Você está na página 1de 1

Aprovar_18V.

qxp 8/7/2008 11:45 Page 15

Gabarito do Calendário
número anterior 2008
Aprovar n.º 17

DESAFIO HISTÓRICO (p. 3) Aulas 163 a 198


01. B;
02. B;
DESAFIO HISTÓRICO (p. 4)
01. B;
02. A;
03. B; QUINCAS BORBA
DESAFIO BIOLÓGICO (p. 5) Machado de Assis
01. A; PERSONAGENS — É comum em toda a literatura
02. D;
03. D; que só “pessoas” apareçam como personangens de
04. D; obras literárias. Em Quincas Borba, antecipando o
que se tornaria comum na literatura moderna, um
DESAFIO BIOLÓGICO (p. 6)
01. B; cão é elevado à categoria de personagem, como
02. A; projeção e prolongamento, por transmigração, do
filósofo do mesmo nome.
EXERCÍCIOS (p. 6)
01. B; 1. Quincas Borba – Destaca-se pelos seguintes
02. B; atributos: filósofo doido, esquisito, “com
03. C;
freqüente alteração de humor”, “ímpetos sem
04. A;
05. E; motivo”, “ternura sem proporção”, extravagante
(cap. V), bom, alegre, lutava contra o pessimismo
DESAFIO MATEMÁTICO (p. 7)
(cap. V) e desejava a sua continuidade através
01. a) 84, b) 1365; 02. 48; 03. 240;
04. 8 000 000; 05. D; 06. E; 07. D; dos tempos como comprova a sua filosofia
“borbista”, de natureza “humorística”, o
DESAFIO MATEMÁTICO (p. 8) Humanitismo. Depois que morreu, passou, por
01. A; 02. D; 03. C; 04. B; 05. T4=1512 X5;
06. 128; 07. 6400; 08. D; 09. E; 10. C; metempsicose, ao corpo do seu cão, como
11. 248; sugerem as dúvidas de Rubião ao longo da
narrativa:
DESAFIO QUÍMICO (p. 9)
01. A; “Olhou para o cão, enquanto esperava que lhe
02. A; abrissem a porta. O cão olhava para ele, de tal
03. E; jeito que parecia estar ali dentro o próprio e
04. A;
05. E; defunto Quincas Borba; era o mesmo olhar
06. E; meditativo do filósofo, quando examinava
07. C; negócios humanos...” (cap. XLIX).
08. E;
2. Rubião – Tem medo da opinião pública, é
DESAFIO QUÍMICO (p. 10) indeciso, volúvel, ambicioso (cap. I, X, XV),
01. C; megalomaníaco, obsessivo, desequilibrado,
02. D;
tímido (cap. XXV), acomodado, ciumento, in-
03. A;
04. C; fluenciável (cap. LXIX), conflituoso, ocioso, in-
05. D; gênuo.
06. C; 3. Sofia – Vaidosa, orgulhosa, dominadora, fria,
07. C;
cautelosa, ambiciosa, sedutora, caráter am-
EXERCÍCIOS (p. 10) bivalente, frívola, sensual e dissimulada, como
01. C; 02. C; 03. D; 04. E; 05. A; 06. A; revelam os capítulos LXIX e XLII, onde se saiu
07. A; 08. C; 09. E; 10. B; 11. B; 12. C;
13. C; 14. C; 15. B; divinamente bem com a anedota do Padre
Mendes, quando surpreendida, no jantar, com
DESAFIO GRAMATICAL (p. 11) Rubião, pelo Major Siqueira:
01. C;
02. C; 4. Palha – Esposo de Sofia. Ambicioso, egocêntrico,
03. A; vaidoso (cap. XXXV), bajulador, interesseiro,
DESAFIO GRAMATICAL (p. 12) parasita, desonesto, astuto, torpe.
01. D; 5. Carlos Maria – Vaidoso, altivo (cap. LXIX), vazio,
02. A; galanteador: é a caricatura do conquistador de
03. A;
04. E; frases feitas e lugares-comuns.
6. Maria Benedita – Tímida, pacata, sem iniciativa,
APLICAÇÕES (p. 12)
01. A; passiva, resignada, influenciável, personalidade
02. A; fraca. Casa-se com Carlos Maria.
03. C; 7. Dr. Camacho – É caricatura do politiqueiro
DESAFIO HISTÓRICO (p. 13) demagogo de frase feita e retórica excessiva;
01. B; astuto e interesseiro.
02. C;
03. E; 8. Major Siqueira – Mexeriqueiro, inicialmente, e
depois despeitado como se revela no cap. CXXX.
DESAFIO HISTÓRICO (p. 14)
01. B; 9. D. Tonica – Solteirona quarentona, revela-se
02. D; invejosa, revoltada, infeliz e frustrada.
03. A;
10. D. Fernanda – Casamenteira e um tanto fidalga.
EXERCÍCIOS (p. 14) 11. Teófilo – Marido de D. Fernanda; ambicioso,
01. B;
02. C; dinâmico e, às vezes, temperamental e mi-
nucioso.

15

Interesses relacionados