Você está na página 1de 29

Estruturalismo e

Sociolinguística
Aula 03
Linguística Geográfica e
Sociolinguística
Prof. Ednéia de Cássia Santos
Pinho
Doutoranda em Estudos da
Linguagem
Mestre em Estudos da Linguagem
Especialista em Língua Portuguesa
Graduada em Letras
Prof. Juliana Fogaça Sanches
Simm
Doutoranda em Estudos da
Linguagem
Mestre em Estudos da Linguagem
Especialista em Língua Portuguesa
Graduada em Letras
Objetivos

Aprofundar os conceitos sobre a Linguística


Geográfica;
Apresentar os conceitos postulados pela
Sociolinguística;
Refletir sobre a relação língua X sociedade.
Linguística geográfica

O que primeiro surpreende no estudo das


línguas é sua diversidade, as diferenças
linguísticas que se apresentam quando se
passa de um país a outro, ou mesmo de um
distrito a outro.”
(SAUSSURE, 1989, p. 221)
Dialetologia

Primeiro Trabalho:
Wenker, 1881 – Alemanha: os resultados
indicaram que todo fenômeno tem os seus
próprios limites e que o mesmo fenômeno
não ocorre uniformemente em todas as
palavras de uma série.
Dialetologia

Estuda os dialetos

falares regionais que apresentam entre si


coincidência de traços lingüísticos
fundamentais.”
(CÂMARA JR., 1981, p. 95)
Primeiros estudos dialetais

Sistematizados: meados do séc. XIX;


Busca das diferenças/identidades de uma língua;
Foco no idioma.
Geolinguística

VARIAÇÃO Atlas

Registros da língua
(regionais / nacionais
ou supranacionais)
Geografia linguística

Fotografia linguística;
Considera fatores externos;
Dialetologia por meio do método geolinguístico.
Metodologia:
Correspondência;
In loco.
Atividade 1

A linguagem é o resultado de uma atitude


social?
Quais os fatores que devem ser observados
quanto pesquisamos a linguagem de uma
comunidade?
Linguística geográfica

Variação Linguística:
A língua é heterogênea e dinâmica;
Ela sofre transformações e se renova;
Busca a concretização da língua na fala;
Revela as variantes linguísticas de uma
comunidade, ou seja, o uso da língua.
Linguagem e sociedade
A língua reflete a situação social, cultural, econômica,
entre outras, de seu povo.
Necessidade de investigação.
Observação da realidade linguística.
Linguagem e sociedade

Linguagem e sociedade estão ligadas entre


si de modo inquestionável. Mais do que isso,
podemos afirmar que essa relação é a base da
constituição do ser humano. A história da
humanidade é a história de seres organizados
em sociedades e detentores de um sistema de
comunicação oral, ou seja, de uma língua.”
(ALKMIM, 2001, p. 21)
Precursor da sociolinguística

ao separar a variação linguística das condições


externas de que ela depende, Ferdinand de
Saussure a priva de realidade; ele a reduz a
uma abstração que é necessariamente
inexplicável.”
Antoine Meillet (1866-1936) postula sobre a distinção
básica de Saussure língua / fala
Para Meillet

A língua Não é abstrata

Fato social de um sistema


que tudo contém

Que necessita da história


para compreendê-lo
Ainda para Meillet

Ora, a linguagem é, eminentemente, um


fato social. Tem-se, frequentemente,
repetido que as línguas não existem fora dos
sujeitos que as falam, e, em consequência
disto, não há razões para lhe atribuir uma
existência autônoma, um ser particular.”
(MEILLET apud ALKMIM, 2001, p. 24)
Sociolinguística

...o objeto da Sociolinguística é o estudo


da língua falada, observada, descrita e
analisada em seu contexto social, isto é,
em situações reais de uso.”
(ALKMIM, 2001, p. 21)
Atividade 2

Para você, o nível social do aluno pode interferir


no seu aprendizado? Justifique a sua resposta.
Precursores: Bernstein

Fracasso escolar em crianças americanas


Crianças da classe operária Crianças de classes
abastadas
+ taxa de fracasso - taxa de fracasso
Código restrito (léxico reduzido, Código elaborado
formas breves, sem subordinação,
defasagem na aprendizagem)
William Labov

A Sociolinguística começa de fato.


Busca a sistematização da língua:
Com metodologia definida;
Com base na teoria da variação.
Não há nada aleatório na variação, são regras
que o sistema permite.
O que é Sociolinguística

A Sociolinguística trata da estrutura e da evolução


da linguagem, encaixando-a no contexto social da
comunidade.
A Sociolinguística

Parole campo fértil;


Entrecruzamento da Linguística com a sociedade;
Foco no falante real.
A Sociolinguística

Fala dinâmica e heterogênea

campo para a Sociolinguística


Objetivo: sistematizar a variação presente na
linguagem, pensando nas alterações perceptíveis
em curso na língua.
Para a Sociolinguística
Pressupostos da análise
Fatores
linguística tradicional
faixa etária; fonológica (fonética);
sexo; sintática;
estilo; morfológica.
escolaridade;
Regionalidade.
A Sociolinguística

Ao estudar qualquer comunidade


linguística, a constatação mais imediata é a
existência de diversidade ou da variação.
Isto é, toda comunidade se caracteriza pelo
emprego de diferentes modos de fala. [...]
A Sociolinguística...

[...] A essas diferentes maneiras de fala, a


Sociolinguística reserva o nome variedades
linguísticas. O conjunto de variedades linguísticas
utilizado por uma comunidade é chamado
repertório verbal.”
(CAMACHO, 2001, p 32)
Vídeo

Variação linguística

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=_Y1-ibJcXW0
Referências

COLLADO, Jesús-Antonio. Fundamentos de


lingüística geral. Povoa de Varzim, Portugal: Norte
Editora, 1980.
SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de lingüística
geral. 15. ed. São Paulo: Cultrix, 1989.
WEDWOOD, Barbara. História Concisa da
Lingüística. São Paulo: Parábola Editorial, 2003.