Você está na página 1de 110

Empreendedorismo

Eu sou...

Eu gosto...

Eu quero...

Eu Trabalho...
EMPREENDEDORISMO

INTRA-EMPREENDEDORISMO

PERFIL EMPREENDEDOR

PLANO DE NEGÓCIOS
PARTICIPAÇÃO EM SALA

PRESENÇA / FALTAS

TRABALHOS EM SALA

1 APRESENTAÇÃO
TRABALHO FINAL
TRABALHO

 ENTREVISTAR UM EMPREENDEDOR DE 50
ANOS OU MAIS

 QUAL É O SEU NEGÓCIO ?

 QUAIS VISÕES ELE TEM HOJE E NÃO TINHA


AOS 20 ANOS ?

 QUAIS SÃO AS SUAS LIÇÕES ?

 QUAL O SEU PERFÍL EMPREENDEDOR ?

 QUAIS FORAM AS DIFICULDADES NO COMEÇO ?


O QUE É
EMPREENDEDORISMO?

Empreendedorismo é o ato de
criar e gerenciar um negócio,
assumindo riscos em busca de
lucro/resultado.
EMPREENDEDORISMO

Uma Idéia, uma Paixão e um Plano de Negócios !

Como nasce o EMPREENDEDOR e se cria uma EMPRESA

Segredo de Luísa – Fernando Dolabela


EMPREENDEDORISMO

Definição:

“É o envolvimento de pessoas e processos que,


em conjunto, levam a transformação de idéias em
oportunidades.
Enfatiza assim de forma mais geral o real objetivo
do empreendedorismo, que é gerar
OPORTUNIDADES.”
“CASAMENTO ENTRE A OPORTUNIDADE E
O OPORTUNISTA QUE PRETENDE
APROVEITÁ-LA”
EMPREENDEDORISMO

Origem e história:
EMPREENDEDORISMO

Para que o empreendedorismo


ocorra nas organizações há a
necessidade de se ter pessoas que
o façam acontecer, ou seja os
empreendedores.
O EMPREENDEDOR

É alguém que:

Sabe onde, quando e como chegar na


busca da sua realização pessoal e de
seus sonhos.

“Alguém que sonha e busca transformar


seu sonho em realidade”. Dolabela
(2003)
O EMPREENDEDOR

Não fica esperando que os outros (o governo,


o empregador, o parente, o padrinho)
venham resolver seus problemas.

O empreendedor é uma pessoa que


gosta de começar coisas novas,
motivado pela auto-realização e
pelo desejo de assumir
responsabilidades e ser independente.

A iniciativa é a capacidade de agir, arregaçar as mangas e


partir para a solução.
O EMPREENDEDOR

Mas... o Empreendedor não é um sonhador


inconseqüente.

Sua visão de futuro faz com que ele


elabore o planejamento que permite
criar as condições necessárias à
realização dos seus projetos.

Para o Empreendedor, o novo dia que começa não é “parte


de uma rotina torturante a ser empurrado com a barriga” e
sim uma etapa a vencer, um degrau a subir
rumo à realização dos seus sonhos.
MITOS SOBRE O PERFIL DO EMPREENDEDOR
MITOS SOBRE O PERFIL DO EMPREENDEDOR

São “jogadores” que assumem riscos altíssimos

Realidade:

ƒ Tomam riscos calculados;


ƒ Evitam riscos desnecessários;
ƒ Compartilham o risco com outros;
ƒDividem o risco em “partes menores”.
MITOS SOBRE O PERFIL DO EMPREENDEDOR
São natos, nascem para o sucesso.
Realidade:
ƒ
O contato família, escola, amigos, trabalho, sociedade vai:
Favorecendo o desenvolvimento de alguns talentos e
características de personalidade e bloqueando e
enfraquecendo outros.
Isso acontece ao longo da vida pelas diversas circunstâncias
enfrentadas.

O empreendedor é um ser social, é fruto da relação entre os


talentos e características individuais e o meio em que vive.
MITOS SOBRE O PERFIL DO EMPREENDEDOR

São “lobos solitários” e não conseguem


trabalhar em equipe

Realidade:

ƒ São ótimos líderes;


ƒ Criam equipes;
ƒ Desenvolvem excelente relacionamento no trabalho com
colegas, parceiros, clientes, fornecedores e muitos outros.
O PERFIL DO EMPREENDEDOR

O sucesso de um negócio exige que o fundador equilibre


três papéis:

Empreendedor, Administrador e Técnico:


O empreendedor vê oportunidades,
é criativo e sempre imagina o futuro.

O administrador é pragmático,
organiza e planeja ações.

O técnico é o executor.
O PERFIL DO EMPREENDEDOR
01 – Curioso:
Descobrindo e transformando
oportunidades em produtos
ou negócios inovadores.

02 - Persistente nas metas e


flexível nas estratégias:

As estratégias mudam com


as circunstâncias.
Persistência e não teimosia.
PERFIL DO EMPREENDEDOR

03 – Calcula os riscos –

O empreendedor não está em busca


de aventuras e sim de resultados.

04 – Persegue a eficiência –

Exceder padrões de qualidade


com menores custos: este é o desafio.
PERFIL DO EMPREENDEDOR

05 – Compromete-se com seus projetos -

Dedicação e responsabilidade não


são sacrifícios, mas investimentos.

06 – Estuda o mercado -

Necessidades dos clientes, competência dos


concorrentes e condições dos fornecedores.
PERFIL DO EMPREENDEDOR

07 – Desenvolve espírito de liderança -

Forma redes de contatos.


Desperta e conquiste corações e mentes !

08 – Acredita em si mesmo -

Errar faz parte da natureza de qualquer


ser humano.
Faz dos erros uma oportunidade para se tornar
melhor.
PERFIL DO EMPREENDEDOR

09 – Estabelece metas –

Desafios de curto, médio e longo


prazo são o foco

10 – Faz um plano de negócios –

Planejar é projetar hoje aonde se


quer chegar no futuro, enxergando
o caminho a ser percorrido e seus obstáculos.
A
L
M
A
)
Abertura
ToLerância
Motivação
CuriosidAde
AS VANTAGENS DE SER UM FUNCIONÁRIO E
DE SER EMPREENDEDOR

EMPREGADO EMPREENDEDOR

- não corre risco financeiro -você é o empreendedor da própria


-tem seu salário mensal atividade, é o dono da bola.
-decisões estratégicas são tomadas - você não precisa seguir ordens
pelos dirigentes da empresa alheias
-tem férias garantidas -você faz o que acha que deve ser
- benefícios sociais pagos pela feito, ou seja, escolhe os caminhos
empresa -você toma as decisões estratégicas
- você pode aspirar a uma carreira -você pode ter um progresso
dentro da organização financeiro maior (ou menor)
-participação nos lucros e - você constrói algo totalmente seu
resultados - você satisfaz seu espírito
- você não precisa quebrar a cabeça empreendedor.
com soluções de problemas
NOVO NEGÓCIO OU COMPRAR UM NEGÓCIO
JÁ EXISTENTE ?

PRÓS CONTRAS

- Um negócio bem-sucedido -Você pode herdar deficiências


aumenta a chance de sucesso. O provocadas pelo dono anterior.
local já foi escolhido e utilizado
-A imagem do negócio já foi
-Se o negócio é lucrativo, você estabelecida, se for uma imagem
lucrará mais cedo. fraca, será difícil mudar.

- A clientela já existe. -A clientela pode não ser boa.

- O equipamento necessário já está -O equipamento pode estar


pronto. deteriorado.
- Os funcionários têm experiência - Os funcionários podem não ser os
no negócio. melhores.
- O estoque já está disponível e não - O estoque pode não ser adequado
precisa ser adquirido .
VALDIR
PIPOQUEIRO
(FILME)
TRABALHO EM SALA

Cite ações situações nas quais o Valdir exerce o empreendedorismo e


porquê ? Suas inovações ?

Defina o perfil empreendedor do Valdir ?

No seu entendimento, existem possibilidades de amplificar o


potencial empreendedor de Valdir ? Como ?

Aponte 2 condições de mercado favoráveis e 2 adversas para o


crescimento da Pipoca do Valdir ?

Quais lições podemos aprender com o vídeo e aplicar na nossa vida ?


Reflexão:

Nem todos que tentaram conseguiram,


mas todos que conseguiram tentaram.
WWW.PIPOCADOVALDIR.COM.BR
PROMOÇÕES
O QUE É UM NEGÓCIO ?
 Negócio é um esforço organizado por determinadas
pessoas para produzir BENS e SERVIÇOS, a fim de
vendê-los em um determinado mercado e alcançar
recompensa financeira pelo seu esforço.

 Todo negócio envolve algum PRODUTO/SERVIÇO e,


também algum fornecedor e algum cliente, uma
cadeia de entradas, processos de saída, alguma
produção e algum mercado, uma forma de satisfazer
alguma necessidade do cliente ou responder alguma
oportunidade de mercado.
EX: PRODUTOS/SERVIÇOS
BENS DE PRODUÇÃO
Máquinas industriais,
matérias-primas,
PRODUTOS semi-acabados, componentes
BENS

BENS DE CONSUMO
PRODUÇÃO E Produtos alimentícios,
COMERCIALIZAÇÃO
artesanato, eletrodomésticos,
roupas, móveis, livros,
produtos de beleza etc.

Bancos, escolas, oficinas,


SERVIÇOS Clínicas em geral,
consultorias etc.
OBJETIVOS DAS EMPRESAS

-Produção ou
DIRETOS comercialização de bens
-Prestação de serviços
-Atividades comunitárias

OBJETIVOS
EMPRESARIAIS

- Lucro
-Satisfação de
INDIRETOS necessidades dos clientes
- Finalidades sociais
- Responsabilidade social
e comunitária.
TAMANHO DAS EMPRESAS

CLASSIFICAÇÃO INDÚSTRIA COMÉRCIO E


(PORTE) SERVIÇOS

INDÚSTRIA COMÉRCIO E
SERVIÇOS

PEQUENA EMPRESA 20 A 99 10 A 49

MÉDIA EMPRESA 100 A 499 50 A 99

GRANDE EMPRESA 500 OU MAIS 100 OU MAIS


OVALOR DA EMPRESA
 TERRAS
 INTALAÇÕES

 EQUIPAMENTOS

 TECNOLOGIA

 INFORMAÇÕES

 CONHECIMENTO

(CAPITAL HUMANO)
OS 8 SETORES PRINCIPAIS DAS EMPRESAS:

Comércio Atacadista – empresas atacadistas de


medicamentos, comércio atacadista de alimentos,
materiais de escritório, etc.
Construção – contratantes de edificações, engenharia
de construção, serviços da manutenção de edifícios,
etc.
Comércio Varejista – lojas em geral, restaurantes,
pizzarias, postos de gasolina, etc.
Serviços – agências de viagem, salão de beleza,
barbearias, entregas rápidas, etc.
OS 8 SETORES PRINCIPAIS DAS EMPRESAS:

Finanças, Seguros e Imobiliárias – agências de seguros,


empresas corretoras de imóveis, etc.
Mineração – empresas de areia e cascalho, minas, etc.
Transporte e Utilidades Públicos – empresas de táxi,
estações locais de rádio e TV, etc.
Manufatura – padarias, oficinas de automóveis, oficinas
de bicicletas e motos, etc.
DEFININDO:

MISSÃO DO NEGÓCIO.

VISÃO DO FUTURO.
“ TODO NEGÓCIO DEVE TER UMA MISSÃO
PARA CUMPRIR. DEVE TER UMA VISÃO DO
FUTURO QUE O NORTEIA. DEVE DEFINIR
VALORES QUE PRETENDE CONSGRAR.
TUDO ISSO PRECISA SER MUITO CLARO
PARA TODOS QUE TODOS OS PARCEIROS
SAIBAM EXATAMENTE O QUE FAZER,
COMO, QUANDO E ONDE”
MISSÃO
MISSÃO SIGNIFICA A RAZÃO DE SER DO
PRÓPRIO NEGÓCIO. POR QUE ELE FOI
CRIADO. PARA QUE ELE EXISTE.

A MISSÃO DA EMPRESA ESTÁ VOLTADA


PARA A DEFINIÇÃO DO NEGÓCIO E DO
CLIENTE, A FIM DE SABER O QUE
FAZER(PRODUTOS E SERVIÇOS), COMO
FAZER (TECNOLOGIA A SER UTILIZADA) E
PARA QUEM FAZER (MERCADO)
TECNOLOGIA
(COMO FAZER)

QUAL É O
NEGÓCIO
DA EMPRESA ?
MISSÃO PRODUTOS E
DA EMPRESA SERVIÇOS
(O QUE FAZER)
QUAL É O
CLIENTE
E O QUE TEM
VALOR
PARA ELE ? MERCADO
(PARA QUEM
FAZER)
MISSÃO

Servir alimentos de qualidade com


rapidez e simpatia, em um ambiente
limpo e agradável

Assegurar que as pessoas do mundo


todo cresçam, vivam bem e sejam
providas diariamente com alimentos
cada vez melhores, de diversos
sabores, visando uma saúde melhor.
Divertir e alegrar
as pessoas

Desenvolver pessoas e organizações


para o mundo do trabalho por
Meio de ações educacionais.
VISÃO
“ A VISÃO ESTÁ FOCADA NO FUTURO E NO
DESTINO. A VISÃO É A IMAGEM QUE O
EMPREENDEDOR TEM A RESPEITO DO
FUTURO DO SEU NEGÓCIO. É O QUE ELE
PRETENDE QUE O NEGÓCIO SEJA DENTRO
DE UM CERTO HORIZONTE DE TEMPO.”
VISÃO

NOSSO PERFÍL O QUE O QUE


HOJE QUEREMOS PARA QUEREMOS PARA
O PRÓXIMO ANO DAQUI A 5 ANOS
Uma empresa que Ser uma das Ser a melhor revista
publica revistas de melhores revistas de de moda feminina do
moda feminina moda feminina do país
país
Nossa circulação Uma circulação Alcançar uma
mensal é de 50.000 mensal de 70.000 circulação mensal de
exemplares exemplares 100.000 exemplares
Temos 30.000 Alcançar 50.000 Chegar a 90.000
assinantes assinantes assinantes
cadastrados cadastrados cadastrados
PARA QUE SERVE A VISÃO DO NEGÓCIO
 INCREMENTA A PARCERIA ENTRE A EMPRESA E
O EMPREGADO NA CONSTRUÇÃO DO FUTURO

 PROMOVE CONTINUAMENTE A INOVAÇÃO

 LEVANTA UMA BANDEIRA DE INICIATIVA E


RESPONSABILIDADE

 FUNCIONA COMO UMA BÚSSOLA PARA A EQUIPE

 TIRA A EMPRESA DA ZONA DE CONFORTO E


PROMOVE A MUDANÇA

 MOTIVA E INSPERA A EQUIPE


ALGUNS EMPREENDEDORES FAMOSOS:
Steve Jobs

 CEO da Apple
Beto Carrero

Beto Carrero
World
Sílvio Santos

Rede SBT
Walt Disney

Disney World
Samuel Klein

Casas Bahia
Há pelo menos quatro motivos para o empreendedorismo:

 – Há empreendedorismo por necessidade. É quando as pessoas


não têm liberdade, entendida como capacidades mínimas
de inserção na economia, e passam a viver em condições
pré-capitalistas, praticando atividades de subsistência.

 – Há empreendedorismo por vocação. É quando há liberdade


de acesso às oportunidades do mercado. Quer dizer, é quando o
acesso a oportunidades desenvolve o instinto empreendedor das
pessoas, ou seja, a especialidade em saber identificar
possibilidades e calcular os riscos do negócio.
 – Há o empreendedorismo inercial. É quando o
ambiente institucional é frágil e as empresas
prosperam com base nas relações interpessoais de
seus dirigentes. São, em geral, os negócios que
passam de pai para filho independentemente de
capacidade empresarial.

– Finalmente, há o empreendedorismo pelo


conhecimento.
Esta é a forma de empreender do futuro porque
somente o conhecimento une o espírito empreendedor
à alma do negócio do ambiente empresarial.
Acelerar as inovações dentro de grandes

empresas, através do uso melhor dos seus

talentos empreendedores. Trata-se, de um

método que tem como objetivo a criação de

empreendedores dentro da empresa.


Uma característica marcante no
cenário dos negócios deste início de
século tem sido a competitividade, que
se mostra bem mais acentuada
em relação ao século anterior. Novos
concorrentes, que surgem a todo
momento no país e no exterior, estão
rapidamente demonstrando que
nossas grandes empresas devem se
preparar para a renovação, ou estarão
perdendo competitividade.
O intra-empreendedorismo ganha força
nesse cenário, uma vez que, essencialmente, a empresa
valoriza o espírito
empreendedor, estimulando as pessoas a concretizarem
suas idéias,
através do patrocínio e liberdade de ação para agir.
Trata-se de um método eficiente, porque libera o gênio
criativo dos empregados, que são justamente as pessoas
que melhor conhecem a organização.
O intra-empreendedor é o indivíduo que, ao invés
de tomar a iniciativa de abrir o seu próprio
negócio, toma a iniciativa de criar, inovar e
buscar novas oportunidades e negócios para
organização na qual trabalha.
É o empreendedor dentro da própria empresa, que
tem a habilidade de manter naturalmente a
inovação sistemática no negócio, diferenciando-o
e mantendo-o competitivo no mercado.

VALORIZAR AS IDÉIAS DOS FUNCIONÁRIOS


TRABALHO EM SALA

1 – Descreva o perfil dos 4 personagens (Sniff e Scurry / Hem e


Haw)

2 - Todos nós trabalhamos e vivemos em tempos de mudança, e


por isso estão sempre mexendo no nosso “Queijo”. O que
podemos fazer para não sermos surpreendidos?

3 – Qual era a diferença dos métodos de pesquisa utilizados pelos


Ratinhos e os Duendes ?

4 – O Que levou os duendes a começarem acordar cada vez mais


tarde ?

5 – Por quê era tão difícil para HEM e HAW mudar ?

6 – Quais lições tiramos do vídeo ? Como podemos usar isso na


nossa vida ?
PARA ESTIMULAR OU RESGATAR O
ESPÍRITO EMPREENDEDOR NA EMPRESA,
 – A participação na gestão: ou seja, os empregados com
espírito
empreendedor têm maiores chances reais de subir na
organização,
podendo atingir rapidamente os diversos níveis de gestão.
 – A participação no capital da empresa: à medida que
a empresa progride, a partir das idéias e ações propostas
pelos
intra-empreendedores, estes são convidados a participarem do
capital da empresa, tornando-se sócios do empreendimento.
 – A participação nos lucros ou resultados da empresa:
a empresa destina parte de seus lucros como prêmio aos
intra-empreendedores
que apresentaram idéias mais criativas, inovadoras
e que, uma vez implementadas, geraram evidentes sinais
de progresso para a organização.
Como obter o máximo de seu novo negócio:

Excelência: Você precisa se considerar seu próprio concorrente procurar


se superar a cada dia. Essa é a única maneira de você desafiar a
competição no mercado.

Cooperação: Ninguém está isolado do mundo. Você precisa desenvolver


parcerias estratégicas e juntar esforços com outras empresas do ramo para
reduzir custos operacionais e complementar talentos e competências.

Apoio da família e dos amigos: Você pode (e deve) envolver família e os


amigos no negócio para ajudá-lo a buscar soluções.

Criatividade e inovação: Seja um eterno questionador daquilo que faz. Nunca


Considere o que produz perfeito e acabado. Pense sempre em melhorar, criar
e inovar continuamente.

Soluções novas: ofereça sempre novos produtos/serviços ou um atendimento


diferenciado ao cliente.

Fonte: Guia PEGN


Foco no cliente: Conheça e ouça o cliente e esteja sempre disponível para
ajudá-lo a resolver os seus problemas e necessidades.

Visibilidade: Faça com que o empreendimento seja visível ao público-alvo


e invista em divulgação e propaganda.

Capacitação e conhecimento: Você deve investir pesadamente no aprendizado


contínuo e no desenvolvimento de conhecimentos e competências dos parceiros.

Autonomia: Busque sempre alternativas próprias e nunca espere que o governo


venha a solucionar os problemas de sua empresa. Aja com independência de
ação.

Divertimento: Faça do trabalho um hobby, um divertimento, tanto para você


como para todos dos funcionários e clientes. Crie um ambiente de trabalho
agradável e harmonioso. A alegria ajuda e anima o negócio.
Habilidade de comunicação

Capacidade de aproveitar oportunidades –


Conhecimento técnico do projeto e da
Organização.

Visão global

Ações inovadoras
Foco nos Resultados

Inovação constante

Auto-realização

Motivação para novas oportunidades


Resultados – foco nas metas, e os resultados

Tomada de Decisão

Visionário –
Liderança

Princípios Éticos e
Morais
ESTILOS DE LIDERANÇA

 COERCITIVO – Exige acatamento imediato


“Façam o que eu digo”

 DETERMINADO – Mobiliza as pessoas para uma


visão “Venham comigo”

 AGREGADOR – Cria harmonia e estabelece laços


emocionais “As pessoas em 1 lugar”
ESTILOS DE LIDERANÇA

 DEMOCRÁTICO – Estabelece consenso mediante


a participação “O que você pensa ?”

 ENGAJADOR – Fixa Padrões elevados de


desempenho “Façam como eu, agora”

 CONSELHEIRO – Desenvolve pessoas para o


futuro “Experimente isso.”
ATITUDES BÁSICAS PARA SEREM ADOTADAS
PELO GESTOR/COORDENADOR OU LÍDER DE UM
GRUPO.

 1 – RESPEITAR TODOS MEMBROS DO


GRUPO.
 2 – DISTRIBUIR TRABALHO PARA TODOS OS
MEMBROS DO GRUPO.
 3 – DAR O EXEMPLO, TRABALHANDO E
TENDO RESPONSABILIDADES, SEM
CRITICAR OS OUTROS.
 4 - EVITAR CRITICAR ALGUÉM DO GRUPO
EM PÚBLICO.
 5 – RESPEITAR OS GOSTOS DOS MEMBROS
DO GRUPO, DISTRIBUINDO AS TAREFAS DE
ACORDO COM A PREFERÊNCIA E A
COMPETÊNCIA DE CADA UM.
 6 – NÃO CARREGAR O GRUPO NAS COSTAS,
FAZENDO O SERVIÇO DOS OUTROS.
 7 – DECIDIR COISAS IMPORTANTES SÓ
DEPOIS DE CONSULTAR OS MEMBROS DO
GRUPO.
 8 – SABER DECIDIR E TER A ÚLTIMA
PALAVRA, QUANDO E SE NECESSÁRIO.
 9 – DAR A CONHECER AS SUAS DECISÕES.

 10 – ACOMPANHAR E FAZER CUMPRIR AS


DECISÕES TOMADAS E AS ORDENS DADAS.
COMO ESCOLHER UM NEGÓCIO
ADEQUADO ? RELFETIR SOBRE:
 QUAL É O VOLUME DE CAPITAL QUE VOCÊ
PREDENDE INVESTIR ?

 QUAL É O RETORNO QUE PENSA EM OBTER?

 QUAIS SÃO SUAS ESPERIÊNCIAS


PROFISSIONAIS?

 QUAIS SÃO SEUS OBJETIVOS?


QUAIS SÃO SUAS ATITUDES E
OPINIÕES A RESPEITO DE NEGÓCIOS ?

QUAIS SÃO SUAS CARACTERÍSTICAS


DE PERSONALIDADE ?

QUANTO TEMPO VOCÊ PODE FICAR


SEM UM SALÁRIO MENSAL ?
“COMO
PULAR O MURO
DA INCERTEZA E
TORNA-SE UM
EMPREENDOR”

O PRIMEIRO PASSO É....


DEFINIÇÃO DE CLIENTE
Quem é o cliente?

O cliente é a pessoa mais importante em qualquer tipo de negócio.


O cliente não depende de nós. Nós que dependemos dele.
O cliente não interrompe nosso trabalho. Ele é o propósito do nosso
trabalho.
O cliente é uma parte essencial do nosso negócio, não uma parte
descartável.
O cliente não significa dinheiro na caixa registradora. É um ser
humano com sentimentos, que precisa ser tratado com todo respeito.
O cliente merece toda atenção e cortesia possíveis.
Ele é o sangue de qualquer negócio.
É ele quem paga o seu salário.
Sem o cliente você fecharia as suas portas.
Nunca se esqueça disso
POR QUE SE PERDE UM CLIENTE?

 1% por falecimento
 5% por mudanças de endereço

 7% por amizades comerciais

 8% por maiores vantagens em outros hotéis

 14% por reclamações não atendidas

 65% por MAU ATENDIMENTO do pessoal em


serviço
ALGUMAS CONSTATAÇÕES
 Em 68% dos caso de perda de um cliente, a razão
principal é a má qualidade no atendimento;
 Custa seis vezes mais caro conquistar um novo
cliente do que manter um cliente já existente;
 96% dos clientes não informam que estão
descontentes;
 75% dos clientes descontentes não retornam mais

 Apenas 4% dos clientes reclamam de mau


atendimento.
CLIENTES SATISFEITOS...

 Permanece fiel por mais tempo.


 Compra mais a medida que a empresa lança novos
produtos ou aperfeiçoa produtos existentes.
 Fala favoravelmente da empresa e de seus produtos

 Dá menos atenção a marcas e propaganda dos


concorrentes
 Oferece idéias sobre produtos ou serviços à empresa

 Custa menos para ser atendido do que novos clientes


(já conhece a empresa)
MORTALIDADE DAS EMPRESAS
 1 – IDENTIFICAR E AVALIAR A
OPORTUNIDADE

 2 – DESENVOLVER O PLANO DE NEGÓCIOS

 3 -DETERMINAR E CAPTAR OS RECURSOS


NECESSÁRIOS

 4 – GERENCIAR A EMPRESA CRIADA


O PROCESSO EMPREENDEDOR
1 – IDENTIFICAR E AVALIAR A
OPORTUNIDADE

Criação e abrangência da oportunidade


Valores percebidos e reais da oportunidade
Riscos e retornos da oportunidade
Oportunidade versus habilidades e metas pessoais
Situação dos competidores
O PROCESSO EMPREENDEDOR
2 – DESENVOLVER O PLANO DE NEGÓCIOS
Sumário Executivo
O Conceito do negócio
Equipe de gestão
Mercado e competidores
Marketing e vendas
Estrutura e operação
Análise estratégica
Plano financeiro
Anexos
O PROCESSO EMPREENDEDOR
3 -DETERMINAR E CAPTAR OS
RECURSOS NECESSÁRIOS

Recursos pessoais
Recursos de amigos e parentes
Bancos
Governo
Etc...
O PROCESSO EMPREENDEDOR
4 – GERENCIAR A EMPRESA CRIADA

Estilo de gestão
Fatores críticos de sucesso
Identificar problemas atuais e potenciais
Implementar um sistema de controle
Profissionalizar a gestão
Entrar em novos mercados
MAIORES ARMADILHAS NO
GERENCIAMENTO DE PEQUENAS
EMPRESAS

Falta de experiência
Falta de dinheiro
Atitudes erradas
Localização errada
Expansão inexplicada
Excesso de capital em ativos fixos
Difícil obtenção de crédito
Usar grande parte dos recursos do dono
O RITIMO DAS MUDANÇAS

Anos 60
4/5 anos

Anos 70
3 anos

Anos 80
2 anos

Anos 90
6 meses

Século XXI
QUANDO FOI LANÇADO O ÚLTIMO
CELULAR/COMPUTADOR ?
“Nós não podemos
esperar passar.
Temos que aprender
a TRABALHAR NA
CHUVA.”
NA MARCA DO PÊNALTI...
A GOL VIROU GENTE GRANDE...
 Cresceu 40% de 2003 para 2004
 Receita em 2004 de R$ 2,0 bi.

 Lucro em 2004 de R$ 384,7 milhões

 Lucro 119% superior ao ano anterior

 24% de participação no mercado


SEGREDO: UMA NOVA IDÉIA
 Avião parado é prejuízo
 Frota totalmente padronizada

 Boeing 737-700 com 144 lugares

 O avião da VARIG tem 132, a cada 11 decolagens


a GOL voa um VARIG a mais
 O espaço a mais vem de um novo arranjo interno
onde se retirou o equipamento para armazenar e
aquecer refeições.
 A eliminação deste equipamento pesado, reduz o
consumo de combustível
 Passagens vendidas pela internet
TRABALHO INDIVUDUAL

EMPREENDER

O Que ?

Como ?

Quando ?
PLANEJAR NÃO É TÃO SIMPLES...

EMPRESA
O QUE É O PLANO DE NEGÓCIOS
É um documento usado para descrever
um empreendimento e o modelo de
negócios que sustenta a empresa.
Sua elaboração envolve um processo
de aprendizagem e autoconhecimento ,
e, ainda, permite ao empreendedor
situar-se no seu ambiente de negócios.
O QUE É O PLANO DE NEGÓCIOS
O Plano de Negócio é uma ferramenta dinâmica, que
deve ser atualizada constantemente, pois o ato de
planejar é dinâmico e corresponde a um processo cíclico.
AS EMPRESAS QUE PLANEJAM...

 Tem melhor desempenho, do que as que não


planejam.

 São mais previsíveis dos que as que não


planejam.

 Podem superar suas metas mais freqüentemente


do que as que não planejam.
As 4 bases para a hora da largada...

EQUIPE
Parceiros treinados
Parceiros satisfeitos
Parceiros competentes
Confiabilidade

PRODUÇÃO MARKETING FINANÇAS


Produzir bens Promover Receber contas
Produzir serviços Vender Pagar contas
Qualidade Encantar o cliente Gerir o caixa
Produtividade Reter o cliente Obter lucro
O QUE É O PLANO DE NEGÓCIOS

1 – EM QUE NEGÓCIO VOCÊ ESTÁ ?

2 – O QUE VOCÊ (REALMENTE) VENDE ?

3 – QUAL É O SEU MERCADO-ALVO ? E COMO


CONQUISTÁ-LO ?
POR QUE VOCÊ DEVERIA ESCREVER UM
PLANO DE NEGÓCIOS ?

ENTENDER E ESTABELECER DIRETRIZES PARA


O SEU NEGÓCIO

GERENCIAR DE FORMA MAIS EFICAZ A


EMPRESA E TOMAR DECISÕES ACERTADAS

MONITORAR O DIA-A-DIA DA EMPRESA E


TOMAR ACÕES CORRETIVAS
POR QUE VOCÊ DEVERIA ESCREVER UM
PLANO DE NEGÓCIOS ?

CONSEGUIR FINANCIAMENTOS E
RECURSOS JUNTO A BANCOS, GOVERNO,
SEBRAE, INVESTIDORES, CAPITALISTAS
DE RISCO ETC.

IDENTIFICAR OPORTUNIDADES E TRANSFOR-


MÁ-LAS EM DIFERENCIAL COMPETITIVO PARA
SUA EMPRESA
POR QUE VOCÊ DEVERIA ESCREVER UM
PLANO DE NEGÓCIOS ?

ESTABELECER UMA COMUNICAÇÃO


INTERNA EFICAZ NA EMPRESA E
CONVENCER O PÚBLICO EXTERNO
(FORNECEDORES, PARCEIROS, CLIENTES,
BANCOS, INVESTIDORES, ASSOIAÇÕES ETC.)
TESTE SEU NÍVEL DE EMPREENDEDORISMO
http://vocesa.abril.com.br/testes/carreira/Qual-e-seu-
grau-empreendedor.shtml
Provérbio chinês:

“Há três coisas que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a


palavra pronunciada e a oportunidade perdida” .