Você está na página 1de 68

RAC

Requisitos de Atividades Críticas

Bloqueio e Etiquetagem

Guia do Instrutor

RAC Requisitos de Atividades Críticas Bloqueio e Etiquetagem Guia do Instrutor
RAC Requisitos de Atividades Críticas Bloqueio e Etiquetagem Guia do Instrutor
RAC Requisitos de Atividades Críticas Bloqueio e Etiquetagem Guia do Instrutor
RAC Requisitos de Atividades Críticas Bloqueio e Etiquetagem Guia do Instrutor
RAC Requisitos de Atividades Críticas Bloqueio e Etiquetagem Guia do Instrutor

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

2
2

Sumário

Sobre o Programa

4

Refletindo sobre o seu Papel

5

Orientações para Uso do Material

6

Orientações de Navegação

9

Orientações para Uso dos Templates

13

RAC Bloqueio e Etiquetagem

15

Rota de Fuga

16

Dinâmica de Abertura

16

Introdução – Vídeo de Abertura

16

Unidade 1 – Conceitos

19

Unidade 2 – Dispositivos de Bloqueio

24

Definição

25

Tipos de Dispositivos

26

Etiqueta de Bloqueio

30

Vídeo

31

Unidade 3 – Riscos e Medidas de Prevenção

32

Riscos

33

Medidas de Prevenção

34

Incidentes Típicos

35

Cartoon

40

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

3
3

Unidade 4 – Etapas para Bloqueio e Etiquetagem

42

Passo a Passo

43

Cartoon

48

Unidade 5 – Normas e Regulamentos

49

Atividade Final

53

Jogo de Cartas

54

Dinâmica de Encerramento

57

Antes de Terminar o Treinamento

57

Anexos

58

Dinâmicas de Abertura e Encerramento

59

Dinâmica: Quebra-gelo

59

Dinâmica: O que você vê?

60

Dinâmica: Balão bol

60

Dinâmica: Dobrando papéis

61

Dinâmica: Que objetivo é este?

61

Dinâmica: Teia de aranha

62

Dinâmica: Instrução

62

Dinâmica: Um carro, uma flor, um instrumento

63

Dinâmica: Nome e qualidade

63

Dinâmica: Informações pessoais

64

Dinâmica: Jogo das aparências

64

Dinâmica: Pessoalmente

65

Plano de Aula

66

Sobre o Programa A Vale tem A Vida em Primeiro Lugar como um de seus

Sobre o Programa

A Vale tem A Vida em Primeiro Lugar como um de seus valores inegociáveis.

Para que este valor seja disseminado e efetivamente praticado, este módulo de capacitação nos Requisitos de Atividades Críticas em Bloqueio e Etiquetagem foi desenvolvido visando à prevenção de acidentes, ao compartilhamento do conhecimento e à melhoria contínua dos resultados.

Além disso, para suportar a implementação de ações com foco na prevenção de fatalidades, foram estabelecidos requisitos mandatórios para a execução de atividades críticas na Vale, por meio da INS-0041-G.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

5
5

Refletindo sobre o seu Papel

O papel do instrutor vai além do papel de facilitador, coordenador e mediador da

aprendizagem. Ser instrutor é ser um líder que deve ajudar seus alunos a aprender não apenas transmitindo informações, mas criando condições para que eles possam selecionar as informações mais importantes e, então, colocá-las em prática para construir o conhecimento.

Por isso, você deve possuir determinadas habilidades que influenciarão diretamente na sua relação com os alunos:

» segurança e conhecimento do conteúdo;

» espontaneidade;

» boa apresentação pessoal;

» autocontrole;

» entusiasmo;

» comunicação;

» organização;

» criatividade.

Para facilitar, mediar, coordenar e liderar um ambiente de aprendizagem, é importante responder a questões como:

O que os participantes esperam do treinamento?

Como envolvê-los de forma prazerosa?

O que poderá ser feito para facilitar o seu desenvolvimento e sua aprendizagem?

Lembre-se de que você é um “modelo” para os alunos e, consequentemente, as pessoas avaliam e validam seu comportamento, reagindo às suas atitudes.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

6
6

Orientações para Uso do Material

Depois de receber o material que será apresentado em sala de aula, garanta que todo o conteúdo da pasta RAC04_Bloqueio_Etiquetagem foi copiado para seu computador.

Não exclua nenhum item dentro da pasta e das subpastas. Todos os arquivos deste pacote são necessários para fazer a apresentação funcionar sem problemas.

É importante que você configure o projetor ou monitor para exibir o curso na resolução de 1024 por 768 pixels. Qualquer outra resolução pode comprometer a visualização e legibilidade do material.

comprometer a visualização e legibilidade do material. Você pode fazer este ajuste clicando com o botão

Você pode fazer este ajuste clicando com o botão direito diretamente no seu desktop e escolher a opção Resolução da Tela (ou Screen Resolution).

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

7
7
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 7 Selecione a caixa de opções do item Resolução

Selecione a caixa de opções do item Resolução (ou Resolution) e arraste o ponteiro até a opção 1024 x 768.

7 Selecione a caixa de opções do item Resolução (ou Resolution ) e arraste o ponteiro

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

8
8
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 8 Em seguida, clique no botão Aplicar (ou Apply

Em seguida, clique no botão Aplicar (ou Apply) e, em seguida em OK. A resolução foi configurada e agora você pode fechar essa janela.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

9
9

Orientações de Navegação

| Guia do Instrutor 9 Orientações de Navegação Inicie o treinamento, clicando em Rota de Fuga.

Inicie o treinamento, clicando em Rota de Fuga. Em seguida, clique em Vamos começar?.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

10
10
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 10 Toda vez que você for ministrar o treinamento

Toda vez que você for ministrar o treinamento de RAC é importante que clique no título do curso, localizado na tela inicial, para que a navegação feita anteriormente seja apagada.

Por exemplo, você entra no curso e navega até a tela 3 da unidade 2 e fecha o curso. Ao abrir de novo, em outro momento, se você for à unidade 2, o curso abre direto na tela 3. Por isso, é importante clicar no título do curso, para que ele limpe os seus dados de navegação.

do curso, para que ele limpe os seus dados de navegação. Para navegar nas unidades do

Para navegar nas unidades do curso, mova seu mouse para o lado direito ou para o lado esquerdo. Você pode, também, utilizar o menu de acesso rápido no lado esquerdo da tela.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

11
11
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 11 Para esconder o menu rápido, clique na seta

Para esconder o menu rápido, clique na seta acima dele.

11 Para esconder o menu rápido, clique na seta acima dele. Caso queira voltar na tela

Caso queira voltar na tela inicial do curso, basta clicar na seta localizada no lado direito superior.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

12
12
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 12 Utilize o botão do canto direito inferior para

Utilize o botão do canto direito inferior para restaurar sua resolução.

o botão do canto direito inferior para restaurar sua resolução. O botão fechar permite o retorno

O botão fechar permite o retorno à tela anterior.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

13
13

Orientações para Uso dos Templates

Na Rota de Fuga e na unidade 5 – Normas e Regulamentos existem alguns templates que você deverá preencher com informações da área onde irá ministrar o treinamento.

Para editar/excluir o conteúdo do slide, você deve iniciar o programa Microsoft PowerPoint e, em seguida, clicar em Arquivo (ou File) e Abrir (ou Open).

seguida, clicar em Arquivo (ou File ) e Abrir (ou Open ). Você deve, então, selecionar

Você deve, então, selecionar o arquivo:

Abrir (ou Open ). Você deve, então, selecionar o arquivo: » para Rota de Fuga: local

» para Rota de Fuga:

deve, então, selecionar o arquivo: » para Rota de Fuga: local onde está o

local onde está o curso\RAC04_Bloqueio_Etiquetagem\pages\rotaDeFuga.ppsx

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

14
14
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 14 » para Normas e Regulamentos: local onde está

» para Normas e Regulamentos:

local onde está o curso\RAC04_Bloqueio_Etiquetagem\pages\unidade5\u06.ppsx

o curso\RAC04_Bloqueio_Etiquetagem\pages\unidade5\u06.ppsx Após a inserção de todas as informações, clicar em

Após a inserção de todas as informações, clicar em Arquivo (ou File) e Salvar (ou Save).

Importante: não utilizar a opção Salvar como (ou Save as), pois o formato do arquivo e o nome dele não podem ser alterados (caso contrário, não abrirá mais quando for executado no curso).

RAC Bloqueio e Etiquetagem

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

16
16

Rota de Fuga

e Etiquetagem | Guia do Instrutor 16 Rota de Fuga Apresentar a Rota de Fuga aos
e Etiquetagem | Guia do Instrutor 16 Rota de Fuga Apresentar a Rota de Fuga aos

Apresentar a Rota de Fuga aos participantes. Para isso, preencha o slide com os procedimentos da sua área. Releia as instruções de como editar o conteúdo do slide na página 13 deste guia.

Dinâmica de Abertura

Faça uma dinâmica de abertura de acordo com o banco de dinâmicas em anexo.

Introdução – Vídeo de Abertura

de dinâmicas em anexo. Introdução – Vídeo de Abertura Antes de iniciar o treinamento do RAC

Antes de iniciar o treinamento do RAC Bloqueio e Etiquetagem, você deve apresentar o vídeo dos Valores Vale, no qual o tema transversal é o Cuidado Ativo Genuíno.

É necessário comentar sobre cada valor apresentado no vídeo, relacionando-os com o papel do empregado que é de zelar por essas práticas e adota-lás no dia a dia.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

17
17
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 17 O vídeo começa com um empregado abrindo a

O vídeo começa com um empregado abrindo a porta de uma sala na Vale onde está acontecendo um treinamento. De repente, uma folha de papel em branco, que estava sobre uma mesa, voa para uma área operacional onde um empregado está recomendando que seu colega de trabalho utilize óculos de proteção, uma vez que ele está sem o equipamento. Esse trecho representa o valor A Vida em Primeiro Lugar.

No valor A Vida em Primeiro Lugar: “Acreditamos que a vida é mais importante do que resultados e bens materiais, e incorporamos essa visão nas decisões de negócio.”.

e incorporamos essa visão nas decisões de negócio.”. Em seguida, a folha voa para um ambiente

Em seguida, a folha voa para um ambiente interno onde um empregado está sendo reconhecido, por seu gestor, pelo bom trabalho que desempenhou. Esse trecho representa o valor Valorizar Quem Faz a Nossa Empresa.

No valor Valorizar Quem Faz a Nossa Empresa:

“Confiamos nas pessoas e construímos um ambiente de trabalho desejado por todos. Estimulamos o desenvolvimento profissional e pessoal. E reconhecemos com base na meritocracia.”.

e pessoal. E reconhecemos com base na meritocracia.”. Depois, a folha voa para uma sala de
e pessoal. E reconhecemos com base na meritocracia.”. Depois, a folha voa para uma sala de

Depois, a folha voa para uma sala de aula em uma escola da comunidade onde a Vale apoia um projeto social com crianças. Esse momento representa o valor Cuidar do Nosso Planeta.

No valor Cuidar do Nosso Planeta: “Nós nos comprometemos com o desenvolvimento econômico, social e ambiental nas decisões de negócio.”.

Após a escola, a folha voa para uma área da Vale onde um empregado ajuda um colega de trabalho cadeirante a atravessar a rua. Essa parte representa o valor Agir de Forma Correta.

No valor Agir de Forma Correta: “Construímos relações de confiança e promovemos uma comunicação aberta e transparente, agindo com respeito e integridade.”.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

18
18
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 18 Na cena seguinte, a folha voa para uma

Na cena seguinte, a folha voa para uma área da Vale onde um empregado está compartilhando conhecimentos com uma jovem aprendiz em um simulador de ferrovia. Essa passagem representa o valor Crescer e Evoluir Juntos.

No valor Crescer e Evoluir Juntos: “Acreditamos na

força do trabalho em equipe, na colaboração entre departamentos e níveis hierárquicos, buscando a simplificação, melhoria contínua e geração de valor de longo prazo.”.

melhoria contínua e geração de valor de longo prazo.”. Na sequência, a folha voa para uma

Na sequência, a folha voa para uma área interna da Vale onde está acontecendo uma comemoração pelo Zero Acidente e pelo atingimento da meta de produtividade, mostrando que a produção tem que ocorrer com saúde

e segurança. Essa comemoração de bons resultados representa o valor Fazer Acontecer.

No valor Fazer Acontecer: “Somos engajados, responsáveis e temos disciplina para gerar resultados e superar desafios. Agimos com foco em excelência.”.

e superar desafios. Agimos com foco em excelência.”. Durante a comemoração, um empregado passa apressado e

Durante a comemoração, um empregado passa apressado e distraído falando ao celular e seu colega de trabalho o salva de cair em um buraco. Essa ação, junto com as outras mostradas anteriormente, representa o Cuidado Ativo Genuíno.

O Cuidado Ativo Genuíno é cuidar de si, cuidar do

outro e deixar que cuidem de você. Cuidar do outro é praticar o respeito, a solidariedade e o real exercício do bem-querer. É se importar com o ser humano. O Cuidado Ativo Genuíno é se importar verdadeiramente com cada pessoa e não aceitar que ninguém se machuque, adoeça ou morra.

Por fim, a folha vai voando ao lado do empregado no seu trajeto para casa.
Por fim, a folha vai voando ao lado do empregado no
seu trajeto para casa. A folha cai aos pés de sua esposa
e
de seu filho e ele chega em casa em segurança, do
mesmo jeito que saiu.
É
recomendado que você exiba o vídeo e pergunte
quais as percepções dos participantes. Caso eles não
tenham percebido algum ponto importante, reforce-o

e exiba novamente o vídeo para que eles possam fixar.

1

Conceitos

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

20
20

Unidade 1 – Conceitos

| Guia do Instrutor 20 Unidade 1 – Conceitos Nesta unidade, você vai apresentar o conceito

Nesta unidade, você vai apresentar o conceito de energia. Apresentar os seis tipos de energia existentes:

» Elétrica;

» Mecânica;

» Hidráulica ou hídrica;

» Pneumática;

» Química;

» Térmica.

hídrica; » Pneumática; » Química; » Térmica. Apresentar o conceito de energia elétrica. Explicar que por
hídrica; » Pneumática; » Química; » Térmica. Apresentar o conceito de energia elétrica. Explicar que por

Apresentar o conceito de energia elétrica.

Explicar que por meio da transformação adequada é possível fazer com que tal energia mostre-se em outras formas finais de uso direto como, por exemplo, em forma de luz, de movimento ou de calor.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

21
21

Informar que a energia elétrica é obtida principalmente através de termoelétricas, usinas hidrelétricas, usinas eólicas e usinas termonucleares.

hidrelétricas, usinas eólicas e usinas termonucleares. Apresentar aos participantes o conceito de energia

Apresentar aos participantes o conceito de energia mecânica. Dizer que é a energia relacionada com a movimentação de corpos.

que é a energia relacionada com a movimentação de corpos. Explicar que a energia hidráulica se
que é a energia relacionada com a movimentação de corpos. Explicar que a energia hidráulica se

Explicar que a energia hidráulica se manifesta na natureza por meio dos fluxos de água, como rios e lagos, e pode ser aproveitada por meio de um desnível ou queda d'água.

Informar que a energia hídrica pode ser convertida na forma de energia mecânica (rotação de um eixo) através de turbinas hidráulicas ou moinhos de água. As turbinas, por sua vez, podem ser usadas como acionamento de um equipamento industrial, como um compressor, ou de um gerador elétrico, com a finalidade de prover energia elétrica para uma rede de energia.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

22
22
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 22 Explicar aos participantes que a energia pneumática provém
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 22 Explicar aos participantes que a energia pneumática provém

Explicar aos participantes que a energia pneumática provém da compressão do ar atmosférico em um reservatório, transformando-o em ar comprimido a uma dada pressão de trabalho. O equipamento que executa este processo é chamado de compressor.

Apresentar os locais onde a energia pneumática pode ser encontrada.

os locais onde a energia pneumática pode ser encontrada. Explicar o conceito de energia química aos
os locais onde a energia pneumática pode ser encontrada. Explicar o conceito de energia química aos

Explicar o conceito de energia química aos participantes e informar que ela é manifestada na combustão de produtos inflamáveis, tais como álcool, gasolina ou óleo combustível.

tais como álcool, gasolina ou óleo combustível. Apresentar o conceito de energia térmica e explicar que
tais como álcool, gasolina ou óleo combustível. Apresentar o conceito de energia térmica e explicar que

Apresentar o conceito de energia térmica e explicar que esse tipo de energia pode ser convertido em energia mecânica por meio de equipamentos como a caldeira a vapor e as turbinas a gás.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

23
23

Falar que a energia térmica pode ser obtida por pelo menos três formas:

» Combustão ou queima de materiais. Consiste na transformação de energia química em energia térmica. Na queima de materiais há liberação de calor, porque os gases que resultam da combustão estão em uma temperatura muito maior que a do meio ambiente. Há a propagação de energia térmica dos gases para todo o ambiente ao seu redor devido a essa diferença de temperatura. Exemplo: a queima do gás no fogão de cozinha.

» Atrito. Transformação de energia mecânica em energia térmica. Exemplo: esfregar as mãos.

» Resistência Elétrica. Transformação de energia elétrica em energia térmica. Exemplo: a resistência que aquece a água dentro do chuveiro.

Comentar que a energia é muito útil no dia a dia de trabalho na Vale, porém sua utilização pode trazer alguns riscos. Sendo assim, ela deve ser controlada ou monitorada para que esses riscos não atinjam pessoas, bens ou propriedades.

2

Dispositivos de Bloqueio

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

25
25

Unidade 2 – Dispositivos de Bloqueio

do Instrutor 25 Unidade 2 – Dispositivos de Bloqueio Nesta unidade, você vai apresentar aos participantes

Nesta unidade, você vai apresentar aos participantes os tipos de dispositivos de bloqueio existentes e como a etiqueta de bloqueio deve ser utilizada para sinalização.

Definição

bloqueio deve ser utilizada para sinalização. Definição Apresentar o conceito de dispositivo de bloqueio,

Apresentar o conceito de dispositivo de bloqueio, ressaltando que a sua função é evitar possíveis acidentes ocasionados pela transmissão ou liberação de energia.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

26
26

Tipos de Dispositivos

| Guia do Instrutor 26 Tipos de Dispositivos Apresentar aos participantes os diversos tipos de

Apresentar aos participantes os diversos tipos de dispositivos de bloqueio utilizados.

Você deve clicar em cada um dos tipos de dispositivos para exibir as suas características. Para ficar mais interativo, pergunte aos participantes qual é a função de cada um deles e como se utiliza esses dispositivos.

Para apresentar cada dispositivo, mova o mouse para rotacionar a imagem 3D, de forma que os participantes tenham uma visão 360º dele.

Cadeado de bloqueio

tenham uma visão 360º dele. Cadeado de bloqueio Explicar o que é o cadeado de bloqueio.
tenham uma visão 360º dele. Cadeado de bloqueio Explicar o que é o cadeado de bloqueio.

Explicar o que é o cadeado de bloqueio.

Falar que os cadeados de bloqueio devem ser de marca ou tipos diferentes dos demais usados na empresa.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

27
27

Caixa de bloqueio

e Etiquetagem | Guia do Instrutor 27 Caixa de bloqueio Explicar quando a caixa de bloqueio
e Etiquetagem | Guia do Instrutor 27 Caixa de bloqueio Explicar quando a caixa de bloqueio

Explicar quando a caixa de bloqueio deve ser utilizada.

Apresentar os pontos de atenção ao que se refere ao uso deste dispositivo de bloqueio:

» A chave do cadeado colocado no ponto de bloqueio do equipamento deve ser guardada na caixa.

» Cada executante deve colocar a sua etiqueta e cadeado pessoal em um dos pontos de bloqueio da caixa.

» Ao término da tarefa, todos os executantes devem retirar seus cadeados individuais para que o equipamento possa ser desbloqueado.

Travamento de válvulas

equipamento possa ser desbloqueado. Travamento de válvulas Comentar que as travas de válvulas estão disponíveis em
equipamento possa ser desbloqueado. Travamento de válvulas Comentar que as travas de válvulas estão disponíveis em

Comentar que as travas de válvulas estão disponíveis em vários modelos para os diferentes tipos de válvulas presentes nos equipamentos.

» Falar sobre os pontos de atenção referentes ao travamento de válvulas.

» Com a válvula desligada, coloque o dispositivo sobre a porção angulosa.

» Coloque o cadeado e a etiqueta na abertura que fornecer o encaixe mais seguro.

» Verifique se a válvula está travada.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

28
28

Bloqueio de disjuntores

| Guia do Instrutor 28 Bloqueio de disjuntores Explicar que o bloqueio de disjuntores previne acidentes
| Guia do Instrutor 28 Bloqueio de disjuntores Explicar que o bloqueio de disjuntores previne acidentes

Explicar que o bloqueio de disjuntores previne acidentes de eletricidade.

Apresentar os pontos de atenção referentes à instalação do bloqueio de disjuntores nos equipamentos.

» Para instalá-lo, coloque o dispositivo sobre o disjuntor na posição desligado.

» Em seguida, prenda o dispositivo e coloque seu lacre e sua etiqueta pela abertura.

Cabo de bloqueio geral

lacre e sua etiqueta pela abertura. Cabo de bloqueio geral Apresentar as características do cabo de
lacre e sua etiqueta pela abertura. Cabo de bloqueio geral Apresentar as características do cabo de

Apresentar as características do cabo de bloqueio geral.

Lacre de grupo

características do cabo de bloqueio geral. Lacre de grupo Apresentar a característica deste tipo de dispositivo
características do cabo de bloqueio geral. Lacre de grupo Apresentar a característica deste tipo de dispositivo

Apresentar a característica deste tipo de dispositivo de bloqueio.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

29
29

»

»

»

Ressaltar os pontos de atenção quanto ao uso do lacre de grupo.

O lacre de grupo é um dispositivo que acomoda vários cadeados. Cada executante deve colocar o seu cadeado individual e sua etiqueta no lacre em grupo.

A chave do cadeado deve ficar sempre com o executante.

Travamento de registros

deve ficar sempre com o executante. Travamento de registros Comentar que os travamentos de registros estão
deve ficar sempre com o executante. Travamento de registros Comentar que os travamentos de registros estão

Comentar que os travamentos de registros estão disponíveis em vários modelos para os diferentes tipos de válvulas presentes nos equipamentos.

Apresentar os pontos de atenção referentes ao uso do travamento de registros:

» Para realizar o bloqueio, verifique se o registro está totalmente fechado.

» Em seguida, coloque o dispositivo em volta do registro e insira na abertura seu cadeado

e etiqueta.

Raqueteamento

e insira na abertura seu cadeado e etiqueta. Raqueteamento Explicar aos participantes o que é a
e insira na abertura seu cadeado e etiqueta. Raqueteamento Explicar aos participantes o que é a

Explicar aos participantes o que é a peça raquete.

Apresentar os pontos de atenção quanto à utilização da peça raquete:

» Feche a válvula de bloqueio e drene o trecho da tubulação do lado em que for instalar

a peça.

» Desaperte os parafusos, coloque a raquete entre os flanges e aperte os parafusos novamente (coloque juntas, de ambos os lados da raquete, e use parafusos mais compridos do que os usuais).

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

30
30

Etiqueta de Bloqueio

Etiquetagem | Guia do Instrutor 30 Etiqueta de Bloqueio Explicar aos participantes o que é a

Explicar aos participantes o que é a etiqueta de bloqueio, para que serve e quais são as suas características.

Procure levar um exemplo de etiqueta utilizada na sua localidade e mostre aos participantes suas características, destacando as informações que devem constar (nome, matrícula, área, telefone/ramal, empresa, entre outros).

Faça com que a etiqueta circule entre os participantes para que eles possam visualizar melhor.

os participantes para que eles possam visualizar melhor. Reforce os pontos de atenção aos quais os

Reforce os pontos de atenção aos quais os participantes devem ficar atentos.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

31
31

Vídeo

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 31 Vídeo Apresentar para os participantes o vídeo sobre

Apresentar para os participantes o vídeo sobre os Dispositivos de Bloqueio e Etiquetagem. Pedir para que eles destaquem os pontos principais.

3

Riscos e Medidas de Prevenção

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

33
33

Unidade 3 – Riscos e Medidas de Prevenção

33 Unidade 3 – Riscos e Medidas de Prevenção Nesta unidade, você vai apresentar aos participantes

Nesta unidade, você vai apresentar aos participantes os riscos que eles estão sujeitos quando não utilizam os dispositivos de segurança e os Equipamentos de Proteção Individual – EPI ou utilizam, de maneira incorreta, e quais são as medidas de prevenção.

Riscos

incorreta, e quais são as medidas de prevenção. Riscos Apresentar as definições a seguir, conforme estabelecido
incorreta, e quais são as medidas de prevenção. Riscos Apresentar as definições a seguir, conforme estabelecido

Apresentar as definições a seguir, conforme estabelecido pela Vale:

Risco: é o efeito da incerteza sobre os objetivos.

Efeito: é um desvio em relação ao esperado (positivo e/ou negativo).

Incerteza: é o estado, mesmo que parcial, de falta de informações relativas ao entendimento ou conhecimento do evento, seus impactos ou frequência/probabilidade.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

34
34

Dar o exemplo do leão: um leão feroz representa uma situação de risco (ou perigo).

Uma das maneiras de controlar essa situação de risco é trancar o leão dentro de uma jaula. Se você está distante da jaula o risco é baixo. Se você se aproxima da jaula, o risco aumenta. Se você entra na jaula o risco é maior.

Explicar que os riscos relacionados à liberação de energias perigosas são geralmente encontrados em atividades de manutenção, inspeção, limpeza e comissionamento de máquinas e equipamentos. A falha no processo de Bloqueio e Etiquetagem levam à exposição a estes riscos.

Apresentar alguns exemplos de riscos envolvendo atividades com diversas fontes de energia. Em seguida, peça a eles outros exemplos de riscos em seu ambiente de trabalho.

Medidas de Prevenção

riscos em seu ambiente de trabalho. Medidas de Prevenção Explicar que para evitar esses acidentes, algumas

Explicar que para evitar esses acidentes, algumas medidas de prevenção são fundamentais. Você deve clicar em cada imagem destacada e comentar sobre elas.

Veja as medidas de prevenção que aparecem ao clicar em cada imagem:

» Certifique-se de que o bloqueio tenha sido realizado no equipamento correto.

» Somente remova dispositivos de bloqueio após ter concluído a sua tarefa.

» Esteja com os exames médicos em dia.

» Esteja treinado e autorizado para realizar a atividade.

» Utilize os EPI e os EPC definidos na Análise de Risco.

» Em caso de dúvidas, não realize a atividade e comunique imediatamente ao seu supervisor.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

35
35

» Realize todos os passos para o bloqueio de energia.

» Explicar que na próxima unidade eles vão conhecer o passo a passo para realizar o bloqueio de energia.

o passo a passo para realizar o bloqueio de energia. Apresentar as medidas de prevenção ao

Apresentar as medidas de prevenção ao utilizar o cadeado de bloqueio.

Incidentes Típicos

Apresentar alguns exemplos de incidentes ocasionados por descuidos ou por falta de conhecimento do empregado e pedir que os participantes indiquem alguns fatores contribuintes. É importante deixar que os participantes falem. Caso seja necessário, complemente a fala deles ou ajuste alguma percepção errada.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

36
36
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 36 Situação 1 Apresentar o exemplo de incidente no

Situação 1

Apresentar o exemplo de incidente no qual o operário foi prensado entre o chassi e o pneu de um caminhão fora de estrada enquanto executava atividade de calibragem da suspensão na oficina de manutenção.

Feedback

» É importante verificar a existência de situações instáveis nas máquinas, equipamentos ou que devem ser eliminadas.

» Não se deve operar equipamentos com defeitos e/ou falhas de manutenção.

» Interromper imediatamente a atividade, em caso de situação de risco.

» Deve estar treinado e autorizado para realizar a atividade.

» Em caso de dúvidas, não realize a atividade e comunique imediatamente a seu supervisor.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

37
37
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 37 Situação 2 Apresentar o exemplo de incidente no

Situação 2

Apresentar o exemplo de incidente no qual o operário realizava a atividade de manutenção no transportador de correias e a esteira do equipamento foi acionada para a realização de um teste na peneira da planta, onde o bloqueio não havia sido realizado. O empregado foi carregado pela esteira até ser prensado em uma viga. Ele foi levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Feedback

» Antes do início da tarefa, deve sempre acontecer o bloqueio e a etiquetagem.

» É necessário consultar o procedimento de bloqueio do equipamento e elaborar a Análise de Risco da Tarefa – ART.

» Deve-se bloquear o equipamento e instalar etiqueta no dispositivo para evitar que o fluxo de energia seja restaurado.

» Verificar se as peças, como eixos, rodas e semelhantes, estão devidamente bloqueadas, impedindo movimentos acidentais.

» Nunca deve ser religado um equipamento sem antes se informar primeiro porque ele estava desligado.

» O bloqueio e sua etiquetagem devem ser feitos por toda a equipe envolvida na tarefa.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

38
38
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 38 Situação 3 Apresentar o exemplo de incidente no

Situação 3

Apresentar o exemplo de incidente no qual o empregado foi atropelado por um trem durante a atividade de manutenção corretiva na linha.

Feedback

» É necessário informar com antecedência ao pessoal envolvido na operação e na manutenção que o serviço será realizado.

» Isolar e sinalizar cuidadosamente a área e os equipamentos, utilizando barreiras e placas adequadas.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

39
39
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 39 Situação 4 Apresentar o exemplo de incidente no

Situação 4

Apresentar o exemplo de incidente no qual o empregado recebeu um choque elétrico quando desmontava uma antena de rádio.

Feedback

» Não deve ter sido realizado o teste de verificação do bloqueio de energia.

» O bloqueio e a etiquetagem devem acontecer sempre antes do início da tarefa.

» É necessário desligar todas as fontes de energia do equipamento.

» Anular, cortar ou restringir a presença de qualquer energia residual (armazenadas ou remanescentes).

» Nunca fazer bloqueios e etiquetagens improvisados.

» Em caso de dúvidas, não realize a atividade e comunique imediatamente ao seu supervisor.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

40
40

Cartoon

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 40 Cartoon Apresentar o cartoon da unidade 3, destacando

Apresentar o cartoon da unidade 3, destacando os principais pontos:

» O bloqueio e etiquetagem devem acontecer sempre antes do início da tarefa.

» O bloqueio e etiquetagem devem ser feitos por toda a equipe envolvida na tarefa.

» Só retire a etiqueta e o bloqueio após a tarefa estar concluída.

Reforçar que embora a situação tenha sido tratada de maneira mais leve e engraçada,

esses fatos podem acontecer (ou já aconteceram) e precisam ser tratados de modo sério

e com reponsabilidade.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

41
41

Atividade

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 41 Atividade Convide a turma a participar de uma

Convide a turma a participar de uma atividade. Peça para eles identificarem na imagem atitudes consideradas erradas ou certas relacionadas ao bloqueio e etiquetagem.

É importante deixar que os participantes falem. Caso seja necessário, complemente a fala deles ou ajuste alguma percepção errada.

Após os participantes falarem, realize a correção da atividade fazendo considerações com base nas respostas apresentadas.

Feedback

Errado

» Atividade com quatro pessoas e apenas dois cadeados de bloqueio (manutenção em rede elétrica).

» Atividade sem bloqueio (um empregado trabalhando em bomba, sem bloqueio hidráulico).

» Caixa de bloqueio sem a etiqueta.

Certo

» Empregado bloqueando a válvula.

» Empregado fazendo Análise de Risco de Tarefas – ART.

» Empregado passando por exame médico.

4

Etapas para Bloqueio e Etiquetagem

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

43
43

Unidade 4 – Etapas para Bloqueio e Etiquetagem

43 Unidade 4 – Etapas para Bloqueio e Etiquetagem Nesta unidade, você vai apresentar aos participantes

Nesta unidade, você vai apresentar aos participantes o passo a passo das atividades de bloqueio e etiquetagem que devem ser realizadas nas etapas de pré e pós-execução da tarefa.

Passo a Passo

de bloqueio e etiquetagem que devem ser realizadas nas etapas de pré e pós-execução da tarefa.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

44
44

Você deve clicar em cada número para apresentar e comentar as ações que devem ser realizadas durante a fase de pré-execução do bloqueio de energia e pós-execução.

Explicar o que deve ser feito em cada etapa de bloqueio e etiquetagem.

Preparação

feito em cada etapa de bloqueio e etiquetagem. Preparação » Consultar o procedimento de bloqueio do
feito em cada etapa de bloqueio e etiquetagem. Preparação » Consultar o procedimento de bloqueio do

» Consultar o procedimento de bloqueio do equipamento e elaborar a Análise de Risco da Tarefa – ART.

» Verificar a existência de situações de risco nas máquinas ou equipamentos.

» Providenciar a Permissão de Trabalho – PT.

» Identificar os tipos de energias e fluxos que alimentam os equipamentos, sistemas ou circuitos a serem desligados.

Comunicação

sistemas ou circuitos a serem desligados. Comunicação » Informar com antecedência ao pessoal envolvido na
sistemas ou circuitos a serem desligados. Comunicação » Informar com antecedência ao pessoal envolvido na

» Informar com antecedência ao pessoal envolvido na operação e na manutenção que o serviço será realizado.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

45
45

Desligamento

e Etiquetagem | Guia do Instrutor 45 Desligamento » Parar a máquina, o equipamento ou o
e Etiquetagem | Guia do Instrutor 45 Desligamento » Parar a máquina, o equipamento ou o

» Parar a máquina, o equipamento ou o sistema.

» Desligar todas as fontes de energia do equipamento. Em algumas situações, pode ser necessário bloquear mais de uma fonte de energia do equipamento. Para isso, deve-se desconectar chaves gerais, válvulas, flanges etc.

» Atenção! O desligamento de sistemas elétricos em subestações é sempre realizado pelo eletricista responsável.

Isolamento

sempre realizado pelo eletricista responsável. Isolamento » Isolar e sinalizar cuidadosamente a área e os
sempre realizado pelo eletricista responsável. Isolamento » Isolar e sinalizar cuidadosamente a área e os

» Isolar e sinalizar cuidadosamente a área e os equipamentos, utilizando barreiras e placas adequadas.

Bloqueio e etiquetagem

barreiras e placas adequadas. Bloqueio e etiquetagem » Bloquear o equipamento e instalar etiqueta no
barreiras e placas adequadas. Bloqueio e etiquetagem » Bloquear o equipamento e instalar etiqueta no

» Bloquear o equipamento e instalar etiqueta no dispositivo para evitar que o fluxo de energia seja restaurado.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

46
46

» Verificar se o bloqueio foi feito corretamente antes de assinar a etiqueta.

» Manter a chave do cadeado em seu poder.

» Cada empregado deve colocar o seu cadeado e sua etiqueta de identificação.

» Usar caixa de bloqueio em grupo quando o trabalho envolver mais de um executante.

Liberação da energia residual

mais de um executante. Liberação da energia residual » Verificar se as peças, como eixos, rodas
mais de um executante. Liberação da energia residual » Verificar se as peças, como eixos, rodas

» Verificar se as peças, como eixos, rodas e semelhantes, estão devidamente bloqueadas, impedindo movimentos acidentais.

» Despressurizar tubulações, mangueiras e equipamentos.

» Efetuar aterramento elétrico.

» Verificar presenças de fontes capacitivas.

» Solicitar a um profissional qualificado que verifique se há energia ionizante, quando aplicável.

» Anular, cortar ou restringir a presença de qualquer energia residual (armazenadas ou remanescentes).

» Atenção! A energia residual, como descargas capacitivas e energia estática, pode causar lesões, danos patrimoniais, danos ao meio ambiente ou ao processo produtivo.

Teste e verificação do bloqueio

ou ao processo produtivo. Teste e verificação do bloqueio » Verificar a despressurização de equipamentos e
ou ao processo produtivo. Teste e verificação do bloqueio » Verificar a despressurização de equipamentos e

» Verificar a despressurização de equipamentos e de tubulação.

» Verificar tensão fase-fase e fase-terra.

» Testar a condição de bloqueio do equipamento.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

47
47

» Antes do teste, é preciso ter certeza de que ninguém está em contato com o equipamento.

» Verificar a chave bloqueada para saber se ela não pode ser manobrada para posição ligada.

» Tentar colocar o equipamento em funcionamento acionando o botão Liga. Em seguida, retornar o botão para a posição Desliga.

Após a execução da tarefa, explicar as duas etapas que devem ocorrer:

Retirada do bloqueio e etiquetagem

etapas que devem ocorrer: Retirada do bloqueio e etiquetagem » Recolocar proteções dos equipamentos. » Executar
etapas que devem ocorrer: Retirada do bloqueio e etiquetagem » Recolocar proteções dos equipamentos. » Executar

» Recolocar proteções dos equipamentos.

» Executar a atividade de retirada dos bloqueios e etiquetagem após a conclusão do serviço e de acordo com os procedimentos específicos e a análise de risco.

» Retirar o aterramento elétrico executado para bloqueio dos equipamentos ou instalações durante a execução da tarefa.

» Comunicar que o bloqueio será retirado.

» Importante! Cada pessoa envolvida está autorizada a retirar apenas o seu bloqueio.

» Em caso de perda da chave de algum dispositivo de bloqueio (formalizada pelo executante) ou ausência de algum dos executantes no momento da retirada do bloqueio, a sua remoção mecânica ou destruição integral só deverá ser realizada conforme critérios definidos no procedimento local.

Comunicação final e retorno à operação

local. Comunicação final e retorno à operação » Verificar se não existem mais pessoas trabalhando no
local. Comunicação final e retorno à operação » Verificar se não existem mais pessoas trabalhando no

» Verificar se não existem mais pessoas trabalhando no equipamento ou no processo e se todos deixaram o local onde a atividade foi executada.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

48
48

» Verificar se os materiais, ferramentas e dispositivos foram recolhidos.

» Religar os equipamentos envolvidos.

» Avisar as áreas pertinentes que os equipamentos estão novamente disponíveis para uso.

Ressaltar para os participantes a importância de seguir todas essas etapas de bloqueio apresentadas.

Comentar que a não observação de uma das etapas de bloqueio pode implicar em uma série de riscos.

Cartoon

de bloqueio pode implicar em uma série de riscos. Cartoon Apresentar o cartoon da unidade 4,

Apresentar o cartoon da unidade 4, destacando os principais pontos:

» Sempre faça a vistoria final para verificar se ferramentas não foram esquecidas no local de trabalho.

» Nunca faça bloqueios e etiquetagens improvisadas.

» Nunca religue um equipamento sem se informar primeiro porque ele estava desligado.

Reforçar que, embora a situação tenha sido tratada de maneira mais leve e engraçada, esses fatos podem acontecer (ou já aconteceram) e precisam ser tratados de modo sério e com responsabilidade.

5

Normas e Regulamentos

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

50
50

Unidade 5 – Normas e Regulamentos

Guia do Instrutor 50 Unidade 5 – Normas e Regulamentos Explicar aos participantes a existência e

Explicar aos participantes a existência e a importância da legislação brasileira, da instrução Vale e o procedimento local para que as atividades com bloqueio e etiquetagem sejam realizadas com segurança.

com bloqueio e etiquetagem sejam realizadas com segurança. Dizer aos participantes que, conforme a legislação

Dizer aos participantes que, conforme a legislação brasileira, cabe aos trabalhadores:

» Cumprir as disposições legais e regulamentares sobre bloqueio e etiquetagem, inclusive os procedimentos expedidos pelo empregador.

» Colaborar com o empregador na implementação das disposições contidas nas normas.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

51
51

» Interromper suas atividades exercendo o direito de recusa, sempre que constatarem evidências de riscos graves e iminentes para sua segurança e saúde ou a de outraspessoas, comunicando imediatamente o fato a seu superior hierárquico, quediligenciará as medidas cabíveis.

» Zelar pela sua segurança e saúde e ade outras pessoas que possam ser afetadas porsuas ações ou omissões no trabalho.

ser afetadas porsuas ações ou omissões no trabalho. Reforçar a importância de manter os exames periódicos

Reforçar a importância de manter os exames periódicos em dia.

a importância de manter os exames periódicos em dia. Ressaltar que o teste de verificação de

Ressaltar que o teste de verificação de liberação de energia residual deve ser realizado sempre antes da realização do serviço.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

52
52
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 52 Frisar que devem ser utilizados todos os equipamentos

Frisar que devem ser utilizados todos os equipamentos de proteção individual específicos para a realização da atividade.

individual específicos para a realização da atividade. Você deve complementar este slide , com informações

Você deve complementar este slide, com informações contidas nos procedimentos locais para atividades de debloqueio e etiquetagem.

Releia as instruções de como editar o conteúdo do slide na página 13 deste guia.

Atividade Final

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

54
54

Atividade Final

Jogo de Cartas

Instruções: Para realizar a atividade, divida a turma em três ou seis grupos, conforme o número de participantes. Distribua as cartas para os grupos.

A atividade está dividida em duas partes:

para os grupos. A atividade está dividida em duas partes: Na primeira parte, peça para os
para os grupos. A atividade está dividida em duas partes: Na primeira parte, peça para os

Na primeira parte, peça para os grupos colocarem as cartas na ordem correta, sendo que cada carta representa uma etapa no processo de bloqueio de energia.

Disponibilizar dez minutos para que os participantes realizem a atividade. Em seguida, apresente, no slide, a ordem correta.

Feedback:

A ordem correta é:

1. Preparação;

2. Comunicação;

3. Desligamento;

4. Isolamento;

5. Bloqueio e etiquetagem;

6. Liberação da energia residual;

7. Teste e verificação do bloqueio;

8. Retirada de bloqueio e etiquetagem;

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

55
55
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 55 Na segunda parte da atividade, apresente as cartas
Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor 55 Na segunda parte da atividade, apresente as cartas

Na segunda parte da atividade, apresente as cartas contendo as atividades que ocorrem durante o processo de bloqueio de energia. Peça aos participantes para dizer a qual etapa aquela determinada atividade corresponde.

Escolha um participante voluntário por carta para responder. Assim todos participam.

Após responderem, apresente a resposta correta.

A atividade não deve ultrapassar o tempo máximo de vinte minutos.

Feedback:

1. Preparação

» Verificar a existência de situações de risco nas máquinas ou equipamentos.

» Consultar o procedimento de bloqueio do equipamento e elaborar a ART.

» Providenciar a Permissão de Trabalho – PT.

» Identificar os tipos de energia e fluxos que alimentam os equipamentos, sistemas ou circuitos a serem desligados.

» Verificar situações de riscos nas máquinas ou no ambiente.

2. Comunicação

» Informar com antecedência ao pessoal envolvido na operação e na manutenção que o serviço será realizado.

3. Desligamento

» Desligar todas as fontes de energia do equipamento.

» Parar a máquina, o equipamento ou o sistema.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

56
56

4. Isolamento

» Inserir e sinalizar cuidadosamente a área e os equipamentos, utilizando barreiras adequadas.

5. Bloqueio e etiquetagem

» Usar caixa de bloqueio em grupo quando o trabalho envolver mais de um executante.

» Cada empregado deve colocar o seu cadeado e sua etiqueta de identificação.

» Bloquear o equipamento e instalar etiqueta no dispositivo para evitar que o fluxo de energia seja restaurado.

» Verificar se o bloqueio foi feito corretamente antes de assinar a etiqueta.

» Manter a chave do cadeado em seu poder.

6. Liberação da energia residual

» Despressurizar tubulações, mangueiras e equipamentos.

» Verificar presença de fontes capacitivas.

» Solicitar ao profissional qualificado que verifique se há energia ionizante, quando aplicável.

» Efetuar aterramento elétrico.

» Verificar se as peças, como eixos, rodas e semelhantes, estão devidamente bloqueados, impedindo movimentos acidentais.

» Anular, cortar ou restringir a presença de qualquer energia residual.

7. Teste e verificação do bloqueio

» Conferir a chave bloqueada para verificar se ela não pode ser manobrada para posição ligada.

» Verificar tensão fase-fase e fase-terra.

» Antes do teste, é preciso ter certeza de que ninguém está em contato com o equipamento.

» Tentar colocar o equipamento em funcionamento acionando o botão Liga. Em seguida, retornar o botão para a posição Desliga.

» Verificar despressurização de equipamentos e tubulação.

» Testar a condição de bloqueio do equipamento.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

57
57

8. Retirada de bloqueio e etiquetagem

» Executar a atividade de retirada dos bloqueios e etiquetagem após a conclusão do serviço.

» Recolocar proteções dos equipamentos.

» Comunicar que o bloqueio será retirado.

» Retirar o aterramento elétrico executado para bloqueio dos equipamentos ou instalações durante a execução do tráfego.

9. Comunicação final e retorno à operação

» Verificar se os materiais, ferramentas e dispositivos foram recolhidos.

» Religar os equipamentos envolvidos.

» Verificar se não existem mais pessoas trabalhando no equipamento ou no processo e que todos deixaram o local onde a atividade foi executada.

» Comunicar as pessoas envolvidas que o equipamento ou sistema será liberado para operação.

» Avisar as áreas pertinentes que os equipamentos estão novamente disponíveis para uso.

Pergunte à turma se alguém ainda possui alguma dúvida sobre o conteúdo. Faça as considerações sobre tudo o que foi levantado.

Dinâmica de Encerramento

Faça uma dinâmica de fechamento de acordo com o banco de dinâmicas em anexo.

Antes de terminar o treinamento:

» Faça um breve resumo de tudo que foi falado.

» Reforce a importância do papel de cada um para tornar a Vale uma empresa mais segura.

» Faça um link entre comportamento seguro e o retorno para a família nas mesmas condições que chegou ao trabalho.

» Verifique se todas as expectativas foram atendidas.

» Certifique-se de que as dúvidas foram todas sanadas.

» Agradeça a atenção e a participação de todos.

Informe que as dúvidas devem ser encaminhadas para o e-mail apoio.saude.seguranca@vale.com

Anexos

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

59
59

Dinâmicas de Abertura e Encerramento

Dinâmica: Quebra-gelo

Aplicação: Dinâmica de abertura.

Objetivo: Estimular a participação do grupo, levando as pessoas a se conhecerem.

Material: Folha de papel e caneta para cada participante. Fita adesiva ou alfinetes.

Duração: 20 minutos.

Instruções: Distribua uma caneta e uma folha de papel para cada participante com as ”

palavras “Eu sou

para escrever 10 respostas que completem a frase.

Sugestão: Outras frases podem ser usadas, como “Eu quero ser gosto em mim mesmo”.

Em seguida, peça aos participantes que prendam a folha de papel na parte da frente de suas camisas ou blusas e circulem no ambiente, lendo as respostas dos demais. Essa fase deverá ocorrer em silêncio.

Após os 10 minutos, os participantes serão solicitados a conversar com as pessoas cujas respostas acharam mais interessantes ou a fazer qualquer pergunta que lhes tenha ocorrido enquanto liam as respostas nas folhas. Assim, terão oportunidade de conhecerem uns aos outros.

Feedback: Explicar aos participantes a importância de se conhecerem para trabalharem em grupo. Ao se conhecerem melhor, o trabalho em grupo se torna mais agradável, descontraído, sem o estranhamento inicial comum de acontecer. Comente que, quando sabemos o perfil das pessoas da nossa equipe, encontrar soluções e trocar ideias de melhorias no ambiente de trabalho torna-se mais fácil.

Além disso, é uma excelente oportunidade para compartilhar experiências, informações e aumentar a nossa rede de contatos.

escritas na parte superior dela. Informe que eles dispõem de 10 minutos

ou “Dez coisas de que não

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

60
60

Dinâmica: O que você vê?

Aplicação: Sensibilização/apresentação/descontração.

Objetivo: Debater sobre como enxergamos as coisas de formas diferentes e como podemos melhorar nossa percepção a partir desse novo olhar.

Material: Figura de uma “mulher velha/mulher jovem”.

Duração: 15 minutos.

Instruções: Mostre a figura aos participantes e sugira que a olhem por alguns segundos.

Pergunte sobre o que eles estão vendo: se estão identificando a imagem de uma mulher velha ou de uma mulher jovem.

Peça para que levantem a mão somente aqueles que conseguem enxergar apenas a mulher velha e a seguir, que levantem a mão os que conseguem enxergar somente a mulher jovem. Finalmente, peça para que levantem a mão os que conseguem ver tanto a mulher nova quanto a velha.

Localize cada uma das imagens com a colaboração do grupo.

Feedback: Explique aos participantes que as pessoas têm visões e percepções diferentes sobre a mesma coisa e que não necessariamente estão erradas por verem as coisas por outra ótica.

Saber respeitar a opinião do outro é importante para o desenvolvimento do trabalho em grupo.

Dinâmica: Balão bol

Aplicação: Preparação de trabalho de grupo/apresentação.

Objetivo: Estimular a participação em diversos processos de tomada de decisão.

Material: Um pacote de balão de ar (balão de festa).

Duração: 30 minutos.

Instruções: Informe ao grupo que eles vão participar de um jogo chamado Balão bol e que, para isso, serão divididos em duas equipes. As equipes decidirão onde serão os gols e os seus respectivos lados e, em seguida, serão distribuídos tantos balões pelos grupos quanto forem necessários. Os grupos irão inflar os balões.

Inicie o jogo informando que o objetivo é fazer tantos gols quanto forem possíveis no tempo regulamentar e vencerá aquele que fizer o maior número de gols.

Uma discussão deve ser promovida ao final da dinâmica para que o grupo avalie se houve um trabalho de equipe, se houve um objetivo comum e se foi alinhada uma estratégia para fazer o maior número de gols.

Pontos para discussão: o trabalho em equipe foi usado com eficácia? Por quê? Por que não foi?

Feedback: Explicar a importância do trabalho em equipe e de como as atividades desenvolvidas por uma equipe coesa podem trazer resultados mais satisfatórios.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

61
61

Dinâmica: Dobrando papéis

Aplicação: Sensibilização/reflexão/apresentação.

Objetivo: Constatar que instruções/comandos são interpretados de formas diferentes por pessoas diferentes.

Material: Uma folha de papel A4 para cada participante.

Duração: 20 minutos.

Instruções: Dê a cada participante uma folha de papel A4.

Em seguida, peça-lhes que fechem os olhos e sigam apenas as instruções dadas. Informe que não devem fazer qualquer pergunta durante esta fase.

Solicite que os participantes fechem os olhos; dobrem, primeiro, a folha ao meio e a seguir, dobrem novamente ao meio. Continuem dobrando ao meio ainda mais uma vez. Em seguida, informe que agora deverão rasgar um pedaço do canto direito, virar a folha e rasgar um pedaço do canto esquerdo.

Peça então que os membros do grupo abram os olhos e desdobrem suas folhas. Será verificado que cada um interpretou a instrução de uma forma, o que gerou diferentes resultados.

Deve ficar claro que o resultado final alcançado pelos participantes não foi o mesmo para todos.

Feedback: O resultado conduz o grupo a uma discussão sobre como cada um interpreta diferentemente os comandos dados. Enfatizar as diferentes formas que podemos utilizar para melhorar nossas habilidades de comunicação: linguagem clara, comandos diretos e frases curtas.

Dinâmica: Que objetivo é este?

Aplicação: Sensibilização/apresentação/desenvolvimento.

Objetivo: Verificar as diferentes maneiras que cada um tem ao se deparar com um processo de mudança e as dificuldades na aceitação do outro.

Material: Uma folha de papel em branco e uma caneta para cada participante.

Duração: 15 minutos.

Instruções: Peça aos participantes que pensem em um objeto que tenham em algum lugar de suas casas. Feito isso, eles devem desenhá-lo usando a mão que, normalmente, não utilizam para escrever.

Diga-lhes que, em silêncio, deem seu desenho para a pessoa sentada ao lado. Essa pessoa deve adivinhar o que o desenho representa e escrever o nome do objeto, sem emitir juízo de valor.

Depois que cada desenho tiver sido identificado, deve ser devolvido a quem o fez.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

62
62

Feedback: Relacione a dinâmica ao tema da mudança. Explique que, ao fazer o desenho com a mão que normalmente não se usa para tal tarefa, um desconforto foi causado. Fale sobre como as pessoas normalmente ficam inseguras com o resultado obtido e como devem aceitar as dificuldades do outro.

Questione o grupo sobre quem se sentiu desconfortável com a mudança e como ela pode ser encarada.

Dinâmica: Teia de aranha

Aplicação: Fechamento e/ou avaliação de um segmento do curso.

Objetivo: Criar mensagens finais para todo o grupo.

Material: Uma bola grande de lã ou barbante.

Duração: 40 minutos.

Instruções: Solicite que os participantes se levantem e formem um círculo apertado.

Em seguida, inicie a dinâmica, dizendo o que aprendeu e o que espera que aconteça no futuro com base nas informações transmitidas. Depois de dizer o que queria, segure a ponta do fio e jogue a bola para um participante do outro lado e assim a teia começa a ser criada.

Quem pegar a bola dá uma mensagem final aos demais participantes do grupo, jogando-a, depois, para outra pessoa e continua a segurar o fio.

Este processo deve continuar até que todos os participantes tenham a oportunidade de falar.

No final, todos devem estar segurando o fio. Observe que foi formado algo similar a uma teia de aranha.

Feedback: Com esta atividade, todos poderão falar algo sobre o treinamento, dando assim um feedback final. Finalize dando o feedback sobre o treinamento.

Dinâmica: Instrução

Aplicação: Sensibilização/desenvolvimento/apresentação.

Objetivo: Refletir, de forma simples, como uma mesma instrução pode ser entendida de maneiras diferentes.

Material: Uma folha de papel em branco e uma caneta para cada um.

Duração: 30 minutos.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

63
63

Instruções: Entregue uma folha em branco e uma caneta para cada participante e, em seguida, escolha aquele que deverá dar as seguintes instruções:

Solicite que cada um desenhe uma casa na parte inferior do papel e, na parte superior, peça que desenhem um sol e nuvens. Continuando, os participantes deverão desenhar uma pessoa do lado direito da casa e uma árvore do lado esquerdo.

Peça para que cada um mostre o seu desenho. Questione o motivo de os desenhos não serem iguais, ainda que a instrução dada tenha sido a mesma.

Feedback: Explique para os participantes que a forma como é feita a comunicação é muito importante, pois mesmo dando uma única instrução a todos, cada um entende de uma forma. Assim, toda comunicação deve ser clara e objetiva, evitando ruídos. Debater com os participantes sobre uma forma de comunicação que julguem mais eficiente.

Dinâmica: Um carro, uma flor, um instrumento

Aplicação: Apresentação/integração.

Objetivo: Apresentar os integrantes de um grupo de forma descontraída.

Material: Papel em branco e caneta para cada participante.

Duração: 30 minutos.

Instruções: Solicite que cada participante escreva no papel o nome de um carro, de uma flor e de um instrumento musical com o qual se identifica.

Após todos escreverem, recolha e junte todos os papéis em uma caixa, misturando-os e redistribuindo-os entre os participantes.

Em seguida, solicite que cada pessoa, pela ordem, tente identificar quem é o dono do papel que tirou. Se acertar, deverá explicar como chegou a essa conclusão. Se errar, continuará com o papel em suas mãos e passará a vez ao próximo participante que tentará adivinhar.

Feedback: Explique que a dinâmica possibilita a apresentação dos participantes de uma forma lúdica e que também ajuda a conhecer um pouco sobre a pessoa a partir de suas preferências.

Dinâmica: Nome e qualidade

Aplicação: Apresentação do grupo.

Objetivo: Provocar a interação entre os participantes do grupo de forma lúdica.

Material: Não necessita de material.

Duração: 40 minutos.

Instruções: Coloque o grupo sentado, em círculo.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

64
64

Inicie dizendo em voz alta o seu nome, seguido de uma qualidade que julga possuir.

Cada participante, na sequência, repete os nomes e qualidades ditas anteriormente, na ordem, acrescentando ao final seu próprio nome e qualidade.

Feedback: O desafio desta dinâmica é aprender de forma lúdica como chamar os participantes do grupo pelo nome, identificando uma qualidade. Destacar a necessidade de ter atenção, pois sem isso não se atingirá o objetivo da dinâmica. Fazer um link com o “saber escutar”.

Dinâmica: Informações pessoais

Aplicação: Sensibilização/apresentação.

Objetivo: Compreender a importância de não se rotular uma pessoa pela sua aparência.

Material: Uma folha em branco e uma caneta para cada participante.

Duração: 40 minutos.

Instruções: Peça para que cada participante complete em uma folha as seguintes questões.

Quando estou em casa gosto de:

O estilo musical de que mais gosto é:

Quando estou de férias gosto de:

Uma das minhas funções na empresa é:

Informe aos participantes para que não coloquem o nome na folha.

Após completarem as frases, recolha os papéis e distribua de forma aleatória entre os participantes, tomando o cuidado de não entregar o papel ao próprio dono.

Solicite que cada um leia as características escritas no papel que recebeu e tente adivinhar de quem são.

Se acertar, passe ao próximo. Se errar, peça para a pessoa do papel se identificar e inicie novamente a dinâmica.

Feedback: Esta dinâmica demonstra como podemos, mesmo sem querer, correr o risco de rotular as pessoas pelas suas preferências.

Dinâmica: Jogo das aparências

Aplicação: Sensibilização/apresentação.

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

65
65

Objetivo: Demonstrar como estereótipos e interpretações subjetivas interferem na comunicação.

Material: Um balão vazio e um pedaço de papel em branco para cada participante.

Duração: 40 minutos.

Instruções: Entregue um balão vazio e um pedaço pequeno de papel em branco para cada um dos participantes.

Cada pessoa deverá escrever no papel 3 (três) características pessoais, de maneira que, a partir dessas características, ela possa ser identificada pelos outros participantes.

A seguir, os participantes deverão dobrar o papel e colocá-lo dentro do balão.

Quando todos os balões estiverem cheios, deverão ser jogados todos para cima, ao mesmo tempo e cada um deve pegar o balão que estiver na sua frente e estourá-lo.

Finalmente, cada participante deverá ler o papel que encontrar dentro do balão e tentar identificar a pessoa que apresenta as características descritas.

Feedback: Refletir sobre como podemos nos enganar ao rotularmos uma pessoa simplesmente pela sua aparência. Desfazer os estereótipos para que isso também não interfira na comunicação é fundamental.

Dinâmica: Pessoalmente

Aplicação: Dinâmica de encerramento.

Objetivo: Avaliar o treinamento sob a ótica do que acharam do treinamento e do que ganharam com ele.

Material: Nenhum.

Duração: 20 minutos.

Instruções: Peça para o grupo se dividir em pares. Solicite às duplas que completem

a

participação neste programa de treinamento foi

Depois que os participantes tiverem respondido um ao outro, solicite que, aqueles que quiserem, exponham a resposta para o restante do grupo.

Feedback: Informe que essa dinâmica pode ser aplicada para finalizar e/ou avaliar o treinamento em que são identificados os pontos positivos e/ou negativos.

seguinte afirmativa para seus parceiros: “Pessoalmente, uma coisa que ganhei com a ”

Plano de Aula

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

67
67

Plano de Aula

Carga horária:

4 horas.

Recursos:

» projetor;

» folhas de papel em rolo, flip chart e caneta tipo pilot;

» folhas de papel A4 e caneta;

» avaliação de reação;

» lista de presença.

Duração

Duração

Acumulada

Atividade

5min

5min

Rota de Fuga

5min

10min

Apresentação do Instrutor

20min

30min

Dinâmica de Abertura

10min

40min

Vídeo dos Valores Vale

15min

55min

Unidade 1 – Conceitos

10min

1h5

Unidade 2 – Dispositivos de Bloqueio: Definição

 

Unidade 2 – Dispositivos de Bloqueio:

20min

1h25

Tipos de Dispositivos

 

Unidade 2 – Dispositivos de Bloqueio:

15min

1h40

Etiqueta de Bloqueio

Bloqueio e Etiquetagem | Guia do Instrutor

68
68

Duração

Duração

Acumulada

Atividade

10min

1h50

Unidade 2 – Dispositivos de Bloqueio: Vídeo

10min

2h

Unidade 3 – Riscos e Medidas de Prevenção: Riscos

 

Unidade 3 – Riscos e Medidas de Prevenção:

10min

2h10

Medidas de Prevenção

 

Unidade 3 – Riscos e Medidas de Prevenção:

20min

2h30

Incidentes Típicos

10min

2h40

Unidade 3 – Riscos e Medidas de Prevenção: Cartoon

20min

3h

Unidade 3 – Riscos e Medidas de Prevenção: Atividade

15min

3h15

Unidade 4 – Etapas para Bloqueio e Etiquetagem: Passo a Passo

10min

3h25

Unidade 4 – Etapas para Bloqueio e Etiquetagem: Cartoon

15min

3h40

Unidade 5 – Normas e Regulamentos

20min

4h

Dinâmica de Encerramento