Você está na página 1de 1

七 CHACRAS E  JUTSU

 JUTSUSS. Quase todas as mecânicas neste dita-se na harmonia entre os opostos, na coexistência entre
 jogo também existe
existemm em ������
�������� RPG e outros que positivo e negativo, luz e trevas, yin e yang. Por isso, I�-
usam o Sistema D20. Seis habilidades básicas. Raças e ����� �� J��� não usa o tradicional sistema de tendências
classes. Perícias e talentos. Uma  coisa,
  coisa, no entanto, é total- (bem, mal, ordem, caos) conhecido em ������� RPG.
mente diferente. I������ �� J��� usa novas regras para Em vez disso, temos a Honra — uma medida de bonda-
conjuração de magia — refletindo uma cultura oriental, de, dignidade, coragem e outras virtudes. A Honra tem
exótica, diferente do Reinado de Arton. Aqui, o poder um valor numérico (como as habilidades Força, Destreza,
mágico é medido pelos chacras , os centros de energia do Inteligência...) que pode subir ou cair, conforme as ações
corpo; e as magias são  jutsu
 jutsus s , efeitos sobrenaturais que do personagem. Ser honrado é vantajoso, confere prestígio
certos personagens podem executar. Esse método de conju- social e bônus em testes. Mas, quanto mais honrado você
ração ainda usa o Sistema D20, mas não interage com ele, é, mais limitado em suas opções. Um ninja sem nenhu-
não “conversa” com a regra padrão. Um mago do Reinado ma honra poderia se esconder nas sombras, esgueirar-se até
não poderá dissipar magia  contra
 contra um wu-jen de amu-ra, um guarda e matá-lo com uma punhalada nas costas; um
e vice-versa. Para os heróis de Arton, será como encontrar samurai que tentasse o mesmo perderia pontos
p ontos de Honra, e
adversários (ou aliados) com novos e misteriosos poderes, suas habilidades especiais poderiam ser “desligadas” — por
que nem mesmo os bardos ou yakuza conhecem. exemplo, suas espadas ancestrais perderiam o poder mági-
八 N EM TANTOS DEUSES . ������� RPG oferece um co, tornando-se armas comuns. A busca por um caminho
rico Panteão formado por vinte deuses maiores, disponí- honrado será desafio constante para alguns jogadores.
veis para personagens com poderes mágicos divinos, como 十 ESTE JOGO É  SEU. 
SEU.  É sempre importante repe-
clérigos e paladinos. Um deles, o dragão Lin-Wu,Lin-Wu, é a divin- tir: não existe um “jeito certo” ou “jeito melhor” de jo-
dade principal de amu-ra. Por isso, em I������ �� J���, gar RPG, mas existe um jeito errado — quando você e
o culto ao Deus Dragão é a religião principal, sua igreja é a seus amigos não se divertem. I������ �� J��� pode ser
mais poderosa e influente. Embora os demais deuses tam- desfrutado de muitas formas. Uma recriação daquele fil-
bém existam (com nomes diferentes), aqui eles são consi- consi- me clássico de samurai que você ama, ou aquele filme de
derados divindades menores, não cultuadas separadamen- ninja chuta-balde que faz você gargalhar. Uma aventura
te. Eles formam a Família Celestial, segunda maior religião com guerreiros coloridos que explodem monstros. Um
na ilha. Juntamente com o Bushintau
Bushintau,, o culto aos infini- mangá ou anime cômico com heróis irresponsáveis, bi-
tos espíritos que habitam todas as coisas, estas são as três chos falantes e amores impossíveis. Batalhas épicas
épica s contra
maiores religiões em amu-ra. Sim, é uma imitação fanta- lagartos radioativos gigantes ou legiões de esqueletos de-
siosa do panorama religioso no Japão atual, onde também moníacos. Debates morais e éticos sobre tradição, dever e
cristianis-
se pratica três grandes fés (budismo, xintoísmo, cristianis- honra. Jornadas incríveis com amigos leais que você mor-
mo). Mas qualquer semelhança acaba aí. As religiões de Ta  Ta - reria para proteger. Seu I������ �� J��� pode ser mais
mu-ra só existem no mundo de jogo; não  tentam reprodu-
não tentam sério, historicamente acurado; ou tão bobo e louco quan-
zir ou induzir qualquer crença da vida real. to qualquer anime de robôs-samurais gigantes. VocêVocê esco-
九 JOGO DE HONRA . No Oriente não existe o mani- lhe. Você
Você manda. amu-ra
amu-ra é como você quiser que seja, e
queísmo,, a eterna batalha entre o bem e o mal. Aqui acre-
queísmo ninguém pode contrariá-lo. Nem mesmo este livro.

22 introducao

~

Interesses relacionados