Você está na página 1de 3

ROFESSOR: Thállius Moraes

URMA: AGU
ATA: 07/11/2018 DIREITO ADMINISTRATIVO

LEI 9.784/99 I. Um prazo de um ano, que comece a correr em


13.03.2014, vencerá em 12.03.2015. II. A contagem
PROCESSO ADMINISTRATIVO FEDERAL do prazo de um mês equivale à contagem do prazo de
1) Acerca do processo administrativo, assinale a 30 dias. III. Um prazo de um mês, que comece a correr
afirmativa INCORRETA. em 31/01/2015, vencerá em fevereiro de 2015. IV.
A) Pode iniciar-se de ofício ou a pedido de Os prazos nos processos administrativos, em regra,
interessado. ficam suspensos nas férias de janeiro.
B) São capazes, para fins de processo administrativo, Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s)
os maiores de dezoito anos, ressalvada previsão A) III.
especial em ato normativo próprio. B) I e II.
C) Antes da tomada de decisão, é vedado à C) I e IV.
autoridade, mesmo diante da relevância da questão, D) II e IV.
realizar audiência pública para debates sobre a E) III e IV.
matéria do processo.
D) A competência é irrenunciável e se exerce pelos
órgãos administrativos a que foi atribuída como
própria, salvo os casos de delegação e avocação 3) Segundo a Lei nº 9.784/99, que regula o processo
legalmente admitidos. administrativo no âmbito da Administração
Pública Federal, assinale a afirmativa correta.
E) Quando os pedidos de uma pluralidade de
interessados tiverem conteúdo e fundamentos A) O indeferimento de alegação de suspeição não
idênticos, poderão ser formulados em um único poderá ser objeto de recurso.
requerimento, salvo preceito legal em contrário. B) São admissíveis no processo administrativo as
provas obtidas por meios ilícitos
C) Inexistindo competência legal específica, o
processo administrativo deverá ser iniciado perante a
2) A Lei Federal nº 9.784/99 dispõe sobre o
autoridade de maior grau hierárquico para decidir.
processo administrativo no âmbito da
Administração Pública Federal. Considerando D) Ainda que os pedidos de uma pluralidade de
essas normas, analise as afirmativas e a relação interessados tenham conteúdo e fundamentos
proposta entre elas. idênticos, não poderão ser formulados em um único
requerimento.
I. “Os órgãos e entidades administrativas deverão
elaborar modelos ou formulários padronizados para E) É impedido de atuar em processo administrativo o
assuntos que importem pretensões equivalentes.” servidor ou autoridade que esteja litigando judicial ou
administrativamente com o interessado ou respectivo
PORQUE
cônjuge ou companheiro.
I. “Inexistindo competência legal específica, o
processo administrativo deverá ser iniciado perante a
autoridade de menor grau hierárquico para decidir.”
Assinale a alternativa correta. 4) Embora a Lei nº 9.784/99 trate dos processos
administrativos em âmbito federal, referido
A) As duas afirmativas são falsas.
diploma elenca alguns princípios de observância
B) A primeira afirmativa é falsa e a segunda, obrigatória pela administração pública. Deste
verdadeira. modo, assinale a alternativa que NÃO descreve
C) A primeira afirmativa é verdadeira e a segunda, um princípio expressamente citado pela referida
falsa. lei.
D) As duas afirmativas são verdadeiras e a segunda é A) Eficiência.
uma justificativa da primeira. B) Finalidade.
E) As duas afirmativas são verdadeiras, mas a segunda C) Razoabilidade
não é uma justificativa da primeira.
D) Dupla garantia
A Lei Federal nº 9.784/99 dispõe sobre o processo
E) Segurança jurídica.
administrativo no âmbito da Administração Pública
Federal. Quanto à contagem de prazos prevista na
norma, analise as afirmativas, considerando que as
datas apresentadas sejam dias úteis.

1
ROFESSOR: Thállius Moraes
URMA: AGU
ATA: 07/11/2018 DIREITO ADMINISTRATIVO

5) “Estabelece a Lei nº 9.784/1999 que das decisões A) I.


administrativas cabe recurso, em face de razões B) II.
de legalidade e de mérito. O recurso será dirigido C) III.
à autoridade que proferiu a decisão, a qual, se
D) I e II.
não a reconsiderar no prazo de _____ dias, o
encaminhará à autoridade superior.” Assinale a E) I e III.
alternativa que completa corretamente a
afirmativa anterior. 8) Com relação aos recursos administrativos,
A) 2 considere:
B) 3 I. O recurso administrativo tramitará no máximo por
C) 5 duas instâncias administrativas, salvo disposição legal
diversa.
D) 7
II. O recurso será dirigido à autoridade que proferiu a
E) 10
decisão, a qual, se não a reconsiderar no prazo de 5
dias, o encaminhará à autoridade superior.
6) Sobre o tratamento que a Lei nº 9.784/1999 – III. Salvo disposição legal específica, é de 10 dias o
que regula o processo administrativo no âmbito prazo para interposição de recurso administrativo,
da Administração Pública Federal – dá ao tema contado a partir da ciência ou divulgação oficial da
competência, assinale a alternativa INCORRETA. decisão recorrida.
A) A edição de atos de caráter normativo pode ser IV. Salvo disposição legal em contrário, o recurso não
objeto de delegação. tem efeito suspensivo.
B) O ato de delegação e sua revogação deverão ser Em conformidade com a Lei Federal no 9.784/1999,
publicados no meio oficial. que regula o Processo Administrativo no âmbito da
C) Inexistindo competência legal específica, o Administração Pública Federal, está correto o que se
processo administrativo deverá ser iniciado perante a afirma em
autoridade de menor grau hierárquico para decidir. A) II e III, apenas.
D) A competência é irrenunciável e se exerce pelos B) I, II, III e IV.
órgãos administrativos a que foi atribuída como
C) I e IV, apenas.
própria, salvo os casos de delegação e avocação
legalmente admitidos. D) II, III e IV, apenas.
E) Será permitida, em caráter excepcional e por E) I, II e III, apenas.
motivos relevantes devidamente justificados, a
avocação temporária de competência atribuída a 9) No que concerne à competência das autoridades
órgão hierarquicamente inferior. administrativas e sua delegação, nos termos
disciplinados pela Lei Federal n° 9.784/1999, que
7) A Lei nº 9.784/99 estabelece normas básicas disciplina o processo administrativo no âmbito da
sobre o processo administrativo no âmbito da Administração Pública Federal, tem-se que
Administração Federal direta e indireta. Diante A) não é admissível a delegação de competência para
do exposto, serão observados, nos processos decisão de recursos administrativos.
administrativos, entre outros, os seguintes B) a delegação somente é admitida para órgão
critérios: hierarquicamente subordinado àquele detentor da
I. Adoção de formas simples, suficientes para propiciar competência legal.
adequado grau de certeza, segurança e respeito aos C) admite-se a delegação para a edição de atos
direitos dos administrados. normativos, desde que não gerem efeitos perante
II. Garantia dos direitos à comunicação, à terceiros
apresentação de alegações finais, à produção de D) a avocação de competência de órgão
provas e à interposição de recursos, nos processos de hierarquicamente inferior é sempre cabível,
que possam resultar sanções e nas situações de litígio. independentemente de ato específico.
Ill. Interpretação da norma administrativa da forma E) não é passível de delegação a competência
que melhor garanta o atendimento do fim público a exclusiva, salvo para a prática de atos declaratórios.
que se dirige, sendo devida a aplicação retroativa de
nova interpretação.
Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s)

1
ROFESSOR: Thállius Moraes
URMA: AGU
ATA: 07/11/2018 DIREITO ADMINISTRATIVO

10) Uma servidora formulou requerimento de 12) Considere as seguintes assertivas concernentes à
contagem de tempo de serviço anterior ao seu Lei no 9.784/1999, que regula o processo
ingresso no serviço público. Houve administrativo no âmbito da Administração
indeferimento, do qual ela recorreu. A pública federal:
autoridade recorrida encaminhou o recurso à I. As disposições da Lei no 9.784/1999 também se
autoridade superior, que editou ato delegando as aplicam ao Poder Judiciário, quando no exercício de
decisões sobre recursos administrativos ao seu função administrativa.
subordinado que lhe havia encaminhado o II. A Lei no 9.784/1999 traz o conceito de “entidade”,
processo. Esse cenário definindo-a como a unidade de atuação que pode ou
A) pode conter ilegalidade no caso de a decisão não ter personalidade jurídica.
proferida ser recorrível, considerando que em alguns III. O administrado poderá optar por não prestar
casos a revisão permite apenas pedido de informações que lhes são solicitadas, tratando-se tal
reconsideração. postura de um de seus direitos, expressamente
B) é aderente a lei, pois antes da apreciação o recurso previsto na Lei no 9.784/1999.
deve ser obrigatoriamente apreciado como pedido de IV. Um dos critérios a serem observados nos
reconsideração. processos administrativos regidos pela Lei no
C) é válido e legal, pois a decisão em recurso 9.784/1999 é a indicação dos pressupostos fáticos que
administrativo não faz coisa julgada, de modo que fica tenham determinado a decisão, não se exigindo a
reservado à servidora recorrer ao Judiciário. indicação de pressupostos de direito, justamente pela
D) apresenta nulidade, pois a delegação poderia ter informalidade e objetividade que vigora em tais
sido feita à autoridade subordinada, desde que processos administrativos.
diversa daquela que proferiu a decisão recorrida, sob Está correto o que se afirma APENAS em
pena de supressão de instâncias. A) III e IV.
E) contém ilegalidade, pois a competência para B) II e III.
decisão de recursos administrativos não pode ser
C) I e IV.
delegada, em especial para a mesma autoridade que
proferiu a decisão recorrida. D) I, II e III.
E) I.

11) A Lei n° 9.784/1999, que regula o processo


administrativo, estabelece que
A) deve ser observada a interpretação da norma GABARITO
administrativa da forma que melhor garanta o 1. C
atendimento do fim público a que se dirige, vedada 2. E
aplicação retroativa de nova interpretação. 3. A
B) não é admitida renúncia de competência, 4. E
delegação nem avocação. 5. D
C) o indeferimento da alegação de suspeição de 6. A
autoridade no âmbito do processo administrativo 7. D
poderá ser objeto de recurso, com efeito suspensivo. 8. D
9. A
D) órgão ou entidade é a unidade de atuação
10. E
integrante da estrutura da Administração direta e
11. A
indireta.
12. E
E) é vedada a utilização de meio mecânico que
reproduza os fundamentos das decisões no caso de
solução de vários assuntos da mesma natureza para
evitar que sejam prejudicados direito ou garantia dos
interessados.