Você está na página 1de 1

64º Congresso Nacional de Botânica Belo Horizonte, 10-15 de Novembro de 2013

ANATOBLOCOS: BLOCOS DIDÁTICOS PARA O ESTUDO DA ANATOMIA


VEGETAL
1 1 1 1 1
Marília C. Ventrella *, Andrea L. Almeida , Caroline N. Jezler , Lays A. Nery , Luana de J. Pereira
1
Departamento de Biologia Vegetal, Universidade Federal de Viçosa. *ventrella@ufv.br

Introdução Resultados e Discussão


A elaboração de materiais didáticos Alguns blocos didáticos ou anatoblocos
complementares é um incentivo e uma necessidade no apresentam tecidos e, ou órgãos em três dimensões,
estudo da Anatomia Vegetal. Uma das propostas enquanto outros apresentam apenas uma sequência de
recentes de material didático, ao mesmo tempo imagens relacionadas a um mesmo tópico. Os
interessante e simples, é o cubo para o estudo da anatoblocos digitalizados (Figura 1A) podem ser
anatomia de madeira proposto por Ceccantini [1]. Este impressos em diversos tamanhos, em diferentes tipos de
material didático facilita a compreensão tridimensional da papel, em cores ou em preto e branco. Para a montagem,
madeira, e também se torna lúdico ao envolver atividades os anatoblocos devem ser recortados, dobrados e
simples, como recorte, pintura e colagem. Considerando colados de acordo com as instruções que os
esses argumentos e o sucesso desse material didático acompanham (Figura 1B). Um breve texto sobre o tema
nos cursos de graduação e pós-graduação, propomos abordado e a técnica utilizada para a obtenção das
outras opções de blocos didáticos que tornem mais fácil e imagens acompanham cada anatobloco.
atrativo o estudo da Anatomia Vegetal.

Metodologia
Foram abordados tópicos de Anatomia Vegetal,
como células, tecidos e órgãos. Sempre que possível,
foram utilizadas espécies de interesse econômico, que
fazem parte do contexto dos cursos de Ciências Agrárias
e de Ciências Biológicas.
Lâminas histológicas foram confeccionadas de
Figura 1. A. Anatobloco digitalizado para impressão. B.
acordo com técnicas usuais em Anatomia Vegetal, como Anatoblocos montados.
dissociação de epiderme, maceração, diafanização,
seccionamento de material sem inclusão à mão livre, em
Conclusões
micrótomo de mesa, em criomicrótomo ou em micrótomo
Como se trata de um material didático
de deslize, e seccionamento de material incluído em
digitalizado, pode ser facilmente distribuído para alunos e
parafina ou historresina em micrótomo rotativo. Após
professores e, em breve, estará disponível no endereço
coloração e montagem, as lâminas histológicas foram
eletrônico da UFV (www.ufv.br).
fotografadas em fotomicroscópio para obtenção de
imagens digitais. Imagens digitais obtidas a partir de
materiais processados para microscopia eletrônica de Agradecimentos
varredura e de transmissão também foram utilizadas para À FAPEMIG, pelo auxílio financeiro para
o preparo dos blocos. participação neste evento científico.
As imagens selecionadas foram organizadas de
acordo com o tema, em pranchas montadas no programa Referências Bibliográficas
computacional CorelDraw®, e salvos como figuras no [1] Ceccantini, G. 2006. Os tecidos vegetais têm três dimensões.
formato jpg. Revista Brasileira de Botânica 29(2):335-337.