Você está na página 1de 4

CONCILIAÇÃO DE

DADOS COM EXCEL


Objetivo: demonstrar a conciliação de dados entre duas listas de dados no Excel.
Para facilitar seu aprendizado também repeti o
artigo http://guiadoexcel.com.br/conciliacao-de-dados-utilizando-o-excel.
Para identificar diferenças entre listas de dados, eu trabalho de duas formas básicas,
sem envolver VBA. Uma utilizando a fórmula PROCV e outra utilizando tabelas
dinâmicas.

Ambas as formas de conciliação funcionam, porém, quando utilizamos a fórmula


PROCV para análise de listas que possuem muitos dados, como por exemplo mais
de 100.000 linhas o processador irá fazer um trabalho que pode ser muito pesado
podendo demorar muito tempo e até travar o computador.

//
//
//
//

Por esse motivo recomendo a forma de análise de diferenças que será demonstrada
agora.

 O primeiro passo é identificar os dados que poderão ser utilizados como chave, ou seja,
que serão coincidentes, caso existam, nas listas. Estas informações poderiam ser o
código do cliente, do pedido, da nota fiscal, etc.
 Em listas de notas fiscais estas informações poderiam ser a série, a nota e o emissor, no
nosso caso iremos utilizar apenas a série e a nota fiscal.

Criação da Chave Utilizando Concatenação


 No nosso caso como disse a chave é formada pela série e o número, para isso
concatene estas informações separando com um traço usando a fórmula: =A2&”-
“&B2.
 Arraste a fórmula para toda a lista.
 Repita esta operação também para a outra lista de dados.
Analisando os dados
 Com as chaves prontos devemos agora buscar as diferenças, que serão as notas não
encontradas em uma lista ou outra, e as diferenças de valor.
 Abra uma nova planilha e clique em Inserir->Tabela Dinâmica, selecione os dados
das colunas de A á D da Lista 1 e clique em OK.
 Arraste o campo Chave para a área Rótulo de Linha.
 Arraste o campo Valor para a área Valores, este campo será o sempre o campo aonde
você deseja encontrar a diferença.
 Na tabela dinâmica criada clique sobre um valor da coluna Contagem de Valor com o
botão direito, clique no campo Configurações de Campo de Valor e altere
para Soma.
 Na coluna C digite no título Lista e abaixo digite 1 e arraste até a última linha como na
figura.

Lista de dados
 Repita as operações acima para criar a Lista 2, conforme a figura.

Lista 2 de dados - Clique para ampliar


Criando Uma Lista Única e Analisando os Dados
 Crie uma nova planilha

 Selecione os dados das lsitas de dados criadas para análise e copie e cole especial
Somente Valor nesta nova planilha, desta forma os dados não serão mais tabelas
dinâmicas.
 Agora coloque os dados das listas 1 e 2 uma abaixo da outra, assim você terá uma lista
única com todos os dados para a análise.
 Clique em uma nova célula e clique em Inserir->Tabela Dinâmica, selecione os dados
da última lista criada.
Base para análise dos dados
 Agora arraste os campos Rótulo de Linha para a área Rótulo de Linha, o
campo Soma de Valor para a área Valores e o campo Lista para a área Rótulo de
Colunas, conforme a figura.

Campos
 Desta forma você terá como resultado a lista de dados da figura abaixo.

Tabela para análise


 Copie a tabela criada para uma nova planilha colando somente valores.
 Exclua as colunas D e E e a linha 1.

Nova Lista - Clique para Ampliar


 Agora digite na célula D2 a palavra Diferença.
 Na célula D3 digite =B3-C3 e arraste até a última linha. O resultado desta conta deverá
dar sempre 0, caso seja diferente, você localizou a diferença de valor ou a nota fiscal
que falta e em qual lista.
 Selecione os dados das colunas e organize pelo campo Diferença, os extremos
mostrarão as notas faltantes e as diferenças de valores conforme a figura:

Diferenças Encontradas
Está pronta a análise dos dados com as diferenças encontradas e as notas que
não constam nas listas.

Então é isso, agradeço todas as colaborações e visitas ao blog e aguardo


sugestões.

Rieper