P. 1
João Vitor - Ingles

João Vitor - Ingles

|Views: 291|Likes:
Publicado porMaria Erli Nicolau

More info:

Published by: Maria Erli Nicolau on May 04, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/04/2014

pdf

text

original

Capítulo I – A construção de língua inglesa

Há indícios de presença humana nas ilhas britânicas já antes da última era do gelo, quando as mesmas ainda não haviam se separado do continente europeu e antes dos oceanos formarem o Canal da Mancha. Este recente fenômeno geológico que separou as ilhas britânicas do continente, ocorrido há cerca de 7.000 anos, também isolou os povos que lá viviam dos conturbados movimentos e do obscurantismo que caracterizaram os primórdios da Idade Média na Europa. Prova da violência e do descaso dos invasores pela cultura local é o fato de que quase não ficaram traços da língua celta no inglês. A partir daí, a história da língua inglesa é dividida em três períodos: Old English, Middle English e Modern English. A primeira metade do século I, quando ocorreram as invasões germânicas, marca o início do período denominado Old English. INTRODUÇÃO DO CRISTIANISMO Em 432 a.D. St. Patrick inicia sua missão de levar o cristianismo à população celta da Irlanda. O processo de cristianização ocorre gradual e pacificamente, marcando o início da influência do latim sobre a língua germânica dos anglo-saxões, origem do inglês moderno. A introdução do cristianismo representou também à rejeição de elementos da cultura celta e associação dos mesmos a bruxaria. A observação ainda hoje de Halloween na noite de 31 de outubro é exemplo remanescente de cultura celta na visão do cristianismo. Os dialetos do inglês antigo de antes do cristianismo eram línguas funcionais para descrever fatos concretos e atender necessidades de comunicação diária. Ao final do século 8, iniciam os ataques dos Vikings contra a Inglaterra. OLD ENGLISH (500 - 1100 A.D.) Old English, às vezes também denominado Anglo-Saxon, comparado ao inglês moderno, é uma língua quase irreconhecível, tanto na pronúncia, quanto no vocabulário e na gramática. Para um falante nativo de inglês hoje, das 54 5

menos de 15% são reconhecíveis na escrita. pela força e. Duque da Normandia (norte da França). era muito mais próxima do que no inglês moderno.1500) A sangrenta batalha só terminou ao fim do dia. e o exército anglo-saxão liderado por King Harold. e provavelmente nada seria reconhecido ao ser pronunciado. O regime que se instaurou a partir da conquista foi caracterizado pela centralização. O predecessor de Harold havia tido fortes vínculos com a corte da Normandia e supostamente prometido o trono da Inglaterra para o Duque da Normandia O elemento mais importante do período que corresponde ao Middle English foi. A correlação entre pronúncia e ortografia. Além da influência do francês sobre seu 6 . A CONQUISTA DA INGLATERRA PELOS NORMANDOS NA BATALHA DE HASTINGS A Batalha de Hastings em 1066 foi um evento histórico de grande importância na história da Inglaterra A batalha foi travada entre o exército normando. MIDDLE ENGLISH (1100 .palavras do Pai Nosso em Old English. pelo final do século 15. já se torna evidente que o inglês havia prevalecido. a forte presença e influência da língua francesa no inglês. naturalmente. do lado inglês. com o Rei Harold e seus irmãos mortos e um saldo de 1500 a 2000 guerreiros mortos do lado normando e outros tantos ou mais. em 14 de outubro de 1066. pela língua dos conquistadores: o dialeto francês denominado Norman French. sem dúvida. Falar francês tornou-se então condição para aqueles de origem anglosaxônica em busca de ascensão social através da simpatia e dos favores da classe dominante. O passar dos séculos e as disputas que acabaram ocorrendo entre os normandos das ilhas britânicas e os do continente. provocam o surgimento de um sentimento nacionalista e. comandado por William. entretanto.

7 . Austrália. Canadá. os primeiros trabalhos descrevendo a estrutura gramatical do inglês influenciaram o uso da língua e trouxeram alguma uniformidade gramatical. com a publicação dos dicionários de Samuel Johnson (figura ao lado) em 1755. a ortografia do inglês mudou em apenas pequenos detalhes. África do Sul e outros países de influência britânica. (319. pela neutralização e perda de vogais atônicas em final de palavra e pelo início do Great Vowel Shift. como representado no gráfico abaixo. por sua vez. D’Eugenio assim explica o que ocorreu: O processo de padronização da língua inglesa iniciou em princípios do século 16 com o advento da litografia. as mudanças das vogais corresponderam a um movimento na direção dos extremos do espectro de vogais. sendo usado para representar a pronúncia da língua no século 20. Praticamente todos os sons vogais. enquanto que a sua pronúncia sofreu grandes transformações. De uma forma geral. O resultado disto é que hoje em dia temos um sistema ortográfico baseado na língua como ela era falada no século 18. sofreram alterações e algumas consoantes deixaram de ser pronunciadas. Desde então. e acabou fixando-se nas presentes formas ao longo do século 18. O inglês pertence ao grupo anglo-frisão. The Great Vowel Shift Uma acentuada mudança na pronúncia das vogais do inglês ocorreu principalmente durante os séculos 15 e 16. Idioma do Reino Unido. o Middle English se caracterizou também pela gradual perda de declinações. inclusive ditongos. Estados Unidos. incluído no ramo ocidental das línguas germânicas que. minha tradução) Da mesma forma que os primeiros dicionários serviram para padronizar a ortografia. Nova Zelândia. Thomas Sheridan em 1780 e John Walker em 1791.vocabulário. é uma subfamília das línguas indo-européias. Temos aí a origem da atual falta de correlação entre pronúncia e ortografia no inglês moderno.

entre os séculos XV e XVI. Inglês Médio A partir da conquista normanda. a difusão da língua e a influência que recebeu são responsáveis por significativo crescimento do léxico. Através do contato com o império romano. que foi acompanhada pela fundação de universidades e o desenvolvimento duma próspera vida econômica e cortesã. A transição do inglês médio para o moderno marca-se por uma rigorosa evolução fonética na pronúncia das vogais. e da evangelização de Santo Agostinho de Canterbury. 8 . O uso da língua dos anglos permanece consagrado nas obras de Geoffrey Chaucer e na impressão tipográfica realizada por William Caxton. anglos e saxões levaram à ilha. o saxão ocidental era a língua mais difundida. No inglês. é a língua que os invasores iutes. o idioma sofreu influência do latim até o século XI. entraram numerosos americanismos e africanismos como conseqüência da expansão colonial britânica. começam a entrar na língua inglesa muitas palavras escandinavas e nórdicas. Inglês Moderno No início deste período. No século XIV. a língua dos anglos adquire prestígio graças à evolução da vida urbana.Inglês Antigo Variante do germânico ocidental. designando objetos da vida cotidiana. No século IX.

a Inglaterra ingressou na economia mercantilista ao investir na construção de novas embarcações e no comércio marítimo. os Aborígines na Austrália e os Maoris na Nova Zelândia. Concomitantemente. No governo da rainha Elizabeth I (1558 – 1603). Depois disso. Os Ingleses chegaram e estabeleceram suas colônias À língua Inglesa atual resulta de uma grande mistura de muitos outros povos. forçando-os a buscar outras possibilidades no Novo Mundo. A incursão dos ingleses no processo de colonização do continente americano conta com determinadas particularidades que o difere sensivelmente da experiência colonial promovida por portugueses e espanhóis. podemos apontar o processo tardio de colonização. Nesse contexto. sobretudo nos últimos 50 anos. que expulsou os pequenos agricultores de suas propriedades.A expansão da língua do mundo Há mais de 500 anos atrás não se falava inglês na América do Norte. Quem vê a expansão da língua inglesa ao redor do mundo. os Aleuts no Canadá. Os índios americanos tinham seu próprio idioma. pode não acreditar que a língua mais usada em transações comerciais hoje era falada por apenas algumas tribos germânicas no século 5 d. 9 . a natureza espontânea da ocupação dos territórios e as características do litoral norte-americano como pontos fundamentais na compreensão da colonização inglesa. em 1607. Entre outras razões.C. a pirataria se tornou uma importante fonte de lucros sustentada no assalto de navios espanhóis que saíam do Caribe com destino à Europa. O insucesso dessas primeiras expedições só foi revertido com a criação da colônia de Virgínia. os conflitos religiosos que tomaram conta da Inglaterra após a reforma anglicana também motivaram a imigração dos puritanos ingleses para a América. assim como os Inuit (Esquimós).Capítulo II . o processo de colonização britânico ganhou força com a política de cerceamentos. Nesse mesmo período tentaram empreender a colonização de região norte-americana com a organização de três expedições comandadas por Walter Raleigh.

Com o passar do tempo. esse processo de colonização estabelecida por meio da ação autônoma de determinados indivíduos passou a ganhar características mais diversas. esta região teve grande importância na organização das ações que deram fim à dominação britânica. Dessa forma. Na região norte. o sistema de plantations estabeleceu o surgimento de grandes fazendas monocultoras produtoras de tabaco. o navio Mayflower saiu da Inglaterra com um grupo de artesãos. a região central ficou marcada por uma economia que mesclava a produção agropecuarista com o desenvolvimento de centros comerciais manufatureiros. camponeses e pequenos proprietários interessados em habitar uma terra onde poderiam prosperar e praticar o protestantismo livremente. a colonização de povoamento teve que suplantar grandes dificuldades que com a posterior consolidação de pequenas propriedades e o uso de mão-de-obra livre permitiram a formação de um comércio diversificado sustentado pela introdução da manufatura e o surgimento de um mercado consumidor. Chegando à América do Norte naquele mesmo ano. pequenos burgueses. As primeiras colônias centrais apareceram por volta de 1681. índigo e algodão. arroz. comerciantes. os colonos fundaram a colônia de Plymouth – atual estado de Massachusetts – que logo se transformou em ponto original da chamada Nova Inglaterra. Durante a independência das colônias. as especificidades geográficas e climáticas propiciaram um modelo de colonização distinto. O clima subtropical. Na região sul.No ano de 1620. Compondo um processo de ocupação tardio. 10 . o solo fértil e as planícies cortadas por rios navegáveis consolidaram um modelo de colonização semelhante aos padrões ibéricos. com a fundação das colônias do Delaware e da Pensilvânia. a grande demanda por força de trabalho favoreceu a adoção da mão-de-obra escrava vinda da África. Com isso.

Como tal. Grenada. Micronésia.Capítulo III . Uma exceção notável é Ruanda da qual foi ex-colónia Belga. Antígua & Barbuda. A figura linguística da Índia é complexa. Dominica. Barbados. mas não há o status de oficial. Turks e Caicos e Ilhas Virgens Americanas. muitos consideram a língua inglesa como de facto a língua oficial da Índia. e (junto com Hindi) é uma das duas línguas do Parlamento Indiano. negócios e ciência. Johnstone. É amplamente utilizado para fins administrativos na Índia. "Hindi no manuscrito de Devanágari" é a língua oficial da união e o inglês a língua oficial subsidiárias. ou dos Estados Unidos. Guiana. Muitos desses países são ou foram colónias ou dependências do Reino Unido). É uma das línguas oficias das Nações Unidas. Todas as escolas ministram o inglês para seus alunos. Belau. Inglês é a língua oficial do Paquistão. embora os estados e regiões nos EUA tenham o inglês como língua oficial. Embora essas ilhas sejam pequenas. São Cristóvão e Nevis. São Vincente e Granadas. De acordo com a Constituição da Índia. Na Austrália. inglês é falado pela grande maioria da população e é a única língua usada nas instituições governamentais. O inglês também é a língua oficial de Commonwealth e Commonwealth Games. Santa Lúcia. Montserrat. governo e contratos legais. União Europeia e do Comité Olímpico Internacional. o Inglês é obrigatório para os textos oficiais de todas as leis federais e decisões do Supremo Tribunal.Inglês: Uma das Línguas mais falada no mundo Em muitos países a língua inglesa é predominante. sendo usado nas atividades comerciais. Bahamas. Inglês é a língua oficial do Canadá junto com o francês. Ilhas Virgens Britânicas. Países com inglês como língua adicional Outros países que concentram falantes de inglês podem ser encontrados no Caribe e Pacífico. No entanto. elas estão vinculadas culturalmente e linguisticamente ao Reino Unido e Estados Unidos. porém a Austrália ainda não tem uma língua oficial. Trinidade e Tobago. 11 . Jamaica. Belize. É obrigatório o estudo da língua em classe primária nas escolas. Ex-colónias Britânicas e Americanas incluem Anguila. Marianas do Norte. Inglês é usado quase exclusivamente para todo o ensino superior. Guam. Ilhas Cayman. O caso é o mesmo no Reino Unido e nos Estados Unidos.

Segundo Berlitz (1988:304). Sri Lanka. Vários países usam o inglês como língua oficial como uma força unificadora. apesar da influência das principais línguas locais em países como Bangladesh. Uganda. Segundo Kachru (1983:20). Somália. o número de pessoas que falam inglês está se aproximando de 10% da população. 12 . Lesoto. Suíça.4 milhões). Malauí. Tanzânia. África do Sul. Serra Leoa. Malásia. Seychelles. Malásia e outros países da Ásia e da África – mais de 10% da população fala inglês. Singapura.4 milhões). Zimbábue e Zâmbia. superando o número de australianos (15.Contudo. Índia. somando um total de 700 milhões de falantes em todo o mundo. *Países onde o inglês é a língua de fato em azul escuro *Países onde é o inglês é a língua oficial. Suécia. Índia. e neozelandeses (3. devido à influência do turismo a língua permaneceu como língua franca em toda a região do Caribe e Pacífico. americanos (238. Holanda. Botswana. Tonga. Samoa. Paquistão.9 milhões). mas não é a língua de fato em azul claro. Gana. Quênia.8 milhões). canadenses (25. Libéria. o número de falantes de inglês como língua estrangeira e segunda língua são de mais de 400 milhões e o número de falantes nativos é de quase 300 milhões. Malta. britânicos (56. Filipinas. Fiji. em muitos países não-falantes do inglês – Dinamarca. Paquistão. Nigéria. Maurícia. Ruanda.3 milhões). Na Alemanha e em algumas partes do mundo de língua espanhola.

estes dois territórios funcionam como os estados. A câmara baixa é conhecida como 13 . que compreende a menor área continental do mundo ("continente australiano"). A densidade populacional. incluindo algumas das cobras mais venenosas do mundo.Capitulo IV – Austrália: O Continente – Ilha A Austrália (em inglês: Austrália). Na maioria dos aspectos. A Austrália é o lar de muitos. O Monte Augustus. Cerca de 85% das plantas com flores. o Monte Kosciuszko.oficialmente Comunidadeda Austrália (em inglês: Commonwealth of. com 2 745 metros de altura. localizado na Oceania. está entre as mais baixas do mundo. reivindicado como o maior monólito do mundo. e o isolamento geográfico de longo prazo.8 habitantes por quilômetro quadrado. Austrália Ocidental e dois territórios.Nova Gales do Sul. Tasmânia. estimulada por um programa ambicioso de imigração. A Austrália tem o maior número de répteis do qualquer outro país. apesar do Pico Mawson. Queensland. ser mais alto. Devido à idade avançada do continente. com 755 espécies. é a montanha mais alta do continente australiano. Austrália do Sul. A população da Austrália quadruplicou desde o fim da Primeira Guerra Mundial. a ilha da Tasmânia e várias ilhas adjacentes nos oceanos Índico e Pacífico. mais de 45% das aves e 89% dos peixes costeiros da À maioria dos cerca de 22 milhões de australianos são descendentes de colonos da época colonial e imigrantes da Europa. Austrália) é um país do hemisfério sul. a legislação federal apenas substitui a legislação do estado em determinadas áreas que são definidas no artigo 51º da Constituição da Austrália. localizado no remoto território australiano da Ilha Heard. de 2. situa-se na Austrália Ocidental. 84% dos mamíferos. os padrões de tempo são extremamente variáveis. o Território do Norte e Território da Capital Australiana (TCA). embora uma grande parte da população viva no litoral temperado do sudeste. com quase 90% da população tendo descendência européia. Com 2 228 metros. Victoria. A Austrália é formada por seis estados . Em contrapartida. tornou a maior parte da biota da Austrália única e diversificada. mas o Parlamento da Comunidade pode substituir toda a legislação dos respectivos parlamentos. na Grande Cordilheira Divisória.

Reino Unido. 14 .a Assembléia Legislativa (Casa da Assembléia na Austrália do Sul e Tasmânia) e a câmara alta são conhecidas como Conselho Legislativo. uma base naval e um porto marítimo para a capital do país que anteriormente era parte da Nova Gales do Sul. O dólar australiano é a moeda oficial da nação e também da Ilha Christmas. Em 2003/04.1% do total das exportações de bens e serviços. Malásia. Japão. Ilha Heard e Ilhas McDonald. O governo federal administra diretamente os seguintes territórios: Território da Baía Jervis. Coréia do Sul.9% do PIB da Austrália no valor de cerca de A$ 32 bilhões para a economia nacional. China. representando 1. Ilhas Ashmore e Cartier.     Ilha Christmas e Ilhas Cocos (Keeling). a indústria do turismo representou 3. Singapura. Território Antártico Australiano (suspenso pelo Tratado da Antártica). Ilhas Cocos (Keeling) e Ilha Norfolk. bem como dos independentes Estados-ilhas do Pacífico Kiribati. Estados Unidos. Nauru e Tuvalu. O turismo é um importante setor da economia australiana. A participação do turismo no PIB do país tem vindo a decrescer ligeiramente nos últimos anos. Os 10 países que mais enviam turistas para viagens de curta duração para a Austrália são: Nova Zelândia. Hong Kong e Índia. Ilhas do Mar de Coral.

e não pelo governo federal. Quando o feriado cai no fim de semana o próximo dia útil considerado feriado. Território Nova Austrália Território da Gales Queensland Meridional do Norte Capital do Sul Feriado Austrália Ocidental Tasmânia Victoria Ano Novo 1 de Janeiro Dia da Austrália 26 de Janeiro Sexta-Feira Festa móvel Santa Sábado de Aleluia Festa móvel Domingo de Festa móvel Páscoa Dia do Trabalho 1ª segunda2ª segunda-feira d 1ª segunda-feira de M 1ª segunda-feira de Outubro feira de Março e Março aio Dia ANZAC 25 de Abril Aniversário da Rainha Proclamado pelo 2ª segunda-feira de Junho governador do Estado Natal 25 de Dezembro Boxing Day 26 de Dezembro (não é feriado) 26 de Dezembro Conclusão 15 .Os feriados na Austrália são definidos por cada estado.

para o nosso lado. a globalização faz com que a língua se torne algo fundamental nos tempos atuais.O uso de uma língua tão conhecida é de grande valia para obtenção da comunicação.. negócios.O inglês está se tornando cada vez mais imprescindível no mundo em que estamos inseridos. A cada dia que passa fica mais visível a importância e influência que esta língua tem na nossa vida. e olhe que em várias situações.. estão com força total. enfim. agora junto com a informática e internet. A língua das viagens.. e não são poucas. O inglês é uma língua internacional. a língua da comunicação com todo o mundo. a língua da globalização. o inglês está tomando força a cada dia. É só olharmos ao nosso redor. que nos deparamos com a língua inglesa em nossa vida. estudos. Considerações Finais 16 . então..

pudemos chegar à conclusão de que a Língua Inglesa é o idioma mais usado no mundo inteiro. com certeza. concluímos que.. Bibliografia 17 . até o predomínio do inglês. a globalização não é só econômica. com a nossa pesquisa. com a nossa pesquisa. Ela também é cultural.....Em verdade. Desde a informação instantaneamente globalizada..

english.br http://pt.sk.Fonte: www.wikipedia.com.org/wiki/Anexo:lista_de_pa%C3%ADses_onde_o_ingl %C3%AAs_%C3%A9_a_l%C3%ADngua_oficial 18 .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->