Você está na página 1de 14

Universidade Federal Rural Do Semi-árido

Ciência E Tecnologia
Sociologia
Docente: Davi Da Costa Almeida
Discentes: Dennis Deniam De Albuquerque Ribeiro;
Ozaias Praxedes dos Santos

Aparelhos Ideológicos de
Estado
Louis Althusser
Sobre a reprodução das condições de produção.

• Nenhuma formação social que não reproduz as condições de


produção, ao mesmo tempo que produz, é capaz de sobreviver por
muito tempo.
• Toda formação social é resultado de um modo de produção
dominante.
• Esta, para existir, deve reproduzir:
1. As forças produtivas;
2. As relações de produção existentes.
A reprodução dos meios de produção.

• É impossível produzir sem haver a reprodução das condições


materiais da produção (meios de produção).

• A necessidade de reposição do que se esgota ou se utiliza na


produção a nível da empresa é um efeito, que dá apenas a ideia da
necessidade de reprodução.
Reprodução da força de trabalho.

• A reprodução da força de trabalho se dá, no essencial, fora da


empresa.
• O salário dá as condições materiais necessárias para a força de
trabalho para se reproduzir.
• A força de trabalho deve ser diversamente qualificada conforme as
exigências da divisão do trabalho.
• A qualificação ocorre fora do local de produção, através de
instituições como escola, igreja e exército.
Qualificação e Submissão à ideologia dominante.
Infraestrutura e superestrutura.

• A sociedade se estrutura por níveis ou


instâncias:
Ideologias
Superestrutura  Infraestrutura: base econômica que
define as forças produtivas e relações de
produção.
Jurídico-
político  Superestrutura: constituída por dois
níveis, jurídico-político (o direito e o
Estado) e o ideológico (as ideologias
religiosa, moral, política, jurídica, etc...)
Infraestrutura
O Estado.

1. O Estado é o aparelho repressivo do Estado;


2. Deve-se distinguir o poder de estado do aparelho de Estado;
3. O objetivo da luta de classes diz respeito a utilização do poder de
Estado pela classe que o detém em função de seus objetivos;
4. O proletariado deve tomar o poder do Estado para destruir o
aparelho burguês existente, substituí-lo em uma primeira etapa
por um aparelho de Estado completamente diferente (proletário) e
elaborar nas etapas posteriores um processo radical, o da
destruição do Estado (fim do poder de Estado e de todo Aparelho
de Estado).
Os aparelhos ideológicos de estado.

Aparelho (repressivo) de Estado: Aparelhos ideológicos do Estado:

É único e é formado por: São diversos:

• AIE religiosos (o sistema das diferentes Igrejas)


• Governo;
• AIE escolar (o sistema das diferentes, escolas públicas e
• Administração; privadas)

• AIE familiar
• Exército;
• AIE Jurídico
• Polícia;
• AIE político (o sistema político, os diferentes partidos)
• Tribunais;
• AIE sindical

• Prisões... • AIE de informação (a imprensa, o rádio, a televisão, etc. )

• AIE cultural (letras, Belas Artes, esportes, etc.)


Os aparelhos ideológicos de estado.

Aparelho (repressivo) de Aparelhos ideológicos do


Estado: Estado:
• Funciona predominantemente • Funciona principalmente
através da repressão através da ideologia, e
(inclusive física) e secundariamente através da
secundariamente através da repressão (seja bastante
atenuada, dissimulada ou
ideologia. simbólica).
• Ex: o Exército e a Polícia usam • Ex: Escola e Igreja possuem
a ideologia para garantir a métodos de seleção e
própria coesão e reprodução. exclusão; o AIE cultural
possui a censura.
Sobre a reprodução das relações de produção.

• Como é assegurada a reprodução das relações de produção?


• Pelo exercício do poder do Estado nos aparelhos do Estado,
repressivos e ideológicos!
• O aparelho repressivo do Estado assegura pela força (física ou não)
as condições políticas da reprodução das relações de produção,
como também as condições políticas do exercício dos Aparelhos
Ideológicos do Estado.
• A ideologia dominante garante a harmonia entre os aparelhos
repressivo e ideológico e entre os diferentes aparelhos ideológicos.
Sobre a reprodução das relações de produção.

• A escola é o aparelho ideológico dominante nas formações sociais


capitalistas.
1. Todos os aparelhos ideológicos possuem a mesma finalidade: a
reprodução das relações de produção;
2. Cada um possui sua própria maneira de cumprir seu papel;
3. A Ideologia da classe dominante determina o funcionamento dos
aparelhos ideológicos;
4. A escola é o aparelho ideológico que mais desempenha o papel
dominante, embora não percebamos.
Acerca da ideologia.

• Althusser apresenta teses e teoria a respeito da ideologia no intuito


de entender a função da ideologia na sociedade.
• Para isso abre mão da antiga abordagem marxista.
• Althusser separa a ideologia em dois tipos:
1. Ideologia com I maiúsculo: diz respeito a ideologia geral.
2. As ideologias: conjunto de ideologias particulares.
Acerca da ideologia.

Há dois tipos de ideologias:


• As ideologias particulares, formadas por ideologias como a
religiosa, moral e política, exprimem, em sua
particularidade, posições de classe.
• A Ideologia geral não tem posição relativa, está presente em todos
os momentos e independe dos processos sofridos pelas ideologias
particulares ao longo da história.
A Ideologia em geral, portanto, não tem história. Significa que seu
funcionamento e estrutura estão presentes em toda história.
Acerca da ideologia.

Qual o funcionamento e estrutura da ideologia?


• A ideologia é uma “representação” da relação
imaginária dos indivíduos com suas condições
de existência.
Os indivíduos vivem em ideologias (concepções de mundo). São ilusões
criadas pelo sujeito para interpretar a realidade em que está inserido.
• A ideologia tem uma existência material.
As ideias (concepções de mundo) tem existência material garantida através
da prática de rituais. Esses rituais são praticados com devida frequência, em
locais específicos e a partir de atos que seguem uma determinada ordem.
A ideologia interpela os indivíduos enquanto
sujeitos.

• A interpelação dos indivíduos como sujeitos;


• A submissão desses sujeitos ao Sujeito;
• O reconhecimento triplo: do sujeito e o Sujeito, entre os sujeitos, e
do sujeito por ele mesmo.
• Por fim, ela garante que tudo está sob controle: o reconhecimento
mútuo entre sujeitos, Sujeito e o auto reconhecimento asseguram
que tudo correrá bem quando um sujeito conduzir o outro.