Você está na página 1de 30

• Quem faz arte?

• Onde ela acontece?


• Como é a arte?
• Porque se faz arte?
Etnomusicologia
• Qual a função da arte?
(1964)
• Qual a diferença entre o uso de uma obra
de arte e a sua função?
Quando nós falamos dos usos da música, nós nos
referimos às maneiras pelas quais a música é
empregada na sociedade, à prática habitual ou
exercício costumeiro da música como uma coisa
nela mesma ou numa conjunção com outras
atividades. A canção entoada por um amante à sua
amada está sendo usada de uma certa maneira,
assim como é uma invocação cantada aos deuses ou
o convite musical para os animais virem e serem
mortos. A música é usada em certas situações e se
torna parte delas, mas ela pode ou não ter um
ponto de união mais profundo.
Se o amante usa a canção para cortejar sua amada,
a função de tal música pode ser analisada como a
continuidade e perpetuação do grupo biológico.
Quando o suplicante usa música para se aproximar
de Deus, ele está aplicando um mecanismo
particular em conjunção com outros, como a dança,
reza, ritual, e atos cerimoniais. A função da
música, por outro lado, é inseparável aqui da
função da religião que pode ser interpretada como
o estabelecimento de um senso de segurança vis-à-
vis o universo.
“Uso”, então, se refere à situação na qual a
música é empregada na ação humana; “função”
diz respeito às razões para esse emprego e
particularmente ao propósito mais amplo ao
qual ele serve.

Trecho de:
MERRIAM, Alan. The Anthropology of Music.
Northwestern University Press, 1964, p. 210.
1. Função de expressão emocional

• Refere-se à função da música como uma expressão da


liberação dos sentimentos, liberação das ideias
reveladas ou não reveladas na fala das pessoas. É como
se fosse uma forma de desabafo de emoções através da
música. Uma importante função da música, então, é a
oportunidade que ela dá para uma variedade de
expressões emocionais – o descargo de pensamentos e
ideias, a oportunidade de alívio e, talvez, a resolução
de conflitos, bem como a manifestação da criatividade e
a expressão das hostilidades
1.Função de expressão emocional

Eric Clapton – Tears in Heaven (1992)


1.Função de expressão emocional
Tears In Heaven Lágrimas no Paraíso

Would you know my name Você saberia meu nome


if I saw you in Heaven? se eu o visse no paraíso?
Would it be the same Você seria o mesmo
if I saw you in Heaven? se eu o visse no paraíso?

I must be strong and carry on Eu devo ser forte e seguir em frente


'Cause I know Porque eu sei
I don't belong Que não pertenço
here in Heaven Aqui no paraíso
2.Função do prazer estético

• Músicas compostas e apreciadas pela


beleza de suas formas, melodias,
instrumentos. Não passa necessariamente
algum tipo de mensagem ou sentimento.
2.Função do prazer estético

W. A. Mozart – Sinfonia n. 40 (1788)


3.Função de divertimento, entretenimento

• São as músicas compostas com o propósito


de divertir as pessoas. Geralmente as
músicas com essa função estão associadas
a eventos públicos, como shows, bailes,
festas etc.
3.Função de divertimento, entretenimento

Gusttavo Lima – Balada (2011)


4.Função de comunicação

• Músicas que passam algum tipo de


mensagem, que pode ser uma lição moral,
denúncia de algum problema social, algum
fato histórico etc.
4.Função de comunicação

Racionais MC’s – O Homem na Estrada (1993)


5.Função de representação simbólica

• Música que funciona como símbolo de


representação de outras coisas, ideias e
comportamentos. Ela pode cumprir essa
função por suas letras, por emoções que
sugere ou pela fusão dos vários elementos
que a compõem.
5.Função de representação simbólica
Heitor Villa-Lobos – Uirapuru (1917)
6.Função de reação física

• O fato de que a música extrai resposta


física é claramente mostrado em seu uso
na sociedade humana, embora as respostas
possam ser moldadas por convenções
culturais. A música também pode excitar e
mudar o comportamento dos grupos; pode
encorajar reações físicas de guerreiros e
de caçadores por exemplo.
6.Função de reação física

Mantra OM – Monges Budistas no Japão


7. Função de impor conformidade às normas
sociais

• Músicas de controle social têm uma parte


importante num grande número de culturas,
tanto por advertência direta aos sujeitos
indesejáveis da sociedade quanto pelo
estabelecimento indireto do que é ser
considerado um sujeito desejável na
sociedade. Por exemplo, as músicas de
protesto chamam a atenção para o decoro e
inconveniência.
7.Função de impor conformidade às normas
sociais
Chico Buarque – Cálice (1978)
8. Função de validação das instituições
sociais e dos rituais religiosos

• Os sistemas religiosos são validados, como


no folclore, pela citação de mitos e lendas
em canções, e também por música que exprime
preceitos religiosos. Instituições sociais
são validadas através de música que enfatiza
o adequado e o impróprio na sociedade, tanto
quanto aquelas que dizem às pessoas o que e
como fazer.
8.Função de validação das instituições
sociais e dos rituais religiosos
Elaine Martins – Santificação (2014)
9. Função de contribuição para a continuidade e
estabilidade da cultura

• A música é, em um sentido, uma atividade de


expressão de valores, um caminho por onde o
coração de uma cultura é exposto sem muitos
daqueles mecanismos protetores que cercam outras
atividades culturais que dividem suas funções
com a música. Como veículo da história, mito e
lenda, ela aponta a continuidade da cultura; ao
transmitir educação, ela controla os membros
errantes da sociedade, dizendo o que é certo,
contribuindo para a estabilidade da cultura
9.Função de contribuição para a
continuidade e estabilidade da cultura
Ary Barroso (1903-1964)– Aquarela do Brasil (1939)
10.Função de contribuição para a integração
da sociedade

• Ao promover um ponto de solidariedade, ao


redor do qual os membros da sociedade se
congregam, a música funciona como
integradora dessa sociedade. A música,
então, fornece um ponto de convergência no
qual os membros da sociedade se reúnem para
participar de atividades que exigem
cooperação e coordenação do grupo.
10.Função de contribuição para a
integração da sociedade
Hino Nacional Brasileiro
(1822) música de Francisco (1909) letra de Joaquim Osório
Manuel da Silva (1795- Duque Estrada (1870-1927)
1865)
1. Função de expressão emocional
2. Função do prazer estético
3. Função de divertimento, entretenimento
4. Função de comunicação
5. Função de representação simbólica
6. Função de reação física
7. Função de impor conformidade às normas
sociais
8. Função de validação das instituições
sociais e dos rituais religiosos
9. Função de contribuição para a continuidade
e estabilidade da cultura
10.Função de contribuição para a integração
da sociedade
• HUMMES, Júlia Maria. Por que é importante
o ensino de música? Considerações sobre
as funções da música na sociedade e na
escola. Revista da ABEM, Porto Alegre, V.
11, 17-25, set. 2004.