Você está na página 1de 24

Viagens

para mãos-de-vaca

1
março/abril
2010
ano I

ficina

Nova York
Viagens
Edição
Denise Nappi
Henry Alfred Bugalho

Capa e Diagramação:
para mãos-de-vaca Henry Alfred Bugalho

Textos de

Sumário
Giselle Iokilevitc
Henry Alfred Bugalho
Patrícia Pereira Longhi
Renata Kelly

CAPA Imagem da capa:


Henry Alfred Bugalho
Empire State X Top of the Rock 4
Henry Alfred Bugalho www.maosdevaca.com

MINHA CIDADE Obra Licenciada pela Atribui-


Rio de Janeiro 8 ção-Uso Não-Comercial-Vedada
Patrícia Pereira Longhi a Criação de Obras Derivadas 2.5
Brasil Creative Commons.
Giselle Iokilevitc
Todas as imagens publicadas
são de autoria dos próprios cola-
MICO DE VIAGEM boradores ou de domínio público,.

A Convidada Especial 10 Os textos publicados são de


domínio público, com consenso ou
Giselle Iokilevitc autorização prévia dos autores,
sob licença Creative Commons, ou
se enquadram na doutrina de “fair
DICA DO LEITOR use” da Lei de Copyright dos EUA
Renata Kelly 12 (§107-112).
As idéias expressas são de in-
teira ­responsabilidade de seus au-
RELATO DE VIAGEM tores.
Desbravando Nova York 14
Patrícia Pereira Longhi

GALERIA DE FOTOS
Henry Alfred Bugalho 22

Como faço para contribuir? 24


Esta Revista
quem faz é você!
“É possível publicar uma revista de turis- Henry Alfred Bugalho e Denise Nappi
mo com dicas de viajantes comuns, como eu
e você?”, esta foi a pergunta que eu e Denise
nos fizemos.
Com a minha experiência de dois anos
editando uma revista literária digital, a Re-
vista SAMIZDAT (www.revistasamizdat,com),
elaboramos o modelo da Revista Viagens
para Mãos-de-Vaca, numa iniciativa única
da Web 2.0 no Brasil.
Na Revista Viagens para Mãos-de-Vaca,
é o leitor que fala para o leitor. Distribuída
gratuitamente pela internet, esta publicação
apresenta o turismo econômico como ele
realmente é: uma experiência singular, vi-
vida por pessoas reais e que tem muito a
contar.
É por isto que sua participação é funda-
mental, narrando aquela grande aventura
que você fez, os segredos da cidade na qual
você mora, os micos que você passou, foto-
grafias de viagens inesquecíveis, ou histórias
curiosas por onde você esteve.
Mas lembre-se: conte também das gran-
des barbadas que você descobriu pelo mun-
do, os restaurantes bons e baratos, as lojas
com descontos, e os passeios imperdíveis
que você fez com pouco dinheiro.
Mande a sua colaboração, de preferência
Foto: Henry Bugalho
com fotos, para o e-mail

contato_mdv@hotmail.com

A sua participação é fundamental para as


edições futuras.
Muito obrigado pela colaboração e pela
leitura.

www.maosdevaca.com 3
CAPA
Empire State Building X
Rockfeller Center

Empire
States X Top of
the Rock
Foto: Henry Bugalho

4 Viagens para Mãos-de-Vaca


Um dos maiores dilemas de quem vem a Nova York é:
Ver o panorama da cidade de sobre o Empire State Building
ou desde o Top of the Rock (no Rockfeller Center).
Cada um dos arranha-céus possui seu charme, sua história
e seus fãs. Passemos em revista os dois e daremos nosso
pitaco neste debate.
Henry Alfred Bugalho.

Empire State Building


Este edifício se tornou um avistado de quase toda a cida-
dos maiores símbolos de Nova de.
York, primeiro porque foi, por Justamente por causa desta
vários anos, o prédio mais fama, visitar o observatório no
alto do mundo; depois, por topo do Empire State é uma
causa do macacão King Kong briga de faca. Nos dias boni-
que, através do cinema, levou tos de verão, a fila dá a volta
a imagem do Empire State ao no quarteirão (que não é pou-
redor do globo. ca coisa) e o tempo de espera
O Empire State é um ícone pode ser de horas.
das épocas áureas dos EUA, da As filas são intermináveis:
opulência econômica (e da cri- primeiro para comprar o in-
se também, já que muita gente gresso, depois para passar no
se suicidou, jogando-se de seu detector de metais, para pegar
topo, durante o crash da bolsa o elevador, depois, para trocar
de 1929) e da grandeza desta de elevador e para subir no
nação. terraço.
Além disto, após os aten- Se no verão já é complicado,
tados contra o World Trade no inverno há o frio cortante
Center, o Empire State Building e, se já é frio na superfície, no
recuperou seu status de edifí- topo do prédio mais alto de
cio mais alto de Nova York, e Nova York você pode ter cer-
é uma presença constante na teza que é de chorar.
paisagem urbana, podendo ser

Como evitar as filas?


Uma maneira para evitar (parte) da fila para subir no Empire
State é comprando o ingresso antecipadamente pela internet,
isto evita boas horas de espera na bilheteria e você poderá
pular direto para a revista. Isto não evita as outras filas dos
elevadores.

Quanto custam os ingressos?


U$ 18.45 - adultos
U$ 12.92 - crianças
Foto: Henry Bugalho

U$ 16,61 - idosos

Site oficial do Empire State


http://www.esbnyc.com/
Quinta Avenida com a rua 34.

www.maosdevaca.com 5
Top of the Rock (Rockfeller Center)
O Rockfeller Center não tem a mesma no-
toriedade do seu concorrente, mas é o local Quanto custam os ingressos?
onde se ergue, no Natal, a árvore natalina mais
concorrida. É onde ocorre também o show das É um pouco mais caro para subir no Top of
rockettes, no Radio City Music Hall, além de the Rock, no entanto, existem vários cupons
abrigar estúdios da emissora NBC. de desconto, em hotéis, na Grand Central e
Por outro lado, o observário Top of the Rock provavelmente no google, que acaba deixando
dá de 10 em comparação ao do Empire State o preço igual ou inferior ao do Empire State.
Building. Primeiro, porque as filas são bem me-
nores e mais rápidas, depois porque se pega um
único elevador até o topo do prédio e, por fim, U$ 21,00 - adultos
porque além do terraço aberto, há um lounge U$ 14,00 - crianças
coberto, de onde também é possível se ver a ci-
U$ 19,00 - idosos
dade - o que é excelente em climas extremos.
Como se não bastasse, do Top of the Rock
dá para se ver parte do Central Park e, o mais Site oficial do Top of the Rock
importante, dá para ver também o Empire State http://www.topoftherocknyc.com/welcome/
Building. Neste quesito, é imbatível. default.aspx
Entrada pela rua 50, entre Quinta e Sexta Ave-
nidas.

6 Viagens para Mãos-de-Vaca


Foto: Henry Bugalho
Outras alternativas

- Poxa vida, mas é caro! - você diz, e realmente não é nada bara-
to. Contudo, é possível ver o panorama de Manhattan de vários
pontos da cidade, sem pagar um tostão (ou só um tostãozinho).
Seguem alguns exemplos:
- Barcos em Downtown
Seja no Ferry para Staten Island, seja no Water Taxi gratuito do
IKEA Brooklyn, é possível ver a parte sul da ilha de Manhattan,
com os arranha-céus de Downtown rasgando o céu.
- Ponte do Brooklyn
Há uma bela vista da cidade quando se chega na metade da
ponte.
- South Seaport - Pier 17
Nas varandas do shopping center em South Seaport, há uma
bela visão das pontes do lado leste da cidade e de parte de Do-
wntown.
- Bondinho para Roosevelt Island
Foto: Denise Nappi

Há uma visão interessante, tanto durante o trajeto quanto de


Roosevelt Island, do lado leste de Manhattan.
- Terraço do Metropolitan Museum
O terraço deste museum sempre abriga exposições de arte, mas, Oposta:No topo do Rockfeller.
além disto, há uma linda vista do Central Park e dos prédios Acima:Vista de South Seaport.
que o contornam.
Abaixo: Vista do terraço do Me-
- Terraços de hotéis tropolitan Museum.
Há uma chance de o seu hotel ter um terraço aberto para visita-
ção. Se for numa das áreas centrais de Manhattan, talvez tenha
uma boa vista da cidade.
- Casas de conhecidos, ou amigos
Esta é de longe a maneira mais barata (para você, pois o amigo
provavelmente paga caro para ter uma vista panorâmica de NY)
de se ver a cidade. Alguns apartamentos luxuosos tem janelas do
teto ao chão, ou terraços onde os moradores podem confraterni-
zar e fazer um churrasquinho.
- Queens e New Jersey
No Queens, há alguns pontos com boa vista Manhattan. O mes-
mo vale para New Jersey. Mas esta é geralmente uma opção fora
das rotas turísticas.

Conclusão

Se você não quiser pagar para ver o panorama de Manhattan,


há várias opções gratuitas, mesmo que não sejam tão impressio-
nantes quanto estar no topo do prédio mais alto do mundo.
Por outro lado, se você fizer questão de ir a algum dos observa-
tórios, vá no Top of the Rock, não tem erro! Mas não se esqueça
de seu cupom de desconto.

Foto: Henry Bugalho

www.maosdevaca.com 7
MINHA CIDADE

Rio de
Janeiro

8 Viagens para Mãos-de-Vaca


Padaria: Confeitaria Colombo
Passeio: Caminhar na Lagoa Rodrigo de Freitas
/Jardim Botânico
Praia: Leblon. As praias do Rio são lindas. Eu
adoro apreciar sua beleza, porém não gosto
muito de me banhar nelas, prefiro as da cidade
de Niterói (Itacoatiara e Camboinhas).
Ponto turistico: Pão de Açúcar e Corcovado
Restaurante: Doce Delícia e Gula Gula.

Patrícia Pereira Longhi

Foto: Lima Andruška


Padaria: a Padaria Ipanema, - Barrashopping (é o maior Mas como delivery, eu fico com
que fica logo ali na esquina da shopping da América Latina, a Pizzaria Master, que fica em
Praça N.S. da Paz. É a melhor, segundo eu li um dia) Copacabana mesmo, e que traz
sem sombra de dúvida! - Shopping Rio Sul, Botafogo tudo rapidinho e muito sabo-
Sanduíches: Cervantes, na Av. Praia Shop (terraço panora- roso. Não cobra entrega (coisa
Prado Junior, em Copacabana. mico e cinemas), Rio Design RARA) e ainda lhe dá um refri
E ainda tem a vantagem de fi- Barra, Downtown -Barra (apro- de 2 litros "digratis" na compra
car aberto até de manhã! veite pra ir ao Hard Rock, que de uma pizza gigante (que é a
fica lá) mais famosa de lá porque é
Passeio: o passeio em volta GIGANTE mesmo....).
da Lagoa Rodrigo de Freitas, Passeios imperdiveis: Jardim
num final de tarde é inigua- Botânico, com orquidário, Par-
lável. Mas como atrativo, eu que Laje (não tenho certeza Ah, uma ótima dica bem mão-
ficaria também com o pas- se está ainda em bom estado, de-vaca para restaurantes co-
seio de trenzinho que leva ao teria que verificar a manuten- brados "por quilo": Restauran-
Corcovado, a nossa "maravilha ção), orla da praia e da Lagoa te FAENZA, em Copacabana.
do mundo". Ponto obrigatório R.Freitas Comida excelente, preços ami-
para todo turista. Centros Culturais: CCBB gos e a variedade é enorme (até
Ponto turístico: além do Cor- (centro), Centro Cultural da pratos com camarão, churras-
covado e do clássico passeio Justiça, circuito da praça XV co e comida japonesa, tem la.
ao Pão de Açúcar, eu indicaria de Novembro, cercanias do Tortas ótimas também!)
um passeio à Floresta da Tiju- MAM (Museu de Arte Moder- Segundo a minha filha caçu-
ca, e, é claro, ver o pôr-do-sol na, muito bom também), Bi- la, que ADORA pastéis, e vive
no Leblon... blioteca Nacional, Cinelândia comendo fora, a melhor paste-
Outros passeios clássicos: (isso em final de semana) laria de todas é uma chamada
Vista Chinesa, bairro da Urca, Feiras Populares: feira Hippye PASTELLO, que tem no aero-
Aterro do Flamengo à noite (é de Ipanema, um clássico! Des- porto (GIG), e tem filiais em
lindo de se passear de carro, de a década de 70 que ela exis- outros pontos da cidade.
parece uma pintura), Copaca- te e está sempre na moda!
bana ao entardecer, Pedra da
Giselle Iokilevitc
Musica e Imagem: Modern
Gávea, Pedra do Leme (andan- Sound em Copacabana (CDs e
do pelo calçadão), Arpoador. DVDs do que tem de melhor)
Praia: Arpoador e Ipanema.
Foto: Wutzofant

Shoppings: Pizzaria: são muitas, e algu-


mas bem famosas como a Pi-
- Shopping Leblon e Fashion zzaria Guanabara, no Leblon
Mall (de grife) (só que os preços não são lá
muito mão-de-vaca...)

www.maosdevaca.com 9
MICO DE VIAGEM

A Convidada
Especial

Giselle Iokilevitc

Gente, vou relatar agora maior mico


pelo qual passei em Nova York...
Na verdade, eu acho que nem ha-
via classificado mentalmente esse
episódio como mico por ter sido
uma coisa que me fez muito bem...
Explicando melhor: em 25/3/2007,
eu estava em Nova York para ir ao
show dos 60 anos do Elton John
no Madison Square Garden. Havia
comprado o ingresso pelo site ofi-

10 Viagens para Mãos-de-Vaca


cial, e havia pago um dos lugares mais caros me olhando como se eu fosse um ET.... (deta-
do show (em Las Vegas, com um preço igual a lhe: eu exibia a bandeira do Brasil, pendurada
esse eu fiquei quase de frente ao palco). nos ombros, queria que o Elton soubesse que
Entretanto, como nunca havia ido ao Ma- havia pelo menos uma brasileira).
dison Square Gardeon, não sabia onde era E também, a toda hora que o segurança
esse lugar que comprei. Quando cheguei, fui passava fazendo "ronda", ele me olhava de um
informada que o lugar era na arquibancada modo “peculiar" (devia pensar: o que esta ma-
mesmo, mas lá em cima, ou seja, o Elton John luca está fazendo aqui? Mas em nenhum mo-
tava parecendo uma ervilha no palco, porque mento ele me pediu o tal crachá).
eu quase nao o via... Eis que de repente, não mais que de repen-
Eis que já começado o show, comecei a pro- te, vi o David Furnish, companheiro do Elton
curar se havia lugares melhores mais embaixo, John, passar do meu lado, subindo os degraus
pois ninguém poderia entrar depois de inicia- da arquibancada e se sentou 2 cadeiras acima
do o show. Caso houvesse lugar vago, eu iria da que eu estava!
"me mudar" (até porque eu tinha levado um Óbvio que eu fiquei gelada, trêmula e sem
cartão GIGANTE de aniversário para entregar saber o que fazer! Então pensei: se eu não en-
a ele, em nome dos Elton-fans aqui do RJ e de tregar este cartão para ele agora, não terei ou-
SP, e ­pretendia entregar a alguém do staff, coi- tra oportunidade melhor para fazê-lo!
sa que até tentei antes do show, mas que não
consegui. Queria então tentar durante o show E assim foi: subi os degraus também, abai-
mesmo, tarefa dificílima lá de cima). xei-me ao lado dele, que estava sentado na
primeira cadeira da fila, e falei que era do fan
De repente, lá do outro lado do MSG, avistei club do Brasil, havia ido aos EUA só por causa
2 lugares vagos, MUITO mais embaixo, quase do show do Elton John e tal...
na mesma altura do palco. Fiquei reparando
por um tempinho e me certifiquei que esta- Ele ficou emocionado, agradeceu o cartão,
vam vagos mesmo. ESTAVAM!!! disse que ia entregá-lo pessoalmente e me
cumprimentou com beijos no rosto. E ainda
Foto: Laslovarga

Resovi ir para lá, e, caso chegassem os do- disse que se o Elton John não estivesse tão
nos do lugar, eu voltaria para o meu, e tudo cansado, eu até poderia felicitá-lo pessoalmen-
bem... te, mas que naquele dia seria impossível. Eu
Como eu estava usando uma bandeira do fiquei gelada!
Brasil como "capa", assim que cheguei lá do Despedimo-nos e eu voltei pra "minha" ca-
outro lado, notei que ficavam me olhando es- deira, logo abaixo. Durante alguns minutos, eu
quisito, e os que estavam ali cochichavam uns tava meio "apoplética", tentando organizar as
com os outros. Minha emoção em ver o El- ideias.
ton John mais perto me deixou sem perceber
muitas outras coisas, inclusive que o pessoal à O pessoal continuava a reparar em mim, eu
minha volta, naquele lugar, tinha crachás pen- que não entendia nada, até porque eu entrei
durados no pescoço, ou seja, EU NÃO PERCE- naquele setor, sentei, e por nenhum momento
BI QUE ESTAVA NUMA AREA RESERVADA!!! ninguém me disse que eu não poderia estar
ali, que era área VIP e tal.
Comecei a notar algo estranho na hora que
deu um intervalo maior entre as músicas, e Só quando voltei ao Brasil, fui conversar
reparei com mais cuidado quem estava em com um brasileiro que mora em NY, e que
volta: Michael Caine atrás de mim, Robin também estava lá no show (nessa ala), é que
Williams a duas cadeiras, vários artistas que soube que era ala só para convidados, e que
eu não sabia quem eram, mas conhecia as fi- dava até direito de ter tomado "drinks" antes.
sionomias pelos filmes de TV e cinema, todos Eita Mico!

www.maosdevaca.com 11
DICA DO LEITOR

Foto: Henry Bugalho


por Renata Kelly Como eu disse, não é uma Croissant de presunto e queijo do
pechincha, mas o ambiente é Pret-a-Manger.
Leitora do blog “Nova York tão gostoso, tem uma varanda
para Mãos-de-Vaca’, Renata de vidro de onde se vê as pes- SAVING. Se a pessoa for orga-
Kelly esteve, com o marido, em soas passeando pelas ruas, que nizada, pode comprar pela in-
Nova York no mês de março e lembra Paris. Enfim, um am- ternet [COM O TAL CODIGO
voltou para o Brasil cheia de biente bem agradável que vale DE INSTANT SAVING] logo
novidades. uns trocados a mais, rsss... no começo da viagem e pedir
para entregarem na loja, pois
Ela nos enviou um e-mail em média o produto chega em
com várias descobertas dela, 48 hs.
que será reproduzido na ínte- 2) Eletrônicos:
gra. Tem uma loja que eu não
Antes de viajar eu tinha en- dei muita bola, mas acabou
Obrigado pela colaboração, trado em todos os sites de ele- sendo um negócio da china
Renata! trônicos confiáveis de NY que pra mim: a Staples. Tinha um
eu conhecia. monte delas perto do nosso
* BH; hotel e entrei procurando uma
*****
impressoa já no último dia.
1) Café-da-manhã: * Circuit City; A printer que eu queria era a
* JR; HP officejet 5780 com fax. Vi
Um dia tomamos café nesse ela por 299, por 229, por 179
* Best Buy.
lugar que eu achei uma delí- em diversas ocasiões diferen-
cia. Não é exatamente uma Cadastrei o meu e-mail tes, sendo que algumas delas
pechincha na cidade, mas é para receber promoções pela não me serviam pois eram SÓ
tão gostoso que acho que vale internet e não é que elas che- PELA INTERNET e só com e-
a pena comentar com vocês. É garam mesmo? Pena que só mail rebate.
o PRET-A-MANGER que fica chegaram depois que eu já ti-
Entrei nessa Staples e vi a
na 6ª avenida com a 47th st. nha comprado o lap [tóóóim!!!
HP 5780 por 149,99. Pensei é
Comemos: um hot chocolate; lei de murphy...].
agora!!! Mas aí o vendedor me
1 muffin; 1 café europa com Anyway: quem puder se disse que se eu comprasse pela
mel [nunca tinha provado - programar, tem que se cadas- internet ela ficaria por 119. Fi-
mas aprovei! - e 1 iogurte de trar com antecedência e ficar quei doida... MDV (mão-de-
granola com mel. Pra quem acompanhando. Vai acabar re- vaca) que se preze não pode
não curte ovo logo de manhã cebendo uns e-mails com um ouvir falar em desconto que
é show de bola. Por tudo isso tal dum código pra comprar fica todo assanhado, rssss... E
pagamos 9,98 dólares. pela internet com INSTANT eu queria porque queria o tal

12 Viagens para Mãos-de-Vaca


desconto, apesar de que 149 já créditos no meu celular era a from another country or outsi-
era bem mais barato do que eu TRUMPET, mas soube depois de the New York metro area?
tinha visto em outros lugares. que os cartões da STI são mui- Visitors from more than 40
Mas pra comprar pela internet to mais econômicos ainda. Se- miles away just need to show
eu teria que ter me cadastrado gundo minha amiga que mora identification in the form of a
na staples [como fiz nas outras em Connecticut, cada minuto driver's license or passport to
acima] e pegar o numero do falado pro Brasil custa a ela 0,8 the Concierge Desk to receive
código. Ou seja, nada feito pois centavo de dólar, ou seja, cada our License to Shop discount
era o nosso último dia!!! 10 minutos custa 80 centavos card, which offers hundreds of
Resolvi dar 1 voltinha (até de dolar. E o cartão da STI tem dollars in savings at stores at
para comprar uma mala de crédito mínimo de 5 dolares, Jersey Gardens.
mão apropriada para levar vende na Duane Reade é um FONTE: http://www.jersey-
a printer no avião). Quando rosa claro. O link é esse: gardens.com/info/information.
voltei na loja, coisa de 3 horas http://stiphonecard.com/ cfm
depois, o preço da printer ti-
nha baixado de 149 para 119.
Ou seja, comprei direto na loja 4) Jersey Garden e IKEA: 5) City Guide:
pelo preço da internet com
INSTANT SAVING. Foi uma O IKEA é tudo de bom!!! Esse livrinho é distribuido
tremenda sorte, eu sei, mas Vale cada passo lá dentro, pena de graça nos hotéis, na Penn
quem se programar com an- que não dá pra levar tudo pro Station, Port Authority e Grand
tecedência, pode ganhar bons Brasil, pois é muito barato Central Station. Tem coisas ba-
descontos se acompanhar essas mesmo... canas também.
promoções dos e-mails. Isso
vale pra todos os eletrônicos, Fomos no bus do IKEA no
laptops, impressoras, máquina domingo. Tranqüilo, fácil de
achar na Penn Station, maravi- 6) Tickets da Broadway:
fotográfica, etc.
lha! Só que do IKEA pro Jersey
ATENÇÃO: loja de "ching- foi uma parto, hahahaha!!! A Eu sei que tem ótimas pe-
ling" nem pensar em comprar. gente foi pro ponto de ônibus chinchas na TKTS, especial-
Tem quem dê sorte, mas 90% e ficamos horas no frio espe- mente se for sem fila no Pier
das vezes é dor de cabeça!!!! rando o ônibus passar (pra fa- 17, mas é bem difícil achar
lar a verdade, a gente nem sa- um bom lugar pro Phantom
bia SE nem a QUE HORAS ou (of Opera) nesses lugares a
3) Telefone: QUAL onibus ia levar a gente preço de banana. Se a pessoa
pro Jersey). Comoo frio tava for fanática pelo Phantom vale
De fato, a concorrência en- de rachar os dentes, acabamos a pena comprar com antece-
tre as empresas telefônicas nos indo andando. É meio ruim, dência pela internet. Nós com-
EUA deixa a ligação de lá pra pois não tem acostamento, mas pramos pelo www.telecharges.
cá muito mais barata. Mas ain- acabamos chegando lá. com
da dá pra levar mais vantagens Dica pro Jersey: Outra dica que ainda não
ainda. Nossa sugestão (caso consegui confirmar: comprar
não se queira ficar dependendo Na Conciergerie (nao sei
o ingresso com desconto na
de orelhao no frio) é comprar como escreve isso), você só
própria bilheteria 2 horas an-
um celular pré-pago descartá- precisa apresentar o ID de non
tes de começar o espetáculo.
vel. O nosso custou 19,99 na resident para pegar o cupom
Me disseram que os descontos
Radioshack, mas depois vi por de descontos deles. Normal-
chegam a 60%. Não confirmei,
9,99 (pode ser que tenha mais mente, esse cupom custa 5 dó-
mas se vocês tiverem a opor-
barato que isso, mas aí tem que lares, mas pra não residentes,
tunidade de confirmar, vale a
pesquisar). O crédito mínimo ele é FREE. Eu só vi isso depois
pena postar lá no MDV.
(pelo menos do nosso) era de que saí, que burrice!!!
20 dólares, mas durou muuui- Repare na informacão do
to, pois cada minuto pro Brasil site: Ufa... Basicamente é isso!
custava 13 centavos de dolar.
Out of Town Visitors
A empresa que vendeu os
Are you visiting New Jersey

www.maosdevaca.com 13
RELATO DE VIAGEM

Foto: Henry Bugalho


Desbravando
Nova York

Patrícia Pereira Longhi

Espero que esse depoimento contribua para levar a quase qualquer canto, mas é preciso
que as viagens de outras pessoas possam se be- muita atenção para não errar. Muita atenção
neficiar da experiência que vou contar aqui. com os mapas do metrô: eles vêm com umas
Não gastei com hospedagem em NY, pois letrinhas ou numerozinhos abaixo dos nomes
eu e meu marido ficamos hospedados no apê das estações. Se o número ou letra não estiver
do primo dele, que está morando em New Jer- listado, então aquele trem NÃO PÁRA naquela
sey, muito próximo a uma estação do PATH estação. Eu e meu marido erramos uma dessas
(malha de metrô específica para ligar NJ a Ma- e tivemos que pegar outro trem pro sentido
nhattan). oposto. Acabamos não pegando o ônibus de
dois andares, e os pacotes que os carinhas uni-
Quem for procurar hospedagem, acho que formizados ficam empurrando. Porém parece
vale muito a pena ficar em NJ em vez de Ma- valer a pena, principalmente pra quem vai fi-
nhattan, pois é bem mais em conta e com esse car pouco tempo, e o certo é comprar logo nos
meio de transporte você chega em Manhattan primeiros dias. Vale por 48h, você sobe e desce
bem rápido. De onde eu estava (Grove Station), sem limites, custa US$49,00. Com pacotes você
o tempo até o WTC/Ground Zero era de uns pega vouchers para atrações tais como o Empi-
5 minutos. Se eu fosse para a rua 33 (estação re State (com skyride ou não), Top of the Rock,
final mais ao norte possível), o tempo era de cruzeiros, etc.
uns 15 minutos.
Sobre o cruzeiro: queríamos o de 2 horas,
Usei pouco o metrô de NY, pois o PATH que sai às 4:00 PM, para ver o pôr-do-Sol, mas,
me levava perto dos pontos onde eu queria ir por engano, acabamos fazendo o de 1 hora que
e o resto era “viação canela”. Ótimo, pois odiei saía no mesmo horário em outro píer (o Píer
o metrô, tanto pelos ratos como pela compli- 17). Custou US$20,00 (25 – 5 do cupom de des-
cação. A malha é enorme mesmo, podendo te

14 Viagens para Mãos-de-Vaca


conto). Foi um belo passeio, valeu a pena por-
que vimos bastante coisa do ponto de vista do
rio Hudson (que separa NJ de NY), e parou em
frente à Estátua da Liberdade. Havíamos de-
cidido anteriormente não fazer o passeio que
desembarca na ilha onde fica a estátua, e com
esse cruzeiro mais o Ferry de Staten Island que
tínhamos pego logo no início da viagem, fica-
mos plenamente satisfeitos.
Compramos o conjunto Empire State +
skyride (skyride é uma atração estilo Disney,
com um passeio de helicóptero virtual, narra-
do pelo Kevin Bacon, com direito a “defeitos”
que criam suspense enquanto dão uma visão
geral sobre NY). Foi um pouco caro, mas para
uma única vez na vida acho que vale o preço.
O observatório do Top of the Rock é li-
geiramente mais baixo que o do Empire State,
porém não tem tantas grades, permitindo uma
vista melhor. No Empire State nós fomos com
o dia claro, e no Top nós fomos no anoitecer
e vimos as luzes se acendendo, a noite caindo
(a temperatura caindo mais...). Foi lindo, mas

Foto: Henry Bugalho


para bater as fotos tinha que tirar as luvas
(cruz credo!). Nesse dia a mínima foi de 23F
(-5C).
O Rockfeller Center é muito glamoroso.
Rink de patinação, muitos casais tirando fotos,
enfim um point!

Madame Tusseaud’s
Acima:Réplica da Baleia Azul em tamanho real no
Museu de História Natural.
Também achei caro, mas uma vez só até
passa. Me deu raiva a péssima qualidade de Abaixo: Fachada do Guggenheim Museum.
algumas estátuas, principalmente a do Ayrton
Senna (que que é aquilo, hein?). No embalo fo-
mos ao Ripley’s Believe it or not (Acredite
se Quiser). Tem muita curiosidade para se ler.
Gostei muito da parte das masmorras e do
buraco negro. Nas barbas desses dois museus
estava o Dallas BBQ, restaurante bom e barato
onde pedimos uma costela Texas style, que foi
suficiente para nós dois.

Museu de História Natural

ENORME! Foi pelo menos 5 horas para co-


Foto: Henry Bugalho

nhecer todo o museu, sem ficar lendo as pla-


quinhas, imagina! É “pay what you wish”, e nós
demos US$1,00 por pessoa. Com esse valor não
se tem acesso a algumas atrações especiais lá
dentro, como um teatro, mas sinceramente
com tanta coisa pra ver em pouco tempo, para

www.maosdevaca.com 15
os turistas acho que não vale a pena. Ótimo ro prédio. Meu Deus! Como eles idolatraram
museu para pessoas de todas as idades (exceto aquele atentado!!! Em quase tudo eles dão um
talvez crianças muito pequenas). jeito de fazer alguma referência.

Guggenheim
Wall Street
Aos sábados, a partir das 17:45 é “pay what
you wish” e dá pra ver tudo na boa. Antes desse Nada de extraordinário. Foi legal conhecer,
horário começa a formar uma fila do pessoal porque pessoalmente estou envolvida com esse
que vai aguardar a promoção, mas não precisa mundo das finanças, mas não é nada que se
ficar nessa fila (que é grande) para garantir destaque. O touro é legal (hoje em dia deveria
que vai entrar. Todos entram sem problemas. haver também um urso...), mas é super con-
Nós aguardamos lá dentro num café até as corrido se você quiser posar pra foto. Próximo
18:00, quando entramos quase sem fila. Exis- ao touro tem uma loja Daffy’s.
te um fone de ouvido para comentários so-
bre algumas das obras expostas, com versões Passeio a pé por SoHo/Little Italy/Chinatown
em inglês, francês, italiano, espanhol, alemão
e mandarim. A arquitetura do Guggenheim é Fizemos o contrário do que faz a maioria
muito bonita, talvez mais do que as obras que das pessoas. Em vez de iniciar pelo Píer ou
lá estão. O acervo tinha Van Gogh, Picasso e pela ponte do Brooklin e terminar no SoHo,
outros figurões, e na parte não permanente ti- viemos do SoHo para o Píer. Sinceramente não
nha uma exposição de fotografias que eu não vi tanta graça no SoHo, porém pode ter sido
gostei. Mas aí é aquilo: arte é arte. porque estava cedo demais. As lojas ainda es-
tavam fechadas. Não conhecemos nenhuma
WTC/Ground Zero
galeria. Já em Little Italy (que quase não exis-
te mais, pois Chinatown está expandindo em
É um enorme canteiro de obras onde, pas- sua direção, como uma duna...), tem uma rua
me, algumas pessoas ficam paradas observan- (acho que é Elizabeth) com uns restaurantes
do a construção do futuro prédio mais alto bem charmosos. Pena que eram umas 11:30
do mundo. Por enquanto, está na fundação e ainda não estávamos com fome. Chegamos
somente. Tem um museuzinho, onde você te- num pedaço da Canal Street em Chinatown
ria que pagar uns 10 a 15 dólares pra ver a e seguimos para a Manhattan Bridge. Demos
desgraça do 11 de setembro. Achei um absur- umas voltas por ali e vimos algumas especia-
do e não entrei. Tem uns ambulantes na rua rias, pratos típicos, e quando finalmente tive-
perto dali oferecendo álbuns de fotografias do mos fome acabamos pedindo um treco lá que
ataque, dos escombros e do projeto do futu-

Foto: Henry Bugalho

16 Viagens para Mãos-de-Vaca


nos causou arrependimento. obras, como várias outras coi-
US$3,50 muito mal gastos. Eles sas ao redor da cidade, parece
não desossam o frango e não até o Cesar Maia). Logo veio
tiram a cartilagem do polvo. um turco de bicicleta ofere-
EVITEM CHINATOWN PARA cendo para levar a gente em
COMER. Meu marido ficou alguns pontos do parque, em
revoltado. 20 minutos de passeio, por
De lá caminhamos até a US$65,00. Ao dizermos que
Brooklin Bridge, já um pouco não, ele insistiu, dizendo que
cansados e incomodados com outros cobravam US75,00. Aí
o frio. A ponte é linda, com meu marido entrou no es-

Foto: Henry Bugalho


uma vista deslumbrante. En- pírito de pechichar. O cara
cerramos com o cruzeiro já perguntou quanto queríamos
citado acima e na volta conhe- pagar. Eu disse 30, o cara fi-
cemos o píer 17. A janta desse cou branco, mas ofereceu 50
dia foi já de volta em NJ, em e no final fechamos por 35.
Hoboken (lugar famoso por Hahaha. Meu marido se di-
ser point e por seus sanduí- vertiu mais com a choradei-
ches incrementados). O nome ra da pechincha do que com
do restaurante era Johnny Ro- o passeio, vê se pode... Valeu
ckets ou algo parecido. Uns a pena porque pudemos ter
US$25,00 pra nós dois, com uma visão geral do parque e
direito a dois milk shakes! voltar a pé nos pontos favori-
tos. O parque é muito lindo,
Times Square merece uma atenção especial
e não só o último dia, como
Abaixo a Lei da Cidade Lim- fizemos.
pa! Fico imaginando o Kassab Tem um castelo (Chama-se
como prefeito de NY. Aquelas Belvedere=“bela vista”). Vale a
luzes (que ficam acesas de dia pena conhecer. A vista é, de
também) renovam o astral de fato, bela. O zoológico custa
qualquer um. É algo inexplicá- US$8,00 e apesar de pequeno,
vel, mas por mais cansada de tem animais bacanas. Aves
andar feito uma formiga o dia bonitas, sapos raros, ursos po-
inteiro, se terminasse o dia ali, lares, pingüins e focas. Rink
recuperava minhas energias. É de patinação maior que o do
impressionante. Simplesmente Rockfeller. Nesse dia conhe-
maravilhoso. cemos também o hotel The
Foto: Henry Bugalho
Central Park Oposta: cena típica de Chinatown.
Topo:entardecer na Union Square.
Chegamos pelo lado West,
pois passamos rapidamente À direita:Chrysler Building.
pelo Lincoln Center (perda de Abaixo: outono no Central Park.
tempo, pois estava todo em
Foto: Henry Bugalho

www.maosdevaca.com 17
Foto: Henry Bugalho
Plaza, a Apple Store, tocamos aquele piano do lá na pqp. E realmente estava em uma galeria
filme Quero Ser Grande com os pés na FAO bem longe do prédio, depois de duas entra-
Schwarz (melhor loja para se comprar brin- das de veículos, em frente a um terreno cheio
quedos, melhor que a Toys R Us) de sucatas. Será que eles fazem algum rodízio?
Tadinho do Brasil...
Union Square

Gosta de esquilos? Então não podem deixar Havia falado superficialmente sobre o Ferry
de conhecer... É o que mais tem neste parque. de Staten Island. É de graça, e portanto um
Aproveitem para conhecer a Babies R Us, a pouco cheio, mas dá pra curtir bem. Gaivotas
Virgin Records e a Basement. seguem a embarcação que lembra muito as
barcas que fazem Rio-Niterói. Não passeamos
Arco do triunfo (Washington Square) é bo-
em Staten Island, apenas demos meia-volta na
nito. Pena que o parque estava em obras. Fica
estação e embarcamos imediatamente no Ferry
no final da 5 avenida e pode fazer parte do ca-
de volta a Manhattan. No entanto, há atrações
minho do SoHo ao píer 17. Por falar em obras,
na ilha que devem ser boas e para as quais há
nem entramos direito no Battery Park (extre-
cupons de desconto tanto nos sites (CitiGui-
mo sul da ilha). Dá-lhe Cesar Maia...
de, etc) como com os carinhas dos ônibus de
Sequência Chrysler Building/Grand Central dois andares. Existem outros barcos que são
Terminal/ONU pagos, com outros roteiros (Ilha da Liberdade,
Governor’s, Ellis).
O Chrysler é lindo por fora, como todos Acho que lembrei de todas as atrações que
bem sabem. Ocorre que não há visitação a a gente foi. Tem outras que gostaríamos de ter
não ser no saguão, que, apesar de luxoso, não ido e não deu. MOMA, Metropolitan, a expo-
oferece lá essas coisas para um passeio. É só sição Bodies (de anatomia humana) que está
porque “tá na reta”. Já o Grand Central Termi- no píer 17, o bar 230 5th, etc.
nal é bem maior. Tem lugar pra comer e umas
lojinhas bacanas (nós não fomos nem pra co-
mer nem pra comprar) e lembra cenas de al- Agora vou focar na comida.
guns filmes (K-Pax e Os Intocáveis). A ONU Foram poucos os lugares em que o refri-
fica no extremo leste da mesma rua. Sabíamos gerante era “free refill” (liberado). Lembro que
que o tour era pago, mas não tínhamos certe- em quase todos os que fui em Miami/Orlando/
za de quanto custava. Meu marido não quis Tampa ano passado era liberado. Paciência...
pagar os cerca de US$13,00 por pessoa e ainda
Dallas BBQ (quase em frente ao Madame
ficou p-da-vida que a nossa bandeira estava
Tusseaud). Bom e barato: uma só costela esti-

18 Viagens para Mãos-de-Vaca


lo Texas bastou pra dois. Não tem sobremesa, ferir a decoração. Tem refill, mas você tem que
mas eles dão no final um cupom de desconto ir ao caixa pedir pra atendente, o que é um
pra uma sorveteria que fica ali, atravessando a saco se você sentar no andar de cima onde tem
rua de volta em direção aos museus. a tal decoração maneira).
Carmine’s. Fica na rua 44, acho que entre Burger King. Tem em todo canto. Estou ci-
7 e 8 ave. Estilo italiano/variado. Um prato dá tando porque adorei o Mushroom Swiss Chee-
pra 2 a 3 pessoas, muito bem servido. Talvez se Steakhouse (chesseburger com cogumelos).
até pra 4 pessoas. Ótimo para grupos. O chato Telio, Telio’s ou outro nome parecido (fica
é que o cardápio fica na parede, sem as descri- na Broadway lá em cima na rua 92). Ao lado
ções. Entretanto, os garçons são muito simpá- da pizzaria delivery chamada Perfecto (por
ticos e explicam com boa vontade. Perguntei dentro da Perfecto você passa pro Telio sei lá
se era “refill” e o garçon falou que “fazia pra de quê – deve ser do mesmo dono). É pra pedir
mim”. E fez. pizzas muito gostosas por algo entre US$15,00
O Tonic da Times Square foi um pouco e US$25,00. Cozinha italiana e grega.
caro. Tínhamos a indicação de pedir o Steak Johnny Rockets. Também é rede. Nós fo-
NY, mas não estávamos com o papelzinho dos mos em Hoboken, NJ. Muito bom e barato,
lembretes na mão e acabamos pedindo um apesar da garçonete mandar mal no atendi-
prato que não dava nem pra uma pessoa só mento.
(torta Shepperd). Pedimos sobremesa e estava
ruim (brownie fudge sundae, acho). Sorvete
sem gosto. Finalmente, as lojas.
Planet Hollywood. Fica na Times Square. Macy’s. Se estiverem acompanhadas de
Preço justo para NY. Sanduíches saborosos. seus respectivos, não percam muito tempo,
Bubba Gump Shrimp. Times Square (sobre- pois a loja é enorme e os preços não são bons.
loja com vista privilegiada da praça). Pra quem Teimei em vasculhar a loja e acabei brigando
gosta de Forrest Gump é demais. Um pouco com meu marido, mesmo ele tendo ficado um
caro, mas é camarão, né? bom tempo em um sofá que encontramos lá
dentro. É puro turismo, só pra conhecer.
Basement. Fica na Union Square. Bons pre-
Jeckill & Hyde’s Club. Sexta avenida quase ços e bela vista para a praça (com poltroninhas
na entrada sul do Central Park. Temático de para os maridos ficarem curtindo a paisagem
horror, com direito a lobisomem, múmia, mor- enquanto reviramos as araras). Nessa loja, a
domo sinistro, etc. É janta e show ao mesmo caixa me informou que EM MANHATTAN
tempo. Não pode tirar fotos do lugar nem pe- NÃO SE COBRA TAXES SOBRE ROUPAS.
dir pratos durante as apresentações. Por conta
disso, o preço é puxado. Tem uma tarifa de Daffy’s. A melhor é a que fica na Madison.
US$5,00 para prato extra (é uma penalidade É difícil de achar as roupas nas araras, mas os
para quem vai dividir prato). Ainda por cima preços são bons. Comprei bolsas, sutiãs, luvas,
tem cobrança de couvert artístico. Mesmo do- pijamas e dois vestidos lindos por US$12,00 e
endo no bolso é divertido, desde que se entre US$15,00.
no clima. Century 21. Perto do WTC. Tive preguiça
Serendipity 3. Numero 225 da rua 60 (na de procurar roupas nas araras, que estavam
altura da 3 ave.). Ambiente super bacana. Fo- muito bagunçadas, mas a loja é bem barateira.
mos atendidos por um garçom brasileiro. Pre- A melhor loja de departamento. Comprei ócu-
ço bem razoável. Cuidado pra não bater a ca- los Guess e Calvin Klein por cerca de US$20,00.
beça nos lustres baixos. A casa parece uma Bolsas Guess e Tommy Hilfiger super em con-
confeitaria e as crianças adoram. Meu marido ta. Relógios e jogos de cama (set padrão = 1
pediu um hambúrguer com cebolas sautèe de- liso, 1 com elástico e 2 fronhas) em algodão
licioso, melhor que o meu cheddarburger. egípcio por preços imperdíveis.
McDonald’s da Times Square. Não há no- Sobre os jogos de lençóis+fronhas, teve um
vidade nos preços e nos pratos. Só o visual é episódio engraçado no último dia. Estávamos
diferente, mas mesmo assim vale a pena con- descendo a 6 ave por volta da rua 38 e, em

www.maosdevaca.com 19
frente a uma sinagoga, tinha um judeu ven-
dendo jogos de cama como os que eu comprei
na Century 21, só que sensivelmente mais ba-
rato. Meu marido, que no mesmo dia já ti-
nha se divertido pechinchando com o turco
da bicicleta do Central Park, lá foi de novo
pechinchar com o judeu, que não queria ceder
por nada. Compramos um jogo por US$30,00
e depois ficamos perguntando sobre outros.
Teve um que ele falou que tinha mas estava na
Kombi e não na tenda. Ele pediu para que nós
tomássemos conta das mercadorias enquanto
ele buscava o lençol na Kombi. Trouxe um
outro porque o que tínhamos pedido só teria
no dia seguinte. Meu marido fez mais pro-
postas de redução, agora argumentando que
“nós tínhamos trabalhado pra ele”. Foi hilário!
Ele aceitou fazer por US$28,00. Aí meu marido
pegou os trocados, escondendo umas notas de
US$1,00, mostrou US$27,00 contando devagar
e fingiu estar com dificuldades de achar mais
trocados. Pediu mais uma vez pra ficar em
27 e o cara aceitou. Meu marido saiu todo
satisfeito. Ele adora uma cena de pechincha do
filme A Vida de Brian.

Para os ansiosos de plantão ai vai mais um


Foto: Henry Bugalho
pouquinho...
Bloomingdale`s. Perfeita para olhar, mas eu
não tenho dinheiro para gastar com esse tipo
de loja. Cada marca tem um pedaço especí-
fico nela. Tem desde roupas até perfumes e
maquiagem. São marcas chiquérrimas como
Louis Viutton, Gucci, Lancome, Hugo Boss, etc.
Enche os olhos de qualquer mulher. Para quem
pode gastar é o máximo. Se vc não tem para
gastar ou não liga para marca então não vale a
pena (a não ser para inspiração...). Deixei meu
marido sentando em um sofá enquanto vascu-
lhava. Levei poucos minutos para ter certeza
que aqueles preços não cabiam em meu bol-
so. A blusa mais barata que vi foi uma super
básica de malha por U$49,00. Mas não posso
deixar de registrar que as roupas são lindas e
de muito bom gosto. Adorei um vestido que
custava cerca de U$260,00.
Topo:criançada brincando no piano gigante da FAO
Schwartz.
À esquerda: Jack’s 99 centavos, onde você pode
encontrar de tudo e gastar pouco.

Foto: Henry Bugalho

20 Viagens para Mãos-de-Vaca


Babies R Us. O paraíso dos bebês. Como Todos adoraram o presente. A barra de cho-
pretendo engravidar em breve fiz umas com- colate e as trufas da Lindt estão mais baratas
prinhas básicas. Comprei apenas na sessão aqui do que na própria loja da Lindt que fica
de liquidação. Compre um e o segundo sai na 5av. Comprei saquinhos de guloseimas por
com 50% de desconto. Foram conjuntos com U$0,99. Não olhei direito, mas acho que tem
5 blusinhas ou 5 bodies por U$9,99 o segundo de tudo nesta loja, desde sanduicheira até pão,
saia a U$4,99. Um macaquinho com sapatinho queijo e presunto. Vale muito a pena conferir.
e touca por U$7,90 e um conjunto com 10 ba- Victoria Secret. Sempre com seus cremes
badores por U$9,99. maravilhosos. São 7 por U$35,00 e vc ainda
Albee Baby. Aproveitei a oportunidade ganha um de brinde.
para comprar carrinho de bebê. No site des- Quando ainda estávamos aqui no Brasil de-
ta loja consegui comprar um carrinho Pliko cidimos que queríamos conhecer Washington
P3 e o Car Seat da Peg Pèrego por U$309,99. e ir de carro ao Woodbury. Então, entramos no
Um achado....o mesmo aqui no Brasil custa site priceline.com e arrematamos um hotel 4
R$1800,00. Comprei pela internet para não estrelas superior por U$100,00. Ficamos em um
ter trabalho com o transporte da loja até o hotel maravilhooooso. A diária foi muito ba-
apê. Veio tudo bem encaixotado e levou 2 dias rata, em compensação, morremos em U$35,00
para chegar. de estacionamento no hotel (se você já conhece
Toys R US. Fica na Times Square. Não gos- Washington e sabe onde parar o carro na rua,
tei muito desta loja para comprar brinquedos. talvez queira economizar essa facada, mas é
Na verdade, ela é excelente para crianças, pois incômodo ter que acordar cedo pra isso).
possui uma roda gigante, um dinossauro que Depois, fomos ver aluguel de carro. Conse-
libera som. Para adulto, só vale a pena se apre- guimos, pelo mesmo priceline, arrematar no
ciar as esculturas de Lego. Tem o Empire State leilão por U$35,00 a diária na categoria stan-
e o Chrysler Building feito de Lego, bem como dard. O priceline cobra uma tarifa para re-
Darth Vader (em tamanho real) e outras coi- alizar este serviço e a diária acabou saindo
sas. a aproximadamente U$50,00. Não pagamos o
FAO Schwarz. Essa sim vale a pena para to- seguro pois alugamos o carro usando Visa pla-
das as idades. Os brinquedos são maravilhosos. tinum como forma de pagamento. Alugamos
Aqueles bichos de pelúcia enormes são perfei- um GPS por U$12,00. Na hora, ganhamos um
tos. Para a diversão dos adultos tem o piano upgrade para categoria premium (iniciativa do
para ser tocado com os pés. Não vá na loja no agente da locadora, para quem meu marido
final de semana, pois as crianças tomam conta deu um tip de US$10,00) do carro que foi ma-
do piano e vc não consegue chegar perto! ravilhooooooso. Ficamos com um Avalon da
Apple. Ótima para quem pretende comprar Toyota. Super carro. Está acima do Camr.
algo. Para quem não vai comprar basta olhar a Antes de arrematarmos por esse valor ten-
estrutura de vidro que está ótimo. tamos um aluguel de uma SUV por U$28,00
M&M. Times Square. Para quem gosta ela mas não conseguimos. Foi quando decidimos
é maravilhosa. Fiquei deslumbrada já com o aumentar o preço e a categoria.
letreiro da loja do lado de fora. Foi um excelente negócio que fizemos com
Herschey´s. Muito pequena. Depois de co- o priceline. Não tivemos problemas com nada
nhecer a do M&M, ela é decepcionante. nos EUA.

Dylans. Outro paraíso para as crianças e Recomendo para todos.


adultos que gostam de guloseimas. Amei!!! A
loja é linda!!!! Sem contar que tem chocolate
Wonka hehehehehe.
Jack´s. Fica na 32 st perto da Broadway.
Tem excelentes preços. Comprei um secador
de cabelo da Revlon por U$9,90 e várias barras
de chocolate Lindt por U$1,99. Comprei umas
barras para mim e outras para dar de presente.

www.maosdevaca.com 21
GALERIA DE FOTOS

Foto: Henry Bugalho


Grand Central, Nova York

Apollo Theather, Harlem Cassinos, Atlantic City


Nova York

Foto: Henry Bugalho


Foto: Henry Bugalho

22 Viagens para Mãos-de-Vaca


Ponte do Brooklyn, Nova York
Foto: Henry Bugalho

Foto: Henry Bugalho


Central Park, Nova York

Capitólio, Washington DC

Foto: Henry Bugalho

www.maosdevaca.com 23
Como faço para
Henry Alfred Bugalho
A
GUI
Nova York
contribuir? para Mãos-de-VAca
A sua participação é crucial para a Re-
vista Viagens para Mãos-de-Vaca. O Guia do Viajante Inteligente
Aceitamos contribuições para qualquer www.maosdevaca.com
uma das seções da revista:
- relatos de viagem - conte-nos como
foi seu passeio e o que você fez de bom;
- minha cidade - afinal de contas, quem
melhor conhece os segredos de uma cidade
do que os próprios moradores?
- micos de viagem - as situações emba-
raçosas podem nos deixar muito chateados
quando acontecem durante uma viagem,
mas sempre rendem boas histórias depois;
- dica do leitor - descobriu algum
restaurante, algum passeio, algum destino
imperdível? Fale para a gente!
- galeria de fotos - você também adora
tirar fotos e acha que conseguiu captar a
alma daquela praia paradisíaca ou daque-
la cidade caótica? Envie-nos sua foto para
publicarmos;
Os textos devem ser enviados preferen-
ciamente no corpo do e-mail e as imagens
em anexo para

contato_mdv@hotmail.com

Indicando no campo “assunto” em qual


das seções da revista você gostaria de vê-lo
publicado.
Os textos e fotos tem de ser de autoria
própria e podem abordar qualquer destino
turístico interessante.
Quanto mais completo e detalhado o
seu artigo, maior a chance de que ele se
torne a reportagem de capa da revista.
Agradecemos a sua participação!

24 Viagens para Mãos-de-Vaca