Você está na página 1de 23

Escola Secundária de Bocage

Técnicos de Apoio à Infância


Disciplina: A.I.
Professora: Margarida Costa

Realizado por:
Ana Caldeira, nº1
Bruna Ferreira, nº5
Vânia Piedade, nº 23

Setúbal, 10 de Março de 2009


Pretendemos informar os colegas sobre:

• O que é a exploração Infantil;


• Causas da exploração Infantil;
• Tipos de trabalho Infantil existentes;
• Onde existe a exploração Infantil;
• Consequências;
• etc.
• Crianças que trabalham
muitas horas por baixos
salários;
• Condições miseráveis;
• Entre a idade mínima legal
permitida;
• É extremamente proibido,
até considerado crime.
Exploração da pobreza:
• Família com
necessidades financeiras;
• Desemprego;
• Criança como uma renda.
Falta de instrução:
• Cortes na Educação;
• Abandono da escola;
• Início de um
emprego.
Conceitos tradicionais
• Agravado por uma
moderna sociedade
consumista.;
• Adultos a favor do
Trabalho Infantil;
• Classes mais baixas,
trabalho mais duro.
Serviços domésticos
•Não é propriamente
perigoso;
• Supermercados,
feiras livres,
carregadores, etc.
• Nas cidades;
• Pagamento mínimo
ou nulo.
Trabalhadores Escravos
• Crianças oferecidas em
troca de empréstimos;
• Não se consegue nem
mesmo reduzir a divida;
Exploração sexual comercial

• Explorados sexualmente;
• Danos físicos e emocionais;
• Vírus HIV
• Milhão de meninas atraídas a
este comercio.
Trabalho industrial e agrícola

• Operações que nem mesmo


são exercidas por adultos;
• Passam a sofrer de
tuberculose, bronquite e asma;
• Picadas de insectos que
podem ser mortíferos;
• Cortes mortais.
• Países em
desenvolvimento: 250
milhões de crianças
trabalhadoras de 5 a 14
anos (OMS);
• 61% na Ásia, 32% na
África e 7% na América
Latina;
• 20% da população na
faixa etária inferior a 10
anos já trabalham;
• Nordeste: 11 actividades
(como a cana de açúcar)
• Sul: 21 actividades,
como as extracções de
acácia
• Centro Oeste: trabalho
duro.
• Maior número de
crianças trabalhadoras no
mundo;
• Indústrias e comércios
(vestuário, calçado, tijolo
fornos, aço inoxidável,
hotéis, lojas e têxtil);
• Indústrias de exportação
orientada de tecelagem
(tapetes, polimento de
jóias, mineira, pedreira,
etc.)
• Milhões de crianças
estão expostas a graves
perigos da natureza do
serviço ou mesmo das
trágicas condições de
trabalho;
• Vulnerável a sofrer um
acidente de trabalho do
que um adulto…
• Não se encontra
fisicamente preparado
• Deformação da coluna ou
a pélvis;
• Expostos a substâncias
químicas perigosas ou à
radiação;
• Não têm consciência dos
perigos;
•Nível psicológico: graves
perigos;
• Falta de afecto, carinho.
• Insultos, baixa
alimentação, castigos,
abusos sexuais.

•Condenadas a uma
vida de pobreza e
escravidão, sofrimento,
analfabetismo e
exclusão social;
• Na próxima vez que virmos uma criança
brincar com uma boneca, lembremo-nos
que ela pode ter sido fabricada por uma
criança, talvez do sudoeste asiático;
• Na próxima vez que virmos um rapaz a
chutar uma bola de futebol, reflictamos que
ela pode ter sido costurada por uma menina
de três anos que, junto com a mãe e quatro
irmãs, ganha 75 centavos de dólar por dia.
• “A criança, para o
desenvolvimento
pleno e harmonioso
de sua personalidade,
deve crescer num
ambiente familiar, em
clima de felicidade,
amor e
compreensão.”
• “A infância tem
direito a cuidados e
assistência especiais”
• Data mundial: 12
de Junho;
• Designado pela
OIT;
• Em cada ano é
trabalhado um tema.
Com este trabalho ficamos a conhecer o
grave problema da exploração Infantil e
demos também a conhecer aos nossos
colegas estes problemas, afim de pensarmos
bem no estado que esta este mundo.