Você está na página 1de 13

SAMUEL Rapaport

O Midrash
Por

SAMUEL Rapaport

Rabino de Port Elizabeth e Distrito Leste da Colônia do Cabo


Autor de "Palavras dos Sábios e seus enigmas," histórias "e provérbios do Talmud '

LONDRES

George Routledge & SONS LIMITED

New York: EP Dutton & CO

1907

Dedicado

PARA MEU FILHO ISIDORE Rapaport


SAMUEL Rapaport

O Midrash
INTRODUÇÃO

Assim como a lei escrita dada por Moisés emana de Deus, ao passo que ele
mesmo proclamou apenas os dois primeiros mandamentos do Decálogo,
devido aos israelitas sendo muito medo de ouvir a voz de Deus (Dt 20. 19), e
toda a Torah foi então transportado para Israel por intermédio de Moisés, de
modo que ele também recebeu a lei oral, que ele não tinha permissão para
cometer a escrita. Esta lei Oral tinha que ser ensinado pela palavra da boca
lado a lado com a lei escrita, e, assim, o antigo se tornou um desdobramento e
sequela para o último.

Isto, diz o Midrash, 1 que significam as palavras: "Só tome cuidado para ti
mesmo e manter a tua alma que não te esqueças das palavras - ‫ "דברים‬palavras
", ou seja, assim como as" coisas "- o que os teus olhos têm visto, e não se
apartem do teu coração todos os dias da tua vida "(Dt 4. 9). 'As palavras que
os teus olhos têm visto ", os escritos palavras que podem ser vistos, e "não se
apartem do teu coração" refere-se à lei Oral, palavras comprometidos com a
memória, colocou-se no coração.

Desde tempos imemoriais, durante o tempo dos profetas e até mesmo antes, os
israelitas tinham estabelecido escolas ou conjuntos para o ensino da Torá. Para
os lugares de culto escolas foram invariavelmente ligado em que a religião era
ensinada, a Torá foi lido e exegeticamente expôs. Sempre que uma parte da
Sagrada Escritura foi lido um ‫( דרש‬Drash) - uma pesquisa investigação -
sobre o significado de cada frase foi feita, com explicações tiradas daí, com
base na lei oral. Não só foi este o caso aos sábados e festivais, mas em dias de
semana também, especialmente às segundas e quintas-feiras, quando uma
pequena porção da Torá foi lido, uma instituição atribuída a Esdras. 2 Mais
tarde - provavelmente no tempo dos Macabeus - a leitura dos profetas foi
também introduzido.

As dissertações e exposições que foram realizadas eram conhecidos como


‫( מדרש‬Midrash), e esse termo foi originalmente aplicada à ‫( הלכה‬Halachá) eo
‫( אגדה‬Agada).

Os sermões, dissertações e exposições de qualquer natureza - seja exegética,


homilética ou ético - foram sempre dadas de boca em boca, mas foram depois
do parto reduzido a escrito. Um conhecimento das Escrituras por parte da
platéia foi assumido, como o estudo da Lei foi encarado como um dos mais
altos deveres religiosos. Havia grande ansiedade por parte desses professores
que nada deve ser acrescentado à lei escrita, que é conhecido por nós como o
‫ עשרים וארבע‬- a Canon dos vinte e quatro livros.
SAMUEL Rapaport

Existe esta linha de demarcação entre ‫( הלכה‬halakhá) e ‫( אגדה‬Ágada), que no


decorrer do tempo foram separadas uma da outra, embora o primeiro contém
agora e, em seguida, uma pequena deste último, e vice-versa. 3 Halachá,
derivado de ‫( הלך‬para ir, a pé), é um termo que denota as leis que regulam a pé
do homem na vida - o desempenho das suas funções religiosas. A tradução do
aramaico Onkeles (Êx 21 9.) Dá ‫ הלכה‬como um equivalente do ‫משפט‬.Halachá,
quando decidiu, por maioria de escola, tornou-se incontestável, direito que
não pode ser negado; e de qualquer um, não importa quão grande a sua
reputação de piedade e de aprendizagem, que pode tentar para impugnar-lo,
seria excomungado. Assim, encontramos essas luzes entre os rabinos como
Eleazar B. Enoque, que, tendo questionado a Halachá em 'Pureza', foi
colocado sob a proibição, em que ele permaneceu toda a sua vida, e uma pedra
foi atirada em seu caixão, já que ele tinha morrido sob sentença. Akabyah
b. Maalalel foi igualmente excomungado por se recusar a aceitar a decisão da
maioria em quatro perguntas, e Rabi Eliazar b. Horkynas, também, foi
colocado sob a proibição para recusando-se a reconhecer a decisão da maioria
em alguns pontos. Os nomes das respectivas autoridades na Halachá foram
sempre mantidos.

O Agada, por outro lado, é uma livre interpretação das Escrituras. Como o
próprio nome já diz: 'Foi dito. Suas afirmações não eram incontestáveis ou
não ser negado. Havia, por um lado, a forte oposição ao Agada; mas, por outro
lado, foi muito muito estimado pela maioria, e não cada um foi considerado
qualificado para lidar com isso. Mesmo o rabino Akiba recebeu uma
repreensão suave, quando ele tentou mergulhar nas profundezas deste método
de ensino. 4 Há cresceu no decorrer do tempo, um ditado que diz: "Se você
deseja encontrar a grandeza do Criador, estudar a Agada. Os nomes dos
professores Agadic nem sempre foram mencionados, mas certos rabinos eram
conhecidos por ter possuído uma capacidade invejável para este ramo da
instrução religiosa, como rabinos Abahu, Ismael, Eliazar b. Azaryah, Eliazar
b. R. José da Galiléia, e os outros, e eles eram conhecidos como os rabinos do
Agada.

O Agada, da qual os vários Midrashim conter coleções, e que alguns dos


apócrifos têm para a sua fonte, foi escrito na época do Tanaim e,
conseqüentemente, antes da Halachá, o que só foi tomada em mão pela escola
de Rav Ashe.

Embora a procura Agada alcance, mas livre em seu próprio ensinamentos e


em sua própria interpretação das Escrituras, e não tem a intenção de invadir o
domínio da Halachá, ainda, ocasionalmente, toca alguns pontos legais. É a
mais antiga exegese das Escrituras, e contém em seus ensinamentos elevados,
sermões, orações, homilias, registros históricos, exortações, admoestações e
consolações, transmitida frequentemente em alegorias, lendas, parábolas e
metáforas.
SAMUEL Rapaport

Desde o tempo de Esdras havia muitas instituições para a difusão deste tipo de
ensino pelos escribas e sacerdotes. Ele formou o elemento vital na moral da
nação. Quando os escribas tomaram o lugar dos profetas, sua interpretação e
exposição das Escrituras também tomou o lugar de palavras proféticas. Na
prosperidade favorito do povo foi a Halachá, 5 mas na adversidade que
preferiam assistir a exposições Agadic, contendo como fizeram - entre muitos
outros - palavras de conforto e consolo, incutir a fé em Deus e esperança em
Sua ajuda e proteção.

Rabino Abahu e Rabi Chanina b. Abbé estavam segurando discursos, ao


mesmo tempo; o ex-pregação em Agada eo último em Halachá. Público de
Rabi Chanina, a audição do discurso do rabino Agadic Abahu, rudemente o
deixou, e foi ouvir o último. Este sábio gentil, que se distingue pela sua
mansidão e piedade, sentiu lesado no ligeiro mostrado para o seu colega, do
qual ele era a causa inocente e sem vontade. Ele foi ver Rabi Chanina e tentou
amenizar o sofrimento causado a ele. "Dificilmente é de se admirar", disse ele,
"que o povo vem a mim em vez de desejo ouvir as suas palavras. Para não
encontramos essa loucura em quase todos os caminhos da vida? Que os
homens oferecem elegância barata e frágil para a venda, e ele vai encontrar
muito mais compradores do que aquele que oferece pérolas escolha e pedras
preciosas. " 6 Os rabinos sabia bem como fazer o seu Discursos Agadic o mais
atraente possível, e para despertar o seu público a partir de sua condição
letárgica quando a ocasião surgiu. Um dispositivo era usar palavras de línguas
estrangeiras, latim, grego, persa, etc, a fim de provocar perguntas e mais
interesse, e tão bem foi o Agada conhecido por suas palavras estrangeiras,
que, se encontrado no Mishna uma palavra de significado duvidoso, recorreu-
se ao Agada escrito para sua elucidação. 7

Rabino Akiba, uma vez que encontrar o seu público sonolento e desatento,
usou o seguinte dispositivo: "O que", ele perguntou: 'Esther induzido a reinar
mais de 127 províncias? A questão de uma só vez despertou a atenção de toda
a assembléia, que esperava alguma solução aritmética sutil, com o qual o
rabino não tinha a intenção de edificar-los. Mas encontrar o seu dispositivo de
sucesso e atenção despertada, ele respondeu a pergunta dizendo que "era
apropriado para o descendente de Sarah, que viveu 127 anos, para reinar sobre
127 províncias. 8

Rabino Judá Hanasi também recorreu aos provérbios enigmáticas: "Eu sei de
uma mulher", disse ele, "que carregou 600.000 crianças ao mesmo
tempo." Isso foi o suficiente para excitar a curiosidade de sua congregação,
que estavam deprimidos e com um espírito abatido devido os estragos
causados pelo Adriano implacável. Vendo que a assembléia estava bastante
confuso em um evento tão maravilhoso, o rabino Ismael b. José explicou que
aquela mulher não era outro senão Jochabad, a mãe de Moisés, que não era
SAMUEL Rapaport

apenas uma série em si mesmo, mas também entregues 600.000 homens da


escravidão. 9

Alguns dos rabinos escreveram suas notas sobre a Sagrada Escritura como
eles lhes ocorreu. Rabino Meir, que era um hábil escriba e escreveu um livro
do Pentateuco para seu próprio uso, é dito ter escrito sobre a margem de notas
do mesmo curtas para seus discursos. Um grande número de ensinamentos
Agadic e outros foram desenvolvidos no escola de Yabné, ou Jâmnia,
concedido pela Vespasiano ao rabino Jochanon b. Zakkai, o último discípulo
de Hillel, e aos seus amigos, bem como aos descendentes de Gamliel. Este é
verdadeiramente grande carga estrelas da religião judaica estabeleceu sua
escola lá, eo lugar se tornou uma nova Jerusalém eo novo assento de um
conjunto altamente aprendido. 10 Dos escritos Midrashic do período entre a
Hashmoneans e Adriano, um período de cerca de trezentos anos, possuímos
mas fragmentos, embora esse período pode-se dizer que estabilizou o caminho
da Canon da Bíblia ao de tradição.

O que é conhecido como o New Agada teve sua ascensão para a maior parte
do primeiro para o século XV. A reabertura das escolas na Palestina, no ano
520 dC, e na Babilônia, no ano 589, deu origem a Midrash Rabba sobre o
Gênesis, seguido por que em Levítico, então Êxodo e Deuteronômio, o último
dos cinco livros que são números. Do MiDRaShIM em cinco Megilloth, que
em lamentos foi o primeiro, e que em Ec foi o último.

Midrash Tanchuma ou Yelamdenu, foi provavelmente escrito no século


passado do Gaonim na Itália, sobre o ce século IX Estes Gaonim estavam em
constante comunicação com a Palestina. Tanchuma foi seguido por Midrash
‫ שוחר טוב‬em Salmos, Provérbios e no Midrash sobre Samuel.

Não tenho a pretensão de ter explorado para este pouco de trabalho (que
comecei no meu sexagésimo nono ano, e espero ver publicado em ou antes de
meu septuagésimo aniversário), o Midrash em toda a sua abrangência. Eu nem
mesmo tanto quanto tocou o Pesikta (o mais antigo de todos os Midrashim)
Mechilta, Yalkut, Sifra ou SIFRE; mas tenho me restringido a cerca de
novecentos citações da seguinte Midrashim, viz. Rabba sobre os cinco livros
de Moisés e os cinco Megilloth, Tanchuma em o Pentateuco, eo Midrash em
Salmos, Provérbios e Samuel.

Além disso, embora eu tenho aqui e ali, aventurou-se a 'vestir' as meras "ossos
secos" de citações simples com uma ou duas palavras da minha própria, de
acordo com a luz (dim) que está dentro de mim, eu principalmente me
confinado a meras citações apenas. Espero que o Eldorado que o leitor
inteligente vai ao mesmo tempo detectar a existir na estrada um pouco
untraversed deste país das maravilhas da literatura rabínica, pode encorajar
um seu explorar, e um é certeza de encontrar um depósito inesgotável
SAMUEL Rapaport

salpicado com ouro, para usar o mineiro de frase. A aquisição de uma


reclamação em que pode não garantir uma residência em Park Lane, mas irá
garantir uma habitação nas esferas que não passam de distância. Todo o reino
do código moral é representado no Midrash; e não há um ponto, seja na
prudência, a experiência de vida, ou a sabedoria do mundo, que o Midrash
deixou intocados.

Notas de Rodapé

01 Êxodo. Rabba, 46. 1-6 e 12.

02 Baba Kamma, 82.

03 No Mechilta, Sifra e Sifre, Halachá e Agada andam juntos.

04 Sinédrio 16/11.

05 Midrash Cântico dos Cânticos 2/14.

06 Sota 40.

07 general Rabba 58. 3.

08 Midr. Cantls. 1. 27.

09 Midrash Eccles. 4, e Lamentações 1.

10 de ver o Dr. Yost Geschichte des Judenthums und seine Sekten vol. ii. pp
13, etc
SAMUEL Rapaport

O Midrash

Das seis coisas que existiam antes da criação, quando apenas "o Espírito de Deus se
movia sobre a face das águas", duas, a Torá e do trono de Deus, estavam completos em
cada detalhe. Os quatro restantes, no entanto, a saber, os patriarcas, Israel, o Templo, eo
nome do Messias, existia antes da criação apenas de forma incompleta -Gênesis Rabá 1.

Desde o tempo da criação é feita referência constante nas Sagradas Escrituras para o
Messias ea esperança messiânica de Israel. "O Espírito de Deus se movia sobre a face
das águas; o Espírito de Deus significa Messias -. Gênesis Rabba 2; também Levit.
Rabba 14.

Quando Eva no nascimento de Seth exclamou: 'Deus me deu outra semente. ' seu
pensamento subjacente era o Rei Messias -. Gênesis Rabba 23.

Aquele que sabe por quanto tempo os israelitas adoravam ídolos pode aprender dos
mesmos quando o Filho de David - Messias - virá. Três profetas diferentes nos dizem
isso: (1) "Assim como você me deixaram, e serviram a deuses estranhos na vossa terra,
assim servireis estrangeiros, em terra que não e vossa" (Jer. 5 19.); (2) "E eu vou visitá-
la nos dias de Baal", etc, (Oséias 2 13.); (3) "Sim, fizeram os seus corações como pedra
de diamante para que não ouvissem a lei, nem as palavras que o Senhor enviou pelo seu
Espírito mediante os profetas. Por isso acontecerá que, como ele clamou e não ouviram,
assim também eles clamaram, e eu não quis ouvir, diz o Senhor “(Zc 7 12, 13.) -”.
Lament. Rabá 1.

A grande montanha de que fala o profeta Zacarias (4. 7) não é outro senão o Messias,
Filho de Davi, e ele é chamado de "a grande montanha ', porque ele se eleva acima dos
Patriarcas, é maior do que Moisés, e está acima dos anjos ministradores. Como Isaías
diz (. 52 10): "Eis o meu servo procederá com prudência; será exaltado e enaltecido e
ser muito elevado. '- Midr. Tanchuma Toldos

A palavra ‫( הדרך‬Hadracha), usado pelo profeta Zacarias (9. 1), é um dos títulos de
Messias. Ele é conectado com a palavra ‫( דרך‬líder), e, portanto, é aplicado para aquele
que vai conduzir o homem ao arrependimento -. Midr. Cântico dos Cânticos 7.

Os "quatro carpinteiros 'aos quais o profeta se refere, são Elias, de Melquisedeque, o


Messias de guerra, chamado por alguns de Messias filho de José, eo verdadeiro
Messias. Estes Messias são referidos no capítulo 32 de Isaías, e sua existência é
constantemente mencionado. Sete ou oito Messias são por vezes dito ser prometido nas
palavras do profeta Miquéias (5. 5), 'Então vamos levantar contra ela sete pastores e oito
príncipes dentre os homens ", mas afirma-se que haverá porém quatro (Zc .. 1 20), e são
elas: Elias o tisbita; um homem sem nome da tribo de Manassés; Messias de guerra –
efraimita; e Messias o Grande o descendente de David - Midr.. Cântico dos Cânticos 2.

Dois dos descendentes do rei Davi foram destinados para o domínio universal:. Rei
Salomão eo Rei Messias, a quem David se refere em seu Salmo 72 - Numb. Rabba U
SAMUEL Rapaport

Todo o capítulo 27 de Isaías refere-se ao Messias -. Êxodo. Rabá 1.

Cântico de Salomão também tem referência a Messias. 'A voz da rola ouve-se em nossa
terra ", a voz do Messias -. Midr. Cântico dos Cânticos 2.

Quando o rei Salomão fala de sua 'amada', ele geralmente significa Israel a nação. Em
um exemplo, ele compara sua amada para uma gazela, e é aí que ele se refere de uma
característica que marca tanto Moisés eo Messias, os dois redentores de Israel. Assim
como a gazela vem dentro do alcance da visão do homem apenas para desaparecer de
vista e, em seguida, aparecem novamente, por isso é com esses redentores. Moisés
apareceu aos israelitas, e depois desapareceu, e, finalmente, apareceu mais uma vez, ea
mesma peculiaridade que temos em relação com o Messias; Ele vai aparecer,
desaparecer e aparecer de novo -. Numb. Rabba 11.

O versículo catorze no segundo capítulo de Rute é assim explicada. 'Vem tu cá' é a


previsão do reino do Messias. "Mergulhe a bocado no vinagre", prediz a agonia, através
do qual o Messias vai passar, como está escrito em Isaías (cap. 51), "Ele foi ferido por
nossos pecados, Ele foi ferido pelas nossas transgressões." "E ela pôs-se ao lado dos
segadores 'prevê o afastamento temporário do reino do Messias. E ele estendeu a um
grão tostado ", a restauração do seu reino -. Midr. Ruth 5.

Para três pessoas Deus disse: 'Pedi e vos será dado a ti.' Trata-se de Salomão, Acaz e
Messias, para sendo que este último foi prometido, "Pede-me, e eu te darei os gentios
por herança. '- Gen. Rabba 44.

Em um esforço semelhante, lemos: Israel é superar dez das nações pagãs do mundo;
sete deles já foram conquistados; os três restantes vão cair no advento do Messias -.
Gen. Rabba 44. Mas, apesar de tudo isso, o Messias não virá até que todos aqueles que
estão a ser criados fizeram a sua aparição no mundo -. Gen. Rabba 24.

Ao traçar a descendência e da história dos israelitas, a Bíblia enumera as gerações dos


chefes das famílias da terra cuja história tocou que do povo escolhido. "Estas são as
gerações dos céus e da terra" é a primeira instância do uso da palavra ‫ תולדות‬em tal
conexão. Diz-se respeito ser desfrutado com o texto hebraico do versículo, ele será
encontrado que aqui a palavra referida é escrito na íntegra, ou seja, escrito ‫תולדות‬, com o
‫ ו‬adicional, enquanto em todos os outros lugares onde ocorre a palavra, a palavra é
sempre escrita com um ‫ו‬, assim, ‫תלדות‬. Este, vai ser encontrado, é o uso invariável até
que cheguemos a 'Agora estas são as gerações de Perez "(Rute 4. 18) Aqui, mais uma
vez encontrar a palavra ‫ תולדות‬escrito na íntegra. Estes são os únicos dois casos em toda
a Bíblia. O primeiro refere-se ao tempo antes do pecado e da queda de Adão, que trouxe
a morte no mundo, e, inconseqüência, todos os subseqüentes ‫תלדות‬, 'gerações', foram
privados de algumas das possibilidades da vida, e isto é indicado pela omissão do ‫ו‬. Mas
a enumeração dos descendentes de Perez, trazendo sensivelmente mais perto da
abolição prometida de morte através da agência de seu descendente, o Messias, é
saudado como a ocasião para celebrar a restauração de homem perfeito do que ele havia
SAMUEL Rapaport

perdido através da imperfeição do primeiro de sua espécie, e, portanto, a palavra ‫תולדות‬


está aqui escrito na íntegra -. Êxodo. Rabba 30.

A dedução semelhante é feita com referência à ortografia da palavra ‫" עתודים‬bodes".


Cada um dos príncipes de Israel trouxe como um sacrifício na dedicação do tabernáculo
cinco bodes. Esta palavra é escrito sem o ‫ו‬, assim, ‫ עתדים‬em todas as numerosas
repetições dos detalhes das ofertas, que são identicamente o mesmo em todos os casos.
Há apenas uma exceção, e que é (Numb. 7. 17) na conta das ofertas trazidas por
Nachshon, filho de Aminadab, porque a partir dele estavam a surgir seis (o valor
numérico de ‫ )ו‬dos grandes homens de Israel , que foram, cada um a ser distinguido por
seis atributos especiais. O Messias e seu antepassado David estão entre os seis, e Isaías
enumera assim os seis traços distintivos do caráter do descendente de Jessé, cuja vinda
ele anuncia. 'E ali repousará sobre ele (1) o Espírito do Senhor (2), o Espírito de
sabedoria e de entendimento, (3) o Espírito de conselho, (4) e de fortaleza, (5) o Espírito
de conhecimento, e (6), o Espírito do Senhor '. - Numb. Rabba 13.

Abraão, Jó, Ezequias, e Messias encontrou Deus fora de si, sem ser instruído
previamente -. Numb. Rabba 14.

Os grandes presentes de Deus, da qual Adão foi privado por causa de seu pecado e
queda - a luz é uma delas - tudo será restaurado através de Messias, que será exibido a
partir do Norte e reconstruir o Templo, no sul. - Numb. Rabba 13.

A profecia de Isaías acerca de Jerusalém: 'Eis que teus filhos vêm de longe, e tuas filhas
se criarão ao teu lado,' não pôde ser aclamado com a mesma satisfação como as palavras
de Zacarias: "Eis que o teu rei vem a ti; ele é justo e traz a salvação, solitário e montado
sobre um jumento. Esta última profecia vai trazê-lo sobre a filha de Sião exultarão no
Senhor, sua alma se alegrará no seu Deus -. Midr. Cântico dos Cânticos 1.

Portanto muito se alegrar Sião e tão gloriosa será a restauração do serviço do Templo
nos dias de Messias, que três cordas adicionais serão necessárias, além dos sete que
eram anteriormente sobre as harpas usados pelos levitas. Desta forma, só será possível
para todo o povo para dar expressão às profundezas da reverência para o seu Deus, que
deve então agitar seus corações -. Numb. Rabba 15. e Tanchuma Behaloscho.

Foi realmente pré-ordenado que Jerusalém se deve perder com os israelitas, mas
somente até a vinda dele a respeito de quem foi dito: "Alegra-te muito, ó filha de Sião".
- Gen. Rabba 56.

E assim, a destruição de Jerusalém deve ser travada mediante com um acontecimento


trazendo alegria no seu séquito, e não como uma perda irreparável ou tristeza, pois
através dele a vinda do Messias e conseqüente expiação de pecado de Israel foram
redimidos alcançados. Pois, assim como todos os sacrifícios eram anteriormente levada
a Jerusalém, para que, no futuro, deverá mensageiros vêm com oferendas aos Messias, e
todos os reis se prostram diante dele -. Midr. Esther 1.
SAMUEL Rapaport

À medida que você trouxe-me a luz perpétua no templo, diz Deus a Israel, assim eu
trarei vos a Ele, o Messias, que é a personificação da luz, "o sol da justiça" prometido
por Malaquias -. Midr. Tanchuma Tetzava.

O nosso pai Abraão, pela sua vida meritória, ganhou para si a bênção. "Diga as estrelas,
se és capaz de enumerá-las:" Ele disse-lhe; 'assim estarão teus filhos. “Observância
pronta de Isaac com a exigência de Deus para sacrificar sua vida evocou a promessa:
‘Eu multiplicarei a tua descendência como as estrelas do céu”. ' Jacob estava animado
com a perspectiva: “E a tua descendência será como o pó da terra”. 'Aquilo que Deus
prometeu a Abraão Ele já cumpriu no que Moisés poder dirigir a seu povo as palavras:
“O Senhor teu Deus tem multiplicado, e eis que você é hoje como as estrelas do céu
para multidão”. Balaão foi constrangido a reconhecer a impossibilidade de "contar o pó
de Jacó", e pode parecer como se o profeta Oséias aguarda com expectativa a rápida
realização da promessa feita a Isaque, quando ele deu expressão vocal ao sentimento,
'No entanto, o número de os filhos de Israel será como a areia do mar, que não pode ser
medido ou numerada. O cumprimento, no entanto, não virá sobre até que o tempo do
Messias, quando os gentios será totalmente absorvido e Deus vai derramar o Seu
Espírito sobre toda a carne -. Numb. Rabba 2.

A honra ea majestade com que David refere (Sl 104). Diz que Deus está vestido, Ele
concederá sobre Messias. Como se diz: 'Sua glória é grande em tua salvação, honra e
majestade puseste sobre ele.' - Numb. Rabba 14.

Vendo em seu espírito de profecia que o tempo viria quando o ‫משכן‬, 'Mishkan'
(Santuário) deixaria de existir ea Shekinah não mais habitar em meio de Israel, Moisés
estava ansioso para saber por que meios os pecados de seu povo então ser expiado. O
Todo-Poderoso concedido a informação de que ele iria escolher um homem justo do
meio deles, e fazer dele um ‫( משכן‬compromisso) para eles, e por meio dele os seus
pecados seriam perdoados -. Êxodo. Rabba 35

Os profetas anteriormente gravado as boas ações realizadas pelo homem, mas agora
Elias e o Messias gravá-los e Deus põe Seu selo sobre o registro -. Levit. Rabba 34.

"Não temas, Abraão; Eu sou o teu escudo e tua grande recompensa ", refere-se à época
gloriosa do Messias. O patriarca estava apreensivo para que a aliança feita com ele pode
não ser duradoura por causa dos pecados dos seus descendentes. Deus aqui lhe deu a
certeza de que, apesar de seus descendentes cair em pecado, haverá um grande e nobre
entre eles, que será qualificado para dizer ao anjo vingador, Retenha a tua mão. “Dele
eu vou aceitar e ele será uma promessa para o meu povo. 'Midr. Cântico dos Cânticos 1.

"O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que" Shiloh
"vir", refere-se também ao Messias, que é iluminar Israel sobre as palavras da Torá, e
apontar os erros das pessoas. Rabino Chanan, por sua vez, sustenta que o ensinamento
do Messias não será dirigida a Israel, cujo conhecimento da lei de Deus será tudo-
suficiente. Em vez vai ser a sua tarefa de instruir os gentios: nas palavras do profeta
SAMUEL Rapaport

Isaías (11 10)., 'Para ele os gentios procuram, e ele deve reunir a pária de Israel.' - Gen.
Rabba 98.

Os fiéis de Israel estão desejosos de sepultura na terra da Palestina, porque, com o


advento do Messias, a ressurreição terá lugar lá antes de qualquer outra parte do mundo,
mas que será a ressurreição de somente os justos -. Gen. Rabba 96.

A ressurreição geral dos mortos é apontado para o dia do juízo, e quando isso ocorre as
almas reviveu cantará canções angelicais -. Midr. Eccles. 1.

A morte do justo é até mesmo como o Dia da Expiação, de que cada um assegura o
perdão para os pecados de Israel -. Levit. Rabba 20.

Um tempo foi designado por Deus para a vinda do Messias. No entanto, se Israel se
arrepender, de seus pecados, a gloriosa redenção será acelerada, e o Messias fará sua
aparição antes da hora marcada -. Êxodo. Rabba 25.

Grande será esse o momento do advento que se aproxima de Messias. Os ímpios serão
pisada como cinzas sob os pés dos justos, as árvores enviará os seus perfumes, e sobre
os justos será dito: 'Aquele que for deixado em Sião eo que permanecer em Jerusalém
será chamado santo. 'Os sete anos que precederam a vinda do Filho de Davi serão
distinguidos pelos seguintes sinais: A chuva primeiro ano será escassa e parcial; no
segundo ano dores da fome será sentida ; durante o terceiro ano uma grande fome vai
ser experimentado , e muitos seres humanos morrerão ; homens de renome e piedade
perecerá , de modo que a Torá será esquecido em Israel. Esta fome será o último dos
dez predestinado para o mundo ; os outros nove ocorreram durante a vida de Adão,
Lameque , Abraão, Isaac , Jacó, Elias, Eliseu , os juízes, eo rei David . O quarto ano
será marcado nem pela fome nem pela abundância, mas o quinto ano será um dos
prosperidade , quando a terra trará abundância. Em seguida, haverá alegria em todas as
partes da terra, e um renascimento do estudo e conhecimento da Torá será perceptível
nas fileiras de Israel . O sexto ano será cheio de rumores de guerra, e no sétimo ano
haverá a visitação temor real de guerra. Depois de todos esses sinais têm vindo a passar,
no final de o sétimo ano , o Filho de David vai fazer sua aparição . De acordo com
outras opiniões, antes da vinda do Messias, o mundo será terrivelmente corrompido; não
haverá compaixão entre os homens , grande escárnio e desprezo pela Torá e para a
piedade será universal , ea verdade será quase desconhecida. Os homens vão ser tão sem
vergonha de suas más obras como os próprios animais, e os poucos justos que ainda
existem serão em grandíssimo perigo. A perseguição será repleto em toda parte, os
jovens terão nenhum respeito para os idosos, para que o idoso vai mesmo subir diante
da presença dos jovens. A vontade rebelde filha contra sua mãe , e os piores inimigos do
homem serão os da sua própria casa. Os poderes reinantes vai se tornar infiel, e nenhum
será encontrado a levantar a voz em protesto, para que a humanidade parece que vai
merecer nada, mas o extermínio. Se , portanto, eis que as gerações se tornando cada vez
mais corrupto , há aí uma boa razão para antecipar o advento do Messias - . Midr .
Cântico dos Cânticos 2 .
SAMUEL Rapaport

O ‫'( צמח‬Zemach'), citado por Jeremias (. 23 5) e Zacarias (12. 6) é o Messias -. Numb.


Rabba 18.

Ao contrário dos reis da terra, Deus concede alguns dos seus bens e dignidades em seres
de carne e osso. Ele colocou Salomão sobre o Seu próprio trono (1 Cr. 29. 23). Ele fez
com que Elias cavalgar sobre seu cavalo; isto é, após a tempestade e vendaval. Para
Moisés, Ele deu a vara de Deus, e sobre a cabeça do o Messias Ele colocou sua própria
coroa -. Êxodo. Rabba 8. e Tanchuma Voera.

Muitas e variadas são as coisas que na Bíblia são designados 'o primeiro. "O mês do
êxodo do Egito Deus chamado o primeiro mês do ano (Êx 12 2.). Ele se revelou como
"o primeiro" para o profeta Isaías (44. 6). Sião também é denominado 'o primeiro' (Jer.
117). De Esaú também o epíteto é usado (Gn 25.) E, por fim, o Messias é mencionado
como "o primeiro" (Is 41. 27).

Existe essa relação íntima entre eles, que Deus, que é o primeiro, vai reconstruir Sião o
primeiro, e trazer vingança sobre Esaú (= Roma), conhecido como o primeiro, no
momento da chegada do Messias, o primeiro, no mês (= Nissan), que foi nomeado como
o primeiro -. Êxodo. Rabba 15.

Cinco coisas que provocaram o resgate dos israelitas do Egito: (1) Os sofrimentos do
povo (2) o seu arrependimento; (3) os méritos de seus antepassados (4) a expiração do
prazo fixado para o seu cativeiro (5) a misericórdia de seu Deus. Essas mesmas causas
irá operar no sentido da concretização das esperanças messiânicas de Israel e levar para
a última redenção, pelo o Messias -. Deut. Rabba 2.

Haverá uma grande diferença entre o egípcio eo última redenção. '“Quando você foi
libertado do Egito”, diz Deus a Israel: ' Você tinha que sair às pressas; na última
libertação você não deve ir com pressa, nem pela direita, (Is 52. 12). No livramento
egípcio eu, na minha manifestação, foi antes (Êx 13 21.). Na última libertação "o
Senhor irá diante de vós, eo Deus de Israel será a sua recompensa." (Isaías 52 12.) -.
Êxodo. Rabba 19.

'Todos os seus antigosresgate ", Deus diz a Israel, ter sido realizado através da
instrumentalidade de homens, e foram, por conseguinte, não duradoura em seu efeito.
Vocês foram libertados do Egito por meio de Moisés e Arão; Você foram resgatados
das mãos de Sísera por Débora e Baraque; do poder de Midiã você foi salvo por Sangar.
Eu mesmo serei o seu último Redentor eterno '-. Tanchuma Achray.

Grandes carros, pedras preciosas e outros presentes valiosos, as nações trazer para
Messias. Isso significa que as nações vai lhe trazer para Israel presente para o Messias -.
Midr. Cântico dos Cânticos 4.

Assim como Judá, embora não o mais velho, tinha sempre precedência de Rúben e as
outras tribos (como é para ser visto em várias partes da Bíblia - Números 2 3, 2 9, 7
SAMUEL Rapaport

12,... Juízes 1 2. . 20 18), por isso ele terá precedência ao anunciar a vinda do Messias,
como profetizado pelo profeta Naum (15 1) -.. Numb. Rabba 2.

Para Judá foram revelados todos os grandes vultos eo que vai acontecer com eles desde
o tempo de Jacob até a vinda do Messias -. Numb. Rabba 13.

A luz perpétua no Tabernáculo era típico da luz do Rei Messias -. Levit. Rabba 31.

Todos os dons que Jacob se sentia constrangida - por medo - para apresentar a Esaú,
será restaurado a Israel no advento do Messias -. Gen. Rabba 75.

Moisés, o primeiro redentor, montou num jumento, deu o maná israelitas por comida, e
trouxe a água. Assim também deverá ser visto o Messias montado num jumento (Zc 9),
deverá trazer o maná do alto (Sl 70 16.) E fazer com que os rios de Judá a fluir com
água (Joel 4 18.). - Midr. Eccles. 1.

"A inveja de Efraim se desviarão e os adversários de Judá serão desarraigados" (Is 11.
13). Isso significa que, entre os próprios judeus, na época do Messias, haverá paz e
harmonia perfeita -. Tanchuma Vayeegash.

Não há redenção sem fé -. Tanchuma Beshallach.

Três coisas Israel desprezavam, veja: O reino dos céus, o reino da casa de Davi, e do
Templo, e Deus retém suas bênçãos com eles até que eles consertar seus caminhos
nessas coisas. Que eles vão fazê-lo, o profeta Oséias (3. 5) nos diz. 'Depois os filhos de
Israel e buscarão o seu Deus' significa que eles voltarão a aceitar o reino dos céus ", e
Davi, seu rei" obviamente significa a Casa anteriormente rejeitado de Davi ", e temerão
o Eterno e sua bondade" refere-se ao Templo -. Midr. Samuel 13.

O Messias será perguntado sobre qual lugar que Ele escolhe como sua residência. Sua
resposta será: "Preciso de você me pergunta? Certamente Sião, meu santo monte '-.
Midr. Samuel 19.

Entre os vários nomes de o Messias, que nasceu no dia em que o Templo foi destruído,
é a de ‫( עמיאל בן מנחם‬Menachem ben Amiel)-Numb. Rabba 13.

O nome próprio de Messias é ‫( צדקנו' ה‬o Senhor nossa justiça) -. Midr. Lament. 1.