Você está na página 1de 2

Universidade Federal da Bahia

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação


Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica

Plano de Trabalho de Bolsista

Sub-Título Pluralidade metodológica em Bachelard e Feyerabend


do Plano de Trabalho para o desenvolvimento de epistemologias não-
cartesianas na psicologia
Nome do Bolsista André Santana Mattos

Edital EDITAL PIBIC/UFBA 01/2010

1. Objetivos específicos do bolsista


Este plano continuará a coletar dados em obras dos epistemólogos Gaston Bachelard e Paul
Feyerabend em relação à idéia de pluralidade metodológica, visando à elaboração de modelos
epistemo-metodológicos não-cartesianos para o campo da Psicologia. A importância dos autores
é justificada pelo movimento de abertura epistemológica que protagonizaram, abrindo
perspectivas e possibilidades para abordagens epistemológicas não vinculadas a um ideal
positivista de ciência, no campo das Humanidades e das Artes, no encontro com as ciências
contemporâneas. O estudante seguirá explorando obras dos dois autores e de seus
comentadores, e revisitará o material produzido nos dois anos anteriores da pesquisa,
concernentes aos referidos epistemólogos, com o objetivo de realizar uma produção acadêmica,
na forma de ensaio escrito, para publicação.
Pretende-se, com o desenvolvimento deste plano, promover a habilidade crítica e propositiva do
estudante, contribuindo para a sua formação acadêmica no sentido da docência, pesquisa e
extensão. Um dos principais focos do estudante será a elaboração de Anteprojeto para Mestrado.

2. Resultados específicos do bolsista


1. Revisitar, de forma reflexiva, os dados bibliográficos consultados e produzidos (obras,
fichamentos, resenhas etc.), sobre Gaston Bachelard e Paul Feyerabend, com o objetivo de
consolidar o conhecimento proveniente da pesquisa anterior, sobre as epistemologias não-
cartesianas;
2. Continuar a exploração da obra de comentadores de ambos;
3. Revisar, de forma reflexiva, o material coletado sob a forma de vídeo-entrevistas e respectivas
transcrições, realizadas com professores convidados da Universidade Federal da Bahia, sobre
os autores pesquisados durante os dois anos iniciais da pesquisa (2008 e 2009);
4. Consolidar conhecimento teórico acerca do referencial não-cartesiano, tomando por base os
estudos feitos até o presente momento, com o propósito de apresentar modelos para a
docência e a pesquisa em Humanidades;
5. Alimentar o Blog Cones (http://blogcones.wordpress.com), para continuar divulgando
amplamente os resultados da pesquisa realizada;
6. Desenvolver habilidade crítica com relação à cultura, às humanidades e à docência, com rigor
ético;
7. Escrever pelo menos um artigo a ser publicado em Periódico indexado;
8. Escrever anteprojeto de Mestrado.

3. Cronograma específico de execução


Agosto/2010:
Compilação da fortuna crítica dos autores a serem estudados e definição dos textos para estudo
no ano 2010-11, considerando que a pesquisa teve início em 2008 e se estenderá por mais dois
anos.

Setembro / Outubro / Novembro


Elaboração do manual de leitura e fichamento.
Distribuição de textos e cronograma de apresentações. Estudo dirigido no grupo CONES.

Dezembro
Análises críticas das obras estudadas com material escrito e disponibilizado no Blog. Escrita do
esboço do artigo.

Janeiro/2011
Elaboração do Relatório Parcial PIBIC, com possibilidade de reorganização do plano de trabalho
proposto para os próximos seis meses de pesquisa.

Fevereiro
Reorganização do Plano, a depender do resultado da avaliação parcial. Revisão das entrevistas
produzidas.

Março/Abril/Maio
Leitura comentada dos textos. Estudo dirigido com entrevistas de pesquisadores convidados.
Escrita de artigo.

Junho
Análise e avaliação dos dados coletados em relação aos objetivos e resultados pretendidos no
plano de trabalho e também em relação aos resultados demonstrados no relatório parcial PIBIC.
Finalização de artigo para publicação.

Julho/Agosto
Elaboração do Relatório Final PIBIC, para apresentação dos resultados finais da pesquisa
acadêmica.