Você está na página 1de 19

15/11/2019 Disciplina Portal

Teoria da Natação

Aula 5: Aprendizagem em natação – objetivos,


conteúdos e organização de turmas

INTRODUÇÃO

Na aula anterior, você conheceu os objetivos, as etapas e os conteúdos recomendados para a iniciação à natação.
Agora, verá sugestões para organização das turmas de natação, respeitando a faixa etária e o nível de habilidades
aquáticas.

É muito importante considerar a experiência aquática dos alunos para de nir os conteúdos que serão trabalhados,

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182db… 1/19
15/11/2019 Disciplina Portal

visando à aprendizagem e ao aperfeiçoamento dos nados, além de todo o domínio do corpo na água – um dos
principais objetivos de se ensinar a nadar.

Por m, apresentaremos a natação máster (competições para adultos e idosos) – modalidade de muito sucesso entre
pessoas que gostam de competir, além de ex-atletas, a qual costuma ser oferecida em escolas de natação, em
academias e em clubes aos alunos que aprendem os nados o ciais.

Bons estudos!

OBJETIVOS

Objetivo 1 – Listar sugestões para organização de turmas de natação;

Objetivo 2 – Identi car os objetivos e conteúdos da natação para bebês, da natação infantil e da natação para jovens,
adultos e idosos – inclusive a natação máster.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182db… 2/19
15/11/2019 Disciplina Portal

ORGANIZAÇÃO DE TURMAS

Perguntas frequentes entre os professores que começam a trabalhar com o ensino da natação são:

Como vou dividir as turmas de natação?

Quais critérios posso adotar?

É possível misturar crianças de diferentes faixas etárias?

Para jovens, adultos e idosos, deve haver alguma regra para organizar as turmas?

Primeiro, é necessário entender que as pessoas são diferentes entre si devido a determinantes genéticos e ambientais.

A individualidade biológica deve sempre ser considerada, mas, como não podemos ministrar apenas aulas para uma
única pessoa e, geralmente, as escolas e academias organizam classes ou turmas de natação, precisamos tentar
respeitar ao máximo as características físicas, socioafetivas e cognitivas dos nossos alunos.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182db… 3/19
15/11/2019 Disciplina Portal

Saiba Mais
,
Para saber mais a respeito do assunto, sugerimos a leitura de uma obra muito importante, publicada
no Brasil para dar início ao entendimento dos pro ssionais de Educação Física sobre as diferentes
fases do desenvolvimento – especialmente entre crianças e jovens:

TANI, G. et al. Educação Física escolar: fundamentos de uma abordagem desenvolvimentista. São
Paulo: USP, 1988.

De acordo com Tani (2008, p. 317), a abordagem desenvolvimentista pretende que os escolares consigam desenvolver
suas potencialidades:

[...] respeitando-se suas características peculiares de crescimento, desenvolvimento e aprendizagem.

Quando foi lançado, o livro objetivava uma organização dos conteúdos da educação física escolar a partir da
compreensão de como um indivíduo aprende, desenvolve e controla as ações motoras.

A abordagem desenvolvimentista extrapolou os muros da educação física escolar e in uenciou muitos professores em
diferentes práticas pedagógicas, incluindo o ensino da natação para crianças e jovens, especialmente.

Até então, o ensino da natação resumia-se ao domínio dos nados o ciais em uma perspectiva tecnicista, isto é, voltada
ao aperfeiçoamento dos gestos com pouca ou nenhuma consideração às fases do desenvolvimento.

A ludicidade era inexistente, e as aulas se resumiam à repetição de movimentos para o aprimoramento da técnica de
nado.

Como muito bem a rma a Fundação Vale (2013):

[...] é importante lembrar que os jovens não são adultos em miniatura, uma vez que eles têm
necessidades e capacidades muito especí cas.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182db… 4/19
15/11/2019 Disciplina Portal

Levando em consideração os processos de crescimento, desenvolvimento e maturação, como propõe a abordagem


desenvolvimentista, respeitamos o potencial para a aprendizagem de determinadas habilidades, tornando o ensinar a
nadar uma experiência rica em estímulos diversi cados e adequados às características gerais dos nossos alunos.

Temos na literatura muitas indicações sobre a capacidade de aquisição de habilidades em função da idade cronológica
(glossário) que podem ser usadas para a organização de turmas, especialmente na infância.

Com jovens, adultos e idosos, geralmente, consideramos o nível de habilidades aquáticas para determinar os objetivos
e selecionar os conteúdos.

As indicações sobre o potencial para aquisição de habilidades estão baseadas na média da população, e que a idade
biológica (glossário) não pode ser esquecida, pois há crianças e jovens com desempenho físico, cognitivo e
socioafetivo superior ou inferior ao previsto na teoria por estarem um passo à frente ou atrás em seu desenvolvimento.

Mesmo havendo diferenças determinadas pela genética e pelas experiências motoras, é importante respeitar o nível de
desenvolvimento dos indivíduos para estruturar classes de natação a m de ajudá-los a evoluir plenamente de forma
saudável.

Compreendendo essa situação, você pode se perguntar:

Na gura a seguir, você verá como progredimos na aquisição de habilidades do nascimento à vida adulta:

Fases e estágios do desenvolvimento motor

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182db… 5/19
15/11/2019 Disciplina Portal

Fonte: Gallahue, Ozmun e Goodway, 2013, p. 69.

Esse modelo mostra a progressão com que os movimentos são realizados e, certamente, ajuda-nos a re etir sobre a
divisão das turmas – em especial quando nos referimos a bebês e crianças, como estudaremos a seguir.

NATAÇÃO PARA BEBÊS E NATAÇÃO INFANTIL

Em primeiro lugar, é importante que você conheça a classi cação etária convencional, considerando a idade
cronológica:

BEBÊS CRIANÇAS

Do nascimento a 1
Período neonatal Pré-infância Entre 2 e 3 anos
mês

Início do período
De 1 a 12 meses Início da infância De 3 a 5 anos
de bebê

Restante do
De 12 a 24 meses Meio/final da infância De 6 a 10 anos
período de bebê

Fonnte: Gallahue, Ozmun e Goodway, 2013

Atenção
,
Além dessa divisão, é interessante considerar as fases do desenvolvimento relacionadas às idades:
bebês estão na fase do movimento re exo e do movimento rudimentar, e crianças encontram-se nas
fases do movimento fundamental (até 7 anos) e do movimento especializado (a partir de 7 anos).

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182db… 6/19
15/11/2019 Disciplina Portal

NATAÇÃO PARA BEBÊS

Fonte: Shutterstock

Geralmente, são oferecidas turmas de natação para bebês a partir de 6 meses de idade, em um formato individual (aula
só com o bebê e o professor) ou bebê acompanhado (aula com um responsável, preferencialmente com vínculo afetivo
sólido, com orientação do professor).

Como vimos, considera-se bebê uma criança até 24 meses. Dessa maneira, a primeira recomendação é que as turmas
sejam para crianças entre 6 e 24 meses.

Idealmente, os bebês seriam subdivididos em duas classes distintas:

Estágio de inibição dos re exos (de 6 meses a 1 ano)

Quando ainda há presença de movimentos re exos e os rudimentares são bastante


grosseiros e descontrolados.

Estágio de pré-controle (de 1 a 2 anos)

A partir de 1 ano, a criança progride muito rapidamente nas habilidades de estabilização do


corpo, manipulação de objetos e locomoção.

É fundamental estudar e entender as características físicas, cognitivas e socioafetivas dos bebês para proporcionar
estímulos adequados a seu desenvolvimento. Ao ignorar as etapas e estágios relacionados a essa faixa etária, é
provável que sejam cometidos erros no processo de ensino e aprendizagem (SOARES, 2016).

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182db… 7/19
15/11/2019 Disciplina Portal

Agora que você já tem uma ideia de como o desenvolvimento acontece entre 6 meses e 24 anos, vamos veri car os
objetivos e conteúdos indicados por alguns autores para essa faixa etária:

Damasceno
• Adaptação ao meio aquático e à piscina;
• Imersão (com e sem ajuda);
• Abertura dos olhos embaixo da água;
• Alteração do decúbito (ventral e dorsal);
• Flutuação;
• Movimentos voluntários de pernas (parecido com pedaladas);
• Movimentos de braços e pernas ao mesmo tempo;
• Entradas na água a partir da borda;
• Sopros na água (bolinhas);
• Saída da piscina com auxílio a partir da borda.

Luz
• Familiarização com a água;
• Equilíbrio (com e sem ajuda);
• Flutuação;
• Balanços e giros;
• Inversões;
• Entradas e saltos;
• Controle respiratório (bloqueio);
• Imersões;
• Movimentos de pernas e de braços.

Raiol, P. A. F. S. e Raiol. R. A.
• Exploração do ambiente;
• Giros;
• Saltos;
• Mergulhos;
• Movimentos e materiais diversos para estimular o desenvolvimento da coordenação motora na e
grossa;
• Posições e ações diversi cadas para auxiliar na estruturação do esquema corporal e estimular a
percepção (órgãos dos sentidos).

Tanto Damasceno (1994) quanto Raiol, P. A. F. S. e Raiol, R. A. (2001) consideram a natação para bebês até 3 anos de
idade, mas Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) a rmam que, a partir de 2 anos, a criança começa a infância, e outra
etapa se inicia.

Atenção

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182db… 8/19
15/11/2019 Disciplina Portal

,
Uma observação importante para as turmas de bebês em relação à temperatura da piscina: como se
movimentam pouco, eles perdem calor muito rapidamente. Assim, a temperatura indicada é entre 30
°C e 32 °C.

NATAÇÃO INFANTIL

A infância compreende o período entre 2 e 10 anos (GALLAHUE; OZMUN; GOODWAY, 2013). Além do desenvolvimento
previsto, as habilidades aquáticas também devem ser levadas em conta para a estruturação de turmas.

Vejamos alguns movimentos fundamentais relevantes ao longo da vida, pois estão presentes no cotidiano:

Habilidades locomotoras – como caminhar, correr e bater pernas.

Habilidades manipulativas – como segurar um objeto e arremessar.

Habilidades de estabilização – como executar um rolamento e car em pé em uma perna só.

Para que essa etapa seja extremamente produtiva, estabelecendo as bases para a combinação de movimentos no
futuro, é importante que:

Os estímulos sejam diversi cados – variação das tarefas.

A instrução do professor tenha qualidade.

O ambiente seja favorável – aquecimento da piscina e oferta de materiais.

As crianças sejam incentivadas e possam praticar atividades múltiplas – incluindo aprender a nadar.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182db… 9/19
15/11/2019 Disciplina Portal

Vamos aos três estágios da fase do movimento fundamental:

galeria/aula5/img/img04.jpg

Estágio inicial (de 2 a 3 anos)


Os movimentos ainda não são bem coordenados e, muitas vezes, vemos o uso exagerado de partes
do corpo na realização de uma tarefa, e a noção de espaço e tempo ainda não é satisfatória.

Uma pernada, por exemplo, é parecida com o ato de pedalar, empurrando a água com bastante exão
dos joelhos.

galeria/aula5/img/img05.jpg

Estágio elementar emergente (entre 3 e 5 anos)


Observamos uma melhoria progressiva na execução de tarefas, mas ainda faltam coordenação e
organização espaçotemporal.

Os padrões de movimentos, como uma tentativa de executar pernadas, por exemplo, são exagerados
ou restritos.

galeria/aula5/img/img06.jpg

Estágio pro ciente (entre 5 e 7 anos)


As crianças apresentam um bom controle motor, com movimentos e cientes e coordenados, e
quando são adequadamente estimuladas, conseguem melhorar a precisão, a rapidez, a quantidade e a
qualidade nas tarefas.

Entre 7 e 10 anos, as crianças entram na fase dos movimentos especializados, no estágio de transição. Tais
movimentos são a combinação de padrões fundamentais, e podemos vê-los nos gestos esportivos.

Assim, quando uma criança realiza braçadas e pernadas (habilidades de locomoção) e, ao chegar na borda, executa
um rolamento (habilidades de estabilização) para nadar sem intervalos, demonstra que foi bem estimulada na fase
anterior.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182d… 10/19
15/11/2019 Disciplina Portal

Natação infantil

Disponível em: https://goo.gl/jZm1p1 (glossário). Acesso em: 20 out. 2017.

Apesar de ser um momento muito rico no re namento das habilidades para ns recreativos ou esportivos, devemos
evitar a especialização precoce, repetindo sempre as mesmas tarefas de um único esporte. A criança precisa explorar
seu potencial de movimento, envolvendo-se em atividades físicas diversas.

A partir da leitura das fases e estágios do desenvolvimento na infância, podemos pensar em uma divisão de turmas,
respeitando o comportamento motor característico, com crianças de:

E as habilidades aquáticas?
Como estruturar as turmas por idade e comportamento motor aquático?

Como os movimentos são pouco coordenados e relativamente grosseiros entre 2 e 3 anos, é importante considerar
esse momento interessante para a completa adaptação ao meio, realizando:

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182d… 11/19
15/11/2019 Disciplina Portal

A partir de 3 e 4 anos, provavelmente, haverá duas situações:

Crianças que procuram a natação sem intimidade com o meio aquático

Crianças que já praticam natação ou que são estimuladas pelos familiares em atividades recreativas
e, portanto, adaptadas ao meio.

Para essas crianças, as classes de domínio do corpo na água são mais interessantes, e as estratégias devem almejar o
re namento progressivo dos movimentos, cada vez mais coordenados e bem sequenciados.

Ao entrarem na etapa dos movimentos especializados, as crianças, entre 7 e 10 anos, iniciarão a aprendizagem dos
nados e movimentos especí cos do esporte, como as viradas.

Dessa maneira, teríamos na infância, especialmente a partir dos 3 anos, três diferentes níveis de habilidades aquáticas:

Adaptação Domínio Aprendizagem

Saiba
Mais
,

Algumas escolas de natação usam a cor da touca ou nomes de animais marinhos para diferenciar o
nível das turmas e consequentemente, os objetivos e estratégias a serem planejados.

NATAÇÃO PARA JOVENS, ADULTOS E IDOSOS

De acordo com Gallahue, Ozmun e Goodway (2013), entre 10 e 20 anos, os indivíduos encontram-se
na fase da adolescência – etapa na qual muitas transformações físicas, cognitivas e socioafetivas
afetam a performance nas mais variadas atividades.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182d… 12/19
15/11/2019 Disciplina Portal

A partir de 11 anos, a criança começa a escolher os tipos de exercícios nos quais percebe ter maior facilidade na
dinâmica característica e execução dos gestos.

Entre 10 e 12 anos, as crianças apresentam atributos que possibilitam a iniciação esportiva (FUNDAÇÃO VALE, 2013).

No caso de professores que ministram aulas de natação em locais que, além da iniciação e da aprendizagem visam
aperfeiçoamento dos nados para a formação de equipes, esse é o momento ideal para inserir seus alunos no processo
de treinamento, de acordo com a literatura especializada.

Quanto ao desenvolvimento e aquisição de habilidades, jovens e adultos que não se tornam atletas continuam na etapa
dos movimentos especializados, e os movimentos aprendidos serão aplicados ao longo da vida em atividades
recreativas ou da vida diária – principalmente a partir de 14 anos.

Para a organização de turmas, é interessante que haja horários especí cos separando jovens de adultos e idosos, pois
os interesses e as formas de interação social são diferentes entre esses grupos.

Uma divisão baseada nas características do desenvolvimento pode ser a oferta de turmas mistas para indivíduos de 11
a 13 anos e de 14 a 17-18 anos, e, depois, classes para adultos e jovens no nal da adolescência (18-20 anos).

Fonte: Shutterstock

Tanto jovens quanto adultos e idosos que não são adaptados ao meio aquático devem passar pelas etapas e objetivos
da iniciação à natação, favorecendo:

• O domínio do corpo na água;

• A coordenação motora;

• A consciência corporal para os movimentos especí cos;

• A compreensão dos fatores físicos – arrasto, utuação, calor especí co, pressão hidrostática,
refração e tensão super cial (estímulos cognitivos).

A partir do momento em que estão aptos à aprendizagem dos nados, geralmente, iniciam pelo crawl e costas pela
similaridade de seus movimentos (alternados) e daqueles por nós executados diariamente, como a caminhada.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182d… 13/19
15/11/2019 Disciplina Portal

Pode haver preferência pelo início do domínio dos nados a partir do nado de peito, que se acredita ter sido bastante
praticado, com a cabeça fora da água, desde a Antiguidade.

Geralmente, jovens, adultos e idosos são subdivididos em classes de acordo com seu comportamento motor aquático;
isto é, segundo as habilidades especí cas de natação.

É bastante comum vermos turmas de aprendizagem do crawl e do nado costas como nível I, e de aprendizagem dos
nados de peito e borboleta, com aperfeiçoamento do crawl e do nado costas como nível II.

Em um terceiro nível, teríamos o aperfeiçoamento dos nados e técnicas a eles relacionadas, podendo direcionar para
competições de máster, fato relativamente comum.

Independentemente da divisão adotada por uma escola ou academia de natação, o professor precisa oferecer
con ança e instruções claras, preferencialmente explicando (comando verbal) e demonstrando (comando não verbal)
as atividades.

Conversar frequentemente com seus alunos, tornando-os sujeitos ativos de sua aprendizagem, também ajuda na
estruturação do planejamento e a mantê-los motivados (CORRÊA; MASSAUD, 2008).

Corrêa e Massaud (2008) sugerem três turmas para a natação de adultos – que também podem ser aplicadas a jovens
e idosos:

Turmas de adaptação

Com atividades similares àquelas que você estudou na natação infantil.

Adultos adaptados

Com metas relacionadas ao aperfeiçoamento das habilidades aquáticas. Neste caso, a


sequência dos nados sugerida é:

Nado crawl;
Nado costas;
Nado peito;
Nado borboleta.

Adultos já nadadores

Como ex-atletas e os alunos que adquiriram e re naram habilidades dos quatro nados –
potenciais candidatos à participação em torneios e eventos da categoria máster.

Quanto aos idosos, é importante sempre considerar as características do processo de envelhecimento quando se
ministra aulas para essa faixa etária, respeitando-os e tentando ao máximo atender suas demandas físicas,
socioafetivas e cognitivas.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182d… 14/19
15/11/2019 Disciplina Portal

Conforme a rma Soares (2016, p. 60), a natação para idosos vai além de ensinar a nadar, pois as atividades devem
proporcionar:

[...] a melhoria da aptidão física de maneira global, pois está diretamente ligada à realização das
atividades da vida diária [...].

Em um estudo investigando efeitos da prática de natação para idosos, Rabelo et al. (2004) identi caram melhorias
signi cativas na execução de atividades da vida diária.

Os pesquisadores analisaram os resultados da bateria de testes de atividades da vida diária elaborada por Andreotti e
Okuma, em 1999, de dois grupos:

Turmas de adaptação, de aprendizagem e de aperfeiçoamento também são geralmente oferecidas


nas escolas de natação para esse grupo etário.

NATAÇÃO MÁSTER

Desde a década de 1980, a natação máster existe no Brasil o cialmente.

Em 1984, foi criada a Associação Brasileira de Máster de Natação, após um bem-sucedido torneio
organizado pela Federação Aquática do Rio de Janeiro no Clube de Regatas do Flamengo (1980),
reunindo ex-atletas e praticantes de natação a partir de 30 anos de idade.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182d… 15/19
15/11/2019 Disciplina Portal

Desde o princípio, a ideia da categoria máster foi, além da promoção da aptidão física pela prática do
esporte, possibilitar a integração social dos participantes.

Disponível em: https://goo.gl/5Khbcu (https://goo.gl/5Khbcu). Acesso em: 20 out. 2017.

Desde o princípio, a ideia da categoria máster foi, além da promoção da aptidão física pela prática do
esporte, possibilitar a integração social dos participantes.

A partir de 25 anos, em intervalos de 4 anos, são organizadas as seguintes categorias:

A natação máster é uma boa oportunidade para integração de adultos que aderem à natação, pois há muitos
competidores que não foram atletas quando jovens, mas que ao terem bom domínio de algum ou de todos os nados,
se inserem nas equipes que têm entre suas principais características o espírito de congraçamento e amizade.

ATIVIDADES PROPOSTAS

1. Imagine a seguinte situação: como professor de natação, você recebe um aluno adulto que não sabe nadar e que
teve trauma de afogamento na infância.

Diante dessa circunstância, cite três objetivos que você tentaria alcançar com esse indivíduo para que ele possa
aprender a nadar.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182d… 16/19
15/11/2019 Disciplina Portal

Resposta Correta

2. Assista ao vídeo e aprenda a entrar na água:

Fonte: NATAÇÃO – Como entrar na água. Produção: Sikana Brasil. Publicação: 21 dez. 2016.

Aqui, vimos uma sequência de atividades de entrada na água para adultos. Com base no vídeo, indique:

Qual é a propriedade física da água que possibilita o retorno natural à superfície?


Qual é a técnica especí ca da natação que deve ser ensinada antes do salto?

Resposta Correta

EXERCÍCIOS
1. A academia Y montou turmas de natação para bebês entre 6 meses e 3 anos. Analisando essa estrutura sob a ótica
desenvolvimentista, tal procedimento deve ser considerado:

a) Correto, pois todos estão na etapa de movimentos rudimentares.


b) Correto, pois todos estão na etapa de movimentos fundamentais.
c) Incorreto, já que as etapas do desenvolvimento não são as mesmas.
d) Incorreto, já que as técnicas dos nados devem ser iniciadas aos 3 anos.
e) Não é possível julgar, já que a natação é contraindicada antes de 2 anos.

Justi cativa

2. Ao estruturar turmas de natação infantil, há maior qualidade no trabalho quando levamos em conta:

a) Somente a faixa etária.


b) Somente a habilidade aquática.
c) A faixa etária e o domínio da linguagem.
d) A condição postural e a técnica dos nados.
e) A faixa etária e o nível de habilidade aquática.

Justi cativa

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182d… 17/19
15/11/2019 Disciplina Portal

3. Na infância, a execução da pernada de crawl – similar ao ato de pedalar ou empurrar a água com o corpo inclinado –
é uma característica das crianças no(a):

a) Etapa dos movimentos especializados.


b) Etapa dos movimentos rudimentares.
c) Estágio inicial dos movimentos especializados.
d) Estágio inicial dos movimentos fundamentais.
e) Estágio maduro dos movimentos fundamentais.

Justi cativa

Glossário
IDADE CRONOLÓGICA

Idade em anos a partir do nascimento.

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182d… 18/19
15/11/2019 Disciplina Portal

IDADE BIOLÓGICA

Idade de nida pela maturação e por in uências externas (experiências).

estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2425819&courseId=12996&classId=1224242&topicId=2637565&p0=03c7c0ace395d80182d… 19/19