA
Corrente de fuga: **
Saídas de segurança: < 0,3 mA
Potência instalada: transmissor 2 W,
receptor 3 W
Interface de dados: –
Status e diagnóstico: 7 segmentos e
visor de LED
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
** No caso de falha (interrupção da alimentação
0 V) a máxima corrente de fuga é de 0,3 mA.
Dados para encomenda
Acessórios:
Conector M 12 x 1
para emissor KD M12- 5- 5 m
KD M12- 5- 15 m
(pré ligação possível, mas sem cabo)
R = conector angular KD M12- 5- R
S = conector recto KD M12- 5- S
Conector M 23 x 1
para receptor KD M23- 19- 3 m
KD M23- 19- 5 m
KD M23- 19- 10 m
KD M23- 19- 15 m
KD M23- 19- 20 m
Mais acessórios na página 4-24.
Certificados
F
Certificados
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-22
4- 23
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
SLG 415T
3
5 330
1
0
1
7
8
C
2
5
45
A
230
S 1
S 3
S 2
MUT
S 4
• Grades ópticas de segurança
• Categoria de comando 4 de
acordo com IEC/EN 61496-1/-2
• Grade com 2- ou 3- feixes
• Bloqueio de arranque / rearme integrado
• Monitorização de contactor integrado
• Funções muting e override integradas
• Sensores de muting integrados
• Saídas por semicondutor
• Sincronização óptica
• Sinalizador de status
• Classe de protecção IP 65
Legenda
A: Altura total do receptor
C: 72 mm
Dados para encomenda
SLG 415T- E/ R➀- 12- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ Distância entre os
feixes externos:
0500-02 500 mm, 2 feixes
0800-03 800 mm, 3 feixes
➁ PB Feixes paralelos
SLG 415T...PB
3
5 330
1
0
1
7
8
C
2
5
45
A
230
S 1
S 3
S 2
MUT
S 4
• Grades ópticas de segurança
• Sensore muting paralelos cruzados
Observação
Esquadros de fixação e porcas T (para
ranhuras) incluídas no fornecimento.
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 61496-1/-2
Categoria de comando de acordo
com IEC/EN 61496-1, -2 4
Invólucro: Alumínio
Dimensões do invólucro: 50 x 60 mm
Tipo de conexão:
transmissor: conector M 12, 5 pólos;
receptor: conector M 23, 19 pólos;
(Sensores de „muting“,
integrado): 2 x conector M 12 x 1, 5 pólos
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Classe de protecção: IP 65 de acordo
IEC/EN 60529
Tempo de reação: 7 – 28,5 ms
(dependendo do
comprimento e da resolução)
Resolução: –
Altura do campo protegido: 510, 810 mm
Sensores de
„muting“, range: (2 paralelo): 0 ... 2,0 m
(PB = feixes paralelos)
(2 cruzados):1 ... 2,5 m
Bloqueio de arranque: integrado
Monitorização do contactor: integrado
Função muting e override: integrado
Comprimento da onda
de luz emitida: 950 nm (infravermelho),
codificado
U
e
: 24 VDC ± 20%
Saídas de segurança: 2 x PNP, 500 mA
Corrente de fuga: **
Saídas de segurança: < 0,3 mA
Potência instalada: transmissor 2 W,
receptor 3 W
Interface de dados:
Status e diagnóstico: 7 segmentos e
visor de LED
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 20 °C … + 70 ºC
** No caso de falha (interrupção da alimentação
0 V) a máxima corrente de fuga é de 0,3 mA.
Dados para encomenda
Acessórios:
Conector M 12 x 1
para emissor KD M12- 5- 5 m
KD M12- 5- 15 m
(pré ligação possível, mas sem cabo)
R = conector angular KD M12- 5- R
S = conector recto KD M12- 5- S
Conector M 23 x 1
para receptor KD M23- 19- 3 m
KD M23- 19- 5 m
KD M23- 19- 10 m
KD M23- 19- 15 m
KD M23- 19- 20 m
Mais acessórios na página 4-24.
Certificados
F
Certificados
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-23
4- 24
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
Unidade de controlo SLG-MCB
• Unidade de controlo para a série
SLC/SLG 415/412
• Botão de rearme integrado
• Lâmpada de muting integrada
• Selector de chave para override integrado
• Duas saídas de segurança a relé e
uma saída de sinalização
• DIP switch para configurar a
cortina/grade de segurança
• Terminais de encaixe para fio
• Possibilidade de ligar a lâmpada
externa de muting
• Possibilidade de ligar um circuito
de feedback externo ou interno
• Entrada de cabo para ligação
ao sistema
Dados para encomenda
SLG- MCB➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 1 botão de rearme,
selector de chave para
função override,
lâmpada de muting,
2 saídas a relé por
contacto de liberação
2 botão de rearme,
2 saídas a relé por
contacto de liberação
Dados para encomenda
Nr. Inserir Descrição
3 botão de rearme,
selector de chave para
função override,
lâmpada de muting,
2 saídas a relé por
contacto de liberação,
1 saída de sinalização
4 botão de rearme,
2 saídas a relé por
contacto de liberação,
1 saída de sinalização
Dados para encomenda
Accessories
Conector para emissor VL MB- M12- 5- 3 m
VL MB- M12- 5- 5 m
VL MB- M12- 5- 10 m
Conector para receptor VL MB- M23- 19- 3 m
VL MB- M23- 19- 5 m
VL MB- M23- 19- 10 m
Dados técnicos
Invólucro: Plástico reforçado com
fibras de vidro
Fixação: 4 furos de montagem
Ligação: Conector M23 ou M12,
rosca métrica
Tipo de protecção: Invólucro IP 66 de
acordo IEC/EN 60529
U
e
: 19 ... 30 VDC
I
e
: depende do tipo
de SLG ligada
Sinal de entrada: Nível "1": > 12 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": > 5 VDC
Comprimento máx. do cabo: 100 m
Saídas: 2 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Tensão de actuação: máx. 250 VAC
Carga de corrente
(eléctrica): max. 2 A (cos ϕ = 1)
Capacidade de actuação: máx. 500 VA
Saída de sinal: 1 saída a relé
(contacto NA)
para SLG-MCB3/4
Protecção contra
curto circuito: 6 A (lento)
Imunidade a interferência: Directiva EMC
segundo EN 61496-1
Categoria de sobre-tensão: II de acordo
DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 10 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 10 °C … + 55 ºC
Certificados
F C D
Observação
Cargas indutivas (contactores, reles, etc.)
deverão ser absorvidas por meio de circuitos
apropriados.
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-24
4- 25
Componentes do sistema
M6
3
3
1
5
6
¤ 25
= =
M6
6
5
2
3
0
202
A
Espelho reflector ST LGM
Base para coluna STB LG
Esquadro de montagem BF LC- 01- D
Atenuador de vibrações VA 15- 6
Dados para encomenda
Pedestal (invólucro vazio) ST LG
Pedestal com espelho reflector
ST LGM- 02 : A = 1000 mm
ST LGM- 03 : A = 1200 mm
ST LGM- 04 : A = 1330 mm
ST LGM- 2000 : A = 1970 mm
Base para coluna
para ST LG/LGM STB LG
Esquadro de montagem
(rotativo) BF LC- 01- D
Atenuador de vibrações VA 15- 6
Componentes do sistema
70 78
7
0
49
70
48 50
1
1
7
59,3
6
M 6
M 6
¤12
¤17
24
25,5
2
3 2
4
2
0
Atenuador de vibrações VA 210/ 410- 2/ - 3
Kit de alinhamento LAT SLC- 2
Kit de alinhamento LAT SLC- 4
Bastões de teste
Dados para encomenda
Atenuador de vibrações VA 210/ 410- 2
VA 210/ 410- 3
Kit de alinhamento LAT SLC- 2
LAT SLC- 4
Bastões de teste
com resolução 14 mm SLC TR- 14
com resolução 20 mm SLC TR- 20
com resolução 30 mm SLC TR- 30
com resolução 40 mm SLC TR- 40
com resolução 50 mm SLC TR- 50
Cortinas ópticas de segurança e grades ópticas de segurança
Componentes do sistema
9
4
0
°
1
0
°
10°
30°
115 20
15 60
3 34 90°
7
1
1
0
0
=
=
3
0
3
0
H
1
2
110
33
40
M8
33
Espelho reflector SMB
Tabela de selecção:
Espelho de reflexão SMB:
Altura Numero Espelho
protegida de feixes reflector
SLC SLG SMB
0160 - 250
0310 - 370
0460 - 540
0610 2 715
0760 - 885
0910 3 1060
1060 4 1230
1210 - 1400
1360 - 1450
1510 - 1575
1660 - 1750
1810 - 1900
Esquadro de montagem BF SMB
Dados para encomenda
Espelho reflector:
Altura 250 mm SMB 250
até
1900 mm SMB 1900
Outras alturas - sob consulta
Esquadro de montagem
para espelho reflector BF SMB
Kapitel15_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:14 Uhr Seite 4-25
4- 26
Módulos de segurança para equipamentos optoelectrónicos de segurança
SCR 402R- 301
• Apropriado para o processamento de sinais
oriundos de saídas energizadas (AOPD’s),
ex.: cortinas/barreiras ópticas de segurança
• Controle de 1 ou 2 canais
• 3 contactos de segurança, paragem 0
• 1 contacto sinalizador (NF)
• Com dispositivo de segurança híbrido
• Rearme com detecção de flanco
ou rearme automático
• 4 LED’s para sinalizar as
condições de operação
• Categoria de comando 4 de acordo
com EN 954-1
• Terminais roscados conectáveis
Dados para encomenda
SCR 402R- 301
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, IEC/EN 60947-5-1,
EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de controlo segundo EN 954-1: 4
Condições de arranque: Automático ou botão de arranque
(opcionalmente monitorizado)
Circuito de realimentação (S/N): Sim
Demora após sinal de arranque automático: ≤ 200 ms
Demora na resposta a “ PARAGEM DE EMERGÊNCIA” : ≤ 20 ms
Tensão nominal operativa U
e
: 24 VAC/DC
Corrente nominal operativa I
e
: 0,08 A
Intervalo de frequência: 50 / 60 Hz
Protecção contra sobretensão: Fusível electrónico interno,
corrente de activação > 0,6 A, Rearme
depois do corte da tensão de alimentação
Fusível electrónico interno (S/N): Sim
Consumo: 2,4 W: 3,8 VA
Supervisão das saídas:
Supervisão de curto-circuitos: Não
Supervisão de rupturas de fios: Sim
Supervisão de ligações à terra: Sim
Número de contactos de abertura: 1
Número de contactos de fechamento: 3
Resistência total do circuito: 40 Ω
Saídas:
Categoria de paragem 0: 3
Número de contactos de segurança: 3
Número de saídas de sinalização: 1
Capacidade de comutação máxima
dos contactos de segurança: 250 VAC, 6 A óhmicos (indutivos
mediante circuito protector adequado)
Categoria de utilização segundo EN 60947-5-1: AC-15: 230 V / 6 A
DC-13: 24 V / 6 A
Vida mecânica: 10
7
de manobras
Condições ambientais:
Temperatura ambiente: – 25°C … + 45°C
Temperatura de transporte e armazenamento: – 25°C … + 70°C
Tipo de protecção: Caixa: IP 40, terminais: IP 20, lugar de instalação: IP 54
Fixação: Fixação rápida para carris normalizados segundo DIN EN 60715
Tipo de ligação: Terminais roscados conectáveis
Secção de fios mínima: 0,25 mm
2
Secção de fios máxima: 2,5 mm
2
Peso: 230 g
Dimensões (altura/largura/profundidade): 120 x 22,5 x 121 mm
Nota: As cargas indutivas (por exemplo, contactores, relés, etc.)
devem possuir um circuito supressor adequado
Certificados
H
Kapitel16_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:06 Uhr Seite 4-26
4- 27
Módulos de segurança para equipamentos optoelectrónicos de segurança
Observação
• Controlo por 2 canais (por exemplo,
AOPD, com dois OSSD)
• O controlo detecta rupturas de fios e
ligações à terra do circuito de vigilância.
• Arranque automático:
A programação do arranque automático
realiza-se incluindo o circuito de reali-
mentação através dos terminais S12/X3. Se
não for preciso circuito de realimentação, o
mesmo deve ser substituído por uma ponte.
Exemplo de comutação
A1
SLC/SLG SLC/SLG
AC/
DC
A2
S12 S11 S21 S22 X2 X3 13
14
KB
KA
N
Control logic
23
24
33 41
L1
34 42
K1
K1
F1
UB Ui K2
K2
SCR 402R-301
E R
3
M
J
S
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem
a presença de tensão.
Kapitel16_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:06 Uhr Seite 4-27
4- 28
Módulos de segurança para equipamentos optoelectrónicos de segurança
AZR 311 TL
• Programável para as seguintes alternativas:
saídas livres de potencial, por exemplo
botões de emergêcia ou chaves de
segurança, etc...
• Programável para as seguintes alternativas
saídas ligadas a um potencial (AOPD’s),
por exemplo cortinas/grades de luz de
segurança
• Controle de 1 ou 2 canais
• 4 saídas das quais 1 com atraso: (1…30s)
• Feed back através de contatos livres
de potencial
• Opcional:
– Reset manual com queda de tensão
– Reset automático
• LED verde indica os reles K2, K3, K4, K5
a alimentação U
B
e o fusível interno U
i
• Categoria de comando 4 de acordo
com EN 954-1
Certificados
H
Dados para encomenda
AZR 311 TL
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 3 x Stop 0,1 x Stop 1 (1 ... 30 s retardo)
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão "start", botão de rearme
(flanco cadente), auto-rearme
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Tipo de conexão: Terminais roscados autoseparadores
Secção: min. 0,6 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC – 15 % / + 20 %, ondulação
remanescente até o máx. 10%;
24 VAC – 15 % / + 10 %
Faixa de frequência: 50/60 Hz (em voltagem operacional AC)
I
e
: max. 0,21 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: max. 5 W
Protecção contra curto circuito: F1 Fusível em tubo de vidro,
Corrente de disparo 0,5 A
Supervisão ou controle das entradas: 1 ou 2 canais
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: S11/S12, S11/S22: max. 28 VDC
Contactos de saída: 4 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: Canais de saída:
6 A/230 VAC, 6/24 VDC
Protecção: Canais de saída:
6 A gG fusível D
Frequência máxima de comutação: 5 Hz
Contatos auxiliares: 55/56
Capacidade de comutação: Contatos auxiliares: 2 A/24 VDC
Material de contacto: AgNi, AgSnO, auto-limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: máx. 100 mohm em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 200 ms
Retardo na desactivação: ≤ 30 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva "Derating " - sob consulta)
Durabilidade mecânica: 10 milhões de comutações
Sinalizador de função: 6 LED
Peso: 280 g
Dimensões: 45 x 83 x 140 mm
Kapitel16_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:06 Uhr Seite 4-28
4- 29
Módulos de segurança para equipamentos optoelectrónicos de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais,
representado no exemplo de uma comutação
de uma supervisão de porta com dois inter-
ruptores de posicionamento, sendo que no
mínimo um terá que ser um contacto de
ruptura positiva, com botão externo de
rearme J, e circuito de retorno S
• O controle reconhece rupturas de condutores
e aterramentos no circuito de supervisão.
• Para sistema monocanal temos que ligar o
borne S12 no S22.
• Reset com detecção de queda de tensão
ligar T34 em T44
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Posição dos reles K3
• Posição dos reles K4
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
K1 K2 K1 K4
F1
F2
K2
K3
K4
K5
K2 K3 K4 K5 K1
K3
K5
K2
K4
K1
K2
K4
K3
K4
L1
S22 13 23 33 47 55 S12 T44 T34 T33 S11 A1
14 24 34 48 56 S21 A2
TIMER TIMER
a
b
fa
lle
n
d
e

F
la
n
k
e
fa
llin
g

e
d
g
e
J
3
M
N
A
AZR 311TL
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado
sem a presença de tensão.
Kapitel16_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:06 Uhr Seite 4-29
4- 30
CC R
S OR
Módulos de segurança para equipamentos optoelectrónicos de segurança
AST LC ST- AS
• Módulo de entrada para 2 sinais de saída
a semicondutor monitorizados, PNP,
para cortinas e grades de segurança
• LED indica status AS-Interface
• AS-Interface conexão M12
• Invólucro plástico
• Longa durabilidade
• Classe de protecção IP 67
Dados para encomenda
AST LC ST- AS
Dados técnicos
Observação
A ficha de endereçamento não está disponível
como um opcional. O endereçamento é
processado através da extremidade aberta
do cabo ou então através da conexão M12.
C
16,5 ca. 2000
2
70
66
25
¤
2
8
M
3
0
x
1
,
5
ca. 500
ST1
ST2
Certificados
F
Observação
Conector ST
1: AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
Conector ST1
1: + 24 VDC
2: livre
3: GND
4: livre
5: FE (blindado)
Conector fêmea ST2
1: + 24 VDC
2: OSSD 1
3: GND
4: OSSD 2
5: FE (blindado)
4 1
5
2 3
4 1
2 3
5
4 1
2 3
Normas: EN 50295, EN 60947-5-1,
EN 954-1, EN 61496-1
Invólucro: termoplástico reforçado com fibra
de vidro, auto-extinção de fogo
Conexão da AS-Interface: conector M 12 x 1
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com IEC/EN 60529
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada da AS-Interface: ≤ 50 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-0.B
Código-IO: 0x0
Código-ID: 0xB
Código-ID1: 0xF
Código-ID2: 0xE
Entradas:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico "00"
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico "00"
Saídas: A0 ... A3 nenhuma função
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada: Pré-ajustado no
endereço 0, pode ser alterado através
do Busmaster da AS-Interface ou do
equipamento portátil de programação
Sinalização:
AS-Interface: LED verde tensão de
alimentação,
LED vermelho Comunicação,
OSSD1/2;
Status de liberação: LED amarelo
Fonte de alimentação
para AOPD: Fonte de alimentação PELV
segundo IEC 364-4-41
Tempo de resposta: ≤ 20 ms
Imunidade a interferência: conforme directiva
CEM = compatibilidade
electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Kapitel16_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:06 Uhr Seite 4-30
4- 31
CC R
S OR
Módulos de segurança para equipamentos optoelectrónicos de segurança
24 VDC (ST1)
AS-i (ST)
ST2
Transmissor
Receptor
ver nota
Observação Exemplo de comutação
• O esquema mostra um equipamento optoel-
ectrónico (AOPD) activo (tipo SLC/SLG) com
um módulo de entradas seguro AST LC St-
AS (tubo óptico) ligado ao sistema AS-i.
• O tubo óptico é ligado directamente ao mó-
dulo do receptor (ST2). O AOPD recebe os
24VDC de alimentação via a segunda ligação
por cabo M12 (ST1)
• O tubo óptico em si mesmo é ligado via o
conector M12 (ST) à rede AS-i. Antes da li-
gação o módulo tem de ser programado com
um endereço individual (1 - 31)
• O módulo do emissor tem de ser ligado em
separado como descrito nas instruções de
montagem.
Kapitel16_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:06 Uhr Seite 4-31
Download now
Folhetos de Dados Técnicos, Instruções de montagem e
conexão, Declarações de conformidade, e muito mais
encontram-se em: www.schmersal.pt
Kapitel16_pt_v004.qxd 09.03.1970 4:07 Uhr Seite 4-32
Segurança na avaliação do sinal
Módulos e sistemas de comando de segurança
Paragem de emergência e
monitorização de portas de segurança 5-8
Módulo de expansão de saídas 5-48
Módulo de expansão de entradas 5-58
Monitorização de falhas 5-60
Módulos temporizados 5-76
AS-i Safety at Work 5-78
Complementos ao Programa 5-102
Além dos tradicionais módulos de reles de
segurança o Grupo Schmersal também
oferece a tecnologia de segurança micro-
processada central e descentralizada.
Dependendo do grau de complexidade do
entrelaçamento dos circuitos de segurança
são disponibilizadas soluções devidamente
testadas e certificadas em bases de módulos
e comandos de segurança, ou até mesmo
Sistemas em "Bus" de segurança, que dis-
ponibilizam uma grande quantidade de
possibilidades para visualizar e diagnosticar.
5- 1
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-1
5- 2
*: com partida automática
**: sem reconhecimento de curto cirtuito SRB 206ST e SRB 301ST-230V
***: SRB 301 LC/B é igual ao SRB 301 LC, mas sem o reconhecimento de curto circuito
****: apenas na combinação NA/NF
Página
Atraso máximo em
segundos:
Categoria de segurança em
acordo com EN 954-1
Reset com (●) / sem (-)
Queda de tensão
Reset Automático
Reconhecimento de curto
circuito opcionalmente (●)/fixo (+)
Fusível eletrônico
Quantidade de entradas/portas
de segurança
Entrada 1 canal, 2 canais
ou 3 canais
Entrada para sinal de
semi-condutor
Quantidade de saídas
de sinalização
Actuador sem manípulo
Bornes conectores
Largura do invólucro
Segurança na avaliação do sinal
Categoria de paragem
Entrada
Tensão
Contactos de segurança
Parada 0
1 NF
24VDC
2 3 4 5 3 1
AC
2 NF
S
R
B
3
0
1
M
C
S
R
B
2
0
0
X
2
S
R
B
2
0
2
C
.
S
R
B
2
0
6
S
Q
S
R
B
3
0
1
L
C
S
R
B
3
0
1
S
T
S
R
B
3
0
1
H
C
/
R
S
R
B
4
0
0
C
.
S
R
B
5
0
4
S
T
S
R
B
3
0
1
L
C
/
B
S
R
B
3
0
1
H
C
/
R
S
R
B
3
0
1
S
Q
A
E
S
1
1
3
5
A
E
S
1
1
6
5
A
E
S
1
1
8
5
230V
5- 26 5- 28 5- 30 5- 20 5- 8 5- 12 3- 14 5- 32 5- 34 5- 10 3- 14 5- 16 1- 146 1- 148 1- 152
4 4 4 3 4 4 4 4 4 4 4 4 3 3 3
- ● ● ● - ● ● ● ● - ● ● - -
● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ●
● + ● +** ●*** ● + ● ● + +** + + +
● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ●
1 1 2 6 1 1 1 2 1 1 1 1 1 2 3
1- 2 1- 2 1- 2 2 1- 2 1- 2 2 1- 2 1- 2 1- 2 2 2 2 2 2
● ● ● ● ●
1 0 2 6 1 1 1 0 4 1 1 1 2 2 2
● ● ● ● ● ●
● ● ● ● ● ● ● ●
22,5 22,5 22,5 45 22,5 22,5 45 22,5 45 22,5 45 22,5 22,5 22,5 22,5
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-2
5- 3
A
E
S
2
5
6
5
Tensão
Cont. de segurança
Entrada
Categoria de paragem
Parada 0/ 1
3 1 1 3 4 2
24 … 230 VAC/ DC AC
Tensão
Cont. de segurança
2/ 1 3/ 2 0/ 3 1
24VDC
2 NA / 1 NF
Entrada
1 NF
NA /
NF
A
E
S
1
2
3
5
A
E
S
1
2
6
5
A
E
S
2
2
8
5
A
E
S
3
0
7
5
A
E
S
1
3
3
7
A
E
S
2
1
3
5
A
E
S
2
3
3
5
A
E
S
2
3
6
5
A
E
S
2
5
3
5
A
E
S
1
1
0
2
A
E
S
1
1
1
2
A
E
S
6
1
1
2
A
E
S
7
1
1
2
S
R
B
2
1
1

S
T
S
R
B
3
2
4

S
T
S
R
B
0
3
1
M
C
S
R
B
2
1
1

A
N
1- 154 1- 156 1- 170 1- 172 1- 158 1- 160 1- 162 1- 166 1- 164 1- 168 1- 142 1- 144 1- 174 1- 176
3 3 3 3 4 3 3 3 3 3 1 1 1 1
- - ● - ● - - - - - - - -
- - ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ●
+ + + + + + +**** +**** +**** +**** + +
● ● ● ● ● ● ● ● ●
1 2 6 4 1 1 1 2 1 2 1 2 2 2
2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 3 3 3 3
1 1 6 4 1 2 2 2 2 2
● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ●

22,5 22,5 45 100 22,5 45 45 45 45 45 22,5 22,5 105 105
5- 36 5- 38 5- 40 5- 46
30 30 1,0 30
4 4 4 4
● ● - ●
● ● ● ●
● ● ● +
● ● ● ●
1 1 1 1
1- 2 1- 2 1- 2 2
● ●
1 1 1 1

● ● ●
22,5 45 22,5 22,5
24VDC
Emergência
Tensão
Contactos de segurança
Entrada
24VDC
NA / NF
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-3
5- 4
Página
Atraso máximo em
segundos:
Categoria de segurança em
acordo com EN 954-1
Reset com (●) / sem (-)
Queda de tensão
Reset Automático
Reconhecimento de curto
circuito opcionalmente (●)/fixo (+)
Fusível eletrônico
Quantidade de entradas/portas
de segurança
Entrada 1 canal ou 2 canais
Entrada para sinal de
semi-condutor
Quantidade de saídas
de sinalização
Bornes conectores
Largura do invólucro
Segurança na avaliação do sinal
AOPD
Tensão
C. de segurança C. de segurança
Entrada Entrada
Categoria de paragem
Grade / Cortina de luz
Parada 0
Entradas PNP
Parada 0/ 1
3 1
24VDC
Tensão
24VDC
2 PNP 2 PNP
S
C
R
4
0
2
R
A
Z
R
3
1
1

T
L
4- 26 4- 28
30
4 4
● ●
● ●


2 2
1- 2 2
● ●
1 1

22,5 45
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-4
5- 5
Página
Atraso máximo em
segundos:
Categoria de segurança em
acordo com EN 954-1
Reset com (●) / sem (-)
Queda de tensão
Reset Automático
Reconhecimento de curto
circuito opcionalmente (●)/fixo (+)
Fusível eletrônico
Quantidade de entradas/portas
de segurança
Entrada 1 canal ou 2 canais
Entrada para sinal de
semi-condutor
Quantidade de saídas
de sinalização
Bornes conectores
Largura do invólucro
Segurança na avaliação do sinal
Expansor de saídas
Categoria de paragem
Tensão Tensão Tensão
Contactos de segurança Contactos de segurança
Parada 0
Categoria de paragem
Parada 0/ 1
24VAC/ DC AC
4 4 6 0/ 3 0/ 6 0/ 3 0/ 6
24VDC
Tensão
AC
S
R
B
4
0
2

E
M
A
Z
R
4
0
1

E
O
A
Z
R
6
2

A
2
A
Z
R
3
2

V
1
A
Z
R
6
3

V
2
A
Z
R
3
2

V
1
A
Z
R
6
3

V
2
5- 48 5- 50 5- 52 5- 54 5- 56 5- 54 5- 56
15 30 15 30
* * * * * * *
* * * * * * *
* * * * * * *
* * * * * * *
- - - - - - -
* * * * * * *
* * * * * * *
* * * * * * *
2 1 1 2 2 2 2
● ● ● ● ● ● ●
22,5 90 100 45 100 45 100
*: como o módulo básico
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-5
5- 6
4
F
W
S
2
5
0
6
Tensão
3
DC AC
3
A
Z
R
3
1

S
1
A
Z
R
3
1

S
1
3 fases
Página
Atraso máximo em
segundos:
Categoria de segurança em
acordo com EN 954-1
Utilização auxiliar para supervisão
de inércia, por exemplo CLP
Supervisor de frequencia
personalizado também é possível
Reset com (●) / sem (-)
Queda de tensão
Reset Automático
Quantidade de saídas de
sinalização
Bornes conectores
Largura do invólucro
Segurança na avaliação do sinal
Supervisor de movimento
Relé de segurança
para inércia
Tensão
Contactos de segurança
Rele de
segurança
para
tempo
24VDC 24 … 230 VAC/ DC
2 2 2 3 4 3
Tensão
DC AC
F
W
S
1
2
0
5
F
W
S
1
2
0
6
2
F
W
S
1
2
0
5
F
W
S
1
2
0
6
F
W
S
2
3
1
6
1
F
W
S
2
1
0
5
1
F
W
S
2
1
0
6
F
W
S
2
5
0
5
3
A
Z
S
2
3
0
5
A
Z
S
2
3
0
5
5- 62 5- 64 5- 62 5- 64 5- 66 5- 68 5- 72 5- 70 5- 74 5- 60 5- 60 5- 76 5- 76
3 3 3 3 3 3 3 3 3 4 4 3 3
● ● ● ●
● ● ● ● ● ● ● ● ●
- - - - -
● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ● ●
2 2 2 2 - 2 2 2 2 1 1 2 2
● ●
22,5 22,5 22,5 22,5 45 45 45 45 45 45 45 55 55
Entrada Entrada
1 sensor 2 sensores NA / NF
Contactos de
segurança
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-6
5- 7
Página
Categoria de segurança em
acordo com EN 954-1
Reset com (●) / sem (-)
Queda de tensão
Reconhecimento de curto
circuito opcionalmente (●)/fixo (+)
Quantidade de saídas de
sinalização
Fusível eletrônico
De acordo com DIN 574
(1997) Tipo IIIC
Bornes conectores
Largura do invólucro
Táctil
Categoria de paragem
Tapete de segurança
Entrada
Tensão
Contac. de segurança
Parada 0
4 Vias
24VDC
Tensão
AC
3 3
S
R
B
3
0
1
H
C
/
R
S
R
B
3
0
1
H
C
/
R
3- 14 3- 14 2- 20 3- 14 3- 14 2- 20
4 4 4 4 4 4
● ●
+ +
1 1 1 1 1 1
● ● ● ●
● ● ● ●
● ● ● ● ● ●
45 45 22,5 45 45 22,5
Bi-Manual
Entrada
Tensão Tensão
Contac. de segurança Contac. de segurança
Entrada
2NA / 2NF
24VDC AC
2 3 3 2
24VDC
Sensor capacitivo
S
R
B
2
0
1

Z
H
S
R
B
3
0
1
H
C
/
R
S
R
B
3
0
1
H
C
/
R
S
R
B
2
0
1

Z
H
Segurança na avaliação do sinal
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-7
5- 8
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 301 LC
• Processamento de sinais de contactos livres
de potência, ex.: equipamentos de comando
de paragem de emergência, interruptores de
posicionamento com funções de segurança
e encravamentos
• Processamento de sinais de saídas
(contactos) energizadas, exemplo:
cortinas e grades ópticas
• Controle de 1 ou 2 canais
• 3 canais de saída, Stop 0
• 1 contacto sinalizador (NF)
• Opcionalmente reconhecimento
de curto circuitos
• Rearme sem detecção de flanco
ou rearme automático
• 4 LED’s para sinalizar as
condições de operação
• Categoria de comando 4
de acordo com EN 954-1
Certificados
H C D
Dados para encomenda
SRB 301 LC
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 3x Stop 0
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão de rearme, auto-rearme
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro, ventilado
Tipo de conexão: Bornes roscados + condutor
Secção: Máx. 2,5 mm
2
condutor de uma ou
múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC –15%/+20%, ondulação
remanescente até o máx. 10%
24 VAC –15%/+10%
Faixa de frequência: 50/60 Hz (em voltagem operacional AC)
I
e
: Máx. 0,08 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: Máx. 1,9 VA, 1,7 W
Protecção contra curto circuito: F1 Fusível em tubo de vidro,
Corrente de disparo 1,25 mA
Supervisão ou controle das entradas: 1 ou 2 canais
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: S11/S12, S21/S22: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 3 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: Canais de saída:
6 A/230 VAC, 6/24 VDC
Protecção: Canais de saída: 6 A gG fusível D
Contactos de sinalização: 1 NF
Capacidade de comutação: Contacto sinalizador: 2A/24 VDC
Material de contacto: AgSnO, auto-limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 30 ms
Retardo na desactivação: ≤ 50 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating“ - sob consulta)
Resistência mecânica: 10 milhões de comutações
Indicador / Sinalizador de função: 4 LED
Peso: 230 g
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-8
5- 9
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais, repre-
sentado no exemplo da supervisão portas
com dois interruptores de posicionamento,
um dos quais é de ruptura positiva, botão
externo de rearme J, supervisão de curto
circuito e com circuito de realimentação S
• O controle reconhece curto circuitos,
rupturas de cabo e aterramento dos
circuitos de supervisão
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• No controle de 1 canal conectar o NF
S11/S12 e shuntar S12/S22
• Conectar as saídas energizadas de cortinas e
grades ópticas (comutações-p) em S12/S22.
O equipamentos terão que ter a mesma
referência de potência
• Arranque automático:
A programação do arranque automático
é realizada pela inclusão do circuito de
realimentação junto aos terminais X1/X2.
Não havendo necessidade des circuito de
realimentação estes terminais deverão ser
shuntados.
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
A1
AC/
DC
A2
S12 S11 S21 S22 X1 X2 13
14
KB
KA
N
Control logic
23
24
33 41
L1
34 42
K1
K1
F1
UB Ui K2
K2
SRB 301LC
3
M
A
S
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-9
5- 10
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 301LC/ B
• Apropriado para supervisão de botões de
emergência e interruptores de segurança
• Apropriado para supervisão de sensores
magnéticos de segurança
(Contém limitador de corrente)
• Apropriado para ligação limitada em saídas
semi condutoras de segurança (AOPD),
por exemplo cortinas de luz de segurança.
(Não tem reset com queda de tensão)
• Controle de 1 ou 2 canais
• 3 contactos de segurança, paragem 0
• 1 contacto sinalizador (NF)
• Reset Manual sem queda de tensão
• Reset automático
• LED verde indica os reles K1, K2,
a alimentação U
B
e o fusível interno U
i
• Categoria de comando 4 de acordo
com EN 954-1
Certificados
H
Dados para encomenda
SRB 301LC/ B- 24V
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, IEC/EN 60947-5-1,
EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de controlo segundo EN 954-1: 4
Condições de arranque: Automático ou botão de arranque
Circuito de realimentação (S/N): Sim
Atraso no arranque no “ botão de reset” : ≤ 30 ms
Demora na resposta a “ PARAGEM DE EMERGÊNCIA” : ≤ 300 ms
Demora na resposta a “ Erro de rede” : ≤ 50 ms
Tensão nominal operativa U
e
: 24 VDC –15%/+20%, Ondulação residual máxima.10%;
24 VAC –15%/+10%
Corrente nominal operativa I
e
: 0,08 A
Intervalo de frequência: 50 / 60 Hz
Protecção contra sobretensão: 0,25 A gG fusível D
Fusível electrónico interno (S/N): Não
Consumo: 2,1 W; 3,0 VA
Supervisão das saídas:
Supervisão de curto-circuitos: Não
Supervisão de rupturas de fios: Sim
Supervisão de ligações à terra: Sim
Número de contactos de abertura: 1
Número de contactos de fechamento: 3
Resistência total do circuito: 40 Ω
Saídas:
Categoria de paragem 0: 3
Número de contactos de segurança: 3
Número de saídas de sinalização: 1
Capacidade de comutação máxima
dos contactos de segurança: 250 VAC, 6 A óhmicos (indutivos
mediante circuito protector adequado)
Categoria de utilização segundo EN 60947-5-1: AC-15: 230 V / 6 A
DC-13: 24 V / 6 A
Vida mecânica: 10
7
de manobras
Condições ambientais:
Temperatura ambiente: – 25°C … + 45°C
Temperatura de transporte e armazenamento: – 25°C … + 70°C
Tipo de protecção: Caixa: IP 40, terminais: IP 20, lugar de instalação: IP 54
Fixação: Fixação rápida para carris normalizados segundo DIN EN 60715
Tipo de ligação: Bornes a parafuso, de encaixe,
fio rigido ou flexible (inc. terminal)
Secção de fios mínima: 0,25 mm
2
Secção de fios máxima: 2,5 mm
2
Peso: 230 g
Dimensões (altura/largura/profundidade): 100 x 22,5 x 121 mm
Nota: As cargas indutivas (por exemplo, contactores, relés, etc.)
devem possuir um circuito supressor adequado
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-10
5- 11
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Plano de entrada: Controlo por 2 canais,
descrito no exemplo de vigilância de
resguardo com dois interruptores de posição,
um deles com abertura forçada, botão externo
de rearme J, vigilância de fechamento
transversal e circuito de realimentação S
• O controlo detecta curto-circuitos, rupturas
de fios e ligações à terra do circuito de
vigilância
• Campos de potência: Controlo por 2 canais,
para reforçar os contactos, ou então para
ampliar o seu número, utilizando contactores
ou relés com os contactos forçados
• Nas versões de 1 canal, deve ligar-se o
contacto fechado S11/S12 e estabelecer
uma ponte entre S12/S22
• As saídas afectadas de potencial das grelhas/
cortinas ópticas (circuitos pnp) devem ser
ligadas a S12/S22. Os aparelhos devem
encontrar-se no mesmo potencial de referência
• Arranque automático:
A programação do arranque automático
realiza-se incluindo o circuito de reali-
mentação através dos terminais X1/X2. Se
não for preciso circuito de realimentação, o
mesmo deve ser substituído por uma ponte.
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
A1
A2
S12 S11 S11 S22 X2 X1 13
14
KB
KA
N
Control logic
23
24
33 41
L1
34 42
K1
K1
F1
Ui K2
K2
SRB 301LC/B
3
M
S
A
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem
a presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-11
5- 12
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 301 ST
• Processamento de sinais de contactos livres
de potência, ex.: equipamentos de comando
de paragem de emergência, interruptores de
posicionamento com funções de segurança
e encravamentos
• Processamento de sinais de saídas
(contactos) energizadas, exemplo:
cortinas e grades ópticas
• Controle de 1 ou 2 canais
• 3 canais de saída, Stop 0
• 1 contacto sinalizador (NF)
• Opcionalmente reconhecimento
de curto curto circuitos
• Com dispositivo de segurança híbrido
• Rearme com detecção de flanco
ou rearme automático
• 4 LED’s para sinalizar as
condições de operação
• Categoria de comando 4
de acordo com EN 954-1
• Terminais roscados conectáveis
Certificados
H
Dados para encomenda
SRB 301 ST
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 3x Stop 0
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão de rearme com
detecção de flanco, auto-rearme
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro, ventilado
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Máx. 2,5 mm
2
condutor de uma ou
múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC –15%/+20%, ondulação
remanescente até o máx. 10%
24 VAC –15%/+10%
Faixa de frequência: 50/60 Hz (em voltagem operacional AC)
I
e
: Máx. 0,16 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: Máx. 3,8 VA, 2,4 W
Protecção contra curto circuito: F1 fusível electrónico interno,
corrente de disparo > 0,5 A,
Rearme depois de interrupção no
fornecimento da tensão de alimentação
Supervisão ou controle das entradas: 1 ou 2 canais
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: S11/S12, S21/S22: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 3 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: Canais de saída:
6 A/230 VAC, 6/24 VDC
Protecção: Canais de saída: 6 A gG fusível D
Frequência máxima de comutação: 5 Hz
Contactos de sinalização: 1 NF
Capacidade de comutação: Contacto sinalizador: 2A/24 VDC
Material de contacto: AgNi, AgSnO, auto-limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 200 ms
Retardo na desactivação: ≤ 20 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating“ - sob consulta)
Resistência mecânica: 10 milhões de comutações
Indicador / Sinalizador de função: 4 LED
Peso: 230 g
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-12
5- 13
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais, repre-
sentado no exemplo da supervisão portas
com dois interruptores de posicionamento,
um dos quais é de ruptura positiva, botão
externo de rearme J, supervisão de curto
circuito e com circuito de realimentação S
• O controle reconhece curto circuitos,
rupturas de cabo e aterramento dos
circuitos de supervisão
• F1 = Dispositivo de segurança híbrido
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• No controle de 1 canal conectar o NF
S11/S12 e shuntar S12/S22
• Conectar as saídas energizadas de cortinas e
grades ópticas (comutações-p) em S12/S22.
O equipamentos terão que ter a mesma
referência de potência
• Arranque automático:
A programação do arranque automático
é realizada pela inclusão do circuito de
realimentação junto aos terminais X1/X3.
Não havendo necessidade des circuito de
realimentação estes terminais deverão ser
shuntados
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
A1
AC/
DC
A2
S12 S11 S21 S22 X2 X3 13
14
KB
KA
N
Control logic
23
24
33 41
L1
34 42
K1
K1
F1
UB Ui K2
K2
SRB 301ST
3
M
S
A
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-13
5- 14
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 301 ST- 230V
• Versão de várias tensões
• Processamento de sinais de contactos livres
de potência, ex.: equipamentos de comando
de paragem de emergência, interruptores de
posicionamento com funções de segurança
e encravamentos
• Controle de 1 ou 2 canais
• 3 canais de saída, Stop 0
• 1 contacto sinalizador (NF)
• Com segurança electrónica
• Rearme com detecção de flanco
ou rearme automático
• 3 LED’s para sinalizar os
estados operacionais
• Categoria de comando 4
de acordo com EN 954-1
• Terminais conectáveis
Certificados
H
Dados para encomenda
SRB 301 ST- 230V
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 3x Stop 0
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão de rearme com
detecção de flanco, auto-rearme
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro, ventilado
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Máx. 2,5 mm
2
condutor de uma ou
múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 48 ... 240 VAC
Faixa de frequência: 50/60 Hz
I
e
: Máx. 0,06 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: Máx. 2,8 VA
Protecção contra curto circuito: F1 fusível electrónico interno,
corrente de disparo > 0,12 A,
Rearme depois de interrupção no
fornecimento da tensão de alimentação
Supervisão ou controle das entradas: 1 ou 2 canais
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: S11/S12, S21/S22: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 3 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: Canais de saída:
6 A/230 VAC, 6/24 VDC
Protecção: Canais de saída: 6 A gG fusível D
Contactos de sinalização: 1 NF
Capacidade de comutação: Contacto sinalizador: 2A/24 VDC
Material de contacto: AgSnO, auto-limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 30 ms
Retardo na desactivação: ≤ 30 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating“ - sob consulta)
Resistência mecânica: 10 milhões de comutações
Indicador / Sinalizador de função: 3 LED
Peso: 250 g
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-14
5- 15
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais, repre-
sentado no exemplo da supervisão portas
com dois interruptores de posicionamento,
um dos quais é de ruptura positiva, botão
externo de rearme J, supervisão de curto
circuito e com circuito de realimentação S
• O controle reconhece rupturas de condutores
no circuito de supervisão.
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• No controle de 1 canal conectar o NF
S11/S12 e shuntar S12/S22
• Arranque automático:
A programação do arranque automático
é realizada pela inclusão do circuito de
realimentação junto aos terminais X1/X3.
Não havendo necessidade des circuito de
realimentação estes terminais deverão ser
shuntados
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
A1
A2
S12 S11 S21 S22 X2 X3 13
14
KB
KA
N
Control logic
23
24
33 41
L1
34 42
K1
K1
F1
Ui K2
K2
SRB 301ST-230V
3
M
S
A
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-15
5- 16
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 301 SQ- 230V
• Versão de várias tensões
• Processamento de sinais de contactos livres
de potência, ex.: equipamentos de comando
de paragem de emergência, interruptores de
posicionamento com funções de segurança
e encravamentos
• Controle de 2 canais
• 3 canais de saída, Stop 0
• 1 contacto sinalizador (NF)
• Reconhecimento de curtos circuitos
• Com segurança electrónica
• Rearme com detecção de flanco
ou rearme automático
• 3 LED’s para sinalizar os
estados operacionais
• Categoria de comando 4
de acordo com EN 954-1
• Terminais conectáveis
Certificados
H
Dados para encomenda
SRB 301 SQ- 230V
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 3x Stop 0
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão de rearme com
detecção de flanco, auto-rearme
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro, ventilado
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Máx. 2,5 mm
2
condutor de uma ou
múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 48 ... 240 VAC
Faixa de frequência: 50/60 Hz
I
e
: Máx. 0,06 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: Máx. 2,8 VA
Protecção contra curto circuito: F1 fusível electrónico interno,
corrente de disparo > 0,5 A,
Rearme depois de interrupção no
fornecimento da tensão de alimentação
Supervisão ou controle das entradas: 2 canais
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: S11/S12, S21/S22: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 3 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: Canais de saída:
6 A/230 VAC, 6/24 VDC
Protecção: Canais de saída: 6 A gG fusível D
Contactos de sinalização: 1 NF
Capacidade de comutação: Contacto sinalizador: 2A/24 VDC
Material de contacto: AgSnO, auto-limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 30 ms
Retardo na desactivação: ≤ 30 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating“ - sob consulta)
Resistência mecânica: 10 milhões de comutações
Indicador / Sinalizador de função: 3 LED
Peso: 250 g
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-16
5- 17
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais, repre-
sentado no exemplo da supervisão portas
com dois interruptores de posicionamento,
um dos quais é de ruptura positiva, botão
externo de rearme J, supervisão de curto
circuito e com circuito de realimentação S
• O controle reconhece curto circuitos e ruptu-
ras de cabo no circuito de supervisão
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• Arranque automático:
A programação do arranque automático
é realizada pela inclusão do circuito de
realimentação junto aos terminais X1/X3.
Não havendo necessidade des circuito de
realimentação estes terminais deverão ser
shuntados
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
A1
A2
SRB 301 SQ-230V
S12 S11 S21 S22 X2 13
14
N
Control logic
23
24
33 41
L1
34 42
K1
K1
F1
Ui K2
K2
KA
KB
X3
=
3
M
S
A
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-17
5- 18
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 206 ST
Certificados
H
Dados para encomenda
SRB 206 ST ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VAC/DC
230V 48 ... 230 VAC
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 2x Stop 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: Botão de rearme (flanco cadente), auto-rearme
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro, ventilado
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Máx. 2,5 mm
2
condutor de uma ou
múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC –15%/+20%, ondulação remanescente até o máx. 10%
24 VAC –15%/+10%
48 ... 240 VAC
Faixa de frequência: 50/60 Hz (em voltagem operacional AC)
I
e
: Máx. 0,125 A (Versão DC)
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: Máx. 3,6 W, 6,6 VA (24 V), 6,8 VA (230 V)
Protecção contra curto circuito: Versão 24 V: fusível electrónico interno,
corrente de disparo > 1,0 A,
Rearme depois de ter ocorrido uma
interrupção no fornecimento de energia
Versão 230 V: no primário: fuzíveis que fundem,
corrente de disparo > 1,0 A
no secundário: fuzível electrónico
interno, corrente de disparo > 0,12 A.
Supervisão ou controle das entradas: 6 x 2 canais (NF/NF)
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: Máx. 28 VDC
Contactos de saída: 2 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: Canais de saída:
6 A/230 VAC, 6/24 VDC
Protecção: Canais de saída: 6 A gG fusível D
Contactos de sinalização: 24 VDC (interno) / 20 mA
Material de contacto: AgCdO, auto limpante, contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 50 ms
Retardo na desactivação: ≤ 30 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating“ - sob consulta)
Resistência mecânica: 10 milhões de comutações
Indicador / Sinalizador de função: 4 LED
Peso: 400 g
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Tabela de funções
Contacto de sinalização: Função / Condição de actuação
Y1 Dispositivo de segurança 1 - fechado
Y2 Dispositivo de segurança 2 - fechado
Y3 Dispositivo de segurança 3 - fechado
Y4 Dispositivo de segurança 4 - fechado
Y5 Dispositivo de segurança 5 - fechado
Y6 Dispositivo de segurança 6 - fechado
• Avaliação múltipla de até 6 dispositivos de
segurança
• Processamento de sinais de contactos livres
de potência, ex.: equipamentos de comando
de paragem de emergência, interruptores de
posicionamento com funções de segurança
e encravamentos
• 2 canais de saída, Stop 0
• 6 saídas de sinalização
• Controle de 1 ou 2 canais
• Rearme com detecção de flanco
ou rearme automático
• 4 LED’s para sinalizar as
condições de operação
• Com dispositivo de segurança híbrido
• Categoria de comando 3 -
de acordo com EN 954-1
• Terminais conectáveis
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-18
5- 19
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais,
representado no exemplo de uma comutação
de uma supervisão de porta com dois
interruptores de posicionamento, sendo
que no mínimo um terá que ser um contacto
de ruptura positiva, com botão externo de
rearme J, e circuito de realimentação S
• Ocorrendo a supervisão de um maior número
de portas de proteção, estas deverão ser
conectadas de acordo com a tabela de
conexões
• O controle reconhece rupturas de condutores
e aterramentos no circuito de supervisão.
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• Categoria de comando e de acordo com
EN 954-1 (no NF de uma porta individual).
Com o objetivo de dominar o risco de
acumular erro, que é uma exigência especial
da categoria de comando 4, recomendamos
um providência adicional, que é a de
controlar a comutação em períodos de
tempo em afastamentos regulares através
de testes de arranque.
• Categoria de comando 3 de acordo com
EN 954-1 (ao abrir várias portas de proteção
simultaneamente).
• Um erro isolado dos sensores não leva à
perda da segurança.
• Quando aparece um erro isolado a função
de segurança é mantida. Alguns, nem todos,
os erros são reconhecidos. O acúmulo de
erros não reconhecidos pode conduzir à
perda da função de segurança.
• Arranque automático:
A programação do arranque automático
é realizada pela inclusão do circuito de
realimentação junto aos terminais X1/X3.
Não havendo necessidade des circuito de
realimentação estes terminais deverão ser
shuntados
Tabela de conexões:
ver anexo
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
SRB 206ST
13
14
23
24
K1
K2
L1
A
A
A
A
A
A
A
S31 S31 S82 S92
S12 S22
Y1 Y2
S72 S82
S11 S11 S71 S72
S32
S52
S42
S62
Y3
Y5
Y4
Y6
S92
S112
S102
S122
S51 S51 S102 S112
A1
A2
S11 X1 S12 S22 S71 S82
A1.1 Y1 Y2 Y3 Y4 Y5 Y6
S92S102 S112 S122 S31 S32 S42 S51 S52 S62 X2
Control logic
K1
F1
Ui UB
K2
S72 X3
J
N
KA
KB
3
M
S
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Saídas de sinalização
Saídas de sinalização
Saídas de sinalização
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-19
5- 20
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 206 SQ
Certificados
H
Dados para encomenda
SRB 206 SQ ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VAC/DC
230V 48 ... 230 VAC
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 2x Stop 0
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: Botão de rearme (flanco cadente), auto-rearme
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro, ventilado
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Máx. 2,5 mm
2
condutor de uma ou
múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC –15%/+20%, ondulação remanescente até o máx. 10%
24 VAC –15%/+10%
48 ... 240 VAC
Faixa de frequência: 50/60 Hz (em voltagem operacional AC)
I
e
: Máx. 0,275 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: Máx. 3,6 W, 6,6 VA (24 V), 6,8 VA (230 V)
Protecção contra curto circuito: Versão 24 V: fusível electrónico interno,
corrente de disparo > 1,0 A,
Rearme depois de ter ocorrido uma
interrupção no fornecimento de energia
Versão 230 V: no primário: fuzíveis que fundem,
corrente de disparo > 1,0 A
no secundário: fuzível electrónico
interno, corrente de disparo > 0,12 A.
Supervisão ou controle das entradas: 6 x 2 canais (NF/NF)
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: Máx. 28 VDC
Contactos de saída: 2 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: Canais de saída:
6 A/230 VAC, 6/24 VDC
Protecção: Canais de saída: 6 A gG fusível D
Contactos de sinalização: 24 VDC (interno) / 20 mA
Material de contacto: AgCdO, auto limpante, contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 50 ms
Retardo na desactivação: ≤ 30 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating“ - sob consulta)
Resistência mecânica: 10 milhões de comutações
Indicador / Sinalizador de função: 4 LED
Peso: 400 g
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Tabela de funções
Contacto de sinalização: Função / Condição de actuação
Y1 Dispositivo de segurança 1 - fechado
Y2 Dispositivo de segurança 2 - fechado
Y3 Dispositivo de segurança 3 - fechado
Y4 Dispositivo de segurança 4 - fechado
Y5 Dispositivo de segurança 5 - fechado
Y6 Dispositivo de segurança 6 - fechado
• Avaliação múltipla de até 6 dispositivos de
segurança
• Processamento de sinais de contactos livres
de potência, ex.: equipamentos de comando
de paragem de emergência, interruptores de
posicionamento com funções de segurança
e encravamentos
• 2 canais de saída, Stop 0
• 6 saídas de sinalização
• Supervisão de curto circuitos
• Controle de 2 canais
• Rearme com detecção de flanco
ou rearme automático
• 4 LED’s para sinalizar as
condições de operação
• Com dispositivo de segurança híbrido
• Categoria de comando 3
de acordo com EN 954-1
• Terminais conectáveis
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-20
5- 21
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais,
representado no exemplo da supervisão
portas com dois interruptores de posiciona-
mento, um dos quais é de ruptura positiva,
botão externo de rearme J, supervisão
de curto circuito e com circuito de
realimentação S
• Ocorrendo a supervisão de um maior número
de portas de proteção, estas deverão ser
conectadas de acordo com a tabela de
conexões
• O controle reconhece curto circuitos,
rupturas de cabo e aterramento dos
circuitos de supervisão
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• Categoria de comando e de acordo com
EN 954-1 (no NF de uma porta individual).
Com o objetivo de dominar o risco de
acumular erro, que é uma exigência especial
da categoria de comando 4, recomendamos
um providência adicional, que é a de contro-
lar a comutação em períodos de tempo em
afastamentos regulares através de testes
de arranque.
• Categoria de comando 3 de acordo com
EN 954-1 (ao abrir várias portas de
proteção simultaneamente).
• Um erro isolado dos sensores não leva à
perda da segurança.
• Quando aparece um erro isolado a função
de segurança é mantida. Alguns, nem todos,
os erros são reconhecidos. O acúmulo de
erros não reconhecidos pode conduzir à
perda da função de segurança.
• Arranque automático:
A programação do arranque automático
é realizada pela inclusão do circuito de
realimentação junto aos terminais X1/X3.
Não havendo necessidade des circuito de
realimentação estes terminais deverão ser
shuntados
Tabela de conexões:
ver anexo
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
SRB 206SQ
13
14
23
24
L1
K1
K2
A
A
A
A
A
A
A
S31 S31 S82 S92
S12 S22
Y1 Y2
S72 S82
S11 S11 S71 S72
S32
S52
S42
S62
Y3
Y5
Y4
Y6
S92
S112
S102
S122
S51 S51 S102 S112
A1
A2
S11 X1 S12 S22 S71 S82
A1.1 Y1 Y2 Y3 Y4 Y5 Y6
S92S102 S112 S122 S31 S32 S42 S51 S52 S62 X2
Control logic
K1
F1
Ui
K2
S72 X3
J
N
KA
KB
3
M
S
UB
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Saídas de sinalização
Saídas de sinalização
Saídas de sinalização
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-21
5- 22
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 219 IT
• Módulo multifuncional de reles de segurança
para maior capacidade de diagnóstico e
visuzalização
• Processamento de sinais de contactos livres
de potência, ex.: equipamentos de comando
de paragem de emergência, interruptores de
posicionamento com funções de segurança
e encravamentos
• Processamento de sinais de saídas
(contactos) energizadas, exemplo:
cortinas e grades ópticas
• Controle de 1 ou 2 canais
• 2 canais de saída, Stop 0
• 1 canal de saída, 1 Stop,
ajustável 1 ... Seg.
• 1 contacto sinalizador (NF)
• Opcionalmente supervisão de curto
circuitos, arranque com detecção
de flanco ou arranque automático
• 8 saídas de sinalização para diagnosticar
os estados de operação
• 7 LED’s para sinalizar as
condições de operação
• Teste de arranque
• Com dispositivo de segurança híbrido
• Categoria de comando 4
de acordo com EN 954-1
• Terminais conectáveis
Certificados
Dados para encomenda
SRB 219 IT ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24V 24 VAC/DC
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 2 x Stop 0,1 x Stop 1 (1 ... 30 s retardo)
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão de rearme com detecção de flanco, auto-rearme
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro, ventilado
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Máx. 2,5 mm
2
condutor de uma ou
múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC –15%/+20%, ondulação remanescente até o máx. 10%
24 VAC –15%/+10%
Faixa de frequência: 50/60 Hz (em voltagem operacional AC)
I
e
: Máx. 0,2 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: Máx. 5,2 VA, 4,4 W
Protecção contra curto circuito: F1 fusível electrónico interno, corrente de disparo > 0,5 A,
Rearme depois de interrupção no
fornecimento da tensão de alimentação
Supervisão ou controle das entradas: 1 ou 2 canais
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: S11/S12, S21/S22, S31/S32: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 3 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: Canais de saída „ Stop 0“ : 6 A/230 VAC, 6 A/24 VDC
Canais de saída „ Stop 1“ : 3 A/230 VAC, 2 A/24 VDC
Protecção: Canais de saída: 6 A gG fusível D
Contactos de sinalização: 1 NF
Capacidade de comutação: Contacto sinalizador: 2A/24 VDC
Saída de sinal: Y1 - Y8: 8 saídas por transístor total 100 mA,
a prova de curto circuito
Material de contacto: AgNi, AgSnO, auto-limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Tensão auxiliar externa: A1.1: 24 VDC –10%/+10%
Retardo no fechamento: ≤ 60 ms
≤ 200 ms (Auto-arranque/botão de rearme)
Retardo na desactivação: ≤ 20 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating“ - sob consulta)
Resistência mecânica: 10 milhões de comutações
Indicador / Sinalizador de função: 7 LED
Peso: 360 g
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-22
5- 23
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Posição dos reles K4
• Posição dos reles K5
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
SRB 219IT
L1
K2
K1
K3 K5
K4
K1 K4 K2 K3 K5
42
37 41
38 Y8
23
24
13 S22 S11 S21 S12 A1 A1.1
F2
X1 X2 X3 X4 X5 X6 RT
14 S31 S32 Y1 Y5 Y3 Y7 A2
F1
AC/
DC
Ui UB
Control logic
Y4 Y2 Y6
KB
KA
3
N
M
S
J
A
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
• Controle de 2 canais (exemplo sem super-
visão de curto circuitos), representado no
exemplo de uma supervisão de portas com
dois contactos, sendo que no mínimo um
terá que ser um contacto de ruptura positiva,
com botão externo de rearme Je circuito
de realimentação S
• O controle reconhece curto circuitos, rupturas
de cabo e aterramento dos circuitos de supervisão
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• F1 = Dispositivo de segurança híbrido
• F2 = protecção das saídas de sinalização
• Conectar os contactos NF e shuntar S31/S22
no controle de 2 canais com supervisão de
curto circuito.
• Conectar os contactos NF S11/S12 e shuntar
S21/S22 e S31/S32 no controle de 1 canal
• Função de arranque / Botão de rearme:
A programação da função „ flanco cadente“
é realizada através do interruptor „ AF“ que
fica debaixo da tampa do invólucro (posição
do interruptor = 1). Aprogramação para o
arranque automático é realizada pelo
shunteamento dos terminais X3/X5 e
comutando a posição do interruptor „ AF“
para a posição 0. A diferença de tempo entre
os cainais é de aproximadamente 100 ms. A
programação para uma diferença infinita de
tempo entre os canais 1 e 2 acontece quando
são shuntados os terminais X3/X6.
• Retardo no corte de tensão:
Canal de saída „ Stop 1“ 37/38 permite
regular o atraso de 1 a 30 segundos.
A regulagem é realizada através de um
potenciómetro que fica debaixo da tampa
que fica na parte frontal do invólucro
• O desligamento prematuro do atraso:
Através da entrada RT pode ocasionar que o
tempo de atraso ajustado não seja cumprido.
A entrada RT permite uma liberação de atraso
37/38 antes do tempo programado „ ou seja,
desactivar o tempo de atraso programado“
• Conectar as saídas energizadas de cortinas e
grades ópticas (comutações-p) em S12/S22.
O equipamentos terão que ter a mesma
referência de potência
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-23
5- 24
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 308 IT
• Módulo multifuncional de reles de segurança
para maior capacidade de diagnóstico e
visuzalização
• Processamento de sinais de contactos livres
de potência, ex.: equipamentos de comando
de paragem de emergência, interruptores de
posicionamento com funções de segurança
e encravamentos
• Processamento de sinais de saídas
(contactos) energizadas, exemplo:
cortinas e grades ópticas
• Controle de 1 ou 2 canais
• 3 canais de saída, Stop 0
• 2 contactos de sinalização (NF/NA)
• Opcionalmente supervisão de curto
circuitos, arranque com detecção
de flanco ou arranque automático
• 5 LED’s para sinalizar as
condições de operação
• 6 sinais de saída para dignosticar
os estados de a operação
• Teste de arranque
• Com dispositivo de segurança híbrido
• Categoria de comando 4
de acordo com EN 954-1
• Terminais conectáveis
Certificados
C D
Dados para encomenda
SRB 308 IT ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24V 24 VAC/DC
48V 48 VAC
115V 115 VAC
230V 230 VAC
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 3x Stop 0
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão de rearme com
detecção de flanco, auto-rearme
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro, ventilado
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Máx. 2,5 mm
2
condutor de uma ou
múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC –15%/+20%, ondulação
remanescente até o máx. 10%
24 VAC, 48 VAC, 115 VAC, 230 VAC –15%/+10%
Faixa de frequência: 50/60 Hz (em voltagem operacional AC)
I
e
: Máx. 0,125 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40 segundo a EN 60529
Potência instalada: Máx. 3 VA, 3 W
Protecção contra curto circuito: F1 fusível electrónico interno, corrente de disparo > 0,5 A,
Rearme depois de interrupção no
fornecimento da tensão de alimentação
Supervisão ou controle das entradas: 1 ou 2 canais
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: S11/S12, S21/S22, S31/S32: máx. 28 VDC
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Contactos de saída: 3 canais de saída
Capacidade de comutação: Canais de saída:
6 A/230 VAC, 6/24 VDC
Protecção: Canais de saída: 6 A gG fusível D
Contactos de sinalização: 1 NF / 1 NA
Capacidade de comutação: Contacto sinalizador: 2A/24 VDC
Saída de sinal: Y1 - Y6: 6 saídas por transístor, total 100 mA
Material de contacto: AgNi, AgSnO, auto-limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Tensão auxiliar externa: A1.1: 24 VDC –10%/+10%
Retardo no fechamento: ≤ 60 ms
≤ 200 ms (Auto-arranque/botão de rearme)
Retardo na desactivação: ≤ 20 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating“ - sob consulta)
Resistência mecânica: 10 milhões de comutações
Indicador / Sinalizador de função: 6 LED
Peso: 340 g
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-24
5- 25
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Controle de 2 canais (exemplo sem super-
visão de curto circuitos), representado no
exemplo de uma supervisão de portas com
dois contactos, sendo que no mínimo um
terá que ser um contacto de ruptura positiva,
com botão externo de rearme Je circuito
de realimentação S
• O controle reconhece curto circuitos,
rupturas de cabo e aterramento dos
circuitos de supervisão
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• F1 = Dispositivo de segurança híbrido
• F2 = protecção das saídas de sinalização
• Conectar os contactos NF e shuntar S31/S22
no controle de 2 canais com supervisão de
curto circuito.
• Conectar os contactos NF S11/S12 e shuntar
S12/S22 e S31/S32 no controle de 1 canal
• Função de arranque / Botão de rearme:
A programação da função „ flanco cadente“
é realizada através do interruptor „ AF“ que
fica debaixo da tampa do invólucro (posição
do interruptor = 1). Aprogramação para o
arranque automático é realizada pelo
shunteamento dos terminais X3/X5 e
comutando a posição do interruptor „ AF“
para a posição 0. A diferença de tempo entre
os cainais é de aproximadamente 100 ms. A
programação para uma diferença infinita de
tempo entre os canais 1 e 2 acontece quando
são shuntados os terminais X3/X6.
• Conectar as saídas energizadas de cortinas e
grades ópticas (comutações-p) em S12/S22.
O equipamentos terão que ter a mesma
referência de potência
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Posição dos reles K3
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
SRB 308IT
L1
K2
K1
K3
K1 K4 K2 K3
34
53 41
54 42
23
24
13 S22 S11 S21 S12 A1 A1.1
F2
X1 X2 X3 X4 X5 X6 33
14 S31 S32 Y1 Y5 Y3 A2
F1
AC/
DC
Ui UB
Control logic
Y4 Y2 Y6
M
3
KA
N
KB
S
J
A
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-25
5- 26
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 301MC
• Controlo por 1 ou 2 canais
• 3 contactos de segurança, paragem 0
• Adequado para o processamento de sinais
de dispositivos de paragem de emergência,
encravamentos, saídas com potencial e
interruptores magnéticos de segurança
• 1 contacto de realimentação adicional
• Função de rearme automático
• Supervisão opcional de curto-circuitos
(por interruptor)
• Indicadores LED verdes para os relés
K1, K2, U
B
e U
i
Dados para encomenda
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, IEC/EN 60947-5-1,
EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de controlo segundo EN 954-1: 4
Condições de arranque: Automático ou botão de arranque
Circuito de realimentação (S/N): Sim
Demora após sinal de arranque automático: ≤ 400 ms
Demora na resposta a “ PARAGEM DE EMERGÊNCIA” : ≤ 1,0 s ± 30% a 24 VCC e
tempo de ligação > 3,5 s
Demora na resposta a “ Erro de rede” : ≤ 1,0 s ± 30% a 24 VCC e
tempo de ligação > 3,5 s
Tensão nominal operativa U
e
: 24 VAC/DC
Intervalo de frequência: 50 / 60 Hz
Protecção contra sobretensão: Fusível electrónico interno,
corrente de activação > 0,5 A,
rearme após aprox. 1 segundo
Fusível electrónico interno (S/N): Sim
Consumo: 2,0 W; 4,9 VA
Supervisão das saídas:
Supervisão de curto-circuitos: Opcional
Supervisão de rupturas de fios: Sim
Supervisão de ligações à terra: Sim
Número de contactos de abertura: 1
Número de contactos de fechamento: 3
Resistência total do circuito: 40 Ω
Saídas:
Categoria de paragem 0: 3
Número de contactos de segurança: 3
Número de saídas de sinalização: 1
Capacidade de comutação máxima
dos contactos de segurança: 250 VAC, 8 A óhmicos (indutivos
mediante circuito protector adequado)
Categoria de utilização segundo EN 60947-5-1: AC-15: 230 V / 6 A
DC-13: 24 V / 1,2 A
Vida mecânica: 10
7
de manobras
Condições ambientais:
Temperatura ambiente: – 25°C … + 60°C
Temperatura de transporte e armazenamento: – 25°C … + 85°C
Tipo de protecção: Caixa: IP 40, terminais: IP 20, lugar de instalação: IP 54
Fixação: Fixação rápida para carris normalizados segundo DIN EN 60715
Tipo de ligação: Terminais de parafuso
Secção de fios mínima: 0,25 mm
2
Secção de fios máxima: 2,5 mm
2
Peso: 230 g
Dimensões (altura/largura/profundidade): 100 x 22,5 x 121 mm
Nota: As cargas indutivas (por exemplo, contactores, relés, etc.)
devem possuir um circuito supressor adequado
SRB 301MC- 24V
Certificados
H
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-26
5- 27
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• SRB para proteger resguardos até à
categoria 4 segundo EN 954-1
• Supervisão de um resguardo com sensores
magnéticos de segurança da série BNS.
• O circuito de realimentação supervisa a
posição dos contactores Ka e Kb.
• Se se utilizar apenas um relé ou contactor
externo para comutar a carga, o sistema
pode ser incluído na categoria 3 segundo
EN 954-1, sempre que a exclusão da falha
de um contactor externo se documente e
justifique adequadamente; por exemplo,
mediante o uso de um contactor fiável e
de categoria superior. O facto de utilizar um
segundo contactor aumenta a segurança
graças à desligação redundante da carga.
• Arranque automático:
A programação do arranque automático
realiza-se incluindo o circuito de reali-
mentação através dos terminais X1/X2. Se
não for preciso circuito de realimentação, o
mesmo deve ser substituído por uma ponte.
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
K1 K2
F1
UB Ui
L1
N
K1
K2
34
S
J
Ansteuerlogik/
Control circuit
nQS
QS
A1 S12 S11 S21 13 23 S22 X1 33 41 X2
A2 42 24 14
K
A
K
B
K
A
K
B
K
B
K
A
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem
a presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:54 Uhr Seite 5-27
5- 28
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 200X2
• Adequado para o processamento de sinais
de saídas sem potencial; por exemplo, de
dispositivos de paragem de emergência,
encravamentos e similares
• Controlo por 1 ou 2 canais
• 2 contactos de segurança, paragem 0
• Capacidade de comutação dos contactos
de segurança 8 A (ver Dados técnicos)
• Rearme automático, rearme manual com
detecção do flanco (ver as folhas de dados)
• Indicadores LED para os relés K1, K2
e tensão de alimentação U
B
e U
i
(ver as folhas de dados)
• Categoria 4 segundo EN 954-1,
segundo versão
Dados para encomenda
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, IEC/EN 60947-5-1,
EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de controlo segundo EN 954-1: 4
Condições de arranque: Botão de arranque (monitorizado)
Circuito de realimentação (S/N): Sim
Atraso no arranque no “ botão de reset” : ≤ 20 ms
Demora na resposta a “ PARAGEM DE EMERGÊNCIA” : ≤ 20 ms
Tensão nominal operativa U
e
: 24 VAC/DC
Intervalo de frequência: 50 / 60 Hz
Protecção contra sobretensão: Fusível electrónico interno,
corrente de activação > 1,0 A
Fusível electrónico interno (S/N): Sim
Consumo: 1,3 W; 3,0 VA
Supervisão das saídas:
Supervisão de curto-circuitos: Sim
Supervisão de rupturas de fios: Sim
Supervisão de ligações à terra: Sim
Número de contactos de fechamento: 2
Resistência total do circuito: 40 Ω
Saídas:
Categoria de paragem 0: 2
Número de contactos de segurança: 2
Capacidade de comutação máxima
dos contactos de segurança: 250 VAC, 8 A óhmicos (indutivos
mediante circuito protector adequado)
Categoria de utilização segundo EN 60947-5-1: AC-15: 230 V / 6 A
DC-13: 24 V / 6 A
Vida mecânica: 10
7
de manobras
Condições ambientais:
Temperatura ambiente: – 25°C … + 45°C
Temperatura de transporte e armazenamento: – 25°C … + 70°C
Tipo de protecção: Caixa: IP 40, terminais: IP 20, lugar de instalação: IP 54
Fixação: Fixação rápida para carris normalizados segundo DIN EN 60715
Tipo de ligação: Terminais de parafuso
Secção de fios mínima: 0,25 mm
2
Secção de fios máxima: 2,5 mm
2
Peso: 230 g
Dimensões (altura/largura/profundidade): 100 x 22,5 x 121 mm
Nota: As cargas indutivas (por exemplo, contactores, relés, etc.)
devem possuir um circuito supressor adequado
SRB 200X2
Certificados
H
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-28
5- 29
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• SRB para proteger resguardos até à
categoria 4 segundo EN 954-1
• O circuito de realimentação supervisa a
posição dos contactores Ka e Kb.
• Se se utilizar apenas um relé ou contactor
externo para comutar a carga, o sistema
pode ser incluído na categoria 3 segundo
EN 954-1, sempre que a exclusão da falha
de um contactor externo se documente e
justifique adequadamente; por exemplo,
mediante o uso de um contactor fiável e
de categoria superior. O facto de utilizar um
segundo contactor aumenta a segurança
graças à desligação redundante da carga.
• Arranque automático:
A programação do arranque automático
realiza-se incluindo o circuito de reali-
mentação através dos terminais S33/S34. Se
não for preciso circuito de realimentação, o
mesmo deve ser substituído por uma ponte.
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Tensão de alimentação U
B
Exemplo de comutação
J S
A1 S11 S12 S21 S22 S33 S34
F1
UB
K1 K2
A2
K1
K2
13 23
14 24
N
L1
Ansteuerlogik/
Control circuit
K
A
K
B
K
A
K
B
K
A
K
B
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem
a presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-29
5- 30
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 202 C.
Certificados
H
Dados para encomenda
SRB 202 C.
ver tabela a direita
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 2x Stop 0
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão de rearme com / sem detecção
de flanco (opcional), com rearme automático,
com / sem reconhecimento de curto circuito (opcional)
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro, ventilado
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Máx. 2,5 mm
2
condutor de uma ou
múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC –15%/+20%, ondulação
remanescente até o máx. 10%
I
e
: Máx. 0,18 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: Máx. 4,4 W
Protecção contra curto circuito: F1 fusível electrónico interno,
corrente de disparo > 1 A,
Rearme depois de aproximadamente 1 s
Supervisão ou controle das entradas: 1/2-canais NF / NF e 2-canais NF / NA
(dependendo da versão)
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: S12, S22, S43/S44, S31/S32: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 2 canais de saída
Capacidade de comutação: Canal de saída 13-14/13-24:
soma máx. da energia 230 V, 6A ohm (indutivo
quando usado com a comutação apropriada)
Categoria de aplicação: AC-15: 250 V / 1,5 A
DC-13: 24 V / 1,2 A
Contactos de sinalização: 2 NF
Capacidade de comutação: Contacto sinalizador: 2A/24 VDC
Material de contacto: AGNi, auto limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 40 ms (nível 1)
≤ 0,5 s (nível 2)
Retardo na desactivação: ≤ 50 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating“ - sob consulta)
Resistência mecânica: 10 milhões de comutações
Indicador / Sinalizador de função: 6 LED
Peso: 235 g
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Dados para encomenda
Nível 1: Sensores Nível 2: Condições de arranque:
NF/NF rearme sem detecção de flanco,
opcionalmente com rearme automático
SRB 202 CS/ T Rearme com flanco cadente NF/NF
SRB 202 CS Rearme sem detecção de flanco, NF/NF
opcionalmente com rearme automático
SRB 202 CA/ T Rearme com flanco cadente NF/NA
SRB 202 CA/ QT Rearme com flanco cadente NF/NA
supervisão de curto circuito
SRB 202 CA Rearme sem detecção de flanco NF/NA
opcionalmente com rearme automático
SRB 202 CA/ Q Rearme sem detecção de flanco, NF/NA
opcionalmente com rearme automático,
supervisão de curto circuito
• Módulo combinado (Avaliação dupla)
• 2 canais de saída com distintos
procedimentos de desactivação,
exemplo: „ Paragem de Emergência“ (nível 1),
supervisão de portas só abre o segundo
canal de saída (nível 2)
• Processamento de sinais de contactos livres
de potência, ex.: equipamentos de comando
de paragem de emergência (nível 1),
interruptores de posicionamento com
funções de segurança e encravamentos
(nível 2).
• 2 contactos de sinalização: NF (2 níveis)
• Supervisão de curto circuito (opcional)
• Estagio 1: rearme com ou sem detecção de
flanco (opcional) ou arranque automático,
nível 2: rearme sem detecção de flanco
ou arranque automático.
• Controle de 1 ou 2 canais
• 6 LED’s para sinalizar as
condições de operação
• NF/NF ou NF/NA processamento
do sinal no nível 2 - opcional
• Categoria de comando 4
de acordo com EN 954-1
• Terminais conectáveis
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-30
5- 31
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais,
representado no exemplo de uma comutação
„ Paragem de Emergência“ (nível 1) com
botão externo de rearme J, e uma super-
visão portas (nível 2) com circuito de
realimentação S
• O controle reconhece curto circuitos,
rupturas de cabo e aterramento dos
circuitos de supervisão
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• Arranque automático:
nível 1: A programação do arranque auto-
mático é realizada pela inclusão do circuito
de realimentação junto aos terminais
X1/+24VDC.
nível 2: A programação do arranque auto-
mático é realizada pela inclusão do circuito
de realimentação junto aos terminais
X2/+24VDC Não havendo necessidade des
circuito de realimentação estes terminais
deverão ser shuntados
• 1 contacto NF por nível sinaliza respectiva-
mente o estado do nível 1 e do nível 2
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Posição dos reles K3
• Posição dos reles K4
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
A1
A2
SRB 202CA/Q
S12 S22 S32 S31 X2 13
14
Control logic
24
31
L1
24 VDC
32 42
K1 K3 K1 K3
K1 K3
F1
Ui Ub K2 K4
K2 K4
K2 K4
S43 S44 X1
J
N
KA KC KB KD
S
KC KC
KB
KA
KD KD
A
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-31
5- 32
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 400 C.
Certificados
H
Dados para encomenda
SRB 400 C.
ver tabela a direita
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 4x Stop 0
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão de rearme com / sem detecção
de flanco (opcional), com rearme automático,
com / sem reconhecimento de curto circuito (opcional)
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro, ventilado
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Máx. 2,5 mm
2
condutor de uma ou
múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC –15%/+20%, ondulação
remanescente até o máx. 10%
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
I
e
: Máx. 0,18 A
Potência instalada: Máx. 4,4 W
Protecção contra curto circuito: F1 fusível electrónico interno,
corrente de disparo > 1 A,
Rearme depois de aproximadamente 1 s
Supervisão ou controle das entradas: 1/2-canais NF / NF e 2-canais NF / NA
(dependendo da versão)
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: S12, S22, S43/S44, S31/S32: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 4 canais de saída
Capacidade de comutação: Canal de saída 13-14/13-24 e 33-34/33/44:
soma máx. da energia 230 V, 6A ohm (indutivo
quando usado com a comutação apropriada)
Categoria de aplicação: AC-15: 250 V / 1,5 A
DC-13: 24 V / 1,2 A
Material de contacto: AGNi, auto limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 40 ms (nível 1)
≤ 0,5 s (nível 2)
Retardo na desactivação: ≤ 50 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating“ - sob consulta)
Resistência mecânica: 10 milhões de comutações
Indicador / Sinalizador de função: 6 LED
Peso: 235 g
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Dados para encomenda
Nível 1: Sensores Nível 2: Condições de arranque:
NF/NF rearme sem detecção de flanco,
opcionalmente com rearme automático
SRB 400 CS/ T Rearme com flanco cadente NF/NF
SRB 400 CS Rearme sem detecção de flanco, NF/NF
opcionalmente com rearme automático
SRB 400 CA/ T Rearme com flanco cadente NF/NA
SRB 400 CA/ QT Rearme com flanco cadente NF/NA
supervisão de curto circuito
SRB 400 CA Rearme sem detecção de flanco NF/NA
opcionalmente com rearme automático
SRB 400 CA/ Q Rearme sem detecção de flanco, NF/NA
opcionalmente com rearme automático,
supervisão de curto circuito
• Módulo combinado (Avaliação dupla)
• 2 canais de saída com distintos
procedimentos de desactivação,
exemplo: „ Paragem de Emergência“
abre todos canais de saída (nível 1),
supervisão de portas só abre dois
canais de saída (nível 2)
• Processamento de sinais de contactos livres
de potência, ex.: equipamentos de comando
de paragem de emergência (nível 1),
interruptores de posicionamento com
funções de segurança e encravamentos
(nível 2).
• Supervisão de curto circuito (opcional)
• Estagio 1: rearme com ou sem detecção de
flanco (opcional) ou arranque automático,
nível 2: rearme sem detecção de flanco
ou arranque automático.
• Controle de 1 ou 2 canais
• 6 LED’s para sinalizar as
condições de operação
• NF/NF ou NF/NA processamento
do sinal no nível 2 - opcional
• Categoria de comando 4
de acordo com EN 954-1
• Terminais conectáveis
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-32
5- 33
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais,
representado no exemplo de uma comutação
„ Paragem de Emergência“ (nível 1) com
botão externo de rearme J, e uma super-
visão portas (nível 2) com circuito de
realimentação S
• O controle reconhece curto circuitos,
rupturas de cabo e aterramento dos
circuitos de supervisão
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• Arranque automático:
nível 1: A programação do arranque auto-
mático é realizada pela inclusão do circuito
de realimentação junto aos terminais
X1/+24VDC.
nível 2: A programação do arranque auto-
mático é realizada pela inclusão do circuito
de realimentação junto aos terminais
X2/+24VDC Não havendo necessidade des
circuito de realimentação estes terminais
deverão ser shuntados
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Posição dos reles K3
• Posição dos reles K4
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
A1
A2
SRB 400 CA/Q
S12 S22 S32 S31 X2 13
14
N
Control logic
24
33
L1
24 VDC
34 44
K1 K3 K1 K3
K1 K3
F1
**
Ui Ub K2 K4 K2 K4
K2 K4
S43 S44 X1
J
A
S
KC KC
KB
KA
KD KD
KA KC KB KD
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-33
5- 34
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 504ST
• Adequado para o processamento de sinais
de saídas sem potencial; por exemplo, de
dispositivos de paragem de emergência,
encravamentos, interruptores magnéticos
de segurança e saídas afectadas de
potencial (AOPD)
• Controlo por 1 ou 2 canais
• 5 contactos de segurança, paragem 0
• 4 saídas de sinalização
• Capacidade de comutação dos contactos
de segurança 6A
• Rearme automático, rearme manual com
detecção do flanco
• Indicadores LED para os relés K1, K2
e tensão de alimentação U
B
e U
i
• Categoria 4 segundo EN 954-1
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, IEC/EN 60947-5-1,
EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de controlo segundo EN 954-1: 4
Condições de arranque: Automático ou botão de arranque
(opcionalmente monitorizado)
Circuito de realimentação (S/N): Sim
Demora após sinal de arranque automático: ≤ 400 ms
Atraso no arranque no “ botão de reset” : ≤ 30 ms
Demora na resposta a “ PARAGEM DE EMERGÊNCIA” : ≤ 30 ms
Demora na resposta a “ Erro de rede” : ≤ 80 ms
Tensão nominal operativa U
e
: 24 VAC/DC
Intervalo de frequência: 50 / 60 Hz
Protecção contra sobretensão: Fusível electrónico interno,
corrente de activação > F1: 2,5 A, F2: 0,5 A,
Rearme depois do corte da tensão de alimentação
Fusível electrónico interno (S/N): Sim
Consumo: 3,2 W, 4,7 VA, saída auxiliar em separado
Supervisão das saídas:
Supervisão de curto-circuitos: Opcional
Supervisão de rupturas de fios: Sim
Supervisão de ligações à terra: Sim
Número de contactos de abertura: 1
Número de contactos de fechamento: 5
Resistência total do circuito: 40 Ω
Saídas:
Categoria de paragem 0: 5
Número de contactos de segurança: 5
Número de saídas de sinalização: 4
Capacidade de comutação máxima
dos contactos de segurança: 250 VAC, 8 A óhmicos (indutivos
mediante circuito protector adequado)
Categoria de utilização segundo EN 60947-5-1: AC-15: 230 V / 6 A
DC-13: 24 V / 6 A
Vida mecânica: 10
7
de manobras
Condições ambientais:
Temperatura ambiente: – 25°C … + 60°C
Temperatura de transporte e armazenamento: – 25°C … + 85°C
Tipo de protecção: Caixa: IP 40, terminais: IP 20, lugar de instalação: IP 54
Fixação: Fixação rápida para carris normalizados segundo DIN EN 60715
Tipo de ligação: Terminais roscados conectáveis
Secção de fios mínima: 0,25 mm
2
Secção de fios máxima: 2,5 mm
2
Peso: 420 g
Dimensões (altura/largura/profundidade): 120 x 45 x 121 mm
Nota: As cargas indutivas (por exemplo, contactores, relés, etc.)
devem possuir um circuito supressor adequado
Dados para encomenda
SRB 504ST- 24V
Certificados
H
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-34
5- 35
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Controlo por 2 canais, descrito no exemplo
de supervisão do resguardo com dois
contactos A e B, um deles com abertura
forçada, com botão externo de rearme J
• Campos de potência: Controlo por 2 canais,
para reforçar os contactos, ou então para
ampliar o seu número, utilizando contactores
ou relés com os contactos forçados
• S= Circuito de realimentação
• O controlo detecta rupturas de fios e
ligações à terra do circuito de vigilância
• Detectam-se curto-circuitos entre os
circuitos de segurança
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Posição dos reles K3
• Posição dos reles K4
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
A1 A1.1 S21 S22 X5
J
X3 X4 X1 X2 S32 23 33 43
L1
53
S
K K
A2 24 44 Y3 Y2 Y1 54 62
K4 K2
K2
K3
K4 K3
K1
K1
F2
F1
A B
14
K2
K1
K4
K3
K
B
K
A
K2
K1
34
Ansteuerlogik
S11 S31 S12 61 13
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem
a presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-35
5- 36
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 211 ST
• Processamento de sinais de contactos livres
de potência, ex.: equipamentos de comando
de paragem de emergência, interruptores de
posicionamento com funções de segurança
e encravamentos
• Processamento de sinais de saídas
(contactos) energizadas, exemplo:
cortinas e grades ópticas
• Controle de 1 ou 2 canais
• 2 canais de saída, Stop 0
1 canal de saída, Stop1
• 1 contacto de sinalização
(saída de semi condutor)
• Opcionalmente supervisão de curto
circuitos, arranque com detecção
de flanco ou arranque automático
• Categoria de comando 4
de acordo com EN 954-1
• Terminais conectáveis
Certificados
H C D
Dados para encomenda
SRB 211 ST
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 2 x Stop 0,1 x Stop 1 (1 ... 30 s retardo)
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão de rearme com
detecção de flanco, auto-rearme
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro, ventilado
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Máx. 2,5 mm
2
condutor de uma ou
múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC –15%/+20%, ondulação
remanescente até o máx. 10%
24 VAC –15%/+10%
Faixa de frequência: 50/60 Hz (em voltagem operacional AC)
I
e
: 0,24 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: Máx. 5,7 VA, 5,1 W
Protecção contra curto circuito: F1 fusível electrónico interno,
corrente de disparo > 1,0 A,
Rearme depois de interrupção no
fornecimento da tensão de alimentação
Supervisão ou controle das entradas: 1 ou 2 canais
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: S11/S12, S21/S22: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 3 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: 4 A/230 VAC ohm (indutivo quando
usado com a comutação apropriada)
Canais de saída: „ Stop 0“ 1,5A/250 V, 1,2 A/24 V
„ Stop 1“ 3 A/250 V, 2 A/24 V
Protecção: Canais de saída: 4 A gG fusível D
Contactos de sinalização: 24 VDC (interno) / 100 mA
Material de contacto: AgSnO, auto-limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 40 ms
Retardo na desactivação: ≤ 40 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating“ - sob consulta)
Resistência mecânica: 10 milhões de comutações
Indicador / Sinalizador de função: 5 LED
Peso: 255 g
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-36
5- 37
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais, repre-
sentado no exemplo da supervisão portas
com dois interruptores de posicionamento,
um dos quais é de ruptura positiva, botão
externo de rearme J, supervisão de curto
circuito e com circuito de realimentação S
• O controle reconhece curto circuitos, ruptu-
ras de cabo e aterramento dos circuitos de
supervisão
• F1 = Dispositivo de segurança híbrido
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• No controle de 1 canal conectar o NF
S11/S12 e shuntar S12/S22
• Conectar as saídas energizadas de cortinas e
grades ópticas (comutações-p) em S12/S22.
O equipamentos terão que ter a mesma
referência de potência
• Arranque automático:
A programação do arranque automático
é realizada pela inclusão do circuito de
realimentação junto aos terminais X1/X3.
Não havendo necessidade des circuito de
realimentação estes terminais deverão ser
shuntados
• Retardo no corte de tensão:
Canal de saída „ Stop 1“ 37/38 permite
regular o atraso de 1 a 30 segundos.
A regulagem é realizada através de um
potenciómetro que fica debaixo da tampa
que fica na parte frontal do invólucro
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Posição dos reles K3/K4
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
A1
AC/
DC
A2
S12 S11 S21 S22 X1 X2 X3 13
14
KB
KA
N
Control logic
23
24
37
L1
38 Y1
K3
K3
K1
K1
F1
UB Ui K2
K2
K4
K4
SRB 211ST
3
M
A
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-37
5- 38
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 324 ST
• Programável para as seguintes saídas
livres de potencial, por exemplo botões de
emergêcia ou interruptores de segurança, etc.
• Programável para as seguintes saídas
ligadas a um potencial (AOPD’s), por exemplo
cortinas/grades de luz de segurança
• Controle de 1 ou 2 canais
• 5 saídas das quais 2 com atraso: (1…30s)
• 3 contactos de sinalização
(saída de semi condutor)
• Com dispositivo de segurança híbrido
• Opções
- Detecção de curto circuito
- Reset Manual com queda de tensão
no chaveamento seguro
- Reset automático
• Categoria de comando 4 de acordo
com EN 954-1
• LED verde indica os reles K1, K2, a
alimentação Ub e o fusível interno Ui
Certificados
Dados para a encomenda
SRB 324 ST
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 3 x Stop 0, 2 x Stop 1 (1 ... 30 s retardo)
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão „ start“ , botão de rearme
(flanco cadente), auto-rearme
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: min. 0,2 mm
2
, máx. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC –15%/+20%, ondulação remanescente até o máx. 10%
24 VAC –15%/+10%
Faixa de frequência: 50/60 Hz (em voltagem operacional AC)
I
e
: Máx. 0.2 A (Versão DC),
mais as saídas de sinalização Y1-Y3
Tipo de protecção: bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: Máx. 7.8 VA; 4.8 W
mais as saídas de sinalização Y1-Y3
Protecção contra curto circuito: F1 fusível electrónico interno, corrente de disparo > 0,5 A,
Rearme depois de interrupção no
fornecimento da tensão de alimentação
Supervisão ou controle das entradas: 1 ou 2 canais
Circuito de retorno: sim
Circuitos de comando: S11/S12, S21/S22: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 5 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: canais de saída „ Stop 0“ : 6 A/230 VAC, 6 A/24 VDC
canais de saída „ Stop 1“ : 3 A/230 VAC, 2 A/24 VDC
Protecção: canais de saída: 6 A gG fusível D
Contatos auxiliares 61/62:
Capacidade de comutação: Contatos auxiliares: 2 A/24 VDC
Saída de sinal: Y1 - Y3: 8 saídas por transístor total 100 mA,
a prova de curto circuito
Frequência máxima de comutação: 5 Hz
Material de contacto: AgNi, AgSnO, auto-limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 30 ms
Retardo na desactivação: ≤ 30 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C (Curva „ Derating „ - sob consulta)
Durabilidade mecânica: 10 milhões de comutações
Sinalizador de função: 6 LED
Peso: 480 g
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-38
5- 39
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais,
representado no exemplo da supervisão
portas com dois interruptores de posiciona-
mento, um dos quais é de ruptura positiva,
botão externo de rearme J, supervisão de
curto circuito e com circuito de retorno S
• O controle reconhece curto circuitos,
rupturas de cabo e aterramento dos circuitos
de supervisão
• F1 = Dispositivo de segurança híbrido
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• Conectar os contactos NF S11/S12 e shuntar
S12/S32 e S21/S22 no controle de 1 canal
• Saída de segurança semi condutora de
cortinas/grades de luz (tipo PNP) ligar nos
bornes S12/32 e curto circuitar os bornes
S21/S22. Os equipamentos devem ser
ligados na mesma fonte de alimentação.
• Arranque automático:
A programação do arranque automático é
realizada pela inclusão do circuito de retorno
junto aos terminais X1/X2. Não havendo
necessidade des circuito de retorno estes
terminais deverão ser shuntados de X1/X2
y X4/X5.
• Retardo no corte de tensão:
Canal de saída „ Stop 1“ 37/38 permite
regular o atraso de 1 a 30 segundos. A
regulagem é realizada através de um Inter-
ruptor Dip que fica debaixo da tampa que
fica na parte frontal do invólucro
• Saídas de sinalização
Y1 = status entrada S12
Y2 = status entrada S22
Y3 = status tensão de operação
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Posição dos reles K3
• Posição dos reles K4
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
SRB 324ST
L1
K1
K1
K2
K3
K4
K3
K1 K3 K2 K4
48 34
61 57
62 58
47
24
33 S22 S11 S21 S12 A1
F2
X1 X2 X3 X5 X4 13 23
14 S31 S32 Y1 Y3 A2
F1
AC/
DC
Control logic
Y2
KB
KA
3
N
M
S
J
K2
K1
K2
K4
A
TIMER TIMER
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem
a presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-39
5- 40
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 031MC
• Controlo por 1 ou 2 canais
• 3 contactos de segurança com demora
(ajustes da fábrica: 0,4 s; 0,7 s; 1,1 s; 1,5 s)
• Adequado para o processamento de sinais
de dispositivos de paragem de emergência,
encravamentos, saídas com potencial e
interruptores magnéticos de segurança
• 1 contacto de realimentação adicional
• Função de rearme automático
• Supervisão opcional de curto-circuitos
(por interruptor)
• Indicadores LED verdes para os relés
K1, K2, U
B
e U
i
Dados para encomenda
SRB 031MC- 24V- 1,1s
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, IEC/EN 60947-5-1,
EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de controlo segundo EN 954-1: 4
Condições de arranque: Automático ou botão de arranque
Circuito de realimentação (S/N): Sim
Demora após sinal de arranque automático: ≤ 400 ms
Demora na resposta a “ PARAGEM DE EMERGÊNCIA” : ≤ 1,0 s ± 30% a 24 VCC e
tempo de ligação > 3,5 s
Demora na resposta a “ Erro de rede” : ≤ 1,0 s ± 30% a 24 VCC e
tempo de ligação > 3,5 s
Tensão nominal operativa U
e
: 24 VAC/DC
Intervalo de frequência: 50 / 60 Hz
Protecção contra sobretensão: Fusível electrónico interno,
corrente de activação > 0,5 A,
rearme após aprox. 1 segundo
Fusível electrónico interno (S/N): Sim
Consumo: 2,0 W; 4,9 VA
Supervisão das saídas:
Supervisão de curto-circuitos: Opcional
Supervisão de rupturas de fios: Sim
Supervisão de ligações à terra: Sim
Número de contactos de abertura: 1
Número de contactos de fechamento: 3
Resistência total do circuito: 40 Ω
Saídas:
Categoria de paragem 1: 3
Número de contactos de segurança: 3
Número de saídas de sinalização: 1
Capacidade de comutação máxima
dos contactos de segurança: 250 VAC, 8 A óhmicos (indutivos
mediante circuito protector adequado)
Categoria de utilização segundo EN 60947-5-1: AC-15: 230 V / 6 A
DC-13: 24 V / 1,2 A
Vida mecânica: 10
7
de manobras
Condições ambientais:
Temperatura ambiente: – 25°C … + 60°C
Temperatura de transporte e armazenamento: – 25°C … + 85°C
Tipo de protecção: Caixa: IP 40, terminais: IP 20, lugar de instalação: IP 54
Fixação: Fixação rápida para carris normalizados segundo DIN EN 60715
Tipo de ligação: Terminais de parafuso
Secção de fios mínima: 0,25 mm
2
Secção de fios máxima: 2,5 mm
2
Peso: 250 g
Dimensões (altura/largura/profundidade): 100 x 22,5 x 121 mm
Nota: As cargas indutivas (por exemplo, contactores, relés, etc.)
devem possuir um circuito supressor adequado
Certificados
H
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-40
5- 41
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• SRB para proteger resguardos até à
categoria 4 segundo EN 954-1
• Supervisão de um resguardo com sensores
magnéticos de segurança da série BNS.
• O circuito de realimentação supervisa a
posição dos contactores Ka e Kb.
• Se se utilizar apenas um relé ou contactor
externo para comutar a carga, o sistema
pode ser incluído na categoria 3 segundo
EN 954-1, sempre que a exclusão da falha
de um contactor externo se documente e
justifique adequadamente; por exemplo,
mediante o uso de um contactor fiável e
de categoria superior. O facto de utilizar um
segundo contactor aumenta a segurança
graças à desligação redundante da carga.
• Arranque automático:
A programação do arranque automático
realiza-se incluindo o circuito de reali-
mentação através dos terminais X1/X2. Se
não for preciso circuito de realimentação, o
mesmo deve ser substituído por uma ponte.
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
K1 K2
F1
UB Ui
L1
N
K1
K2
nQS
QS Control circuit
Ansteuerlogik/
46
45
A2 38 28 18
J
S
K
A
K
B
K
B
K
A
K
A
K
B
37 27 17 X2 A1 S12 X1 S22 S21 S11
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem
a presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-41
5- 42
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB- NA- R- C.19
• Programável para as seguintes alternativas
saídas livres de potencial, por exemplo
botões de emergêcia ou interruptores de
segurança, etc.
• Programável para as seguintes alternativas
saídas ligadas a um potencial (AOPD’s), por
exemplo cortinas/grades de luz de segurança
• Controle de 1 ou 2 canais
• 3 canais de saída, Stop 1
(Retardo no corte de tensão 0,7...5,3 s)
• Opcional:
– Reset manual com queda de tensão
– Reset automático
• Categoria de comando 4 de acordo
com EN 954-1
• LED verde indica os reles K2,
K3, K4, e o fusível interno Ui
Certificados
Dados para a encomenda
SRB- NA- R- C.19
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 3x Stop 1
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão de rearme com detecção
de flanco, auto-rearme
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Tipo de conexão: Terminais roscados autoseparadores
Secção: Min. 0,5 mm
2
, máx. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC – 15 % / + 20 %, ondulação
remanescente até o máx. 10%
I
e
: Máx. 0,125 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: < 3 W
Protecção contra curto circuito: Fusível em tubo de vidro,
Corrente de disparo F1: 0,25 A
F2: 0,5 A
F3: 0,1 A
Supervisão ou controle das entradas: 1 ou 2 canais
Circuito de retorno: Sim
Circuitos de comando: T11/S11, T11/S2: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 3 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: Canais de saída: 6 A/230 VAC, 6/24 VDC
Protecção: Canais de saída: 6 A gG fusível D
Frequência máxima de comutação: 5 Hz
Material de contacto: AgNi, AgSnO, auto-limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 100 ms
Retardo na desactivação: 0,7 … 5,3 s
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating „ - sob consulta)
Durabilidade mecânica: 10 milhões de comutações
Sinalizador de função: 4 LED
Peso: 390 g
Dimensões: 45 x 83 x 140 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-42
5- 43
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais,
representado no exemplo de uma comutação
de uma supervisão de porta com dois inter-
ruptores de posicionamento, sendo que no
mínimo um terá que ser um contacto de
ruptura positiva, com botão externo de
rearme J, e circuito de retorno S
• O controle reconhece rupturas de condutores
e aterramentos no circuito de supervisão.
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• No controle de 1 canal conectar o NF T11/S1
• Arranque automático:
A programação do arranque automático é
realizada pela inclusão do circuito de retorno
junto aos terminais S11/Y1. Não havendo
necessidade des circuito de retorno estes
terminais deverão ser shuntados
• Atraso das saídas (13/14, 23/24, 33/34)
programável entre 0.7 e 5.3 segundos para
seu desligamento. O tempo é colocado
através dos „ DIP-Switch“ sob a tampa do
envólocro. (veja intruções de programação).
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K2
• Posição dos reles K3
• Posição dos reles K4
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
S
F2
K1
K2
K3
13 23 33 V1 S22 S2 S11 S1 Y2 Y1 T11 A1
14 24 34 A2
L1
J
24 VDC
0V
KA
KB
K1 K2
F1
K2
K3
F3
K3 K4
K1
K1 K2
K4
K1 K3
K4
N
3
M
SRB-NA-R-C.19
A
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem
a presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-43
5- 44
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB- NA- R- C.31
• Preparado para trabalhar com entradas
livres de potencial, por exemplo Botões de
emergência, interruptores de segurança, etc.
• Controle de 1 ou 2 canais
• 4 saídas das quais 2 com atraso: (0,5s)
• Reset Manual sem queda de tensão
• Reset automático
• Categoria de comando 4 de acordo
com EN 954-1
• LED verde indica os reles K1, K2, a
alimentação Ub e o fusível interno Ui
Certificados
Dados para a encomenda
SRB- NA- R- C.31
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 3 x Stop 0,1 x Stop 1 (0,5 s retardo
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão de rearme sem detecção
de flanco, auto-rearme
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Tipo de conexão: Terminais roscados autoseparadores
Secção: Min. 0,5 mm
2
, máx. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC – 15 % / + 20 %, ondulação
remanescente até o máx. 10%
I
e
: Máx. 0,2 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: Máx. 4,5 W
Protecção contra curto circuito: Fusível em tubo de vidro
F1: Corrente de disparo 1,25 mA
F2 A:Corrente de disparo 1,0 mA
Supervisão ou controle das entradas: 1 ou 2 canais
Circuito de retorno: Sim
Circuitos de comando: C1/S1, C1/S2: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 4 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: Saídas: 4A/230 Vac, 4A/24Vdc
Protecção: Canais de saída: 4 A gG fusível D
Frequência máxima de comutação: 5 Hz
Material de contacto: AgNi, AgSnO, auto-limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 200 ms
Retardo na desactivação: ≤ 20 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating „ - sob consulta)
Durabilidade mecânica: 10 milhões de comutações
Sinalizador de função: 6 LED
Peso: 390 g
Dimensões: 45 x 83 x 140 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-44
5- 45
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais,
representado no exemplo de uma comutação
de uma supervisão de porta com dois inter-
ruptores de posicionamento, sendo que no
mínimo um terá que ser um contacto de
ruptura positiva, com botão externo de
rearme J, e circuito de retorno S
• O controle reconhece rupturas de condutores
e aterramentos no circuito de supervisão.
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• No controle de 1 canal conectar o NF
S11/S12 e shuntar S12/S22
• Arranque automático:
A programação do arranque automático é
realizada pela inclusão do circuito de retorno
junto aos terminais X1/X3. Não havendo
necessidade des circuito de retorno estes
terminais deverão ser shuntados.
• Retardo no corte de tensão:
Canal de saída „ Stop 1“ 37/38 permite
regular o atraso de 1 a 30 segundos. A
regulagem é realizada através de um
potenciómetro que fica debaixo da tampa
que fica na parte frontal do invólucro
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Posição dos reles K3
• Posição dos reles K4
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
C C1
D
X1 X2 S1 S2 13
14
KA
KB
N
23
24
33 47
L1
34 48 L62
K3
K3
K1
K5
F2
UB Ui
K2 K1
K4
SRB-NA-R-C.31
3
M
K1
K2
K3
K4
TIMER
F1
K5 K1
K4 K2
TIMER
K5 K2
K5
24V
0V
K1
K2
A
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem
a presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-45
5- 46
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
SRB 211 AN
• Preparado para trabalhar com
Saídas livres de potencial, por exemplo
comando de emergência, interruptores
de segurança, etc.
• Preparado para trabalhar com
Saídas de segurança das interruptores
magnéticas (neste caso, integrar um limitador
de corrente e potencial de acordo com as
caracteristicas técnicas)
• Controle de 2 canais
• 2 Saídas com categoria de parada 0
1 Saída com categoria de parada 1
• Feed back através de contatos fechados
(com potencial)
• Com dispositivo de segurança híbrido
• Reconhecimento de curtos circuitos
• Opcional:
– Reset manual com queda de tensão
– Reset automático
• Categoria de comando 4 de acordo
com EN 954-1
• LED verde indica os reles K1, K2, a
alimentação Ub e o fusível interno Ui
Certificados
Dados para a encomenda
SRB 211 AN
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 2x Stop 0, 1x Stop 1
Categoria de comando: 4
Condições de arranque: Botão de rearme com detecção
de flanco, auto-rearme
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Tipo de conexão: Conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Min. 0,2 mm
2
, máx. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC – 15 % / + 20 %, ondulação
remanescente até o máx. 10%
24 VAC – 15 % / + 10 %
Faixa de frequência: 50/60 Hz (em voltagem operacional AC)
I
e
: Máx. 0,24 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: Máx. 5,7 VA, 5,1 W
Protecção contra curto circuito: F1 fusível electrónico interno,
corrente de disparo > 0,375 A,
Rearme depois de interrupção no
fornecimento da tensão de alimentação
Supervisão ou controle das entradas: 2 canais NA/NF
Circuito de retorno: Sim
Circuitos de comando: S11/S12, S21/S22: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 3 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: Canais de saída: 6 A/230 VAC, 6 A/24 VDC (ohm)
Canais de saída „ Stop 0“ : 1,5 A/230 VAC, 1,2 A/24 VDC
Canais de saída „ Stop 1“ : 3 A/230 VAC, 2 A/24 VDC
Protecção: Canais de saída: 6 A gG fusível D
Frequência máxima de comutação: 5 Hz
Contatos auxiliares Y1:
Capacidade de comutação: Contatos auxiliares: 0.1A/24 Vdc
Material de contacto: AgNi, AgSnO, auto-limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 40 ms
Retardo na desactivação: ≤ 40 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
(Curva „ Derating „ - sob consulta)
Durabilidade mecânica: 10 milhões de comutações
Sinalizador de função: 5 LED
Peso: 255 g
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-46
5- 47
Paragem de emergência e monitorização de portas de segurança
Observação
• Nível da entrada: Controle de 2 canais,
representado no exemplo de uma comutação
de uma supervisão de porta com dois inter-
ruptores de posicionamento, sendo que no
mínimo um terá que ser um contacto de
ruptura positiva, com botão externo de
rearme J, e circuito de retorno S
• O controle reconhece curto circuitos,
rupturas de cabo e aterramento dos circuitos
de supervisão
• Níveis de desempenho: controle de 2 canais
apropriados para reforçar os contactos, bem
como para aumentar a quantidade de
contactos através de disjuntores ou reles
com contactos guiados
• Atraso
Atraso das saídas 37/38 programável entre
1 e 30 segundos para seu desligamento
(veja intruções de programação).
• As saídas 37/38 estão conforme a norma
EN 60204-1 para categoria de parada 1. As
saídas 13/14 e 23/24 estão conforme a
norma 60204-1 para categoria de parada 0.
• A programação do atraso faz se pelo poten-
ciômetro na parte dianteira do envolocro.
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1
• Posição dos reles K2
• Posição dos reles K3/K4
• Tensão de alimentação U
B
• Voltagem operacional U
i
Exemplo de comutação
A
A1
AC/
DC
A2
S13 S14 S21 S22 X1 X2 13
14
KB
KA
N
Control logic
23
24
37
L1
38 Y1
K3
K3
K1
K1
F1
UB Ui K2
K2
K4
K4
SRB 211AN
3
M
K1
K2
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem
a presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-47
5- 48
Módulo de expansão de saídas
SRB 402 EM
• Módulo de expansão para multiplicar
a quantidade de contactos
• 4 contactos de segurança, paragem 0
• 2 contatos de sinalização (NF)
• LED para sinalizar as
condições de operação.
• Categoria de comando e de acordo
com EN 954-1 dependendo do módulo
de reles de segurança
• Terminais conectáveis
Dados para encomenda
SRB 402EM- 24V
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, IEC/EN 60947-5-3,
EN 954-1, BG-GS-ET-14, BG-GS-ET-20
Categoria de controlo segundo EN 954-1: máx. 4 (dependente do módulo
de segurança conectado)
Condições de arranque: via módulo básico
Circuito de realimentação (S/N): Sim
Demora após sinal de arranque automático: ≤ 30 ms
Demora na resposta a “ PARAGEM DE EMERGÊNCIA” : ≤ 35 ms
Tensão nominal operativa U
e
: 24 VDC –15%/+20%, Ondulação residual máxima.10%;
24 VAC –15%/+10%
Corrente nominal operativa I
e
: 0,05 A
Intervalo de frequência: 50 / 60 Hz
Protecção contra sobretensão: 1,0 A gG fusível D
Fusível electrónico interno (S/N): Não
Consumo: 1,0 W; 1,0 VA
Supervisão das saídas:
Supervisão de curto-circuitos: via módulo básico
Supervisão de rupturas de fios: via módulo básico
Supervisão de ligações à terra: via módulo básico
Número de contactos de abertura: 2
Número de contactos de fechamento: 4
Resistência total do circuito: 40 Ω
Saídas:
Categoria de paragem 0: 4
Número de contactos de segurança: 4
Número de saídas de sinalização: 2
Capacidade de comutação máxima
dos contactos de segurança: 250 VAC, 6 A óhmicos (indutivos
mediante circuito protector adequado)
Categoria de utilização segundo EN 60947-5-1: AC-15: 230 V / 6 A
DC-13: 24 V / 6 A
Vida mecânica: 10
7
de manobras
Condições ambientais:
Temperatura ambiente: – 25°C … + 45°C
Temperatura de transporte e armazenamento: – 25°C … + 70°C
Tipo de protecção: Caixa: IP 40, terminais: IP 20, lugar de instalação: IP 54
Fixação: Fixação rápida para carris normalizados segundo DIN EN 60715
Tipo de ligação: Terminais roscados conectáveis
Secção de fios mínima: 0,25 mm
2
Secção de fios máxima: 2,5 mm
2
Peso: 215 g
Dimensões (altura/largura/profundidade): 100 x 22,5 x 121 mm
Nota: As cargas indutivas (por exemplo, contactores, relés, etc.)
devem possuir um circuito supressor adequado
Certificados
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-48
5- 49
Módulo de expansão de saídas
Observação
• Campos de potência: Controlo por 1 canal
do módulo de expansão, para reforçar os
contactos do relé de segurança ligado, ou
então para ampliar o número dos mesmos.
• Os terminais X1 e X2 do módulo de
expansão devem ser ligados ao circuito
de realimentação ou de rearme do relé
de segurança.
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1/K2
Exemplo de comutação
24V
0V
SRB...
Control logic
SRB 402EM
A1
A2
61 13 23 33 43 51
14 24 34 44 52 62
K3
K1
K2
K1
F1
K4
K3
K4
K2
X1
X2
13 23
14 24
K1
K2
X1
X2
Observação
O esquema de ligação de fios mostra o controlo do módulo de expansão por parte de um relé
de segurança SRB, com todos os resguardos fechados e em posição não alimentada.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-49
5- 50
Módulo de expansão de saídas
AZR 401 EO
• Módulo de expansão para multiplicar a
quantidade de contactos
• 4 canais de saída, Stop 0
• 1 contacto sinalizador (NF)
• Categoria de comando e de acordo
com EN 954-1 dependendo do módulo
de reles de segurança
Certificados
Dados para a encomenda
AZR 401 EO
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 4x Stop 0 (depende da quantidade de módulos
de reles de segurança conectados)
Categoria de comando: Máx. 4 (depende da quantidade de módulos
de reles de segurança conectados)
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Tipo de conexão: Conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Min. 0,6 mm
2
, máx. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 115 VAC
230 VAC – 15 % / + 6 %
I
e
: Máx. 0,5 A
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: 1,2 VA
Protecção contra curto circuito: Proteção texterna M 0.25 A
Circuitos de comando: S13/S14, S23/S24: máx. 28 VDC
Contactos de saída: 4 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: Canais de saída: 6 A/230 VAC, 6/24 VDC
Protecção: Canais de saída: 6 A gG fusível D
Frequência máxima de comutação: 5 Hz
Material de contacto: AgNi, AgSnO, auto-limpante,
contactos com guia positivo
Resistência de contacto: Máx. 100 mΩ em estado de novo
Retardo no fechamento: ≤ 20 ms
Retardo na desactivação: ≤ 20 ms
Distância dieléctrica e de fuga: DIN VDE 0110-1 (04.97), 4 kV/2
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
Curva „ Derating „ - sob consulta)
Durabilidade mecânica: 10 milhões de comutações
Peso: 410 g
Dimensões: 83 x 90 x 127 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-50
5- 51
Módulo de expansão de saídas
Observação
• Nível de desempenho: controle de 1 canal
do módulo de expansão apropriado para
reforçar os contactos, bem como para
aumentar a quantidade de contactos
através dos módulos de reles de
segurança conectados
• Os bornes X1 e X2 do módulo de expansão
terão que estar interligados com circuito
de retorno ou rearme do módulo de reles
de segurança
Exemplo de comutação
24V (L)
0V (N)
SRB...
Control logic
AZR 401EO
13 23
14 24
K1
K2
X1
X2
K1
K1
K1
K1
K2 K2
K2
K2
A2
A1 S13 S23 S14 S24 X1 13 23 33 43 55
PE X2 14 24 34 44 56
Observação
O diagrama elétrico mostra um exemplo de expansor com SRB… rele de segurança para
supervisao de chaves de segurança e na condição de desenergizado.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-51
5- 52
Módulo de expansão de saídas
AZR 62 A2
• Módulo de expansão para multiplicar
a quantidade de contactos
• 6 canais de saída, Stop 0
• 2 saídas de sinalização livres de
potencial: 2 NF em paralelo
• Disponível para diferentes tensões de uso
• LED’s para indicar os estados de operação
• Régua de bornes remomível
• Categoria de comando e de acordo
com EN 954-1 dependendo do módulo
de reles de segurança
Certificados
Dados para a encomenda
AZR 62 A2 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24VDC 24 VDC
24VAC 24 VAC
110VAC 110 VAC
230VAC 230 VAC
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 6x Stop 0 (depende da quantidade de módulos
de reles de segurança conectados)
Categoria de comando: Máx. 4 (depende da quantidade de módulos
de reles de segurança conectados)
Invólucro: policarbonato
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
U
e
: 24 VDC
24 VAC
110 VAC ± 15 %
230 VAC ± 15 %
Potência instalada: < 3 W
Entradas ou acessos: S13/S14 e S23/S24 ligar NF livre de potencial
Contactos de saída: 6 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: 6 A / 250 VAC
3 A / 24 VDC
Protecção: 6 A gG fusível D
Saída de sinal: 2 NF
Ciclo de arranque: < 30 ms
Ciclo de desligar: < 150 ms
Sinalização: LED verde para alimentação e saídas
Frequência máxima de comutação: 5 Hz
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
Sinalizador de função: 3 LED
Peso: 510 g
Dimensões: 100 x 73,2 x 121 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-52
5- 53
Módulo de expansão de saídas
Observação
• Nível de desempenho: controle de 1 canal
do módulo de expansão apropriado para
reforçar os contactos, bem como para
aumentar a quantidade de contactos
através dos módulos de reles de
segurança conectados
• Os bornes 81 e 82 do módulo de expansão
terão que estar interligados com circuito
de retorno ou rearme do módulo de reles
de segurança
Exemplo de comutação
A2 S14 S24 Y1 82 72 14 24 34 44 54 64
A1 S13 S23 81 71 13 23 33 43 53 63
K1
K2
A2 S14 X2 52 42 14 24 34
A1 S13 X1 51 41 13 23 33
K1
K2
L1
L+
L1
N
L-
SRB... AZR62A2
Observação
O diagrama elétrico mostra um exemplo de expansor com SRB… rele de segurança para
supervisao de chaves de segurança e na condição de desenergizado.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-53
5- 54
Módulo de expansão de saídas
AZR 32 V1
• Módulo de expansão para multiplicar
a quantidade de contactos
• 3 canais de saída, Stop 1
(Retardo no corte de tensão 0 ... 15 s)
• Tempo de abertura pode ser programado
entre 0 e 15s, com resolução de 1 segundo
• 2 contatos de sinalização livres de potencial
• Disponível para diferentes tensões de uso
• LED’s para indicar os estados de operação
• Categoria de comando e de acordo
com EN 954-1 dependendo do módulo
de reles de segurança
Certificados
Dados para a encomenda
AZR 32 V1 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24VDC 24 VDC
24VAC 24 VAC
110VAC 110 VAC
230VAC 230 VAC
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 6x Stop 1
Categoria de comando: Máx. 4 (depende da quantidade de módulos
de reles de segurança conectados)
Retardo na desactivação: 0 … 15 s
Circuito de retorno: sim
Invólucro: policarbonato
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
U
e
: 24 VDC
24 VAC
110 VAC ± 15 %
230 VAC ± 15 %
I
e
: 0,13 A (Versão DC)
Potência instalada: < 3 W
Entradas ou acessos: NF livre de potencial (S13/S14),
Sinal de retorno livre de potencial (X1/X2)
Contactos de saída: 3 canais de saída, com retardo
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: 6 A / 250 VAC
3 A / 24 VDC
Protecção: 6 A gG fusível D
Saída de sinal: 1 abridor, com retardo, 1 obturador
Ciclo de arranque: < 30 ms ... máx. 3 s
Ciclo de desligar: < 150 ms … máx. 15s
(Ajustavel em passos de 1 segundo)
Sinalização: LED verde para alimentação e saídas
Frequência máxima de comutação: 5 Hz
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
Sinalizador de função: 2 LED
Peso: 450 g
Dimensões: 45 x 73,2 x 121 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-54
5- 55
Módulo de expansão de saídas
Observação
• Nível de desempenho: controle de 1 canal
do módulo de expansão apropriado para
reforçar os contactos, bem como para
aumentar a quantidade de contactos
através dos módulos de reles de
segurança conectados
• Os bornes 55 e 56 do módulo de expansão
terão que estar interligados com circuito
de retorno ou rearme do módulo de reles
de segurança
Exemplo de comutação
A2 S14 X2 52 42 14 24 34
A1 S13 X1 51 41 13 23 33
K1
K2
A2 S14 X2 56 44 18 28 38
A1 S13 X1 55 43 17 27 37
K1
K2
L+
L1
L1
L-
N
SRB... AZR 32 V1
Observação
O diagrama elétrico mostra um exemplo de expansor com SRB… rele de segurança para
supervisao de chaves de segurança e na condição de desenergizado.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-55
5- 56
Módulo de expansão de saídas
AZR 63 V2
• Módulo de expansão para multiplicar
a quantidade de contactos
• 6 canais de saída, Stop 1
(Retardo no corte de tensão 0 ... 30 s)
• Tempo de abertura pode ser programado
entre 0 e 30s, com resolução de 2 segundo
• 3 Contatos de sinalisação livres de potencial:
1 NA instantâneo,
2 NF com atraso,
2 NF com atraso e paralelos
• Disponível para diferentes tensões de uso
• LED’s para indicar os estados de operação
• Régua de bornes remomível
• Categoria de comando e de acordo
com EN 954-1 dependendo do módulo
de reles de segurança
Certificados
Dados para a encomenda
AZR 63 V2 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24VDC 24 VDC
24VAC 24 VAC
110VAC 110 VAC
230VAC 230 VAC
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 6x Stop 1
Categoria de comando: Máx. 4 (depende da quantidade de módulos
de reles de segurança conectados)
Retardo na desactivação: 0 … 30 s
Invólucro: policarbonato
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: Máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
U
e
: 24 VDC
24 VAC
110 VAC ± 15 %
230 VAC ± 15 %
Potência instalada: < 3 W
Entradas ou acessos: S13/S14 e S23/S24 ligar NF livre de potencial
Contactos de saída: 6 canais de saída, com retardo
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Capacidade de comutação: 6 A / 250 VAC
3 A / 24 VDC
Protecção: 6 A gG fusível D
Saída de sinal: 1 abridor, com retardo, 1 obturador
Ciclo de arranque: < 30 ms ... máx. 3 s
Ciclo de desligar: < 150 ms … máx. 30s
(Ajustável em passos de 1 segundo)
Sinalização: LED verde para alimentação e saídas
Frequência máxima de comutação: 5 Hz
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 45 °C
Sinalizador de função: 3 LED
Peso: 610 g
Dimensões: 100 x 73,2 x 121 mm
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-56
5- 57
Módulo de expansão de saídas
Observação
• Nível de desempenho: controle de 1 canal
do módulo de expansão apropriado para
reforçar os contactos, bem como para
aumentar a quantidade de contactos
através dos módulos de reles de
segurança conectados
• Os bornes 75 e 76 do módulo de expansão
terão que estar interligados com circuito
de retorno ou rearme do módulo de reles
de segurança
Exemplo de comutação
A2 S14 S24 Y1 86 94 76 18 28 38 48 58 68
A1 S13 S23 85 93 75 17 27 37 47 57 67
K1
K2
L1 L2 L3
L1
L+
L1
L2
L3
3
N
L-
N
M
SRB... AZR 63 V2
A1 S13 S24 X1 41 13 23 33
A2 S14 S23 X2 42 14 24 34
K1
K2
Observação
O diagrama elétrico mostra um exemplo de expansor com SRB… rele de segurança para
supervisao de chaves de segurança e na condição de desenergizado.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-57
5- 58
Módulo de expansão de entradas
Protect- IE
• Entrada para até 4 sensores por interface,
por ex. sensores magnéticos tipo BNS,
botões de paragem de emergência,
interruptores e outros.
• Restrição de corrente e tensão
dos circuitos de entrada
• Ligação de sensores
com 2 contactos NF (Protect-IE-02) ou
com contactos NA/NF (Protect-IE-11)
• Reconhecimento de curto circuito
dos circuitos de entrada
• Saída de sinalização para cada sensor
(monitorização de ambos os circuitos
dos sensores)
• Em cascada, para entrada de
até 80 sensores
• Terminais de encaixe
• Largura 48mm
• LED’s para Tensão U
e
e cada
contacto do sensor
Certificados
H C D
Dados para a encomenda
Protect- IE- ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 11 Ligação dos sensores
com contactos NA/NF
02 Ligação dos sensores
com contactos NF
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1; EN 60947-5-3; EN 954-1; BG-GS-ET-20
Categoria de paragem: 0
Categoria de comando: 3/4 (dependendo do circuito sequencial
e da exclusão da acumulação de falhas)
Condições de arranque: autostart
Teste de arranque: não
Invólucro: termoplástico, auto-extinção de fogo UL 94-V0
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: terminais de encaixe
Secção: min. 0,8 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com IEC/EN 60529
U
e
: 24 VDC –15%/+20%, ondulação remanescente até o máx. 10%
I
e
: 0,075 A; mais Y1-Y4
Supervisão ou controle das entradas: Protect-IE-02: 4x 2 NF;
Protect-IE-11: 4 NF/4 NA
Circuito de retorno: não
Resistência a entrada: Aprox. 2,9 kΩ em Terra ou U
e
Sinal de entrada: Nível "1": 19 ... 28,8 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": 0 ... 1 VDC
Limitação de corrente e tensão
dos contactos de controlo: 26 VDC, 250 mA
Contactos de saída: 2 canais de saída
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 0,75 mm
2
Categoria de aplicação: –
I
e
/U
e
: 2 A / 24 VAC/DC
Características de resistência: max. 24 VAC/DC, max. 2 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 2 A gG fusível D de acordo DIN EN 60269-1
Saída de sinal: 4 saídas de reles 24 VDC, 100 mA (Y1-Y4)
Protecção: fusível electrónico interno,
corrente de corte > 500 mA
Sinalizador de função: 5 LED
Imunidade a interferência: conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máxima de comutação: 3 Hz
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm; ± 15 %
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 48 x 126 x 61 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-58
5- 59
Módulo de expansão de entradas
Observação
• Arranque:
depende da ligação do módulo de segurança
• Na entrada:
controlo de duplo canal de sensores
magnéticos de acordo com EN 60947-5-3
• Na saída:
controlo de duplo canal de um módulo
de segurança
• O circuito de controlo detecta quebra
de fio e desvio à terra
• Os circuitos de monitorização detectam
curto circuitos
• Se as entradas S1, S3, S5 e S7 não forem
utilizadas têm de ser shuntadas ao mais
• Se as saídas S2, S4, S6 e S8 não forem
utilizadas têm de ser shuntadas ao menos
• Os módulos de segurança têm de ser
adequados para processar sinais de
contactos de 1 ou canais
• A configuração de arranque e dos
actuadores têm de ser efectuada
segundo as especificações
• A categoria de controlo segundo EN 954-1
depende do tipo e da ligação do módulo
de segurança
• Até categoria 4 segundo EN 954-1
quando se abre uma única porta
• Até categoria 3 segundo EN 954-1 quando
se abrem várias portas ao mesmo tempo
LED
• Os LED’s ou saídas de sinalização sinalizam
uma porta aberta ou paragem de emergência
• Monitorização efectuada em ambos os
circuitos de contactos do sensor
• Quando uma porta é aberta ou uma
emergência actuada, um sinal de 24V
é ligado ao output associado (Y1…Y4)
e o associado LED.
Exemplo de comutação
A1
A2 Y1 Y2 Y3 Y4
K7 K5 K3 K1
A1 A1
A2 A2
Protect-IE-11
S1
S7 S8
S2 S3 S4 S5 S6 13
14
Control logic
24
23
Y1 Y2 Y3 Y4
K3
K1
F1
Ub
K7
K5
+ + + + + +
+ +
K4
K2
K8
K6
K7 K5 K3 K1
S11 S21
S12 S22
13
14
23
24
K2
K1
K8 K6 K4 K2
SRB 301 LC
A1 A1
A2 A2
Protect-IE-02
S1
S7 S8
S2 S3 S4 S5 S6 13
14
Control logic
24
23
Y1 Y2 Y3 Y4
K3
K1
F1
Ub
K7
K5
+ + +
+
- - -
-
K4
K2
K8
K6
K7 K5 K3 K1
S11 S21
S12 S22
13
14
23
24
K2
K1
SRB 301 LC
K8 K6 K4 K2
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem
a presença de tensão.
Kapitel17_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:55 Uhr Seite 5-59
5- 60
Monitorização de falhas
AZR 31 S1
Certificados
H
Dados para encomenda
AZR 31 S1 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24VDC 24 VDC
24VAC 24 VAC
110VAC 110 VAC
230VAC 230 VAC
Dados técnicos
Normas: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de comando: 4
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Tipo de conexão: conexões parafusadas, conectáveis
Secção: máx. 2,5 mm
2
condutor de uma ou
múltiplas vias (incl. bucha aderente)
U
e
: 24 VDC – 15 % / + 20 %
24 VAC ± 10 %
110 VAC ± 10 %
230 VAC ± 10 %
Faixa de frequência: 50/60 Hz (em voltagem operacional AC)
I
e
: 0,13 A (Versão DC)
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
Potência instalada: máx. 3 W
Protecção contra curto circuito: F1 Fusível em tubo de vidro,
Corrente de disparo 315 mA (U
e
24 VAC/DC)
Corrente de disparo (U
e
110 VAC)
Corrente de disparo 40 mA (U
e
230 VAC)
Supervisão ou controle das entradas: Motor trifásico de corrente
alternada L1, L2, L3: 400 VAC
Circuito de retorno: sim
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
Contactos de saída: 3 canais de saída
Capacidade de comutação: Canais de saída:
6 A/230 VAC, 6/24 VDC
Saída de sinal: 1 abridor
Capacidade de comutação: Contacto sinalizador: 2A/24 VDC
Tempo do ciclo de teste: 8 segundos (opcional - 2 segundos)
Hora de desligar: < 15 ms
(< 130 ms em caso de corte de energia)
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Indicador / Sinalizador de função: 5 LED
Peso: 400 g
Dimensões: 45 x 73,2 x 121 mm
Tabela de funções
Tempo do ciclo de teste:
Período entre a detecção de falha e desenergizar os canais de saída
Par de pólos / Passagens Reconhecimento Reconhecimento
Algarismo de em vazio de paralisação de paralisação
rpm do motor equipamentos com equipamento com
2 s de ciclo de teste 8 s de ciclo de teste
[rpm] [rpm]
1 2 15,00 3,75
2 4 7,50 1,88
4 8 3,75 0,94
6 12 2,50 0,63
8 16 1,88 0,47
• Monitorização de falhas sem sensores -
pela supervisão do componentes
electro-mecanicos“
• Conexão directa de motores trifásicos AC
• Apropriado para conectar ao conversor de
frequência com os seguintes dados de inter-
faceamento: Frequência do campo giratório
0 ... 1000 Hz, frequência de comutação do
estágio final até 16 kHz, faixa de tensão do
motor 0 ... 400 V
• 3 canais de saída, Stop 0
• 1 contacto sinalizador (NF)
• Não necessita de ajuste adicional
para o valor teórico
• Supervisão de ruptura do cabo
nas entradas de medição
• Auto teste com memória de falhas
• Auto-supervisão periódica
• 5 LED’s para sinalizar as
condições de operação
• Categoria de comando 4 de acordo
com EN 954-1
• Terminais conectáveis
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-60
5- 61
Monitorização de falhas
Observação
• Monitorização de falhas sem sensores
controla o Componentes electro mecânicos
do motor trifásico
• Para protecção de um dispositivo de
segurança na categoria de comando 4
de acordo com EN 954-1.
• O módulo de segurança SRB supervisiona
a posição da porta de segurança. A função
do monitor de segurança é descrita no
capítulo 5
• Monitorização de um dispositivo de
segurança com um encravamentos e um in-
terruptor de segurança com actuador
separado (A e B).
• O desbloqueio, através do contacto b,
só é accionado depois de terminado o
movimento de inércia
• Depois de desbloqueado é imprescindível
que o dispositivo de segurança seja aberto
LED
Indicador de função:
Os LED’s integrados indicam os seguintes
estados de funcionamento:
• Posição dos reles K1/K2, verde (out)
• Sinal de entrada canal A, vermelho (A)
• Sinal de entrada canal B, vermelho (B)
• Erro canal A e B, vermelho (err)
• Tensão de alimentação UB, verde (on)
Exemplo de comutação
·· .·. .·. ·· .· ·. ·. ..
·· .·. .·. ·· .· ·. ·. ..
··
··
·· - ·· ·· .· ·. ·. ..
·· · · . .· ·. ·. ..
··
.· .·
.· .·
··
·· ··:····
·· ·· ·. ·. ·· ··
. · ·
·
·
·
·
·
.
+
+
+

SK4

.
: :
.-- ··-.·.·
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
Este monitorização de falhas tem uma vantagem muito específica, isto é, na hora da colocação
em funcionamento não requer um ajuste do valor teórico.
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-61
5- 62
Monitorização de falhas
FWS 1205
• Monitorização de falhas com
dois geradores de impulsos
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• 2 canais de saída
• Voltagem operacional 24 VDC
• Entrada - RESET
• 2 saídas adicionais por transístor
a prova de curto circuito
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• 2 canais comandados por
microprocessadores
• A frequência de falha pode ser de acordo
com as necessidades específicas do cliente
Certificados
H
Dados para encomenda
FWS 1205 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ Frequência de falha
Entradas X1/X2:
A 1 Hz/2 Hz
B 2 Hz/2 Hz
C 1 Hz/1 Hz
Dados técnicos
Normas: EN 60204-1; EN 954-1; BG-GS-ET-20
Categoria de comando: 3
Invólucro: Termoplástico reforçado com fibra de vidro, ventilado
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: min. 0,2 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com IEC/EN 60529
U
e
: 24 VDC ± 15%
I
e
: 0,2 A
Supervisão ou controle das entradas: de 2 canais, geradores de
impulso com comutação p
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível "1": 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 100 m com 0,75 mm
2
Frequência de falha: versão A: Entrada X1/X2: 1Hz/2 Hz
versão B: Entrada X1/X2: 2Hz/2 Hz
versão C: Entrada X1/X2: 1Hz/1 Hz
Hysterese: 10% da frequência de falha
Frequência máxima de entrada: 4000 Hz
Duração mínima do impulso: 125 µs
Contactos de saída: 2 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC,
máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D de acordo DIN EN 60269-1
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, 24 VDC, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função:
Y1 Saída, canal de saída fechado
Y2 Erro, High-Signal
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-62
5- 63
Monitorização de falhas
Observação
• FWS para a protecção de um dispositivo de
segurança em equipamento com pperigoso
movimento de inércia até a categoria de
comando 3 de acordo com a EN 954-1
• Supervisão de paragem para o desbloqueio
de encravamentos.
• O encravamento de segurança só poderá
ser aberto, somente quando o controlador
de falhas registrar a conclusão do movimento
de inércia através dos dois sensores
indutivos de proximidade. Accionando a
tecla (o botão) ba bobina do encravamento
de segurança é activada.
• Interruptores P apropriados para os sensores
indutivos da linha IFL são encontrados no
catálogo geral Schmersal "Tecnologia de
automação"
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD (Sistema integrado de
diagnóstico):
• Ruptura dos cabos dos sensores
indutivos de aproximação
• Falha no funcionamento dos
sensores de aproximação
• Falha no funcionamento de um
canal de avaliação
• Não fechamento ou não abertura
dos reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno
do módulo de segurança
Exemplo de comutação
-. ··:.
· ·
·::-·
··
·.
-.·
·.
.
··
··. .
··. .
··. .
: .
: .
+

-

·. ··..
·.
··
·
:
:
-
·
.·.
··
··
-.·
·· ··
··
.·. .·· .·· ·. ·.
·.
··
·· ·· ··
·.
·.
. :
+
·.
··
·· ·· ·.
·· ·· ·. ·.
·.
··
·· ··
·· ·· ·. ·. ·· ·· .· .· .· .· ·· ·· .. ..
·· ·.·······
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-63
5- 64
Monitorização de falhas
FWS 1206
• Monitorização de falhas é possível com
um ou dois geradores de impulsos
• Utiliza sinal adicional de falha, exemplo:
SPS como segundo canal de entrada
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• 2 canais de saída
• Voltagem operacional 24 VDC
• Entrada - RESET
• 2 saídas adicionais por transístor
a prova de curto circuito
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• 2 canais comandados por
microprocessadores
• A frequência de falha pode ser de acordo
com as necessidades específicas do cliente
Certificados
H
Dados para encomenda
FWS 1206 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ Frequência de falha
Entradas X1/X2:
A 1 Hz/2 Hz
C 1 Hz/1 Hz
Dados técnicos
Normas: EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de comando: 3
Invólucro: Termoplástico reforçado com fibra de vidro, ventilado
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: min. 0,2 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com IEC/EN 60529
U
e
: 24 VDC ± 15%
I
e
: 0,2 A
Supervisão ou controle das entradas: de 1 ou 2 canais, geradores
de impulso com comutação p
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kohm contra aterramento
Sinal de entrada: Nível "1": 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 100 m com 0,75 mm
2
Frequência de falha: versão A: Entrada X1/X2; 1 Hz/2 Hz,
versão C: Entrada X1/X2; 1 Hz/1 Hz,
Hysterese: 10% da frequência de falha
Frequência máxima de entrada: 4000 Hz
Duração mínima do impulso: 125 µs
Contactos de saída: 2 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC,
máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D de acordo DIN EN 60269-1
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, 24 VDC, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência: conforme directiva CEM
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 22,5 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função:
Y1 Saída, canal de saída fechado
Y2 Erro, High-Signal
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-64
5- 65
Monitorização de falhas
Observação
• FWS para a protecção de um dispositivo de
segurança em equipamento com pperigoso
movimento de inércia até a categoria de
comando 3 de acordo com a EN 954-1
• Supervisão de paragem para o desbloqueio
de encravamentos.
• O encravamento de segurança só poderá ser
aberto, somente quando o controlador de fal-
has registrar a conclusão do movimento de
inércia através de um ou dois sensores indu-
tivos de proximidade, inclusive do sinal X
de conclusão da paragem. Accionando a
tecla (o botão) ba bobina do encravamento
de segurança
• Conectando-se somente um sensor de
proximidade inductivo ao controlador de
falhas,as frequencias de falha terão que
iguais e as entradas X1 e X2 terão que ser
shuntados.
• Interruptores P apropriados para os sensores
indutivos da linha IFL são encontrados no
catálogo geral Schmersal "Tecnologia de
automação"
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD (Sistema integrado de
diagnóstico):
• Ruptura dos cabos dos sensores
indutivos de aproximação
• Falha no funcionamento dos
sensores de aproximação
• Falha no funcionamento de
um canal de avaliação
• Não fechamento ou não abertura
dos reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno
do módulo de segurança
Exemplo de comutação
·· ·· ·. ·. ·· ·· .· .· .· .· ·· ·· .. ..
·· ·.·······
-. ··:.
·
·::-·
··
·.
·.
·.
·.
.
··
··. .
·
: .
··. .
··. .
+
+
: .


:
-

·. ··..
·.
··
·
:
:
-
·
.·.
··
··
-.·
·· ··
··
.·. .·· .·· ·. ·.
·.
··
·· ·· ·· ·.
··
·· ·· ·.
·· ·· ·. ·.
·.
··
·· ·· ·.
: .
-.·

Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-65
5- 66
Monitorização de falhas
FWS 2316
• Monitorização de falhas com
dois geradores de impulsos
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• 3 canais de saída
• Voltagem operacional 24 … 230 VAC/DC
• Reconhecimento de curto circuitos através
de impulsos sensores de aproximação
• Entrada - RESET
• Saída adicional por transístor a prova
de curto circuito
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• 2 canais comandados por
microprocessadores
• A frequência de falha pode ser de acordo
com as necessidades específicas do cliente
Certificados
H
Dados para encomenda
FWS 2316.➀
Nr. Inserir Descrição
➀ Frequência de falha
Entradas X3/X5:
C 1 Hz/1 Hz
Dados técnicos
Normas: EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de comando: 3
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: min. 0,2 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com IEC/EN 60529
U
e
: 24 … 230 VAC/DC
I
e
: max. 0,4 A
Supervisão ou controle das entradas: de 2 canais, geradores de
impulso com comutação p
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível "1": 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 100 m com 0,75 mm
2
Frequência de falha: versão C: Entrada X3/X5: 1 Hz/1 Hz;
outras versões: sob consulta
Histerese: 10% da freqüência de paragem
Frequência máxima de entrada: 1000 Hz
Duração mínima do impulso: 500 µs
Contactos de saída: 3 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC,
máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D de acordo DIN EN 60269-1
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, 24 VDC, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Indicador / Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função:
Y1 Saída, canal de saída fechado
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-66
5- 67
Monitorização de falhas
Observação
• FWS para a protecção de um dispositivo de
segurança em equipamento com pperigoso
movimento de inércia até a categoria de
comando 3 de acordo com a EN 954-1
• Supervisão de paragem para o desbloqueio
de encravamentos.
• O dispositivo de bloqueio por solenoide
pode ser aberto se o módulo de controlo
FWS tiver detectado a paragem do movi-
mento perigoso através dos 2 sensores
inductivos. Sempre um dos sensores deve
ser detectado. Actuando-se o botão b
activa-se o solenóide do encravamento.
• Interruptores P apropriados para os sensores
indutivos da linha IFL são encontrados no
catálogo geral Schmersal "Tecnologia de
automação"
• Circuito de retorno.
Circuito de retorno para supervisão de
disjuntores externos pode ser conectado
a uma entrada X1.
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD (Sistema integrado de
diagnóstico):
• Ruptura dos cabos dos sensores
indutivos de aproximação
• Curto circuito do cabo de entrada
• Falha no funcionamento dos
sensores de aproximação
• Não funcionamento de um
canal de avaliação
• Não fechamento ou não abertura
dos reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno
do módulo de segurança;
Exemplo de comutação
-. ·.·.
·
·::-·
.. ·. ·. ·· ·· ··
·· ·. ·. ·. ·. ·. ..
··
-.·
··
-

·. ·...
·
·.
·.
+
+
.
:
+
·· ·· ·. ·. ·. ·. ·· ·: ·. ·. ..
.. ·. ·. ·· ·· ·· ·· .·· .··
·::-·
-.·
.·. .·. ·· ··
··

-· ··
- +
·.·.:. ··
·.·.:. ··
·· ·· ·. ·. ·· ·· .· .· .· .· ·· ·· .. ..
·· ·.·······
.

+
·· ··
··
·.·.:. ··
··
·.·.:. ··
- +
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-67
5- 68
Monitorização de falhas
FWS 2105
• Monitorização de falhas com
dois geradores de impulsos
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• 1 canal de saída
• Voltagem operacional 24 … 230 VAC/DC
• Entrada - RESET
• 2 saídas adicionais por transístor
a prova de curto circuito
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• 2 canais comandados por
microprocessadores
• A frequência de falha pode ser de acordo
com as necessidades específicas do cliente
Certificados
H C D em preparação
Dados para encomenda
FWS 2105 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ Frequência de falha
Entradas X2/X4:
A 1 Hz/2 Hz
C 1 Hz/1 Hz
Dados técnicos
Normas: EN 60204-1; EN 954-1; BG-GS-ET-20
Categoria de comando: 3
Invólucro: Termoplástico reforçado com fibra de vidro, ventilado
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: min. 0,2 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com IEC/EN 60529
U
e
: 24 … 230 VAC/DC
I
e
: max. 0,4 A
Supervisão ou controle das entradas: de 2 canais, geradores de
impulso com comutação p
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível "1": 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 100 m com 0,75 mm
2
Frequência de falha: versão A: Entrada X2/X4; 1 Hz/2 Hz,
versão C: Entrada X2/X4; 1 Hz/1 Hz;
outras versões: sob consulta
Hysterese: 10% da frequência de falha
Frequência máxima de entrada: 4000 Hz
Duração mínima do impulso: 125 µs
Contactos de saída: 1 canal de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC, máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D de acordo DIN EN 60269-1
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, 24 VDC, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência: conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função:
Y1 Saída, canal de saída fechado
Y2 Erro, High-Signal
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-68
5- 69
Monitorização de falhas
Observação
• FWS para a protecção de um dispositivo de
segurança em equipamento com pperigoso
movimento de inércia até a categoria de
comando 3 de acordo com a EN 954-1
• Supervisão de paragem para o desbloqueio
de encravamentos.
• O encravamento de segurança só poderá
ser aberto, somente quando o controlador de
falhas registrar a conclusão do movimento de
inércia através dos dois sensores indutivos
de proximidade. Accionando a tecla (o botão)
b a bobina do encravamento de segurança
é activada.
• Interruptores P apropriados para os sensores
indutivos da linha IFL são encontrados no
catálogo geral Schmersal "Tecnologia de
automação"
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD (Sistema integrado de
diagnóstico):
• Ruptura dos cabos dos sensores
indutivos de aproximação
• Falha no funcionamento dos
sensores de aproximação
• Falha no funcionamento de
um canal de avaliação
• Não fechamento ou não abertura
dos reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno
do módulo de segurança
Exemplo de comutação
·. ·...
-. ··:.
·.
·.
·
·
·· ··
·::-·
··
·.
·.
··
-.·
·· ·· ·· ·· ·. ·.
·. ·.
·.
·.
.
··
·.·.:. ··
+
+
+

-

.
:
··
+
·.·.:. ··
·· ·· ·. ·. ·. ·. ·· ·: ·. ·. ..
.. ·. ·. ·· ·· ·· ·· .·· .··
·::-·
-.·
.·. .·. ·· ··
··

-· ··
- - + +
·.·.:. ··
·.·.:. ··
·· ·· ·. ·. ·· ·· .· .· .· .· ·· ·· .. ..
·· ·.·······
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-69
5- 70
Monitorização de falhas
FWS 2505
• Monitorização de falhas com
dois geradores de impulsos
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• 4 canais de saída
• Voltagem operacional 24 … 230 VAC/DC
• Entrada - RESET
• 2 saídas adicionais por transístor
a prova de curto circuito
• 1 contacto de sinalização
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• 2 canais comandados por
microprocessadores
• A frequência de falha pode ser de acordo
com as necessidades específicas do cliente
Certificados
H C D em preparação
Dados para encomenda
FWS 2505 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ Frequência de falha
Entradas X2/X4:
A 1 Hz/2 Hz
C 1 Hz/1 Hz
Dados técnicos
Normas: EN 60204-1; EN 954-1; BG-GS-ET-20
Categoria de comando: 3
Invólucro: Termoplástico reforçado com fibra de vidro, ventilado
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: min. 0,2 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com IEC/EN 60529
U
e
: 24 … 230 VAC/DC
I
e
: max. 0,4 A
Supervisão ou controle das entradas: de 2 canais, geradores de
impulso com comutação p
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível "1": 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 100 m com 0,75 mm
2
Frequência de falha: versão A: Entrada X2/X4; 1 Hz/2 Hz,
versão C: Entrada X2/X4; 1 Hz/1 Hz;
outras versões: sob consulta
Hysterese: 10% da frequência de falha
Frequência máxima de entrada: 1000 Hz
Duração mínima do impulso: 500 µs
Contactos de saída: 4 canais de saída
Contactos adicionais: 51-52: Contacto NF não adequado
para funções de segurança
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC, máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D de acordo DIN EN 60269-1
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, 24 VDC, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência: conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função:
Y1 Saída, canal de saída fechado
Y2 Erro
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-70
5- 71
Monitorização de falhas
Observação
• FWS para a protecção de um dispositivo de
segurança em equipamento com pperigoso
movimento de inércia até a categoria de
comando 3 de acordo com a EN 954-1
• Supervisão de paragem para o desbloqueio
de encravamentos.
• O encravamento de segurança só poderá ser
aberto, somente quando o controlador de
falhas registrar a conclusão do movimento de
inércia através dos dois sensores indutivos
de proximidade. Accionando a tecla (o botão)
ba bobina do encravamento de segurança
é activada.
• Interruptores P apropriados para os sensores
indutivos da linha IFL são encontrados no
catálogo geral Schmersal "Tecnologia de
automação"
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD (Sistema integrado de
diagnóstico):
• Ruptura dos cabos dos sensores
indutivos de aproximação
• Falha no funcionamento dos
sensores de aproximação
• Falha no funcionamento de
um canal de avaliação
• Não fechamento ou não abertura
dos reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno
do módulo de segurança
Exemplo de comutação
·. ·...
-. ·.:.
·.
·.
·
·
·· ··
·::-·
··
·.
·.
··
-.·
·· ·· ·· ·· ·. ·.
·. ·.
·.
·.
.
··
·.·.:. ··
+
+
+

-

.
:
··
+
·.·.:. ··
·· ·· ·. ·. ·. ·. ·· ·: ·. ·. ..
.. ·. ·. ·· ·· ·· ·· .·· .··
·::-·
-.·
.·. .·. ·· ··
··

-· ··
- - + +
·.·.:. ··
·.·.:. ··
·. .. .. .·
·. .. .. .·
·· ·· ·. ·. ·· ·· .· .· .· .· ·· ·· .. ..
·· ·.·······
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-71
5- 72
Monitorização de falhas
FWS 2106
• Monitorização de falhas é possível com
um ou dois geradores de impulsos
• Utiliza sinal adicional de falha, exemplo:
SPS como segundo canal de entrada
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• 1 canal de saída
• Voltagem operacional 24 … 230 VAC/DC
• Entrada - RESET
• 2 saídas adicionais por transístor
a prova de curto circuito
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• 2 canais comandados por
microprocessadores
• A frequência de falha pode ser de acordo
com as necessidades específicas do cliente
Certificados
H C D em preparação
Dados para encomenda
FWS 2106 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ Frequência de falha
Entradas X2/X4:
A 1 Hz/2 Hz
C 1 Hz/1 Hz
Dados técnicos
Normas: EN 60204-1; EN 954-1; BG-GS-ET-20
Categoria de comando: 3
Invólucro: Termoplástico reforçado com fibra de vidro, ventilado
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: min. 0,2 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com IEC/EN 60529
U
e
: 24 … 230 VAC/DC
I
e
: max. 0,4 A
Supervisão ou controle das entradas: de 2 canais, geradores de
impulso com comutação p
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kohm contra aterramento
Sinal de entrada: Nível "1": 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 100 m com 0,75 mm
2
Frequência de falha: versão A: Entrada X2/X4; 1 Hz/2 Hz,
versão C: Entrada X2/X4; 1 Hz/1 Hz;
outras versões: sob consulta
Hysterese: 10% da frequência de falha
Frequência máxima de entrada: 4000 Hz
Duração mínima do impulso: 125 µs
Contactos de saída: 1 canal de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC, máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D de acordo DIN EN 60269-1
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, 24 VDC, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência: conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função:
Y1 Saída, canal de saída fechado
Y2 Erro, High-Signal
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-72
5- 73
Monitorização de falhas
Observação
• FWS para a protecção de um dispositivo de
segurança em equipamento com pperigoso
movimento de inércia até a categoria de
comando 3 de acordo com a EN 954-1
• Supervisão de paragem para o desbloqueio
de encravamentos.
• O encravamento de segurança só poderá
ser aberto, somente quando o controlador de
falhas registrar a conclusão do movimento de
inércia através de um ou dois sensores indu-
tivos de proximidade. Accionando a tecla
(o botão) ba bobina do encravamento de
segurança é activada.
• Conectando-se somente um sensor de
proximidade inductivo ao controlador de
falhas,as frequencias de falha terão que
iguais e as entradas X2 e X4 terão que ser
shuntados (só na versão C).
• Interruptores P apropriados para os sensores
indutivos da linha IFL são encontrados no
catálogo geral Schmersal "Tecnologia de
automação"
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD (Sistema integrado de
diagnóstico):
• Ruptura dos cabos dos sensores
indutivos de aproximação
• Falha no funcionamento dos
sensores de aproximação
• Falha no funcionamento de
um canal de avaliação
• Não fechamento ou não abertura
dos reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno
do módulo de segurança
Exemplo de comutação
·. ·...
-. ··:.
·.
·.
·
·
·· ··
·::-·
··
·.
·.
··
-.·
·· ·· ·· ·· ·. ·.
·. ·. ·· ·:
·.
·.
.
··
·:·.:. ··
+
+
+

-

.
:
··
+
·:·.:. ··

·· ·· ·. ·. ·. ·. ·· ·: ·. ·. ..
.. ·. ·. ·· ·· ·· ·· .·· .··
·::-·
-.·
.·. .·. ·· ··
··

-· ··
- - + +
·:·.:. ··
·:·.:. ··
·· ·· ·. ·. ·· ·· .· .· .· .· ·· ·· .. ..
·· ·.·······
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-73
5- 74
Monitorização de falhas
FWS 2506
• Monitorização de falhas é possível com
um ou dois geradores de impulsos
• Utiliza sinal adicional de falha, exemplo:
SPS como segundo canal de entrada
• Categoria de comando 3 de
acordo com EN 954-1
• 4 canais de saída
• Voltagem operacional 24 … 230 VAC/DC
• Entrada - RESET
• 2 saídas adicionais por transístor
a prova de curto circuito
• 1 contacto de sinalização
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• 2 canais comandados por
microprocessadores
• A frequência de falha pode ser de acordo
com as necessidades específicas do cliente
Certificados
H C D em preparação
Dados para encomenda
FWS 2506 ➀
Nr. Inserir Descrição
➀ Frequência de falha
Entradas X2/X4:
A 1 Hz/2 Hz
C 1 Hz/1 Hz
Dados técnicos
Normas: EN 60204-1; EN 954-1; BG-GS-ET-20
Categoria de comando: 3
Invólucro: Termoplástico reforçado com fibra de vidro, ventilado
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: bornes roscados
Secção: min. 0,2 mm
2
, max. 2,5 mm
2
condutor de uma
ou múltiplas vias (incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: IP 20 de acordo com IEC/EN 60529
U
e
: 24 … 230 VAC/DC
I
e
: max. 0,4 A
Supervisão ou controle das entradas: de 2 canais, geradores de
impulso com comutação p
Resistência a entrada: aproximadamente 4 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível "1": 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível "0": 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 100 m com 0,75 mm
2
Frequência de falha: versão A: Entrada X2/X4; 1 Hz/2 Hz,
versão C: Entrada X2/X4; 1 Hz/1 Hz;
outras versões: sob consulta
Hysterese: 10% da frequência de falha
Frequência máxima de entrada: 1000 Hz
Duração mínima do impulso: 500 µs
Contactos de saída: 4 canais de saída
Contactos adicionais: 51-52: Contacto NF não adequado
para funções de segurança
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC, máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D de acordo DIN EN 60269-1
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas, 24 VDC, Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação - p, a prova de curto circuito
Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência: conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 45 x 100 x 121 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função:
Y1 Saída, canal de saída fechado
Y2 Erro
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-74
5- 75
Monitorização de falhas
Observação
• FWS para a protecção de um dispositivo de
segurança em equipamento com pperigoso
movimento de inércia até a categoria de
comando 3 de acordo com a EN 954-1
• Supervisão de paragem para o desbloqueio
de encravamentos.
• O encravamento de segurança só poderá
ser aberto, somente quando o controlador de
falhas registrar a conclusão do movimento de
inércia através de um ou dois sensores
indutivos de proximidade. Accionando a
tecla (o botão) ba bobina do encravamento
de segurança é activada.
• Conectando-se somente um sensor de
proximidade inductivo ao controlador de
falhas,as frequencias de falha terão que
iguais e as entradas X2 e X4 terão que ser
shuntados.
• Interruptores P apropriados para os sensores
indutivos da linha IFL são encontrados no
catálogo geral Schmersal "Tecnologia de
automação"
ISD
As seguintes falhas são reconhecidas
pelo módulo de segurança e visualizadas
através do ISD (Sistema integrado de
diagnóstico):
• Ruptura dos cabos dos sensores
indutivos de aproximação
• Falha no funcionamento dos
sensores de aproximação
• Falha no funcionamento de
um canal de avaliação
• Não fechamento ou não abertura
dos reles internos de segurança
• Falha do sinal de entrada ou no
accionamento do relê interno
do módulo de segurança
Exemplo de comutação
·. ·...
-. ·.:.
·.
·.
·
·
·· ··
·::-·
··
·.
·.
··
-.·
·· ·· ·· ·· ·. ·.
·. ·. ·· ·:
·.
·.
.
··
·:·.:. ··
+
+
+

-

.
:
··
+
·:·.:. ··

·· ·· ·. ·. ·. ·. ·· ·: ·. ·. ..
.. ·. ·. ·· ·· ·· ·· .·· .··
·::-·
-.·
.·. .·. ·· ··
··

-· ··
- - + +
·:·.:. ··
·:·.:. ··
·. .. .. .·
·. .. .. .·
·· ·· ·. ·. ·· ·· .· .· .· .· ·· ·· .. ..
·· ·.·······
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-75
5- 76
Módulos temporizados
AZS 2305
• Permite programar o tempo, com
segurança, entre 0,1 s até 99 min
• Categoria de comando 3 de acordo
com EN 954-1
• 3 canais de saída
• Reconhecimento de curtos circuitos
• Disponível para diferentes tensões de uso
• 2 saídas adicionais por transístor
a prova de curto circuito
• ISD Sistema Integrado de diagnóstico
• 2 canais comandados por
microprocessadores
Certificados
H
Dados para encomenda
AZS 2305.➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 24 VDC
1 110 VAC
2 230 VAC
Dados técnicos
Instruções: IEC/EN 60204-1, EN 954-1, BG-GS-ET-20
Categoria de comando: 3
Condições de arranque: Automática
Faixa de tempo: 0,1 s … 99 min
Invólucro: Plástico reforçado com fibras de vidro
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Tipo de conexão: conexão parafusada
Secção: máx. 4 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: Bornes IP 20, Invólucro IP 40
segundo a EN 60529
U
e
: AZS 2305: 24 VDC ± 15 %
AZS 2305.1: 110 VAC
AZS 2305.2: 230 VAC
I
e
: 0,1 A bei 24 VDC
Supervisão ou controle das entradas: 1 NF / 1 NA
Resistência a entrada: aproximadamente 2 kΩ contra aterramento
Sinal de entrada: Nível „ 1“ : 10 ... 30 VDC
Sinal de entrada: Nível „ 0“ : 0 ... 2 VDC
Comprimento máx. do cabo: cabo de 1000 m com 0,75 mm
2
Contactos de saída: 3 canais de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 2 A / 250 VAC
2 A / 24 VDC
Características de resistência: máx. 250 VAC,
máx. 6 A (cos ϕ = 1)
Protecção contra curto circuito: 6 A gG fusível D
Saída de sinal: 2 saídas transistorizadas,
Y1 + Y2 = máx. 100 mA,
comutação-p, a prova de curto circuito
Tempo mínimo tmin: 0,1 s
tmax: 99 min
Tolerância de tempo: < 2 %
Indicador / Sinalizador de função: LED (ISD)
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM
(compatibilidade electromagnética)
Frequência máxima de comutação: 10 Hz
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Grau de contaminação por sujidade: 2 de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 10 ... 55 Hz / Amplitude 0,35 mm
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Temperatura ambiente: 0 °C … + 55 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Dimensões: 55 x 75 x 110 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Tabela de funções
Saída adicional por transístor: Função:
Y1 Saída, canal de saída fechado
Y2 Nenhuma saída, canais de saída abertos
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-76
5- 77
Módulos temporizados
Observação
• AZS para a protecção do dispositivo de
segurança de uma instalação (equipamento)
com um ciclo de inércia perigoso, até na
categoria de comando 3 de acordo com
EN 954-1
• Monitorização do tempo necessário para
desbloquear um encravamentos.
• O encravamentos de segurança só des-
bloqueia o dispositivo de segurança depois
de decorrido o tempo ajustado (regulado).
A contagem do tempo é iniciada no instante
em que os disjuntores dos motores são
desactivados (desligados).
ISD
As falhas adiante enunciadas são
reconhecidas pelo módulo de segurança
e visualizadas através do ISD (Sistema
integrado de diagnóstico):
• Não fechamento ou não abertura dos
reles internos de segurança
• Curto circuito transversal do condutor
de entrada
• Ruptura dos cabos de alimentação
• Ajuste de tempos diferenciados entre
o canal I e o canal I I
• Falha no accionamento inicial ou no
comando de accionamento do relê
do módulo de segurança;
Exemplo de comutação
··. ·.:.
·
··
·::-·
.·.
··
·. ·. .. ··
-.·
·· ··
.
··
.·. .·· .··
·. ·. ..
··. .
: .
: .

.

·
·.
·.
··. .
+
+
:

·. ··..
·.
··
·
:
:
-
·
.·.
··
··
-.·
·· ··
··
.·. .·· .·· ·. ·.
·.
··
·· ·· ··
: .
·· ·· ·. ·. ·· ·· .. .. .· .· .· .· .. ..
·· ·.·
Observação
O exemplo de comutação é o do dispositivo de segurança fechado mostrando o estado sem a
presença de tensão.
As tabelas ISD (Sistema integrado de diagnóstico) destinadas a analisar os sinais de alarme
e as suas causas estão relacionadas no anexo.
Kapitel18_pt_v004.qxd 09.03.1970 3:39 Uhr Seite 5-77
5- 78
ASM
• Controlador de segurança
• Categoria de comando 4 de acordo
com EN 954-1
• Supervisão de componentes de segurança
qualificados para actuarem em conjunto
com a interface „AS-Interface SaW“, como
por exemplo: interruptores de segurança,
encravamentos, botões de paragens de
emergência, grades e cortinas ópticas
• Conexão ao sistema da „AS-Interface“
• Um ou dois canais de saída redundantes
• Saídas de sinalização (transistorizadas,
a prova de curto circuito)
• Funções parametrizáveis: OR lógico,
módulos de arranque, teste inicial
• Botão de arranque flanco-sensitivo
• Circuito de realimentação para a supervisão
de disjuntores externos
• LED sinalizador de status
Certificados
F C D
Dados para encomenda
ASM E➀
Nr. Inserir Descrição
➀ 1-R2 1 Canal de saída
2-R2/R2 2 Canal de saída
Dados técnicos
Instruções: EN 50295, EN 60947-5-1, EN 61496-1 (1997), IEC/EN 60204-1, EN 954-1
Categoria de comando: 4
Invólucro: Poliamido PA 66, preto
Fixação: Fixação rápida para perfil normalizado
segundo a DIN EN 50022
Terminais ou bornes roscados : máx. 2,5 mm
2
(incl. bucha aderente)
Tipo de protecção: Terminais IP 20; invólucro IP 20
U
b
: 24 VDC ± 15 %
Ondulação residual: < 15%
I
b
: ASM E1-R2: 0,15 A
ASM E2-R2/R2: 0,2 A
Corrente máxima ao ligar: 600 mA
Faixa de tensão da AS-Interface: 18,5 ... 31,6 V
Potência instalada da AS-Interface: < 45 mA
Especificação da AS-Interface: Perfil - Controlador 7.F
Interface de configuração: RS 232 : 9600 Baud, sem paridade,
1 bit de arranque, 1 bit de Stop, 8 bits de dados
Entradas ou acessos: 1.Y1,1.Y2
Nível do sinal de entrada: „Y1, Y2“: le < 10mA, 24VDC (acoplador óptico, High-aktiv)
Saídas: ASM E1/R2: 1.13/14,1.23/24, 1 canal de saída
ASM E2-R2/R2: 1.13/14,1.23/24, 2.13/14, 2.23/24, 2 canal de saída
Categoria de aplicação: AC-15, DC-13
I
e
/U
e
: 3 A / 230 VAC
1 A / 24 VDC
Tensão de comutação: máx. 230 VAC
I
the
: ASM E1-R2: 3 A por circuito de saída
ASM E2-R2/R2: 4 A por circuito de saída
Protecção contra curto circuito: 4 A (temporização média), externa
Saídas adicionais: Saída de transístor, 200 mA no total, a prova contra
inversão dos pólos e curto circuito, comutação p
Tempo de accionamento: < 10 s
Tempo de reação: < 40 ms
Sinalização: Interface ASi: LED verde tensão de alimentação,
LED vermelho comunicação,
Canais de saída: Status LED verde/amarelo/vermelho
Imunidade a interferência : conforme directiva CEM = compatibilidade electromagnética
Categoria de sobre-tensão: III de acordo com DIN VDE 0110
Resistente a vibrações: 5 ... 500 Hz (5 … 26 Hz, 0,75 mm
Amplitude; 26 … 500 Hz, 2 g)
Resistência a impactos: 10 g / 16 ms
Temperatura ambiente: – 20 °C … + 60 ºC
Temperatura para armazenar e transportar: – 30 °C … + 70 ºC
Peso: ASM E1/R2: aprox. 350 g
ASM E2-R2/R2: aprox. 450 g
Dimensões: 45 x 105 x 120 mm
Observação: Cargas indutivas (contactores, reles, etc.) deverão
ser absorvidas por meio de circuitos apropriados
Observação
Os controladores de segurança ASM E1-R2 e ASM E2-R2/R2 são aplicados na avaliação segura
de componentes vinculados com a rede de interfaceamento AS. Na protecção dos diferentes
dispositivos de segurança torna-se necessário usar diversos componentes de alta performance
compatíveis com a „AS-Interface Safety at Work“, tais como: interruptores de segurança -
mecânicos encravamentos de segurança, bem como, sensores botões de paragens de
emergência além de seguros módulos de alimentação de dados.
O Sistema „AS-Interface Safety at Work System“ pode ser implementado até uma categoria
de comando 4 de acordo com a EN 954-1, sendo que todos os casos se deve ter o cuidado
de somente instalar componentes e/ou sistemas de segurança adequados.
C
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-78
5- 79
Observação Exemplo de comutação
L1
AS-i+ AS-i- 1Y1
K1
K2
2.14 2.14 1.24 2.24 2.24 L+ M FE 1.14
2.32 1.13 1.23 2.13
K5 K5
L1 L1 L2 L2 L3 L3
K7
K7
S1 S2
M1 M2
K6
K6
K8
K8
3 3
K3
K4
1Y2
24 V
2Y1 2Y2 1.32 2.23
AS-i+
AS-i-
+ 24 VDC
+ 24 VDC + 24 VDC
0 V
N
N M M
RS
232 R
J
4
5
AS-
Inter-
face
0 V
Observação
Mais informação e detalhes do monitor de
segurança ASM estão disponíveis no
CD-ROM do Asimon.
Observação
As limitações do sistema AS-i de acordo com a EN 50295 têm de ser consideradas durante
o projecto e desenvolvimento da rede AS-i, em especial o número máximo de escravos AS-i
e o comprimento total do cabo “amarelo” (< 100 m sem repetidor)
• Quando se pretende criar vários circuitos
de segurança (max. 4 ASM’s para o circuito
AS-i), deve ser levado em consideração
que a quantidade de componentes de
segurança não pode ultrapassar o número
de 31 unidades incluindo a unidade
controladora da segurança.
• Ao utilizar várias unidades controladoras de se-
gurança „AS-Interface“ vários sensores de se-
gurança de uma ou mais ASMs podem ser uni-
ficadas através de um software de configuração.
• O diagrama de comutação apresentado most-
ra o controlador de segurança ASM E2-R2/R2
levando em consideração os botões de arran-
que „Start“ e os circuitos de realimentação.
• Os elementos de segurança não constam no
diagrama, uma vez que estão conectados
aos dispositivos de segurança instalados, de
maneira descentralizada, nas áreas de risco
da instalação. A conexão dos dados entre os
componentes com unidade controladora da
segurança é realizada através do cabo do si-
stema da interface AS-Interface.
• Para operar o sistema „AS-Interface Safety at
Work Systems“ é imprescindível a presença
de um comando „AS-Interface Master“ apro-
priado e uma „rede AS-Interface“ adequada
às circunstâncias.
• A unidade controladora de segurança
conectada através do RJ 45 é parametrizada
e colocada em funcionamento, com o
suporte de um PC e do software „asimon“.
• Botão de arranque H
Um botão de arranque (NA) pode ser conectado
opcionalmente ao ASM. Quando o dispositivo
de segurança estiver fechado os canal de
saída só serão fechados depois de accionado
o botão de partida flanco sensitivo. Nos casos
em que não se necessita do botão de arran-
que e nem o circuito de realimentação (feed-
back) os terminais de conexão (1Y1/2, 2Y1/2)
ficam livres junto ao ASM.
• Expansor de saída
Necessitando-se de maior quantidade de
canal de saída e/ou contactos de
sinalização podem ser conectados ao ASM
(ou seja, aos canal de saída) módulos
de expansão. Para supervisionar estas
saídas adicionais é utilizado o circuito de
realimentação (feed-back) do ASM.
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-79
5- 80
asimon
O software „ASIMON“é uma ferramenta para
configurar e inicializar a Interface ASI da
supervisão de segurança.
Através de um painel gráfico de fácil operação
o controlador de segurança tem sua progra-
mação configurada dentro da rede abrangida
pela interface ASI, em conjunto com as
seguras „AS-Interface Slaves“ como por ex-
emplo: botões PARAGENS DE EMERGÊNGIA,
encravamentos, sensores e interruptores de
segurança, cobrindo praticamente todos os
aplicativos empregados para proteger as áreas
de risco junto a equipamentos ou instalações e
máquinas que contam com accionamento
próprio.
Para permitir a interconexão das seguras
„AS-Interface SaW Slaves“ estão incorporados
módulos (de processamento) organizados
numa biblioteca de símbolos bem como
módulos operacionais. Na implementação da
aplicação segura a funcionalidade selecionada
é activada pelo „Drag&Drop“ parametrizada
e então agregada aos respectivos canais de
saída do „controlador de segurança“.
Certificados
F
Dados para encomenda
SET ASM- SWP SET ASM de colocação
em funcionamento:
Software para configurar e
diagnosticar e documentação
Online em CD de dados,
bem como, os cabos de
configuração e download
ASM- CD Software- set asimon:
Software para configurar e
diagnosticar e documentação
Online em CD de dados
A seguir o „aplicativo de segurança com a
interface ASI ligada em rede e conectada à „In-
terface ASI Slaves“ pode ser testada e contro-
lada através de monitorização junto ao PC.
No „asimon“ estão disponíveis as seguintes
funcionalidades:
• Configuração dos diferentes equipamentos
de segurança
• Configuração dos módulos de enlace e
arranque
• Configuração da supervisão dos contactores
(circuito de realimentação / feed-back)
• Configuração dos tipos de operação
(canal de saída)
• Configuração dos módulos do sistema
• Emissão do protocolo de configuração
„Asimon“ pode ser utilizado tanto online,
como offline, exemplo: para trabalhos de
desenvolvimento. Os ficheiros de configu-
ração „asimon“ podem ser guardados e
abertos livremente.
O software foi desenvolvido para ser
operado nos sistemas operacionais
Microsoft Windows ® 95/98/ ME/NT/2000
Observação
Requisitos ou exigências de Hardware
• Processador 200 MHz INTEL Pentium®
ou AMD® ou mais novo
• Mín. 8 Mbyte RAM
• Mín. 8 Mbyte de memória livre
em disco rígido
• Unidade CD-ROM
(ou unidade de disquete de 3 1/2 “)
• Mouse
• Porta serial livre com
9 pólos conexão SubD
Requisitos ou exigências de Software
• Microsoft Windows ® 95/98/ME/NT/2000
C
Componentes do sistema
Dados para encomenda
Cabo de Download ASM- DC1
Conexão a cabo com dois
conectores RJ 45,
comprimento: 0,10 m
Cabo de configuração ASM- KC1
Conexão a cabo com dois
conectores RJ 45 e SUBD 9,
comprimento: 1,2 m
Cabo de Download ASM- DC1
Cabo de configuração ASM- KC1
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-80
5- 81
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
T. 235- AS
6
2
5
12 10
3,5
22
13,5
30
20
30
6
3
,
5
8
,
5
2
0
20
4
,
3
22
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• AS-Interface conexão M12
• Invólucro de metal
• Comutação lenta
• Grande escolha em elementos
de actuação
• As cabeças de actuação podem
ser reposicionadas em 4 x 90º
• Ângulo do braço do actuador
regulável em passos de 10º
• Boa resistência contra a acção
do óleo e da benzina
• Classe de protecção IP 67
Dados para encomenda
Dados técnicos
Normas: EN 50295, EN 60947-5-1,
EN 954-1, BG-GS-ET-15
Tipo de construção: fixação DIN EN 50047
Invólucro: zinco fundido sob
pressão, pintado
Sistema de comutação: comutação lenta,
NF de ruptura positiva A
Conexão da AS-Interface: conector M 12 x 1
Tipo de protecção: IP 67
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada: Electrónica AS: ≤ 500 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-0.B
Código-IO: 0x0
Código-ID: 0xB
Código-ID1: 0xF
Código-ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Saídas: A0 ... A3 nenhuma função
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada: pré-ajustado para
o endereço 0
Sinalização: AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação,
LED vermelho Comunicação;
Status de liberação: LED amarelo
Durabilidade mecânica: > 1 milhão de
comutações
Frequencia de actuação: max. 5000/h
Imunidade a interferência: conforme directiva
CEM = compatibilidade
electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Observação
A ficha de endereçamento não está disponível
como um opcional. O endereçamento é
processado através da conexão M12.
1: AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
5: FE (blindado)
4 1
2 3
5
C
T➀ 235- AS- ST
Nr. Inserir Descrição
➀ R Actuador de roldana R
Uma selecção de actuadores
encontra-se na página 1-62.
Certificados
F
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-81
5- 82
AZM 161 AS
30
9
0
130
56
M12
M12
a
b
5,5
7
1
8
6
6
6
6
8
2
9
40
72
78
• Encravamento de segurança
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• AS-Interface conexão M12
• Comando magnético através
de saída AS-Interface
• Fornecimento de energia da fixação
magnética através da rede AS-Interface,
ou através de um fornecimento externo
de 24 VDC (versão-p)
• Ficha de endereçamento (opcional)
• Invólucro termoplástico
• Desbloqueio auxiliar, desbloqueio para
fuga ou desbloqueio de emergência
• alta força de fechamento 2000 N
• Força de retenção 30 N (opcional)
• Encravamento por mola /
encravamento por tensão
• Folga do actuador na direcção
de accionamento 5,5 mm
• Classe de protecção IP 67
Certificados
F *
Dados para encomenda
AZM 161➀➁- AS➂➃➄➅➆
Nr. Inserir Descrição
➀ B Supervisão de
actuadores
Z Supervisão de
fechamento
➁ ST1 Conector centro
ST2 Conector direita
➂ Sem força de retenção
r Força de retenção 30 N
➃ Encravamento por mola
a Encravamento por tensão
Dados técnicos
Instruções: EN 50295, EN 60947-5-1, EN 954-1
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Conexão da AS-Interface: Conector M 12 x 1,
cinco pólos
Tipo de protecção: IP 67
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada
da AS-Interface: Total: ≤ 500 mA
Electrónica AS: ≤ 500 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-7.B
Código IO: 0x7
Código ID: 0xB
Código ID1: 0xF
Código ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Saídas: A0 Comando magnético
A1 ... A3 nenhuma função
Bits de parâmetro: P0 Actuador / status
de fechamento
P1 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada -
Endereço: Pré-ajustado no endereço 0
Sinalização: AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação
LED vermelho comunicação
Status de liberação: LED amarelo
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
F
max
: 2000 N
Imunidade a interferência : conforme directiva
CEM = compatibilidade
electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Observação
Conector M12:
1: As+i +
2: Aux – (p)
3: AS-i –
4: Aux + (p)
4 1
2 3
C
Observação
Numa aplicação com um fechamento seguro é
recomendado seleccionar o modelo AZM 161
variante Z. No AZM 161 variante B trata-se de
um equipamento com uma supervisão segura
dos contactos de accionamento com função
de fechamento.
A saída A0, irrelevante para a segurança, é
utilizada para destravar e travar o imã dos
encravamentos. O bit de parâmetro PO sinaliza
o status irrelevante para a segurança do
actuador ou do atravancamento para o
sistema de comando.
Bit de parâmetro
Através do bit de parâmetro P0, dependendo
do tipo de equipamento, se pode consultar o
status do actuador ou do bloqueio:
Equipamento Bit de parâ- Status da porta
metro P0 de protecção
AZM 161 B 0 Porta de protecção
bloqueada
AZM 161 B 1 Porta de protecção
desbloqueada
AZM 161 Z 0 Porta de protecção
fechada
AZM 161 Z 1 Porta de protecção
aberta
* Credenciamento cULus somente
sem ficha de endereçamento
Nr. Inserir Descrição
➄ Sem ficha de
endereçamento
b Com ficha de
endereçamento
➅ Fornecimento
interno do ímã
p externo do ímã
➆ Desbloqueio auxiliar
N Desbloqueio de
emergência
T Desbloqueio para fuga
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-82
5- 83
Variantes de contacto
Alimentação de energia - interna
Encravamento por mola
Supervisão de fechamento
Supervisão de actuadores
Encravamento por tensão
Supervisão de fechamento
Supervisão de actuadores
+
-
P0 D0-D3
A0 AS-i
+
-
P0 D0-D3
A0 AS-i
+
-
P0 D0-D3
A0 AS-i
+
-
P0 D0-D3
A0 AS-i
Legenda
D0 - D3 Sequências de dados codificados
para avaliação através do
controlador de segurança (4 bit)
P0 Sinal de status (1 bit)
A0 para comutar o encravamentos
Observação
Tensão de alimentação
O encravamentos AZM 161 AS é alimentado a
partir do cabo da interface AS-Interface. A co-
nexão com a interface AS-Interface é realizada
através de contactor M12.
A tensão necessária para o accionamento
magnético também é disponibilizada pela rede
Asi.
A quantidade máxima de encravamentos com
fornecimento interno de tensão e encravamento
por tensão depende da capacidade instalada
na rede Asi, bem como da extensão do
sistema da rede.
Para bloquear ou desbloquear o equipamento
de segurança necessita-se de no máx. 0,5 A
de energia da rede por encravamentos
Alimentação de energia, externa
O encravamentos AZM 161 AS ...p é alimentado
a partir do cabo da AS-Interface. A energia do
imã de bloqueio é conduzida externamente. A
conexão com a AS-Interface e a tensão
auxiliar é realizada através de contactor M12.
O módulo de conexão passivo (ver página
5-101) liga até à alimentação externa do
solenóide (alimentação auxiliar, cabo preto)
e a ligação da rede AS-i (cabo amarelo) a um
único conector M12. Um cabo de 4 fios faz
a ligação ao solenóide do encravamento.
Controle dos imãs:
O controle do ímã é executado através de uma
saída interna (embutida) de cabo.
Dependendo da versão (do tipo) o bit de saída
A0 provoca um desbloqueio ou bloqueio do
actuador.
O bit de saída A0 possui o mesmo endereço
que as saídas de segurança
Variantes de contacto
Alimentação de energia - externa
Encravamento por mola
Supervisão de fechamento
Supervisão de actuadores
Encravamento por tensão
Supervisão de fechamento
Supervisão de actuadores
+ +
- -
P0 D0-D3 A0
24 VDC AS-i
+ +
24 VDC
- -
P0 D0-D3 A0
AS-i
+ +
- -
P0 D0-D3 A0
24 VDC AS-i
D0-D3 A0
+ +
- -
P0
AS-i 24 VDC
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-83
5- 84
AZ 16 AS
14
M 12
M 12
52
5,5
1
5
,
5
7
1
8
8
2
9
9
0
40 8
13
9
30
• Interruptor de segurança com
actuador separado
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• AS-Interface conexão M12
• Ficha de endereçamento (opcional)
• Invólucro termoplástico
• Actuador codificado
• Longa durabilidade
• Classe de protecção IP 67
Dados para encomenda
AZ 16➀- AS➁➂
Nr. Inserir Descrição
➀ ST1 Conector centro
ST2 Conector direita
ST3 Conector esquerda
➁ Sem força de retenção
r Força de retenção 30 N
r-2254 Força de retenção 5 N
➂ Sem ficha de
endereçamento
b Com ficha de
endereçamento
Dados técnicos
Instruções: EN 50295, EN 60947-5-1
EN 954-1
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Conexão da AS-Interface: Conector M 12 x 1,
cinco pólos
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão
dos pólos
Potência instalada
da AS-Interface: ≤ 50 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-0.B
Código-IO: 0x0
Código-ID: 0xB
Código-ID1: 0xF
Código-ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada -
Endereço: Pré-ajustado
no endereço 0
Sinalização: AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação
LED vermelho comunicação
Status de liberação: LED amarelo
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Imunidade a interferência : conforme directiva
CEM = compatibilidade
electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Observação
A ficha de endereçamento não está disponível
como um opcional. O endereçamento é
processado através da conexão M12.
1: AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
4 1
2 3
Componentes do sistema
56
40
2
7
,
3
27
7
1
1
ø 5,5
1
6
R
min. 38
R
min. 25
56
27
40
1
0
1
6
1
1
2
7
,
3
5 7
ø 5,5
a
a
R
min. 45
27
ø 5,5
16
5
56
40
2
8
,
3
R
min. 150
R
min. 150
Actuador recto AZ 15/ 16- B1
Actuador flexivel AZ 15/ 16- B2
Actuador flexivel AZ 15/ 16- B6
Dados para encomenda
Actuador recto AZ 15/ 16- B1
Actuador flexivel AZ 15/ 16- B2
Actuador flexivel AZ 15/ 16- B6
Outros actuaores ver capítulo „Interruptor de
segurança com actuador separado“ págia 1-8.
Os actuadores não estão incluídos no
fornecimento.
C
Certificados
F
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-84
5- 85
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
C
BNS 16 AS
M 12 M 12
M20 x 1,5
M
2
0
x
1
,
5
52 39
9
9
0
7
3
7
2
6
17 40
1
5
• Sensor de segurança
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• Pode ser fornecido com conector
e cabo de ligação
• Invólucro termoplástico
• Actuador codificado
• Longa durabilidade, nenhum
desgaste mecânico
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• É possível fazer a instalação oculta
• Insensível quanto a presença de sujidade
• Classe de protecção IP 67
Certificados
F
Dados para encomenda
BNS 16➀- AS➁
Nr. Inserir Descrição
➀ ST1 Conector centro
ST2 Conector direita
ST3 Conector esquerda
➁ Plano de actuação:
V do lado frontal
D do lado da parte
superior
Dados técnicos
Instruções: EN 50295
EN 60947-5-1
EN 954-1
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Conexão da AS-Interface: Conector M 12 x 1,
cinco pólos
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada
da AS-Interface: ≤ 100 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-0.B
Código-IO: 0x0
Código-ID: 0xB
Código-ID1: 0xF
Código-ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada -
Endereço: pré-ajustado para o endereço 0
Sinalização: AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação,
LED vermelho comunicação
Status de liberação: LED amarelo
Modo de actuação: mágnético
S
ao
: 8 mm
S
ar
: 18 mm
Precisão de reposicionamento R: ≤ 0,1 x S
ao
Frequência de comutação f: < 1 Hz
Imã de accionamento: BPS 16, codificação
Imunidade a interferência : conforme directiva
CEM = compatibilidade electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Observação
A ficha de endereçamento não está disponível
como um opcional. O endereçamento é
processado através da conexão M12.
1: AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
4 1
2 3
Componentes do sistema
¤ 5,5
40
60
20
1
1
Actuador magnético BPS 16
Plano de actuação
Dados para encomenda
Actuador magnético BPS 16
Observação: O actuador não está incluído
no fornecimento.
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-85
5- 86
BNS 33 AS
88
78
2
5
7
3
,
5
1
8
,
5
7
,
5
6
,
5
2000
4,5
LED
ø 5
• Sensor de segurança
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• Pode ser fornecido com conector
e cabo de ligação
• Invólucro termoplástico
• Actuador codificado
• Longa durabilidade, nenhum
desgaste mecânico
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• É possível fazer a instalação oculta
• Insensível quanto a presença de sujidade
• Classe de protecção IP 67
Certificados
F
Dados para encomenda
BNS 33➀- AS
Nr. Inserir Descrição
➀ Cabo de conexão 2 m
STG Cabo de conexão com
conector M12 (recto)
STW Cabo de conexão com
conector M12 (angular)
Dados técnicos
Instruções: EN 50295, EN 60947-5-1, EN 954-1
Invólucro: Termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Conexão da AS-Interface: Cabo LSYY (preto)
Secção: 2 x 0,24 mm
2
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada
da AS-Interface: ≤ 50 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-0.B
Código-IO: 0x0
Código-ID: 0xB
Código-ID1: 0xF
Código-ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada -
Endereço: Pré-ajustado no endereço 0
Sinalização: AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação,
LED vermelho comunicação
Status de liberação: LED amarelo
Modo de actuação: mágnético
S
ao
: 5 mm
S
ar
: 15 mm
R ≤ 0,1 x S
ao
Frequência de comutação f: < 1 Hz
Imã de accionamento: BPS 33, codificação
Imunidade a interferência : conforme directiva
CEM = compatibilidade
electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Observação
A ficha de endereçamento não está disponível
como um opcional. O endereçamento é
processado através da conexão M12.
1: AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
4 1
2 3
Componentes do sistema
8
,
5
7
3
,
5
1
0
2
5
88
78
1
8
,
5
1
3
ø 5
88
78
2
5 7
3
,
5
1
8
,
5
1
3
3
4,5
ø
5
Actuador magnético BPS 33
Espaçador BN 31/ 33
Dados para encomenda
Actuador magnético BPS 33
Espaçador BN 31/ 33
Os actuadores para o sensor de segurança
não estão incluídos no fornecimento.
C
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-86
5- 87
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
BNS 260 AS
2
6
6
2000
1
3
36 4
1
9
22
¤
4
,
5
LED
• Sensor de segurança
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• Pode ser fornecido com conector
e cabo de ligação
• Invólucro plástico
• Actuador codificado
• Longa durabilidade,
nenhum desgaste mecânico
• Insensível quanto a deslocamentos laterais
• É possível fazer a instalação oculta
• Insensível quanto a presença de sujidade
• Classe de protecção IP 67
Certificados
F
Dados para encomenda
Dados técnicos
Normas: EN 50295, EN 60947-5-3, EN 954-1
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Conexão da AS-Interface: Cabo LSYY (preto)
Secção: 2 x 0,24 mm
2
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com IEC/EN 60529
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada da AS-Interface: ≤ 50 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-0.B
Código-IO: 0x0
Código-ID: 0xB
Código-ID1: 0xF
Código-ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada: Pré-ajustado no
endereço 0, pode ser alterado
através do Busmaster da AS-Interface ou
do equipamento portátil de programação
Sinalização:
AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação,
LED naranja comunicação
Modo de actuação: mágnético
S
ao
: 5 mm
S
ar
: 15 mm
Precisão de reposicionamento: R ≤ 0,1 x S
ao
Frequência de comutação f: < 1 Hz
Imã de accionamento: BPS 260, codificação
Imunidade a interferência: conforme directiva
CEM = compatibilidade
electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Observação
A ficha de endereçamento não está disponível
como um opcional. O endereçamento é
processado através da conexão M12.
1: AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
4 1
2 3
Dados para encomenda
Portas de fechamento
à esquerda sufixo - L
Portas de fechamento
a direita sufixo - R
Actuador magnético
Actuador e sensor no mesmo
plano de actuação BPS 260- 1
Actuador e sensor a 90º BPS 260- 2
Os actuadores para o sensor de segurança
não estão incluídos no fornecimento.
C
BNS 260➀- AS- ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ Cabo de conexão 2 m
STG Cabo de conexão com
conector M12 (recto)
STW Cabo de conexão com
conector M12 (angular)
➁ L Portas de fechamento
à esquerda
R Portas de fechamento
a direita
Componentes do sistema
13
6
3
6
26
19
2
2
¤4,5
Portas de fechamento à esquerda
Portas de fechamento a direita
BPS 260
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-87
5- 88
BNS- B20 AS
108
119,5
1
2
0
1
0 6
2
20
4
3
,
3
8
2
8
2
1
4
0
17
5
L
E
D
40
9
9
3
2
,
4
8
,
5
• Sensor de segurança
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• Subistitui o puxador da porta, chave
de segurança e outros acessórios
• Retenção de aprox. 100N
• Conexão por conector
• A prova de manipulação devido
ao sensor condificado integrado
• Aplicação ergonômica
• Próprio para protas basculantes
e corrediças
• Classe de protecção IP 67
Dados para encomenda
BNS- B20- AS- ST- ➀ Sensor
BNS- B20- B01 Actuador
Nr. Inserir Descrição
➀ L Portas de fechamento
à esquerda
R Portas de fechamento
a direita
Os actuadores para o sensor de segurança
não estão incluídos no fornecimento.
Dados técnicos
Observação
A ficha de endereçamento não está disponível
como um opcional. O endereçamento é
processado através da conexão M12.
1: AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
4 1
2 3
Normas: EN 50295, EN 60947-5-1, EN 954-1
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com IEC/EN 60529
Conexão da AS-Interface: conector M 12 x 1
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada da AS-Interface: ≤ 50 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-0.B
Código-IO: 0x0
Código-ID: 0xB
Código-ID1: 0xF
Código-ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Módulo de entrada: pré-ajustado para
o endereço 0
Sinalização:
AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação,
LED vermelho Comunicação
Status de liberação: LED amarelo
Modo de actuação: mágnético
S
ao
: 0 mm
S
ar
: 22 mm
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 70 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 25 °C … + 70 ºC
Frequência de comutação f: < 1 Hz
Resistência a impactos: 30 g / 11 ms
Resistência a vibrações: 10 ... 55 Hz,
amplitude 1 mm
Peso máx. da porta: Portas basculantes: 5 kg
portas corrediças: 3 kg
C
Certificados
H
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-88
5- 89
NAS 311 AS
¤
4
0
¤
2
9
37,8
85
97,8
M 12
M 12
8
5
• Paragem de emergência
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• AS-Interface conexão M12
• Actuador e Invólucro de plástico e metal
• Desbloqueio através de movimento
de puxar
• Resistente a produtos químicos
• Classe de protecção IP 65
Certificados
F C D
Dados para encomenda
NAS 311 ➀- AS ➁
Nr. Inserir Descrição
➀ ST1 Conector
➁ Invólucro termoplástico
M Invólucro de metal
MH Invólucro e actuador na
versão metálica com
colar de protecção
Dados técnicos
Instruções: EN 50295
EN 60947-5-1
EN 954-1
Invólucro: Polyamido reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo;
Invólucro de metal, pintado
Botão „Paragem
de emergência“: Termoplástico
ou alumínio
Conexão da AS-Interface: Conector M 12 x 1,
cinco pólos
Tipo de protecção: IP 65 de
acordo EN 60529
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada
da AS-Interface: ≤ 50 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-7.B
Código IO: 0x7
Código ID: 0xB
Código ID1: 0xF
Código ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Bits de parâmetro: P0 ... P3
nenhuma função
Módulo de entrada -
Endereço: Pré-ajustado no endereço 0
Sinalização: AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação
LED vermelho comunicação
Status de liberação: LED amarelo
Imunidade a interferência : conforme directiva
CEM = compatibilidade
electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Observação
A ficha de endereçamento não está disponível
como um opcional. O endereçamento é
processado através da conexão M12.
1: AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
4 1
2 3
C
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-89
5- 90
• Módulo de entrada
• 2 entradas seguras para
contactos mecânicos
• Conexão de contactos NF / NF ou
combinação de contactos NF / NA
• Supervisão de curto circuitos
• Comando magnético através
de saída AS-Interface
• Fornecimento de energia à bobina
através de uma fonte externa com
tensão de 24 VDC (max. 0,5 A)
• LED indica status e AS-Interface
• AS-Interface conexão M12
• Invólucro termoplástico
• Longa durabilidade
• Classe de protecção IP 67
Certificados
F
Dados para encomenda
AST ➀➁- AS➂➃
Nr. Inserir Descrição
➀ 02 1 NF/1 NF
11 1 NA/1 NF
➁ Ligação AS- i:
ST Conector M12
L Cabo de ligação (2m)
➂ Ligação do sensor:
2 Cabo de ligação
de 2 x 2 veios
4 Cabo de ligação
de1 x 4 veios
6 Cabo de ligação de
1 x 6 veios com saída
de potência
Dados para encomenda
Nr. Inserir Descrição
➃ Ligação do sensor:
ST Conector M 12
no cabo 2 x 2 e
(opcional) no cabo 1 x 4
C
Dados técnicos
Instruções: EN 50295, EN 60947-5-1, EN 954-1
Invólucro: termoplástico reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Conexão da AS-Interface: Consulte dados
para encomenda
Tipo de protecção: IP 67 de acordo
com EN 60529
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada
da AS-Interface: ≤ 50 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-7.B
Código IO: 0x7
Código ID: 0xB
Código ID1: 0xF
Código ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Saídas: A0 comando magnético (AST ...6)
(24 VDC, max. 500 mA)
A1 ... A3 nenhuma função
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada -
Endereço: Pré-ajustado
no endereço 0
Sinalização: AS-Interface: Tensão de
alimentação LED verde,
comunicação LED vermelho,
piscando = supervisão de curto circuito
Status de liberação: LED1/contacto1,
amarelo/contacto 2
Imunidade a interferência: conforme directiva
CEM = compatibilidade
electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 55 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
A ficha de endereçamento não está disponível
como um opcional. O endereçamento é
processado através da conexão M12.
1: AS-i +
2: Aux – (6) (AST...6)
3: AS-i –
4: Aux + (6) (AST...6)
4 1
2 3
AST ... ST- AS AST ... L- AS
• Módulo de entrada com cabo,
comprimento 2m
2
ca. 2000 70
66
¤
2
8
25
M
3
0
x
1
,
5
16,5
2
ca. 2000 70
66
¤
2
8
25
M
3
0
x
1
,
5
ca. 2000
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Observação
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-90
5- 91
Observação
• O exemplo de comutação é o do dispositivo
de segurança fechado mostrando o estado
sem a presença de tensão.
• O módulo AST pode ser utilizado para a
ligação de contactos livres de potencial.
LED’s adicionais nos fios de ligação não
são aceites.
• Supervisão de uma porta de empurrar para
o lado com dois interruptores de posicio-
namento. O contacto NF deverá possuir
ruptura positiva para accionar o dispositivo
de segurança
• O módulo AST é fornecido com energia vinda
do cabo da interface ASI. A energia para
a bobina é conduzida externamente. A
conexão com a interface ASI e a tensão
auxiliar é realizada através de um conector
M12, ou através de uma tomada de 4 polos.
• O módulo de conexão passivo (ver página
5-101) liga até à alimentação externa do
solenóide (alimentação auxiliar, cabo preto)
e a ligação da rede AS-i (cabo amarelo) a
um único conector M12. Um cabo de 4 fios
faz a ligação ao módulo AST…ST6.
• O controle do ímã é executado através de
uma saída interna (embutida) de cabo.
Dependendo da versão da bobina o bit de
saída A0 ele faz com que o actuador seja
desbloqueado ou bloqueado. O bit de saída
A0 possue o mesmo endereço que as saídas
de segurança.
Exemplo de comutação
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
AST 02
ST 2
BN BN
BU BU
AST 11
ST 6
13 14 21 22
BN BU WH BK RD GY
A1 A2
Ligação do sensor
Ligação AS-i
Ligação do sensor
Ligação AS-i
z.B. AZM 170-11z
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-91
5- 92
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
AST LC ST- AS
• Módulo de entrada para 2 sinais de saída
a semicondutor monitorizados, PNP,
para cortinas e grades de segurança
• LED indica status e AS-Interface
• AS-Interface conexão M12
• Invólucro plástico
• Longa durabilidade
• Classe de protecção IP 67
AST LC ST- AS
Normas: EN 50295, EN 60947-5-1,
EN 954-1, EN 61496-1
Invólucro: termoplástico reforçado com fibra
de vidro, auto-extinção de fogo
Conexão da AS-Interface: conector M 12 x 1
Tipo de protecção: IP 67
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada da AS-Interface: ≤ 50 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-0.B
Código-IO: 0x0
Código-ID: 0xB
Código-ID1: 0xF
Código-ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Saídas: A0 ... A3 nenhuma função
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada: Pré-ajustado no
endereço 0, pode ser alterado
através do Busmaster da AS-Interface
ou do equipamento portátil de programação
Sinalização:
AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação,
LED vermelho Comunicação,
OSSD1/2;
Status de liberação: LED amarelo
Fonte de alimentação
para AOPD: Fonte de alimentação PELV
segundo IEC 364-4-41
Tempo de resposta: ≤ 20 ms
Imunidade a interferência: conforme directiva
CEM = compatibilidade
electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temperatura para armazenar
e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
A ficha de endereçamento não está disponível
como um opcional. O endereçamento é
processado através da conexão M12.
C
16,5 ca. 2000
2
70
66
25
¤
2
8
M
3
0
x
1
,
5
ca. 500
ST1
ST2
Certificados
F
Conector ST
1: AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
Conector ST1
1: + 24 VDC
2: livre
3: GND
4: livre
5: FE (blindado)
Conector fêmea ST2
1: + 24 VDC
2: OSSD 1
3: GND
4: OSSD 2
5: FE (blindado)
4 1
5
2 3
4 1
2 3
5
4 1
2 3
Dados para encomenda
Dados técnicos
Observação
Observação
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-92
5- 93
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
24 VDC (ST1)
AS-i (ST)
ST2
Transmissor
Receptor
ver nota
• O esquema mostra um equipamento optoel-
ectrónico (AOPD) activo (tipo SLC/SLG) com
um módulo de entradas seguro AST LC St-
AS (tubo óptico) ligado ao sistema AS-i.
• O tubo óptico é ligado directamente ao mó-
dulo do receptor (ST2). O AOPD recebe os
24VDC de alimentação via a segunda ligação
por cabo M12 (ST1)
• O tubo óptico em si mesmo é ligado via o
conector M12 (ST) à rede AS-i. Antes da li-
gação o módulo tem de ser programado com
um endereço individual (1 - 31)
• O módulo do emissor tem de ser ligado em
separado como descrito nas instruções de
montagem.
Observação Exemplo de comutação
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-93
5- 94
Dispositivo de comando ASU
7
1
m
a
x
.
6
2
9
2
2
38 75 23,5
Ø 38,5
• Botão PARAGEM DE EMERGÊNCIA
• Equipamentos de comando compactos
para ser instalados com caixas de
adaptação ASU
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• Conexão de interface ASI M12,
Conexão IDC
• Diversos elementos de actuação
(Metálicos, plásticos)
• Furo para instalação 22,3 mm
(de acordo com EN 50 007)
• Classe de protecção IP 65 (frontal)
Certificados
F
Dados para encomenda
EFP➀- AS➁ Elemento de contacto
➂DRZ 40 RT Botões de operação
Nr. Inserir Descrição
➀ ST Conector M12
DT Conexão por cabo chato
(IDC)
ME Opcional, conexão
roscada com 2 m de cabo
➁ 30 1 NF
330 2 NF
➂ E Botão de metal
K Botão de plástico
Dados técnicos
Instruções: EN 50295, EN 60947-5-1, EN 954-1
Invólucro: Polyamido reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Conexão da AS-Interface: Consulte dados
para encomenda
Tipo de protecção: IP 65 (frontal),
IP 20 (parte interna da chapa frontal)
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada da AS-Interface: ≤ 50 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-7.B
Código IO: 0x7
Código ID: 0xB
Código ID1: 0xF
Código ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada -
Endereço: Pré-ajustado no endereço 0
Sinalização: AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação,
LED vermelho comunicação
Status de liberação: LED amarelo
Resistência a impactos: 110 g/4 ms-30 g/18 ms
nenhum impacto (nos botões
de operação com massa maior,
proporcionalmente menor)
Resistente a vibrações: ≥ 20 g/10 ... 200 Hz
(nos botões de accionamento com
massa maior, proporcionalmente menor)
Imunidade a interferência : conforme directiva
CEM = compatibilidade
electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Observação
O endereçamento é feito através de uma
conexão de cabo plano, ou através de um
conector M12.
Contactor M 12:
1: AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
4 1
2 3
Dados técnicos
Elemento de Actuação
Elemento de Actuação na versão Alumínio:
Resistência a impactos: máx. 15 g / 22 ms
Resistente a vibrações: máx. 0,35 mm
0 ... 150 Hz
Elemento de actuação na versão plástico:
Resistência a impactos: máx. 15 g / 22 m/s
Resistente a vibrações: máx. 0,35 mm
0 ... 150 Hz
(dados provisórios)
Observação
Montagem
Montagem com fixação em furo único 22,3 mm
+ 0,4 mm de acordo com EN 50 007 (nos
equipamentos ELAN não há necessidade de
fazer um recorte tipo nariz, para proporcionar
uma segurança anti-torção)
Os elementos de actuação não estão incluidos
no fornecimento
Conexão por cabo chato:
1: AS-i +
2: AS-i –
1
2
C
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-94
5- 95
Dispositivo de comando ASU
7
1
m
a
x
.
6
1
4
2
2
38 75 23,5
Ø 29,5 (29,8)
Ø 22 (25)
• Botão de pressão
• Equipamentos de comando compactos
para ser instalados com caixas de
adaptação ASU
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• Conexão de interface ASI M12,
Conexão IDC
• Diversos elementos de actuação
(Metálicos, plásticos)
• Furo para instalação 22,3 mm
(de acordo com EN 50 007)
• Classe de protecção IP 65 (frontal)
Certificados
F
Dados para encomenda
EFP➀- AS➁ Elemento de contacto
➂DT➃ Botões de operação
Nr. Inserir Descrição
➀ ST Conector M12
DT Conexão por cabo chato
(IDC)
ME Opcional, conexão
roscada com 2 m de cabo
➁ 03 1 NA
333 2 NA
➂ E Botão de metal
K Botão de plástico
➃ GN* Botão de pressão: verde
SW* Botão de pressão: preto
BL* Botão de pressão: azul
Dados técnicos
Instruções: EN 50295, EN 60947-5-1, EN 954-1
Invólucro: Polyamido reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Conexão da AS-Interface: Consulte dados
para encomenda
Tipo de protecção: IP 65 (frontal),
IP 20 (parte interna da chapa frontal)
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada da AS-Interface: ≤ 50 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-7.B
Código IO: 0x7
Código ID: 0xB
Código ID1: 0xF
Código ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada -
Endereço: Pré-ajustado no endereço 0
Sinalização: AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação,
LED vermelho comunicação
Resistência a impactos: 110 g/4 ms-30 g/18 ms
nenhum impacto (nos botões
de operação com massa maior,
proporcionalmente menor)
Resistente a vibrações: ≥ 20 g/10 ... 200 Hz
(nos botões de accionamento com
massa maior, proporcionalmente menor)
Imunidade a interferência : conforme directiva
CEM = compatibilidade
electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Observação
Montagem
Montagem com fixação em furo único 22,3 mm
+ 0,4 mm de acordo com EN 50 007 (nos
equipamentos ELAN não há necessidade de
fazer um recorte tipo nariz, para proporcionar
uma segurança anti-torção)
Os elementos de actuação não estão incluidos
no fornecimento
* Botões de pressão em cores diferentes,
disponíveis: sob consulta
Observação
O endereçamento é feito através de uma
conexão de cabo plano, ou através de um
conector M12.
Contactor M 12:
1: AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
4 1
2 3
Conexão por cabo chato:
1: AS-i +
2: AS-i –
1
2
C
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-95
5- 96
Dispositivo de comando ASU
7
1
m
a
x
.
6
1
4
38 75 23,5
Ø 29,5 (29,8)
Ø 22 (25)
2
2
• Botão de pressão luminoso
• Equipamentos de comando compactos para
ser instalados com caixas de adaptação ASU
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• Conexão de interface ASI M12,
Conexão IDC
• Diversos elementos de actuação
(Metálicos, plásticos)
• Furo para instalação 22,3 mm
(de acordo com EN 50 007)
• Classe de protecção IP 65 (frontal)
Certificados
F
Dados para encomenda
EFP➀- AS➁ Elemento de contacto
➂DL➃ Botões de operação
Nr. Inserir Descrição
➀ ST Conector M12
DT Conexão por cabo chato
(IDC)
ME Opcional, conexão
roscada com 2 m de cabo
➁ 03L 1 NA
➂ E Botão de metal
K Botão de plástico
➃ GN* Botão de pressão: verde
SW* Botão de pressão: preto
Dados técnicos
Observação
Montagem
Montagem com fixação em furo único 22,3 mm
+ 0,4 mm de acordo com EN 50 007 (nos
equipamentos ELAN não há necessidade de
fazer um recorte tipo nariz, para proporcionar
uma segurança anti-torção)
Os elementos de actuação não estão incluidos
no fornecimento
* Botões de pressão em cores diferentes,
disponíveis: sob consulta
Observação
O endereçamento é feito através de uma
conexão de cabo plano, ou através de um
conector M12.
Contactor M 12:
1: AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
4 1
2 3
Conexão por cabo chato:
1: AS-i +
2: AS-i –
1
2
C
Instruções: EN 50295, EN 60947-5-1, EN 954-1
Invólucro: Polyamido reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Conexão da AS-Interface: Consulte dados
para encomenda
Tipo de protecção: IP 65 (frontal),
IP 20 (parte interna da chapa frontal)
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada da AS-Interface: ≤ 50 mA,
com botão de pressão luminoso ≤ 70 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-7.B
Código IO: 0x7
Código ID: 0xB
Código ID1: 0xF
Código ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Saídas: A0 lâmpada sinalizadora
A1 ... A3 nenhuma função
Módulo de entrada -
Endereço: Pré-ajustado no endereço 0
Sinalização: AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação,
LED vermelho comunicação
Status de liberação: LED amarelo
Resistência a impactos: 110 g/4 ms-30 g/18 ms
nenhum impacto (nos botões
de operação com massa maior,
proporcionalmente menor)
Resistente a vibrações: ≥ 20 g/10 ... 200 Hz
(nos botões de accionamento com
massa maior, proporcionalmente menor)
Imunidade a interferência : conforme directiva
CEM = compatibilidade electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-96
5- 97
Dispositivo de comando ASU
• Outros equipamentos de comando ASU
sob pedido
Certificados
F em preparação
Dados para encomenda
sob pedido
Dados técnicos
Observação
O endereçamento é feito através de uma
conexão de cabo plano, ou através de um
conector M12.
Contactor M 12:
1: AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
4 1
2 3
Conexão por cabo chato:
1: AS-i +
2: AS-i –
1
2
C
Instruções: EN 50295, EN 60947-5-1, EN 954-1
Invólucro: Polyamido reforçado
com fibra de vidro,
auto-extinção de fogo
Conexão da AS-Interface: Consulte dados
para encomenda
Tipo de protecção: IP 65 (frontal),
IP 20 (parte interna da chapa frontal)
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada da AS-Interface: ≤ 50 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-7.B
Código IO: 0x7
Código ID: 0xB
Código ID1: 0xF
Código ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Endereço: Pré-ajustado no endereço 0
Sinalização: AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação,
LED vermelho comunicação
Status de liberação: LED amarelo
Frequência de comutação : 3600/h
Resistência a impactos: 30 g/18 ms
nenhum impacto (nos botões
de operação com massa maior,
proporcionalmente menor)
Resistente a vibrações: ≥ 15 g/10 ... 200 Hz
(nos botões de accionamento com
massa maior, proporcionalmente menor)
Imunidade a interferência : conforme directiva
CEM = compatibilidade electromagnética
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temperatura para
armazenar e transportar: – 25 °C … + 85 ºC
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-97
5- 98
ZS 71 AS
17,5
30
40
1
2
42 52
2
2
6
10
5
3
,
5
8
1
0
5
ø
1
0
24
18
M 12 M 12
33 5
6
15
• Interruptor de emergência de
accionamento por cabo
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• AS-Interface conexão M12
• Invólucro de metal
• Diferentes variantes da forças de actuação
das molas (forças de accionamento)
• Força de actuação regulável
• Comprimento do cabo até 20 m
• É possível desbloquear o botão
de pressão ou a chave
• Classe de Protecção IP 65
(com desbloqueio de botão de
pressão e colar de vedação)
Certificados
F C D
Dados para encomenda
ZS 71➀- AS ➁➂- ➃- ➄ / ➅
Nr. Inserir Descrição
➀ ST1 Conector
➁ Sem colar de vedação
W Com colar de vedação
➂ Sem bloqueio
VD Desbloqueio do botão
de pressão
VS Desbloqueio da chave
➃ Sem indicador de posições
A Com indicador de posições
➄ Sem lâmpada sinalizadora
G Com lâmpada sinalizadora
➅ 55 N Força de pretensionamento:
para cabos 0 - 5 m
200 N para cabos 5 - 20 m
Dados técnicos
Instruções: EN 50295, EN 60947-5-1, EN 954-1
Invólucro: Alumínio fundido, pintado
Tampa: Termoplástico Ultramid
Conexão da AS-Interface: Conector M 12 x 1,
cinco pólos
Tipo de protecção: IP 54,
IP 65 na versão com desbloqueio do
botão de accionamento e colar de
vedação de acordo com EN 60529
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada
da AS-Interface: ≤ 50 mA,
com lâmpada sinalizadora ≤ 130 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-7.B
Código IO: 0x7
Código ID: 0xB
Código ID1: 0xF
Código ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Saídas: A0 Lâmpada sinalizadora (opcional)
A1 ... A3 nenhuma função
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada -
Endereço: Pré-ajustado no endereço 0
Sinalização: AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação
LED vermelho comunicação
Status de liberação: LED amarelo
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Comprimento máximo do cabo: 20 m
Características: Função de accionamento
ou ruptura do cabo
Imunidade a interferência : conforme
directiva CEM
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temp. armazenar/transportar: – 25 °C … + 85 ºC
Observação
A ficha de endereçamento não está disponível
como um opcional. O endereçamento é pro-
cessado através da extremidade aberta do
cabo ou então através da conexão M12.
1 AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
Amplo leque de acessórios pode ser fornecido.
Para fazer a escolha, consulte a página 2-5.
4 1
2 3
C
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-98
5- 99
ZS 73 AS
25
4
8
3
0
1
0
5
5 75
170
28
M 12 M 12
98
70
56
6
,
5
15
• Interruptor de emergência de
accionamento por cabo
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• AS-Interface conexão M12
• Invólucro de metal
• 4 variantes de forças de actuação
das molas (forças de accionamento)
• Força de actuação regulável
• Comprimento do cabo até 50 m
• É possível desbloquear o botão
de pressão ou a chave
• Classe de Protecção IP 65
(com desbloqueio de botão de
pressão e colar de vedação)
Certificados
F C D
Dados para encomenda
ZS 73➀- AS ➁➂- ➃ / ➄
Nr. Inserir Descrição
➀ ST1 Conector
➁ Sem colar de vedação
W Com colar de vedação
➂ Sem bloqueio
VD Desbloqueio do botão
de pressão
VS Desbloqueio da chave
➃ Sem lâmpada sinalizadora
G Com lâmpada sinalizadora
➄ 80-100N Força de pretensionamento:
para cabos 0-10 m
120-180N para cabos 10-20 m
195-275N para cabos 20-30 m
295-390N para cabos 30-50 m
Observação
A ficha de endereçamento não está disponível
como um opcional. O endereçamento é pro-
cessado através da extremidade aberta do
cabo ou então através da conexão M12.
1 AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
Amplo leque de acessórios pode ser fornecido.
Para fazer a escolha, consulte a página 2-5.
4 1
2 3
C
Dados técnicos
Instruções: EN 50295, EN 60947-5-1, EN 954-1
Invólucro: Alumínio fundido, pintado
Tampa: Termoplástico Ultramid
Conexão da AS-Interface: Conector M 12 x 1,
cinco pólos
Tipo de protecção: IP 54,
IP 65 na versão com desbloqueio do
botão de accionamento e colar d
e vedação de acordo com EN 60529
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada
da AS-Interface: ≤ 50 mA,
com lâmpada sinalizadora ≤ 130 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-7.B
Código IO: 0x7
Código ID: 0xB
Código ID1: 0xF
Código ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Saídas: A0 Lâmpada sinalizadora (opcional)
A1 ... A3 nenhuma função
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada -
Endereço: Pré-ajustado no endereço 0
Sinalização: AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação
LED vermelho comunicação
Status de liberação: LED amarelo
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Comprimento máximo do cabo: 50 m
Características: Função de accionamento
ou ruptura do cabo
Imunidade a interferência : conforme
directiva CEM
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temp. armazenar/transportar: – 25 °C … + 85 ºC
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-99
5- 100
ZS 75 AS
154
76
1
9
,
5
1
6
0
8
0
6
6
5
2
6
,
5
33
69
54
23
27
12
70
M 12 M 12
100
71
14
• Interruptor de emergência de
accionamento por cabo
• Conexão integrada AS-Interface
• LED indica status e AS-Interface
• AS-Interface conexão M12
• Invólucro de metal
• 4 variantes de forças de actuação
das molas (forças de accionamento)
• Força de actuação regulável
• Comprimento do cabo até 50 m
• É possível desbloquear o botão
de pressão ou a chave
• Classe de Protecção IP 65
(com desbloqueio de botão de
pressão e colar de vedação)
Certificados
F C D
Dados para encomenda
ZS 75➀- AS ➁➂- ➃ / ➄
Nr. Inserir Descrição
➀ ST1 Conector
➁ Sem colar de vedação
W Com colar de vedação
➂ Sem bloqueio
VD Desbloqueio do botão
de pressão
VS Desbloqueio da chave
➃ Sem lâmpada
G Com lâmpada
sinalizadora
➄ 80-100N Força de pretensionamento:
para cabos 0-10 m
120-180N para cabos 10-20 m
195-275N para cabos 20-30 m
295-390N para cabos 30-50 m
Observação
A ficha de endereçamento não está disponível
como um opcional. O endereçamento é pro-
cessado através da extremidade aberta do
cabo ou então através da conexão M12.
1 AS-i +
2: livre
3: AS-i –
4: livre
Amplo leque de acessórios pode ser fornecido.
Para fazer a escolha, consulte a página 2-5.
4 1
2 3
C
Dados técnicos
Instruções: EN 50295, EN 60947-5-1, EN 954-1
Invólucro: Alumínio fundido, pintado
Tampa: Fundido em alumínio, pintura de fábrica
Conexão da AS-Interface: Conector M 12 x 1,
cinco pólos
Tipo de protecção: IP 54,
IP 65 na versão com desbloqueio do
botão de accionamento e colar d
e vedação de acordo com EN 60529
Faixa de tensão
da AS-Interface: 26,5 ... 31,6 VDC,
através da AS-Interface,
a prova contra inversão dos pólos
Potência instalada
da AS-Interface: ≤ 50 mA,
com lâmpada sinalizadora ≤ 130 mA
Especificação da AS-Interface:
(V 2.1) Perfil: S-7.B
Código IO: 0x7
Código ID: 0xB
Código ID1: 0xF
Código ID2: 0xE
Entradas ou acessos:
Status do contacto dos bits de dados
1 fechado D0/D1 = transmissão
dinâmica de código
1 aberto D0/D1 = código
estatístico „00“
2 fechados D2/D3 = transmissão
dinâmica de código
2 abertos D2/D3 = código
estatístico „00“
Saídas: A0 Lâmpada sinalizadora (opcional)
A1 ... A3 nenhuma função
Bits de parâmetro: P0 ... P3 nenhuma função
Módulo de entrada -
Endereço: Pré-ajustado no endereço 0
Sinalização: AS-Interface: LED verde tensão
de alimentação
LED vermelho comunicação
Status de liberação: LED amarelo
Resistência mecânica: > 1 milhão de
comutações
Comprimento máximo do cabo: 50 m
Características: Função de accionamento
ou ruptura do cabo
Imunidade a interferência : conforme
directiva CEM
Temperatura ambiente: – 25 °C … + 60 ºC
Temp. armazenar/transportar: – 25 °C … + 85 ºC
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-100
5- 101
CC R
S OR
AS- Interface Safety at Work
Componentes do sistema
Cabo plano M
Cabo plano K
Dados para encomenda
Cabo plano M
Ligação do cabo AS-i (amarelo) ao
conector M12
Cabo plano K
Ligação do cabo AS-i (amarelo) a
um cabo circular
Componentes do sistema
5 2 4 3 1
AS-i +
AS-i -
Aux -
Aux +
AS-i + AS-i - Aux + Aux -
Distribuidor passivo
Distribuidor passivo
Dados para encomenda
Distribuidor passivo 0911 ANC 101
Módulo de ligação passivo (IDC) para o
cabo amarelo e preto a um conector M12
Componentes do sistema
2
1
M 5
9
5
0
Ø
3
0
50
64
34
Terminal
Terminal
Dados para encomenda
Terminal H 30
Braçadeiras para todos os módulos de
AS-i tubos com invólucro M30
frei
Conector
circular M 12
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-101
5- 102
ESALAN Unidades de controlo de
bus de campo de segurança
A unidade de controlo de bus de campo de
segurança ESALAN para aplicações de bus
de campo é um sistema baseado em CAN
com funções de segurança e até 512
entradas/saídas. O sistema está de acordo
com a EN 954-1, categoria 4. Estão
disponíveis diferentes interfaces de
visualização e diagnóstico.
Até 64 estações podem ser ligadas ao
módulo que serve como estação de campo
ou armário de manobra. Os parâmetros
podem ser definidos nos menus.
Mais informações no folheto
“ESALAN” da Elan
ESALAN Compact –
módulo de segurança compacto
O ESALAN Compact é um sistema electrónico
de segurança (comparável a um PLC de
segurança). Este sistema tem 24 entradas,
9 saídas seguras a semicondutor, 3x2 saídas
a relé e está de acordo com a EN 954-1
Estão também disponíveis módulos de
expansão à prova de falhas, utilizáveis
também para montagem descentralizada.
Para além disso podem ser obtidas inter-
faces de visualização e diagnóstico. Os
parâmetros podem ser definidos nos menus.
Mais informações no folheto
“ESALAN Compact” da Elan
Outros produtos e extensões do programa
Controlador de segurança ESALAN:
movimentos seguros numa área designada
O controlador de segurança ESALAN é
um sistema de controlo electrónico com
função de segurança, que foi especialmente
desenvolvido para robótica, tecnologia de
manipulação e máquinas complexas com
eixos múltiplos.
Ele permite uma monitorização especifica de
um eixo de valores de velocidade e posição
relevantes, bem como a monitorização de
quartos virtuais utilizando monitorização de
velocidade cartesiana e cames cartesianas
(incluindo monitorização de rampas de
travagem e aceleração). O conceito técnico
está de acordo com a EN 954-1, categoria 3.
Mais informação no folheto
“Safety Controller” da ELAN
Outros módulos de segurança de Elan
Para além dos módulos de segurança
apresentados neste catálogo, estão também
disponíveis outros módulos. Por ex.:
• Com mais saídas de segurança
• Módulos multi função para até 6 portas
• Versões com comportamentos de
desligar diferenciados
• Com rearmes diferenciados
• Para redes assistidas por baterias
• Com tolerâncias de tensão e corrente
diferentes e para capacidades de
comutação de até 10A
Mais informação em
“SRB Product Overview” da Elan
Kapitel19_pt_v004.qxd 09.03.1970 2:57 Uhr Seite 5-102
A- 1
Apêndice
Diagnósticos de falhas e símbolos
Tabelas ISD A-2
Tabela de conexões A-10
Tabela de diagnóstico A-12
Índice do produto A-22
Legenda dos símbolos, aba traseira
TABELAS ISD
Anhang_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:08 Uhr Seite A-1
A- 2
ISD - Sistema Integral de Diagnósticos
AZS 2305
Sinalização (Côr- de- laranja) Falha Causa
LED um pulso • Sinal de entrada S14 / S22 em S1 • Conexão de entrada de sinal S1
com defeito
• Falha ocorrida na troca de sinal*
LED dois pulsos • Tempo de processamento • Canal 1 valor de tempo excessivo
LED três pulsos • Tempo de processamento • Canal 2 valor de tempo excessivo
LED quatro pulsos • Falha de sinais nas entradas, • Acoplamento indutivo ou capacitivo
avaliação insegura excessivo nos fios de entrada de
sinal ou nos de alimentação
LED cinco pulsos • Um ou ambos relés não activado • Tensão de alimentação U
e
durante o tempo de controlo excessivamente baixa
• Relé defeituoso
LED seis pulsos • O relé não foi desconectado • Contacto soldado no relé
na mudança de sinal
LED sete pulsos • Controlo dinâmico o controlo • Falha na transmissão interna
de cruzamento não funciona de dados
correctamente
* A troca de sinal ocorrida tanto em
uma só entrada como em ambas
entradas, com um tempo de intervalo
de mais de 5 segundos
Cancelamento de uma sinalização
de erro
Cancela-se a indicação de falha ao
eliminar a sua causa, e o sinal de
entrada S1 foi comutado à posição
base para controlar todas as funções.
Sinalização Explicação das condições de comutação
LED vermelho • A comparação entre os tempos do canal 1
e do canal 2 estão erradas (Posição do
código e dos selectores DIP)
LED verde • Os passos da saída autorizada estão fechados
LED verde intermitente • Sinal de entrada em posição de base
(pulsos de 0,5 Hz aprox.) • Os passos da saída autorizada não estão
fechados
LED amarelo intermitente • Segue a medida de tempo o valor restante
de tempo máximo pode-se ver na tabela
que segue:
Número de pulsos n 1 2 3 4 5 6
Tempo restante mínimo T/2 T/4 T/8 T/16 T/32 T/64
Legenda T: Tempo selecionado
Anhang_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:08 Uhr Seite A-2
Sinalização (Côr- de- laranja) Falha Causa
LED um pulso • Dispositivo de proteção 1 • Conexão de entrada ao
interruptor com defeito
• Interruptor defeituoso ou mal
montado
• Interruptor só parcialmente
activado, pelo menos 5 s*
• Detecção de fios cruzados
LED dois pulsos • Dispositivo de proteção 2 • Conexão de entrada ao
interruptor com defeito
• Interruptor defeituoso ou mal
montado
• Interruptor só parcialmente
activado, pelo menos 5 s*
• Detecção de fios cruzados
LED tres pulsos • Dispositivo de proteção 3 • Conexão de entrada ao
interruptor com defeito
• Interruptor defeituoso ou mal
montado
• Interruptor só parcialmente
activado, pelo menos 5 s*
• Detecção de fios cruzados
LED quatro pulsos • Dispositivo de proteção 4 • Conexão de entrada ao
interruptor com defeito
• Interruptor defeituoso ou mal
montado
• Interruptor só parcialmente
activado, pelo menos 5 s*
• Detecção de fios cruzados
LED cinco pulsos • Saídas autorizadas Y14 e Y24, • Vigilância de fios cruzados
somente para AES 3075 • Curto-circuito
LED seis pulsos • Saídas adicionais por • Curto-circuito
transistor Y1 a Y5
LED sete pulsos • Sinalização errada de pulsos • Acoplamento indutivo ou capacitivo
avaliação insegura excessivo nas entradas do inter-
ruptor ou nos cabos de alimentação.
LED oito pulsos • Circuito de realimentação, • Realimentação dos contactores
exteriores com defeito, cabeamento
do circuito de realimentação
incorrecto.
A- 3
ISD - Sistema Integral de Diagnósticos
AES 3075
* Actuação parcial
Interruptor de posição no qual
somente um contacto foi activado.
Cancelamento de uma sinalização
de falha
A indicação de falha cancela-se
quando a sua origem foi eliminada
e o interruptor conectado foi activado
para comprovar as funções (Abertura
e giro ao fechar da porta de proteção).
Sinalização Explicação das condições de comutação
LED verde • Operação autorizada Y14 e Y24 “ alta”
LED intermitente verde • Tempo de atraso à operação, em andamento
LED amarelo • Uma porta de proteção, pelo menos, aberta
LED intermitente amarelo • O circuito de realimentação está aberto
• Entrada de operação X4 aberta
Anhang_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:08 Uhr Seite A-3
Sinalização (vermelho) Falha Causa
LED um pulso • Curto-circuito Curto-circuito nas conexões de
• Entradas de teste das barreiras ópticas
• Contactos para teste do Contactor
• Botão de rearme do bloqueio
LED dois pulsos • Teste do Contactor • Teste do Contactor desactivada no
selector DIP mas com sinal positivo
na entrada
LED três pulsos • Selector DIP • Tanto o rearme do bloqueio como
o armazenamento de bits não está
ajustado para dois canais no
selector DIP.
LED quatro pulsos • Relés • Falha nos relés internos de
segurança ou nos seus circuitos
de controlo.
• Tensão de alimentação insuficiente
LED cinco pulsos • Falha de sinais nas entradas • Excessivo acoplamento capacitivo
avaliação insegura ou indutivo nos fios de entrada de
sinal ou na linha de alimentação.
LED seis pulsos • Falha interna • Por exemplo, falha do circuito de
entradas ou falha do processador
A- 4
ISD - Sistema Integral de Diagnósticos
SLB 400- C
Sinalização Explicação das condições de comutação
LED verde • Os circuitos de operação autorizada estão fechados
LED vermelho • Os circuitos de operação autorizada estão abertos
Anhang_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:08 Uhr Seite A-4
A- 5
ISD - Sistema Integral de Diagnósticos
Sinalização (Côr- de- laranja)
LED 1 pulso
LED 2 pulsos
LED 3 pulsos
LED 4 pulsos
LED 5 pulsos
LED 6 pulsos
LED 7 pulsos
LED 8 pulsos
Monitorização da interrupção do módulo de segurança FWS
* Actuação parcial
Posição do interruptor na qual somente um contacto foi
acionado.
Apagar a detecção de erro:
A detecção de erro é apagada quando foi eliminado o erro
e o FWS verifica todas as funções. Em caso de erro do
interruptor 1 ou 2, o interruptor específico deve ser acionado
(abrindo e fechando a proteção de segurança). Para o resto
das falhas, ambos interruptores devem ser activados.
LED Verde
LED Amarelo intermitente (2Hz)
LED Amarelo intermitente (0,5Hz)
O LED de monitorização de paragem mostra as diferentes condições de comutação e erro. A seguinte tabela mostra as diferentes condições de
comutação.
Causa
• Conexão de entrada defeituosa ou detector de proximidade
defeituoso
• Conexão de entrada defeituosa ou detector de proximidade
defeituoso
• Com só um detector de proximidade, falta a ponte X1-X2,
só para FWS 1206
• Um ou ambos detectores de proximidade estão sem tensão
de saída: detector defeituoso ou não montado, ou cabos
interrompidos, Somente para FWS 2316
• Controlo de fios cruzados de detectores de proximidade,
somente para FWS 2316
• Excessivo acoplamento capacitivo ou indutivo nas entradas
ou nos cabos de alimentação
• Tensão de alimentação U
e
excessivamente baixa
• Relé defeituoso
• Contactos do relé soldados
• Falha na transmissão interna de dados devido a um
excessivo acoplamento indutivo ou capacitivo nas
conexões internas de dados.
• A condição de sinal adicional de interrupção em espera não
concorda com as frequências deduzidas, por exemplo o sinal
adicional mostra uma interrupção em espera mas o detector
de proximidade indica que superou o limite de frequência.
Falha
• Sensor 1 frequência excessivamente baixa
• Entrada X1, somente para FWS 1205/1206
• Entrada X2, somente para
FWS 2105/2106/2505/2506
• Entrada X3, somente para FWS 2316
• Sensor 2 frequência excessivamente baixa
• Entrada X2, somente para FWS 1205/1206
• Entrada X4, somente para
FWS 2105/2106/2505/2506
• Entrada X5, somente para FWS 2316
• Controlo de fios cruzados,
somente para FWS 2316
• Falham sinais nas entradas,
avaliação insegura.
• Um ou ambos relés não foram activados
dentro do tempo controlado
• O relé não foi activado ao
actuar no interruptor
• Falha de sinais nas conexões
internas de dados
• Sinal adicional de interrupção em espera,
somente para FWS 1206/2106/2506
O LED laranja acende-se em intervalos para mostrar as mensagens de erro. Durante esses intervalos, o LED emite de um a oito pulsos.
• As vias autorizadas estão fechadas
• Motor em andamento, a frequência limite foi excedida, as vias autorizadas estão abertas
• Com dois detectores de proximidade conectados, somente um interruptor está sob o limite de frequência.
As vias autorizadas estão abertas.
Anhang_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:08 Uhr Seite A-5
A- 6
ISD - Sistema Integral de Diagnósticos
AES 1135/ 36, AES 1165/ 66, AES 1185 e AES 1235/ 36
Só válido para: AES 1165/1166, AES 1185 e
AES 1265/1266
Indicação (Amarelo) Explicação das condições
de comutação
LED um pulso • Dispositivo de proteção 1, aberto
LED dois pulsos • Dispositivo de proteção 2, aberto
LED tres pulsos • Dispositivo de proteção 3, aberto,
só para AES 1185
Indicação Explicação das condições de comutação
LED verde • Vias de autorização fechadas
LED intermitente verde • Tempo até a autorização, em andamento,
Vias de autorização abertas,
somente para AES 1185
LED intermitente amarelo • Dispositivo de proteção aberto
(frequência aprox. 0,5 Hz)
LED intermitente amarelo • Porta de proteção fechada, mas operação
(frequência aprox. 2 Hz) não autorizada.
Causa possível: Operação errada (somente
um contacto acionado, ao abrir a porta)
• Queda de tensão
• Circuito de realimentação aberto
• Teste de início não realizada,
somente em AES...6
Anhang_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:08 Uhr Seite A-6
A- 7
ISD - Sistema Integral de Diagnósticos
AES 1135/ 36, AES 1165/ 66, AES 1185 e AES 1235/ 36
* Actuação parcial
Interruptor de posição em que só um
contacto foi activado
Anulação de indicação de falha
Cancela-se o indicador de falha
quando a sua origem foi eliminada, e o
interruptor conectado acionado, para
verificar todas as funções. (Abertura e
novo fecho do dispositivo de proteção).
Sinalização (Côr-de-laranja) Falha Causa
LED um pulso • Entrada S 1 • Defeito na conexão de entrada
do interruptor
• Interruptor defeituoso ou mal
adequado
• Interruptor acionado menos de
5 s ou só acionado em parte
• Detecção de fios cruzados
LED dois pulsos • Entradas S2, só para • Ver falha de entradas S1
AES 1165/1166, AES 1265/1266, • Conexão de entrada ao relé ou
e AES 1185 contacto do relé defeituosos
• Relé defeituoso
LED três pulsos • Entradas S1 + S2, só para • Ver falha de entradas S1
AES 1165/1166, AES 1265/1266 • Conexão de entrada ao relé ou
• Entradas S3 só para AES 1185 contacto do relé defeituosos
• Relé defeituoso
LED quatro pulsos • Falha de sinais nas entradas, • Excessivo acoplamento indutivo
avaliação insegura, ou capacitivo nos terminais do
não para AES 1185 interruptor ou nos condutores
de entrada de alimentação
LED cinco pulsos • Um ou ambos relés, não activado • Tensão operativa U
e
durante o tempo de controlo excessivamente baixa
• Relé defeituoso
Seis pulsos do LED • Relé não activado ao acionar • Relé com o contacto do interruptor
soldado
LED sete pulsos • Monitoramento dinâmico em ambos • Falha num canal
canais (monitorização cruzada) • Erro na transmissão interna
não operando correctamente de dados
• Sinais erradas nas entradas, • Acoplamento indutivo ou
avaliação insegura, capacitivo excessivo nas entradas
só para AES 1185 de sinal, somente para AES 1185
Anhang_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:08 Uhr Seite A-7
A- 8
AES 2135/ 36, AES 2335/ 36, AES 2535/ 36, AES 2365/ 66 e AES 2565/ 66
LED Verde
LED verde intermitente
LED Amarelo intermitente (0,5Hz)
LED Amarelo intermitente (2Hz)
• Vias de autorização fechadas
• Tempo até a autorização, em andamento, Vias de autorização abertas
• Vias de autorização abertas
• Porta de proteção fechada, mas operação não autorizada. Causa possível:
Operação errada (somente um contacto acionado, ao abrir a porta) ou queda de tensão
– Teste de início realizado
• Circuito de realimentação aberto
O LED de monitorização de paragem mostra as diferentes condições de comutação e erro.
A seguinte tabela mostra as diferentes condições de comutação.
Explicação das condições de comutação
• Dispositivo de proteção 1, aberto
• Dispositivo de proteção 2, aberto
• Dispositivo de proteção 3, aberto
O módulo de controlo de segurança tem dois LEDs de indicação adicionais. O Led amarelo pisca em intervalos.
A tabela seguinte mostra as condições de comutação.
ISD – Sistema Integral de Diagnósticos
Indicação (Amarelo)
LED 1 pulso
LED 2 pulsos
LED 3 pulsos
Anhang_pt_v004.qxd 09.03.1970 22:08 Uhr Seite A-8
A- 9
Sinalização (Côr- de- laranja)
LED 1 pulso
LED 2 pulsos
LED 3 pulsos
LED 4 pulsos
LED 5 pulsos
LED 6 pulsos
LED 7 pulsos
Causa
• Defeito na conexão de entrada do interruptor
• Interruptor defeituoso ou não adequado
• Interruptor acionado menos de 5 s, ou só acionado em parte*
• Ver falha de entrada S1
• Ver falha de entrada S1
• Excessivo acoplamento indutivo ou capacitivo
nos terminais do interruptor ou nos condutores
de entrada de alimentação
• Tensão operativa U
e
excessivamente baixa
• Relé defeituoso
• Relé com o contacto soldado
• Falha num canal
• Erro na transmissão interna de dados
• Acoplamento indutivo ou c