Você está na página 1de 12

Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá – UNESP

COMPRESSORES DE AR TIPO PARAFUSO

Trabalho apresentado na
Disciplina Comandos Hidráulicos e
Pneumáticos (CHP), 3º Ano do Curso de
Eletrônica, hfg Técnico Industrial de
Guaratinguetá – UNESP, orientador Prof.
Eduardo Silva Santos

ABRIL, 2018
SUMÁRIO

Lista de ilustrações .............................................................................................. 1


1. Introdução ...................................................................................................... 2
2. Compressores de ar tipo parafuso .............................................................. 3
2.1 Princípio de Funcionamento ........................................................................ 3
2.2 Classificação .................................................................................................. 4
2.2.1 Compressores de parafuso simples ........................................................... 5
2.2.2 Compressores de parafuso duplo ................................................................5
2.3. Vedação .........................................................................................................6
2.4. Controle do compressor ...............................................................................6
2.5 Aplicações, vantagens e curiosidades .........................................................8
3. Conclusão ........................................................................................................9
Referências .........................................................................................................10
LISTA DE ILUSTRAÇÕES

Figura 1 – Compressor à parafuso industrial .............................................................. 3

Figura 2 - Geometria básica do Compressor Parafuso .............................................. 4

Figura 3 – Compreesor de parafuso duplo .................................................................. 6


1 INTRODUÇÃO

Embora seja um termo amplamente conhecido e aplicado em diversos ramos


industriais, pouco se sabe acerca do funcionamento físico dos compressores de ar,
mas eles já representam 10% do total de energia que é utilizada no setor da indústria
à nível global da atualidade. Compressores de ar são equipamentos pneumáticos
concebidos para aumentar a pressão de um fluido em estado gasoso e armazená-la
em reservatórios próprios para que esta pressão possa ser utilizada para diversos
tipos de atividades, e suas características físicas podem variar de acordo com a
função desempenhada. Em termos físicos, pode-se dizer que o gás comprimido
cumpre rigorosamente a Equação de Clapeyron: desse modo, a redução do volume
se traduz em aumento da pressão e de temperatura.

Equação de Clapeyron: P x V = n x R x T , sendo:

P: pressão (atm) V: volume (L) n: número de mols (mol)

T: temperatura (K) R: constante geral dos gases

Dentre várias formas, um compressor de ar produz cada vez mais força sobre

o ar em um tanque de armazenamento, aumentando a pressão. Quando a pressão do

tanque atinge seu limite superior projetado, o compressor de ar desliga-se. O ar

comprimido, então, é mantido no tanque até ser utilizado.

Atualmente, pode-se classificar os compressores em três (3) tipos:

Compressores de Diafragma, de Pistão e de Parafuso. Neste trabalho, será

aprofundado apenas o modelo parafuso.


2 COMPRESSORES DE AR TIPO PARAFUSO

O compressor à parafuso é um compressor de ar que funciona a partir de um


mecanismo de deslocamento positivo ou rotativo. O compressor à parafuso é
comumente utilizado na substituição do compressor movido à pistão, no qual é
necessária uma grande quantidade de ar e em alta pressão, que podem ocorrer em
aplicações industriais ou na operação de máquinas de ar de alta potência. Nas
aplicações industriais em pressões de trabalho de até 12 bar, com a popularidade do
compressor parafuso, os compressores de pistão passaram a ser inviáveis
economicamente.

Para o funcionamento do compressor à parafuso, ele possui uma metodologia


de movimento de varredura, de modo que haja pouca pulsação ou fluxo,
diferenciando-se dos compressores movidos à pistão. O compressor a parafuso faz
uso de dois parafusos helicoidais articulados, que são conhecidos como rotores, os
quis giram em sentidos opostos, mantendo entre si uma condição de engrenamento,
com a função de realizar a compressão do ar.

Figura 1 – Compressor à Parafuso industrial

2.1 PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO

O compressor possui duas partes primordiais para o seu funcionamento, que são dois
rotores em roscas, um chamado de macho e o outro de fêmea, com diferentes
números de lóbulos, onde na configuração mais usual, o rotor macho apresenta 4 e o
fêmea apresenta 6. Estes rotores são montados sobre mancais a fim de fixar as
respectivas posições na câmara de operação.
O funcionamento de um compressor parafuso está dividido em sucção, compressão
e descarga.
A primeira etapa do processo de produção do ar comprimido é a sucção de ar pelos
compressores. Essa sucção ocorre quando, durante a rotação dos rotores o espaço
se abre entre os lóbulos e aumentam de volume, succionando o gás pela parte
superior, fazendo com que o volume máximo seja preenchido e a entrada seja
fechada.
A próxima etapa é a compressão, quando os rotores macho e fêmea começam a
encaixar suas ranhuras, reduzindo o volume de gás e o deslocamento axialmente, em
função da rotação dos parafusos. A finalização da descarga se dá quando o rotor
macho ocupa o volume antes ocupado pelo gás, assim não há gás remanescente na
câmara de compressão.
O volume entre as hélices dos parafusos são sempre descrescentes, com o intuito de
diminuir o volume do ar e aumentar a pressão de saída. A relação de pressões
depende, na verdade do espaçamento entre os parafusos e da forma da porta de
descarga. Para a maior eficiência do conjunto, a relação deve ser adaptada para a
pressão de trabalho.

Figura 2 – Geometria básica do Compressor Parafuso

2.2 CLASSIFICAÇÃO

A categoria dos compressores de parafuso pode ser sub-dividida em dois tipos: duplo

e simples.
2.2.1 Compressores de Parafuso Simples

O compressor de parafuso simples consiste num elemento cilíndrico com ranhuras


helicoidais, acompanhado por duas rodas planas dispostas lateralmente e girando em
sentidos opostos. O parafuso gira com uma certa folga dentro de uma carcaça
composta de uma cavidade cilíndrica. Esta contém duas cavidades laterais onde se
alojam as rodas planetárias.
O parafuso é accionado pelo motor, e está encarregado de accionar as duas rodas. O
processo de compressão ocorre tanto na parte superior como na inferior do
compressor. Com isto consegue-se aliviar a carga radial sobre os mancais, de modo
a que a única carga que actua sobre os mesmos, além daquela resultante do próprio
peso, é actuante sobre os eixos das rodas planetárias, resultante da pressão do gás
nos dentes das mesmas durante o engrenamento.

2.2.2 Compressores de Parafuso Duplo

O compressore de parafuso duplo podem apresentar configurações distintas. O rotor


macho apresenta quatro lóbulos, enquanto que o rotor fêmea, apresenta seis
reentrâncias . Normalmente, o veio do motor atua sobre o rotor macho, que por sua
vez aciona o rotor fêmea. Um compressor parafuso duplo pode ser descrito como
uma maquina de deslocamento positivo com dispositivo de redução de volume. O gás
é comprimido simplesmente pela rotação dos rotores acoplados. Este gás percorre o
espaço entre os lóbulos enquanto é transferido axialmente da sucção para a descarga.
Sucção Quando os rotores giram, os espaços entre os lóbulos abrem-se e aumentam
de volume. O gás então é succionado através da entrada e preenche o espaço entre
os lóbulos. Quando os espaços entre os lóbulos alcançam o volume máximo, a
entrada é fechada. O gás admitido na sucção fica armazenado em duas cavidades
helicoidais formadas pelos lóbulos e a câmara onde os rotores giram.
Os compressores de parafuso duplo sao mais eficientes que os simples, porem tem
um maior custo de aquisição e manutenção, pois exigem mais precisao no processo
de fabricação.
Figura 3 – Compressor de Parafuso Duplo

2.3 VEDAÇÃO

Todos os compressores parafuso utilizados em refrigeração utilizam injeção de óleo


na câmara de compressão para lubrificação, vedação e resfriamento. A vedação entre
os diferentes níveis de pressão compreende uma estreita faixa entre o engrenamento
dos rotores e a periferia dos mesmos na câmara de compressão. O óleo é injetado
diretamente na câmara de compressão em uma quantidade suficiente, de forma a
minimizar o vazamento e resfriar o gás. Posteriormente, este óleo é separado do gás
em um separador de óleo. A utilização da quantidade adequada de óleo, permite que
este absorva a maioria do calor proveniente da compressão, fazendo com que a
temperatura de descarga seja baixa, mesmo quando a razão de compressão for alta

2.4 CONTROLE DO COMPRESSOR

Entre os compressores de parafuso, existem vários esquemas de controle, cada um


com diferentes vantagens e desvantagens.

Iniciar / Parar
Em um esquema de controle de partida / parada, acionado por relés.

Carregar / Descarregar
Em um esquema de controle de carga / descarga, o compressor permanece
continuamente alimentado. No entanto, quando a procura de ar comprimido for
satisfeita, em vez de desligar a alimentação do compressor da unidade compressora,
a válvula de admissão está fechada, a descarga do compressor. Isso reduz o número
de start / stop ciclos para motores elétricos ao longo de um start / stop esquema de
controle em compressores com motor elétrico, melhorando a vida útil do equipamento,
com uma mudança mínima no custo operacional. Este esquema é utilizado por quase
todos os fabricantes de compressores de ar industriais. Quando um sistema de
controle de carga / descarga é combinado com um temporizador para parar o
compressor, após um período predeterminado de funcionamento continuamente
descarregado, que é conhecido como um sistema de duplo controle ou auto-dual.

Modulação
Em vez de ligar e desligar o compressor ou acionar a válvula de entrada entre duas
posições distintas, um esquema de controle de modulação proporcional ajusta a
válvula de admissão aberta e fechada, alterar a descarga do compressor de acordo
com a demanda. Enquanto isto produz uma pressão de descarga consistente ao longo
de uma ampla gama de procura, o consumo de energia é significativamente maior do
que com um sistema de carga / descarga, resultando em aproximadamente 70% do
consumo de energia de carga total, quando o compressor está numa condição de
carga nula. Este esquema de controle foi popularizado em aplicações de
compressores de ar industriais, Kaeser e Gardner Denver .

Devido ao ajuste limitado no consumo de energia em relação a capacidade


do compressor de produção de ar comprimido, a modulação é um método geralmente
ineficiente de controle quando comparado com variadores de velocidade.

Deslocamento variável
Utilizado por empresas de compressor do compressor Quincy, Gardner Denver , e
Sullair , deslocamento variável altere a percentagem dos rotores do compressor
parafuso que trabalham para comprimir o ar, permitindo que o fluxo de ar para
contornar parcelas dos parafusos. Enquanto isso reduzir o consumo de energia
quando comparado com um sistema de controlo de modulação, uma carga / nenhum
sistema de carga pode ser mais eficaz quando grandes quantidades de
armazenamento (10 galões por CFM). Se uma grande quantidade de armazenamento
que não é prático, um sistema de deslocamento variável pode ser muito eficaz,
especialmente superior a 70% da carga total.

Uma maneira que o deslocamento variável pode ser realizado é através da utilização
de múltiplas válvulas de elevação do lado da aspiração do compressor da unidade
compressora, cada sondados para uma localização correspondente na descarga. Em
automóvel injetores, isto é análogo ao funcionamento de uma válvula de desvio

2.5 APLICAÇÕES, VANTAGENS E CURIOSIDADES

Os compressores à parafuso apresentam aplicações industriais em geral. Eleses


estão se tornando cada vez mais popular em instalações de tratamento de águas, por
sua maior eficiência e menor consumo de energia.

Há inúmeras vantagens nos compressores de ar de parafuso, dentre elas, pode-se


citar: tamanho compacto, nerroro inferior de partes móveis, além da resistência.

Uma curiosidade acerca desse tipo de compressor é que seus primeiros modelos
apresentavam rotações elevadas para evitar vazamentos. Os modelos atuais são
selados com óleo.
3 CONCLUSÃO

Fica evidente, portanto, a imprescindível participação industrial dos

compressores tipo parafuso. Os compressores de ar de parafuso são os mais

populares ultimamente. Suas peças primordiais são rotores, macho e fêmea. Tais

peças se deslocam na direção um do outro o que comprime o ar. Eles podem funcionar

em alta velocidade e combinar alta taxa de fluxo, sendo muito utilizados na indústria

e trabalhos mais pesados. É considerado a combinação perfeita de resistência e baixo

índice de manutenção. Tais características atrelam confiabilidade e economia.

Normalmente, estes compressores de parafuso são aplicados na indústria de

alimentos e bebidas, fábricas setor automobilístico, petroquímico, militar e até mesmo

aeroespacial. Existem diversos tipos de tecnologia de compressores de ar no

mercado. O processo de compressão de ar de um parafuso rotativo é um movimento

de varredura contínua, então há muito pouca pulsação ou surgimento de fluxo, como

ocorre com compressores de pistão.

Atualmente, os compressores de pistão quase não existem para potências

acima de 15 hp. Nas potências menores, o compressor de parafuso vem conquistando

espaço numa velocidade espantosa, impulsionado por custos cada vez menores.
REFERÊNCIAS

MAFRA, Lucas. Eficiência energética em compressores de ar comprimido. Disponível

em: < https://www3.dti.ufv.br/sig_del/consultar/download/267O >. Acesso em:

01/04/2018.

Mix manutenção. Compressor Parafuso Rotativo – Funcionamento e Utilização.

Disponível em: <http://mixmanutencao.com.br/compressores/compressor-parafuso >.

Acesso em: 01/04/2018.

Compressores de parafuso. Disponível em:

<http://web.ist.utl.pt/luis.roriz/MyPage/et_T05.htm>. Acesso em: 01/04/2018.

Total Compressores. Compressor tipo parafuso. Disponível em:

<http://www.totalcompressores.com.br/compressor-tipo-parafuso/>. Acesso em:

01/04/2018.

Loja Schulz. Como funcionam os compressores de ar de parafuso?. Disponível em:

<https://www.lojaschulz.com.br/conteudo/como-funcionam-os-compressores-de-ar-

de-parafuso.htmlT>. Acesso em: 01/04/2018.