Você está na página 1de 21

Atividade Prática

Disciplina: Física Termodinâmica e Ondas


Professor: Cristiano Cancela da Cruz
Curso: Engenharia (Produção,
UTA:
Computação e Elétrica)

Objetivo
Aprender a distinguir quando um objeto irá boiar ou afundar.

Introdução
Eureca! De acordo com uma lenda popular, no século III a.C., o matemático grego Arquimedes descobriu que
havia uma relação entre a quantidade de água deslocada pelo seu corpo ao entrar em uma banheira e o empuxo que o
fazia se sentir mais leve dentro da água. Foi a partir dessa descoberta que o princípio de Arquimedes foi descrito. Esse
princípio afirma que “um corpo imerso em um fluido sofre um empuxo igual ao peso do volume de fluido deslocado
pelo corpo”.
Por que alguns corpos flutuam e outros afundam?
A resposta depende da densidade do corpo e do fluido em que ele é imerso. Densidade é a massa de um corpo
por unidade de volume. A equação matemática para densidade é:
□□□□□
□□□□□□□□□ =
□□□□□□

Ou

□=

A resposta para a pergunta acima também depende do volume de fluido deslocado pelo corpo. A forma do corpo
afeta o volume de fluido deslocado — o que explica por que um bloco sólido de ferro afunda, enquanto a mesma
massa de ferro em forma de um barco flutua.

Solucionar problemas, calcular, aplicar conceitos, fazer previsões, tirar conclusões.

Procedimento

Inicie o Virtual Physics e selecione Density and Buoyancy na lista de atividades. O programa vai abrir a bancada
de estudos sobre densidade (Density).

Densidade e Flutuabilidade 1

02 labor0711_FIS_BL2.indd 1 9/9/11 11:12 AM


81

Depósito de bolas ordem


alfabética de materiais

ordem alfabética

Reiniciar o

Esvaziar o cilindro
o cilindro

1 Você vai medir a densidade de objetos sólidos e de vários fluidos com a intenção de tentar prever se os objetos
sólidos afundam ou flutuam. Você também vai calcular o empuxo exercido sobre os sólidos em um dos fluidos.
Ache a bola de gelo (Ice), entre as bolas penduradas na parede, e arraste-a para o prato da balança. Anote a massa
na Tabela de dados 1.

2 Use as setas para cima e para baixo no painel de controle para selecionar o fluido. Selecione o Virtual Fluid B. Este
é um fluido virtual único usado somente neste laboratório virtual. Clique no botão Full abaixo do painel para ativar
a opção de encher completamente o cilindro. Clique no botão Fill para despejar o fluido no cilindro de 250 mL
selecionado. Você pode selecionar outros cilindros usando as setas verdes logo acima da “boca de saída” de fluidos.
Clique na parte superior do cilindro para ampliar a leitura no nível do fluido (Zoom). Anote o volume do fluido
virtual na Tabela de dados 1.

3 Arraste a bola de gelo e solte-a na “boca” do cilindro preenchido com o fluido virtual. Clique no botão verde Drop
para soltar a bola de gelo dentro do cilindro. O novo volume, contando fluido virtual e a bola, poderá ser lido na
janela com o cilindro ampliado. Anote o volume na tabela.

4 Solucionando problemas A partir de suas medições, como determinar o volume da bola de gelo?

5 Repita as etapas 2 a 5 para testar outras duas amostras: alumínio (Aluminium) e madeira de pinheiro (Pine Wood).
Anote suas medições na Tabela de dados 1.

6 Calcule o peso de cada objeto. Lembre-se: peso = massa × força da gravidade (g). Use as massas em quilogramas
e g = 9.8 m/s2.

02 labor0711_FIS_BL2.indd 2 9/9/11 11:12 AM


Densidade de um líquido

8 Use as setas para cima e para baixo no painel de controle para percorrer as opções de fluido. Selecione etanol
(Ethanol ). Clique no botão Full abaixo do painel para ativar a opção de encher o cilindro completamente com o
fluido. Clique no botão Fill para despejar no cilindro a quantidade selecionada de fluido. Clique na parte superior
do cilindro para ampliar a leitura no nível do fluido (Zoom). Anote o volume na Tabela de dados 2.

9 Arraste o béquer vazio localizado em cima da bancada até a balança e anote sua massa na Tabela de dados 2.

10 Pegue o cilindro preenchido com etanol e derrame o conteúdo dentro do béquer vazio. Anote a massa de etanol
e do béquer na Tabela de dados 2.

11 Solucionando problemas: De que maneira podemos determinar a massa do etanol e do béquer?

Anote a massa do etanol na Tabela de dados 2. Clique na alavanca azul ao lado do cilindro para esvaziá-lo
(Empty).

12 Repita as etapas 8 a 11 para obter as densidades da água (Water) e do azeite (Olive Oil). Anote seus resultados
na Tabela de dados 2.

83

Densidade e Flutuabilidade

02 labor0711_FIS_BL2.indd 3 9/9/11 11:12 AM


amostra (mL)

Análise e conclusão

1 Calculando: Use a equação da densidade para calcular a densidade de cada amostra sólida. Anote seus resultados
na Tabela de dados 1.
2 Calculando: Use a mesma equação para calcular a densidade dos fluidos. Anote seus resultados na Tabela de
dados 2.
3 Aplicando: O que determina se um objeto flutua ou afunda: o peso ou a densidade do objeto? Explique.

4 Fazendo Previsões:Qual sólido vai flutuar no azeite? Explique.

Calcule o empuxo exercido sobre cada um dos objetos imersos no azeite. Você já calculou o volume do fluido
deslocado por cada objeto imerso no azeite e a densidade do azeite. Use a equação da densidade para calcular a
massa do volume de azeite deslocado. Para calcular o empuxo, você necessita do peso do azeite deslocado em
cada um dos casos.

02 labor0711_FIS_BL2.indd 4 9/9/11 11:12 AM


Empuxo sobre um objeto = peso do fluido deslocado = massa do fluido deslocado × g

Anote seus resultados na Tabela de dados 1. Agora você consegue saber se um objeto vai afundar ou flutuar: basta
comparar o peso do objeto e o empuxo exercido sobre ele. Se a força de empuxo é maior do que o peso, o objeto
vai flutuar, já que a força empurrando o objeto para cima (empuxo) é maior do que a força empurrando o objeto
para baixo (peso). Compare as duas forças para prever quais objetos vão flutuar.

5 Teste suas previsões. Preencha três cilindros com azeite e coloque um objeto em cada cilindro e para observar se
eles flutuam ou afundam (você pode soltar as três bolas ao mesmo tempo usando All).

6 Fazendo previsões O que aconteceria se o cilindro fosse preenchido com água e azeite ao mesmo tempo?

Preencha um dos cilindros com metade de azeite e metade de água para testar sua previsão. Clique no botão ½ no
controle de distribuição antes de clicar em Fill, assim você conseguirá preencher o cilindro pela metade com azeite.
Em seguida, selecione a água como fluido e clique em Fill novamente, para preencher a outra metade do cilindro.

7 Tirando conclusões O que você observaria se os três sólidos e os três líquidos fossem misturados no mesmo
cilindro, ao mesmo tempo? Liste os sólidos e líquidos na ordem em que eles estariam dispostos no cilindro, de
cima para baixo. Explique como você determinou essa ordem.

5
Densidade e Flutuabilidade 85

02 labor0711_FIS_BL2.indd 5 9/9/11 11:12 AM


02 labor0711_FIS_BL2.indd 6 9/9/11 11:12 AM
Atividade Prática
Disciplina: Física Termodinâmica e Ondas
Professor: Cristiano Cancela da Cruz
Curso: Engenharia (Produção,
UTA:
Computação e Elétrica)

Objetivo
Descobrir como o volume de um balão, preenchido com gás, é afetado ao exercermos diferentes pressões sobre
ele.

Introdução
O filósofo e teólogo Robert Boyle estudou as propriedades dos gases no século XVII. Ele percebeu que os gases
se comportavam como molas. Ao comprimir ou expandir, os gases tendem a voltar ao seu volume original. Boyle
estudou a relação entre a pressão e o volume de um gás e resumiu seus resultados no que hoje são as chamadas de leis
de Boyle. Neste experimento, você terá a oportunidade de fazer observações parecidas com as de Robert Boyle, ao
alterar a pressão de um gás e observar como isso afeta seu volume.

Desenhar gráficos, tirar conclusões, interpretar dados, fazer previsões.

Procedimento

1 Inicie o Virtual Physics e selecione Pressure and Volume of a Gas na lista de atividades. O programa vai abrir a
bancada de estudos sobre gases (Gases). O balão na câmara está preenchido com um gás à temperatura de 25 °C.
A pressão do gás é de 100 kPa e o volume do balão é de 7436 cm3.

Alavanca para

2 Fazendo previsões: Você irá aumentar a pressão do balão. O que você imagina que acontecerá com o volume do
balão?

1
Pressão e Volume de Gases

02 labor0711_FIS_BL2.indd 7 9/9/11 11:12 AM


3 Observe a pressão e o volume inicial do gás e anote-os na tabela abaixo. Agora clique no número 1 da janela de
pressão (Pressure). O dígito deve ficar verde. Digite “2” para alterar a pressão para 200 kPa. Anote a pressão e
o novo volume na tabela. Repita esse passo, agora aumentando pressão para 300 kPa. Continue aumentando a
pressão de 100 em 100 kPa até atingir a pressão de 700 kPa, sempre preenchendo a tabela.
4

Pressão (kPa) Volume (cm3)

Análise e conclusão

2 Pressão e Volume de Gases

02 labor0711_FIS_BL2.indd 8 9/9/11 11:12 AM


Diminua a pressão do balão para testar sua previsão. Arraste a alavanca do controlador de pressão para baixo até que
o dígito das dezenas fique azul; segure a alavanca nessa posição. Isso vai diminuir a pressão. O que acontece com o
volume do balão? Qual a relação entre volume e pressão?

3
Pressão e Volume de Gases 89

02 labor0711_FIS_BL2.indd 9 9/9/11 11:12 AM


02 labor0711_FIS_BL2.indd 10 9/9/11 11:12 AM
Atividade Prática
Disciplina: Física Termodinâmica e Ondas
Professor: Cristiano Cancela da Cruz
Curso: Engenharia (Produção,
UTA:
Computação e Elétrica)

Objetivo
Comparar o calor específico da água com o de alguns metais comuns e tirar conclusões relacionadas à aplicação
dessas propriedades.

Introdução
É refrescante pular em uma piscina em um dia quente de verão porque a água está mais fresca que o ar e o chão
ao seu redor. Isso pode parecer estranho, já que o Sol está aquecendo tanto a água quanto o chão, e sugere que algumas
substâncias necessitam de mais calor para aumentar sua temperatura em relação a outras. A quantidade de calor
necessária para aumentar a temperatura de 1 g de certa substância em 1 °C é o que chamamos de calor específico
dessa substância. A água, por exemplo, tem calor específico de 4,18 J/(g · °C).
Neste experimento, você vai comparar o calor específico de metais comuns com o calor específico da água. Você
também vai observar como o calor específico afeta a variação de temperatura de uma substância.

Efetuar medições, calcular, aplicar conceitos, analisar, fazer previsões, planejar experimentos.

Procedimento

1 Inicie o Virtual Physics e selecione Specifi c Heat of Metals na lista de experimentos. O programa vai abrir a
bancada de calorimetria (Calorimetry).
Almoxarifado
mostrador de

do calorímetro

91
Calor Específico de Metais 1

02 labor0711_FIS_BL2.indd 11 9/9/11 11:12 AM


2 Meça o calor específico do alumínio (Al) e de aço inoxidável, dois metais comuns. Para que não haja confusão
sobre a amostra que é testada, anote seus resultados na tabela. Clique no Lab book para abri-lo. Anote a massa, em
gramas, da amostra de alumínio (Aluminum) que está na balança. Se não conseguir visualizar o valor, clique na
balança (Balance) para ampliar e, depois, clique em Zoom out para retornar à bancada.

3 Arraste a amostra de alumínio da balança para o forno (Oven). O forno está programado para aquecer até 200 °C
(não se esqueça de clicar na porta para fechá-lo).

4 O calorímetro localizado no centro da mesa foi preenchido com 100 mL de água. A densidade da água à 25 °C é
de 0.998 g/mL. Determine a massa da água utilizando os dados de densidade e volume. Anote os dados na tabela
a seguir.
Certifique-se de que o agitador está ligado (você deve ver a haste rodando). Clique na janela do termômetro para
trazê-la à frente e, em seguida, clique em Save para registrar seus dados. Deixe o termômetro na água de 20 a 30
segundos para obter uma temperatura base para a água.
Você pode clicar no relógio na parede identificado como Accelerate, para acelerar o tempo de laboratório.

5 Efetuando medições: Clique no forno para abri-lo. Arraste a amostra de alumínio do forno até que seja colocada
acima da tampa preta do calorímetro e, então, solte-a. Clique nas janelas do termômetro e do gráfico para trazê-las
para frente e observe a mudança de temperatura até que um valor constante seja atingido. Espere mais 20-30
segundos e aperte Stop na janela do termômetro. Um link de dados vai aparecer em seu Lab book. Clique no link
e anote na tabela os dados de temperatura antes de adicionar o alumínio e a temperatura máxima atingida depois
de o ter adicionado. (Lembre-se de que a água começará a esfriar após atingir a temperatura de equilíbrio).

6 Repita o experimento com a amostra de aço inoxidável. Clique na lixeira vermelha no canto esquerdo da tela para
limpar a bancada (Cleanup Lab Bench). Clique no almoxarifado (Stockroom) parar entrar. Clique duas vezes no
calorímetro de Dewar para movê-lo para o balcão. Clique no armário de amostras metálicas (Metals) e abra a última
gaveta clicando nela; as amostras estão organizadas alfabeticamente. Clique duas vezes na amostra de aço (Steel)
para selecioná-la e então clique em Zoom Out. Clique duas vezes na placa de Petri com a amostra selecionada
(Stainless Steel) para levá-la ao balcão. Retorne ao laboratório (Return to Lab).

7 Mova a placa de Petri com a amostra até a região realçada ao lado da balança. Clique na balança (Balance) para
aproximar e, em seguida, clique em Tare para zerar a balança. Coloque a amostra de metal no prato da balança e
anote a massa na tabela a seguir. Retorne à bancada (Zoom Out).

8 Clique duas vezes no calorímetro para posicioná-lo adequadamente na bancada. Clique na porta do forno para abri-
lo e arraste a amostra de aço para dentro dele. Clique novamente na porta do forno para fechá-la. Mude a
temperatura do forno para 200 °C clicando diversas vezes no botão acima do dígito da dezena. Encha a proveta
com 100 mL de água segurando-a embaixo da torneira até que ela retorne à bancada. Coloque a água no
calorímetro. Ligue o agitador (Stir) e o termômetro. Clique no botão Graph e, em seguida, em Save. Mova a
amostra do forno e coloque-a no calorímetro. Siga os mesmos procedimentos realizados com a amostra de alumínio
para obter o valor da temperatura de equilíbrio. Anote suas observações na tabela abaixo.

02 labor0711_FIS_BL2.indd 12 9/9/11 11:12 AM


Alumínio Aço

Massa de metal (g)

Volume de água (mL)

Massa de água (g)

Temperatura inicial da água (°C)

Temperatura inicial do metal (°C)

Temperatura máxima da água + amostra (°C)

Calor específico (J/[g · °C])

Análise e conclusão

Q adquirido pela água utilizando a seguinte equação:

Qágua = mágua ⋅ cágua Tágua

Dado: cágua = 4.184 J/(g °C)

Sabendo que o calor adquirido pela água é igual ao calor perdido pelo metal (e, por isso, o Q
é negativo) , calcule o calor específico do alumínio. Note que:

Qágua = – QAl = mAl ⋅ cAl . TAl

Resolvendo a equação acima para o calor específico, temos:

− □□□
□□□ =
□□□ . ∆□□□

Anote seus resultados na tabela.

3
Calor Específico de Metais

02 labor0711_FIS_BL2.indd 13 9/9/11 11:12 AM


93
5 Calculando: Calcule o calor específico para o aço e anote-o na tabela.
6 Aplicando conceitos O calor específico é uma maneira numérica de expressar a quantidade de calor necessário
para aquecer uma substância por 1 °C. O calor necessário para aquecer uma substância com calor específico baixo
é menor do que o calor necessário para aquecer uma substância com calor específico alto. Descreva o que
aconteceria com a temperatura de uma lata de aço e de uma lata de alumínio ao retirá-las do congelador. Inclua o
conceito de calor específico na sua discussão.

7
7 Analisando: Muitas panelas são feitas de aço ou alumínio. Discuta qual tipo de panela seria melhor.

calor de outra
maneira.

Prevendo: A mesma quantidade de calor é aplicada à determinada massa de água e à mesma massa total de água
e aço. Qual amostra atingirá uma temperatura mais alta? Explique.

02 labor0711_FIS_BL2.indd 14 9/9/11 11:12 AM


9 Planejando experimentos: Desenhe e execute um experimento para testar sua hipótese. Resuma seu experimento
e informe seus resultados. Observe também o resfriamento da água pura e da amostra de água com aço. Descreva
as diferenças no resfriamento dessas duas amostras.

5
Calor Específico de Metais 95

02 labor0711_FIS_BL2.indd 15 9/9/11 11:12 AM


02 labor0711_FIS_BL2.indd 16 9/9/11 11:12 AM
Atividade Prática
Disciplina: Física Termodinâmica e Ondas
Professor: Cristiano Cancela da Cruz
Curso: Engenharia (Produção,
UTA:
Computação e Elétrica)

Objetivo
Estudar as mudanças do estado físico da água: do estado sólido ao estado líquido e ao estado gasoso.

Introdução
Muitas substâncias podem existir tanto no estado sólido quanto no estado líquido. Uma substância no estado
líquido tem energia térmica maior em relação ao estado sólido. O ponto de fusão designa a temperatura na qual uma
substância passa do estado sólido ao estado líquido.
As moléculas que constituem um gás contêm mais energia térmica do que as moléculas da mesma substância no
estado líquido. As moléculas de um gás estão mais espaçadas umas das outras em relação às moléculas de um líquido.
A transição da forma líquida para a gasosa é chamada de evaporação e ocorre quando fervemos um líquido. O ponto
de fusão e o ponto de evaporação são propriedades específicas de uma substância. Químicos frequentemente utilizam
o ponto de fusão e o ponto de evaporação para identificar as substâncias.

Desenhar gráficos, interpretar dados, aplicar conceitos, tirar conclusões, relacionar causa e

1 Inicie o Virtual Physics e selecione Phase Changes na lista de experimentos. O programa vai abrir a bancada de
calorimetria (Calorimetry).

mostrador de

do calorímetro Barômetro

Mudança de Estado Físico 1


97

02 labor0711_FIS_BL2.indd 17 9/9/11 11:12 AM


2 O experimento está montado com um calorímetro simples preenchido com 65 mL de água à
temperatura ambiente. Há um béquer ao lado da balança. Clique na balança e arraste o béquer
colocando-o sobre ela. Aperte o botão Tare para tarar a balança. Arraste o béquer novamente
para a mesa e clique em Zoom out. Clique no balde verde de gelo (Ice) para abri-lo. Clique
com o pegador de gelo dentro do balde, arraste até o béquer e solte o gelo. Clique no botão
Save da janela do termômetro para registrar os dados de temperatura. Clique na balança para
aproximar e, em seguida, arraste o béquer sobre ela. Anote, no espaço abaixo, a massa de gelo.
Observe a variação na temperatura enquanto o gelo resfria a água e derrete.

3 Retorne à bancada (Zoom out), leve o béquer até o calorímetro para colocar o gelo no copo.
Clique no relógio identificado como Accelerate, na parede do laboratório, para acelerar o
tempo. Clique em Lab book para abri-lo e então clique na janela do gráfico para trazê-la para
a frente.

4 Observe o gráfico de temperatura da mistura gelo com água em função do tempo até o momento
em que a temperatura começa a aumentar devido ao aquecimento da água (depois de uns 4
minutos).

5 Agora você irá aquecer a água e observar a variação de temperatura enquanto a água se torna
vapor. Ligue o aquecedor (Heat) clicando no interruptor verde/vermelho (On/Off ) no painel
de controle. Observe os gráficos de temperatura da água em função do tempo na janela no
gráfico até que comece a sair vapor do calorímetro. Anote essa temperatura, que é da água
fervendo, na tabela a seguir. Continue observando o gráfico por mais 2 minutos e clique Stop
na janela do termômetro.

6 Clique no barômetro (Barometer) — localizado na parede, à esquerda da placa verde Exit —


para visualizar a pressão atmosférica. Anote o valor na Tabela de dados. A pressão é dada em
Torr, que é uma das unidades de pressão usada por cientistas. (760 Torr = 101.3 kPa)

7 Deve ter surgido um link azul em seu Lab book. Clique nele para visualizar os dados de
temperatura.
8
Análise e conclusão

1 Desenhando gráficos: No espaço indicado, faça o gráfico da temperatura da água em função


do tempo. Use os dados do link em seu Lab book. Não é preciso utilizar todos os pontos;
escolha alguns pontos críticos do gráfico. Identifique os eixos e o momento em que o gelo foi
adicionado, separando a parte em que a mistura era composta por água e gelo daquela em que

2 Mudança de Estado Físico

02 labor0711_FIS_BL2.indd 18 9/9/11 11:12 AM


havia apenas água líquida. Também identifique o momento em que o aquecedor foi ligado e o
momento em que a água começou a passar do estado líquido para o estado gasoso. Lembre-se
de usar uma escala adequada.

3 Aplicando conceitos O que aconteceu com a temperatura enquanto ainda havia gelo na água?

Por quê?

4 Tirando conclusões: O que aconteceu com a temperatura depois que o gelo derreteu? Por quê?

99

Mudança de Estado Físico 3

02 labor0711_FIS_BL2.indd 19 9/9/11 11:12 AM


5 Aplicando conceitos O aquecedor continuou ligado após a água atingir seu ponto de
evaporação. O que aconteceu com a temperatura da água nesse momento?

A pressão típica, normal, do ar no nível do mar é de 760


Torr. Essa pressão pode variar ±15 Torr dependendo do clima. Por exemplo, a pressão diminui
em meio a uma tempestade e aumenta quando o clima está bom, com o céu limpo. O ponto de
evaporação da água com pressão normal é de 100 °C. A partir de suas observações sobre o
ponto de evaporação e a pressão do ar, o que você conclui?

4 Mudança de Estado Físico

02 labor0711_FIS_BL2.indd 20 9/9/11 11:12 AM


100

02 labor0711_FIS_BL2.indd 21 9/9/11 11:12 AM