Você está na página 1de 4

DETERMINAÇÃO DE IMPUREZAS ORGÂNICAS NO AGREGADO MIÚDO

INTRODUÇÃO
Através desse ensaio deseja-se descobrir se há a presença de material
orgânico no agregado miúdo, pois esse material exerce papel prejudicial sobre a
pega e endurecimento das argamassas.
Geralmente são detritos de origem vegetal que estão, na sua maior parte, sob
a forma de partículas minúsculas e, em grande quantidade, podem escurecer o
agregado miúdo. Assim, deve-se realizar um ensaio colorimétrico de acordo com a
norma NBR NM 49:2001. Entretanto, esse método não determina substâncias
orgânicas como óleos, graxas e parafinas.

MATERIAIS NECESSÁRIOS
 Balança
 Béquer de aproximadamente 1000cm³
 Provetas graduadas de 10 cm³ e 100cm³
 Frascos erlenmeyer com rolha esmerilhada de aproximadamente
250cm²
 Funil de haste longa
 Papel filtro qualitativo
 Dois tubos Nessler ou tubos de ensaio, de mesma capacidade
 Hidróxido de sódio com 90% a 95% de pureza
 Acido Tânico p.a
 Álcool, 95%
 Água destilada
 Amostra de agregado miúdo de acordo com a NM 26 e NM 27
ENSAIO
Deve-se preparar em quantidade suficiente para vários ensaios, soluções de:
hidróxido de sódio a 3% misturando 30g de hidróxido de sódio em 970g de água
destilada em um béquer; ácido tânico a 2% misturando 2g de ácido tânico em 10cm³
de álcool e 90cm³ de água destilada no béquer de 1000cm³.
Observação: para esse ensaio específico, a solução de hidróxido de sódio já
estava preparada.

Adicionar em um frasco erlenmeyer entre 195g e 205g de amostra do


agregado miúdo e 100cm³ de solução de hidróxido de sódio (preparada
previamente) misturando-os vigorosamente. Após isso, deve-se deixar a mistura em
repouso em um lugar escuro por um período de 24 horas.
Em outro erlenmeyer, preparar uma solução padrão adicionando 97cm³ da
solução de hidróxido de sódio a 3% e 3cm³ da solução de ácido tânico a 2%; agitar
bem e deixar em repouso em um lugar escuro por um período de 24 horas.

Passado o período de 24 horas, filtrar a mistura de agregado miúdo e solução


de hidróxido de sódio com auxílio de um papel filtro qualitativo e um funil de haste
longa em um tubo Nessler ou em um tubo de ensaio.

Então, devemos comparar a coloração do líquido filtrado com a da solução


padrão.
.
RESULTADO

Percebe-se pela imagem que a coloração do líquido filtrado apresenta uma


coloração mais clara em relação à solução padrão. Dessa forma, podemos constatar
que não há uma grande concentração de impurezas orgânicas no agregado miúdo.

CONCLUSÃO
Em contato com matéria orgânica, o hidróxido de sódio reage produzindo uma
coloração tão turva quanto a quantidade de impurezas orgânicas presentes.
Preparamos a solução padrão para termos um parâmetro, dessa forma, se após
todo o procedimento do ensaio o líquido filtrado apresentar uma coloração mais
clara em relação à da solução padrão, o agregado miúdo apresenta uma quantidade
baixa o suficiente de impurezas orgânicas para manter a qualidade em sua futura
utilização, em contrapartida, se a coloração for mais escura que a da solução
padrão, o agregado miúdo apresenta uma concentração muito grande de impurezas
orgânicas.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
BAUER, L. A. F. Materiais de Construção. 3ª. ed. São Paulo: Livros técnicos e
científicos editora s.a., v. 1, 1987.