Você está na página 1de 1

Análise das Transformações Técnicas Produtivas da Avicultura de Corte em Moçambique: do Estado

Estruturante ao Liberalismo Econômico


Quintília Nicolau1, Ana Cláudia Giannini Borges2, José Gilberto de Souza2

1. Faculdade de Veterinária, UEM, Moçambique.


2. Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinária, Unesp, Brasil

RESUMO: Este trabalho teve como objetivo geral identificar e analisar os fatores determinantes da
competitividade da cadeia de produção agroindustrial de frango de corte em Moçambique e, como objetivos
específicos, analisar as transformações ocorridas na produção avícola no país, após a adoção de uma
economia de mercado; Identificar e descrever a cadeia produtiva de frango de corte de Moçambique;
identificar e analisar a relação de coordenação e governança entre os atuais agentes da cadeia. Para a
concretização do estudo, foi realizada uma pesquisa documental e outra de campo para coleta de dados,
obtidos por meio de entrevista e questionário, no período de Setembro a Dezembro de 2007. As
transformações ocorridas na indústria avícola de Moçambique acumuladas nos últimos 32 anos, influenciadas
pelos modelos de desenvolvimento (socialista e neoliberal) que o país adotou, conduziram uma periodização
dessas alterações em 5 etapas distintas, que iniciaram com a estatização das unidades de produção, dois anos
após a independência, e culminaram com a desestatização e privatização do setor, com adoção de políticas
neoliberais pelo Estado; o que levou a sua retirada efetiva da gestão da produção. Essa desestatização ocorreu
de forma não estruturada, conduzindo a alta segmentação do setor e, a não consolidação da cadeia produtiva
avícola. Com isso, constatou-se a perda de competitividade após a liberalização de mercado, que ampliou a
concorrência entre os produtos nacionais e importados no mercado nacional, gerando uma grave crise setorial.
Por se tratar de uma atividade com importância socioeconômica para o país, o Estado passa a intervir,
estabelecendo políticas de incentivos à indústria em coordenação com o setor privado. E, em função dessas
ações que iniciaram em 2006, a pesquisa constatou que elas estão a contribuir para a reestruturação técnico-
produtiva e organizacional do setor. Além de ter verificado também, que a principal estrutura de governança
presente é mercado spot e não existe um segmento coordenador, dentro da cadeia produtiva avícola de corte
do país.
Palavras-Chave: Avicultura de Moçambique, abertura comercial, coordenação.