Você está na página 1de 10

Trabalho apresentado para obtenção do título de especialista em

Gestão Escolar – 2020

O Impacto da Procrastinação na Educação à Distância

William Souza Figueiredo¹*; Luciana Cristina de Souza2


1
Graduado em Comunicação Social – Centro Universitário FIEO. Avenida Ângelo Fornazaro, 39 – Vila Silviania;
06317-000 Carapicuíba – SP, Brasil.
2
PECEGE. Profissional Associado. Rua Alexandre Herculano, 120 – Vila Monteiro; 13418-445 Piracicaba, SP,
Brasil
*autor correspondente: William Souza Figueiredo; william.wsf@email.com

1
Trabalho apresentado para obtenção do título de especialista em
Gestão Escolar – 2020

O Impacto da Procrastinação na Educação à Distância

Resumo

O presente estudo tem como principal foco abordar o impacto que a procrastinação
provoca na vida dos alunos em educação à distância, mostrando a importância de
reconhecer e analisar as atitudes e consequências que levam a procrastinação. O objetivo
geral é trazer a analise os principais motivos da procrastinação na vida dos estudantes. Para
tanto, definiram-se os seguintes objetivos específicos como conceituar educação à
distância, discutir as principais causas das pessoas procrastinar principalmente estudando à
distância, verificar os principais motivos da procrastinação durante os estudos online e
identificar os impactos provocados pela procrastinação na vida do estudante de educação à
distância. Abordar o impacto da procrastinação na educação à distância justifica-se porque é
necessário despertar o reconhecimento desta atitude de protelar tarefas importantes e as
consequências negativas que provocam. O presente estudo consiste em pesquisa de
caráter descritivo que procura entender os principais motivos do ato de procrastinar e com
resultados tratados de maneira qualitativa, a partir da coleta de dados de fontes secundárias
e primarias incluindo estudo comparativo de diferentes autores e a planificação de uma
pesquisa aplicada online. Com o levantamento de informações ao longo da pesquisa e da
análise das informações, foi possível concluir que o ato de procrastinar acontece por
diversos fatores, mas que pode ser eliminado utilizando de diversas estratégias para a
organização e foco.
Palavras-chave: (Reconhecer; Foco; Atitudes; Consequências).

Introdução

A presente monografia tem como foco principal abordar os impactos na qualidade do


aprendizado devido a procrastinação na modalidade de Educação a Distância, justifica-se
pelo fato de que todos estão a cada dia mais conectados, recebendo informações
demasiadamente. Assim, é possível notar que as novas tecnologias impactam diretamente
no comportamento e foco podendo trazer resultados positivos como acesso imediato a
informação e resultados negativos no qual facilmente desvia a atenção e leva o individuo a
procrastinação, no qual trás a sensação de acreditar que haverá tempo depois para concluir
tarefas mais importantes, como na área da educação e aprendizagem.
Segundo Kerbauy (1999, 125-133), estudantes costumam adiar o estudo e execução
de afazeres domésticos pelo falso sentimento de ganho de tempo para afazeres que
aparentemente são mais urgentes, porem tomam essa decisão sem critério algum, e adiam
pelo simples fato de não desejar realizar uma tarefa que aparentemente é difícil e chata,
acreditando falsamente que terão tempo posteriormente para realizar sem acontecer
nenhuma consequência. Sendo assim, adiam tarefas importantes, e depois realizam essas
tarefas no ultimo momento, concluindo assim trabalhos importantes de qualquer forma e em
seguida sentem emoções de irritação, angustia, culpa, auto depreciação, sensação de
incapacidade e preocupações. .

2
Trabalho apresentado para obtenção do título de especialista em
Gestão Escolar – 2020

Discutir sobre os impactos causados pelo ato de adiar tarefas importantes ao cursar
a modalidade de educação a distância, justifica-se pela necessidade e eficácia para os
estudantes entenderem a melhor maneira de organizar o tempo e as prioridades, pois o
acesso a informação, entretenimento, redes sócias e outros, atraem as pessoas a perder
horas em algo banal, levando diversos indivíduos ao desespero quando o mesmo percebe
que perdeu um precioso tempo para concluir suas demandas, como trabalhos da faculdade
por exemplo, e isso revela a necessidade de uma reflexão sobre reconhecer o ato de
procrastinar e os prejuízos que o mesmo causa, e procurar métodos eficazes para manter o
foco e cumprir os prazos e objetivos pessoais.

Material e Métodos

Para desenvolvimento do presente estudo, a pesquisa aplicada é de caráter


descritivo, que visa entender os principais motivos do ato de procrastinar que acontece nos
alunos que cursam a modalidade de Educação à Distância, no qual é motivo até mesmo de
muitos alunos não concluírem os cursos e também sofrerem com ansiedade, estresse, auto
depreciação, perda de foco e outros problemas.
Nesse sentido, os resultados serão apresentados de forma qualitativa, a partir da
coleta de informações de fontes primárias e secundárias, incluindo um estudo comparativo
de obras de diferentes autores como o livro “Procrastinação: Guia Científico sobre como
parar de procrastinar, de Lílian Soares”, a Monografia: A Percepção do uso da tecnologia na
educação por alunos do 9º ano (Ademilson, 2015), autores como Cal Newport e outros.
A planificação da pesquisa inclui, em primeiro lugar, o levantamento dos dados
secundários citado anteriormente, para posterior contato com as fontes primárias, a fim de
promover a coleta de dados em campo. Foi aplicado o seguinte instrumento de pesquisa:
um questionário online, com amostragem definida por conveniência, composta por 30 alunos
de graduação em Educação à Distância, com idades entre 18 e 60 anos e que estão
cursando em instituições publicas ou privadas. O instrumento de pesquisa tem 14
perguntas, sendo 13 perguntas fechadas e uma aberta, que tem por objetivo analisar as
condições de estudo de cada aluno, identificando parâmetros de dificuldade e observação
sobre a experiência em educação à distância.

Resultados e Discussão

O presente tópico tem por objetivo discorrer sobre a modalidade de educação a


distância e os impactos da procrastinação sobre os alunos desta mesma modalidade. A
educação a distância é o método de ensino-aprendizagem, mediado por tecnologias, onde

3
Trabalho apresentado para obtenção do título de especialista em
Gestão Escolar – 2020

professores e alunos estão separados espacial e/ou temporalmente (Moran, 2015). Em


educação à distância pode ser usado outros meios além da internet, pode acontecer através
de livros, CD-ROM, rádio, televisão, correios e outros, a principal característica desta
modalidade é que professor e aluno não estão na mesma sala de aula como de forma
convencional, mas o professor por meio de alguma tecnologia esta aplicando métodos de
ensino a diversos alunos utilizando a tecnologia. Existem três principais modalidades de
ensino, o ensino presencial onde professor e aluno estão no mesmo local, o ensino
semipresencial, neste tecnicamente de forma sistemática parte das aulas acontecem em
ambiente online a distância e a outra parte das aula acontece presencialmente, e o ensino à
distância onde pode até acontecer alguns encontros e aulas presenciais, mas
essencialmente o curso acontece em algum ambiente online e/ou por outros meios em que
o professor ministra as aulas usando diversos tipos de tecnologia, seja internet, livros, aulas
gravadas e outros.
Atualmente existem instituições de ensino que trabalham exclusivamente na
modalidade de Educação à Distância, como no Brasil temos instituições privada e publica,
como exemplo uma instituição de ensino superior que é mantida pelo setor publico, e tem
por objetivo facilitar o alcance do ensino de qualidade utilizando como principal e essencial
ferramenta a internet, exercendo integralmente na modalidade de Ensino à Distância devido
o amplo alcance, agilidade e qualidade que a tecnologia pode oferecer, e com o tempo estas
instituições desde o inicio tem evoluído de forma positiva e exponencial aprimorando o
Ambiente Virtual de Aprendizagem, onde os alunos acessam todo conteúdo, atividades,
fóruns e comunicação com professores, o Ambiente Virtual de Aprendizagem é a classe de
aula da Educação à Distância.
A aula na Educação à Distância passa por diversas transformações em relação as
aulas convencionais, por exemplo não tem local exato ou horário para o aluno aprender, os
professores gravam as aulas, disponibilizam os materiais, e o aluno pode estudar no seu
ritmo, local e horário que desejar, e os professores podem usar ferramentas para as aulas
online ter maior interação e até mesmo colocar o aluno como protagonista do ensino,
desenvolvendo projetos e pesquisas. A educação à distância esta em constante processo
de evolução e inovação, no qual é dinâmico e às vezes confuso, pois a adaptação no mundo
da tecnologia é constante, mas ainda há um grande caminho por vir, muitas pessoas não
possuem o mínimo de acesso à internet, impossibilitando assim o avanço da Educação à
Distância para todos.
Dentre os desafios na educação, algo que prejudica muito os alunos é a
procrastinação, no qual consiste em um comportamento complexo porem comum nas
pessoas de adiar tarefas e afazeres da vida cotidiana, no qual provoca diversos prejuízos
que veremos a seguir. Aparentemente por volta do século XVIII percebem-se as ações

4
Trabalho apresentado para obtenção do título de especialista em
Gestão Escolar – 2020

negativas como indolência, indiferença, falta de ambição e preguiça, e se denomina como


ato de procrastinar, no qual é mais típico em sociedades industrializadas, ou seja, pode-se
considerar como um “mal moderno” (Sonia e Rachel, 1999). Há consciência de que realizar
todos afazeres da vida com antecedência ou antes do prazo traz benefícios diversos, como
auto realização, tranquilidade, sentimento de dever cumprido, e também interfere
positivamente na vida das pessoas ao redor, assim como exemplifica Follet (1989) no qual
em seu romance dita um exemplo de uma família que prepara antecipadamente o alimento
para o inverno, garante a sobrevivência, isso na época da Idade Média. Mas o tempo por
Silver (1974) é destacado como uma armadilha, Silver descreve que procrastinar não é
simplesmente adiar e/ou evitar tarefas, mas poderia ser uma habilidade desenvolvida por
indivíduos de selecionar e otimizar o tempo, realizando uma estimativa do custo-benefício
sob realizar ou não as tarefas quando impostas, decidindo o melhor momento de cumprir as
mesmas com êxito e eficácia.
Porem a procrastinação tem se revelado um verdadeiro mal, principalmente na vida
dos estudantes, pois a procrastinação acadêmica interfere diretamente no desempenho dos
alunos, causando diversos males como sentimento de culpa, irritação, angústia, auto
depreciação, sensação de incapacidade trazendo a mente dos alunos a total incapacidade
de realizar trabalhos acadêmicos e evoluir, acredita-se que pode até mesmo causar
desistência em diversos cursos e carreiras (Raasch, Michele; Silveira-Martins, Elvis. 2016;
Rothblum, Solomon e Murakami, 1986; Steel, 2007; Sampaio, 2011; e Ribeiro et al. 2014).
A analise do formulário online aplicado do dia 14 a 21 de setembro de 2020, para 30
alunos de graduação em educação à distância, com idades entre 18 e 60 anos, no qual ao
verificar as respostas sobre a faixa etária, metade dos alunos possuem de 30 a 40 anos
aproximadamente, e na questão seguinte foi constatado que aproximadamente metade dos
alunos que cursam a modalidade de educação à distância não cursaram outras graduações
presenciais, havendo uma pequena maioria no qual é a primeira graduação a realizar, então
para entender melhor o perfil dos alunos é preciso verificar o porquê escolheram a
modalidade de educação à distância, e a pesquisa apontou que a maioria dos alunos
escolheram a educação à distância voluntariamente.
Deve se destacar que muitos alunos neste ano de 2020, migraram compulsoriamente
para a modalidade de educação à distância devido a pandemia provocada pelo Covid-19,
esta doença trouxe em escala mundial o isolamento social e causou o despertar dos
profissionais de todas as áreas e da educação para abandonar o preconceito e adiamento
do uso da modalidade de educação à distância, já se sabe que não existe a possibilidade de
postergar a evolução da tecnologia e seus benefícios e malefícios, no qual como beneficio
há o acesso a informação de todas as áreas instantaneamente, principalmente no meio
acadêmico, então deve-se considerar isso para a utilização em beneficio cientifico,

5
Trabalho apresentado para obtenção do título de especialista em
Gestão Escolar – 2020

educacional e pedagógico (Churkin, 2020), pois com a tecnologia professor e estudante tem
uma gama quase imensurável de possibilidades para o aprendizado, sendo a tecnologia
extremamente dinâmica, no caso destacado o aluno como usuário da tecnologia tem que ter
cuidados para não tornar esta ferramenta extraordinária para o aprendizado em algo
ineficiente para o estudo devido distrações, um exemplo para analisar são as plataformas de
vídeo e streaming, na principal plataforma de vídeo, por minuto são enviados
aproximadamente 400 horas de vídeo, no qual 70% dos usuários dizem utilizar a plataforma
para relaxar e se entreter (Priscilla Kinast, 2019), o acesso é tão ágil e facilitado que um
vídeo finalizado já indica o próximo, se o aluno parar o seu estudo para assistir um pequeno
vídeo de 5 minutos, pode acabar assistindo diversos vídeo por horas, assim todo progresso
em que ele estava focado nos estudos se perde, além de vídeos a internet está cheia de
distrações como propagandas, jogos, pesquisas fúteis, redes sociais e outros, facilmente as
pessoas perdem o foco em algo que lhe parece estar entediante ou difícil e param para
verificar os e-mails, e quando percebe, perdeu horas sem voltar a realizar seu estudo
principal.
O principal motivo apontado na pesquisa pela escolha da modalidade de educação à
distância foi a mobilidade, seguido pelo segundo motivo o custo e beneficio que envolve um
custo menor cobrado pelas instituições de ensino e também os alunos não precisam custear
a locomoção até o local de ensino e outros gastos como alimentação no local, mas a
mobilidade é o principal fator de escolha dos alunos devido o acesso dinâmico que essa
modalidade de ensino oferece como acesso facilitado usando um smartphone, tablete e
computadores, o poder estudar em casa, ou a caminho do trabalho e até mesmo durante
uma viagem, isso trás uma facilidade enorme a qualquer estudante, pois o mesmo pode se
programar da melhor maneira para realizar seus estudos, porem um dos maiores desafios
tem sido utilizar as ferramentas disponíveis e a tecnologia para envolver de forma efetiva os
alunos a aprender a distância, pois através da pesquisa foi relatado que as maiores
dificuldades são a organização do próprio tempo, seguido por procrastinar sem perceber,
dificuldade de comunicação com o professor, excesso de textos e vídeos sugeridos para
estudar, ambiente virtual de aprendizagem não funciona corretamente e até mesmo
dificuldade em entender as aulas, todos esses problemas relatados na pesquisa pelos
alunos levam os mesmos a inconscientemente dar uma pausa sem limite de tempo para
voltar a estudar, e assim se perdem na navegação pela internet.
O ato de cair em procrastinação devido diversas tarefas que os alunos classificam
como desagradáveis, como por exemplo a leitura de muitos textos e a visualização de
diversas vídeo aulas que não apresentam muito sentido de forma imediata ao aluno,
também a dificuldade de comunicação e interação com os professores pode distanciar os
alunos da melhor compreensão dos estudos, e o ambiente virtual de aprendizagem online

6
Trabalho apresentado para obtenção do título de especialista em
Gestão Escolar – 2020

de algumas instituições que não apresentam o conteúdo de estudo de forma clara, pois o
mesmo foi apontado por alunos na pesquisa que o ambiente virtual necessita de melhorias
em relação aos conteúdos de forma objetiva e de comunicação com os professores, isso
tudo, impede para que os alunos prossigam de forma eficaz, trazendo a tona o ato de
protelar e adiar as tarefas.
Um estudo realizado por McCows e Roberts (1994), afirmou que procrastinar tem
como fonte estresse pessoal, e isto afeta o desempenho pessoal e acadêmico, devido
desconforto emocional, também outros autores chamado Ellis e Knaus (1977), realizaram
uma analise clinica, e chegaram a conclusão que o ato de protelar nos estudantes pode ter
ligação com a atividade proposta e o temor de errar, ou seja, no ambiente acadêmico a
procrastinação pode aparecer de varias formas como o ato de adiar as tarefas
constantemente mesmo sem notar os prejuízos futuros que virão, como os trabalhos que
ficaram incompletos ou pouco satisfatório e o sentimento de ineficiência, e acontece muito
também dos alunos constantemente dizer que estão realizando a tarefa quando na realidade
estão sempre adiando (Enumo e Kerbauy, 1999).
Na pesquisa evidenciou-se que a maioria dos alunos tem um ambiente familiar que
respeita o momento de estudo, apesar que a realidade dos lares brasileiros é não possuir
um espaço exclusivo para estudar como escritório ou algo similar, porem na pesquisa a
maioria dos alunos afirmou ter um ambiente apropriado para estudar que pode ser a
cozinha, quarto ou qualquer cômodo da casa, o próximo apontamento da pesquisa mostra
que metade dos alunos não tem uma rotina de estudos, o que é essencial a todo aluno para
desempenhar bem na vida acadêmica, principalmente na modalidade de educação à
distância no qual exige do aluno uma rotina constante para que ele possa desenvolver da
melhor maneira sua vida acadêmica, já o período em que os alunos preferem estudar, na
pesquisa conclui-se que quase metade dos alunos entrevistados preferem pela noite, mas a
outra metade se dividi em preferencias pela manhã e tarde, onde a minoria prefere pela
madrugada quando todos em casa dormem, isso evidencia que na vida acadêmica o horário
de estudo vem depois do trabalho e outros afazeres, onde muitas vezes os alunos estão
com a mente cansada e indispostos para o melhor desempenho possível nos estudos, isso
mostra o quanto é importante aprimorar as técnicas de ensino a distância para que os
estudantes obtenham melhor desempenho.
Na pesquisa relatam as principais técnicas que os alunos usam para estudar, mais
da metade se desconecta de possíveis distrações, é importante o aluno ao estudar se
distanciar de tudo que possa leva-lo a procrastinar, desconectar-se das redes sociais,
bloquear acessos a entretenimentos online e também a redes sociais de comunicação que
possam levar a perder o foco, em seguida outra estratégia dos alunos de educação à
distância é assistir repetidas vezes as vídeo aulas, muitos até mesmo realizam o download

7
Trabalho apresentado para obtenção do título de especialista em
Gestão Escolar – 2020

das aulas para escutar no transporte publico, nas academias e momentos de lazer, obtendo
assim um maior aproveitamento da aula que só a educação à distância com a tecnologia
pode trazer, que é a repetição da mesma aula sempre que o aluno considerar necessário, e
outra ótima estratégia citada pelos alunos é usar uma lista de objetivos a cumprir, o aluno
fazendo uma organização do que precisa ser concluído em seus estudos, listando tudo e ir
riscando ao concluir as tarefas diariamente, ira sentir a satisfação de dever cumprido, leva o
aluno a produzir melhor e mais rápido, assim como a técnica da corrente de Seinfeld no livro
de Lilian (2017) descreve que ao usar uma folha onde esta o calendário do ano inteiro, e
colocar como objetivo a realização de uma tarefa, e marcar um “X” no dia indicando que a
tarefa foi concluída, com o passar dos dias onde todas tarefas são concluídas, ira se formar
uma corrente, e o único objetivo é não quebrar essa corrente, e a visualização dessa
corrente sem quebras incentiva inconscientemente a pessoa a não falhar em cumprir as
metas.
Sendo assim identifica-se que há muito a se adaptar, construir e evoluir na educação
a distância, como melhorias nos ambientes virtuais de aprendizagem, aprimoramento das
técnicas dos professores em utilizar a tecnologia de maneira eficaz e objetiva para envolver
o aluno como centro do aprendizado, e os alunos utilizarem técnicas eficazes para se
organizar para os estudos, separando um tempo de qualidade e encontrar por si uma
motivação forte para alcançar seus objetivos acadêmicos, e assim principalmente aprender
de forma eficaz técnicas para vencer a procrastinação, evitando assim frustrações
depreciativas que levam muitos alunos a desistir dos sonhos da formação acadêmica e
profissional, por experiência de diversos alunos a rotina em relação ao horário de estudos,
local fixo e desconexão de tudo que possa ser uma distração é essencial para eficácia na
vida acadêmica (Lilian, 2017).

Conclusão

Esta monografia revela a importância da reflexão e desenvolvimento pessoal, o


quanto é importante cada pessoa reconhecer o próprio tempo e o quanto é valioso, para
assim se organizar e usar todo o tempo disponível de forma otimizada e eficaz, alcançando
o melhor de cada individuo, alcançando os sonhos, sem arrependimentos, e assim obter a
sensação de auto realização, crescimento pessoal e contribuição para as pessoas ao redor,
desta maneira também haverá contribuição para evolução e otimização das plataformas de
educação a distância, no qual tem um grande potencial a ser descoberto e desenvolvido
para o beneficio de todos.

Agradecimento

8
Trabalho apresentado para obtenção do título de especialista em
Gestão Escolar – 2020

Desejo aqui agradecer primeiramente a Deus pela oportunidade e capacitação da


realização deste trabalho, e também a toda equipe da instituição, colegas alunos, minha
família que sempre me apoiou nos objetivos ate aqui alcançados e a tecnologia que
possibilitou conhecer uma grande comunidade acadêmica e cientifica que batalha pela
disseminação do conhecimento.

Referências

Raasch, Michele; Silveira-Martins, Elvis. 2016. Analise do posicionamento procrastinador


como (falta de) estratégia para o desempenho acadêmico: uma pesquisa com estudantes de
gestão. Revista Meta: Avaliação, v. 8, n. 24, p. 463-487.

Sampaio, Rita Karina Nobre; Bariani, Isabel Cristina Dib. 2011. Procrastinação acadêmica:
um estudo exploratório. Estudos Interdisciplinares em Psicologia, v. 2, n. 2, p. 242-262.

Enumo, Sônia Regina Fiorim; Kerbauy, Rachel Rodrigues. 1999. Procrastinação: descrição
de comportamentos de estudantes e transeuntes de uma capital brasileira. Rev. bras. ter.
comport. cogn., São Paulo , v. 1, n. 2, p. 125-133.

Moran, José Manuel; Valente, José Armando. 2015. Educação a distância. Summus
Editorial.

Churkin, Ody Marcos. 2020. Educação à distância um marco civilizatório, um olhar holístico
da pedagogia: sinergia e reflexões na conectividade em tempos de COVID-19/Distance
education a civilization framework, a holistic view of pedagogy: synergy and reflections in
connectivity in COVID-19 times. Brazilian Journal of Health Review, v. 3, n. 2, p. 3178-3196.

Soares, Lilian. 2017. PROCRASTINAÇÃO: Guia científico sobre como parar de procrastinar.
1. ed. 149p.

Oficina da Net por Priscilla Kinast. 2019. Os incríveis números do Youtube em 2019.
Disponível em: <https://www.oficinadanet.com.br/tecnologia/26607-os-incriveis-numeros-do-
youtube-em-2019>. Acesso em: 19 out. 2020.

Apêndice

Opcional. Apêndices são textos e/ou documentos que foram elaborados pelo autor e
que são importantes para complementar a argumentação do trabalho. Deverão seguir as
mesmas normas de formatação do restante do texto, inclusive para figuras e tabelas. O
aluno deverá inseri-los apenas se julgar necessário.

Anexo

9
Trabalho apresentado para obtenção do título de especialista em
Gestão Escolar – 2020

Opcional. Anexos são textos ou documentos que ilustram, mas que não foram
elaborados pelos autores. O aluno deverá inseri-los apenas se julgar necessário.

10