Você está na página 1de 48

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE

CENTRO DE BIOCIÊNCIAS
DEPARTAMENTO DE BIOFÍSICA E FARMACOLOGIA

Hipnóticos, Sedativos e
Ansiolíticos

Professor: Raul Hernandes Bortolin


Definições

Hipnótico?! Sedativo?! Ansiolítico?!


Definições

ansiolítico sedativo hipnótico anestésico indutor de coma letal


Estágios do sono
Estágio Total (%) Comportamento
1 3-6 Estado de sonolência
Aumentado na insônia

2 40-52 Sono leve, de fácil despertar

3 5-8 Sono profundo


Podem ocorrer terror noturno e
sonambulismo

4 10-19 Dificuldade de despertar

REM 23-34 Sono profundo, com relaxamento


muscular intenso e movimentos
oculares rápidos; sonhos vivídos e
emocionais.
Curso da Doença
Normal

TAG

Pânico

Nível de
ansiedade

tempo
Sintomas da Ansiedade

A ansiedade causa alteração no funcionamento de diversos


sistemas periféricos:

 Cardiovascular: Palpitação, hipertensão e hiperventilação.

 Endócrino: Elevação dos níveis de corticosterona plasmático,


alteração do funcionamento da tireóide, alteração do ciclo
hormonal feminino.

 TGI: Gastrite, úlceras, diarréia.

 SNC: Insônia, agitação, dificuldade de concentração.


Terapia ansiolítica

 Ansiolíticos benzodiazepínicos (BZP)

 Ansiolíticos serotonérgicos

 Ansiolíticos noradrenérgicos
Principais Fármacos

• Benzodiazepínicos
Midazolam, Estazolam, Flurazepam,
Clorazepato, Oxazepam,
Clordiazepóxido, Alprazolam,
Lorazepam, Clonazepam, Diazepam,
Zaleplona, Zolpidem

ansiolítico sedativo hipnótico anestésico indutor de coma letal


Farmacodinâmica - BZP
Cl-

Ácido
γ- aminobutírico
Receptor GABAA

 Pentamérico
 Poro central permeável ao Cl-
 Sub-unidades
 1-6, 1-3 , 1-3 ,  , ε e 

 As BZDs possuem afinidade


pelo receptores GABAA
depende da presença das
subunidade 1, 2 e 3
Receptores para Benzodiazepínicos

 Receptor GABAA – subunidade 1


 Predominantes no cerebelo, globo pálido e córtex

 Propriedades hipnóticas e amnésica

 Receptor GABAA – subunidade 2


 Localizado no córtex, hipocampo, estruturas límbicas

 Propriedade ansiolíticas
Atividade dos receptores benzodiazepínicos
‘Modulação alostérica’

Agonista
Agonista Antagonista inverso
Ansiolítico Sem eficácia intrinsica Ansiogênico
Sedativo-Hipnótico
Miorrelaxante Convulsivante
Anti-convulsivante

Agem aumentando Agem bloqueando o Agem reduzindo


o número de vezes que sítio de ligação das o número de vezes que
o canal de Cl- se abre benzodiazepinas o canal de Cl- se abre

Ex.: benzodiazepinas Ex.: flumazenil Ex.: β-carbolinas


Vias de Administração
ORAL

INTRAMUSCULAR

INTRAVENOSA

Ligação às proteínas plasmáticas: 70-99%


Distribuição: ampla (armazenamento)
Fármaco t1/2
Midazolam 1,9±0,6h

Triazolam 2,9±1,0h
Zolpidem 2h
Zopiclona 5-6h

Estazolam 10-24h
Temazepam 11±6h
Alprazolam 12±2h
Clonazepam 23±5h
Lorazepam 9–16h

Flurazepam 74±24h
Diazepam 43±13h
Quazepam 39h
Benzodiazepínicos

ansiolítico sedativo hipnótico anestésico indutor de coma letal

Efeitos Desejáveis

Efeitos Adversos
Tolerância, dependência, abstinência e
queda de produtividade
Benzodiazepínicos
interações

 Aumento da depressão do SNC


 Álcool
 Outras drogas anti-ansiedade / sedativo-
hipnóticas

 Menor metabolização de BZP


 Cimetidina (diazepam)
 Nefazodona, outros inibidores de CYP3A4
(alprazolam, triazolam)

 Inducão enzimática
 Carbamazepina (alprazolam, triazolam)
Barbituricos

• Barbitúricos

Pentobarbital, Amobarbital, Butabarbital,


Secobarbital, Tiopental, Metoexital,
Fenobarbital, Mefobarbital

ansiolítico sedativo hipnótico anestésico indutor de coma letal


Vias de Administração
ORAL

INTRAMUSCULAR

INTRAVENOSA

Ligação às proteínas plasmáticas: ampla


Distribuição – Tiopental e Metoexital...

cérebro, coração, fígado, tecido adiposo, ósseo e


rins músculos, pele conectivo
% dose inicial

Tempo (min)

Craig & Stitzel, 5ª ed.


Barbitúricos - Farmacodinâmica

Benzodiazepínicos
Cl-

Barbitúricos
Esteróides

Propofol
Etomidato
Anestésicos Ácido mefenâmico
Álcool Furosemida

Picrotoxina

Receptor GABAA
Fármaco t1/2
Amobarbital 10 - 40h
Secobarbital 15 - 40h
Pentobarbital 15 - 50h
Butabarbital 35 - 50h

Metoexital 3 - 5h
Tiopental 8 - 10h

Mefobarbital 10 - 70h
Fenobarbital 80 - 120h
Barbitúricos

ansiolítico sedativo hipnótico anestésico indutor de coma letal

Efeitos Desejáveis (Usos clínicos)


anticonvulsivantes

Efeitos Adversos
Tolerância, dependência, abstinência
indução enzimática, coma, morte.
BARBITÚRICO
E
N
Z
O
• Receptor GABA A
D
I • Efeitos desejáveis
A
Z
E • Efeitos indesejáveis
P
Í • Indução enzimática
N
I
C
O
Principais Fármacos

• Serotoninérgicos
Agonista Seletivo

Buspirona

ansiolítico sedativo hipnótico anestésico indutor de coma letal


Farmacodinâmica - Buspirona
Ansiolíticos serotonérgicos

 Agonista do receptor 5-HT1A : buspirona

 Indicações: ansiedade generalizada

 São necessários 3-4 semanas de tratamento para


produzir efeito terapêutico

 Não são indicados no tratamento do pânico e


estados agudos de ansiedade
Buspirona

 Agonista Seletivo de 5-HT1A

 Indicado no TAG

Efeito adverso: tonturas e visão turva


Buspirona X BZP

 A buspirona não potencializa os efeitos


depressores de agentes sedativos-
hipnóticos

 Não afeta a capacidade de dirigir veículos

 Não causa dependência/abstinência


Noradrenalina e Ansiedade
Receptores beta-adrenérgicos e
Ansiedade
Antagonistas dos receptores beta-
adrenérgicos e Ansiedade

Indicados no tratamento
de quadros de ansiedade
de desempenho

Ex.: propranolol
Tratamento da insônia
 BZD

 Novos agonistas do receptor Benzodiazepínico

- Zolpidem
- Zaleplon
- Zopiclona
Novos agonistas do receptor
Benzodiazepínico

 Agonista de receptor BZP - (Receptor GABAA –


subunidade 1);

 Menores efeitos ansiolíticos, anticonvulsivantes,


relaxantes muscular;

 Menor insônia de rebote e risco de dependência;

 Sem supressão de sono REM.


Zolpidem
 Possui ação hipnótica

 Liga-se seletivamente ao receptor BZ subnidade 1

 Possui pouca ação miorrelaxante e anticonvulsivante

 Em doses terapêuticas produz efeito mínimo sobre as


fases do sono

 Meia-vida: 1,5 - 3,5 h

 Potencializa os efeitos sedativos de agentes


hipnóticos-sedativos

 Efeitos adversos: tonturas, amnésia, cansaço e dores


de cabeça
Zaleplon
 Possui ação hipnótica

 Liga-se ao sítio do receptor BZP- subunidade 1

 Indicado para pacientes com dificuldades para adormecer

 Reduz a latência do sono

 Não altera a duração do sono e nem a arquitetura do sono

 Meia-vida: 1 h

 Potencializa os efeitos sedativos de agentes hipnóticos-


sedativos

 Efeitos adversos: tonturas e dores de cabeça


Indicação clínica*

 BZP mais usados como ansiolíticos:


diazepam, alprazolam e bromazepam

 BZP mais usados como hipnóticos:


nitrazepam, flurazepam, midazolam, flunitrazepam,
temazepam, triazolam e estazolam

*baseia-se
principalmente nas características
farmacocinéticas
Principais Fármacos

Serotoninérgicos

• Antidepressivos

ansiolítico sedativo hipnótico anestésico indutor de coma letal


UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE
CENTRO DE BIOCIÊNCIAS
DEPARTAMENTO DE BIOFÍSICA E FARMACOLOGIA

Hipnóticos, Sedativos e Ansiolíticos

Raul Hernandes Bortolin


raulhbortolin@yahoo.com.br

Obrigado
CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DOS CARGOS DE MÉDICO
JUDICIÁRIO CLASSE R, PSICÓLOGO JUDICIÁRIO CLASSE R, MÉDICO
PSIQUIATRA JUDICIÁRIO PJ-J E PSICÓLOGO JUDICIÁRIO PJ-J (2010)