Você está na página 1de 3

Exames Laboratoriais em

Odontologia
Os exames complementares fornecem informações necessárias para a
realização do diagnóstico de uma determinada alteração ou doença. A realização
ou solicitação de um exame complementar deve ser direcionada levando-se
em consideração os dados obtidos através da anamnese e do exame clínico.

Hemograma
• Eritrograma (hemácias) vermelha.
• Leucograma (leucócitos) branca
• Plaquetograma.

SÉRIE VERMELHA

• Eritrograma: Hemácias – anucleadas bicôncavas e hemoglobina na superfície.

EXAMES:
• Eritrócitos: número de emacias por mm3.
• Eritrocitose: acima
• Eritropenia: abaixo

Hemoglobina Total: quantidade encontrada em 100ml de sangue


• VCM – Volume Corposcular Médio: Volume médio de cada eritrócito
(hemácia)
• HCM – Hemoglobina Corposcular Média: PESO da hemoglobina dentro da
hemácia
• CHCM – Concentração de Hmeoglobina Corposcular Média: média da
CONCENTRAÇÃO de hemoglobina em cada eritrócito
• Hematócrito: proporção de eritrócitos encontrados num volume de 100ml de
sangue

SÉRIE BRANCA
• Leucograma.

EXAMES
• Leucócitos: quantidade total de glóbulos brancos.
• Neutrófilos: aumentado em processos infecciosos ou virais (bastonetes e
segmentados = DESVIO À ESQUERDA);
• Eosinófilos: aumentados na presença de parasitas, reações alérgicas
hipersensibilidade;
• Basófilos: aumentados em processos inflamatórios e imunológicos;
• Linfócitos: resposta imunológica.
• Monócitos: aumentados em infecções virais e após quimioterapia

Plaquetas
Numero de plaquetas da mostra:
• TROMBOCITOSE ↑
• TROMBOCITOPENIA • Valor: 150.000 a 250.000 por micro litro.
• ↓ de 90.000: chance de hemorragia.

EXAMES
Coagulograma: analisar o tempo de coagulação do sangue.
• Hemostasia primária: regressão o sangramento por meio de formação e
trombo.
• Hemostasia secundária: formação de uma rede de fibrina que consolida o
trombo. Para avaliar a hemostasia secundária (tempo), os exames são:
TAP e KPTT

Função Hepática
EXAMES
• AST/TGO: aumenta em lesão hepática aguda esqueléticos e cardíacos.
• ALT/ TGP: aumentado apenas em lesão hepática.
Enzima presente nos hepatócitos
Aumentado em lesões hepáticas agudas.
Enzimas Ligadas a membrana
• Fosfatase Alcalina : presentes nas células que delineiam os ductos biliares do
fígado e aumenta em grandes obstruções do ducto biliar ou doenças
infiltrativas do fígado.
• Gama GT: (razoável especificidade)
Aumentada em pequenos níveis subclínicos de disfunção hepática.
Aumentados em caso de toxicidade alcoólica.
• Bilirrubina no sangue: (produto da excreção da hemoglobina).
Principal produto do metabolismo da heme da hemoglobina do sangue.
Fígado responsável por limpar bilirrubina.
 Bilirrubina não conjugada: problema no fígado (não metaboliza).
 Bilirrubina conjugada: problema na bile (transformada no fígado).
Função Renal
EXAMES:
• Uréia: mais rápido e menos específico.
• Creatinina: melhor estimativa da FG que a uréia.
Marcador da filtração glomerular.
Os valores não ultrapassam os VR até que 50% a 70% da função renal esteja
comprometida.
• Clearance ou Prova de Depuração: avalia a velocidade de remoção de
uma substância do sangue durante a passagem pelos rins.

HIV
Período de janela imunológica: é o tempo a partir da infecção até um teste poder
determinar qualquer mudança
• Teste anticorpo: 22 dias
• Teste antígeno: 16 dias • Não é específico, porque essa enzima é
presente nas hemácias, músculos.
• Teste de ácido nucleico: 12 dias.
• Testes: ELISA, imunofluorescência e Western Blot.

Hepatite
• Hepatite A – água, alimentos contaminados.
• Hepatite B – sangue, aerosol, secreções (+severa/ pesada).
• Hepatite C – sangue, aerosol, secreções (+contagiosa).

EXAMES
Hepatite A: •
 Anti-HAV Igm
 Anti -HAV total
Hepatite B:
 Hbs Ag: infecção aguda (alerta antígenos de superfície do vírus da
hepatite).
 Anti Hbs Igm : detecta anticorpos contra o antígeno.
Hepatite C:
 Anti-HCV