J.H.

BARONE • MARCOS RENAULT • GIOVANNI SULLA
_embora exista vasta bibliografia sobre as ações da FEB durante a Segunda
Guerra Mundial, pouco se conhece dos locais onde elas ocorreram, no contexto do
Teatro de Operações do Mediterrâneo.
_menos ainda foi publica-
do, mostrando e de-
screvendo os equi-
pamentos utilizados
pela FEB e seu
emprego em
combate.
_o valor deste
projeto consiste na
apresentação de uma
ampla visão sobre o
tema, com a possibilidade
de unificar fontes e acer-
vos históricos do Brasil e
da Itália para
contar, com a ajuda de ima-
gens, muitas delas ainda
esconhecidas, a epopéia do
pracinha brasileiro em terra estrangeira.
A
P
R
E
S
E
N
T
A
Ç
Ã
O
Estudo de capa com layout de ilustração
_contar a história da Força Expedicionária Brasileira, por
meio de fotos, descrições de acontecimentos marcantes,
localizações geográficas e equipamentos: do acervo pessoal
do Sr. Giovanni Sulla, da Associação Nacional dos Veteranos
da Força Expedicionária Brasileira, da coleção particular do
Sr. Marcos Renault, do Arquivo do Exército Brasileiro, da
Força Aérea Brasileira, da Marinha do Brasil, e de arquivos
vinculados à Campanha da Itália durante a Segunda Guerra
Mundial.
_o projeto busca retratar os acervos, seja por um trabalho
extremamente elaborado de fotografia em estúdio, com um
estudo de iluminação, ilustrações artísticas ou por processo
de 3D, para simplificar a compreensão dos temas abordados.
_isso tornará o livro um rico material de consulta para
colecionadores, pesquisadores, historiadores, estudantes e
entusiastas pelo assunto.
_o corpo técnico do livro é composto por profissionais
renomados e conhecedores do tema. Cada etapa, desde a
coleta fotográfica, até a consultoria histórica, será executada
com total interatividade entre os seus participantes.
P
R
O
C
E
S
S
O
S
_no ano Brasil – Itália, comemorado em 2011, o projeto “Os Heróis
que Vieram do Brasil” preenche uma lacuna histórico-cultural e
pedagógica existente nos dois países, por seu aspecto e
abordagem inéditos.
_o livro será dividido em capítulos, seguindo uma linha de tempo
dos acontecimentos ocorridos entre: embarque, viagem,
chegada à Itália, preparação para o combate e operações
militares própriamente ditas.
_o conteúdo será direcionado ao acervo iconográfico, com estrutura de texto
objetivo e referencial, contemplando o leitor com dados técnicos e estatísticos, que
auxiliem uma visão global da FEB, no contexto da Segunda Guerra Mundial.
_todo o material apresentado será
proveniente das fontes já citadas no ítem
“PROCESSOS”, onde, na falta de imagens,
ilustrações mostrarão a evolução de
uniforme e equipamentos utilizados pelo
pracinha brasileiro.
_num quadro comparativo, serão descritas
as unidades dos países que combateram na
Itália, com estatísticas sobre suas atividades.
D
E
S
C
R
I
Ç
Ã
O
Primeira insígnia da FEB
Trincheira alemã em Monte Castelo
_será realizado um trabalho de levantamento fotográfico
e topográfico inédito, objetivando a localização do roteiro de
operações da FEB, desde sua chegada até o final das
hostilidades.
_também serão mostrados, de forma comparativa entre fotos
de época e atuais, locais de importantes combates, com ênfase
nas posições defensivas alemãs, muitas delas recentemente
restauradas, buscando uma visão realista das dificuldades
enfrentadas pelo soldado brasileiro no front italiano.
D
E
S
C
R
I
Ç
Ã
O
Insígnia definitiva da FEB
Montese 1945 Montese 2009
MIOLO
• JJ¯J¯ ´
• JJ¯J . .J
• JJ¯ 'JJ J'¯ 'J¯¯¯ ´ J
• J¯¯¯JJ
CAPA
• JJJ .J
• JJ¯J ¯'JJJ . ´
• '¯J JJ JJJ JJ¯J J¯ . J¯ ¯¯J¯¯¯J
• JJJJ JJ JJJ .J .¯¯J¯ ..´ J
• J¯¯¯JJ '´
• /JJJ¯¯¯J .J¯JJJ J¯J J JJJJJ J¯ ¯¯¯ JJ¯JJJ
SOBRECAPA
• JJ¯J /J¯¯J '´ ´'
• JJ¯ J'¯ .'J ..´ J
• J¯¯¯JJ ´
• /JJJ¯¯¯J .J¯JJJ .'J
CAIXA ESPECIAL
• JJ¯J .' ´' '
• JJ¯ .J¯
• J¯¯¯JJ ´
• /JJJ¯¯¯J J¯¯ ¯ ¦JJ ¯ J¯¯JJ¯
• .¯J¯ JJJJJ J¯ .JJ JJ ¯ JJ¯J ¯ JJJJJ J¯ JJ¯J¯¯ JJJJJJ¯
D
E
S
C
R
I
T
I
V
O

T
É
C
N
I
C
O
.

´
.

/
´

.
´

´

.

´
_em abril de 2010 o Ministro da Defesa
'¯¯J¯ JJ ¯J¯J JJ¯ J¦J J ¯JJ
acompanhado pelos Comandantes das
Forças Armadas Brasileira e do Sr. Marcos
Renault, onde foram recebidos pelo
.JJJJJ JJ .J¯ ¯ JJ J¯¯
Viegas Filho.
_todos participaram das cerimônias
prestadas anualmente pelos habitantes
das regiões por onde tropas brasileiras combateram e libertaram muitas cidades.
_o forte conteúdo emocional das homenagens impressionou a todos, ainda mais
pela presença de componentes do Grupo Histórico FEB, do qual faz parte Marcos
Renault, um dos autores do projeto editorial Os Heróis que Vieram do Brasil.
_na oportunidade, Renault apresentou aos participantes:
localidades, entusiastas e estudiosos italianos do legado
deixado pela FEB naqueles dias difíceis.
_pouco tempo depois, numa correspondência trocada entre o
.JJJJJ J¯¯ ¯JJ¯ 'J ¯ J '¯¯¯J JJ .¯¦¯¯J '¯¯J¯
JJ¯ JJJ¯ JJ¦¯JJ¯¯¯¯ ¯¯¯¯¯¯JJJ¯ ¯ JJJ¯'J J¯
experiências presenciadas em solo italiano, surgiu a proposta
.

´
.

/
´

.
´

´

.

´
de produção de um livro que mostrasse aos
integrantes das Forças Armadas Brasileiras,
como também ao público italiano e brasileiro, a
história da Força Expedicionária Brasileira, de
forma inédita e artísticamente bem elaborada.
_desta forma, o livro Os Heróis que Vieram do
Brasil, que está em produção com total
apoio dos orgãos de ensino e pesquisa
histórica do Exército Brasileiro, atende à
orientação recebida do Sr Ministro da Defesa, cumprindo assim os objetivos do
projeto em divulgar a história da Força Expedicionária Brasileira.
_nós, autores do projeto editorial Os Heróis que Vieram do Brasil, sentimo-nos
honrados em realizar este projeto, agora com a anuência e participação direta do
Comando do Exército e Ministérios da Defesa e Relações Exteriores.
_João Henrique Barone Reis e Silva
JJJ =¯¯J¯ .JJ¯¯ ¯¯ ¯ J JJ¯¯J ¯¯J¯¯¯¯ ¯J J J¯ J¯¯J ¯ JJJ¯J J¯ J¯¯ ¯¯JJJ¦J
roteirista e diretor. Pesquisa a história da Segunda Guerra Mundial e o envolvimento do Brasil no conflito
há mais de vinte anos, ministrando também palestras sobre o assunto.
¯ ¯¯J ¯¯¯J ¯JJ¯ J ¯¯J ¯J¯ J¯ ¯J J¯ ¯ ¯' ¯J¯ .·¯ .JJ¯¯ JJ J J
Overlord-Vitória sobre a Normandia, sobre os combates aéreos no Dia D. Criou, roteirizou, produziu e
JJ J ¯¯J¯¯JJ “´J¯J JJ .J¯J” ¯¯¯¯JJJ ¯J ¯J¯J '¯JJ JJ J J¯ J¯¯J JJJ J JJ /¯¯J
Brasileira, além de dirigir a edição do DVD da ópera.
_realizou vários trabalhos de museografia para o Museu Naval, Ilha Fiscal, Museu Aeroespacial, Centro Cultural da Marinha em
JJ JJ ¯ JJ¯ J '¯¯ JJ ¯¯¯J ¯J JJ /'.. ¯J J J¯ J¯¯J
_é Vice-Presidente da Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira e membro do Conselho de
JJJ¯¯ JJ '¯¯ '¯J J¯J¯ J¯ .¯'J¯¯ ´'¯¯ JJ .¯¯J` JJJ ¯J¯ ¯J¯¯ ¯ JJ¯¯¯J ¯¯¯JJ J JJ
=¯¯JJ .. J¯¯¯¯J¯ ¯ JJJ¯ ¯¯J J ¯¯ JJ JJJ .JJ¯¯ J JJ¯¯J “´ J¯'J JJ¯ =¯J¯” JJ¯¯¯JJ
mostrando as lembranças do povo italiano sobre a FEB.
_Marcos Moretzsohn Renault Coelho
_Marcos Moretzsohn Renault Coelho é mineiro de Belo Horizonte, engenheiro civil, estuda a história da
¯J¯JJ ¯J '¯JJ ¯ JJ JJ .J¯JJ¯JJ .J¯¯J ´..` 'J J¯ J¯ ' J¯J¯
J¯¯¯¯ J¯J J¯ JJJJJJ¯¯¯¯ '´´ J¯J¯ ¯¦¯¯¯¯¯¯ J ¯J¯JJ ¯J '¯JJ ¯¯¯J
palestras sobre o assunto e promove exposições com o objetivo de valorizar e preservar a história da
FEB.
_é Vice-Presidente da Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira – Seção de
Belo Horizonte; Presidente do Clube de Colecionadores de Veículos Militares Antigos de Belo Horizonte
´¯J¯¯¯J ¯J¯¦J¯¯¯¯¯` .¯JJ¯JJ JJ JJ .¯¯' .¯JJ¯ ¯ ¯¯¯JJ¯¯¯ JJ JJ =¯¯JJ ..
_é um dos autores do projeto “Revalorização da História da Força Expedicionária Brasileira” apresentado à Câmara Federal
do Governo Brasileiro no ano de 2010, que deu origem à Frente Parlamentar Mista formada por mais de 200 parlamentares e
constituída para a manter a história da FEB.
_foi agraciado com a Medalha da Ordem do Mérito Aeronáutico – Grau de Cavaleiro; Medalha Marechal Mascarenhas de
Moraes e a Medaglia Europea concedida pela Federazione Italiana Dei Combattenti Alleati, além de menções honrosas da
JJJ JJ¯ .¯J¯JJJ¯ ¯ /¯¯¯J¯J .¯J¯J¯J JJ .¯¯JJJ J¯ '¯J¯ ¯J¯
/

´

.

_Giovanni Sulla
_Giovanni Sulla nascido e morador em Montese, Itália, é um historiador, pesquisador entusiasta da Força
.J¯JJ¯JJ .J¯¯J ´..` .¯ ¯ JJ¯ J¯JJ¯ ¯¯J¯J¯¯J¯ ¯ '¯¯JJ ¯ J JJ J¯J¯JJJ J¯
material da FEB no mundo. Ministra aulas de história sobre o assunto em várias escolas, e também
organiza visitas guiadas aos locais onde ocorreram combates importantes da FEB.
Cargos:
- Presidente da Associazione Storico Culturale Fratelli sulla Montagna
- Vice-Presidente da Associazione Culturale Storica FIDCA - Federazione Italiana Dei Combattenti Alleati
Monumentos criados através de pesquisas e da colaboração de várias organizações:
- Memorial Sargento Max Wolf
'J¯¯¯¯J JJ ¯¯ J'¯ 'JJ¯J¯ JJ¯J J J¯J JJ¯J JJ /. J¯J ¯ JJJ¯¯ ¯J ¯JJ
- Monumento em Staffoli, restauração e recuperação em colaboração com o Sr. Giuliano Cappelli.
Livros:
.J .J¯ JJJ 'J¯¯¯¯¯ ¯ JJJJJJJ J J JJJ¯ J¯ 'J¯¯¯¯¯ .J¯¯ J 'JJ .JJ¯
.J ¯¯¯ .J .J¯¯ ´.´´`
Participações em documentários:
- Fuoco sulla Montagna - Italia
.J ¯J¯¯¯ ¯¯J .J¯J¯J ¯JJ
- A cobra fumou - Brasil
´ .JJJ /¯ .J¯
Condecorações:
• ´J¯ JJ ¯¯J JJ J J¯ JJ¯J • ´J¯ J¯ '¯¯J '¯J J J¯ JJ¯J
• ´J¯ JJ '¯¯J JJ .¯¦¯¯J – J J¯ JJ¯J • ´J¯ JJ '¯¯J JJ JJ /¯¯J ¯J J J¯ JJ¯J
• '¯JJ'J JJ J¦JJJ • '¯JJ'J J¯¯J¯ .J¯¯ • '¯JJ'J 'J¯J¯¯'J¯ J¯ 'JJ¯¯ • '¯JJ'J JJ ¯JJ
• '¯JJ'J 'J¯'J .¯¯JJJ JJ J¯¯J • '¯JJ'J J¯J¯ J¯ =¯J¯
. J¯ ' ¯JJ'J¯ J¯ JJ¯ /¯¯JJJ¯¯ ¯JJ¯J¯ J¯ ¯¯¯J¯J¯ JJ ..
Títulos Honoríficos:
- Membro do Instituto Histórico e Geográfico do Brasil
- Membro da Academia de História Militar Terrestre do Brasil
'¯JJ =J¯JJJ JJ /¯¯JJJJ 'JJ¯J JJ¯ ¯¯¯J¯J¯ JJ .. ´¯ `
JJJ· =J¯JJJ JJ ¯J JJ J¯ /JJJ J¯ JJ JJ /. ´¯ .`
/

´

.

_Cel R1 Cláudio Skora Rosty
JJ¯¯ J JJ J¯ .J'J¯ ¯ ¯¯J¯ '¯J¯¯ J¯J /JJ¯J '¯J JJ¯ /J'J¯ '¯JJ¯ ´/'/'` /J J¯ ¯¦J¯¯JJ
¦J ¯¯¯¯J JJ ¯J .J¯J JJ /'/' JJJ¯JJ¯¯¯ JJ .J¯J'JJ JJ JJJ ¯¯J¯¯J JJ¯JJ¯¯¯ JJ . '¯¯ –
“Regimento Guararapes” e responsável pela segurança e administração do Parque Histórico Nacional dos Guararapes;
¯ JJ¯JJJJJJ ¯ J¯¯JJ .¯JJ J¯J ¯¯¯JJJ¯ ¯J¯J JJ J J¯ J¯¯J ´`
JJ¯¯ ¯J J¯ .¯J¯J¯JJJ ¯ =¯¯JJ '¯J J¯J ¯¯¯JJJ¯ ¯J¯J JJ .¯¯JJJ JJ J J¯ J¯¯J ´'´`
_é Mestre em Aplicações e Operações Militares e Doutor em Aplicações, Planejamento de Operações, Estudos e Ciências Mili-
tares, Pesquisa e Instrução da Doutrina e História Militar;
_é acadêmico correspondente da Academia de História Militar do Paraguai;
_é estudioso sobre as Invasões Holandesas no Brasil, a Guerra da Tríplice Aliança e da Participação da Força Expedicionária
Brasileira na II Guerra Mundial;
¯ J¯¯¯J ¯¯¯J¯¯¯¦J ¯ =¯¯JJ '¯J JJ .JJJJ¯JJ J¯ /J¯JJJJ JJ .¯JJ¯J¯¯¯J J¯ =¯¯JJ JJ ¯¯¯JJJ¯
Federal de Pernambuco;
J¯¯¯¯¯ J /JJ¯J J¯ =¯¯JJ '¯J ¯¯¯¯¯ JJ .J¯ J¯J¯ JJJ J JJ¯J ¯¯J¯J J¯ J¯¯ /¯¯J¯J J¯¯J¯¯ J¯
Melo, e é Sócio Titular do Instituto de Geografia e História Militar do Brasil.
JJ ¯¯¯JJJ J¯ J¯¦J JJ ¯JJ ¯¯J ´` J¯¯¯J¯¯'J J JJJ J¯ /¯¯¯¯¯J ¯ ¯¯¯J ¯J JJ .¯¯JJ JJ
J¯J¯J =¯¯JJ ¯ ¯J JJ .¯¯J ´.=.` ¯ J¯¯¯¯¯ JJ ¯¯¯J J¯ .¯¯JJ¯ ¯ ¯¯J¯J¯ J¯ =¯¯JJ '¯J JJ
.¯¯J .J¯¯J ´.='.``
Livros, Resenhas e Outros Trabalhos
_A Batalha do Monte das Tabocas – o início do fim.
_As Batalhas do Monte das Tabocas e dos Montes Guararapes – as grandes vitórias.
´ /¯J¯ J¯ JJ¯JJJJ JJ .. ¯J ¯J '¯JJ
.. – ´ J¯J¯ J JJJ ¦J
JJ .J¯JJ¯JJ .J¯¯J ´..` J ¯JJJJJ JJ¯¯J ¯J '¯¯JJ JJ .J¯
´ J¯¯J JJ .. ¯J JJJ¯'J JJ ¯JJ – JJ¯JJJ JJ¯JJJ¯ ´J ¯JJJJ J¯ 'J¯¯¯ J¯¯¯J`
_Montese e a Vitória da F.E.B. na II Guerra Mundial
´ J¯¯J JJ .. ¯J JJJ¯'J JJ ¯JJ ´ J¯¯¯JJ JJ '¯JJJJ JJ .¯JJJ JJ .. ¯J ¯JJ`

´
'

.

´

=

´

´
(continuação...)
Condecorações:
• '¯JJ'J '¯J J¯ .J¯¯¯ J¯J ¯ ´J • '¯JJ'J JJ '¯¯J JJJJ¯¯ ¯ JJ¯ JJJJ¯ • '¯JJ'J '¯J JJ J¦JJJ
• '¯JJ'J '¯J 'J¯'J JJJ.¯· • '¯JJ'J '´ /¯J¯ JJ ¯¯¯JJJJ ¯¯JJJ¯J • '¯JJ'J JJ¯ ´ /¯J¯ JJ
J¯JJJJ JJ .. ¯J ¯J '¯JJ • '¯JJ'J J¯ JJJ J¯ JJJ J¯ .J¯¯¯ • JJ JJ '¯¯J ¯¯J¯J¯¯ ¯J
• '¯JJ'J JJ /JJ¯J J¯ =¯¯JJ '¯J JJ JJJJ • '¯JJ'J JJ ´J¯ JJ '¯¯J .J¯J'JJ ¯¯ • '¯JJ'J 'J¯'J
'J¯J¯¯'J¯ J¯ 'JJ¯¯ • '¯JJ'J JJ J¯ J¯ ´J JJ ¯JJ 'J ¯J '¯JJ • '¯JJ'J “J '¯JJ” JJ¯¯¯J ´J`
• '¯JJ'J JJ ¯JJ JJ¯ JJJ¯¯¯¯¯¯ JJ¯¯¯¯¯ • '¯JJ'J J¯·¯ .JJ ´.J¯`
Títulos Honoríficos:
¯JJ J¯¯JJ¯J¯¯¯¯ JJ /JJ¯J J¯ =¯¯JJ '¯J JJ JJJJ ´/='` JJ ¯¯¯¯¯J /J¯JJJJ =¯¯JJ ¯ ¯JJJ¦J
¯¯JJJ¯J ´=` ¯¯¯¯¯J =¯¯JJ ¯ ¯JJJ¦J JJ ¯JJ J¯ J¯¯J /¯¯JJ ´=/`
¯JJ ¯J JJ ¯¯¯¯¯J J¯ ¯JJJ¦J ¯ =¯¯JJ '¯J JJ .J¯ ´='.` ¯ '¯JJ ¯¦¯¯J JJ /JJ¯J J¯ =¯¯JJ '¯J
¯¯¯¯¯ JJ .J¯ ´/='.`

´
'

.

´

=

´

´
ilustração 3D do chassis com transmissão
de um Willys MB 1942: Paulo Ferreira
estudo de iluminação para ilustração de
pandeiro
.

.

/
´

.
.

/

.

.

/

/
´

.
_Paulo Ferreira
JJ ¯¯J ¯J¯JJ ¯J J J¯ J¯¯J ¯ J¯¯J¯¯ ¯ ¯¯JJJ . ¯ ¯¯¯¯ J¯J¯ ¯J¯¯J¯ ¯JJJ'J ¯J ¯J¯
Globo como técnico de efeitos especiais.
_desenvolve projetos em 3D, Design de Produto, Design Gráfico e Editorial, com passagem por agências renomadas no circuito
JJJ ¯ ¯¯¯J¯JJ JJ¯¯J¯ JJJ J¯¯J¯ ¯¯¯¯¯ J¯ JJ¯J¯ JJ¯¯ ´JJJJ /.¯ .´¯J ¯¯¯¯ J¯J¯`
_é entusiasta do assunto e desenvolve ilustrações de veículos militares como projeto pessoal.
Premiações:
.¯¯J¯ .JJ J¯¯¯¯¯ – 'J¯¯¯ ´.´´` J¯¯J .¯J ¯¯
J¯¯¯¯ .J¯¯ – ¯ ´.´´` J¯¯J ¯JJ JJJ JJJ J ¯J¯ =J¯¦¯
J¯ ¯¯¯J – ¯ ´.´´` J¯¯J ´¯¯¯J¯ ¯¯¯ JJJ J .¯JJ '´
.¯¯J .J¯¯J J¯ .¯¯J¯ ´.´´` J¯¯J 'J¯¯ .¯'J JJJ – ¯J¯ ¯¯¯J¯JJJ¯ JJJ ¯JJ¯JJ ¯J J¯¯J
design, inovação e sustentabilidade.
ilustração: Carlos Roberto Luzes Chagas ilustração: Fernando Estanilau
_Carlos Roberto Luzes Chagas
JJ¯ JJ¯¯J .¯¯¯ 'JJJ¯ JJ J J¯ J¯¯J ¯J J .¯JJ 'JJ¯J J¯ .¯J¯ /¯¯¯ ¯ ¯JJJ'J J ¯¯JJJ JJJ
clientes no Brasil e no exterior.
¯¯J¯J¯J¯¯ ¯J ¯¯J ¯J ¯ ¯¯¯¯ ¯¯¯ ¯JJJ'J¯ J¯ ¯¯¯¯¯¯ ¯¯¯JJ ¯¯JJ¯¯ JJJ J¯ JJ ´¯J¯ J¯'¯J ¯
embalagens para a Dragon Models.
_nas horas vagas, monta miniaturas em escala de veículos militares da Primeira e Segunda Guerras Mundiais possuindo uma
grande coleção.
_Fernando Estanislau
¯¯J¯JJ .¯¯J¯¯J ¯J¯¯ ¯ JJ ¯ .¯J =J¯J¯¯¯ ¯ JJJJJJ ¯ JJ J¯J .¯JJ J¯ .¯J¯ /¯¯¯ JJ ¯¯¯JJJ¯
¯J¯J J¯ '¯J¯ ¯J¯ ´'` . J¯¯J¯JJJ J¯J ¯ ¯¯JJJ ¯¯J¯J¯¯¯¯ '¯¯JJ JJ JJJJ ¯J ¯J '¯JJ
JJJ ¯ JJ¯J J J J¯¯J¯JJJ ¯J¯¯ J'¯ J¯J JJ¯ J¯ ¯JJ¯ J JJ J¯JJ '¯¯¯¯¯'¯¯ .´ ¯¯J¯JJ
diversos outros livros para a Schiffer Publishing norte-americana e para o Instituto Terra Brasilis de Desenvolvimento Sócio
Ambiental.
_atualmente trabalha com design e artes gráficas, ilustração digital e fotografia.

.

/

/
´

.
.
_Walter Jr.
J¯¯ ¯J¯¯ ¯J J J¯ J¯¯J ¯ ¦J¯JJJ¦J JJ¯JJ ¯ J¯ JJJ J¯ J¯ ¯¯ JJ¦¯¯¯J J¯ ¦J¯JJJ¦J 'J J¯J¯ ¯J
SENAC e em outros cursos particulares.
_é apaixonado pelo tema Segunda Guerra Mundial e produz modelos em escala de veículos daquele período.
_Francisco J. do Prado Pizarro
J¯¯J JJ JJJ ¯JJ J¯ JJ¯JJJ¯ '¯J¯ ¯J¯ JJ ¯ .¯J =J¯J¯¯¯ ¯ ¦J¯JJJ¦J J¯¯J¯ J´ ¦J¯¯¯JJ
coberturas de eventos no Brasil e exterior.
JJJJ¯JJJ JJ JJJJ '¯¯JJ ¯ J¯¯¯JJJ JJ ¯JJ J¯ ¯J¯¯J¯ ¯¯¯J¯J¯ JJ¯¯¯J 'J J¯ J¯ '´ J¯J¯ ¯JJ ¯¯
JJ¯¯¯ JJJJJ¯ ¯ ¯¯¯J¯ ¯¯J¯J¯JJJ¯ J¯ JJ¯¯J ¯ J¯ J¯ .'´´ ¦J¯J¯ JJJJJ¯ J¯¯J¯ ¯¯¯¯ J¯ JJJJ

F
O
T
O
G
R
A
F
I
A
Fotografia: Walter Jr. Fotografia: Francisco J. Pizarro
_Exemplo de Páginas Quádruplas
´ J ¯¯J ¯¯¯ ¯¯J¯¯¯ ¦J¯ ´¦J J¯` JJJ J¯¯¯JJ¯JJ ¯¯¯¯J¯ ¯¯J¯¯¯¯ JJ¯ JJ¯JJ¯¯ JJ ..

/
'

.

'

Layout de encarte típico (4 páginas).
_Blog de WIP (Work in Progress)
_o projeto “Os Heróis que Vieram do Brasil! conta com um Blog, que foi lançado no
JJ . J¯ ¦¯¯¯J J¯ .´ JJ 'J¯¯JJ¯ J J¯J¯¯J J¯ 'J¯¯¯ J¯¯¯J J¯J
Força Expedicionária Brasileira.
_nele, os interessados poderão acompanhar a evolução dos trabalhos, adesões de
patrocínio e contribuição com notícias sobre o tema.
_as empresas patrocinadoras estarão representadas nos eventos de divulgação e
na cerimônia de lançamento do livro.
'¯¯JJ¯'¯J¯J.JJJ¯¯¯J
.

.

/

/
´
A
P
O
I
O
Departamento de Educação e
Cultura do Exército
Departamento de Patrimônio
Histórico do Exército
Museu Histórico do Exército
Forte de Copacabana
Museu Militar Conde LInhares Centro de Estudos e Pesquisas de
História Militar do Exército
Ministério da Defesa Força Aérea Brasileira
Academia de História MIlitar
Terrestre do Brasil / FAHIMTB
BRASIL
Grupo Histórico FEB Clube de Veículos Militares
Antigos de Rio de Janeiro
Federazione Italiana Dei
Combattenti Alleati - FIDCA
Exército Brasileiro
Associação Nacional dos Veteranos
da FEB - ANVFEB
Marinha do Brasil
Associazione Storico-Culturale
Fratelli Sulla Montagna

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful