Você está na página 1de 13

Emissão de Nota Fiscal para o Microempreendedor

Individual

Você, Microempreendedor Individual, deve emitir Notas Fiscais em


todas as vendas ou prestação de serviços para Pessoas Jurídicas.

Caso venda e envie produtos para pessoas físicas (fora da loja), também
precisará emitir a nota fiscal para acompanhamento do produto
durante o transporte.

.................................................................
Neste Passo a Passo, você aprenderá*:

*Clique sobre o procedimento desejado e vá para a página correspondente.

1 - Emitir Nota Fiscal para atividades de Prestação de Serviços em geral...........................2

2 - Emitir Nota Fiscal para atividades de Comércio/Indústria/Transporte de Carga..........2

2.1 - Solicitar Nota Fiscal Avulsa Eletrônica (NFA-e) pelo SIARE.............................................3

2.2 - Exemplo de Nota Fiscal Avulsa Eletrônica emitida........................................................12

...........................................................................................
Atualização: set.2016 1
.................................................................
1 - Emitir Nota Fiscal para atividades de Prestação de Serviços em geral
A liberação da nota fiscal para o MEI das atividades de prestação de serviço poderá ser realizada por: bloco
de notas, nota fiscal avulsa e/ou nota fiscal eletrônica; dependendo da forma de emissão permitida pela
prefeitura.

IMPORTANTE: A emissão de notas fiscais somente poderá ser realizada depois da liberação da inscrição
municipal.

Bloco de Notas:

Se for permitida a emissão do bloco procure a Prefeitura do município para receber orientações sobre o
processo de preenchimento e solicitação da Autorização para Impressão de Documentos Fiscais (AIDF),
documento necessário para a impressão da nota.

O bloco de nota fiscal tem prazo de validade, portanto verifique esta informação diretamente na Prefeitura
da cidade.

Nota Fiscal Avulsa e/ou Nota Fiscal Eletrônica:

Caso seja permitida alguma destas modalidades para a impressão de notas fiscais no município, procure a
prefeitura para se informar sobre os procedimentos necessários.

É importante ressaltar que em alguns municípios onde existe a opção de emissão de nota fiscal eletrônica
será necessário adquirir um certificado digital.

Se este for o caso, antes de adquirir este certificado confira quais são as empresas certificadoras compatíveis
com o sistema utilizado pela prefeitura.

.................................................................
2 - Emitir Nota Fiscal para atividades de Comércio/Indústria/Transporte de
Carga
Após ser liberada a inscrição estadual, o MEI poderá emitir notas fiscais da seguinte forma:

1) Nota fiscal série “D”: esta nota poderá ser utilizada quando o MEI estiver comercializando produtos para
consumidores finais que retiram a mercadoria na loja. Neste caso, basta que o MEI solicite a impressão do
bloco em uma gráfica de sua escolha.

2) Nota fiscal avulsa eletrônica (revenda): deverá ser utilizada para todas as vendas para pessoas jurídicas
e sempre que os produtos forem transportados (ainda que para pessoa física). Será emitida gratuitamente,
pelo Sistema Integrado de Administração da Receita Estadual (SIARE) ou presencialmente, em uma
Unidade de Atendimento da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF-MG).

A seguir vamos esclarecer quais os procedimentos devem ser realizados para requisitar a emissão da Nota
Fiscal Avulsa Eletrônica (NFA-e).

...........................................................................................
Atualização: set.2016 2
.................................................................
2.1 - Solicitar Nota Fiscal Avulsa Eletrônica (NFA-e) pelo SIARE
IMPORTANTE: Antes de iniciar o procedimento, desbloqueie pop-up do seu navegador.

Clique no link abaixo para requerer a Nota Fiscal Avulsa Eletrônica. (será aberta uma nova janela)
4https://www2.fazenda.mg.gov.br/sol/ctrl/SOL/NFAE/SERVICO_007?ACAO=NOVO&ACESSO_EXTERNO=1

Obs.: Utilize o navegador ‘Internet Explorer’

2
3
4

Nesta tela, selecione os campos de acordo com as seguintes orientações:

1 - Em ‘Tipo de Requerente‘ marque a opção ‘Microempreendedor Individual’ .

2 - Em ‘Tipo de NFA‘ marque a opção ‘Saída’.


OBS.: Caso precise emitir uma nota fiscal de entrada de mercadorias o requerimento somente poderá ser
realizado presencialmente nas Unidades de Atendimento da SEFAZ-MG.

...........................................................................................
Atualização: set.2016 3
3 - Em ‘Tipo de Circulação‘ selecione a opção correspondente sendo:

• ‘Interna’ se o destinatário da mercadoria for de Minas Gerais;


• ‘Interestadual’ se o destinatário da mercadoria for de outro Estado;
• ‘Exterior’ se o destinatário da mercadoria for de outro País.

4 - Em ‘Natureza da Operação’, selecione a opção correspondente sendo:

• ‘Venda’ se estiver comercializando alguma mercadoria.


• ‘Prestação de Serviço de Transporte’ se estiver prestando serviço de transporte (carreto).
• ‘Remessa’ se estiver enviando algo para conserto, demonstração, feira ou exposição.
• ‘Retorno’ se estiver enviando algo que recebeu para demonstração.
• ‘Devolução’ deve ser utilizada somente se você precisar devolver uma mercadoria para o fornecedor,
anulando os efeitos da compra. Para este caso, é necessário selecionar a ‘Finalidade de Emissão’ como
sendo ‘Devolução de mercadoria’.

Também podem ser selecionadas outras naturezas de operação como, por exemplo: Industrialização,
Transferência e Outras Saídas (selecione essa opção quando não se enquadrar em nenhuma das anteriores).

5 - Clique no botão ‘Confirmar’.

10

6
7 8
9

6 - Em ‘CFOP‘ selecione o ‘Código Fiscal de Operações e de Prestações’ correspondente a sua transação.


Para consultar os CFOP existentes clique em http://bit.ly/codigonf.

7 - Em ‘Data Saída/Entrada‘ digite a data do envio do produto ou do transporte.

8 - Em ‘Hora Saída‘ digite a hora do envio do produto ou do transporte.

9 - Em ‘Venda para órgão Público’ marque a opção correspondente. Caso marque a opção ‘Sim‘ preencha
o campo ‘Nota de Empenho’.

10 - Agora, clique na aba ‘Remetente/Destinatário’.


...........................................................................................
Atualização: set.2016 4
11 12

13

14 15

16

11 - Em ‘Dados do Remetente‘, digite o número do ‘CNPJ‘ de sua empresa.

12 - Clique em ‘Pesquisar’. Observe que os dados do ‘Item Endereço’ serão preenchidos automaticamente.

13 - Preencha os campos ‘Fone/Fax‘ e ‘Email‘.

14 - Em ‘Dados do Destinatário‘, digite o número do ‘CNPJ/CPF‘ de seu cliente.

15 - Clique em ‘Pesquisar’. Caso seu cliente possua Inscrição Estadual os dados do ‘Item Endereço’ serão
preenchidos automaticamente. Caso contrário, será necessário clicar em ‘(Clique aqui para informar
endereço)’ e informá-lo manualmente.

16 - Se o transporte tiver início em município diferente do município do remetente da mercadoria (por


exemplo, sua empresa é de Belo Horizonte e a mercadoria for sair de Contagem), clique na ‘Lupa’ para
informar o nome do município onde se iniciará o transporte.
...........................................................................................
Atualização: set.2016 5
17

18

17 - Clique na aba ‘Dados Produtos/Serviços’.

18 - Depois, clique no ícone ‘Incluir’ .

19 20 21 22 23 24 25

26

19 - Em ‘Grupo’, caso não encontre a descrição do produto que pretende comercializar, selecione a opção
‘Outros’.

20 - Em ‘NCM’, clique em ‘Pesquisar’. Na tela seguinte, em ‘Descrição’ coloque uma palavra chave e detalhe
o tipo de produto/transporte de sua empresa. Digite o código e clique em e clique em ‘Pesquisar’. Selecione
o código mais adequado e clique em ‘Confirmar’.

21 - Em ‘Descrição do Produto/Serviços’ detalhe o tipo de produto/transporte.

21 - Selecione a ‘Origem’ correspondente.

22 - Selecione a ‘Unidade de medida’ correspondente (unidade, caixa etc.).

23 - Em ‘Quantidade’ digite o volume dos produtos comercializados.

...........................................................................................
Atualização: set.2016 6
25 - Em ‘Valor Unitário R$’ digite o número correspondente para que posteriormente seja calculado o
valor total.

OBS.: Repita estes passos por quantas vezes for necessário até que cadastre todos os produtos que foram
comercializados.

26 - Clique em ‘Confirmar’.

31

27

28 29

30

27 - Confira se todos os produtos/transportes listados anteriormente apareceram nesta tela.

28 - Como você já não é substituto tributário de seus procuros, ou seja, não recolhe este imposto
antecipadamente, NÃO precisa preencher estes campos.

29 - Em ‘Valor do frete’ prencha o valor cobrado para o transporte da mercadoria, se for o caso. Se o frete
for ser pago pelo cliente no recebimento da mercadoria, marque ‘Não’ no campo ‘Somar Frete ao Total da
NFA’. Mas se seu cliente pagou o valor total “mercadoria + transporte”, marque ‘Sim’ neste campo e lembre-
se que todo este valor deverá ser considerado faturamento da sua empresa.

30 - Como você tem tributos federais “zero”, não deve ser preenchido o ‘Valor Total do IPI’.

Atenção! Caso seu cliente seja da mesma cidade que sua empresa, basta clicar em ‘Dados Adicionais’ e ir
para o Passo 9.

31 - Se seu cliente for de outra cidade, clique na aba ‘Transporte’ que deverá ser preenchida de acordo com
as orientações a seguir.

...........................................................................................
Atualização: set.2016 7
38

32

33 34

35 36

37

32 - Em ‘Dados do Transporte‘ selecione o ‘Tipo‘ de acordo com as orientações abaixo:

• ‘Próprio’ se o veículo a ser utilizado para transportar a mercadoria estiver registrado em nome de sua
empresa (ou em seu nome) ou do seu cliente;
• ‘Próprio/Outros’ se o veículo a ser utilizado para transportar a mercadoria estiver registrado em nome
de pessoa diversa, desde que sua empresa ou seu cliente possuam um contrato formal (locação,
comodato, etc.) para utilização do veículo;
• ‘De Terceiros’* se o veículo a ser utilizado para transportar a mercadoria estiver registrado em nome
de pessoa diversa do remetente ou do destinatário e também não possuir contrato formal (locação,
comodato, etc.) para utilização do veículo;
• ‘Tangido/Sem Transporte’ se a mercadoria não for transportada e sim “tocada” (aplica-se a animais),
ou então, caso não haja o transporte da mercadoria (seu cliente retira o produto diretamente na loja).

* Se selecionar o tipo de transporte como ‘De Terceiros’ informe se ele já foi contratado ou não e também
se o custo do frete será de responsabilidade da sua empresa (remetente), do seu cliente (destinatário) ou
de outra pessoa.

33 - Nos casos em que for habilitado o item ‘Identificação do Transportador‘ preencha o campo ‘CNPJ/
CPF’ ou ‘Inscrição Estadual’.

34 - Clique em ‘Pesquisar‘.

35 - Informe o número da placa do veículo.

36 - Em ‘UF’ informe o estado de registro do veículo.

...........................................................................................
Atualização: set.2016 8
37 - Em ‘Volumes‘ preencha os campos seguindo as orientações abaixo:

• Em ‘Quantidade’ informe o número de volumes a serem transportados;


• Em ‘Espécie’ informe a espécie dos volumes transportados. Exemplo: caixa, malote, envelope, saco etc.;
• Em ‘Marca’ informe a marca dos volumes transportados, quando for o caso. Exemplo: nome da empresa
ou outro nome estampado no volume;
• Em ‘Número’ informe a numeração dos volumes transportados, quando for o caso. Exemplo: caixas 1 a
50; malotes 5, 7, 10 etc.;
• Em ‘Peso Bruto’ informe o peso total da mercadoria (produto+embalagem, por exemplo);
• Em ‘Peso Líquido’ informe o peso total dos produtos tranportados (sem o peso da embalagem).

38 - Clique na aba ‘Dados Adicionais‘.

39
40

41

42

Observação: Esta aba é de preenchimento obrigatório somente se a mercadoria tiver origem vegetal (carvão,
lenha, madeira) ou se a mercadoria tiver origem animal (gado). Nos demais casos, seu preenchimento e
opcional.

39 - Em ‘GTA’ preencha o número da Guia de Trânsito Animal quando estiver transportando animais.

40 - Em ‘Licença Ambiental’ preencha o número da licença expedida pelo Instituto Estadual de Florestas
(IEF) quando estiver transportando produtos de origem vegetal.

41 - No campo ‘Informações Complementares’ digite as informações que julgar necessário, por exemplo:
garantia do produto, dados da pessoa a receber o produto, etc.

42 - Clique em ‘Finalizar’.

...........................................................................................
Atualização: set.2016 9
43

45 44

43 - O sistema irá exibir uma tela com o número do protocolo e senha para acompanhamento.
44 - Clique em ‘Imprimir Nota Fiscal Avulsa’ para imprimir a nota fiscal avulsa eletrônica e siga as instruções
do sistema.
45 - Clique em ‘Imprimir Comprovante de Protocolo’ para utilizar estes dados, caso necessário.

Caso você não tenha impresso a NF na hora em que ela foi emitida, você tem 60 (sessenta) dias (a partir
da data de saída) para imprimi-la com o uso do protocolo. Depois deste prazo ou para emitir novamente
esta NF será necessário procurar presencialmente um Posto de Atendimento da SEFAZ-MG e eles poderão
cobrar pelo serviço.
Se estiver dentro do prazo de 60 dias para imprimi-la basta acessar o link https://www2.fazenda.mg.gov.
br/sol/ctrl/SOL/GERAL/INICIAL_INTERNET?ACAO=VISUALIZAR e seguir as orientações abaixo.

No lado direito da tela, localize a opção ‘Acesso sem Certificado Digital’.


46 - No campo ‘Tipo de Usuário’, selecione a opção “Protocolo”. Abrirá
46 um campo onde deve ser informado o número do protocolo conforme
demonstrado no passo anterior.
47
47 - Informe o número de seu CPF.

48 48 - Informe a senha informada pelo sistema conforme demonstrado no


passo anterior.
49
49 - Clique em ‘Login’ para acessar sua NF.

...........................................................................................
Atualização: set.2016 10
50

51

50 - Na tela seguinte, selecione a NF que deseja imprimir.


51 - Clique na lupa para acessar as informações sobre a Nota Fiscal.

52

52 - Clique em ‘Imprimir NFA’.

...........................................................................................
Atualização: set.2016 11
.................................................................
2.2 - Exemplo de Nota Fiscal Avulsa Eletrônica emitida

...........................................................................................
Atualização: set.2016 12
.................................................................
4Orientações Importantes:

1 - Notas fiscais de entrada somente poderão ser requeridas presencialmente em uma das Unidade de
Atendimento da SEF-MG.

.................................................................

Se surgir alguma dúvida durante a emissão da Nota Fiscal, participe de nossos atendimentos pela Central
de Atendimento (0800 570 0800 ) ou pelo atendimento online http://bit.ly/2cpCEyB.

.................................................................

...........................................................................................
Atualização: set.2016 13