Você está na página 1de 31

OPERAÇÕES COM MERCADORIAS

Profª. Esp. Rosimary

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


MÉTODOS DE CONTABILIZAÇÃO
1. Método da Conta Mista: consiste em utilizar uma única Conta,
que poderá ser chamada de Mercadorias, ou Estoque de
Mercadorias,para registrar todas as operações com
Mercadorias(Estoques inicial e final, Compras, Vendas,
Devoluções de Compras e Devoluções de Vendas)
1. Método da Conta Desdobrada: consiste em utilizar três contas
Básicas: Estoque de Mercadorias (para registrar os estoques
inicial e final), Compras de Mercadorias e Vendas de
Mercadorias. Podem ainda, ser utilizadas as Contas Compras
Anuladas (Para registro das compras devolvidas) e Vendas
anuladas ( para registrar as devoluções de vendas).
OBS.:
1. A empresa poderá optar por um dos dois métodos, mas não
poderá utilizar ambos ao mesmo tempo, para não prejudicar a
uniformidade dos seus registros contábeis.

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


Inventários
Independente do método utilizado a empresa ainda poderá adotar um
dos seguintes sistemas:

Inventário Permanente: consiste em controlar permanentemente o


valor do Estoque de mercadorias. Assim, a cada compra efetuada, o
custo da respectiva compra é adicionado ao estoque; da mesma
forma, a cada venda efetuada, o custo da respectiva venda é
diminuído do estoque. Assim, o Estoque de mercadorias fica
constantemente atualizado.

Inventário Periódico: Por este sistema, o valor do Estoque de


Mercadorias é conhecido ao final do período, após a realização da
contagem física de todas as mercadorias existentes.

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


Método das Três contas
No sistema de inventário periódico, o método usual adotado pelas
Empresas é o da conta desdobrada:

1. Mercadorias: indica o estoque inicial. Essa conta não é utilizada


para registrar as compras;

2. Compras de Mercadorias: é usada para registrar apenas as


compras do exercício;

3.Receita de Vendas: registra a receita bruta de vendas;

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


Contabilização – Inventário
Periódico - Conta desdobrada
1. Compra de Mercadorias, conforme NF 341, do Fornecedor Leandro Reis
Ltda., no valor de R$ 10.000,00 à vista.
2. Venda de Mercadorias à vista conforme NF nº 500, no valor de R$
15.000,00
3. Compra de Mercadorias à vista, de J.C.Santos Ltda., conforme NF nº
85, no valor de R$ 10.000,00
4. Compra de Mercadorias à Prazo de Ferrari & Cia., conforme NF nº
1050, no valor de R$ 6.000,00. Houve aceite, no ato, de duas
duplicatas para vencimento em 30 e 60 dias.
5. Venda de Mercadorias, a prazo, conforme NF nº 1.200, ao cliente José
Carlos de Souza, no valor de R$ 3.000,00. Houve aceite, no ato, de
três Duplicatas para vencimento de 30 em 30 dias.

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


PROCESSOS: Extracontábil e Contábil

Fórmulas para a apuração do RCM de forma extracontábil:

CMV= EI+ COMPRAS- EF

RCM= V-CMV

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


RESULTADO SIMPLIFICADO DA CONTA
MERCADORIAS
Consiste em apurar o Resultado da Conta Mercadorias para saber se a
empresa comercial obteve lucro ou prejuízo em sua atividade principal.

– O Resultado da Conta Mercadorias é também denominado Resultado


Operacional Bruto ou Resultado Bruto do Exercício.

– Exemplo: Conta desdobrada com Inventário Periódico

– Saldos das contas em 31.12


Estoque de Mercadorias – saldo devedor de R$ 5.000,00
Compras de Mercadorias- Saldo devedor de R$ 20.000,00
Vendas de Mercadorias- Saldo Credor de R$ 23.000,00
– Suponha que o Inventário físico realizado em 31.12 tenha sido R$
12.000,00.

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


PROCESSO: Contábil
1º PASSO: Contabilização do CMV

D- CMV
C- Estoque de Mercadorias (Saldo Inicial)

D-CMV
C- Compras de Mercadorias (Compras)

D-Estoque de Mercadorias (saldo final)


C- CMV

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


PROCESSO: Contábil
2º PASSO: Contabilização do RCM

A contabilização do RCM é feita por meio da transferência de todos os


saldos das Contas que integram a fórmula do RCM para a respectiva conta
Resultado da Conta Mercadoria.

D- Vendas de Mercadorias
C- RCM

D-RCM
C- CMV

D- RCM
C- LUCRO/PREJUÍZO
RCM= Saldo devedor= Prejuízo
RCM= Saldo Credor= Lucro Bruto
Copyright © 2008 – www.josedornelas.com
PRATIQUE:
Saldo das Contas da empresa Comercial Tuntun Ltda., extraído
do Livro Razão em 31.12.X1

Estoque de Mercadorias(EI)---------------100.000,00
Compras de Mercadorias-------------------500.000,00
Vendas de Mercadorias---------------------700.000,00
Estoque Final (Inventário físico)----------200.000,00

Calcule extracontabilmente e contabilmente do RCM.

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


FATOS QUE ALTERAM OS VALORES DE
COMPRA
Fretes e Seguros sobre compras
São importâncias pagas diretamente ao Fornecedor de uma Empresa, ou
a uma empresa transportadora, referentes a Despesa com Seguros e
Transporte de Mercadorias do estabelecimento do Fornecedor até a
empresa que as comprou.
Exemplo:
A empresa Brasil Turismo pagou a importância de R$ 3.000,00 a
transportadora Jardins S/A, referente a Fretes e Seguros de Transporte, até
o estabelecimento, de Mercadorias adquiridas conf. NF 81, do Fornecedor
Leandro Reis Ltda.

D-Fretes e seguros s/compras


C- Caixa

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


FATOS QUE ALTERAM OS VALORES DE
COMPRA E VENDA
Compras anuladas ou Devoluções de Compras
Consiste na devolução total ou parcial das mercadorias adquiridas tendo
em vista fatos desconhecidos no momento da compra.(Avarias de
transporte ou em desacordo com o que foi contratado).
Exemplo:
A empresa Brasil Turismo devolveu parte da compra de Mercadorias
efetuadas junto ao fornecedor Leandro Reis Ltda. Para acompanhar as
Mercadorias devolvidas, emitiu-se a NF 5202 no valor de R$ 2.000,00. O
Fornecedor devolveu a importância em dinheiro.

D-Caixa
C-Compras Anuladas

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


FATOS QUE ALTERAM OS VALORES DE
COMPRA E VENDA
Abatimentos sobre Compras
No caso da Empresa ao receber Mercadorias adquiridas do Fornecedor e
constatar que estas estão em desacordo com o pedido, esta poderá
devolver total ou parcialmente ou solicitar abatimento do Fornecedor.
Exemplo:
Como as Mercadorias adquiridas mediante NF 544, do Fornecedor
J.C.Santos, chegaram com avarias sofridas no transporte, a Empresa Brasil
Turismo Ltda. obteve do Fornecedor um abatimento no valor de R$
5.000,00. A compra tinha sido efetuada à prazo.
D-Fornecedores
C-Abatimento sobre compras

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


FATOS QUE ALTERAM OS VALORES DE
COMPRA E VENDA
Descontos Incondicionais Obtidos
São descontos que a empresa ganha dos fornecedores no momento em
que efetuamos as compras de mercadorias. Aparecem destacados nas Nfs
e nos são oferecidos sem a imposição de nenhuma condição.
Exemplo:
Compra de Mercadorias, à vista, do Fornecedor Girassol S/A, conforme NF
n 530, no valor de R$ 4.000,00. Houve desconto destacado na NF no valor de
R$ 400,00.

D-Compras de Mercadorias
C-Caixa
C- Descontos Incondicionais Obtidos

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


FATOS QUE ALTERAM OS VALORES DE
VENDA
Vendas Anuladas ou Devoluções de Vendas
Consiste no recebimento em Devolução do total ou de parte das
Mercadorias vendidas, tendo em vista motivos desconhecidos no
momento da venda.
Exemplo:
Recebemos do Cliente Ronaldo Oliveira, em Devolução, Mercadorias no
valor de R$ 6.000,00, referentes à parte de nossa venda efetuada mediante
nossa NF n 200. Foi restituído, ao cliente, o valor em dinheiro.

D-Vendas Anuladas
C-Caixa

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


FATOS QUE ALTERAM OS VALORES DE
VENDA
Descontos Incondicionais Concedidos
Independentemente de qualquer condição posterior à emissão da Nota
Fiscal, a Empresa Brasil Turismo Ltda. oferece descontos, destacando-os
nas Notas Fiscais de Venda.
Exemplo:
Venda de Mercadorias a Rolota Ribeiro, conforme NF n 500, no valor de R$
8.000,00, tendo sido concedido Desconto Incondicional, destacado na
própria NF, de R$ 800,00.

D-Caixa
D- Descontos incondicionais Concedidos
C- Vendas de Mercadorias

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


PRATIQUE 1

Determinada empresa adquiriu, em X1, mercadorias


para revenda no total de 4.000.000,00. Durante o
período, a receita de vendas alcançou 7.000.000,00. Seu
estoque final era de 300.000,00, o estoque inicial, de
200.000,00 e, no período, registraram-se devoluções de
compras de 100.000,00 e de vendas de 250.000,00.

Qual o CMV e o valor das mercadorias disponíveis para


a venda?

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


RESOLUÇÃO
CMV= EI+ (Compras-Devoluções de Compras)-
Estoque final

CMV= 200.000+ (4.000.000-100.000)-300.000

CMV= 3.800.000,00

Mercadorias disponíveis para a venda:

MDV=200.000,00+(4.000.000-100.000)
MDV= 4.100.000,00

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


PRATIQUE 2
Em janeiro de X1, foram feitas vendas totais de
mercadorias de 2.100.000,00, com custo de 1.600.000,00.
As compras no mesmo período foram de 1.400.000,00.
Sabendo-se que o estoque de mercadorias em 01.01.x1
era de 800.000,00, pode-se afirmar que, em 31.01.x1, o
valor dos estoques de mercadorias e o valor do lucro
bruto sobre vendas eram, respectivamente:
a)210.000 e 800.000
b)500.000 e 600.000
c)600.000 e 500.000
d)800.000 e 2.100.000
e)800.000 e 500.000

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


RESOLUÇÃO 2
CMV= EI + C-EF
1.600.000=800.000+1.400.000-EF
EF= 600.000

LUCRO BRUTO:

Vendas 2.100.000,00
CMV (1.600.000,00)
Lucro Bruto 500.000,00

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE COMPRAS E VENDAS
EMPRESA INDUSTRIAL

É o tipo de empresa que transforma uma matéria-prima


em outro tipo de matéria-prima ou uma matéria-prima em
produto acabado ou semiacabado.

Uma empresa industrial é contribuinte dos seguintes


impostos:

IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados)


ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias)
PIS/PASEP (Programa de Integração Social e Formação
do Patrimônio do Servidor Público)
COFINS (Contribuição para o Financiamento da
Seguridade Social)
Copyright © 2008 – www.josedornelas.com
TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE COMPRAS E VENDAS
EMPRESA COMERCIAL

É o tipo de empresa que não realiza nenhuma modificação nos


produtos comercializados. Compra matéria-prima e a vende ou
compra produto acabado e o vende exatamente como adquirido.
A operação de compra e venda é também chamada de mercantil.

Uma empresa comercial é contribuinte dos seguintes impostos:

ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias)


PIS/PASEP (Programa de Integração Social e Formação do
Patrimônio do Servidor Público)
COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade
Social)

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE COMPRAS E
VENDAS
EMPRESA PRESTADORA DE SERVIÇO

É o tipo de empresa que não produz nenhum produto e


eventualmente fornece ou utiliza uma mercadoria ou matéria-
prima para prestar o serviço contratado. A parte referente à mão
de obra é de valor predominantemente no custo do serviço
prestado.

Uma empresa prestadora de serviço é contribuinte dos seguintes


impostos:
ISS (Imposto sobre Serviços)
PIS/PASEP (Programa de Integração Social e Formação do
Patrimônio do Servidor Público)
COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade
Social)
Copyright © 2008 – www.josedornelas.com
TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE COMPRAS E
VENDAS
O IPI e o ICMS são impostos, enquanto o PIS e o COFINS são
contribuições que fazem parte das transações de compra e venda. Em
muitas situações, os valores inerentes às operações de compra são
créditos tributários, isto, direitos contabilizados no Ativo em outras
situações são custos de mercadorias, produtos fabricados ou, ainda,
serviços prestados.

Os valores de impostos e contribuições inerentes às operações de


venda são obrigações da empresa perante os fiscos municipais (ISS),
estaduais (ICMS) ou federais ( PIS, COFINS ou IPI).

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE COMPRAS E
VENDAS
Os impostos e contribuições podem ser créditos nas
compras e geram obrigações após as vendas, em função
dos seguintes aspectos:

1.Incorporação ou não ao preço de um produto


2.Ser cumulativo ou não cumulativo
3.Natureza das operações

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE COMPRAS E
VENDAS
Impostos quanto à incorporação ao preço: Os preços
das mercadorias ou dos produtos não incluem o IPI. Nos
preços, mesmo no caso de uma indústria, nunca está
incluso o IPI. Sempre serão inclusos o ICMS ou ISS, o PIS e
o COFINS. Por isso se diz que estão são impostos e
contribuições por dentro e o IPI é por fora.

Tributo por dentro do preço: É quando, no preço do


produto, já está incluso o tributo. Ex.: ICMS, ISS, PIS e
COFINS.
Tributo por fora do preço: É quando, no preço do produto,
não está incluso o tributo. Ele será calculado sobre o preço
do produto. Ex.: IPI

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE COMPRAS E
VENDAS

Calcule o valor total faturado por uma indústria


cujo produto fabricado apresenta preço de R$
1.000,00, IPI de 15%, ICMS de 20%, PIS 1% e
Cofins de 4%.

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE COMPRAS E VENDAS

15% do IPI (R$ 150,00)

20% ICMS (R$ 200,00)

Valor Total da NF ou 4% COFINS (R$ 40,00)


Faturamento R$ 1.150,00
1% PIS (R$ 10,00)

Preço ou Receita Bruta


R$ 1.000,00

O preço incorpora o ICMS (200,00), o PIS (10,00) e o COFINS


(40,00). O valor faturado pela indústria vendedora será de R$ 1.150,00
porque temos que adicionar ao preço o IPI de R$ 150,00.
Copyright © 2008 – www.josedornelas.com
TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE COMPRAS E
VENDAS
Não cumulatividade de Impostos e Contribuições: Um
imposto ou contribuição é considerado não cumulativo
quando compensamos o que pagamos na entrada de
mercadorias (impostos a recuperar) com os valores que
recebemos do cliente na venda (Impostos sobre
vendas).

Além do ICMS, o PIS, o COFINS e o IPI podem ter o mesmo


tipo de tratamento, dependendo do tipo da empresa que
vende ou compra e também do tipo de operação.

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE COMPRAS E
VENDAS
Impostos na compra:

Na compra, quando os impostos e/ou contribuições são


direitos, seus valores devem ser deduzidos do valor de
compra para o cálculo do valor a ser estocado.

Exemplo 1:Aquisição de mercadorias com valor de R$


1.000,00 e ICMS de 20% será contabilizada da seguinte
forma:

D- Mercadorias ------------------800,00
D- ICMS a recuperar------------200,00
C- Duplicatas a Pagar----------1.000,00

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com


TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE COMPRAS E VENDAS
Impostos na venda: Na venda, as empresas brasileiras
são recolhedores de tributos e os valore cobrados de seus
clientes devem ser repassados aos cofres públicos.

Exemplo 2: (Usando o exemplo 1)


Venda de mercadorias no valor de R$ 2.000,00 e ICMS
sobre as vendas de 25% será contabilizada da seguinte
forma:
D- Contas a Receber------------2.000,00
C- Receita de Vendas-----------2.000,00
D- Icms s/ Vendas------------------500,00
C-Icms a Recolher------------------500,00
D- Icms a Recolher-----------------200,00
C- Icms a Recuperar---------------200,00

Copyright © 2008 – www.josedornelas.com