Você está na página 1de 53

Terça-feira, 29 de Maio de 2012 III Série —

­ Número 21

BOLETIM DA REPÚBLICA
   PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

4.º SUPLEMENTO
IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P. GOVERNO DA PROVÍNCIA DE INHAMBANE
AVISO DESPACHO
A matéria a publicar no «Boletim da República» deve ser remetida em cópia
devidamente autenticada, uma por cada assunto, donde conste, além das No uso da competência que me conferida pelo n.1 do Artigo 5 da Lei
indicações necessárias para esse efeito, o averbamento seguinte, assinado e n.° 8/91, de 18 de Julho, reconheço a Associação Provincial dos Táxis
autenticado: Para publicação no «Boletim da República».
de Inhambane-APROTAXI.
Inhambane, 13 de Março de 2012. — O Governador da Província,
Agostinho Abacar Trinta.
MINISTÉRIO DA JUSTIÇA
GOVERNO DA PROVÍNCIA DE SOFALA
DESPACHO
DESPACHO
Um grupo de cidadãos requereu à Ministra da Justiça o seu
reconhecimento da Associação Programa de Recuperação e Organização Um grupo de cidadãos moçambicanos apresentou o pedido de
de Famílias Carentes-PROFAC como pessoa jurídica, juntando ao pedido reconhecimento como pessoa jurídica, juntando ao pedido os estatutos
os estatutos de constituição. da constituição.
Apreciados os documentos entregues, verifica-se que se trata de Apreciados os documentos entregues verifica-se que se trata de uma
associação que prossegue fins lícitos, determinados e legalmente possíveis associação que prossegue fins lícitos determinados e legalmente possíveis
cujo o acto de constituição e os estatutos da mesma cumprem o escopo e cujo acto de constituição e os estatutos da mesma cumprem o escopo e
os requisitos exigidos por lei, nada obstando o seu reconhecimento. os requisitos fixados na lei, nada obstando, ao seu reconhecimento.
Nestes termos e no disposto no n.° 1 do Artigo 5 da lei n.° 8/91, de 18 Nestes termos e no disposto no n.º 1 do Artigo 5 da Lei número 8/91,
de julho e Artigo 1 do Decreto n.°21/91, de 3 de Outubro vai reconhecida de 18 de Julho, conjugado com o artigo 2 do Decreto número 21/91, de 3
como pessoa jurídica a Associação Programa de Recuperação e de Outubro, vai reconhecida como pessoa Jurídica a Associação Juvenil
organização de Famílias carentes- PROFAC. Para Promoção de Iniciativas Autosustentáveis – APOIA.
Maputo, 20 de Agosto 2011.— A Ministra da Justiça, Maria Benvinda Gabinete do Governador da Província de Sofala, 27 de Maio de 2008,
Delfina Levy. Alberto Clementino António Vaquina

ANÚNCIOS JUDICIAIS E OUTROS


Associação Programa de dotada de personalidade jurídica e autonomia ARTIGO TERCEIRO
Recuperação e Organização administrativa, financeira e patrimonial.. (Duração)
de Famílias Carentes- ARTIGO SEGUNDO A duração do PROFAC é por tempo
-PROFAC indeterminado, contando-se o seu começo
(Sede e âmbito territorial) a partir da data da aprovação dos presentes
CAPÍTULO I
Um) O PROFAC tem a sua sede na cidade Estatutos, pela Assembleia Geral.
Das definições gerais de Maxixe, província de Inhambane, podendo
ARTIGO PRIMEIRO por deliberação da Assembleia Geral transferir ARTIGO QUARTO
a sede para outro local e/ou abrir delegações (Princípios)
(Denominação e natureza)
ou outras formas de representação social em O PROFAC rege-se pelos seguintes princípios
O Programa de Recuperação e Organização
qualquer ponto do país. fundamentais:
de Famílias Carentes, adiante designado Dois) O PROFAC exerce em todas Províncias a) O respeito pela independência,
por PROFAC é uma pessoa colectiva de de Moçambique as atribuições e competências autonomia e soberania de cada
direito público e social, sem fins lucrativos, que os presentes Estatutos lhe confere. membro;
564 — (112) III SÉRIE — NÚMERO 13

b) A não interferência na tomada de CAPÍTULO III f) Comparecer e participar com


decisões, opções e estratégias de regularidade e pontualidade nas
ARTIGO OITAVO
cada membro; reuniões, seminários, conferências
d) A plena igualdade dos direitos de todos (Requisitos de Admissão de Membros) e outros eventos promovidos ou
os seus membros; realizados pelo PROFAC.
Um) Podem ser membros do PROFAC
d) A liberdade de adesão por todos os os cidadãos nacionais ou estrangeiros sem ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
que preencham as condições para distinção de religião, de sexo, residentes ou
ser membro. (Perda de qualidade de membro)
não no território nacional, que aceitam os
Estatutos. Um) Perdem a qualidade de membro do
ARTIGO QUINTO PROFAC nos seguintes casos:
Dois) As propostas de admissão serão
(Objectivos) apresentadas ao Conselho de Direcção e a) O membro que por sua livre vontade
assinadas por um membro fundador ou efectivo renuncie;
Constituem objectivos do PROFAC, os e pelo candidato. b) O membro que abusar do grau, do
seguintes: Três) Os membros Honorários são eleitos cargo e da função, ou prejudicar
a) Promover o desenvolvimento das pela Assembleia Geral mediante propostas do o funcionamento normal do
comunidades, prestando apoio Conselho de Direcção. PROFAC;
sobre a saúde pública e economia; c) O membro que infligir os seus deveres
b) Realizar assistência a criança órfã e ARTIGO NONO e direitos ou aquele cuja conduta
vulnerável; (Direitos dos Membros) social se mostre incompatível
c) Promover a monitoria e advocacia com os estatutos e princípios do
de direitos humanos e boa Aos membros do PROFAC, em pleno gozo PROFAC.
governação; dos seus direitos, são lhes assegurados os Dois) É da competência do Conselho de
d) Garantir o bom relacionamento social seguintes direitos: Direcção a aplicação de penalidades previstas
entre as famílias sem mínimas a) Eleger e ser eleito para os órgãos nos presentes Estatutos, se a deliberação tomada
sociais do PROFAC; por escrutínio secreto não for inferior a 2/3
condições e as que possuem
b) Apresentar propostas e sugestões sobre dos membros presentes na reunião. Nenhuma
mínimas condições para o seu auto
questões que julguem úteis e de sanção será aplicada sem a prévia audiência
sustento e bom ambiente familiar;
interesse para o desenvolvimento do membro em causa, sob pena de anulidade
e) Criar e apoiar projectos que contribuem
do PROFAC; insanável.
de forma participativa na luta contra
c) Usufruir dos direitos e regalias inerentes
a pobreza absoluta. ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
a membros do seu escalão;
CAPÍTULO II d) Ser informado e esclarecido a cerca do (Sanções)
funcionamento dos órgãos sóciais
Um) Aos membros que violarem os seus
ARTIGO SEXTO do PROFAC;
deveres, consagrados nestes Estatutos, abusar
e) Convocar e dirigir reuniões, seminários,
(Membros) ou desrespeitar as deliberações dos órgãos
conferências e outros eventos, em
sociais competentes desta Associação, serão
Podem ser membros do PROFAC todas as harmonia com o preceituado nos
sancionados conforme o grau de culpabilidade
pessoas singulares ou colectivas, privadas e Estatutos do PROFAC;
incluindo a expulsão, depois de todas as
públicas de ambos os sexos, maiores de dezoito f) Requerer exoneração do cargo ou
tentativas de reconciliação;
anos, em pleno gozo dos seus direitos. função que estiver a exercer, bem
Dois) O PROFAC definirá em regulamento
como o abandono do PROFAC
interno, as regras atinentes ao procedimento
ARTIGO SÉTIMO sempre que achar conveniente,
disciplinar complementar, caso a caso;
devendo apresentar o pedido por
(Categoria dos membros) Três) Cabe ao Conselho de Direcção, decidir
escrito ao seu superior hierárquico,
a readmissão ou não do membro arrependido.
Os membros do PROFAC agrupam-se nas indicando as razões do pedido.
seguintes categorias: CAPÍTULO IV
a) Fundadores – aqueles que forem ARTIGO DÉCIMO
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
signatários destes Estatutos até (Deveres dos membros)
à data da primeira Assembleia (Fundos e sua proveniência)
Constituem deveres dos membros do
Constituinte; Um) Os fundos do PROFAC provém de:
PROFAC, os seguintes:
b) Efectivos – pessoas singulares ou a) Quotas mensais dos respectivos
a) Cumprir e defender os Estatutos e as
colectivas que se identificam com os Membros;
deliberações dos órgãos sociais do
objectivos do PROFAC, desde que b) Jóias;
PROFAC;
as suas candidaturas sejam aceites c) Donativos, financiamento das entidades
b) Pagar quotas mensais e jóias;
pelo Conselho de Direcção; públicas, privadas, nacionais e
c) Desempenhar com zelo e dedicação
c) Honorários – todas as pessoas estrangeiras;
os cargos ou funções que lhe forem
que tenham prestado serviços d) Rendimento do Património do
atribuídos ou eleitos;
relevantes para o desenvolvimento PROFAC.
d) Facilitar a elaboração de relatórios
do PROFAC; e material de interesse geral do CAPÍTULO V
d) Beneméritos – pessoas ou organismos PROFAC; ARTIGO DÉCIMO QUARTO
nacionais ou estrangeiros e) Contribuir de todas as formas para o
que contribuem material e (Órgãos do PROFAD)
prestígio e dignidade dos dirigentes,
financeiramente para a promoção assim como para o engrandecimento Os órgãos sociais do PROFAC são:
do PROFAC. do PROFAC; a) Assembleia Geral;
29 DE MAIO DE 2012 564 — (113)

b) Conselho de Direcção; trinta dias de antecedência, por meio de aviso, ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO
c) Conselho Fiscal. com data, hora, local e a respectiva agenda de (Conselho Fiscal)
trabalho.
ARTIGO DÉCIMO QUINTO Um) O Conselho Fiscal, é órgão de
Dois) Tratando-se de alteração dos Estatutos,
fiscalização e Auditoria Interna do PROFAC,
(Assembleia geral) a proposta deverá ser enviada com antecedência
constituído por:
Um) A Assembleia Geral é o órgão supremo de trinta dias, incluindo especificamente as a) Um Presidente;
do PROFAC; e, as suas deliberações tomadas modificações e propostas. b) Um Secretário;
em conformidade com a lei e os Estatutos, Três) Tratando-se de recursos disciplinares c) Um Relator.
são de cumprimento obrigatório para todos os ou de instituição de membros, as propostas Dois) O Conselho de Fiscalização do PROFAC
membros. deverão ser enviadas igualmente com os reúne-se ordinária e extraordinariamente, pelo
Dois) A Assembleia Geral é o órgão autos de culpa e defesa dos arguidos com, menos duas vezes ao ano, sempre que for
composto por todos os membros do PROFAC antecedência de trinta dias. necessário.
no pleno gozo dos direitos que lhes são
estatuídos nos presentes Estatutos. ARTIGO DÉCIMO NONO ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO
Três) Todas as deliberações serão tomadas (Conselho de direcção) (Competências do conselho fiscal)
por maioria absoluta de votos.
Um) O Conselho de Direcção é um órgão de Um) Compete ao Conselho Fiscal, o
Quatro) Os membros honorários e
beneméritos, poderão participar na Assembleia gestão que representa o PROFAC. seguinte:
Geral, mas não terão direito a voto. Dois) O Conselho de Direcção é constituído a) Fiscalizar a legalidade dos actos
por um Presidente, um Vice-Presidente e um administrativos do PROFAC;
ARTIGO DÉCIMO SEXTO Secretário. b) Examinar e auditar regularmente as
(Mesa de Assembleia Geral) Três) A composição do Conselho de contas e a escrituração dos livros
Direcção é proposta pela Mesa da Assembleia da contabilidade e tesouraria do
Um) A Mesa da Assembleia Geral é composta PROFAC;
por um Presidente, um Vice-Presidente, e um Geral.
c) Apresentar o seu parecer sobre o
secretário. relatório de contas do exercício
ARTIGO VIGÉSIMO
Dois) Os membros da Assembleia Geral são apresentado à Assembleia Geral;
eleitos por um período de cinco anos. (Competências do Conselho de Direcção)
d) Assistir as sessões ordinárias
Três) A proposta da eleição para a mesa da Um) Compete ao Conselho de Direcção o e extraordinárias do Conselho
Assembleia Geral será feita pelo Conselho de seguinte: de Direcção sempre que for
Direcção. a) A administrar e gerir as actividades convocado;
do PROFAC, tendo em vista a e) Realizar outras tarefas que se julgar
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
realização dos seus objectivos convenientes nos termos dos
(Competências da assembleia) reservados por estes Estatutos ou presentes Estatutos.
Compete a Assembleia Geral o seguinte: pela Assembleia Geral ou ainda
a) Eleger os membros da mesa da pelo Conselho Fiscal; ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO
Assembleia Geral, dos b) Representar a Associação em juízo (Símbolo e sua interpretação)
Conselhos de Direcção e Fiscal, e fora dele em todos actos e Um) O símbolo do PROFAC é representado
respectivamente; contractos; por um círculo de cinco cores que representam
b) Definir anualmente as linhas da c) Cumprir e fazer cumprir as disposições a Bandeira de Moçambique, com um arco
política do PROFAC; legais, estatutárias e as deliberações de estrelas e uma mulher com duas crianças
c) Apreciar o relatório, balanço e contas da Assembleia Geral; olhando para as estrelas. O círculo é formado
anuais do conselho de Direcção e o d) Criar, organizar e dirigir os serviços por verde, branco, preto, amarelo e vermelho
parecer da Comissão de Auditoria de fora para dentro.
do PROFAC;
Interna; Dois) As cores representadas no símbolo
e) Convocar a Assembleia Geral quando
d) Apreciar todas as propostas, presenciar significam o seguinte:
necessário;
e votar aquelas que lhe sejam a) Verde significa esperança;
f) Deliberar sobre a admissão de
submetidas; b) Branco significa paz e sossego;
membros;
e) Eleger os membros honorários; c) Preto representa o continente
g) Submeter a Assembleia Geral as
f) Autorizar que o PROFAC demande os africano;
titulares dos seus órgãos por todos questões que julgar pertinentes;
d) Amarelo do sol significa a luz do
actos praticados no exercício dos h) Instaurar processos disciplinares;
futuro;
seus cargos; Dois) Compete ao Presidente da
e) Vermelho significa amor e amizade.
h) Destituir os membros dos órgãos Associação:
sociais; a) Coordenar as actividades do Conselho CAPÍTULO VI
h) Decidir sobre a ratificação de de Direcção e as respectivas
Das disposições finais e transitórias
admissão ou recusa de exclusão reuniões;
dos membros; b) Estruturar o PROFAC; ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO
i) Aprovar a alteração dos Estatutos. d) Assegurar as relações com Governo, (Extinção)
doadores e outras entidades Um) A extinção do PROFAC verifica-se
ARTIGO DÉCIMO OITAVO relevantes; por:
(Convocatória) d) Exercer ao nível das reuniões do a) Deliberação da Assembleia Geral,
Um) A Assembleia Geral é convocada pelo Conselho de Direcção, um trabalho ouvido o Conselho de Direcção do
respectivo Presidente da Mesa com pelo menos de qualidade. PROFAC;
564 — (114) III SÉRIE — NÚMERO 13

b) Nos demais casos previstos nos b) Estar em pleno gozo dos seus direitos g) Receber a parte que lhe cabe no saldo
presentes Estatutos e na lei geral. civis e políticos; da liquidação da APROTAXI,
c) Ser transportador rodoviário ocorrendo a sua extinção;
ARTIGO VIGÉSIMO SÉTIMO devidamente licenciado. h) Examinar a escrituração da APROTAXI
(Casos omissos e dúvidas) Dois) poderão ser membros da APROTAXI sempre que se mostre necessário e
as pessoas estrangeiras desde que reúnam propôr alterações dos estatutos.
Um) Os casos omissos e dúvidas resultantes cumulativamente os seguintes requisitos:
de aplicação do presente Estatutos, serão a) Ser transportador rodoviário ARTIGO SEXTO
resolvidos e esclarecidos em primeira mão devidamente licenciado; Deveres
pelo Conselho de Direcção, instruções e demais b) Estar em pleno gozo dos seus direitos
resoluções avulsas; Um) São deveres dos membros:
civis; a) Pagar pontualmente as joias e as quotas
Dois) Em última instância, os casos omissos c) Único. Poderão ser membros da
e dúvidas serão resolvidos e esclarecidos por do sócio e outros que estipuladas;
APROTAXI as pessoas singulares b) Conhecer, respeitar e aplicar os
deliberação da Assembleia Geral; caso não haja ou colectivas devidamente
consenso, recorrer-se-á a lei geral aplicável na estatutos, regulamento e programas
licenciadas que aprovem com os e deliberações da Assembleia Geral,
República de Moçambique.
estatutos e tenham, interesses em decisões da Direcção e instruções
ARTIGO VIGÉSIMO SEXTO
colaborar nos termos dos mesmos. dos responsáveis da APROTAXI;
(Entrada em vigor) ARTIGO QUARTO c) Participar nas sessões da Assembleia
geral e reuniões convocadas pelo
Os presentes Estatutos do PROFAC entram Categoria dos membros corpo directivo;
vigor a partir da data da sua aprovação, pela d) Comunicar por escrito a Direcção da
Um) A APROTAXI compreende quatro
Assembleia Geral. APROTAXI a mudança de domicílio,
categorias de associados
a) Fundadores; acidente de viação, interrupção e
b) Efectivos; alteração da actividade;
Associação Provincial e) Engajar-se activamente nas actividades
c) Beneméritos;
dos Taxis de Inhambane em que foi eleito ou designado e
d) Honorários.
(APROTAXI) Dois) São os que subscrevem os presentes das tarefas incumbidas, sugerir
estatutos no acto da constituição dos associados tudo quanto se mostre útil a
CAPÍTULO I
e pagarem regularmente as joias e quotas. APROTAXI;
Das definições e objectivos f) Promover o aumento do número dos
Três) São associados efectivos – os que
ARTIGO PRIMEIRO se subscrevem as joias e declaram acatar membros da APROTAXI.
Designação as disposições estatuárias, sendo naturais e
ARTIGO SÉTIMO
A APROTAXI tem por objectivo o estudo residentes da Província de Inhambane.
e defesa dos interesses relativos aos seus Quatro) São sócios beneméritos - os que Exclusividade
associados promover e praticar tudo quanto contribuem financeiramente, materialmente em Os direitos e deveres referidos neste
possa contribuir para o respectivo progresso bens para o desenvolvimento e melhoramento capítulo dizem respeito somente aos membros
técnico e económico e social para permitir o á APROTAXI. efectivos.
desenvolvimento estável da sua actividade Único. Os membros fundadores são Único. Dois associados beneméritos e
transportador. considerados para todos os efeitos como honorários assistem direitos e deveres a serem
ARTIGO SEGUNDO associados efectivos. definidos pela Assembleia Geral.
Um) Compete igualmente a APROTAXI: CAPÍTULO III CAPÍTULO IV
a) Criar delegações em todos os distritos
Dos deveres e direitos dos membros Da proveniência e ampliação dos
da província de Inhambane;
fundos
b) Apresentar, defender juntos das ARTIGO QUINTO
entidades, órgãos do Estado e ARTIGO OITAVO
das autoridades Municipais Direitos Fonte e fins dos fundos
e administrativas, os pontos de
Um) São direitos dos membros; Um) Os fundos da APROTAXI:
vista e interesses gerais dos seus
a) Usufruir de todos os benefícios a) Provêm das joias e quotizações,
associados;
c) Praticar actos, celebrar contratos, e vantagens que a APROTAXI contribuições dos seus membros;
acordos e convecções não excluída alcance no exercício das suas b) Das doações, donativos de outras
pela lei nomeadamente negociar funções; organizações não-governamentais
convecções colectivas de trabalho b) Demitir-se livremente; estrangeiras, nacionais e
e outros materiais em nome dos c) Eleger ou ser eleito para os órgãos da patrocínios;
associados. APROTAXI; c) Das actividades de angariação de
d) Propor o que julgar útil aos interesses fundos que para os efeitos forem
CAPÍTULO II da APROTAXI; organizados.
Dos membros e) Fazer se apresentar nas Assembleias Dois) O quantitativo das joias e quotas a
ARTIGO TERCEIRO Gerais; serem reguladas pelo regulamento próprio
Admissão dos membros f) Reclamar perante a Assembleia Geral aprovado pela Assembleia Geral:
as infracções ou irregularidades a) Os fundos garantem os suportes das
Um) São requisitos essenciais para ser
membro de APROTAXI: contra as disposições cometidas despesas, encargos de funcionamento
a) Ser cidadão moçambicano, residente quer pelos corpos directivos quer e prestação de serviços e de benefícios
na Província de Inhambane; pelos membros; aos membros;
29 DE MAIO DE 2012 564 — (115)

b) APROTAXI, pode adquirir prédios e ARTIGO DÉCIMO QUINTO e) Fazer chamadas e de representantes para
construir edifícios para sua sede e Atribuições assinarem o livro de presenças;
delegações; f) Assinar todos os documentos em que
c) APROTAXI, pode adquirir bens de São atribuições da Assembleia Geral: tenha intervalo na elaboração de
forma gratuita e onerosa. a) Aprovar reformular ou alterar os actas e outros.
estatutos e demais disposições
ARTIGO NONO regulamentares da APROTAXI; SECÇÃO II
b) Eleger os órgãos directivos da Da Direcção
Contribuição mensal
APROTAXI designadamente da
Mensalmente, os membros contribuirão com mesa da Assembleia Geral e do ARTIGO DÉCIMO OITAVO
uma quota a ser determinada pela Assembleia Conselho Fiscal eleito por um Constituição
Geral, e de conformidade com o regulamento escrutínio secreto;
Um) A Direcção da APROTAXI e órgão
dos presentes estatutos. c) Discutir e votar o balanço, relatório da
excutivo da mesma e é constituída por quatro
Direcção e o parecer do Conselho
ARTIGO DÉCIMO elementos eleitos pela Assembleia Geral
Fiscal;
nos termos da alínea b) do ARTIGO décimo
Cessão e transmissão d) Distinguir os órgãos dos directivos
quinto do presente estatuto e tem seguinte
da APROTAXI, deliberar sobre
A cessão e transmissão das joias efectua-se-a composição;
a administração, suspensão e
nos termos de lei comum. a) Presidente;
expulsão de qualquer membro;
b) Vice presidente;
e) Aprovar o orçamento ordinário de cada
CAPÍTULO V c) Secretário;
ano económico;
d) Tesoureiro.
Da proveniência e ampliação f) Deliberar sobre todos assuntos que
Dois) O mandato da Direcção e conferido
dos fundos forem apresentados pela Direcção
por um período de quatro anos, podendo ser
ou pelo Conselho Fiscal ou
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO reeleitos por mais dois mandatos.
pelas associações com base nas
Três) Os órgaos da Direcção são preenchidos
Enumeração disposições estatuárias.
e remunerados por deliberação da Assembleia
São órgãos da APROTAXI: ARTIGO DÉCIMO SEXTO Geral.
a) Assembleia Geral;
Competência dos membros do Presidium ARTIGO DÉCIMO NONO
b) Direcção; da Assembleia Geral
c) Conselho Fiscal. Competências da Direcção
Um) Compete aos presidentes da Assembleia
Um) Competências da Direcção:
SECÇÃO I Geral:
a) Representar APROTAXI em juízo
a) Convocar a Assembleia Geral e dirigir
Da Assembleia Geral e fora dele, em todos os actos e
os seus membros;
negócios que se prendam com
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO b) Assinar juntamente com outros
a realização dos propósitos das
membros da mesa as actas da
Constituição e obrigatoriedade mesmas;
Assembleia Geral;
b) Gerir e administrar os interesses da
Um) Assembleia Geral é órgão máximo da c) Assinar os termos de abertura e
APROTAXI de acordo com os
APROTAXI e é constituída por todos os seus encerramento dos livros da
objectivos do país;
membros e associados. APROTAXI.
c) Representar a APROTAXI na
Dois) As deliberações, traduzem a vontade Dois) Os membros que compõem o elenco
elaboração e apresentação
de corpo associativo, sendo o seu cumprimento da Assembleia Geral são empossados pelo
as instâncias competentes das
obrigatório para todos os membros. associado mais antigo.
propostas de alteração de tarifas
Três) A convocação da Assembleia Geral
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO para transportadores rodoviários;
referida na alínea a) do presente artigo será
d) Contratar e demitir pessoal
Secções da Assembleia Geral feito por carta registada expedida com quinze
administrativo e técnicos;
dias antecipada da data da sua realização ou por
Um) as sessões da Assembleia Geral são e) Cumprir e fazer cumprir as deliberações
anúncio publicado nos médias ou pela rádio.
ordinárias e extraordinárias. da Assembleia Geral, dos estatutos
Único. Sessões ordinárias são realizadas a ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO e demais legislação pertinente;
ser definidas regularmente de cada ano e as f) Apresentar a Assembleia Geral, na
Secretários
extraordinárias por solicitação da Direcção ou primeira sessão do ano o relatório
do Conselho Fiscal e a pedido de dois terços Um) Aos secretários compete: anual dos trabalhos desenvolvidos,
dos seus membros. a) Lavrar actas da Assembleia Geral e bem como o relatório de contas,
preparar a agenda de trabalho e inventários, balanço e orçamento
ARTIGO DÉCIMO QUARTO coordenação com as estruturas da de cada ano económico;
APROTAXI; g) Elaborar e submeter a aprovação da
Presidium
b) Proceder a leitura de documentos Assembleia geral os regulamentos
A mesa da Assembleia Geral têm a seguinte remetidos á mesa durante as internos da APROTAXI;
composição: sessões;. h) Propor admissão de novos membros,
a) Um presidente da Assembleia; c) Proceder a leitura dos termos de e expulsão dos mesmos de acordo
b) Um vice-presidente da Assembleia; posse; com a decisão da Assembleia;
c) Um secretário, primeiro e segundo d) Providenciar todo o expediente i) Solicitar ao presidente da assembleia e
secretário eleito por um período de necessário para o acto das realização de secções extraordinárias
quatro anos. eleições; deste.
564 — (116) III SÉRIE — NÚMERO 13

ARTIGO VIGÉSIMO e) Prestar a Direcção e ao Conselho ARTIGO VIGÉSIMO SÉTIMO


Competências do Presidente
Fiscal as informações que forem
Reuniões do Conselho Fiscal
pedidas relativamente ao seu
Um) Compete ao Presidente: trabalho e situação financeira da O conselho Fiscal reúne-se ordinariamente
a) Representar a APROTAXI nos APROTAXI. quinze dias antecedentes a realização das
termos da alinea (b) do ARTIGO sessões ordinárias da Assembleia Geral e
vigésimo; ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO extraordinariamente sempre que se mostre
b) Superintender toda administração Condições de contratação e obrigações necessário.
da APROTAXI devendo visar
permanentemente todos os Um) Associação obriga se para efeitos de ARTIGO VIGÉSIMO OITAVO
documentos de despesas; validade de movimentos a débitos das contas
Quorum Deliberativo
c) Assinar toda correspondência dirigida bancárias bem assim das actas e contratos,
dívidas com assinatura conjunta de três As decisões do Conselho Fiscal serão
as instâncias oficiais, empresas e
membros da Direcção sendo indispensável em tomadas por unanimidade dos seus membros.
outras;
qualquer caso a intervecção do tesoureiro. Único. O presidente do Conselho Fiscal é
d) Receber e despachar a correspondência
Dois) Na ausência ou impedimento do substituído nas suas ausências ou impedimento
da APROTAXI;
tesoureiro os movimentos referidos ao número pelo vogal.
e) Submeter a Direcção quaisquer
assuntos sobre os quais esta deverá anterior serão válidos com a intervenção do
CAPÍTULO VI
deliberar; membro sénior do Conselho Fiscal.
Três) Para actos de mero expediente, bastar Do regime disciplinar
f) Convocar e proceder as reuniões
assinatura do Presidente e na sua falta ou ARTIGO VIGÉSIMO NONO
da Direcção, elaborar ordens
do trabalho e assinar as actas impedimento a quem o substituir nos termos Sansões por infracções
respectivas; previstos neste estatuto. Um) As infracções cometidas pelos membros
g) Tomar medidas que julguem urgentes Quatro) A falta não justifica de qualquer contra o disposto nos presentes estatutos,
e inadiáveis e submeter a apreciação membro da Direcção a mais de quatro sessões regulamentos e demais legislação em vigor,
e retificação da Direcção na sessão consecutivas ou mais de oito interpoladas contra as deliberações da Assembleia Geral
imediatamente a seguir. implica a remoção do cargo. e as determinações da Direcção será punida
SECÇÃO III
consoante sua gravidade da seguinte forma:
ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO a) Representação verbal;
Do Conselho Fiscal b) Multa ate cinquenta por cento sobre a
Compete o vice -presidente cooperar com o
ARTIGO VIGÉSIMO QUINTO contribuição mensal;
presidente exercer as funções que por este lhe
c) Suspensão de todos os direitos até
forem delegados e substituí-lo em caso de sua Eleições e composição seis meses;
ausência e impedimento.
O Conselho Fiscal eleito pela Assembleia d) Suspensão de todos os direitos até
ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO Geral nos termos da alínea b) do ARTIGO um mês
décimo quinto do presente estatuto e composta e) Expulsão.
Competências do secretário
três membros a saber: presidente, relator e
ARTIGO TRIGÉSIMO
Um) Compete ao secretário: vogal.
a) Lavrar e rever as actas das reuniões Único. O mandato do conselho é Repreensão verbal e escrita
da Direcção; quadrienal. A pena de repreensão verbal e escrita também
b) Ler correspondências e dirigir o será aplicada aos sócios que infringirem a alínea
expediente necessário; ARTIGO VIGÉSIMO SEXTO
(e) do artigo sexto do presente estatuto.
c) Tomar notas dos membros que queiram Atribuição do Conselho Fiscal
intervir as sessões da Direcção. ARTIGO TRIGÉSIMO PRIMEIRO
Um) São atribuições do Conselho fiscal:
ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO a) Fiscalizar o cumprimento dos estatutos Multa
da APROTAXI; De igual modo, serão punidos com a pena de
Competências do tesoureiro b) Participar a Assembleia Geral todas as acréscimo de cinquenta por cento sobre o valor
Um) Compete ao tesoureiro: infracções ou irregularidades de que devido aos sócios que totalizarem três meses de
a) Superintender os serviços de tenha conhecimento; atraso no pagamento das suas quotas.
contabilidade e tesouraria, c) Examinar e dar parecer sobre a
providenciar no sentido de serem escrituração da APROTAXI ARTIGO TRIGÉSIMO SEGUNDO
cobradas todas as receitas e todas designadamente as contas anuais,
Suspensão
as despesas; inventários e balanços;
b) Visar os documentos de despesas, d) Propor ao presidente da Assembleia Pelo atraso superior a três meses e inferior
ordenar os respectivos Geral o que for conveniente para a seis, serão punidas com pena de suspensão
pagamentos; o melhoramento dos serviços da de todos os seus direitos associativos até seis
APROTAX no sentido da realização meses.
c) Fiscalizar a escrituração das receitas e
despesas que deviam estar em dia e de fins estatuários;
ARTIGO TRIGÉSIMO TERCEIRO
conferir no fim de cada mês o valor e) Participar nos colectivos de Direção
sempre que o entender sem direito Prazo de liquidação da multa
em caixa e os depósitos bancários;
d) Ter a sua guarda e responsabilidade a voto; As multas referidas no artigo trigésimo
o valor e quaisquer outros valores f) Verificar o património da APROTAXI segundo deverão ser liquidadas no prazo
de APROTAXI que não estejam se está correctamente inventariado, de quinze dias a contar da data da sua
depositados em banco; registado, avaliado e conservado. notificação.
29 DE MAIO DE 2012 564 — (117)

ARTIGO TRIGÉSIMO QUARTO CAPÍTULO VIII ARTIGO QUADRAGÉSIMO QUINTO

Competências de aplicação das penas Dos fundos Restrições de desempenho de cargo

As sansões previstas nos artigos antecedentes ARTIGO TRIGÉSIMO NONO O associado que ainda não tenha completado
deste capítulo serão aplicadas pela Direcção da um ano na APROTAXI, é lhe vedado o exercício
APROTAXI salvo a pena de expulsão, cuja Utilização de funções da APROTAXI de cargos directivos.
aplicação compete a Assembleia Geral proposta Um) O saldo apurado em cada ano econômico
pela Direcção. ARTIGO QUADRAGÉSIMO SEXTO
suportará os diversos encargos para a realização
de planos anuais elaborados pela Direcção para Suprimento de lacunas
ARTIGO TRIGÉSIMO QUINTO
o benefício da APROTAXI. Em tudo em que não estiver expressamente
Expulsão Dois) O saldo referido no número anterior previsto nos presentes estatutos competirá
A pena de expulsão só se verifica nos casos deverá ter a seguinte aplicação: a Assembleia Geral deliberar em acta, ou
seguintes: a) Cinquenta por cento para a formação reconduzir-se-á as disposições da lei geral
a) Quando o associado for vítima de do quadro da Direcção, para a pertinente, nomeadamnete pelos princípios
alcoolismo, quando tiver esgotado formação de técnicos e diversos definidos na Constituição da República e pela
as penas anteriores referidas no encargos; lei das associações de empregadores.
artigo trigésimo deste estatuto; b) Para o fundo de reserva.
b) Quando o associado abandonar sem Três) A Assembleia Geral poderá alterar ARTIGO QUADRAGÉSIMO SÉTIMO
motivo de exercer a actividade. a percentagem referida nas alíneas a) e b) do As dúvidas que surgirem na aplicação deste
número anterior de acordo com o plano que estatuto serão estabelecidas por escrito pela
ARTIGO TRIGÉSIMO SEXTO vier a ser aprovado para a execução nesse Direcção da APROTAXI.
O procedimento disciplinar prescrição mesmo ano.

O procedimento disciplinar prescreve-se no CAPÍTULO IX


prazo de um ano a contar da data do cometimento
Deliberações da Assembleia Geral Audiserve, Limitada
da infracção e as penas aplicadas extinguem–se
em igual período se por negligência não foram ARTIGO QUADRAGÉSIMO
Certifico para efeitos de publicação da
executadas.
As deliberações da Assembleia Geral serão sociedade Audiserve, Limitada, matriculada sob
CAPÍTULO VII tomadas de acordo com o ARTIGO cento e o n.° 8747, a folhas 191 verso do livro C-treze,
setenta e cinco do código penal. entre Rui Álvaro Neves Machado, natural de
Da extinção e liquidação
Cedofeita-Porto, de nacionalidade residente em
ARTIGO TRIAGÉSIMO SÉTIMO ARTIGO QUADRAGÉSIMO PRIMEIRO Portugal, António Francisco do Espírito Santos
Causas da extinção da APROTAXI Forma de pedido de demissão de membros Lopes, natural de Portugal, de nacionalidade
Um) São causas da extinção da portuguesa, residente na cidade da Beira,
O pedido de demissão dos membros referidos Luís Jó Sandramo Inchuca, solteiro, maior,
APROTAXI:
a) Deliberação da Assembleia Geral por no ARTIGO cinco alínea b) será apresentado natural de Mopeia, Zambézia, de nacionalidade
voto unânime de três quartos do por escrito a Direcção da APROTAXI, a qual moçambicana, Elias Acácio Jemissene, solteiro,
número dos associados; será visto no duplicado, devolvendo ao membro maior, natural de Morrumbene, Inhambane, de
b) Decisão judicial que declara a sua dimensionário. nacionalidade moçambicana, todos residentes
insolvência. na cidade da Beira, constituida uma sociedade
ARTIGO QUADRAGÉSIMO SEGUNDO
Dois) Entidade administrativa que reconhece por quotas, nos termos do artigo noventa, as
a personalidade jurídica da APROTAXI Encargos em caso de morte do associado cláusulas seguintes:
que pode declarar igualmente a sua extinção
Em caso de morte de um membro, ARTIGO PRIMEIRO
quando:
APROTAXI deverá custear as despesas com o
a) A sua infinidade real não coincida (Forma e denominação)
funeral e disponibilizar uma ajuda em dinheiro
com o expresso nos presentes
para as outras despesas ligadas ao falecimento A sociedade adopta a denominação de
estatutos;
em termos a fixar pelo regulamento. Audiserve, Limitada, doravante denominada
b) O seu fim seja sistematicamente
sociedade, e é constituída sob a forma de
prosseguido por meios ilícitos ou ARTIGO QUADRAGÉSIMO TERCEIRO sociedade por quotas, regendo-se pelos presentes
morais;
Destino do patrimônio remanescente estatutos e pela legislação aplicável.
c) Na existência se torne contrárias a
ordem pública; Na liquidação, reunidas as diversas ou ARTIGO SEGUNDO
d) O seu fim se sinta esgotado ou se haja conseguidas os quantitativos necessários os (Sede)
tornado impossível. respectivos credores, proceder-se a partilha
do patrimônio remanescente da APROTAXI, Um) A sociedade tem a sua sede na cidade de
ARTIGO TRIGÉSIMO OITAVO Beira, província de Sofala, na Avenida General
podendo parte deste ser adjucado a uma
Liquidações e partilha do patrimônio Machado, 4.º Bairro, Baixa da cidade.
associativo
instituição social beneficiência.
Dois) A administração poderá, a todo o
Deliberar a dissolução da APROTAXI, a ARTIGO QUADRAGÉSIMO QUARTO tempo, deliberar que a sede da sociedade
Assembleia Geral indicará as normas a que deve seja transferida para qualquer outro local,
Ano social e fecho dos balancos
obedecer a adequação e partilha do património em Moçambique, quando e onde achar
associativo, devendo para este efeito, nomear O ano social coincidirá com o ano civil e o conveniente.
uma comissão liquidatária, que se regerá em balanço será fechado com referência a trinta e Três) Por decisão da gerência, poderão
tudo o mais pela lei geral. um de Abril de cada ano. ser criadas e extintas, em Moçambique ou
564 — (118) III SÉRIE — NÚMERO 13

no estrangeiro, filiais, sucursais, delegações, ARTIGO SEXTO b) Pela assinatura de um ou mais


escritórios de representação, agências ou outras procuradores, nos precisos termos
(Aumento do capital social)
formas de representação social. dos respectivos instrumentos de
Um) O capital social poderá ser aumentado mandato;
ARTIGO TERCEIRO uma ou mais vezes, através de novas entradas, c) Fica desde já nomeado gerente o sócio
(Duração) em dinheiro ou em espécie, ou através da Rui Álvaro Neves Machado.
incorporação de reservas, de resultados ou da
A sociedade durará por um período de tempo ARTIGO DÉCIMO
conversão do passivo em capital, mediante
indeterminado. deliberação da assembleia geral, aprovada por (Exercício)

ARTIGO QUARTO uma maioria que represente, pelo menos, setenta


O exercício anual da sociedade corresponde
e cinco por cento dos accionistas com direito de
ao ano civil de um de Janeiro a 31 de Dezembro,
(Objecto) voto presentes na reunião. ou a qualquer outro período que possa vir a
Um) A sociedade tem por objecto a prestação Dois) O montante do aumento será ser aprovado pelos sócios e pelas autoridades
de serviços nas áreas de auditoria; contabilidade distribuído entre os sócios que exerçam o seu moçambicanas competentes, sem prejuízo de a
e fiscalidade; consultadoria de gestão; formação direito de preferência, atribuindo-se-lhes uma sociedade poder ter um período de tributação
e ainda a comercialização de softwares de apoio participação nesse aumento, na proporção da diferente ao ano civil, nos termos da lei.
à gestão. respectiva participação social já realizada à
Dois) A sociedade poderá ainda exercer data da deliberação do aumento de capital, ou ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
quaisquer actividades comerciais conexas, a participação que os sócios em causa tenham (Dissolução)
complementares ou subsidiárias às suas declarado pretender subscrever, se esta for
inferior àquela. Um) A sociedade dissolve-se nos casos
actividades principais, tendentes a maximizá-las
Três) Os sócios deverão ser notificados do previstos na lei, ou por deliberação unânime da
através de novas formas de implementação de
prazo e demais condições do exercício do direito assembleia geral.
negócios e como fontes de rendimento, desde
de subscrição do aumento por fax, correio Dois) Os sócios executarão e diligenciarão
que sejam legalmente autorizadas e a decisão
electrónico ou carta registada. Tal prazo não para que sejam executados todos os actos
seja aprova pela gerência.
exigidos pela lei para efectuar a dissolução da
Três) Mediante deliberação da assembleia poderá ser inferior a quinze dias.
sociedade.
geral, a sociedade poderá participar no capital
ARTIGO SÉTIMO
social de outras sociedades ou associar-se com ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
elas de qualquer forma legalmente permitida. (Amortização de quotas)
(Liquidação)
ARTIGO QUINTO Um) A sociedade poderá amortizar, total ou
Um) A liquidação será extrajudicial, por
parcialmente, as quotas de um sócio quando:
(Capital social) deliberação unânime da assembleia geral.
a) A(s) quota(s) tiverem sido judicialmente Dois) A sociedade poderá ser imediatamente
O capital social da sociedade, integralmente penhorada(s) ou objecto de qualquer liquidada, mediante a transferência de todos
subscrito e realizado em dinheiro é de acto judicial ou administrativo de os seus bens, direitos e obrigações a favor
sessenta mil meticais, representado por uma efeito semelhante; de qualquer sócio, desde que devidamente
quota de valor nominal de seis mil meticais b) O sócio tiver sido declarado insolvente, autorizado pela assembleia geral e obtido
pertencente ao sócio Elias Acácio Jemissene, interdito ou incapaz de gerir os seus acordos escrito de todos os credores.
de nacionalidade moçambicana, natural negócios; Três) Se a sociedade não for imediatamente
da província de Inhambane, residente na liquidada nos termos do número anterior,
c) O sócio tiver incumprido alguma
Beira, portador do Bilhete de Identidade e sem prejuízo de outras disposições legais
deliberação da assembleia geral,
n.° 0701001406301, emitido na cidade da Beira imperativas, todas as dívidas e responsabilidades
aprovada nos termos dos presentes
em 01/01/2010 e válido até 01/04/2015, com o da sociedade (incluindo, sem restrição, todas
estatutos.
NUIT 103950058; outra quota de valor nominal as despesas incorridas com a liquidação
de seis mil meticais pertencente ao sócio Dois) A contrapartida da amortização da(s) e quaisquer empréstimos vencidos) serão
António Francisco do Espírito Santos Lopes, de quota(s) será igual ao seu valor contabilístico, pagas ou reembolsadas antes que possam ser
nacionalidade portuguesa, residente na cidade baseado no balanço mais recente aprovado pela transferidos quaisquer fundos aos sócios.
da Beira em Moçambique, titular do Passaporte assembleia geral. Quatro) A assembleia geral pode deliberar,
n.° R511967 emitido em 10/05/2005 e válido por unanimidade, que os bens remanescentes
ARTIGO OITAVO sejam distribuídos, em espécie ou em dinheiro,
até 10/05/2015, com o NUIT 102707265;
uma quota de valor nominal de nove mil (Suprimentos) pelos sócios.
meticais pertencente a Luís Jó Sandramo
Os sócios podem, mediante proposta da ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
Inchuca, de nacionalidade moçambicana,
gerência, prestar suprimentos à sociedade,
natural da província da Zambézia, residente (Aplicação de resultados)
nos termos e condições estabelecidas por
na Beira, portador de Bilhete de Identidade Deduzidas as parcelas que, por lei, se
deliberação da assembleia geral.
n.° 070100229357F, emitido na cidade da Beira devam destinar à formação de reserva legal,
em 17/05/2010 e válido até 17/05/2015 com o ARTIGO NONO os resultados líquidos evidenciados pelas
NUIT 103265215 e uma quota de valor nominal demonstrações financeiras anuais, terão a
(Forma de obrigar) aplicação que a assembleia geral deliberar, sob
de trinta e nove mil meticais pertencente ao sócio
Rui Álvaro Neves Machado, de nacionalidade Um) A sociedade obriga-se: proposta da gerência.
portuguesa, titular do n.° Passaporte G792696, a) Pela assinatura de um gerente para Está conforme.
emitido em Portugal e válido até 09/10/2013, actos autorizados e praticados em Beira, dez de Abril de dois mil e doze. —
com o NUIT 114800351. nome da sociedade; O Ajudante, Ilegível.
29 DE MAIO DE 2012 564 — (119)

Visioluz, Equipamentos - Cátia Sofia Dias da Silva , com duzentos e Dois) Se qualquer quota ou parte dela for
cinquenta mil meticais, correspondente a arrestada, penhorada, arrolada ou sujeita a
Técnicos, Limitada
cinquenta por cento do capital social; qualquer acto judicial ou administrativo que
Certifico para efeito de publicação da - Tiago Machado Laurentino, com duzentos possa obrigar a sua transferência para terceiros,
sociedade Visioluz, Equipamento Técnicos, e cinquenta mil meticais, correspondente a ou ainda se for dada em garantia de obrigações
Limitada, matriculada sob NUEL 100288478 cinquenta por cento do capital social. que o seu titular assuma sem previa autorização
entre Cátia Sofia Dias Da Silva, casada, natural Dois) As quotas já foram subscritas e da sociedade.
de Lisboa, de nacionalidade portuguesa, e Tiago integralmente realizadas em dinheiro.
Três) Por acordo com respectivos
Machado Laurentino, casada, natural de Caldas Três) O capital social poderá ser aumentado
proprietários.
da Rainha, de nacionalidade portuguesa, ambos uma ou mais vezes, mediante entrada em
residentes na cidade da Beira, constituida uma numerário ou especie tendo em viste os ARTIGO OITAVO
sociedade por quotas, nos termos do artigo interreses da sociedade.
noventa, do codigo comercial, as clásulas (Gerência)
seguintes: ARTIGO QUINTO Um) A administração e gerência da sociedade
(Suprimentos) e a sua representação em juízo e fora dele, activa
ARTIGO PRIMEIRO
e passivamente, serão exercidas pelos sócios
(Denominação e sede) Um) Não havera prestações suplementares, Cátia Sofia Dias Da Silva e Tiago Machado
mas os sócios poderão fazer a caixa os Laurentino respectivamente.
Um) Sociedade comercial por quotas suprimentos de que ela carecer, ao juro e demais Dois) Para obrigar a sociedade é dispensável
de responsabilidade limitada que adopta a
condições a estipular em assembleia geral. a assinatura de dois sócios, podendo qualquer
designação de Visioluz, equipamento Técnicos,
Dois) Entende-se por suprimento as deles obrigar e designar um ou mais mandatários
Lda com a sede na, Rua Pedro Alenquer,
importancias complementares que os sócios e neles delegar total ou parcialmente os seus
n.° 36, R/C, 4.° Bairro-Chaimite, cidade da
possam adiantar no caso de o capital social poderes.
Beira, Província de Sofala.
se revelar insuficiente para as dispesas do Três) Os gerentes não poderão obrigar
Dois) A sociedade poderá estabelecer
exercicio das actividades sociais, constituindo a sociedade em quaisquer operações alheias
delegações ou outras formas de representação
tais suprimentos verdadeiros emprestimos a ou objecto social desta, nem conferir a favor
noutros pontos da província ou de interesse
sociedade. de terceiros quaisquer garantias, fianças ou
ou ainda transferir a sua sede para outro lugar
Três) Não se consideram suprimentos abonações.
dentro ou fora do País, mediante autorização
quaisquer saldos nas contas particulares dos Quatro) Os socios poderão delegar, mediante
das autoridades competentes.
socios, ainda mesmo quando utilizado pela consentimento da assembleia geral e por via de
ARTIGO SEGUNDO sociedade, salvo se a Assembleia Geral os mandato, em pessoas estranhas à sociedade,
reconhecer como tais. todos ou parte dos seus poderes de gerência,
(Duração)
por um período nunca superior ao seu mandato
A sociedade tem a duração por tempo ARTIGO SEXTO nem exercida fora daquela.
indeterminado e o seu início conta-se a partir da Cinco) O mandato da gerência é de dois
(Cessão e divisão de quotas)
assinatura da escritura pública de constituição. anos, podendo ser renovada uma ou mais vezes,
Um) A divisão e cessão total ou parcial dependendo da deliberação da assembleia
ARTIGO TERCEIRO da quota de cada socio fica condicionado ao geral.
( Objecto social) exercicio do direito de preferência da parte do
outro sócio em primeiro lugar e da sociedade ARTIGO NONO
Um) O objecto principal da sociedade é a (Assembleia geral)
em segundo lugar.
prestação de serviçõs e consultoria nas areas de
Dois) O sócio que pretende dividir ou ceder Um) A assembleia geral reunirá
comercialição, informática, telecomunicação,
parte ou totalidade da sua quota, devera notificar ordinariamente uma vez por ano, de preferência
montagem e reparação de sistema de vigilância,
por carta registada com aviso de recepção na sede da sociedade, para apreciação,
segurança e sistema frio, decoração e organização
o outro sócio na qual indicará a identidade aprovação e modificação de balanço e contas
de eventos, construção civil, exploração de
do cessionario e as condições da projectada do exercício e para deliberar sobre quaisquer
madeira .
cessão. outros assuntos para que tenha sido convocada
A sociedade poderá exercer outras
actividades conexas, complementares ou Três) O sócio notificado deverá exercer o e, extraordinariamente, sempre que for
subsidiárias das actividades principais desde que seu direito de preferencia no prazo de trinta necessário.
não sejam contrarias a lei e quando as mesmas dias, contandos a data confirmada da recepção Dois) A assembleia geral será convocada por
sejam devidamente autorizada e licenciadas. da carta a enviar nos termos do número meio de carta registada com aviso de recepção
Dois) A sociedade poderá sob qualquer anterior,entendendo-se que se nada disser dirigidas os sócios, com antecedência mínima
forma legal associar-se com outras pessoas renuncia a preferência. de trinta dias, podendo ser reduzida a quinze
para formar sociedade ou agrupamentos Quatro) Fica proibido aos socios, dias para a assembleia extraordinária.
complementares de empresas, além de poder penhorar,hipotecar ou dar de garantia as suas Três) A assembleia geral será presidida pela
adquirir ou alienar participações de capital de quotas a outro socio ou terceiros. sócia Cátia Sofia Dias da Silva ou por qualquer
outras sociedades. representante seu, com poderes bastantes e
ARTIGO SÉTIMO específicos para o efeito.
ARTIGO QUARTO (Amortização de quotas) Quatro) É dispensada a reunião da assembleia
geral e também dispensadas as formalidades da
(Capital social)
Um) À sociedade fica reservado o direito sua convocação, quando os sócios concordarem
Um) O capital social, integralmente subscrito de amortizar as quotas dos sócios, no prazo que por esta forma se delibere, considerada
e realizado em dinheiro, é de quinhentos mil de noventa dias a contar de verificação ou do se as deliberações tomadas nessas condições
meticais, assim distribuído: conhecimento dos seguintes factos. validas, ainda que realizadas fora da sede social,
564 — (120) III SÉRIE — NÚMERO 13

em qualquer ocasião e qualquer que seja o seu Terra Mar Logística, Serviços de Radiadores,
objectivo.
Limitada Limitada
Cinco) Por motivos de estabelecer o
funcionamento e detalhar a visão, a missão Certifico, para efeitos de publicação, que Certifico, para efeitos de publicação, que por
e os valores da empresa será convocada uma por escritura do dia vinte e três de Setembro escritura do dia quatro de Maio de dois mil
assembleia geral extraordinária pela sócia Cátia de dois mil e onze, lavrada de folhas quarenta e doze, lavrada de folhas cento e onze a folhas
Sofia Dias da Silva dentro de quinze dias após a folhas quarenta e três, do livro de escrituras cento e doze, do livro de escrituras avulsas
o registo formal da empresa. avulsas número vinte e sete do Primeiro número trinta do Primeiro Cartório Notarial da
Cartório Notarial da Beira, a cargo de João Beira, a cargo de João Jaime Ndaipa, técnico
ARTIGO DÉCIMO Jaime Ndaipa, técnico superior dos registos superior dos registos e notariado N1 e notário
(Formas de obrigar) e notariado N1 e notário respectivo, o sócio respectivo, o sócio David Eduard Charles
Armando José Francisco de Oliveira cedeu a Adams dividiu a sua quota de setenta e cinco
A sociedade obriga-se pela assinatura de sua quota de trezentos e seis mil meticais que mil meticais, que possuía na na sociedade
qualquer um dos sócios gerentes. possuía na sociedade comercial por quotas de comercial por quotas de responsabilidade
responsabilidade limitada Terra – Mar Logística limitada Serviços de Radiadores, Limitada,
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
com sede na cidade da Beira, à António com sede na cidade da Beira, em duas, sendo
(Balanço) Macumbe. uma de quarenta e nove mil meticais que cedeu
Que, na mesma escritura, o sócio António à Joan Grace Evans Konschel, e outra de vinte
Anualmente será feito um balanço fechado
Macumbe dividiu a sua quota unificada de e seis mil meticais que cedeu à Robert William
com data de trinta e um de Dezembro e meios
seiscentos mil meticais em quatro quotas, sendo Evans Konschel.
líquidos apurados em cada balanço, sendo os
uma de trezentos e sessenta mil meticais que Que, na mesma escritura, foi nomeado como
lucros divididos pelos sócios na proporção das
cedeu ao Kelven Lisboa Jaime Machado , outra novo administrador o sócio Robert William
respectivas quotas.
de cento e vinte mil meticais, que cedeu à Joyce Evans Konschel e, por conseguinte, alterados
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO Chilunga , outras duas de sessenta mil meticais, os artigos . quarto e oitavo, os quais passam a
que cedeu à Márcia José Pereira e Eduardo ter a seguinte nova redacção:
(Contas e resultados) Augusto Preto Nobre, deixando assim de ser
sócio da mesma sociedade. ARTIGO QUARTO
Um) Anualmente será dado um balanço com
a data de trinta e um de Dezembro. Que, outrossim, foi nomeado como novo O capital social, subscrito e integralmente
administrador da sociedade o senhor Eduardo realizado em dinheiro, é de cem mil
Dois) Os lucros anuais que o balanço
Sandramo Chilunga e, em consequência da meticais e corresponde à soma de duas
registar, líquidos de todas as despesas e
divisão e cessão de quotas e da nomeação do quotas de cinquenta mil meticais, cada
encargos, terão a seguinte aplicação:
novo administrador, os artigos quinto e décimo uma, e pertencem aos sócios Joan Grace
a) Constituição de reservas que sejam
primeiro dos respectivos estatutos da sociedade Evans Konschel e Robert William Evans
resolvidas criar, nos valores que se
passaram a ter a seguinte nova redacção: Konschel.
determinarem por acordo unânime
dos sócios; ARTIGO QUINTO ARTIGO oitavo
b) O remanescente, para dividendos
aos sócios, na proporção das suas O capital social, subscrito e integralmente A administração, gerência e representacão
quotas. realizado em dinheiro, é de seiscentos mil da sociedade, e juízo e fora dele, activa e
meticais e corresponde à soma das quotas passivamente, fica a cargo do sócio Robert
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO assim distribuídas: William Evans Konschel, desde já nomeado
a) Uma quota do valor nominal administrador, cuja assinatura obrigará a
(Dissolução)
de trezentos e sessenta mil sociedade e todos os actos e contratos.
Um) A sociedade não se dissolve por morte meticais, pertencente ao Está conforme.
ou interdição de qualquer sócio, continuando sócio Kelven Lisboa Jaime Primeiro Cartório Notarial da Beira, sete
com os herdeiros ou representantes do falecido Machado; de Maio de dois mil e doze. — A Técnica,
ou o interdito, os quais exercerão em comum b) Uma quota do valor nominal Ilegível.
os respectivos direitos enquanto a quota de cento e vinte mil meticais,
permanecer indivisa. pertencente ao sócio Joyce
Dois) Se os sucessores não aceitarem a Chilunga;
transmissao, devem declará-lo por escrito a c) Duas de valor nominal de sessenta mil
meticais, cada uma, pertencentes
MZN Construções, Limitada
associedade nos noventa dias subsequentes a
morte do decujus. aos sócios Eduardo Augusto Preto Certifico, para efeitos de publicação, que por
Nobre e Márcia José Pereira. escritura de vinte e um de Maio de dois mil e
ARTIGO DÉCIMO QUARTO onze, lavrada de folhas setenta e três e seguintes
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
(Normas subsidiárias) do livro de notas para escrituras diversas número
A administração da sociedade, sua duzentos oitenta e sete D do Segundo Cartório
Em tudo que é omisso no presente estatuto, representação, em juízo e fora dele, activa Notarial de Maputo, a cargo de Antonieta
regular-se-á pelas disposições do Código e passivamente, será exercida por Eduardo António Tembe, licenciada em Direito, técnica
Comercial e a restante legislação aplicável e em Sandramo Chilunga, ficando desde já superior dos registos e notariado N1, e notária
vigor na República de Moçambique. nomeado administrador. do referido cartório, foi constituída entre Paulo
Está conforme. Está conforme. Alexandre Rodrigues Rosa, Henrique Jorge
Conservatória de Registo de entidades legais Primeiro Cartório Notarial da Beira, aos Rodrigues Rosa e Marisa Rodrigues Repolho
da Beira, oito de Maio de dois mil e doze. — vinte e oito de Setembro de dois mil e onze. — da Conceição, uma sociedade por quotas de
O Ajudante, Ilegível. A Técnica, Ilegível. responsabilidade limitada denominada MZN
29 DE MAIO DE 2012 564 — (121)

Construções, Limitada, com sede na cidade de Três) É proibido aos administradores falecido que designarão um representante legal
Maputo, que se regerá pelas cláusulas constantes obrigarem a sociedade em actos e contratos sendo os seus direitos exercidos pelo mesmo ou
dos artigos seguintes: estranho aos negocios sociais, abnações, fainças ao representante do interdito.
e letras de favor.
ARTIGO PRIMEIRO Quatro) A sociedade fica obrigada pela ARTIGO DÉCIMO
Denominação e sede assinatura de um sócio individualmente Dissolução e liquidação
A sociedade adopta a denominação de MZN identificado.
Um) A sociedade dissolve-se por deliberação
Construções, Limitada, com sede nesta cidade Parágrafo único. Os poderes dos
administradores são delegáveis nos termos dos sócios ou independente desta, nos casos
de Maputo, podendo abrir as delegações em
da lei. especiais.
qualquer ponto do território nacional e no
Dois) Salvo disposição em contrário, os
estrangeiro.
ARTIGO SEXTO sócios serão liquidatários e todos gozam do
ARTIGO SEGUNDO direito de preferência na arrematação judicial
Amortização de quotas
de quotas e venda de activo social.
Duração
Um) A sociedade por deliberação da Três) Havendo mais do que um preferente
A duração da sociedade é por tempo assembleia geral, que eventualmente venha a proceder-se-á a licitação, vencendo o sócio que
indeterminado, contando-se o seu começo a ter lugar em razão do acontecimento de factos a oferecer o melhor preço.
partir da data da sua constituição. eles lesivos e não só, poderá amortizar qualquer
quota nos seguintes casos: ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
ARTIGO TERCEIRO a) Por acordo dos sócios; Casos omissos
Objecto b) Quando a quota for objecto de
Em todo o omisso nos presentes estatutos
penhora, arresto, arrolamento ou
Um) A sociedade tem por objecto principal: aplicar-se-ão as disposições competentes da
qualquer outro acto que implique
construção civil e execução de obras públicas. legislação comercial aplicavel e em vigor na
a arrematação ou adjudicação
Dois) A sociedade poderá exercer quaisquer República de Moçambique.
em juizo, falência, insolvência,
outras actividades relacionadas, directa ou Está conforme.
execução na partilha resultante de
indirectamente, com o seu objecto principal, Maputo, vinte e dois de Maio de dois mil
divórcio se a quota deixar de ficar
praticar todos os actos complementares à e onze. — O Técnico, Ilegível.
em poder do sócio, de qualquer
sua actividade e outras actividades com fins modo sujeita a procedimento
lucrativos não proibidas por lei, desde que judicial.
devidamente autorizada pela assembleia geral. JAQ — Distribuidores,
ARTIGO QUARTO
ARTIGO SÉTIMO Limitada
Assembleia dos sócios Certifico, para efeitos de publicação, que
Capital
Um) Quando a lei não exigir outras por Acta de seis de Março de dois mil e doze,
O capital social, integralmente subscrito
formalidades as reuniões da assembleia geral, da sociedade JAQ - Distribuidores, Limitada,
e realizado, é de cinco milhões de meticais,
serão convocadas por cartas registadas com matriculada sob NUEL número treze mil
dividido da seguinte forma:
aviso de recepção ou protocoladas, dirigidas aos quatrocentos e cinco, a folha sessenta e seis
a) Paulo Alexandre Rodrigues Rosa, com
sócios com quinze dias de antecedência. verso do livro C traço trinta, com data de um
um milhão, duzentos e vinte e cinco
Dois) A assembleia reúne-se em cessão de Janeiro de dois mil, deliberaram.
mil meticais ao que corresponde a
ordinária no mínimo uma vez por ano, durante o A cessão de quota no valor de sete milhões
uma quota de vinte e quatro vírgula e quinhentos mil meticais que o sócio Gabriel
cinco por cento do capital social; primeiro semestre e extraordinariamente sempre
que se tornar necessário e conveniente. Rodrigues possuía, e que cedeu a Alberto
b) Henrique Jorge Rodrigues Rosa, com Fernando Perreira Bastos das Neves.
um milhão, duzentos e vinte e cinco Três) Os sócios podem delegar entre sí
poderes nomeadamente para votar. A cessão da quota no valor de cinco milhões
mil meticais ao que corresponde a que o sócio Joaquim da Silva Correia possuia no
uma quota de vinte e quatro vírgula Quatro) As decisões deliberadas na
assembleia geral serão tomadas por escrito e capital social da referida sociedade e que cedeu
cinco por cento do capital social; a Agelina Graca Dias das Neves.
c) Marisa Rodrigues Repolho da assinadas por todos presentes em actas.
Em consequência, é alterada a redacção do
Conceição, com dois milhões, artigo quarto dos estatutos os quais passam a ter
ARTIGO OITAVO
quinhentos e cinquenta mil meticais a seguinte redacção:
ao que corresponde a uma quota Distribuição dos dividendos
de cinquenta e um por cento do ARTIGO QUARTO
Os lucros líquidos, depois de deduzidas as
capital social. O capital social, integralmente realizado
percentagens atribuídas ao fundo de reserva
legal e quaisquer outras percentagens para em dinheiro, é de dezassete milhões e
ARTIGO QUINTO
fundos especiais que venham a ser criadas, serão quinhentos mil meticais, correspondente à
Administração e gerência
divididos pelos sócios na proporção das suas soma de duas quotas desiguais, sendo uma
Um) A gestão dos negócios da sociedade e quotas, a menos que todos estejam de acordo de doze milhões e quinhentos mil meticais,
a sua representação activa ou passiva, em juízo que se proceda de outro modo. pertencente ao sócio Alberto Fernando
ou fora dele, será exercida pelo sócio Paulo Perreira Bastos das Neves e outra de cinco
Alexandre Rodrigues Rosa, que é desde já fica ARTIGO NONO milhões de meticais pertencente a sócia
nomeado director-geral. Angelina Graça Dias das Neves.
Falecimento ou interdição de sócios
Dois) Compete ao administradores exercerem Conservatória do Registo de Entidades
os mais amplos poderes de representação da A sociedade, não se dissolve por falecimento, Legais.
sociedade e praticar todos os demais actos interdição ou inabilitação de qualquer sócio. A Maputo, vinte e dois de Maio de dois mil
necessários à realização do seu objecto social. respectiva quota transmite-se aos herdeiros do e doze. — O Técnico, Ilegível.
564 — (122) III SÉRIE — NÚMERO 13

Jindal Resources cinco centavos, correspondente ARTIGO QUINTO


a cinquenta e dois vírgula
(Mozambique), Limitada (Capital social)
novecentos e quarenta e um
Certifico, para efeitos de publicação, que por cento do capital social, O capital social, integralmente subscrito e
por deliberação de trinta de Janeiro de dois pertencentes a Jindal Poly realizado em dinheiro, é de quarenta e nove
mil e doze, da sociedade Jindal Resources Films, Limited; milhões, duzentos e sessenta e oito mil, seiscentos
(Mozambique) Limitada, matriculada na b) Outra quota no valor nominal de e oitenta meticais, correspondente à soma de três
Conservatória de Registo das Entidades Legais cinco milhões, quatrocentos e quotas desiguais assim distribuídas:
sob o número um zero zero um oito um dois sete vinte e oito mil, vinte meticais a) Uma quota no valor nominal de
quatro, os sócios Jindal Poly Films, Limited; e trinta e seis centavos, trinta e seis milhões, quatrocentos
Rishi Trading Company, Limited e Sanjay correspondentes a quarenta e cinquenta e oito mil, oitocentos e
Mittal, totalizando assim cem por cento do sete virgula zero cinquenta e vinte e três meticais, vinte centavos,
capital social, deliberaram por unanimidade no nove por cento do capital social, correspondente a (74%) setenta e
aumento do capital social de setenta e dois mil pertencente a Jindal Metal quatro por cento do capital social,
meticais para onze milhões quinhentos trinta e and Mining (International), pertencente a Ntuanano Energy
quatro mil, quinhentos meticais, cedência de Limited. SA;
cotas e entrada de novos sócios: Em tudo não alterado continuam as b) Uma quota no valor nominal de oito
O sócio Jindal Poly Films, Limited, detentor disposições do pacto social anterior. milhões, sessenta mil, trezentos
de oitenta e nove vírgula sessenta e cinco por Conservatória do Registo das Entidades e cinquenta e seis meticais, e
cento do capital social, manifestou a vontade Legais. cinco centavos, correspondentes
de ceder trinta e seis vírgula setenta e um por Maputo, onze de Maio de dois mil e doze. a dezasseis virgula trezentos
cento das suas quotas a favor da empresa Jindal — O Técnico, Ilegível. sessenta por cento do capital social,
Metal and Mining (International) Limited, pertencente a Jindal Metal Mining
reservando para si (52,941%) cinquenta e dois Limited;
virgula novecentos e quarenta e um por cento c) Outra quota no valor nominal de quatro
das quotas, após a sociedade e os outros sócios
Trans Indian Mining, milhões, setecentos e quarenta e nove
manifestarem expressamente renunciar ao
Limitada mil, quinhentos meticais, setenta e
direito de preferência na aquisição das quotas. cinco centavos, correspondentes a
Certifico, para efeitos de publicação, que (9,640%) nove virgula seiscentos e
O sócio Rishi Trading Company, Limited,
por deliberação de trinta de Janeiro de dois quarenta por cento do capital social,
detentor de (10%) dez por cento do capital
mil e doze, da sociedade Trans Indian Mining pertencente Jindal Metal & Mining
quotas, manifestou a vontade de ceder a
Limitada, matriculada na Conservatória de (international) Limited.
totalidade das suas quotas a favor da empresa
Jindal Metal and Mining (International) Limited, Registo das Entidades Legais sob o número Em tudo não alterado continuam as
deixando de fazer parte da sociedade. um zero zero dois zero nove sete quatro oito, disposições do pacto social anterior.
Por sua vez, o sócio Sanjay Mittal, detentor os sócios Jindal Metal And Mining, Limited e Conservatória do Registo das Entidades
de (0,35%) zero virgula trinta e cinco por cento Ntuanano Energy, SA, totalizando assim cem Legais.
das quotas da sociedade, disse ceder a totalidade por cento do capital social, deliberaram por Maputo, onze de Maio de dois mil e doze.
das suas quotas a favor da empresa Jindal Metal unanimidade no aumento do capital social de — O Técnico, Ilegível.
and Mining (International) Limited, deixando cem mil meticais para quarenta e nove milhões,
deste jeito de ter qualquer participação na duzentos e sessenta e oito mil, seiscentos e
sociedade. oitenta meticais, cedência de cotas e entrada Organização Lúcia Joaninha
Gozando do seu direito de preferência na de novos sócios: Mário Carlos e Filhos,
aquisição das quotas supra mencionada, o O sócio Jindal Metal & Mining Limited,
sócio Jindal Metal and Mining (International), Limitada
detentor de (51%) cinquenta e um por
Limited, disse aceitar as cedências efectuadas
cento das quotas da sociedade, disse Certifico, para efeitos de publicação, que
e nada ter contra a entrada dos novos sócios
dividir a sua quota em três partes, cedendo no dia vinte e três de Maio de dois mil e doze,
na sociedade, nos precisos termos supra
(9,640%) nove seiscentos e quarenta por foi na Conservatória do Entidades Legais sob
mencionados.
cento a favor de Jindal Metal and Mining NUEL 100295008, uma sociedade denoiminada
Em consequência do aumento do capital e
(International) Limited e, (25%) a favor do Organização Lúcia Joaninha Mário Carlos e
a cessão de quotas, fica assim alterado o artigo
sócio Ntuanano Energy SA, reservando para Filhos, Limitada, entre:
quinto do pacto social, o qual passa a ter a
si os remanescentes (16,360%) dezasseis André Diniz Carlos Moiane, solteiro, maior,
seguinte nova redacção:
natural de Quelimane, residente nesta cidade,
virgula trezentos e sessenta por cento.
ARTIGO QUINTO portador do Bilhete de Identidade número
Por sua vez, a Ntuanano Energy SA, disse
110100693970A, de oito de Novembro de dois
(Capital social) aceitar estas quotas e, unifica estas com
mil e dez, emitido pelo Arquivo de Identificação
as que já detinha na sociedade, passando a Civil de Maputo; e
O capital social, integralmente subscrito
ser detentora de setenta e quatro por cento Lúcia Joaninha Mário Carlos, solteira, maior,
e realizado em dinheiro, é de onze milhões
das quotas da sociedade e, nada ter contra a natural de Alto-Molocuè, residente nesta cidade,
quinhentos trinta e quatro mil, quinhentos
meticais, correspondente a soma de duas entrada dos novos sócios na sociedade, nos portadora de Bilhete de Identidade número
quotas assim distribuídas: precisos termos supra mencionados. 100100613463S, de vinte e um de Outubro
a) Uma quota no valor nominal Em consequência do aumento do capital e de dois mil e dez, emitido pelo Arquivo de
de seis milhões, cento e seis a cessão de quotas, fica assim alterado o artigo Identificação Civil de Maputo.
mil, quatrocentos e setenta quinto do pacto social, o qual passa a ter a É celebrado nos termos do artigo noventa do
e nove meticais, sessenta e seguinte nova redacção: Código Comercial, um contrato de sociedade
29 DE MAIO DE 2012 564 — (123)

que se regerá pelos termos constantes dos Dois) O capital social poderá ser aumentado Três) Os administradores poderão delegar
artigos seguintes: por uma ou mais vezes, com ou sem entrada entre si poderes de representação da sociedade
de novos sócios, por decisão unânime da e para pessoas estranhas a delegação de poderes
ARTIGO PRIMEIRO assembleia geral dos sócios. será feita mediante deliberação da assembleia
(Denominação social) geral.
ARTIGO SEXTO Quatro) Para que a sociedade ficar
A sociedade adopta a denominação de
(Cessão de quotas) validamente obrigada nos seus actos e
Organização Lúcia Joaninha Mário Carlos e
contratos, será necessária a assinatura de
Filhos, Limitada, e será regida pelos presentes Um) É livremente permitida a cessão, total
ambos administradores, ou de um procurador
estatutos e demais legislação aplicável na ou parcial, de quotas entre os sócios, ficando,
da sociedade com poderes para o efeito.
República de Moçambique. desde já, autorizadas as divisões para o efeito;
Cinco) Os actos de mero expediente serão
porém, a cessão a estranhos depende sempre do
ARTIGO SEGUNDO assinados por qualquer um dos sócios ou
consentimento da sociedade, sendo, neste caso,
reservado à sociedade, em primeiro lugar, e aos por empregado da sociedade devidamente
(Sede social)
sócios não cedentes em segundo lugar, o direito autorizado.
Um) A sociedade tem a sua sede social na
de preferência, devendo pronunciar-se no prazo ARTIGO DÉCIMO
cidade de Maputo.
de trinta dias a contar da data do conhecimento,
Dois) Por simples deliberação da (Morte ou interdição)
se pretendem ou não usar de tal direito.
administração, poderá a sede social ser
Dois) Para os efeitos do disposto no número
transferida para outro local dentro da mesma No caso de morte ou interdição de alguns
um deste artigo, o sócio cedente notificará a
cidade ou para outra cidade, bem como, criar e sócios e quando sejam vários os respectivos
sociedade, por carta registada com aviso de
encerrar sucursais, agências, filiais, delegações, sucessores, estes designarão entre si um que a
recepção, da projectada cessão de quota ou
ou outras formas de representação em território todos represente perante a sociedade enquanto
parte dela.
nacional ou no estrangeiro. a divisão da respectiva quota não for autorizada
Três) No caso de a sociedade ou dos sócios
ou se autorização for denegada.
ARTIGO TERCEIRO pretenderem exercer o direito de preferência
conferido nos termos do número um do presente ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
(Duração)
artigo deverão, comunicá-lo ao cedente no prazo
A duração da sociedade é por tempo de trinta dias contados da data da recepção da (Do balanço)
indeterminado, contando-se o seu inicio para carta, referida no número dois deste artigo. Um) O exercício social coincide com o
todos os efeitos legais, a partir da data da sua Quatro) A falta de resposta pela sociedade ano civil.
constituição. e pelos restantes sócios no prazo que lhes Dois) O balanço e as contas de resultado
incumbe dá-la, entende-se como autorização fechar-se-ão com referência a trinta e um de
ARTIGO QUARTO para a cessão e renúncia por parte da sociedade Dezembro do ano correspondente e serão
(Objecto) e dos restantes sócios aos respectivos direitos submetidas a apreciação da assembleia geral
Um) A sociedade tem por objecto: de preferência. ordinária dentro dos limites impostos pela lei.
a) Indústria de panificação;
b) Comércio; ARTIGO SÉTIMO
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
c) Importação e exportação. (Amortização de quotas)
(Dissolução)
Dois) A sociedade poderá igualmente A sociedade poderá amortizar quotas nos
exercer qualquer outra actividade de natureza termos previstos na lei. A sociedade só se dissolve nos casos previstos
comercial ou industrial por lei permitida ou na lei, dissolvendo-se por acordo dos sócios
para que obtenha as necessárias autorizações, ARTIGO OITAVO resultando serem todos eles liquidatários.
conforme deliberação dos sócios. (Assembleias gerais)
Três) Por deliberação da assembleia geral ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
a sociedade poderá adquirir participações, Um) As assembleias gerais serão convocadas
por comunicação escrita enviada aos sócios com, (Legislação aplicável)
maioritárias ou minoritárias, no capital de
outras sociedades, nacionais ou estrangeiras, pelo menos quinze dias de antecedência, salvo Todas as questões não especialmente
independentemente do ramo de actividade. nos casos em que a lei exija outras formalidades, contempladas pelos presentes estatutos serão
e sem prejuízo das outras formas de deliberação reguladas pelo Código Comercial e pela
ARTIGO QUINTO dos sócios legalmente previstas. demais legislação aplicável na República de
(Capital social) Dois) O sócio impedido de comparecer à Moçambique.
reunião da assembleia geral poderá fazer-se Maputo, vinte e três de Maio de dois mil e
Um) O capital social, integralmente realizado
representar por qualquer pessoa, mediante carta doze. — O Técnico, Ilegível.
e subscrito em dinheiro, é de quarenta mil
por ele assinada.
meticais, e corresponde à soma de duas quotas
assim distribuídas: ARTIGO NONO
a) Uma quota com o valor nominal de Fratterosa, Limitada
(Administração e representação)
trinta mil meticais, o correspondente
a setenta e cinco por cento do Um) A administração da sociedade e a Certifico, para efeitos de publicação, que
capital social, pertencente à sócia sua representação em juízo e fora dela, activa no dia vinte e três de Maio de dois mil e doze,
Lúcia Joaninha Mário Carlos; e passivamente será exercida por um ou foi na Conservatória do Entidades Legais sob
b) Uma quota com o valor nominal de mais administradores a serem nomeados em NUEL 100294915, uma sociedade denominada
dez mil meticais, o correspondente assembleia geral. Fratterosa, Limitada, entre:
a vinte e cinco por cento do capital Dois) Os administradores são investidos dos Primeiro: Patrizio Adriano Bellusci, casado,
social, pertencente ao sócio André poderes necessários para o efeito de assegurar com Federica Bellusci em regime de separação
Diniz Carlos Moiane. a gestão corrente da sociedade. geral de bens, natural de África do Sul
564 — (124) III SÉRIE — NÚMERO 13

e residente na Ponta D’Ouro, Distrito de ARTIGO QUARTO ARTIGO OITAVO


Matutuine, província de Maputo, portador do
Participações Divisão e cessão de quotas
Passaporte número A01444325, emitido na
Africa do Sul; A sociedade poderá participar em sociedades Um) A divisão e cessão de quotas entre os
Segundo: Giordano Luigi Bellusci, solteiro, nacionais ou estrangeiras, em projectos de sócios é livre e não carecem do consentimento
natural de África do Sul e residente na Ponta desenvolvimento que directa ou indirectamente da sociedade.
D’Ouro, Distrito de Matutuine, província concorram para o preenchimento do seu objecto Dois) A divisão e cessão de quotas a favor
de Maputo, portador do Passaporte número social, ou ainda participar em empresas, terceiros, bem como a constituição de qualquer
453335564, emitido na África do Sul; associações empressariais, agrupamentos de ónus ou encargos sobre a mesma, carecem de
Terceiro: Romi Egle Bellusci, solteiro, empresas ou outra forma de associação. uma autorização prévia da sociedade, dada por
natural de África do Sul e residente na Ponta deliberação da assembleia geral.
ARTIGO QUINTO
D’Ouro, Distrito de Matutuine, província Três) Os sócios gozam do direito de
Capital social preferência na cessão de quotas a terceiros,
de Maputo, portador do Passaporte número
475639570, emitido na África do Sul; Um) O capital social, integralmente na proporção das suas quotas e com direito de
Quarto: Matteo Piero Bellusci, solteiro, subscrito e realizado em dinheiro, é de vinte acrescer entre si.
natural de África do Sul e residente na Ponta mil meticais, correspondente à soma de quatro
quotas, repartido pelos sócios nas seguintes ARTIGO NONO
D’Ouro, Distrito de Matutuine, Provincia
proporções: Amortização
de Maputo, portador do Passaporte número
a) Onze mil meticais, correspondente
483989412, emitido na África do Sul. Um) A sociedade poderá amortizar as quotas
a cinquenta e cinco por cento do
Pelo presente contrato de sociedade outorgam dos sócios nos seguintes casos:
capital social, subscrita pelo sócio
e constituem entre si uma sociedade por quotas a) Por acordo com sócio titular;
Patrizio Adriano Bellusci;
de responsabilidade limitada, que se regerá pelas b) Se a quota for arrolada, penhorada,
b) Três mil meticais, correspondente a
cláusulas seguintes: quinze por cento do capital social, arrestada ou sujeita providência
subscrita pelo Giordano Luigi judicial de qualquer espécie ou por
ARTIGO PRIMEIRO
Bellusci; qualquer forma deixar de estar na
Denominação c) Três mil meticais, correspondente a disponibilidade do seu titular;
Um) A sociedade, de direito privado quinze por cento do capital social, c) No caso de falência ou dissolução do
e de responsabilidade limitada adopta a subscrita pelo Romi Egle Bellusci; sócio, sendo pessoa coletiva ou
denominação de Fratterosa, Limitada. d) Três mil meticais, correspondente morte, interdição, inabilitação ou
Dois) A sociedade é por tempo indeterminado, a quinze por cento do capital insolvência do sócio sendo pessoa
é dotada de personalidade e capacidade social, subscrita pelo Matteo Piero singular;
jurídicas, autonomia financeira e patrimonial e Bellusci. d) Cessão de terceiros sem observação
persegue fins lucrativos. Dois) Os aumentos do capital social que do estipulado no artigo oitavo do
no futuro se tornem necessários a equilibrada presente pacto.
ARTIGO SEGUNDO expansão das actividades sociais e as Dois) O preço da amortização, se a lei não
Sede modalidades das respectivas realizações serão dispuser de outro modo, será igual ao valor da
deliberadas em assembleia geral, para o que quota apurado no último balanço da sociedade
A sociedade tem a sua sede e escritórios na
os sócios observarão as formalidades legais legalmente aprovado, a amortizar segundo
Ponta D’Ouro Distrito de Matutuíne, podendo,
aplicáveis. deliberação da assembleia geral.
por deliliberação da assembleia geral, abrir
sucursais, delegações, agências ou outra ARTIGO SEXTO ARTIGO DÉCIMO
forma de representação social onde e quando a
Património
sociedade julgar pertinente. Assembleia geral
Constitui património da sociedade, para além Um) A assembleia geral é constituida por
ARTIGO TERCEIRO
do capital social realizado, todos os direitos,
todos sócios e reunirá ordinariamente duas
Objecto bens móveis e imóveis adquiridos em nome e
vez por ano, para apreciação ou modificação
Um) A sociedade tem em vista a realização para a sociedade.
do balanço ou contas do exercício e para
das seguintes actividades: deliberar sobre quaisquer outros assuntos
ARTIGO SÉTIMO
a) Desenvolver de actividades de para que tenha sido devidamente convocada
recreação para turismo; Suprimentos e prestaçoes suplementares e extraordinariamente sempre que se torne
b) Exploração de restaurantes; necessário.
Um) Poderão ser exigidas prestações
c) Aluguer de casas de praia; Dois) A assembleia geral será convocada
suplementares de capital a favor da sociedade,
d) Aluguer de barcos de pedais, motos desde que a assembleia geral assim o decida. pelo gerente ou por qualquer dos sócios, por
águarios, motos todo terreno e Dois) Os sócios poderão efectuar à sociedade correspondência registada, com a indicação
trampolim; suprimentos de que carecer, nos termos que da respectiva ordem de trabalhos com uma
e) Importação e exploração de produtos forem definidos pela assembleia geral, que antecedência mínima de trintas dias.
pesqueiros; fixará os juros e as condições de reembolso. Três) São dispensadas as formalidades
f) Representação comercial de marcas e Três) Os suprimentos a que se refere o da convocação da assembleia geral quando
patentes internacionais. número anterior constarão de acordo reduzido os sócios concordarem todos por escrito
Dois) A sociedade poderá ainda exercer outras a escrito, devendo constar, obrigatoriamente, que ela delibere, considerando-se válidas
actividades subsidiárias ou complementares ao a possibilidade de conversão em entrada de as deliberações tomadas, desde que tais
objecto social aqui descrito. capital. deliberações não impliquem alterações do
29 DE MAIO DE 2012 564 — (125)

pacto social, dissolução da sociedade, cessão ou ARTIGO DÉCIMO QUARTO conservatória, foi constituida entre: Arlindo luís,
divisão de quotas, casos em que se observará o andré johan Bothma e Carlitos Pedr Nhaposse,
Dissolução e liquidação
estatuído na lei. uma sociedade denominada Arlindo’s Camp
Quatro) A reunião da assembleia geral terá A sociedade só se dissolve termos fixados na site, Limitada que rege-se pelas cláusulas
lugar na sede da sociedade, podendo reunir lei ou por deliberação da assembleia geral. constantes dos seguintes artigos:
em qualquer outro local, acidentalmente, se
o interesse social o ditar e será presidida pelo ARTIGO DÉCIMO QUINTO ARTIGO PRIMEIRO
sócio maioritario ou pelo sócio gerente. Morte ou interdição Sempre que julgar conveniente a sociedade
Cinco) As deliberações da assembleia geral poderá criar delegações, filiais, sucursais ou
serão tomadas por maioria simples, excepto nos No caso de morte ou interdição de algum qualquer outra forma de representação social
casos em que a lei comercial ou os estatutos dos sócios e quando sejam vários os respectivos no país ou no estrangeiro.
exijam uma maioria qualificada de setenta e sucessores, estes designarão entre si um que a
cinco por cento do capital. todos represente perante a sociedade, enquanto ARTIGO SEGUNDO
Seis) Os sócios que sejam pessoas coletivas a divisão da respectiva quota não for autorizada
A Sociedade durará por tempo indeterminado,
designarão por carta enviada á sociedade a ou se a autorização for denegada.
contando-se o inicio da actividade a partiir da
pessao física que os represente e os respectivos data da assinatura da presente escritura.
poderes e duração do mandato. ARTIGO DÉCIMO SEXTO
Balanço e contas ARTIGO TERCEIRO
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Um) O exercício fiscal concide com o ano Um) A sociedade tem por objectivos:
Competência da assembleia geral a) Exploração de empreendimentos
civil.
Compete à assembleia geral o seguinte: Dois) O Balanço e as contas do exercício turísticos, hoteleiras e similares;
a) Eleição e destituição da adminis- fechar-se-ão com referência a trinta e um de b) Organização de safaris fotógraficos,
tração; Dezembro do ano correspondente, e serão pesca desportiva e mergulhos
b) Alteração dos estatutos; submetidos à apreciação da assembleia geral aquáticos;
c) Aumento e redução do capital social; ordinária dentro dos limites impostos pela lei c) Importação e exportação, distribuição
d) Transformação, cisão, e fusão da Três) Os lucros líquidos apurados em cada e comercialização de equipamentos
sociedade. exercício deduzidos da parte destinada a reserva e acessóris de pesca industrial e
legal e outras aplicações deliberadas pela desportiva de produtos marinhos e
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO seus derivados.
sociedade, serão distribuídos pelos sócios na
Dois) A celebração de estudos e projectos
Administração proporção das suas quotas.
e a prestaç1ao de serviços de consultoria
Um) A administração da sociedade e sua ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO relacionados com actividade principal da
representação, em juíz o e fora dele, activa sociedade.
ou passivamente, compete ao gerente da Omissões Três) A sociedade poderá exercer outras
sociedade, por mandatos de um ano renovável, Em tudo quanto esteja omisso nos presentes actividades conexas, complementares ou
que, dispensado de prestar caução, disporá dos estatutos regularão as disposições da Lei subsidiárias do objecto social principal,
mais amplo poderes consentidos para execução Comercial e demais legislação em vigor an participar no capital de outras sociedades ou
e realização do objecto social. República de Moçambique. associar-se em outras sociedades.
Dois) O gerente poderá, designadamente,
abrir e movimentar contas bancárias, aceitar, ARTIGO DÉCIMO OITAVO ARTIGO QUARTO
sacar endossar letras e livranças e outros efeitos Um) O capital social, integralmente subscrito
Disposição transitória
comerciais, arrendar e alugar imóveis. e realizado em dinheiro, é de duzentos mil
Três) Para que a sociedade fique validamente Até a realização da primeira reunião da meticais, correspondente à soma de três quotas
obrigada nos seus actos e contratos é necessária assembleia geral que designará o gerente nos assim distribuidas:
a assinatura conjunta do gerente e de qualquer termos do artigo nono dos presentes estatutos, a) Arlindo Luis, casado, de nacionalidade
um dos sócios. fica desde já nomeado gerente para obrigar e moçambicana, titular do Bilhete de
Quatro) A remuneração dos gerentes será representar validamente a sociedade o sócio Identiade número zero oito zero dois
fixada na assembleia geral. Patrizio Adriano Bellusci. sete nove oito oito e sete C, emitido
Cinco) Quando os gerentes forem pessoas Maputo, vinte e três de Maio de dois mil pela Direcção de Identificação de
colectivas, esta designará a pessoa física que a e doze. — O Técnico, Ilegível. Maputo aos doze de Abril de dois
representa na gerência, mediante carta dirigida mil e sete, com cinquenta e um por
aos sócios da sociedade. cento do capital social;
Seis) Em caso algum, a sociedade poderá b) André Johan Bothma, casado de
prestar garantias pessoais ou reais a obrigações nacionalidade sul africana, titular do
alheias, excepto se houver interesse próprio
Arlindo’s Camp Site,
Passaporte número A zero um sete
da sociedade justificado por deliberação da Limitada cinco nove sete quato dois, emitido
assembleia geral. Certifico, para efeitos de publicação, que por pela Autoridade Sul Africana aos
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO escritura de onze de maio de dois mil e doze, inte e quatro de Maio de dois mil e
Fiscalização lavrada a folhas cinquenta e uma e seguintes onze, com 44% (quarenta e quatro
de livro de notas para escrituras diversas por cento) do capital social);
A fiscalização dos negócios será exercida número cento e vinte, desta conservat’oria c) Carlitos Pedro Nhapossse, casado, de
pelos sócios, podendo mandar um ou mais com atribuições notariais, a cargo da Essineta nacionalidade moçambicana, titular
auditores para o efeito. Tinosse Massicame, conservadora da mesma do recibo de pedido de Bilhete de
564 — (126) III SÉRIE — NÚMERO 13

Identidade, número oito dois quatro PRESTEC-Prestacão de de folhas doze a folhas doze do livro número
seis quatro um zero e cinco, emitido Serviços Temporários a oitocentos e vinte e três traço B, do Primeiro
pelo Posto de Identificação Civil de Empresa de Construção, Cartório Notarial da Cidade de Maputo, a cargo
Massinga, aos vinte e três de Janeiro Sociedade Unipessoal, de Lubélia Ester Muiuane, notária do referido
de dois mil e doze, com 5% (cinco Limitada cartório, procedeu-se na sociedade em epígrafe
or centos) do capital social.
Certifico, para efeitos de publicação, que à alteração da cláusula segunda e da cláusula
Dois) Não são exigíveis prestações
por escritura de dezanove de setembro de dois quinta dos estatutos da sociedade, passando os
suplementares de capital, mas os sócios carece
mediante a estabelecer em assembeia geral. mil e onze,exarada de folhas doze a folhas mesmos a ter a seguinte redacção:
Três) A Assembleia fica reservada ao direito catorze, do livro de notas para escrituras
diversas número setecentos e setenta traço CLÁUSULA SEGUNDA
de preferência perante terceiros.
D,do Terceiro Cartório Notarial, perante (Objecto)
ARTIGO QUINTO Lucrécia Novidade de Sousa Bonfim,técnica
superior N1 e notária em exercício no referido Um) A sociedade tem por objecto a
A sociedade tem a faculdade de amortizar
cartório, procedeu-se na sociedade em epígrafe comercialização de moeda estrangeira,
as quotas por acordo com os respectivos
a divisão, cessão de quotas, entrada de novos a compra e venda de notas e moedas
proprietários ou quando qualquer quota for
sócios e alteracão parcial, onde o sócio Manuel estrangeiras, bem como a compra de cheques
penhorada arrastada ou por qualuqer outro meio
Moreira Lopes, divide a sua quota de vinte mil de viagem e a venda de moeda nacional por
apreendido judicialmente.
meticais em duas novas quotas desiguais,uma
desconto de cartões de crédito.
ARTIGO SEXTO no valor nominal de catorze mil meticais
Dois) A sociedade tem ainda por objecto
correspondente a setenta por cento do capital
A assembleia geral reunir-se-á ordinariamente social, pertencente ao sócio Arlindo Julai a venda de cheques de viagem, recebidos à
uma vez por ano para aprovação do balanço e Langa, e outra no valor nominal de seis mil consignação, mediante autorização prévia
contas de exercício e deliberar sobre quaisquer meticais correspondente a trinta por cento do do Banco de Moçambique.
outros assuntos para que tenha sido convocada capital social pertencente ao sócio Gabriel
e extrardinariamente sempre que tal se mostre Zitha, se apartando assim da sociedade que,em CLÁUSULA QUARTA
necessário. consequência da operada cessão de quotas, (Capital social)
entrada de novos sócios e alteração parcial
ARTIGO SÉTIMO Um) o capital social, integralmente
do pacto social, é assim alterada a redacção
A assembleia geral será convocada pela do artigo quarto do pacto social que rege a subscrito e realizado, é de seis milhões
gerência com uma antecedência mínima de mesma sociedade o qual passa a ter a seguinte duzentos e cinquenta mil meticais,
quinze dias, por carta registada com aviso de e nova redacção: correspondente à soma de duas quotas
recepção. desiguais distribuídas da seguinte forma:
ARTIGO QUARTO
a) Uma quota no valor nominal de
ARTIGO OITAVO Capital social
cinco milhões seiscentos e
Um) A administração e gerência da O capital social, integralmente subscrito vinte e cinco mil Meticais) que
sociedade será exercida pelo sócio Carlitos e realizado em dinheiro, é de vinte mil pertence ao sócio ULTRA-
Pedro Nhaposse, o qual poderá no entanto meticais correspondente à soma de duas
SGPS, SA, correspondente a
contratar uma pessoa para gerir e adminsitrar quotas desiguais assim distribuídas:
noventa por cento;
a sociedade. a) Uma quota no valor nominal
Dois) Compete a gerência da representação de catorze mil meticais, b) Uma quota no valor de seiscentos
da sociedade em todos os actos, activa e correspondente a setenta e vinte e cinco mil meticais
passivamente em juízo e fora dele, dispondo por cento do capital social, que pertence ao sócio José
dos mais amplos poderes para prossecução pertencente ao sócio Arlindo Manuel Martins de Carvalho,
dos fins sociais, gestão corrente dos negócios Julai Langa; correspondente a dez por
e contratos sociais. b)Uma quota no valor de seis mil cento;
meticais,correspondente a Dois) o capital social poderá ser aumentado
ARTIGO NONO trinta por cento do capital ou diminuído mediante deliberação da
A movimentação de conta bancária obriga-se social,pertencente ao sócio
assembleia geral, alterando-se, em qualquer
pelas assinaturas de todos os sócios, podendo Gabriel Zitha.
dos casos, o pacto social, para o que se
delegar um dos sócios caso for necessário. Que em tudo não alterado por esta escritura
pública continuam a vigorar as disposicões do observarão as formalidades estabelecidas
ARTIGO DÉCIMO pacto social anterior. na legislação aplicável, incluindo, as
Está conforme estabelecidas na lei das instituições de
O exercício social coincide com ano civil. crédito e sociedades financeiras e respectivo
Maputo, cinco de Outubro de dois mil
O balanço e contas de resultados fechar-se-á
e onze. — O Ajudante, Ilegível. regulamento.
com referencia a trinta e um de Dezembro de
Três) Deliberando qualquer aumento do
cada ano e serão submetidos a aprovação da
assembleia geral. capital, será o montante rateado pelos sócio
existentes na proporção das suas quotas,
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO Novacâmbios Moçambique – os quais deverão realizar imediatamente
Os lucros da sociedade serão repartidos pelos Casa de Câmbios, Limitada cinquenta por cento, competindo à assembleia
sócios, na proporção das respectivas quotas, geral deliberar como e em que prazo deverá
depois de deduzida a percentagem destinada Certifico, para efeitos de publicação, que ser feito o pagamento do remanescente, sem
ao fundo de reserva legal. por escritura de vinte e seis de Abril, lavrada prejuízo da legislação aplicável.
29 DE MAIO DE 2012 564 — (127)

Quatro) Não haverá prestações ARTIGO QUARTO querendo poderá o mesmo direito ser exercido
suplementares de capital mas, os sócios Objecto pelo sócio.
poderão fazer à caixa social os suprimentos
de que ela carece, ao juro e demais condições Um) A sociedade tem por objecto principal: CAPÍTULO III
estabelecidas em assembleia geral. fabricação de carroçarias, reboques, semi
Da assembleia geral , gerência
Está conforme. reboques, equipamentos agrícolas e sua
e representação da sociedade
comercialização; importação e xportação de
Maputo, aos vinte e seis de Abril de dois mil
seus afins; venda e aluguer de equipamentos; ARTIGO OITAVO
e doze. — A Notária, Ilegível.
desenvolvimento de outras actividades conexas
Assembleia geral, gerência e representação
ou complementares ao objecto princiapl, desde
da sociedade.
que obtidas as devidas autorizações.
Parágrafo primeiro: A assembleia geral
AFRICIMAR MZ, Limitada Dois)O sócio poderá admitir outros
reunir-se-á ordinariamente uma vez por ano,
accionistas mediante o seu consentimento nos
para deliberar sobre o balanço e o relatório de
Certifico, para efeitos de publicação, que termos da legislação em vigor.
contas do exercício, analisar a eficiência de
por contrato de sociedade celebrado nos termos Três) A sociedade poderá, mediante
gestão, nomear ou exonerar corpos gerentes,
do artigo noventa, do Código Comercial, é deliberação da assembleia geral, associar-se
definir a política empresarial a observar nos
com outras empresas, quer participando no
constituída uma sociedade unipessoal limitada, exercícios subsequentes e pronunciar-se sobre
seu capital requer em regime de participação
entre Serafim Rodrigues da Silva, natural de qualquer aspecto da vida da sociedade que o
não societária e interesse, segundo quaisquer
Arvore Vila do Conde-Portugal, Casado com sócio venha a propôr e extraordinariamente
modalidades admitidas por lei.
Helena Maria de Barros Neves, em regime Quatro) A sociedade poderá exercer sempre que seja necessário.
de comunhão de adquiridos, e residente no actividades em qualquer outro ramo, que o Parágrafo segundo:As reuniões da assembleia
Bairro Triunfo, terceiro Avenida número sócio resolva explorar e para os quais obtenha geral, realizar-se-ão de preferência na sede da
trezentos e sessenta e cinco Maputo, portador as necessárias autorizações. sociedade e sua convocação será feita pelo sócio
ou por um dos gerentes, por meio de carta com
do Passaporte n.° L006799 emitido aos quinze
CAPÍTULO II aviso de recepção, expedida com antecedência
de Julho de dois mil e nove, pelo Governo Civil
mínima de trinta dias.
de Lisboa, que se rege pelas cláusulas contantes Do capital social
nos artigos seguintes: ARTIGO NONO
ARTIGO QUINTO
CAPÍTULO I Capital social As asembleias gerais serão presididas
pelo sócio ou seu procurador ou pelo gerente
Da denominação O capital social é de cinquenta mil meticais designado pela assembleia geral ou por qualquer
subscrito, sendo cinquenta mil meticais já representante seu. Em caso de ausência do sócio
ARTIGO PRIMEIRO
realizado e corresponde a uma e única quota designado o presidente da assembleia geral será
Denominação pertencente à Serafim Rodrigues da Silva , o nomeado Ad-hoc pelo sócio.
A sociedade adopta a denominação de que corresponde a cem por cento do capital
social. ARTIGO DÉCIMO
AFRICIMAR MZ, Limitada, que se regerá
Parágrafo único. O capital social poderá ser
pelos presentes estatutos e demais legislação Parágrafo primeiro: É dispensada a
aumentado ou reduzido mediante deliberação
aplicável. do sócio alterando em qualquer dos casos o reunião da assembleia geral e dispensadas as
pacto social em observância das formalidades formalidades da sua convocação quando todo
ARTIGO SEGUNDO o sócio concorde por escrito na deliberação
estabelecidas por lei.
Duração ou concorde por escrito que por esta forma
ARTIGO SEXTO se delibere, considerando-se válidas, nessas
A sua duração é por tempo indeterminado
condições, as deliberações tomadas ainda que
contando-se o seu início a partir da data da Não são exigíveis prestações suplementares
realizadas fora da sede social em qualquer que
presente escritura. do capital, mas o sócio poderá fazer suprimentos
seja o seu objecto.
de que a sociedade carecer, ao juízo e demais
Parágrafo segundo: Exceptuam-se as
ARTIGO TERCEIRO condições a estabelecer.
deliberações que impliquem modificações do
Sede pacto social, divisão ou cessão de quotas, que
ARTIGO SÉTIMO
Um) A sociedade tem a sua sede no Bairo deverão ser tomadas em reunião previamente
Um) A sessão ou divisão de quotas,
Matola Gare, na rua sagrada familia parcela convocada por meio de anúncio e em total
assim como a sua oneração em garantia de
número setecentos e setenta e seis , do fora da quaisquer obrigações do sócio depende do seu conformidade com a lei e estatutos da
Matola, Província de Maputo. consentimento, sendo nulos quaisquer actos sociedade.
Dois) Quando devidamente autorizada pelas de tal natureza que contrariem o disposto no ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
entidades competentes, a sociedade poderá abrir presente número.
ou fechar filiais, sucursais, agências ou outras Dois) A sessão ou divisão de quotas Parágrafo primeiro: O sócio poderá exercer o
formas de representação em território nacional dependerá do consentimento do sócio, ou direito de se representar nas assembleias gerais
deliberação da assembleia geral e só produzirão por alguém mediante os poderes para tal fim
ou no estrangeiro de acordo com a deliberação
efeitos a partir da data da respectiva efectivação conferidos por procuração,carta, e-mail, fax,
tomada para o efeito, pela assembleia geral.
em escrito, mediante acta ou rectificação do outtelex, ou pelos seus legais representantes
Três) A representação da sociedade no
presente contrato. nomeados de acordo com os Estatutos.
estrangeiro poderá ainda ser confiada mediante Três) Á sociedade fica sempre em primeiro Parágrafo segundo: As deliberações da
contrato, á entidades públicas ou privadas lugar reservado o direito de preferência, no assembleia geral, serão tomadas por maioria
legalmente constituídas ou registadas. caso de sessão ou divisão de quotas e não simples de votos presentes ou representados,
564 — (128) III SÉRIE — NÚMERO 13

excepto nos casos em que a lei ou estatutos CAPÍTULO IV designada por sociedade, é uma sociedade
exijam maioria qualificada. Das disposições gerais comercial unipessoal, de responsabilidade
Parágrafo terceiro: Das reuniões da limitada, que se rege pelos presentes estatutos
ARTIGO DÉCIMO SEXTO
assembleia geral, será lavrada acta em que e pelos preceitos legais em vigor na República
constem o nome do sócio ou seus mandatários Parágrafo primeiro: O ano social coincide de Moçambique.
ou de outras pessoas devidamente nomeadas e com o ano civil. Dois) A sociedade constitui-se por tempo
as deliberações tomadas devendo ser assinadas Parágrafo segundo: O balanço e a conta de indeterminado.
por todos que a ela assistam. resultados de cada exercício serão encerrados
com referência a trinta e um de Dezembro e ARTIGO SEGUNDO
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO carecem de aprovação da assembleia geral, que
(Sede)
para o efeito se deve reunir não após um de Abril
Administração gerência e representação. do ano seguinte. A sociedade tem a sua sede em Maputo,
Um) A administração e a representação Parágrafo terceiro: Ouvido o conselho de na Avenida Joaquim Chissano, número mil
da sociedade em juízo e fora dele activa e gerência, caberá a assembleia geral decidir e seiscentos e quarenta e cinco, podendo abrir
passivamente serão exercidas pelo gerenteque sobre aplicação dos lucros apurados, dedução sucursais, delegações, agências ou qualquer
coincidentemente é o sócio único. dos impostos e das provisões legalmente outra forma de representação social ou transferir
Dois) O presidente do conselho de gerência estipuladas. a sede para onde e quando a administração julgar
e os demais membros do conselho se existirem, conveniente.
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
designados pela assembleia geral, com dispensa
de caução, disporão dos mais amplos poderes Parágrafo primeiro: A sociedade só se ARTIGO TERCEIRO
legalmente concedidos para a execução e dissolve nos termos da lei.
(Objecto)
Parágrafo segundo: Dissolvendo-se por
realização do objecto social.
acordo do sócio, este será liquidatário e A sociedade tem por objecto a instalação
Três) Os membros do conselho de gerência,
concluída a liquidação e pagos os encargos o eléctrica, aluguer de máquinas e exploração das
poderão delegar entre si os seus poderes,
produto líquido fica para ele. máquinas, prestação de serviços, comissões,
ou à pessoas estranhas a sociedade para
lhes representar mediante uma procuração importação e exportação daqueles, derivados e
ARTIGO DÉCIMO OITAVO
devidamente reconhecida. similares com importação e exportação.
Em tudo o mais que fique omisso regularão
Quatro) O conselho de gerência poderá
as disposições legais vigentes na República de ARTIGO QUARTO
constituir um mandatário da sociedade mesmo
Moçambique.
a ela estranha conferindo-lhe em seu nome as (Participação noutros empreendimentos)
Está conforme.
respectivas procurações. Matola, vinte e sete de Abril de dois mil Mediante deliberação da respectiva sócia,
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO e doze. — A Assistente Técnica, Ilegível. poderá a sociedade participar, directa ou
indirectamente, em projectos que de alguma
Para que a sociedade fique validamente forma concorram para o preenchimento do seu
obrigada nos seus actos e contratos é bastante: objecto social, bem como aceitar concessões,
a) A assinatura do presidente do conselho
Magamatica, Máquinas
adquirir e gerir participações no capital de
de gerência ou seu mandatário. e Ferramentas - Sociedade quaisquer sociedades, independentemente do
b) A assinatura de um procurador Unipessoal, Limitada respectivo objecto social, ou ainda participar
especialmente constituído nos em empresas, associações empresariais,
termos e limites específicos do Certifico, para efeitos de publicaçÃo, que
agrupamentos de empresas ou outras formas
no dia vinte e tres de Maio de dois mil e doze,
respectivo mandatário. de associação.
foi matricualada na Conaservatória do Regsito
Parágrafo único: Os actos de mero expediente
de Entidades Legais sob NUEL 1002925513 ARTIGO QUINTO
poderão ser individualmente assinados por
uma sociedade denominada Magamatica,
qualquer dos membros do conselho de gerência
Máquinas e Ferramentas, Sociedade Unipessoal, (Capital social)
ou por qualquer empregado da sociedade
Limitada.
devidamente autorizado pelo conselho de O capital social, integralmente subscrito e
É celebrado o presente contrato de sociedade
gerência. realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais, e
Unipessoal, nos termos do artigo noventa do
corresponde a uma quota de igual valor nominal,
ARTIGO DÉCIMO QUARTO Código Comercial:
pertencente ao sócio Alberto José Januario De
Alberto José Januario De Magalhães,
É proibido aos gerentes e procuradores Magalhães.
solteira, maior, natural de Maputo, residente
obrigarem a sociedade em actos estranhos aos na Avenida Joaquim Chissano, número mil ARTIGO SEXTO
negócios da mesma, quando não devidamente e seiscentos e quarenta e cinco , Cidade da
conferidos os poderes de procuradores Matola, Portador do Bilhete de Identidade n.º (Prestações suplementares e suprimentos)
com poderes necessários conferidos para 110101251529S, emitido no dia vinte e nove de Não serão exigíveis prestações suplementares
representarem a sociedade em actos solenes. Junho de dois mil e onze em Maputo, titular do de capital, mas o sócio poderá conceder à
NUIT 113637315. sociedade os suprimentos de que ela necessite,
ARTIGO DÉCIMO QUINTO A presente sociedade reger-se –á pelos nos termos e condições fixados.
Por interdição ou falecimento do sócio, a artigos seguintes:
sociedade continuará com os seus herdeiros ou ARTIGO SÉTIMO
ARTIGO PRIMEIRO
seus representantes legais em caso de interdição (Direito de preferência)
(Denominação e duração)
os quais nomearão um que a todos represente
na sociedade, enquanto a sua quota se mantiver Um) Magamatica, Máquinas e Ferramentas- Goza do direito de preferência, na aquisição
indivisa. -Sociedade Unipessoal, Limitada adiante da quota a ser cedida, a sociedade.
29 DE MAIO DE 2012 564 — (129)

ARTIGO OITAVO Dois) No caso de dissolução por sentença, ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
( (Amortização de quotas) proceder-se-á à liquidação, e os liquidatários,
Um) As deliberações são tomadas por voto
Um) A sociedade poderá amortizar a quota nomeados pela assembleia geral, terão os mais
escrito nos casos em que se dispensa a reunião
do sócio nos seguintes casos: amplos poderes para o efeito.
da assembleia geral.
a) Por acordo com o seu titular; Maputo, vinte e três de Maio de dois mil
Dois) Em regra, as deliberações são tomadas
b) Por falecimento, interdição, inabilitação e doze. — O Técnico, Ilegível.
por maioria simples dos votos dos sócios
ou insolvência do seu titular, sendo presentes, excepto nos casos de aumento
pessoa singular, ou por dissolução de capital, alteração dos estatutos, fusão e
Expresso Carga e Serviços,
ou falência do titular, sendo pessoa dissolução, ou noutros casos expressamente
colectiva; Limitada previstos na lei em que é necessária a maioria
c) Se, em caso de partilha judicial ou Certifico, para efeitos de publicação, que de dois terços.
extrajudicial da quota, a mesma por acta de oito de Novembro de dois mil e
não for adjudicada ao respectivo onze da sociedade Expresso Carga e Serviços ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
sócio; Limitada, Matriculada sob NUEL 100092808, Um) A sociedade tem como gerente, para
d) Se a quota for objecto de penhora ou deliberaram a cessão da quota no valor de vinte os devidos efeitos, a sócia maioritária Sandra
arresto, ou se a sócia de qualquer por cento que o Sócio José Miguel de Freitas Marina da Conceição Silva.
outra forma deixar de poder dispor Ribeiro Pinto Gonçalves possuía no capital Dois) Por deliberação da assembleia geral
livremente da quota. social da referida sociedade e que cedeu à poderá ser designado outro gerente que não seja
Dois) O preço da amortização será apurado Sandra Marina da Conceição Silva. sócio da sociedade a quem lhe será conferido
com base no último balanço aprovado, acrescido Em consequência é alterado a redacção poderes especiais de gestão e representação.
da parte proporcional das reservas que não dos artigos quinto, décimo, décimo primeiro,
se destinem a cobrir prejuízos, reduzido ou décimo segundo, décimo terceiro, décimo ARTIGO DÉCIMO QUARTO
acrescido da parte proporcional da diminuição quarto e décimo quinto, dos estatutos que
Um) Para a prática de quaisquer actos a
ou aumento do valor contabilístico posterior passam a ter a seguinte redacção:
sociedade fica obrigada:
ao referido balanço. O preço assim aprovado
será pago nos termos e condições aprovadas ARTIGO QUINTO a) Pela assinatura da sócia gerente;
em assembleia geral. O capital social, integralmente subscrito e b) alternativamente, pela assinatura
realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais, da sócia gerente e de mais um
ARTIGO NONO trabalhador da empresa devidamente
correspondente a uma quota de igual valor
(Administração) detida pela sócia Sandra Marina da Conceição credenciado para efeitos de abertura
Um) A administraçã será confiada ao Silva, correspondente a cem por cento do e movimentação de contas bancárias
senhor Alberto José Januario de Magalhães, capital social. e solicitação de créditos.
que desde já fica nomeado administrador. ---------------------------------------------------- Dois) Os actos de mero expediente poderão
Dois) A sociedade ficará obrigada pela ser assinados por qualquer um dos sócios ou
ARTIGO DÉCIMO
assinatura do administrador, ou de um gerente empregado devidamente autorizado.
ou de procurador especialmente constituído pela A assembleia geral é constituída por todos os
administração, nos termos e limites específicos sócios e a suas deliberações são vinculativas. ARTIGO DÉCIMO QUINTO
do respectivo mandato. Um) O sócio gerente maioritário e o gerente
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
designado pela assembleia geral não podem de
ARTIGO DÉCIMO
Um) A assembleia geral reúne-se ordinaria- forma alguma delegar a totalidade dos poderes
(Balanço e contas)
mente duas vezes por ano, a fim de apreciar e de gestão da sociedade.
Um) O ano social coincide com o ano votar o relatório de gestão, o balanço e as contas Dois) É permitido a ambos gerentes cons-
civil. de cada exercício económico, deliberar sobre a tituir mandatários judiciários ou de outra
Dois) O balanço e as contas anuais encerrar- aplicação dos resultados apurados bem como natureza para a prática de actos que pela sua
se-ão com referência a trinta e um de Dezembro tratar de qualquer outro assunto para que tenha complexidade exijam habilitações técnico
de cada ano, e carecem da aprovação da sido convocada. profissionais especiais.
assembleia geral, a qual deverá reunir-se para Dois) A assembleia geral reúne-se extra- Conservatória do Registo das Entidades
o efeito até ao dia trinta e um de Março do ano ordinariamente sempre que necessário, por Legais. — O Técnico, Ilegível.
seguinte. iniciativa de qualquer um dos sócios bastando
para o efeito a mera comunicação por correio
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO electrónico ou por carta com antecedência de
(Aplicação de resultados) pelo menos quarenta e oito horas.
Dos lucros apurados em cada exercício Três) São dispensadas as reuniões de
Ingérop Moçambique,
deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem assembleia geral quando todos os sócios Limitada
estabelecida para a constituição do fundo de concordem por escrito sobre o assunto a ser
Certifico, para efeitos de publicação, que
reserva legal, enquanto não estiver realizado motivo de debate e deliberação.
por acta número três barra dois mil e doze,
nos termos legais ou sempre que seja necessário Quatro) As reuniões da assembleia geral são
reintegrá-lo. obrigatórias quando se trate de deliberações que de dezanove de Março de dois mil e doze, da
importem a modificação do contrato social ou assembleia geral extraordinária da sociedade
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO dissolução da sociedade. Ingérop Moçambique, Limitada, matriculada na
(Dissolução e liquidação) Cinco) A assembleia geral será convocada Conservatória do Registos das Entidades Legais
Um) A sociedade dissolve-se nos casos e nos para os termos do número anterior por meio de sob o Número da Entidade Legal, 100115859, os
termos estabelecidos por lei e pelos presentes correio electrónico dirigido a cada sócio com sócios deliberaram a cessão de duas quotas no
estatutos. antecedência mínima de pelo menos cinco dias. valor de vinte mil meticais, correspondente a dez
564 — (130) III SÉRIE — NÚMERO 13

por cento do capital social e de dez mil meticais Que em tudo o mais não alterado, continuam Dois) A sociedade poderá exercer outras
correspondente a cinco por cento do capital em vigor as disposições do pacto social actividades conexas com o seu objecto principal
social que os sócios Rui Manuel de Sousa Melo anterior. e desde que para tal obtenha aprovação das
e Valentina da Luz Guebuza respectivamente Conservatória de Registo das Entidades entidades competentes.
possuiam na referida sociedade e que cederam Três) A sociedade poderá adquirir partici-
Legais, Maputo, vinte e dois de Maio de dois
pações financeiras em sociedades a constituir
à sócia Ingérop International Consultants (Pty), mil e doze. — O Técnico, Ilegível. ou constituídas, ainda que com objecto diferente
Ltd.
do da sociedade, assim como associar-se
Em consequência das cessões de verificadas, com outras sociedades para a persecução de
é alterada a redacção do artigo terceiro dos objectivos comerciais no âmbito ou não do
estatutos da sociedade, o qual passa a ter a Filipa Martins Consultoria seu objecto.
seguinte e redacção: – Sociedade Unipessoal,
Limitada CAPÍTULO II
ARTIGO TRÊS
Certifico, para efeitos de publicação que Do capital social
(Capital social) no dia dezoito de Maio de dois mil e doze, ARTIGO QUARTO
foi matriculada sob NUEL 100294117,
O capital social, integralmente subscrito uma sociedade denominada Filipa Martins (Capital social)
e realizado em dinheiro, é de duzentos mil Consultoria, Limitada.
O capital social, integralmente subscrito e
meticais, dividido em duas quotas desiguais Filipa Andreia Vicente Martins, solteira, natural a realizado em dinheiro, é de dez mil meticais
na seguinte proporção: de Portugal, de nacionalidade portuguesa, correspondente a uma quota do único sócio,
a) Uma quota no valor de cento residente na Avenida vinte e quatro de Julho, Filipa Andreia Vicente Martins e equivalente a
e quarenta mil meticais, número oitocentos e vinte, terceiro piso porta cem por cento do capital social.
correspondente a setenta número três, Bairro da Polana Cimento,
cidade de Maputo, portadora do Passaporte ARTIGO QUINTO
por cento do capital social,
n.º L499658, emitido aos vinte de Setembro
pertencente à sócia Ingérop (Prestações suplementares)
de dois mil e dez.
International Consultants
Pelo presente contrato de sociedade, outorga O sócio poderá efectuar prestações suple-
(Pty), Ltd; e constitui uma sociedade por quotas unipessoal mentares de capital ou suprimentos à sociedade
b) Uma quota no valor de limitada, denominada Filipa Martins Consultoria nas condições que forem estabelecidas por lei.
sessenta mil meticais, – Sociedade Unipessoal, Limitada, que se regerá
correspondente a trinta pelos artigos seguintes, e pelos preceitos legais ARTIGO SEXTO
por cento do capital social, em vigor na República de Moçambique.
(Administração, representação
pertencente à sócia Focus 21 da sociedade)
CAPÍTULO I
– Gestão e Desenvolvimento,
Da denominação, duração sede Um) A sociedade será administrada pelo sócio
Limitada.
e objecto Filipa Andreia Vicente Martins.
Conservatória do Registo das Entidades Dois) A sociedade fica obrigada pela
Legais,Maputo, aos dezoito de Maio dois mil ARTIGO PRIMEIRO assinatura do administrador, ou ainda por
e doze. — O Técnico, Ilegível. (Denominação e duração) procurador especialmente designado para o
efeito.
A sociedade adopta a denominação Filipa
Três) A sociedade pode ainda se fazer
Martins Consultoria – Sociedade Unipessoal,
representar por um procurador especialmente
Limitada, criada por tempo indeterminado.
International Construção designado pela administração nos termos e
e Imobiliária, Limitada ARTIGO SEGUNDO limites específicos do respectivo mandato.

(Sede) CAPÍTULO III


Certifico, para efeito de publicação, que
por deliberacão dezassete de Maio de dois Um) A sociedade tem a sua sede social em Das disposições gerais
mil e doze, na sede da sociedade International Maputo.
Dois) Mediante simples decisão do sócio ARTIGO SÉTIMO
Construção e Imobiliária, Limitada matriculada
sob o NUEL 100053659, os Sulbha Lalgi, único, a sociedade poderá deslocar a sua sede (Balanço e contas)
Prashna Lalgi, Vikaskumar Lalgi e Rajan para dentro do território nacional, cumprindo os
necessários requisitos legais. Um) O exercício social coincide com o ano
Bala, deliberaram alterar a denominação da civil.
Três) O socio único poderá decidir a abertura
sociedade, alterando assim o artigo primeiro Dois) O balanço e contas de resultados
de sucursais, filiais ou qualquer outra forma de
do pacto social, que passa a ter a seguinte fechar-se-ão com referência a trinta e um de
representação no país e no estrangeiro, desde
e novas redacção: que devidamente autorizada. Dezembro de cada ano.
ARTIGO PRIMEIRO ARTIGO TERCEIRO ARTIGO OITAVO
Denominação e sede (Objecto) (Lucros)
A sociedade adopta a denominação de, Um) A sociedade tem por objecto principal Dos lucros apurados em cada exercício
International Imobiliária, Limitada, com a prestação de serviços nas áreas: deduzir-se-ão em primeiro lugar a percentagem
sua sede na cidade da Maputo, Avenida a) Administrativa; indicada para constituir a reserva legal, enquanto
Hochi Min, número novecentos e quarenta, b) Consultoria; não estiver realizada nos termos da lei ou sempre
rés-do-chão. c) Assessoria. que seja necessária reintegrá-la.
29 DE MAIO DE 2012 564 — (131)

ARTIGO NONO ARTIGO SEGUNDO ARTIGO SÉTIMO


(Dissolução) (Duração) (Balanço e contas)

A sociedade dissolve-se nos casos e nos A sua duração será por tempo indeterminado, Um) O exercício social coincide com o
termos da lei. contando-se o seu início a partir da data da ano civil
constituição. Dois) O balanço e contas de resultados
ARTIGO DÉCIMO
ARTIGO TERECEIRO fechar-se-ão com referência a trinta e um de
(Disposições finais) Dezembro de cada ano.
(Objecto)
Um) Em caso de morte ou interdição de único ARTIGO OITAVO
sócio, a sociedade continuará com os herdeiros ou Um) A sociedade tem por objecto a prestação
representantes do falecido ou interdito, os quais de serviço nas áreas de consultoria, produção, (Lucros)
venda de consumíveis, e outros serviços afim.
nomearão entre si um que a todos represente
Dois) A sociedade poderá adquirir parti- Dos lucros apurados em cada exercício
na sociedade, enquanto a quota permanecer
cipação financeira em sociedade a constituir ou deduzir-se-ão em primeiro lugar a percentagem
indivisa.
já constituídas ainda que tenham objecto social indicada para constituir a reserva legal enquanto
Dois) Em tudo quanto for omisso nos
diferente do da sociedade. não estiver realizada nos termos da lei ou sempre
presentes estatutos aplicar-se-ão as disposições
Três) A sociedade poderá exercer quaisquer que seja necessária a sua reintegração.
do Código Comercial e demais legislação em outras actividades desde que para o efeito
vigor na República de Moçambique. esteja devidamente autorizada nos termos da ARTIGO NONO
Maputo, vinte e três de Maio de dois mil legislação em vigor.
(Dissolução)
e doze. — O Técnico, Ilegível.
ARTIGO QUARTO
A sociedade dissolve-se nos termos da lei.
(Capital social)
ARTIGO DÉCIMO
Chiundu Produções Um) O capital social, integralmente subscrito
e realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais, (Disposições finais)
e Serviços, Sociedade
correspondente à quota do único sócio Júlio
Unipessoal, Limitada Ambali Mendes e equivalente a cem por cento
Um) Em caso de morte ou interdição do
único sócio, a sociedade continuará com os
Certifico, para efeitos de publicação, que do capital social.
herdeiros ou representantes do falecido ou
Dois) É livre a transmissão total ou parcial
no dia vinte e um de Maio de dois mil e doze, interdito, os quais nomearão entre si um que a
de quotas.
foi matriculada na Conservatória do Registo de todos represente na sociedade, enquanto a quota
Entidades Legais sob NUEL 100294443 uma ARTIGO QUINTO permanecer indivisa.
sociedade denominada Chiundu Produções Dois) Em tudo quanto for omisso nos pre-
(Divisão e cessão de quotas)
e Serviços Sociedade Unipessoal Limitada. sentes estatutos aplicar-se-ão as disposições
É celebrado o seguinte contrato de sociedade, O sócio poderá efectuar prestações suple-
do código.
mentares de capital ou suprimentos à sociedade
nos termos do artigo noventa do Código Maputo, vinte e dois de Maio de dois mil
nas condições que forem estabelecidas por lei.
Comercial, entre: e doze. — O Técnico, Ilegível.
Júlio Ambali Mendes, casado com Ruth ARTIGO SEXTO
Dayami Jossai, em regime de comunhão de (Administração, representação
bens, natural de Niassa, de nacionalidade da sociedade)
Novell Contabilidade
Moçambicana, residente na Rua C, número
Um) A administração e gestão da sociedade e Serviços Sociedade
mil e trezentos e oitenta e um, Bairro da
e sua representação em juízo e fora dele, activa Unipessoal, Limitada
Sommershield,casa número cento e oitenta
e passivamente, passam já ao cargo do sócio
e um na cidade de Maputo, portador de Júlio Ambali Mendes como sócio gerente e com Certifico, para efeitos de publicação, que
Bilhete de Identidade n.º 110100084699N, plenos poderes. no dia vinte e um de Maio de dois mil e doze,
emitido aos três de Outubro de dois mil e Dois) O administrador tem plenos poderes foi matriculada na Conservatória do Registo de
onze em Maputo. para nomeiar mandatários à sociedade, conferindo Entidades Legais sob NUEL 100294559 uma
Pelo presente contrato de sociedade, outorga os necessários poderes de representação. sociedade denominada Novell Contabilidade e
e constitui uma sociedade por quotas unipessoal Três) A sociedade fica obrigada pela Serviços Sociedade Unipessoal Limitada.
assinatura de um gerente ou procurador
limitada, que se regerá pelos artigos seguintes É celebrado o presente contrato de sociedade,
especialmente constituído pela gerência nos
e pelos preceitos legais em vigor na República nos termos do artigo noventa do Código
termos e limites específicos do respectivo
de Moçambique. mandato; Comercial, entre:
Quatro) É vedado a qualquer dos gerentes Primeiro: Emilio Orlando Novele, casado,
ARTIGO PRIMEIRO
ou mandatários assinar em nome da sociedade em regime de comunhão geral de bens com a
(Denominação e sede) quaisquer actos ou contratos que digam respeito
senhora Matilde Araújo António Novele, natural
a negócios estranhos a mesma, tais como letras
A sociedade adopta a denominação de de Maputo de nacionalidade moçambicana e
de favor, fianças, avales ou abonações;
Chiundu Produções e Serviços Sociedade Cinco) Os actos de mero expediente poderão residente na Província de Maputo, portador de
Unipessoal Limitada, com sede em Maputo ser individualmente assinados por empregados Bilhete de Identidade n.º 1104293315J, emitido
na Avenida Olof Palme, número seiscentos e da sociedade devidamente autorizados pela aos vinte e um de Janeiro de dois mil e oito em
oitenta, primeiro andar direito. gerência. Maputo.
564 — (132) III SÉRIE — NÚMERO 13

ARTIGO PRIMEIRO ARTIGO SEXTO Nos termos do artigo noventa do Código


Comercial.
Denominação e sede Divisão e cessão de quotas
Esmeralda Maria Morete de Barros Ventura,
A sociedade adopta a denominação Novell Um) Sem prejuízo das disposições legais em divorciada, natural de Angola, de nacionalidade
Contabilidade e Serviços Sociedade Unipessoal vigor a cessação ou alienação de toda a parte portuguesa, residente na Rua de João de Castro
Limitada e tem a sua sede nesta cidade de de quotas deverá ser do consenso dos sócios trezentos vinte e um, casa catorze, bairro de
Maputo, na Rua Consiglier Pedroso, número gozando estes do direito de preferência. Sommerschield, cidade de Maputo, portadora
trezentos e noventa e seis, terceiro andar, Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios do Passaporte n.º L940033, emitido aos dez de
flat trinta e dois, podendo por deliberação da mostrarem interesse pela quota do cedente, este Janeiro de dois mil e doze.
assembleia geral abrir ou encerrar sucursais decidirá a sua alienação a quem e pelos preços Pelo presente contrato escrito particular
dentro e fora de país quando for conveniente. que melhor entender, gozando o novo sócio dos constitui uma sociedade por quotas unipessoal
direitos correspondentes a sua participação na limitada, que se regerá pelos artigos seguintes:
ARTIGO SEGUNDO
sociedade.
Duração CAPÍTULO I
ARTIGO SÉTIMO
A sua duração sera por tempo indeterminado, Da denominação duração, sede
contando-se o seu início a partir da data da Gerência e objecto
celebração da escritura da sua constituição. ARTIGO PRIMEIRO
Um) A administração, gestão da sociedade e
sua representação em juízo e fora dela, activa e (Denominação e duração)
ARTIGO TERCEIRO
passivamente, passa desde já a cargo de único A sociedade adopta a designação de EC
Objecto sócio Emílio Orlando Novele que é nomeado Eventos & Catering – Sociedade Unipessoal,
Um) A sociedade tem por objecto a sociedade sócio gerente com plenos poderes. Limitada, criada por tempo indeterminado.
tem por objecto a prestação de serviços nas Dois) O gerente tem plenos poderes para
ARTIGO SEGUNDO
áreas de consultoria, auditoria, contabilidade, nomear mandatários a sociedade, conferindo, os
necessarios poderes de representação através de (Sede)
assessoria, assistência técnica, contabilidade,
agenciamento, marketing e procurment, consentimento pela assembleia geral. Um) A sociedade tem a sua sede social em
informática, e formação profissional, comissões, Maputo, sita na Rua José Mateus setenta e cinco,
consignações e representações comerciais, ARTIGO OITAVO Bairro Polana, Maputo.
mediação e intermediação comercial, Dissolução
Dois) Mediante simples decisão da sócia
desalfandegamento de mercadorias, instituto única, a sociedade poderá deslocar a sua sede
de beleza, decoração, eventos, agência de A sociedade só se dissolve nos termos para dentro do território nacional, cumprindo
viagens e turismo, imobiliários, catering, fixados pela lei ou por comum acordo dos sócios os necessários requisitos legais.
decorações, eventos, transporte, aluguer de quando assim o entenderem. Três) A sócia única poderá decidir a abertura
equipamentos, outros serviços pessoais e afins; de sucursais, filiais ou qualquer outra forma de
ARTIGO NONO representação no país e no estrangeiro, desde
comércio geral com importação e exportação
dos artigos alimentares e não alimentares, Herdeiros que devidamente autorizada.
extracção mineral (ouro e pedras preciosas) e
Em caso de morte, interdição ou inabilitação ARTIGO TERCEIRO
sua comercialização, construção civil, indústria
gráfica e serigrafia, manutenção geral de móveis de um dos sócios da sociedade os seus herdeiros (Objecto)
e imóveis; electricidade doméstica e industrial, assumem automaticamente o lugar na sociedade
Um) A sociedade tem por objecto a prestação
canalização. com dispensa de caução, podendo estes nomear
de serviços nas áreas de assessoria de:
Dois) A sociedade poderá adquirir parti- seu representante se assim o entender desde que
a) Organização de eventos, serviços de
cipações financeiras em sociedade a constituír obedeçam o preceituado nos termos da lei.
catering, mediação e intermediação
ou já constituídos ainda que tenha como objecto comercial;
ARTIGO DÉCIMO
social diferente do da sociedade. b) Procurement e afins, agências de
Três) A sociedade poderá exercer quaisquer Casos omissos publicidade e marketing.
outras actividades desde que para isso esteja
Os casos omissos, serão regulados pelo Dois) A sociedade poderá exercer outras
devidamente autorizado nos termos da legislação
Código Comercial e demais legislação vigentes actividades conexas com o seu objecto principal
em vigor.
na República de Moçambique. e desde que para tal obtenha aprovação das
ARTIGO QUARTO Maputo, vinte e dois de Maio de dois mil e entidades competentes.
doze. — O Técnico, Ilegível. Três) A sociedade poderá adquirir parti-
Capital social
cipações financeiras em sociedades a constituir
O capital social, integralmente subscrito ou constituídas, ainda que o objecto diferente
e realizado em dinheiro, é de quinhentos mil do da sociedade, assim como associar-se com
meticais, subscrita pelo único sócio, Emílio EC Eventos & Catering outras sociedades para a persecução de objectos
Orlando Novele – Sociedade Unipessoal comerciais no âmbito ou não do seu objecto.
Limitada
ARTIGO QUINTO CAPÍTULO II
Certifico, para efeitos de publicação, que Do capital social
Aumento do capital no dia vinte e um de Maio de dois mil e doze,
ARTIGO QUARTO
O capital social poderá ser aumentado foi matriculada na Conservatória do Registo de
ou diminuído quantas vezes for necessário Entidades Legais sob NUEL 100294311 uma (Capital social)
desde que a assembleia geral delibere sobre sociedade denominada EC Eventos & Catering O capital social, integralmente subscrito e
o assunto. – Sociedade Unipessoal, Limitada. realizado em dinheiro, é de dez mil meticais,
29 DE MAIO DE 2012 564 — (133)

correspondente a uma quota da única sócia uma sociedade por quotas unipessoal de ARTIGO SÉTIMO
Esmeralda Maria Morete de Barros Ventura e responsabilidade limitada que se regerá pelas
(Forma de obrigar)
equivalente a cem por cento do capital social. cláusulas constantes dos artigos seguintes:
A sociedade obriga-se, pela assinatura de
ARTIGO QUINTO ARTIGO PRIMEIRO qualquer dos dois administradores ou pela
assinatura de um ou mais procuradores, nos
(Administração, representação (Denominação)
preciosos termos dos respectivos instrumentos
da sociedade)
A sociedade adopta a denominação de Black de mandato.
Um) A sociedade será administrada pela River Investments (Mozambique) - Sociedade
Unipessoal, Limitada. ARTIGO OITAVO
sócia Esmeralda Maria Morete de Barros
Ventura. (Balanço)
ARTIGO SEGUNDO Um) Os exercícios sociais coincidem com
Dois) A sociedade fica obrigada pela
assinatura do administrador, ou ainda por (Sede) o ano civil;
procurador especialmente designado para o Dois) O balanço e contas fechar-se-ão
Um) A sociedade tem a sua sede em Tete, em trinta e um de dezembro de cada ano
efeito. podendo abrir sucursais, delegações, agências correspondente.
Três) A sociedade pode ainda se fazer ou outra forma de representação social onde e
representar por um procurador especialmente quando a administração o julgar conveniente. ARTIGO NONO
designado pela administração nos termos e Dois) Mediante simples deliberação, pode (Disposições finais)
limites específicos do respectivo mandato. a administração transferir a sede para qualquer Um) Em caso de morte a sociedade continuará
outro local do território nacional. com os herdeiros ou representantes do falecido
CAPÍTULO IV
ou interdito, o qual nomeará um que a todos
Das disposições gerais ARTIGO TERCEIRO
represente na sociedade enquanto a quota
(Duração) permanecer indivisa.
ARTIGO SEXTO
Dois) A sociedade só se dissolve nos casos
(Dissolução) Um) A sociedade constitui-se por tempo fixados por lei, caso a sua dissolução tenha sido
indeterminado. decidido por acordo, será liquidada com o sócio
A sociedade dissolve-se nos casos e nos Dois) A sociedade poderá abrir filiais, a deliberar.
termos da lei. agências ou outras formas de representação Três) Em tudo que for omisso aplicar-se-ão
social no país, bem como no estrangeiro, as disposições constantes do Código Comercial,
ARTIGO SÉTIMO
transferir a sua sede para qualquer outro local aprovado pelo Decreto-Lei número dois barra
(Disposições finais) dentro do território nacional, de acordo com a dois mil e cinco, de vinte e sete de Dezembro
legislação vigente. e demais legislação aplicável e em vigor na
Um) Em caso de morte ou intermediação República de Moçambique.
de único sócio, a sociedade continuará com ARTIGO QUARTO Maputo, vinte e dois de Maio de dois mil
os herdeiros ou representantes do falecido ou
(Objecto) e doze. — O Técnico, Ilegível.
interdito, os quais nomearão entre sí um que a
todos represente na sociedade, enquanto a quota A sociedade tem por objecto social comércio
permanecer indivisa. geral, importação e exportação, imobiliária,
Dois) Em tudo quanto for omisso nos prestação de serviços de representação
comercial, agenciamento, turismo, hotelaria,
Alta Voltagem, Limitada
presentes estatutos aplicar-se-ão as disposições
do Código Comercial e demais legislação em construção, empreitada, empacotamento, Certifico, para efeitos de publicação, que
vigor na República de Moçambique. corretagem e entre outros serviços e actividades no dia dezoito de Maio de dois mil e doze,
afins e permitidos por lei. foi matriculada na Conservatória do Registo
Maputo, vinte e dois de Maio de dois mil
de Entidades Legais sob NUEL 100292661
e doze. — O Técnico, Ilegível. ARTIGO QUINTO uma sociedade denominada Alta Voltagem,
(Capital social) Limitada, entre:
Shishir Kanakrai, de nacionalidade
Black River Investments O capital social da sociedade, integralmente
moçambicana, portador do Bilhete de Identidade
(Mozambique) - Sociedade realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais,
n.º 050100366606C, emitido aos vinte e um
Unipessoal, Limitada correspondente à única quota, pertencente
de Julho de dois mil e dez, com domicílio
ao sócio Joseph Ronald Faro. na Avenida da Liberdade, prédio em frente
Certifico, para efeitos de publicação, que
no dia vinte e um de Maio de dois mil e doze, as bombas de combustível Galp-Tangerina,
ARTIGO SEXTO
foi matriculada na Conservatória do Regisito primeiro andar, lado direito, cidade de Tete,
de Entidades Legais sob NUEL 100264486 (Administração) que outorga em representação de Trevor
uma sociedade denominada Black River John Gilbert, de nacionalidade Zimbabueana,
Investments (Mozambique) - Sociedade A administração, bem como a sua represen- portador do Passaporte n.º BN699964, emitido
Unipessoal, Limitada, entre: tação em juízo dentro e fora dele, activa aos vinte e oito de Novembro de dois mil e
ou passivamente serão exercidas por dois oito , em Zimbabwe e de Derrick Antony Lane,
Joseph Ronald Faro, de nacionalidade
Zimbabueana, portador do passaporte administradores, nomeadamente os senhores de nacionalidade Zimbabueana, portador do
n.º AN481687, emitido aos dezasseis de Janeiro Joseph Ronald Faro e Teresa Maria Rebelo Passaporte n.º CN729778, emitido aos doze de
de dois mil e três, residente em Zimbabwe. dos Santos Maomed, que desde já ficam Março de dois mil e doze, em Zimbabwe.
Pelo outorgante foi dito que, o seu repre- nomeados, com dispensa de caução, com ou Pelo outorgante foi dito que, os seus
sentante legal, pelo presente contrato, constitui sem remuneração. representados, pelo presente contrato, constitui
564 — (134) III SÉRIE — NÚMERO 13

uma sociedade por quotas de responsabilidade cinquenta mil meticais, correspondendo à CAPÍTULO III
limitada que se regerá pelas cláusulas constantes soma de duas quotas, subscritas pelos sócios
Dos órgãos sociais
dos artigos seguintes: da seguinte forma:
a) Trevor John Gilbert, subscreve uma ARTIGO OITAVO
CAPÍTULO I
quota no valor de vinte e cinco (Órgãos sociais)
Da firma, forma, sede, duração mil meticais, correspondente a
e objecto Constituem órgãos sociais da sociedade a
cinquenta por cento, do capital
assembleia geral, conselho de administração e
ARTIGO PRIMEIRO social;
o fiscal único.
b) Derrick Antony Lane subscreve uma
(Forma e firma) quota no valor de vinte e cinco ARTIGO NONO
A sociedade adopta a forma de sociedade por mil meticais, correspondente a
cinquenta por cento, do capital (Composição da assembleia geral)
quotas de responsabilidade limitada e a firma de
Alta Voltagem, Limitada. social. Um) A assembleia geral é constituída por
Dois) Mediante deliberação da assembleia todos os sócios da sociedade.
ARTIGO SEGUNDO geral, o capital social da sociedade poderá ser Dois) As reuniões da assembleia geral
(Sede) aumentado com recurso a novas entradas ou por serão conduzidas por uma mesa composta
incorporação de reservas disponíveis. por um presidente e por um secretário, os
Um) A sede da sociedade é em Tete, quais se manterão nos seus cargos até que a
Moçambique. ARTIGO SEXTO estes renunciem ou até que a assembleia geral
Dois) O conselho de administração poderá, a delibere destituí-los.
(Cessão de quotas)
todo o tempo, deliberar que a sede da Sociedade
seja transferida para qualquer outro local em Um) A cessão de quotas entre os sócios é ARTIGO DÉCIMO
Moçambique. livre. (Reuniões e deliberações)
Três) Por deliberação do conselho de admi- Dois) A cessão, total ou parcial, de quotas a
nistração poderão ser criadas e extintas, em terceiros está sujeita ao prévio consentimento Um) A assembleia geral reúne-se, ordinaria-
Moçambique ou no estrangeiro, filiais, sucursais, escrito da sociedade, sendo que os sócios não mente, pelo menos uma vez por ano, nos
delegações, escritórios de representação, cedentes gozam do direito de preferência. primeiros três meses depois de findo o exercício
agências ou outras formas de representação Três) O sócio que pretenda ceder a sua quota do ano anterior e, extraordinariamente, sempre
social. a terceiros, deverá comunicar a sua intenção que tal se mostre necessário.
aos restantes sócios e a sociedade, por meio de Dois) As reuniões terão lugar na sede
ARTIGO TERCEIRO da sociedade, salvo quando todos os sócios
carta registada enviada com uma antecedência
não inferior a trinta dias, na qual constará a acordarem na escolha de outro local.
(Duração)
identificação do potencial cessionário e todas Três) As reuniões deverão ser convocadas
A sociedade durará por um período de tempo pelo presidente da mesa de assembleia geral por
as condições que tenham sido propostas.
indeterminado. meio de carta registada com aviso de recepção,
Quatro) Os restantes sócios deverão exercer
correio eletrónico ou via telecópia com uma
ARTIGO QUARTO o seu direito de preferência no prazo máximo de
antecedência mínima de quinze dias.
trinta dias a contar da data de recepção da carta
(Objecto) registada referida no número anterior. ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Um) O objecto social da sociedade consiste Cinco) Se nenhum dos sócios exercer o
seu direito de preferência, nem a sociedade (Competências da assembleia geral)
no comércio de material e acessórios elétricos,
Importação e exportação, prestação de serviços manifestar por escrito a sua oposição à cessão A assembleia geral delibera sobre os assuntos
na área elétrica, eletrónica, manutenção, proposta, o sócio cedente poderá transmitir que lhe estejam exclusivamente reservados pela
reparação, assistência na área elétrica e áreas ao potencial cessionário a sua quota, total ou lei ou por estes estatutos, nomeadamente:
conexas, assessoria, consultoria na área elétrica, parcialmente. a) Aprovação do relatório anual do
instalações elétricas e entre outras actividades conselho de administração, do
conexas e permitidas por lei. ARTIGO SÉTIMO
balanço e das contas do exercício;
Dois) Por deliberação da assembleia geral, (Ónus e encargos) b) Distribuição de lucros;
a sociedade poderá ainda exercer outras c) A designação e a destituição de
Um) Os sócios não constituirão nem
actividades permitidas por lei, bem como adquirir qualquer membro do conselho de
autorizarão que sejam constituídos quaisquer
participações, maioritárias ou minoritárias, no administração;
ónus, ou outros encargos sobre as suas quotas,
capital social de outras sociedades, nacionais d) Outras matérias reguladas pela lei
ou estrangeiras, independentemente do ramo salvo se autorizados pela sociedade, mediante
comercial.
de actividade. deliberação da assembleia geral.
Dois) O sócio que pretenda constituir ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
CAPÍTULO II quaisquer ónus ou outros encargos sobre a
sua quota, deverá notificar a sociedade, por (Conselho de administração)
Do capital social carta registada com aviso de recepção, dos Um) A sociedade será administrada e repre-
ARTIGO QUINTO respectivos termos e condições, incluindo sentada por um conselho de administração,
informação detalhada da transação subjacente. composto por três administradores, que podem
(Capital social) Três) A reunião da assembleia geral será ser pessoas estranhas à sociedade, um dos quais
Um) O capital social da sociedade, convocada no prazo de quinze dias a contar da exercerá o cargo de presidente do conselho de
integralmente realizado em dinheiro, é de data de recepção da referida carta registada. administração.
29 DE MAIO DE 2012 564 — (135)

Dois) Os administradores exercem os seus ARTIGO DÉCIMO OITAVO Que em tudo o mais não alterado por este
cargos por três anos, findo prazo, havendo contrato, continuam a vigorar as disposições
(Dissolução)
necessidade de reeleição. do pacto anterior.
Três) Os administradores estão isentos de Um) A sociedade dissolve-se nos casos Conservatória do Registo das Entidades
prestar caução. previstos na lei ou por deliberação unânime da
Legais, Maputo, catorze de Maio de dois mil
assembleia geral.
e doze. — O Técnico, Ilegível.
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO Dois) Os sócios diligenciarão para que sejam
executados todos os actos exigidos pela lei para
(Competências) efetuar a dissolução da sociedade ocorrendo
quaisquer casos de dissolução.
O conselho de administração terá todos os R.E.C, Limitada
poderes para gerir a sociedade e prosseguir o seu ARTIGO DÉCIMO NONO
objecto social, salvo os poderes e competências Certifico, para efeitos de publicação, que
(Liquidação) por documento particular sem número, de cinco
que não estejam exclusivamente atribuídos por
lei ou pelos presentes estatutos à assembleia Um) A liquidação da sociedade será extra- de Maio de dois mil e doze, o sócio Manuel
geral. -judicial, nos termos a serem deliberados pela Salema Vieira divide e cede uma quota no
assembleia geral, e tendo em atenção o disposto valor nominal de oitenta e cinco mil meticais à
ARTIGO DÉCIMO QUARTO na legislação em vigor. sócia Meridian 32, pelo seu valor nominal, com
Dois) A sociedade poderá ser imediatamente todos os direitos e obrigações, alterando-se por
(Reuniões e deliberações) liquidada, mediante a transferência de todos conseguinte o artigo quinto do pacto social,
Um) O conselho de administração reunirá, os seus bens, direitos e obrigações a favor passando a ter a seguinte redacção:
ordinariamente, pelo menos uma vez por ano, de qualquer sócio desde que devidamente
autorizado pela assembleia geral e obtido o ARTIGO QUINTO
nos primeiros três meses depois de findo o
acordo escrito de todos os credores.
exercício do ano anterior e, extraordinariamente, O capital social, integralmente
Três) Se a sociedade não for imediatamente
sempre que tal se mostre necessário. liquidada, nos termos do número anterior, realizado em dinheiro, é de cem mil
Dois) As reuniões terão lugar na sede da e sem prejuízo de outras disposições legais meticais, correspondente à soma de duas
sociedade, salvo quando todos os administradores imperativas, todas as dívidas e responsabilidades quotas assim distribuídas:
acordarem na escolha de outro local, devem ser da sociedade incluindo, sem restrições, todas a) Uma quota no valor nominal de
convocadas por qualquer dos administradores, as despesas incorridas com a liquidação e oitenta e cinco mil meticais,
ou ainda a pedido de um dos sócios, por meio quaisquer empréstimos vencidos serão pagos correspondendo a oitenta e
de carta registada com aviso de recepção, ou reembolsados antes de serem transferidos cinco por cento do capital
quaisquer fundos aos sócios. social, pertencente à sócia
correio eletrónico ou via telecópia com uma
Quatro) A assembleia geral pode deliberar,
antecedência mínima de quinze dias. Meridian 32 Limitada;
por unanimidade, que os bens remanescentes
b) Uma quota no valor nominal
sejam distribuídos pelos sócios.
ARTIGO DÉCIMO QUINTO de quinze mil meticais,
ARTIGO VIGÉSIMO correspondendo a quinze
(Vinculação da sociedade)
por cento do capital social,
(Omissões)
A sociedade obriga-se: pertencente ao sócio Manuel
a) Pela assinatura de qualquer dos Em tudo que for omisso aplicar-se-ão as Salema Vieira.
Administradores, no âmbito dos disposições constantes do Código Comercial, Que em tudo o mais não alterado por este
aprovado pelo Decreto-Lei número dois barra contrato, continuam a vigorar as disposições
poderes e competências que lhe
dois mil e cinco, de vinte e sete de Dezembro
tenham sido conferidos, do pacto anterior.
e demais legislação aplicável e em vigor na
b) Pela assinatura do procurador, nos República de Moçambique. Maputo, catorze de Maio de dois mil
precisos termos do respectivos e doze. — O Técnico, Ilegível.
Maputo, vinte e dois de Maio de dois mil
instrumento de mandato.
e doze. — O Técnico, Ilegível.
ARTIGO DÉCIMO SEXTO
(Fiscal único) APC Drilling Mocambique,
Limitada
A fiscalização da sociedade poderá ser Accsys Moçambique
confiada a um fiscal único, que será uma Limitada No dia vinte e quatro de Abril de dois mil
sociedade de auditoria independente, nomeada e doze, na cidade de Maputo, nos termos do
Certifico, para efeitos de publicação, que por
anualmente, por indicação dos sócios em artigo noventa do Decreto-Lei número dois
documento particular sem número, de trinta de
assembleia geral ordinária. barra dois mil e cinco, de vinte e sete de
Abril de dois mil e doze, Adrien Frey cede a
totalidade da sua quota, à sócia Meridien 32, Dezembro do Código Comercial, decidiram
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO estabelecer o presente contrato de sociedade os
pelo seu valor nominal, com todos os direitos e
obrigações, pelo seu valor nominal, alterando-se seguintes outorgantes:
(Exercício e contas do exercício)
por conseguinte o artigo quinto do pacto social, Primeira: APC Drilling & Construction
Um) O exercício anual da sociedade coincide passando a ter a seguinte redacção: Co, registada na Conservatória do Registo de
com o ano civil. Namakkal, Tamilnadu, sob o número cento e
Dois) O conselho de administração deverá ARTIGO QUINTO setenta e dois , aos nove de Agosto de dois mil,
preparar e submeter à aprovação da assembleia O capital social, integralmente República da Índia;
geral o relatório anual da administração, o realizado em dinheiro, é de trinta mil Segundo: Pari Appusamy, casado em
balanço e as contas de cada exercício, até ao meticais, correspondente a uma única regime de comunhão geral de bens com
terceiro mês do ano seguinte em análise. quota, pertencente à sócia Meridian 32. Annita Natarajan de nacionalidade indiana,
564 — (136) III SÉRIE — NÚMERO 13

natural de Namakkal, portador do Passaporte ARTIGO QUINTO f) quando a quota for transmitida sem
n.º Z1914125, emitido aos vinte e três de observância do estipulado no artigo
(Aumento do capital social)
Dezembro de dois mil e dez , pelo Governo Civil anterior;
da Coimbatore, República da Índia. Por deliberação unânime, tomada em g) se o sócio exercer actividade concor-
assembleia geral, poderão ser exigidas rente com a sociedade, sem
ARTIGO PRIMEIRO prestações suplementares até um montante autorização prévia em assembleia
global igual a dez vezes o capital realizado na geral.
(Denominação)
data da deliberação e nos termos a deliberar em
Um) A sociedade adopta o nome APC Drilling assembleia geral. ARTIGO NONO
Mocambique, Limitada, será regida pelos (dos órgãos sociais)
presentes estatutos e pela demais legislação ARTIGO SEXTO
aplicável. Um) A administração da sociedade será
(Suprimentos)
exercida por Pari Appusamy:
Dois) A sociedade é constituída por um
Não se poderão exigir dos sócios prestações Dois) A gerência da sociedade e a sua
período indeterminado.
suplementares. Quaisquer deles, porem, poderá representação activa e passiva em juízo e
ARTIGO SEGUNDO emprestar à sociedade, mediante juros, as quais fora dele ficam a cargo dos sócios ou pessoas
quantias que em assembleia dos sócios se estranhas à sociedade para o efeito nomeados
(Sede, estabelecimento e representações) julgarem indispensável. em assembleia geral.
Um) A sociedade tem a sua sede na cidade Três) Os gerentes terão ou não remuneração
ARTIGO SÉTIMO conforme for afixado em assembleia geral.
de Tete.
(Transmissão de quotas) Quatro) A sociedade fica validamente
Dois) Dois) Mediante decisão da gerência,
obrigada pelas assinaturas de dois gerentes,
a sociedade poderá transferir a sua sede para Um) A transmissão de quotas entre vivos ou pela de um mandatário ou procurador no
qualquer parte do território nacional, bem como depende sempre de consentimento da socie- limite dos respectivos poderes, sendo suficiente
criar, transferir ou encerrar sucursais, agências, dade. a assinatura de um gerente nos actos de mero
delegações ou quaisquer outras formas de Dois) O sócio que pretenda ceder a sua quota, expediente:
representação da sociedade em qualquer parte deverá pedir o consentimento da sociedade, por
cartas registadas com aviso de recepção dirigidas a) Os gerentes podem delegar em um ou
do território nacional.
à sociedade e aos demais sócios, nas quais mais deles, por acta da gerência, a
Três) Por simples deliberação da gerência,
indicará os elementos essenciais do negócio, prática de determinados actos ou
a sociedade poderá criar sucursais, agências,
designadamente a identificação do cessionário, categorias de actos;
delegações, ou outras formas locais de
o preço e as condições de pagamento. b) No caso da delegação de poderes
representação no território nacional ou no
Três) As cartas previstas no número anterior prevista na alínea anterior,
estrangeiro. a sociedade fica obrigada pela
constituirão, desde logo, convocatória para
uma assembleia geral a realizar na sede social, assinatura do gerente delegado, no
ARTIGO TERCEIRO
na data e hora indicadas pelo cedente, entre o limite dos respectivos poderes.
(Objecto) décimo e o vigésimo dia posteriores à expedição Cinco) A gerência tem poderes para
Um) A sociedade tem por objecto social: das cartas. adquirir, alienar, ou onerar participações
Quatro) Se a assembleia geral deliberar a noutras sociedades com objecto igual ou
a) Prestação de serviços de perfuração, diferente do seu, reguladas por leis especiais ou
aquisição da quota, o direito de adquirí-la é
sondagens, e consultoria na área agrupamentos complementares de empresas.
atribuído aos sócios, que declarem pretendê-
de mineração; -lo no momento da respectiva deliberação,
b) Aluguer de máquinas e outros tipo de proporcionalmente às quotas que então ARTIGO DÉCIMO
equipamentos; possuírem; se os sócios não exercerem esse (Aplicação de resultados)
Dois) A sociedade poderá mediante deli- direito, pertencerá ele à sociedade.
Os lucros líquidos apurados em cada
beração da assembleia geral, exercer outras Cinco) Se a sociedade não deliberar a
exercício depois de deduzida a reserva legal
actividades subsidiarias ou complementares aquisição da quota, a cessão para a qual foi
de cinco por cento, terão a aplicação que a
ao seu objecto principal, dentro dos limites pedido o consentimento torna-se livre.
assembleia geral em cada ano deliberar, não
estabelecidos por lei, ou ainda associar-se ou Seis) As transmissões entre vivos efectuadas
havendo obrigatoriedade de distribuição pelos
participar no capital social de outras actividades, com violação do estipulado neste artigo não
sócios.
desde que legalmente permitido pela legislação produzem efeitos para com a sociedade.
em vigor. ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
ARTIGO OITAVO
(Assembleia geral)
ARTIGO QUARTO (Amortização de quotas)
Um) Competem à assembleia geral todos os
(Capital social) A sociedade poderá amortizar a quota de
poderes que lhe são atribuídos por lei e pelos
qualquer sócio, nos seguintes casos: presentes estatutos.
O capital social, integralmente realizado em
dinheiro, é de vinte mil meticais: a) por acordo com o respectivo titular; Dois) As assembleias gerais são convocadas
b) por falecimento do sócio; pelo presidente da mesa da assembleia geral, ou
a) Uma quota noventa e nove c) quando o sócio tenha sido declarado em casos especiais, de acordo com as normas
equivalente a de dezanove mil e falido, interdito ou inabilitado; legais em vigor.
oitocentos meticais pertencente d)quando o sócio tenha sido dado em Três) A convocatória que obedecerá aos
à sociedade APC Drilling penhor ou garantia a terceiros; requisitos da lei deve ser publicada e divulgada
& Construction Co; e)quando a quota tenha sido apreendida, com, pelo menos, trinta dias de antecedência da
b) Uma quota de um por cento equivalente arrolada, arrestada ou penhorada data da realização da assembleia, podendo ser
a ducentos meticais pertencente a em qualquer processo judicial ou substituída por carta registada ou por correio
sociedade Pari Appusamy. administrativo; electrónico com recibo de leitura a expedir,
29 DE MAIO DE 2012 564 — (137)

pelo menos, vinte e um dias de antecedência, c) A aprovação do balanço, das contas e ARTIGO DÉCIMO Q UARTO
quando sejam nominativas todas as acções da do relatório da gerência referente a
(Actas das assembleias gerais)
sociedade. cada exercício fiscal;
Quatro) A assembleia geral ordinária reúne- d) A aprovação do relatório e parecer do Um) Das reuniões da assembleia geral
-se até ao dia trinta e um de Março de cada conselho fiscal ou do fiscal único, deverá ser lavrada acta no livro de actas da
ano, para deliberar sobre o balanço, contas quando os haja; assembleia geral, em folhas soltas, organizadas
e o relatório da administração referentes ao e) A aplicação de resultados de cada em conformidade com a lei, ou em documento
exercício anterior, a aplicação dos resultados da exercício fiscal;
notarial avulso.
sociedade e, sempre que necessário, a nomeação f) A distribuição de lucros ou divi-
dos órgãos sociais da sociedade. Dois) As actas de assembleia geral devem
dendos;
Cinco) Os sócios poder-se-ão fazer repre- conter:
g) O consentimento da sociedade, assim
sentar nas assembleias gerais por qualquer como o exercício do respectivo a) O local, dia, hora e a ordem de
pessoa por si designada munida de instrumento direito de preferência, em relação trabalhos da reunião;
de representação voluntária devidamente à transmissão de quotas; b) A referência aos documentos e
assinado pelo representado e dirigido ao h) A amortização de quotas, assim como relatórios submetidos à assembleia
presidente da assembleia geral. os termos e condições em que a geral;
Seis) Serão válidas as deliberações tomadas mesma se deva processar; c) O teor das propostas submetidas a
em assembleia geral sobre quaisquer matérias, i) A aquisição de quotas próprias, a título
ainda que não constem da respectiva ordem de votação e o resultado das respectivas
oneroso; votações, incluindo o teor das
trabalhos da convocatória ou sem a observância
j) A exigência e restituição de prestações deliberações tomadas;
dessa formalidade prévia, caso todos os sócios
suplementares;
se encontrem presentes e concordem deliberar d) A menção do sentido de voto de algum
k) A constituição de reservas extra-
sobre tais matérias. sócio que assim o requeira;
ordinárias, além da reserva legal;
Sete) Serão, de igual modo, válidas as e) A assinatura do presidente da mesa da
l) Criar associações entre a sociedade e
deliberações tomadas pelos sócios, sem recurso assembleia geral e do secretário e,
terceiras entidades, sob quaisquer
a reunião de assembleia, desde que todos no caso de se tratar de acta notarial
formas permitidas por lei, assim
os sócios declarem por escrito o sentido de avulsa, a assinatura do notário ou
como adquirir e transmitir parti-
voto, em documento que inclua a proposta de
cipações em outras sociedades ajudante de notário que tenha estado
deliberação, devidamente datado, assinado pelo
existentes ou a constituir; presente.
sócios e endereçado à gerência da sociedade,
devendo-se considerar a deliberação tomada m) A alteração dos estatutos da sociedade, Três) Os sócios presentes e os respectivos
na data em que a gerência receba a última das incluindo os aumentos, reduções representantes cujos instrumentos de
referidas declarações escritas de voto. ou reintegrações do capital social, representação tenham sido aceites pelo
Oito) A assembleia geral delibera, em sempre prejuízo das alterações que
presidente da mesa da assembleia geral,
primeira convocação, sempre que se encontre por força da lei e dos presentes
assinarão o respectivo livro de presenças.
presente ou representado cem por cento do estatutos dependam de simples
capital social e, em segunda convocação, decisão da administração da ARTIGO DÉCIMO QUINTO
poderá deliberar sempre que estiver presente sociedade;
ou representado cinquenta por cento do capital n) A fusão, cisão e transformação da (Dissolução e liquidação)
social. sociedade;
Um) A sociedade dissolve-se mediante
o) A dissolução da sociedade, assim como
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO deliberação da assembleia geral, bem como nos
a aprovação das contas finais de
liquidação; demais casos previstos por lei.
(Constituição da assembleia geral) Dois) A assembleia geral que deliberar sobre
p) Estender a actividade da sociedade a
Um) A mesa da assembleia geral, é cons- outras áreas distintas do seu objecto a dissolução deliberará sobre a nomeação dos
tituída por um presidente e um secretário, por principal, assim como, sempre que liquidatários, caso estes não devam corresponder
esta eleitos, por período de três anos, os quais o julgue necessário, reduzir as áreas aos membros que integram a gerência.
poderão ser, ou não, sócio. de actividade da sociedade;
Dois) Compete ao secretário substituir o q) Estabelecer e modificar a estrutura ARTIGO DÉCIMO SEXTO
presidente em caso de impedimento deste e, organizativa da sociedade, em tudo (Casos omissos)
nomeadamente, convocar assembleias gerais, quanto não contrarie a lei ou os
dirigí-las e praticar quaisquer actos previstos na presentes estatutos; Em todo o omisso, esta sociedade regular-se
lei, neste pacto ou em deliberação de sócios. nos temos da legislação aplicável na República
r) A aquisição, alienação, locação e
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO oneração de bens imóveis, assim de Moçambique e dos regulamentos internos
como de bens móveis de valor que a assembleia geral vier a aprovar.
(Deliberações da assembleia geral) superior a cem mil dólares Está conforme.
Um) Dependem de deliberação de assembleia americanos ou ao seu contravalor
em qualquer outra moeda; Maouto, vinte e dois de Maio de dois mil
geral, além das que resultem de lei ou dos demais
s) Contrair empréstimos ou outras formas e doze. — O Técnico, Ilegível.
artigos dos presentes estatutos, as seguintes:
de financiamento, bem como prestar
a) A nomeação e destituição dos gerentes
da sociedade; quaisquer espécies de garantias,
b) A instituição e supressão do conselho pessoais ou reais. Mnng Business Iink
fiscal, a nomeação e destituição Dois) Todas as deliberações da assembleia Network, Limitada
dos respectivos membros, bem geral são tomadas pela totalidade dos votos
como, em alternativa, a atribuição emitidos. Certifico, para efeitos de publicação, que
da fiscalização da sociedade a um Três) Na contagem dos votos, não serão tidas no dia vinte e um de Maio de dois mil e doze,
fiscal único; em consideração as abstenções. foi matriculada na Conservatória do Registo de
564 — (138) III SÉRIE — NÚMERO 13

Entidades Legais sob NUEL 100294494 uma Dois) A sociedade têm por objecto principal ARTIGO QUINTO
sociedade denominada MNNG Business Iink a gestão e prestação de serviços ao terceiro
Cessão de quotas)
Network, Limitada, entre: facilitadores em projectos de desenvolvimento
nacional e da região. Consultoria, e prestação Um) A cessão de quotas e livre quando
Enoque Agostinho Pimpâo Mavota, natural de serviços nas árias de agricultura em geral, e realiza entre sócios.
da cidade de Maputo, de nacionalidade importação de equipamentos agrícolas e seus Dois) A cessão de quotas a terceiros
moçambicana, e portador de Bilhete de acessórios tractores charruas, e de mais, compra
dependem sempre da aprovação da assembleia
Identidade n.º 4110206281X, emitido aos e venda, e aluguer de todos equipamentos
geral da sociedade, gozando os sócios do direito
três de Janeiro de dois mil e um pelo agrícolas e de mais, a gestão de serviços e
promoção e desenvolvimento do turismo e a de preferência na sua aquisição.
Direcção Nacional de Identificação Civil
de Maputo, residente nesta cidade no Bairro prospecção e exploração de carvão mineral,
ARTIGO SEXTO
vinte e um de Junho; e seus derivados de recursos minerais, há
prospecção exploração de gás, natural, e (Herdeiros)
Anthony Nhlanhla Ngomane, natural da cidade recursos hídricos
do Maputo, de nacionalidade moçambicano, Três) O objecto social inclui ainda mas não Em caso de morte, ou interdição ou
radicado é residente na República da África se limita há outras actividades. inabilitação de um dos sócios da sociedade os
do Sul, portador do Passaporte n.º C1007881 Quatro) Sociedade poderá desenvolver outras herdeiros assumem automaticamente o lugar na
emitido no Consulado em Nelspruit, aos dois actividades, complementares ou subsidiárias ao sociedade com a dispensa de caução devendo
de Julho de dois mil e onze, e no Maputo no seu objecto principal, desde que devidamente este nomear o seu representante caso sejam
autorizadas pela administração. vários, desde que obedeça o preceituado nos
Posto Administrativo da cidade da Matola,
Cinco) Mediante deliberação da respectiva termos da lei.
Bairro Vale do Infulene, quarteirão catorze, administração, poderá a sociedade participar,
casa número mil e vinte e três , cidade da directa ou indirectamente, em projectos de ARTIGO SÉTIMO
Matola; e desenvolvimento que de alguma forma concorram
Miguel Arcanjo Necaute, natural de Muidumbe para o preenchimento do seu objecto social, bem (Gerência)
província de Cabo Delgado, de nacionalidade como, o mesmo objectivo, aceitar concessões,
Um) A Administração e gerência da socie-
adquirir e gerir participações no capital de
moçambicana, Radicado e residente em dade, dispensada de caução, será confiada a
quaisquer sociedades, independentemente do
Londres, portador do Bilhete de Identidade pessoas nomeadas em deliberação da assembleia
respectivo objecto social, ou ainda participar
n.º 110100630103B, emitido aos vinte e em empresas, associações empresariais, geral, no entanto, a designação poderá recair
dois de Novembro de dois mil e dez pela agrupamentos de empresas ou outras formas em pessoas singulares ou colectivas estranhas
Direcção Nacional de Identificação Civil de de associação. à sociedade desde que obedeça ao preceituado
Maputo, residente na Inglaterra. Mais bem como exercer quaisquer na lei.
Pelo presente contrato, e celebrada a cons- outras actividades directa ou indirectamente Dois) Os gestores podem constituir
tituição de uma sociedade que se regera pelas relacionadas com o seu objectivo, para cujo mandatários nos termos da lei e para os efeitos
cláusulas constantes dos artigos seguintes: exercício reúna as condições requeridas e do artigo ducentésimo quinquagésimo sexto
permitidas por lei. do Código Comercial, bem como nomear
ARTIGO PRIMEIRO procuradores com poderes que lhe forem
ARTIGO TERCEIRO
designados e conste do competente instrumento
(Denominação e sede)
(Capital social) notarial.
Um) Mnng Business Iink Network, Limitada. Um) O capital social, integralmente realizado Três) A sociedade fica obrigada pelas
adiante designada Simplesmente por MNNG em dinheiro é de outros bens ,é de vinte mil assinaturas conjuntas de dois administradores
BLNL, é uma sociedade comercial por quotas, meticais e correspondente à soma de três quotas, ou de um procurador, tendo em conta, neste
de responsabilidade limitada, criada por tempo assim distribuídas: ultimo caso, os termos precisos do respectivo
indeterminado e que se rege pelos presentes a) Uma quota no valor de sete mil, instrumento do mandato.
estatutos e pelos preceitos legais aplicáveis na correspondente a trinta e cinco por Quatro) Os actos do mero expediente
República de Moçambique. cento do capital social, pertencente poderão serem assinados por um gerente ou por
E que tem a sua sede provisória na Rua Porto ao sócio Enoque Agostinho Pimâo qualquer empregado devidamente autorizado.
Alegre, Bairro vinte e cinco de Junho, rés-do- Mavota; e
b) Uma quota no valor de sete mil ARTIGO OITAVO
-chão número treze, casa número mil e cento e
meticais, correspondente a trinta r
cinquenta e seis nesta, cidade de Maputo. (Assembleias gerais)
cinco por cento do capital social,
Dois) A sociedade poderá, mediante simples pertencente ao sócio Anthony Umas) Sem prejuízo das formalidades legais
deliberação da assembleia geral, deslocar a Nhlanhla Ngomane, e
de carácter imperativo, as assembleias gerais
sua respectiva sede para qualquer outro local c) Uma quota no valor de seis mil
serão convocadas por carta registada com aviso
dentro do território nacional ou no estrangeiro meticais,correspondente a trinta
por cento do capital social perten- de recepção expedido aos sócios com quinze
provisório ou definitivamente, bem como
cente ao sócio Miguel Arcanjo dias de antecedências.
criar ou encerrar sucursais, filias, Agencias
Necaute. Dois) Será dispensada a reunião da
ou qualquer outra forma de representação,
assembleia geral como as formalidades da sua
onde e quando for julgado conveniente para ARTIGO QUARTO convocação, quando todos os sócios concordem
prossecução dos interesses sociais.
(Prestações suplementares) por escrito da deliberação ou concordem por
ARTIGO SEGUNDO escrito que dessa forma se delibere, ainda que as
Não serão exigíveis prestações suplementares
deliberações sejam tomadas fora da sede social,
(Objecto) de capital, mas os sócios poderão conceder a
em qualquer ocasião e qualquer que seja o seu
sociedade os suprimentos de que ela necessita,
Um) A sociedade tem por objecto, o nos termos e condições aprovados pela objecto, excepto tratando-se de modificação de
exercício das seguintes actividades. assembleia geral. contrato social ou de dissolução da sociedade.
29 DE MAIO DE 2012 564 — (139)

ARTIGO NONO ARTIGO SEGUNDO b) uma quota no valor nominal de


quinhentos mil meticais, subscrita
(Ano social) (Duração)
e realizada por Alfredo Nunes
Um) O ano social coincide com o ano A sociedade constitui-se por tempo Brandão de Andrade, e
civil e dos lucros apurados em cada exercício indeterminado, contando-se a partir da data c) uma quota no valor nominal de
deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem da assinatura da escritura da constituição, quinhentos mil meticais, subscrita e
legalmente estabelecida para a constituição de e rege-se pelos presentes estatutos e pela realizada por Reborn Moçambique,
um fundos de vinte porcentos da reserva legal legislação em vigor e aplicável na República
Limitada.
enquanto não estiver realizado ou sempre que de Moçambique.
seja necessária reintegrá-lo. Dois) O capital social poderá ser aumentado,
Dois) Comprido o disposto numero anterior, ARTIGO TERCEIRO com ou sem entrada de novos sócios, por
a parte restante dos lucros terá aplicação que for (Sede) deliberação da assembleia geral expressamente
determinada pela assembleia geral e o restante convocada para o efeito, tomada por maioria
será dividido e depositados a conta bancárias Um) A sociedade tem a sua sede social na correspondente a pelo menos setenta e cinco
dos sócios no prazo de dois meses na proporção cidade da Matola A, Rua dos Continuadores, por cento do capital social.
das suas quotas. quarteirão quarenta e sete, casa número quarenta
Três) Podem ser exigidas aos sócios
e oito, podendo abrir delegações ou outras
prestações suplementares de capital até ao
ARTIGO DÉCIMO formas de representação dentro do território da
República de Moçambique ou no estrangeiro montante de um bilião de meticais, desde que
(Dissolução) deliberadas por maioria correspondente a pelo
onde e quando os sócios assim deliberarem em
A sociedade dissolve-se nos casos deter- assembleia geral. menos setenta e cinco por cento do capital
minados por lei e por resolução unânime dos Dois) Mediante deliberação da assembleia social da sociedade, em assembleia geral
sócios. geral, pode se transferir a sede para qualquer expressamente convocada para o efeito, ou,
outro local do território nacional. independentemente da convocatória, desde que
Maputo, aos vinte e dois de Maio de dois mil
e doze. — O Técnico, Ilegível. estejam presentes todos os sócios.
ARTIGO QUARTO Quatro) Os sócios poderão conceder à
(Objecto) sociedade os suprimentos de que ela necessite,
nos termos e condições fixados por deliberação
Um) A sociedade tem por objecto principal
IMOZ – Contruções, Limitada as seguintes actividades:
da assembleia geral, devendo tais quantias
serem lançadas a crédito de contas, podendo os
Certifico, para efeitos de publicação,que a) Construção civil;
mesmos vencerem juros.
no dia dez de Maio de dois mil e doze, foi b) Compra, venda, aluguer, arren-
matriculada na Conservatória do Registo de damento, promoção e gestão ARTIGO SEXTO
Entidades Legais sob NUEL 100291088 uma imobiliária;
sociedade denominada IMOZ – Contruções, c) Obras públicas e particulares; (Divisão e cessão de quotas)
Limitada,entre: d) Prestação de serviços, importação,
exportação e comércio a grosso Um) A cessão total ou parcial de quotas,
Primeiro: Luís Filipe Rodrigues de Almeida, bem como a constituição de quaisquer ónus
casado, no regime de separação de bens, e a retalho de materiais e equi-
pamentos; ou encargos sobre as mesmas, carece de
natural de São Sebastião da Pedreira – Lisboa,
e) Prestação de serviços de consultoria autorização prévia da sociedade, que será
residente na Matola, portador do Passaporte
n.º L648282, emitido a onze de Maio de dois e assistência técnica na sua área de sempre preferencial, dada por deliberação da
mil e onze e válido até onze de Maio de dois actividade; respectiva assembleia geral.
mil e dezasseis; f) a transformação e industrialização; Dois) O sócio que pretende ceder a sua quota,
Segundo: Alfredo Nunes Brandão de Dois) A sociedade poderá ainda exercer comunicará tal facto à sociedade, mediante carta
Andrade, maior, de nacionalidade portuguesa, quaisquer actividades conexas, complementares registada na qual menciona a identificação do
portador de Passaporte n.º L025725, emitido a ou subsidiárias às suas actividades principais, respectivo cessionário, bem como o preço e
vinte e três de Julho de dois mil e nove e válido tendentes a maximizá-las através de novas
demais condições do negócio projectado.
até vinte e três de Julho de dois mil e catorze; formas de implementação de negócios e como
Três) No caso de a sociedade não desejar
Terceiro: Reborn Moçambique, Limitada, fontes de rendimento, desde que legalmente
autorizadas e a decisão aprovada pela assembleia fazer uso do direito de preferência consagrado no
matriculada na Conservatória dos Registos número um, então o referido direito pertencerá a
de Entidades Legais sob NUEL 100202611, geral.
Três) Mediante deliberação da assembleia qualquer um dos sócios e, querendo-o mais de
representada neste acto por Victor José Pereira
Madeira, maior de nacionalidade portuguesa, geral, a sociedade poderá participar no capital um, a quota será dividida pelos interessados na
portador de Passaporte n.º G617473, emitido a social de outras sociedades ou associar-se com proporção de suas quotas.
dez de Abril de dois mil e três e válido até dez elas de qualquer forma legalmente permitida. Quatro) A sociedade deverá, num máximo
de Abril de dois mil e treze . de quinze dias, convocar por carta registada
CAPÍTULO II com aviso de recepção, uma assembleia geral
Constituem entre si uma sociedade por
quotas de responsabilidade limitada, que reger- Do capital social, suprimentos, divisão extraordinária a realizar no prazo de trinta dias a
se-á por seguintes artigos: e cessão de quotas contar da data da mesma notificação, se pretende
ARTIGO QUINTO
dar o seu consentimento para a cessão.
CAPÍTULO I Cinco) Se a sociedade não deliberar sobre o
Da denominação, duração, sede (Capital social) pedido do consentimento nos quarenta e cinco
e objecto Um) O capital social, integralmente realizado dias seguintes após a sua recepção, a eficácia
em dinheiro, é de um milhão e quinhentos mil da cessão ou divisão deixa de depender do
ARTIGO PRIMEIRO
meticais, correspondendo à soma de três quotas, consentimento.
(Denominação) sendo: Seis) A transmissão da quota só se considera
A sociedade adopta a denominação de a) Uma quota no valor nominal de feita depois de efectuada a respectiva notificação
IMOZ – Contruções, Limitada, adiante designada quinhentos mil meticais, subscrita e à sociedade, reconhecendo-se ao cessionário,
simplesmente por sociedade, e constitui-se sob realizada por Luís Filipe Rodrigues apenas após esta formalidade, os direitos e
a forma de uma sociedade por quotas. de Almeida; obrigações inerentes à quota.
564 — (140) III SÉRIE — NÚMERO 13

Sete) Os actos praticados pelo cedente Dois) Quando as circunstâncias o acon- CAPÍTULO IV
perante a sociedade ou terceiros, ou por aquela selharem, a assembleia geral poderá reunir
Das contas e aplicação de resultados
perante o cedente, obrigam o cessionário, em local fora da sede social, se tal facto não
quando anteriores à notificação. prejudicar os direitos e os legítimos interesses ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
Oito) A transmissão de quotas entre os
de qualquer dos sócios. (Contas)
sócios é livre e não carece de deliberação da
assembleia geral. Três) A mesa da assembleia geral é composta
Um) O exercício social coincide com o ano
por um presidente e um secretário, cujas faltas
civil.
ARTIGO SÉTIMO são supridas nos termos da lei.
Dois) O balanço e a conta de resultados
(Amortização da quota) Quatro) A assembleia geral considera
fechar-se-ão com referência a trinta e um de
se regularmente constituída quando, em Dezembro de cada ano e serão submetidos à
Um) É permitida a amortização da quota nos
primeira convocação, estejam presentes ou apreciação e aprovação da assembleia geral.
seguintes casos:
devidamente representados setenta e cinco
a) Quando o sócio deixar de participar da ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
por cento do capital social e, em segunda
vida da sociedade;
b) Quando praticar actos que lesem os convocação, seja qual for o número de sócios (Aplicação de resultados)
interesses da sociedade. presentes e independentemente do capital que
Um) Dos lucros apurados em cada exercício
Dois) Poderá também ser amortizada a quota representam.
deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem
de um dos sócios em demais situações desde que Cinco) As deliberações da assembleia geral
estabelecida para a constituição do fundo de
haja acordo dos sócios. são tomadas por maioria simples de votos dos
reserva legal enquanto não estiver realizado,
Três) A contrapartida de amortização da sócios presentes ou representados, excepto
nos termos da lei, ou sempre que seja necessário
quota, nos casos previstos no número anterior, nos casos em que pela lei ou pelos presentes reintegrá-lo.
se a lei não dispuser de outro modo, será igual estatutos se exija maioria diferente.
ao valor da quota segundo o último balanço Dois) Cumprido o disposto no número
legalmente aprovado. anterior, a parte restante dos lucros será aplicada
ARTIGO DÉCIMO
nos termos que forem aprovados em assembleia
CAPÍTULO III (Representação) geral.
Dos órgãos sociais, gerência Um) Os sócios que forem pessoas colectivas CAPÍTULO V
e representação da sociedade far-se-ão representar nas assembleias gerais
Das disposições finais
SECÇÃO I pela pessoa física para esse efeito designada,
mediante simples carta dirigida ao presidente ARTIGO DÉCIMO QUARTO
Da assembleia geral
da mesa da assembleia geral. (Dissolução)
ARTIGO OITAVO Dois) Qualquer dos sócios poderá ainda
fazer-se representar na assembleia geral por A sociedade dissolve-se nos casos e nos
(Convocatória)
termos estabelecidos por lei, ou mediante
outro dos sócios, mediante comunicação escrita
Um) A assembleia geral reunirá: deliberação tomada em assembleia geral
dirigida pela forma e com a antecedência
a) em sessão ordinária, uma vez por expressamente convocada para o efeito, por
indicadas no número anterior.
ano, para discussão, apreciação, maioria representativa de setenta e cinco do
aprovação ou modificação do SECÇÃO II
capital social realizado.
balanço e contas do exercício, bem
como para deliberar sobre quaisquer Da gerência e representação da sociedade ARTIGO DÉCIMO QUINTO
outros assuntos constantes da (Casos omissos)
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
respectiva convocatória;
b) em sessão extraordinária, sempre que Um) Para todas as questões que possam
(Gerência e representação)
se mostrar necessário. surgir deste pacto social, incluindo as que
Um) A gerência da sociedade bem como a respeitam à interpretação ou validade das
Dois) As assembleias gerais ordinárias
sua representação activa e passiva, em juízo e respectivas cláusulas entre os sócios, seus
e extraordinárias poderão reunir-se sem
fora dele, compete a um ou mais gerentes eleitos herdeiros ou representantes, ou entre eles e
convocatória, desde que estejam presentes todos
a sociedade, compete o foro da Província de
os sócios, caso em que a respectiva acta deve em assembleia geral, com ou sem dispensa de
Maputo.
ser assinada por todos os sócios. caução, conforme deliberado pela assembleia
Dois) Qualquer matéria que não tenha sido
geral.
ARTIGO NONO tratada nestes estatutos reger-se-á pelo disposto
Dois) A remuneração será estabelecida no Código Comercial e outra legislação em
(Reuniões da assembleia geral) de acordo com a deliberação em assembleia vigor em Moçambique.
Um) A assembleia geral reunirá, em prin- geral. Maputo, vinte e dois de Maio de dois mil
cípio, na sede da sociedade, e a convocação Três) A sociedade obriga-se pela assinatura e doze. — O Técnico, Ilegível.
será feita pelo presidente da mesa da assembleia de um dos sócios gerentes.
geral ou por dois outros gerentes ou sócios, por Quatro) Os gerentes poderão delegar os
meio de carta registada, com aviso de recepção, seus poderes a terceitos, a quem conferirão
expedida aos sócios com antecêdencia mínima
poderes específicos e durante um determinado Meio Corte – Sinalização
de trinta dias, que poderá ser reduzida para vinte
período. de Transito, Limitada
dias quando se trate de reunião extraordinária,
devendo ser acompanhada da ordem de trabalhos Cinco) Qualquer trabalhador devidamente Certifico, para efeitos de publicação, que
e dos documentos necessários à tomada de autorizado poderá assinar actos de mero no dia cinco de Outubro de dois mil e doze,
deliberação, quando seja esse o caso. expediente. foi matriculada na Conservatória do Registo
29 DE MAIO DE 2012 564 — (141)

de Entidades Legais sob NUEL 100291096 c) as obras de superfície em estradas e Quatro) Os sócios poderão conceder à socie-
uma sociedade denominada Meio Corte – auto-estradas; dade os suprimentos de que ela necessite, nos
Sinalização de Transito, Limitada ,entre: d) a instalação de guardas de protecção; termos e condições fixados por deliberação
Primeiro: Luís Filipe Rodrigues de Almeida, da assembleia geral, devendo tais quantias
e) as obras públicas e particulares;
serem lançadas a crédito de contas, podendo os
casado, no regime de separação de bens, f) a prestação de serviços, importação, mesmos vencerem juros.
natural de São Sebastião da Pedreira – Lisboa, exportação e comércio a grosso
residente na Matola, portador do Passaporte ARTIGO SEXTO
e a retalho de materiais e equipa-
n.º L648282, emitido a onze de Maio de dois
mentos; (Divisão e cessão de quotas)
mil e onze e válido até onze de Maio de dois
mil e dezasseis; g) a prestação de serviços de consultoria
Um) A cessão total ou parcial de quotas,
Segundo: Nelson Nuno Caetano Marcelino, e assistência técnica na sua área de bem como a constituição de quaisquer ónus
maior, de nacionalidade portuguesa, portador de actividade; ou encargos sobre as mesmas, carece de
Passaporte n.º J885412, emitido a dezasseis de h) a transformação e industrialização. autorização prévia da sociedade, que será
Abril de dois mil e nove e válido até dezasseis Dois) A sociedade poderá ainda exercer sempre preferencial, dada por deliberação da
de Abril de dois mil e catorze. respectiva assembleia geral.
quaisquer actividades conexas, complementares
Constituem entre si uma sociedade por Dois) O sócio que pretende ceder a sua quota,
ou subsidiárias às suas actividades principais, comunicará tal facto à sociedade, mediante carta
quotas de responsabilidade limitada, que reger- tendentes a maximizá-las através de novas registada na qual menciona a identificação do
se-á por seguintes artigos:
formas de implementação de negócios e como respectivo cessionário, bem como o preço e
CAPÍTULO I fontes de rendimento, desde que legalmente demais condições do negócio projectado.
autorizadas e a decisão aprovada pela assembleia Três) No caso de a sociedade não desejar
Da denominação, duração, sede fazer uso do direito de preferência consagrado no
e objecto geral.
número um, então o referido direito pertencerá a
ARTIGO PRIMEIRO Três) Mediante deliberação da assembleia qualquer um dos sócios e, querendo-o mais de
geral, a sociedade poderá participar no capital um, a quota será dividida pelos interessados na
(Denominação)
social de outras sociedades ou associar-se com proporção de suas quotas.
A sociedade adopta a denominação de Meio
elas de qualquer forma legalmente permitida. Quatro) A sociedade deverá, num máximo
Corte – Sinalização de Transito, Limitada, de quinze dias, convocar por carta registada
adiante designada simplesmente por sociedade, CAPÍTULO II com aviso de recepção, uma assembleia geral
e constitui-se sob a forma de uma sociedade extraordinária a realizar no prazo de trinta dias a
por quotas. Do capital social, suprimentos, divisão contar da data da mesma notificação, se pretende
e cessão de quotas dar o seu consentimento para a cessão.
ARTIGO SEGUNDO
Cinco) Se a sociedade não deliberar sobre o
(Duração) ARTIGO QUINTO
pedido do consentimento nos quarenta e cinco
A sociedade constitui-se por tempo indeter- (Capital social) dias seguintes após a sua recepção, a eficácia
minado, contando-se a partir da data da assinatura da cessão ou divisão deixa de depender do
da escritura da constituição, e rege-se pelos Um) O capital social, integralmente realizado consentimento.
presentes estatutos e pela legislação em vigor e em dinheiro, é de um milhão e quinhentos mil Seis) A transmissão da quota só se considera
aplicável na República de Moçambique. meticais, correspondendo à soma de duas feita depois de efectuada a respectiva notificação
quotas, sendo: à sociedade, reconhecendo-se ao cessionário,
ARTIGO TERCEIRO apenas após esta formalidade, os direitos e
a) uma quota no valor nominal de obrigações inerentes à quota.
(Sede)
setecentos e cinquenta mil meticais, Sete) Os actos praticados pelo cedente
Um) A sociedade tem a sua sede social na subscrita e realizada por Luís Filipe perante a sociedade ou terceiros, ou por aquela
cidade da Matola A, Rua dos Continuadores, Rodrigues de Almeida; perante o cedente, obrigam o cessionário,
quarteirão quarenta e sete, casa número quarenta quando anteriores à notificação.
b) uma quota no valor nominal de
e oito, podendo abrir delegações ou outras Oito) A transmissão de quotas entre os
formas de representação dentro do território da setecentos e cinquenta mil meticais, sócios é livre e não carece de deliberação da
República de Moçambique ou no estrangeiro subscrita e realizada por Nelson assembleia geral.
onde e quando os sócios assim deliberarem em Nuno Caetano Marcelino.
assembleia geral. ARTIGO SÉTIMO
Dois) O capital social poderá ser aumentado,
Dois) Mediante deliberação da assembleia com ou sem entrada de novos sócios, por (Amortização da quota)
geral, pode se transferir a sede para qualquer
deliberação da assembleia geral expressamente Um) É permitida a amortização da quota nos
outro local do território nacional.
convocada para o efeito, tomada por maioria seguintes casos:
ARTIGO QUARTO correspondente a pelo menos setenta e cinco a) Quando o sócio deixar de participar da
(Objecto) por cento do capital social. vida da sociedade;
Três) Podem ser exigidas aos sócios pres- b) Quando praticar actos que lesem os
Um) A sociedade tem por objecto principal, interesses da sociedade.
as seguintes actividades: tações suplementares de capital até ao montante
de um bilião de meticais, desde que deliberadas Dois) Poderá também ser amortizada a quota
a) sinalização e equipamentos rodoviários, de um dos sócios em demais situações desde que
sinalização e equipamentos de por maioria correspondente a pelo menos
haja acordo dos sócios.
aeródromos; setenta e cinco por cento do capital social da
Três) A contrapartida de amortização da
b) a construção e reparação de estradas, sociedade, em assembleia geral expressamente quota, nos casos previstos no número anterior,
auto-estradas, ruas e de vias urbanas convocada para o efeito, ou, independentemente se a lei não dispuser de outro modo, será igual
para veículos e peões, pistas de da convocatória, desde que estejam presentes ao valor da quota segundo o último balanço
aeroportos e de aeródromos; todos os sócios. legalmente aprovado.
564 — (142) III SÉRIE — NÚMERO 13

CAPÍTULO III ARTIGO DÉCIMO CAPÍTULO V


Dos órgãos sociais, gerência (Representação) Das disposições finais
e representação da sociedade Um) Os sócios que forem pessoas colectivas ARTIGO DÉCIMO QUARTO
SECÇÃO I far-se-ão representar nas assembleias gerais
(Dissolução)
pela pessoa física para esse efeito designada,
Da assembleia geral mediante simples carta dirigida ao presidente A sociedade dissolve-se nos casos e nos
da mesa da assembleia geral. termos estabelecidos por lei, ou mediante
ARTIGO OITAVO deliberação tomada em assembleia geral
Dois) Qualquer dos sócios poderá ainda
(Convocatória) fazer-se representar na assembleia geral por expressamente convocada para o efeito, por
outro dos sócios, mediante comunicação escrita maioria representativa de setenta e cinco por
Um) A assembleia geral reunirá: cento do capital social realizado.
dirigida pela forma e com a antecedência
a) em sessão ordinária, uma vez por indicadas no número anterior.
ARTIGO DÉCIMO QUINTO
ano, para discussão, apreciação,
aprovação ou modificação do SECÇÃO II (Casos omissos)
balanço e contas do exercício, bem Da gerência e representação da sociedade Um) Para todas as questões que possam
como para deliberar sobre quaisquer surgir deste pacto social, incluindo as que
outros assuntos constantes da ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO respeitam à interpretação ou validade das
respectiva convocatória; (Gerência e representação) respectivas cláusulas entre os sócios, seus
b) em sessão extraordinária, sempre que herdeiros ou representantes, ou entre eles e
Um) A gerência da sociedade bem como a a sociedade, compete o foro da Província de
se mostrar necessário.
sua representação activa e passiva, em juízo e Maputo.
Dois) As assembleias gerais ordinárias fora dele, compete a um ou mais gerentes eleitos Dois) Qualquer matéria que não tenha sido
e extraordinárias poderão reunir-se sem em assembleia geral, com ou sem dispensa de tratada nestes estatutos reger-se-á pelo disposto
convocatória, desde que estejam presentes todos caução, conforme deliberado pela assembleia no Código Comercial e outra legislação em
os sócios, caso em que a respectiva acta deve geral. vigor em Moçambique.
ser assinada por todos os sócios. Dois) A remuneração será estabelecida Maputo, vinte e dois de Maio de dois mil
de acordo com a deliberação em assembleia e doze. — O Técnico, Ilegível.
ARTIGO NONO geral.
(Reuniões da assembleia geral) Três) A sociedade obriga-se pela assinatura
de um dos sócios gerentes.
Um) A assembleia geral reunirá, em prin- Quatro) Os gerentes poderão delegar os
cípio, na sede da sociedade, e a convocação seus poderes a terceitos, a quem conferirão
Tradeserv, Limitada
será feita pelo presidente da mesa da assembleia poderes específicos e durante um determinado Certifico, para efeitos de publicação, que por
geral ou por dois outros gerentes ou sócios, por período. escritura de vinte e quatro de Maio de dois mil
meio de carta registada, com aviso de recepção, Cinco) Qualquer trabalhador devidamente e doze, exarada de folhas oito e seguintes, do
expedida aos sócios com antecêdencia mínima autorizado poderá assinar actos de mero livro de notas para escrituras diversas número
de trinta dias, que poderá ser reduzida para vinte expediente. duzentos e oitenta e oito traço D1 do Segundo
dias quando se trate de reunião extraordinária, Cartório Notarial de Maputo, perante Antonieta
CAPÍTULO IV
devendo ser acompanhada da ordem de trabalhos António Tembe, licenciada em Direito, técnica
e dos documentos necessários à tomada de Das contas e aplicação de resultados superior dos registos e notariado N1 e notária
deliberação, quando seja esse o caso. em exercício no referido cartório, foi constituída
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
Dois) Quando as circunstâncias o acon- entre Johan Christoffel Potgieter e Nadine
selharem, a assembleia geral poderá reunir (Contas) Potigieter, uma sociedade por quotas de
em local fora da sede social, se tal facto não responsabilidade limitada, que se regerá pelos
Um) O exercício social coincide com o ano
termos constantes dos artigos seguintes:
prejudicar os direitos e os legítimos interesses civil.
de qualquer dos sócios. Dois) O balanço e a conta de resultados ARTIGO PRIMEIRO
Três) A mesa da assembleia geral é composta fechar-se-ão com referência a trinta e um de
(Denominação social)
por um presidente e um secretário, cujas faltas Dezembro de cada ano e serão submetidos à
são supridas nos termos da lei. apreciação e aprovação da assembleia geral. A sociedade adopta a denominação de
Quatro) A assembleia geral considera Tradeserv, Limitada, e será regida pelos
ARTIGO TERCEIRO presentes estatutos e demais legislação aplicável
se regularmente constituída quando, em
primeira convocação, estejam presentes ou (Aplicação de resultados) na República de Moçambique.
devidamente representados setenta e cinco
Um) Dos lucros apurados em cada exercício ARTIGO SEGUNDO
por cento do capital social e, em segunda deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem
convocação, seja qual for o número de sócios (Sede social)
legalmente estabelecida para a constituição do
presentes e independentemente do capital que fundo de reserva legal enquanto não estiver Um) A sociedade tem a sua sede social
representam. realizado, nos termos da lei, ou sempre que seja na Avenida União Africana, número três mil
Cinco) As deliberações da assembleia geral necessário reintegrá-lo. cento vinte e seis, loja dois, Centro Comercial,
são tomadas por maioria simples de votos dos Dois) Cumprido o disposto no número Matola.
sócios presentes ou representados, excepto anterior, a parte restante dos lucros será aplicada Dois) Por simples deliberação da
nos casos em que pela lei ou pelos presentes nos termos que forem aprovados em assembleia administração, poderá a sede social ser
estatutos se exija maioria diferente. geral. transferida para outro local dentro da mesma
29 DE MAIO DE 2012 564 — (143)

cidade ou para outra cidade, bem como, criar e ARTIGO SÉTIMO Dois) O sócio impedido de comparecer à
encerrar sucursais, agências, filiais, delegações, reunião da assembleia geral poderá fazer-se
(Cessão de quotas)
ou outras formas de representação em território representar por qualquer pessoa, mediante carta
nacional ou no estrangeiro. Um) É livremente permitida a cessão, total por ele assinada.
ou parcial, de quotas entre os sócios, ficando,
ARTIGO TERCEIRO desde já, autorizadas as divisões para o efeito; ARTIGO DÉCIMO
(Duração) porém, a cessão a estranhos depende sempre do (Administração e representação)
consentimento da sociedade, sendo, neste caso,
A duração da sociedade é por tempo reservado à sociedade, em primeiro lugar, e aos Um) A sociedade será gerida e administrada
indeterminado, contando - se o seu início, para por um administrador, sendo desde já nomeado
sócios não cedentes em segundo lugar, o direito
todos os efeitos legais, a partir da data da sua Johan Christoffel Potgieter.
de preferência, devendo pronunciar-se no prazo
Dois) Compete ao administrador, a
constituição. de trinta dias a contar da data do conhecimento,
representação da sociedade em todos os seus
se pretendem ou não usar de tal direito.
ARTIGO QUARTO
actos, activa e passivamente, em juízo e fora dele,
Dois) Para os efeitos do disposto no número tanto na ordem jurídica interna e internacional,
(Objecto) um deste artigo, o sócio cedente notificará a dispondo dos mais amplos poderes legalmente
sociedade, por carta registada com aviso de consentidos para a prossecução e realização do
Um) A sociedade tem por objecto: recepção, da projectada cessão de quota ou objecto social.
a) Prestação de serviços de lavandaria e parte dela. Três) Os actos de mero expediente serão
limpeza a seco; Três) No caso de a sociedade ou dos sócios assinados por qualquer um empregado da
b) Jardinagem; pretenderem exercer o direito de preferência sociedade devidamente autorizado.
c) Desenho gráfico; conferido nos termos do número um do presente
artigo deverão, comunicá-lo ao cedente no prazo ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
d) Compra e venda de artigos de segunda
mão (mobiliário, electrodomésticos de trinta dias contados da data da recepção da (Morte ou interdição)
e ferramentas); carta, referida no número dois deste artigo.
Quatro) A falta de resposta pela sociedade No caso de morte ou interdição de alguns
e) Importação e exportação. sócios e quando sejam vários os respectivos
e pelos restantes sócios no prazo que lhes
Dois) Por deliberação da assembleia geral, sucessores, estes designarão entre si um que a
incumbe dá-la , entende- se como autorização
a sociedade poderá ainda exercer outras todos represente perante a sociedade enquanto
para a cessão e renúncia por parte da sociedade
actividades permitidas por lei. a divisão da respectiva quota não for autorizada
e dos restantes sócios aos respectivos direitos
Três) Por decisão da assembleia geral, ou se a autorização for denegada.
de preferência.
a sociedade poderá adquirir participações, ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
maioritárias ou minoritárias, no capital de ARTIGO OITAVO
outras sociedades, nacionais ou estrangeiras, ( Balanço)
(Amortização de quotas)
independentemente do ramo de actividade. Um) O exercício social coincide com o ano
Um) Para além do caso de amortização de civil.
ARTIGO QUINTO quotas por acordo com os respectivos titulares, Dois) O balanço e as contas de resultado
a sociedade terá ainda o direito de amortizar fechar-se-ão com referência a trinta e um de
(Capital social)
qualquer quota quando esta seja objecto de Dezembro do ano correspondente e serão
Um) O capital social, integralmente realizado penhor, arresto, penhora, arrolamento, apreensão submetidas a apreciação da assembleia geral
e subscrito em dinheiro, é de vinte mil meticais, em processo judicial ou administrativo, ou seja ordinária dentro dos limites impostos pela lei.
e corresponde à soma de duas quotas iguais dada em caução de obrigações assumidas pelos
seus titulares sem que a prestação de tal garantia ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
divididas do seguinte modo:
tenha sido autorizada pela sociedade, quando o (Dissolução)
a) Uma quota no valor nominal de
sócio respectivo fizer ou praticar acções lesivas
dezoito mil meticais o equivalente A sociedade só se dissolve nos casos previstos
do bom nome e imagem da sociedade e dos
a noventa por cento do capital na lei, dissolvendo-se por acordo dos sócios
restantes sócios, e ainda quando, ocorrendo resultando serem todos eles liquidatários.
social e pertencente ao sócio, Johan
o divórcio do sócio, a quota lhe não fique a
Christoffel Potgieter; pertencer por inteiro na sequência da partilha ARTIGO DÉCIMO QUARTO
b) Uma quota no valor nominal de dois de bens.
mil meticais o equivalente a dez por (Legislação aplicável)
Dois) Fora do caso de amortização de
cento do capital social e pertencente quota por acordo com o respectivo titular, a Todas as questões não especialmente
à sócia, Nadine Potigieter. contrapartida da amortização da quota é igual contempladas pelos presentes estatutos serão
ao valor que resulta da avaliação realizada reguladas pelo Código Comercial e pela
Dois) O capital social poderá ser aumentado
por auditor de contas sem relação com a demais legislação aplicável na República de
por uma ou mais vezes, com ou sem entrada de Moçambique.
novos sócios. sociedade.
Está conforme.
ARTIGO SEXTO ARTIGO NONO Maputo, vinte e quatro de Maio de dois mil
(Assembleias gerais) e dois. — O Ajudante, Ilegível.
(Suprimentos e prestações suplementares)
Um) As assembleias gerais serão convocadas
Um) Depende da deliberação dos sócios a
celebração de contratos de suprimentos.
por comunicação escrita enviada aos sócios com, Xicoração, Limitada
pelo menos quinze dias de antecedência, salvo
Dois) Aos sócios poderão ser exigidas nos casos em que a lei exija outras formalidades, Certifico, para efeitos de publicação, que
prestações suplementares de capital até ao e sem prejuízo das outras formas de deliberação por escritura de doze de Março de dois mil e
montante global das suas quotas. dos sócios legalmente previstas. doze, exarada de folhas sete a folhas nove, do
564 — (144) III SÉRIE — NÚMERO 13

livro de notas para escrituras diversas número Dois) A sociedade poderão adquirir ou Dois) Caberá a administração designar o
dezasseis traço E, do Terceiro Cartório Notarial participar no capital social de outras sociedades director-geral e o director-adjunto bem como
de Maputo, perante Fátima Juma Achá Baronet, comerciais ou industriais, mesmo com objecto fixar as respectivas atribuições e competência.
licenciada em Direito, técnica superior dos social diferente do seu, em sociedades reguladas
registos e notariado N1 e notária em exercício no por leis especiais, bem como fazer parte de ARTIGO NONO
referido cartório, procedeu-se na sociedade em consórcios, agrupamentos complementares de Formas de obrigar a sociedade
epígrafe a cessão de quota, onde a sócia Maria empresas ou associações em participação.
Um) A sociedade fica obrigada pela
do Carmo Isidro Soares, cedeu a totalidade da
ARTIGO QUINTO assinatura:Da sócia única, ou pela do seu
sua quota no valor nominal de vinte e cinco
procurador/a quando exista.
mil meticais, correspondente a cinquenta por Aumento e redução do capital social
Dois) Os actos de mero expediente
cento do capital social, a sócia Clotilde Isabel
Um) O capital social pode ser aumentado ou poderão ser assinados pêlos directores ou por
Silva Waddington, e esta por sua vez unificou
reduzido mediante decisão da sócia, alterando se qualquer empregado por eles expressamente
a quota cedida com a primitiva que possuía na
em qualquer dos casos o pacto social para o que autorizado.
sociedade, passando a deter uma única quota
se observarão as formalidades estabeleci¬das
no valor nominal de cinquenta mil meticais, ARTIGO DÉCIMO
por lei.
representativa de cem por cento do capital social
Dois) Decidida qualquer variação do capital Balanço e prestação de contas
e transformou a dita sociedade em sociedade por
social, o montante do aumento ou diminuição
quotas unipessoal, limitada. Um) O ano social coincide com o ano civil,
será rateado pela sócia única, competindo à
Que, em consequência da operada cessão sócia decidir como e em que prazo deverá ser iniciando a um de Janeiro e terminando a trinta
de quotas e transformação do tipo societário, feito o seu pagamento quando o respectivo e um de Dezembro.
a sociedade passa a reger-se pelos artigos capital não seja logo inteiramente realizado. Dois) O balanço e a conta de resultados
abaixo: fecham a trinta e um de Dezembro de cada
ARTIGO SEXTO ano, devendo a administração da sociedade
ARTIGO PRIMEIRO
Prestações suplementares organizar as contas anuais e elaborar um
Denominação e sede relatório respeitante ao exercício e uma proposta
Não haverá prestações suplementares de
A sociedade adopta a denominação de de aplicação de resultados.
capital. A sócia poderá fazer os suprimentos à
Xicoração-Sociedade Unipessoal Limitada, sociedade, nas condições fixadas por ela ou pelo ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
e tem a sua sede na cidade de Maputo, conselho de gerência a nomear.
podendo abrir delegações ou quaisquer outras Resultados e sua aplicação
formas de representação em qualquer parte do ARTIGO SÉTIMO
Um) Dos lucros apurados em cada exercício
território nacional, ou no estrangeiro e rege-se
Administração da sociedade deduzir se á, em primeiro lugar, a percentagem
pelos presentes estatutos e demais legislação
aplicável. Um) A administração da sociedade é estabelecida para constituição do fundo de
exercida por um ou mais administradores, reserva legal, enquanto não se encontrar
ARTIGO SEGUNDO podendo ser a própria sócia ou ainda pessoas realizada nos termos da lei, ou, sempre que for
Duração estranhas à sociedade, que ficarão dispensados necessário reintegrá la.
de prestar caução, a ser escolhido pela sócia, Dois) A parte restante dos lucros serão
A duração da sociedade é por tempo que se reserva o direito de os dispensar a todo aplicados nos termos que forem decididos pela
indeterminado, contando-se o seu começo o tempo. sócia única.
a partir da data da celebração da respectiva Dois) A sócia, bem como os administradores
escritura pública. por este nomeados, por ordem ou com ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO

ARTIGO TERCEIRO autorização deste, podem constituir um ou mais Dissolução e liquidação da sociedade
procuradores, nos termos e para os efeitos da lei.
Objecto Um) A sociedade somente se dissolve nos
Os mandatos podem ser gerais ou especiais e
termos fixados na lei.
Um) A sociedade tem por objecto principal tanto à sócia como os administradores poderão
Dois) Declarada a dissolução da sociedade,
a actividade de ensino privado a título oneroso, revogá los a todo o tempo, estes últimos mesmo
proceder se á a sua liquidação gozando os
bem como outras actividades complementares sem autorização prévia da sócia, quando as
liquidatários, nomeados pela sócia, dos mais
ou acessórias à actividade principal. circunstân¬cias ou a urgência o justifiquem.
amplos poderes para o efeito.
Dois) A sociedade poderá igualmente Três) Compete à administração a represen-
exercer qualquer outra actividade de natureza tação da sociedade em todos os seus actos, activa ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
comercial e/ou industrial conexas ao seu objecto e passivamente, em juízo e fora dele, tanto na
ordem jurídica interna como internacionalmente, Morte, interdição ou inabilitação
principal e por lei permitidas desde que obtenha
as necessárias autorizações, ou ainda associar- dispondo de mais amplos poderes legalmente Em caso de morte, interdição ou inabilitação
se ou participar no capital de outras sociedades consentidos para a prossecução do objecto da sócia, a sociedade continuará com os
conforme for decidido pelo sócio. social, designadamente, quanto ao exercício da herdeiros, caso estes manifestem a intenção
gestão corrente dos negócios sociais. de continuar na sociedade. Caso não hajam
ARTIGO QUARTO
ARTIGO OITAVO herdeiros, sendo paga a quota da sócia, a quem
Capital social tem direito, pelo valor que o balanço apresentar
Direcção-geral
Um) O capital social integralmente realizado a data do óbito ou da certificação daqueles
em bens e dinheiro, é de cinquenta mil meticais Um) A gestão corrente da sociedade poderá estados, caso os herdeiros ou representante
e corresponde a uma única quota com o mesmo ser confiada a um director-geral, eventualmente legal não manifeste, no prazo de seis meses
valor nominal, pertencente à única sócia, assistido por um director-adjunto, sendo ambos após notificação, a intenção de continuar na
Clotilde Isabel Waddington. empregados da sociedade. sociedade.
29 DE MAIO DE 2012 564 — (145)

ARTIGO DÉCIMO QUARTO abrir ou encerrar sucursais, delegações, CAPÍTULO II


Amortização de quotas
agências ou qualquer outra forma de
ARTIGO QUARTO
representação social no território nacional
A sociedade poderá amortizar qualquer ou no estrangeiro. Capital social
quota nos seguintes casos:
Que o capital social integralmente
a) Por acordo; ARTIGO QUINTO subsc-rito e realizado em dinheiro é de
b) Se a quota for penhorada, dada Capital social vinte mil meticais dividida em três partes
em penhor sem consentimento desiguais, designadamente:
da sociedade, arrestada ou por O capital social, integralmente
subscrito em dinheiro, é de quarenta mil a) Gestiarte, Limitada com treze mil
qualquer forma apreendida judicial
meticais encontrando-se dividido em duas meticais, o correspondente a
ou administrativamente e sujeito a
quotas iguais e distribuído da seguinte sessenta e cinco por cento do
venda judicial.
forma: capital;
ARTIGO DÉCIMO QUINTO b) António Carlos Correia Carvalho
a) Uma quota no valor nominal de
com quatro mil meticais, o
Disposição final vinte mil meticais equivalente
correspondente a vinte por
a cinquenta por cento do capital
Tudo o que ficou omisso será regulado e cento do capital;
social, pertencente ao sócio
resolvido de acordo com a lei comercial. c) Ricardo Manuel Passinhas Crespo
John Ockert Truter;
Está conforme. com três mil meticais , o corres-
b) Uma quota no valor nominal de
Maputo, vinte e cinco de Abril de dois mil pondente a quinze por cento
vinte mil meticais, equivalente
e doze. — O Ajudante, Ilegível. do capital.
a cinquenta por cento do capital
social, pertencente ao sócio CAPÍTULO III
Thomas Gerherdus Gravett.
ARTIGO SÉTIMO
Lillicrap Crutchfield Que em tudo o mais não alterado continuam
a vigorar as disposições do pacto social (Composição e competência da
Consulting Moz, Limitada gerência)
anterior.
Certifico, para efeitos de publicação, que Está conforme. Um) A administração e gestão da
por escritura pública de vinte e um de Fevereiro sociedade e sua representação em juízo e
Maputo, oito de Março de dois mil
de dois mil e doze, lavrada de folhas cento fora dela, activa e passivamente, passam
e doze. — O Ajudante, Ilegível.
e vinte e cinco a folhas cento e vinte e sete, desde já a cargo dos sócios José Eduardo
do livro de notas para escrituras diversas Camacho Lampreia, Luís Pedro Roncon
número trezentos e vinte e nove, traço A, Chaves, António Carlos Correia Carvalho,
deste Cartório Notarial de Maputo, perante ENGIÁFRICA-Sociedade Ricardo Manuel Passinhas Crespo que
Carla Roda de Benjamim Guilaze, licenciada Unipessoal, Limitada são nomeados gerentes com dispensa de
em Direito, técnica superior dos registos e caução.
notariado N1 e notária em exercício no referido Certifico, para efeito de publicação, que Dois) Sem prejuízo dos gerentes
cartório, procedeu-se na sociedade em epígrafe, por deliberação de treze de Abril de dois mil poderem nomear mandatários ou
mudança de denominação, aumento do capital e doze, na sede da sociedade ENGIÁFRICA- procuradores da sociedade para a prática
social, mudança de sede e alteração parcial Sociedade Unipessoal, Limitada matriculada na de determinados actos ou categorias a
do pacto social, em que socios mudaram a Conservatória do Registo de Entidades Legais sociedade vincula-se pela intervenção
denominação e sede da sociedade de Lillicrap sob sob o NUEL 100283050 deliberaram de dois gerentes, nomeadamente José
Crutchfield Consulting Moz, Limitada para cedência total de quota, entrada de novos sócios Eduardo Camacho Lampreia ou Luís
WSP Mozambique, Limitada, da Província e mudança de gerencia e consequente alteração Pedro Roncon Chaves.
de Maputo para Avenida Vladimir Lenine, do artigo terceiro do pacto social, que passa a Não havendo mais nada a assembleia
número mil e trezentos e trinta e sete, rés-do- ter a seguinte e novas redacção: extraodinária terminou quando eram quinze
chão. E os sócios elevam o capital social de
Por consequência do precedente os artigos horas e quinze minutos com a elaboração
dez mil meticais para quarenta mil meticais
primeiro e quarto passam a ostentar a seguinte da presente acta que vai ser assinada pelos
tendo se verificado um aumento de trinta mil
redacção: sócios.
meticais sendo o aumento feito na proporção
Maputo, vinte e quatro de Maio de dois mil
das suas quotas. CAPÍTULO I e doze. — O Técnico, Ilegível.
Em consequência da mudança de
denominação, aumento do capital, e mudança ARTIGO PRIMEIRO
de sede , é assim alterado o artigo primeiro Denominação e sede Niassa Gold, S.A.
e o artigo quarto do estatuto, que passa a ter
a seguinte nova redacção: A sociedade adopta a denominação de Certifico, para efeitos de publicaçao, que
ENGIÁFRICA, Engenharia, Limitada, e no dia dezoito de Agosto de dois mil e onze,
ARTIGO PRIMEIRO tem a sua sede na Avenida General Pereira foi matriculada na Conservatória do Registo
D’Eça, número trezentos e sessenta de Entidades Legais sob NUEL 100239620
A sociedade adopta a denominação de
e cinco, primeiro andar nesta cidade uma sociedade denominada Niassa Gold,
WSP Mozambique, Limitada, tendo a sua
de Maputo, podendo por deliberação SA,entre:
sede na Avenida Vladimir Lenine, número
mil e trezentos e trinta e sete, rés-do-chão, da assembleia geral abrir delegações, Gary Denham Seabrooke, casado, de
podendo ainda que sem deliberação da sucursais ou quaisquer outras formas nacionalidade australiana, residente emo
assembleia geral, transferir a sua sede, mas de representação dentro ou fora de país Bairro Chingodzi, Cidade de Tete, tutular
com deliberação da assembleia gera para quando for conveniente. do passaporte E3015682;
564 — (146) III SÉRIE — NÚMERO 13

Mark Jon Tichener , solteiro, de nacionalidade CAPÍTULO II não sendo as acções próprias consideradas para
Australiana, residente emo Bairro Chingodzi, efeitos de votação em assembleia geral ou de
Do capital social determinação do respectivo quorum.
Cidade de Tete, tirular do Passaporte n.°
E3028367; ARTIGO QUINTO Três) Os direitos inerentes às obrigações
Greenstone Resources, Limited, com registo detidas pela sociedade permanecerão suspensos
(Valor, certificados de acções e espécies de
comercial 098544/C2GBL, sede em Maxcity enquanto as mesmas forem por si tituladas, sem
acções)
Building. prejuízo da possibilidade da sua conversão ou
Um) O capital social da sociedade, integral- amortização.
CAPÍTULO I mente subscrito em dinheiro, é de duzentos e
ARTIGO OITAVO
cinquenta mil meticais, realizado em cem por
Da denominação, forma, sede, duração
cento, representado por cem mil acções, cada (Aumento do capital social)
e objecto
uma com o valor nominal de dois meticais e Um) O capital social poderá ser aumentado
ARTIGO PRIMEIRO cinquenta centavos. uma ou mais vezes, através de novas entradas,
(Forma e denominação) Dois) As acções da sociedade serão nomina- em dinheiro ou em espécie, ou através da
tivas ou ao portador e serão representadas por incorporação de reservas, de resultados ou da
A sociedade adopta a forma de sociedade
certificados de um ,cinco, dez, cinquenta, mil conversão do passivo em capital, mediante
anónima de responsabilidade limitada e a deliberação da assembleia geral, aprovada por
ou múltiplos de mil acções.
denominação de Niassa Gold, S.A. uma maioria de accionistas que representem,
Três) A sociedade poderá emitir acções
preferenciais sem voto, remíveis ou não, em pelo menos, setenta e cinco por cento das acções
ARTIGO SEGUNDO
diferentes classes ou séries. com direito de voto.
(Sede) Dois) Excepto se de outro modo deliberado
Quatro) Os certificados serão assinados
pela assembleia geral, os accionistas terão
Um) A sociedade tem a sua sede na Avenida por dois administradores, sendo uma dessas
direito de preferência na subscrição de novas
de Zimbabwe, número trezentos e oitenta e assinaturas do Presidente do Conselho de acções em cada aumento de capital.
cinco, Bairro de Sommerschield, Cidade de Administração. Três) O montante do aumento será
Maputo, Moçambique. distribuído entre os accionistas que exerçam
Dois) O Conselho de Administração poderá, ARTIGO SEXTO
o seu direito de preferência, atribuindo-se-lhes
a todo o tempo, deliberar que a sede da (Emissão de obrigações) uma participação nesse aumento, na proporção
Sociedade seja transferida para qualquer outro da respectiva participação social já realizada
Um) Mediante deliberação da assembleia
local, em Moçambique. à data da deliberação do aumento de capital,
geral, aprovada por uma maioria que represente, ou a participação que os accionistas em causa
Três) Por deliberação do Conselho pelo menos, setenta e cinco por cento das
de Administração, poderão ser criadas e tenham declarado pretender subscrever, se esta
acções que conferem direito a voto, a sociedade for inferior àquela.
extintas, em Moçambique ou no estrangeiro, poderá emitir, nos mercados interno e externo, Quatro) Os accionistas deverão ser notificados
filiais, sucursais, delegações, escritórios de obrigações ou qualquer outro tipo de título de do prazo e demais condições do exercício
representação, agências ou outras formas de dívida legalmente permitido, em diferentes séries do direito de subscrição do aumento por fax,
representação social. e classes, incluindo obrigações convertíveis em correio electrónico ou carta registada. Tal prazo
acções e obrigações com direito de subscrição não poderá ser inferior a quinze dias.
ARTIGO TERCEIRO de acções.
(Duração) Dois) Os accionistas terão direito de ARTIGO NONO
preferência, na proporção das respectivas (Transmissão de acções e direito de
A sociedade durará por um período de tempo participações de capital, relativamente à preferência)
indeterminado. subscrição de quaisquer obrigações convertíveis
em acções ou com direito de subscrição de Um) A transmissão de acções está sujeita
ARTIGO QUARTO ao consentimento prévio da sociedade, o qual
acções, cuja emissão tenha sido deliberada pela
deverá ser prestado mediante deliberação da
(Objecto) assembleia geral.
Assembleia Geral. Adicionalmente nenhum
Três) Os certificados de obrigações devem
Um) A sociedade tem, por objecto social, accionista poderá transmitir as suas acções
sem ser assinados por dois administradores,
a terceiros sem proporcionar aos outros
reconhecimento, pesquisa, prospecção, sendo um deles, necessariamente, o presidente accionistas o eventual exercício do seu direito
exploração, desenvolvimento, produção e do conselho de administração. de preferência.
processamento de recursos minerais, Dois) Qualquer accionista que pretenda
comercialização, exportação, compra e venda ARTIGO SÉTIMO
transmitir as suas acções (o Vendedor) deverá
de recursos minerais e outros produtos mineiros, (Acções ou obrigações próprias) comunicar ao Conselho de Administração, por
aquisição de direitos de uso de terra e outros carta dirigida ao mesmo as acções a vender, o
Um) Mediante deliberação da Assembleia
direitos reais, bens imoveis e outras operações, respectivo preço por acção e divisa em que tal
Geral, aprovada por uma maioria que represente,
importação e exportação de bens, equipamentos preço será pago.
pelo menos, setenta e cinco por cento das acções
e materiais inerentes ao desenvolvimento da sua Três) O direito de preferência previsto no
que conferem direito a voto, a sociedade poderá presente Artigo tem eficácia real.
actividade, prestação de serviços relacionados adquirir acções ou obrigações próprias e realizar
com a actividade mineira e outros serviços as operações relativas às mesmas, que forem ARTIGO DÉCIMO
afins. permitidas por lei.
Dois) Por deliberação do Conselho de (Ónus ou encargos sobre as acções)
Dois) Os direitos sociais das acções próprias
Administração, a sociedade poderá adquirir ficarão suspensos enquanto essas acções Um) Os accionistas não poderão constituir
participações maioritárias ou minoritárias, pertencerem à sociedade, salvo no que respeita ónus ou encargos sobre as acções de que
no capital de outras sociedades nacionais ou ao direito de receber novas acções em caso de sejam titulares, sem o prévio consentimento
estrangeiras. aumento de capital por incorporação de reservas, da sociedade.
29 DE MAIO DE 2012 564 — (147)

Dois) De forma a obter o consentimento da Dois) Os titulares de obrigações não poderão ARTIGO DÉCIMO QUINTO
sociedade, o accionista que pretenda constituir assistir às reuniões da Assembleia Geral.
(Poderes da Assembleia Geral)
ónus ou encargos sobre as suas acções, Três) As reuniões da Assembleia Geral
deverá notificar o Presidente do Conselho de serão conduzidas por uma mesa composta por A Assembleia Geral delibera sobre os
Administração, através de carta registada, com um presidente e por um secretário, os quais se assuntos que lhe estejam exclusivamente
aviso de recepção ou por correio electrónico manterão nos seus cargos por um período de três reservados pela lei ou por estes estatutos,
indicando as condições em que pretende anos ou até que a estes renunciem ou até que a nomeadamente:
constituir o ónus ou encargo. Assembleia Geral delibere destituí-los.
a) Alteração dos estatutos da sociedade,
Três) O Presidente do Conselho de Quatro) O presidente deve convocar e
incluindo a fusão, cisão,
Administração, no prazo de cinco dias após a conduzir as reuniões da Assembleia Geral,
transformação ou dissolução da
recepção da carta referida no número anterior, atribuir poderes aos membros do Conselho de
sociedade;
transmitirá ao Presidente da Assembleia Geral, o Administração e ao Fiscal Único, assinar os
conteúdo da referida carta para que este proceda termos de abertura e de encerramento das actas, b) Aumento ou redução do capital social
à convocação de uma Assembleia Geral para assim como as outras funções atribuídas pela lei da Sociedade;
deliberar sobre o referido consentimento. ou pelos estatutos. c) Nomeação dos administradores e de uma
Quatro) O Presidente da Assembleia Geral Cinco) O secretário, além de apoiar o sociedade de auditores externos, se
deverá convocar a Assembleia Geral prevista presidente, deve preparar todos os livros legais e quando for necessário;
no número anterior, para que esta tenha lugar e todas as tarefas administrativas relativas à d) Distribuição de dividendos;
no prazo de quinze dias, contados da data de Assembleia Geral. e) Estipular a remuneração dos membros
recepção da comunicação do Presidente do do Conselho de Administração; e
Conselho de Administração. ARTIGO DÉCIMO QUARTO f) Outros referidos nos presentes estatutos
(Reuniões e deliberações) e na lei.
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Um) A Assembleia Geral reúne-se, ordina- SECÇÃO II
(Amortização de acções)
riamente, pelo menos uma vez por ano, nos Do Conselho de Administração
Um) A sociedade poderá amortizar, total primeiros três meses depois de findo o exercício
ou parcialmente, as acções de um accionista do ano anterior, e extraordinariamente sempre ARTIGO DÉCIMO SEXTO
quando: que tal se mostre necessário. As reuniões terão (Composição)
a) O accionista tenha vendido as suas lugar na sede da Sociedade, salvo quando
acções, em violação do disposto todos os accionistas acordarem na escolha de Um) A sociedade é administrada e
no artigo nono , ou criado ónus outro local. representada por quatro administradores, um
ou encargos sobre as mesmas, Dois) As reuniões da Assembleia Geral dos quais exercerá as funções de presidente,
em violação do disposto no artigo deverão ser convocadas por meio de fax, tendo este último o voto de qualidade nas
décimo ; correio electrónico, carta registada, com uma reuniões do Conselho de Administração.
b) As acções tiverem sido judicialmente antecedência mínima de quinze dias em relação Dois) O Presidente do Conselho de
penhoradas ou objecto de qualquer à data da reunião. Administração será o sócio maioritário da
acto judicial ou administrativo de Três) O Conselho de Administração, o Fiscal
efeito semelhante; Sociedade ou o representante do mesmo.
Único ou um grupo de accionistas representantes Três) A gestão diária da sociedade poderá
c) O accionista tiver sido declarado
de mais de vinte por cento do capital social da ser confiada a um director-geral a ser nomeado
insolvente, interdito ou incapaz de
Sociedade podem solicitar a convocação de uma pelo Conselho de Administração.
gerir os seus negócios;
Assembleia Geral extraordinária. A agenda de Quatro) O Conselho de Administração poderá
d) O accionista tiver incumprido alguma
deliberação da Assembleia Geral, trabalho da referida assembleia deverá constar
nomear até ao máximo de três administradores
aprovada nos termos dos presentes da convocatória.
suplentes.
Estatutos. Quatro) As reuniões da Assembleia
Cinco) Os administradores poderão ser
Geral podem ter lugar sem que tenha havido
Dois) A contrapartida da amortização das admitidos para um período de cinco anos e
convocação, desde que todos os accionistas,
acções será igual ao seu valor contabilístico, poderão ser readmitidos quando terminar seu
com direito de voto, estejam presentes ou
baseado no balanço mais recente aprovado pela mandato.
Assembleia Geral. representados, tenham dado o seu consentimento
para a realização da reunião e tenham acordado ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
CAPÍTULO III em deliberar sobre determinada matéria.
Cinco) A Assembleia Geral só delibera (Poderes)
Dos órgãos sociais
validamente se estiverem presentes, ou O Conselho de Administração terá todos os
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO representados, accionistas que detenham poderes para gerir a sociedade e para prosseguir
(Órgãos sociais) acções correspondentes a, pelo menos, setenta o seu objecto social, excepto aqueles poderes
e cinco por cento das acções com direito de e competências que a lei ou estes estatutos
Os órgãos sociais da sociedade são a
voto. Qualquer accionista que esteja impedido atribuam, em exclusivo, à Assembleia Geral.
Assembleia Geral, o Conselho de Administração
de comparecer a uma reunião poderá fazer-se
e o Fiscal Único.
representar por outra pessoa, munida de carta ARTIGO DÉCIMO OITAVO
SECÇÃO I endereçada ao Presidente da Assembleia Geral, (Reuniões e deliberações)
a identificar o accionista representado e o
Da Assembleia Geral Um) O Conselho de Administração reunirá
objecto dos poderes conferidos.
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO Seis) Os accionistas poderão ser representados sempre que necessário.
na Assembleia Geral através de uma procuração Dois) As reuniões do Conselho de
(Composição da Assembleia Geral)
passada ao advogado, ao outro accionista ou a Administração serão realizadas na sede da
Um) A Assembleia Geral é composta por um dos administradores da Sociedade por um sociedade em Tete, excepto se os Administradores
todos os accionistas. período máximo de doze meses. decidirem reunir noutro local.
564 — (148) III SÉRIE — NÚMERO 13

Três) As reuniões do Conselho de Dois) O administrador fica dispensado de Quatro) A Assembleia Geral pode deliberar,
Administração serão convocadas por dois prestar caução. por unanimidade, que os bens remanescentes
administradores, por carta, correio electrónico sejam distribuídos, em espécie ou em dinheiro,
SECÇÃO III
ou via fax, com uma antecedência de, pelo pelos accionistas.
menos, sete dias relativamente à data agendada Da fiscalização
para a sua realização. As reuniões do Conselho CAPÍTULO VII
de Administração podem realizar-se sem ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO
Das disposições finais
convocação prévia, desde que no momento (Fiscal único)
da votação todos os administradores estejam ARTIGO VIGÉSIMO SEXTO
O Fiscal Único deverá ser um auditor de
presentes ou representados nos termos (Distribuição de dividendos)
contas ou uma sociedade de auditores de
estabelecidos nos presentes estatutos ou na lei
contas. Os dividendos serão pagos nos termos que
aplicável. Cada aviso convocatório para uma
reunião do Conselho de Administração deve vierem a ser determinados pela Assembleia
ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO Geral.
conter a data, hora, lugar e a ordem do dia da
reunião. (Poderes) Maputo, vinte e cinco de Maio de dois mil
Quatro) O Conselho de Administração pode Para além dos poderes conferidos por e doze. — O Técnico, Ilegível.
validamente deliberar quando pelo menos lei, o Fiscal Único terá o direito de levar ao
o Presidente e um administrador estejam conhecimento do Conselho de Administração,
presentes. Se o presidente e um administrador ou da Assembleia Geral, qualquer assunto que M. Distribuidores, S.A
não estiverem presentes na data da reunião, deva ser ponderado e dar o seu parecer em
esta poderá ter lugar no dia seguinte e deliberar qualquer matéria que seja da sua competência. Certifico, para efeitos de publicação, que
validamente desde que estejam presentes por escritura de oito de Maio de dois mil e
quaisquer dois administradores. Caso não exista CAPÍTULO V doze, lavrada de folhas cento e dezanove
quorum no dia da reunião ou no dia seguinte, a a folhas cento vinte e duas, do livro de
Do exercício
reunião deverá ser cancelada. notas livro de notas para escrituras diversas
Cinco) As deliberações do Conselho de ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO
número dezoito traço E, do Terceiro Cartório
Administração são aprovadas por maioria (Exercício) Notarial de Maputo, perante Fátima Juma
simples.
O exercício anual da sociedade corresponde Achá Baronet, licenciada em Direito, técnica
Seis) Será lavrada uma acta de cada
ao ano civil. superior dos registos e notariados N1 e notária
reunião.
em exercício no referido cartório, foi constituída
ARTIGO DÉCIMO NONO CAPÍTULO VI uma sociedade anonima de responsabilidade
Da dissolução e liquidação limitada, que se regerá pelos termos constantes
(Direitos e deveres do Presidente do
Conselho de Administração) dos artigos seguintes:
ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO
Um) Para além de outras competências que (Dissolução) CAPÍTULO I
lhe foram atribuídas pela lei e por estes estatutos,
Um) A sociedade dissolve-se: i) nos casos Da denominação, sede, duração
o Presidente do Conselho de Administração terá
as seguintes responsabilidades: previstos na lei, ou ii) por deliberação unânime e objecto

a) Presidir às reuniões, conduzir os da Assembleia Geral. ARTIGO UM


trabalhos e assegurar a discussão Dois) Os accionistas executarão e
diligenciarão para que sejam executados Um) A sociedade adopta a forma de
ordeira e a votação dos pontos da
todos os actos exigidos pela lei para efectuar a sociedade anónima e será constituída por tempo
ordem de trabalhos;
dissolução da sociedade. indeterminado, adoptando a denominação de
b) Assegurar que toda a informação
M. Distribuidores, S.A, sendo regulada por
estatutariamente exigida é ARTIGO VIGÉSIMO QUINTO estes estatutos e pela respectiva legislação
prontamente fornecida a todos os
membros do conselho; (Liquidação) aplicável.
c) Em geral, coordenar as actividades do Dois) A sociedade terá a sua sede social em
Um) A liquidação será extra-judicial,
Conselho e assegurar o respectivo Maputo, Moçambique.
conforme seja deliberado pela Assembleia
funcionamento; e Geral. Três) A sede da sociedade poderá criar
d) Assegurar que sejam lavradas actas Dois) A sociedade poderá ser imediatamente sucursais, escritórios ou qualquer outra
das reuniões do conselho e que liquidada, mediante a transferência de todos representação, em Moçambique ou no
as mesmas sejam transcritas no os seus bens, direitos e obrigações a favor de estrangeiro, cumpridas as devidas formalidades
respectivo livro. qualquer accionista, desde que devidamente legais, competindo a direcção decidir, caso a
autorizado pela Assembleia Geral e obtido caso, a sua abertura e ou encerramento.
ARTIGO VIGÉSIMO acordo escrito de todos os credores.
(Forma de obrigar) Três) Se a Sociedade não for imediatamente ARTIGO DOIS
liquidada nos termos do número anterior, Objecto social
Um) A sociedade obriga-se: e sem prejuízo de outras disposições legais
a) Pela assinatura de qualquer dos imperativas, todas as dívidas e responsabilidades Um) A sociedade tem por objecto a:
Administradores; da sociedade (incluindo, sem restrições, todas a) Construção e montagem de painéis
b) Pela assinatura de um ou mais as despesas incorridas com a liquidação e publicitários;
procuradores, nos precisos termos quaisquer empréstimos vencidos) serão pagas ou b) Estruturas metálicas;
dos respectivos instrumentos de reembolsadas antes que possam ser transferidos c) Comunicação, marketing e relações
mandato. quaisquer fundos aos accionistas. públicas;
29 DE MAIO DE 2012 564 — (149)

d) Importação e exportação de meios e não devera ocorrer em menos de trinta dias e h) Distribuição de dividendos;
equipamentos; não mais de sessenta dias da data da recepção i) Celebração ou alteração de acordos
e) Prestação, gestão e criação de projectos do anúncio de cessão. Dentro do período que não estejam compreendidos
de publicidade. estabelecido pela direcção da sociedade, o no âmbito das actividades da
Dois) A sociedade poderá ainda exercer cedente e o sócio interessado deverão concluir sociedade;
outras actividades conexas, complementares ou com a sessão. j) Aumento ou redução do capital
subsidiárias do objecto principal ou qualquer Sete) Se por um acaso nenhum sócio social.
outro ramo de indústria ou comercio permitido pretender exercer o seu direito de preferência
por lei que a direcção delibere explorar. ou não se pronunciar no prazo de quinze dias ARTIGO SEIS
Três) Mediante deliberação em Assembleia de calendário a contar da data que tomou Reuniões e participação
Geral aprovado por uma maioria de sócios, a conhecimento por meio de anúncio da cessão, o
Um) A assembleia geral reunir-se-á
sociedade poderá também adquirir participações cedente poderá alienar a sua quota a terceiros.
ordinariamente uma vez por ano, o mais tardar
noutras sociedades, constituídas ou constituir,
ARTIGO QUATRO ate trinta e um de Março, e extraordinariamente
em Moçambique ou no estrangeiro.
sempre que convocada nos termos do artigo
Aumento do capital social
CAPÍTULO II sétimo quarto;
Um) Em cada aumento de capital os sócios Dois) A Assembleia Geral da sociedade será
Do capital social terão direito de preferência na respectiva constituída por todos os sócios.
ARTIGO TRÊS subscrição:
a) O montante do aumento será distribuído ARTIGO SETE
Capital social
entre os sócios que exerceram o seu Convocação das assembleias gerais de
Um) O capital social, integralmente direito de preferência, atribuindo- sócios
subscrito, é de cem mil meticais, representado se-lhes uma participação nesse
Um) A Assembleia Geral deverá ser
por mil acções, no valor nominal de cem aumento na proporção da respectiva
participação social já realizada a convocada por meio de anúncios publicados
meticais, cada uma.
data de deliberação do aumento do num jornal de grande tiragem, com uma
Dois) Nenhum sócio poderá alienar suas
capital, ou a participação que os antecedência de quinze dias em relação a data
acções, a terceiros, sem o prévio consentimento
sócios em causa tenham declarado da assembleia.
dos restantes sócios, para que tais restantes
pretender subscrever, se esta for Dois) Para além dos anúncios referidos no
sócios tenham a oportunidade de exercício
inferior a aquela; número anterior, deverão também ser enviadas
dos seus direitos de preferência tal como
b) Os sócios deverão ser notificados aos sócios convocatórias, por fax, correio
estabelecido.
do prazo e demais condições do electrónico ou carta registada.
Três) Qualquer sócio que pretenda ceder
exercício de direito do aumento Três) A Assembleia Geral poderá reunir-se
as suas acções (cedente) devera notificar a por fax, telex, correio electrónico com dispensa de quaisquer formalidades prévias
direcção da sociedade por carta dirigida ao ou carta registada. Tal prazo não de convocatórias, desde que estejam presentes
mesmo (anúncio de cessão), contendo todos poderá ser inferior a TRINTA ou devidamente representados os sócios e
detalhes da transacção incluindo a identificação dias. estes concordem com a realização da mesma e
do potencial cessionário, respectivo preço, e
respectiva ordem de trabalhos.
quaisquer termos ou condições de cessão. CAPÍTULO III
Quatro) No prazo de oito dias após a ARTIGO OITO
Da Assembleia Geral, gestão
recepção do anuncio de cessão, a direcção
e vinculação Quorum
da sociedade deverá enviar uma copia de tal
anúncio a todos os outros sócios e, qualquer SECÇÃO I A Assembleia Geral apenas poderá deliberar
sócio terá de adquirir a sua acção nos termos e Da Assembleia Geral dos sócios
validamente independentemente do número
condições tais como constantes no anuncio de de sócios presentes, excepto quando se exija
cessão, contando que: ARTIGO CINCO uma maioria qualificada de acções com
a) Caso mais que um sócio manifeste Competência direito de voto para a tomada de determinadas
intenção de exercer o seu direito decisões. Neste caso em que for exigida uma
Um) Para além de outros poderes conferidos
de preferência, as acções serão por lei, a Assembleia Geral tem competência maioria qualificada, a mesma percentagem
divididas entre os sócios referentes, exclusiva para deliberar sobre as seguintes será suficiente para a Assembleia Geral poder
na proporção das respectivas matéria: deliberar.
acções; a) A aprovação do relatório anual de ARTIGO NOVE
b) O preço correspondente será liquidado gestão e das contas do exercício;
em dinheiro. b) Fusão, cisão, transformação ou Deliberações

Cinco) No prazo de quinze dias após a dissolução da sociedade; Um) A Assembleia Geral delibera por
recepção da cópia do anúncio de cessão, os c) Alteração dos estatutos da sociedade, maioria simples de votos expressos dos sócios
sócios que pretendam exercer o seu direito incluindo o aumento e a redução do presentes ou representados (sem contar com as
de preferência deverão notificar a direcção da capital social; abstenções), sem prejuízo da maioria qualificada
sociedade da sua intenção. e) Nomeação e destituição dos titulares
que seja exigida por lei ou pelo número seguinte
Seis) Expirado o prazo de quinze dias do conselho de administração;
do presente artigo.
f) A remuneração dos membros do
do paragrafa supra, o director da sociedade Dois) As deliberações sobre a matéria
conselho de administração;
devera comunicar imediatamente, por escrito, referida na alínea f) do número um do artigo
g) A nomeação de uma sociedade de
a identidade dos sócios que pretendam exercer cinco carecem de ser aprovadas por maioria
auditoria externa para auditar as
o seu direito de preferência, bem como o qualificada de setenta e cinco por cento do total
contas da sociedade, se e quando
calendário para a conclusão da cessão, que das acções do capital social.
for necessário;
564 — (150) III SÉRIE — NÚMERO 13

ARTIGO DEZ Dois) Ao Conselho Fiscal compete, além do actos praticados no exercício das suas funções
exame e fiscalização da escrituração da sociedade e serão responsáveis perante a sociedade e os
Direitos de Voto
e das actas da respectiva Administração e das sócios pelo cumprimento dos seus mandatos.
Um) Cada sócio terá um número de demais funções que lhe são conferidas pela
votos na Assembleia Geral proporcional a sua lei e pelos estatutos, emitir pareceres sobre ARTIGO CATORZE
participação social. quaisquer assuntos que julgue de interesse para
a sociedade. Vinculação da sociedade
Dois) Para efeitos do número anterior, a
percentagem detida por cada sócio corresponderá Três) O conselho fiscal reunirá ordinaria- A sociedade obriga-se com a assinatura:
ao número de votos, sendo que um voto mente nos prazos estabelecidos por lei e
extraordinariamente sempre que convocado a) De um dos administradores da
corresponde a maioria simples.
pelo seu presidente, pela maioria dos seus sociedade para assuntos correntes;
SECÇÃO II membros ou pelo conselho de administração. b) Para qualquer acto que vincule a
Conselho de Administração
Quatro) As convocatórias deverão ser sociedade com importância acima
feitas por escrito e de forma a serem recebidas de quinhentos mil meticais, requeira
ARTIGO ONZE com um mínimo de sete dias de antecedência permissão por escrito de todos os
relativamente à data das reuniões, a não ser que sócios;
(Gestão e representação da sociedade)
esse prazo seja dispensado por consentimento c) De qualquer mandatário com poderes
Um) A sociedade será gerida por um unânime dos membros do conselho fiscal.
especiais para o acto, nos termos da
Conselho de Administração por dois membros, Cinco) A convocatória deverá incluir a
respectiva procuração;
Administrador Executivo e Director Executivo, ordem de trabalhos, bem como ser acompanhada
nomeados por um voto unânime da Assembleia de todos os elementos necessários à tomada de CAPÍTULO IV
Geral. deliberações, quando seja esse o caso.
Dois) Os membros do conselho de Seis) O Conselho Fiscal reúne-se, em Do exercício social
administração serão nomeados por período de princípio, na sede da sociedade, podendo no ARTIGO QUINZE
três anos e serão elegíveis para novo mandato, entanto, sempre que o seu presidente o entenda
excepto se a Assembleia Geral resolver o conveniente, reunir em qualquer outro local. Exercício social
contrário. Qualquer Administrador manter- Sete) Para que o conselho fiscal possa
O exercício social coincide com o ano civil,
se-á no seu posto até que um substituto seja deliberar validamente devem estar presentes
nomeado. Os directores não necessitam de dar encerando a trinta e um de Dezembro de cada
ou representados mais de metade dos seus
quaisquer garantias para ocupar o seu cargo e ano.
membros.
pessoas de fora da sociedade poderão ocupar os Oito) Considera-se que o conselho fiscal
seus cargos. ARTIGO DEZASSEIS
se reuniu quando os seus membros, estando
Três) Pessoas colectivas podem ser fisicamente em locais distintos, se encontrem Contas do exercício
nomeadas para o conselho de administração o ligados por meio de conferência telefónica ou
qual, no caso de tal ocorrência, nomeará uma Um) A administração deverá preparar e
outro tipo de equipamento de comunicações
pessoa física para representá-las por meio de submeter a aprovação da Assembleia Geral do
que permita aos presentes ouvir, escutar e por
uma carta dirigida a sociedade. relatório anual de gestão e as contas de cada
qualquer outro meio comunicar entre si. O
Quatro) O Conselho de Administração é exercício anual da sociedade.
quorum para tais reuniões é o quórum requerido
o órgão de gestão da sociedade com poderes Dois) As contas do exercício deverão ser
absolutos de gestão e representação da sociedade, para as reuniões do conselho fiscal. Considera-
se que o local de tais reuniões será aquele onde submetidas à Assembleia Geral dentro de três
conforme a lei e os presentes estatutos.
estiver presente a maioria dos seus membros meses seguintes ao final de cada exercício.
Cinco) O Conselho de Direcção pode
ou, quando tal maioria não se verifique, no local Três) A pedido de qualquer dos sócios,
delegar competência a qualquer dos seus
membros e pode passar procuração como achar onde se encontre o seu presidente. as contas do exercício serão examinadas
conveniente. Nove) As actas das reuniões do conselho por auditores independentes de reputação
Seis) Compete ao conselho de Adminis- fiscal produzem os seus efeitos uma vez internacionalmente reconhecida, que sejam
tração: assinadas por todos os membros presentes à aceitáveis para todos os sócios, abrangendo
a) Representar a sociedade, activa ou reunião. todos os assuntos que, regra, estão incluídos
passivamente, em juízo ou fora Dez) Qualquer membro do conselho fiscal neste tipo de exames.
dele, propor e levar a cabo actos, temporariamente impedido de comparecer pode Quatro) Cada sócio terá direito a reunir-
dar conta deles e também exercer fazer-se representar por outro membro, mediante se com os referidos auditores e rever todo
funções de árbitros; simples carta fax ou correio electrónico dirigido o processo de auditoria e documentação de
b) Pedir empréstimo de dinheiro ou fundos, ao presidente. suporte.
amortizar as contas bancárias da Onze) Ao mesmo membro pode ser confiada
sociedade ou dar qualquer garantia a representação de mais de um membro. CAPÍTULO V
em termos legalmente permitidos; Doze) As deliberações do conselho fiscal
c) Negociar e assinar contratos visando serão tomadas à pluralidade dos votos dos Da dissolução e liquidação
a materialização dos objectivos da membros presentes ou representados. ARTIGO DEZASSETE
sociedade. Treze) O presidente ou o membro que o
substitua, nos termos do número um do artigo; Dissolução e liquidação
ARTIGO DOZE
anterior, tem voto de qualidade. Um) A sociedade dissolve-se nos casos
Conselho Fiscal
ARTIGO TREZE previstos na lei e só após a decisão da Assembleia
Um) A Fiscalização dos negócios sociais Geral, sendo os liquidatários os administradores
incumbe a um Conselho Fiscal constituído Responsabilidades
em exercício a data em que ocorre a dissolução,
por um presidente e dois vogais eleitos pela Os membros do Conselho de Administração salvo se a Assembleia Geral decidir de outro
assembleia geral. serão pessoalmente responsáveis por todos os modo.
29 DE MAIO DE 2012 564 — (151)

Dois) A liquidação será extrajudicial têm direito de examinar os livros, registos Segundo: Justino Salvador Ouana, solteiro
ou judicial, conforme seja deliberado pela e contas da sociedade, bem como as suas maior, natural de Manhiça-Maputo de
Assembleia Geral. operações e actividades. nacionalidade moçambicana, residente nesta
Três) A sociedade poderá ser imediatamente Dois) O sócio deverá notificar a sociedade Cidade de Tete, titular do Bilhete de Identidade
liquidada, mediante a transferência de todos da realização do exame, mediante aviso escrito n.º 110300105998M, de dez de Março de dois
os seus bens, direitos e obrigações a favor com dois dias de antecedência em relação ao mil e dez , emitido pelo Serviços de Identificação
de qualquer sócio, desde que devidamente dia do exame. Civil de Maputo.
autorizado pela Assembleia Geral e obtido Três) A sociedade deverá cooperar total- Por eles foi dito:
acordo escrito de todos credores. mente, facultando para o efeito o acesso aos
Pelo presente contrato de sociedade que
livros e registos da sociedade.
Quatro) Se a sociedade não for imediatamente outorgam, constituem entre si uma sociedade
liquidada nos termos do parágrafo segundo ARTIGO VINTE E DOIS por quotas de responsabilidade limitada que
supra e sem prejuízo de outras disposições legais se rege pelas cláusulas constantes dos artigos
Contas bancárias
imperativas, todas as dívidas e responsabilidades seguintes:
da sociedade (incluindo, sem restrições, todas Um) A sociedade deve abrir e manter em
as despesas incorridas com a liquidação nome da sociedade, uma ou mais conta separadas ARTIGO PRIMEIRO
e quaisquer empréstimos vencidos) serão para todos os fundos da sociedade, num ou Denominação e sede
pagas ou reembolsadas antes que possam ser mais bancos, conforme seja periodicamente
Um) A sociedade adopta a denominação de
transferidos quaisquer fundos aos sócios. determinado pela administração.
Mohab Construções, limitada, e tem a sua sede
Cinco) A Assembleia Geral pode deliberar, Dois) A sociedade não pode misturar no Bairro Chingodzi, estrada nacional, número
por unanimidade, que os bens remanescentes fundos de quaisquer outras pessoas com os sete, cidade de Tete.
sejam distribuídos em espécies pelos sócios. seus. A sociedade deve depositar nas suas Dois) Por deliberação dos sócios e mediante
contas bancárias todos os seus fundos, receitas autorização, poderão ser criadas delegações ou
CAPÍTULO VI brutas de operações, contribuições de capital, qualquer outra forma de representação no
adiantamentos e recursos de empréstimos. território nacional ou no estrangeiro
Das disposições gerais
Todas as despesas da sociedade, reembolsos Três) A representação da sociedade no
ARTIGO DEZOITO de empréstimos e distribuição de dividendos estrangeiro poderá ainda ser confiada, mediante
aos sócios, devem ser pagos através das contas contrato, à entidades públicas ou privadas
Remuneração dos membros dos órgãos
sociais bancárias da sociedade. localmente constituídas e registadas.
Três) Nenhum pagamento poderá ser feito
Os membros da mesa da Assembleia Geral a partir das contas bancárias da sociedade, ARTIGO SEGUNDO
não serão remunerados pelo exercício das suas sem autorização e; ou assinatura de um dos Duração
funções, os membros do conselho fiscal poderão administradores.
ser remunerados conforme for decidido na A sociedade é criada por tempo indeterminado
Assembleia Geral. ARTIGO VINTE E TRÊS sendo a data do seu início a do seu registo.
Direito aplicável ARTIGO TERCEIRO
ARTIGO DEZANOVE
Duração do mandato Os presentes estatutos reger-se-ão pela lei Objecto social
moçambicana.
Um) Os membros dos órgãos sociais Um) A sociedade tem por seguinte objecto
Está conforme. principais: construção civil.
referidos nos presentes estatutos serão eleitos
para mandatos com duração de três anos, Maputo, vinte e três de Maio de dois mil Dois) A sociedade poderá ainda, por
podendo ser reeleitos por iguais e sucessivos e doze. — A Ajudante, Ilegível. acordo dos sócios, dedicar-se a outras activi-
períodos, sem qualquer limitação. dades conexas ou complementares com as
Dois) Tais membros consideram-se anteriores, nomeadamente compra e aquisição
empossados logo após a sua eleição, mantendo- Mohab Construções, de equipamentos, bens móveis e imóveis e
outros visando prossecução dos objectivos
se em funções até que sejam substituídos. Limitada planeados.
CAPÍTULO VII Certifico, para efeitos de publicação, que no
ARTIGO QUARTO
Das disposições finais dia vinte e cinco de Outubro de dois mil e onze
foi matriculada na Conservatória do Registo Capital social
ARTIGO VINTE
de Entidades Legais sob o n.° 100253402, Um) O capital social, integralmente
Acordos parassociais uma sociedade por quotas de responsabilidade subscrito e realizado em dinheiro, é de cento e
Os sócios poderão celebrar acordos limitada, que se regerá pelas cláusulas constantes cinquenta mil meticais e corresponde à soma de
parassociais, os quais serão considerados linhas dos artigos seguintes: duas quotas desiguais distribuídas da seguinte
orientadoras para a sociedade desde que a sua É constituído o presente contrato de forma:
existência lhes seja noticiada por escrito. sociedade, nos termos do artigo noventa do a) um quota no valor nominal de cento
código Comercial, entre: e trinta e cinco mil meticais ,
ARTIGO VINTE E UM equivalentes a noventa por cento
Primeiro: Mohamed Mohab Ghalyoun,
Auditorias e Informação pertencente ao sócio Mohamed
solteiro maior, natural de Homs-República
Mahob Ghalyoun;
Um) Os sócios e os seus representantes Árabe de nacionalidade síria, residente
b) um quota no valor nominal de quinze
devidamente autorizados, assistidos ou não por nesta, Cidade de Tete, titular do DIRE n.º
mil meticais, equivalentes a dez por
contabilistas independentes certificados (sendo 11SY00003386, de cinco de Outubro de dois
cento, pertencente ao sócio Justino
os honorários destes pagos pelo referido sócio) mie e dez, emitido pela Migração de Maputo; Salvador Ouana.
564 — (152) III SÉRIE — NÚMERO 13

Dois) O capital social poderá ser aumentado Sete) O administrador não poderá obrigar ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
por uma ou mais vezes até ao montante a sociedade em quaisquer operações alheias ao Responsabilidades
provisional determinado pelas necessidades do objecto social, nem conferir através de terceiros,
empreendimento, nos termos da legislsção em quaisquer garantias comuns ou cambiais. Um) A sociedade responde civilmente
vigor. Oito) Sob proposta da administração, a perante terceiros pelos actos ou omissões de
Três) A assembleia geral deliberará quando assembleia geral poderá nomear um ou mais gestores e delegados destes, de acordo com a
lei geral.
e porque forma serão realizados esses aumentos directores-técnicos, mandatando o director-
Dois) Os titulares de qualquer órgão da
podendo ser utilizados os lucros acumulados, -geral para a celebração dos respectivos
sociedade respondem civil e disciplinarmente,
a incorporação dos fundos de reserva e os contratos com o pessoal nacional ou estrangeiro,
perante esta, pelos prejuizos causados por actos
suprimentos, beneficiando os sócios do direito que se mostre necessário para executar as
que constituam violações às disposições legais
de preferência na respectiva subscrição e na actividades da sociedade com eficiência e
ou estatutárias.
proporção das suas quotas. capacidade técnicas.
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
ARTIGO QUINTO ARTIGO OITAVO
Anos financeiros
Suprimento Funcionamento do conselho de gerência
Um) Os exercícios fiscais corresponderão
Não são exigíveis suplementares de capital Os sócios deverão reunir sempre que for aos anos civis, devendo o balanço e contas de
mas os sócios poderão fazer suprimentos à necessário, para deliberar sobre: exercícios serem apresentados à assembleia
sociedade, mediante condições a estabelecer geral até ao fim do primeiro trimestre do ano
a) Plano de produção;
em assembleia geral. seguinte àquele a que se refere.
b) Definições de acções comerciais;
ARTIGO SEXTO c) Outras acções que o Director-Geral Dois) O primeiro ano financeiro começará
propuser. excepcionalmente, na data da constituição da
Cessão de quotas sociedade.
A cessão total ou parcial de quotas, é livre ARTIGO NONO
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
entre os sócios, mas, em caso de alienação total
Assembleia geral
ou parcial a terceiros, carece ainda do acordo Subcontratação
dos sócios do direito de preferência nessa Um) Compete à assembleia geral decidir
Único. A sociedade poderá celebrar
cessão na proporção das respectivas quotas em sobre todas as grandes questões relativas à vida contratos de associação ou outros, incluíndo
conjunto ou isoladamente. da sociedade. a subcontratação com entidades nacionais ou
A assembleia geral reúne na sede social estrangeiras para execução das acções no âmbito
ARTIGO SÉTIMO
em sessão ordinária no decurso do primeiro de objecto da sociedade.
Administração e representação, trimestre de cada ano ou, extraordinariamente,
competência e vinculação quando formalmente convocada por qualquer ARTIGO DÉCIMO QUARTO
Um) A e administração da sociedade é dos sócios, representando a décima parte do Morte
exercida pelo sócio Mohamed Mahob Ghalyoun capital social, ou pelo pelo director-geral.
Um) Em caso da morte de algum dos sócios,
que fica nomeado administrador, com dispensa Dois) A convocação da assembleia geral,
a sociedade poderá continuar validamente a sua
de caução e com remuneração fixa, deliberada salvo nos casos previstos na lei comercial, será
existência com herdeiros do sócio falecido os
em assembleia geral. efectuada pelo director-geral por carta registada,
quais enquanto não partilharem a quota herdada,
Dois) O administrador, será confiada a com aviso de recepção, dirigida aos associados,
designarão, num prazo razoável, qual de entre
gestão diária da sociedade, passando a designar- com antecedência mínima de sete dias.
eles os representará em face da sociedade.
se por director-geral. Três) Os sócios poderão acordar, por Dois) Na falta de designação em prazo
Três) Compete a administração a represen- escrito, ser esta a forma de deliberação, sendo razoável, a gerência designará qual o co-titular
tação da sociedade em todos os seus actos, dispensada a reunião de assembleia geral, salvo que exercerá os direitos sociais em nome de
activa e passivamente, em juízo e fora dele, tanto se a deliberação importar a modificação dos todos os co-proprietários, mediante notificação
na ordem jurídica interna como internacional, estatutos ou a dissolução da sociedade. dirigida a todos os co-titulares
dispondo dos mais amplos poderes legalmente
ARTIGO DÉCIMO ARTIGO DÉCIMO QUINTO
consentidos para prossecução e realização do
objecto social da sociedade e, em particular, Aplicação de resultados Dissolução
compete assegurar a sua gestão corrente o seu
Um) A sociedade, uma vez deduzidos os Um) A sociedade dissolve-se nos termos
directo-geral.
resultados, ou encargos e amortizações poderá previstos na lei comercial ou por acordos dos
Quatro) Compete ao director-geral promover
dos lucros líquidos apurados em conformidade sócios.
a execução das deliberações da sociedade. Dois) A sociedade dissolve-se ainda por
Cinco) A sociedade só se considera obrigada com o balanço aprovado, constituir as reservas
e fundos que assembleia geral deliberar, sendo, deliberação dos sócios.
pela assinatura um sócio ou dos respectivos Três) Assembleia geral aprovará os termos
delegados nos termos e condições do respectivo porém, obrigatórios a constituição das seguintes
reservas e fundos: de adjudicação e partilha da sociedade.
mandato, sendo bastante assinatura de um só Quatro) A sociedade disporá livremente
sócio se representar o outro, ou de um delegado a) Cinco por cento a reserva legal; dos direitos que integram o seu património
dos dois sócios. b) Dez por cento para a reserva de mobiliário.
Seis) A sociedade poderá ainda constituir investmento e fundo social. Cinco) Os bens e direitos que integram o
mandatários nos termos e para os efeitos Dois) O remanescente será distribuído aos patrimônio imobiliário e os móveis sujeitos a
do artigo duzentos e cinquenta e seis da lei sócios nas proporções e termos deliberados em registo observarão os termos e condições da
comercial. assembleia geral. lei em vigor.
29 DE MAIO DE 2012 564 — (153)

ARTIGO DÉCIMO SEXTO livros académicos, produção de conteúdos ARTIGO NONO


e programas de informação escrita, gráfica,
Alterações aos estatutos Herdeiros
audiovisual e cinematográfica de diversa
Único: Carece dos acordos dos sócios as ordem e com interesse público, bem como a Por interdição de qualquer dos sócios, a
alterações aos presentes estatutos. prestação de quaisquer outros serviços com sociedade continuará com os herdeiros ou
estes conexos. representantes do falecido ou interdito, os quais,
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO Dois) A sociedade poderá exercer ainda outras exercerão em comum os respectivos direitos
actividades complementares ou subsidiárias do enquanto a quota permanecer indevisa, devendo
Lei aplicável
objecto principal desde que para tal obtenha a
escolher de entre eles, um que todos represente
Único: A sociedade reger-se-á em tudo necessária autorização.
na sociedade.
o que for omisso no presente estatuto, pela
ARTIGO QUARTO
lei comercial moçambicana aplicável, e pela ARTIGO DÉCIMO
legislação geral vigente. Capital social
Omissões
Está conforme. O capital social, integralmente realizado em
dinheiro, é de vinte mil meticais divididos em Os casos omissos serão regulados pelas
Tete, dezasseis de Maio de dois mil e
duas quotas assim descriminadas: disposições da legislação comercial em vigor e
doze. — O Ajudante, Carlos António José
demais legislação aplicável.
Tomo Pantie. a) Uma quota de dez mil meticais
subscrita por Patrício Vitorino Maputo, vinte e três de Maio de dois mil
Langa, correspondente a cinquenta e doze. — O Técnico, Ilegível.
por cento do capital social.
Compress – Mozambique, b) Uma quota de dez mil meticais
Limitada subscrita por Francois Barend
Van Schalkwyk, correspondente Autentiperfect Comércio
Certifico, para efeitos de publicação, que a cinquenta por cento do capital e Serviços, Limitada
no dia vinte e três de Maio de dois mil e doze, social.
que no foi matriculada na Conservatória de Certifico, para efeitos de publicação, que
Entidades Legais sob NUEL 10029294958 ARTIGO QUINTO no dia vinte e três de Maio de dois mil doze,
uma sociedade denominada Compress – foi matriculada na Conservatória de Registos
Aumento de capital
Mozambique, Limitada; entre: Entidades Legais sob NUEL 100294877
Patrício Vitorino Langa, solteiro, natural de Xai- O capital social poderá ser aumentado ou uma sociedade denominada Autentiperfect
Xai, Gaza, e residente em Maputo, portador diminuído quantas vezes for necessário desde
Comércio e Serviços, Limitada.
do Bilhete de Identidade n.º 1101001289141, que os sócios deliberem sobre o assunto.
É celebrado o presente contrato de sociedade,
emitido aos vinte e nove de Março de dois nos termos do artigo noventa do Código
ARTIGO SEXTO
mil e dez em Maputo; e Comercial, entre:
Francois Barend Van Schalkwyk, natural da Distribuição dos lucros
Primeiro: António Nuno Carmelo Figueira,
República da Africa do Sul, e residente Um) Dos lucros apurados em cada exercício de nacionalidade portuguesa, com o Passaporte
em Cape Town, portador do Bilhete de deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem n.º L781221, emitido a dezasseis de Junho de
Identidade n.º 7210025249085, emitido a estabelecida para a constituição ou reintegração dois e onze, em Portugal, casado com Maria
onze de Janeiro de mil novecentos e noventa do fundo de reserva legal. Manuela Martins Lopes de Carmelo Figueira,
e um, casado com Samantha Van Schalkwyk Dois) Cumprido o disposto no parágrafo no regime de comunhão de bens, residente
em regime redime de separação de bens. anterior, da parte restante dos lucros, oitenta por na Avenida Emília Dausse, mil duzentos e
Que pelo presente contrato, constituem entre cento será distribuída pelos sócios na proporção
quarenta e oito flat dois , em Maputo que
si, uma sociedade por quotas de responsabilidade das suas quotas.
outorga por si, e:
Limitada, que será regida pelas disposições Segundo: Guilherme da Conceição Cossa,
ARTIGO SÉTIMO
constantes dos artigos seguintes: de nacionalidade moçambicana, com o bilhete
Administração
ARTIGO PRIMEIRO de identidade n.º 110100011496J, emitido a
Um) A administração e gestão da sociedade dezoito de Novembro de dois mil e nove, casado
Denominação e sede e sua representação em juízo e fora dele, activa e com Esménia Joanete Mutimba, no regime de
A sociedade adopta a denominação de passivamente passam desde já a cargo do sócio comunhão geral de bens, residente na Avenida
Patrício Vitorino Langa. Maguiguana, n.º 20202 –primeiro A, em
Compress – Mozambique, Limitada e tem a
Dois) Compete ao Administrador em Maputo que outorga por si;
sua sede e escritórios na Cidade de Maputo,
exercício, a responsabilidade legal sobre o Pelo presente contrato de sociedade outorgam
Avenida Vladimir Lénine, número mil trinta e
exercício de todas as tarefas conexas a este e constituem entre si uma sociedade por quotas
sete, sexto andar, direito, cidade de Maputo.
cargo, bem como os poderes para nomear
de responsabilidade limitada, que se regerá pelas
ARTIGO SEGUNDO mandatários à sociedade, conferindo-os poderes
cláusulas seguintes:
de representação.
Duração Três) A gestão diária da sociedade poderá
CAPÍTULO I
ser confiada a um(a) secretário(a) executivo(a),
A sociedade mantém-se por tempo indeter-
proposto pela administração e por consenso Da denominação e sede
minado, contando-se o seu início a partir da data
dos sócios.
da celebração da escritura da sua constituição. ARTIGO PRIMEIRO
ARTIGO OITAVO
ARTIGO TERCEIRO A sociedade adapta a denominação de
Dissolução Autentiperfect Comércio e Serviços, Limitada,
Objecto
A sociedade dissolve-se nos casos e nos e tem a sede na Avenida Emília Dausse, mil
Um) A sociedade tem por objecto a termos fixados por lei ou por comum acordo dos duzentos quarenta e oito flat dois, cidade de
prestação de serviços na área de edição de sócios quando assim o entenderem. Maputo.
564 — (154) III SÉRIE — NÚMERO 13

ARTIGO SEGUNDO passivamente, passam desde já a cargo do sócio técnico superior dos registos e notariado N1 e
Duração
António Nuno Carmelo Figueira. notário do referido cartório, foi constituída uma
Dois) A sociedade ficará obrigada pela sociedade que regerá a seguinte redacção:
A sua duração será por tempo indeterminado, assinatura de um gerente ou procurador
contando-se o seu início a partir da data da especialmente constituído pela gerência, nos CAPÍTULO I
constituição. termos e limites específicos do respectivo Da denominação, duração, sede
mandato. e objectivo social
ARTIGO TERCEIRO
Três) É vedado a qualquer dos gerentes
Objecto ou mandatário assinar em nome da sociedade ARTIGO PRIMEIRO
quaisquer actos ou contratos que digam respeito A sociedade adopta a denominação de
Um) A sociedade tem por objecto a Indústria
a negócios estranhos á mesma. Riseing Sun, Limitada, sendo uma sociedade por
e comercialização de mármores e granitos,
Quatro) Os actos de mero expediente poderão quotas, responsabilidade Limitada, constituida
consultoria e prestação de serviços, importação
ser individualmente assinados por empregados por tempo indeterminado, que se regerá
e exportação.
da sociedade devidamente autorizados pela pelos presentes estatutos e demais legislação
Dois) A sociedade poderá adquirir partici-
gerência. aplicável, contando-se o seu início a partir da
pação financeira em sociedades a constituir ou
data desta escritura.
já constituídas, ainda que tenham objecto social ARTIGO OITAVO
diferente do da sociedade. ARTIGO SEGUNDO
Assembleia geral
Três) A sociedade poderá exercer quaisquer
outras actividades desde que para o efeito Um) A sociedade terá a sua sede social na
Um) A assembleia geral reúne-se ordinaria-
esteja devidamente autorizada nos termos da cidade de Maputo, na Avenida Alberto Lithuli
mente uma vez por ano para apreciação e
legislação em vigor. número oitocentos trinta e seis rés-do-chão,
aprovação do balanço e contas do exercício
podendo abrir agências, sucursais ou outras
findo e repartição de lucros e perdas.
CAPÍTULO II formas de representação em território nacional
Dois) A assembleia geral poderá reunir- ou estrangeiro.
ARTIGO QUARTO se extraordinariamente quantas vezes forem Dois) A representação em países estrageiros
necessárias desde que as circunstâncias assim o poderá ainda ser confiado, mediante contrato,
Capital social
exijam para deliberar sobre quaisquer assuntos a entidades públicas ou privadas, legalmente
O capital social, integralmente subscrito e que digam respeito à sociedade. constituidas.
realizado em dinheiro, é de cem mil meticais
dividido pelos sócios da seguinte forma: CAPÍTULO IV ARTIGO TERCEIRO
a) António Nuno Carmelo Figueira, com ARTIGO NONO O Objecto social é importação e exportação,
uma quota de oitenta mil meticais, venda a grosso e retalho dos artigos constantes
Herdeiros
correspondente a do capital; das classes I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX, X,
b) Guilherme da Conceição Cossa, com Em caso de morte, interdição ou inabilitação XI, XII, XIII, XIV, XV e XVI, XVIII, XIX, XX
uma quota de dez mil meticais, de um dos sócios, os seus herdeiros assumem e XXI, podendo dedicar-se a outras actividades
correspondente a vinte por cento automaticamente o lugar na sociedade com desde que os sócios concordem e que sejam
do capital. dispensa de caução, podendo estes nomear seus devidamente autorizados por lei.
representantes se assim o entenderem, desde que
ARTIGO QUINTO obedeçam o preceituado nos termos da lei. CAPÍTULO II
Aumento de capital
ARTIGO DÉCIMO ARTIGO QUARTO
O capital social poderá ser aumentado ou Capital social
Dissolução
diminuído quantas vezes forem necessárias
desde que a assembleia geral delibere sobre A sociedade só se dissolve nos termos Um) O capital social é de cem mil meticais
o assunto. fixados pela lei ou por comum acordo dos sócios subscrito e está dividido em duas quotas
quando assim o entenderem. desiguais, da seguinte forma:
ARTIGO SEXTO a) A sócia Nageswara Reddy Kandanulu,
Divisão e cessão de quotas ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO subscreve com a sua quota-parte de
Casos omissos noventa por cento do capital social
Um) Sem prejuízo das disposições legais em o que corresponde a noventa mil
vigor a cessão ou alienação total ou parcial de Os casos omissos serão regulados pela meticais;
quotas deverá ser do conhecimento dos sócios legislação Comercial vigente e aplicável na b) O sócio Naga Sudheer Reddy Gurujala,
gozando estes do direito de preferência. República de Moçambique. subscreve com a sua quota-parte de
Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios Maputo, sete de Maio de dois mil dez por cento do capital social o que
mostrarem interesse pela quota cedente, este e doze. — O Técnico, Ilegível. corresponde a dez mil meticais.
decidirá a sua alienação aquém e pelos preços Dois) O capital poderá ser aplicado por uma
que melhor entender, gozando o novo sócio dos ou mais vezes, com ou sem entrada de novos
direitos correspondentes á sua participação na Riseing Sun, Limitada sócios.
sociedade. Três) No aumento do capital, a que se refere
Certifico, para efeitos de publicação, que o parágrafo anterior, poderão ser utilizados os
CAPÍTULO III
por escritura de dezanove de Abril de dois mil e dividendos acumulados e reservas.
ARTIGO SÉTIMO doze, exarada a folhas cinquenta e seis a folhas Quatro) Não são exigíveis prestações
cinquenta e sete do livro de notas para escrituras suplementares de capital, mais os sócios
Administração
diversas número oitocentos e vinte e um traço poderão fazer os suprimentos de que a sociedade
Um) A administração e gestão da sociedade B do Primeiro Cartório Notarial de Maputo, a carecer, mediante condições a estabelecer em
e sua representação em juízo e fora dele, activa e cargo do notário Arnaldo Jamal de Magalhães, assembleia geral .
29 DE MAIO DE 2012 564 — (155)

ARTIGO QUINTO Dois) O primeiro ano financeiro começará sexto direito na cidade de Maputo, República
excepcionalmente no momento do início de de Moçambique.
Cessão de quotas
actividade da sociedade. Dois) Mediante decisão do sócio único,
Um) A cessação e divisão de quotas, Três) O Balanço de contas e de resultados a sociedade poderá abrir sucursais, filiais ou
assim como a sua oneração em garantia de fechar-se-á com referência a trinta e um de qualquer outra forma de representação no país
quaisquer obrigações dos sócios depedem Dezembro de cada ano e será submetido á e no estrangeiro, bem como transferir a sua sede
aprovação da assembleia geral ordinária. social para qualquer outro local do território
do consentimento da sociedade, sendo nulos
quaiquer actos de tal naturaza que contradigam nacional, quando e onde achar conveniente.
ARTIGO NONO
o disposto no presente número. ARTIGO TERCEIRO
Um) Dos lucros apurados em cada exercício
Dois) A cessação ou divisão de quotas e
deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem (Objecto social)
estranhos depende do prévio consentimento de
legalmente fixada para constituir o fundo de
todos os sócios e só produzirão efeitos a partir reserva legal. Um) A sociedade tem por objecto principal
da data da respectiva escritura. Dois) Cumprido o disposto no parágrafo a prestação de serviço nas áreas de consultoria
Três) Á sociedade fica sempre e em primeiro anterior, a parte restante dos lucros será e prestação de serviços de empreendimentos e
lugar, reservado o direito de preferência no caso aplicada nos termos que forem aprovados pela projectos; importação e exportação, podendo
e cessação de quotas e não querendo poderé o assembleia geral e de acordo com a legislação ainda exercer quaisquer outras actividades
mesmo direito de preferência ser exercido pelos vigente. complementares ou acessórias ao objecto
principal da sociedade.
sócios individualmente ou por seus herdeiros
ARTIGO DÉCIMO Dois) Mediante decisão do sócio único,
descendentes do primeiro grau.
a sociedade poderá ainda exercer quaisquer
Quatro) No caso de morte, ausência ou A sociedade só se dissolve nos casos fixados
actividades comerciais conexas, complementares
interdição de algum dos sócios e quando na lei. Dissolvendo-se por acordo, serão
ou secundárias às suas principais, ou poderá
liquidatários todos os sócios.
sejam vários ou respectivos sucessores, estes associar-se ou participar no capital social de
designarão de entre si, perante a sociedade, ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO outras sociedades, desde que permitido por
enquanto a divisão da respectiva quota não for lei.
Em tudo quanto fica omisso, regularão as
autorizada ou se a autorização for delegada.
disposições da lei das sociedades por quotas e ARTIGO QUARTO
Cinco) No caso de morte de algum sócio sem demais legislação aplicável.
herdeiro, a sua quota será repartida por igual (Capital social)
Está conforme.
a todos sócios. Um) O capital social da sociedade,
Maputo, Catorze de Maio de dois mil
e doze — O Ajudante, Ilegível. integralmente subscrito e realizado em dinheiro,
CAPÍTULO III
é de vinte mil meticais, e corresponde a uma
Da gerência e representação única quota detida pelo senhor Carlos Manuel
Guerreiro Dias Melim.
ARTIGO SEXTO Moztek -Sociedade Dois) O capital social da sociedade poderá
Um) A administração e gerência da sociedade Unipessoal, Limitada ser aumentado, mediante decisão do sócio
e representação em juizo e fora dele, activa e único.
Certifico, para efeitos de publicação, que por
passivamente, serão exercidas pelo sócio escritura de vinte e um de Maio de dois mil e ARTIGO QUINTO
Nageswara Reddy Kandanulu, ou por extranhos doze, lavrada de folhas dezanove a folhas vinte
a nomear em assembleia geral. Prestações suplementares e suprimentos
e uma do livro de notas para escrituras diversas
Dois) A sociedade fica obrigada pela número dezanove traço E, do Terceiro Cartório Não são exigíveis prestações suplementares
assinatura de dois elementos previamente Notarial de Maputo, perante Lucrécia Novidade de capital podendo, porém, o sócio único
designados para exercer as funções de de Sousa Bonfim, licenciada em Direito, técnica conceder suprimentos à sociedade, os quais
gerência. superior dos registos e notariado N1 e notária vencerão juros nos termos e condições do
Três) Em caso algum a sociedade poderá em exercício no referido cartório, foi constituída mercado, e sujeito ao parecer de um auditor
ser obrigada em actos ou contratos extranhos uma sociedade por quotas unipessoal de independente, sob a forma de relatório,
as operações sociais, sobretudo em letras de responsabilidade limitada, que se regerá pelas declarando os eventuais interesses e benefícios
favor, abonação e finanças. cláusulas constantes dos artigos seguintes: que daí advenham para a sociedade em virtude
de determinado acordo de suprimentos.
CAPÍTULO IV ARTIGO PRIMEIRO
ARTIGO SEXTO
Da assembleia geral (Denominação e duração)
(Cessão e oneração de quotas)
ARTIGO SÉTIMO A sociedade adopta a denominação de Um) O sócio único poderá dividir e ceder a
A assembleia geral reunirá ordinariamente Moztek- Sociedade Unipessoal, Limitada, sua quota, bem como constituir quaisquer ónus
uma vez por ano para aprovação de balanço doravante referida apenas como sociedade, e é ou encargos sobre a sua própria quota.
e contas do exercício e para deliberar sobre constituída sob a forma de sociedade comercial Dois) A divisão e cessão da quota detida pelo
quaisquer outros assuntos para que tenha sido por quotas unipessoal de responsabilidade sócio único e a admissão de um novo sócio na
convocada e, extraordináriamente, sempre que limitada e por tempo indeterminado, regendo- sociedade está sujeita às disposições do Código
isso se torne necessário. se pelos presentes estatutos e pela legislação Comercial, aplicáveis às sociedades por quotas
aplicável. de responsabilidade limitada.
CAPÍTULO V
ARTIGO SEGUNDO ARTIGO SÉTIMO
Das disposições gerais
ARTIGO OITAVO (Sede) (Decisões do sócio único)

Um) O exercício económico coicide com Um) A sociedade tem a sua sede na Avenida As decisões sobre matérias que por lei
o ano civíl. Vladimir Lenine, número cento e setenta e nove, são reservadas à deliberação dos sócios serão
564 — (156) III SÉRIE — NÚMERO 13

tomadas pessoalmente pelo sócio único e b) Amortização das obrigações da ARTIGO TERCEIRO
registadas em livro de actas destinado a esse sociedade perante o sócio, correspon-
A sociedade tem por objectivo o exercício
fim, sendo por aquele assinadas. dentes a suprimentos e outras
da actividade de agricultura, avicultura,
contribuições para a sociedade, que
ARTIGO OITAVO agropecuária e processamento dos produtos
tenham sido realizadas;
provenientes da agricultura, avicultura,
(Administração e gestão da sociedade) c) Outras prioridades decididas pelo
agropecuária bem como sua comercialização e
sócio único;
Um) A sociedade é gerida e administrada sua exportação a sociedade poderá participar
d) Dividendos ao sócio.
pelo sócio único. em sociedades com o objectivo diferente
Dois) O sócio único poderá designar um ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO do seu, em qualquer forma de associação,
administrador ou gerente para gerir os negócios nomeadamente consorcios e agrupamentos
(Dissolução e liquidação)
e assuntos da sociedade, o qual terá os mais complementares da empresa.
amplos poderes permitidos por lei e pelos Um) A sociedade dissolve-se nos termos ARTIGO QUARTO
presentes estatutos conducentes à realização do fixados na lei.
objecto social da sociedade. Dois) Declarada a dissolução da sociedade, O capital social, integralmente subscrito em
Três) A sociedade obriga-se pela assinatura proceder se á à sua liquidação gozando os dinheiro, é de cem mil meticais, dividido em
do sócio único, ou pela assinatura de um liquidatários nomeados pelo sócio único, dos quatro quotas iguais:
mandatário, administrador ou gerente dentro mais amplos poderes para o efeito. a) Uma quota no valor de vinte e cinco
dos limites estabelecidos no respectivo mandato mil meticais, pertencente ao sócio
ou procuração. ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO Sorabji Rostangi, correspondente a
Quatro) Em caso algum poderá a sociedade (Omissões) vinte e cinco por cento do capital;
ser obrigada em actos ou documentos que b) Uma quota no valor de vinte e cinco
não digam respeito às operações sociais, Qualquer matéria que não tenha sido tratada mil meticais, pertencente a sócia
designadamente em letras, fianças e abonações, nestes Estatutos reger-se-á pelo disposto no Ratiba Jatú Panachande Rostangy,
a não ser que especificamente deliberado pelo Código Comercial e outra legislação em vigor correspondente a vinte e cinco por
sócio único. em Moçambique. cento do capital;
Cinco) O administrador ou gerente será eleito Está conforme. c) Uma quota no valor de vinte e cinco
pelo período de quatro anos, com possibilidade mil meticais, pertencente a sócia
Maputo, vinte e quatro de Maio de dois mil Monalisa Panachand Postangi,
de ser reeleito.
e doze. — A Ajudante, Ilegível. correspondente a vinte e cinco por
ARTIGO NONO cento do capital;
d) Uma quota no valor de vinte e cinco
(Negócios jurídicos entre o sócio único
e a sociedade) Zongoene Farm, Limitada mil meticais, pertencente a sócia
Mernoz Panachand Postangi,
Um) O negócio jurídico celebrado, directa- Certifico, para efeitos de publicação, que correspondente a vinte e cinco por
mente ou por interposta pessoa, entre a por escritura pública de vinte e três de Maio cento do capital.
sociedade e o sócio único deve constar sempre de dois mil e doze, lavrada de folhas vinte e
de documento escrito, e ser necessário, útil oito a folhas trinta e dois, do livro de notas para ARTIGO QUINTO
ou conveniente à prossecução do objecto da escrituras diversas número trezentos e trinta e Um) A cessação de quotas é livre entre os
sociedade, sob pena de nulidade. sete, traço A, deste Cartório Notarial de Maputo, sócios.
Dois) O negócio jurídico referido no número perante, Carla Roda De Benjamim Guilaze, Dois) A cessação de quotas a pessoas
anterior deve ser sempre objecto de relatório licenciada em Direito, técnica superior dos estranhas `a sociedade carece do consentimento
prévio a elaborar por auditor independente registos e notariado N1 e notária em exercício desta, que terá o direito de preferencia sempre
que, nomeadamente, declare que os interesses neste Cartório, foi constituída entre: Sorabji que lhe convier.
sociais se encontram devidamente acautelados Rostangi, Ratiba Jatú Panachande Rostangy,
e obedecer o negócio às condições e preço Monalisa Panachand Postangi e Mernoz ARTIGO SEXTO
normais do mercado, sob pena de não poder Panachand Postangi, uma sociedade por quotas
ser celebrado. Nao haverá prestações suplementares.
de responsabilidade limitada, denominada
No entanto os socios poderão realiza-las nas
Zongoene Farm, Limitada, com sede na voz da
ARTIGO DÉCIMO condicoes que a assembleia geral fixar.
Frelimo localidade de Zongoene, que se regerá
(Contas da sociedade) pelas cláusulas constantes dos artigos: ARTIGO SÉTIMO
Um) O exercício social coincide com o ano ARTIGO PRIMEIRO A gerência da sociedade e a representação
civil e o balanço fechar-se-á com referência a em juízo e fora dele , activa e passivamente ,
trinta e um de Dezembro de cada ano. A sociedade adopta a denominação de
serão exercidas por qualquer um dos sócios,
Dois) As contas da sociedade deverão ser Zongoene Farm Limitada, e tem a sede na Voz
sendo suficiente uma assinatura para obrigar a
aprovadas antes do fim do mês de Março do da Frelimo localidade de Zongoene, podendo
sociedade em todos actos e documentos.
ano seguinte a que respeitam. abrir e encerrar delegações e outras formas de
Parágrafo primeiro. Em caso algum o
representacao social no territorio nacional ou
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO gerente ou seus mandatários poderão obrigar a
no estrangeiro por deliberação da assembleia
sociedade em actos e documentos estranhos aos
(Distribuição de lucros) geral.
negocios sociais.
Dos lucros apurados em cada exercício serão ARTIGO SEGUNDO
ARTIGO OITAVO
deduzidos os seguintes montantes, pela seguinte
A duração da sociedade é por tempo
ordem de prioridades: Um) O capital social poderá ser aumentado
indeterminado, contando-se o seu início a partir
a) Vinte por cento para constituição do uma ou mais vezes e nas condições que
Fundo de Reserva Legal; da data da assinatura da escritura.
assembleia fixar.
29 DE MAIO DE 2012 564 — (157)

Dois) No aumento do capital deverá ser Limitada com sede social na cidade de Nacala, milhões e quinhentos mil meticais,
respeitada a proporção das quotas dos sócios. que se regerá pelas cláusulas constantes dos correspondente a noventa por cento
artigos seguintes: do capital social;
ARTIGO NONO b) Carlos Manuel Paquim da Costa, com
CAPÍTULO I uma quota no valor nominal de três
A excepção dos casos em que a lei exija
outras formalidades, a assembleia geral será Da denominação, sede, duração milhões e quinhentos mil meticais,
convocada por simples carta expedida aos e objecto correspondente a dez por cento do
capital social.
sócios uma vez por ano e extraordinariamente
ARTIGO PRIMEIRO
sempre que for necessário por qualquer dos ARTIGO SEXTO
socios ou quando for necessário. (Denominação)
(Prestações suplementares)
A sociedade adopta a denominação de
ARTIGO DÉCIMO Não são exigíveis prestações suplementares,
Betafiel Moçambique, Limitada, sociedade
mas os sócios poderão conceder à sociedade os
Anualmente sera dado um balanço fechado por quotas de responsabilidade limitada, que se
suprimentos de que ela necessite, nos termos e
com a data de trinta e um de Dezembro. Os rege pelos Estatutos Jurídicos e pela legislação
condições a estabelecer em assembleia geral.
lucros apurados , deduzidos cinco porcento aplicável.
para o fundo de reserva legal e efectuadas ARTIGO SÉTIMO
ARTIGO SEGUNDO
outras deduções conforme a decisão da (Divisão e cessão de quotas)
assembleia geral, serão divididos pelos sócios (Sede social)
em proporções das suas quotas. Um) A divisão e a cessão total ou parcial de
Um) A sociedade tem a sua sede social na
quotas entre os sócios é livre, não carecendo de
cidade de Nacala.
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO consentimento da sociedade.
Dois) Por deliberação da assembleia geral,
Dois) A divisão e a cessão total ou parcial
Por morte ou interdição de qualquer socio a sede social poderá ser transferida para
de quotas a estranhos à sociedade depende do
os herdeiros de conjuges ou representante do qualquer outro local do país, podendo abrir
consentimento da sociedade.
interdito, exercerão em comum os respectivos sucursais, filiais, delegações ou outras formas
Três) Na divisão e cessão total ou parcial
direitos enquanto a quota permanecer indivisa de representação no território nacional ou no
de quotas a estranhos à sociedade, esta goza
, devendo escolher dentre eles um que a todos estrangeiro onde a sua assembleia delibere.
do direito de preferência, o qual pertencerá
represente na sociedade. individualmente aos sócios se a sociedade não
ARTIGO TERCEIRO
fizer uso desta prerrogativa legal e estatutária.
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO (Duração)
ARTIGO OITAVO
A sociedade so será dissolvida nos casos A sociedade é constituída por tempo indeter-
previstos na lei, mas dissolvendo-se por acordo minado, contando-se o seu início a partir da data (Interdição ou morte)
entre os socios, será liquidada pela forma em da presente escritura. Por interdição ou morte de qualquer sócio
que for decidida pela assembleia geral. a sociedade continuará com os capazes ou
ARTIGO QUARTO
sobrevivos e representantes do interdito ou os
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO (Objecto) herdeiros do falecido, devendo estes nomear
Em todo o omisso regularão as disposições Um) A sociedade tem por objecto: um entre si que a todos represente na sociedade,
aplicáveis em vigor na Republica de Moçam- enquanto a respectiva quota se mantiver
a) Fabrico de artefactos de betão;
bique. indivisa.
b) Construção Civil;
Está conforme. c) Obras Publicas; CAPÍTULO II
Maputo,vinte e quatro de Maio de dois mil d) Obras Particulares;
e) Comercialização de materiais de Dos órgãos sociais
e doze. — O Ajudante, Ilegível.
construção; SECÇÃO I
f) Montagem de artefactos de betão em
Da assembleia geral
obras;
g) Importação e exportação. ARTIGO NONO
Betafiel Moçambique, Dois) A sociedade poderá desenvolver outras (assembleia geral)
Limitada actividades, subsidiárias ou complementares
Um) A assembleia geral é o órgão supremo
do seu objecto principal, desde que obtidas as
Certifico, para efeitos de publicação, que da sociedade e as suas deliberações, quando
necessárias autorizações.
por escritura pública de dezasseis de Maio de legalmente tomadas, são obrigatórias, tanto para
dois mil e doze, lavrada de folha cento e vinte ARTIGO QUINTO a sociedade como para os sócios.
e um a folhas cento e vinte e seis do livro de Dois) A assembleia geral são convocados
(Capital social)
notas para escrituras diversas número trezentos por meio de carta registada com aviso de
e trinta seis, traço A, deste Cartório Notarial Que o capital social integralmente subscrito e recepção, fax, dirigido aos sócios com a
de Maputo perante Carla Roda De Benjamim realizado é de trinta e cinco milhões de Meticais, antecedência mínima de quinze dias.
Guilaze, licenciada em Direito técnica superior sendo vinte e oito milhões de Meticais em Três) A assembleia geral poderão reunir-se
dos registos e notariado N1 e Notária em equipamento e sete milhões de Meticais em e validamente deliberar sem dependência de
exercício no referido cartorio, constituída entre: dinheiro, correspondente à soma de duas quotas prévia convocação, se todos os sócios estiverem
Betafiel – Artefactos de Betão de Penafiel, assim distribuídas: presentes ou representados e manifestarem
S.A., e Carlos Manuel Paquim da Costa, uma a) Betafiel – Artefactos de Betão de unanimemente a vontade de que a assembleia se
sociedade por quotas de responsabilidade Penafiel, S.A., com uma quota constitua e delibere sobre determinado assunto,
limitada denominada, Betafiel Moçambique, no valor nominal de trinta e um salvo nos casos em que a lei a proíbe.
564 — (158) III SÉRIE — NÚMERO 13

ARTIGO DÉCIMO ARTIGO DÉCIMO QUARTO seiscentos meticais, correspondente


(Aplicação de resultados)
a oito por cento do capital social da
(Quórum, representação e deliberação)
sociedade; e
Um) As deliberações da assembleia geral são Os lucros apurados em cada exercício, c) Pelo sócio Paulo Dambusse Marques
tomadas por maioria simples, ou seja, cinquenta depois de deduzida a percentagem estabelecida Ratilal em duas partes desiguais,
para a constituição do fundo de reserva legal, ficando uma no valor nominal de
por cento mais um, dos votos presentes ou
serão aplicados de acordo com a deliberação seis mil e quatrocentos meticais,
representados.
tomada na assembleia geral que aprovar as correspondente a trinta e dois por
Dois) São tomadas por maioria de setenta e
contas da sociedade. cento do capital social da sociedade
cinco por cento do capital social as deliberações
e outra no valor nominal de mil e
sobre a alteração do contrato da sociedade, CAPÍTULO IV seiscentos meticais, correspondente
fusão, transformação, dissolução da sociedade a oito por cento do capital social da
Das disposições gerais
e sempre que a lei assim o estabeleça. sociedade;
ARTIGO DÉCIMO QUINTO
SECÇÃO II Dois) À cessão das quotas detidas pelos
(Dissolução e liquidação) sócios Célia Maria Nhampule no valor nominal
Da administração e representação de oitocentos mil meticais, correspondente a
Um) A sociedade dissolve-se nos casos e nos
termos estabelecidos na lei. quatro por cento do capital social da Sociedade,
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO Dário Manuel Levy Tomé no valor nominal de
Dois) A liquidação será feita na forma
(Administração e representação) aprovada por deliberação dos sócios. mil e seiscentos meticais, correspondente a oito
por cento do capital social da sociedade e Paulo
Um) A administração e a representação da ARTIGO DÉCIMO SEXTO Dambusse Marques Ratilal no valor nominal de
sociedade será exercida por um administrador, mil e seiscentos meticais, correspondente a oito
(Omissões)
que será eleito em assembleia geral. por cento do capital social da sociedade, a favor
Dois) Compete ao administrador exercer Em tudo quanto fica omisso, será regulado da Regius Coal Pty Limited, uma sociedade
os poderes de administração e representação pelas disposições do Código Comercial, constituída e regulada nos termos da legislação
da sociedade em juízo e fora dele, activa e aprovado pelo Decreto-Lei número dois barra australiana.
passivamente, bem como praticar todos os dois mil e cinco, de vinte e sete de Dezembro, À unificação das quotas adquiridas pela
demais actos tendentes à realização do objecto e demais legislação aplicável. Regius Coal Pty Limited, passando, por
social que a lei ou os presentes estatutos não Está conforme. conseguinte, a deter uma única quota no valor
reservem a assembleia geral. Maputo, dezoito de Maio dois mil nominal de quatro mil meticais, correspondente
e doze. — O Ajudante, Ilegível. a do capital social da sociedade.
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO Que, em consequência da operada divisão,
(Formas de obrigar a sociedade) cessão e unificação de quotas, é assim alterada
a redacção do artigo quinto do pacto social,
Um) Para que a sociedade fique validamente Tora Investimentos, Limitada que rege a referida sociedade, que passa a ter a
obrigada nos seus actos e contratos é bastante a seguinte redacção:
Certifico, para efeitos de publicação, que por
assinatura de um administrador.
escritura de nove de Marco de dois mil e doze, ARTIGO QUINTO
Dois) O administrador poderá delegar todo
exarada de folhas setenta a folhas senta e cinco
ou parte dos seus poderes a pessoas estranhas à Capital social
do livro de notas para escrituras diversas número
sociedade, desde de que outorgue a respectiva
dezassete traço E, do Terceiro Cartório Notarial O capital social, integralmente subscrito
procuração, fixando os limites dos poderes e
de Maputo, perante Lucrécia Novidade de e realizado em dinheiro, é de vinte mil
competência. Sousa Bonfim, Licenciada em Direito, Técnica meticais, e corresponde à soma de quatro
Três) Os actos de mero expediente poderão Superior dos Registos e Notariado N1 e Notária quotas assim distribuídas:
ser individualmente assinados por qualquer em exercício no referido Cartório, procedeu-se
empregado da sociedade, para tal autorizado. a) Uma quota no valor nominal de
na sociedade em epígrafe a divisão, cessão e
seis mil e quatrocentos meticais,
Quatro) É vedado ao administrador obrigar unificação de quotas nos seguintes modos:
correspondente a trinta e dois
a sociedade em letras, fianças, abonações, ou Um) À divisão das quotas detidas: por cento do capital social e
outros actos e contratos estranhos ao objecto
a) Pela sócia Célia Maria Nhampule pertencente ao sócio Paulo
social.
em duas partes desiguais, ficando Dambusse Marques Ratilal;
CAPÍTULO III uma no valor nominal de três mil e b) Uma quota no valor nominal
duzentos meticais, correspondente de seis mil e quatrocentos
Do exercício social e aplicação a dezasseis por cento do capital meticais, correspondente a
de resultados social da sociedade e outra no valor trinta e dois por cento do capital
nominal de oitocentos meticais, social e pertencente ao sócio
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
correspondente a quatro por cento Dário Manuel Levy Tomé.
(Exercício social) do capital social da sociedade; c) Uma quota no valor nominal
b) Pelo sócio Dário Manuel Levy de quatro mil meticais,
Um) O ano social coincide com o ano correspondente a vinte por cento
Tomé em duas partes desiguais,
civil. ficando uma no valor nominal de do capital social e pertencente à
Dois) O balanço e a conta de resultados seis mil e quatrocentos meticais, sócia Regius Coal Pty Limited;
fechar-se-ão com referência a trinta e um de correspondente a trinta e dois por e
Dezembro e serão submetidos à apreciação da cento do capital social da sociedade d) Outra no valor nominal de três
assembleia geral. e outra no valor nominal de mil e mil e duzentos meticais,
29 DE MAIO DE 2012 564 — (159)

correspondente a dezasseis Que em tudo o mais não alterado por limitada e vai ter a sua sede social na Vila de
por cento) do capital social e esta escritura pública continuam a vigorar as Vilankulos, área do Conselho Municipal.
pertencente à sócia Célia Maria disposições do pacto social anterior.
Nhampule. ARTIGO SEGUNDO
Está conforme.
Que em tudo o mais não alterado por Duração
Maputo, dezasseis de Maio de dois mil
esta escritura pública continuam a vigorar as e doze. — O Ajudante, Ilegível. A duração da empresa é por tempo
disposições do pacto social anterior. indeterminado, contando-se o seu começo a
Está conforme. partir da da assinatura da presente escritura
Maputo, onze de Maio de dois mil pública.
e doze. — O Ajudante, Ilegível.
Hewlett-Packard
Moçambique, Limitada ARTIGO TERCEIRO
Objecto
Certifico, para efeitos de publicação, que
Extra Minerais, Limitada por deliberação de quinze de Novembro Um) A empresa tem por objecto o exercício
de dois mil e onze, da assembleia geral da das seguintes actividades:
Certifico, para efeitos de publicação, que
sociedade Hewlett-Packard Moçambique, a) Prestação de serviços;
por escritura de treze de Março de dois mil e
Limitada, a sociedade comercial por quotas b) Instalação e reparação de sistemas,
doze, exarada de folhas sessenta e cinco a folhas
de responsabilidade limitada, matriculada na programas e aparelhos informá-
sessenta e nove do livro de notas para escrituras
Conservatória do Registo das Entidades Legais ticos;
diversas número dezassete traço E, do terceiro
sob NUEL 100221039, com o NUIT 400310386, c) Prestação de publicidade electrónica
cartório notarial de Maputo, perante Lucrécia
os sócios deliberaram, por unanimidade, e sinalização;
Novidade de Sousa Bonfim, licenciada em
proceder à alteração da sede social da sociedade, d) Venda de produção fotográfica;
Direito, técnica superior dos registos e notariado
alterando, por conseguinte, o artigo segundo e) Venda de sistemas, programas,
N1 e notária em exercício no referido cartório,
do pacto social, o qual passará a ter a seguinte aparelhos e peças informáticas;
procedeu-se na sociedade em epígrafe a divisão,
nova redacção: f) Desenvolvimento, gestão, aluguer e
cessão de quotas, onde o sócio Carlos Alberto
“(…) compra e venda de propriedades;
Venichand, dividiu a sua quota em duas partes
g) Importação e exportação.
desiguais, sendo uma no valor nominal de
setenta e nove mil meticais, correspondente a ARTIGO SEGUNDO Dois) A empresa poderá ainda exercer
setenta e nove por cento do capital social, que Sede social outras actividades conexas, complementares
cedeu a favor da Regius Coal Pty Limitada e ou subsidiárias do objecto principal e ainda
Um) A sede da sociedade está localizada participar no capital social de outras empresas
outra no valor nominal de vinte mil Meticais,
no sexto andar da Torre A do Edifício ou sociedades.
correspondente a vinte por cento do capital
Millennium Park, número cento e setenta
social, que reservou para si e a sócia Regius
e quatro, sito na Avenida Vladimir Lenine ARTIGO QUARTO
Exploration Pty Limited, cedeu a totalidade
da sua quota no valor nominal de mil meticais, em Maputo (mantém-se inalterado). capital social
correspondente a um por cento do capital social (…)”
Que em tudo o mais não alterado continuam O capital social integralmente subscrito e
a favor da Regius Coal Pty Limited, entrando
a vigorar as disposições do pacto social realizado em dinheiro é de vinte mil meticais, a
esta na sociedade como nova sócia, onde ira
anterior. totalidade pertencente o proprietário, Dominique
deter uma quota no valor nominal de oitenta mil
Patrick Cortes-Salat.
meticais, correspondente a oitenta por cento do Está conforme.
capital social. Maputo, dezasseis de Abril de dois mil ARTIGO QUINTO
Que, em consequência da operada divisão, e doze. — O Técnico, Ilegível.
O capital social poderá ser elevado em
cessão e unificação de quotas, é assim alterada
qualquer caso previsto na lei.
a redacção do artigo quinto do pacto social,
que rege a referida sociedade, que passa a ter a P.C. Solutions, Limitada ARTIGO SEXTO
seguinte redacção:
Cessão de quotas
Certifico, para efeitos de publicação, que por
ARTIGO QUINTO
escritura de onze de Janeiro de dois mil e doze, A cessão de quotas é livre.
Capital social exarada de folhas noventa e oito e seguintes do
livro de notas para escrituras diversas número ARTIGO SÉTIMO
O capital social, integralmente
subscrito e realizado em dinheiro, é de trinta e seis, da Conservatória dos Registos Amortização de quotas
cem mil meticais, e corresponde à soma e Notariado de Vilankulo, a cargo de Maria
Augusta Fernandes, técnica e tubstituta do A empresa tem a faculdade de amortizar
de duas quotas assim distribuídas: as quotas para com o proprietário ou quando
conservador, em pleno exercício de funções
a) Uma quota no valor nominal de qualquer bem for penhorada, arrestada ou
notariais, foi constituída por Dominique Patrick
oitenta mil meticais, corres- por qualquer outro meio for apreendida
Cortes-Salat, um sociedade unipessoal por
pondente a oitenta por cento judicialmente.
do capital social e pertencente quotas de responsabilidade limitada, que se
à sócia Regius Coal Pty regerá nas cláusulas e condições constantes dos ARTIGO OITAVO
Limited;e artigos seguintes:
Gerência
b) Uma quota no valor nominal de vinte
ARTIGO PRIMEIRO
mil meticais, correspondente a Um) A administração e gerência da empresa
vinte por cento do capital social A empresa adopta a denominação e sua representação, em juízo e for a dele, ativa
e pertencente ao sócio Carlos P.C.Solutions, Limitada, é uma sociedade e passivamente, pertencem ao proprietário com
Alberto Venichand. unipessoal por quotas de responsabilidade dispensa de caução.
564 — (160) III SÉRIE — NÚMERO 13

Dois) O proprietário poderá delegar pessoas sua sede no Bairro Muelé-1- Estrada Nacional ARTIGO SÉTIMO
estranhas à empresa para o representar, mediante Número Cento e Cinco - cidade de Inhambane. (Amortização de quotas)
instrumento de procuração com poderes para o A sociedade poderá abrir ou encerrar sucursais,
efeito. delegações, agências ou qualquer outra forma de A sociedade tem a faculdade de amortizar
representação social quando os sócios julguem as quotas de acordo com os respectivos
ARTIGO NONO proprietários ou quando qualquer quota for
convenientes dentro do território nacional ou
Contas e resultados penhorada, arrestada ou por qualquer outro
no estrangeiro.
meio, apreendida judicialmente.
O exercício social coincide com o ano civil, o
ARTIGO SEGUNDO
balanço e contas de resultados fechar-se-ão com ARTIGO OITAVO
referência a trinta e um de Dezembro. (Duração)
(Assembleia geral)
ARTIGO DÉCIMO A sociedade durará por tempo indeterminado, A assembleia geral reunirá ordinariamente
contando-se o seu início a partir da data da uma vez por ano para apresentação, aprovação
Balanço
celebração do presente contrato. ou modificação do balanço e contas do
Os lucros líquidos a apurara em cada balanço exercício, orçamentos dos anos ou periodos
e, depois de deduzidos cinco por cento para o ARTIGO TERCEIRO
subsequentes e para deliberar sobre quaisquer
fundo de reserva legal, o remanescente fica para (Objecto) outros assuntos para que tenha sido convocada
o proprietário. e extraordinariamente, sempre que for
Um) a sociedade tem por objecto social: necessário.
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
a) Comercio geral;
Em caso de morte do proprietário, a empresa b) Prestação de serviços. ARTIGO NONO
poderá continuar por decisão do/s hrdeiro/s. Dois) A sociedade poderá exercer ainda A assembleia geral será convocada pela
outras actividades conexas complementares gerência com uma antecedência mínima de
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
ou subsidiárias do objecto social principal, quinze dias, por carta registada com aviso de
Dissolução participar no capital social de outras sociedades recepção.
A empresa só dissolve nos casos previstos ou associar-se a outras empresas, desde que
ARTIGO DÉCIMO
na Lei ou pela decisão do proprietário, que será obtenha as devidas autorizações.
liquidatário. (Administração e gerência)
ARTIGO QUARTO
Um) A administração e gerência da
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
(Deliberação da assembleia geral) sociedade é exercida pelo único sócio, Eduardo
Disposições finais Joaquim Folege, o qual poderá no entanto
Mediante deliberação da assembleia geral,
Em todo o omisso, regularão as disposições a sociedade poderá participar directa ou gerir e administrar a sociedade. Para obrigar
legais e aplicáveis na República de Moçam- indirectamente em projectos de desenvol- a sociedade basta a assinatura dele, podendo
bique. vimento que de alguma forma concorram porém, nomear sempre que necessário um ou
Está conforme. para o preenchimento do seu objecto mais mandatários com poderes para tal.
social, aceitar concenções, adquirir e gerir Dois) Compete a gerência a representação
Vilankulo, aos dezoito de Maio de dois mil
participações no capital de quaisquer sociedade, da sociedade em todos os actos, activa e
e doze. — O Técnico, Ilegível.
independentemente do seu objecto social ou passivamente em juízo e fora dele dispondo dos
ainda participar em empresas, associações mais amplos poderes para a prossecução dos fins
empresariais, agrupamentos de empresas e de Sociedade, gestão corrente dos negócios e
Casa Bela- Sociedade outras formas de associação. contratos sociais.
Unipessoal, Limitada
ARTIGO QUINTO ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Certifico, para efeitos de publicação, que A movimentação da conta bancária será
Capital social
no dia nove de Maio de dois mil e doze, foi
exercida pelo único sócio, podendo em caso
matriculada na Conservatória do Registo de Um) O capital social, integralmente subscrito de ausência delegar a um representante sempre
Entidades Legais sob NUEL 100290871 a e realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais, que necessário.
entidade legal supra, constituída por; Eduardo correspondente a uma única quota de cem por
Joaquim Folege, de nacionalidade Moçambicana cento do capital social, pertecente ao único sócio ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
casado com Enia Bernardo Uinge, sob o regime Eduardo Joaquim Folege.
de comunhão geral de bens, natural de Maxixe O exercício social coincide com o ano civil.
Dois) Não são exigíveis prestações
e residente no Bairro Muelé, na cidade de O balanço e contas de resultados fechar-se-ão
suplementares de capital, mas o sócio poderá
Inhambane, portador do Bilhete de Identiade com referência a trinta e um de Dezembro de
conceder os suprimentos de que ela necessite,
n.º 080100122023F, emitido em dez de Março cada ano e serão submetidos a aprovação da
nos termos e condições fixados por lei.
de dois mil e dez na cidade de Inhambane, que assembleia geral ordinária.
se regerá pelas clausulas e condições constantes ARTIGO SEXTO
dos seguintes artigos: ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
Cessão de quotas
(Distribuição dos lucros)
ARTIGO PRIMEIRO A divisão ou cessão de quotas a favor dos
sócios é livre, porém, se for feita a favor de Os lucros da sociedade serão distribuidos
(Denominação e sede)
terceiros depende sempre do consentimento da pelos sócios, na proporção das respectivas
A sociedade adopta a denominação Casa quotas, depois de deduzida a percentagem
sociedade, gozando o sócio que mantiver na
Bela - Sociedade Unipessoal Limitada e tem a destinada ao fundo de reserva legal.
sociedade de direito de preferência.
29 DE MAIO DE 2012 564 — (161)

ARTIGO DÉCIMO QUARTO em Maputo, Moçambique, na qualidade de Três) A sociedade poderá ainda associar-
(Dissolução)
procuradora, nos termos do disposto na acta -se ou participar no capital social de outras
de quinze de Janeiro de dois mil e doze. sociedades sob quaisquer formas legalmente.
Um) A sociedade dissolve-se nos termos As partes acima identificadas têm, entre
previstos na lei ou por deliberação da si, justo e acertado o presente contrato de CAPÍTULO II
assembleia geral que nomerará uma comissão
sociedade, que se regerá pelas disposições
liquidatária. Do capital social
legais aplicáveis e pelos termos e condições
ARTIGO DÉCIMO QUINTO seguintes: ARTIGO QUARTO

(Casos omissos) Capital social


CAPÍTULO I
Em tudo quanto fica omisso, regular-se-á Um) O capital social, integralmente subscrito
Da denominação, duração, sede
pelas disposições aplicáveis e em vigor na e realizado em dinheiro, é de vinte e cinco mil
República de Moçambique. e objecto
meticais, correspondente à soma de duas quotas,
Está conforme. ARTIGO PRIMEIRO distribuídas da seguinte forma:
Conservatória dos Registos de Inhambane,
(Denominação, sede) a) Uma quota no valor nominal de vinte
nove de Maio de dois mil e doze. — O Ajudante,
e quatro mil e quinhentos meticais,
Ilegível. Um) A sociedade adopta a denominação
correspondente a noventa e oito por
Midwest Cercol, Limitada, e constitui-se
cento do capital social, pertencente
sob a forma de sociedade por quotas de
Midwest Cercol, Limitada responsabilidade limitada. à sócia Maven Holdings Limited,
Dois) A sociedade tem a sua sede na (Maurícias);
Certifico, para efeitos de publicação, que b) Uma quota no valor nominal de
Avenida Vinte e Cinco de Setembro, número
no dia nove de Maio de dois mil e doze, foi quinhentos meticais, correspondente
mil duzentos e trinta, terceiro, andar, bloco
matriculada na Conservatória do Registo de a dois por cento do capital social,
5 Time Square, em Maputo, na República
Entidades Legais sob NUEL 100282496, pertencente à sócia Midwest
de Moçambique, podendo abrir sucursais,
uma sociedade denominada Midwest Cercol, Holdings Limited, (Ilha de Man).
delegações, agências ou qualquer outra forma
Limitada.
de representação social, no território nacional Dois) A assembleia geral poderá decidir
Entre:
ou no estrangeiro. sobre o aumento do capital social, definindo
Maven Holdings Limited, uma sociedade Três) Mediante simples deliberação, pode o as modalidades, termos e condições da sua
devidamente constituída ao abrigo da lei das conselho de administração transferir a sede para realização.
sociedades de dois mil e um na República das qualquer outro local no território nacional.
Maurícias, e registada na Conservatória de ARTIGO QUINTO
Registo de sociedades a trinta de Novembro ARTIGO SEGUNDO
Prestações suplementares e suprimentos
de dois mil e onze, sob o n.° 106641, neste
A duração da sociedade é por tempo Um) Não serão exigíveis prestações
acto representada por Kaina Mamudo
indeterminado. suplementares de capital, podendo os sócios,
Mussagy, de nacionalidade moçambicana,
conceder à sociedade os suprimentos de que
portadora do Bilhete de Identidade n.° ARTIGO TERCEIRO
esta necessite, nos termos e condições fixados
110100360904N, emitido a quatro de
Um) A sociedade tem por objecto social: por deliberação da assembleia geral.
Agosto de dois mil e dez pela Direcção
de Identificação Civil de Maputo, com a) A prospecção, pesquisa, exploração Dois) Entendem-se por suprimentos o
domicílio profissional na SAL & Caldeira e processamento industrial de dinheiro ou outra coisa fungível, que os sócios
Advogados, Lda., sita na Avenida Julius recursos minerais, incluindo o possam emprestar à sociedade.
Nyerere, n.° 3412, CP 2830, em Maputo, petróleo e o gás natural;
ARTIGO SEXTO
Moçambique, na qualidade de procuradora, b) Produção de energia com recurso ao
nos termos do disposto na acta de quinze de uso de recursos minerais como Divisão, transmissão, e alienação
Janeiro de dois mil e doze; e o carvão, gás natural, petróleo e de quotas
Midwest Holdings Limited, uma sociedade outros;
Um) A divisão e a transmissão de quotas
devidamente constituída ao abrigo da lei das c) Prestação de serviços na área
carecem de informação prévia à sociedade.
sociedades comerciais de 2006 em Douglas mineira;
Dois) O sócio que pretenda alienar a sua
na Ilha de Man, e registada na Conservatória d) Comercialização, com importação e
de Registo de Sociedades Comerciais a seis quota informará a sociedade, com o mínimo
exportação, de produtos minerais,
de Fevereiro de dois mil e oito, neste acto de trinta dias de antecedência, através de
bem como do gás natural;
representada por Kaina Mamudo Mussagy, carta registada ou outro meio de comunicação
e) Importação de bens e equipamentos
de nacionalidade moçambicana, portadora do que deixe prova escrita, dando a conhecer o
necessários à sua actividade.
Bilhete de Identidade n.° 110100360904N, projecto de venda e as respectivas condições
Dois) A sociedade poderá ainda exercer
emitido a quatro de Agosto de dois mil e contratuais, nomeadamente, o preço e a forma
outras actividades conexas, complementares
dez pela Direcção de Identificação Civil de pagamento.
ou subsidiárias ao seu objecto principal,
de Maputo, com domicílio profissional na Três) Gozam do direito de preferência na
ou qualquer outra actividade comercial ou
SAL & Caldeira Advogados, Lda., sita na aquisição da quota a ser transmitida, a sociedade
industrial, desde que devidamente autorizada.
Avenida Julius Nyerere, n.° 3412, CP 2830, e os restantes sócios, por esta ordem. No caso
564 — (162) III SÉRIE — NÚMERO 13

de nem a sociedade nem os restantes sócios sócio, administrador da sociedade, advogado, CAPÍTULO IV
pretenderem usar o mencionado direito de ou qualquer outra pessoa indicada pelo sócio
bastando para o efeito uma carta assinada pelo Do exercício e aplicação de resultados
preferência, então o sócio que desejar vender a
sua quota poderá fazê-lo livremente. sócio dirigida ao presidente da mesa. ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
Dois) O representante constituído por
Quatro) É nula qualquer divisão ou
procuração deverá apresentar o respectivo (Exercício, balanço e prestação de contas)
transmissão de quotas que não observe o
documento outorgada com prazo determinado
preceituado no presente artigo. de, no máximo, doze meses e com indicação Um) O exercício social coincide com o ano
dos poderes conferidos. civil, iniciando a um de Janeiro e terminando a
ARTIGO SÉTIMO
Três) A presença na assembleia geral de trinta e um de Dezembro.
Amortização de quotas qualquer pessoa não indicada nos números Dois) No fim de cada exercício o conselho
Um) A sociedade tem a faculdade de anteriores depende da autorização do presidente de administração da sociedade deve elaborar as
da mesa, mas os setenta e cinco por cento dos contas anuais, organizar um relatório respeitante
amortizar as quotas, nos casos de exclusão ou
sócios podem opor-se a essa autorização.
exoneração de sócio. ao exercício e uma proposta de aplicação
Quatro) O sócio que for pessoa colectiva far-
Dois) A sociedade pode, ao invés de se-á representar na assembleia geral pela pessoa de resultados à submeter para aprovação da
amortizar a quota, adquiri-la ou fazê-la adquiri física para esse efeito designada, mediante assembleia geral.
por sócio ou terceiro. comunicação escrita dirigida ao presidente
CAPÍTULO III da assembleia geral e por este recebido até às ARTIGO DÉCIMO QUARTO
dezassete horas do último dia útil anterior à (Resultados e sua aplicação)
Dos órgãos sociais e representação da
data da sessão.
sociedade Dos lucros líquidos apurados em cada
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
ARTIGO OITAVO exercício, uma parte não inferior a vinte por
(Votação) cento ficará retida na sociedade a título de
(Órgãos sociais)
Um) A assembleia geral só se poderá reserva legal, e o remanescente terá a aplicação
Os órgãos sociais da sociedade são a assembleia constituir e deliberar validamente quando que for dado pela Assembleia geral.
geral e o conselho de administração. estejam presentes ou representados sócios
que representem, pelo menos, setenta e cinco CAPÍTULO V
ARTIGO NONO por cento do capital social, salvo os casos em Da dissolução e liquidação
(Assembleia geral) que a lei ou os presentes estatutos exijam um da sociedade
quórum superior.
Um) A assembleia geral reúne-se ordinaria- Dois) As deliberações da assembleia geral ARTIGO DÉCIMO QUINTO
mente na sede social ou em qualquer outro lugar serão tomadas por maioria simples dos votos (Dissolução e liquidação da sociedade)
dentro do território nacional, uma vez por ano, presentes ou representados.
Três) As deliberações da assembleia geral Um) A sociedade dissolve-se nos casos
para a deliberação do balanço anual e contas
que importem a modificação dos estatutos ou expressamente previstos na lei ou por deliberação
do exercício e, extraordinariamente, quando
a dissolução da sociedade, serão tomadas por unânime dos seus sócios.
convocada por qualquer dos administradores,
maioria qualificada de setenta e cinco por cento Dois) Declarada a dissolução da sociedade,
sempre que for necessário, para deliberar sobre proceder-se-á à sua liquidação gozando os
dos votos do capital social.
quaisquer outros assuntos para que tenha sido liquidatários, nomeados pela assembleia geral,
convocada. ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO dos mais amplos poderes para o efeito.
Dois) É dispensada a reunião da assembleia Três) Em caso de dissolução por acordo dos
(Conselho de administração
geral e são dispensadas as formalidades sócios, todos eles serão os seus liquidatários e
e representação)
da sua convocação quando todos os sócios a partilha dos bens sociais e valores apurados
concordarem por escrito na deliberação ou Um) O Conselho de Administração é proceder-se-á conforme deliberação da
concordem que por esta forma se delibere, composto por três administradores, a serem assembleia geral.
considerando-se válidas, nessas condições, as nomeados em reunião de assembleia geral dos
sócios. CAPÍTULO VI
deliberações tomadas, ainda que realizadas fora
Dois) Os administradores são eleitos por
da sede social em qualquer ocasião e qualquer Das disposições finais
um período de quatro quatro anos renováveis,
que seja o seu objecto. salvo deliberação em contrário da assembleia ARTIGO DÉCIMO SEXTO
Três) A assembleia geral será convocada geral, podendo ser eleitas pessoas estranhas
pelo seu presidente, por carta registada com Disposições finais
à sociedade, sendo dispensada a prestação de
aviso de recepção, e-mail ou outro meio de qualquer caução para o exercício do cargo. As omissões aos presentes estatutos serão
comunicação que deixe prova escrita, a todos os Três) Qualquer deliberação tomada pelo reguladas e resolvidas de acordo com o Código
sócios da sociedade com a antecedência mínima conselho de administração deve ser lavrada Comercial, aprovado pelo Decreto-Lei n.º
de quinze dias, dando-se a conhecer a ordem de em acta que deverá ser devidamente assinada 2/2005, de 27 de Dezembro, Decreto-Lei n.º
trabalhos e a informação necessária à tomada de pelos presentes. 2/2009, de vinte e quatro de Abril, e demais
deliberação, quando seja esse o caso. Quatro) A sociedade fica obrigada nos seus legislação aplicável e vigente na República de
actos: Moçambique.
ARTIGO DÉCIMO a) Pela assinatura conjunta de dois dois Instruem o presente contrato de sociedade:
(Representação em assembleia geral) Administradores; ou a) Certidão de constituição da Maven
b) Pela assinatura de mandatário, dentro Holdings Limited;
Um) Qualquer dos sócios poderá fazer- dos limites da delegação feita pelo b) Certidão de constituição da Midwest
-se representar na assembleia geral por outro conselho de administração. Holdings Limited
29 DE MAIO DE 2012 564 — (163)

c) Acta deliberativa da Maven Holdings da sociedade, passando a ter as seguintes ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
Limited; redacções: (Forma de obrigar a sociedade)
d) Acta deliberativa da Midwest Holdings ARTIGO NONO
Um) A sociedade obriga-se pelas:
Limited;
(Gestão e representação da sociedade) a) Assinaturas conjuntas dos dois
e) Certidão de Reserva de Nome;
membros do conselho de
f) Documento de Identificação da Um) A sociedade será gerida por um
gerência, e na medida em
Procuradora. conselho de gerência composto por dois
que um deles represente o
Maputo, vinte e dois de Maio de dois mil membros nomeados por voto unânime da
sócio maioritário, dentro dos
e doze. — O Técnico, Ilegível. assembleia geral e da seguinte maneira:
limites da delegação de poderes
a) Ingérop International Consultants
conferidos pela assemblea
(Pty) Ltd nomeará um membro
geral;
do conselho de gerência;
b) ...
Ingérop Moçambique, b) Focus 21-Gestão e Desenvolvimento
c) ...
Limitada nomeará um membro do
Dois) Para assuntos rotineiros a assinatura
conselho de gerência.
de um dos gerêntes será suficiente.
Certifico, para efeitos de publicação, que Dois)... Três)...
por acta número dois barra dois mil e doze, Três)...
de dezasseis de Março de dois mil e doze, da Quatro)... ARTIGO DÉCIMO QUARTO
assembleia geral extraordinária da sociedade Cinco)... (Contas anuais e aplicação de lucros)
Ingérop Moçambique, Limitada, matriculada na Seis)... Um) ...
Conservatória do Registos das Entidades Legais Sete)... Dois)...
sob o Número da Entidade Legal, 100115859, os Oito)... Três) A nomeação de técnicos de
sócios que a compõem deliberaram a alteração contas, devidamente credenciados, será da
parcial dos estatutos nos seus artigos nono, a) ... responsabilidade do conselho de gerência,
décimo segundo e décimo quarto. b) ... será da responsabilidade do conselho de
Face as deliberações, fica alterado o diposto c) ... gerência, o qual nomeará uma entidade
nas alineas a) e b) do número um) do artigo d) ... independente de competência reconhecida.
nono, alínea a) do número um) e número dois) e) ... Conservatória do Registo das Entidades
do artigo décimo segundo e ainda o número f) ... Legais,Maputo, aos dezoito de Maio dois mil
três) do artigo décimo quarto, dos estatutos Nove)... e doze. — O Técnico, Ilegível.

Preço — 63,45 MT
IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P.