Você está na página 1de 24
  • DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA
  • PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO

DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA

CURSO DE HABILITAÇÃO DE OFICIAIS/CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE GESTÃO EM SEGURANÇA PÚBLICA (CHO/CSTGSP) – ÁREA DE DEFESA SOCIAL PARA O ANO DE 2013.

CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

(Edital DRH/CRS nº 06/2012, de 10 de setembro de 2012)

Língua Portuguesa e Conhecimentos Profissionais

NOME: _________________________________________________________________

LOCAL DE PROVA:

SALA: __________

DATA: 28Nov12

INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS:

  • 1. Abra este caderno de prova somente quando autorizado.

  • 2. Esta prova contém 40 (quarenta) questões valendo 5 (cinco) pontos cada e valor total de 200

(duzentos) pontos.

  • 3. O tempo máximo permitido para a realização da prova objetiva será de 3 (três) horas incluindo

o preenchimento da folha de respostas e para a prova de redação será de 4 (quatro) horas.

  • 4. Responda as questões e marque a opção desejada na folha de respostas, usando caneta

(tinta azul ou preta).

  • 5. Para cada questão existe somente uma resposta.

  • 6. Prova sem consulta.

  • 7. Não será admitido nenhum tipo de rasura na folha de respostas. As questões rasuradas ou

em branco ou com dupla marcação serão consideradas nulas para o candidato.

  • 8. É proibido o uso de máquinas calculadoras, telefones celulares ou outros similares.

  • 9. Iniciadas as provas, os candidatos somente poderão deixar a sala, e a esta retornar,

exclusivamente para uso de sanitários ou bebedouros, devidamente acompanhados por fiscal do concurso. 10. Verifique se a prova é a corresponde ao seu quadro e categoria. 11. Ao final da prova, entregue ao aplicador a folha de respostas, devidamente preenchida, conferida e assinada.

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

1

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

2

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

LÍNGUA PORTUGUESA Assassinato de reputação

04/12/2009 16:12:24

Luiz Gonzaga Belluzzo

O artigo de Cesar Benjamim sobre o filme Lula, o Filho do Brasil, publicado na Folha de S. Paulo em 27 de novembro, caiu na armadilha de transformar a crítica política em character assassination.

O leitor há de concordar que a prática não escasseia nas mídias contemporâneas. Seja como for, o artigo de Benjamim suscitou uma controvérsia que envolveu o “grande jornalismo” e seus “inimigos” abrigados nos blogs da internet. Com exceções honrosas, graças aos céus não tão raras, o debate foi dominado por argumentos ad hominem, num jogo de espelhos em que os defensores do bom jornalismo começam por violar as regras recomendadas ao adversário ou “inimigo”. Em alguns cantos e tantos recantos, Benjamim foi massacrado impiedosamente, numa retorsão que só abastarda o padrão já miserável em que se desenvolveu a contenda.

Talvez Paul Virilio, importante pensador francês da atualidade, tenha exagerado ao observar que, na moderna sociedade capitalista de massas, a mídia é o único poder que tem a prerrogativa de editar suas próprias leis, ao mesmo tempo que sustenta a pretensão de não se submeter a nenhuma outra. Digo talvez, porque essa convicção tornou-se ainda mais agressiva e generalizada com o desenvolvimento das novas mídias, espaço em que o anonimato e a inexistência de regras criaram uma “sociedade” hobbesiana. Nela, a loucura do sonho iluminista da liberdade guiada pela razão é superada pela realidade do pesadelo da liberdade da loucura, uma aventura da desrazão.

A defesa da liberdade de opinião e de informação se debilita quando é confundida com o exercício do poder econômico e político das grandes empresas de comunicação. Mesmo numa sociedade encantada pela “inversão” de significados e pelo ilusionismo da escolha do indivíduo-consumidor, não escapa ao cidadão comum que a “construção” da notícia, a censura da opinião alheia e a intimidação do opositor ou dissidente disputam o laurel de inimigas das liberdades. Essa tirania exercida sobre o indivíduo em nome da liberdade, não justifica a barbárie da liberdade exercida sob inspiração da tirania individualista. Este, diga- se, é o sentido profundo da pretensão apontada por Virilio, de não só se alçar acima da lei, mas de fazer e executar as suas próprias leis.

Ao tratar do assunto, Pierre Bourdieu lança uma pergunta incômoda: quem é o sujeito do discurso midiático, dos grandes e dos pequenos? Ele responde: os jornalistas não são entidades abstratas, mas cidadãos de carne e osso, com formações e níveis de instrução diferentes, opiniões distintas e gostos peculiares. Ainda assim, na mídia contemporânea, as produções jornalísticas são cada vez mais homogêneas tangidas pela concorrência e pela busca incessante de publicar diariamente o que “não é cotidiano”. A contradição torna-se

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

3

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

aguda: de um lado, a liberdade de expressão exige um sistema legal de garantias, cuidadoso em seus procedimentos, de outra parte, a concorrência desenfreada pelo controle da informação estimula a formação de correntes de opinião que propugnam por formas primitivas de punição e de vingança.

Bourdieu cuidou de analisar os arroubos moralistas de âncoras, comentaristas e outros bichos de menor porte. “Gide dizia que com bons sentimentos se faz má literatura. Mas com bons sentimentos se faz audiência. É preciso refletir sobre o moralismo das gentes midiáticas: frequentemente cínicos, eles propugnam por um conformismo moral absolutamente prodigioso. Os apresentadores de jornal televisivo, os animadores de debate, os comentaristas esportivos se transformaram em pequenos diretores de consciência, porta-vozes de uma moral tipicamente pequeno burguesa. Dizem o que é preciso pensar sobre os problemas da sociedade”.

Hoje, com a internet e seus blogueiros, há uma inflação de diretores de consciência, fenômeno provavelmente mais perigoso do que a inflação de ativos tóxicos alimentada pelos créditos subprime. Quase sempre é em nome do bem que se faz o pior, diz o filósofo Comte-Sponville. “Se Bush e Bin Laden não estivessem convencidos de representar o Bem, ou a própria vontade de Deus, suas decisões políticas não teriam sido tão trágicas”.

É tragicamente curioso que os valores mais caros ao projeto do Iluminismo, as liberdade de expressão e de opinião, tenham se transformado em instrumentos destinados a conter e cercear o avanço da autonomia e da liberdade dos indivíduos. O uso e o abuso do assassinato de caráter colocam em risco o sistema de garantias destinado a proteger o cidadão das arbitrariedades do poder, seja ele público ou privado.

Fonte: http://www.cartacapital.com.br/app/coluna.jsp?a=2&a2=5&i=5629

Notas:

character assassination = “assassinato típico”. argumentos ad hominem = “é uma falácia, ou erro de raciocínio, identificada quando alguém responde a algum argumento com uma crítica a quem fez o argumento. Ou seja, não se questiona o argumento, mas sim quem o fez”.

INTERPRETAÇÃO DO TEXTO

1ª QUESTÃO – De acordo com o texto, marque a alternativa CORRETA.

A. (

)

Cesar Benjamim cometeu um erro raro, ao publicar o artigo.

B. (

)

O autor do artigo foi exultado pelo bom jornalismo e pelos editores que o

C. (

)

publicaram. As críticas ao artigo de Cesar Benjamim envolveu pessoas que estimulam o jornalismo de qualidade e seus opositores.

D. (

)

Benjamim

foi

exaltado

pelas

suas

colocações,

perante

os

leitores

que

acompanham os blogs.

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

4

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

2ª QUESTÃO – De acordo com o texto, marque a alternativa CORRETA.

  • A. Para Paul Virilio, a imprensa faz a suas leis e busca não se submeter àquelas que não editou.

(

)

  • B. Com o desenvolvimento de novas mídias, o sonho iluminista se superou.

(

)

  • C. Antigamente havia mais espaço na mídia para se praticar o anonimato.

(

)

  • D. A aventura da desrazão reside na censura imposta à imprensa nos dias atuais.

(

)

3ª QUESTÃO – De acordo com o texto, marque a alternativa CORRETA.

  • A. A imprensa percebe e defende a censura da opinião alheia e a intimidação do opositor.

(

)

  • B. O indivíduo é valorizado e colocado sob a tirania, individualista ou não, para poder escrever seus artigos.

(

)

  • C. O indivíduo busca obedecer à lei e, para tanto, se coloca acima dela.

(

)

  • D. A sociedade atual vive a controvérsia de valores e pela falsa impressão de que ao indivíduo são dadas escolhas.

(

)

4ª QUESTÃO – De acordo com o texto, marque a alternativa CORRETA. O sujeito do discurso midiático, dos grandes e dos pequenos, citado por Pierre Bourdieu, são os:

  • A. (

)

leitores.

  • B. (

)

políticos.

  • C. (

)

jornalistas.

  • D. (

)

críticos.

5ª QUESTÃO – De acordo com o texto, marque a alternativa CORRETA.

  • A. Os jornalistas são cidadãos de carne e osso com formação homogênea.

(

)

 

  • B. impasse entre a

(

)

um

prática da liberdade

de

expressão

e

o

controle da

informação.

  • C. as

(

)

Na

mídia atual

produções jornalísticas são cada vez mais diferentes e

informativas.

  • D. A imprensa busca sempre publicar diariamente a rotina dos leitores.

(

)

 

6ª QUESTÃO – De acordo com o texto, marque a alternativa CORRETA. Ao citar o filósofo Comte-Sponville, o autor busca justificar que:

  • A. é necessário investir mais nos diretores de consciência para diminuir a inflação de ativos tóxicos.

(

)

  • B. a internet promove a inflação de ativos tóxicos, mais do que Bush e Bin Laden.

(

)

  • C. só boas intenções, por parte dos diretores de consciência, não resolvem os problemas.

(

)

  • D. ) as decisões políticas não teriam sido tão trágicas, se os blogueiros não tivessem interferido no assunto.

(

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

5

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

7ª QUESTÃO – De acordo com o texto, marque a alternativa CORRETA. Segundo o autor, a razão para que “as liberdades de expressão e de opinião, tenham se transformado em instrumentos destinados a conter e cercear o avanço da autonomia e da liberdade dos indivíduos” se deve:

A.

(

)

ao tratamento dos valores mais caros ao projeto do Iluminismo.

 

B.

(

)

à necessidade de existir diretores de consciência para conduzirem o processo de liberdade de expressão e de opinião.

C.

(

)

à exigência da internet e dos blogueiros para que o processo de avanço da autonomia e da liberdade dos indivíduos seja construído pelos governantes e comentaristas esportivos.

D.

(

)

à manipulação dessas garantias, de forma a colocar em risco o sistema de garantias destinado a proteger o cidadão das arbitrariedades do poder.

 

GRAMÁTICA

 

8ª QUESTÃO – A respeito da análise dos termos sublinhados, marque a alternativa CORRETA:

A.

(

)

O problema deixou-me sem apetite. (Predicativo do Objeto)

 

B.

(

)

Por quem teria sido ele ameaçado? (Objeto Indireto)

C.

(

)

O aviso de perigo foi dado às 12h. (Adjunto Adverbial)

D.

(

)

Deste modo, prejudicamos a ti e a ele. (Objeto Indireto)

9ª QUESTÃO – Leia:

 

I.

Feito isto, estão dispensados.

II.

Vale a pena preparar tantos cidadãos?

III.

 

Passaram policiais, conduzindo meliantes.

As orações destacadas são orações reduzidas. Marque a alternativa que contém a oração reduzida substantiva:

A.

(

)

I

B.

(

)

II

C.

(

)

III

D.

(

)

nenhuma.

 

10ª QUESTÃO –

Sobre o

processo de formação de palavras, marque a alternativa

CORRETA:

 

A.

(

)

A palavra “rodovia” é formada pelo processo de composição por aglutinação.

B.

(

)

O item “pólio” é um hibrismo.

 

C.

(

)

O

vocábulo

“desachatamento”

é

formado

pelo

processo

de

derivação

 

parassintética.

 

D.

(

)

O vocábulo “estridular” é uma onomatopeia.

 

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

6

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

11ª QUESTÃO – Tendo em vista as figuras de linguagem, marque a alternativa CORRETA:

A.

(

)

A mim resta-me calar. (Elipse)

 

B.

(

)

Com o fim do namoro, chorou rios de lágrimas. (Gradação)

 

C.

(

)

Amor é fogo que queima sem se ver. (Perífrase)

 

D.

(

)

Tomou um copo de cerveja. (Metonímia)

 

12ª

QUESTÃO

Marque

a

alternativa

cuja

formação

do

feminino

se

realiza

por

heteronímia:

 

A.

(

)

pai, bode, boi.

 

B.

(

)

filho, mestre, leão.

 

C.

(

)

menino, folião, deus.

D.

(

)

cônsul, autor, gigante.

13ª QUESTÃO – Leia:

 

I.

Amélia agradou-se muito do cavalheiro.

 

II.

 

A fadiga ansiava-lhe.

III.

De noite entreteu-se por ouvir música.

IV.

A notícia do homicídio o tocou demasiadamente.

Sob o ponto de vista da regência verbal, estão CORRETAS as orações:

 

A.

(

)

I e IV.

B.

(

)

II e III.

C.

(

)

I e III.

D.

(

)

II e IV.

 

CONHECIMENTOS PROFISSIONAIS

 

14ª QUESTÃO – A Lei Federal nº 10.826/03, dispõe sobre o registro, posse e comercialização de armas de fogo e de munição, e sobre o Sistema Nacional de Armas. Após a edição desta Lei, a PMMG também regulou a aquisição, o registro, o cadastro e o porte de arma de fogo de propriedade do militar; e o porte de arma de fogo pertencente à Polícia Militar de Minas Gerais, por meio da Resolução nº 4.085/10. A respeito do assunto contido em ambas as normas, legais e institucionais, é CORRETO afirmar que:

A.

(

) a quantidade de munição, por arma registrada, que cada militar poderá adquirir, para fins de aprimoramento e qualificação técnica, exclusivamente na indústria, é de até 50 (cinquenta) unidades por ano.

B.

(

) com a edição da Lei nº 10.826/03, foram vedadas a fabricação, a venda, a comercialização e a importação de brinquedos, réplicas e simulacros de armas de fogo, que com estas se possam confundir, exceto aqueles destinados à instrução, ao adestramento, ou à coleção de usuário autorizado, nas condições fixadas pelo Exército.

C.

(

) o proprietário ou diretor responsável de empresa de segurança e transporte de valores que deixarem de registrar ocorrência policial e de comunicar à Polícia Federal perda, furto, roubo ou outras formas de extravio de arma de fogo, acessório ou munição que estejam sob sua guarda, incorrerá nas mesmas penas daquele que mantiver sob guarda ou ocultar arma de fogo, acessório ou munição,

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

7

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

de uso permitido, sem autorização e em desacordo com determinação legal ou regulamentar.

D.

(

)

o

militar terá

o

porte

de arma

de fogo suspenso quando tiver contribuído,

 

dolosamente, para o extravio de arma de fogo que se encontrava sob sua

responsabilidade.

 

15ª QUESTÃO – Há vários anos, a PMMG já vem normatizando e orientando a atuação dos policiais militares no tocante ao isolamento e preservação do local de crime. Como referência, temos a Nota Instrutiva nº 19/93, que contém claros ensinamentos voltados à atuação em ocorrências que exijam esse tipo de intervenção policial e, mais atualmente, o Memorando nº 30.391.3/11. A respeito do conteúdo destes documentos institucionais, dentre as assertivas abaixo, marque (V) para as verdadeiras e (F) para as falsas. Em seguida, assinale a alternativa que corresponde à sequência CORRETA de respostas.

(

)

a atuação eficiente da polícia ostensiva em locais de crime é fundamental para

(

)

influenciar na aplicação das leis, para que infratores de comprovada periculosidade não escapem às penas da lei, por falta de provas suficientes. o militar que tem a responsabilidade do local de crime deve coordenar o acesso

(

)

organizado de repórteres e fotógrafos ao local de crime, conjuntamente com os peritos e investigadores. é dever do militar que tem responsabilidade sobre o local de crime acompanhar os

(

)

trabalhos dos peritos, verificando o material por eles relacionados no laudo pericial, de forma que, ao final da sua atividade, o PM homologue o documento lavrado pelos peritos. o militar que tem a responsabilidade do local de crime não deve permitir que se ponham em ordem as coisas que estiverem desarrumadas.

A.

(

)

F-F-V-F

B.

(

)

V-F-V-F

C.

(

)

F-V-V-F

D.

(

)

V-F-F-V

16ª QUESTÃO – O Memorando nº 30.668.6/09 vem trazer as considerações institucionais da PMMG referentes à tipificação do sequestro relâmpago na legislação penal brasileira. Como a modalidade criminosa constituía num fato social cada vez mais frequente nas últimas décadas, porém permeado de dúvidas acerca de seu enquadramento legal, com o advento da Lei 11.923/2009, foi previsto expressamente no art. 158, § 3º, do Código Penal a tipificação do chamado sequestro relâmpago, a reboque da distinção entre os crimes de roubo e extorsão. A respeito do conteúdo do Mem nº 30.668.6/09 e da Lei Federal a ele anexa, assinale a alternativa CORRETA:

A.

(

)

com o advento da nova Lei Federal, houve mudança de rotinas operacionais da PMMG, com a inserção, na Diretriz Integrada de Ações e Operações (DIAO), da codificação “C 01.158a", que especifica o crime de Sequestro Relâmpago.

B.

(

)

um dos tópicos que distingue as duas modalidades criminosas que eram alvo de dúvidas (roubo e extorsão) é que na extorsão é imprescindível o comportamento da vítima, a entrega do bem é ato voluntário, no roubo é prescindível.

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

8

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

C.

(

)

um dos procedimentos operacionais e administrativos da PMMG que passou a ser adotado em face da nova tipificação penal do crime foi de informar imediatamente a autoridade judiciária, para fins de avaliação dos impactos desta nos bancos de dados estatísticos.

D.

(

)

na descrição do “modus operandi” dos infratores um dos aspectos elencados é o contato telefônico mantido com familiares, para fins da extorsão.

17ª QUESTÃO – A Base Comunitária – BC é um serviço policial preventivo prestado por uma equipe de policiais militares para aplicação do Policiamento Orientado para o Problema (POP), com o apoio da comunidade, conforme preceitua a Instrução nº 3.03.07/10. Acerca das missões da BC, de aspecto geral, particular e eventual, considere as informações abaixo e, a seguir, de acordo com o conteúdo expresso na Instrução nº 3.03.07/10, marque a alternativa CORRETA.

I

-

a missão geral da BC é executar policiamento ostensivo geral de forma personalizada, conforme necessidade de cada localidade;

II -

 

acionar os órgãos públicos e as entidades do terceiro setor para solucionar os problemas identificados não é missão da BC;

III - promover atividades de comunicação organizacional para divulgar serviços

IV -

 

preventivos, utilizando principalmente o painel de avisos comunitários (CELOTEX) é missão da BC; realizar a análise estatística da incidência de violência e criminalidade, utilizando o

 

geoprocessamento para planejamento dos locais de atuação é missão da BC.

A.

(

)

Apenas I e II são corretas.

B.

(

)

Apenas I e III são corretas.

C.

(

)

Apenas III e IV são corretas.

D.

(

)

Apenas II e IV são corretas.

18ª QUESTÃO – A Base Comunitária Móvel – BCM é um serviço preventivo prestado por uma equipe de policiais militares preparados para aplicar o policiamento orientado para o problema (POP), com o apoio da comunidade, e utiliza uma viatura (tipo trailer ou van adaptados) e outros processos de policiamento, tais como a pé, de ciclopatrulha e de motocicleta, com o objetivo de reduzir o crime de menor potencial ofensivo, a sensação de insegurança e a desordem pública em áreas com alta densidade populacional sazonal. A respeito da BCM, conforme descrito na Instrução nº 3.03.07/10, é CORRETO afirmar que:

A.

(

)

o horário e a jornada de trabalho do Cmt da BCM será ajustado conforme as necessidades específicas da BCM e será coordenado pelo Cmt de Cia PM.

B.

(

)

o tempo de atuação da equipe da BCM na subárea de uma Cia PM será de, no mínimo, dois meses, prorrogáveis uma vez pelo mesmo período, visando a interação com a comunidade.

C.

(

)

o CPU/CPCia é responsável por realizar o treinamento tático do efetivo da BCM antes do início do serviço da Equipe, conforme normas internas da PMMG, e distribuir as tarefas diárias a cada um dos integrantes.

D.

(

)

levar-se-á em consideração para priorização das áreas de atuação da BCM os indicadores criminais sobre delitos de maior potencial ofensivo (criminalidade violenta).

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

9

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

19ª QUESTÃO – A Instrução nº 3.03.09/2011 visa estabelecer parâmetros de atuação da Polícia Militar de Minas Gerais, de natureza preventiva e de restauração da ordem e tranquilidade, que envolvam o ambiente escolar. Em seu conteúdo, a Instrução faz alusão à “Perspectiva de trabalho em rede – os atores participantes na segurança escolar”. Dentre os assuntos tratados na Instrução nº 3.03.09/11, verifique as assertivas abaixo, marcando (V) para as verdadeiras e (F) para as falsas. Em seguida, assinale a alternativa que corresponde à sequência CORRETA de respostas.

(

)

A Secretaria de Estado de Educação tem a atribuição de desenvolver projetos de

(

)

integração escola-comunidade, bem como definir a construção ou reforma de cercas e muros das escolas. A Associação de Pais e Mestres tem como uma de suas finalidades implantar

(

)

projetos de assistência e garantia de políticas públicas às crianças e adolescentes. O Conselho Comunitário de Segurança Pública (CONSEP) Escolar tem a

(

)

responsabilidade de conservar a manutenção do prédio, do equipamento e das instalações, visando o ambiente que propicie segurança aos alunos. O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) pode captar recursos através de convênios com o Poder Público Municipal, autarquia ou projeto governamental, com objetivo de implementar soluções para problemas de segurança e apoiar o desenvolvimento de projetos direcionados ao mesmo fim.

  • A. (

)

V, V, F, F

  • B. (

)

F, F, V, V

  • C. (

)

V, F, V, F

  • D. (

)

F, V, F, V

20ª QUESTÃO – A Patrulha Escolar é a essência do policiamento escolar e a qual orientará a oferta e o desenvolvimento das demais atividades que envolvam o ambiente escolar. A respeito de suas atividades e da administração de pessoal, conforme previsto na Instrução nº 3.03.09/2011, é CORRETO afirmar que:

  • A. ao policial militar é permitido divulgar, total ou parcialmente, dados da ocorrência policial que identifiquem o autor de ato infracional, desde que os responsáveis pela criança ou adolescente permitam expressamente.

(

)

  • B. a composição básica da patrulha escolar deverá ser de no mínimo de 02 (dois) PM, sendo sugerida sua jornada de trabalho de 07 (sete) horas diárias em turnos compreendidos de 06h00min horas às 13h00min horas e de 16h00min horas às

(

)

23h00min.

  • C. a indicação dos militares que comporão o grupamento de policiamento escolar será feita pelos Comandantes de Companhia e terá como requisitos: possuir interesse no Policiamento Escolar, aptidão para docência e possuir o Curso de Patrulha Escolar, dentre outros.

(

)

  • D. a competência na gestão da patrulha escolar é dos Núcleos de Prevenção Ativa (NPA) nos diversos níveis do emprego operacional e recairá sobre o oficial ou praça Multiplicador em Polícia Comunitária a competência quanto ao assessoramento das ações junto à rede.

(

)

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

10

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

21ª QUESTÃO – Conforme referencia o Caderno Doutrinário nº 1, considera-se preparo mental o processo de pré-visualizar e ensaiar mentalmente os prováveis problemas a serem encontrados em cada tipo de intervenção policial e as possibilidades de respostas. Essa antecipação desencadeia um conjunto de alterações fisiológicas e psicológicas, colocando o policial num estado de prontidão que ampliará sua capacidade de resposta a cada situação. Acerca do preparo mental e dos consequentes estados de prontidão, considere as informações abaixo e, a seguir, de acordo com o conteúdo expresso no Caderno Doutrinário nº 1, marque a alternativa CORRETA.

I - os estados de prontidão do policial dependem de fatores objetivos, tais como modalidade de ocorrência, número de pessoas envolvidas, tipo de armamento.

II - o estado de atenção (amarelo) pode ser mantido por um período mais prolongado sem sobrecarregar as funções físicas e mentais.

III -

 

é fundamental ao policial militar atuar em um mesmo estado de prontidão, visando

IV -

manter o equilíbrio de sua atuação. estado de alerta (laranja) é o estado de prontidão no qual o policial deve operar durante uma situação de normalidade (exemplo: patrulhamento ordinário), dando prioridade para a identificação de possíveis riscos.

A.

(

)

apenas I está correta.

B.

(

)

apenas II está correta.

C.

(

)

apenas I e II estão corretas.

D.

(

)

apenas I, II e IV estão corretas.

22ª QUESTÃO – O Caderno Doutrinário nº 2, no capítulo que trata da técnica e tática policial básica, menciona que os Deslocamentos Táticos correspondem às movimentações, realizadas por policiais, com o objetivo de progredir, aproximar e abordar pessoas, adotando técnicas específicas que lhes permitam agir com rapidez, surpresa e segurança.

A esse respeito, observe as figuras 1 e 2:

Figura1

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO) 21ª QUESTÃO – Conforme referencia o

Figura 2

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO) 21ª QUESTÃO – Conforme referencia o

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

11

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

Com base no conhecimento sobre o uso de cobertas e abrigos e nas figuras apresentadas acima, e, de acordo com o conteúdo expresso no Caderno Doutrinário nº 2, marque a alternativa CORRETA.

  • A. nas Figuras 1 e 2 o policial está coberto, mas não abrigado, uma vez que tem sua silhueta exposta no momento de fazer a visualização do abordado.

(

)

  • B. apenas na Figura 1 o policial está coberto e abrigado, uma vez que o arbusto, além de ocultá-lo, está distante do abordado, portanto oferece proteção.

(

)

  • C. nas Figuras 1 e 2 o policial está apenas ocultado, mas sem proteção suficiente, pois sua silhueta está exposta.

(

)

  • D. apenas na Figura 2 o policial está abrigado, pois o anteparo é capaz de protegê- lo contra disparos de arma de fogo.

(

)

23ª QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA. A abordagem a pessoas é assunto previsto no Caderno Doutrinário nº 2. A esse respeito, tal referencial teórico descreve que é importante saber que, em qualquer nível de intervenção, o policial deverá adotar os seguintes procedimentos:

  • A. avaliação, identificação do abordado, diagnóstico da intervenção policial referente ao cenário social, execução.

(

)

  • B. postura e compostura, segurança, avaliação, pronta resposta, análise de resultados.

(

)

  • C. autoidentificação, tratamento respeitoso para com as pessoas, esclarecimentos sobre o motivo da abordagem e relacionamento adequado com a imprensa.

(

)

  • D. análise preparatória, pensamento tático, agilidade, pronta resposta.

(

)

24ª QUESTÃO – Ao fazer a avaliação de risco, o policial tem subsídios para avaliar a oportunidade e a conveniência de uma intervenção e decidir sobre a ação e o nível de força adequado para controlar a ameaça, seja por meio da verbalização, força física ou mesmo a força potencialmente letal. Ao tratar da metodologia de avaliação de riscos, o Caderno Doutrinário nº 1 a divide em cinco etapas. A respeito dessas etapas, relacione a 1ª coluna de acordo com a 2ª, de alto a baixo e, em seguida, marque a alternativa CORRETA.

  • 1. Identificação de direitos e garantias sob ameaça

(

)

trata dos recursos que existem para responder à ameaça, tais como reação da população local diante da intervenção policial.

  • 2. Avaliação das ameaças

(

)

análise da relação custo-benefício da intervenção policial diante de cada situação de risco.

  • 3. Classificação de risco

(

)

quais são os indivíduos expostos ao risco, os bens móveis e imóveis sujeitos a algum tipo de dano, as circunstâncias e o histórico dos fatos?

Análise

  • 4. das

(

)

trata das características dos fatores que ameaçam

vulnerabilidades

direitos e garantias, identificar pontos de foco e pontos quentes e selecionar o nível de força adequado para controlá-los.

  • 5. Avaliação de possíveis resultados

(

)

auxilia na escolha do comportamento tático mais adequado, além de lhe propiciar melhores condições para assegurar os direitos e proteger todos os envolvidos.

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

12

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

A.

(

)

4 – 5 – 1 – 2 – 3

B.

(

)

5 – 4 – 2 – 1 – 3

C.

(

)

2 – 4 – 5 – 3 – 1

D.

(

)

3 – 5 – 4 – 1 – 2

25ª QUESTÃO – As circunstâncias que envolvem a realização de escoltas e conduções diversas são tratadas no Caderno Doutrinário nº 5, que foi elaborado com o objetivo de servir como referencial técnico para a atuação operacional cotidiana. Dentre os assuntos relacionados às escoltas policiais, considere as informações abaixo e, a seguir, de acordo com o conteúdo expresso no Caderno Doutrinário nº 5, marque a alternativa CORRETA.

I - É conveniente que haja um canal específico, na rede de rádio, diverso do operacional, para as comunicações da equipe de escolta, a fim de favorecer uma maior agilidade nas comunicações e uma melhor capacidade de coordenação e controle da operação. II - As paradas, durante escoltas de dignitários, especialmente para alimentação, serão determinadas pelo escoltado, salvo quando representarem risco à sua integridade, situações em que a equipe de escolta deverá apresentar, motivadamente, outra opção ou momento mais adequado para realizar a parada.

III -

É vedado, em qualquer circunstância, a utilização de policiais militares em escoltas

IV -

no interior dos ônibus de torcida organizada, pois inviabiliza a supremacia de força. Quando no interior de nosocômios, a escolta deve acompanhar a pessoa presa em todos os deslocamentos nas dependências do hospital.

A.

(

)

apenas I e III estão corretas.

B.

(

)

apenas I, II e III estão corretas.

C.

(

)

apenas I, II e IV estão corretas.

D.

(

)

apenas III e IV estão corretas.

26ª QUESTÃO – O Caderno Doutrinário nº 4 (Abordagem a Veículos), ao tratar da identificação de ocupantes armados, descreve que, depois de posicionados na área de aproximação, caso os policiais verifiquem que os ocupantes do veículo estão portando arma, deverá ser empregada a tática policial complementar, cuja posição final está descrita na figura a seguir.

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO) A. ( ) 4 – 5

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

13

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

Na sequência da situação representada na figura, após identificar que os abordados estão armados, é CORRETO afirmar que:

  • A. ) os policiais elevam seu estado de prontidão, de atenção (amarelo) para alerta (laranja).

(

  • B. ) os policiais colocam suas armas na posição de pronta resposta e saem rapidamente da área de aproximação, efetuando o recuo tático, posicionando-se atrás da viatura ou se protegendo em outro tipo de abrigo existente na via.

(

  • C. ) os policiais efetuam a intervenção controlada, quando retornam ao interior da viatura e acionam cobertura por meio da rede rádio. Ao mesmo tempo, utilizam o sistema de microfone da viatura para ordenar que os ocupantes saiam do veículo.

(

D. (

)

os policiais deslocam da posição traseira da viatura em direção ao veículo, efetuando a aproximação controlada, colocam suas armas na posição de pronta resposta e ordenam os ocupantes do veículo para deporem as armas ao chão.

27ª QUESTÃO -. A Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, em seu artigo 3º, cita quais são seus objetivos fundamentais. Marque a alternativa que apresenta um desses objetivos fundamentais:

  • A. garantir o desenvolvimento nacional.

(

)

  • B. cooperação entre os povos para o progresso da humanidade.

(

)

  • C. valores sociais do trabalho e da livre iniciativa.

(

)

  • D. prevalência dos direitos humanos.

(

)

28ª QUESTÃO – A Diretriz para Prestação de Serviços de Segurança Pública nº 3.01.02/11 regula o emprego da Polícia Militar de Minas Gerais nas Ocupações de Imóveis Urbanos e Rurais, no cumprimento das requisições de força policial pelo poder judiciário. A DPSSP referenciada cita que o emprego da Polícia Militar vincula-se a pressupostos fundamentais de caráter cogente em qualquer situação, sendo um deles a Disciplina Tática. Dentre as alternativas abaixo, assinale aquela que CORRETAMENTE apresenta todos os atributos da disciplina tática, com base no conteúdo da DPSSP nº 3.01.02/11:

  • A. ) produção de conhecimento, identificação do local, identificação dos ocupantes, relato de riscos eminentes, envolvimento de grupos, estabelecimento de atribuições.

(

  • B. ) análise preliminar, planejamento coordenado, conhecimento do local de atuação, avaliação dos fatores psicológicos da missão, desencadeamento integrado.

(

  • C. ) conhecimento da missão, pronto atendimento às ordens, plena compreensão das ordens recebidas, eliminação do improviso, unidade de comando e segurança do grupo.

(

  • D. ) preparação tática, segurança, coordenação das ações, ação vigorosa, avaliação final dos resultados.

(

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

14

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

29ª QUESTÃO – Conforme referencia a Diretriz para Produção de Serviços de Segurança Pública nº 3.01.05/10, o maior dos obstáculos para a promoção e proteção dos direitos fundamentais da pessoa humana repousa sobre o desconhecimento, pois é por essa via que muitos desses direitos são ignorados e, consequentemente, desrespeitados. Para tratar do assunto, a DPSSP nº 3.01.05/10 tem cinco objetivos estabelecidos. Dentre estes, verifique as assertivas abaixo, marcando (V) para as verdadeiras e (F) para as falsas. Em seguida, assinale a opção que corresponde à sequência CORRETA de respostas.

(

)

Definir as ações da prática operacional dos policiais militares voltadas para os

(

)

Direitos Humanos. Determinar procedimentos, deveres e funções policiais-militares segundo a

(

)

filosofia dos Direitos Humanos, com base na conduta ética e legal e no respeito à diversidade social. Estabelecer uma linha de comunicação entre a Polícia Militar e a população em

(

)

geral, para discutir assuntos relacionados a filosofia de direitos humanos. Estreitar o relacionamento da instituição com os órgãos de imprensa, buscando

(

)

dar maior visibilidade as ações policiais desenvolvidas sob a égide dos Direitos Humanos. Divulgar aos integrantes da Instituição as políticas internas de promoção de Direitos Humanos que visam garantir e promover seus direitos.

  • A. (

)

V – F – V – V – V

  • B. (

)

V – V – F – F – F

  • C. (

)

F – V – V – F – V

  • D. (

)

F – F – F – V – F

30ª QUESTÃO – O conceito de Polícia Comunitária inclui mais que o exercício de novas funções, uma moderna visão da gestão da segurança pública, segundo a qual a cultura organizacional é transformada. Tal visão é trazida à existência pelo exercício concomitante dos princípios da Polícia Comunitária. Conforme previsto na Diretriz para Produção de Serviços de Segurança Pública nº 3.01.06/11, dentre as alternativas abaixo, assinale aquela que CORRETAMENTE apresenta três desses princípios da Polícia Comunitária:

  • A. ) policiamento orientado para o problema, visão prospectiva de atuação, interação com grupos sociais representativos.

(

  • B. ) policiamento descentralizado e personalizado, extensão do mandato policial, ajuda às pessoas com necessidades específicas.

(

  • C. ) construção de políticas sociais integradas, uso de ferramentas tecnológicas em prol da segurança pública, visão de futuro.

(

  • D. ) resposta qualificada à criminalidade, atuação preventiva, otimização dos recursos humanos e materiais.

(

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

15

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

31ª QUESTÃO -. De acordo com a Constituição do Estado de Minas Gerais de 1989, marque a alternativa CORRETA:

  • A. ) o Tribunal de Justiça Militar, com sede na Capital e jurisdição em todo o território do Estado, compõe-se de juízes Oficiais da ativa, do mais alto posto da Polícia Militar ou do Corpo de Bombeiros Militar, e de juízes civis, em número ímpar, fixado na Lei de Organização e Divisão Judiciárias, excedendo o número de juízes Oficiais ao de juízes civis em uma unidade.

(

  • B. ) o Tribunal de Justiça Militar, com sede na Capital e jurisdição em todo o território do Estado, compõe-se de juízes Oficiais da ativa, do mais alto posto da Polícia Militar ou do Corpo de Bombeiros Militar, e de juízes civis, em número par, fixado na Lei de Organização e Divisão Judiciárias, excedendo o número de juízes Oficiais ao de juízes civis em duas unidades.

(

  • C. ) o Tribunal de Justiça Militar, com sede na Capital e jurisdição em todo o território do Estado, compõe-se de juízes Oficiais da ativa, do mais alto posto da Polícia Militar ou do Corpo de Bombeiros Militar, e de juízes civis, em número par, fixado na Lei de Organização e Divisão Judiciárias, excedendo o número de juízes civis ao de juízes Oficiais em uma unidade.

(

  • D. ) o Tribunal de Justiça Militar, com sede na Capital e jurisdição em todo o território do país, compõe-se de juízes Oficiais da ativa, do mais alto posto da Polícia Militar ou do Corpo de Bombeiros Militar, e de juízes civis, em número ímpar, fixado na Lei de Organização e Divisão Judiciárias, excedendo o número de juízes civis ao de juízes Oficiais em duas unidades.

(

32ª QUESTÃO - Marque a alternativa CORRETA. De acordo com o Código Penal Militar, nos crimes de calúnia, difamação e injúria, aplica-se a pena em dobro, se qualquer dos crimes é cometido:

  • A. contra superior.

(

)

  • B. na presença de duas ou mais pessoas, ou de inferior do ofendido, ou por meio que facilite a divulgação da calúnia, da difamação ou da injúria.

(

)

  • C. contra o Presidente da República ou chefe de governo estrangeiro.

(

)

  • D. mediante paga ou promessa de recompensa.

(

)

33ª QUESTÃO - De acordo com a Resolução Conjunta nº 4.220, de 28/06/12- Manual de Processos e Procedimentos Administrativos das Instituições Militares do Estado de Minas Gerais - MAPPA, marque a alternativa CORRETA em relação ao Processo de Comunicação Disciplinar (PCD):

  • A. ) a autoridade competente, para solucionar o PCD, deverá fazê-lo no prazo de 15 (quinze) dias úteis.

(

  • B. ) em casos excepcionais e independentemente de motivação, poderá haver renovação e sobrestamento dos prazos previsto para elaboração do PCD.

(

  • C. ) o prazo para elaboração do PCD será de 15 (quinze) dias corridos, contados da data do recebimento da documentação pelo encarregado, prorrogáveis por 10 (dez) dias corridos, a pedido ou por determinação da autoridade competente, computando os prazos destinados à defesa.

(

  • D. ) recusando-se, ou não sendo possível ao comunicado, sem motivo justificado, apresentar as alegações de defesa ou RED final, deverá o encarregado, ou a autoridade competente, designar um defensor ad hoc. Em sendo justificado o motivo, ser-lhe-á renovado o prazo de defesa.

(

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

16

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

34ª QUESTÃO - Baseado no Código de Processo Penal Militar, marque a alternativa CORRETA em relação ao Inquérito Policial Militar:

  • A. a autoridade militar poderá mandar arquivar autos de inquérito, quando concluir pela inexistência de crime ou a inimputabilidade do indiciado.

(

)

  • B. o arquivamento de inquérito obsta a instauração de outro, mesmo se novas provas aparecerem em relação ao fato, ao indiciado ou a terceira pessoa.

(

)

  • C. o inquérito poderá ser dispensado, sem prejuízo de diligência requisitada pelo Ministério Público quando o fato e sua autoria já estiverem esclarecidos por documentos ou outras provas materiais.

(

)

  • D. ) todas as peças do inquérito serão, por ordem aleatória, reunidas num só processado e datilografadas, em espaço dois, com as folhas numeradas e rubricadas, pelo Juiz Militar.

(

35ª QUESTÃO - De acordo com o Decreto nº 42.843/02, que Regulamenta a concessão de recompensas, o Conselho de Ética e Disciplina Militares da Unidade - CEDMU, de que trata

a Lei nº 14.310, de 19 de junho de 2002, que dispõe sobre o Código de Ética e Disciplina dos Militares do Estado de Minas Gerais - CEDM, e dá outras providências, complete corretamente as lacunas com as opções apresentadas:

O CEDMU terá prazo de __________

para

analisar e emitir parecer em comunicações

disciplinares, propostas de recompensas e recursos disciplinares e de

para

________ procedimentos administrativos regulares, contados a partir do recebimento da documentação oriunda da Secretaria, não se contando o dia do recebimento.

  • A. 5 (cinco) dias úteis; 10 (dez) dias úteis.

(

)

  • B. 5 (cinco) dias ; 10 (dez) dias.

(

)

  • C. 10 (dez) dias úteis; 5 (cinco) dias úteis.

(

)

  • D. 10 (dez) dias ;

(

)

5 (cinco) dias.

36ª QUESTÃO - De acordo com a Lei nº 8.078/90 (Código de Defesa do Consumidor) marque a alternativa CORRETA:

A. (

)

o direito de reclamar pelos vícios aparentes ou de fácil constatação caduca em 120 dias, tratando-se de fornecimento de serviço e de produtos não duráveis e duráveis.

  • B. ) tratando-se de vício oculto, o prazo decadencial inicia-se no momento da compra do produto.

(

  • C. ) a reclamação comprovadamente formulada pelo consumidor perante o fornecedor de produtos e serviços até a resposta negativa correspondente, que deve ser transmitida de forma inequívoca, obstam a decadência.

(

  • D. ) prescreve em dois anos a pretensão à reparação pelos danos causados por fato do produto ou do serviço, iniciando-se a contagem do prazo a partir do conhecimento do dano e de sua autoria.

(

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

17

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

37ª QUESTÃO - De acordo com a Lei nº 8.069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente) marque a alternativa CORRETA:

A. (

)

o adolescente só será privado de sua liberdade em caso de flagrante de ato infracional.

  • B. ) a apreensão de qualquer adolescente e o local onde se encontra recolhido serão incontinenti comunicados à autoridade judiciária competente e à família do apreendido ou à pessoa por ele indicada.

(

  • C. ) a internação, antes da sentença, pode ser determinada pelo prazo máximo de cinquenta e cinco dias.

(

  • D. ) o adolescente civilmente identificado será submetido a identificação compulsória pelos órgãos policiais, de proteção e judiciais, em qualquer situação.

(

38ª QUESTÃO - De acordo com a Lei nº 11.340/06 (Cria mecanismos para coibir a violência

doméstica e familiar contra a mulher, nos termos do § 8 o do art. 226 da Constituição Federal, da Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres e da Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher; dispõe sobre a criação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher; altera o Código de Processo Penal, o Código Penal e a Lei de Execução Penal; e dá outras providências), marque a alternativa que completa CORRETAMENTE a lacuna abaixo:

Em todos os casos de violência doméstica e familiar contra a mulher, feito o registro da ocorrência, deverá a autoridade policial adotar, de imediato, alguns procedimentos, dentre

eles o de remeter, no prazo de

expediente apartado ao juiz com o

, pedido da ofendida, para a concessão de medidas protetivas de urgência.

_________________

  • A. 24 (vinte e quatro) horas.

(

)

  • B. 36 (trinta e seis) horas.

(

)

  • C. 48 (quarenta e oito) horas.

(

)

  • D. 72 (setenta e duas) horas.

(

)

39ª QUESTÃO - De acordo com a Resolução nº 4019/09, que dispõe sobre a metodologia e os procedimentos da Avaliação Anual de Desempenho e Produtividade – AADP dos militares no serviço ativo da Polícia Militar de Minas Gerais, marque a alternativa CORRETA:

  • A. para fins de promoção, o desempenho do militar será considerado satisfatório se o resultado da avaliação for igual ou superior a 70%.

(

)

  • B. um dos objetivos da AADP é contribuir para a implementação do princípio da razoabilidade na Administração Pública do Poder Executivo Estadual e para a melhoria da prestação do serviço privado.

(

)

  • C. o Chefe do Estado-Maior definirá, anualmente, as metas institucionais que servirão de base para a realização do Compromisso de Desempenho (CD).

(

)

  • D. ) fica impedido de atuar na Comissão de Avaliação o militar que tenha parentesco, consanguíneo ou afim, em linha ascendente, descendente ou colateral, até o 4° grau, ou seja cônjuge de quem está sendo avaliado ou de outro membro da Comissão.

(

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

18

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

40ª QUESTÃO - De acordo com o Memorando nº 32.276.3/09-EMPM, que regula a atuação da Polícia em face das ocorrências de contravenção penal de perturbação do trabalho e do sossego alheios, marque a alternativa CORRETA:

A. (

)

O elemento subjetivo da conduta é a culpa, isto é, o infrator precisa ter a culpa consciente de perturbar o sossego alheio, agindo com com imprudência, imperícia ou negligência para que se considere uma infração penal.

  • B. ) No caso de perturbação de sossego provocado por veículos automotores, após advertir o responsável, caso este não silencie, proceda a APREENSÃO dos veículos envolvidos, aplicando-se multa ao seu proprietário quando constatado abuso na emissão de sons, vibrações e ruídos em logradouros público, conforme o disposto no artigo 229 do Código de Trânsito Brasileiro, como também deverá ser lavrado o BO sobre a perturbação, procedendo-se da mesma forma descrita acima, e a condução do infrator agora pelo crime de desobediência, Art. 330 do Código Penal, já que a ordem do servidor foi legal.

(

  • C. ) Argumenta-se, em alguns círculos, que o art. 17 da Lei de Contravenções Penais estabelece que todas contravenções são de ação penal pública condicionada e que assim a Polícia Ostensiva deveria agir de ofício, independentemente de haver um solicitante que se sinta perturbado, ou seja, uma vítima do delito.

(

D. (

)

No caso do delito de perturbação do sossego alheio cometido em estabelecimento comerciais, o policial militar deverá multar o estabelecimento pela perturbação causada por gritaria, algazarra, instrumentos sonoros ou sinais acústicos, fazendo com que cesse a perturbação. Persistindo a perturbação, o policial militar deverá efetuar a prisão do infrator pelo cometimento do crime de desacato, LAVRAR o BO, efetuar a APREENSÃO do objeto causador da perturbação, se necessário.

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

19

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA PROVA DE REDAÇÃO

1.

Leia o fragmento abaixo para desenvolver a proposta de redação.

“A imprensa está fazendo um carnaval com a morte da pequena Isabella. Algumas vezes, me envergonho. Outras, me convenço de que não é só um dado da realidade, mas também um mal necessário. Um choque, uma necessidade de reflexão coletiva. Por que a vergonha? Porque fica a sensação de que Isabella continua sendo asfixiada, maltratada, humilhada e finalmente jogada do sexto andar todos os dias, de manhã, de tarde, de noite, de madrugada. Uma vítima sem fim. E tão indefesa. É como se aquelas câmeras e microfones invadissem a sua alma, roubando um pouco da dor da nossa menina para distribuir e animar a torcida. E por que, apesar disso, a impressão de que há algo de positivo nessa voracidade da mídia? Porque os relatos do calvário de Isabella, sempre acompanhados de fotos tão enternecedoras, servem como um alerta geral.( ) ... Seria irreal pedir menos ímpeto da imprensa e o fim da monumental curiosidade mórbida da sociedade --que, aliás, andam sempre juntos. Então, o mínimo que se pode esperar é que vasculhar toda a história e seus resultados seja para o bem, não para o mal. O "caso Isabella" é um drama familiar. Mas bate fundo nos medos e nos dragões que devoram o equilíbrio individual e instigam reações coletivas.”

 

(http://www1.folha.uol.com.br/folha/pensata/elianecantanhede/ult681u393195.shtml)

2.

Com base nas informações do fragmento apresentado, redija um texto dissertativo-

argumentativo sobre o tema: “O poder da mídia quanto à absolvição e condenação

 

dos cidadãos.”

3.

Em sua dissertação procure ter claro, antes de começar a escrever, o que você pensa

sobre o assunto.

4.

Escreva seu texto numa linguagem impessoal, defendendo sua ideia por meio de uma

análise com argumentos sólidos e consistentes, não apenas “achando” alguma coisa sobre

 

o assunto.

5.

Um bom texto é aquele que requer leitura sem esforço, e não aquele de difícil

compreensão – embora, com frequência, seja necessário um grande esforço da parte de

quem escreve para conseguir tal efeito.

6.

Respeite as regras gramaticais e ordene os pensamentos em uma sequência metódica e

lógica, transformando-os em palavras claras e expressivas, evitando que o leitor tenha que se esforçar para decifrá-las.

7.

DÊ UM TÍTULO À SUA DISSERTAÇÃO, escrevendo-o no local apropriado do impresso

para a produção da redação.

8.

Desenvolva a sua dissertação no máximo em 30 (trinta) linhas e no mínimo em 120

(cento e vinte) palavras.

9.

O valor da redação é de 100 (cem) pontos.

10. Use caneta esferográfica com tinta azul ou preta. 11. Você pode escrever com letra cursiva ou de fôrma. Qualquer que seja sua opção DIFERENCIE AS LETRAS MAIÚSCULAS DAS MINÚSCULAS.

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

20

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

21

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

22

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

23

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA ADMISSÃO AO CHO/CSTGSP/2013 (ADMINISTRATIVO)

----------------------------------------------------- corte aqui------------------------------------------------- GABARITO DO CANDIDATO 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
----------------------------------------------------- corte aqui-------------------------------------------------
GABARITO DO CANDIDATO
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO – A BUSCA PELA EXCELÊNCIA EM CONCURSOS

24