Você está na página 1de 21

0

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ


SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL EDELVIRA MARQUES

PLANO DE AÇÃO COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

IMPERATRIZ
2018
1

SUMÁRIO

I. IDENTIFICAÇÃO GERAL ...................................................................................................... 2


II DESENVOLVIMENTO DO PLANO ........................................Error! Bookmark not defined.
JUSTIFICATIVA ............................................................................Error! Bookmark not defined.
OBJETIVO GERAL: ................................................................................................................... 3
OBJETIVOS ESPECÍFICOS: ................................................................................................... 4
AÇÕES ESTRATÉGICAS: ........................................................................................................ 4
PROJETOS PEDAGÓGICOS EM ANDAMENTO................................................................. 6
AVALIAÇÃO ................................................................................................................................ 7
ATRIBUIÇÕES E AÇOES DA COORDENAÇÃO ................................................................ 8
PLANO DE AÇÃO .................................................................................................................... 13
REFERÊNCIAS ........................................................................................................................ 20
2

I. IDENTIFICAÇÃO GERAL

RESPONSÁVEL : Larissa Pereira Loiola

MUNICÍPIO DE Imperatriz – MA
ABRANGÊNCIA:
INSTITUIÇÃO: Escola Municipal de Educação Infantil Edelvira
Marques

NÍVEL: Educação Infantil

TURMAS: Berçario II ,Maternal1C,Maternal 2C,1º Período B,1º


Período C,1ºPeríodo D,2º Perído C,2º Período D

TURNO: Vespertino

DURAÇÃO: Ano Letivo de 2018

“A qualidade da Educação Infantil depende, cada vez mais, da parceria entre a


escola e a família. Abrir canais de comunicação, respeitar e acolher os saberes
dos pais e ajudar-se mutuamente. Eis algumas ações em que as únicas
beneficiadas são as nossas crianças pequenas” (CARRARO, 2006).
3

II. DESENVOLVIMENTO DO PLANO

JUSTIFICATIVA

Educação Infantil é a primeira etapa da Educação Básica, ela é a base


para o desenvolvimento integral do ser humano. Para isso, é necessário
compreendermos as necessidades da criança, estimulá-la e, acima de tudo,
contribuirmos para que ela se desenvolva harmonicamente, guardando para a
vida adulta uma imagem positiva de si mesma. Posto que, é difícil para um
adulto ser feliz, se na sua infância lhe for negado o amor e o direito de poder se
desenvolver dentro de uma Instituição escolar, com todas as condições que a
lei lhe assegura.

A Educação Infantil assume atualmente um papel fundamental na vida


da criança, uma vez que, tem aumentada a responsabilidade social da
Instituição Infantil, tendo em vista os desafios do mundo contemporâneo na
construção desses pequenos e futuros cidadãos, que deverão tornar-se
conscientes de suas responsabilidades para com o mundo, permitindo o
exercício ativo de sua cidadania.

Nesse sentido, não se pode improvisar as ações que nortearão todo


esse processo educativo. É imperativo, portanto, que todas as ações sejam
planejadas de forma conjunta e articuladas, sendo esta a maior função do
coordenador pedagógico, no sentido de minimizar as possíveis dificuldades
apontadas no processo educativo, possibilitando que a Educação infantil
cumpra sua missão, diante das exigências do cuidar e educar com qualidade,
nesse universo escolar infantil.
4

OBJETIVO GERAL:

Propor rotina pedagógica de acordo com as especificidades e os


objetivos do Projeto Político Pedagógico da EMEI Edelvira Marques.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

 Promover no ambiente escolar momento que possibilitem aos


professores, avaliar e repensar sua prática, almejando assim, a melhoria
da qualidade do processo ensino aprendizagem.
 Execução e avaliação do Projeto político pedagógico.
 Coordenar e realizar reuniões com os docentes da escola, promovendo
momentos de estudos das dificuldades encontradas em sala de aula e
incentivando troca de experiências.
 Orientar e acompanhar o diagnóstico dos alunos, possibilitando melhor
atendimento ao educando, relatando avanços e dificuldades.

AÇÕES ESTRATÉGICAS:

 Reuniões de Formação: construir coletivamente respostas para os


problemas pedagógicos enfrentados pelo grupo;
 Observação e acompanhamento do trabalho docente: assessorar o
planejamento, de forma sistemática e coletiva, em consonância com as
Diretrizes Curriculares;
 Acompanhamento do trabalho docente na sala de aula centrando-se
especificamente nos problemas didáticos, e posteriormente, oferecendo
devolutivas orais e escritas e, planejamento de intervenções para a
superação de problemas em conjunto com o professor. O conteúdo da
observação poderá também ser usado na formação coletiva, a fim de
tratar os pontos que forem evidenciados.
 Avaliar os planos de ensino, projetos e sequências didáticas, planos de
aula, atividades, produções e cadernos dos alunos, atividades
5

avaliativas e registros. Será estabelecido o dia da semana para receber


o material e devolver com as observações.
 Planejamento da formação: elaborar e rever periodicamente o projeto de
formação e montar as pautas de cada reunião. Organizar o portfólio da
formação.
 Organização do acervo: o PPP, os planos anuais, os projetos e
sequencias didáticas, os portfólios e avaliações, devem estar sempre em
ordem para serem consultados e servirem para a montagem do acervo e
da memória pedagógica da escola.
 Planejamento e estudo das práticas formativas: Estudar, investigar e
planejar práticas formativas, a fim de atingir os objetivos do projeto de
formação, são procedimentos que demandam tempo.
 Produção de registros: se dará por meio de Relatório das observações
de sala de aula e das análises dos planos dos professores que precisam
ser registrados por escrito, tanto para dar devolutivas quanto para o
próprio planejamento da coordenação tematizar, aprofundar seus
conhecimentos sobre estratégias a serem usadas e o conhecimento
didático específico para ajudar a equipe docente a compreender melhor
o objeto de ensino e a maneira de ensinar.
 Reunião com alunos e professores: Observar e avaliar os alunos,
sempre em parceria com os professores, a fim de planejar o apoio
pedagógico necessário ou mesmo comunicar aos pais das crianças os
aspectos em que precisam caminhar ainda mais juntos à seus filhos a
fim da construção da aprendizagem.
6

PROJETOS PEDAGÓGICOS

 Projeto Pedagógico Adaptação com Amor


 Projeto: Baile Cultural
 Projeto Páscoa: o verdadeiro sentido da Páscoa
 Projeto: Festa Junina
 Projeto Maleta Viajante “Quem lê viaja”
 Projeto self service
 Projeto saúde bucal
 Projeto higienização do nariz
 Projeto Semana da Criança: Ser criança é bom demais!
 Projeto Natal: Celebremos o Nascimento do Menino Jesus
7

AVALIAÇÃO

A avaliação é parte essencial de todo e qualquer processo, pois é através dela


que verificamos nossos progressos e elaboramos intervenções nos pontos
necessários. Este processo se dará gradativamente ao decorrer do ano letivo
através de instrumentos como questionários e discussões direta com todos os
docentes.Os encontros de planejamentos ,fará um feedback das ações
realizadas e enumerando os pontos positivos e negativos e propondo
mudanças e alterações do plano. Elaboraremos um portfólio com registros do
desenvolvimento de cada ação. Tudo isso, auxiliará no sucesso das ações aqui
planejadas.
8

ATRIBUIÇÕES E AÇÕES DA COORDENAÇÃO

ATRIBUIÇÕES DA PEDAGOGA ESCOLAR AÇÕES RELACIONADAS ÀS ATRIBUIÇÕES

Trabalhar em parceria com a Direção da escola, contribuindo - Construir, implementar e avaliar o Projeto Político-Pedagógico
para uma administração eficiente e eficaz. da Escola;
- Discutir metas e ações do PDE (Programa de
Desenvolvimento da Escola);
- Organizar o Plano de Ação da Escola;
- Construir o calendário anual de atividades; (importante
lembrar que as reuniões devem ser agendadas de maneira a
não comprometer a demais atividades que envolvam a
coordenação)
- Elaborar sua rotina de trabalho.
Estimular e articular a formação continuada da equipe escolar - Organizar o Plano de Formação Continuada da Escola;
- Construir o calendário de reuniões de Formação Continuada;
- Reservar momentos de estudo para aprofundamento teórico
das temáticas a serem trabalhadas;
- Elaborar pautas de formação;
9

- Selecionar materiais e recursos para a realização dos


encontros;
- Executar e avaliar o processo formativo desenvolvido;
- Desenvolver atividades que promovam a ampliação cultural da
equipe escolar.
Orientar a equipe docente na elaboração e execução de planos - Construir o calendário de reuniões coletivas e individuais de
didáticos, adequando-os às necessidades dos alunos. planejamento;
- Elaborar pautas para os encontros voltados para orientação
dos planos didáticos;
- Realizar momentos de planejamento didático;
Orientar o professor na superação de dificuldades - Organizar momentos de acompanhamento da gestão de sala
de aula;
- Tematizar o acompanhamento nos encontros de Formação
Continuada;
- Realizar devolutivas orais e escritas, coletivas e/ou individuais,
sobre o acompanhamento realizado.
Zelar pela qualidade das relações intrapessoais e interpessoais - Promover, em parceria com a gestora, momentos de interação
e o intercâmbio de experiências na escola e na rede e troca de experiências, onde o grupo possa se conhecer
melhor e fortalecer os vínculos;
- Realizar, em parceria com a gestora, momentos em que sejam
10

apresentadas as incumbências de cada membro da equipe


escolar, para que todos tomem conhecimento dos seus direitos
e deveres;
- Elaborar, em parceria com os demais membros da equipe
escolar, os combinados que orientarão o trabalho a serem
desenvolvido por todos.
Participar ativamente da discussão, elaboração, execução e - Construir, implementar e avaliar o Projeto Político-Pedagógico
avaliação da proposta pedagógica. da Escola;
- Organizar o Plano de Ação da Escola;
- Reservar momentos de estudo pessoal;
- Incluir como temática de Formação Continuada o estudo e
discussão da Proposta Pedagógica.
Acompanhar o planejamento, a execução e avaliação das - Analisar os registros realizados pelos professores nos diários
atividades pedagógicas e didáticas. de classe e outros;
- Realizar combinados com os professores para o
acompanhamento da gestão de sala de aula;
- Preparar instrumentos que auxiliem a observação da gestão
da sala de aula;
- Tematizar o acompanhamento realizado, junto ao grupo de
professores;
11

- Elaborar devolutivas para os professores sobre o


acompanhamento da gestão de sala de aula;
Estimular a utilização de metodologias diversificadas que - Acompanhar a gestão de sala de aula para diagnosticar o
melhor atendam as diferenças individuais perfil das turmas;
- Pesquisar materiais e recursos que permitam o estudo coletivo
sobre metodologias diversificadas;
- Propor estudos sobre estratégias de ensino e sua
aplicabilidade prática, considerando a natureza e as
modalidades organizativas de conteúdos;
- Organizar momentos para o Grupo de Apoio Didático.
Orientar e assistir os estagiários, quando houver, na realização - Elaborar, em parceria com o Coordenador de Estágio, rotinas
de suas atividades para estagiários, respeitando a rotina da equipe escolar.
Promover a integração com a comunidade escolar no processo - Realizar, em conjunto com a equipe escolar, atividades que
educativo promovam o envolvimento da comunidade escolar;
- Estabelecer, em conjunto com a direção, parcerias com a
comunidade no desenvolvimento de atividades da escola.
Realizar entrevistas com pais e/ou responsáveis, a fim de obter - Elaborar cronograma de reuniões com pais e/ou responsáveis
melhores resultados com relação ao desenvolvimento escolar dos alunos;
do aluno. - Promover atividades (eventos, palestras) de cunho educativo,
social e cultural para os pais.
12

Identificar as necessidades e as dificuldades relativas ao - Planejar, em parceria com os professores, instrumentos de


desenvolvimento do processo educativo da escola avaliação diagnóstica;
- Discutir os resultados das avaliações;
- Pautar os momentos de planejamento nos resultados da
avaliação;
- Realizar estudos relacionados a práticas avaliativas;
- Propor estudos sobre estratégias de ensino considerando a
natureza e as modalidades organizativas de conteúdos;
- Organizar momentos para o Grupo de Apoio Didático;
Elaborar relatório semestral das atividades desenvolvidas na - Organizar o portfólio contendo o registro de todas as ações
unidade de ensino desenvolvidas pela coordenação;
- Produzir o relatório semestral, a partir do portfólio organizado.
13

PLANO DE AÇÃO
METAS AÇÕES PERÍODO RESPONSÁVEIS
Trabalhar em parceria com a Construir, implementar e JANEIRO/FEVEREIRO Coordenação e gestão
gestora contribuindo para uma avaliar o Projeto Político-
administração eficiente e Pedagógico da Escola;
eficaz Organizar o Plano de Ação da
Escola; Construir o calendário
anual de atividades; Elaborar a
rotina de trabalho.
Organização de documentos
formais para solicitações ou
comunicados internos.
Planejamento e articulação da Organizar o Plano de FEVEREIRO A DEZEMBRO Coordenação e equipe
formação continuada da Formação Continuada da docente
equipe docente Escola; Construir o calendário
de reuniões de Formação
Continuada; Reservar
momentos de estudo para
aprofundamento teórico das
temáticas a serem
14

trabalhadas; Elabora pautas


de formação; Selecionar
materiais e recursos para a
realização dos encontros;
Executar e avaliar o processo
formativo desenvolvido;
Desenvolver atividades que
promovam a ampliação
cultural da equipe escolar.
Acompanhar o planejamento, Organização de momentos de FEVEREIRO A DEZEMBRO Coordenação e equipe
a execução e avaliação das acompanhamento da gestão docente
atividades pedagógicas e de sala de aula; Preparar
didáticas. instrumentos que auxiliem a
observação da gestão da sala
de aula; Analisar as
metodologias utilizadas em
sala de aula e intervir junto às
professoras; Elaborar
devolutivas para os
professores sobre o
15

acompanhamento da gestão
de sala de aula; Tematizar em
formação o acompanhamento
realizado, junto ao grupo de
professoras.
Estimular a utilização de Acompanhar a gestão de sala FEVEREIRO A DEZEMBRO Coordenação, gestão e equipe
metodologias diversificadas de aula para diagnosticar o docente.
que melhor atendam as perfil das turmas; Pesquisar
diferenças individuais materiais e recursos que
permitam o estudo coletivo
sobre metodologias
diversificadas; Propor estudos
sobre estratégias de ensino e
sua aplicabilidade prática,
considerando a natureza e as
modalidades organizativas de
conteúdos.
Acompanhar o Organização do mapeamento FEVEREIRO A DEZEMBRO Coordenação, gestão e equipe
desenvolvimento dos alunos do desenvolvimento de docente.
para o replanejamento de aprendizagem por turma
16

ações de intervenção bimestralmente; Promover


atividades (eventos, palestras)
de cunho educativo, social e
cultural para os pais.
Atendimento aos pais de
forma individualizada;
Estabelecer parceria com os
responsáveis a fim de obter
melhores resultados com
relação ao desenvolvimento
escolar do aluno; Atendimento
individualizado aos alunos que
apresentam dificuldades;
Identificar as necessidades e Orientação da elaboração dos FEVEREIRO A DEZEMBRO Coordenação, equipe docente
as dificuldades relativas ao instrumentos avaliativos junto e gestão.
desenvolvimento do processo aos docentes; Análise dos
educativo da escola registros avaliativos Discutir os
resultados das avaliações;
Pautar os momentos de
planejamento nos resultados
17

da avaliação; Realizar estudos


relacionados a práticas
avaliativas; Propor estudos
sobre estratégias de ensino
considerando a natureza e as
modalidades organizativas de
conteúdos; Replanejamento
de atividades para revisão de
conteúdos;
Elaborar o Plano de Atividades Realizar a avaliação das FEVEREIRO A DEZEMBRO Coordenação e Docentes
da Coordenação Pedagógica ações planejadas e
de acordo com a realidade da executadas durante o ano;
unidade de ensino, buscando Discutir com a equipe escolar,
desenvolver uma ação as dificuldades e os avanços
integrada na escola. encontrados na avaliação;
Levantar com a equipe
pedagógica as necessidades
que deverão nortear a seleção
das ações prioritárias para o
ano; Elaborar a primeira
18

versão do Plano de atividades


e submetê-lo à apreciação da
equipe escolar; Apresentar a
versão final do Plano de
atividades que deverá ser
incorporado ao Plano de Ação
da Escola.
Elaborar relatório semestral Organizar o portfólio contendo FEVEREIRO A DEZEMBRO Coordenação. Docentes e
das atividades desenvolvidas o registro de todas as ações gestão.
na unidade de ensino desenvolvidas pela Pedagoga;
Produzir o relatório semestral,
a partir do portfólio
organizado.
Encaminhar a outros Solicitar junto à secretaria da Encaminhar a outros Solicitar junto à secretaria da
especialistas os alunos que escola a relação de alunos especialistas os alunos que escola a relação de alunos
exigirem atendimento especial declarados no ato da exigirem atendimento especial declarados no ato da
matricula, com necessidades matricula, com necessidades
especiais e repassar às especiais e repassar às
docentes cada caso; Solicitar docentes cada caso; Solicitar
das professoras o relatório de das professoras o relatório de
19

diagnósticos das salas de diagnósticos das salas de


aulas no início do ano letivo aulas no início do ano letivo
para encaminhar à para encaminhar à
superintendência de educação superintendência de educação
especial. Estabelecer parceria especial. Estabelecer parceria
com os grupos responsáveis com os grupos responsáveis
pelo atendimento dos alunos pelo atendimento dos alunos
com necessidades especiais; com necessidades especiais;
20

REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da educação


Nacional. LEI nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. D.O.U. de 23 de
dezembro de 1996.

Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, Secretaria de


Educação Fundamental, - Brasília: MEC/SEF, 2002.

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, ESPORTE E LAZER. Regimento


Escolar dos Estabelecimentos do Sistema Municipal de Ensino de
Imperatriz – MA, Imperatriz, 2011

https://novaescola.org.br: Data de acesso: 22/12/17