Você está na página 1de 27

TINTURA MÃE

TRITURAÇÃO
2’ + P.A. + (6’ + 4’) X 2
Substância
1ª Trituação
1/100 ou 1/10

(6’ + 4’) X 2
Substância
1ª Trituação
1/100 ou 1/10

(6’ + 4’) X 2
Substância
1ª Trituação
1/100 ou 1/10
FORMAS FARMACÊUTICAS
DERIVADAS
FORMAS FARMACÊUTICAS
DERIVADAS
KORSAKOV
KORSAKOV
Escala Decimal
Método da
7

Cinqüenta Milesimal (LM)


 Específico para preparar formas farmacêuticas
derivadas na escala cinqüenta milesimal (LM), a
partir de drogas minerais, biológicas, animais e
vegetais, estas duas últimas no estado fresco,
ou excepcionalmente, a partir de tinturas-mães.
 O método desenvolvido por Hahnemann para a
esta escala emprega a lactose para a fase sólida
da técnica (trituração até a 3CH), e água
destilada e álcool 96% para a fase líquida
(diluição seguida de sucussões). Usar álcool
30% para a dispensação.
Método da
8

Cinqüenta Milesimal (LM)


 Técnica de Preparação:
1. Trituração da droga até 3CH trit., conforme
técnica de trituração.

Lactose Lactose Lactose


1ª Trituação 1ª Trituação
1/100 1ª Trituação
1/100 1/100

2’ + P.A. + (6’ + 4’) X 2 (6’ + 4’) X 2 (6’ + 4’) X 2


Método da
9

Cinqüenta Milesimal (LM)


 Técnica de Preparação:
2. Dissolução do 3º triturado (1/1.000.000)
- 63mg do 3º triturado, são dissolvidos em 500
gotas, medidas com cânula padronizada, de
uma mistura de 1 parte de álcool 96% e 4
partes de água destilada.
- Cada gota contém 1 parte da 3CH trit. (1/500).
Método da
10

Cinqüenta Milesimal (LM)


2. Dissolução do 3º triturado

1p álcool 96%
4p água dest

500 gts
63mg
Método da
11

Cinqüenta Milesimal (LM)


 Técnica de Preparação:
3. Preparação do 1º grau de potência LM (1 LM)
- Colocar 1 gota da solução resultante (63mg +
500gts.) em um frasco de capacidade
adequada (flaconete de 5mL).
- Acrescentar 100 gotas de álcool 96%,
ocupando 2/3 da capacidade do frasco.
- Sucussionar 100 vezes  1LM líquida (1º grau
de dinamização).
- A gota que continha 1/500 da 3CH trit. Foi
diluída cem vezes (1/500 x 1/100 = 1/50.000).
Método da
12

Cinqüenta Milesimal (LM)


3. Preparação do 1º grau
de potência LM (1 LM)

álcool 96%

500 gts 1º grau de


63mg 1 gta. + 100 gts. dinamização
Método da
13

Cinqüenta Milesimal (LM)


 Técnica de Preparação:
4. Preparo dos microglóbulos (1LM)
- Umedecer, com 1 gota do 1º grau de
dinamização, 500 microglóbulos (100 mcglob.
correspondem a aproximadamente 63mg).
- Separá-los rapidamente, sobre papel de filtro e
deixar secar à temperatura ambiente.
- Esse é o medicamento na 1LM.
Método da
14

Cinqüenta Milesimal (LM)


4. Preparo dos microglóbulos (1LM)

1 gta. + 100 gts.

1º grau de
dinamização
Método da
15

Cinqüenta Milesimal (LM)


 Técnica de Preparação:
5. Preparo do 2º grau de potência LM (2LM)
- Dissolver 1 mcglob. (1/500 da gota do 1º grau
de dinamização) da 1LM em uma gota de água
destilada.
- Acrescentar 100 gotas de álcool 96%,
ocupando 2/3 da capacidade do frasco.
- Sucussionar 100 vezes  2LM líquida (2º grau
de dinamização).
Método da
16

Cinqüenta Milesimal (LM)


5. Preparo do 2º
grau de potência LM (2LM)

Álcool 96%
Água dest.

1 mcglob. + 1 gta. 2º grau de


+ 100 gts. dinamização
Método da
17

Cinqüenta Milesimal (LM)


 Técnica de Preparação:
6. Preparo dos microglóbulos (2LM)
- Umedecer, com 1 gota do 2º grau de
dinamização, 500 microglóbulos (100 mcglob.
correspondem a aproximadamente 63mg).
- Separá-los rapidamente, sobre papel de filtro e
deixar secar à temperatura ambiente.
- Esse é o medicamento na 2LM.
Método da
18

Cinqüenta Milesimal (LM)


6. Preparo dos microglóbulos (2LM)

1 mcglob. + 1 gta.
+ 100 gts.
2º grau de
dinamização
Método do
19

Fluxo Contínuo (FC)


 Surgiu com a introdução de altíssimas potências
na Homeopatia, por intermédio do médioco
americano James Tyler Kent, que, para obtê-las,
projetou um aparelho dinamizador, que foi
aperfeiçoado mais tarde.
 Assim como o Método Korsakoviano, o Fluxo
Contínuo é empregado para a preparação de
formas farmacêuticas derivadas a partir da
trigésima dinamização centesimal
hahnemanniana e também não proporciona uma
escala definida.
Método do
20

Fluxo Contínuo (FC)


 Ponto de partida: medicamento na 30CH em
etanol 70%.
 Insumo inerte: água destilada
 Número de frascos: câmara de dinamização
única
 Controle da vazão: fluxo contínuo e constante
que garanta a obtenção da preparação.
 Escala: não definida.
 Número de sucussões: 100 sucussões
correspondentes a 100 rotações.
 Processo: diluição e turbilhonamento. Mecânico.
Características
do equipamento.
1. Sistema de
alimentação

7. Motor 2. Coluna de vidro

5. Câmara dinamizadora 3. Torneira de escoamento


6. Hélice de vidro 4. Válvula pra controle
do fluxo da água
Características
do equipamento. 7. Motor

2. Coluna de vidro

3. Torneira de
5. Câmara dinamizadora escoamento
6. Hélice de vidro 4. Válvula pra
controle do
fluxo da água
Método do
Fluxo Contínuo (FC)

 Calibração do fluxo de água


- Aparelho de fluxo contínuo com
câmara de dinamização com
capacidade de 2mL e com motor de
3.600 rpm, teremos:
3.600 rotações  60 segundos
100 rotações  X segundos =
1,66666”
- 2mL devem passar pela câmara de
dinamização neste curto espaço de
tempo:
2mL  1,66666”
60mL  X segundos = 50s
Método do
Fluxo Contínuo (FC)

 Calibração do fluxo de água


- Abrir a válvula do fluxo e acionar o
motor deixando fluir a água até que a
câmara de dinamização fique
totalmente cheia e comece a vazar pela
saída lateral através de um dreno.
- Fechar a válvula de controle do fluxo,
esperar o término da saída da água e
desligar o motor.
- Trocar o dreno por um cálice de 60mL,
para coletar a água que sai pela lateral
da câmara.
- Iniciar o processo, abrindo a válvula de
controle do fluxo e acionando ao
mesmo tempo o motor.
Método do
Fluxo Contínuo (FC)

 Calibração do fluxo de água


- Anotar o tempo necessário para
que o nível do cálice atinja 60mL.
- Repetir a operação regulando a
válvula de controle do fluxo até
que esse tempo seja de cinquenta
segundos.
- Está pronta a calibração do fluxo
de água que entrará na câmara
de dinamização.
Método do
26

Fluxo Contínuo (FC)


 Técnica de preparação
- 200 FC
N = (FC – 2) – 30CH
N = (200FC – 2) – 30CH
N = 198FC – 30CH
N = 168 dinamizações
1 din.  1,66666” X 168 dinamizações = 280”
- Cálculo do volume inerte:
- V = F X T  V = 60mL/50” X 280” = 336mL
Método do
27

Fluxo Contínuo (FC)


 Procedimento Operacional Padrão:
1. Preparar uma 30CH em etanol 70%
2. Encher a câmara de dinamização com a 30CH
3. Acrescentar q.s. de água destilada no
reservatório e na coluna de vidro.
4. Acionar simultaneamente a entrada de água e a
rotação do motor.
5. Esgotado o tempo previsto para a operação,
interromper o processo.
6. Realizar mais duas dinamizações manuais
(1/100).